Você está na página 1de 2

AARÃO REIS, Daniel & SÁ, Jair Ferreira de (orgs.).

Imagens da revolução – documentos


políticos das organizações clandestinas de esquerda, 1961-1971. 2ª edição. São Paulo:
Expressão Popular, 2006.
AARÃO REIS, Daniel. A revolução faltou ao encontro: os comunistas no Brasil. São Paulo:
Brasiliense, 1990.

BERSTEIN, Serge. “A cultura política”. In: RIOUX, Jean-Pierre & SIRINELLI, Jean-François
(orgs.). Para uma história cultural. Lisboa: Editorial Estampa, 1998.

CASSAL, Alex Barros. “Lamarca e Iara”. Cadernos AEL: tempo da ditadura, Campinas, v.8, n.
14/15, p. 97-113, 2001.

COSTA, Albertina de Oliveira et al (orgs.). Memórias das mulheres do exílio. Rio de Janeiro:
Paz e Terra, 1980.

DA-RIN, Silvio. Hércules 56: o seqüestro do embaixador americano em 1969. Rio de


Janeiro: Jorge Zahar, 2007.
DEBRAY, Régis. Revolução na revolução. São Paulo: Centro Ed. Latino Americano, 1967.

DREIFUSS, René Armand. 1964: A conquista do Estado – ação política, poder e golpe de
classe. Petrópolis: Vozes, 1981.

GORENDER, Jacob. Combate nas trevas – a esquerda brasileira: das ilusões perdidas à luta
armada. 5ª edição. São Paulo: Ática, 1999.

GABEIRA, Fernando. O que é isso, companheiro? Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1982.

GOMES, Angela de Castro. “História, historiografia e cultura política no Brasil: algumas


reflexões”. In: SOIHET, Rachel; BICALHO, Maria Fernanda; GOUVÊA, Maria de Fátima
(orgs.). Culturas políticas. Ensaios de história cultural, história política e ensino de história.
Rio de Janeiro: FAPERJ/Mauad, 2005.

MELO, Demian Bezerra de. “Crise orgânica e ação política da classe trabalhadora brasileira:
a primeira greve geral nacional (05 de julho de 1962)”. Tese (Doutorado em História
Social). Universidade Federal Fluminense. Niterói (RJ), 2013.

RIDENTI, Marcelo. “Esquerdas revolucionárias armadas nos anos 1960-1970”. In:


FERREIRA, Jorge & AARÃO REIS, Daniel (orgs.). Revolução e democracia (1964-...).
Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2007a (Coleção As esquerdas no Brasil, v. 3).
_____. “Esquerdas armadas urbanas (1964-1974)”. In: RIDENTI, Marcelo & AARÃO
REIS, Daniel (orgs.). História do marxismo no Brasil: partidos e movimentos após os anos
60. volume 6. São Paulo: UNICAMP, 2007b.
_____. O fantasma da revolução brasileira. São Paulo: Ed. UNESP, 1993.

ROLLEMBERG, Denise & QUADRAT, Samantha Viz. (orgs.). A construção social dos
regimes autoritários: legitimidade, consenso e consentimento no século XX. Rio de Janeiro:
Civilização Brasileira, 2010.
ROLLEMBERG, Denise. “Esquerdas revolucionárias e luta armada”. In: FERREIRA, Jorge
& NEVES, Lucília de Almeida (orgs). O tempo da ditadura: regime militar e movimentos
sociais em fins do século XX. 2ª edição. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2007
(Coleção O Brasil Republicano, v. 4).
_____. Exílio: entre raízes e radares. Rio de Janeiro: Record, 1999.

TAVARES, Flávio. Memórias do esquecimento – os segredos dos porões da ditadura. Rio de


Janeiro: Record, 2005.