Você está na página 1de 38
1
Rua João Batista Spanhol, 598 Jardim Progresso Cordeirópolis-SP CEP 13490-000 Fone (19) 3546-6992 www.llu-tech.com.br 2

Rua João Batista Spanhol, 598 Jardim Progresso Cordeirópolis-SP

CEP 13490-000 Fone (19) 3546-6992

www.llu-tech.com.br

LLU-TECH ENGENHARIA LTDA-ME

Manual de operação e manutenção.

Prensa pneumática modelo L500

Sumário

INTRODUÇÃO

 

11

TERMO DE GARANTIA

14

1. Normas de garantia

14

2. Abrangência da garantia 17

3. Prazo

de

validade

da

 

18

4. Extinção da

 

20

5. Condições

22

NORMAS DE

23

Especificações

 

27

ANOTAÇÕES.

Identificação da

27

Dimensões externas

30

32

Dados técnicos

34

Circuito

35

Operação

40

Manutenção

59

Procedimentos manutenção

62

preventiva

Substituição da faca de

corte.Erro! Indicador não

definido.

Substituição

do

cepo

de

corte.Erro!

Indicador

não

definido.

Peças de

68

Anotações

72

Índice de figuras.

Figura 1 placa de identificação 29

definido. Peças de 68 Anotações 72 Índice de figuras. Figura 1 placa de identificação 29 6
Figura 2 Indicador não definido. Figura 3 Porta sacolas e gabarito Erro! Indicador não definido.

Figura 2

Indicador não definido. Figura 3 Porta sacolas e

gabaritoErro! Indicador não definido. Figura 4 acionamento Bi- manual.Erro! Indicador não definido. Figura 5 componentes pneumáticosErro! Indicador não definido.

Figura 6

40

Erro!

Figura 7 regulador de

pressão.Erro! Indicador não definido.

Figura 8 porta sacola Indicador não definido.

Figura 9 abertura de referência

para corte e ajustadores

Indicador não definido. Figura 10 posição de corte. Erro! Indicador não definido. Figura 11 acionando a

Erro!

Erro!

prensaErro! Indicador não definido.

Quando for necessário a substituição de peças deve se consultar o catalogo a seguir.

Busque pela posição da peça e pelo número consulte o nome na lista.

Ao fazer o pedido informe o modelo da prensa, o número de série e o código da peça.

PEÇAS DE REPOSIÇÃO.

Figura 12 retirando as sacolasErro! Indicador não definido.

Figura 13 reaperto tirantes . Erro! Indicador não definido.

Figura 14 porcas

Erro!

Indicador não definido. Figura 15 roldanas

Erro!

Indicador não definido. Figura 16 proteções

Erro!

Indicador não definido. Figura 17 facaErro! Indicador não definido.

Figura 18 proteção 22

Erro!

Indicador não definido. Figura 19 porta sacolas Indicador não definido.

Erro!

Figura 20 cepoErro!

Indicador

não definido. Figura 21 peçasErro! não definido.

Indicador

Erro! Figura 20 cepo Erro! Indicador não definido. Figura 21 peças Erro! não definido. Indicador 10

Verificar

os

estados

das

mangueiras

e

conexões

pneumáticas.

Lubrificar as buchas das colunas

INTRODUÇÃO

(24) com

graxa branca

automotiva.

Inicialmente gostaríamos de parabenizá-lo (a), você acaba de adquirir um produto com a mais alta tecnologia.

A prensa pneumática L500 da

projetada e

LLU-TECH foi

desenvolvida para atender os

clientes que necessitam de uma

máquina que realize os trabalhos

com menos consumo de energia

e com total segurança.

Este manual foi elaborado para

informações e instruções

necessárias a utilização e

manutenção da sua prensa, bem

como apresentar características

importantes para possíveis

reparos, podendo ser utilizado

também

ferramenta

como

apresentar características importantes para possíveis reparos, podendo ser utilizado também ferramenta como 12 65

Reapertar a porca M36 (19) da haste do cilindro e também suas porcas M16 (17) figura 14.

adicional

manutenção.

para

o

pessoal

de

Nós sugerimos que

atentamente o conteúdo deste manual.

leiam

A LLU-TECH ENGENHARIA LTDA. reserva-se o direito de modificar ou introduzir melhoramentos em seus equipamentos, sem incorrer na obrigação de efetuar as mesmas

modificações ou melhoramentos nos modelos anteriores.

Finalizando, aproveitamos a oportunidade para cumprimentá- lo(a) por ter escolhido um produto LLU-TECH.

