Você está na página 1de 33

CURSO DE CONHECIMENTOS GERAIS SOBRE O

SUS P/ PREFEITURA DE JABOATÃO DOS


GUARARAPES
AULA 5 – POLÍTICA NACIONAL DE HUMANIZAÇÃO

Equipe Professor Rômulo Passos | 2015

Página 0 de 32
Seja bem-vindo(a) a nossa 5ª aula do curso [CONHECIMENTOS GERAIS SOBRE
O SUS PARA PREFEITURA DE JABOATÃO DOS GUARARAPES].
Abordaremos a Política Nacional de Humanização.
É pensando em você e na sua aprovação que nos empenhamos em elaborar aulas
direcionadas e organizadas. Acredite em você. Tenha fé. Sua vitória está próxima

Bons estudos!

Profº Dimas Nascimento

Profº. Rômulo Passos

Página 1 de 32
Política Nacional de Humanização

A Política Nacional de Humanização (PNH) foi criada pelo Ministério da Saúde em


2003 para efetivar os princípios do SUS no cotidiano das práticas de atenção e gestão,
qualificando a saúde pública no Brasil e incentivando trocas solidárias entre gestores,
trabalhadores e usuários.
No campo da saúde, humanização diz respeito a uma aposta ético-estéticopolítica: ética
porque implica a atitude de usuários, gestores e trabalhadores de saúde comprometidos e co-
responsáveis; estética porque relativa ao processo de produção da saúde e de subjetividades
autônomas e protagonistas; política porque se refere à organização social e institucional das
práticas de atenção e gestão na rede do SUS. O compromisso ético-estético-político da
Humanização do SUS se assenta nos valores de autonomia e protagonismo dos sujeitos, de
coresponsabilidade entre eles, de solidariedade dos vínculos estabelecidos, dos direitos dos
usuários e da participação coletiva no processo de gestão.
Os princípios norteadores da Política Nacional de Humanização (PNH) são os
seguintes:
1. Valorização da dimensão subjetiva e social em todas as práticas de atenção e gestão,
fortalecendo/estimulando processos integradores e promotores de
compromissos/responsabilização.
2. Estímulo a processos comprometidos com a produção de saúde e com a produção de
sujeitos.
3. Fortalecimento de trabalho em equipe multiprofissional, estimulando a
transdisciplinaridade e a grupalidade.
4. Atuação em rede com alta conectividade, de modo cooperativo e solidário, em
conformidade com as diretrizes do SUS.
5. Utilização da informação, da comunicação, da educação permanente e dos espaços da
gestão na construção de autonomia e protagonismo de sujeitos e coletivos.

Página 2 de 32
Com a implementação da Política Nacional de Humanização da Atenção e da Gestão no
SUS, trabalhamos para consolidar quatro marcas específicas.

Serão REDUZIDAS as FILAS e o TEMPO de ESPERA com ampliação do


acesso e atendimento acolhedor e resolutivo baseados em critérios de
risco;

Todo usuário do SUS saberá QUEM SÃO os PROFISSIONAIS que CUIDAM


de SUA SAÚDE e os serviços de saúde se responsabilizarão por sua
referência territorial;

As unidades de saúde garantirão as informações ao usuário, o


ACOMPANHAMENTO de PESSOAS de sua REDE SOCIAL (de livre escolha)
e os direitos do código dos usuários do SUS;

As unidades de saúde garantirão GESTÃO PARTICIPATIVA aos SEUS


TRABALHADORES e USUÁRIOS assim como educação permanente aos
trabalhadores.

As diretrizes gerais para a implementação da PNH nos diferentes níveis de atuação


são:
1. Ampliar o diálogo entre os profissionais, entre os profissionais e a população, entre
os profissionais e a administração, promovendo a gestão participativa.
2. Implantar, estimular e fortalecer Grupos de Trabalho de Humanização (GTH) com
plano de trabalho definido.
3. Estimular práticas resolutivas, racionalizar e adequar o uso de medicamentos,
eliminando ações intervencionistas desnecessárias.
4. Reforçar o conceito de clínica ampliada: compromisso com o sujeito e seu coletivo,
estímulo a diferentes práticas terapêuticas e co-responsabilidade de gestores, trabalhadores e
usuários no processo de produção de saúde.
5. Sensibilizar as equipes de saúde em relação ao problema da violência intrafamiliar
(criança, mulher e idoso) e quanto à questão dos preconceitos (sexual, racial, religioso e
outros) na hora da recepção e dos encaminhamentos

Página 3 de 32
6. Adequar os serviços ao ambiente e à cultura local, respeitando a privacidade e
promovendo uma ambiência acolhedora e confortável.
7. Viabilizar a participação dos trabalhadores nas unidades de saúde por meio de
colegiados gestores.
8. Implementar um sistema de comunicação e de informação que promova o
autodesenvolvimento e amplie o compromisso social dos trabalhadores de saúde.
9. Promover ações de incentivo e valorização da jornada integral ao SUS, do trabalho
em equipe e da participação em processos de educação permanente que qualifiquem a ação e a
inserção dos trabalhadores na rede SUS.
A PNH definiu diversas diretrizes especificas para implementação do processo de
humanização na Atenção Básica; Urgência e Emergência, nos Pronto-Socorros, Pronto-
Atendimentos, Assistência Pré-Hospitalar; Atenção Especializada; e na Atenção
Hospitalar. Dentre esses parâmetros, destacamos:

Na Atenção Básica:
- Incentivar às práticas promocionais da saúde;
- Elaborar projetos de saúde individuais e coletivos para usuários e sua rede social,
considerando as políticas intersetoriais e as necessidades de saúde;
- Estabelecer as formas de acolhimento e inclusão do usuário que promovam a otimização
dos serviços, o fim das filas, a hierarquização de riscos e o acesso aos demais níveis do
sistema efetivadas.

Na Urgência e Emergência, nos Pronto-Socorros, Pronto-Atendimentos,


Assistência Pré-Hospitalar e outros:
- Garantir a demanda acolhida através de critérios de avaliação de risco, garantindo o
acesso referenciado aos demais níveis de assistência;
- Garantir a resolução da urgência e emergência, provendo o acesso à estrutura hospitalar
e a transferência segura, conforme a necessidade dos usuários;
- Definir protocolos clínicos, garantindo a eliminação de intervenções desnecessárias e
respeitando a individualidade do sujeito.

Página 4 de 32
Na Atenção Especializada:
- Garantir a agenda extraordinária em função da análise de risco e das necessidades do
usuário;
- Garantir critérios de acesso: identificados de forma pública, incluídos na rede
assistencial, com efetivação de protocolos de referência e contrarreferência;
- Otimizar o atendimento ao usuário, articulando a agenda multiprofissional em ações
diagnósticas, terapêuticas que impliquem diferentes saberes e terapêuticas de reabilitação;
- Definir protocolos clínicos, garantindo a eliminação de intervenções desnecessárias e
respeitando a individualidade do sujeito.

