Você está na página 1de 4

Câmpus de São Paulo

Plano de Ensino
Curso
null - null

Ênfase

Identificação

Disciplina
MUS4843T1 - Música Eletroacústica: História

Docente(s)
Florivaldo Menezes Filho

Unidade
Instituto de Artes

Departamento
Departamento de Música

Créditos Carga Horaria Seriação ideal


4 60 3

Pré - Requisito

Co - Requisito
Câmpus de São Paulo

Plano de Ensino
Objetivos

Ao término da disciplina, o aluno deverá: 1) possuir um profundo conhecimento da história da


música eletroacústica desde suas origens em 1948 até o presente, sendo capaz de discernir as
diversas tendências atuais da composição eletroacústica; 2) possuir amplos conhecimentos de
acústica e dos fenômenos sonoros, sabendo confrontá-los com as teorias propostas pelos
principais expoentes do gênero.
Conteúdo
- elementos básicos da acústica: propriedades do som; funcionamento do ouvido humano
(aspectos fisiológicos da audição); critérios de avaliação acústica dos fenômenos sonoros;
história das escalas e dos temperamentos.
- abordagem histórica e estética sobre os primórdios da música eletroacústica na forma da
oposição entre música concreta e música eletrônica: advento da "musique concrète" em 1948 e
sua evolução; advento da "elektronische Musik" em 1949 e sua evolução; convergência entre
música eletrônica e música serial a partir de 1953.
- abordagem estética e histórica sobre a evolução da música eletroacústica a partir da metade
dos anos 50 até a atualidade.
- a evolução da música eletroacústica nos anos 50 e a supressão da oposição entre concretos e
eletrônicos: a "concretização" da música eletrônica e a incursão da voz em estúdio.
- o surgimento da “composição verbal eletrônica” (Sprachkomposition) a partir de 1955.
- desenvolvimento dessas tendências.
- música acusmática.
- a interação na música eletroacústica.
- tendências atuais

Metodologia
- exposição teórica e prática dos conceitos da acústica moderna.
- ilustrações dos fenômenos acústicos mediante apostila gráfica detalhada.
- discussão histórica sobre o uso das escalas e temperamentos.
- abordagem e discussão aprofundada sobre o advento da música eletroacústica.
- escuta e análise de repertório histórico da música eletroacústica, de 1948 a nossos dias.

Bibliografia
BIBLIOGRAFIA BÁSICA
(obrigatório 70% em língua portuguesa – senão: justificar)
JUSTIFICATIVA: no ramo da música eletroacústica, não há, ainda, condições de se oferecer uma
bibliografia em português que cubra 70% das leituras necessárias).

EIMERT, Herbert e HUMPERT, Hans: Das Lexikon der elektronischen Musik, Gustav Bosse,
Regensburg, 1973.
EMMERSON, Simon et alii: The Language of Electroacoustic Music, Harwood Academic Publishers,
New York, 1986.
MENEZES, Flo: Luciano Berio et la Phonologie Une Approche Jakobsonienne de son Oeuvre,
Publications Universitaires Européennes, Série XXXVI, Musicologie, Vol. 89, Peter Lang Verlag,
Frankfurt am Main / Berlin / New York / Paris / Wien, 1993.
__________: Un Essai sur la Composition Verbale Électronique “Visage” de Luciano Berio, Quaderni
di Musica/Realtà N. 30*, Mucchi Editore, Modena, 1993.
__________ (org.): Música Eletroacústica História e Estéticas, Edusp, São Paulo, 1996.
(Acompanha CD).
__________: Atualidade Estética da Música Eletroacústica, Editora da Unesp, São Paulo, 1999.
Câmpus de São Paulo

Plano de Ensino
(Acompanha CD e duas partituras).
__________: Apoteose de Schoenberg – Tratado sobre as Entidades Harmônicas, 2a edição
(revisada e ampliada), Ateliê Editorial, São Paulo, 2002.
__________: A Acústica Musical em Palavras e Sons, Ateliê Editorial, São Paulo, 2004. (Acompanha
CD).
SCHAEFFER, Pierre: Tratado dos Objetos Musicais, Edunb Editora Universidade de Brasília,
Brasília, 1993.
__________: Pierre Schaeffer, L’Oeuvre Musicale Textes et Documents Inédits Réunis par François
Bayle, INAGRM/Librairie Seguier, Paris, 1990. (Acompanhado de 4 CDs com a obra musical
completa de P. Schaeffer).
STRANGE, Allen: Electronic Music Systems, Techniques, and Controls, WM. C. Brown Company
Publishers, EUA, 1972.
ZUBEN, Paulo von: Música e Tecnologia – O Som e seus Novos Instrumentos, Irmãos Vitale
Editores, São Paulo, 2004.

Critérios de avaliação da aprendizagem


CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM
- participação individual nas aulas.
- demonstração de interesse pela matéria abordada.
- prova (facultativa) de questões relacionadas à acústica.
- realização de uma áudio-partitura de alguma obra eletroacústica.
CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DA DISCIPLINA
- a partir dos resultados das provas e da realização das áudio-partituras, será possível
diagnosticar o rendimento do curso.

Ementa (Tópicos que caracterizam as unidades do programa de ensino)

Aprovação
Conselho Curso 01/03/2013
Cons. Departamental 01/02/2013

Congregação 01/03/2013