Você está na página 1de 2

JOGO DAS ESPECIALIDADES- RESOLUÇÕES

Introdução à Fonoaudiologia

Docente: Monalise Costa Batista Berbert

Monitoras: Andressa Barbosa e Dandara Piloti

* (Re)habilitação da audição a partir de uma proposta terapêutica, com a


utilização de dispositivos eletrônicos e demais estratégias que se fizerem
necessárias, visando a comunicação; (AUDIOLOGIA)

* Alterações e/ou anomalias estruturais craniofaciais- congênitas, de


desenvolvimento e/ou adquiridas- ósseas, musculares, articulares, posturais,
que comprometam e/ou que se associem às funções orofaciais,
temporomandibulares e cervicais; (MOTRICIDADE OROFACIAL)

* Lida com transtornos de aprendizagem da linguagem escrita associados a


transtornos da oralidade; (LINGUAGEM)

* Realizar a avaliação da voz, abrangendo a análise do comportamento vocal,


quer seja feita por avaliação perceptivo-auditiva, perceptivo-visual ou acústica
do sinal sonoro; (VOZ)

* Efetuar diagnóstico de grupos populacionais com base em estudos


epidemiológicos, que contribuam na construção de indicadores de saúde e de
identificação das necessidades da população, de ações no campo
fonoaudiológico, bem como situacionais buscando identificar os elementos
sanitários, assistenciais, ambientais, geopolíticos e socioculturais de territórios
locais que compõem os processos de saúde/doença; (SAÚDE COLETIVA)

* Realizar avaliação, diagnóstico, prognóstico, habilitação e reabilitação


fonoaudiológicos de pessoas em diferentes ciclos de vida com alterações
neurofuncionais, atuando nas sequelas resultantes de danos ao sistema
nervoso central ou periférico; (NEUROFUNCIONAL)

* Prevenir, avaliar, tratar e gerenciar os distúrbios que afetam a comunicação


humana e sua interface com a cognição, relacionando-a com o funcionamento
cerebral; (NEUROPSICOLOGIA)

* Atuar junto à equipe profissional de forma interdisciplinar e transdisciplinar


para que suas ações possam beneficiar e melhorar a qualidade de vida do
idoso; (GERONTOLOGIA)

* Elaborar e conduzir os procedimentos relativos à oferta da dieta, manobras


compensatórias e técnicas posturais durante exames instrumentais e objetivos
da deglutição, ambulatoriais ou hospitalares, realizando análise e laudo
funcional da deglutição; (DISFAGIA)
* Promover ações fonoaudiológicas, com o objetivo de auxiliar na readaptação
profissional ao trabalho; (FONOAUDIOLOGIA DO TRABALHO)

* Atuar no âmbito educacional, compondo a equipe escolar a fim de realizar


avaliação e diagnóstico institucional de situações de ensinoaprendizagem
relacionadas à sua área de conhecimento; (FONOAUDIOLOGIA
EDUCACIONAL)

* Capacitação e assessoria em empresas e na rede de ensino público e privado


desenvolvendo ações, em parceria com gestores, educadores, estudantes e
trabalhadores, que contribuam para a promoção, aprimoramento, e prevenção
de alterações dos aspectos relacionados à audição; (AUDIOLOGIA)

* Alterações e/ou modificações decorrentes do envelhecimento, atividade


muscular deficiente e/ou excessiva em seus aspectos miofuncionais e
estéticos; (MOTRICIDADE OROFACIAL)

* Lidar com distúrbios fonológicos; (LINGUAGEM)

* Planejar e realizar assessoria nos diversos níveis de atenção à saúde vocal;


(VOZ)

* Definir e utilizar metodologias de avaliação e acompanhamento dos padrões


de qualidade e o impacto das ações fonoaudiológicas e interdisciplinares
desenvolvidas no contexto coletivo; (SAÚDE COLETIVA)

* Orientar o cliente, os familiares, os cuidadores, os educadores e a equipe


multidisciplinar em relação à pessoa com alteração neurofuncional;
(NEUROFUNCIONAL)

* Atuar junto a indivíduos com queixas comunicativas e cognitivas, assim como


àqueles que apresentam quaisquer alterações neuropsicológicas associadas a
quadros neurológicos, psiquiátricos, neuropsiquiátricos e desenvolvimentais
que afetam a comunicação; (NEUROPSICOLOGIA)

* Traçar linhas de atuação fonoaudiológica que possam melhorar as condições


de qualidade de vida do idoso; (GERONTOLOGIA)

* Analisar o processo de deglutição observando a presença dos aspectos


funcionais esperados para cada uma de suas etapas, bem como, solicitar
exames complementares que auxiliam no processo diagnóstico e terapêutico
dos distúrbios de deglutição; (DISFAGIA)

* Integrar equipes de prevenção de agravos, promoção, preservação e


conservação da saúde e valorização do trabalhador; (FONO DO TRABALHO)

* elaborar, acompanhar e executar projetos, programas e ações educacionais


que contribuam para o desenvolvimento de habilidades e competências de
educadores e educandos visando à otimização do processo ensino-
aprendizagem; (FONO EDUCACIONAL)