Você está na página 1de 32

Guia prático sobre os

planos de manutenção
e fluxo de aprovação
Introdução 3
Quais são os principais tipos de manutenção industrial? 6
O que são rotas de manutenção e como elas são usadas? 13
Como funciona o fluxo de processo? 16
Como planejar a manutenção industrial? 19
Qual é o papel da tecnologia? 22
Conclusão 29
Sobre a Engeman 32
Introdução
INTRODUÇÃO

Muitas gestões ainda acreditam que o setor de manutenção


deve atuar apenas na hora de solucionar problemas. Essa ideia
está equivocada, pois essa área tem grande potencial para
evitar situações indesejáveis e garantir o sucesso.

4
INTRODUÇÃO

Como os sistemas industriais são complexos e


grandes, é preciso estar antenado às novidades
do mercado. O uso de uma estratégia eficiente e
a adoção de soluções tecnológicas não podem
faltar em seu planejamento. Você deve realizar
planos de manutenção e fluxos de aprovação
adequados às demandas da produção ,
prezando pela segurança no chão de fábrica.

Dessa forma, um software de


gestão e controle de manutenção
é uma ferramenta essencial para
organizar a rotina de trabalho e
fornecer informações em tempo real.

Por esses motivos, este material vai ajudá-lo a


entender um pouco mais sobre o assunto. Você
descobrirá como funciona uma programação de
manutenção ágil e eficaz. Além disso, entenderá
melhor o diferencial que as tecnologias
proporcionam nesses casos.

Tenha atenção em sua leitura e aproveite!

5
Quais são os
principais tipos de
manutenção industrial?
Quais são os principais tipos de
manutenção industrial?

O ambiente industrial é formado por diversas máquinas,


materiais e funcionários. Cada situação exige cuidados especiais.
Tentar improvisar medidas e sistemas é uma péssima ideia,
gerando problemas para manter o fluxo de produção. Dessa
forma, você deve conhecer os tipos de manutenção, a fim de
utilizá-los corretamente. Conheça os principais exemplos abaixo:

7
Quais são os principais tipos de
manutenção industrial?

Manutenção corretiva

A metodologia corretiva visa consertar


equipamentos que quebram. Isso quer
dizer que a manutenção só é realizada
quando há uma quebra ou adversidade no
funcionamento de uma ferramenta.

Apesar de ser muito utilizada,


a manutenção corretiva não
apresenta os melhores
resultados. Isso acontece
porque, em muitas situações,
você é pego de surpresa e
precisa alocar materiais e
funcionários repentinamente
para a solução do problema.

Portanto, esperar um aparelho estragar


para depois recuperá-lo nem sempre é
uma boa ideia.

8
Quais são os principais tipos de
manutenção industrial?

Entretanto, você pode programar esse tipo de manutenção da


seguinte maneira: após a quebra de uma peça, por exemplo,
é possível realizar a manutenção corretiva programada,
fazendo com que o equipamento fique paralisado até uma
data prevista de conserto.

Apenas fique atento para ter ferramentas sobressalentes, a fim


de não prejudicar a produção.

9
Quais são os principais tipos de
manutenção industrial?

Manutenção preventIva

O velho ditado popular “prevenir é melhor que remediar”


pode ser aplicado em um plano de manutenção também. A
manutenção preventiva considera as informações estatísticas
sobre os equipamentos e cria um planejamento de acordo
com os limites de funcionamento, considerando a segurança e a
qualidade de cada serviço.

Em outras palavras, ela tem o objetivo de reduzir falhas


de planejamento e aumentar a confiabilidade dos sistemas,
vistorias e reparos periodicamente. Esse método reduz as falhas e
os riscos de quebra na produção.

10
Manutenção preditiva

Ser preditivo significa prever algo que está para acontecer. Em


um ambiente industrial, a manutenção preditiva foi criada para
monitorar os sistemas continuamente. Ela é realizada a partir
de aparelhos que fiscalizam o desempenho de cada equipamento.

