Você está na página 1de 9

Rene Kayes

Do início até a 57

As alianças terapêuticas.  Kayes

Introdução.  Consistências das relações com os quais entrelaçam diversos sujeitos.

Conceito de Alianças Inconscientes pela Psicanalise – Cit. Página 15 – Inconsciente


Antropológica.

Kayes – ainda está vivo e ele é um psicanalista e um dos grandes introdutores da psicanalise
grupal.

O kayes trabalha direto com a ideia de uma psicanalise grupal. Ou seja, os fenômenos grupais:
qualquer fenômeno individual ao nível do consciente ou do inconsciente ou do pré-consciente,
está referindo necessariamente ao grupo, a diversos níveis de grupo.

.. que parece ser um fenômeno individual está se referindo à diversos níveis inconscientes
grupais.

Coloca um determinado conceito dentro do inconsciente institucional.

Determinado inconsciente institucional participa de outros inconscientes institucionais  um


fica determinante em determinado momento ( ver a sala suja ) .

AS ALIANÇAS INCONSCIENTES – alianças que não tem consciência.

Alianças inconsciente são alianças que dão ancoradouro ao fenômeno de grupo. Para que haja
grupo, tem que ter um inconsciente grupal que é montado em alianças inconscientes. Sem
alianças inconscientes não tem como viver em grupo. Em qualquer sociedade, cultura, deve
haver aliança inconsciente.

Existem normas tácitas inconscientes – sem isso não há como não ter grupo.

Alianças - São a base daquilo que cada um reprime, rejeita, negue.  vc tem que rejeitar sua
natureza animal, disciplinando-a para viver num grupo, em sociedade.  VOCE NÃO TOLERA a
pessoa, mas não é por isso que você mata a pessoa  reprime, rejeita, nega determinadas
coisas para viver em grupo.

Sem alianças inconscientes, não dá para viver em sociedade, não tem como viver em grupo –
torna-se um animal que tem que viver na jaula.

Destinadas a produção inconsciente

As alianças inconscientes tem que se tornar, tem que se manter inconsciente, ao mesmo
tempo que elas produzem o próprio inconsciente.  manter-se inconsciente e produzir os
inconscientes grupais, institucionais.

Alianças defensivas e ofensivas – trabalham ao mesmo tempo

Alianças estruturantes – estruturam para que determinado espaço se mantenha mesmo com
controvérsias .
Alianças alienantes – você é obrigado a trabalhar, então você depende do patrão e o patrão
depende de você. O salário é alienado, pois você pode não ter nada ver com o trabalho. Isso é
uma aliança alienante. Faz uma coisa que está separado de você, mas você é obrigado por
conta do salário. O mundo capitalista necessita totalmente das alianças alienantes. O
capitalismo necessita da alienação.

Você se submente para manter sua própria sobrevivência.  separada, alienada do que você
pode, do que você deveria conseguir, mas não tem como não ter o salário. Totalmente
dependente dessa aliança alienante. Alienação defensiva – tá se defendendo para sua
sobrevivência, e ela sendo defensiva está um pouco alienante.

Alianças de irmão – irmãos se uniram para matar o pai – totem e tabu. Alianças inconscientes
que fizeram para matar o próprio pai.

Aliança simbólica com o pai – complexo de édipo- aliança que eu faço com o pai, para que ele
não me castre. -> deixa o universo materno devido ao corte do Nome do pai – faz uma aliança
com o próprio pai de sair do édipo. – édipo é um grande exemplo de aliança inconsciente.

Contrato de renúncia e satisfação imediata – tem que internalizar as pulsões sexuais, senão nos
atacaríamos pelo desejo para satisfação. A satisfação tem que ser adiada devido ao princípio de
realidade – tem que adiar a satisfação para viver em cultura. Internalizar as pulsões e instintos
e quando isso acontece, estou fazendo uma aliança inconsciente para viver em sociedade –
aliança com todos membros da cultura, da sociedade para continuar vivendo na sociedade, na
cultura.

Você faz aliança inconsciente com todo grupo. A gente ainda acredita que vamos chegar em
casa vivos, isso exige uma aliança inconsciente – um pacto inconsciente em que nós
internalizamos nossas pulsões, nossos instintos sexuais, agressivos para vivermos em
sociedade. Há pessoas que rompem com essa aliança e acabam atacando, violentando,
matando os seus pares.