TERMO DE GARANTIA.

1. Normas de garantia

a. Controle de qualidade.

placa móvel (5) e o cepo de corte (4). Figura 13.

DE GARANTIA. 1. Normas de garantia a. Controle de qualidade. placa móvel (5) e o cepo

Procedimentos

preventiva.

manutenção

Reaperte os tirantes (9) com uma chave combinada 30 mm observando o paralelismo entre a

Esta prensa foi submetida a cuidadosa revisão e testes de acordo com o programa de inspeção final da LLU-TECH ENGENHARIA LTDA. para assegurar ao proprietário (a) a máxima satisfação com a sua nova prensa.

b. Garantia

observância de todas as

recomendações deste manual, bem como das condições

A

estipuladas nos “Termos de Garantia” capacitam ao proprietário, obter atendimento em garantia LLU-TECH.

Esta garantia refere-se à defeitos de fabricação na estrutura, montagem, cilindro pneumático e válvulas.

c. A aquisição dos direitos desta garantia requer a observância das instruções constantes no

16

Lubrificar as buchas das colunas com graxa branca

30 dias

as buchas das colunas com graxa branca 30 dias Cuidado somente pode realizar manutençã manutenção

Cuidado somente pode realizar manutençã manutenção qualificada, utilizando os EPIs necessár ar comprimido desligada e com o sistema bloqueado

61

Itens

Período

Reapertar as porcas dos tirantes da placa superior.

90

dias

Reapertar porca m36 do cilindro principal e seus parafusos de fixação

60

dias

Verificar estados das mangueiras, conexões e válvulas pneumáticas

30

dias

Manual

Manutenção.

de

Operação

e

2. Abrangência da garantia

A LLU-TECH ENGENHARIA LTDA, garante que cada Prensa, incluindo todo o equipamento e acessórios, é isento de defeitos de materiais ou de manufatura.

A garantia se efetivará desde que os defeitos não sejam resultantes do desgaste natural das peças e componentes e que a Prensa não

seja submetida a condições anormais e inadequadas de uso, acidentes de qualquer natureza ou força maior.

Qualquer evento que não estiver previsto neste termo, será objeto de análise e decisão da LLU- TECH.

3. Prazo

de

garantia.

validade

da

MANUTENÇÃO PREVENTIVA.

Realizar inspeção e manutenção preventiva regularmente como segue na tabela.

Tabela 1 – relação de peças e prazo de garantia.

Peças

 

Prazo

Cilindro

6

meses.

pneumático

 

Válvula

3

meses.

direcional

 

manual

Válvula

3

meses.

reguladora de

 

pressão

Estrutura, base móvel e bases fixa.

1

ano.

Demais peças

3

meses.

Tabela 1 Prazo de validade garantia.

4. Extinção da garantia.

A

quando:

presente

garantia

cessará

3 meses. Tabela 1 Prazo de validade garantia. 4. Extinção da garantia. A quando: presente garantia

Levante a proteção frontal (11) e retire a faca que esta parafusada a travessa móvel (5).

a. Esgotar-se o prazo de validade estipulado no item 3.

b. Houver alterações não autorizadas na estrutura ou sistema em geral.

c.

limite estipulado que é no máximo

A prensa operar acima do

de

1,5

toneladas

que

corresponde

a

uma

pressão

máxima de 7,5 Kgf/cm² de

comprimido.

ar

d. Utilizar a prensa para outros fins que não foram designados pelo fabricante.

5. Condições gerais.

As obrigações previstas nesta garantia, se limitam a substituição ou reparos gratuitos das peças defeituosas, desde que o exame feito pela LLU-TECH, revele defeitos de material e/ou fabricação e as peças serão

7. Substituição corte.

da

faca

de

recolhidas e pertencerão a LLU- TECH para estudos e aperfeiçoamentos afim de eliminar o problema

recolhidas e pertencerão a LLU- TECH para estudos e aperfeiçoamentos afim de eliminar o problema em futuras instalações e equipamentos.

NORMAS DE SEGURANÇA.

Ao utilizar o equipamento certifique de que esteja com as devidas proteções no lugar.

A pressão de trabalho não esteja alterada (7,5 kgf/cm² no máximo)

Utilizar somente o molde porta sacolas móvel original sem adaptações ou alterações.

Empregue sempre óculos de proteção quando trabalhe ou realize manutenção na prensa.

Recomenda-se empregar proteções auditivas.

proteção frontal (11) e efetue a limpeza.

Observação. Para a retirada de retalhos da área de prensagem levante a  Antes de

Observação.

