Você está na página 1de 4

FOLHETO LITÚRGICO

SEMANAL DO
ORDINARIADO MILITAR DO BRASIL

XIX Brasília-DF, 12 mai 2019


No 1258
BRANCO - ANO C - SÃO LUCAS

P. Manifestai, Senhor, a vossa miseri- LITURGIA DA PALAVRA


4° DOMINGO DA córdia.
Quem é discípulo de Jesus, mesmo no
(sentados)

PÁSCOA T. E dai-nos a vossa salvação.


mundo, sabe ouvir e reconhecer sua voz.
P. Deus todo-poderoso tenha compai-
xão de nós, perdoe os nossos peca-
Celebramos hoje o domingo do Bom
Pastor, aquele que não faz cálculos, mas
dos e nos conduza à vida eterna. 7 PRIMEIRA LEITURA
ama gratuitamente suas ovelhas e por T. Amém. At 13,14.43-52
elas sacrifica sua vida. A Igreja celebra, L. Leitura dos Atos dos Apóstolos - Na-
hoje, a jornada mundial de oração pelas queles dias, Paulo e Barnabé 14partin-
4 KYRIE ELEISON do de Perge, chegaram a Antioquia
vocações sacerdotais e religiosas.
P. Senhor, tende piedade de nós. da Pisídia. E, entrando na sinagoga
T. Senhor, tende piedade de nós. em dia de sábado, sentaram-se.
RITOS INICIAIS 43
Muitos judeus e pessoas piedosas
(de pé) P. Cristo, tende piedade de nós.
convertidas ao judaísmo seguiram
T. Cristo, tende piedade de nós. Paulo e Barnabé. Conversando com
1 CANTO DE ENTRADA P. Senhor, tende piedade de nós. eles, os dois insistiam para que con-
T. Senhor, tende piedade de nós. tinuassem fiéis à graça de Deus. 44No
Sou bom Pastor ovelhas guardarei, sábado seguinte, quase toda a cidade
não tenho outro ofício, nem terei, se reuniu para ouvir a palavra de
quantas vidas eu tiver, eu lhes darei. 5 GLÓRIA Deus. 45Ao verem aquela multidão,
1. Maus pastores num dia de sombra, P. Glória a Deus nas alturas, os judeus ficaram cheios de inveja
não cuidaram e o rebanho se perdeu, e, com blasfêmias, opunham-se ao
vou sair pelo campo, reunir o que é T. e paz na terra aos homens por ele que Paulo dizia. 46Então, com muita
meu, conduzir e salvar. amados. Senhor Deus, rei dos céus, coragem, Paulo e Barnabé declara-
2. Verdes prados e belas montanhas hão Deus Pai todo-poderoso: nós vos lou- ram: “Era preciso anunciar a palavra
de ver o Pastor, rebanho atrás, junto vamos, nós vos bendizemos, nós vos de Deus primeiro a vós. Mas, como
a mim, as ovelhas terão muita paz, adoramos, nós vos glorificamos, nós a rejeitais e vos considerais indignos
poderão descansar. vos damos graças por vossa imensa da vida eterna, sabei que vamos di-
glória. Senhor Jesus Cristo, Filho rigir-nos aos pagãos. 47Porque esta é
Unigênito, Senhor Deus, Cordeiro
2 SAUDAÇÃO de Deus, Filho de Deus Pai. Vós que
a ordem que o Senhor nos deu: ‘Eu
te coloquei como luz para as nações,
P. Em nome do Pai e do Filho e do Es- tirais o pecado do mundo, tende pie- para que leves a salvação até os con-
pírito Santo. dade de nós. Vós que tirais o pecado fins da terra‘”. 48Os pagãos ficaram
T. Amém. do mundo, acolhei a nossa súplica. muito contentes, quando ouviram
Vós, que estais à direita do Pai, tende isso, e glorificavam a palavra do Se-
P. O Deus da esperança, que nos cumu-
piedade de nós. Só vós sois o Santo, nhor. Todos os que eram destinados
la de toda alegria e paz em nossa fé,
só vós, o Senhor, só vós, o Altíssimo, à vida eterna, abraçaram a fé. 49Desse
pela ação do Espírito Santo, esteja
Jesus Cristo, com o Espírito Santo, na modo, a palavra do Senhor espa-
convosco.
glória de Deus Pai. Amém. lhava-se por toda a região. 50Mas os
T. Bendito seja Deus que nos reuniu no
judeus instigaram as mulheres ricas e
amor de Cristo.
6 ORAÇÃO DO DIA religiosas, assim como os homens in-
fluentes da cidade, provocaram uma
3 ATO PENITENCIAL P. OREMOS. (pausa) Deus eterno e perseguição contra Paulo e Barnabé
todo-poderoso, conduzi-nos à comu- e expulsaram-nos do seu território.
No início desta celebração eucarística, nhão das alegrias celestes, para que 51
Então os apóstolos sacudiram con-
peçamos a conversão do coração, fon- o rebanho possa atingir, apesar de tra eles a poeira dos pés, e foram para
te de reconciliação e comunhão com sua fraqueza, a fortaleza do Pastor. a cidade de Icônio. 52Os discípulos,
Deus e com os irmãos e irmãs. (pausa) Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso porém, ficaram cheios de alegria e
P. Tende compaixão de nós, Senhor. Filho, na unidade do Espírito Santo. do Espírito Santo. Palavra do Senhor.
T. Porque somos pecadores. T. Amém. T. Graças a Deus!

