Você está na página 1de 49

Angola

Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

ÍNDICE
BEM VINDO À FAMÍLIA DE DEUS ………………………………………………………………………..2
O Espirito Santo veio habitar em seu coração ……………………………………………………...4
Cada Semente produz de acordo com sua espécie ……………………………...……………..…4
Metamorfose …………………………………………………………………………………..………..4
Processo de Transformação…………………………………………………………………………..5
Sua nova Família…………………………………………………………………………………….…5
As Celebrações no Templo…………………………………………………………………………....6
As Células …………………………………………………………………………………………...….6
Envolva-se ……………………………………………………………………………………………...6
Seu novo Alimento ………………………………………………………………………………….….7
Como ser um Cristão Saudável ………………………………………………………………………7
Minha Aliança Pessoal …………………………………………………………….…………………..8
1ª Carta de João ……………………………………...……………………………………………....9

CONSTRUINDO X DESTRUINDO RELACIONAMENTOS ……………………………………………..….14


A Importância dos Relacionamentos ……………………………………………………………….17
Tipos de Relacionamentos …………………………………………………………………………..18
Relacionamento Pessoal ………………………………………………………………………….…18
Relacionamento com Deus pelo Arrependimento ………………………………………………...20
Relacionamento com Deus pela Confissão ………………………………………………………..23
Relacionamento com Deus como Filho ……………………………………………………….……27
Relacionamento com Deus pela Comunhão ………………………………………………………30
Relacionamento com Deus pela Oração …………………………………………………………..34
Relacionando-se com a Família de Deus ……………………………………………………….…37

PRIMEIRO PROGRAMA DE LEITURA DA BÍBLIA ……………………………………………………….41

ROTEIRO DO TEMPO DE ESCUTA A DEUS …………………………………………………………….44

CARTÕES DE MEMORIZAÇÃO DAS ESCRITURAS …………………………………………………..…48

GUIA DA CARREIRA CRISTÃ ………………………………………………………………………..…49

1
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

Angola

2
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

BEM VINDO À FAMÍLIA DE DEUS

Querido(a) Irmão(ã),
Você acaba de fazer a maior escolha da sua vida: Jesus, o Filho do Deus vivo, o Salvador do mundo,
o seu Salvador, Senhor, Amigo, Mestre e Rei.
Bem-vindo à família de Deus! Bem-vindo ao Reino!
Um Reino de amor, alegria, vitória, poder, prosperidade, paz... Um Reino glorioso que começa aqui,
no seu coração, e se projeta por toda a eternidade. Um reino, cujo Rei é tão amoroso, que renunciou a
glória, e veio ao mundo para pagar um alto preço pela sua salvação, arrancá-lo(a) do reino das trevas, o
reino de Satanás, e transportá-lo(a) para o Seu reino de luz e glória. Seu nome: Jesus Cristo, o Filho do
Deus Vivo.
Nas páginas a seguir, gostaria de falar com você acerca de algumas coisas muito importantes para
o sucesso da sua nova vida neste Reino de Cristo. Uma vida de gloriosa aventura, pode crer!
Bíblia pinta com clareza nosso retrato Sem Cristo:
 Pecador - "pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus" (Romanos 3:23).
 Espiritualmente Morto - "O salário do pecado é a morte" (Romanos 6:23).
 Condenado - "Quem nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado" (João 3:18).
 Separado de Deus - "Mas as suas maldades separaram vocês do seu Deus; os seus pecados
esconderam de vocês o rosto dele" (Isaías 59:2).
 Sem Outras Opções - "Não há salvação em nenhum outro, pois, debaixo do céu não há nenhum
outro nome dado aos homens pelo qual devamos ser salvos" (Atos 4:12).
No momento em que você convidou Jesus a entrar em seu coração, diversas coisas aconteceram. Vai
levar a vida inteira para você conhecer, em profundidade, tudo o que se tornou seu em Cristo Jesus. Mas
vamos lembrar verdades que a Bíblia apresenta e que pintam seu novo retrato, agora que Jesus é o seu
único Senhor e Salvador.

 Você se Tornou Filho de Deus


"Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem
filhos de Deus" (João 1:12).
"O próprio Espírito testemunha ao nosso espírito que somos filhos de Deus" (Romanos 8:16).

 Você é Parte do Povo de Deus


AGORA VOCÊ É MEMBRO DA FAMÍLIA DE DEUS. ESTA É SUA NOVA IDENTIDADE!
“Antes vocês nem sequer eram povo, mas agora são povo de Deus; não haviam recebido
misericórdia, mas agora a receberam" (1 Pedro 2:10).

 Seus Pecados Foram Perdoados


"Tendo cancelado o escrito de dívida, que era contra nós... o qual nos era prejudicial, removeu-o
inteiramente, encravando-o na cruz" (Colossenses 2:14).
"Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos
purificar de toda injustiça" (1 João 1:9).

 Você Foi Salvo


"Se você confessar com a sua boca que Jesus é Senhor e crer em seu coração que Deus o
ressuscitou dentre os mortos, será salvo. Pois com o coração se crê para justiça, e com a boca se confessa
para salvação.
Como diz a Escritura: "Todo o que nele confia jamais será envergonhado". Porque todo aquele que
invocar o nome do Senhor será salvo" (Romanos 10:9-11,13).

3
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

 Você tem a Vida Eterna


"E este é o testemunho: Deus nos deu a vida eterna, e essa vida está em seu Filho. Quem tem o
Filho, tem a vida; quem não tem o Filho de Deus, não tem a vida. Escrevi-lhes estas coisas, a vocês que
crêem no nome do Filho de Deus, para que vocês saibam que têm a vida eterna" (1 João 5:11-13).

O ESPIRITO SANTO VEIO HABITAR EM SEU CORAÇÃO

 Você é agora residência do Espírito Santo


"Vocês não sabem que são santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vocês?" (1
Corintios 3:16).
 Você se tornou herdeiro de tudo quanto pertence a Jesus
"Se somos filhos, então somos herdeiros; herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo" (Romanos
8:17).
 Você é uma Nova Criação
"Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que
surgiram coisas novas!" (2 Corintos 5:17).

VOCÊ VAI PERCEBER QUE PASSOU POR UMA VERDADEIRA METAMORFOSE.


O QUE É ISTO? TRANSFORMAÇÃO.

Você já viu uma lagarta feia, que de repente fica presa em algum lugar e começa a ser envolvida
por um casulo? Ela fica escondida por algum tempo, e algo extraordinário acontece. O casulo se rompe, e
de dentro dele não sai uma lagarta feia, peluda, que rasteja... Sai uma linda borboleta que levanta vôo!

Que transformação!
Pois bem, é algo semelhante que acontece dentro de nóstquando nos encontramos com Cristo.
Nossa natureza é pecaminosa. Inclina-se para os baixos instintos da carne. Somos capazes das piores
baixarias.
O homem sem Cristo, se der lugar aos seus impulsos, tem capacidade de ser um verdadeiro
monstro.
A educação tenta nos dar um "banho de civilização", mas a maldade cresce a cada dia, porque está
na própria natureza. É impossível fazer com que uma mangueira produza maçãs, ou um porco gere uma
ovelha.

CADA SEMENTE PRODUZ DE ACORDO COM SUA ESPÉCIE


Filho de gato, é gato, e uma laranjeira só pode produzir laranjas.
O homem é pecador. O salmista já dizia: "Sei que sou pecador desde que nasci, sim, desde que
me concebeu minha mãe" (Salmo 51:5). Filho de pecador, só pode ser pecador.

METAMORFOSE
E agora? O que fazer? Deus faz. Jesus se fez filho do homem.
Que metamorfose! Ele é Deus, Criador e sustentador de tudo quanto existe, mas escondeu-se no
casulo do ventre de Maria e nasceu como homem. Com uma diferença: sem pecado. Viveu a qualidade de
vida que Deus espera de você e de mim. Isso, porém, era impossível, por causa da nossa própria natureza.
Mesmo tendo capacidade de saber o que é certo e o que é errado, terminamos fazendo o que é
errado. Tudo quanto há em nós, nos impulsiona a pecar.

4
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

Como mudar essa situação? Só um milagre! E a metamorfose é um milagre projetado por Deus.
Porque Jesus se fez filho do homem e levou o pecado e a natureza deste homem rebelde à cruz, morrendo
a sua morte e ressurgindo, abriu o caminho para a sua metamorfose.

PROCESSO DE TRANSFORMAÇÃO
Quando paramos para ouvir a Palavra de Deus,ela começa a tecer um casulo em volta do nosso
coração. O Espírito Santo, então, realiza dentro de nós uma transformação radical e, de repente, algo
rebenta por dentro, e exclamamos: "Jesus Cristo, Tu és o meu Senhor!"
Fomos transformados! Nascemos como filhos de Deus!
Nosso coração se dirige para cima; ele só deseja voar para a presença do seu Criador. Não pertence
mais ao domínio da terra, da carne, do pecado, mas ao domínio do céu, da beleza, da santidade.
Você sinceramente abriu o coração para Jesus? Parabéns! Comece a voar cada vez mais alto. Seu
destino é o coração do Pai.

