Você está na página 1de 477

QUÍMICA

ATRAVÉS DO LÚDICO
BRINCANDO E APRENDENDO

1
Reitor
Ruben Eugen Becker
Vice-Reitor
Leandro Eugênio Becker

Diretor
Valter Kuchenbecker

Conselho Editorial
Ruben Eugen Becker (presidente)
Adair Busato
Edmundo Kanan Marques
Geraldo Pereira Jotz
João Carlos Jaccottet Piccoli
Leandro Eugênio Becker
Nestor Luiz João Beck
Paulo Augusto Seifert
Rosa Blanco
Valerio Rohden
Valter Kuchenbecker

Av. Farroupilha, 8001 - Prédio 29 - Sala 202 - Bairro São José - CEP: 92425-900 - Canoas/RS
Fone: (51) 3477.9118 - Fax: (51) 3477.9115
www.editoradaulbra.com.br
E-mail: editora@ulbra.br

Filiada a:

2
QUÍMICA
ATRAVÉS DO LÚDICO
BRINCANDO E APRENDENDO

JOSÉ VICENTE LIMA ROBAINA

3
© do autor
1ª edição: 2008
Direitos reservados desta edição: Universidade Luterana do Brasil

Capa
Everaldo Manica Ficanha
Preparação de texto e revisão
Neiva Freitas
Projeto gráfico
Isabel Kubaski
Editoração
Roseli Menzen

José Vicente Lima Robaina possui licenciatura curta em Ciências pela PUCRS (1982),
licenciatura plena em Química pela PUCRS (1985), mestrado em Educação pela Ufrgs
(1996) e doutorado em Educação pela Unisinos (2007). Professor do curso de Química
da ULBRA e do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática
(PPGCIM). Químico da Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc) da Prefeitura
Municipal de Porto Alegre, também desenvolve pesquisas na área de prevenção de drogas
na escola. E-mail: jvlr@terra.com.br.

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP)

R628e Robaina, José Vicente Lima


Química através do lúdico: brincando e aprendendo / José
Vicente Lima Robaina. – Canoas: Ed. ULBRA, 2008.
480 p.

1. Ciências humanas – educação – química – ensino.


2. Química – ensino superior. I. Título.

CDU 372.854

Setor de Processamento Técnico da Biblioteca Martinho Lutero - ULBRA/Canoas

ISBN 978-85-7528-211-3

Dados técnicos do livro

Fontes: Century731 BT
Papel: offset 75g (miolo) e supremo 240g (capa)
Medidas: 19x27cm

Impressão: Gráfica da ULBRA


Outubro/2008
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

AGRADECIMENTOS
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

Este livro mostra exemplos de jogos pedagógicos para o ensino de Química


construídos por alunos do Curso de Química que freqüentaram as discipli-
nas de Metodologia para o Ensino de Ciências, Metodologia para o Ensino
de Química e Prática de Ensino – Estágio Supervisionado em Ciências e
Química. Participaram também em sua elaboração monitores e bolsistas
de iniciação científica que desenvolvem atividades didático-pedagógicas
junto ao LPEC, Laboratório de Pesquisa em Ensino de Ciências, vinculado
ao PPGCIEM - Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Ma-
temática e aos cursos de Química e Biologia da ULBRA Canoas.
Os jogos pedagógicos apresentados neste livro estão relacionados aos con-
teúdos de Química da primeira série do ensino médio e foram elaborados
para facilitarem o desenvolvimento desses mesmos conteúdos nessa eta-
pa de ensino.
Agradeço aos monitores: Cláudia Fernanda Rodrigues, Lucineide Olivei-
ra da Silva, Marcelo Volpatto Marques, Paulo Heitor Mélo Braga, Sandro
de Oliveira, Simone Bomacha Tomasi e Tiago Charão de Oliveira, que
trabalharam na revisão, digitação e organização dos textos apresentados.
Desde já agradeço também aos alunos Adriana Chilante, Adriana Porto
Ramis, Alexandra Taborda, Aline Wolf, Betina Kappel Pereira, Cláudia
Fernanda Rodrigues, Daniel de Moraes Oliveira, Diana Natali Spohr,
Edison Lima Moreira, Geovana de Ávila Bockomy, Guilherme Augusto de
Carvalho Schneider, Joel Aparecido Passo, Josiane Beatriz Preuss de Oli-
veira, July Andréia Nunes, Kátia Bianca Santos, Leonardo de Boita, Lilian
Talita de Moraes, Lisiane Chagas Cattane, Lucineide Oliveira da Silva,
Marcelo Volpatto Marques, Marchides Reciere Basei Carraro, Márcia
Rodrigues da Costa, Miriam Tormes Machado, Patricia Engel Leal, Paulo
Heitor Mélo Braga, Roni Roberto Schneider, Sandro de Oliveira, Sandro
Luís Zahner, Simone Bomacha Tomasi, Tiago Charão de Oliveira e
Vanderlei O. Gonsalez, que colaboram na elaboração dos jogos pedagógi-
cos por sua brilhante participação na execução desta publicação.
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

PREFÁCIO
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

Prefaciar uma obra voltada à educação é


sempre motivo de satisfação e de dupla re-
alização profissional: de um lado, a reali-
zação do autor; de outro, a riqueza que a educação recebe. Conheço o
autor, colega e amigo, José Vicente Lima Robaina. Seu esforço é o resulta-
do de sua ousadia como docente. Seus alunos aprendem construindo e,
nesse ato cognitivo, os conteúdos são entendidos, provocando uma dupla
satisfação no aluno e no professor, pois o estudante aprendeu a aprender e
a saber construir com os outros.
A ludicidade é a aplicabilidade do lúdico, palavra que vem do latim ludus,
e que significa brincar. A brincadeira é lúdica e nela estão incluídos os
jogos, brinquedos e divertimentos, como também aquele que joga e que
está envolvido no processo.
Através do lúdico, realidade e faz-de-conta se confundem, fazendo com
que o indivíduo construa a sua concepção de mundo e a sua própria iden-
tidade de forma muito estimulante e prazerosa e, com isso, obtenha óti-
mos resultados no campo do desenvolvimento emocional, cognitivo, soci-
al, bem como em outras áreas do crescimento humano.
Demo (1999) refere que “aprender deve ser um processo lúdico”, “alegria
do aprender não pode ser a do ‘bobo alegre’” (grifo do autor). O autor
enfatiza que tanto melhor se a aprendizagem for construída com prazer,
para que o acadêmico realize, com mais satisfação, alegria e prazer, a
construção do conhecimento.
Dentro desse horizonte, o autor e seus alunos (co-autores) indicam-nos
caminhos, desafios e estratégias para que haja, a curto prazo, mais profis-
sionais da educação qualificando-se para uma ação educativa voltada para
os pressupostos básicos na formação de ludo-educadores.
Chegou o momento de os educadores do ensino superior refletirem sobre
a importância do lúdico no processo de construção do conhecimento, pois,
certamente, a partir disso, teremos alunos mais ativos e participativos no
processo de ensino e aprendizagem, aumentando, assim, o interesse pe-
las aulas, entre tantos outros sentimentos que favorecem o aprender.
O ensino formal no nível superior deve ser rompido pela inclusão de ativi-
dades informais (entre elas, as atividades lúdicas), para que se estabeleça
um ensino mais criativo e direcionado ao desenvolvimento de habilida-
des, do ensinar, julgar e pensar.
O trabalho que chega às suas mãos traz, nas suas bases, um fazer diferen-
ciado enquanto estimula o criativo e o desafio, propicia desequilíbrios e
aponta para a ousadia. Parabéns ao autor e aos seus colaboradores.

Prof. dr. Edson Roberto Oaigen


○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

SUMÁRIO
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

Apresentação 11

Introdução 13

Materiais de laboratório (ML)


ML 1 - Memolab 23
ML 2 - Memolab 29

Estrutura atômica (EA)


EA 1 - Dominó atômico 39
EA 2 - Memória atômica 51
EA 3 - Atomix dos íons 57

Tabela periódica (TP)


TP 1 - Bingo dos elementos químicos 73
TP 2 - Memo - periódica 105
TP 3 - Tabela periódica – Pense, procure e responda 111
TP 4 - Memória dos compostos químicos 119
TP 5 - Dominó dos elementos químicos 123
TP 6 - Bingo periódico 129
TP 7 - Memorização da tabela periódica 147
TP 8 - Montando a tabela periódica 153
TP 9 - Famílias periódicas 161
TP 10 - Batalha dos elementos químicos 167
TP 11 - Memória dos elementos químicos 179
TP 12 - Caça-palavras da tabela periódica 183
TP 13 - Percorrendo a tabela periódica 187
TP 14 - Bingo da tabela periódica 211
TP 15 - Cruzadas da tabela periódica 231

Ligações químicas (LQ)


LQ 1 - Dominó dos íons 245
LQ 2 - Dominó das fórmulas iônicas 249
LQ 3 - Dominó das ligações químicas 257
LQ 4 - Formando moléculas 265

Funções da química inorgânica (FQI)


FQI 1 - Ludo químico 301
FQI 2 - Memoquímica de compostos e fórmulas 313
FQI 3 - Dominó químico 319
FQI 4 - Funções da química inorgânica 329
FQI 5 - Dominó das funções inorgânicas 341
FQI 6 - Dominó dos compostos inorgânicos 347
FQI 7 - Memória dos ácidos e bases 353
FQI 8 - Funções inorgânicas 357
FQI 9 - Forca das funções inorgânicas 361

Química geral (QG)


QG 1 - Passa ou repassa da química 369
QG 2 - Misturas químicas 387
QG 3 - Mico químico 397
QG 4 - Passa ou repassa 405
QG 5 - Corrida dos elementos químicos e suas propriedades 411
QG 6 - Pista Maluca 445
QG 7 - Imagem e química 469

10
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

APRESENTAÇÃO
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

Os jogos pedagógicos têm por finalidade aliar o


aprendizado e a fixação de um determinado con-
teúdo à atividade lúdica, despertando, assim, um
interesse especial no assunto em foco. Geralmen-
te, essa atividade traz no seu bojo ingredientes
que levam os participantes a interagir ativa, in-
tensa e espontaneamente, criando um
envolvimento natural para que vivenciem uma
aprendizagem significativa, divertida, empolgan-
te e envolvente. Sua realização é um recurso di-
dático importante para o desenvolvimento do en-
sino de química. Utilizando como base jogos conhecidos popularmente,
tais como memória, dominó, passa e repassa, bingo e quebra-cabeça, alia
a dinâmica e as regras ao conteúdo de química.
A utilização do jogo pedagógico em sala de aula tem-se mostrado muito
promissora, pois a receptividade dos alunos tem sido muito boa, não so-
mente em utilizar, mas também em fazer o seu próprio jogo, estabelecen-
do a dinâmica e desenvolvendo todo o processo de manufatura.
Implementam, assim, a sua criatividade enquanto aprendem de maneira
mais eficaz. A interação do lúdico com os conteúdos da disciplina tornam-
se ferramentas importantes no desenvolvimento das atividades propos-
tas em um ambiente competitivo e altamente saudável.
Os jogos pedagógicos, como recurso didático, têm-se mostrado muito úteis,
oferecendo ao professor um instrumento que pode ser confeccionado com
materiais que já fazem parte do ambiente de sala de aula ou que normal-
mente são descartados nas residências. Eles não necessitam de uma es-
trutura especial para sua execução, pois a própria sala presta-se muito
bem a esse fim e, além de inovadores, são uma alternativa viável e pro-
missora, auxiliando os educadores e os educandos no processo ensino-
aprendizagem.

11
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

INTRODUÇÃO
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

Este livro foi elaborado a partir de atividades


desenvolvidas nas disciplinas de Metodologia
para o Ensino de Ciências, Metodologia para o
Ensino de Química e Prática de Ensino - Estágio
Supervisionado em Ciências e Química, do cur-
so de Química da ULBRA Canoas e pelos
monitores e bolsistas do LPEC (Laboratório de
Pesquisa em Ensino de Ciências) que realizam
atividades didático-pedagógicas visando desen-
volver estratégias de ensino que propiciem uma
melhor qualidade nas aulas de química.
A presente obra propõe o uso de jogos pedagógi-
cos no ensino de química como uma estratégia
facilitadora no processo ensino-aprendizagem dessa disciplina para o ensino
médio. Este trabalho tem o objetivo de propor sugestões aos professores de
química do ensino médio para que eles, através do uso de atividades lúdicas,
façam de suas aulas momentos de um ensino eficiente, criativo e prazeroso
para seus alunos. Além disso, os jogos propiciam aos professores a diversifi-
cação de suas aulas, tornando-as mais interessantes, criativas e desafiadoras.
Em relação aos princípios metodológicos que atualmente norteiam este
trabalho, as situações-problema têm especial relevância. Meirrieu (1991,
p.172) valoriza a pedagogia das situações-problema como uma prática que
instiga os alunos a buscarem respostas cuja construção resulta necessari-
amente numa nova aprendizagem. Diz ele, ainda,

[...] todo o esforço da pedagogia das situações-problema impõe que se


tenha a certeza da existência de um problema a ser resolvido e, ao mes-
mo tempo, da impossibilidade de resolver o problema sem aprender.

Através desta proposta de trabalho com jogos pedagógicos, fica mais fácil
para o professor trabalhar conceitos, princípios e, principalmente, as pos-
síveis relações que, por ventura, esses conceitos produzirão. Os exemplos
trazidos neste livro podem servir para o professor discutir, introduzir, re-
visar e realizar um feedback do conteúdo trabalhado no jogo, visando esti-
mular o desenvolvimento de habilidades científicas e cognitivas.

Durante a idade pré-escolar e os primeiros anos de escola, as crianças


desenvolvem um tipo de jogo, que havíamos chamado em outro lugar
de jogo de representação qual sendo simbólico é mais complexo que o
simples saber como é. (ORTEGA, 1988)

Desta maneira, proponho uma seqüência de etapas que o professor pode


seguir para visualizar a importância do trabalho com jogos pedagógicos
como uma estratégia para o desenvolvimento da química no ensino médio.

O USO DO JOGO
O jogo é uma atividade física ou mental organizada por um sistema de
regras. Nos jogos há atitudes prescritas, sujeitas a regras e geralmente
penalidades para a sua desobediência. A ação se procede de forma
evolutiva até culminar num clímax que geralmente consiste em uma vitó-
ria de habilidade, tempo ou força.
É uma atividade lúdica, natural do ser humano, pois joga-se pelo simples
prazer de realizá-la. Ao recorrer ao uso de jogos, o professor está criando
na sala de aula uma atmosfera de motivação que permite aos alunos par-
ticipar ativamente do processo ensino-aprendizagem, assimilando expe-
riências e informações e, sobretudo, incorporando atitudes e valores.
A atividade lúdica desenvolve as estruturas psicológicas globais, não só
as cognitivas, mas também as afetivas e emocionais; a escola deve ser um
lugar onde o aluno possa investigar e construir seu próprio pensamento e
dominar suas ações. É através da atividade lúdica que isso pode ser
vivenciado e que se produz o aprendizado espontâneo.
O jogo não deve ser considerado um evento ao acaso ou uma atividade
isolada, com um fim em si mesmo. Deve ser visto como uma das ativida-
des dentro de uma seqüência definida de aprendizagens e um meio a ser
usado para se alcançarem determinados objetivos educacionais.

O jogo como recurso


Corresponde a um impulso natural do aluno, seja ele criança ou adulto.
Nesse sentido, satisfaz uma necessidade interior, pois o ser humano apre-
senta uma tendência lúdica.

14
Absorve o jogador de forma intensa e total, criando um clima de entusias-
mo, pois, na situação de jogador, coexistem dois elementos: o prazer e o
esforço espontâneo. É esse aspecto de envolvimento emocional que torna
o jogo uma atividade com forte teor motivacional, capaz de gerar um esta-
do de vibração e euforia.
Mobiliza os esquemas mentais de forma a acionar e ativar as funções
psiconeurológicas e as operações mentais, estimulando o pensamento.
Integra as dimensões afetivas, motoras e cognitivas da personalidade.
Como atividade física e mental que mobiliza as funções e operações, o
jogo aciona as esferas motora e cognitiva e, à medida que gera
envolvimento emocional, apela para a esfera afetiva. O ser que brinca e
joga é também o ser que age, sente, pensa, aprende e se desenvolve. Por-
tanto, o jogo, assim como a atividade artística, é um elo integrador entre
os aspectos motores, cognitivos, afetivos e sociais.

Função do jogo
O jogo tem valor formativo porque supõe relação social e interação. Por
isso, a participação em jogos contribui para a formação de atitudes sociais
de respeito mútuo, solidariedade, cooperação, obediência às regras, sen-
so de responsabilidade, iniciativa pessoal e grupal. É jogando que se apren-
de o valor do grupo como força integradora, a colaboração consciente e
espontânea e o sentido da competição salutar.

A idéia de aplicar o jogo


A idéia de se aplicar o jogo à educação difundiu-se principalmente a par-
tir do movimento da Escola Nova e da adoção dos métodos ativos. Desde
antes do século XVIII, o jogo já era considerado um processo natural que
auxiliava no desenvolvimento da criança como instrumento formativo,
pois, além de exercitar a mente, os sentidos e as aptidões, os jogos tam-
bém preparavam para a vida em comum e para as relações sociais.

Sugestões para o uso dos jogos


Definir, de forma clara e precisa, os objetivos a serem atingidos com a
aprendizagem. Os jogos podem ser usados para se adquirem determina-
dos conhecimentos (conceitos, princípios e informações), para praticar
certas habilidades cognitivas e para aplicar algumas operações mentais
ao conteúdo fixado.

15
Determinar os conteúdos que serão abordados ou fixados através da apren-
dizagem pelo jogo.
Elaborar um jogo ou escolher, dentre a relação de jogos existentes, o mais
adequado para a consecução dos objetivos estabelecidos. O mesmo jogo
pode ser utilizado para alcançar objetivos diversos e para abordar ou fi-
xar os mais variados conteúdos.
Formular as regras de forma clara e precisa para que essas não dêem
margem a dúvidas, no caso da criação ou invenção de novos jogos.
Especificar os recursos ou materiais que serão usados durante a realiza-
ção de novos jogos.
Especificar os recursos ou materiais que serão usados durante a realiza-
ção dos jogos, preparando-os com antecedência ou verificando se estão
completos e em perfeito estado para serem utilizados.
Explicar aos alunos, oralmente ou por escrito, as regras do jogo, transmi-
tindo instruções claras e objetivas, de modo que todos entendam o que é
para ser feito ou como proceder.
Permitir que os participantes, após a execução do jogo, relatem o que fize-
ram, perceberam, descobriram ou aprenderam.

FUNÇÃO DO PROFESSOR
O professor tem papel importantíssimo antes, durante e depois dos jogos.
Ele deve cuidar para que esses ajudem os alunos, de acordo com a sua
faixa etária, a desenvolverem valores de coletividade e cidadania saudá-
veis. É ele quem deve estar atento para que as vitórias e derrotas nos
jogos não se transformem em situações traumáticas, mas, sim, em con-
quistas de conhecimento para todos.
Ao propor regras ao invés de impô-las, o professor possibilita aos alunos a
elaboração e a criação delas como uma atividade política que implica em
várias decisões, promovendo um desenvolvimento social e político ao se
ocupar com legislação. O jogo deve fazer parte integrante do programa
curricular, sendo um dos recursos didáticos pedagógicos do processo de
ensino e não simplesmente um recurso de última hora, pois através dos
jogos os alunos conseguirão assimilar diversas situações que, de outra for-
ma, pareceriam complexas.
Quando se introduzirem jogos em uma sala de aula, a turma a princípio
apresentará certa resistência e desconfiança, porém logo a animação e o
entusiasmo tomarão conta do grupo, e o jogo será um excelente método
de aprendizagem, não só de um conteúdo específico, mas também do
conteúdos de outras disciplinas, proporcionando, assim, interdiscipli-
naridade.

16
FUNÇÃO DO ALUNO
As atividades ludo-pedagógicas, em especial os jogos, possibilitam aos alu-
nos a execução de algumas ações específicas, tais como:
- leitura e compreensão das recomendações/procedimentos;
- execução do roteiro planejado, buscando a construção do conhecimen-
to previsto no jogo;
- discussão e (re)elaboração das regras, visando à ampliação do grau de
complexidade do jogo;
- desenvolvimento do trabalho em equipe, superando as questões indi-
viduais em favor do coletivo;
- compreensão do processo/resultado dos jogos o mais importante é
espirito competitivo;
- entendimento de que o jogo é mais uma estratégia para educação cientifica
e compreensão da importância do processo por parte do aluno.
- visualização, no jogo, de uma estratégia interativa e integradora para
o processo ensino e aprendizagem significativo.

UM BOM JOGO
Para ser útil no processo educacional, um jogo deve seguir alguns requisitos:
- propor alguma coisa interessante e desafiadora para os alunos resolve-
rem;
- permitir que os alunos possam se auto-avaliar quanto a seu desempe-
nho;
- permitir que os jogadores possam participar ativamente do começo ao
fim do jogo;

COMO FAZER UM JOGO


Para se fazer um jogo é necessário ter criatividade, disposição, e seguir
algumas sugestões:
- selecionar o conteúdo a ser explorado no jogo;
- selecionar materiais que possam ser utilizados na confecção do jogo;
- incentivar os alunos a produzirem o próprio jogo.
Além disso, o jogo deve ter título, conceito, princípio, habilidade, questão
para discussão, regras, questões para análise, indicação do material a ser

17
utilizado, sugestões para avaliação, indicação do conteúdo (modelo ela-
borado pelo autor).
Observação: as regras devem estar em uma folha à parte. Com essas su-
gestões temos o começo de um trabalho que, com certeza, trará grande
prazer aos alunos em aprender e ao professor em ensinar.