Pacto de denegação – aliança inconsciente – negar determinadas coisas. -> negar a situação
brasileira como está ( exemplo) - negar uma realidade evidente ( isso é DENEGAÇÃO). Negar
que a miséria está aumentando. Nós fazemos o pacto de denegação para nos proteger, para
nos defender.

Legislativo faz pacto de denegação - pacto do congresso de negar a própria realidade social
brasileira atual.

Negação comum e pacto perverso – negação comum é negar um dado (a prova vai acontecer
num determinado dia – não não vai acontecer prova nenhuma).  pacto perverso –
sadomasosquismo por exemplo. Pacto dessa dependência biológica, psicológica que a gente
pode ter com uma determinada pessoa.

Vai colocar no livro a ideia de alianças defensivas : na psicanalise grupal e nas psicoterapias
institucionais o que mais encontramos são alianças defensivas – que são alianças inconscientes
– se defender.

As alianças inconscientes é uma invariante antropológica – ou seja, qualquer cultura humana


necessariamente tem que ter alianças inconscientes!!! Nesse sentido, o que mais ele vai
trabalhar é o conceito de alianças inconscientes pela psicanálise.
Pagina 15 - o conceito psicanalítico de aliança inconsciente -> qualquer aliança só pode ser na
intersubjetividade.

As alianças inconscientes formadas aqui na sala à nível Uberlândia, brasil, mundo.

Temos o nível horizontal e vertical (gerações – herança psíquicas – coisas que recebo de
gerações passadas que vão se materializando – alianças inconscientes que vou transmitir para
os filhos, netos). Herança psíquica de abuso sexual (por exemplo). Coisas que a gente recebe
dos nossos antepassados – são alianças inconsciente que desenrolam no decorrer das
gerações.

Podemos carregar o sintoma, a herança. A psicanalise trabalha com as alianças horizontais


(aqui-agora) e alianças verticais. A psicanalise vai se interessar por modalidades especificas de
alianças inconscientes (mais ligada às heranças psíquicas). A antropologia por outras alianças, o
direito por outras.

É um fenômeno obrigatório para quem quer estudar à nível do grupo.

ALIANÇAS INCONSCIENTES.

Alianças inconscientes é um conceito que qualquer cultura humana precisa ter.


Necessariamente tem alianças inconscientes. Se funda em qualquer cultura, sociedade, grupo.
Se é um grupo humano, necessariamente é veiculada por alianças inconscientes. Alianças
conscientes, pré-conscientes e inconscientes.

Kaes trabalha bem a primeira tópica de Freud nesse movimento tranquilo para as alianças
inconscientes.

1) Conceitos que as designam: Acordo, Pacto, Juramento, Contrato.


Acordo – aliança inconsciente muito tranquila, aliança mais consciente e direta. Mais
informal. Eu com você vou trabalhar o texto de Freud Às 19 na minha sala. É um
combinado. Mais consciente e mais direta.
Pacto (página 25 )– aliança mais profunda e bem mais rígida – extremamente rígido
comparado ao acordo. Muito mais séria, em que o cumprimento é levado mais a sério.
Lula fez um pacto de sangue com a Odebrech – compras e trocas de propinas. Tem um
retorno, uma troca. Pacto de sangue.
O pacto mais famoso da literatura – Pacto fáustico – magno, um grande filosofo – faz
um pacto com diabo para vender sua alma em troca de anos de prazer, energia sexual.
Pacto com diabo – vender a alma em troca de prazer.
Juramento – faz geralmente com a divindade (Deus, Deus judeu, Deus cristão, ou Alá).
É algo mais associado às religiões. Conotação religiosa. Homem bomba: Eu juro por
Alá, que eu vou morrer por Alá – fez um juramento de sangue/juramento religioso –
tem certeza que depois da morte terá acesso ao paraíso. Juramento civil –juramento
ético, juramento jurídico
Contrato – em troca de benefícios. Contrato de aluguel – assina e todo mês voce paga
um valor e se você não pagar, você paga com juros. Contrato de casamento. Contrato
de vender o carro. Professor faz no início do semestre um contrato ( contrato
acadêmico).
2) Formas antropológicas e sociais das alianças – Tabu do incesto, Parentesco, Filiação,
Aliança
Formas que passam pelas culturas e sociedades em termos de aliança. Uma das
alianças que está em todas culturas e sociedades humanas– há um impedimento de ter
relações sexuais entre pais e filhos e entre irmãos ( Tabu do Incesto) – em muitas
culturas não é o pai biológico, mas também o simbólico. -> grande forma, grande
aliança antropológica e social. E vai regular o próprio parentesco, filiação e aliança. As
formas de parentesco são uma instituição, ou seja, o parentesco, as linhas de
parentesco, regula quem pode e quem não pode se casar, ter filhos – regula a atividade
humana.
Instituição é uma lógica que regula a atividade humana. Então o parentesco ligado à
uma aliança é uma instituição. Parentesco vai trabalhar com Filiação.