SUA NOVA FAMÍLIA


O Reino de Deus é composto por uma grande família. Dela fazem parte todos aqueles que fizeram
de Jesus Cristo o seu Senhor. Portanto, a Bíblia declara a seu respeito:
"Portanto, vocês já não são estrangeiros nem forasteiros, mas concidadãos dos santos e membros
da família de Deus" (Efésios 2:19).
A família de Deus se chama Igreja de Jesus Cristo. Ela é a única agência autorizada do Reino de
Deus na Terra. O Espírito Santo é quem a dirige através dos pastores e líderes que Ele escolhe, e a quem
dá uma capacitação especial.
Quando estamos com a família da Igreja, temos um encontro face a face com o amor, poder e
majestade de Deus. Quando você faz parte da Igreja:
 Conhece outros membros da sua nova família. Nela encontra novos amigos que o encorajarão
na sua caminhada com Deus, estarão com você em todos os momentos.
 Recebe ensino sólido da Bíblia. Isso o ajudará a crescer no conhecimento de Deus e na
semelhança deJesus.
 Está debaixo de uma forte proteção espiritual. Jesus é o Senhor da Igreja e Ele disse que as
portas do inferno não poderão vencê-la.
 Encontra um ambiente onde seu potencial em Deus será desenvolvido. Você será uma bênção
para outros. Um canal de redenção.

Você pode imaginar uma árvore frondosa, dando frutos, fora da terra? Claro que não. Ela tem que
estar plantada na terra para crescer, desenvolver-se e produzir seu fruto. E para que serve uma lâmpada
fora do bocal, desconectada da fonte de luz? Para nada.
Assim o cristão. A Igreja é para ele o que a terra é para a árvore e o bocal para a lâmpada. Ele só
tem raízes profundas, que vencem as tempestades, cresce, dá fruto e é canal de luz, plantado na Igreja.
Faça planos, portanto, de se integrar nas atividades da igreja loca I, e você estará obedecendo a Palavra
de Deus, que diz:
"Não deixemos de reunir-nos como igreja, segundo o costume de alguns, mas procuremos
encorajar-nos uns aos outros" (Hebreus 10:25).
Quando você entregou sua vida a Jesus, deu adeus à solidão. Alguém maravilhoso vive em você.
Outras pessoas, como você, fizeram a mesma coisa. Assim, a mesma Pessoa, a mesma companhia que
entrou em sua vida, entrou na delas. Juntamente com elas você forma um corpo. Vocês agora são o corpo
de Cristo. Um corpo é formado por células vivas.
A Igreja de Jesus é formada por pessoas. Pessoas que nasceram de novo. Gente que fez de Jesus
o seu único Senhor e Salvador. Crentes em Cristo que são chamados filhos do Deus vivo. A Igreja, portanto,
não é um prédio. Mas as pessoas que formam a Igreja se reúnem em algum lugar. Jesus projetou Sua igreja
como uma comunidade que se desenvolve em dois ambientes: nas casas (grupo pequeno) e no Templo (a
grande celebração).

5
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

A IGREJA EM CÉLULAS
As Celebrações no Templo
Chamamos templo o lugar consagrado às reuniões da Igreja. Quando todos os discípulos-membro
da Igreja local ali se encontram para adorar a Deus e aprender Sua Palavra, temos a grande celebração.
Nesse encontro experimentamos de forma coletiva a presença de Deus. Provamos também a comunhão de
todo o corpo. Somos ministrados pela presença e manifestação do Espírito Santo através da adoração, do
louvor, dos cânticos, da pregação e da manifestação do Reino de Deus entre nós. Tudo nessa celebração
nos faz ter uma visão da grandeza e majestade do DeusTodo Poderoso.
"Eu te darei graças na grande assembléia; no meio da grande multidão te louvarei” (Salmo 35:18).

As Células
Se no ambiente do Templo provamos a grandeza e a majestade de Deus, na reunião do grupo
pequeno, que chamamos de célula, experimentamos o cuidado paternal do nosso Deus e Pai, num ambiente
familiar.
As células se reúnem nas casas, nas escolas, escritórios, em qualquer lugar. São grupos pequenos
de no máximo 10 a 12 pessoas, que se encontram uma vez por semana para estudarem a Palavra de Deus
e orarem uns pelos outros.

ENTENDENDO O QUE É UMA CÉLULA


Os dicionários definem célula como: "Unidade básica de estrutura e funcionamento de todas as
coisas vivas. É a divisão mínima de um corpo vivo, com a capacidade própria de multiplicar-se."
A Igreja de Cristo é um corpo vivo. Logo, sua unidade básica de estrutura, é a célula. Porque é
viva, multiplica-se. Assim cada célula tem o alvo de multiplicar-se com frequência.
Olhamos para uma família como a célula principal da Igreja. Somos uma grande família (Igreja),
composta por pequenas unidades (células). Consideramos a célula a comunidade cristã de base. Assim
como a família é a base de uma sociedade, a célula é a base da Igreja.
Ela se reúne num grupo suficientemente pequeno para que todos sejam amados e cuidados em
suas necessidades pessoais. Todo discípulo deve ser membro de um grupo pequeno, ou célula.
Jesus estabeleceu o modelo da Igreja em células, quando escolheu doze dos Seus seguidores, para
que estivessem com Ele. Os primeiros cristãos em Jerusalém reuniam-se no templo para as grandes
celebrações, mas também se reuniam nas casas. A igreja vivia em pequenos grupos (células), nas casas,
onde experimentavam a verdadeira comunhão uns com outros e cresciam juntos.
"Todos os dias, continuavam a reunir-se no pátio do templo. Partiam o pão em suas casas, e juntos
participavam das refeições, com alegria e sinceridade de coração" (Atos 2:46).
"Todos os cilas, no templo e de casa em casa, não deixavam de ensinar e proclamar que Jesus é o
Cristo" (Atos 5:42).
ENVOLVA-SE
A vida cristã só é vitoriosa em comunidade. Faça parte de uma Céluia ou abra sua casa para
começar uma nova. Seu líder de célula o(a) visitará logo que você assistir à primeira reunião do grupo.
Juntamente com você, ele planejará um roteiro espiritual para ajudá-lo(a) a crescer rumo à maturidade cristã.
Nosso ideal é ser como Jesus.
Um membro da célula (seu irmão mais velho) se tornará seu "guia", enquanto você se familiariza
com a Bíblia e descobre os dons espirituais que agora residem em você.
Você vai amar as Celebrações no Templo, quando todas as células se reúnem para adorar a Deus,
e vai também amar sua célula, onde o ambiente familiar e descontraído o ajudará a experimentar a
verdadeira comunidade cristã.

6
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

SEU NOVO ALIMENTO


Você acaba de nascer no Reino de Deus, na família de Deus. Precisa de alimento para crescer.
Pedro aconselha:
"Como crianças recém-nascidas, desejem de coração o leite espiritual puro, para que por meio dele
cresçam para a salvação, agora que provaram que o Senhor é bom" (1 Pedro 2:2-3).
A Palavra de Deus e a oração são alimentos diários que o(a) tornarão forte e saudável em Deus.
Portanto, comece já a ir ao seu Pai em oração. Converse com Ele de um modo natural, e leia Sua Palavra.
O Espírito Santo, que agora mora em você, vai guiá-lo(a) na oração, especialmente enquanto você lê e
medita na Palavra de Deus.
Nas últimas páginas deste livro você encontrará a Primeira Carta do Apóstolo João. Ela contém
ensinos preciosos para você entender sua nova vida. Leia-a uma vez pordia, durante sete dias. Marque os
versiculos que mais tocam o seu coração.
Ao completar essa leitura, comece a ler o Evangelho de João, na base de três capítulos por dia. Em
uma semana a leitura estará completa. Você depois receberá orientação de como ler a Bíblia inteira. E aqui
está uma tremenda oração:
"A tua palavra é lâmpada que ilumina os meus passos e luz que clareia o meu caminho"(Salmo
119:105).
COMO SER UM CRISTÃO SAUDÁVEL
 Coma alimento saudável - lendo a Bíblia, que é a palavra de Deus para você. "Quando as tuas
palavras foram encontradas, eu as comi; elas são a minha alegria e o meu júbilo, pois pertenço a ti
Yahweh Deus dos Exércitos" (Jeremias 15:16).
 Beba bastante - orando a Deus e permitindo que o Espírito Santo encha o seu coração e o
transforme. "Não se embriaguem com vinho, que leva à libertinagem, mas deixem-se encher pelo
Espírito" (Efésios 5:18).
 Faça exercício - vivendo cada dia para Deus, como um verdadeiro cristão. "Mas o alimento sólido
é para os adultos, os quais, pelo exercício constante, tornaram-se aptos para discernir tanto o bem
quanto o mal”. (Hebreus 5:14)
 Respire ar fresco - desfrutando da atmosfera de adoração nas reuniões da Igreja. "Como são
felizes aqueles que escolhes e trazes a ti, para viverem nos teus átrios! Transbordamos de bênçãos
da tua casa, do teu santo templo!" (Salmo 65:4)
 Relaxe em boa companhia - nas reuniões da Célula. "Como é bom e agradável quando os irmãos
convivem em união! É como o orvalho do Hermom quando desce sobre os montes de Sião. Ali o
Senhor concede a bênção da vida para sempre" (SaImo 133:1,3).