AVALIAÇÃO DO JOGO NO PROCESSO ENSINO


E APRENDIZAGEM

Critérios e indicadores
Constata-se a necessidade de uma ruptura no ensino tradicional-formal
em seus diferentes níveis, optando-se conscientemente por um ensino mais
dinâmico, humanista voltado para o desenvolvimento de habilidades, o
ensinar a pensar, o educar pela pesquisa e para práticas pedagógicas que
valorizem a ludicidade, no desafio de uma educação qualificada e científi-
ca, que contribua para diminuir a evasão, a repetência e melhore a auto-
estima dos universitários.
O processo avaliativo é um dos aspectos que devem ser considerados. Para
tanto e, em especial, em relação aos jogos, sugerimos que ocorra uma avali-
ação integral, usando-se critérios e indicadores, a seguir caracterizados.

Avaliação qualitativa
Caracteriza-se pela análise detalhada da produção durante um determi-
nado período. Inclui a produção do aluno, do professor, do técnico, do
supervisor e dos demais segmentos envolvidos. Leva-se em conta as mo-
dificações absorvidas pelo currículo formal, após o acréscimo das ativida-
des informais, extra-classe e não-formais.

Avaliação quantitativa
Caracteriza-se pela verificação daquilo que foi executado, com detalhamento
preciso das metas atingidas. Não existe preocupação maior com o critério
de qualidade, sendo apenas importante a indicação clara do quanto foi exe-
cutado e as razões da não execução de outras metas e ações.

18
Auto-avaliação
Esse critério é usado na busca do desenvolvimento das relações
interpessoais, da personalidade do indivíduo, da responsabilidade, sur-
gindo, então, a oportunidade de auto-educação, da auto-imagem e da auto
- realização, como características possíveis de serem construídas pelo ser
humano. O indivíduo, nesse processo, deve responsabilizar-se pelos obje-
tivos referentes à aprendizagem e pela construção de sua personalidade
com base na cidadania, na verdade e na democracia do processo.

Heteroavaliação
Essa forma de avaliação caracteriza-se pelo encontro de todos os segmen-
tos que participaram da avaliação nos três critérios anteriores. Organiza-se
em mesa redonda ou seminário com o objetivo de se discutirem todos os
dados coletados nos outros critérios, inclusive avaliando-se o desempenho
dos coordenadores e demais membros da equipe envolvida com o projeto.
Seu principal objetivo é a oportunidade da realização de uma retro-ação
(feed back, retroalimentação) do processo, visando às etapas seguintes.

REFERÊNCIAS
CUNHA, Márcia Borin da. Jogos Didáticos de Química. Santa Maria, 2000.
DUFLO, Colas. O Jogo – de Pascal a Schiller. Porto Alegre: Artes Médicas,
1999.
FRIEDMANN, Adriana. Brincar, crescer e aprender – o resgate do jogo
infantil. São Paulo: Moderna, 1998.
FRITZEN, Selvino José. Dinâmicas de recreação e jogos. Rio de Janeiro:
Vozes, 2001.
GRANDO, Regina C. O jogo e suas possibilidades metodológicas no
processo ensino aprendizagem. UNICAMP. Dissertação de Mestrado,
1995.
HAYDT, Regina Célia Cazaux. Curso de didática geral. São Paulo: Ática,
1997.
KISHIMOTO, Tizuko Marchida. Jogo, brinquedo, brincadeira e a edu-
cação. São Paulo: Cortez, 1997.
LEIF, Joseph. O jogo pelo jogo a atividade lúdica na educação de crian-
ças e adolescentes. Rio de Janeiro: Zahar, 1978.

19
LOPES, Maria da Glória. Jogos na educação criar, fazer e jogar. São Pau-
lo: Cortez, 1999.
MACEDO, Lino de. Aprender com jogos e situações-problema. Porto Ale-
gre: Artes Médicas Sul, 2000.
ORTEGA, Rosário. Jugar y aprender. Sevilha: Diada, 1997.
RALLO, Rose Mary Petry de. A magia dos jogos na alfabetização. Porto
Alegre: Kuarup, 1994.
ROBAINA, José Vicente Lima. Polígrafo sobre jogos pedagógicos no en-
sino de ciências. Canoas 2000.
SOSTISSO, Débora Francy. A importância do brincar na primeira in-
fância. Revista de educação de Novo Hamburgo. Maio, 1997.

20
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

Material
de
laboratório (ML)
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

21
MEMO-LAB (ML1)
Regras
Participam quatro alunos. Os cartões devem ser embaralhados e as gra-
vuras e textos devem ser virados para baixo, sobre uma superfície plana.
Por livre acordo, os participantes decidem quem começa, e esse desvira
dois cartões com o intuito de formar um par. Se ele conseguir montar um
par, joga novamente. Caso contrário, passa a vez para o próximo jogador.
Será o vencedor aquele que conseguir o maior número de pares de car-
tões. O jogo contém 21 figuras e seus respectivos nomes.
Obs.: Para poder jogar, deverá ter 2 peças de cada, totalizando 42 peças.
24
Peças

KITASSATO ESTANTE
DE
COM FUNIL
TUBO
DE BUCHNER DE ENSAIO

TUBO COPO
DE DE
ENSAIO BÉQUER

BALÃO
DE ERLENMAYER
FUNDO
CHATO

VIDRO
SUPORTE
DE
UNIVERSAL
RELÓGIO

TELA
DE PROVETA
AMIANTO

25
26
FUNIL
BURETA
COMUM

PINÇAS
FUNIL
DE
DE
MOHR E
SEPARAÇÃO
HOFFMANN

PIPETAS GRAL
VOLUMÉTRICAS COM
GRADUADAS PISTILO

CONDENSADORES
DESSECADOR

CÁPSULA
DE TRIPÉ
PORCELANA

CANDINHO
DE
PORCELANA
COM
TAMPA

27
MEMO-LAB (ML2)
Regras
Separar os alunos em grupos, embaralhar as cartelas, depois juntá-las com
as gravuras e nomes voltados para baixo, colocando-as sobre a mesa. Esco-
lher quem começa o jogo. O vencedor deve levantar as cartelas de modo que
a figura e o nome dela estejam corretos. Se o jogador errar a combinação
nome-figura, deve passar a vez para o seguinte. Vence o jogo quem conseguir
o maior número de pares. O jogo contém 34 figuras e seus respectivos nomes.
Obs.: Para poder jogar, deverá ter 2 peças de cada, totalizando 68 peças.

Peças

BALÃO
TELA DE
VOLUMÉTRICO
AMIANTO
GRADUADO

SUPORTE
TENAZ PARA
TUBOS
DE ENSAIO

BICO
DE CENTRIFUGADOR
BUNSEN

FUNIL
VIDRO DE
DE SEPARAÇÃO
RELÓGIO
30
CENTRÍFUGA
BURETAS
MANUAL

PIPETA
FILTRO
SIMPLES
DE
E PIPETA
PAPEL
GRADUADA

BALÃO
DE KITASSATO
FUNDO
CHATO

BALANÇA BALÃO
DE DOIS DE FUNDO
PRATOS REDONDO

GRAL COM
TERMÔMETRO
PISTILO

31
32
GARRAS LAMPARINA

PROVETAS BÉQUER

DESSECADOR CONDENSADORES

PINÇA
DE MOR ESTUFA

PESOS
CAPELA
PARA
BALANÇA

33
34
FUNIL
CÁLICE DE
BÜCHNER

FUNIL
ERLENMEYER
DE VIDRO

CANDINHO CÁPSULAS

35
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

Estrutura
atômica (EA)
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○
DOMINÓ ATÔMICO (EA1)
Regras
Formar dois grupos com dois ou quatro participantes. O jogo consiste em
juntar a pergunta com a sua resposta correspondente e vice-versa. As
perguntas e respostas devem ser completadas mesmo se houver a presen-
ça do coringa ou dobre. Resposta errada implica em ter tomada a peça de
volta e perde-se a vez. Ganha a partida o(s) integrante(s) que ficar (em)
com o menor número de peças. Número de participantes: dois a quatro. O
jogo contém 56 peças: oito peças com perguntas (cor azul), oito peças com
respostas (cor vermelha), quatro peças com perguntas repetidas (dobre),
quatro peças com respostas repetidas (dobre), quatro coringas.

Tabela do dominó

É COMPARADO
TEM CARGA
A UM “PUDIM
NEUTRA
DE PASSAS”

REFERE-SE AO REFERE-SE
NÚMERO DE MASSAS AO NÚMERO
A = Z+ n DE MASSAS A = Z+ n

TEM CARGA TEM CARGA


POSITIVA POSITIVA

REPRESENTA
TEM CARGA
O NÚMERO
NEGATIVA
DE NÊUTRONS
40
É COMPARADO
LOCALIZADOS
A UMA “BOLA
NA ELETROSFERA
DE BILHAR”

TEORIA DA DESCOBRIDOR
PARTÍCULA DO PRÓTON
INDIVISÍVEL (ÁTOMO)

TEM CARGA NEUTRA TEM CARGA NEUTRA

É COMPARADO
TEM CARGA POSITIVA
AO “SISTEMA SOLAR”

REFERE-SE
DESCOBRIDOR AO NÚMERO
DO NÊUTRON DE MASSA
A=A+n

REFERE-SE REFERE-SE
AO NÚMERO ATÔMICO AO NÚMERO
Z=p ATÔMICO Z = p

41
42
FEZ UM
DESCOBRIDOR
EXPERIMENTO
DO ELÉTRON
COM ÂMBAR E LÃ

LOCALIZADOS REFERE-SE
NO NÚCLEO AO NÚMERO
DO ÁTOMO ATÔMICO Z = p

CORINGA CORINGA

CORINGA CORINGA

A QUE É
COMPARADO QUAL É A CARGA
O MODELO DO NÊUTRON ?
DE RUTHERFOR ?

QUAL É A CARGA QUAL É A CARGA


DO PRÓTON ? DO PRÓTON ?

43
44
TALES
CHADWICK
DE MILETO

PRÓTONS
GOLDSTEIN E NÊUTRONS ESTÃO
LOCALIZADOS

DEMÓCRITO DEMÓCRITO

DEMÓCRITO THOMSON

A QUE
É COMPARADO QUAL É A CARGA
O MODELO DE DO ELÉTRON ?
THOMSON ?

A LETRA
OS ELÉTRONS ESTÃO “A” NA
LOCALIZADOS ... REPRESENTAÇÃO
A
E REFERE-SE ...

45
46
PRÓTONS E
PRÓTONS E NÊUTRONS
NÊUTRONS ESTÃO
ESTÃO LOCALIZADOS
LOCALIZADOS

OS ELÉTRONS ESTÃO OS ELÉTRONS ESTÃO


LOCALIZADOS ... LOCALIZADOS ...

A QUE É COMPARADO
QUAL É A CARGA
O MODELO
DO PRÓTON ?
DE DALTON?

A LETRA “N” NA
A LETRA “Z” NA
FÓRMULA
REPRESENTAÇÃO
N= A –Z REPRESENTA
REPRESENTA-SE ...
...

TEM CARGA
TEM CARGA POSITIVA
POSITIVA

REPRESENTA
TEM CARGA
O NÚMERO
NEGATIVA
DE NÊUTRONS

47
48
CORINGA CORINGA

CORINGA CORINGA

49
MEMÓRIA ATÔMICA (EA2)
Regras
Dividir a turma em pequenos grupos ou duplas. No primeiro momento,
colocar as peças voltadas para cima aleatoriamente. Logo após, virar as
peças e misturá-las. O primeiro jogador deve virar duas peças a fim de
encontra um par. Se conseguir, joga outra vez e, se não, retorna as peças
para o mesmo lugar e passa a vez para outro. Ganha o jogo aquele que
formar mais pares. Contém 36 peças.

Montagem do jogo

CONSTITUEM CAMADAS
ÁTOMOS
A MATÉRIA ELETRÔNICAS

ENCONTRADOS
K, L, M, N, O, P, Q NA ELÉTRONS
ELETROSFERA

NÃO POSSUEM
ENCONTRADOS PRÓTONS
CARGA
NO NÚCLEO E NÊUTRONS
ELÉTRICA

NÚMERO Z = NÚMERO
NÊUTRONS (n)
ATÔMICO DE PRÓTONS
52
A = PRÓTONS
NÚMERO
+ ISÓBAROS
DE MASSA
NÊUTRONS

Z– ZeA
DIFERENTES ISÓTONOS DIFERENTES
A – IGUAIS n – IGUAIS

Z – IGUAIS
ISÓTOPOS
ISÓTOPOS A–
DO CÁLCIO
DIFERENTES

40 42 44 37 40
Ca Ca Ca ÁTOMOS Cl Ca
20 20 20 17 20

56 56 ÁTOMOS
ÁTOMOS
Fe Mn CARREGADOS
ISÓBAROS
26 25 ELETRICAMENTE

ÁTOMO
ÍON COM CARGA CÁTION ( X+)
POSITIVA

53
54
ÁTOMO COM
ÍON CLORO CARGA ÂNION ( X-)
NEGATIVA

Cl- ÍON SÓDIO Na +

55
ATOMIX DOS ÍONS (EA3)
Regras
Colar a folha anexa com as peças do Atomix, em cartolina ou outro materi-
al. Separar várias peças em saquinhos ou conforme o número de grupos
possíveis na sala. Dividir os alunos em duplas ou grupos de no máximo
quatro alunos. Distribuir um saquinho por grupo. Cada grupo deve retirar
do saquinho duas peças. Observar e anotar as substâncias no quadro um.
Repetir o procedimento até retirar dez peças. Observar e anotar todas as
peças no quadro um. Separar as peças por semelhanças. Com as peças re-
tiradas do saquinho, tentar formar pares diferentes. Anotar no quadro dois.

Peças

+ + +
Li+
Na +
K +

Lítio Sódio Potássio

+ + +
Rb +
Cs +
Fr +

Rubídio Césio Frâncio

+ + +
NH4+ H3O+ H+
Amônio Hidrônio Hidrogênio

--
-- --
C3-2
CO3-2 C2O4-2
Carbeto
Carbonato Oxalato
(acetileno)
58
-- -- --
S-2 SO3-2 SO4-2
Sulfeto Sulfito Sulfato

-- -- --
S2O3-2 S2O3-2 CrO4-2
Tiossulfato Persulfato Cromato

++++ ++++ ++++


Pb+4 Sn+4 Mn+4
Chumbo IV Estanho IV Manganês IV
(plúmbico) (estânico) (mangânico)

++++ ++++ ++++


Sn+4
Mn+4 Pb+4
Estanho IV Manganês IV Chumbo IV
(estânico) (mangânico) (plúmbico)

++++ ++++ ++++


Mn+4 Pb +4
Sn+4

Manganês IV Chumbo IV Estanho IV


(mangânico) (plúmbico) (estânico)

+++
+++ +++
Cr+3
Al+3
Bi +3
Cromo III
Alumínio Bismuto
(crômico)

59
60
+++ +++
+++
Ni+3 Co+3
Mn+3
Níquel III Cobalto III
Manganês III
(niquélico) (cobáltico)

+++ +++ +++


Al+3 Al+3 Al+3
Alumínio Alumínio Alumínio

++ ++ ++
Mg+2 Ca+2 Sr+2
Magnésio Cálcio Estrôncio

++ ++ ++
Ba+2 Ra+2 Zn+2
Bário Rádio Zinco

++ ++
++
Cu +2
Hg +2
Cd+2
Cobre II Mercúrio II
Cádmio
(cuproso) (mercúrico)

++ ++
++
Fe+2 Ni+2
Cr+2
Ferro II Níquel II
Cromo (cromoso)
(ferroso) (niqueloso)

61
62
++ ++ ++
Co+2 Pb+2 Sn+2
Cobalto II Chumbo II Estanho II
(cobaltoso) (plumboso) (estanoso)

++
Mn+2
++ ++
Manganês II
(manganoso)

- - -
F- Cl- Br-
Fluoreto Cloreto Brometo

- - -
I- ClO- ClO2-
Iodeto Hipoclorito Clorito

- - -
ClO3- ClO4- BrO-
Clorato Perclorato Hipobromito

- - -
BrO3- IO- IO3-
Bromato Hipoiodito Iodato

63
64
- - -
IO4- CN- CNO-
Periodato Cianeto Cianato

- - -
CNS- H3C-COO -
MnO4-
Tiocianato Acetato Permanganato

--- --- ---


N-3 Fe(CN)6-3 PO4-3
Nitreto Ferricianeto Fosfato

--- --- ---


PO4-3 PO4-3 PO4-3
Fosfato Fosfato Fosfato

--- --- ---


PO4-3 PO4-3 PO4-3
Fosfato Fosfato Fosfato

--- ---- ----


Fe(CN)6-3 P2O7-4 PtCl6-4
Ferricianeto Pirofosfato Cloroplatinato

65
66
---- ---- ----
SiO4-4 SiO4-4 SiO4-4
Silicato Silicato Silicato

---- ---- ----


SiO4-4 SiO4-4 SiO4-4
Silicato Silicato Silicato

- - -
NO3- NO2- H2PO2-
Nitrato Nitrito Hipofosfito

- - -
PO3- H- OH-
Metafosfato Hidreto Hidróxido

- - -
OH- OH- OH-
Hidróxido Hidróxido Hidróxido

+ + +
Ag+ NH4+ H3O+
Prata Amônio Hidrônio

67
68
+ -- --
H+ CrO4-2 Cr2O7-2
Hidrogênio Cromato Dicromato

+ + +
Na+ K+ Rb+
Sódio Potássio Rubídio

+ + --
Cs+ Fr+ MnO4-2
Césio Frâncio Manganato

-- -- --
O-2 O-2 O2-2
Óxido Óxido Óxido

-- -- --
SiO3-2 SO4-2 SO4-2
Metassilicato Sulfato Sulfato

--
SO4-2
Sulfato

69
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

Tabela
periódica (TP)
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○
BINGO DOS ELEMENTOS QUÍMICOS (TP1)
Regras
Cada aluno recebe uma cartela do jogo juntamente com alguns grãos de
feijão ou outro material para marcar na cartela. O professor sorteia uma
peça do jogo que será marcada na cartela que tiver seu correspondente.
Vence o jogo quem conseguir preencher a cartela antes. O jogo contém 15
cartelas para jogar e mais uma utilizada como referência por aquele que
estiver sorteando as peças.
74
75
76
77
78
79
80
81
82
83
84
85
86
87
88
89
90
91
92
93
94
95
96
97
98
99
100
101
MEMO - PERIÓDICA (TP2)
Regras
Colocar todas as peças com as perguntas e repostas viradas para baixo
sobre a mesa. Sortear quem começa o jogo. O jogador sorteado vira duas
peças e, se as perguntas e as repostas estiverem corretas, ele continua.
Caso contrário, joga o próximo participante. Continuar o jogo até acabar
as peças que estão na mesa. O ganhador será o que acertar o maior núme-
ro de perguntas. O jogo contém 20 peças.

Peças

Metais
Gases
alcalinos- Calcogênios
nobres
terrosos

Metais Volume Ponto de


alcalinos atômico fusão
106
He, Ne, Ar, F, Cl, Br,
Raio atômico
Kr, Xe, Rn I, At

O, S, Se, Be, Mg, Ca, Li, Na, K,


Te, Po Sr, Ba, Ra Rb, Cs, Fr

Na vertical Na vertical
aumenta de cima aumenta de cima
Massa específica para baixo. Na para baixo. Na
(densidade) horizontal, do horizontal, da
centro para os direita para
extremos. a esquerda.

107
108
Na vertical
Na vertical aumenta de cima
Potencial para baixo, com
aumenta de cima
de ionização exceção das
para baixo. Na
Eletronegativi- famílias do lado
horizontal, dos esquerdo da TP.
dade
extremos para Na horizontal,
Eletroafinidade
o centro dos extremos
para o centro.

Na vertical
aumenta de baixo
para cima. Na
Halogênios
horizontal, da
esquerda para
a direita.

109
TABELA PERIÓDICA – PENSE, PROCURE
E RESPONDA (TP3)
Regras
Formar dois grupos e sortear o grupo que fará a primeira pergunta. O
grupo sorteado deverá pegar a caixa de perguntas e o outro, a caixa de
respostas. O grupo sorteado deve retirar uma ficha da caixa e fazer a per-
gunta ao outro grupo, porém sem mostrá-la. O grupo que tem a caixa de
respostas deve procurar a resposta e apresentá-la. Acertando a resposta,
o mesmo continua respondendo. Caso contrário, passa a vez para o outro,
trocando-se as caixas. Ganha o grupo que acertar mais perguntas. O jogo
contém 36 peças, sendo 18 perguntas e 18 respostas.

Montagem do jogo - Perguntas e respostas

01 Em que é usado 01 É usado na pasta


o flúor? de dentes.

02 Em que é usado 02 É usado no sal


o sódio? de cozinha.

03 Em que é usado 03 É usado no gás


o argônio? para lâmpadas.
112
04 Em que é usado 04 É usado como proteção
o cromo? de superfícies metálicas.

05 Algumas propriedades
físicas e químicas dos
05 Qual é a lei periódica
elementos variam
atual? periodicamente em função
de seus números atômicos.

06 Qual a relação entre 06 As propriedades


o diagrama de Linus Pauling dependem da distribuição
e a tabela periódica? eletrônica.

07 O que representa cada


07 Período, uma oscilação
linha horizontal da tabela
completa.
periódica?

08 O que representa cada 08 Família ou grupo,


coluna vertical na tabela elementos com
periódica? propriedades semelhantes.

113
114
09 Qual é o elemento que
ocupa o terceiro período e 09 Silício
família 14

10 Qual é o elemento que


ocupa o quarto período e 10 Cálcio
família 2?

11 Quais os elementos
e o número de elétrons na 11 Be, Mg, Ca. Sr,
camada de valência da Ba e Ra - 2 elétrons na
família dos metais alcalinos camada de valência.
terrosos?

12 Quais os elementos
e o número de elétrons na 12 Li, Na, K, Rb, Cs e Fr - 1
camada de valência elétron na camada
da família dos metais de valência.
alcalinos ?