Na Atenção Hospitalar
- Garantir visita aberta, através da presença do acompanhante e de sua rede social,
respeitando a dinâmica de cada unidade hospitalar e peculiaridades das necessidades do
acompanhante;
- Proporcionar mecanismos de recepção com acolhimento aos usuários;
- Proporcionar mecanismos de escuta para a população e trabalhadores;
- Garantir equipe multiprofissional (minimamente com médico e enfermeiro) de
atenção à saúde para seguimento dos pacientes internados e com horário pactuado para
atendimento à família e/ou sua rede social;
- Possibilitar a existência de mecanismos de desospitalização, visando alternativas às
práticas hospitalares como as de cuidados domiciliares;
- Garantir a continuidade de assistência com sistema de referência e contrarreferência.

Vejamos as questões abaixo sobre o tema:

Página 5 de 32
1. (HU-UFMS/EBSERH/IAOCP/2014) A Política Nacional de Humanização (PNH) atua
a partir de orientações clínicas, éticas e políticas, que se traduzem em determinados arranjos
de trabalho. Assinale a alternativa que descreve conceitos que norteiam os trabalhos
para implantação do Humaniza SUS através da PNH.
a) Publicidade, organograma, gestão coorporativa, ambiência.
b) Assistencialismo, pluralidade, relação social, participação pública.
c) Informação, controle administrativo, gestão centralizada.
d) Acolhimento, gestão participativa compartilhada, valorização do trabalhador.
e) Contratualização, ambiência, financiamento de instituições privadas.
COMENTÁRIOS:
A Política Nacional de Humanização atua a partir de orientações clínicas, éticas e
políticas, que se traduzem em determinados arranjos de trabalho. Vejamos alguns conceitos
que norteiam o trabalho da PNH:

ACOLHIMENTO

 Acolher é reconhecer o que o outro traz como legítima e singular necessidade de


saúde. O acolhimento deve comparecer e sustentar a relação entre equipes/serviços e
usuários/populações. Como valor das práticas de saúde, o acolhimento é construído
de forma coletiva, a partir da análise dos processos de trabalho e tem como objetivo a
construção de relações de confiança, compromisso e vínculo entre as
equipes/serviços, trabalhador/equipes e usuário com sua rede sócio-afetiva.

GESTÃO PARTICIPATIVA E COGESTÃO

 Cogestão expressa tanto a inclusão de novos sujeitos nos processos de análise e


decisão quanto a ampliação das tarefas da gestão - que se transforma também em
espaço de realização de análise dos contextos, da política em geral e da saúde em
particular, em lugar de formulação e de pactuação de tarefas e de aprendizado
coletivo.

Página 6 de 32
AMBIÊNCIA

 Criar espaços saudáveis, acolhedores e confortáveis, que respeitem a privacidade,


propiciem mudanças no processo de trabalho e sejam lugares de encontro entre as
pessoas.

CLÍNICA AMPLIADA E COMPARTILHADA

 A clínica ampliada é uma ferramenta teórica e prática cuja finalidade é contribuir para
uma abordagem clínica do adoecimento e do sofrimento, que considere a
singularidade do sujeito e a complexidade do processo saúde/doença. Permite o
enfrentamento da fragmentação do conhecimento e das ações de saúde e seus
respectivos danos e ineficácia.

VALORIZAÇÃO DO TRABALHADOR

 É importante dar visibilidade à experiência dos trabalhadores e incluí-los na tomada de


decisão, apostando na sua capacidade de analisar, definir e qualificar os processos de
trabalho.

DEFESA DOS DIREITOS DOS USUÁRIOS

 Os usuários de saúde possuem direitos garantidos por lei e os serviços de saúde devem
incentivar o conhecimento desses direitos e assegurar que eles sejam cumpridos em
todas as fases do cuidado, desde a recepção até a alta.

Diante do exposto, a letra D é o gabarito da questão.

Página 7 de 32
2. (HU-UFGD/EBSERH/IAOCP/2014) De acordo com os dispositivos da Política
Nacional de Humanização, é INCORRETO afirmar que
a) com o Acolhimento com Classificação de Risco em Serviço Hospitalar de Emergência, a
ordenação do atendimento ocorre pela gravidade do caso e não mais pela ordem de chegada.
b) a Resolução RDC ANVISA N°. 50/2002 dispõe sobre todos aspectos necessários à
adequação da estrutura física de estabelecimentos de saúde de acordo com o conceito
Ambiência.
c) a visita aberta e direito a acompanhante favorecem uma continuidade entre o contexto da
vida em família e na comunidade e o ambiente hospitalar, para que o doente não desenvolva o
sentimento de ter sido arrancado de sua vida cotidiana.
d) equipes de Referência e de Apoio Matricial seguem a lógica de produção do processo de
trabalho na qual um profissional oferece apoio em sua especialidade para outros profissionais,
equipes e setores; invertendo-se o esquema tradicional e fragmentado de saberes e fazeres.
e) os sistemas de escuta qualificada para usuários e trabalhadores da saúde podem incluir a
gerência de “porta aberta”, ouvidorias, grupos focais e pesquisas de satisfação, entre outros.
COMENTÁRIOS:
A alternativa incorreta é a letra B, já que a Resolução-RDC ANVISA Nº 50, de 21 de
fevereiro de 2002 dispõe sobre o Regulamento Técnico para planejamento, programação,
elaboração e avaliação de projetos físicos de estabelecimentos assistenciais de saúde.

3. (Ministério da Saúde/CESPE/2013) A Política Nacional de Humanização, mediante a


qual se busca efetivar os princípios do SUS no cotidiano das práticas de atenção à saúde e
gestão, de modo a qualificar a saúde pública no Brasil, fundamenta-se nos seguintes
princípios: transversalidade, indissociabilidade entre atenção e gestão, protagonismo,
corresponsabilidade e autonomia dos sujeitos e coletivos.
COMENTÁRIOS:
A Política Nacional de Humanização (PNH), como movimento de mudança dos
modelos de atenção e gestão, possui três princípios a partir dos quais se desdobra enquanto
política pública de saúde: (a) Transversalidade; (b) Indissociabilidade entre atenção e gestão;
(c) Protagonismo, co-responsabilidade e autonomia dos sujeitos e dos coletivos.

A Transversalidade pode ser entendida como:

Página 8 de 32
- o aumento do grau de comunicação intra e intergrupos;
- a transformação dos modos de relação e de comunicação entre os sujeitos implicados
nos processos de produção de saúde, produzindo como efeito a desestabilização das
fronteiras dos saberes, dos territórios de poder e dos modos instituídos na constituição das
relações de trabalho.

Indissociabilidade entre atenção e gestão está relacionada à:


- alteração dos modos de cuidar inseparável da alteração dos modos de gerir e se
apropriar do trabalho;
- inseparabilidade entre clínica e política, entre produção de saúde e produção de sujeitos;
- integralidade do cuidado e integração dos processos de trabalho.

