Você está na página 1de 3

Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Programa de Pós-Graduação em Artes


Programa de Pós-Graduação em História

Disciplina: Iconografia e Narrativas Visuais – séculos XVIII-XIX


Códigos:
Créditos: 4 Carga Horária Total: 60
Horário: 6ª feira – 14:00/18:00
Sala 2007 – Escola de Belas Artes
Professora: Márcia Almada

Ementa:
A linguagem visual na era moderna. Arte religiosa e arte política. Metodologias de análise
iconográfica. Iconologia e Iconografia. Desenvolvimento de análise iconográfica de uma
imagem a partir das metodologias discutidas.

Temas de trabalho em grupo:


1. Linguagem escrita e linguagem visual na modernidade
2. Narrativas religiosas e narrativas políticas
3. A permanência da tradição clássica

Discussões metodológicas:
1. Apresentação e discussão de metodologias de análise de imagens. Descrição
iconográfica x análise iconográfica / iconologia
2. Análise iconográfica x narrativas visuais
3. Trabalho prático: descrição e análise iconográfica em obras selecionadas

Cronograma
1 24/08 Apresentação do curso; discussão das propostas de trabalho; descrição
iconográfica x análise iconográfica / iconologia: apresentação breve de
Louis Réau, Panofsky e Luis de Moura Sobral.
2 31/08 Discussão de metodologias a partir de leitura de textos – Panofsky e Luis
de Moura Sobral. Formação dos grupos de trabalho.
3 7/08 Moodle – trabalho de grupo: definição dos temas, estratégias
metodológicas e cronograma de trabalho.
4 14/09 Apresentação e discussão dos temas de estudo e estratégias de trabalho.
Discussão de textos: linguagem escrita e linguagem visual na
modernidade. Textos: Bouza e Almada
5 21/09 Trabalho em grupo em sala de aula – desenvolvimento do tema
6 28/09 A relação entre literatura e pintura; fontes textuais, visuais e materiais.
Cesare Ripa; Emblemas; Alegoria. Textos: Nuno Saldanha; Hansen; Vitor
Stoichita cap. 3
7 05/10 A permanência da tradição clássica – métodos de análise. Textos:
Ginzburg, Panofsky e Warburg. Trabalho em grupo em sala de aula –
desenvolvimento do tema.
8 12/10 As imagens como linguagem: Gombrich. Trabalho em grupo em sala de
aula – desenvolvimento do tema
9 19/10 Trabalho grupo – não estarei em BH
10 26/10 Iconografia política – Visualizing Portugese Power. Trabalho em grupo em
sala de aula – desenvolvimento do tema
11 09/11 Iconografia religiosa – símbolos e atributos. Fernando de la Flor? Trabalho
em grupo em sala de aula – desenvolvimento do tema
12 16/11 Apresentação de trabalhos de análise iconográfica.
13 23/11 Apresentação de trabalhos de análise iconográfica.
14 30/11 Apresentação de trabalhos de análise iconográfica.
15 07/12 Finalização da disciplina: Análise iconográfica x narrativas visuais (Os
azulejos de São Francisco de Salvador)

Avaliação
Participação na discussão dos textos: 40 pontos
Participação no trabalho de grupo: 40 pontos
Desenvolvimento e apresentação do trabalho de análise iconográfica: 20 pontos

Bibliografia básica:

ALMADA, Márcia. Das artes da pena e do pincel: caligrafia e pintura em manuscritos no século
XVIII. Belo Horizonte: Fino Traço, 2012.

BAXANDAL, Michael. Padrões de intenção: a explicação histórica dos quadros. São Paulo,
Companhia das Letras, 2006.

BORGES, Silvia Barbosa Guimarães. Para divertir paixões caseiras: azulejaria do Convento de
São Francisco de Salvador. 2013. Tese (Doutorado em História da Arte) - Universidade Federal
do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2013.

BOUZA, Fernando. Communication, knowlwdge, and memory in early Modern Spain.


Philadelphia University of Pennsylvania Press, 2004.

CARMONA MUELA, Juan. Iconografía de los santos. Madrid: AKAL, 2008.FLOR. Fernando R. de
la. Passiones frías. Secreto y disimulación en el Barroco hispánico. Madrid: Marcial Pons
Historia, 2005.

GINZBURG, Carlo. Investigando Piero: o Batismo, o ciclo de Arezzo, a Flagelação de Urbino. São
Paulo: Cosac Naify, 2010.
GOMBRICH, E. H. Os usos das imagens. Estudos sobre a função social da arte e da comunicação
visual. Porto Alegre: Bookman, 2012.

HANSEN, Alegoria. Construção e interpretação da metáfora. São Paulo: Hedra, Campinas:


Editora da Unicamp, 2006.

KRASS, Urte. Visualizing portuguese power. The political use of imagens in Portugal and its
overseas Empire (16th- 18th century). Zurich-Berlim: Diaphanes, 2017.

LICHTENSTEIN, Jacqueline (dir.). A pintura: textos essenciais - v. 8: descrição e interpretação.


Trad. Magnólia Costa. São Paulo: Editora 34, 2005.MAHIQUE, Rafael Garcia. Iconografia e
iconologia. La hsitoria del arte como historia cultural. Madrid: Ediciones Encuentro, 2008.

PANOFSKY, Erwin. A perspectiva como forma simbólica. Lisboa: Edições 70, 1993.

PANOFSKY, Erwin. Estudos de Iconologia: temas humanísticos na arte do renascimento. Lisboa:


Estampa, 1986.

RÉAU, Louis. Iconographie de l’art Chretién. Iconographie de la Bilble. Paris: Press


Universitairies de France, 1955-1959 – 6 v.

SALDANHA, Nuno. Poéticas da imagem. A pintura nas ideias estéticas da Idade Moderna.
Lisboa: Editoral Caminho, 1995.

SEBASTIAN, Santiago. Contrarreforma y barroco. Lecturas iconográficas. Madrid: Ed. Alianza,


1981.

SOBRAL, Luis Moura. Do sentido das imagens. Lisboa: Estampa, 1997.