Você está na página 1de 58

ZOOLOGIA GERAL

CURSO: AGRONOMIA
1º Ano – 1º semestre

Filo
Platyhelminthes

Prof. Responsável: Antonio Leão


Castilho
Profª. Colaboradora (PAADES –
A): Aline Nonato
Filo Platyhelminthes

✓ Plathy → chato + helminthe →


verme

✓  20.000 spp. → maioria vida livre


 → alguns grupos parasitas

✓ Bilaterais, triploblásticos e
acelomados
Filo
Platyhelminthes

✓ Sistema digestivo
incompleto ou
ausente

✓ Cefalizado

✓ Hermafroditas

✓ Protonefrídeos
Filo Platyhelminthes

Espécies de
vida livre

(Turbellaria)
Filo Platyhelminthes

Aspidobothrea Espécies
parasitas
Monogenoidea

(Neodermata)

Cestoda
Digenea
Filo Platyhelminthes

Classe Turbellaria -
Planárias

 Tamanho → maioria 10 cm

Primariamente aquáticos

 Associados fundo

adesão substrato
Filo
Platyhelminthes
Classe Turbellaria
 Algumas spp.

terrestres

 Vida livre

 Boca leva a uma


faringe

 Região intestinal
fechada

 Epiderme celular e
ciliada
Classe Turbellaria
Glândulas de muco

Muco, pra
que te quero?
Filo
Platyhelminthes

Classe Turbellaria
 Thysanozoon
brocchi

 Substâncias ácidas
Filo Platyhelminthes

Classe Turbellaria

Alimentação

Quimiorrecepção -
presas
Filo Platyhelminthes
Classe
Turbellaria
Ramificações do
intestino
Filo Platyhelminthes

Classe Turbellaria:
Excreção e
Osmorregulação

→ Protonefrídios

→ Células bulbo-
flama (única ou
pares)

Dulcícolas
diferenciados
Filo Platyhelminthes

Classe
Turbellaria:
Excreção e
Osmorregulação

Protonefrídios
Classe Turbellaria:
Sistema Nervoso

 Simples plexo células


nervosas

 Arranjo completo → típico


bilaterais

 Desenvolvimento gânglio
cerebral

 Cordões nervosos
longitudinais
Classe Turbellaria:
Sistema Nervoso

Cordão
Cordão nervoso
nervoso
longitudinal
longitudinal
Concentração anterior -
bilateralidade

Receptores táteis
Classe
Turbellaria:
Quimiorreceptores
Órgãos
Sensoriais
Estatocistos → grupos
nadadores

Ocelos (1 a vários pares)


Classe Turbellaria:
Reprodução
Assexuada

Fissão transversal

 ligadas após fissão

 indivíduos → zooides

 posteriormente
desligados
Classe
Turbellaria:
Reprodução
Assexuada
Classe
Turbellaria:
Reprodução
Assexuada
Classe Turbellaria:
Reprodução Sexuada

Aparelho Reprodutivo
Classe Turbellaria:
Reprodução Sexuada

 Acasalamento
✓ Gonóporos

✓ Fertilização
cruzada →
interna
Filo
Platyhelminthes

Espécies
parasitas
(Neodermata)
Filo Platyhelminthes

Troca da
epiderme
larval por
uma
neoderme
no adulto
Oncomiracidio Adulto
Filo Platyhelminthes
Classe Trematoda

 Digêneos

 Corpo coberto por tegumento

 1 ou + ventosas

 2 ou 3 hospedeiros durante o
ciclo de vida

 Maioria endoparasita
Filo Platyhelminthes
Classe Trematoda

Ventosa oral

Alveoli
Acetábulo

Ceco intestinal

Subclasse Aspidobothrea Subclasse Digenea


Filo Platyhelminthes
Classe Trematoda

Shistossoma mansoni

Canal ginecóforo
Filo Platyhelminthes
Classe Monogenea

 Monogêneos
 Corpo coberto por tegumento
 Ventosa oral reduzida ou
ausente
 Acetábulo ausente
 Pró- háptor e opisto-háptor
(ectoparasita)
 Normalmente possui apenas 1
hospedeiro
Filo Platyhelminthes - Classe Monogenea

Ventosa oral

Boca terminal

Boca ventral

Opistohaptor

Subclasse Heteronchoinea
Subclasse Polyonchoinea
Filo Platyhelminthes
Classe Cestoda

 Exclusivamente
endoparasita

 Corpo coberto por


tegumento

 Corpo divido por:


→ Escólex, colo,
estróbilo

 Trato digestivo ausente


Filo Platyhelminthes
Classe Cestoda Escólice

Faringe vestigial
Proglótide

Sem trato digestório

Corpo estrobilizado

Subclasse Gyrocotylidea
Subclasse Cestoidea
Anatomia dos Cestoda
Filo Platyhelminthes
Classe Cestoda

Microtríquios
Filo Platyhelminthes
Classe Cestoda
Filo Platyhelminthes
Classe Cestoda
Celoma
 Importância do celoma
esqueleto hidrostático
meio circulatório
local temporário
acúmulo de excessos

 Acelomados
 Pseudocelomados
 Celomados
Pseudocelomados

Cavidades corpóreas não são Órgãos livres no interior da


formadas a partir do mesoderme cavidade corporal
Filo
Nematoda
Filo
Nematoda
✓ Lombriga, ascaris e oxiúros

✓ Importância econômica e
médica

✓ + diverso entre os Metazoa


(25.000 spp)

✓ Diversidade de tamanho

✓ Vivem no mar, água doce e


terra

✓ Parasitas de uma diversidade


ampla de plantas e animais
Filo Nematoda - Plantas

Estilete bucal – seiva das


plantas
Filo Nematoda - Plantas
Filo Nematoda - De vida livre
Filo Nematoda - Parasitos
Filo Nematoda:
Parede do corpo, sustentação e
locomoção
 Cutícula (sucesso e
ecdise)

 Músculo circular
ausente

Movimento

ondulatório em forma
de “chicote”
Filo Nematoda
Cordão nervoso

Células musculares
Epiderme
Blastoceloma

Cutícula

Linha lateral
Canal excretor

Intestino
Cordão nervoso
Filo
Nematoda:
Alimentação
e Digestão
Necator sp.

Ancilostomíase

Mucosa intestinal
Circulação, trocas gasosas,
excreção e osmorregulação

Filo  Respiração cutânea –


Nematoda difusão

 Anaerobiose facultativa
Filo Nematoda:
Circulação, trocas gasosas, excreção e osmorregulação

Excreção por células RENETE


Maioria amoniotélico
Filo Nematoda: Sistema Nervoso

Anel nervoso

Anfídeos (órgão
sensitivos cefálicos)

Fasmídeos (órgão
sensoriais caudais)

ocelos (vida livre)


Filo Nematoda:
Reprodução e
Desenvolvimento

 Maioria dióica

 MACHOS menores que


as fêmeas

 CÓPULA

 Animais de vida livre –


desenvolvimento direto
Filo Nematoda:
Reprodução e Desenvolvimento
Filo Nematoda:
Reprodução e Desenvolvimento

espinhos cuticulares
Filo Nematoda

Filariose Linfática
Mosquito Culex