7
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

ENTREGA
Se porventura você não está absolutamente seguro de sua entrega sincera a Jesus, pare e siga as
instruções abaixo. Depois volte a ler este livro do princípio.
 Confesse seus pecados. Mencione-os pelo nome: mentira, orgulho, desonestidade, roubo,
adultério, ódio, rancor, ira, ganância, egoísmo, impureza, idolatria, macumbaria e outros pecados.
Admita que está errado.
 Diga a Deus que está arrependido e que, com Sua ajuda, você está disposto a abandonar todos
os pecados. Deixe de dirigir sua própria vida e entregue o controle a Jesus.
 Diga a Deus que crê nEle e em Jesus Cristo, e que se entrega completamente a Ele. Acreditar
nEle é confiar que só Jesus Cristo pode salvar sua vida e sua alma. É acreditar também que Ele
veio à terra como homem, sofreu e morreu no seu lugar, sofrendo um punição que era sua!
 Peça o perdão de seus pecados e que o Senhor Jesus entre no seu coração para estar sempre
na sua vida.

MINHA ALIANÇA PESSOAL


Confirme sua decisão para Jesus, recebendo-O agora como o único Senhor e Salvador da sua
vida, através desta oração de confissão, em voz alta:
“Senhor Jesus, eu creio que o Senhor veio como homem nesta terra para tomar o meu lugar de
pecador, sofrendo e morrendo pela minha vida, para salvar-me e levar-me a ter um relacionamento com
Deus, removendo a semente do pecado que me condenava.
Eu reconheço que sou pecador, e quero neste momento arrepender-me dos meus pecados,
reconhecendo que estava distante de Deus. Peço-Te que me perdoes!
Jesus, declaro que te recebo como Senhor e Salvador da minha vida. Decido entregar o meu
coração e a minha vida para Ti. A partir de hoje passo a ser teu discípulo.
Aprenderei, com a ajuda do Espírito Santo, a orar e a ouvir a Tua voz através da Tua Palavra, para
saber como me conduzir e como ser um instrumento para abençoar outras vidas.
Que minha vida, Senhor Jesus, seja um motivo de alegria para Ti, bênção para o mundo e glória
para Deus Pai. Amém”

Nome: _______________________________________________
Data da oração: ____ / _____ / _________

CONSOLIDADO POR:
Nome: ______________________________ Congregação: ___________________
Data: ____ / ____ / _______
Assinatura do Consolidador:

8
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

1ª CARTA DE JOÃO
I JOÃO 1

1. O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e
as nossas mãos apalparam — isto proclamamos a respeito da Palavra da vida.
2. A vida se manifestou; nós a vimos e dela testemunhamos, e proclamamos a vocês a vida eterna, que
estava com o Pai e nos foi manifestada.
3. Nós lhes proclamamos o que vimos e ouvimos para que vocês também tenham comunhão conosco.
Nossa comunhão é com o Pai e com seu Filho Jesus Cristo.
4. Escrevemos estas coisas para que a nossa alegria seja completa.
5. Esta é a mensagem que dele ouvimos e transmitimos a vocês: Deus é luz; nele não há treva alguma.
6. Se afirmarmos que temos comunhão com ele, mas andamos nas trevas, mentimos e não praticamos a
verdade.
7. Se, porém, andamos na luz, como ele está na luz, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de
Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado.
8. Se afirmarmos que estamos sem pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós.
9. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar
de toda injustiça.
10. Se afirmarmos que não temos cometido pecado, fazemos de Deus um mentiroso, e a sua palavra não
está em nós.

I JOÃO 2

1. Meus filhinhos, escrevo-lhes estas coisas para que vocês não pequem. Se, porém, alguém pecar,
temos um intercessor junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo.
2. Ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos pecados
de todo o mundo.
3. Sabemos que o conhecemos, se obedecemos aos seus mandamentos.
4. Aquele que diz: "Eu o conheço", mas não obedece aos seus mandamentos, é mentiroso, e a verdade
não está nele.
5. Mas, se alguém obedece à sua palavra, nele verdadeiramente o amor de Deus está aperfeiçoado.
Desta forma sabemos que estamos nele:
6. aquele que afirma que permanece nele, deve andar como ele andou.
7. Amados, não lhes escrevo um mandamento novo, mas um mandamento antigo, que vocês têm desde
o princípio: a mensagem que ouviram.
8. No entanto, eu lhes escrevo um mandamento novo, o qual é verdadeiro nele e em vocês, pois as trevas
estão se dissipando e já brilha a verdadeira luz.
9. Quem afirma estar na luz mas odeia seu irmão, continua nas trevas.
10. Quem ama seu irmão permanece na luz, e nele não há causa de tropeço.

9
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

11. Mas quem odeia seu irmão está nas trevas e anda nas trevas; não sabe para onde vai, porque as trevas
o cegaram.
12. Filhinhos, eu lhes escrevo porque os seus pecados foram perdoados, graças ao nome de Jesus.
13. Pais, eu lhes escrevo porque vocês conhecem aquele que é desde o princípio. Jovens, eu lhes escrevo
porque venceram o Maligno.
14. Filhinhos, eu lhes escrevi porque vocês conhecem o Pai. Pais, eu lhes escrevi porque vocês conhecem
aquele que é desde o princípio. Jovens, eu lhes escrevi, porque vocês são fortes, e em vocês a Palavra
de Deus permanece e vocês venceram o Maligno.
15. Não amem o mundo nem o que nele há. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele.
16. Pois tudo o que há no mundo — a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens — não
provém do Pai, mas do mundo.
17. O mundo e a sua cobiça passam, mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.
18. Filhinhos, esta é a última hora; e, assim como vocês ouviram que o anticristo está vindo, já agora muitos
anticristos têm surgido. Por isso sabemos que esta é a última hora.
19. Eles saíram do nosso meio, mas na realidade não eram dos nossos, pois, se fossem dos nossos, teriam
permanecido conosco; o fato de terem saído mostra que nenhum deles era dos nossos.
20. Mas vocês têm uma unção que procede do Santo, e todos vocês têm conhecimento.
21. Não lhes escrevo porque não conhecem a verdade, mas porque vocês a conhecem e porque nenhuma
mentira procede da verdade.
22. Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? Este é o anticristo: aquele que
nega o Pai e o Filho.
23. Todo o que nega o Filho também não tem o Pai; quem confessa publicamente o Filho tem também o
Pai.
24. Quanto a vocês, cuidem para que aquilo que ouviram desde o princípio permaneça em vocês. Se o que
ouviram desde o princípio permanecer em vocês, vocês também permanecerão no Filho e no Pai.
25. E esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna.
26. Escrevo-lhes estas coisas a respeito daqueles que os querem enganar.
27. Quanto a vocês, a unção que receberam dele permanece em vocês, e não precisam que alguém os
ensine; mas, como a unção dele recebida, que é verdadeira e não falsa, os ensina acerca de todas as
coisas, permaneçam nele como ele os ensinou.
28. Filhinhos, agora permaneçam nele para que, quando ele se manifestar, tenhamos confiança e não
sejamos envergonhados diante dele na sua vinda.
29. Se vocês sabem que ele é justo, saibam também que todo aquele que pratica a justiça é nascido dele.

I JOÃO 3

1. Vejam como é grande o amor que o Pai nos concedeu: que fôssemos chamados filhos de Deus, o que
de fato somos! Por isso o mundo não nos conhece, porque não o conheceu.
2. Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não se manifestou o que havemos de ser, mas sabemos
que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele, pois o veremos como ele é.
3. Todo aquele que nele tem esta esperança purifica-se a si mesmo, assim como ele é puro.
4. Todo aquele que pratica o pecado transgride a Lei; de fato, o pecado é a transgressão da Lei.

10
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

5. Vocês sabem que ele se manifestou para tirar os nossos pecados, e nele não há pecado.
6. Todo aquele que nele permanece não está no pecado. Todo aquele que está no pecado não o viu nem
o conheceu.
7. Filhinhos, não deixem que ninguém os engane. Aquele que pratica a justiça é justo, assim como ele é
justo.
8. Aquele que pratica o pecado é do diabo, porque o diabo vem pecando desde o princípio. Para isso o
Filho de Deus se manifestou: para destruir as obras do diabo.
9. Todo aquele que é nascido de Deus não pratica o pecado, porque a semente de Deus permanece nele;
ele não pode estar no pecado, porque é nascido de Deus.
10. Desta forma sabemos quem são os filhos de Deus e quem são os filhos do diabo: quem não pratica a
justiça não procede de Deus; e também quem não ama seu irmão.
11. Esta é a mensagem que vocês ouviram desde o princípio: que nos amemos uns aos outros.
12. Não sejamos como Caim, que pertencia ao Maligno e matou seu irmão. E por que o matou? Porque
suas obras eram más e as de seu irmão eram justas.
13. Meus irmãos, não se admirem se o mundo os odeia.
14. Sabemos que já passamos da morte para a vida porque amamos nossos irmãos. Quem não ama
permanece na morte.
15. Quem odeia seu irmão é assassino, e vocês sabem que nenhum assassino tem vida eterna em si
mesmo.
16. Nisto conhecemos o que é o amor: Jesus Cristo deu a sua vida por nós, e devemos dar a nossa vida
por nossos irmãos.
17. Se alguém tiver recursos materiais e, vendo seu irmão em necessidade, não se compadecer dele, como
pode permanecer nele o amor de Deus?
18. Filhinhos, não amemos de palavra nem de boca, mas em ação e em verdade.
19. Assim saberemos que somos da verdade; e tranqüilizaremos o nosso coração diante dele
20. quando o nosso coração nos condenar. Porque Deus é maior do que o nosso coração e sabe todas as
coisas.
21. Amados, se o nosso coração não nos condenar, temos confiança diante de Deus
22. e recebemos dele tudo o que pedimos, porque obedecemos aos seus mandamentos e fazemos o que
lhe agrada.
23. E este é o seu mandamento: que creiamos no nome de seu Filho Jesus Cristo e que nos amemos uns
aos outros, como ele nos ordenou.
24. Os que obedecem aos seus mandamentos permanecem nele, e ele neles. Deste modo sabemos que
ele permanece em nós: pelo Espírito que nos deu.