O Protagonismo, a co-responsabilidade e a autonomia dos sujeitos e dos coletivos


preconizam que:
- as mudanças na gestão e na atenção ganham maior efetividade quando produzidas pela
afirmação da autonomia dos sujeitos envolvidos, que contratam entre si responsabilidades
compartilhadas nos processos de gerir e de cuidar.

Nessa esteira, a questão apresenta-se correta.

4. (Universidade Federal de Juiz de Fora-MG/2014) Sobre a Política Nacional de


Humanização (PNH), é possível afirmar, EXCETO:
a) A humanização, como uma política transversal, busca ultrapassar as fronteiras dos
diferentes saberes/poderes que se ocupam da produção da saúde.
b) Tomar a saúde como valor de uso é ter, como padrão na atenção, o vínculo com os
usuários, é estimular que eles se coloquem como protagonistas do sistema de saúde através de
sua ação de controle social.
c) As unidades de saúde devem garantir as informações ao usuário, o acompanhamento de
pessoas de sua rede social (de livre escolha) e os direitos do código dos usuários do SUS.
d) Propõe-se, como parâmetro para acompanhamento da implementação da PNH na atenção
básica, o incentivo às práticas promocionais da saúde.

Página 9 de 32
e) Propõe-se, como parâmetro para acompanhamento da implementação da PNH nos dois
níveis de referência (B e A) na atenção hospitalar, o funcionamento da ouvidoria.
COMENTÁRIOS:
Questão explorou parte específica do tema em relação aos parâmetros para
implementação de ações da PNH na Atenção Hospitalar.
Nesse âmbito (tenção hospitalar), existem dois níveis crescentes (B e A) de padrões
para adesão à PNH:

Parâmetros para o Nível B:


1. Existência de Grupos de Trabalho de Humanização (GTH) com plano de
trabalho definido;
2. Garantia de visita aberta, através da presença do acompanhante e de sua rede
social, respeitando a dinâmica de cada unidade hospitalar e peculiaridades das
necessidades do acompanhante;
3. Mecanismos de recepção com acolhimento aos usuários;
4. Mecanismos de escuta para a população e trabalhadores;
5. Equipe multiprofissional (minimamente com médico e enfermeiro) que se
estabeleça como referência para os pacientes internados, com horário pactuado
para atendimento à família e/ou sua rede social;
6. Existência de mecanismos de desospitalização, visando alternativas às práticas
hospitalares como as de cuidados domiciliares;
7. Garantia de continuidade de assistência, com ativação de redes de cuidados para
viabilizar a atenção integral;
8. Garantia de participação dos trabalhadores em atividades de educação
permanente;
9. Promoção de atividades de valorização e de cuidados aos trabalhadores da
saúde, contemplando ações voltadas para a promoção da saúde e qualidade de
vida no trabalho;
10. Organização do trabalho com base em metas discutidas coletivamente e com
definição de eixos avaliativos, avançando na implementação de contratos
internos de gestão.
Parâmetros para o Nível A:

Página 10 de 32
1. Grupo de Trabalho de Humanização (GTH) com plano de trabalho implantado;
2. Garantia de visita aberta, através da presença do acompanhante e de sua rede
social, respeitando a dinâmica de cada unidade hospitalar e peculiaridades das
necessidades do acompanhante;
3. Ouvidoria funcionando;
4. Equipe multiprofissional com médico e enfermeiro, com apoio matricial de
psicólogos, assistentes sociais, psicoterapeutas, terapeutas ocupacionais,
farmacêuticos e nutricionistas, que se estabeleça como referência para os
pacientes internados, com horário pactuado para atendimento à família e/ou sua
rede social;
5. Existência de mecanismos de desospitalização, visando alternativas às práticas
hospitalares como as de cuidados domiciliares;
6. Garantia de continuidade de assistência, com ativação de redes de cuidados para
viabilizar a atenção integral;
7. Conselho de Gestão Participativa, com funcionamento adequado;
8. Existência de acolhimento com avaliação de risco nas áreas de acesso (Pronto
Atendimento, Pronto Socorro, Ambulatório, Serviço de Apoio Diagnóstico e
Terapia);
9. Atividades sistemáticas de capacitação, compondo um Projeto de Educação
Permanente para os trabalhadores, contemplando diferentes temáticas permeadas
pelos princípios e conceitos da Humanização/PNH;
10. Promoção de atividades de valorização e de cuidados aos trabalhadores da
saúde, contemplando ações voltadas para a promoção da saúde e qualidadede
vida no trabalho;
11. Organização do trabalho com base em metas discutidas coletivamente e com
definição de eixos avaliativos, avançando na implementação de contratos
internos de gestão.
Perceba que os parâmetros para o Nível A são mais avançados, incluindo a ouvidoria
em funcionamento.
Sobre a Política Nacional de Humanização (PNH), é possível afirmar que se propõe,
como parâmetro para acompanhamento da implementação da PNH, o funcionamento da

Página 11 de 32
ouvidoria apenas para o nível de referência A (e não B) na atenção hospitalar. Logo, a
letra E é a incorreta.

5. (Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva/UPE/2014) Analise as afirmativas


sobre o significado da Humanização da Atenção à Saúde.
I. Humanizar a atenção à saúde é valorizar a dimensão subjetiva e social em todas as práticas
de atenção e de gestão no SUS.
II. É fortalecer o compromisso com os direitos do cidadão, destacando-se o respeito às
questões de gênero, etnia, raça, orientação sexual e o respeito às populações específicas.
III. É estabelecer vínculos solidários e de participação coletiva, por meio da gestão
participativa, com os trabalhadores e os usuários.
Assinale a alternativa CORRETA.
A) Somente I está correta.
B) Somente I e II estão corretas.
C) Somente I e III estão incorretas.
D) I, II e III estão corretas.
E) Somente I e III estão corretas.
COMENTÁRIOS:
Verificamos perfeitamente que todos os itens estão corretos. Os enunciados dos itens
estão claros. Logo, o gabarito da questão é a letra D.

6. (Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva/UPE/2014) Sobre as finalidades da


Política de Humanização da Atenção à Saúde, analise as afirmativas abaixo:
I. A fragmentação dos processos de trabalho para se evitar o esgarçamento das relações entre
os diferentes profissionais da saúde e entre estes e os usuários.
II. Reversão do quadro de mecanicismo, automatismo ou tecnicismo do processo de trabalho
a partir do investimento na construção de um novo tipo de interação entre os diferentes atores
envolvidos na produção de saúde.
III. Buscab da participação coletiva no processo de gestão, com vistas ao desenvolvimento de
co-responsabilidades, ao estabelecimento de vínculos solidários, à indissociabilidade entre
atenção e gestão e ao fortalecimento do SUS.

Página 12 de 32
Assinale a alternativa CORRETA.
A) Somente I está correta.
B) Somente I e II estão corretas.
C) Somente I e III estão incorretas.
D) Somente II e III estão corretas.
E) Somente III está correta.
COMENTÁRIOS:
Na verdade, uma das finalidades da Política de Humanização da Atenção à Saúde é a
desfragmentação dos processos de trabalho para se evitar o esgarçamento (a separação) das
relações entre os diferentes profissionais da saúde e entre estes e os usuários.
O gabarito é a letra D, pois o item I é o único incorreto.

