Você está na página 1de 10

ALGORITMO — Matemática 6.

º Ano
Planificação anual

Total de tempos letivos planificados: 186

N.º de aulas previstas

1.º período 86

Apresentação 1

Unidade 1 Números naturais 17

Unidade 2 Potências de expoente natural 18

Unidade 3 Figuras geométricas planas. Perímetro e área 26

Unidade 4 Relações e regularidades 16

Avaliação 8

2.º período 52

Unidade 4 Relações e regularidades (continuação) 12

Unidade 5 Sólidos geométricos 18

Unidade 6 Números racionais 14

Avaliação 8

3.º período 48

Unidade 6 Números racionais (continuação) 10

Unidade 7 Organização e tratamento de dados 12

Unidade 8 Isometrias do plano 18

Avaliação 8

ALGORITMO • Matemática • 6.º ano • Material fotocopiável • © Santillana


N.º de aulas Planos
Domínios Conteúdos Indicações metodológicas
(X 45 min) de aula

NO6 Apresentação 1
e
ALG6 Números naturais


ALGORITMO • Matemática • 6.º ano • Material fotocopiável • © Santillana

Avaliação diagnóstica 1  Recolher informação sobre os conhecimentos e as capacidades 2


essenciais desenvolvidos pelos alunos ao longo do 1.º Ciclo do Ensino
Básico. Por exemplo, realizar o «Ainda me lembro…» do manual.

 Números primos e compostos 2  Identificar um número primo como um número natural superior a 1 que 3e4
tem exatamente dois divisores: 1 e ele próprio (Tarefa 1).

 Crivo de Eratóstenes 2  Utilizar o crivo de Eratóstenes para determinar os números primos 5e6
inferiores a um dado número natural (Tarefa 2).
1.º PERÍODO

 Potências de base natural e 4  Identificar an como o produto de n fatores iguais a a e utilizar 7 a 10


expoente natural corretamente os termos «potência», «base» e «expoente». Identificar
a1 como o próprio número a (Tarefa 3).
 Resolver problemas envolvendo a determinação de termos de uma
sequência definida por uma expressão geradora, ou dada por uma lei
de formação, que permita obter cada termo a partir dos anteriores,
conhecidos os primeiros termos (Tarefa 4).
 Decomposição de números em 2  Saber, dado um número natural superior a 1, que, em sentido lato, 11 e 12
fatores primos existe uma única sequência crescente de números primos cujo
produto é igual a esse número, designar esta propriedade por
«Teorema Fundamental da Aritmética» e decompor números naturais
como o produto de fatores primos (Tarefas 5 e 6).
 Mínimo múltiplo comum 2  Utilizar a decomposição em fatores primos para determinar o mínimo 13 e 14
múltiplo comum (Tarefa 7).

 Máximo divisor comum 2  Utilizar a decomposição em fatores primos para simplificar frações, 15 e 16
determinar os divisores de um número natural e o máximo divisor
comum (Tarefa 8).

2  Resolver de tarefas diversificadas («Pratico o que aprendi...»; 17 e 18


«Resolvo problemas»; «Raciocínio matemático»).
Total: 18  Avaliar conhecimentos («Avalio o que aprendi...»).
N.º de aulas Planos
Domínios Conteúdos Indicações metodológicas
(X 45 min) de aula

ALG6 Potência de expoente natural


 Avaliação diagnóstica 1  Recolher informação sobre os conhecimentos e as capacidades 19
essenciais desenvolvidos pelos alunos ao longo da Unidade 1. Por
exemplo, realizar o «Ainda me lembro…» do manual.
 
ALGORITMO • Matemática • 6.º ano • Material fotocopiável • © Santillana

Potências de base racional e 1 Identificar an produto de «expoente» (sendo n número natural maior do 20
expoente natural que 1 e a número racional não negativo) como o produto de n fatores
iguais a a e utilizar corretamente os termos «potência», «base» e
«expoente» (Tarefa 1).
 Identificar a1 (sendo a número racional não negativo) como o próprio
número a.
 Produto de potências com a 2  Reconhecer que o produto de duas potências com a mesma base é 21 e 22
mesma base igual a uma potência com a mesma base e cujo expoente é igual à
soma dos expoentes dos fatores (Tarefa 2).
 Potência de potência 2  Representar uma potência de base a e expoente n elevada a um 23 e 24
1.º PERÍODO