I JOÃO 4

1. Amados, não creiam em qualquer espírito, mas examinem os espíritos para ver se eles procedem de
Deus, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo.
2. Vocês podem reconhecer o Espírito de Deus deste modo: todo espírito que confessa que Jesus Cristo
veio em carne procede de Deus;
3. mas todo espírito que não confessa a Jesus não procede de Deus. Esse é o espírito do anticristo,
acerca do qual vocês ouviram que está vindo, e agora já está no mundo.

11
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

4. Filhinhos, vocês são de Deus e os venceram, porque aquele que está em vocês é maior do que aquele
que está no mundo.
5. Eles vêm do mundo. Por isso o que falam procede do mundo, e o mundo os ouve.
6. Nós viemos de Deus, e todo aquele que conhece a Deus nos ouve; mas quem não vem de Deus não
nos ouve. Dessa forma reconhecemos o Espírito da verdade e o espírito do erro.
7. Amados, amemo-nos uns aos outros, pois o amor procede de Deus. Aquele que ama é nascido de
Deus e conhece a Deus.
8. Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor.
9. Foi assim que Deus manifestou o seu amor entre nós: enviou o seu Filho Unigênito ao mundo, para
que pudéssemos viver por meio dele.
10. Nisto consiste o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou e enviou
seu Filho como propiciação pelos nossos pecados.
11. Amados, visto que Deus assim nos amou, nós também devemos amar-nos uns aos outros.
12. Ninguém jamais viu a Deus; se nos amarmos uns aos outros, Deus permanece em nós, e o seu amor
está aperfeiçoado em nós.
13. Sabemos que permanecemos nele, e ele em nós, porque ele nos deu do seu Espírito.
14. E vimos e testemunhamos que o Pai enviou seu Filho para ser o Salvador do mundo.
15. Se alguém confessa publicamente que Jesus é o Filho de Deus, Deus permanece nele, e ele em Deus.
16. Assim conhecemos o amor que Deus tem por nós e confiamos nesse amor. Deus é amor. Todo aquele
que permanece no amor permanece em Deus, e Deus nele.
17. Dessa forma o amor está aperfeiçoado entre nós, para que no dia do juízo tenhamos confiança, porque
neste mundo somos como ele.
18. No amor não há medo; pelo contrário o perfeito amor expulsa o medo, porque o medo supõe castigo.
Aquele que tem medo não está aperfeiçoado no amor.
19. Nós amamos porque ele nos amou primeiro.
20. Se alguém afirmar: "Eu amo a Deus", mas odiar seu irmão, é mentiroso, pois quem não ama seu irmão,
a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê.
21. Ele nos deu este mandamento: Quem ama a Deus, ame também seu irmão.

I JOÃO 5

1. Todo aquele que crê que Jesus é o Cristo é nascido de Deus, e todo aquele que ama o Pai ama também
ao que dele foi gerado.
2. Assim sabemos que amamos os filhos de Deus: amando a Deus e obedecendo aos seus
mandamentos.
3. Porque nisto consiste o amor a Deus: obedecer aos seus mandamentos. E os seus mandamentos não
são pesados.
4. O que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé.
5. Quem é que vence o mundo? Somente aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus.
6. Este é aquele que veio por meio de água e sangue, Jesus Cristo: não somente por água, mas por água
e sangue. E o Espírito é quem dá testemunho, porque o Espírito é a verdade.
7. Há três que dão testemunho:
8. o Espírito, a água e o sangue; e os três são unânimes.

12
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

9. Nós aceitamos o testemunho dos homens, mas o testemunho de Deus tem maior valor, pois é o
testemunho de Deus, que ele dá acerca de seu Filho.
10. Quem crê no Filho de Deus tem em si mesmo esse testemunho. Quem não crê em Deus o faz
mentiroso, porque não crê no testemunho que Deus dá acerca de seu Filho.
11. E este é o testemunho: Deus nos deu a vida eterna, e essa vida está em seu Filho.
12. Quem tem o Filho, tem a vida; quem não tem o Filho de Deus, não tem a vida.
13. Escrevi-lhes estas coisas, a vocês que crêem no nome do Filho de Deus, para que vocês saibam que
têm a vida eterna.
14. Esta é a confiança que temos ao nos aproximarmos de Deus: se pedirmos alguma coisa de acordo
com a sua vontade, ele nos ouve.
15. E se sabemos que ele nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que temos o que dele pedimos.
16. Se alguém vir seu irmão cometer pecado que não leva à morte, ore, e Deus lhe dará vida. Refiro-me
àqueles cujo pecado não leva à morte. Há pecado que leva à morte; não estou dizendo que se deva
orar por este.
17. Toda injustiça é pecado, mas há pecado que não leva à morte.
18. Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não está no pecado; aquele que nasceu de Deus o
protege, e o Maligno não o atinge.
19. Sabemos que somos de Deus e que o mundo todo está sob o poder do Maligno.
20. Sabemos também que o Filho de Deus veio e nos deu entendimento, para que conheçamos aquele
que é o Verdadeiro. E nós estamos naquele que é o Verdadeiro, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o
verdadeiro Deus e a vida eterna.
21. Filhinhos, guardem-se dos ídolos.

13
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

Angola

14
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

PREFÁRIO

O Cristianismo não é uma mera religião. A religião expressa as tentativas humanas de alcançar a
Deus, através de várias práticas religiosas. O Cristianismo, porém, é a gloriosa realidade de que Deus, em
Cristo, tomou a iniciativa de estabelecer uma ponte entre Ele os homens. Definimos, portanto, o
Cristianismo como um relacionamento. Ser cristão não é tornar-se religioso ou pertencer a uma
organização religiosa. Ser cristão é ser a reprodução de Jesus Cristo, primeiro, em seu caráter, e depois em
sua missão.

Em outras palavras, ser como Jesus e fazer o que Ele fez. Para que isto aconteça é necessário um
verdadeiro encontro do homem com Cristo, através do qual ele passa por uma transformação radical em
seu homem interior. É o que chamamos conversão.

Tendo isto em mente, o livro que você tem em suas mãos, trata de RELACIONAMENTOS. Para
tanto usaremos a primeira carta do Apóstolo João como base. Falaremos de relacionamento que devem ser
construídos, e outros que devem ser destruídos. O material é dividido em duas partes:

A primeira parte é intitulada CONSTRUINDO NOVOS RELACIONAMENTOS, e aborda:

1. A Importância dos Relacionamentos


2. Relacionamento com Deus Através do Arrependimento
3. Relacionamento com Deus pela Confissão
4. Relacionamento com Deus como Filho
5. Relacionamento com Deus pela Comunhão
6. Relacionamento com Deus pela Oração
7. Relacionamento com a Família de Deus

A segunda parte é intitulada DESTRUINDO VELHOS RELACIONAMENTOS, e aborda:

1. Rompendo com os Velhos Relacionamentos


2. Rompendo o Relacionamento com o Mundo
3. Rompendo o Relacionamento com a Carne
4. Rompendo o Relacionamento com o Diabo
5. Rompendo o Relacionamento com o Pecado

Este é um material de leitura e exercícios espirituais para o novo discípulo. As unidades são
destinadas à leitura pessoal, uma por semana. O propósito é dar-lhe ferramentas para estabelecer um sólido
fundamento no início da sua vida cristã, na formação de hábitos saudáveis, como:

• Leitura devocional e estudo da Palavra de Deus


• Memorização das Escrituras
• Disciplina de uma vida devocional, desenvolvendo a habilidade de ouvir a voz de Deus.

Cada unidade tem a mesma estrutura: O ensino principal e uma aplicação e tarefas. O novo
discípulo será acompanhado por um "irmão mais velho", uma vez por semana, quando verificará o
cumprimento das tarefas por parte dele. Mas ele não é um professor e sim um irmão que já andou um pouco
mais na caminhada cristã. Seu papel é auxiliar o novo discípulo na formação de hábitos de disciplinas
espirituais, servindo de amigo e companheiro nesse início de vida cristã, durante os primeiros quatro meses.
Este é o tempo durante o qual a matéria deste livro deverá ser assimilada.
Nossa oração é que, ao fim desta primeira etapa da carreira cristã, você seja solidamente
estabelecido nos fundamentos da fé em Cristo e esteja com os ouvidos afinados à voz do Espírito Santo.
Ele o(a) guiará cada dia na caminhada, rumo ao alvo: Jesus, o autor e consumidor da nossa fé (Hebreus
12:1,2).

PALAVRA AO NOVO DISCÍPULO

Não há decisão mais importante em sua vida, do que convidar o Senhor Jesus Cristo a entrar no
coração, como único Senhor e Salvador. "Não há salvação em nenhum outro, porque debaixo do céu, não
há nenhum outro nome dado aos homens pelo qual devamos ser salvos" (Atos 4:12).

15
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

Jesus declarou: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai a não ser por mim"
(João 14:6).

