Você está na página 1de 4

ABORDAGEM CENTRADA NA PESSOA

Carl R. Rogers (1902 – 1987)

PRINCIPAIS CONCEITOS

• Tendência a Auto-atualização – Aspecto da natureza humana e de todas


as coisas vivas que leva a pessoa a maior congruência e funcionamento
realista – tendência a expandir-se, estender-se, tornar-se autônomo,
desenvolver-se, amadurecer, tendência a expressar e ativar todas as
capacidades do organismo. Em seu último livro ele traz a dimensão
espiritual como fazendo parte. Esta força é fraca e facilmente abafada,
porém é manifesta em quem está funcionando de maneira livre (não
paralisada por eventos passados ou por ameaças correntes que mantém
a incongruência).

• Campo de Experiência – único para cada indivíduo. Seleção da atenção


subordinada a restrições psicológicas e limitações biológicas.

• Self – está dentro do campo da experiência. Não é estável, nem


imutável, embora a observação momentânea diga o contrário. É uma
gestalt organizada e consistente num processo constante de formar-se e
reformar-se a medida que algum elemento mude.

• Self / Autoconceito – é a visão que a pessoa tem de si própria, baseado


nas experiências passadas, estimulações presentes e expectativas
futuras. Possui embutido a noção de crescimento e a possibilidade de
mudança. Tendência do organismo para funcionar de maneira a se
preservar e se valorizar.

• Self Ideal – Gostaria de Ser. A distância entre os dois é vivida com


desconforto, insatisfação e dificuldades neuróticas. Aceitar-se é
sinônimo de saúde mental e é diferente de resignação. É estar mais
perto da realidade. A não aceitação é um obstáculo para o crescimento
pessoal.
• Congruência e Incongruência – congruência é o grau de exatidão entre a
experiência, a comunicação e a tomada da consciência. A criança
pequena exibe alto grau de congruência, isto explica porque a criança
substitui um estado emocional por outro, esgotam tudo o que sentem no
estado emocional relacionado a experiência em questão.

Comunicação – o que está expressando

Experiência – o que está Tomada de consciência – o que


ocorrendo no campo está percebendo.

• Incongruência – diferenças entre tomada de consciência, experiência e a


comunicação desta. Inabilidade em perceber e/ou inabilidade de
expressão. Quando a incongruência esta entre a tomada de consciência e
a experiência temos repressão, quando entre tomada de consciência e
comunicação temos a mentira, o inautêntico, o desonesto. A
incongruência pode ser sentida como tensão, ansiedade ou em
determinadas situações mais extremas, como confusão interna. Frases
como: “Não sou capaz de tomar decisões”, “Não sei o que quero” ,
nunca serei capaz de persistir em algo” ou “me sinto como uma
estranha” são sinalizadoras de incongruência. A incongruência não é
rara nem anormal, não ser capaz de reconhecê-la ou enfrentá-la pode
gerar ansiedade.

CRESCIMENTO PSICOLÓGICO

Forças positivas em direção à saúde e ao crescimento são inerentes ao


organismo.
Inclui diminuir a incongruência e modificar o autoconceito aproximando da
realidade (aceitação).
Qualquer relação interpessoal pode ser facilitadora do processo de
crescimento, desde que um dos membros esteja livre o bastante de
incongruências, para estar em contato com seu centro de autocorreção.
Características de uma relação facilitadora:

1. Aceitação Incondicional
2. Autenticidade
3. Centrada na pessoa
4. Congruência
5. Empatia
6. Não diretividade
7. Confiança no potencial humano.

OBSTÁCULOS AO CRESCIMENTO

Os obstáculos aparecem na infância e são aspectos normais do


desenvolvimento. Quando se aprende algo num estágio deve ser avaliado no
seguinte.

Necessidade de amor ou de consideração positiva – como as crianças não


separam a ação do seu ser total, quando uma ação é aprovada ou reprovada,
ela experimenta como se seu ser tivesse sido aprovado ou reprovado.

O amor é tão importante que ela começa a ser guiada pela promessa de afeição
que as experiências encerram (sejam experiências saudáveis ou não para elas).

A criança pode agir contra seus interesses para agradar ou apaziguar os outros.

Teoricamente isto poderia não se desenvolver se a criança se sentisse aceita ou


houvesse aprovação de seus sentimentos, mesmo que o comportamento fosse
reprovado.

Condições de valor- Comportamentos ou atitudes que negam algum aspecto


do self – são obstáculos – trazem a fantasia de que precisamos de certas
condições, atitudes e ações para nos sentirmos dignos – geram incongruências.

“Preciso ser respeitado ou amados por todos aqueles com quem estabeleço
contato.” ou “Necessito ser amado por todas as pessoas o tempo todo.”
“Devo ser bem sucedido em tudo que faço”.
“É terrível que as coisas não sejam exatamente como gostaria que fossem”.
O crescimento é impedido na medida em que a pessoa nega impulsos
diferentes do autoconceito artificialmente “bom”.

Esta negação gera mais distorção que por sua vez gera mais problemas e
enganos, aumentando a vulnerabilidade, gerando mais defesas, e aumentando
as incongruências.

Quando as manobras defensivas falham os resultados podem ser de pânico,


ansiedade crônica, retraimento, psicose.

A pessoa recupera a saúde psicológica reivindicando suas partes reprimidas ou


negadas.

Referências:

Tornar-se Pessoa . Carl Rogers . Ed Martim Fontes

Teorias da Personalidade. James Fademan e Robert Fager. Editora Harbra.