Você está na página 1de 2

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS


DEPARTAMENTO DE SOCIOLOGIA E ANTROPOLOGIA
DISCIPLINA :LECS I
CURSO:CIÊNCIAS SOCIAIS
PROFESSOR: ELISA
ALUNO: JEFFERSON TROVÃO CANTANHEDE

TRABALHO PARA NOTA

LUTE COMO UMA MENINA

È realmente emocionante ver a resistência desses jovens. A sua garra e


determinação de lutar por um propósito e por ele enfrentar a direção da escola,a polícia e assim
como num momento tantos outros se juntaram ao grupo. Sua visão daquilo que é importante para
suas vidas e não somente as suas ,mas também, de milhares de alunos que estão sendo prejudicados
pelas decisões do governo. Para mim é um grandioso testemunho de ideal social e educacional; não
se calar diante da injustiça,não permanecer estagnado diante de uma situação que para eles tornou-
se insuportável. Quisera nossa sociedade tomasse esse exemplo diante de tamanha aberração que
tem acontecido em nosso país, não só agora como sempre vem acontecendo ao longo dos anos. Eu
realmente me senti comovido com o relato das meninas que corajosamente enfrentaram os policiais
cara a cara de igual para igual,usando palavras de ordem, confrontando com argumentos que
desconstruíam uma autoridade realmente incompetente para lidar com aquela situação.Não tenho
receio de dizer e assumir que me emocionei e discretamente até chorei. Por que é realmente
emocionante e fortalecedor ver esse vídeo.
Elas estão certas. Sua luta é legítima. Estão mexendo com o que há de
mais sagrado para a adolescência e juventude; a sua oportunidade de formação enquanto ser
humano, pois sem educação não se faz o ser humano. Elas conseguiram ver a dimensão daquilo que
estava sendo arquitetado, ou seja, elas perceberam que não era apenas um remanejamento mas uma
extinção de locais que deveriam jamais sofrer qualquer ataque dessa natureza. Essa luta é legítima e
isso fez que a diretoria e a polícia estivesse recuando ante os gritos de protestos, por que até mesmo
a diretoria e a polícia perceberam que a luta era justa, legítima sim. Eles não conseguiram ficar em
paz vendo aquilo que é o objetivo de toda sociedade,ou pelo menos deveria ser sendo destruído
assim num passe de mágica. Algo que está intrínsecamente ligado ao ideário de uma nação: o
desenvolvimento social, cultural e educacional. Elas ainda estão com a capacidade que muitos já
perderam; que é de acreditar e sonhar, ter ideais. Que maravilha que elas não são apenas um
punhado de jovens que não sabem nada e estão batendo panelas por aí sendo alienadas pelas
propagandas eganosas e formuladas por pessoas de caráter duvidoso. Não! Elas etão lutando por
algo extrememante importante e necessário.
É muito revoltante ver o governo tomando decisões dessa natureza. Por
aí podemos notar o caráter das pessoas que estão tomando as decisões na política e o quanto estão
longe de terem a visão daquilo que realmente é importante humanamente falando. Como pode o
governo estar fechando escolas? Logo escolas que é o sagrado da sociedade? Que história é essa?
Que tipo de interesse têm os homens que estão no poder? Isso é muito triste . É um verdadeiro
retrocesso. As escolas, ou o esnsino deve ser protegido,melhorado. Vivemos em um país cuja
maioria da população está inserida num quadro de analfabetismo , de miséria, de escravidão onde o
salário mínimo nem de longe acompanha a ganância dos empresários que detêm o poder e além dos
impostos que massacram um povo que, em tudo que consome, já paga um imposto exagerado e
como se isso fosse pouco adotam medidas que ofendem os mais necessitados. É ridículo o que
certos governos vêm fazendo no Brasil.
O desvio de recursos é um dos fatores que têm contribuído para a
degeneração dos programas criados para beneficiar os alunos ou a rede estudantil pública. A
corrupção não está apenas no congresso ou na câmara dos deputados, mas se alastra por todas as
esferas do poder. A corrupção e o desvio de verbas, o crime que ronda as contratações de empresas
terceirizadas, os funcionários fantasmas, em praticamente todas as prfeituras dos interiores, as
vantagens sem cabimento daqueles que estão no poder são como cupins que devoram a madeira e
inutilizam o mais elo móvel. Podemos observar o que elas descobriram assim que entraram nas
dependências das escolas. Materiais que deveriam ser distribuidos e utilizados na educação sendo
escondidos, trabalhos dos alunos que poderiam ser divulgados para a comunidade, conquistando
projetos ou mesmo criando propostas para soluções a partir dos alunos, sendo tratado como lixo
inútil. Diretoria e coordenação das escolas sendo coniventes e até mesmo participando de práticas
ilícitas. Negando aos alunos aquilo que de direito garantido em constituição. Material de higiende,
material didático de apoio, instrumentos musicais, teatro, um ótimo espaço para desenvolvimento
de atividades artísticas e culturais, tudo sendo escondido, uma verdadeira agressão ao direito dos
estudantes. Isso sem falar no desvio de verbas que vem sendo denunciado em outros momentos e
até o roubo da merenda escolar.
Não é pra menos que os diretores estivessem de cabelos em pé, diante
de uma tão grande denúncia a ponto de chamar a polícia para lidar com os alunos os quais eles
mesmos não têm nenhuma capacidade de dialogar ou negociar. Se tornam insuficientes diante da
situação, o que comprova sua incapacidade de educar, o que prova que não estão interessados no
desenvolvimento de uma educação de ponta. Policiais que, como disse uma das meninas, não têm
competência para interferir numa manifestação dessa natureza ou ainda como outra menina
afirmou: “Nós estamos lutando pela educação e vocês estão nos agredindo?” A polícia não tem
ferramentas para dialogar com estudantes que buscam uma solução para um problema dessa
categoria. Que tipo de solução seria encontrada a partir de bombas de gás lacrimogênio? De
porradas, tapas e cacetetes ? Parece uma inversão de valores sem precedentes. Uma grande
inadequação dos próprios responsáveis pela educação e pela preservação da ordem.
Assim cocluo trazendo a lembrança do texto “ A vaca” que traduz
como um espelho esse fato, uma vez que as vacas servem apenas para satisfazer sua ambição como
produto de eriquecimento e não se interessam nem um pouco pela vida dos seres vivos, uma
analogia de governantes que não estão nem um pouco interessados na vida e nem no futuro da
juventude, apenas tomam decisões baseadas em interesses que lhes são pertinentes, não importam o
quanto sacrificam vidas que já estão suportando bastante descaso por parte do poder do Estado.