1
8 SALMO RESPONSORIAL Cristo segundo João. Deus como Ele serviu e abram os
Sl 99 (100),2.3.5 (R/.3ac) T. Glória a vós, Senhor. seus corações ao dom do Espírito
rezemos.
T. Sabei que o Senhor, só ele, é Deus, P. Naquele tempo, disse Jesus: 27“As mi-
4. Para que Deus enxugue as lágrimas
nós somos seu povo e seu rebanho. nhas ovelhas escutam a minha voz,
dos que sofrem, dos doentes, dos
1. 2Aclamai o Senhor, ó terra inteira,† eu as conheço e elas me seguem. 28Eu
moribundos e dos aflitos, e o Bom
servi ao Senhor com alegria,* ide a dou-lhes a vida eterna e elas jamais
Pastor os leve às fontes da água viva,
ele cantando jubilosos! se perderão. E ninguém vai arrancá-
rezemos.
2. 3Sabei que o Senhor, só ele, é Deus,† -las de minha mão. 29Meu Pai, que
5. Que o Exército brasileiro, que nesta
Ele mesmo nos fez, e somos seus,* me deu estas ovelhas, é maior que
semana comemorará seu dia, e as
nós somos seu povo e seu rebanho. todos, e ninguém pode arrebatá-las
Forças Auxiliares, nas festividades
3. 5Sim, é bom o Senhor e nosso Deus,† da mão do Pai. 30Eu e o Pai somos
de Santo Expedito, seu padroeiro,
sua bondade perdura para sempre,* um”.
desempenhem com esmero a missão
seu amor é fiel eternamente! Palavra da Salvação.
que lhes for confiada, rezemos.
T. Glória a vós, Senhor. 6. Que nossas famílias dizimistas este-
9 SEGUNDA LEITURA jam sempre convencidas pela graça
Ap 7,9.14b-17 12 HOMILIA de que a opção pelo dízimo, como
L. Leitura do Livro do Apocalipse de forma de retribuição, é fonte de for-
(sentados)
São João - Eu, João, 9vi uma multidão ça evangelizadora para toda Igreja,
imensa de gente de todas as nações, rezemos.
tribos, povos e línguas, e que nin- 13 PROFISSÃO DE FÉ 7. Pelos Armamentistas da Marinha,
guém podia contar. Estavam de pé (de pé) que dia 15 comemorarão seu dia,
diante do trono e do Cordeiro; traja- P. Creio em Deus Pai todo-poderoso, para que sejam abençoados em suas
vam vestes brancas e traziam palmas T. criador do céu e da terra. E em Jesus missões, rezemos.
(Preces espontâneas)
na mão. 14bEntão um dos anciãos me Cristo, seu único Filho, nosso Se-
P. Senhor Jesus Cristo, Bom Pastor,
disse: “Esses são os que vieram da nhor, que foi concebido pelo poder
ensinai-nos a reconhecer a vossa
grande tribulação. Lavaram e alve- do Espírito Santo; nasceu da Virgem
voz no meio de ruídos deste mundo
jaram as suas roupas no sangue do Maria; padeceu sob Pôncio Pilatos,
e não deixeis que nada e ninguém
Cordeiro. 15Por isso, estão diante do foi crucificado, morto e sepultado.
nos arrebate das vossas santas mãos.
trono de Deus e lhe prestam culto, Desceu à mansão dos mortos; res-
Vós que viveis e reinais por todos os
dia e noite, no seu templo. E aquele suscitou ao terceiro dia, subiu aos
séculos dos séculos.
que está sentado no trono os abrigará céus; está sentado à direita de Deus
T. Amém.
na sua tenda. 16Nunca mais terão Pai todo-poderoso, donde há de vir
fome, nem sede. Nem os molestará a julgar os vivos e os mortos. Creio
o sol, nem algum calor ardente. no Espírito Santo; na Santa Igreja
17
Porque o Cordeiro, que está no católica; na comunhão dos santos; 15 ORAÇÃO DO DIZIMISTA
meio do trono, será o seu pastor e os na remissão dos pecados; na ressur- Recebei, Senhor, meu Dízimo. Não é
conduzirá às fontes da água da vida. reição da carne; na vida eterna. uma esmola, porque não sois mendi-
E Deus enxugará as lágrimas de seus
go. Não é uma simples contribuição,
olhos”. Palavra do Senhor.
Palavra do Senhor. 14 ORAÇÃO UNIVERSAL porque não precisais dela. Não é o
resto que me sobra que vos ofereço.
T. Graças a Deus. P. Irmãos e irmãs, oremos a Jesus res-
Esta importância representa, Senhor,
suscitado, o Bom Pastor que nos guia
para o Pai, para que dê bons pastores meu reconhecimento, meu amor e
10 ACLAMAÇÃO AO à sua Igreja, e digamos com alegria minha participação na vida da Co-
EVANGELHO pascal: munidade; pois tudo que tenho, de
(de pé) T. Jesus Cristo, o Bom Pastor, ouvi vós recebi. Amém.
Aleluia, Aleluia, Aleluia. nossa oração.