m
expoente m por (an) (Tarefa 3). Representar um número racional a
m
elevado a uma potência nm (sendo n e m números naturais) por an .
 Produto de potências com o 2  Reconhecer que o produto de duas potências com o mesmo expoente 25 e 26
mesmo expoente é igual a uma potência com o mesmo expoente e cuja base é igual ao
produto das bases (Tarefa 4).
 Quociente de potências com a 2  Reconhecer que o quociente de duas potências com a mesma base 27 e 28
mesma base não nula e expoentes diferentes (sendo o expoente do dividendo
superior ao do divisor) é igual a uma potência com a mesma base e
cujo expoente é a diferença dos expoentes (Tarefa 5).
 Quociente de potências com o 2  Reconhecer que o quociente de duas potências com o mesmo 29 e 30
mesmo expoente expoente (sendo a base do divisor não nula) é igual a uma potência
com o mesmo expoente e cuja base é igual ao quociente das bases
(Tarefa 6).
 Expressões numéricas 3  Conhecer a prioridade da potenciação relativamente às restantes 31 a 33
envolvendo potências operações aritméticas e simplificar e calcular o valor de expressões
numéricas envolvendo as quatro operações aritméticas e potências
bem como a utilização de parênteses (Tarefa 7).
3  Resolução de tarefas diversificadas («Pratico o que aprendi...»; 34 a 36
«Resolvo problemas»; «Raciocínio matemático»).
Total: 18  Avaliar conhecimentos («Avalio o que aprendi...»).

Ficha de Avaliação/Correção 4 37 a 40
N.º de aulas Planos
Domínios Conteúdos Indicações metodológicas
(X 45 min) de aula

GM6 Figuras geométricas planas.


Perímetro e área
 Avaliação diagnóstica 1  Recolher informação sobre os conhecimentos e as capacidades 41
essenciais desenvolvidos pelos alunos ao longo do 1.º Ciclo do Ensino
ALGORITMO • Matemática • 6.º ano • Material fotocopiável • © Santillana

Básico e do 5.º ano. Por exemplo, realizar o «Ainda me lembro…» do


manual.
 Circunferência e círculo 3  Designar, dada uma circunferência, por «ângulo ao centro» um ângulo 42 a 44
de vértice no centro.
 Designar, dada uma circunferência, por «setor circular» a interseção
de um ângulo ao centro com o círculo (Tarefa 1).
 Polígonos circunscritos e 4  Identificar um polígono como «inscrito» numa dada circunferência 45 a 48
inscritos quando os respetivos vértices são pontos da circunferência (Tarefa 2).

1.º PERÍODO

Reconhecer que uma reta que passa por um ponto P de uma


circunferência de centro O e é perpendicular ao raio [OP] interseta a
circunferência apenas em P e designá-la por «reta tangente à
circunferência».
 Identificar um segmento de reta como tangente a uma dada
circunferência se a intersetar e a respetiva reta suporte for tangente à
circunferência.
 Identificar um polígono como «circunscrito» a uma dada circunferência
quando os respetivos lados forem tangentes à circunferência.
 Apótema de um polígono 2  Reconhecer, dado um polígono regular inscrito numa circunferência, 49 e 50
que os segmentos que unem o centro da circunferência aos pés das
perpendiculares tiradas do centro para os lados do polígono são todos
iguais e designá-los por «apótemas» (Tarefa 3).
 Perímetro de polígonos 2  Medir o perímetro de polígonos regulares (Tarefa 4). 51 e 52
 Perímetro do círculo 4  Saber que o perímetro de um dado círculo pode ser aproximado pelos 53 a 56
perímetros de polígonos regulares nele inscritos e a ele circunscritos
(Tarefa 5).
 Reconhecer, fixada uma unidade de comprimento, que o perímetro de
um círculo é igual ao produto 𝜋 pelo diâmetro e ao produto do dobro
de 𝜋 pelo raio e exprimir simbolicamente estas relações.
N.º de aulas Planos
Domínios Conteúdos Indicações metodológicas
(X 45 min) de aula

GM6  Área de polígonos 2  Decompor um polígono regular inscrito numa circunferência em 57 e 58


triângulos isósceles com vértice no centro, formar um paralelogramo
com esses triângulos, acrescentando um triângulo igual no caso em
que são em número ímpar, e utilizar esta construção para reconhecer
que a medida da área do polígono é igual ao produto do
ALGORITMO • Matemática • 6.º ano • Material fotocopiável • © Santillana

semiperímetro pela medida do apótema (Tarefa 6).