Sua decisão de seguir a Cristo o(a) colocou na posição de filho(a) de Deus, com todos os direitos,
como está escrito: "Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se
tornarem filhos de Deus" (João 1:12). "O próprio Espírito testemunha ao nosso espírito que somos filhos de
Deus. Se somos filhos, então somos herdeiros; herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo" (Romanos
8:16,17).
Agora é sua a promessa: "Portanto, agora já não há condenação para os que estão em Cristo Jesus,
porque por meio de Cristo Jesus a lei do Espírito de vida me libertou da lei do pecado e da morte" (Romanos
8:1,2).
Regozije-se, pois, no Senhor que lhe deu a vida eterna, quando você convidou Seu Filho amado a
entrar em seu coração. Agora que você começa sua nova vida em Cristo, há nove coisas importantes que
você precisa fazer:

1. ADQUIRA UMA BÍBLIA - A Bíblia é o livro dos livros, porque é a Palavra de Deus. É Deus falando com
você. Logo, deve ser o livro mais importante em sua vida. Compre um exemplar e comece a se
familiarizar com ele. Este livrinho vai ajudá-lo a conhecer melhor sua Bíblia.

2. UNA-SE A UMA CÉLULA - A Célula é um grupo pequeno que se reúne uma vez por semana em
qualquer lugar. Ele é a Comunidade Cristã de base. É um lugar onde você se encontrará com outros
cristãos que o ajudarão a crescer na sua vida cristã. É sua nova família, que se importa com você.

3. LEIA ESTE LIVRO - Construindo X Destruindo Relacionamentos foi escrito para você. Cada unidade é
destinada à leitura e estudo a serem feitos durante uma semana. Você pode ler todo o conteúdo da
unidade em um dia ou dois, mas é preferível que o faça em pelo menos dois dias a fim de ter o tempo
necessário para assimilar bem o seu ensino. O ideal é que você leia várias vezes a mesma unidade. Use
os passos a seguir para esta leitura:

 Peça que Deus abra o seu entendimento e fale com você


 Decore o versículo da semana
 Leia cada lição devagar, pense em oração sobre que está sendo ensinado, compare o ensino com sua
vida atual e, honestamente, abra o coração para conformar-se com as verdades meditadas
 Trabalhe nas tarefas sugeridas para aplicação da lição.

4. MEMORIZE O VERSÍCULO DA SEMANA - Você logo descobrirá que a Palavra de Deus é alimento para
o coração, instrução para a alma e arma para vencer todas as tentações da carne e derrotar a Satanás.
O Salmista escreveu: "Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e, luz para os meus caminhos" (Salmo
119:105). "Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti" (Salmo 119:11). Decorar
versículos chave da Bíblia é ter disponível, a qualquer hora, a palavra do Espírito de Deus na hora certa.

Jesus deu exemplo de como os textos decorados podem ser a arma de vitória na hora da tentação
(Mateus 4). Foi com textos bíblicos decorados que Ele enfrentou e venceu a Satanás quando foi tentado
por ele durante. Seus quarenta dias de jejum. Na última página deste livro você encontrará alguns
versículos picotados. Corte-os e use-os. Leve-os no bolso ou na carteira para seu trabalho. Tenha-os à
mão para poder usar todo pequeno tempo disponível para decorá-los e recordá-los. Por exemplo: numa
fila, num transporte...

5. ESCUTE A VOZ DE DEUS - Jesus disse: "Eu sou o bom pastor; conheço as minhas ovelhas, e elas me
conhecem ... Elas ouvirão a minha voz, e haverá um só rebanho e um só pastor" (João 10:14,16).

Você aprenderá mais sobre ouvir a Deus na Unidade 5. Comece agora a gastar tempo com Ele
numa base regular, diária. Será um tempo de comunhão e escuta. Você falará com Deus, mas Ele
também falará com você. Aprenda logo a escrever o que Deus lhe fala na Sessão "Tempo de Escuta a
Deus': Use o Roteiro do "Tempo de Escuta" que se encontra no fim deste livro, a fim de orientá-lo em
como ouvir a Deus a partir da leitura do Evangelho de Marcos. Você terá ali material suficiente para dois
meses.

6. LEIA A BÍBLIA - A Bíblia é alimento para o nosso espírito. Um programa sistemático de leitura é muito
importante. Para além da pequena porção que você lerá, cada dia, no Evangelho de Marcos, com o
objetivo de ensiná-lo a escutar a Deus, sugeri mais uma leitura de familiarização da Palavra de Deus.

16
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

Se você não começou a leitura da Primeira Carta do Apóstolo João, sugerida no livrinho Bem-vindo á Família
de Deus, faça-o agora. Em quinze minutos você faz uma leitura. Leia a carta uma vez por dia, durante
sete dias. Depois leia o Evangelho de João duas vezes. Leia 3 capítulos por dia. Em duas semanas você
completará a tarefa.

Leia, depois, todo o Novo Testamento, começando em Mateus, na velocidade que sua fome da Palavra de
Deus e o tempo permitirem. Use depois o programa de leitura da Bíblia que se encontra no livro Orando
a Palavra, de Valnice Milhomens. A propósito, você vai amar fazer as orações que se encontram nele.
Adquira-o Será um grande investimento em sua vida com Deus.

7. ENCONTRE-SE COM SEU IRMÃO MAIS VELHO - Enquanto você começa sua nova vida, necessita de
um irmão mais velho que possa caminhar ao seu lado nos primeiros passos. O líder da sua Célula
apresentar-lhe-á alguém do grupo que se tornará o seu "irmão mais velhos: Os dois se encontrarão uma
vez por semana para conversarem sobre o que você aprendeu no intervalo dos encontros e orar por
suas necessidades.

8. INTEGRE-SE NA CLASSE DE NOVOS DISCÍPULOS - A Igreja mantém uma Classe especial, dirigida
pelo Pastor Presidente, especialmente para o novo discípulo. Nela você receberá um ensino consistente
da Palavra de Deus, que o(a) ajudará a crescer na vida cristã. Porque você decidiu ser discípulo de
Jesus, agora necessita aprender as disciplinas da vida em Cristo. Nessa classe você será também
preparado para receber o batismo nas águas e tornar-se um discípulo membro da Igreja de pleno direito.

9. FAÇA PLANOS DE IR A UM ENCONTRO COM DEUS - Para que alguém seja um cristão, precisa de
um encontro real com Cristo. Necessita de uma parada para uma completa revisão de vida. Muitas são
as marcas que o pecado deixa em nossa alma. Portanto, a Igreja provê um retiro espiritual de fim de
semana chamado "Encontro com Deus”: para que o novo discípulo tenha um tempo tranquilo a fim de
ser ministrado de forma profunda.

O Encontro marcará de modo definitivo sua vida. Você nunca mais será o(a) mesmo (o). Seu espírito
será cheio da presença de Deus; suas cadeias serão quebradas; suas emoções receberão o toque sarador
de Jesus e você será verdadeiramente mergulhado numa atmosfera de restauração espiritual e emocional.

A IMPORTÂNCIA DOS RELACIONAMENTOS


VERSÍCULO PARA DECORAR

"O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos
e as nossas mãos apalparam, isto proclamamos a respeito da Palavra da vida" (1 João 1:1).

Bem-vindo aos primeiros passos da sua carreira cristã. Ser cristão é ser a reprodução de Jesus
Cristo, em Seu caráter e em Sua missão. O Cristianismo não é uma mera religião. É outro "erre":
Relacionamento.
Você entrou em um relacionamento com uma Pessoa maravilhosa: Jesus! Aprenderá a se relacionar
cada vez mais profundamente com Ele. À medida que anda em Sua presença aprenderá a parecer-se com
Ele. Vamos conversar, portanto, sobre relacionamentos.
Existem relacionamentos a serem construídos e outros a serem destruídos. A primeira parte deste
livro trata dos relacionamentos que você precisa construir. A segunda, daquelas velhas ligações com as
quais você deve romper.
A Primeira carta do Apóstolo João é a base do ensino apresentado neste livro. Ele apresenta três
razões fortes que o motivaram a escrever esta pequena carta:

• Para que provemos o gozo completo da "comunhão com o Pai e Seu Filho Jesus Cristo" (1 João
1:3-4). Falar de comunhão é falar de relacionamento íntimo.
• Para que demonstremos ter rompido o relacionamento com o pecado. "Meus filhinhos, estas coisas
vos escrevo, para que não pequeis" (1 João 2:1). O pecado é outro termo para falar de Satanás e
do seu Reino. "Aquele que pratica o pecado é do Diabo, porque o Diabo vem pecando desde o
princípio" (1 João 3:8a).
• Para garantir-nos que nosso relacionamento com Cristo será eterno. "Escrevi-lhes estas coisas, a
vocês que crêem no nome do Filho de Deus, para que vocês saibam que têm a vida eterna" (1 João
5:13).

17
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

RELACIONAMENTOS A CONSTRUIR

Uma vez que você abraçou a Cristo como Senhor, o primeiro relacionamento a construir é,
certamente, com Deus. Ele criou o homem para viver com Ele em comunhão de amor. Portanto, tudo fará
para relacionar-se bem com você. Você aprenderá como se relacionar com Deus:

 Através do arrependimento dos seus pecados


 Através da confissão dos seus pecados
 Como filho de Deus
 Pela comunhão com o Pai e Seu Filho Jesus Cristo
 Pela oração

O segundo nível de relacionamento é com aqueles que, como você, decidiram fazer as pazes com
Deus e andar com Ele. O homem é um ser criado para viver em comunidade. Relacionar-se com os que
têm coisas em comum, faz parte da necessidade humana.