Eu sou o bom pastor, diz o Senhor;


1. Para que os ministros e os fiéis da LITURGIA EUCARÍSTICA
santa Igreja escutem sempre a voz do
eu conheço as minhas ovelhas e elas Bom Pastor e O sigam com prontidão (sentados)
me conhecem a mim. e confiança, rezemos.
2. Para que Deus conceda a paz ao 16 CANTO PARA A PREPARA-
11 EVANGELHO mundo inteiro, sacie os que têm ÇÃO DAS OFERENDAS
fome e sede de justiça e Se revele
Jo 10,27-30 Senhor, vencestes a morte. Fizestes
os aos que ainda O não conhecem,
P. O Senhor esteja convosco. rezemos. brilhar a vida, para sempre!
T. Ele está no meio de nós. 3. Para que os Jovens que o Bom Pastor 1. O Cristo ressuscitou dentre os mor-
P. † Proclamação do Evangelho de Jesus chama a segui-Lo sirvam o povo de tos! Primícias daqueles que adorme-

2
ceram. A morte foi vencida pela vida! a vossa glória. Hosana nas alturas! espírito!
2. O Cristo ressuscitou dentre os mortos! Bendito o que vem em nome do Se- P. Lembrai-vos, ó Pai, da vossa Igreja que
Primícias daqueles que adormeceram. nhor! Hosana nas alturas!
se faz presente pelo mundo inteiro:
Ó morte, onde está tua vitória?
que ela cresça na caridade, com o
3. O Cristo ressuscitou dentre os mortos!
Graças ao Deus Salvador para sempre, 20 ORAÇÃO EUCARÍSTICA II papa Francisco, com o nosso bispo
Por Cristo, Senhor nosso e Messias! (de joelhos)
Fernando e seu bispo auxiliar José
P. Na verdade, ó Pai, vós sois santo e Francisco, e todos os ministros do
17 CONVITE À ORAÇÃO fonte de toda santidade. Santificai, vosso povo.
(de pé) pois, estas oferendas, derramando T. Lembrai-vos, ó Pai, da vossa Igreja!
P. Orai, irmãos e irmãs, para que, le- sobre elas o vosso Espírito, a fim de P. Lembrai-vos também dos nossos ir-
vando ao altar as alegrias e fadigas de que se tornem para nós o Corpo e † mãos e irmãs que morreram na espe-
cada dia, nos disponhamos a oferecer o Sangue de Jesus Cristo, vosso Filho rança da ressurreição, nossos militares
um sacrifício aceito por Deus Pai to- e Senhor nosso. falecidos, e de todos os que partiram
do-poderoso.
T. Santificai nossa oferenda, ó Senhor! desta vida: acolhei-os junto a vós na
T. Receba o Senhor por tuas mãos este
P. Estando para ser entregue e abraçan- luz da vossa face.
sacrifício, para glória do seu nome,
para nosso bem e de toda a santa do livremente a paixão, ele tomou o T. Lembrai-vos, ó Pai, dos vossos filhos!
Igreja. pão, deu graças, e o partiu e deu a P. Enfim, nós vos pedimos, tende piedade
seus discípulos, dizendo: de todos nós e dai-nos participar da
18 ORAÇÃO SOBRE AS TOMAI, TODOS, E COMEI: ISTO É O vida eterna, com a Virgem Maria, Mãe
MEU CORPO, QUE SERÁ ENTREGUE de Deus, com São José, seu esposo,
OFERENDAS com os santos Apóstolos e todos os
POR VÓS.
