Você está na página 1de 2

HOW TO DAYTRADE FOR A LIVING (COMO VIVER DE DAYTRADE)

Nos EUA o mais comum é fazer DAYTRADE com ações mesmo. Esse livro fala mais de ações.

Ele começa falando muito sobre a necessidade de estudar para começar a operar. Coisas que o Cris sempre fala. Se fosse fácil estaria cheio de gente. Engenheiro demora 5 anos pra formar, então o mercado também demora tempo de estudo, etc.

Quais ações são boas para operar?

Ações com preço muito barato geralmente são muito manipuláveis. Um pequeno investidor pode alterar bastante o preço dela. O ideal são ações com preço entre 10 e 100 reais;

Empresas com poucas ações emitidas no mercado (geralmente pequenas empresas) também é complicado de negociar. Não lembro ao certo o número, mas o ideal são empresas com mais de 1 milhão de ações circulando no mercado.

Ele faz uma breve explanação sobre a diferença entre daytraders pessoas físicas (que ele chama de varejo), bancos e investidores (que geralmente movimentam grande quantidade de capital e são os tops expert do mercado, utilizando algoritmos e tudo mais). A recomendação é não competir com esses caras experts. Então o que ele recomenda é todo dia você buscar ações diferentes pra operar. Geralmente as ações se movimentam em manada com o mercado, junto com o índice Ibovespa. Se ele tá subindo, todas sobem. Se tá caindo todas caem. Geralmente quem provoca esses movimentos são justamente os grandes bancos e investidores/fundos de investimento. Apesar disso, todo dia sempre tem as exceções, que são empresas que estão se movimentando por conta de alguma notícia, algum dado financeiro que ela lançou no mercado, fusão com outra empresa, anetc. Essas ações geralmente descolamdo índice geral (Ibovespa). Essas são boas ações pra se operar. É onde a maioria dos daytraders opera!

Pra identificar essas ações “descoladas”, pode, por exemplo, verificar a média diária de volume que ela movimenta. Se o volume negociado for muito acima do normal pra ela, quer dizer que tem alguma coisa acontecendo com ela, alguma notícia. Essa “coisa acontecendo” ele chama de catalizador fundamentalista (alguma coisa que está mexendo com os

princípios da análise fundamentalista da empresa, que são os princípios que norteiam os grandes investidores, etc. São princípios que definem se aquela empresa é uma boa empresa ou não).

Outra coisa que ele analisa é o quanto aquela ação se move em média em um dia. Tipo, o normal é o preço andar R$ 1,00 ou R$ 0,50. Ele prefere empresas que movimentam mais de R$ 1,00 por dia. Pra poder pegar movimentos maiores. Em inglês, esse movimento médio do preço é chamado Average True Rangeou ATR.

Como ele faz pra encontrar essas ações?

Lá nos EUA o mercado abre 30min antes das negociações normais. É chamado de pré-mercado. Nesses 30min, ele utiliza programas/sites/excel (não sei ao certo ainda, se chama scanner) pra fazer um FILTRO. O que ele filtra?

Empresas que tiveram algum GAP na abertura do pré-mercado;

Empresas que já tiveram negociação de pelo menos 50.000 ações no pré- mercado;

Empresas que negociam em média mais de 1 milhão de ações (pra ter liquidez, poder comprar e vender sem se preocupar);

Empresas que variam mais de R$ 0,50 no preço no mínimo por dia;

Com esse filtro, sobram apenas algumas empresas. Com essas que sobraram ele começa a procurar notícias pra ver quais tiveram notícias que são catalizadores fundamentalistas.

Com as empresas que tem notícia, ele começa analisar os gráficos delas (geralmente umas 4 empresas). Analisados os gráficos, com o operacional que ele já tem bem definido, ele planeja algumas estratégias de operações e só opera se o preço formar aquilo que ele enxergou. (nos capítulos pra frente ele esclarece quais são os principais operacionais dele).