RELACIONAMENTOS A DESTRUIR

Ao longo de sua vida, certos relacionamentos, que são contrários a Deus, foram estabelecidos e
solidificados. Não existe a menor possibilidade de você desfrutar de uma profunda comunhão com Ele e
Seu amor, conservando estes velhos relacionamentos de amizade. Terá que romper de vez com eles:
• Com o mundo. Não o mundo dos homens, mas o sistema do mundo, sua forma de pensar, de ver
a vida, seus valores. Os valores do mundo são opostos aos valores de Deus.
• Com a carne. Você convive com ela desde o ventre materno. Agora tem que cortar toda relação.
• Com o diabo. Ele é a origem do pecado e o que controla o sistema do mundo. Toda prática do
mal tem ligação com ele. Logo, você precisa romper completamente com ele.
• Com o pecado. Este é a raiz do problema, mas ele não pode mais fasciná-lo.

UM SÓ SENHOR
Jesus declarou: "Ninguém pode servir a dois senhores; pois odiará um e amará o outro, ou se
dedicará a um e desprezará o outro..." (Mateus 6:24).
Quando você veio a Jesus, tomou uma decisão: romper com o pecado, a carne, o mundo e o diabo.
Cortar sua relação de amizade com eles. Por outro lado, você se abriu à construção de um relacionamento
profundo com o seu Criador que é, também, o seu Redentor.
Aquele que pagou o preço da sua libertação dos poderes escravizantes desse velho reino a que
você pertencia: O reino de Satanás. Hoje, você toma posição: "Jesus Cristo é meu único Senhor."

TIPOS DE RELACIONAMENTOS
Falar de relacionamento com Deus, não basta. Há vários tipos de relacionamentos: Tumultuados,
frios, distantes, superficiais, formais, ocasionais...Você certamente não vai querer que seu relacionamento
com alguém tão maravilhoso e que o ama tanto, seja desse tipo. De fato há um vazio na sua alma que só a
intimidade com Ele pode preencher.
Se você já leu "Bem-vindo à Família de Deus," viu a recomendação de ler a Primeira Carta do
Apóstolo João, por sete vezes. Se já fez isto certamente percebeu quão grande importância o chamado
"Apóstolo do Amor" dá aos relacionamentos. Sua carta está permeada de amor. Veja quantas vezes ele
chama os seus leitores de "amados" e ressalta a importância do amor a Deus e aos irmãos! É nesta carta
que encontramos a mais bela definição do nosso Criador: "Deus é amor! '.(1 João 4:8).
Quem ama se relaciona. Hoje você é chamado a conhecer e gozar o mais elevado tipo de
relacionamento destinado à criação: Com o próprio Deus. "Assim conhecemos o amor que Deus tem por
nós e confiamos nesse amor. Deus é amor. Todo aquele que permanece no amor permanece em Deus, e
Deus nele" (1 João 4:16)

RELACIONAMENTO PESSOAL

João começa sua carta dizendo: "O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os
nossos olhos, o que contemplamos e as nossas mãos apalparam — isto proclamamos a respeito da Palavra
da vida. A vida se manifestou; nós a vimos e dela testemunhamos, e proclamamos a vocês a vida eterna,
que estava com o Pai e nos foi manifestada. Nós lhes proclamamos o que vimos e ouvimos para que vocês
também tenham comunhão conosco. Nossa comunhão é com o Pai e com seu Filho Jesus Cristo" (1 João
1:1-3).

18
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

1. João ouviu falar de Jesus

Ele está falando de uma experiência pessoal. João Batista foi quem primeiro deu testemunho de
Jesus a ele, dizendo: "Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!" (João 1:29). Desde então ele
procurou se aproximar de Jesus e conhecê-lo. Quanto mais O ouvia, tanto mais era transformado por Suas
palavras e preso ao Seu coração. Ouviu-O tanto, que suas palavras se confundem com as palavras do
Mestre.

2. João viu a Jesus

Depois de ouvir que Jesus era o Cordeiro de Deus, João foi após Ele e, juntamente com André,
perguntou-lhe onde morava. Atendendo o convite de Jesus, passaram o dia com Ele, no lugar em que estava
hospedado, e nunca mais deixou de buscar estar em Sua presença, pois se tornou um dos Seus mais
dedicados seguidores.
João viu a Jesus não apenas no exterior. Viu-O em Seu interior. É por isso que, referindo-se a Ele,
começa seu Evangelho descrevendo o que seu coração é capaz de ver:
"No principio era aquele que é a Palavra. Ele estava com Deus, e era Deus. Ele estava com Deus
no principio. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele; sem ele, nada do que existe teria sido
feito" (João 1:1-3).

3. João contemplou a Jesus

O Apóstolo não apenas ouviu a Jesus, viu-O, mas também se fixou nEle. Contemplou-O tanto que
se tornou parecido com Ele. Tornou-se o discípulo mais íntimo de Jesus. Dele é dito: "O discípulo a quem
Jesus amava”. João captou o coração de Jesus e O seguiu até às últimas consequências. De fato foi o único
dos discípulos a entrar no tribunal onde Jesus foi julgado e a permanecer junto à cruz, enquanto Ele dava
Sua vida para livrar-nos dos nossos pecados e conduzir-nos a Deus.
João foi o primeiro a chegar ao túmulo de Jesus, após a ressurreição, e o primeiro a crer que Ele
vencera a morte. Foi o que teve a vida mais longa na terra e contemplou o céu. A Ele Jesus se revelou na
Ilha de Patmos, onde estava desterrado por causa do seu relacionamento com Ele. E quanto viu! O livro do
Apocalipse, Revelação de Jesus Cristo, foi escrito por ele, relatando suas visões.

4. Suas mãos tocaram Jesus

Na última ceia de Jesus com os Seus discípulos vemos joão reclinado sobre Seu peito, num lugar
de intimidade. João se relacionou com Jesus de modo profurdo e significativo. É por isso que terminou
incorporando em seu caráter as marcas do Mestre. Tornou-se parecido com Ele. Em sua linguagem, teve
"comunhão". Comunhão quer dizer "ter tudo em comum".

CONCLUSÃO

A experiência de João pode ser a sua também. Ela reflete o plano de Deus para sua vida.

1. Você tem ouvido e continuará ouvindo a Jesus através da Bíblia.


Quando você a lê, escuta a voz do Mestre através do Espírito Santo em seu inteior. Por trás das
palavras escritas em tinta e papel, está a própria pessoa de Jesus. Quando você lê a Bíblia, dependendo
do Espírito Santo, de repente é como se Jesus saltasse por detrás das palavras e falasse com você. Quanto
mais você ler a Bíblia, mais ouvirá a Sua voz, falando ao seu coração.

2. Você pode ver a Jesus com os olhos do seu coração


Enquanto você estuda a Bíblia e o Espírito Santo o assiste, terá uma visão espiritual de Jesus. Não
de um corpo material, mas da essência do Seu Ser. Você começará a olhar para as marcas do Seu caráter.
Seus olhos espirituais se abrirão para ver quem verdadeiramente Ele é, o Filho do Deus vivo, que reflete
em tudo a vida do próprio Deus.

3. Você será levado ao plano da contemplação de Jesus


Ao começar a seguir a Jesus, você é chamado a fixar o olhar nele. O escritor da carta aos Hebreus
convida: "Portanto, também nós, uma vez que estamos rodeados por tão grande nuvem de testemunhas,
livremo-nos de tudo o que nos atrapalha e do pecado que nos envolve, e corramos com perseverança a
corrida que nos é proposta, tendo os olhos fitos em Jesus, autor e consumador da nossa fé" (Hebreus 1 2:1
-2).

19
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

Jesus é o alvo. Você hoje está correndo rumo à grande meta: "o Autor e consumador da nossa fé." Será
nessa contemplação do que Ele é, que você terá uma visão cada vez mais clara dEle e terminará se
parecendo com Ele. E porventura não é este o plano de Deus para sua vida? "Porquanto aos que de
antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele
seja o primogênito entre muitos irmãos" (Romanos 8:29).

4. Você pode tocar em Jesus, através de uma profunda comunhão com Ele
Ser discípulo de Jesus é ser um seguidor. É chegar a um lugar de intimidade. Você poderá
experimentar um relacionamento tão íntimo com Ele, que às vezes terá a sensação de poder tocá-lo com
suas mãos, de tão real que Ele é. E saiba de uma coisa: seu lugar é junto ao coração de Jesus. Para isto
Ele deu a vida e jamais desistirá de você, até que o veja gozando a plenitude da comunhão de amor que
Ele projetou para você.

APLICAÇÃO

Este é seu chamado: Um lugar de comunhão íntima com Deus. Um profundo relacionamento com
Ele. Um relacionamento de amor e companheirismo.
Pare um pouco e pense:

1. Quanto tenho ouvido de Jesus? Sou um ouvinte atento? Busco ouvi-lo? Quanto tempo estou dedicando
à leitura da Bíblia Sagrada?
2. Tenho conseguido ver a Jesus, em meu espírito? Que visão tenho dEle? Quanto desejo vê-10?
3. Tenho gasto tempo contemplando-o, em espírito? Meditando em Seu caráter? Refletindo sobre seu amor
por mim demonstrado na Sua vinda ao mundo e Sua morte em meu lugar? A visão de Sua pessoa é viva
em meu coração ao ponto de despertar em mim um profundo amor por Ele?
4. Tenho tocado a Jesus, pela fé, em meu espírito?