7. (Residência Multiprofissional em Saúde/Universidade Federal de Alagoas-AL/Seleção


2014/UFAL) Identifique, nas opções abaixo, um dos princípios norteadores da Política de
Humanização:
A) Valorização da dimensão subjetiva e social em todas as práticas de atenção e gestão,
fortalecendo/estimulando processos integradores e promotores de
compromissos/responsabilização.
B) Todo usuário do SUS saberá quem são os profissionais que cuidam de sua saúde, e os
serviços de saúde se responsabilizarão por sua referência territorial.
C) Promoção de ações que assegurem a participação dos trabalhadores nos processos de
discussão e decisão, reconhecendo, fortalecendo e valorizando seu compromisso com o
processo de produção de saúde e seu crescimento profissional.
D) Consolidar e expandir a rede virtual de humanização, facilitando trocas, dando visibilidade
às experiências exitosas e multiplicando práticas comprometidas com a Política Nacional de
Humanização (PNH).
E) Reforçar o conceito de clínica ampliada: compromisso com o sujeito e seu coletivo,
estímulo a diferentes práticas terapêuticas e corresponsabilidade de gestores, trabalhadores e
usuários no processo de produção de saúde.
COMENTÁRIOS:
Os princípios norteadores da Política Nacional de Humanização (PNH) são os
seguintes:

Página 13 de 32
1. Valorização da dimensão subjetiva e social em todas as práticas de atenção e gestão,
fortalecendo/estimulando processos integradores e promotores de
compromissos/responsabilização.
2. Estímulo a processos comprometidos com a produção de saúde e com a produção de
sujeitos.
3. Fortalecimento de trabalho em equipe multiprossional, estimulando a
transdisciplinaridade e a grupalidade.
4. Atuação em rede com alta conectividade, de modo cooperativo e solidário, em
conformidade com as diretrizes do SUS.
5. Utilização da informação, da comunicação, da educação permanente e dos espaços da
gestão na construção de autonomia e protagonismo de sujeitos e coletivos.
O gabarito é a letra A. A letra B apresenta uma das marcas específicas da PNH. A
alternativa C cita uma diretriz geral em relação ao eixo da gestão do trabalho. A assertiva C
traz uma das orientações estratégicas para a implementação da PNH. A letra E descreve
diretrizes gerais para a implementação da PNH nos diferentes níveis de atuação.
Gabarito: A.

8. (Residência Multiprofissional em Saúde/UFMT/2010) Em relação ao novo Modelo de


Atenção proposto na Política Nacional de Humanização que vem se consolidando no setor
saúde, seus valores humanitários e adoção de novas estratégias, numere a coluna da direita de
acordo com a da esquerda.
1 - Acolhimento ( ) Baseia-se no estabelecimento de referências dos
2 - Vínculo/responsabilização usuários a uma dada equipe de trabalhadores e na
3 - Autonomização responsabilização destes para com aqueles, no que diz
4 - Reorganização dos processos respeito à produção de cuidados.
de trabalho ( ) Possibilidade de universalizar o acesso, abrindo as
portas da Unidade a todos os usuários que dela
necessitarem, utilizando a escuta qualificada no
atendimento, visando à resolução dos seus problemas
com respostas positivas e encaminhamentos
adequados.

Página 14 de 32
( ) Revisão e inauguração de novas práticas
profissionais ancoradas no diálogo e na equipe
multiprofissional a partir de seus microespaços de
trabalho e poder.
( ) Caracteriza-se como a estratégia de alcance de
resultados esperados da produção do cuidado, através
de ganhos de autonomia do usuário para “viver a
vida”.

Marque a sequência correta.


A) 2, 1, 4, 3
B) 3, 2, 1, 4
C) 1, 3, 2, 4
D) 4, 1, 3, 2
COMENTÁRIOS:
Questão tranquila ! Vamos fazer as devidas correlações:
2 - Vínculo/responsabilização - baseia-se no estabelecimento de referências dos
usuários a uma dada equipe de trabalhadores e na responsabilização destes para com aqueles,
no que diz respeito à produção de cuidados.
1 – Acolhimento - possibilidade de universalizar o acesso, abrindo as portas da
Unidade a todos os usuários que dela necessitarem, utilizando a escuta qualificada no
atendimento, visando à resolução dos seus problemas com respostas positivas e
encaminhamentos adequados.
4 - Reorganização dos processos de trabalho - revisão e inauguração de novas
práticas profissionais ancoradas no diálogo e na equipe multiprofissional a partir de seus
microespaços de trabalho e poder.
3 – Autonomização - caracteriza-se como a estratégia de alcance de resultados
esperados da produção do cuidado, através de ganhos de autonomia do usuário para “viver a
vida”.
Nessa esteira, o gabarito é a letra A.

Página 15 de 32
9. (Universidade Federal de Juiz de Fora-MG/2014) A implementação da Política Nacional
de Humanização (PNH) pressupõe a atuação em vários eixos que objetivam a
institucionalização, a difusão dessa estratégia e, principalmente, a apropriação de seus
resultados pela sociedade. Sobre essas estratégias gerais, é INCORRETO concluir:
a) No eixo da gestão do trabalho, propõe-se a promoção de ações que assegurem a
participação, o fortalecimento e a valorização dos trabalhadores.
b) No eixo do financiamento, propõe-se a separação de recursos vinculados a programas
específicos de humanização e outros recursos de subsídio à atenção.
c) No eixo da atenção, propõe-se uma política que incentiva o protagonismo dos sujeitos e a
ampliação da atenção integral à saúde, promovendo a intersetorialidade.
d) No eixo da educação permanente, propõe-se que a PNH componha o conteúdo
profissionalizante na graduação, pós-graduação e extensão em saúde, vinculando-a aos Polos
de Educação Permanente e às instituições de formação.
e) No eixo da informação/comunicação, indica-se a inclusão da PNH no debate da saúde, por
meio de ação de mídia e discurso social amplo.
COMENTÁRIOS:
Este tipo de questão deve ser resolvido pelo bom senso, utilizando o “critério de
eliminação”. No eixo do financiamento, propõe-se a integração de recursos vinculados a
programas específicos de humanização e outros recursos de subsídio à atenção, unificando-os
e repassando-os fundo a fundo mediante o compromisso dos gestores com a PNH. É óbvio
que os recursos para a humanização devem estar em sintonia, e não separados. Assim, a
assertiva incorreta é a letra B.

10. (Residência Multiprofissional em Saúde/Universidade Federal de Alagoas-


AL/Seleção 2012/UFAL) A política Nacional de Humanização toma cinco diretrizes centrais
para orientar a ação das equipes que têm por tarefas produzir saúde, são elas:
I. Acolhimento.
II. Gestão Democrática das organizações de saúde, dos processos de trabalho e de formação,
da clínica e da saúde coletiva.
III. Clínica Ampliada.
IV. Valorização do trabalho dos trabalhadores da saúde.
V. Garantir os direitos dos usuários.