P. Concedei, ó Deus, que sempre nos Do mesmo modo, ao fim da ceia, ele que neste mundo vos serviram, a fim
alegremos por estes mistérios pascais, tomou o cálice em suas mãos, deu de vos louvarmos e glorificarmos por
para que nos renovem constantemen- graças novamente, e o deu a seus Jesus Cristo, vosso Filho.
te e sejam fonte de eterna alegria. Por discípulos, dizendo: T. Concedei-nos o convívio dos eleitos!
Cristo, nosso Senhor. P. Por Cristo, com Cristo, em Cristo, a vós,
TOMAI, TODOS, E BEBEI: ESTE É O
T. Amém. CÁLICE DO MEU SANGUE, O SAN- Deus Pai todo-poderoso, na unidade
GUE DA NOVA E ETERNA ALIANÇA, do Espírito Santo, toda a honra e toda
19 PREFÁCIO DA PÁSCOA III: O QUE SERÁ DERRAMADO POR VÓS a glória, agora e para sempre.
T. Amém.
Cristo vivo, nosso interces- E POR TODOS PARA REMISSÃO
DOS PECADOS. FAZEI ISTO EM
sor.
MEMÓRIA DE MIM. RITO DA COMUNHÃO
P. O Senhor esteja convosco.
Eis o mistério da fé!
T. Ele está no meio de nós. 21 ORAÇÃO DO SENHOR
T. Todas as vezes que comemos deste pão
P. Corações ao alto.
e bebemos deste cálice, anunciamos, P. Obedientes à palavra do Salvador e
T. O nosso coração está em Deus. formados por seu divino ensinamento,
Senhor, a vossa morte, enquanto espe-
P. Demos graças ao Senhor, nosso Deus. ramos a vossa vinda! ousamos dizer:
T. É nosso dever e nossa salvação. T. Pai nosso que estais nos céus...
(de pé)
P. Na verdade, é justo e necessário, é P. Celebrando, pois, a memória da morte P. Livrai-nos de todos os males, ó Pai, e
nosso dever e salvação dar-vos gra-
e ressurreição do vosso Filho, nós vos dai-nos hoje a vossa paz. Ajudados
ças, sempre e em todo o lugar, mas
oferecemos, ó Pai, o pão da vida e o pela vossa misericórdia, sejamos sem-
sobretudo neste tempo solene em que
cálice da salvação; e vos agradecemos pre livres do pecado e protegidos de
Cristo, nossa Páscoa, foi imolado. Ele
porque nos tornastes dignos de estar todos os perigos, enquanto, vivendo
continua a oferecer-se pela humani-
a esperança, aguardamos a vinda do
dade, e junto de vós é nosso eterno aqui na vossa presença e vos servir.
Cristo Salvador.
intercessor. Imolado, já não morre; T. Recebei, ó Senhor, a nossa oferta!
e, morto, vive eternamente. Unidos T. Vosso é o reino, o poder e a glória
à multidão dos anjos e dos santos, P. E nós vos suplicamos que, partici- para sempre!
transbordando de alegria pascal, nós pando do Corpo e Sangue de Cristo, P. Senhor Jesus Cristo, dissestes aos vos-
vos aclamamos, cantando (dizendo) sejamos reunidos pelo Espírito Santo sos Apóstolos: Eu vos deixo a paz, eu
a uma só voz: num só corpo. vos dou a minha paz. Não olheis os
T. Santo, Santo, Santo, Senhor, Deus do T. Fazei de nós um só corpo e um só nossos pecados, mas a fé que anima
universo! O céu e a terra proclamam vossa Igreja; dai-lhe, segundo o vosso