13 Por que os gases nobres


13 Porque todas as suas
não possuem nenhuma
camadas estão completas.
eletronegatividade?

115
116
14 Ordene as
eletronegatividades dos
elementos Cl, Na, S, Cs e Fe 14 Cs, Na, Fe, S e Cl.
em ordem crescente de
eletronegatividade.

15 Considerando os átomos
dos elementos de número
atômico 16, 17, 19, 20,28 e
coloque-os em ordem 15 - 19, 20, 28, 16, 17.
crescente dos raios
atômicos.

16 É a medida da energia
16 O que é afinidade
liberada quando um átomo
eletrônica?
isolado recebe um elétron.

17 Quais as 4 categorias nas


quais estão divididos os 110 17 Metais, não-metais, gases
elementos químicos nobres e hidrogênio.
conhecidos?

18 O elemento, no estado
fundamental, possui
18 Metais alcalinos.
configuração eletrônica 1s2
2s1 pertence à família?

117
MEMÓRIA DOS COMPOSTOS QUÍMICOS (TP4)
Regras
O jogo é composto por 24 peças. Deve-se colocar todas as peças viradas
para cima para que os alunos visualizem todos os elementos. Embaralhar
as peças e virá-las para baixo. Um dos participantes deve iniciar o jogo vi-
rando uma das peças de sua preferência e em seguida outra qualquer, tam-
bém conforme sua vontade. À medida que os participantes forem jogando,
esses poderão visualizar as posições das peças. Ganhará o jogo aquele joga-
dor que possuir o maior número de pares (uma peça que tenha o nome do
metal alcalino ou alcalino terroso e outra com seu respectivo símbolo).

Peças

K Potássio Be Berílio

Sr Estrôncio Cs Césio

Ca Cálcio Na Sódio

Li Lítio Fr Frâncio
120
Ba Bário Rb Rubídio

Ra Rádio Mg Magnésio

121
DOMINÓ DOS ELEMENTOS QUÍMICOS (TP5)
Regras
O jogo é composto de 28 peças. As peças serão divididas entre quatro par-
ticipantes e aquele que tiver em seu poder a peça com o símbolo do ele-
mento chamado hidrogênio dará início ao jogo.
Vencerá o integrante que conseguir colocar todas as suas peças.

Montagem do jogo

Manganês &
Mn Vanádio V Níquel
Cromo Fe Ferro Ni
Cr Titânio Ti Cálcio
Enxofre Ar Argônio Ca
S Silício Si Magnésio
Oxigênio Ne Neônio Mg
O Carbono C Berílio
Hidrogênio He Hélio Be
H Lítio Li Boro
B Nitrogênio N Flúor
F Sódio Na Alumínio
Al Fósforo P Cloro
Cl Potássio K Escândio
Sc &
124
Peças

VANÁDIO Mn MANGANÊS NÍQUEL

V FERRO Ni CROMO

Fe TITÂNIO Cr CÁLCIO

Ti ARGÔNIO Ca ENXOFRE

Ar SILÍCIO S MAGNÉSIO

Si NEÔNIO Mg OXIGÊNIO

Ne CARBONO O BERÍLIO

C HÉLIO Be HIDROGÊNIO

He LÍTIO H BORO

125
126
Li NITROGÊNIO B FLÚOR

N SÓDIO F ALUMÍNIO

Na FÓSFORO Al CLORO

P POTÁSSIO Cl ESCÂNDIO

K Sc

127
BINGO PERIÓDICO (TP6)
Regras
Distribuir uma cartela para cada participante. As fichas a serem sorteadas
deverão ser colocadas em um saco não transparente. Sortear um participan-
te para fazer os sorteios. O aluno escolhido inicia o jogo retirando uma ficha
de cada vez e revelando-a aos demais, que marcarão em suas cartelas com os
feijões. O primeiro que conseguir preencher a cartela será o vencedor. O jogo
contém 23 cartelas e pode ser jogado individualmente ou em grande grupo.

Cartela de bingo

Fe Cs Na F Au

Bk He Ar Fr B

P Pb Md Am Rf

Ta Hf Ir Pr Ag

Nb V H Ag Sb

Tl Ge Se Am Te

Lr Ti Cu Li W

Gd Pu Th As Zr

Ru P Br Nb Ho
130
Ba B Mg Si Ne

Ni He Hg Bi Cm

Co Am Zn La Er

Au Pa No Pm Sc

F Fe Th At Ac

Pb C Cr Sb Cs

Ho W Rf Ra Y

In Tb Bi Hg Zn

Al Yb Rb Br Sc

K Bi Zn Ho Pd

Ne Sb W Li Sc

N Nb Ni Y In

131
132
Cu O Si Ge At

Te Dy I As Kr

Bi Re Au Es C

Cl Pu Li F Cf

Rh Ni Lu Xe Sb

As He Ga Si Np

Yb U Gd Co Cl

Db Nd O Pb Tm

Tc Ca H Ni Cf

Pd Lu Hg Ne Se

Mn Pt S Si Nd

O Br Es Mg P

133
134
Sb Ta Ni Bi P

Cl Po Ar Bk Tl

Ce O Ca Sm U

Au Ag As C S

Na Ac V Rb Sn

Fe Fr Al Br Pb

Mo Te Er Os Ce

Hg Kr Ag Y N

Cl Tc B Xe Eu

Sn Sr B At Zn

Ar Db I Dy Al

He La Ge Nd Fe

135
136
Si No Cd U C

Zr Pa Br Cu Ti

Pr Ar La Ra Re

Sm Mo Rn C Ru

K Cm Be Pt Fm

B Te F Tm He

Rh Os Eu Ga Sb

Pu He Ac Fm At

Np P In I Ce

At Ac F Ba Th

C Ge Pb Md Zn

Cu Be Si Er Bk

137
138
La Re Ar Sr Ge

O Cm Bi S Sm

Ru Cr Ag Md Mn

Sn Zr Hf Te Tb

N As K Mn V

Pb At Fr Dy Tm

As La P Mo Ir

Pm C Be Au I

Fe Sn Po Rn Pt

Zn Ta C Es Lu

Ge Na Ac Tl Ni

Hg Cd Xe Ir U

139
140
Fichas com os nomes dos elementos químicos

F râ n cio T u n g stê n io F lú o r E strô n cio

F ó sfo ro B e rq u é lio S a m á rio M a n ga n ê s

M a g n é sio C a lifó rn io P a lá d io L u té cio

D u b ín io C o b a lto E sta n h o B e rílio

Io d o Z in co E n x o fre N e o d ím io

B á rio A n tim ô n io V a n á d io C é sio

H ó lm io K rip tô n io A ctín io P ro ta ctín io

A m e rício S e lê n io R a d ô n io G a d o lín io

H é lio L ítio E in stê n io L a w rê n cio

B o ro B ism u to A lu m ín io O x ig ê n io

141
142
Boro Bismuto Alumínio Oxigênio

Tálio Nobélio Gálio Polônio

Urânio Rutênio Arsênio Germânio

Háfnio Rênio Cádmio Potássio

Escândio Mendelévio Sódio Térbio

Nitrogênio Férmio Disprósio Rádio

Rubídio Ósmio Érbio Tecnésio

Índio Promécio Cálcio Telúrio

Mercúrio Cromo Ouro Neptúnio

Zircônio Molibdênio Titânio Xenônio

143
144
Itérbio Plutônio Irídio Argônio

Cobre Carbono Platina Chumbo

Európio Cúrio Ruterfórdio Tório

Ferro Nióbio Cério Prata

Praceodímio Níquel Bromo Tálio

Ródio Hidrogênio Silício Lantânio

Cloro Neônio Tântalo Astato

Ítrio

145
MEMORIZAÇÃO DA TABELA PERIÓDICA (TP7)

Regras
Jogam até quatro participantes. Primeiramente, todos observam os pares
de fichas. Após as fichas são viradas e embaralhadas sobre uma mesa. O
jogador desvira duas peças com o intuito de formar um par e, caso consi-
ga, joga novamente. Caso contrário, deixa as fichas no lugar e passa a vez
para o próximo participante. O jogo tem 48 fichas com perguntas e res-
postas (24 de cada}.Quando terminarem todas as cartas será vencedor o
aluno que tiver o maior número de pares.

Peças de memorização

São maus
Utilizado
condutores Não-metais
em pastas dentais
elétricos

Conjunto de
átomos com o Elemento
F - Flúor
mesmo número químico
de prótons

Temperatura em
Massa que o líquido se
Na - Sódio
atômica 23 transforma
em vapor

Ponto Massa
N - Nitrogênio
de ebulição atômica 14
148
Utilizado em Massa atômica
Be - Berílio
Raios - X 35,45

São metais Li, Na, Rb,


Cl - Cloro
alcalinos Cs, Fr

Temperatura em
Massa
que o sólido Ponto de fusão
atômica 12
se torna líquido

Apresentam
brilho,
C - Carbono Metais
maleabilidade,
ductibilidade ...

Possuem 8 Elementos Capacidade dos


elétrons na
estáveis Regra átomos em atrair
última camada
eletrônica do Octeto elétrons

Massa
Eletronegatividade H - Hidrogênio
atômica 1

149
150
Utilizado Massa
Cl - Cloro
em desinfetantes atômica 16

Utilizado
O - Oxigênio na produção Ni - Níquel
de moedas

Soma de prótons
Número São gases
e nêutrons
de massa nobres
de um átomo

He, Ne, Ar, Presente no sal


Na - Sódio
Kr, Xe, Rn de cozinha

É o número Presente
Número atômico de prótons que no processo
um átomo possui. de combustão

Pertencem
C, Si, Ge,
O - Oxigênio à família
Sn, Pb
do Carbono

151
MONTANDO A TABELA PERIÓDICA (TP8)
Regras
De posse do esquema básico de uma tabela periódica (mapa), colocar os
elementos químicos em suas respectivas posições, usando como referência
a ordem crescente dos números atômicos. Após concluída essa parte, colo-
car as setas que acompanham o jogo em suas posições, definindo as famíli-
as e o sentido correto dos períodos. As setas e a legenda não têm um lugar
definido no mapa, deixando liberdade de escolhas ao aluno. Pode-se au-
mentar quantidade de informações da tabela e trabalhar outros conteúdos
como raio atômico, densidade, volume atômico, eletronegatividade, pontos
de fusão, estado físico dos elementos, elementos naturais e artificiais etc.
154
Montando a Tabela Periódica
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18

155
156
157
158
159
FAMÍLIAS PERIÓDICAS (TP9)
Regras
Cada participante receberá uma ficha contendo o símbolo de um elemen-
to químico. O participante deverá reconhecer a que família da tabela peri-
ódica pertence o elemento recebido e agrupar-se a outros participantes
cujos elementos recebidos também pertençam a mesma família que o seu.
Formadas as famílias, o professor distribuirá a cada uma delas, uma ficha
solicitando informações a respeito das mesmas. Esta ficha deverá ser pre-
enchida e, em seguida, entregue novamente ao professor. O jogo contém
43 peças de símbolos e quatro (4 ) fichas de informações.

Peças

S F Rb Ca Se

Si Ge Pb He H

Te Ba Li Be Na

Br Ga In Mg Al

K Rn Po As N
162
Cs Kr Bi Sr U

Xe Ne Ra Ar Sn

Sb B At O Fr

P Te Cl

163
164
165
BATALHA DOS ELEMENTOS QUÍMICOS (TP10)
Regras
O número de jogadores será dois. O objetivo é descobrir os cinco ele-
mentos químicos marcados pelo adversário. Cada jogador recebe uma
ficha com dois tabuleiros. O tabuleiro A para marcar os seus elementos;
o tabuleiro B para marcar as jogadas feitas; uma tabela periódica para a
consulta. Para iniciar, os alunos jogam par ou ímpar. Procedimento:
marcar no tabuleiro A cinco (5) elementos químicos nos seus respecti-
vos lugares. O primeiro jogador canta a localização de um elemento quí-
mico na tabela periódica (usando a família e o período do elemento) que
acha que o adversário marcou no seu tabuleiro. Se o adversário tiver
marcado aquele elemento, o jogador que acertou deve dar o nome do
elemento e uma propriedade periódica ou aperiódica dele. Se acertar o
elemento e a propriedade, tem o direito de jogar mais uma vez, se errar
passa a vez. Se o adversário não tiver marcado aquele elemento quími-
co, ele mesmo deve dizer que elemento ocupa a posição cantada e dar
uma propriedade periódica ou aperiódica do elemento. Se acertar é a
sua vez de jogar, se errar devolve a vez para o outro jogador. Será vence-
dor o jogador que descobrir primeiro os cinco (5) elementos químicos
escolhidos pelo adversário. Observação: os jogadores podem consultar a
tabela periódica, o caderno ou os livros.
168
Tabuleiro A

Tabuleiro B

169
170
Tabuleiro A

Tabuleiro B

171
172
Tabuleiro A

Tabuleiro B

173
174
Tabuleiro A

Tabuleiro B

175
176
177
Fonte: www.pensalab.com.br
MEMÓRIA DOS ELEMENTOS QUÍMICOS (TP11)
Regras
Para dar início ao jogo, as peças devem ser viradas com a face para baixo
e embaralhadas sobre a mesa. Começa-se o jogo com um dos integrantes
desvirando duas peças. Se o integrante desvirar duas peças em que coin-
cida o símbolo com o nome do elemento, ele fica com o par e terá direito a
jogar novamente. Caso contrário, vira novamente as peças e passa a vez
para o próximo jogador. Vencerá o jogo o integrante que obtiver o maior
número de pares. O jogo é composto por 30 peças.

Peças

Flúor Boro Oxigênio

Nitrogênio Astato Fósforo

Bromo Arsênio Silício

Selênio Carbono Iodo

Cloro Telúrio Enxofre


180
S I O

Br C Se

As Cl At

F B P

Te Si N

181
CAÇA-PALAVRAS DA TABELA PERIÓDICA (TP12)
Regras
O jogo poderá ser jogado individualmente. Cada aluno receberá uma fi-
cha contendo o texto com as palavras a serem procuradas e a grade em
que elas se encontram. O jogo contém uma cruzada para a localização das
palavras.

Gabarito
A tabela periódica é um dos recursos mais utilizados na química. Em
1969, surgiu uma tabela que atendia às necessidades dos químicos e que
se tornou a base da tabela atual. Ela foi proposta por Dimitri Ivanovitch
Mendeleyev. Na tabela atual, os elementos químicos estão dispostos em
ordem crescente de número atômico, originando na horizontal os perío-
dos e, na vertical, as famílias ou grupos. É constituída por 18 famílias e
cada uma delas agrupa elementos com propriedades químicas semelhan-
tes, devido ao fato de apresentarem a mesma configuração eletrônica na
camada de valência. Na tabela, existem também sete períodos ou séries,
sendo que um período corresponde à quantidade de níveis eletrônicos
que os elementos químicos apresentam.
184
Caça-palavras

Gabarito

185
PERCORRENDO A TABELA PERIÓDICA (TP13)
Regras
O jogo poderá ser jogado em duplas (duas ou três) ou individualmente (dois
ou mais jogadores). Durante o percurso, o aluno terá três tarefas diferentes,
ou seja, 13 diferentes desafios: os números, as cápsulas e a prisão. Nesse tra-
jeto, os números, as cápsulas e a prisão correspondem a questões numeradas
de um a 54, que devem ser escolhidas pelos jogadores e respondidas correta-
mente. Joga-se o dado e vê-se qual o número que cai e começa-se o jogo. Se o
dado cair nos números, o jogador deve escolher um número e responder a
pergunta. Caso não souber ou errar, fica uma rodada sem jogar Se acertar,
avança duas (2) casas. Se o dado cair nas cápsulas, o jogador também escolhe
um número e tenta responder a pergunta. Se errar, volta duas (2) casas e, se
acertar, avança três (3) casas. Se o dado cair na prisão, o jogador também
escolhe um número e tenta responder a pergunta. Se errar, não sai da prisão,
ou seja, só sai da prisão na rodada em que acertar uma pergunta. Neste caso,
não precisa jogar o dado, só escolhe um número e tenta responder a pergun-
ta. Vence a dupla ou jogador que chegar ao final primeiro.

Perguntas e respostas

Perguntas
1. Quantos períodos existem na tabela periódica:
Resposta: sete períodos.

2. Cite dois elementos pertencentes à família (grupo) do carbono.


Resposta: carbono, silício, germânio, estanho, chumbo.

3. Qual o símbolo químico do chumbo?


Resposta: Pb

4. Qual o nome usual da família (grupo) 6 A?


Resposta: calcogênios.

5. Cite 3 propriedades periódicas.


Resposta: densidade,volume atômico, raio atômico, ponto de fusão e ebulição,
eletronegatividade, potencial de ionização.
188
6. Cite 2 propriedades dos metais.
Resposta: bons condutores de calor, eletricidade.

7. Qual a propriedade fundamental dos átomos de uma mesma família (grupo).


Resposta: mesmo número de elétrons no último nível de energia.

8. Cite um elemento de transição interna.


Resposta: série dos lantanídeos (57 a 71) e actinídios (89 a 103).

9. Em qual período está localizado o Bário?


Resposta: no sexto período.

10. Qual a posição do ouro na tabela periódica?


Resposta: sexto período e família (grupo) 11

11. Qual a propriedade cuja definição é a força de atração exercida sobre os elétrons
de uma ligação.
Resposta: Eletronegatividade.

12. Qual o símbolo químico do enxofre?


Resposta: S

13. Qual a propriedade fundamental dos átomos de um mesmo período?


Resposta: todos os elementos do mesmo período têm o mesmo número de níveis
energéticos. Quando se passa de um período para outro, os elementos passam a ter
mais um nível de energia disponível (o elemento Lítio, Li, do segundo período, tem
menos um nível energético que o Sódio, Na, pertence ao terceiro período).

14. Cite um calcogênio.


Resposta: oxigênio, enxofre, selênio, telúrio ou polônio.

15. Cite um não-metal.


Resposta: boro, silício, germânio, arsênio, antimônio, telúrio e polônio.

16. Cite um não-metal.


Resposta: C, N, O, F, P, S, Cl, Se, Br, I, At.

17. Quantos elétrons na última camada tem o potássio?


Resposta: 1 elétron.

189
190
18. Cite um metal.
Resposta: Na, Mg, Ca, etc...

19. Cite o nome de um gás nobre.


Resposta: He, Ne, Ar, Kr, Xe, Rn.

20. Cite um elemento que apresente cinco (5) elétrons na última camada.
Resposta: N, P, As, Sb, Bi.

21. A qual grupo pertencem os elementos que apresentam seis (6) elétrons na última
camada?
Resposta: família (grupo) dos calcogênios, 6 A. (16)

22. Quantos elétrons na última camada tem o nitrogênio?


Resposta: 5 elétrons.

23. A qual grupo pertencem os elementos que apresentam quatro (4 ) elétrons na


última camada?
Resposta: família (grupo) do carbono, 4 A. (14)

24. Em que família (grupo) e período está localizado o elemento prata?


Resposta: 5º período, grupo 11.

25. Cite um elemento químico da família (grupo) 2 A?


Resposta: Be, Mg, Ca, Sr, Ba, Ra.

26. Qual o nome usual da família (grupo) 7 A (17)?


Resposta: família dos halogênios.

27. Qual o nome usual da família (grupo) 5 A (15)?


Resposta: família do nitrogênio.

28. A qual família (grupo) pertence o magnésio?


Resposta: Metais alcalino-terrosos, 2 A.

29. Qual o nome usual da família (grupo) 2 A?


Resposta: Metais alcalino-terrosos.

30. Em que família (grupo) está localizado o carbono?


Rersposta: Família do carbono, 4 A (14).

191
192
31. Em qual período da tabela periódica está localizado o sódio?
Rersposta: 3º período.

32. Qual é o metal alcalino do terceiro período?


Resposta: sódio.

33. Qual o metal alcalino-terroso que apresenta 4 níveis de energia?


Resposta: cálcio.

34. Qual o número de elétrons na última camada eletrônica dos metais alcalino-
terrosos?
Resposta: 2 elétrons.

35. Quais são os grupos da tabela periódica nos quais existem exclusivamente me-
tais?
Resposta: 1 a 12

36. Qual a propriedade cuja definição é energia liberada quando um átomo isolado,
no estado gasoso, captura um elétron?
Resposta: eletroafinidade.

37. Qual a posição do cobalto na tabela periódica?


Resposta: 4º período e grupo 9.

38. Cite um halogênio.


Resposta: Flúor, cloro, bromo, iodo ou astato.

39. Qual o período que está localizado o enxofre?


Resposta: 3º período.

40. Qual o símbolo químico do ouro?


Resposta: Au.

41. Qual a posição do cálcio na tabela periódica?


Resposta: família 2 A, 4º período.

42. Quantos elétrons na última camada tem o alumínio?


Resposta: 3 elétrons.

43. Cite 2 elementos pertencentes a família (grupo) do oxigênio.


Resposta: oxigênio, enxofre, selênio, telúrio ou polônio.

193
194
44. Qual a posição do cloro na tabela periódica?
Resposta: 3º período, família (grupo) dos halogênios.

45. Qual a propriedade cuja definição é energia necessária para remover um ou mais
elétrons de um átomo isolado, no mesmo estado gasoso?
Resposta: energia de ionização.

46. Em que período que está localizado o zinco?


Resposta: 4º período.

47. Qual a posição do mercúrio na tabela periódica?


Resposta: 6º período, grupo 12.

48. Quantos elétrons na última camada tem o magnésio?


Resposta: 2 elétrons.

49. Em qual período que está localizado o iodo?


Resposta: 5º período.

50. Cite um metal alcalino.


Resposta: Lítio, sódio, potássio, rubídio, césio ou frâncio.

51. Qual o símbolo químico do estanho?


Resposta: Sn.

52. Qual o símbolo químico do mercúrio?


Resposta: Hg.