A análise da vibração da máquina ou da viscosidade do óleo são


bons exemplos de situações preditivas. Elas fornecem dados
concretos sobre a produção, fazendo com que você tome decisões
precisamente. Consequentemente, você evita a necessidade de
desmontagem e reduz as paradas emergenciais.

11
Quais são os principais tipos de
manutenção industrial?

O Melhor tipo de Manutenção

Percebe-se, então, que existem diferentes tipos de


manutenção. cada um deles tem características
especiais, que devem ser respeitadas por um supervisor
de sucesso. Dessa forma, é essencial que você saiba utilizá-
los, dando sempre preferência às metodologias preventivas
e preditivas, já que elas antecipam problemas, reduzem
custos e otimizam o ambiente de trabalho.

Porém, tenha em mente que a manutenção corretiva pode


salvá-lo de grandes apuros, pois imprevistos acontecem
e devem ser solucionados rapidamente. Desse modo,
mantenha o time preparado para todas as situações possíveis
e tenha o controle sobre o estoque de peças e ferramentas .

Outros critérios não podem ser deixados de lado também. o


tipo de atividade e de equipamentos utilizados precisam
ser considerados nessas horas. As informações e a
experiência da equipe devem nortear as decisões que você
toma. Não se esqueça de comunicar-se com os fabricantes
para obter dados e sempre leia o manual de instrução da
ferramenta. Em muitos casos, ele tem informações relevantes.

12
O que são rotas de
manutenção e como
elas são usadas?
O que são rotas de manutenção
e como elas são usadas?

A atividade de inspeção precisa fazer parte do seu dia a dia.


determinar uma boa rota de manutenção é o primeiro passo
para ter o sucesso no mercado. Esse procedimento consiste
na criação de um trajeto a ser realizado pela equipe de trabalho,
executando manutenções similares ou sequências.

A rota de lubrificação de motores, por exemplo, é formada


por serviços semelhantes. Dessa forma, é essencial criar um
.padrão de ordem de serviço

14
O que são rotas de manutenção
e como elas são usadas?

Ao tomar essa atitude, você facilita a


compressão do operador e aumenta a
produtividade , escolhendo procedimentos
adequados às exigências do negócio. É válido
lembrar-se de algumas questões na hora de
formular uma rota:

ʝ menor caminho a ser percorrido;

ʝ pontos vitais a inspecionar;

ʝ riscos à segurança existentes;

ʝ indicadores de desempenho
relacionados à atividade;

ʝ equipamentos de proteção
individual necessários;

ʝ ferramentas utilizadas.

15
Como funciona o
fluxo de processo?
Como funciona o fluxo de processo?

O fluxo de processo é uma ferramenta que melhora o


entendimento dos trabalhos. Ele organiza as informações
entre agentes e tarefas, permitindo o acompanhamento
geral de tudo o que acontece. Ao organizar o pensamento,
você identifica o que está sendo realizado, quem está envolvido
e quais recursos são utilizados.

17
Como funciona o fluxo de processo?

Os planos de manutenção podem


ser baseados nessa metodologia,
contemplando todos os equipamentos e as
ordens de serviços necessárias.

O fluxograma pode ser composto


por círculos alongados que
indicam o início ou fim de
uma atividade e setas que
mostram os sentidos das ações.
Sempre tenha em mente que
as linhas não podem se cruzar.
O retângulo representa as
ações desempenhadas, sempre
com verbos no infinitivo.

As informações devem ser baseadas


nos tipos de equipamentos e em quais
pontos serão inspecionados, indicando
procedimentos a serem realizados quando
algum desvio for detectado.

