Você está na página 1de 4

Programa da Disciplina

Nome: EA020 – ECONOMIA REGIONAL E URBANA


Natureza: Eletiva
CH: 60 Horas
Créditos: 4

Ementa: Espaço e Economia – conceitos básicos e abordagens contemporâneas. Teorias


Clássicas da Localização. Teorias de Desenvolvimento Regional e Urbano. Concentração e
desconcentração da atividade econômica no espaço. Métodos relacionados a questões
espaciais.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
1. Conceitos básicos: Introdução à Teoria do Espaço
1.1. A Teoria Econômica e o espaço
1.2. A organização do espaço e suas tendências na América Latina
1.3. A questão Urbana e o mundo globalizado

2. As Teorias da Localização e o Desenvolvimento Urbano


2.1. Teoria da Localização Orientada pelo Custo de Transporte
2.2. Retornos Crescentes e Custo de Transação
2.3. O Modelo de Von Thünen e extensões
2.4. O Modelo Urbano de Alonso e extensões
2.5. A Teoria do Lugar Central
2.6. Teorias de Crescimento das Cidades

3. As Teorias de Desenvolvimento Regional


3.1. A Teoria da Base de Exportação
3.2. O Desenvolvimento Desigual
3.3. Teorias dos Polos de Crescimento

4. Novas Teorias sobre o Desenvolvimento


4.1 Nova Geografia Econômica
4.2 A Perspectiva Neoinstitucionalista
4.3 Regulacionistas Regionais
4.4 Os Distritos Industriais Marshallianos

AVALIAÇÃO
Trabalho final no valor de 80 pontos e resenhas e discussão dos tópicos apresentados no
valor de 20 pontos.
BIBLIOGRAFIA

Bibliografia Básica:

AMIN, Ash. Uma Perspectiva Institucionalista sobre o Desenvolvimento


Econômico Regional. Rio de Janeiro: Cadernos IPPUR, ano XIV, 2, p. 47 - 68, 2000.

BARQUERO, A. V. Desarrollo, redes e innovación: lecciones sobre desarrollo


endógeno. Ed. Pirámide, 277 p, 1998

BECATTINI, G. O distrito industrial “marshalliano”. In: BENKO, G; LIPIETZ, A. As


regiões ganhadoras. Oeiras/Celta, p.19-31, 1994.

BENKO, G. B. Emergência de um novo sistema produtivo In Economia, espaço e


globalização na aurora do século XXI. São Paulo: Editora Hucitec, 1996.

CAMAGNI, R. (ed.) Innovation networks: spatial perspectives. London: Belhaven Press,


1991.

CASTELLS, Manuel – A Sociedade em Rede. São Paulo: Paz e Terra, cap. 6

CHRISTALLER, W. Central places in southern Germany. New Jersey: Prentice-Hall,


1966.

CLEMENTE, A; HIGASHI, H. Economia e Desenvolvimento Regional. SP. Atlas,


2002.

COOK, P. Introduction: origins of the concept, in Braczyk, J and Cooke, P. Regional


Innovation Systems, London. CUL press, 1998

FERREIRA, M., Espaço, Regiões e Economia Regional. In: Economia Regional: Teoria
e Métodos de Análise. BNB, ETENE, 1989, (p. 67 a 206).

FUJITA, M.; KRUGMAN, P.; VENABLES, A. Economía Espacial: las ciudades, las
regiones y el comercio internacional. Editora Ariel, Barcelona, 363p, 2000.

GRANOVETTER, M. Economic action and social structure: the problem of


embeddedness. American Journal of Sociology, Chicago, vol. 91, nº 3, nov. 1985

HARVEY, David. Condição Pós-Moderna. Edições Loyola, São Paulo: 1998.

HIRSCHMAN, Albert. O. Estratégia do Desenvolvimento Econômico. Editora Fundo


de Cultura, Rio de Janeiro: 321p, 1958.
_________. Transmissão Inter-regional e Internacional do Crescimento Econômico. In:
SCHWARTZMAN, J. Economia Regional: textos escolhidos, CEDEPLAR/CETREDE
- MINTER, p. 35 - 53, 1977.

ISARD, W. Location and space-economy. MIT: Cambridge, 1956.

LOSCH, A. The economics of location. Yale U. P., New Haven, 1954.

MARSHALL, A. Princípios de Economia, Abril Cultural, São Paulo, 1982, Livro 4, cap.
10

MARTIN, Ron e SUNLEY, Peter. Convergência lenta? A Nova Teoria do Crescimento


Endógeno e o Desenvolvimento Regional In Cadernos IPPUR, ano XIV, n. 1, 2000 (p. 15
– 50).

MYRDAL, Gunnar. Teoria Econômica e Regiões Subdesenvolvidas. Editora Saga,


p.11 - 83, 1972.

NELSON, Richard e SAMPAT, Bhaven. Las Institiciones como Factor que Regula el
Desempeno Económico in Revista de Economia Institucional – n. 5, 2001 (p. 17 – 51).

NORTH, Douglas. Teoria da Localização e Crescimento Econômico Regional. In:


SCHWARTZMAN, J. Economia Regional: textos escolhidos, CEDEPLAR/
CETREDE- MINTER, p. 291 – 313 e 324 –329, 1977.
_________. Etapas do Desenvolvimento Econômico (Um manifesto não comunista).
Zahar Editores, 274 p, 1978.

PERROUX, François. A economia do século XX. Editora Herder, Lisboa: p. 144 - 310,
1967.
_________. O conceito de Pólo de Crescimento. In: SCHWARTZMAN, J. Economia
Regional: textos escolhidos, CEDEPLAR/CETREDE - MINTER, p. 145 - 156, 1977.

PUTMAN, R. Comunidade e Democracia: a experiência da Itália moderna. Rio de


Janeiro: Editora Fundação Getúlio Vargas, 1996.

RALLET, Alain. Economia da proximidade: em direção a um balanço. Cadernos


IPPUR, ano XVI, n. 2. 2002 (p. 59 – 80).

RODRIGUES, Octávio. Teoria do Subdesenvolvimento da Cepal. Forense


Universitária. Rio de Janeiro: 345 p. 1981.

ROLIN, Cássio Frederico Camargo. Espaço e Região: Retorno aos Conceitos Originais
In: Anais X ANPEC. Anais, X Encontro Nacional de Economia. Águas de São Pedro, 1982.v.2,
p. 579 - 602

ROSTOW, Wall Whitman. A Decolagem para o Desenvolvimento Auto-Sustentado. In:


AGARWALA, A. N; SINGH, S. P. A Economia do Subdesenvolvimento. Editora
Forense, São Paulo: p. 159 - 193, 1969.
SANTOS, M. Técnica, Espaço e Tempo: Globalização e Meio Técnico Científico-
Informacional. Hucitec, São Paulo: 190p, 1994.

SASSEN, SASKIA. As Cidades na Economia Mundial, São Paulo: Studio Nobel, 1998.

SAXENIAN, Anna Lee. Os Limites da Autarquia: Vale do Silício e Rota 128, 21p, 2000
(mimeo).

SCHUMPETER, J. A. Teoria do Desenvolvimento Econômico. São Paulo: Abril


Cultural, 1982

TIEBOUT, Charles. M. As Exportações e o Crescimento Econômico Regional. In:


SCHWARTZMAN, J. Economia Regional: textos escolhidos, CEDEPLAR/CETREDE
- MINTER, p. 315 - 323, 1977.

WEBER, A. Theory of the location of industries. Chicago: Chicago University Press,


1969.