3) Aliança no âmbito religioso / Aliança na Bíblia (Deus – Abraão, Deus - Jó, Deus -
Israel) Transgressões são punidas com severos castigos.

Tem muitos casos de aliança na bíblia, Deus com Abraão, Deus com Jó, Deus com Israel. O
grande pacto de Deus foi com estado de Israel. Terra prometida ( Canaa) foi um grande pacto –
judeus fanáticos não aceitam que a terra seja de outrem. Qualquer transgressão é punida com
severos castigos. Faz um pacto com Deus e se você fizer qualquer transgressão, o castigo vai vir
de Deus irado. Qualquer rompimento, a punição vem com toda ira, severo e até cruel.

4) Figuras das alianças sociais, políticas e jurídicas. Conjuração, Liga, Seitas, e


Sociedades Secretas

Conjuração – dia 21 de abril – conjuração Mineira – rompimento, desobediência com uma


aliança que tinham feito com Portugal. Rompimento de uma aliança com o reino português.
Pagina 31. Conjuração Mineira - Pacto de intelectuais e determinadas pessoas, devotamento
absoluto. Os conjurados queria um pais mais sofisticado, mais liberal, uma república liberal.
Império queria manter o controle, e todos foram exilados. Quem pegou a carga principal foi
Tiradentes. Conjuração Mineira é uma causa feita por intelectuais.

Liga é também uma associação. Ligas acadêmicas. Aliança forte.

Seitas – seitas satanistas, seitas evangélicas, seitas umbandistas.

Sociedades Secreta – Maçonaria é uma sociedade secreta de Uberlândia – “os donos da cidade
sempre pertenceram à Maçonaria”. Desde o império há maçonaria. A rosa Cruz também é uma
maçonaria. Acabam dominando a política, influenciando a política.

São formas de alianças sociais e politicas

5) Forma política de aliança o contrato social Rosseau vs Durkhein

Contrato social seria como a filosofia política entendeu a formação de uma sociedade humana,
de uma cultura humana. – as pessoas se reúnem e por uma razão coletiva acabam aceitando o
contrato social (vamos fazer uma cultura, temos que nos associar e teremos vantagens e
desvantagens) – pulsões para dentro e em contrapartida você vai ter alguns benefícios .
Para os contratalistas foi uma associação racional. Contrato social é como nós
começamos a sociedade. Para iniciar a sociedade, você tem que dizer eu não vou te matar e
você não vai me matar. Nós temos que aceitar determinadas normas, leis, senão não tem
sociedade. A forma política da aliança no início de uma sociedade é o contrato social.

6) Dupla face das alianças positiva e negativa

Positiva – benefícios que temos em viver em sociedade – chegar em casa, ter emprego,
segurança. Negativa – colocar pulsões para dentro. Qualquer aliança tem aspectos positivos e
aspectos negativos. Não existe uma aliança que seja somente positiva.

