Você está na página 1de 3

CURSO PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIOS DA COMUNHÃO

Paróquia Maria Mãe da Igreja


Arquidiocese de Campo Grande – MS

PLANO DE CURSO
OBJETIVO:
• Preparar candidatos para o Ministério Extraordinário da Comunhão
Eucarística.
• Assegurar aos candidatos uma formação teórica e, principalmente, prática
relacionada ao ministério,
• Promover e incentivar nos candidatos uma espiritualidade eucarística.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. Introdução
1.1 Sacramentum Caritatis (Sacramento da Caridade)
2. Uma Igreja ministerial
1.1 Ministérios ordenados e não ordenados
1.2 Os ministros extraordinários da Sagrada Comunhão
1.3 A relação entre o sacerdócio ministerial e o sacerdócio comum dos fiéis
1.4 A função do ministro extraordinário da Comunhão
3. O significado da Liturgia na história da salvação
3.1 A definição de Liturgia
3.1 A Liturgia no horizonte da revelação
3.3. O Sinal na Liturgia
4. Estrutura, elementos e partes da missa
4.1 Ritos iniciais
4.2 Liturgia da Palavra
4.3 Liturgia Eucarística
4.4 Ritos de Encerramento
5. Requisitos para a Celebração da Missa
5.1 O Pão e o Vinho
5.2 As Sagradas Alfaias em geral
5.3 Os vasos Sagrados
5.4 As vestes Sagradas
5.5 Outros objetos usados na Igreja
6. O Ano Litúrgico
6.1 A origem do domingo e a sua relação com o Sábado
6.2 O Ciclo Anual
6.3. A Relação entre o tempo e a eternidade
7. A Celebração da Palavra
7.1 O significado da Celebração da Palavra
7.2 Estrutura da Celebração
8. A Exposição da Santíssima Eucaristia
8.1 O ministro da exposição
8.2 O Rito da Exposição
8.3 Normas para a Exposição
9. Ritual das Exéquias
9.1 A Estrutura da celebração

10. Prática litúrgica


10.1 Gestos e posturas
10.2 Procissão de entrada e saída
10.3 Distribuição da Eucaristia
10.4 Simulação da Celebração da Palavra
10.5 Simulação do ritual de exéquias

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

BENTO XVI. Exortação Apóstolica pós-sinodal Sacramentum Caritatis. São Paulo:


Paulinas, 2007.

CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA. 9ª. ed. São Paulo: Loyola, 1999.

CONGREGAÇÃO PARA O CLERO. Instrução acerca de algumas questões sobre a


colaboração dos fiéis leigos no sagrado ministério dos sacerdotes. 6.ed. São Paulo:
Paulinas, 2010.

CONGREGAÇÃO PARA O CULTO DIVINO E A DISCIPLINA DOS SACRAMENTOS.


Instrução Redemptionis Sacramentum: sobre alguns aspectos que se deve observar e
evitar acerca da Santíssima Eucaristia. São Paulo: Paulinas, 2004.

CNBB. Instrução Geral do Missal Romano e Introdução ao Lecionário. 2ª. ed. Brasília:
edições CNBB, 2008.

GOEDERT, Valter M. Orientações para Ministros Extraordinários da Comunhão. São


Paulo: Paulus, 1991.

JOÃO PAULO II. Carta encíclica Ecclesia de Eucharistia. 13ª. ed. São Paulo: Paulinas,
2006.

JOÃO PAULO II. Carta apostólica Dies Domini. 6ª. ed. São Paulo: Paulinas, 2007.

PAULO VI. Carta encíclica Mysterium Fidei. 3ª. ed. São Paulo: Paulinas, 2005.

VAGAGGINI, Cipriano. O Sentido teológico da liturgia. Trad. Franscisco Figueiredo de


Moraes. São Paulo: Loyola, 2009.

SISTEMA DE REVISÃO

Serão aplicados dois questionários um na metade do curso e o outro no fim do curso a


fim de facilitar a assimilação dos conteúdos por parte dos candidatos.