 Área do círculo 4  Saber que a área de um dado círculo pode ser aproximada pelas 59 a 62
áreas de polígonos regulares nele inscritos e a ele circunscritos
(Tarefa 7).
 Reconhecer, fixada uma unidade de comprimento, que a área de um
círculo é igual ao produto de 𝜋 pelo quadrado do raio, aproximando o
círculo por polígonos regulares inscritos e o raio pelos respetivos
apótemas.
4  Resolver de tarefas diversificadas («Pratico o que aprendi...»; 63 a 66
«Resolvo problemas»; «Raciocínio matemático»).
1.º PERÍODO

Total: 26  Avaliar conhecimentos (Avalio o que aprendi...)

ALG6 Sequências e regularidades


 Avaliação diagnóstica 1  Recolher informação sobre os conhecimentos e as capacidades 67
essenciais desenvolvidos pelos alunos ao longo do 1.º Ciclo do Ensino
Básico e do 5.º ano necessários para o trabalho a realizar na Unidade
4. Por exemplo, realizar o «Ainda me lembro…» do manual.
 Sequências: unidade de 3  Resolver problemas envolvendo a determinação de termos de uma 68 a 70
repetição sequência dada por uma lei de formação que permita obter cada
termo a partir dos anteriores que se repetem, conhecidos os primeiros
termos (Tarefa 1).
 Lei de formação de uma 4  Resolver problemas envolvendo a determinação de uma lei de 71 a 74
sequência formação compatível com uma sequência parcialmente conhecida e
formulá-la em linguagem natural ou simbólica (Tarefa 2).
 Expressão geradora de uma 4  Determinar expressões geradoras de sequências definidas por uma lei 75 a 78
sequência de formação que, na determinação de um dado elemento, recorra aos
elementos anteriores (Tarefa 3).
4  Resolver de tarefas diversificadas («Pratico o que aprendi...»; 79 a 82
«Resolvo problemas»; «Raciocínio matemático»).
Total: 16  Avaliar conhecimentos («Avalio o que aprendi...»).

Ficha de Avaliação/Correção 4 83 a 86
N.º de aulas Planos
Domínios Conteúdos Indicações metodológicas
(X 45 min) de aula

ALG6 Sequências e regularidades


(continuação)

 Proporcionalidade direta. 4  Identificar e relacionar grandezas diretamente proporcionais. Calcular 87 a 90


Constante de proporcionalidade a constante de proporcionalidade (Tarefa 1).
ALGORITMO • Matemática • 6.º ano • Material fotocopiável • © Santillana

 Representações de grandezas  Identificar e relacionar grandezas diretamente proporcionais, usando 91 a 93


diretamente proporcionais flexivelmente diferentes representações (Tarefa 2).
 Escalas 3  Resolver problemas usando a noção de escala (Tarefa 3). 94 e 95
2  Resolução de tarefas diversificadas («Pratico o que aprendi...»; 96 a 98
«Resolvo problemas»; «Raciocínio matemático»).
Total: 12  Avaliar conhecimentos («Avalio o que aprendi...»).

GM6 Potência de expoente natural


2.º PERÍODO

 Avaliação diagnóstica 1  Recolher informação sobre os conhecimentos e as capacidades 99


essenciais desenvolvidos pelos alunos ao longo da Unidade 5. Por
exemplo, realizar o «Ainda me lembro…» do manual.
 Poliedros e não poliedros 3  Identificar sólidos através de representações em perspetiva no plano 100 a 102
(Tarefa 1). Designar um poliedro por «convexo» quando qualquer dos
segmentos de reta que une dois pontos do poliedro está nele contido.
 Prismas e pirâmides 2
 Identificar prismas e pirâmides. Identificar pirâmides regulares (Tarefa 103 e 104
2).
 Vértices, arestas e faces. 3  Reconhecer que o número de arestas de um prisma é o triplo do 105 a 107
A igualdade de Euler número de arestas da base e que o número de arestas de uma
pirâmide é o dobro do número de arestas da base. Reconhecer que o
número de vértices de um prisma é o dobro do número de vértices da
base e que o número de vértices de uma pirâmide é igual ao número
de vértices da base adicionado de uma unidade. Reconhecer que a
relação de Euler se aplica a qualquer prisma e a qualquer pirâmide e
verificar a sua aplicação a outros poliedros convexos (Tarefa 3).
 Cilindros e cones 2  Designar por «cilindro reto» um cilindro cujo eixo é perpendicular aos 108 e 109
raios de qualquer das bases. Designar por «cone reto» um cone cujo
eixo é perpendicular aos raios da base (Tarefa 4).
 Volume de um sólido 2  Identificar sólidos através de representações em perspetiva num plano 110 e 111
(Tarefa 5).
N.º de aulas Planos
Domínios Conteúdos Indicações metodológicas
(X 45 min) de aula