Página 16 de 32
Verifica-se que esta(ão) correta(s)
a) I, II, III e IV, apenas
b) I, II e IV apenas.
c) II, III e IV, apenas.
d) II e III, apenas.
e) I, II, III, IV e V.
COMENTÁRIOS:
Todos os itens da questão descrevem diretrizes da PNH para orientar a ação das
equipes. Logo, o gabarito da questão é a letra E.

11. (Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva/UPE/2014) Em relação ao


significado da Clínica Ampliada, analise as afirmativas abaixo e assinale V nas Verdadeiras e
F nas Falsas.
( ) Um compromisso singular com o sujeito doente visto de modo radical.
( ) Reconhecer os limites do conhecimento dos profissionais de saúde e das tecnologias por
eles empregadas.
( ) Assumir um compromisso ético profundo.
( ) Ampliar a clínica é aumentar a autonomia do usuário do serviço de saúde, da família e
da comunidade.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA.
A) V – V – V – V
B) F – F – F – F
C) F – V – V – V
D) F – F – F – V
E) V – V – F – F
COMENTÁRIOS1:
A CLÍNICA AMPLIADA preconiza o compromisso com o sujeito e seu coletivo;
estímulo a diferentes práticas terapêuticas; e corresponsabilidade de gestores, trabalhadores e
usuários no processo de produção de saúde.
Assim, ampliar a clínica implica: tomar a saúde como seu objeto de investimento,
considerando a vulnerabilidade, o risco do sujeito em seu contexto; ter como objetivo
1
Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/clinica_ampliada.pdf.

Página 17 de 32
produzir saúde e ampliar o grau de autonomia dos sujeitos; realizar a avaliação diagnóstica
considerando não só o saber clínico e epidemiológico, como também a história dos sujeitos e
os saberes por eles veiculados; e definir a intervenção terapêutica considerando a
complexidade biopsíquicossocial das demandas de saúde.

Propostas da Clínica Ampliada


Compromisso com o sujeito e não só com a doença;
Reconhecimento dos limites dos saberes e a afirmação de que o sujeito é sempre maior
que os diagnósticos propostos;
Afirmação do encontro clínico entre dois sujeitos (trabalhador de saúde e usuário) que se
coproduzem na relação que estabelecem;
Busca do equilíbrio entre danos e benefícios gerados pelas práticas de saúde;
Aposta nas equipes multiprofissionais e transdisciplinares;
Fomento da corresponsabilidade entre os diferentes sujeitos implicados no processo de
produção de saúde (trabalhadores de saúde, usuários e rede social);
Defesa dos direitos dos usuários.

Para a prática de uma clínica ampliada, é imprescindível a criação de vínculos entre


usuários, famílias e comunidade com a equipe local de saúde e com alguns profissionais que
lhe sirvam de apoio e de referência técnica.
Podemos dizer então que a clínica ampliada é:
 Um compromisso radical com o sujeito doente visto de modo singular;
 Assumir a RESPONSABILIDADE sobre os usuários dos serviços de saúde;
 Buscar ajuda em outros setores, ao que se dá nome de
INTERSETORIALIDADE;
 RECONHECER OS LIMITES DO CONHECIMENTO dos profissionais de
saúde e das TECNOLOGIAS por eles empregadas – tarefa muito difícil para
esses profissionais –, e buscar outros conhecimentos em diferentes setores, como
no exemplo mencionado anteriormente onde o serviço de saúde incorporou o
conhecimento acerca da situação de exclusão em que viviam seus usuários;
 Assumir um compromisso ÉTICO profundo.
Após discussão sobre o tema, percebemos claramente que apenas o 1º item está
incorreto. Logo a letra C é o gabarito da questão.

Página 18 de 32
12. (Residência Multiprofissional em Saúde da Família e Saúde Mental/UPE/2013) A Clínica
Ampliada busca integrar várias abordagens para possibilitar um manejo eficaz da complexidade do
trabalho em saúde. São eixos fundamentais englobados na proposta da Clínica Ampliada, EXCETO:
A) a transformação dos “meios” ou instrumentos de trabalho, pois são necessários arranjos e
dispositivos de gestão que privilegiem uma comunicação transversal na equipe e entre
equipes.
B) a compreensão ampliada do processo saúde-doença, buscando evitar uma abordagem que
privilegie excessivamente algum conhecimento específico.
C) suporte para os profissionais de saúde. É necessário criar instrumentos de suporte para que
eles possam lidar com as próprias dificuldades.
D) ampliação do objeto de trabalho, com a valorização da dimensão biológica e da
sintomatologia, na análise de cada caso.
E) construção compartilhada dos diagnósticos e terapêuticas, como uma forma mais potente
do que uma abordagem pontual e individual.
COMENTÁRIOS:
Um dos eixos fundamentais englobados na proposta da Clínica Ampliada é a ampliação
do objeto de trabalho, com a valorização dos diferentes sujeitos implicados no processo de
produção de saúde e de todas as dimensões (socioeconômicas, culturais, biológicas etc.).
Então, a assertiva incorreta é a letra D.

13. (Residência Multiprofissional em Saúde/Universidade Federal de Alagoas-


AL/Seleção 2012/UFAL) Sobre acolhimento é correto afirmar que:
I. O acolhimento com avaliação e classificação de risco configura-se como uma das
intervenções potencialmente decisivas na reorganização e realização da promoção da saúde
em rede, pois se faz a partir da análise, problematização e proposição da própria equipe, que
se constitui como sujeito do seu processo de trabalho.
II. O acolhimento com classificação de risco é um processo dinâmico de identificação dos
pacientes que necessitam de tratamento eletivo, que são agendados conforme protocolo
estabelecido em cada unidade de saúde.
III. O acolhimento não é um espaço ou um local, mas uma postura ética, não pressupõe hora
ou profissional específico para fazê-lo, implica compartilhamento de saberes, necessidades,
possibilidades, angústias e invenções.

Página 19 de 32
IV. Uma postura acolhedora implica em estar atento e poroso à diversidade cultural, racial e
étnica.
V. Acolher com a intenção de resolver os problemas de saúde das pessoas que procuram uma
unidade de saúde pressupõe que todas as pessoas que procuram a unidade, por demanda
espontânea, deverão ser acolhidas por profissional da equipe técnica.
Estão corretos os itens
a) I e III, apenas.
b) I, III, IV e V, apenas.
c) I, II, e V, apenas.
d) III, IV e V, apenas.
e) II, III e IV, apenas.
COMENTÁRIOS:
O item II está incorreto, pois o acolhimento com classificação de risco é um processo
dinâmico de identificação dos pacientes que necessitam de tratamento prioritário e mais
rápido, em virtude de maior risco e vulnerabilidade.
Avaliar riscos e vulnerabilidade implica estar atento tanto ao grau de sofrimento físico
quanto psíquico, pois muitas vezes o usuário que chega andando, sem sinais visíveis de
problemas físicos, mas muito angustiado pode estar mais necessitado de atendimento, em
decorrência do maior grau de risco e vulnerabilidade.
Nesta linha, o gabarito da questão é a letra B.