53. Qual o símbolo químico do criptônio?


Resposta: Kr.

195
196
Peças

CITE 2 ELEMENTOS
QUANTOS PERÍODOS
PERTENCENTES À
EXISTEM NA TABELA
FAMÍLIA (GRUPO) DO
PERIÓDICA?
CARBONO.

QUAL A PROPRIEDADE
CUJA DEFINIÇAO É A
QUAL O SÍMBOLO
FORÇA DE ATRAÇÃO
QUÍMICO
EXERCIDA SOBRE OS
DO CHUMBO?
ELÉTRONS DE UMA
LIGAÇÃO.

QUAL O NOME
CITE TRÊS
USUAL
PROPRIEDADES
DA FAMÍLIA
PERIÓDICAS
(GRUPO) 6 A (16)?

QUAL A PROPRIEDADE
CITE DUAS
FUNDAMENTAL
PROPRIEDADES
DOS ÁTOMOS DE UMA
DOS METAIS?
MESMA FAMÍLIA?

CITE UM ELEMENTO EM QUAL PERÍODO ESTÁ


DE TRANSIÇÃO INTERNA. LOCALIZADO O BÁRIO?

197
198
QUANTOS ELÉTRONS
CITE UM NÃO-METAL NA ÚLTIMA CAMADA
TEM O POTÁSSIO (K)?

CITE O NOME
CITE UM METAL
DE UM GÁS NOBRE

QUANTOS ELÉTRONS NA CITE UM ELEMENTO QUE


ÚLTIMA CAMADA TEM O APRESENTE 5 ELÉTRONS
NITROGÊNIO? NA ÚLTIMA CAMADA?

A QUAL GRUPO PERTENCE


EM QUE FAMÍLIA (GRUPO)
OS ELEMENTOS
E PERÍODO ESTÁ
QUE APRESENTAM
LOCALIZADO O ELEMENTO
6 ELÉTRONS NA ÚLTIMA
PRATA
CAMADA?

CITE UM ELEMENTO QUAL A POSIÇÃO


QUÍMICO DA FAMÍLIA DO OURO NA TABELA
(GRUPO) 2 A. PERIÓDICA?

199
200
QUAL A PROPRIEDADE
CUJA DEFINIÇAO É A
FORÇA DE ATRAÇÃO QUAL O SÍMBOLO
EXERCIDA SOBRE OS QUÍMICO DO ENXOFRE?
ELÉTRONS DE UMA
LIGAÇÃO.

QUAL A PROPRIEDADE
FUNDAMENTAL
CITE UM CALCOGÊNIO
DOS ÁTOMOS
DE UM MESMO PERÍODO?

QUAL O NOME USUAL DA


CITE UM NÃO-METAL
FAMÍLIA (GRUPO) 7A (17)?
(ANTIGOS SEMI-METAIS)

A QUAL FAMÍLIA
QUAL O NOME USUAL DA
(GRUPO) PERTENCE O
FAMÍLIA (GRUPO) 5 A (15)?
MAGNÉSIO?

EM QUAL FAMÍLIA
QUAL O NOME USUAL DA
(GRUPO) ESTÁ
FAMÍLIA (GRUPO) 2 A?
LOCALIZADO O CARBONO?

201
202
EM QUAL PERÍODO DA
O METAL ALCALINO DO 3°
TABELA ESTÁ
PERÍODO É O:
LOCALIZADO O SÓDIO?

O N° DE ELÉTRONS, NA
O METAL ALCALINO-
ÚLTIMA CAMADA
TERROSO QUE
ELETRÔNICA, DOS
APRESENTA 4 NÍVEIS DE
METAIS ALCALINO-
ENERGIA É O:
TERROSOS É:

OS GRUPOS DA TABELA
PERIÓDICA NOS QUAIS QUAL A POSIÇÃO DO
EXISTAM COBALTO NA TABELA
EXCLUSIVAMENTE PERÍODICA?
METAIS SÃO?

QUAL A PROPRIEDADE
CUJA DEFINIÇÃO É
ENERGIA LIBERADA CITE UM HALOGÊNIO.
QUANDO UM ÁTOMO
ISOLADO, NO ESTADO
GASOSO, CAPTURA UM
ELÉTRON?

EM QUAL PERÍODO ESTÁ


QUAL O SÍMBOLO
LOCALIZADO O
QUÍMICO DO OURO?
ENXOFRE?

203
204
QUAL A POSIÇÃO QUANTOS ELÉTRONS TEM
DO CÁLCIO NA TABELA O ALUMÍNIO (Al) NA
PERIÓDICA? ÚLTIMA CAMADA?

CITE DOIS ELEMENTOS


QUAL A POSIÇÃO
PERTENCENTES
DO CLORO NA TABELA
À FAMÍLIA (GRUPO)
PERIÓDICA?
DO OXIGÊNIO.

QUAL A PROPRIEDADE
CUJA DEFINIÇÃO É A
ENERGIA NECESSÁRIA QUANTOS ELÉTRONS TEM
PARA REMOVER UM OU O ALUMÍNIO (Al) NA
MAIS ELÉTRONS DE UM ÚLTIMA CAMADA?
ÁTOMO ISOLADO NO
ESTADO GASOSO?

CITE DOIS ELEMENTOS


QUAL A POSIÇÃO
PERTENCENTES
DO CLORO NA TABELA
À FAMÍLIA (GRUPO)
PERIÓDICA?
DO OXIGÊNIO.

QUAL A PROPRIEDADE
CUJA DEFINIÇÃO É A
ENERGIA NECESSÁRIA EM QUE PERÍODO ESTÁ
PARA REMOVER UM OU LOCALIZADO O ZINCO?
MAIS ELÉTRONS DE UM
ÁTOMO ISOLADO
NO ESTADO GASOSO?

205
206
QUAL A POSIÇÃO QUANTOS ELÉTRONS
DO MERCÚRIO TEM O MAGNÉSIO
NA TABELA PERÍODICA? NA ÚLTIMA CAMADA?

EM QUAL PERÍODO ESTÁ QUAL O SÍMBOLO


LOCALIZADO O IODO? QUÍMICO DO ESTANHO?

CITE UM METAL QUAL O SÍMBOLO


ALCALINO. QUÍMICO DO MERCÚRIO?

A QUAL GRUPO
PERTENCEM OS
QUAL O SÍMBOLO ELEMENTOS QUE
QUÍMICO DO CRIPTÔNIO? APRESENTAM QUATRO
ELÉTRONS NA ÚLTIMA
CAMADA?

207
208
209
BINGO DA TABELA PERIÓDICA (TP14)
Regras
Este jogo contém 15 cartelas, com sete (7) elementos para serem marca-
dos, 125 peças de marcação e várias fichas com dados extraídos da tabela
dos elementos periódicos. Um aluno é escolhido para sortear as fichas.
Cada ficha contém uma informação referente à tabela periódica dos ele-
mentos químicos. Nas tabelas são marcadas as informações fornecidas
pelas fichas. Ganha quem conseguir marcar os sete elementos antes.

Questões a serem sorteadas

02- É um gás incolor, inodoro, de fraca


densidade, insolúvel na água, combus-
01- Das constantes físicas usadas na
tível e incomburente, que misturado
química tem o valor de 1,6725x10-24g.
no ar forma uma mistura detonante,
R. Massa do próton cujo número atômico é 1.
R. Hidrogênio.

04- O mesmo que azoto, elemento não


03- Metal de cor cinzenta, duro e pou- metálico, gasoso, inodoro, insolúvel e
co sensível à corrosão, em cujo uso há que constitui 78% da atmosfera terres-
uma multiplicidade, principalmente tre. É constituinte de compostos bio-
em siderurgia. Número atômico 28. logicamente importantes e faz parte
de todas as células vivas.
R. Níquel.
R. Nitrogênio.

05- Metal de cor avermelhada, dúctil


e maleável, que cristaliza no sistema
isométrico. De símbolo Cu e número 06- Sal do ácido nítrico usado como
atômico 29, encontra-se associado na anti-séptico.
natureza à cuprita, à malaprita e à
R. Nitrato de prata
azurita.
R. Cobre.
212
07- Elemento químico de número atô-
08- Elemento químico da série dos
mico 53. Símbolo I e massa atômica
lantanídeos, que tem seu nome em ho-
126,9. Não se encontra em estado livre
menagem ao deus grego da água.
na natureza.
R. Neptúnio
R. Iodo.

10- Líquido incolor, muito volátil e in-


09- Designação do óxido de alumínio flamável, mistura-se facilmente com
(Al2O3). água, usado como solvente de esmalte
e na fabricação de pólvoras.
R. Alumina.
R. Acetona.

12- Pertence ao grupo 13 do quadro


11- Mineral composto exclusivamen-
periódico e é considerado elemento de
te de carbono e que cristaliza no sis-
terras raras. Seu número atômico é 39
tema cúbico.
e seu símbolo é Y.
R. Diamante.
R. Ítrio.

14- Elemento químico de número atô-


13- Elemento químico de número atô- mico 39, símbolo Y, massa atômica 88,9,
mico 63 e símbolo Eu. É o sexto ele- pertencente ao subgrupo 13 do quadro
mento da família dos lantanídeos. periódico. Pertence às terras raras.
R. Európio. R. Ítrio.

15- Elemento químico (Ir) de número 16- Encontra-se também nos seres vi-
atômico 77 e massa atômica 192.2. É o vos e nas plantas marítimas. No esta-
metal mais denso que se conhece e do simples é um sólido de cor negra-
apresenta maior resistência à corrosão. azulada e brilho metálico.
R. Irídio. R. Iodo.

213
214
17- Elemento químico de símbolo S, 18- Elemento químico que, na nature-
sólido, de coloração amarelada que, à za, aparece sob a forma de sais. Em es-
temperatura ambiente, apresenta-se tado livre é um gás com odor acre, que
sob duas formas: cristalina e amorfa. pertence à família dos halogênios.
Seu nome vem do latim, sulfur. Símbolo químico Cl, número atômico
17.
R. Enxofre.
R. Cloro.

19- Corpo simples, não metálico, de sím-


bolo C e que se encontra na natureza. É
20- Constante da física, cujo valor é
insolúvel em todos os líquidos e subli-
6,02x1023 partículas (N).
ma a altas temperaturas. Está presen-
te em todos os compostos orgânicos. R. Número de avogadro.
R. Carbono.

22- Metal ferromagnético de símbolo


21- Substância branca, cristalina, li-
Co com propriedades físicas e eletro-
geiramente solúvel em água, mas mui-
químicas semelhantes às do ferro e do
to mais solúvel em água fervente. É
níquel. Elemento de transição perten-
produzida tratando-se o bórax com
cente ao grupo 9 da tabela periódica,
ácido sulfúrico ou clorídrico.
número atômico 27.
R. Ácido bórico.
R. Cobalto.

24- Elemento não metálico, da família


dos halogênios (Br) com propriedades
23- Conjunto de dados construídos a químicas semelhantes às do iodo. Per-
partir do elemento padrão carbono 12. tence ao grupo 17 da tabela periódica.
Encontra-se em estado livre na natu-
R. Tabela periódica.
reza somente na forma combinada.
R. Bromo.

26- Fenômeno da produção de íons.


25- É uma partícula fundamental e Partículas carregadas eletricamente
constituinte do átomo de carga elétri- positivas ou negativas que resultam
ca negativa. da perda ou captação de cargas elétri-
cas por átomos ou grupos de átomos.
R. Elétron.
R. Ionização.

215
216
27- É um átomo cuja camada periféri- 28- Elemento químico (Pb), mole, cin-
ca perdeu um ou mais elétrons, poden- zento devido à oxidação pelo ar e mui-
do ser positivo ou negativo. to brilhante.
R. Íon. R. Chumbo.

29- Fórmula química CH3CH2-OH, é 30- Elemento gasoso de cor amarela-


um líquido incolor, obtido pela fer- clara, com número atômico 9, não se
mentação do açúcar sob ação de leve- encontra em estado livre, reage com
duras e é o elemento essencial nas be- quase todas as substâncias orgânicas
bidas alcólicas. e inorgânicas.
R. Álcool etílico. R. Flúor.

31- Formado por uma mistura de ál-


32- Hidrocarboneto resultante da des-
cool etílico mais 5% de álcool metílico.
tilação seca da borracha. Foi isolado
É imprópria para se beber, tornando-
por Sir William Tildem em 1860.
se útil para fins domésticos e indus-
triais. R. Isopropeno.
R. Álcool desnaturado.

33- Metal alcalino branco, prateado e


raro (Ce), descoberto, em 1860, por 34- É o hidrocarboneto mais simples
Bunsem. Inflama-se espontaneamen- que pertence à série dos alcanos.
te no ar.
R. Metano.
R. Cério.

35- É um elemento raro encontrado em


quantidades mínimas nos minérios de 36- Metal que se encontra nos minerais
ferro, chumbo, estanho e, em especial, de platina. É um sólido com coloração
no bronze. Pertence ao subgrupo 13 do azul, muito bonito. Após a fusão torna-
quadro periódico. É um metal de bri- se muito duro, seu número atômico é
lho prateado, mais que o chumbo, 76.
maleável, cujo número atômico é 49.
R. Ósmio.
R. Índio.

217
218
37- Conhecido como metanol e de fór-
38- Apresenta-se no estado líquido, é
mula química CH3OH. É altamente
um peróxido, inodoro, incolor e de sa-
venenoso e encontra-se nas bebidas
bor metálico. É usado no branquea-
mal destiladas. É usado na fabricação
mento do linho e também como anti-
de tintas, vernizes e desnaturação do
séptico.
álcool etílico.
R. Água oxigenada.
R. Álcool metílico.

39- Elemento químico de número atô-


40- Elemento gasoso que constitui 1/5
mico 15, descoberto em 1669, não exis-
do volume do ar, é indispensável a qua-
te em estado livre na natureza, somen-
se todas as formas de vida. É incolor,
te na forma combinada. É utilizado na
inodoro, comburente, combustível e li-
fabricação de aços especiais, pesticidas,
geiramente solúvel em água.
bombas incendiárias e adubos.
R. Oxigênio.
R. Fósforo.

41- Elemento quimicamente inerte


que faz parte da família dos gases ra-
42- É a menor parte de uma substân-
ros. Quando atravessado por uma
cia que pode ser isolada sem altera-
corrente elétrica, produz uma luz
ções de suas propriedades físicas e
vermelha. É muito utilizado na publi-
químicas.
cidade luminosa.
R. Molécula.
R. Neônio.

44- Elemento químico de número atô-


mico 72 e símbolo Hf. É pouco abun-
43- É um semimetal de número atômi- dante na natureza, mas aparece asso-
co 14. ciado ao zircônio nos seus minérios. É
usado na fabricação de barras de con-
R. Silício.
creto para reatores nucleares.
R. Háfnio.

219
220
Cartelas

221
222
223
224
225
226
227
228
229
CRUZADAS DA TABELA PERIÓDICA (TP15)
Regras
O jogo pode ser realizado individualmente ou em grupo. O aluno recebe o
esquema no qual está o espaço destinado aos nomes dos elementos e uma
folha na qual estão descritas as dicas para a localização do elemento na
tabela periódica. Constam na lista todos os elementos dos grupos 1 a 17,
um elemento da série dos lantanídeos e outro da série dos actinídeos. Cada
dica traz um número e uma letra referentes à localização onde o nome do
elemento deve ser escrito no esquema. A localização indica onde deve ser
colocada a letra inicial do nome. Existem alguns nomes que devem ser
escritos de forma invertida.
232
Horizontais
1R Elemento presente em utensílios de cozinha, portas e janelas. Símbolo Al.
3G Elemento cujo símbolo é Ta.
3A H Elemento cujo símbolo é Xe.
5A B Elemento que faz parte da composição do aço inox e de pigmentos. Número atômico
24 (nome está invertido).
6T Elemento usado na confecção de moedas e baterias, cujo símbolo é Ni.
7F Elemento considerado como o combustível do futuro, aparece em destaque na tabela
periódica. Massa 1.008.
7M Elemento radioativo usado em camisas para lampião a gás cujo número atômico é 90.
8O Elemento que tem propriedade anticárie e está presente nas pastas de dentes.
8AD Usado como revestimento interno de submarinos, número atômico 40 (nome está
invertido).
11L Elemento da lâmpada diodo, é adicionado ao sal de cozinha para evitar o
hipotireoidismo.
7P Elemento presente na água boricada, nome com 4 letras, número atômico 5.
11X Elemento usado em fios elétricos e ligas como latão e bronze, massa atômica 63,54.
13S Elemento que está presente no sal de cozinha e em alvejantes, massa atômica 35,45.
14M Elemento usado em ligas leves (como rodas esportivas para automóveis) e fogos de
artifício, presente ao grupo 4.
14 A K Elemento presente na composição de ligas metálicas, sinos e na solda, número
atômico 50.
15 A G Elemento usado na confecção de agulhas para bússolas e toca discos, número atômico
76.
16 A C Elemento usado em células fotoelétricas e remédios para o tratamento de sífiles e
epilepsia, número atômico 37.
16 A J Elemento cujo símbolo é Sb (nome está invertido).
18AA Elemento presente na natureza e em cristais de rocha e na areia, símbolo Si.
19AP Elemento usado em termômetros e no garimpo do ouro, muito tóxico, símbolo Hg.
20 O Usado no tratamento de câncer, pertence ao grupo 9.
20S Está presente nos ossos, no mármore e no giz, massa atômica 40,08.
21V Muito usado em joalheria, faz parte da composição do ouro branco, pertence ao grupo
10.
23AI Elemento radioativo que, por desintegração, produz Frâncio e Hélio.
23AM Usado em canos de armas, símbolo Mo (nome está invertido).
24K Usado em luminosos, número atômico 10.
24AF Usado no eixo de automóveis e ferramentas, pertence ao grupo 5 (nome está
invertido).
26G Elemento usado na vulcanização da borracha, símbolo S
26U Usado em ligas resistentes ao calor e a corrosão, número atômico 41.
27D Elemento usado em ligas termoresistentes, símbolo Re.
28AD Símbolo Rh.
29R Ficou muito conhecido após o acidente radioativo ocorrido em Goiânia, usado no
combate ao câncer e na refrigeração de reatores nucleares.
35H Elemento que inicia a série dos lantanídeos, número atômico 57 (nome está
invertido).
35Z Usado em aviões supersônicos e fixação de fraturas ósseas substituindo a platina,
pertence ao grupo 4 (nome está invertido).

233
234
Verticais
1P Elemento usado em espelhos, garrafas térmicas e filmes fotográficos, o nome de seu símbolo
vem do latim, Argentum, pertence ao grupo 11.
3G Elemento presente em venenos para ratos e fungicidas, símbolo Tl.
3Q Elemento que compõem o filamento das lâmpadas, número atômico 74.
4AA Elemento usado no contador Geiger (medidor de radioatividade), símbolo Ar.
5R Elemento usado em fotocélulas, número atômico 49.
6AC Elemento usado na produção de raio ultravioleta, descoberto em 1898, é um dos gases nobres.
7F Usado em submarino atômico, símbolo Hf.
7R Elemento usado na confecção de agulhas de injeção, massa atômica 192,2.
8L Elemento usado em adubos, fertilizantes e caixas de fósforos.
9S O metal das alianças de casamento e jóias em geral, seu nome tem 4 letras.
10C Elemento obtido a partir da hematita, usado em pregos, está presente na hemoglobina,
pertence ao grupo 8.
11H Elemento usado em baterias, símbolo Cd.
11AG Elemento radioativo artificial, usado em sismógrafos, é um dos gases nobres.
13C Elemento usado em shampoo anticaspa, número atômico 34.
13S Elemento cujo nome do símbolo vem do latim Plumbum, usado em baterias e ligas metálicas,
número atômico 82.
14J Elemento pertencente ao grupo 17, foi descoberto em 1826.
15M Elemento presente no veneno, cujo antídoto é o hidróxido férrico.
17F Elemento que está presente no ar atmosférico em maior concentração, massa atômica 14,01.
17AD Elemento usado na confecção de pontas de canetas, número atômico 44.
17AG Usado em trilhos de trem, pertence ao grupo 7, massa atômica 54,99.
18L Elemento usado em pedras de isqueiro, cujo símbolo é Ce.
19AC Elemento usado em memória de computadores e lentes fotográficas; massa atômica 88,91.
19AM Massa atômica 208,9 ; descoberto em 1450.
20L Elemento de número atômico 30 e símbolo Zn.
21V Elemento descoberto em 1807, usado na preparação de adubos e fertilizantes, o nome de seu
símbolo vem do latim, Kalim. (o nome do elemento está invertido).
21Z Elemento utilizado em medicamentos antidepressivos, cerâmica e vidros, pertence ao grupo 1.
21AE Está presente em nosso esqueleto e em um eletrodoméstico no qual ouvimos música; pertence
ao grupo 2 e é radiativo.
22 O Sua matéria-prima é o berilo, seu símbolo é Be.
23AF Elemento radioativo obtido através do bombardeamento de átomos de bismuto.
24 A Elemento cujo símbolo é Ge.
24U Elemento descoberto em 1808, usado em velas de ignição e raticidas; pertence ao grupo 2.
26G Usado na extração do açúcar do melaço e em bóias de sinalização; seu símbolo é Sr.
27R Elemento encontrado no sal de cozinha, massa atômica 22,99.
28 A Elemento que está presente no ar atmosférico e é indispensável a nossa respiração.
29R Elemento presente na natureza sob a forma de grafite e diamante; pertence ao grupo 14.
29 AH Elemento descoberto em 1898, é radiativo; massa atômica 210.
30S Gás usado em balões de festas e dirigíveis, massa atômica 4,003.
31F Elemento que possui a menor eletronegatividade, é obtido pela desintegração do actínio; é
radioativo.
31AJ Elemento radioativo, artificial, descoberto em 1937, número atômico 43 (o nome do elemento
está invertido).
32U Elemento cujo símbolo é Sc.
35Z Símbolo Te.
35G Elemento encontrado livre na natureza, descoberto em 1750; número atômico 78.