7) Aliança e confiança, dom, dívida e traição. Confiança a partir de intervenção de um


terceiro (analista simbólico). Símbolo (a palavra). Dom intercambio, dívida
(manutenção de benefícios, termos da aliança)

Quando fazemos uma aliança, um contrato por exemplo, é um contrato de confiança. Eu confio
que você vai pagar o aluguel no fim do mês. Há uma confiança sobre o sujeito que fez o
aluguel. Tem que ter um analista simbólico que é um terceiro é basicamente o PAPEL nesse
caso- envia o boleto (que é uma analista simbólico). É o que fará a mediação. Por muito
tempo, valeu a palavra dada – a palavra era um avalista simbólico, algo que mediava a aliança.
Atualmente, qualquer contrato que façamos tem que passar pelo escrito, antes valia a palavra
dada (hoje isso não significa nada). Antes era a palavra, hoje é um terceiro que no brasil é
concretizado pelo papel, pelo escrito.

O dom é um intercambio. Dar um presente no aniversário é um dom. E depois a pessoa te


retribui no seu aniversário. “Eu dou, mas vou receber no futuro”.

Divida. -> dívida está rompendo a aliança, o contrato.

8) Um pacto de endividamento sobre o corpo – Exemplo: O mercador de Veneza – um


famoso caso de dívida feito por Shakespeare. O mercador acaba sendo obrigado a fazer
um dívida com um banqueiro judeu. Ele não tem saída, ele tem que fazer essa dívida.
O contrato é interessante – se você no dia não tiver o dinheiro, eu quero um pedaço de
carne, um pedaço do seu corpo. Foi obrigado a se submeter à ISSO. Não é um dívida
simbólica, e sim diretamente sobre o corpo. É uma violência – não vou cobrar juros,
etc, eu vou tirar do seu próprio corpo um pedaço de carne. Mutilação do inadimplente.
Aliança é rompida e vai ser cobrada a partir do próprio corpo.
Pedaço da carne – operação mal feita – Freud e Fliess. Compactuou COM a
barbeiragem que fez.

9) Aliança e traição

Exemplo: com os períodos do curso. Sempre fez provas, mas há dois semestres tem acontecido
uma traição na aliança. Os alunos fazem prova e ocasionalmente acontece cola ao fazer prova.
Na aliança, jamais delataram, denunciaram -> jamais houve qualquer denúncia. A dois
semestres começa um fenômeno de traição – os alunos denunciam os alunos que colaram.
Começam a delatar os colegas, denunciando quem colou de quem -> traiu a aliança. Não estão
aceitando a aliança e o contrato, pois uns são beneficiados e outros prejudicados. Uma aliança
que está sendo prejudicial para alguns. É um exemplo de traição da aliança.

Traição – lava-jato – devido à deleção premiada – força com que faça traição. Único modo de
romper o crime organizado. E na delação premiada você precisa romper com a aliança.
10) Os enquadres e as garantias metafísicas e metassociais das alianças. Cit pag 37

Enquadres – aliança com o cliente. Alia ao ciente, confiando que ele vai seguir os combinados
iniciais.

Garantias – a solidariedade de um sistema... ( pag. 37). Solidariedade dos alunos que jamais
dedaram seus colegas – é uma garantia metafisica e metassocial que eu não vou te dedar
porque você cola. A solidariedade pode ser quebrada por um traição. Todas alianças sociais
precisam de avaristas – Ex: propor a troca de dia da prova – solidariedade entre os alunos e o
Caio avarisou, aceitou. – Houve palavra dada é basicamente o avarista simbólico. Nós
confiamos na palavra dada de Caio.

Sociedade teocráticas – avarista é Deus, ou Alá. Quem avarisa os “acordos” é o próprio alá..

Regime totalitário – comunismo soviético – o grande avarista simbólico em Cuba é a própria


revolução cubana e a figura de Fidel Castro e Raul Castro – eram ídolos, eram os que avarisam.
Avarisado pela figura de Fidel castro. Avarista simbólico é a própria revolução. É uma Garantia
metassocial da própria aliança.

As garantias estão entrando em processo de erosão no Brasil atualmente. O que garante a


união do povo brasileiro – a aliança entre os cidadãos brasileiros. Quem está fazendo a garantia
metassocial das alianças no momento é muito mais o judiciário, do que o executivo e o
legislativo ( NO BRASIL atual). Confia muito mais no judiciário. Garantia de uma aliança muito
maior pelo judiciário. Determinado momentos históricos determinam qual é a garantia.