14. (Prefeitura de São José do Rio Preto-SP/2011-VUNESP) Com base na Política


Nacional de Humanização, pode-se afirmar que o Acolhimento com Avaliação e
Classificação de Risco
a) é uma ferramenta para organizar a fila de espera e propor ordem de atendimento conforme
a chegada.
b) objetiva garantir o atendimento imediato do usuário com grau de risco elevado.
c) busca implantar o cuidado verticalizado, aumentando a satisfação do usuário do serviço.
d) agiliza a implantação do cuidado lateralizado, fazendo um diagnóstico prévio para posterior
encaminhamento pela equipe de enfermagem.
e) assegura que é de responsabilidade da recepção da unidade de saúde, com respaldo a
distância da enfermagem, realizar a classificação de risco.

Página 20 de 32
COMENTÁRIOS:
Em relação ao Acolhimento com Avaliação e Classificação de Risco, pode-se afirmar
que:
a) objetiva organizar a fila de espera e propor outra ordem de atendimento que não
seja necessariamente a ordem de chegada;
c) propõe dar melhores condições de trabalho para os profissionais pela discussão da
ambiência e implantação do cuidado horizontalizado, aumentando a satisfação dos usuários;
d) não tem a finalidade de fazer um diagnóstico prévio nem de excluir pessoas sem que
tenham sido atendidas pelo médico;
e) é realizada por enfermeiro, preferencialmente com experiência em serviço de
urgência, e após capacitação específica para a atividade proposta.
Conforme comentários, o gabarito da questão é a letra B.
Para finalizarmos o estudo desta aula, vejamos mais questões da AOCP sobre o tema:

15. (INES/2012/AOCP) A Humanização vista como política que atravessa as diferentes


ações e instâncias gestoras do SUS, implica
a) na formação dos profissionais de saúde distante do debate e da formulação da política
pública de saúde.
b) na fragmentação da rede assistencial dificultando a complementaridade entre a rede básica
e o sistema de referência.
c) no despreparo das equipes de saúde para lidar com a dimensão subjetiva nas práticas de
atenção à saúde.
d) em traduzir os princípios do SUS em modos de operar dos diferentes equipamentos e
sujeitos da rede de saúde.
e) em baixo investimento na qualificação dos trabalhadores, especialmente no que se refere à
gestão participativa e ao trabalho em equipe.
COMENTÁRIOS:
A Humanização vista como política que atravessa as diferentes ações e instâncias
gestoras do SUS, implica em traduzir os princípios do SUS em modos de operar dos
diferentes equipamentos e sujeitos da rede de saúde.
O gabarito é a letra D. Verifique que as demais alternativas (erradas) descrevem
situações negativas, que não condizem com os objetivos da Humanização.

Página 21 de 32
16. (IBC/2012/AOCP) “Criar espaços saudáveis, acolhedores e confortáveis, que respeitem a
privacidade, propiciem mudanças no processo de trabalho e sejam lugares de encontro entre
as pessoas”.
O enunciado refere-se a qual dos princípios da Politica Nacional de Humanização (PNH)?
a) Cogestão.
b) Gestão Participativa.
c) Acolhimento.
d) Clínica ampliada.
e) Ambiência.
COMENTÁRIOS:
A ambiência hospitalar refere-se ao tratamento dado ao espaço físico entendido como
espaço social, profissional e de relações interpessoais que deve proporcionar atenção
acolhedora, humana e resolutiva, considerando alguns elementos que atuam como
catalisadores da inter-relação homem x espaço. A ideia de ambiência segue primordialmente
três eixos:
O espaço que possibilita a reflexão da produção do sujeito e do processo de trabalho.
O espaço que visa a confortabilidade focada na privacidade e individualidade dos
sujeitos envolvidos, exaltando elementos do ambiente que interagem com o homem – a dizer
cor, cheiro, som, iluminação, morfologia... –, e garantindo conforto a trabalhadores, paciente e
sua rede social.
O espaço como ferramenta facilitadora do processo de trabalho funcional favorecendo a
otimização de recursos e o atendimento humanizado, acolhedor e resolutivo.
A partir do exposto, verificamos que o gabarito é a letra E.

17. (IBC/2012/AOCP) Sobre como pode ser entendido a humanização do atendimento em


saúde assinale a alternativa
INCORRETA.
a) valorização dos diferentes sujeitos implicados no processo de produção de saúde: usuários,
trabalhadores e gestores.
b) fomento da autonomia e do protagonismo dos sujeitos.
c) aumento do grau de co-responsabilidade na produção de saúde e de sujeitos.
d) estabelecimento de vínculos solidários e de participação coletiva no processo de gestão.

Página 22 de 32
e) mudança nos modelos de atenção do processo de trabalho tendo como foco as necessidades
dos profissionais e gestores e a produção de saúde.
COMENTÁRIOS:
A humanização pode ser entendida, entre outros, como a mudança nos modelos de
atenção e gestão em sua indissociabilidade, tendo como foco as necessidades dos
cidadãos (e não as necessidades dos profissionais e gestores e a produção de saúde), a
produção de saúde e o próprio processo de trabalho em saúde, valorizando os trabalhadores e
as relações sociais no trabalho. Nessa tela, o gabarito é a letra E.

=====================

Chegamos ao final de mais uma aula.


Continue firme nos estudos. A sua vitória está chegando.

Até breve!

Página 23 de 32
Lista de Questões

1. (HU-UFMS/EBSERH/IAOCP/2014) A Política Nacional de Humanização (PNH) atua


a partir de orientações clínicas, éticas e políticas, que se traduzem em determinados arranjos
de trabalho. Assinale a alternativa que descreve conceitos que norteiam os trabalhos
para implantação do Humaniza SUS através da PNH.
a) Publicidade, organograma, gestão coorporativa, ambiência.
b) Assistencialismo, pluralidade, relação social, participação pública.
c) Informação, controle administrativo, gestão centralizada.
d) Acolhimento, gestão participativa compartilhada, valorização do trabalhador.
e) Contratualização, ambiência, financiamento de instituições privadas.

2. (HU-UFGD/EBSERH/IAOCP/2014) De acordo com os dispositivos da Política


Nacional de Humanização, é INCORRETO afirmar que
a) com o Acolhimento com Classificação de Risco em Serviço Hospitalar de Emergência, a
ordenação do atendimento ocorre pela gravidade do caso e não mais pela ordem de chegada.
b) a Resolução RDC ANVISA N°. 50/2002 dispõe sobre todos aspectos necessários à
adequação da estrutura física de estabelecimentos de saúde de acordo com o conceito
Ambiência.
c) a visita aberta e direito a acompanhante favorecem uma continuidade entre o contexto da
vida em família e na comunidade e o ambiente hospitalar, para que o doente não desenvolva o
sentimento de ter sido arrancado de sua vida cotidiana.
d) equipes de Referência e de Apoio Matricial seguem a lógica de produção do processo de
trabalho na qual um profissional oferece apoio em sua especialidade para outros profissionais,
equipes e setores; invertendo-se o esquema tradicional e fragmentado de saberes e fazeres.
e) os sistemas de escuta qualificada para usuários e trabalhadores da saúde podem incluir a
gerência de “porta aberta”, ouvidorias, grupos focais e pesquisas de satisfação, entre outros.