235
236
Cruzadas - tabela periódica
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35
A
B
C
D
E
F
G
H
I
J
K
L
M
N
O
P
Q
R
S
T
U
V
X
Z
AA
AB
AC
AD
AE
AF
AG
AH
AI
AJ
AK
AL
AM
AN
AO
AP
AQ
AR
AS

237
238
Gabariro
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35
A G A L I O
B E I
C F S R N
D E E M R Ê N I O
E R L Â G
F H I D R O G Ê N I O N N I F
G T A N T Á L I O N I I E N X O F R E P
H Á F C I T O S O I N A T N A L
I L N Á O R T N A
J I I D B O R C T
K O O M R G N E Ô N I O I I
L F I O D O Ê C Z N O N
M T Ó R I O M A G N É S I O C A
N S O R I S N I
O F L Ú O R S O I C O B A L T O O
P P B O R O Ê O O I E I
Q R T R N S R L
R A L U M I N I O I S I S C É S I O
S T N N R O C L O R O C Á L C I O Ó A H
T A G D N Í Q U E L H T I D R
U S I D R U O O B N I O B I O E
V T O I O M O P A L Á D I O O S
X Ê O C O B R E I R N C
Z N O N L I O I N Â T I T
AA I A E S I L I C I O N E
AB O M O R C T T D L
AC G C R U B I D I O O I U
AD O I N Ô C R I Z R T O R O D I O R
AE N I R R C I
AF I P O I D Á N A V E O
AG O T R O S M I O D S N
AH X E N Ô N I O A A I T P C
AI N D N O A C T I N I O E
AJ I O I N O M I T N A G T L T
AK O N E S T A N H O O Ô
AL I N N
AM O O I N E D B I L O M I
AN S I O
AO S
AP M E R C Ú R I O
AQ U
AR T
AS O

239
240
241
Fonte: www.pensalab.com.br
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

Ligações
químicas (LQ)
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○
DOMINÓ DOS ÍONS (LQ1)
Regras
Formar grupos com os alunos, misturar e distribuir os dominós igualmente
entre os participantes de cada grupo. Ao iniciar, colocar uma peça com o
nome de dois íons sobre a mesa. O participante seguinte deve colocar uma
peça que combine com um dos íons que estiverem sobre a mesa. Quando
algum participante não tiver a peça para combinar, deve passar a vez. Ven-
ce quem conseguir descartar, primeiro, os dominós que tiver na mão.

Peças: Dominó dos íons

Ca+2 Ca+2 Ca+2

H+ Ca+2 H+ Cl-

Al+3 Ca+2 Ca+2 Ca+2

O-2 Al+3 Fe+2 Fe+3

Ca+2 Fe+2 Fe+3 Fe+2

O-2 H+ H+ O-2
246
Fe+3 O-2 Al+3 Fe+2

Al+3 O-2 Al+3 Fe+2

Fe+3 Fe+2 H+ Cl-

Fe+3 Al+3 H+ Cl-

Al+3 Al+3 Al+3 Cl-

H+ H+ Cl- H+

Cl-

O-2

247
DOMINÓ DAS FÓRMULAS IÔNICAS (LQ2)
Regras
O jogo tem o objetivo de construir a fórmula iônica, observando as cargas
(valências). Ao escrever uma fórmula iônica deve-se identificar duas par-
tes: a eletropositiva, que são os cátions. Ex. Na+, Mg2+, Ca2+ e a eletronegativa,
que são os ânions. Ex. Cl-, OH-, SO42-. Espalhar as peças numa mesa. Distri-
buir as peças entre os alunos. Sortear o primeiro a iniciar. A partir da pri-
meira peça, observar os cátions e ânions e relacionar com o produto forma-
do e vice-versa. Observar a nomenclatura. O jogo contém 35 peças.

Peças: Montagem do jogo

AuCl Cloreto auroso H2SO4 Ácido sulfúrico

H+ + SO42- CuCl2 Cloreto cúprico

Cu2+ + Cl- CaSO4 Sulfato de cálcio

Ca2+ + SO42- FeS Sulfeto ferroso

Fe2+ + S2-v Fe2+ + S2-

FeS Sulfeto ferroso HI Ácido iodídrico

H+ + I- AuCl3 Cloreto áurico

Au3+ + Cl- FeSO4 Sulfato ferroso


250
Fe2+ + SO42- Fe2+ + SO42-

FeSO4 Sulfato ferroso Na+ + CO32-

Na2CO3 Carbonato de sódio H+ + Cl-

HCl Ácido clorídrico HCl Ácido clorídrico

H+ + Cl- Fe2S3 Sulfeto férrico

Fe3+ + S2- AuCl3 Cloreto áurico

Au3+ + Cl- Au3+ + Cl-

AuCl3 Cloreto áurico Ag+ + SO42-

Ag2SO4 Sulfato de prata Ca2+ + SO42-

CaSO4 Sulfato de cálcio Zn2+ + OH-

Zn2+ + OH- AuCl Cloreto auroso

Au+ + Cl- H2SO4 Ácido sulfúrico

251
252
H+ + SO42- Au+ + Cl-

AuCl Cloreto auroso Na+ + NO3-

NaNO3 Nitrato de sódio Mg2+ + PO43-

Mg3(PO)2 Fosfato de magnésio Zn2+ + OH-

Zn(OH)2 Hidróxido de zinco NH4+ + OH-

NH4OH Hidróxido de amônio K+ + OH-

KOH Hidróxido de potássio Ag+ + SO42-

Ag2SO4 Sulfato de prata Fe2(SO4)3 Sulfato férrico

Fe3+ + SO42- CuCl Cloreto cuproso

Cu+ + Cl- Mg3(PO4)2 Fosfato de magnésio

Mg2+ + PO43- Zn(OH)2 Hidróxido de zinco

K+ + OH- Fe3+ + SO42-

253
254
Fe2(SO4)3 Sulfato férrico Cu+ + Cl-

CuCl Cloreto cuproso H2SO4 Ácido sulfúrico

H+ + SO42- Au3+ + Cl-

255
DOMINÓ DAS LIGAÇÕES QUÍMICAS (LQ3)
Regras
Dividir as vinte e oito (28) peças igualmente entre os participantes. O aluno
que estiver com a peça “ligação iônica / ligação covalente” iniciará o jogo e,
a partir dele, sempre começando pela direita, jogarão os demais. Será ven-
cedor aquele que conseguir colocar primeiro todas as suas peças no jogo.

Peças

Conduzem
Sólido, líquidos Ligação covalente
corrente no estado
e gasosos polar
líquido

Elementos
Não conduzem Ligação covalente que formam
corrente elétrica polar ligações covalentes

Compartilhamento
Ligação iônica Polaridade
de elétrons

Ligação Ligação covalente Metais


Covalente apolar
258
Solubilidade Transferência
Elementos muito
dos compostos de
eletropositivos
moleculares elétrons

Exemplos
de Ponto de fusão Sólido
ligação iônica

Exata
temperatura em Não há
que um líquido diferença de Óleo de cozinha
passa para o eletronegatividade
estado de vapor

Propriedades
físicas dos Ligação Ligações
compostos metálica químicas
covalentes

Apresentam Solúveis Substância iônica


ponto em solventes utilizada
de fusão alto apolares no dia-a-dia

Apresentam Propriedades Gás apolar


pontos de fusão físicas dos presente
e ebulição baixos compostos iônicos na atmosfera

259
260
Sal de cozinha Solubilidade dos Solúveis em
compostos iônicos solventes polares

É a exata
temperatura em
Teoria do octeto Ponto de ebulição que um sólido
passa para o
estado líquido

Substância
Condutividade Apresentam
molecular
das ligações ligação covalente
utilizada
iônicas polar
no dia-a-dia

Não-metais Exemplo de Propriedades


+ ligação metálica do O3
Não-metais

Estado físico
Exemplo dos compostos
Ocorre entre
de ligação iônicos
metais
covalente (temperatura
ambiente)

Diferença de
Ocorre formação eletronegatividade SO2
de dipolo

261
262
Forma alotrópica
do oxigênio que Estado físico
nos protege NaCl dos compostos
contra raios covalentes
ultravioletas

Condutividade
O2 Fe das ligações
covalentes

263
FORMANDO MOLÉCULAS (LQ4)
Regras
Separar os alunos em grupos;
Distribuir o jogo a cada grupo;
Escrever o nome de uma substância química no quadro, que deve ser for-
mada, a molécula pelos alunos, usando o jogo;
Observar que cada molécula deve ter um encaixe perfeito nas fendas dos
cátions e ânions.
Não deve sobrar nenhuma ponta no encaixe dos elementos;
Após realizada a montagem da molécula o aluno deve escrever a fórmula
obtida numa folha de papel;
Ganha o jogo o grupo que conseguiu o maior número de fórmulas certas.

Peças
+ +
H K
+ +
H K
+ +
H K
+ +
H K
+ +
Li Cs
266
+ +
Li Cs
+ +
Li Cs
+ +
Li Cs
+ +
Na Au
+ +
Na Au
+ +
Na Au
+ +
Na Au
+ +
Ag
+ +
Ag
+ +
Ag

267
268
+ +
Ag
+ +
Cu
+ +
Cu
+ +
Cu
+ +
Cu
+ +
NH4
+ +
NH4
+ +
NH4
+ +
NH4

269
270
- -
F OH
- -
F OH
- -
F OH
- -
Cl NO2
- -
Cl NO2
- -
Cl NO2
- -
Br NO3
- -
Br NO3
- -
Br NO3

271
272
- -
I CN
- -
I CN
- -
I CN
- -
PO3
- -
PO3
- -
PO3
- -
OCN
- -
OCN
- -
OCN

273
274
- -
CIO
- -
CIO
- -
CIO
- -
SCN
- -
SCN
- -
SCN
- -
OCN
- -
OCN
- -
OCN

275
276
+2 +2

Mg Pt

+2 +2

Mg Zn

+2 +2

Mg Zn

+2 +2

Pt Zn

+2 +2

Pt Ba

277
278
+2 +2

Ba Cu

+2 +2

Ba Cu

+2 +2

Fe Cu

+2 +2

Fe Mn

+2 +2

Fe Mn

279
280
+2 +2

Mn Be

+2 +2

Cr Be

+2 +2

Cr Sr

+2 +2

Cr Sr

+2 +2

Be Sr

281
282
+2 +2

Ca Ra

+2 +2

Ca Co

+2 +2

Ca Co

+2 +2

Ra Co

+2 +2

Ra Ni

283
284
+2 +2

Ni Pb

+2 +2

Ni Pb

+2 +2

Sn Pb

+2 +2

Sn Hg

+2 +2

Sn Hg

285
286
+2 +2

Hg

+2 +2

+2 +2

-2 -2

O O

-2 -2

O O

287
288
-2 -2

S SO4

-2 -2

S SO4

-2 -2

S SO4

-2 -2

S SO3

-2 -2

SO4 SO3

289
290
-2 -2

SO3 CO3

-2 -2

SO3 C2O 4

-2 -2

CO3 C2O 4

-2 -2

CO3 C2O 4

-2 -2

CO3 C2O 4

291
292
-2 -2

MnO4 HPO3

-2 -2

MnO4 HPO3

-2 -2

MnO4 HPO3

-2 -2

MnO4 CrO4

-2 -2

HPO3 CrO4

293
294
-2 -2

CrO4

-2 -2

CrO4

-2 -2

-2 -2

295
296
+3 +3

Al

+3 +3

Al

+3
+3

Al

+3 +3

Al

297
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

Funções
da química
inorgânica (FQI)
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○
LUDO QUÍMICO (FQ11)
Regras
O jogo contém 30 perguntas, 30 respostas, 01 tabuleiro, 04 peões a serem
distribuídos aos jogadores, 01 dado numerado. O número de participan-
tes pode ser de dois (2) a quatro (4) jogadores e um juiz. Alinhados os seus
peões na partida, os participantes, pela ordem, devem lançar o dado nu-
merado e avançar nas casas de acordo com os pontos obtidos no lança-
mento. Se o participante cair em casas com o símbolo indicado acima, o
juiz deverá efetuar uma pergunta ao jogador a ser sorteada pelo juiz. Se o
mesmo acertar, deverá avançar três casas e, se errar, deverá retornar ao
ponto de início do jogo. O final do jogo dar-se-á quando um jogador alcan-
çar a linha de chegada representada pelo símbolo.

Perguntas

1.Grupo de substâncias com 2. Sabor azedo e conduz bem a


propriedades químicas eletricidade, são
semelhantes. características da função.

3. Ácidos que possuem átomos 4. Processo de separação de


de oxigênio. íons em um composto iônico.

5. Processo pelo qual, a partir


6. Quatro funções importantes
de substâncias moleculares
na química inorgânica.
obtemos íons.

7. Substâncias que conduzem


8. Mudam a cor de substâncias
corrente elétrica através do
(indicadores) para vermelho.
movimento de íons.
302
10. Ácidos com apenas 1
9. Definição de Arrhenius para
hidrogênio ionizável,
ácidos.
classifica-se como...

11. Ácidos com 2 hidrogênios 12. Ácidos com 3 hidrogênios


ionizáveis, classifica-se como... ionizáveis, classifica-se como...

13. Ácidos com 4 hidrogênios 14. Ácidos que não possuem


ionizáveis, classifica-se como... átomos de oxigênio.

15. Ácido formado por dois 16. Ácido formado por três
elementos químicos diferentes. elementos químicos diferentes.

18. Terminação do nome do


17. Ácido formado por quatro
ânion ETO. Terminação do
elementos químicos diferentes.
nome do ácido.

19. Terminação do nome do 20. Terminação do nome do


ânion ITO. Terminação do ânion ATO. Terminação do
nome do ácido. nome do ácido.

21. Para medir a maior ou


22. Substância que na água
menor extensão de uma
forma íons.
ionização usa-se...

303
304
23. Quanto ao grau de 24. Quanto ao grau de
ionização o HCl classifica-se ionização o HCN classifica-se
como... como...

25. Quanto ao grau de


ionização o H2SO4 classifica-se 26. H2SO3 chama-se...
como...

27. HF chama-se... 28. HNO3 chama-se...

29. HCN chama-se... 30. H3PO4 chama-se...

Respostas

1. Função química. 2. Ácido.

3. Oxiácidos. 4. Dissociação iônica.

5. Ionização. 6. Ácidos, bases, sais e óxidos.

305
306
7. Condutores eletrolíticos 8. Ácidos.
ou eletrólitos.

9. Compostos que em solução


aquosa fornecem um único 10. Monoácido.
tipo de cátion o íon H3O+

11. Diácido. 12. Triácido.

13. Tetrácido. 14. Hidrácidos.

15. Binários. 16. Ternários.

17. Quaternários. 18. Ídrico.

19. Oso. 20. ICO.

307
308
21. Grau de ionização. 22. Eletrólitos.

23. Ácido forte. 24. Ácido fraco.

25. Ácido forte. 26. Ácido sulfuroso.

27. Ácido fluorídrico. 28. Ácido nítrico.

29. Ácido cianídrico. 30. Ácido fosfórico.

309
310
311
MEMOQUÍMICA DE COMPOSTOS E FÓRMULAS
(FQ12)
Regras
O jogo pode ser jogado por no mínimo 2 alunos, todas as cartas são dis-
tribuídas sobre uma mesa retilínea, todos os alunos devem visualizar to-
das para se familiarizar. Após as cartas são viradas e misturadas, cada
aluno vai virando um par de cartas por jogada tentando montar o conjun-
to – nome do composto + fórmula química. A cada par formado o aluno
tem o direito de jogar novamente. Ganha o jogo aquele que mais conjun-
tos de carta formar. O jogo contém 24 peças com o nome e o ácido respec-
tivos e oito (8) cartelas em branco para criar outros compostos.

Peças

Utilizado
Ácido
H2SO4 em pastas NaOH
sulfúrico
dentais

Carbonato Brometo
Na2CO3 CaBr2
de sódio de cálcio

Cloreto Sulfato
ZnCl2 CuSO4
de zinco de cobre

Cloreto de Sulfato
NaCl FeSO4
sódio ferroso
314
Óxido de Dióxido de
CaO CO2
cálcio carbono

Ácido Cloreto de
HCl AgCl
clorídrico prata

Ácido Sulfato de
H2 S ZnSO4
sulfídrico zinco

Óxido de Ácido
MgO H3BO3
magnésio Bórico

Hidróxido Iodeto
Ca(OH)2 NaI
de cálcio de sódio

Nitrato Ácido
NaNO3 HClO
de sódio hipocloroso

315
316
Ácido Ácido
HClO2 HClO4
cloroso perclórico

Trióxido Ácido
SO3 H2CO3
de enxofre carbônico

317
318
DOMINÓ QUÍMICO (FQI3)
Regras
Esta atividade é para ser realizada entre duas ou mais pessoas. Este jogo
é composto de 30 cartas. Deve ser selecionado um participante para dis-
tribuir as cartas. Deve ser distribuídos 5 cartas para cada participante,
havendo sobra de cartas as mesmas ficaram sobre a mesa para as possí-
veis necessidades de compra de carta, quando o que estiver na vez de
jogar não tiver a carta correspondente para fechar o par. O participante
da direita de quem distribui as cartas deve dar início ao jogo, largando
uma carta sobre a mesa. Caberá ao participante seguinte tentar fechar
um dos pares com uma das cartas que ele possui nas mãos, em caso de
não possuir nenhuma das cartas deverá comprar nas cartas que estão so-
bre a mesa, até fechar um dos pares, passando a vez para o próximo par-
ticipante. (Ao término das cartas sobre a mesa o participante que não ti-
ver a carta para fechar o par deverá simplesmente passar sua vez).
O jogo prossegue até que um dos participantes fique sem nenhuma carta
nas mãos ou que não se consiga mais fechar os pares, neste caso será
declarado vencedor aquele que possuir menos cartas em sua mão. Fica a
critério dos participantes o auxílio ao aluno que não souber a nomencla-
tura correta ou o símbolo do composto apresentado.

319
320
BaSO4 Sulfato de Bário
Cloreto de Sódio NaCl
KNO3 Nitrato de Potássio
Permanganato de Potássio KMnO4
BeSO4 Sulfato de Berílio
Cloreto Estanoso SnCl2
SnCl4 Cloreto Estánico
Dicromato de Potássio K2 Cr2O7
AgI Iodeto de Prata
Hidróxido de Cálcio Ca(OH)2
CuCl Cloreto Cuproso
Cloreto Cúprico CuCl 2
Al2 O3 Oxido de Alumínio
Cianeto de Cálcio Ca(CN)2
NaHCO3 Bicarbonato de Sódio
Tiocianato de Césio CsCNS
Li2SO3 Sulfito de Lítio
Sulfeto de Amônia (NH4)2 S
Ni3 (PO4)2 Fosfato de Níquel II
Fluoreto de Lítio LiF
HgCl Cloreto Mercuroso
Cloreto Mercúrico HgCl2
SrCNO Cianato de Estrôncio
Acetato de Frâncio Fr(CH 3COO)
SiO2 Óxido de Silício
Silicato de Prata Ag2SiO2
Bi(IO) 3 Iodato de Bismuto
Cloreto de Antimônio SbCl 3

Peças

ÓXIDO CLORETO
DE SrCNO K2Cr2O7
ESTANOSO
ALUMÍNIO

321
322
ÓXIDO
CLORETO
DE SrCNO K2Cr2O7
ESTANOSO
ALUMÍNIO

BICARBONATO IODETO
BeSO4 NaHCO3
DE SÓDIO DE PRATA

CLORETO ÓXIDO Bi(IO)3


KMnO4
CUPROSO DE SILÍCIO

SULFITO CLORETO
Ni3(PO4)2 Al2O3
DE LÍTIO CÚPRICO

IODATO CLORETO
DE SbCl3 DE LiF
BISMUTO ANTIMÔNIO

TIOCIANATO PERMANGANATO
(NH4)2S KNO3 DE
DE CÉSIO
POTÁSSIO

323
324
CLORETO CLORETO
Ca(OH)2 HgCl2
ESTÂNICO MERCUROSO

NITRATO CLORETO SnCl4


DE CuCl2 MERCÚRICO
POTÁSSIO

SiO2 SILICATO CLORETO


BaSO4
DE PRATA DE SÓDIO

DICROMATO
AgI SULFATO
DE Ca(CN)2
DE BÁRIO
POTÁSSIO

CIANETO SULFATO
Li2SO3 NaCl
DE CÁLCIO DE BERÍLIO

SULFETO CIANATO
CuCl DE Fr(CH3COO)
DE AMÔNIA
ESTRÔNCIO

325
326
FLUORETO ACETATO
DE LÍTIO HgCl Ag2SiO2
DE FRÂNCIO

Hidróxido FOSFATO
SnCl2 DE NÍQUEL CsCNS
de Cálcio
II

327
FUNÇÕES DA QUÍMICA INORGÂNICA (FQI4)
Regras
Colar a folha anexa com as peças do Atomix, em cartolina. Separar várias
peças em saquinhos. Dividir os alunos em grupos. Distribuir um saquinho
por grupo; Cada grupo deve retirar várias peças do saquinho fornecido pelo
professor e, com as peças retiradas, formar substâncias diferentes. Separar
as substâncias formadas comparando suas semelhanças. Anotar no quadro
01. O jogo contém 120 peças e um (1) quadro para anotar.