3
desejo, a paz e a unidade. Vós que Tu és senhor o meu pastor por isso 24 ORAÇÃO DE SÃO
sois Deus, com o Pai e o Espírito nada em minha vida faltará. Tu és
senhor o meu pastor por isso nada MIGUEL ARCANJO
Santo.
em minha vida faltará. São Miguel Arcanjo, defendei-nos no
T. Amém.
2. Nos caminhos mais seguros junto combate. Cobri-nos com vosso escudo
P. A paz do Senhor esteja sempre con- d´ele eu vou e pra sempre o seu nome
vosco. contra os embustes e ciladas do demô-
eu honrarei, se eu encontro mil abis-
mo nos caminhos, eu vou segurança nio. Subjugue-o Deus, instantemente o
T. O amor de Cristo nos uniu.
sempre tenho em suas mãos. pedimos. E vós, príncipe da milícia celes-
P. Em Jesus, que nos tornou todos ir- 3. Ao banquete em sua casa muito te, pelo divino poder, precipitai no infer-
mãos e irmãs com sua cruz, saudai- alegre eu vou um lugar em sua mesa no a satanás e a todos os espíritos malig-
-vos com um sinal de reconciliação me preparou, ele unge minha fronte
e de paz. nos que andam pelo mundo para perder
e me faz ser feliz e transborda minha
T. Cordeiro de Deus, que tirais ... as almas. Amém.
taça em seu amor.
P. Felizes os convidados para a Ceia do 4. Com alegria e esperança caminhan-
Senhor. Eis o Cordeiro de Deus, que do eu vou minha vida está sempre em RITOS FINAIS
tira o pecado do mundo. suas mãos e na casa do senhor eu irei
habitar e este canto para sempre irei 25 BÊNÇÃO FINAL
T. Senhor, eu não sou digno(a) de que cantar.
entreis em minha morada, mas dizei P. O Senhor esteja convosco.
uma palavra e serei salvo(a). T. Ele está no meio de nós.
23 DEPOIS DA COMUNHÃO
P. Abençoe-vos Deus todo-poderoso,
(de pé)
Pai e Filho † e Espírito Santo.
22 CANTO DE COMUNHÃO P. OREMOS: Velai com solicitude, ó
Bom Pastor, sobre o vosso rebanho T. Amém.
(sentados)
1. Pelos prados e campinas verdejantes e concedei que vivam nos prados P. Glorificai o Senhor com vossa vida;
eu vou. É o senhor que me leva a eternos as ovelhas que remistes pelo ide em paz e o Senhor vos acompa-
descansar. Junto às fontes de águas sangue do vosso Filho. Que vive e nhe.
puras repousantes eu vou. Minhas reina para sempre. T. Graças a Deus.
forças o senhor vai animar. T. Amém.
REFLEXÃO E PRATICA LITÚRGICA flexão e prática pastoral, sirva para a atualização de pastoral da Liturgia deve ser uma atmosfera lim-
FICHA Nº 01 nosso Clero e para o incremento da preparação da pa de ideologias e manipulações revolucionárias,
LEIA, DIVULGUE, COLECIONE Sagrada Liturgia em cada Capelania Militar de nos- pois na mesma proporção em que “de Deus não
so amado Brasil, seja nas Forças Armadas, seja nas se zomba” (Gl 6, 7) também não podemos brincar
Ela é uma grandiosa sala aberta pelo Céu
(Continuação...) Forças Auxiliares! com a Sagrada Liturgia da Igreja, ao bel prazer
com a finalidade primária de glorificar devidamen- “Corações ao alto” e sempre em frente! Que Deus daqueles(as) direta ou indiretamente nela envol-
te a Deus Criador e com o objetivo secundário de abençoe a nossa jornada! vidos. As coisas santas devem ser, por óbvio, san-
santificar os homens e suas boas obras, por meio REFLEXÃO E PRATICA LITÚRGICA tamente tratadas!
de Cristo, na força amorosa do Espírito Santo. Ela FICHA Nº 02 Embora resumidamente apresentados, esses são
é, portanto, uma estrada maciçamente pavimentada LEIA, DIVULGUE, COLECIONE os princípios fundamentais que jamais podemos