Página 24 de 32
3. (Ministério da Saúde/CESPE/2013) A Política Nacional de Humanização, mediante a
qual se busca efetivar os princípios do SUS no cotidiano das práticas de atenção à saúde e
gestão, de modo a qualificar a saúde pública no Brasil, fundamenta-se nos seguintes
princípios: transversalidade, indissociabilidade entre atenção e gestão, protagonismo,
corresponsabilidade e autonomia dos sujeitos e coletivos.

4. (Universidade Federal de Juiz de Fora-MG/2014) Sobre a Política Nacional de


Humanização (PNH), é possível afirmar, EXCETO:
a) A humanização, como uma política transversal, busca ultrapassar as fronteiras dos
diferentes saberes/poderes que se ocupam da produção da saúde.
b) Tomar a saúde como valor de uso é ter, como padrão na atenção, o vínculo com os
usuários, é estimular que eles se coloquem como protagonistas do sistema de saúde através de
sua ação de controle social.
c) As unidades de saúde devem garantir as informações ao usuário, o acompanhamento de
pessoas de sua rede social (de livre escolha) e os direitos do código dos usuários do SUS.
d) Propõe-se, como parâmetro para acompanhamento da implementação da PNH na atenção
básica, o incentivo às práticas promocionais da saúde.
e) Propõe-se, como parâmetro para acompanhamento da implementação da PNH nos dois
níveis de referência (B e A) na atenção hospitalar, o funcionamento da ouvidoria.

5. (Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva/UPE/2014) Analise as afirmativas


sobre o significado da Humanização da Atenção à Saúde.
I. Humanizar a atenção à saúde é valorizar a dimensão subjetiva e social em todas as práticas
de atenção e de gestão no SUS.
II. É fortalecer o compromisso com os direitos do cidadão, destacando-se o respeito às
questões de gênero, etnia, raça, orientação sexual e o respeito às populações específicas.
III. É estabelecer vínculos solidários e de participação coletiva, por meio da gestão
participativa, com os trabalhadores e os usuários.
Assinale a alternativa CORRETA.
A) Somente I está correta.
B) Somente I e II estão corretas.
C) Somente I e III estão incorretas.

Página 25 de 32
D) I, II e III estão corretas.
E) Somente I e III estão corretas.

6. (Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva/UPE/2014) Sobre as finalidades da


Política de Humanização da Atenção à Saúde, analise as afirmativas abaixo:
I. A fragmentação dos processos de trabalho para se evitar o esgarçamento das relações entre
os diferentes profissionais da saúde e entre estes e os usuários.
II. Reversão do quadro de mecanicismo, automatismo ou tecnicismo do processo de trabalho
a partir do investimento na construção de um novo tipo de interação entre os diferentes atores
envolvidos na produção de saúde.
III. Buscab da participação coletiva no processo de gestão, com vistas ao desenvolvimento de
co-responsabilidades, ao estabelecimento de vínculos solidários, à indissociabilidade entre
atenção e gestão e ao fortalecimento do SUS.
Assinale a alternativa CORRETA.
A) Somente I está correta.
B) Somente I e II estão corretas.
C) Somente I e III estão incorretas.
D) Somente II e III estão corretas.
E) Somente III está correta.

7. (Residência Multiprofissional em Saúde/Universidade Federal de Alagoas-AL/Seleção


2014/UFAL) Identifique, nas opções abaixo, um dos princípios norteadores da Política de
Humanização:
A) Valorização da dimensão subjetiva e social em todas as práticas de atenção e gestão,
fortalecendo/estimulando processos integradores e promotores de
compromissos/responsabilização.
B) Todo usuário do SUS saberá quem são os profissionais que cuidam de sua saúde, e os
serviços de saúde se responsabilizarão por sua referência territorial.
C) Promoção de ações que assegurem a participação dos trabalhadores nos processos de
discussão e decisão, reconhecendo, fortalecendo e valorizando seu compromisso com o
processo de produção de saúde e seu crescimento profissional.

Página 26 de 32
D) Consolidar e expandir a rede virtual de humanização, facilitando trocas, dando visibilidade
às experiências exitosas e multiplicando práticas comprometidas com a Política Nacional de
Humanização (PNH).
E) Reforçar o conceito de clínica ampliada: compromisso com o sujeito e seu coletivo,
estímulo a diferentes práticas terapêuticas e corresponsabilidade de gestores, trabalhadores e
usuários no processo de produção de saúde.

8. (Residência Multiprofissional em Saúde/UFMT/2010) Em relação ao novo Modelo de


Atenção proposto na Política Nacional de Humanização que vem se consolidando no setor
saúde, seus valores humanitários e adoção de novas estratégias, numere a coluna da direita de
acordo com a da esquerda.
1 - Acolhimento ( ) Baseia-se no estabelecimento de referências dos
2 - Vínculo/responsabilização usuários a uma dada equipe de trabalhadores e na
3 - Autonomização responsabilização destes para com aqueles, no que diz
4 - Reorganização dos processos respeito à produção de cuidados.
de trabalho ( ) Possibilidade de universalizar o acesso, abrindo as
portas da Unidade a todos os usuários que dela
necessitarem, utilizando a escuta qualificada no
atendimento, visando à resolução dos seus problemas
com respostas positivas e encaminhamentos
adequados.
( ) Revisão e inauguração de novas práticas
profissionais ancoradas no diálogo e na equipe
multiprofissional a partir de seus microespaços de
trabalho e poder.
( ) Caracteriza-se como a estratégia de alcance de
resultados esperados da produção do cuidado, através
de ganhos de autonomia do usuário para “viver a
vida”.

Página 27 de 32
Marque a sequência correta.
A) 2, 1, 4, 3
B) 3, 2, 1, 4
C) 1, 3, 2, 4
D) 4, 1, 3, 2

9. (Universidade Federal de Juiz de Fora-MG/2014) A implementação da Política Nacional


de Humanização (PNH) pressupõe a atuação em vários eixos que objetivam a
institucionalização, a difusão dessa estratégia e, principalmente, a apropriação de seus
resultados pela sociedade. Sobre essas estratégias gerais, é INCORRETO concluir:
a) No eixo da gestão do trabalho, propõe-se a promoção de ações que assegurem a
participação, o fortalecimento e a valorização dos trabalhadores.
b) No eixo do financiamento, propõe-se a separação de recursos vinculados a programas
específicos de humanização e outros recursos de subsídio à atenção.
c) No eixo da atenção, propõe-se uma política que incentiva o protagonismo dos sujeitos e a
ampliação da atenção integral à saúde, promovendo a intersetorialidade.
d) No eixo da educação permanente, propõe-se que a PNH componha o conteúdo
profissionalizante na graduação, pós-graduação e extensão em saúde, vinculando-a aos Polos
de Educação Permanente e às instituições de formação.
e) No eixo da informação/comunicação, indica-se a inclusão da PNH no debate da saúde, por
meio de ação de mídia e discurso social amplo.