Peças

+ + + +
Li+ Na+ K+ Rb+
Lítio Sódio Potássio Rubídio

+ + + +
Cs+ Fr+ NH4+ H3O+
Césio Frâncio Amônio Hidrônio

--
+ -- --
C3-2
H+ CO3-2 C2O4-2
Carbeto
Hidrogênio Carbonato Oxalato
(acetileno)

-- -- -- --
S-2 SO3-2 SO4-2 S2O3-2
Sulfeto Sulfito Sulfato Tiossulfato
330
++++ ++++
-- --
Sn+4 Mn+4
S2O8-2 CrO4-2
Estanho IV Manganês IV
Persulfato Cromato
(estânico) (mangânico)

++++ ++++ ++++ ++++


Pb+4 Sn+4 Mn+4 Pb+4
Chumbo IV Estanho IV Manganês IV Chumbo IV
(plúmbico) (estânico) (mangânico) (plúmbico)

++++ ++++ ++++


+++
Sn+4 Mn+4 Pb+4
Al+3
Estanho IV Manganês IV Chumbo IV
Alumínio
(estânico) (mangânico) (plúmbico)

+++ +++ +++


+++ Co+3
Cr+3 Ni+3
Bi+3 Cobalto III
Crômio III Níquel III
Bismuto (cobáltico)
(crômico) (niquélico)

+++ +++
+++ +++
Mn+3 Al+3
Al+3 Al+3
Manganês Alumínio
Alumínio Alumínio
III

++ ++ ++ ++
Mg+2 Ca+2 Sr+2 Ba+2
Magnésio Cálcio Estrôncio Bário

331
332
++
++ ++ ++
Cu+2
Ra +2
Zn +2
Cd +2
Cobre II
Rádio Zinco Cádmio
(cuproso)

++ ++ ++ ++
Hg+2 Fe+2 Cr+2 Ni+2
Mercúrio II Ferro II Cromo Níquel II
(mercúrico) (férrico) (cromoso) (niqueloso)

++ ++ ++ ++
Co+2 Pb+2 Sn+2 Mn+2
Cobalto II Chumbo II Estanho II Manganês II
(cobaltoso) (plumboso) (estanoso) (manganoso)

- -
++ ++ F- Cl-
Fluoreto Cloreto

- - - -
Br- I- ClO- ClO2-
Brometo Iodeto Hipoclorito Clorito

- - - -
ClO3- ClO4- BrO- BrO3-
Clorato Perclorato Hipobromito Bromato

333
334
- - - -
IO- IO3- IO4- CN-
Hipoiodito Iodato Periodato Cianeto

- - - -
CNO- CNS- H3CCOO- MnO4-
Cianato Tiocianato Acetato Permanganato

--- --- --- ---


N-3 Fe(CN)6-3 PO4-3 PO4-3
Nitreto Ferricianeto Fosfato Fosfato

--- --- --- ---


PO4-3 PO4-3 PO4-3 PO4-3
Fosfato Fosfato Fosfato Fosfato

--- --- ---- ----


PO4-3 Fe(CN)6-3 P2O7-4 PtCl6-2
Fosfato Ferricianeto Pirofosfato Hexacloroplatinato

---- ---- ---- ----


SiO4-4 SiO4-4 SiO4-4 SiO4-4
Silicato Silicato Silicato Silicato

335
336
---- ---- - -
SiO4-4 SiO4-4 NO3- NO2-
Silicato Silicato Nitrato Nitrito

- - - -
H2PO2- PO3- H- OH-
Hipofosfito Metafosfato Hidreto Hidróxido

- - - +
OH- OH- OH- Ag+
Hidróxido Hidróxido Hidróxido Prata

+ + + +
Na+ K+ Rb + Cs+
Sódio Potássio Rubídio Césio

+ + + +
Fr+ NH4+ H3O+ H+
Frâncio Amônio Hidrônio Hidrogênio

-- -- -- --
CrO4-2 Cr2O7-2 MnO4-2 O-2
Cromato Dicromato Manganato Óxido

337
338
-- -- -- --
O-2 O-2 SiO3-2 SO4-2
Óxido Óxido Metassilicato Sulfato

-- --
SO4-2 SO4-2
Sulfato Sulfato

339
DOMINÓ DAS FUNÇÕES INORGÂNICAS (FQI5)
Regras
O jogo de dominó pode ser jogado por dois ou por até quatro participantes,
cada um com sete peças de quatro cores diferentes para representarem os
ácidos, as bases, os óxidos e os sais. Essas cores devem combinar-se cor a
cor. Cada peça do dominó apresenta uma fórmula e uma nomenclatura. As
peças com a fórmula do composto devem ser encaixadas às que tenham a
nomenclatura do mesmo. O participante que não tiver a peça correspon-
dente para encaixar em uma das pontas deve pular a vez até que a tenha. O
jogador que terminar primeiro as peças que tiver em mãos será o ganhador.
Quando estiverem jogando menos de quatro jogadores, haverá um saldo de
peças as quais poderão serem compradas antes do jogador pular a sua vez.
Persistindo, o mesmo não terá opção ao não ser aguardar a próxima vez.

Peças

NITRATO HIDRÓXIDO
Al2O3 Na2O2
DE SÓDIO DE ZINCO

IODETO
Fe(OH)3 BeSO4 NaHCO3
DE PRATA

MONÓXIDO
ÁCIDO
KMnO4 DE NH4OH
CIANÍDRICO
CARBONO

HIDRÓXIDO TRIÓXIDO
KOH DE Na2CO3 DE
ALUMÍNIO ALUMÍNIO
342
HIDRÓXIDO
HIDRÓXIDO
SO DE CHUMBO CO
DE CÁLCIO
II

HIDRÓXIDO ÁCIDO
H2 S Al(OH)3
DE PRATA SULFÍDRICO

CLORETO ÁCIDO
Pb(OH)2 NaNO3
DE SÓDIO FÓRMICO

MONÓXIDO HIDRÓXIDO
Ca(OH)2 DE NaCl DE
ENXOFRE HIDROGÊNIO

CARBONATO ÁCIDO
H2O AgOH
DE SÓDIO SULFÚRICO

DIÓXIDO
PERÓXIDO
CaCl2 HCN DE
DE SÓDIO
MONOCLORO

343
344
TETRÓXIDO ÁCIDO
ClO2 NaOH
DE DIIODO BROMÍDRICO

HIDRÓXIDO
HIDRÓXIDO
HCl I 2 O4 DE FERRO
DE SÓDIO
III

ÁCIDO CARBONATO
CaCO3 Zn(OH)2
CLORÍDRICO DE CÁLCIO

CLORETO HIDRÓXIDO
H4C2O2 Mg(OH)2
DE CÁLCIO DE AMÔNIO

345
DOMINÓ DOS COMPOSTOS INORGÂNICOS (FQI6)
Regras
Os jogadores deverão ser no mínimo dois e no máximo quatro. Antes de
iniciar o jogo, deve-se misturar e distribuir os dominós igualmente entre
os participantes de cada grupo. Ao iniciar, o primeiro participante deve
colocar a peça que contém o H2SO4 sobre a mesa. O participante seguinte
deve colocar uma peça que combine com a que contém o H2SO4, dando
seqüência ao jogo. Se algum participante não tiver uma peça para combi-
nar, deve passar a vez. O vencedor será aquele que conseguir terminar
primeiro os dominós que tiver na mão. O jogo contém 28 peças.

Peças

HIDRÓXIDO
ÁCIDO
HClO4 AgOH DE
CARBÔNICO
ALUMÍNIO

ÁCIDO
H3PO4 HIDRÓXIDO Al(OH)3
BROMÍDRICO
DE SÓDIO

ÁCIDO ÓXIDO
H2CO3 NaOH
NÍTRICO DE FERRO II

ÁCIDO ÁCIDO
H2SO4 HCN
HIPOCLOROSO IODÍDRICO
348
ÁCIDO SULFATO
HI NaCl
FLUORÍDRICO DE CÁLCIO

HIDRÓXIDO NITRATO
HF CaSO4
DE COBRE I DE AMÔNIO

PERÓXIDO BICARBONATO
H2O2 MgSO4
DE SÓDIO DE SÓDIO

DIÓXIDO
MgO2 NO DE
CARBONO

SULFATO
ÓXIDO
CO2 CuSO4 DE
CUPROSO
MAGNÉSIO

PERÓXIDO
PERÓXIDO
Na2O2 Cu2O DE
DE CÁLCIO
HIDROGÊNIO

349
350
MONÓXIDO
NaHCO3 NH4NO3 SULFATO
DE
DE COBRE II
NITROGÊNIO

PERÓXIDO
CLORETO
CuOH CaO2 DE
DE SÓDIO
MAGNÉSIO

ÁCIDO ÁCIDO
HClO HNO3
PERCLÓRICO FOSFÓRICO

HIDRÓXIDO ÁCIDO
Fe(OH)2 HBr
DE PRATA CIANÍDRICO

351
MEMÓRIA DOS ÁCIDOS E BASES (FQI7)
Regras
O número de participantes é variável. No início é feito o sorteio da se-
qüência de jogadores. As fichas deverão ser misturadas, aleatoriamente,
e colocadas viradas com o conteúdo para baixo. O primeiro jogador desvira
uma das fichas, que conterá um conceito, ou um título, ou, ainda, uma
proposta de reação como exemplo e, na seqüência, deverá desvirar outra
ficha que fará par com a primeira. Caso forme um par, o participante con-
tinuará jogando. Caso não forme, passará para o seguinte, colocando as
fichas na posição inicial. O participante que acumular o maior número de
pares será o vencedor. O jogo contém vinte (20) peças.

Peças

Ácido
H2O + NH3
de Bronsted/Lowry

H F
H N: + B F
OH- + NH4+
H F
Base Ácido

H F
H N B F Cl- + H3O+
H F

HCl + H2O Ácido + Forte


354
Quanto mais facilmente
Base de Lewis
libertar prótons

Espécie química
capaz de ceder Ácido de Lewis
um par eletrônico

Espécie química capaz de


Base de Brönsted/Lowry
receber um par eletrônico

Espécie química
Base de Arrhenius
receptora de prótons

Substância que em
Espécie química
solução aquosa liberam
doadora de prótons
ânions OH-

Substância que em
solução aquosa libera Ácido de Arrehenius
cátions H+

355
FUNÇÕES QUÍMICAS INORGÂNICAS (FQI8)
Regras
Formar grupos de quatro (4) alunos. Embaralhar as cartelas e dispô-las
com a função ou a nomenclatura virada para baixo, em uma superfície
plana. O jogo tem início por ordem alfabética. Cada participante poderá
levantar duas cartelas na tentativa de formar um par entre a função
inorgânica e a sua nomenclatura correspondente. Quando o aluno acer-
tar, terá direito a uma nova jogada. O participante que mais pares formar
será o vencedor. O jogo é composto por 48 peças.

Peças

CaSO4 SAL H2SO4 ÁCIDO CaCl2

NaNO3 SAL K2 O ÓXIDO Al(OH)3

Na2O ÓXIDO Na2CO3 SAL Mg(OH)2

HNO3 ÁCIDO NaCl SAL NH4OH

HClO ÁCIDO H2 S ÁCIDO Pb(OH)4


358
Fe2O3 ÓXIDO HCN ÁCIDO CaCO3

HCl ÁCIDO CO2 ÓXIDO Fe(OH)2

SO3 ÓXIDO NaOH BASE CaO

SAL BASE BASE BASE BASE

SAL BASE ÓXIDO

359
FORCA DAS FUNÇÕES INORGÂNICAS (FQI9)
Regras
Dividir a turma em dois grupos. Sortear o grupo que começará o jogo. O
entrevistador poderá ser o professor ou um aluno. Ele selecionará uma
função inorgânica e depois irá colocar no quadro o número de traços cor-
respondentes a cada letra do nome da função. O entrevistador poderá dar
uma dica colocando a fórmula do composto no quadro. Os alunos do gru-
po sorteado irão dizer uma letra que acreditam fazer parte do nome da
função. Se acertarem, têm o direito de dizer outra, mas, se errarem, terão
colocada uma peça do corpo na forca e passarão a vez para o outro grupo.
Quem souber o nome da referida função, pode dizê-lo a qualquer momen-
to. O grupo que obtiver o maior número de acertos será o vencedor. O jogo
contém quatro (4 ) cartelas para as perguntas.

Cartelas do entrevistador
ÁCIDOS
Número de traços
HCl ÁCIDO CLORÍDRICO 5 e 10
H2SO4 ÁCIDO SULFÚRICO 5e9
H3PO4 ÁCIDO FOSFÓRICO 5e9
H2 S ÁCIDO SULFÍDRICO 5 e 10
HCN ÁCIDO CIANÍDRICO 5 e 10
HI ÁCIDO IODÍDRICO 5e9
H3PO3 ÁCIDO FOSFOROSO 5e9
H3PO2 ÁCIDO HIPOFOSFOROSO 5 e 13
H4P2O6 ÁCIDO HIPOFOSFÓRICO 5 e 13
H4P2O7 ÁCIDO PIROFOSFÓRICO 5 e 13
HPO3 ÁCIDO METAFOSFÓRICO 5 e 13
HNO3 ÁCIDO NÍTRICO 5e7
H2SO3 ÁCIDO SULFUROSO 5e9
HNO2 ÁCIDO NITROSO 5e7
HClO4 ÁCIDO PERCLÓRICO 5 e 10
HClO3 ÁCIDO CLÓRICO 5e7
HClO2 ÁCIDO CLOROSO 5e7
HClO ÁCIDO HIPOCLOROSO 5 e 11
HBr ÁCIDO BROMÍDRICO 5 e 10
HF ÁCIDO FLUORÍDRICO 5 e 11
362
BASES OU HIDRÓXIDOS
Número de traços
NaOH HIDRÓXIDO DE SÓDIO 9,2,5
KOH HIDRÓXIDO DE POTÁSSIO 9,2,8
Ca(OH)2 HIDRÓXIDO DE CÁLCIO 9,2,6
Mg(OH)2 HIDRÓXIDO DE MAGNÉSIO 9,2,8
CsOH HIDRÓXIDO DE CÉSIO 9,2,5
Ba(OH)2 HIDRÓXIDO DE BÁRIO 9,2,5
LiOH HIDRÓXIDO DE LÍTIO 9,2,5
Be(OH)2 HIDRÓXIDO DE BELÍRIO 9,2,7
RbOH HIDRÓXIDO DE RUBÍDIO 9,2,7
Sr(OH)2 HIDRÓXIDO DE ESTRÔNCIO 9,2,9
Fe(OH)3 HIDRÓXIDO FÉRRICO OU DE FERRO III 9,2,7 e 4,3
Fe(OH)2 HIDRÓXIDO FERROSO OU DE FERRO II 9,2,7 e 4,2
Sn(OH)4 HIDRÓXIDO ESTÂNICO OU DE ESTANHO IV 9,2,8 e 7,2
Sn(OH)2 HIDRÓXIDO ESTANOSO OU DE ESTANHO II 9,2,8 e 7,2
Cu(OH)2 HIDRÓXIDO CÚPRICO OU DE COBRE II 9,2,7 e 5,2
CuOH HIDRÓXIDO CUPROSO OU DE COBRE I 9,2,7 e 5,2
Cr(OH)3 HIDRÓXIDO DE CROMO III 9,2,5
Au(OH)3 HIDRÓXIDO ÁURICO OU DE OURO III 9,2,6 e 4,3
NH4OH HIDRÓXIDO DE AMÔNIO 9,2,6
Hg(OH)2 HIDRÓXIDO DE MERCÚRIO 9,2,8

SAIS
Número de traços
CaBr2 BROMETO DE CÁLCIO 7,2,5
CaCl2 CLORETO DE CÁLCIO 7,2,5
NaCl CLORETO DE SÓDIO 7,2,5
NaBr BROMETO DE SÓDIO 7,2,5
NaF FLUORETO DE SÓDIO 8,2,5
NaI IODETO DE SÓDIO 6,2,5
CaF2 FLUORETO DE CÁLCIO 8,2,5
CaI2 IODETO DE CÁLCIO 6,2,5
CsCl CLORETO DE CÉSIO 7,2,5
Ni2(SO4)3 SULFATO DE NÍQUEL III 7,2,6,3
CaCO3 CARBONATO DE CÁLCIO 9,2,5
Ba2P2O7 PIROFOSFATO DE BÁRIO 11,2,5
CaSO4 SULFATO DE CÁLCIO 7,2,5
Al(NO2)3 NITRITO DE ALUMÍNIO 7,2,8
NaHCO3 BICARBONATO DE SÓDIO 11,2,5
NaNO3 NITRATO DE SÓDIO 7,2,5
Na2CO3 CARBONATO DE SÓDIO 9,2,5
MgSO4 SULFATO DE MAGNÉSIO 7,2,8
Ca3(PO4)2 FOSFATO DE CÁLCIO 7,2,5
CuSO4 SULFATO DE COBRE II 7,2,5,2

363
364
ÓXIDOS
Número de traços
Na2O ÓXIDO DE SÓDIO 5,2,7
CaO ÓXIDO DE CÁLCIO 5,2,5
Al2O3 TRIÓXIDO DE DIALUMÍNIO 8,2,10
Fe2O3 TRIÓXIDO DE FERRO OU FÈRRICO 8,2,7 e 7
FeO ÓXIDO DE FERRO II OU FERROSO 5,2,5,2 e 7
CuO ÓXIDO DE COBRE II OU CÙPRICO 5,2,5,2 e 7
Cu2O ÓXIDO DE COBRE I OU CUPROSO 5,2,5,1 e 7
CO2 DIÓXIDO DE CARBONO 7,2,7
CO MONÓXIDO DE CARBONO 8,2,7
NO2 DIÓXIDO DE NITROGÊNIO 7,2,10
NO MONÓXIDO DE NITROGÊNIO 5,2,10
SO3 TRIÓXIDO DE ENXOFRE 8,2,7
SO2 DIÓXIDO DE ENXOFRE 7,2,7
N2O5 PENTÓXIDO DE DINITROGÊNIO 9,2,12
N2O3 TRIÓXIDO DE DINITROGÊNIO 8,2,12
H2O2 PERÓXIDO DE HIDROGÊNIO 8,2,10
K2 O ÓXIDO DE DIPOTÁSSIO 5,2,9
ZnO ÓXIDO DE ZINCO 5,2,5
P2O5 PENTÓXIDO DE FOSFÓRO 9,2,9
CsO ÓXIDO DE CÉSIO 5,2,5

365
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

Química geral
(QG)
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○
PASSA OU REPASSA DA QUÍMICA (QG1)
Regras
Esse jogo deverá ser jogado com um número par de competidores e neces-
sita de um mediador. Dividir em dois grupos de igual número: equipe um e
equipe dois. Realizar o par ou ímpar para ver quem inicia o jogo. A equipe
vencedora do par ou ímpar jogará o dado para iniciar, respondendo as ques-
tões conforme o assunto que cair na face do dado. Se acertar a resposta,
ganha 10 pontos. Se errar, os pontos passarão para a outra equipe. A equipe
que souber a resposta poderá passar para a equipe adversária. Se acertar,
ganhará 20 pontos e, caso não souber a resposta, repassará para a equipe
que iniciou com a pergunta, valendo 30 pontos. Se essa não souber respon-
der, terá que participar de uma brincadeira, conforme sorteio, e caso com-
plete a tarefa com êxito continuará respondendo as questões, utilizando o
dado para saber o novo assunto. Se a equipe conseguir concluir a brinca-
deira, ganhará os pontos (30 pontos). Caso contrário, os pontos passarão
para a equipe adversária, e essa passará a responder as questões conforme
sorteio. Ganhará o jogo a equipe que obtiver o maior número de pontos.

Peças - Química do cotidiano

2) Quais as substâncias
1) O hidróxido de cálcio é
utilizadas para a fabricação
conhecido como cal apagada
do vidro?
ou cal extinta.
SiO2 , CaCO3, Na2CO3.

4) Por que utilizamos o


cobertor para abafar o fogo?
3) O hidróxido de sódio é
Para fazer com que a chama
conhecido como soda cáustica.
fique isolada do oxigênio do ar
e seja , assim, apagada.

6) O fermento químico
5) Por que se adiciona iodeto
utilizado em bolos é
de potássio no sal de cozinha?
constituído por uma
Para que a glândula tireóide
substância chamada de
funcione adequadamente.
bicarbonato de sódio.
370
7) Como é chamada a reação 8) O ácido clorídrico também
química que produz o fogo? é conhecido como Ácido
Combustão. muriático

9) Qual o nome do sal formado


10) O óxido de cálcio
pela união do ácido clorídrico
é conhecido como
+ hidróxido de sódio?
cal virgem.
Cloreto de sódio

Atividades

1) Criar um verso que envolva 2) Criar um verso que envolva


elementos químicos em 3 elementos químicos em 3
minutos. minutos.

3) Dizer o nome e os símbolos 4) Dizer o nome e os símbolos


de todos os gases nobres em 1 de todos os semi-metais em 1
minuto. minuto.

5) Como é chamado o grupo 17


6) Fazer a ligação química
da tabela periódica? R.
entre o S e o O em 1 minuto.
Halogêneos.

7) Encontrar uma substância 8) Encontrar uma substância


alcalina em 2 minutos. ácida em 2 minutos.

371
372
9) Faça o modelo atômico em 10) Fazer o desenho de uma
30 Segundos. destilação simples em 1
minuto.

11) Fazer a distribuição de 45 12) Fazer o desenho de uma


elétrons em 1 minuto. destilação fracionada em 1
minuto.

13) Encontrar 03 objetos de 14) Fazer o desenho de uma


metal em 1 minuto. filtração comum em 1 minuto.

15) Trazer uma substância


essencial à vida em 1 minuto.

Propriedades da matéria
1) O bronze é uma mistura de 2) O que é substância?
a) Al + Cu É toda a matéria que possui
b) Cu + Zn temperatura de fusão e
c) Cu + Sn ebulição constantes.

3) O que é mistura? 4) Qual o princípio utilizado na


É a união de duas ou mais destilação fracionada?
substâncias em qualquer Temperaturas de ebulição
quantidade. diferentes.

6) O latão é uma mistura de


5) Qual o ponto de fusão da
a) Cu + Zn
água?
b) Cu + Al
Oº C.
c) Zn + Fe

373
374
7) A água + álcool é uma 8) Para acelerar uma filtração
mistura homogênea ou o que é utilizada?
heterogênea? Filtração a vácuo.
Homogênea.

