Você está na página 1de 9

AULA 2 – O VERDADEIRO SENTIDA DA PÁSCOA

VERSICULO:

Porque Cristo, nossa Páscoa, foi sacrificado por nós. (1 Co 5:7b)

PARA O PROFESSOR

RECURSOS: Prepare cada um dos ovos, dando um bonito lacinho para fazer as
embalagens de cada um. Arrume-os dentro da cesta, conforme o esquema, na seguinte
ordem: rosa, verde, amarelo, laranja, vermelho, azul.

Será bom ter uma mesa, mesmo pequena, à sua frente, na hora da apresentação. Se não for
possível, você precisará de um ajudante para segurar os visuais.

Na hora da apresentação a lição, o professor vai segurar a cesta durante a apresentação. Ao


mencionar o primeiro ovo, deve retirá-lo da cesta, colocando está com cuidado sobre
a mesa (ou entregando-o ao seu auxiliar). Desamarre a fita, colocando o saquinho e a fita
sobre a mesa, à esquerda da cesta. Depois de falar sobre o primeiro ovo, coloque-o sobre a
mesa, à esquerda da cesta. Pegue a cesta, retire dela o segundo ovo e repita o procedimento
da apresentação do primeiro.

Na conclusão da lição, prenda todos os seis ovos no flanelógrafo, de modo que as figuras
dos lados apareçam. Depois vire um a um, ficando no final com todas as figuras dos lados
o visível. Se preferir, peça a seis crianças que segurem as figuras, orientando-as a virar no
momento apropriado.

HORA DA HISTÓRIA:

Olhem! O que será isto? Parecem presentes numa cesta! São coloridos e amarrados com
lacinhos. Espere aí! Parecem ovos! (Examine os ovos sem retirá-los da cesta). Quero-lhes
contar uma coisa: estes ovos vão ensinar sobre as duas Páscoas. Vocês sabiam que existem
duas Páscoas? É isso mesmo! Algumas pessoas comemoram uma Páscoa enquanto outros
comemoram outra.
Mas existe uma diferença entre as duas Páscoa: uma é falsa e só serve para o divertimento;
a outra verdadeira e tem um real significado. Esses ovos vão ensinar sobre isso:
O ANIMAL DA PÁSCOA:

( Abra o primeiro ovo - de embalagem rosa - e mostre o lado a). Vejam só o que temos no
primeiro ovo. Que animal é este? É um coelho. Quando pensamos em Páscoa lembramos
logo de coelho da Páscoa, todos os cartões de Páscoa e os comerciais de TV só falam nele.
Para muitas pessoas, este animal é o símbolo da Páscoa e muitos se divertem, vestindo-se
de coelhos e presenteando com coelhinhos.

(Mostre o lado b). Porém, do outro lado, vemos outro lado do cartaz outro animal. É um
cordeiro! Este cordeiro nos lembra a primeira Páscoa. Você sabe quando foi a primeira
Páscoa foi comemorada? Foi lá na terra do Egito, muito anos atrás. O povo de Israel era
escravo dos egípcios. Deus havia mandado 9 pragas sobre o Egito para convencer o Faraó a
libertar os israelitas. Deus, então, avisou a décima praga: o filho mais velho de cada família
seria morto naquela noite. Deus mandou que cada família do povo de Israel matasse um
cordeiro e passasse sangue do cordeiro na porta, o primogênito sobreviveu. Naquela noite,
o povo de Israel foi libertado da escravidão.
O cordeiro é o símbolo desta Páscoa. Aquele Cordeiro que foi morto, para que seu sangue
fosse passado na porta livrasse o primogênito daquela casa, era um símbolo de Jesus, que
viria ao mundo para morrer por nós. João Batista disse a respeito de Jesus: "Eis o Cordeiro
de Deus que tira o pecado do mundo". ( Jo 1:29)

O ALIMENTO DA PÁSCOA:

(Abra o segundo ovo e mostre o lado a). Um ovo de chocolate! Quando chega a Páscoa, as
lojas ficam cheias de ovos de chocolates, todos compram, comem e presenteiam ovos. E se
alguém não ganha um bem grande, logo reclama, dizendo que a Páscoa não está legal! A
maioria das pessoas come chocolate para comemorar a Páscoa.
(Mostre o lado b). Vamos ver o outro lado deste segundo ovo. Pão e vinho? Vocês sabem o
que isto tem a ver com a Páscoa?
Quando Jesus estava aqui na terra se reuniu com Seus amigos para comemorar Sua última
Páscoa. Jesus sabia que logo seria crucificado, condenado e crucificado. Ele comeu pão,
tomou vinho e explicou aos Seus discípulos que aquele pão significava Seu corpo que seria
morto; o vinho simbolizava seu Sangue que seria derramado por nós. Naquele dia, Jesus
pediu que Seus discípulos lembrassem dEle e de Seu sacrifício, comendo o pão e bebendo o
vinho. Na Páscoa (aponte o visual), as pessoas participam da Ceia do Senhor em suas
igrejas, comendo o pão e bebendo o vinho para lembrar do sacrifício de Jesus.

(Mostre novamente o lado a e depois o lado b). O alimento-símbolo da Páscoa comercial é


o chocolate. Na Páscoa bíblica vemos dois alimentos o pão e o vinho, que simbolizam o
sacrifício de Jesus Cristo em nosso lugar.

A ATIVIDADE DA PÁSCOA:

(Abra o terceiro ovo e mostre o lado a). Este ovo trás a figura de alguém descansando. O
que você gosta de fazer na Páscoa, qual a atividade que prefere? Muita gente aproveita os
feriados para dormir até tarde e descansar bastante. Na verdade, preferem não fazer nada!
Outros, aproveitam para sair e se divertir. Trabalho? Nem pensar!
E a outra Páscoa? (mostre o lado b). Ah! Esta figura nos lembra que Jesus não descansou na
Sua última Páscoa. Naquela noite, Ele ficou orando porque sabia o que iria acontecer em
seguida. Ele seria levado a cruz e morreria pelos nossos pecados. Você sabe o que é
pecado? Pecado é tudo o que fazemos, dizemos ou pensamos que não agrada a Deus, como
pór exemplo: mentira, roubo, colar na escola, etc. Estas coisas são pecados e a Bíblia, a
Palavra de Deus, nos diz em Romanos 3:23 "todos pecaram e carecem da Glória de Deus",
isto é, estão separados de Deus. Isto inclui você e eu. Jesus não descansou naquela noite,
pois tinha algo importante para fazer. Ficou orando, preparando-se para completar a obra
realizar: morrer por nosso pecados.

(Mostre novamente o lado a e depois o lado b). Hoje a Páscoa para muitos é tempo de
descansar, de não fazer nada. Porém, na Bíblia lemos que, para Jesus, foi a ocasião
de realizar uma importante missão: dar a Sua vida para nos salvar. Jesus orou para estar
preparado. Nós também podemos orar agradecendo pelo que Ele fez por nós.

O SENTIMENTO DA PÁSCOA:
Vamos agora ao quarto ovo. (Abra-o e mostre o lado a). Aqui diz: " Feliz Páscoa!" Na
Páscoa muitas pessoas telefonam ou mandam cartões desejando Feliz Páscoa para alguém.
Mas, muita gente só faz isso por tradição e divertimento. Talvez nem saiba o que realmente
significa desejar Feliz Páscoa. Talvez nem deseje que a outra pessoa seja feliz. Talvez ela
não seja feliz.