18
Como planejar a
manutenção industrial?
Como planejar a manutenção industrial?

Até o momento, você aprendeu importantes


conceitos sobre a sistematização de tarefas e como
ela facilita a sua rotina. Agora, chegou o momento
para entender algumas dicas para montar um
.planejamento industrial eficiente

Antes de tomar qualquer atitude, é


necessário conhecer o seu negócio.
portanto, faça um estudo sobre as
necessidades e as potencialidades de
cada setor. Converse com funcionários
e escute o que eles têm a dizer. Essas
informações o ajudam a compreender
os gargalos existentes, a fim de
propor soluções adequadas.

O próximo passo está relacionado à disponibilidade de mão


de obra. Uma fábrica de sucesso é formada por pessoas
capazes e que confiam umas nas outras. Um funcionário
que não tem confiança pode tomar decisões equivocadas,
que colocam em risco toda a equipe. Dessa forma,
descubra se os colaboradores utilizam as técnicas mais
eficientes e se eles se sentem bem em sua gestão.

20
Não se esqueça de analisar o estoque de peças de manutenção
também, já que esse setor garante o andamento dos trabalhos.
Além disso, mantenha o histórico de manutenção atualizado .
Quando uma paralisação acontecer, por exemplo, faça questão
de encontrar as suas causas e consequências. Com isso, você
conseguirá identificar os pontos críticos e propor medidas para
evitá-las no futuro.

Por mais que pareça estranho, saiba planejar paradas


programadas. Elas permitem que você analise os equipamentos
com mais calma e atenção.

21
Qual é o papel da
tecnologia?
Qual é o papel da tecnoligia?

Você já reparou que os sistemas


computacionais e outras
tecnologias são partes essenciais
de nossas rotinas? Basta olhar
para o lado e procurar algum
componente eletrônico.

Provavelmente, você encontrou um celular


ou computador, certo? Pois bem, os avanços
tecnológicos mudaram a forma como
interagimos com o ambiente em nossa volta .
Quem tenta acompanhar o histórico de
manutenção manualmente não consegue
alcançar os resultados que deseja.

Hoje em dia, drones são utilizados para monitorar


os trabalhos em fábricas e dar mobilidade
aos supervisores de manutenção. Além disso,
máquinas modernas otimizam a produção e
garantem a obtenção de resultados positivos .
Quem não acompanha essa tendência perde
espaço para concorrentes e não consegue
crescer, já que o mercado está muito exigente.

23
Qual é o papel da tecnologia?

Uma questão muito importante está relacionada à capacidade


de acompanhar o desenvolvimento das ordens de serviço e ter
qualidade, confiança e segurança na hora de tomar decisões.
e um software especializado na gestão e controle de
manutenção é a ferramenta ideal para um profissional que
deseja provar o seu valor na instituição. Veja, abaixo, quais
são as vantagens proporcionadas por essa tecnologia:

24
O que são rotas de manutenção
e como elas são usadas?

Redução de custos

A otimização do orçamento financeiro é um


objetivo de muitos profissionais. Contudo, isso não
pode ser alcançado a partir da queda de qualidade
produtiva. É necessário tomar decisões que
aumentam a produtividade e fomentam o uso
correto dos recursos disponíveis.

,Ao adotar um sistema flexível de manutenção


você consegue criar rotas adequadas à sua
empresa. Como consequência disso, as ordens de
serviço são realizadas com mais eficiência, pois
os trabalhadores podem acessá-las e entendê-las
com facilidade. Isso quer dizer que as atividades
são realizadas em menos tempo e a produção
se mantém contínua.

No final da história, sobra mais


capital para você investir em outros
setores, seja na contração de
novos funcionários ou na compra
de ferramentas mais modernas.
25
O que são rotas de manutenção
e como elas são usadas?

Aumento da
disponibilidade dos
equipamentos

Uma indústria de sucesso deve ser


compreendida como um organismo vivo, que
depende do funcionamento de todos os
seus sistemas. De nada adianta, por exemplo,
ter as melhores máquinas se os trabalhadores
não sabem operá-las. Quando a produção
não funciona adequadamente, você coloca
em risco as entregas programadas e deixa os
trabalhadores ociosos — situações que devem
ser evitadas a todo custo.

