Você está na página 1de 1

Atividade 1.– Filme: Planeta Terra - um planeta fascinante.

Questões:

1 – Sabemos que o impacto de um asteróide foi responsável por uma grande extinção.
De acordo com o filme qual é a principal evidência desse evento? Onde ocorreu tal
impacto e quais foram os acontecimentos seguintes?

R: A principal evidência do impacto do asteroide na Terra é a extinção dos


dinossauros, além da formação de Deccan Traps na Índia. Este relevo em particular
é muito singular pois só aconteceu devido às chuvas ácidas e a exposição a grandes
temperaturas.
O impacto aconteceu no México. As consequências foi um massivo e
catastrófico incêndio por meses que foi equivalente a todo o arsenal de bombas
nucleares juntos. A vida foi quase exterminada, uma das principais vítimas sendo os
dinossauros.

2 – O que foi o supercontinente Pangeia? Quais evidencias provam a sua existência?

R: Pangéia é o nome dado ao conjunto de todos os continentes de hoje, só que


no passado, pois era um massivo e único continente antigamente.
As evidências que provam sua existência são as semelhanças geológicas. Um
experimento feito com uma amostra de rocha basáltica da América do Sul condiz
identicamente com outra da África. Outra evidência se trata dos limites dos
continentes que se encaixam como um quebra-cabeça.

3 – Explique sucintamente a formação da Terra.

R: A Terra era uma bola de fogo que foi bombardeada por meteoritos que
ocasionou a expansão de seu tamanho. Ferro liquefeito foi para o interior. Enquanto
isso na superfície formaram-se as tectônicas que eram inconstantes. Após esse
período de altas temperaturas, gradualmente a Terra começou a esfriar. A água
chegou através de cometas de gelo. Por muito tempo houveram constantes chuvas e
alagamentos o que tornou o planeta úmido e então a vida surgiu.

4 – Como ocorreu a oxidação dos oceanos e a entrada de oxigênio na atmosfera?


Indique uma evidencia fóssil que comprove esse processo.

R: A oxidação dos oceanos aconteceu por meio da fotossíntese das bactérias


primitivas. O ferro dissolvido na água impedia a passagem do oxigênio para fora, por
tanto, só após a oxidação de todo o ferro (que sedimentou no fundo dos oceanos) o
oxigênio foi liberado para a atmosfera.
Uma evidência fóssil do processo sã os estromatólitos encontrados na
Austrália. Foram provavelmente os primeiros fotossintetizantes a existir. É
comprovado que seu ambiente era aquático devido às formações de margaridas
gipsitas no local de seus fósseis.