(Mostre o lado b). De outro lado, temos algo que nos lembra que a última Páscoa de Jesus
não foi feliz. Naquela noite em que estava orando, Jesus, o perfeito Filho de Deus, foi preso
e levado para ser julgado. O povo não acreditava que Ele era o Filho de Deus que veio para
nos libertar do nossos pecados. Eles bateram em Jesus e colocaram sobre Sua cabeça uma
coroa de espinhos. Jesus suportou o sofrimento até a cruz porque Ele ama a você e a mim.
Ele, não tinha pecado, recebeu o castigo que o nossos pecados mereciam. Hoje, por causa
do que Jesus fez, nós podemos ser realmente felizes e desejar uma Feliz Páscoa!
(Mostre novamente o lado a e o lado b). A Páscoa comercial se comemora com um Feliz
Páscoa. Mas só Jesus pode nos fazer felizes de verdade, porque um dia Ele suportou
a triste cruz por nós.

O PRESENTE DA PÁSCOA:

(Abra o quinto ovo e mostre o lado a). Já estamos no quinto ovo, e aqui temos um presente!
Durante a Páscoa muitos esperam receber alguma coisa das pessoas que amam: um
bombom, uma caixa de chocolates, um cartão, um presente, E quando não ganham nada
ficam tristes! Você já se sentiu assim? Já fico triste por que não recebeu aquele presente que
você queria ou aquele enorme ovo de chocolate?
(Mostre o lado b). Porém, este outro lado nos mostra que Jesus não quis receber nada em
Sua última Páscoa. Pelo contrário, Ele deu a Sua vida para que nós fossemos perdoados e
ganhássemos Vida Eterna. A Bíblia diz em João 3:16 que "Deus amou o mundo de tal
maneira, que deu Seu Filho unigênito para que todo que nEle crê não pereça, mas tenha
vida eterna." Deus ama você. Ele quer te dar o presente da Salvação! Jesus é o Cordeiro de
Deus que veio para nos libertar do pecado.

(Mostre novamente o lado a e o lado b). A Páscoa comercial nos mostra como é bom
receber. A Páscoa bíblica nos mostra que um dia Deus deu Seu Filho, e hoje Ele que dar-lhe
o presente da Vida Eterna.

O VAZIO DA PÁSCOA

(Abra o sexto ovo e mostre o lado a). O nosso sexto e último ovo mostra ... uma criança!
Mas ela não parece contente! Muitas vezes quando chega o domingo de Páscoa, todos já
comeram tanto chocolate que estão enjoados; alguns estão até mais gordinhos, mas, mesmo
assim continuam vazios e tristes. Você já se sentiu assim depois de uma festa? Vazio e
triste? Se você se senti assim é porque sua alegria é passageira e só dura enquanto você está
se divertindo. Isto acontece por causa do pecado que nos afasta de Deus, o Único que pode
nos dar a verdadeira alegria. Muitas pessoas sentem um tipo de vazio depois da Páscoa.
(Mostre o lado b). Esta figura nos lembra que, no terceiro dia depois que Jesus morreu, no
domingo de Páscoa, algumas mulheres foram visitar Seu túmulo. Mas, quando chegaram lá,
não encontram Jesus; o túmulo estava vazio. Então, um anjo apareceu diante delas e disse:
"Ele não está aqui; ressuscitou, como havia dito". Mateus 28:6

Naquele momento, toda a tristeza daquela Páscoa se tornou alegria.

Hoje, Jesus está vivo e só Ele pode nos levar a Deus e perdoar os nossos pecados.
Você que ainda não tem Jesus em seu coração e muitas vezes tem se sentido como esta
criança, vazio e triste (mostre o lado a), quer pedir a Ele que perdoe as coisas erradas que
você tem feito e que venha habitar no seu coração, fazendo de você uma criança nova?
Jesus diz: "Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta,
entrarei". (Ap 3:20) Jesus quer entrar em sua vida e ser seu Salvador e seu melhor amigo.
Você quer convidá-lo a entrar? Jesus pode preencher o vazio de Seu coração e lhe dar a
verdadeira alegria! (Professor, convide as crianças que querem receber a Cristo a repetirem
uma oração de confissão de pecado e de convite para que Jesus venha habitar em seus
corações. Se preferir, peça que as crianças interessadas se manifestem, e conversem com
elas separadamente do grupo, levando-as a orar e depois fazer o aconselhamento.