Garantia metassocial da aliança – você precisa para amanhã você acreditar que você pode vir
com segurança para a universidade.

Catástrofe coletivas – maremotos, terremotos. Se a gente começar a se matar na rua, as forças


armadas retomam o poder e elas quem vai retomar a união. Mesmo que seja uma garantia
ruim, mas pelo menos é uma garantia metassocial da aliança. Qualquer garantia é melhor do
que nenhuma garantia. É melhor virar uma ditadura do que uma autarquia.

11) Aliança e negacionismo. Exemplo? Negação do Holocausto.

Negacionismo é o que acontece a partir. Determinadas pessoas.

Caso do holocausto – campo de concentração onde um número muito grande de pessoas era
morta. As pessoas que trabalhavam nos campos de concentração como chefes, sobreviveram.
Essas pessoas podem fazer um pacto uma aliança inconsciente de negar tudo aquilo que
fizeram. Nazistas, chefes, pessoas que matavam simplesmente fazem um pacto de “isso não
existiu, isso não aconteceu”.  Isso é um pacto sionista – é uma trama dos judeus, um pacto
criminoso dos judeus criticando os alemães que nunca fizeram isso. Negar que nunca houve
holocausto – uma aliança entre as diversas pessoas que fizeram esses atos -> é um mecanismo
de defesa do ego para você sobreviver. Aliança inconsciente negando a realidade crua e nua.

Negar a corrupção.
Torturadores na ditadura. – poderiam fazer um pacto, uma aliança inconsciente dizendo– “nós
não torturamos ninguém”. Negar que aconteceu tortura. Tem uns que nem precisam disso e
até admitem.

Alunos estão adoecendo cada vez mais – um analisador. - > dedar por ser um sintoma, um
analisador da patologia dos alunos.

Alianças Inconscientes

1) Para a Psicanálise – formações psíquicas fundamentais – inconsciente de cada sujeito

Caio fala com a gente, e quando fala com a gente, o seu inconsciente está sendo trabalhado. O
seu histórico está sendo trazido para o momento. Ao mesmo tempo que entra em contato com
os alunos, forma um inconsciente entre professor e alunos. Traz um inconsciente e ao mesmo
tempo está sendo constuido um inconsciente com os alunos. O inconsciente aumenta o
inconsciente da relação e o inconsciente da relação aumenta o inconsciente do Caio. O
inconsciente do Caio e o que é produzido nas relações com nós alunos está em movimento o
tempo todo. Há um n produção de inconscientes. A produção do inconsciente tem tudo a ver
com as alianças inconscientes que estão sendo produzidas nas relações entre alunos e entre
aluno e professores. São alianças conscientes também.

O cobertor psíquico está falhando no instituto de psicologia. -> instituição não está cumprindo
o seu objetivo explícito.

Pode até haver uma atuação de algum aluno – suicídio – vai ser o bode expiatório

As alianças inconscientes não estão cumprindo o seu papel, forjando alunos cada vez mais que
não conseguem formatar formações psíquicas fundamentais. Inconsciente do sujeito e
inconscincte da relação. Ao produzir o meu inconsciente estou produzindo o ins da relação e ao
produzir o ins da relação estou produzindo meu inconsciente. No isnittuo, as alianças do
instituto estão cada vez mais pobres e menos defensivas, forjando ansiedades psicóticas que
estão atacando o insittuto. O adoecimento dos alunos ( acho que vai cair na prova) é um grito
do inconsciente da relação, pedindo socorro – os alunos precisam de acolhimento urgente.

O inconsciente institucional está permitindo que as ansiedades neuróticas e psicóticas se


aflores. Uma saída – estou louco para cair fora, mas o que vou encontrar lá fora é um mercado
feroz – e o aluno dá uma driblada e vai para pós-gradução – é como se desligasse da gradução
e o ambiente na pós fica mais protegido.

2) Inconsciente do sujeito e o inconsciente da relação

Ao produzir o meu inconsciente estou produzindo o inconsciente da relação e ao produzir o


inconsciente da relação estou produzindo meu inconsciente

3) Alianças inconscientes internas – repressão/ identificação

Para estar aqui tenho que ser um animal bem reprimido e identificado com as pessoas à sua
volta para poder conviver com elas. Para se relacionar precisa dessas defesas.