9) O que é substância pura? 10) Qual o ponto de ebulição


É formada por um único tipo da água?
de molécula. 100º C .

11) O que é matéria?


É tudo que tem massa e ocupa
lugar no espaço.

Átomo

1) Dentre as alternativas abaixo, 2) Dentre as alternativas abaixo,


qual apresenta uma substância qual apresenta uma substância
simples? composta?
a) H2O a) O2
b) O2 b) O3
c) HCl c) H2O

4) Qual o número de nêutrons


3) Onde estão localizados os de um átomo que possui número
nêutrons? de massa 56 e número atômico
Núcleo do átomo. 20?
36 nêutrons.

375
376
6) A primeira idéia de átomo foi
5) Como é chamado um átomo
a partir dos experimentos de
eletricamente positivo?
qual cientista?
Cátion.
John Dalton.

7) Como é chamado um átomo


8) Onde estão localizados os
eletricamente negativo?
elétrons?
Ânion.
Na eletrosfera.

9) O que é uma substância


10) Quais são as principais
simples?
partículas que formam o átomo?
Substância formada por áto-
Prótons, elétrons e nêutrons.
mos de um mesmo elemento
químico.

12) Quantos prótons têm um


11) Onde estão localizados os átomo que possui número
prótons? atômico 20 e número de massa
Núcleo do átomo. 42?
20 prótons.

13) O que é uma substância composta? 14) Como era o modelo do átomo
Substância formada por átomos de Dalton?
diferentes. Era uma esfera maciça.

377
378
Tabela periódica

2) Por que o hidrogênio possui


1) Determine o período do
um grupo próprio?
elemento nitrogênio, sendo seu
Porque apresenta característi-
número atômico 7.
cas próprias tornando difícil
2º período.
classificá-lo em outro grupo.

3) Como é chamado o grupo 2 da 4) Como é chamado o grupo 18


tabela periódica? da tabela periódica?
Metais alcalinos terrosos. Gases nobres ou raros.

5) Cite 3 exemplos de semi- 6) Qual o elemento mais


metais. eletronegativo o Na ou Br?
B, Si, As, Sb, Te ou Po. O bromo.

7) Qual o elemento mais 8) Dê o nome aos seguintes


eletropositivo o Ca ou O? símbolos Na, Br, Ba e Cl.
O cálcio. Sódio, bromo, bário e cloro.

9) Quais os critérios para


organizar os elementos na
10) Como é chamado o grupo 1
tabela periódica?
da tabela periódica?
Ordem crescente de número
Metais alcalinos.
atômico e ordem de distribuição
de elétrons nas camadas.

379
380
11) O enxofre possui três
camadas. Em que período 12) Quantas camadas têm os
encontra-se esse elemento elementos do 3° período?
químico? Três camadas.
3° período.

Ligações químicas
1) Dentre os compostos abaixo, 2) O cátion é um íon que tem a
qual a alternativa que apresenta tendência a
uma ligação covalente? a) ganhar elétrons
a) PCl3 b) perder elétrons
b) NaCl c) não ganhar nem perder
c) Ca(OH) 2 elétrons

3) O número atômico do nitro-


4) O que é uma ligação covalente
gênio é 7. Quantas ligações são
polar?
possíveis para formar o gás ni-
È uma ligação entre não-metais
trogênio?
diferentes.
03 ligações.

6) Entre quais elementos da


5) Que tipo de ligação química tabela periódica forma-se uma
ocorre com os elementos S e O? ligação covalente?
Ligação covalente polar. Entre não-metais e entre não-
metais e hidrogênio.

8) O NaCl e o CH 3 possuem,
7) Que elementos da tabela respectivamente, ligações do
formam uma ligação iônica? tipo:
Metais e não-metais. a) covalente e iônica
b) iônica e metálica
c) iônica e covalente

381
382
9) O que é uma ligação covalen-
10) Qual o número de ligações
te apolar?
dativas do composto SO2 ?
É uma ligação entre não-metais
01 ligação dativa.
iguais.

12) Dentre os compostos abaixo,


11) Em uma ligação covalente,
qual a alternativa que apresen-
os elementos participantes
ta um composto iônico?
a) doam elétrons?
a) C4H10
b) ganham elétrons?
b) KCl
c) compartilham elétrons?
c) O2

Funções químicas

2) Como é chamado o cátion H+


1) Como é chamado o ânion OH?
ou H3O+?
Hidroxila ou oxidrila.
Hidrônio.

3) O que é uma reação de neu-


tralização? 4) O que é um hidrácido?
É a união de um ácido + uma É um ácido que não possui
base, formando sal + água. oxigênio.

6) Quais são as funções químicas


5) O que é um oxiácido?
inorgânicas?
É um ácido que possui oxigênio.
Ácidos, bases, sais e óxidos.

383
384
Modelo de dado

LIGAÇÕES
QUÍMICAS

TABELA PROPRIEDADES
ÁTOMO
PERIÓDICA DA MATÉRIA

QUÍMICA DO
COTIDIANO

FUNÇÕES
QUÍMICAS

385
MISTURAS QUÍMICAS (QG2)
Regras
Os alunos devem ser divididos em grupos de no máximo quatro (4) parti-
cipantes. Um grupo irá receber uma caixa com as perguntas e uma caixa
com as respostas. Esse grupo deverá selecionar uma pergunta e encon-
trar na outra caixa sua respectiva resposta. Deverá, então, questionar outro
grupo que, acertando a resposta, ganhará um ponto e, errando, dará um
ponto ao grupo que o questionou. O grupo que respondeu irá agora exe-
cutar os procedimentos anteriores. O grupo vencedor será aquele que
obtiver o maior número de pontos no final do jogo. O professor avalia as
respostas e auxilia na resolução das dúvidas dos alunos.

Peças - Tabela de perguntas

1
Quais são as propriedades,
utilizadas para identificar 2
uma substância pura, que Cite duas propriedades físicas.
utilizam apenas nossos órgãos
dos sentidos?

3 4
O que se entende por Como se definem substâncias
propriedades químicas? compostas?

5 6
O que são substâncias Explique o que é alotropia.
simples?
388
8
7
Quais os tipos de misturas
O que é mistura?
existentes?

9
10
Como se chama o ato de
Explique o que é concentrar
acrescentar mais solvente a
uma solução.
uma solução?

12
11 Para separar, em que tipos de
O que é fase? misturas utiliza-se o método
de filtração?

13
14
Qual o método de separação
Qual o nome do equipamento
que se baseia na ação da
utilizado para separar uma
gravidade, para que a fase
mistura heterogênea líquido-
mais densa se deposite?
líquido, por decantação?

15
Qual a característica 16
fundamental dos líquidos, Cite três produtos
para que se possa separar uma provenientes da destilação
mistura por destilação fracionada do petróleo.
fracionada?

389
390
18
17
Para que tipos de misturas é
Em que se baseia a
utilizado o processo de
cromatografia?
separação por peneiração?

19
Qual a principal característica 20
de uma mistura gasosa para Explique a separação por
que esta possa ser separada dissolução fracionada.
por liquefação fracionada?

391
392
Tabela de respostas

1 2
Ponto de fusão e ponto de
Propriedades organolépticas. ebulição.

3
São aquelas que se referem à 4
possibilidade de uma São aquelas que, por ação de
substância, através de um um agente físico, sofrem
agente físico ou do contato decomposição, originando
com outra, originar novas duas ou mais substâncias.
substâncias.

6
5
É o fenômeno pelo qual um
São aquelas que, quando
elemento químico forma duas
submetidas a agentes físicos,
ou mais substâncias simples
não se decompõem.
diferentes.

7 8
É o conjunto constituído de Mistura heterogênea e
duas ou mais espécies mistura
químicas. homogênea.

10
9 É acrescentar mais soluto a
Diluir. uma solução ou evaporar parte
do solvente.

393
394
11 12
É cada uma das partes Misturas heterogêneas,
homogêneas de um sistema. sólido-líquido ou sólido-gás.

13 14
Decantação. Funil de decantação.

15 16
Possuir pontos de ebulição Parafina, gasolina comum
com valores diferentes. e querosene.

18
17
Para separar misturas de
Nas diferentes velocidades de
sólidos constituídos de
difusão de uma substância em
partículas de dimensões
um certo material.
diferentes.

20
19 Usa-se um solvente que seja
Os gases devem ter pontos de capaz de dissolver somente um
condensação diferentes. dos componentes da mistura e
após filtra-se para separar a
parte líquida da sólida.

395
MICO QUÍMICO (QG3)
Regras
As cartas devem ser embaralhadas e distribuídas para todos os partici-
pantes do jogo. Cada jogador deve associar os pares correspondentes bus-
cando no jogador ao lado. Aquele que ficar com a carta do lítio perde o
jogo, pois está com falta de memória. O jogo contém 36 peças, sendo que 4
estão em branco.

Peças

Moléculas Lítio
(Li) você está
Fenômeno Transformação dos
precisando
químico. metais em lâminas.
melhorar sua
memória química!

Processo que
produzimos
Maleabilidade. através de uma Eletroquímica.
reação química.
Pilha de Daniel.

Produção de
eletricidade
Fórmula da água. H2 O através de reação
química iniciada
por um gerador.
398
Passagem do
estado sólido para
Eletrólise. Sublimação.
o gasoso.
Ex: naftalina.

Utilizado no
garimpo do ouro e Mistura que
causa poluição das apresenta mais de
águas, localização Hg
uma fase.
na tabela periódica Ex: água e óleo.
grupo 12 e período
6.

Elementos
químicos
eletronicamente
Mistura
estáveis Gases nobres.
heterogênea.
localizados no
grupo 18 na tabela
periódica.

Elemento químico
importante na
respiração dos
Divisão Química orgânica seres vivos e
da química. e inorgânica. utilizados por
asmáticos nos
hospitais.

399
400
Mistura que
apresenta apenas Mistura
O2 (Oxigênio).
uma fase. Ex: água homogênea.
e álcool.

Lugar do espaço
Gás nobre utilizado onde temos maior
para encher balões He probabilidade de
de aniversário. encontrarmos os
elétrons.

Hidróxido de sódio
Orbital. NaOH
(Base).

Principal elemento
químico estudado na
Cálcio- elemento química orgânica cuja
principal
químico
Ca característica é ser
encontrado nos tetravalente. É
ossos. alotrópico apresenta-
se como grafite ou
diamante.

401
402
Flúor
(elemento mais
C F
eletronegativo da
tabela periódica).

403
PASSA OU REPASSA (QG4)
Regras
Dividir a turma em dois grupos. O professor será o juiz e um aluno, o
porta-voz do grupo. Jogar o dado e o grupo que tirar o maior número
iniciará o jogo. Cada número do dado corresponde ao número do envelo-
pe. Do envelope, o juiz retirará uma carta com uma pergunta e sua res-
pectiva resposta. Se o grupo souber a resposta correta, ganhará 20 pontos
e, caso não responda corretamente, repassará a vez, valendo 40 pontos,
para o outro grupo ou poderá escolher por pagar uma prenda. Vencerá o
jogo o grupo que obtiver o maior número de pontos.

Peças - Perguntas e respostas

1. Estou na coluna 17, no 3º 1. O que é número atômico (Z)?


período. Quem sou eu? Resposta: é o número de
Resposta: Cl – Cloro. prótons existentes no núcleo
de um átomo.

2. O que é número massa (A)?


2. Estou na coluna 1, no 5º
Resposta: é a soma do número
período.Quem sou eu?
de prótons (Z) e de nêutrons
Resposta: Rb – Rubídio.
(N) existentes num átomo.

3. Estou na coluna 15, no 6º 3. O que é elemento químico?


período. Quem sou eu? Resposta: é o conjunto de todos
Resposta: Bi - Bismuto. os átomos com o mesmo
número atômico (Z).

4. O que são isótopos?


4. Estou na coluna 4, no 4º
Resposta: são átomos com o
período.Quem sou eu?
mesmo número de prótons
Resposta: Ti – Titânio.
(mesmo Z) e diferentes
números de massa.
406
5. O que são isóbaros?
5. Estou na coluna 2, no 3º Resposta: são átomos de
período. Quem sou eu? diferentes números de prótons,
Resposta: Mg – Magnésio. mas que possuem o mesmo
número de massa (A).

1. O que são isótonos?


Resposta: são átomos de 1. Minha estrutura eletrônica é
diferentes números de massa, 1s2, 2s2, 2p6, 3s2, 3p1. Quem sou?
porém com o mesmo número Resposta: Al – Alumínio.
de nêutrons (N).

2. Minha estrutura eletrônica é 2. Qual a fórmula da


1s2, 2s2, 2p2. Quem sou? densidade?
Resposta: C – Carbono. Resposta: d=m/v.

3. O que é potencial de
3. Minha estrutura eletrônica é ionização?
1s1. Quem sou? Resposta: é a energia
Resposta: H – Hidrogênio. necessária para “arrancar” um
elétron de um átomo isolado,
no estado gasoso.

4. O que é eletroafinidade ?
4. Minha estrutura eletrônica é Resposta: é a energia libertada
1s2,2s1. Quem sou ? quando um elétron é
Resposta: Li – Lítio. adicionado a um átomo neutro
no estado gasoso.

5. Minha estrutura eletrônica é 5. O que é eletronegatividade?


1s2,2s2,2p6,3s1. Quem sou ? Resposta: é a capacidade dos
Resposta: Na – Sódio. átomos de atrairem életrons.

407
408
1. O que é ponto de fusão ? 1. NaCl é uma ligação iônica ou
Resposta: é a temperatura em covalente ?
que o sólido se torna líquido. Resposta: é uma ligação iônica.

2. O que é valência ? 2. O que é matéria ?


Resposta: é a capacidade de Resposta: é tudo o que tem
uma átomo de ligar-se a massa e que ocupa lugar no
outros. espaço.

3. O que é ligação iônica ?


Resposta: é a força que
mantém os íons unidos, os 3. O que é corpo ?
quais se formam quando um Resposta: é qualquer porção
átomo entrega definitivamente limitada de matéria.
um ou mais elétrons a outro.

4. O que é a Regra do Octeto/


4. O que é objeto ?
Elementos estáveis ?
Resposta: é um corpo fabricado
Resposta: são os que possuem 8
para ter aplicações úteis ao
elétrons na última camada
homem.
eletrônica.

5. O que é ligação iônica ? 5. O que são substâncias


Resposta: é a união entre simples ?
átomos, que é estabelecida por
Resposta: são formadas por
meio de pares de elétrons de
modo que cada par seja formado átomos de um mesmo elemento
por um elétron de cada átomo. químico.

409
Corrida dos elementos químicos
e suas propriedades (QG5)
Regras
O jogo deverá ter quatro (4 ) participantes, distribuídos em duas du-
plas. A dupla iniciante deverá lançar o dado, a fim de avançar determi-
nado número de casas. À cada casa corresponde uma questão, sendo
que deverá ser respondida a questão da casa ocupada pela dupla. Se a
resposta estiver correta, a dupla poderá lançar o dado novamente, de-
vendo responder a questão da nova casa. Se a resposta estiver errada,
será a vez da outra dupla lançar o dado. O tempo de resposta será de
dois (2) minutos. A dupla da vez, responderá a questão. A outra confe-
rirá pelo gabarito. Uma vez tendo errado a resposta, a outra dupla de-
verá informar a resposta certa de acordo com o gabarito. As casas ver-
melhas correspondem à área de perigo. Caso a resposta esteja errada,
a dupla deverá cumprir a penalidade imposta pela outra dupla. Será
vencedora a dupla que terminar o percurso.

Questões
Questão 1
A unidade de massa atômica é definida como sendo
a) a massa de um átomo de 12C.
b) 1/12 da massa de um átomo de 12C.
c) 12 vezes a massa de um átomo de 12C.
d) 1/12 da massa de um mol de átomos de 12C
e) a massa de um mol de átomos de 12C.

Questão 2
A massa atômica do cloro é 35,4. O fato de este número não ser inteiro
indica que
a) no núcleo do átomo de cloro devem existir outras partículas, além de
prótons e nêutrons.
b) o cloro se apresenta na natureza como uma mistura de isótopos.
c) há um erro experimental na determinação das massa atômicas.
d) o número de Avogadro não é um número inteiro.
e) a massa atômica leva em conta a massa dos elétrons.
412
Questão 3
Em um mol de CaCl2 há
a) 1 átomo de cálcio e 2 átomos de cloro
b) 1 íon Ca+2 e 2 íons Cl¯.
c) 12,04 x 10²³ íons Cl¯ e 6,02 x 10²³ íons de Ca+2.
d) 1 molécula de CaCl2
e) 12,04 x 10²³ átomos de cloro.

Questão 4
Uma porção de gás pode ser aquecida sob uma pressão constante ou sob
volume constante. A questão é saber como irá variar a densidade do gás
em cada uma dessas maneiras de aquecimento.
Pressão constante Volume constante
a) Aumenta Não varia
b) Aumenta Diminui
c) Não varia Aumenta
d) Diminui Diminui
e) Diminui Não varia

Questão 5
A densidade de um gás X em relação ao oxigênio é 2, nas mesmas condi-
ções de pressão e temperatura. A massa da molécula de oxigênio é
a) igual a do gás X.
b) o quádruplo da massa da molécula X.
c) a metade da massa da molécula X.
d) dependente da velocidade de difusão do gás X.
e) o triplo da massa da molécula X.

Qestão 6
Ao serem misturados dois gases reais inertes, o volume final foi menor do
que o esperado pela equação que representa o comportamento ideal. Tal
fato justifica-se, considerando que há
a) interação atrativa entre os componentes da mistura.
b) interações repulsivas entre os componentes da mistura.
c) transformação de massa em energia.
d) variação de massa sem mudança do estado de agregação.
e) variação de massa com mudança do estado de agregação.

413
414
Questão 7
De acordo com a teoria cinética dos gases, as moléculas desses estão em
contínuo movimento caótico, chocando-se continuamente entre si e com
as paredes do vaso que os contém. Considerando essa situação, afirma-
mos que
I- a pressão é resultante dos choques das moléculas com as paredes do
vaso.
II- nos choques com as paredes, as moléculas perdem energia cinética.
III- o fornecimento de calor ao sistema aumenta a temperatura, a energia
cinética e a pressão do gás a volume constante.
IV- havendo conservação de quantidade de movimento nos choques en-
tre as moléculas e destas com as paredes do vaso, a pressão permanece
constante, em condições de temperatura e volume constantes.
Dessas afirmações, são válidas
a) apenas a I,a II e a III.
b) apenas a I, a II e a IV.
c) apenas a I, a III e a IV.
d) apenas a II, a III e a IV.
e) a I, a II, a III e a IV.

Questão 8
São propriedades de qualquer substância no estado gasoso:
I- ocupar toda a capacidade do recipiente que a contém.
II- apresentar densidade bastante inferior à do líquido obtido pela sua
condensação.
Para ilustrar essas propriedades, utilizou-se um liquidificador em cujo copo
foram colocadas algumas esferas pequenas, leves e inquebráveis. Expli-
que como esse modelo pode ilustrar as propriedades I e II.

Questão 9
As seguintes representações: 32X , 42X e 52X, em que X é o símbolo do
elemento químico, referem-se a átomos com:
a) igual número de nêutrons
b) igual número de prótons.
c) diferente número de elétrons.
d) diferente número atômicos.
e) diferente número de oxidação.

415
416
Questão 10
O átomo constituído de 17 prótons, 18 nêutrons e 17 elétrons apresenta
número atômico e número de massa, respectivamente, iguais a:
a) 17 e 17
b) 17 e 18
c) 18 e 17
d) 17 e 35
e) 35 e 17

Questão 11
Um determinado átomo apresenta 20 prótons, 20 nêutrons e 20 elétrons;
outro apresenta 20 prótons, 21 nêutrons e 20 elétrons. Sobre eles é correto
afirmar que
a) pertencem a elementos químicos diferentes
b) são isóbaros.
c) são isótonos
d) têm o mesmo número atômico.
e) o número de massa de ambos é 41.

Questão 12
Se um átomo, no estado fundamental, apresenta 2 elétrons no terceiro
nível principal de energia (n=3), seu número atômico é
a) 2
b) 3
c) 6
d) 8
e) 12

Questão 13
A alternativa que apresenta a correspondência certa entre o elemento e a
família é
Gás Metal Metal alcalino Halogênio Metal alcalino
nobre de transição terroso

a) F Cu Li N Mg

b) He Zn Hg Cl Ca

c) Kr Cr K I Sr

d) Cl Ag Rb Br Ba

e) Ne Cd Cs O Ra

417
418
Questão 14
Assinale o metal abaixo que é líquido à temperatura ambiente.
a) Tungstênio.
b) Cobalto.
c) Mercúrio.
d) Níquel.
e) Sódio.

Questão 15
A maioria dos elementos que são gasosos em condições ambientais está
localizada, na tabela periódica, nas famílias
a) IA e IIA.
b) IA e 0.
c) IA e VIIA.
d) IIA e 0.
e) VIIA e 0.

Questão 16
Analise atentamente a tabela apresentada abaixo.

A B D

Qual dentre os elementos citados, (representados por letras), apresenta a


maior energia de ionização?
a) A.
b) B.
c) C.
d) D.
e) E.