GM6  Volume do cubo e do 2  Considerar, fixada uma unidade de comprimento e dados três 112 e 113
paralelepípedo números naturais a, b e c, um cubo unitário decomposto em a X b X c
1 1 1
paralelepípedos retângulos com dimensões de medidas , , e e
a b c
1 1 1
reconhecer que o volume de cada um é igual a X X unidades
ALGORITMO • Matemática • 6.º ano • Material fotocopiável • © Santillana

𝑎 𝑏 𝑐
cúbicas. Reconhecer, fixada uma unidade de comprimento e dados
três números racionais positivos q, r e s, que o volume de um
paralelepípedo retângulo com dimensões de medidas q, r e s é igual a
q X r X s unidades cúbicas (Tarefa 6).
 
2.º PERÍODO

Volume do prisma reto 1 Reconhecer que o volume de um prisma triangular reto é igual a 114
metade do volume de um paralelepípedo retângulo com a mesma
altura e de base equivalente a um paralelogramo decomponível em
dois triângulos iguais às bases do prisma. Reconhecer, fixada uma
unidade de comprimento, que a medida do volume de um prisma reto
(em unidades cúbicas) é igual ao produto da medida da área da base
(em unidades quadradas) pela medida da altura, considerando uma
decomposição em prismas triangulares (Tarefa 7).
 Volume do cilindro reto 1  Reconhecer, fixada uma unidade de comprimento, que a medida do 115
volume de um cilindro reto (em unidades cúbicas) é igual ao produto
da medida da área da base (em unidades quadradas) pela medida da
altura, aproximando-o por prismas regulares (Tarefa 8).
1  Resolver de tarefas diversificadas («Pratico o que aprendi...»; 116
«Resolvo problemas»; «Raciocínio matemático»).
Total: 18  Avaliar conhecimentos («Avalio o que aprendi...»).

Ficha de Avaliação/Correção 4 117 a 120


N.º de aulas Planos
Domínios Conteúdos Indicações metodológicas
(X 45 min) de aula

NO6 Números racionais


 Avaliação diagnóstica 1  Recolher informação sobre os conhecimentos e as capacidades 121
essenciais desenvolvidos pelos alunos ao longo da Unidade 6. Por
exemplo, realizar o «Ainda me lembro…» do manual.
 
ALGORITMO • Matemática • 6.º ano • Material fotocopiável • © Santillana

Números racionais positivos e 4 Reconhecer, dado um número racional positivo a, que existem na reta 122 a 125
negativos numérica exatamente dois pontos cuja distância à origem é igual a a
2.º PERÍODO

unidades: um pertencente à semirreta dos racionais positivos (o ponto


que representa a) e o outro à semirreta oposta, e associar ao segundo
o número designado por «número racional negativo – a» (Tarefa 1).
 Identificar um número racional como maior do que outro se o ponto a
 Comparação e ordenação de 5 ele associado pertencer à semirreta de sentido positivo associada ao 126 a 130
números racionais segundo. Reconhecer que 0 é maior do que qualquer número negativo
e menor do que qualquer número positivo (Tarefa 2).
 Resolver de tarefas diversificadas («Pratico o que aprendi...»;
4 «Resolvo problemas»; «Raciocínio matemático»). 131 a 134
 Avaliar conhecimentos («Avalio o que aprendi...»).
Total: 14

Ficha de Avaliação/Correção 4 135 a 138

NO6 Números racionais


 Adição de números racionais 4  Reconhecer, dados números racionais com o mesmo sinal, que a 139 a 142
respetiva soma é igual ao número racional com o mesmo sinal e de
valor absoluto igual à soma dos valores absolutos das parcelas.
Reconhecer, dados dois números racionais de sinal contrário não
3.º PERÍODO

simétricos, que a respetiva soma é igual ao número racional de sinal


igual ao da parcela com maior valor absoluto e de valor igual à
diferença entre o maior e o menor dos valores absolutos das parcelas
(Tarefa 3).
 Subtração de números racionais 3  Reconhecer, dados dois números racionais a e b, que a – b é igual à 143 a 145
soma de a com o simétrico de b (Tarefa 4).
3  Resolver de tarefas diversificadas («Pratico o que aprendi...»; 146 a 148
«Resolvo problemas»; «Raciocínio matemático»).
Total: 10  Avaliar conhecimentos («Avalio o que aprendi...»).
N.º de aulas Planos
Domínios Conteúdos Indicações metodológicas
(X 45 min) de aula