TAREFAS

1. Gaste um tempo hoje em profunda comunhão com Jesus. Medite no que Ele fez por você na cruz do
Calvário, de acordo com Romanos 5:8 "Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso
favor quando ainda éramos pecadores."
2. Memorização: Decore 1 João 1:1
3. Leitura da Bíblia: Dê início ao programa de leitura da Bíblia apresentado no final do livro, começando
pela primeira carta do Evangelho de João.
4. Escute a Voz de Deus: Inicie a leitura e meditação da Sessão "Tempo de Escuta a Deus:'
5. Compartilhe: Fale com um membro de sua família e com um amigo sobre seu novo relacionamento com
Deus. Você não vai pregar. Basta dizer que teve um encontro com Jesus e o que isso tem significado para
você.

RELACIONAMENTO COM DEUS PELO ARREPENDIMENTO


VERSÍCULO PARA DECORAR:
"Disse Jesus: 'O tempo é chegado', dizia Ele. O Reino de Deus está próximo. Arrependam-se e
creiam nas boas novas! " (Marcos 1:15).

Há um grito no coração do homem que clama por comunhão com o seu Criador. Há um velho hino
que retrata esse clamor: “Mais perto quero estar; meu Deus, de Ti, Mesmo que seja a dor que me una a Ti.
Sempre hei de suplicar: Mais perto quero estar. Mais perto quero estar, meu Deus de Ti.”
Mas o que Deus pensa disso? Como pode um Deus tão grande, santo, excelso, sublime, eterno,
infinito, todo poderoso, que tudo vê, tudo sabe, tudo conhece, que está mais elevado que os céus, coroado
de honra, glória, majestade e poder, relacionar-se com um homem rebelde, pecador, corrompido, decaído,
miserável, ingrato, destituído da glória de Deus? "Como andarão dois juntos, se ambos não estiverem de
acordo" (Amós 3:3)? Como poderá a luz comungar com as trevas e com pecado com a santidade?
Simplesmente não pode. Impossível! Como, então, conciliar a distância que existe er tre um Deus santo e
um homem pecador?

20
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

É aqui que está a glória do amor divino que tabeleceu um plano pelo qual o homem é arrancado das
trevas, do pecado, e transportado para Seu reino de um amor e luz. Um plano que permite a transformação
da natureza pecaminosa e decaída do homem, em uma natureza santa, recriada pelo Espírito Santo de
Deus.

TRANSFORMAÇÃO

A vida na qual você acaba de entrar é de todo diferente daquela que você conheceu antes. É uma
vida transformada. Você precisa estar pronto para sofrer uma completa mudança em todo seu modo de
viver. O plano de Deus para que o homem pecador comungue com Ele passa por uma transformação radical.
Ele quer dar à luz a uma nova criação, completamente gerada pelo Seu poder.
Deus criou o homem para ser semelhante a Ele. Mas o pecado roubou esta imagem. Em Cristo, há
um caminho de volta. Mas há algo que deve acontecer em seu coração a fim de que o plano de uma vida
de comunhão com Deus possa ser experimentado por você, em plenitude. É o arrependimento dos seus
pecados.

O ARREPENDIMENTO FALA DE MUDANÇA DE PENSAMENTO

Arrependimento é uma mudança interior da mente, resultando numa meia volta ou regresso, ou
virada exterior, para se mover numa direção completamente nova. Primeiro, mudar de pensamento a
respeito da sua condição. A Palavra de Deus é quem tem autoridade de retratar nosso estado, e ela declara:
"Somos como o impuro - todos nós! Todos os nossos atos de justiça são como trapo imundo" (Isaías 64:6a).
Para que alguém se arrependa tem que se ver como pecador perdido, longe de Deus, sem capacidade de
salvar-se a si mesmo.
Em segundo lugar, mudança de pensamento a respeito da justiça e retidão de Deus. Deus é justo,
puro, santo, perfeito e bom. E é também todo amor. Ele declara: "Juro pela minha vida, palavra do Soberano,
Yahweh, que não tenho prazer na morte dos ímpios, antes tenho prazer em que eles se desviem dos seus
caminhos e vivam. Voltem! Voltem-se dos seus maus caminhos! Por que o seu povo haveria de morre,: ó
nação de Israel?" (Ezequiel 33:11).

ARREPENDIMENTO FALA DA MUDANÇA DE SENTIMENTO

Quando alguém percebe que feriu a santidade de Deus com suas práticas pecaminosas e se
arrepende, é tomado por um sentimento de dor. Antes a pessoa pecava e nem se importava. Agora fica
triste e com vergonha de Deus. Esse tipo de tristeza é descrito por Paulo nestas palavras: "Agora, porém,
me alegro, não porque vocês foram entristecidos, mas porque a tristeza os leva ao arrependimento. Pois
vocês se entristeceram como Deus desejava..." (2 Coríntios 7:9).
Atitudes levianas, superficiais, para com o pecado sempre produzem conversões superficiais. Se
você não compreende quão negro e horrível é o pecado, que é uma ofensa contra o Deus justo e santo,
sentirá pouca necessidade de uma mudança de coração. Mas quando você encara o seu pecado à luz da
perfeita justiça e santidade de Cristo, então compreende a sua verdadeira condição. Essa compreensão do
pecado, da completa ausência de merecimento, deve fazer com que você odeie o pecado que tanto
degradou sua vida e ofendeu a santidade de Deus.
"Tristeza como Deus deseja" é compreender que, quando você peca, quebra os mandamentos de
Deus e peca contra Ele. Davi pecou contra Deus (2 Samuel 11), mas arrependeu-se em lágrimas. De
coração bem triste, disse: "Pequei contra ti, contra ti somente, e fiz o que é mal perante os Teus olhos"
(Salmo 51:4. Ler o Salmo 51). O arrependimento verdadeiro consiste em nos sentirmos tão tristes por causa
do pecado, que resolvemos abandoná-lo e voltar-nos para Deus, que nos dá força e poder para viver de
acordo com Sua vontade.

ARREPENDIMENTO FALA DE MUDANÇA DE PROPÓSITO

Mudança de propósito é outra maneira de dizer mudança da vontade. O arrependimento, pois, não
é apenas ter o coração quebrantado por causa do pecado cometido, mas o coração também resolvido a
deixar o pecado.
Primeiro, você decide confessar o pecado a Deus, como fez o filho perdido: "Pai, pequei contra o
céu e diante de ti" (Lucas 15:21). Salomão declara: "Quem esconde os seus pecados não prospera, mas
quem os confessa e os abandona encontra misericórdia" (Provérbios 28:13).
Temos de confessar a Deus aquele pecado que esperamos que Ele perdoe e apague. Em segundo
lugar, você decide deixar o pecado. Faz o que Isaías diz: "Que o ímpio abandone o seu caminho e o homem
mau, os seus pensamentos. Volte-se ele para Yahweh, que terá misericórdia dele; volte-se para o nosso
Deus, pois ele dá de bom grado o seu perdão" (Isaías 55:7).

21
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

Em terceiro lugar, você decide voltar-se para Deus. Cada passo que você toma por si mesmo, o
afasta mais de Deus. O valor de reconhecer o pecado e abandoná-lo, está na atitude de voltar-se
inteiramente para Deus, seu Criador e Salvador.

O RESULTADO DO ARREPENDIMENTO

Deus nos oferece um magnífico negócio! Podemos trocar nossa vida egoísta, limitada, superficial,
sem muito sentido, por uma vida eterna significativa, marcada pelo Seu amor. Isto é retratado em Efésios
4:22-24: "Quanto à antiga maneira de vivei: vocês foram ensinados a despir-se do velho homem que se
corrompe por desejos enganosos, a serem renovados no modo de pensar e a revestir-se do novo homem,
criado para ser semelhante a Deus em justiça e em santidade provenientes da verdade."
A salvação é como trocar nossas roupas, nós não usamos as roupas velhas debaixo das novas e
não pomos novas roupas sobre um corpo imundo. Pelo nosso arrependimento permitimos que Deus nos
lave e nos dê as novas roupas de retidão. Foi para isto que Cristo morreu por nós. Nada há que
abandonemos deste mundo que Deus não substitua por algo muito mais satisfatório e compensador.
Veja o que Jesus disse a Pedro: "Então Pedro começou a dizer-lhe: "Nós deixamos tudo para seguir-
te". Respondeu Jesus: "Digo -lhes a verdade: Ninguém que tenha deixado casa, irmãos, irmãs, mãe, pai,
filhos, ou campos, por causa de mim e do evangelho, deixará de receber cem vezes mais, já no tempo
presente, casas, irmãos, irmãs, mães, filhos e campos, e com eles perseguição; e na era futura, a vida
eterna" (Marcos 10:28-30).