419
420
Questão 17
Dentre os átomos dos elementos abaixo, aquele que necessitará de menor
energia para que se extraia um elétron de seu átomo neutro será o átomo de
a) H
b) Na
c) Rb
d) P
e) I

Questão 18
Um gás, cuja molécula apresenta ligação covalente com uma certa por-
centagem de caráter iônico, dissolve-se prontamente em água, produzin-
do uma solução eletrolítica. Esse gás pode ser
a) H2
b) CO2
c) HCl
d) Cl2
e) O2

Questão 19
A acidez estomacal, provocada pelo ácido clorídrico, pode ser neutraliza-
da, utilizando-se uma solução de
a) NaCl
b) K2SO4
c) Mg(OH)2
d) C6H12O6
e) C2H5OH

Questão 20
Na reação de neutralização do H2SO4 com Al(OH)3 forma-se
a) AlSO4
b) Al(SO4)2
c) Al2SO4
d) Al2(SO4)3
e) Al3(SO4)2

421
422
Questão 21
A fórmula do ácido clórico é
a) HCl
b) HClO
c) HClO2
d) HClO3
e) HClO4

Questão 22
A fórmula do ácido hipobromoso é
a) HBrO4
b) HBrO
c) HBrO3
d) HBr
e) HBrO2

Questão 23
Dados os seguintes exemplos:
HCl liqüefeito
HCl em solução aquosa
Açúcar em solução aquosa
Gasolina líquida
NaCl fundido

Assinale os que conduzem corrente elétrica.


a) I e II.
b) I e III.
c) II e III.
d) II e V.
e) III e IV.

423
424
Questão 24
Dissolvem-se sulfato de sódio e sulfato de potássio em grande quantidade
de água. As espécies químicas presentes na solução serão
a) K2SO4 e Na2SO4
b) KNaSO4
c) KOH, NaOH e H2SO4
d) K+1, Na+1 e SO4-2
e) Na2K2(SO4)2

Questão 25
Dentre os compostos mencionados abaixo, o único insolúvel na água é o
a) sulfeto ferroso.
b) cloreto de hidrogênio.
c) hidróxido de sódio.
d) nitrato cúprico.
e) ácido sulfúrico.

Questão 26
A função inorgânica das substâncias
I- CaHPO4
II- CaO
III- H3PO4
é
I II III
a) Base Óxido Ácido
b) Ácido Base Óxido
c) Sal Óxido Ácido
d) Óxido Óxido Óxido
e) Sal Base Base

425
426
Questão 27
Na correspondência entre fórmulas químicas e respectivas nomenclatu-
ras, qual não está correta?
Fórmula Nomenclatura
a) HCl(g) Cloridreto
b) HNO3 Ácido nítrico
c) Fe2O3 Óxido de ferro III
d) Al(OH)3 Hidróxido de alumínio
e) Na2S Sulfito de sódio

Questão 28
Indique a fórmula geral dos sulfatos dos metais alcalinos, sendo eles re-
presentados pelo símbolo Me
a) MeSO4
b) Me2SO4
c) Me(SO4)2
d) Me2(SO4)3
e) Me3(SO4)3

Questão 29
Pode-se exemplificar como sistema homogêneo a mistura de
a) vapor de água + gás carbônico.
b) gelo + solução aquosa de glicose.
c) oleo + solução aquosa de cloreto de sódio.
d) agua + mercúrio.
e) areia + etanol.

Questão 30
O granito é
a) matéria homogênea.
b) matéria heterogênea.
c) substância simples.
d) solução sólida.

427
428
Questão 31
A água mineral filtrada (sem gás) é uma
a) substância pura.
b) mistura heterogênea.
c) mistura homogênea.
d) substância composta.

Questão 32
Respectivamente, que nomes se dão a
I- uma mistura homogênea de duas ou mais substâncias?
II- a seu componente em menor quantidade?
III- a seu componente em maior quantidade?

As palavras que respondem corretamente a essas frases são


a) solução, solvente, soluto.
b) soluto, solução, solvente.
c) solução, soluto, solvente.
d) solvente, solução, soluto.

Questão 33
O ar atmosférico poluído pode conter uma quantidade excessiva de monóxido
e dióxido de carbono. Nessas condições, ele pode ser considerado
a) uma mistura heterogênea.
b) uma mistura homogênea.
c) uma substância composta.
d) uma combinação gasosa.
e) uma mistura de elementos.

Questão 34
Quando misturamos quantidades iguais de água, álcool e óleo, o sistema
obtido é formado por
a) três fases e um componente.
b) duas fases e três componentes.
c) três fases e três componentes.
d) duas fases e dois componentes.

429
430
Questão 35
Um sistema formado por gases
a) pode ser homogêneo ou heterogêneo, dependendo da natureza dos gases.
b) pode ser homogêneo ou heterogêneo, dependendo da proporção de cada
gás na mistura.
c) é sempre polifásico.
d) é sempre unifásico.
e) tem o número de fases dependente de serem os gases substâncias sim-
ples ou substâncias compostas.

Questão 36
o cristalizador dotado de tampa (figura), são misturados dois cubos de
gelo, tetracloreto de carbono, cloreto de sódio em excesso e água. Quantas
fases é possível distinguir nesse sistema?
a) 2.
b) 3.
c) 4.
d) 5.
e) 6.

431
432
Questão 37
Qual destes gráficos abaixo representa o processo de ebulição de um lí-
quido puro?
a) temperatura b) temperatura

tempo tempo
c) temperatura d) temperatura

tempo tempo
e) temperatura

tempo

Questão 38
Assinale o processo de separação da mistura de dois líquidos completa-
mente miscíveis.
a) Destilação.
b) Filtração.
c) Levigação.
d) Centrifugação.

Questão 39
Considerado as seguintes misturas:
I- solução aquosa de cloreto de sódio,
II- areia + água,
III- mercúrio + água,
IV- petróleo,

433
434
Indique o processo respectivamente utilizado para separar os seus com-
ponentes.
a) Decantação, cristalização, filtração, craqueamento.
b) Destilação, filtração, decantação, destilação fracionada.
c) Decantação, filtração, cristalização, levigação.
d) Destilação, filtração, cristalização, levigação.
e) Destilação, catação, centrifugação, destilação fracionada.

Questão 40
Assinale a alternativa que representa a melhor maneira de separar dois
líquidos imiscíveis.
a) Através do funil de Buchner.
b) Através do papel filtro.
c) Através da centrífuga.
d) Através do cadinho de Gooch.
e) Através do funil de decantação.

Questão 41
Constituem materiais adequados para a montagem de um aparelho de
destilação simples no laboratório:
a) balão volumétrico, condensador, kitassato.
b) erlenmeyer, termômetro, pipeta.
c) balão fundo redondo, bureta, béquer.
d) balão com saída lateral, termômetro, condensador.
e) bureta, condensador, bagueta.

Questão 42
Considere as substâncias água (H2O), metanol (CH3-OH), ozônio (O3), en-
xofre (S8), ácido sulfúrico (H2SO4), argônio (Ar) e cloreto de sódio (NaCl).
Quantas dessas substâncias são compostas?
a) 5.
b) 4.
c) 3.
d) 2.
e) 1.

435
436
Questão 43
Dentre as seguintes substâncias:
I- gelo-seco
II- diamante
III- grafite
IV- quartzo

Quais são formadas por um único elemento?


a) Apenas a I e a II.
b) Apenas a I e a III.
c) Apenas a II, a III e a IV.
d) A I, a II a III e a IV.

Questão 44
Assinale a opção que representa apenas substâncias simples.
a) H2 ,Cl2, N 2 e CH 4
b) MgCl2, H2O, H2O2, CCl4
c) Na2O, NaCl, H2, O2
d) CCl4, H2O, Cl2, HCl
e) H2, Cl2, O2, N2

Questão 45
Das alternativas abaixo, assinale a transformação que representa um fe-
nômeno físico.
a) Combustão de madeira.
b) Enegrecimento de um objeto de prata quando exposto ao ar.
c) Transformação que ocorre quando enxofre e limalha de ferro são aque-
cidos juntos.
d) Dissolução do açúcar em água.
e) Formação de água a partir de hidrogênio e oxigênio.

Questão 46
Assinale a alternativa na qual somente há fenômenos químicos.
a) Combustão do carvão, destilação da água, formação de ferrugem.
b) Fusão do gelo, fermentação do vinho, decomposição da água oxigenada.

437
438
c) Esterificação de um ácido carboxílico, combustão da gasolina, vapori-
zação de um álcool.
d) Fermentação do leite, queima do papel e digestão de alimentos.
e) Saponificação de um óleo, sublimação de naftalina, oxidação do cobre.

Questão 47
Pode-se esperar que seja formado um composto iônico, quando um ele-
mento de natureza metálica combina-se com outro elemento de
a) elevada eletropositividade.
b) baixa energia de ionização.
c) elevado número atômico.
d) natureza metálica.
e) elevada afinidade eletrônica.

Questão 48
Molécula de dióxido de enxofre é representada pela fórmula estrutural
(dados: 8O e 16S):
a) O - S - O
b) O = S O
c) O “ S “ O
d) O = S = O

Questão 49
A ligação entre dois átomos terá caráter iônico acentuado quando esses
a) ocuparem lugares muito próximos na classificação peródica.
b) tiverem ambos eletronegatividade grande.
c) tiverem ambos a energia de ionização baixa.
d) tiverem a mesma afinidade por elétrons.
e) Nenhuma das respostas anteriores.

Questão 50
Assinale a opção na qual as duas substâncias são apolares.
a) NaCl e CCl4
b) HCl e N2
c) H2O e O2
d) CH4 e Cl2
e) CO2 e HF

439
440
Questão 51
No nitrogênio solidificado, as moléculas N2 adjacentes são unidas por li-
gações
a) de London.
b) de dipolos permanentes.
c) covalentes.
d) iônicas.
e) hibridizadas.

Questão 52
Os hidretos do tipo H2X dos elementos da família do oxigênio são todos
gasosos em condições ambientais, com exceção do hidreto de hidrogênio.
Essa situação é conseqüência
a) do baixo peso molecular do H2
b) das ligações covalentes.
c) das pontes de hidrogênio entre as moléculas.
d) do fato de o oxigênio ser o elemento com maior raio atômico nessa fa-
mília.
e) do fato de que o gelo ser menos denso do que a água líquida.

441
442
443
PISTA MALUCA (QG6)
Regras
Cada jogador ou grupo deve jogar com uma peça de cor diferente. A saída
será dada ao jogador que obtiver maior pontuação ao jogar o dado. O joga-
dor que iniciar, deverá jogar o dado e deslocar a peça de acordo com a
pontuação obtida sempre que acertar a resposta da carta. Caso a posição
da peça coincida com alguma instrução da pista, o jogador deverá obede-
cer a essa instrução. Será considerado vencedor o jogador que alcançar
primeiro a chegada. O jogo contém 63 peças e um (1) tabuleiro.

Perguntas
Diga o nome de três elementos Quais são as camadas eletrôni-
químicos que fazem parte da fa- cas e qual o n.º máximo de elé-
mília do Carbono. trons em cada uma?
Carbono. 1-K - 2
Silício. 2-L - 8
Germânio. 3 - M - 18
Estanho. 4 - N - 32
Chumbo. 5 - O - 32
6 - P - 18
7-Q - 2

Fale sobre algumas das proprie- Os metais são eletropositivos,


dades dos metais citadas abaixo. enquanto que os não-metais são
Brilho. eletronegativos. Esta proprieda-
Condução de calor e eletricidade. de indica se o átomo recebe ou
Dureza. doa elétrons. Diga quem perde
Maleabilidade. e quem ganha elétrons.
Ductibilidade. METAIS - perdem elétrons
Ponto de fusão e ebulição eleva- NÃO -METAIS - ganham elé-
dos. trons.
446
O que é número atômico? Comente sobre as cargas elétri-
cas das partículas do átomo.
É o número de prótons
que um átomo possui Prótons e elétrons possuem car-
em seu núcleo. ga elétrica.
É representado pela letra Z. Elétrons têm carga negativa.
Prótons têm carga positiva.

Nêutrons não possuem carga elé-


trica.

Quais são as famílias que fazem Que elemento químico apresen-


parte dos elementos representa- ta propriedades singulares, e
tivos? aparece na tabela periódica
como um elemento à parte?
As famílias 1 A até 7 A, lembran-
do que o hidrogênio (por sua sin- Hidrogênio
gularidade) é considerado um
elemento à parte.

O que diferencia os gases nobres Como são chamados os íons po-


dos outros elementos? sitivos e negativos?

Seus átomos apresentam a últi- Íons positivos - cátions


ma camada completa, o que os Íons negativos - ânions
torna quimicamente
estáveis.

447
448
As séries lantanídeos e actiníde- Como você definiria átomo?
os representam quais elemen-
tos? São partículas que formam as
moléculas.
Os elementos de transição inter-
na ou terras-raras.

O que é solidificação? Quais as partículas formadoras


dos átomos?
É a passagem de uma substância
do estado líquido para o estado Prótons, nêutrons e elétrons.
sólido.

Ex: formação de gelo.

A classificação atual dos ele- Em um modelo atômico temos


mentos químicos abrange qua- um núcleo e uma eletrosfera.
tro grupos. Quais são eles? Que partículas fazem parte de
cada parte?
Metais, não–metais, gases nobres,
hidrogênio. Núcleo - prótons e nêutrons.
Eletrosfera - elétrons.

449
450
Cite pelo menos três proprieda- O que você entende por maté-
des gerais da matéria. ria?

Extensão, volume, massa, inércia, É tudo o que possui massa e ocu-


impenetrabilidade, compressibi- pa um lugar no espaço recebe o
lidade, elasticidade, indestrutibi- nome de matéria.
lidade.

Cite dois exemplos de estado fí- Cite dois exemplos de proprie-


sico. dades químicas.

Solido: pedra, madeira, papel, Combustão.


borracha. Hidrólise.
Líquido: água, óleo, tinta. Oxidação.
Gasoso: vapor d’agua, fumaça, ar.

O que você entende por íons? Quais os dois fatores que influ-
em na mudança de estado físico
Quando um átomo perde ou ga- da matéria?
nha elétrons, quebra-se o equilí-
brio e o átomo torna-se eletroni- Temperatura e pressão.
camente positivo ou negativo –
recebendo o nome de íons. Uma atua contrariamente à outra.

451
452
Comente sobre a massa das par- Que gás nobre é utilizado em ilu-
tículas do átomo. minações especiais, como os lu-
minosos de propaganda?
Os prótons e nêutrons têm mas-
sa mais ou menos iguais, mas con- O gás neônio.
vencionou-se que ela vale 1.

Os elétrons têm massa 1836 ve-


zes menor que a de um próton.

Quanto à forma e o volume do O que é fusão?


estado físico sólido, como você o
definiria? Passagem de uma substância do
estado sólido para o estado lí-
Tem forma própria e volume de- quido.
finido.

O que você entende por agentes O que é condensação ou lique-


físicos? fação?

São aqueles que, em geral, não Passagem de uma substância do


mudam a natureza da substância. estado gasoso para o estado lí-
quido.
Ex: o calor é um exemplo de agen-
te físico. Ex: O vapor de água encosta em
uma superfície fria e forma gotí-
culas de água.

453
454
O que são elementos isótopos? O que é sublimação?

São átomos que possuem o mes- Passagem de uma substância do


mo número atômico, porém apre- estado sólido para o estado gaso-
sentam número de massa dife- so, e vice-versa.
rente.
Ex: bolinhas de naftalina.

Quais são as famílias que fazem O que diferencia os gases nobres


parte dos elementos de transi- dos outros elementos?
ção?
Seus átomos apresentam a últi-
As famílias 3 até 12. ma camada completa, o que os
torna quimicamente estáveis.

Como você definiria molécula? Que elemento químico apresen-


ta propriedades singulares e
Como sendo a menor parte de aparece na tabela periódica
uma substância e que conserva a como um elemento à parte?
mesma composição dessa subs-
tância. Hidrogênio.

455
456
Dê o nome das famílias: 3 A, 7 A, Quanto à forma e ao volume do
8 A ou O estado físico líquido, como você
o definiria?
7 A - família dos halogênios;
Não tem forma própria mas tem
8 A ou O A - família dos gases volume definido.
nobres;

3 A - família do boro.

Na tabela periódica, os elemen- Quais os três estados físicos da


tos químicos estão dispostos em matéria?
linhas e colunas que são chama-
das respectivamente de Sólido, gasoso e líquido.

colunas - grupos ou famílias;

linhas - períodos ou séries.

Dê o Z, o A e o nº de nêutrons Diga o nome dos elementos quí-


do átomo abaixo. micos representados pelos se-
guintes símbolos:
70 A = 70
Ga nº de nêutrons = 39 O - oxigênio
31 Z = 31 N - nitrogênio
C - carbono
Fe - ferro
Ca - cálcio

457
458
Quantos elementos químicos O que são elementos isótonos?
são conhecidos? E quantos são
naturais? São átomos que apresentam o
mesmo número de nêutrons, mas
Atualmente conhecemos 109 ele- número de massa ou número atô-
mentos; sendo que 90 desses ele- mico diferentes.
mentos são naturais.

Quanto à forma e ao volume do Diga o nome de três elementos


estado físico gasoso, como você químicos que fazem parte da fa-
o definiria? mília dos alcalinos terrosos.

Não tem forma nem volume defi- Berílio, Magnésio, Cálcio, Es-
nidos. trôncio, Bário e Rádio.

De Z, o A e o nr de nêutrons do Que gás nobre é utilizado em ilu-


átomo abaixo. minações especiais, como os lu-
minosos de propaganda?
48 A = 48
Ti nr de nêutrons = 26 O gás neônio.
22 Z = 22

459
460
O que entendes por agente quí- Por que, quando se usa panela
mico? de pressão, os alimentos são co-
zidos mais rapidamente?
São aqueles que, em geral, pro-
A pressão assim como a tempe-
vocam modificações na própria
ratura aumentam muito no inte-
substância.
rior da panela, sem que ocorra
Ex.: Uma substância que reage a
mudança de estado físico da água.
uma segunda substância, dando
Com uma temperatura maior do
origem a novas substâncias.
que 100°C, os alimentos são cozi-
dos mais depressa.

Diga o nome dos elementos quí- O que é massa atômica?


micos representados pelos se-
guintes símbolos: É a massa do átomo relacionada
com um padrão escolhido, que é
Zn - zinco o Carbono 12.
B - boro
K - potássio
P - fósforo
S - enxofre

O que é vaporização? O que são elementos isóbaros?

Passagem de uma substância do São átomos que apresentam di-


estado líquido para o estado ga- ferentes números atômicos, mas
soso. que possuem o mesmo número
de massa.
Ex.: água fervendo (vapor)

461
462
Diga o nome dos elementos quí- Cite, pelo menos, três exemplos
micos representados pelos se- de propriedades físicas:
guintes símbolos:
Ponto de fusão, solidificação, ebu-
F - flúor lição e condensação.
Si - silício Dureza, solubilidade, densidade,
Cl - cloro calor específico, condutividade,
Mg – magnésio magnetismo.
Na - sódio

Por que ao se colocar uma bebida Diga o nome de três elementos


gelada num copo, forma-se gotícu- químicos que fazem parte da fa-
las de água do lado de fora do copo? mília dos alcalinos.
O ar contém umidade, sob forma
Hidrogênio, Lítio, Sódio, Potás-
de vapor de água, quando se co-
sio, Rubídio, Césio, Frâncio.
loca uma bebida gelada num copo
suas paredes se resfriam. O vapor
de água no ar junto as paredes do
copo se condensa, formando go-
tinhas de água.

Diga o nome de três elementos Dê o nome das famílias: 1 A, 2 A,


químicos que fazem parte da fa- 3 A.
mília do boro.
1 A - família dos alcalinos;
Boro, Alumínio, Gálio, Índio,
Tálio. 2 A - família dos alcalinos-terrosos;

3 A - família do boro.

463
464
Dê o Z, o A e o n° de nêutrons do O que é número de massa?
átomo abaixo.
É a soma do número de prótons
37 A = 37 e nêutrons que um átomo possui
Cl n° de nêutrons = 20 em seu núcleo.
17 Z = 17
É representado pela letra A.

A=p+n

Dê o nome das famílias: 4 A, 5 A, Quais os dois tipos de vaporiza-


6 A. ção?

4 A - família do carbono; Evaporação - mudança lenta de


estado;
5 A - família do nitrogênio;
Ebulição - fornecemos calor para
6 A - família dos calcogênios. a mudança de estado.

Diga o nome dos elementos quí-


micos representados pelos se-
guintes símbolos:

H – hidrogênio
U – urânio
I – iodo
Ni – níquel
Al – alumínio

465
466
467
IMAGEM E QUÍMICA (QG7)
Regras
Este jogo é recomendado para quatro (4) ou mais jogadores. Os participan-
tes dividem -se em equipes. Cada equipe organiza-se de modo que, a cada
vez de jogar, haja um rodízio na posição de desenhista, isto é, do jogador
que tentará comunicar aos colegas da equipe uma palavra ou uma expres-
são sem falar nada, nem fazer nenhum gesto. Os únicos instrumentos que
ele terá à disposição serão lápis e papel, no qual ele poderá desenhar, esbo-
çar e rabiscar o que quiser. Os colegas terão 30 segundos para propor pala-
vras sobre o que estão vendo. Não é permitido escrever palavras, nem le-
tras, nem números. As palavras são retiradas, aleatoriamente, de um bara-
lho com palavras ou expressões, divididas em categorias como: material de
laboratório - vidrarias e outros utensílios de laboratório; elementos quími-
cos - um elemento qualquer da tabela periódica; propriedades - proprieda-
des periódicas, aperiódicas e elementos químicos. Existe ainda uma quarta
categoria, na qual um integrante do grupo, ao tirar a carta do baralho, tem
que fazer uma pergunta sobre o material de laboratório ou tabela periódica
aos seus colegas. Algumas palavras ou expressões acompanhadas de um
asterisco (*) deverão ser desenhadas por ambos os desenhistas das equi-
pes. Ganha aquele que acertar primeiro. Cada acerto dá direito à equipe de
movimentar seu peão, jogando o dado. A primeira equipe a cumprir todo o
trajeto do tabuleiro será a vendedora. Questões para desenvolvimento: O
que acharam de expressar suas idéias de maneira diferente? O conheci-
mento adquirido durante as aulas foi aproveitado?
470
471
472
473
474
475
476
477