Você está na página 1de 5

você sabe o que é semiótica

segundo lúcia santa ella semiótica uma

ciência dos signos é a ciência geral de

todas as linguagens

então dizemos que semiótica é a ciência

que estuda todas as formas do homem se

comunicar

abrangendo as linguagens verbais e não

verbais oral escrita desenhada gestual

corporal representada e etc

a semiótica é a ciência que ajuda a

olhar o mundo

ela nos faz compreender todos os

fenômenos da nossa avó uma batida na

porta um raio de luz o cheiro de jasmim

porcina seus entes

isso porque seu pai foi na época o mais

importante matemático de harvard e sua

casa sempre foi o centro de reuniões dos

grandes estudiosos formou-se em química

na universidade de harvard

mas percebi que era também matemático

físico astrônomo e quem concebeu a idéia

da semiótica ao longo de sua vida o

signo é tudo o que nos faz lembrar de

algo e é perceptível aos nossos sentidos

portanto podemos dizer que o signo é

essência da semiótica para santa ela é

uma coisa que lembra outra coisa como

uma fotografia se classificou o signo


como sendo triádico o representando bem

o objeto que eu interpreto ante o

representante é a parte perceptível no

siga por exemplo quando vemos uma

bandeira no quadrinho

essa imagem é uma representação de algo

traz à lembrança de algo de fora

o objeto é a coisa propriamente dita

no caso a bandeira em se o objeto pois

foi utilizado para captar a imagem que o

representa no interpretantes é aquilo

que é criado na mente de quem vê o signo

é o significado daquilo que vemos um

exemplo seria a imagem lembrança que é

criado em nossa mente ao vermos a imagem

da bandeira representado

no quadrinho ver se criou a tricotomia

que é a relação criada do signo consigo

mesmo

a relação do signo com seu objeto

dinâmico ea relação do signo conseguiu

interpretantes a mais conhecida é

tricotomia que cria relação do signo com

o objeto dessa relação com o objeto o

signo pode ser um ícone que é o signo

que tem alguma semelhança com o objeto

representado ou seja nos faz lembrar de

algo por exemplo a relação vermelho

sangue também relacionando o signo com o


objeto ele pode ser o índice que é

quando signo tem uma relação direta com

o objeto e nos mostra algo que aconteceu

o vai acontecer no quadrinho é

representado como indício de algo

outros exemplos também seriam pegadas na

areia nuvens carregadas indicando que

vai chover cheiro de gás vazando e de

center

já o símbolo por cima relação

convencionada com o objeto retratado é

quando há uma denominação coletiva

ensinada e normalmente arbitrária porque

não tem nenhuma relação significativa é

produzida por uma convenção de idéias

um exemplo de símbolos são as próprias

palavras

quando relacionamos o signo consigo

próprio ele pode ser um qualify linus em

signo ou legis ig o quali signo é

basicamente todo signo que é uma

qualidade um determinante como a cor

amarela é uma qualidade de cor está em

primeira idade ela pode ser um quase

signo do sol mas ela não é o som em si

já o sim signo é todo signo existentes

um acontecimento real pode envolver

vários quali se por exemplo o verde é a

soma dos quales signos de verde que é

uma cor que é um sinal de passagem de


trânsito que é um sinal de liberdade

natureza enfim é um signo de si próprio

a somatória de todos quali signos por

exemplo o verde do huck

o legista igno é o signo que é uma lei

porém não necessariamente uma lei

federal fundamentar em algum artigo do

código civil penal pode ser uma lei

virtude cultural regional contudo não

podemos esquecer que inexiste legis

signo sensível nos prédios por exemplo o

verde existe como sim signo antes de ser

uma lei de trânsito uma lei é uma

abstração operativa palavras convenções

elementos de uso comum nos quadrinhos

a relação do signo commcenter preta ante

começa com a rima a rima abre o leque de

possibilidades todas as possibilidades

que aqueles signo representa e pode ser

o decente já é o signo de forma real

existente corresponde um enunciado

envolve remax na descrição do fato

o argumento é uma justificativa é um

signo de razão rejeitamos um exemplo

a floresta no seu sentido geral é a rema

desta imagem já floresta amazônica em si

aí representadas se torna o discente e o

argumento fica por conta do texto

amazônia é o pulmão do mundo


a carioca pode ser compreendida quando

verificamos a realidade é uma só voz em

temas que ela está em todos os lugares