10. (Residência Multiprofissional em Saúde/Universidade Federal de Alagoas-


AL/Seleção 2012/UFAL) A política Nacional de Humanização toma cinco diretrizes centrais
para orientar a ação das equipes que têm por tarefas produzir saúde, são elas:
I. Acolhimento.
II. Gestão Democrática das organizações de saúde, dos processos de trabalho e de formação,
da clínica e da saúde coletiva.
III. Clínica Ampliada.
IV. Valorização do trabalho dos trabalhadores da saúde.
V. Garantir os direitos dos usuários.
Verifica-se que esta(ão) correta(s)

Página 28 de 32
a) I, II, III e IV, apenas
b) I, II e IV apenas.
c) II, III e IV, apenas.
d) II e III, apenas.
e) I, II, III, IV e V.

11. (Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva/UPE/2014) Em relação ao


significado da Clínica Ampliada, analise as afirmativas abaixo e assinale V nas Verdadeiras e
F nas Falsas.
( ) Um compromisso singular com o sujeito doente visto de modo radical.
( ) Reconhecer os limites do conhecimento dos profissionais de saúde e das tecnologias por
eles empregadas.
( ) Assumir um compromisso ético profundo.
( ) Ampliar a clínica é aumentar a autonomia do usuário do serviço de saúde, da família e
da comunidade.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA.
a) V – V – V – V
b) F – F – F – F
c) F – V – V – V
d) F – F – F – V
e) V – V – F – F

12. (Residência Multiprofissional em Saúde da Família e Saúde Mental/UPE/2013) A


Clínica Ampliada busca integrar várias abordagens para possibilitar um manejo eficaz da
complexidade do trabalho em saúde. São eixos fundamentais englobados na proposta da
Clínica Ampliada, EXCETO:
A) a transformação dos “meios” ou instrumentos de trabalho, pois são necessários arranjos e
dispositivos de gestão que privilegiem uma comunicação transversal na equipe e entre
equipes.
B) a compreensão ampliada do processo saúde-doença, buscando evitar uma abordagem que
privilegie excessivamente algum conhecimento específico.

Página 29 de 32
C) suporte para os profissionais de saúde. É necessário criar instrumentos de suporte para que
eles possam lidar com as próprias dificuldades.
D) ampliação do objeto de trabalho, com a valorização da dimensão biológica e da
sintomatologia, na análise de cada caso.
E) construção compartilhada dos diagnósticos e terapêuticas, como uma forma mais potente
do que uma abordagem pontual e individual.

13. (Residência Multiprofissional em Saúde/Universidade Federal de Alagoas-


AL/Seleção 2012/UFAL) Sobre acolhimento é correto afirmar que:
I. O acolhimento com avaliação e classificação de risco configura-se como uma das
intervenções potencialmente decisivas na reorganização e realização da promoção da saúde
em rede, pois se faz a partir da análise, problematização e proposição da própria equipe, que
se constitui como sujeito do seu processo de trabalho.
II. O acolhimento com classificação de risco é um processo dinâmico de identificação dos
pacientes que necessitam de tratamento eletivo, que são agendados conforme protocolo
estabelecido em cada unidade de saúde.
III. O acolhimento não é um espaço ou um local, mas uma postura ética, não pressupõe hora
ou profissional específico para fazê-lo, implica compartilhamento de saberes, necessidades,
possibilidades, angústias e invenções.
IV. Uma postura acolhedora implica em estar atento e poroso à diversidade cultural, racial e
étnica.
V. Acolher com a intenção de resolver os problemas de saúde das pessoas que procuram uma
unidade de saúde pressupõe que todas as pessoas que procuram a unidade, por demanda
espontânea, deverão ser acolhidas por profissional da equipe técnica.
Estão corretos os itens
a) I e III, apenas.
b) I, III, IV e V, apenas.
c) I, II, e V, apenas.
d) III, IV e V, apenas.
e) II, III e IV, apenas.

Página 30 de 32
14. (Prefeitura de São José do Rio Preto-SP/2011-VUNESP) Com base na Política
Nacional de Humanização, pode-se afirmar que o Acolhimento com Avaliação e
Classificação de Risco
a) é uma ferramenta para organizar a fila de espera e propor ordem de atendimento conforme
a chegada.
b) objetiva garantir o atendimento imediato do usuário com grau de risco elevado.
c) busca implantar o cuidado verticalizado, aumentando a satisfação do usuário do serviço.
d) agiliza a implantação do cuidado lateralizado, fazendo um diagnóstico prévio para posterior
encaminhamento pela equipe de enfermagem.
e) assegura que é de responsabilidade da recepção da unidade de saúde, com respaldo a
distância da enfermagem, realizar a classificação de risco.

15. (INES/2012/AOCP) A Humanização vista como política que atravessa as diferentes


ações e instâncias gestoras do SUS, implica
a) na formação dos profissionais de saúde distante do debate e da formulação da política
pública de saúde.
b) na fragmentação da rede assistencial dificultando a complementaridade entre a rede básica
e o sistema de referência.
c) no despreparo das equipes de saúde para lidar com a dimensão subjetiva nas práticas de
atenção à saúde.
d) em traduzir os princípios do SUS em modos de operar dos diferentes equipamentos e
sujeitos da rede de saúde.
e) em baixo investimento na qualificação dos trabalhadores, especialmente no que se refere à
gestão participativa e ao trabalho em equipe.

16. (IBC/2012/AOCP) “Criar espaços saudáveis, acolhedores e confortáveis, que respeitem a


privacidade, propiciem mudanças no processo de trabalho e sejam lugares de encontro entre
as pessoas”.
O enunciado refere-se a qual dos princípios da Politica Nacional de Humanização (PNH)?
a) Cogestão.
b) Gestão Participativa.
c) Acolhimento.

Página 31 de 32
d) Clínica ampliada.
e) Ambiência.

17. (IBC/2012/AOCP) Sobre como pode ser entendido a humanização do atendimento em


saúde assinale a alternativa
INCORRETA.
a) valorização dos diferentes sujeitos implicados no processo de produção de saúde: usuários,
trabalhadores e gestores.
b) fomento da autonomia e do protagonismo dos sujeitos.
c) aumento do grau de co-responsabilidade na produção de saúde e de sujeitos.
d) estabelecimento de vínculos solidários e de participação coletiva no processo de gestão.
e) mudança nos modelos de atenção do processo de trabalho tendo como foco as necessidades
dos profissionais e gestores e a produção de saúde.

Gabarito

1. D 12. D

2. B 13. B

3. Correta 14. B

4. E 15. D

5. D 16. E

6. D 17. E

7. A

8. A

9. B

10. E

11. C

Página 32 de 32