Com um software de gestão do


processo de manutenção, você
consegue programar todos os tipos
de manutenção, utilizando-os da
melhor maneira possível. Essa questão
parece simples, mas ela melhora a
disponibilidade dos equipamentos e
não deixa que eles fiquem parados.
26
O que são rotas de manutenção
e como elas são usadas?

Além disso, é preciso lembrar-se de que uma linha de produção


de qualidade não pode gerar riscos aos seus funcionários.
Quando uma máquina tem algum defeito, por exemplo, um
acidente pode acontecer. Esse cenário abre brechas para
grandes perigos e acidentes. Por isso, é muito importante
manter os equipamentos em perfeito estado.

27
O que são rotas de manutenção
e como elas são usadas?

Melhoria dos Indicadores


de desempenho

Como o seu próprio nome diz, um indicador de


desempenho mostra qual é a performance de
um sistema, equipamento ou gestão. Eles são
essenciais em sua rotina, pois indicam quando
algo está errado ou não.

Cada tipo de indústria utiliza indicadores diferentes,


já que cada produção tem as suas particularidades.
Apesar disso, alguns parâmetros aparecem em
diversas situações, como o custo de manutenção, o
Mean Time Between Failure (MTBF), o Mean Time
to Repair (MTTR) e a confiabilidade.

De qualquer maneira, um software especializado


em manutenção o ajuda a acompanhar todos
esses indicadores , facilitando a sua tomada de
decisões. Ao manter esses valores acima da média,
é possível nivelar recursos materiais, financeiros
e humanos. Ademais, você cria um ambiente de
trabalho seguro e confortável para toda a equipe.

28
Conclusão
CONCLUSÃO

Ao ler este conteúdo, você descobriu como é importante


utilizar os planos de manutenção e os fluxos de aprovação
para ter sucesso na indústria. Eles organizam o chão de fábrica e
fornecem informações concretas sobre a produção.

Desde a Primeira Revolução Industrial, as fábricas adotam


novas estratégias. Hoje em dia, a segurança e a qualidade são
critérios que não podem faltar em seu planejamento. Dessa
forma, é muito importante estar antenado às tendências do
mercado, a fim de melhorar e garantir o ritmo produtivo.

30
CONCLUSÃO

Quem utiliza um sistema desenvolvido especialmente


para o setor de manutenção consegue superar
obstáculos com facilidade. Os softwares comuns não
têm as funcionalidades que facilitam a sua rotina, como:

ʝ geração facilitada de ordens de serviço;

ʝ criação de histórico de eventos;

ʝ controle do consumo de materiais;

ʝ cadastro de todos os dados relacionados


às manutenções;

ʝ programação de atividades de acordo com as


necessidades da gestão.

Então, não perca mais tempo: encontre uma ferramenta


adequada às demandas do seu negócio e veja como é
possível ter mais tempo e qualidade de vida. Além do
mais, lembre-se de trabalhar com um parceiro líder
de mercado, que oferece alto nível de customização e
treinamentos e materiais gratuitos, como a Engeman.

31
A empresa Engecompany desenvolve o Engeman®,
ferramenta de planejamento e controle de
manutenção e serviços. Flexível, essa ferramenta se
adapta aos mais diversos portes e segmentos de
empresa como, por exemplo, indústria, construção
civil, prestadores de serviços, etc. A equipe é
composta por engenheiros, profissionais de
tecnologia da informação (Microsoft Certified), além
de profissionais de comunicação e gestão, todos
devidamente qualificados e com grande expertise em
suas áreas de atuação para garantir a excelência no
atendimento aos clientes. E por falar em clientes, vale
ressaltar que após 20 anos no mercado, a empresa
possui hoje mais de 2.000 clientes de diversos
segmentos e portes.

32