Você está na página 1de 34

Pâncreas Endócrino

Localização
Pâncreas

Endócrina
(Ilhotas de Langerhans)

Glândula mista
Exócrina
(enzimas digestivas)

Absorção

Principais funções
Distribuição

Armazenamento
Ilhota de Langerhans
Ilhotas de Langerhans
 Agrupamento celular arrendondado

 1 – 1,5 % do peso do pancreas (1 -2g)

Tipo celular Porcentagem Produto


(volume da ilhota)
 10% Glucagon, proglucagon,
glucagon-like-peptides

 70-80% Insulina, peptídeo C,


proinsulina, GABA

 3-5% Somatostatina

Célula PP < 2% Polipeptídeo


pancreático
Esquema das relações entre os hormônios
Pâncreas endócrino

 Origem endodérmica

 Ricamente vascularizado (fluxo sanguíneo 5 a 10 > que a


porção exócrina)

 Inervação S. N. Simpático
S. N. Parassimpático
Biossíntese
 Gene - braço curto do cromossomo 11

 DNA/RNA

Insulina
Pré-insulina Pró-insulina
+
PM= 11,500 PM= 9000
Peptídeo C
RER RER/Golgi Clivagem Proteolítica

Aparelho de Golgi
Enzimas
microssomais

Hormônio Veia pancreática Veia porta Fígado


Molécula de Pró-insulina
Mecanismo de Ação

GLICOSE
Insulina + Receptor

+ atividade tirosina quinase do receptor

Cascata de fosforilações

++ Efeitos Biológicos _
-
Síntese protéica
Proteólise
Síntese de lípides
Lipólise
Síntese de Glicogênio
Glicogenólise/gliconeogênese
Translocação de GLUT4
Crescimento/expressão gênica
Mecanismo de Ação
Célula muscular cardíaca, esquelética e adipócito

+ hexoquinase
Ação no Tecido Muscular
 Transporte de glicose translocação de GLUT4

fosforilação = Hexoquinase
Glicose < parte oxidada
> parte armazenada na forma de glicogênio
(glicogênio sintase muscular)

Exerce importante ação anabólica sobre o metabolismo de


proteínas do músculo

 transporte de aa
 nível ribossômico e a eficiência da tradução, atuando
na etapa do início da síntese proteica
 catabolismo muscular  neoglicogênese
Mecanismo de Ação
Hepatócito (+ Glicoquinase)
Ação no Metabolismo Hepático
 Atividade da enzima glicoquinase

 Captação de Glicose

 o fluxo na via glicolítica (utilização de


glicose como fonte de energia)
 atividade da enzima glicogênio sintase
(síntese de glicogênio glicogênese)

 a glicogenólise e a neoglicogênese, reduzindo a produção


hepática de glicose (G-6Pase, piruvato carboxilase, PEPCK)

 a formação de corpos cetônicos


Ação no Tecido Adiposo
 Transporte de glicose : translocação de GLUT4
 Atividade lipogênica (lipase lipoprotéica)

Adipócito
GLUT-4 (+)
Lipase hormônio sensível (-)
Glicose
hexoquinase
Triacil
Glicerol
Glicose-6P Triacil
Glicerol

Triose-P -Glicerofosfato AGL


Glicerol

Lipase lipoprotéica
Capilar
Ações no fluxo de metabólitos
 Síntese e armazenamento de reservas energéticas

Glicogênio Lipides Proteínas

Age principalmente nos músculos, tecido adiposo e fígado

Inibe os processos catabólicos


O efeito da insulina no fluxo de metabólitos leva a captação e utilização
de glicose, ácidos graxos e aminoácidos e diminuição de seus níveis
plasmáticos
Regulação da secreção

 Fatores Metabólicos Glicose, aa, (+)


gorduras (-)

Sistema Nervoso Simpático ()


 Fatores Neurais

Sistema Nervoso Parasimpático ()

* Fase cefálica antes da entrada do alimento na boca


* Fase neural/oral mastigação

Glucagon 

 Fatores Hormonais Somastotatina 

Gastrina, secretina 
Relação de glicose plasmática e
secreção de insulina
Relação de Feedback entre insulina e
nutrientes
Deficiência de Insulina
Insuficiência absoluta de
insulina (TIPO I)
 Diabetes Mellitus
Resistência a insulina
(TIPO II)

Exacerbação dos processos catabólicos do organismo,


envolvendo carbohidratos, lipídeos e proteínas

Hiperglicemia c. cetônicos
Uréia
Glicosúria
Poliúria
Diurese osmótica Polidipsia
Glucagon

 Polipeptídeo (PM 3500)

 Gene localizado no cromossomo 2

 Consiste de 29 aa

 Também deriva de uma molécula precursora

 Sintetizado pelas ilhotas de Langerhans


(células )
MECANISMO DE AÇÃO

GLUCAGON

Prot Gs – Adenilil-ciclase - AMPc

Proteína Quinase A

Glicogênio fosforilase quinase ativa

Fosforilase A ativa

GLICOGENÓLISE
Efeitos Biológicos
Glicogenólise
Mobilização das reservas energéticas Gliconeogênese
Lipólise

Mecanismo de Ação: H + R + adenilil ciclase AMPc

piruvato carboxilase
gliconeogênese frutose-1,6-bifosfato + PKA

Lipólise Lipase hormônio sensível

glicogenólise Fosforilase A
Efeitos do Glucagon
Regulação da secreção

 Fatores Metabólicos Queda da glicemia

 Fatores Neurais Sistema Nervoso Simpático ()

Insulina ()

 Fatores Hormonais Somastotatina ()

Hormônios gastrointestinais ()


Somatostatina

 Sintetizado pela célula delta da ilhota pancreática

 Secreção estimulada pela glicose, aa, AGL, glucagon,


hormônios gastrointestinais, neurotransmissores
colinérgicos e beta adrenérgicos

 Secreção inibida pela insulina e neurotransmissores


alfa adrenérgicos
Somatostatina

 Inibe secreção de TSH

 Inibe secreção de GH

 Inibe secreção de insulina

 Inibe secreção de glucagon

 Inibe secreção de polipeptídeo pancreático

 Inibe secreção de gastrina, secretina


Polipeptídeo Pancreático
 Produzido e sintetizado pelas células F ou PP das ilhotas
pancreáticas

+ motilidade gástrica
+ esvaziamento
+ secreção de suco gástrico
 Principais efeitos TGI potencializa secreção
pancreática pela secretina
 motilidade intestinal
 atividade da vesícula biliar

A secreção do PP é – pela infusão de glicose e + pela


hipoglicemia
PP: estimula a ingestão alimentar
Substratos Energéticos e Exercício

Repouso: + gordura
- glicose

Glicogenólise muscular
Início o exercício Aumento da captação de glicose (GLUT4)
Aumento dos AGL
Aumento da utilização de AGL

Exercício Insulina + glicogenólise


+ gliconeogênese

lactato > Produção hepática de glicose


Exercício Físico e Diabetes
Leve/moderado Benefício

Aumento da captação de glicose


(+AMPK translocação de GLUT4)
Aumento da Sensibilidade à insulina
(redução da massa gorda <citocinas
inflamatórias??)
Intenso Liberação de hormônios
hiperglicemiantes

Descompensação