Para a retirada de retalhos da área de prensagem levante a

Antes de trabalhar com a prensa, assegure-se que há um dispositivo de desconexão do ar e que este esteja acessível de modo que possa ser desligado rapidamente em caso de emergência.

Comprove regularmente o desgaste das mangueiras e união.

Utilize somente peças homologadas para reparos ou manutenção.

Fixe de forma confiável o circuito de ar.

Não utilize a prensa para outros fins do que ela foi projetada.

Não modifique a prensa de nenhum modo.

Verifique o estado dos circuitos pneumáticos antes do uso.

 Não modifique a prensa de nenhum modo.  Verifique o estado dos circuitos pneumáticos antes

6. Em seguida e após a

acertar a posição de corte

acionar simultaneamente

as duas válvulas

pneumáticas e manter

pressionada até a faca

atravessar o material, caso

não ocorra deve se ajustar

a pressão que

eventualmente não deve

ultrapassar 7,5 kgf/cm²

50

que eventualmente não deve ultrapassar 7,5 kgf/cm² 50 OBSERVAÇÃO: Efetue as revisões periódicas d conforme

OBSERVAÇÃO: Efetue as revisões periódicas d conforme determina o plano de manutenção preve

ESPECIFICAÇÕES

Identificação da prensa.

É de fundamental importância,

nos casos de consulta, pedidos

27

de peças de reposição, reclamações e demais correspondências, que o cliente identifique a prensa mencionando o modelo e o número de série.

A placa de identificação da

prensa está localizada na parte

lateral direita.

Ao solicitar qualquer informação,

utilize este número conforme a placa de identificação ilustrada na figura 1.

5. A força do cilindro é determinada pela pressão do regulador, que vai depender da área de corte, facas menores pode se utilizar pressões menores. Portanto o ajuste deve ser feito pelo responsável da máquina buscando sempre a menor pressão possível e que efetue o serviço com a qualidade necessária.

4. Coloque uma quantidade mínima de sacolas de pelo menos 15 mm de altura, pois esta prensa corta as sacolas com a ação da força e velocidade, quanto maior a altura a prensa desenvolve uma maior velocidade de corte.

quanto maior a altura a prensa desenvolve uma maior velocidade de corte. Figura 1 placa de

Figura 1 placa de identificação

.

Dimensões externas

Altura,

comprimentoelargurafigura2

Dimensões externas Altura, comprimentoelargurafigura2 30 47

3. Insira o gabarito magnético em um dos lados das sacolas para que sirva de guia para o restante da operação, sendo assim só é necessário ajustar a posição de corte uma vez a cada tamanho de sacolas.

da operação, sendo assim só é necessário ajustar a posição de corte uma vez a cada

Comandos. Mesa porta sacolas e gabarito figura 3.

Comandos. Mesa porta sacolas e gabarito figura 3. 32 45

2. Posicione as sacolas para o corte sob a mesa e acione a válvula pneumática (1) para que o cilindro desça pela ação da gravidade permitindo assim a correta posição do corte

da gravidade permitindo assim a correta posição do corte Figura 2 mesa porta sacolas e gabarito

Figura 2 mesa porta sacolas e gabarito

Comando de acionamento bi- manual figura 4.

Figura 3 comando bi-manual Dados técnicos.  Capacidade 1,5 toneladas A pressão ideal é de

Figura 3 comando bi-manual

Dados técnicos.

Capacidade 1,5 toneladas

A pressão ideal é de 5 kgf/cm² sendo que a máxima não pode ultrapassar 7,5kgf/cm².

 Pressão de trabalho máxima 7,5 kgf/cm².  Consumo de ar comprimido 3 pés³/min.

Pressão

de

trabalho

máxima 7,5 kgf/cm².

Consumo

de

ar

comprimido 3 pés³/min.

Largura útil máxima 315

mm.

Circuito Pneumático. Componentes figura 5.

1- Regulador de pressão.

2- Válvula

de

acionamento

manual (a).

3- Válvula

de

acionamento

1. Antes de iniciar os

 

manual (b).

trabalhos verifique se o

4-

Regulador de fluxo (a)

sistema de ar comprimido

5-

Regulador de fluxo (b)

esteja pressurizado com a

6-

Cilindro Principal.

pressão estipulada no

7- Tubulação.

 

manômetro da válvula reguladora de pressão figura 7.

Figura 4 esquema pneumático.

OPERAÇÃO.

Figura 4 esquema pneumático. OPERAÇÃO. 40 37

Esquema pneumático. Figura 6.