OTD6 Organização e tratamento de


dados
 Avaliação diagnóstica 1  Recolher informação sobre os conhecimentos e as capacidades 149
essenciais desenvolvidos pelos alunos ao longo da Unidade 7. Por
exemplo, realizar o «Ainda me lembro…» do manual.
ALGORITMO • Matemática • 6.º ano • Material fotocopiável • © Santillana

 População, amostra e unidade 3  Identificar «variável estatística» como uma característica que admite 150 a 152
estatística. Variáveis diferentes valores (um número ou uma modalidade), um por cada
quantitativas e qualitativas unidade estatística. Designar uma variável estatística por
«quantitativa» ou «numérica» quando está associada a uma
característica suscetível de ser medida ou contada e por «qualitativa»
no caso contrário. Designar por «amostra» o subconjunto de uma
população formado pelos elementos relativamente aos quais são
3.º PERÍODO

recolhidos dados, designados por «unidades estatísticas», e por


«dimensão da amostra» o número de unidades estatísticas
pertencentes à amostra (Tarefa 1).
 Gráficos circulares 3  Representar um conjunto de dados num «gráfico circular» dividindo 153 a 155
um círculo em setores circulares sucessivamente adjacentes,
associados respetivamente às diferentes categorias/classes de dados,
de modo que as amplitudes dos setores sejam diretamente
proporcionais às frequências relativas das categorias/classes
correspondentes (Tarefa 2).
 Diferentes representações e 3  Representar um mesmo conjunto de dados utilizando várias 156 a 158
medidas de um conjunto de representações gráficas, selecionando a mais elucidativa de acordo
dados com a informação que se pretende transmitir. Resolver problemas
envolvendo a análise de dados representados de diferentes formas.
Resolver problemas envolvendo a análise de um conjunto de dados a
partir da respetiva média, moda e amplitude (Tarefa 3).
2  Resolver de tarefas diversificadas («Pratico o que aprendi...»; 159 e 160
«Resolvo problemas»; «Raciocínio matemático»).
Total: 12  Avaliar conhecimentos («Avalio o que aprendi...»).

Ficha de Avaliação/Correção 4 161 a 164


N.º de aulas Planos
Domínios Conteúdos Indicações metodológicas
(X 45 min) de aula

GM6 Isometrias do plano


 Avaliação diagnóstica 1  Recolher informação sobre os conhecimentos e as capacidades 165
essenciais desenvolvidos pelos alunos ao longo da Unidade 8. Por
exemplo, realizar o «Ainda me lembro…» do manual.
 
ALGORITMO • Matemática • 6.º ano • Material fotocopiável • © Santillana

Reflexão central 3 Designar, dados dois pontos O e M, o ponto M’ por «imagem do ponto 166 a 168
M pela reflexão central de centro O» quando O for o ponto médio do
segmento [MM’] e identificar a imagem de O pela reflexão central de
centro O como o próprio ponto O (Tarefa 1).
 Mediatriz de um segmento de 3  Reconhecer que os pontos da mediatriz de um segmento de reta são 169 a 171
3.º PERÍODO

reta equidistantes das respetivas extremidades (Tarefa 2).


 Reflexão axial 3  Identificar, dados uma reta r e um ponto M não pertencente a r, a 172 a 174
«imagem de M pela reflexão axial de eixo r» como o ponto M’, tal que
r é mediatriz do segmento [MM’], e identificar a imagem de um ponto
de r pela reflexão axial de eixo r como o próprio ponto (Tarefa 3).
 Rotação 3  Designar, dados dois pontos O e M e um ângulo a, um ponto M’ por 175 a 177
«imagem do ponto M por uma rotação de centro O e ângulo a»
quando os segmentos [OM] e [OM’] têm o mesmo comprimento e os
ângulos a e MOM’ a mesma amplitude (Tarefa 4).
 Simetria de uma figura 3  Identificar uma figura como tendo «simetria de rotação» quando existe 178 a 180
uma rotação de ângulo não nulo e não giro tal que as imagens dos
pontos da figura por essa rotação formam a mesma figura. Identificar
simetrias de rotação e de reflexão em figuras dadas (Tarefa 4).
2  Resolver de tarefas diversificadas («Pratico o que aprendi...»; 181 e 182
«Resolvo problemas»; «Raciocínio matemático»).
Total: 18  Avaliar conhecimentos («Avalio o que aprendi...»).

Ficha de Avaliação/Correção 4 183 a 186