A repressão – tenho que reprimir muita coisa para estar com as pessoas
Identificação – outra defesa interna.

4) Alianças inconscientes na relação – investimentos vitais para manutenção das


relações.

Alianças vitais – investimentos vitais – são alianças que tentamos fazer . Investimos
vitalmente para que haja relações. Investir de maneira vital na relação que se não houver
essa aliança inconsciente na relação não há aprendizado. Aliança inconsciente na relação
praticamente não existe – entre professores e alunos.

Onde você investe? Se aqui te desvitaliza.

5) Trabalho do inconsciente nas alianças inconscientes: operações de


recalcamento/operações de negação ( forclusão)

O trabalho do inconsciente nas alianças inconsciente vai trabalhar com dois grandes
operadores psíquicos – operações de recalcamento – experiência desprazerosa que é recalcada
– coloca no inconsciente (alunos recalcam – esquecem o problema patológico e vai levando a
vida até o final). Operações de negação – alunos poderiam dizer “não, não tem ninguém
adoecendo”- mecanismo de defesa. Negar.

Trabalho do inconsciente – fazer algo nas alianças inconscientes– o processo de psicohigiene


do Bleger é trabalhar bem o inconsciente ligado às alianças inconscientes da instituição. Kaes
explicita o que Bleger trabalha o tempo todo

6) Investimentos pulsionais e o acordo fantasmático.

Você sempre tem que trabalhar no trabalho do inconsciente as pulsões em jogo e o fantasma
que está por de trás. O trabalho do inconsciente é sempre uma travessia pelo fantasma
institucional (fantasma refere-se aos grandes objetivos explícitos do local – o que comanda a
instituição). Mobilizar os investimentos pulsionais para fortalecer as alianças inconscientes.

7) Identificações – Brasil atual ligação a uma tribo, a um grupelho

Identificações defensivas – as identificações com petralhas, mortadelas é um identificação


defensiva, você é uma petralha então você tem um grupelho das petralhas e esse grupo não
tem nada ver basicamente com os das coxinhas que tem outro inconsciente inconstitucional,
outro acordo fantasmático. Aliança profundamente defensiva – o outro grupelho é INIMIGO. O
brasil atual é um laboratório que você pode estuda tantas identificações defensivas, inclusive
facilitado pela internet e redes sociais. As pessoas se fixam nos seus próprios grupos, nos seus
próprios acordos fantasmático, nas suas crenças e nem querem saber dos outros. O trabalho
do inconsciente trabalha então muito com ódio nesse caso. Ligado à uma tribo, e outra tribo é
seu inimigo. Você se identifica com esse grupo, e considera outros como inimigos – trata-se de
um mecanismo defensivo. Alianças inconscientes não estão suportando, a outra tribo é inimiga

8) Não existe relação sem aliança inconsciente – O sujeito do Inconsciente.

Qualquer relação tem uma aliança inconsciente – é como se formasse um inconsciente


interpessoal. Sem aliança não tem como ter relação. Relação de amor e ódio. Mesmo se você
quer matar alguém, ainda há uma aliança. O contrário de amor não é ódio, mas sim
indiferença.

Sujeito do inconsciente em Lacan – necessariamente passa pelo inconsciente pessoal e passa


pelo inconsciente da relação. Assim como inconsciente institucional.
Lula é um analisador do inconsciente individual e do inconsciente da relação que está
produzindo na maioria dos brasileiros.

9) Alianças inconscientes primárias.

Bebe faz com a mamãe. – estabelecendo alianças inconscientes primárias que vai dar um
escopo para ele construir o psiquismo. São fundamentais para formar alianças inconscientes
saudáveis. São extremamente importantes até em torno dos 5 anos de idade – édipo

10) Alianças inconscientes metadefensivos.

É o que Bleger chamada daquele inconsciente institucional que defende contra as ansiedades
psicóticas. O inconsciente institucional que nos protege, cobertor que nos protege. São as que
nos protege para não enfrentar desafios dolorosos.

Alianças inconscientes metadefensivo - Instituições que nos protege – para sermos


minimamente saudaveis