de graças e bençãos que nos conduzem ao Reino dos Amado irmão, amada irmã, graça e paz. esquecer na hora de preparar, oferecer e vivenciar
Céus do qual a Santíssima Trindade é a única pro- Nesta 2ª FICHA DE REFLEXÃO E PRÁTICA Celebrações Litúrgicas bem sucedidas em nossas
prietária. Estrada toda bela na qual somos apenas LITÚRGICA, tratemos de alguns temas que ser- Capelanias. Trataremos de cada um desses temas
peregrinos, caminheiros que nela que avançam com virão de fundamento indispensável para estas basilares, no início de cada mês.(...)
passos largos de amor. A Igreja é a sábia adminis- nossas reflexões. Não podemos tratar esses pres-
tradora desses valiosos tesouros da Redenção e sem- supostos como já fossem amplamente conhecidos. Padre Uyrajá Lucas Mota Diniz
pre nos indica o caminho correto a seguir. Frequentemente comprovamos que, mesmo aque- Capitão Capelão da Academia Militar das Agulhas
Somos motivados a percorrer este itinerário em les melhores colaboradores em nossas Liturgia Negras - Resende (RJ).
dócil obediência à ordem que a Palavra de Deus desconhecem esses temas básicos, senão comple-
nos transmite: “Como é santo aquele que vos cha- tamente, às vezes os consideram de forma bastan- LEITURAS DA SEMANA
mou, tomai-vos também vós santos em todo o vosso te imprecisa e imperfeita, quiçá errônea.
comportamento, porque está escrito: ‘Sede santos, (1) A necessidade de exaltar o Bom Deus no cen- Seg: Nossa Senhora de Fátima, MFac.
porque eu sou santo’” (I Pd 1, 15-16). Desta forma, tro de nosso culto; (2) o emprego da normativa At 11,1-18; Sl 41(42); Jo 10,1-10.
seremos formados e santificados pelas celebrações eclesial a respeito da nobre simplicidade; (3) a Ter.: S. Matias Ap, festa.
litúrgicas de nossa fé, sobretudo na Sagrada Euca- manutenção responsável de nossas tradições re- At 1,15-17.20-26; Sl 112(113); Jo 15,9-17.
ristia, gerando frutos de fé traduzida em atitudes e ligiosas; (4) e a corajosa e inegociável fidelidade Qua: At 12,24-13,5a; Sl 66(67); Jo 12,44-50.
virtudes para o bem das famílias e da comunidade. às orientações e demais normativas litúrgicas da Qui: At 13,13-25; Sl 88(89); Jo 13,16-20.
Neste folheto dominical, o Ordinariado Militar do Igreja Católica, negligenciadas com frequência em Sex: At 13,26-33; Sl 2,6-7.8.9.10-11; Jo 14,1-6.
Brasil pretende doravante oferecer sugestões para nome de gostos particulares ou deliberadamente Sáb: São João I PpMt, MFac.
melhor dispor nosso espírito às celebrações religio- violadas ao sabor das preferências grupais, são al- At 13,44-52; Sl 97(98); Jo 14,7-14.
sas. Agradeçamos, portanto, ao Bom Deus por esta guns dos temas fundamentais que devemos consi-
iniciativa! Formulamos os votos de que este novo derar, logo de início. Será ainda preciso defender Acompanhe nossas notícias:
empenho em oferecer um material de estudo, re- uma última ideia basilar: (5) a de que a dimensão www.arquidiocesemilitar.org.br

COM APROVAÇÃO ECLESIÁSTICA - Elaborado pelo SC José Lima Prado da Silva - Auxiliar Administrativo do Ordinariado Militar do Brasil ; Responsável: Dom Fernando
Guimarães - Arcebispo Ordinário Militar do Brasil - Bloco “Q” - Anexo 1 - 5º andar - Sala 553 - Esplanada dos Ministérios - CEP: 70049-900 - Brasília - DF - Telefone (61) 2023-
5136 - Impresso pelo EGGCF - Gráfica do Exército - QGEx - Setor de Garagens - SMU - Telefone: (61) 3415 - 5815.