OS MEIOS DE ARREPENDIMENTO

Deus nos mostra as áreas em nosso viver que precisam ser mudadas (das quais nos arrepender)
através da voz interior do Espírito Santo e de Sua palavra escrita. O Espírito de Deus frequentemente nos
levará a sentir-nos inquietos e desconfortáveis quanto a fazer ou dizer certas coisas. Atente para as
impressões, impulsos e suave voz que Ele coloca em sua consciência interior.
A palavra de Deus, a Bíblia, também dá-nos instruções muito claras quanto ao que é certo e o que
é errado. Uma das razões porque a estudamos é descobrir áreas de nossa vida que Deus quer mudar. Sua
palavra é como um espelho que revela a nós o estado desesperado de nossa vida. Aqui está um exemplo:

"Portanto, livrem-se de toda impureza moral e da maldade que prevalece, e aceitem humildemente
a palavra implantada em vocês, a qual é poderosa para salvá-los. Sejam praticantes da palavra, e
não apenas ouvintes, enganando-se a si mesmos. Aquele que ouve a palavra, mas não a põe em
prática, é semelhante a um homem que olha a sua face num espelho e, depois de olhar para si
mesmo, sai e logo esquece a sua aparência. Mas o homem que observa atentamente a lei perfeita,
que traz a liberdade, e persevera na prática dessa lei, não esquecendo o que ouviu, mas praticando-
o, será feliz naquilo que fizer" (Tiago 1:21-25).

Lembre-se de algo: O Espírito Santo nunca contradirá a Bíblia, e a Bíblia nunca contradirá o Espírito
Santo. Portanto, se a Palavra confirma o que você sente que o Espírito Santo está lhe dizendo, é melhor
você escutar!

A APLICAÇÃO PRÁTICA DO ARREPENDIMENTO

Nós nos Despimos de: Nós nos Revestimos de:

1. Maus hábitos (drogas, roubo, mentira, etc) 1. Bons hábitos (companheirismo, dar, verdade, etc)

2. Imoralidade (impureza, fornicação, adultério, etc) 2. Moralidade (amor altruísta pelas pessoas)

3. Música e leitura que não glorificam a Cristo Jesus. 3. Música e leitura que levam a uma vida piedosa.

4. Amigos que o arrastam de volta para o mundo. 4. Amigos que o ajudarão a andar com Deus.

5. Conversa negativas e sujas. 5. Modo positivo e agradecido de falar.

6. Pensamentos sujos de Satanás e da natureza pecaminosa. 6. Pensamentos limpos da Palavra de Deus.

7. Ira e amargura em relação a Deus, a si mesmo e aos outros. 7. Amor a Deus, perdão e amor a si mesmo e aos outros.

22
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

CONCLUSÃO

A importância do arrependimento é evidenciada pela frequência com que a Palavra de Deus se


refere ao assunto. O arrependimento tem um aspecto tríplice:

 Há uma mudança do ponto de vista, quando você reconhece como pecado, o que a Bíblia diz
ser pecado. Você admite que é culpado de ferir a santidade de Deus.
 Há uma mudança de sentimento, que se mostra tristeza pelo pecado cometido contra um Deus
justo e santo (Salmo 51:2,10).
 Há também uma mudança de propósito em decidir abandonar o pecado e se esforçar por obter
perdão e purificação (Jeremias 25:5).

Os primeiros dois passos serão inúteis se não forem seguidos pelo ato de abandonar o pecado. É
nessa altura que Satanás vem com toda a astúcia, porque esse é o seu momento mais oportuno. É ali que,
ou ele será vencido para sempre, ou terá uma grande vitória. É nesse momento que você tem que entregar
tudo ao Senhor e deixar a batalha em Suas mãos. Com Ele, você será mais do que vencedor contra o
pecado e contra Satanás. Você conta com o Espírito Santo e a Palavra de Deus para gerarem a convicção
de pecado, o genuíno arrependimento e ajudarem-no a evitar o pecado. Coloque isso no seu coração: Onde
há arrependimento, dor pelo pecado, há perdão e mudança.

APLICAÇÃO

1. Pare um pouco e faça uma oração a Deus, pedindo-lhe que lhe mostre os pecados que você precisa
confessar e dos quais necessita se arrepender.
2. Faça uma lista de tudo quando vier à sua mente.
3. Deixe que o espírito de arrependimento venha sobre seu coração e chore seus pecados diante de
Deus. Eles são tão terríveis que crucificaram Jesus. Eram os meus pecados e os seus que estavam na
cruz, em Jesus, fazendo-O agonizar tanto e morrer.
4. Peça perdão a Deus dos seus pecados.
5. Receba o perdão e a purificação de Jesus.
6. Escreva sobre sua lista as palavras de I João 1:7: "O sangue de Jesus Cristo, Seu Filho, me purifica de
todo pecado".
7. Louve a Deus pelo perdão que você recebeu por causa do sacrifício de Jesus na cruz do Calvário em
seu lugar.

TAREFAS:

1. Memorização: Decorar Marcos 1:15.


2. Revisão: Reveja diariamente os versículos que você já decorou.
3. Escute a Voz de Deus: Continue a ler o Evangelho de Marcos diariamente usando o Roteiro do Tempo
de Escuta a Deus.
4. Leitura Bíblica: Você estará lendo esta semana o Evangelho de João. Siga o roteiro no fim do livro e
marque as leituras diárias.
5. Peça a Deus para mostrar-lhe um modo de falar a alguém nesta semana sobre o que Ele está fazendo
em sua vida.

RELACIONAMENTO COM DEUS PELA CONFISSÃO

VERSÍCULO PARA DECORAR:

“Se confessarmos os nossos pecados, Ele é Fiel e Justo para nos perdoar os pecados e nos purificar
de toda injustiça” (I João 1:9)

Deus fez o homem santo, perfeito, revestido da Sua glória e semelhante a Ele. Fê-lo assim para ter
comunhão com Ele. Deu-lhe toda liberdade, mas pôs um limite: A árvore do conhecimento do bem e do mal.
Disse-lhe: que no dia em que dela comesse, morreria. Morte significa separação. Perderia, portanto, a
comunhão com seu Criador.
Por que Deus pôs um limite? Para provar sua disposição de obedecê-Lo. O homem é um ser livre.
Teria uma oportunidade de confirmar ou rejeitar seu estado de santidade e comunhão com Deus.

23
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

O HOMEM TORNOU-SE PECADOR

O homem lançou mão do seu direito de escolha e decidiu seguir seu próprio caminho. Tornou-se
independente de Deus. Escolheu a morte, isto é, a separação de Deus. Preferiu dar ouvidos à voz do
tentador. Rebelou-se contra o limite de Deus e se aliou a Satanás. Tornou-se um pecador, isto é, um
transgressor dos limites, dos mandamentos de Deus.

CONSEQUÊNCIAS DA REBELIÃO CONTRA DEUS

Entre outras coisas, o homem teve que amargar as consequências de sua escolha insensata. Foi
afetado em todo o seu ser pela natureza daquele a quem obedeceu: Satanás. Resultado: Seu corpo ficou
sujeito à fraqueza, velhice, doença e morte; Seu caráter sofreu degeneração moral; Seu espírito ficou
separado de Deus, morreu. Rompeu o relacionamento com Deus e foi se aprofundando cada vez mais fundo
no pecado, que é rebelião contra Deus.
Todos os filhos do homem nascem com a natureza rebelde do pecado. Cada semente produz de
acordo com sua espécie. Se Adão tivesse escolhido confirmar seu estado de santidade e comunhão com
Deus, teria enchido a terra de descendentes que seriam igualmente santos.
Agora, porém, encheu o planeta de filhos rebeldes e pecadores como ele. Já nascemos com uma
natureza pecaminosa. É mais fácil praticar o mal. Ninguém precisa dar aula sobre como praticar o pecado,
ser orgulhoso e rebelde. Essas coisas já estão na natureza do homem pecador. João declara: "Se
afirmarmos que estamos sem pecado, enganamos a nós mesmos, e a verdade não está em nós" (1 João 1
:8,10).

O PECADO DEVE SER RECONHECIDO

O reconhecimento de que eu sou pecador e, portanto, estou separado de Deus, sujeito a todas as
consequências do pecado, depende do meu reconhecimento de que Deus é Deus, o meu Criador, logo, o
meu Senhor.
Se Ele é Deus, Senhor, e se eu sou criação, obra das Suas mãos, compete a Ele determinar como
devo viver para desfrutar de todo o propósito para o qual Ele me criou.

O PECADO DEVE SER CONFESSADO

O que fazer agora? Convencido de que Deus é santo; de que tenho transgredido Seus
mandamentos; de que "o salário do pecado é a morte" (separação), só me resta valer-me de Sua oferta de
amor, misericórdia e graça:
"Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar
de toda injustiça" (1 João 1:9). Confessar significa "concordar com Deus". Primeiro, concordar que o que a
Bíblia chama de pecado ou transgressão contra os mandamentos de Deus, é pecado.
Em segundo lugar, concordar com Deus quanto à solução do problema do pecado. Esta solução
exige duas coisas: Primeiro, o arrependimento, que implica numa mudança total, conforme visto na unidade
anterior. Segundo, a confissão, que é abrir o coração diante de Deus e declarar tudo quanto tenho feito
contrário à Sua vontade em minha vida. Um "errei ! Ofendi o Teu coração! Pequei, Senhor! Não merecias
isso de mim!"

EXEMPLO DE DAVI

A Bíblia conta um incidente muito triste na vida de Davi. Um pecado de adultério. A princípio ele
tentou ocultá-lo, até que a palavra de Deus, por boca do profeta Natã, despertou a sua consciência e,
arrependido, ele confessou sua transgressão. Depois de viver dias terríveis, sob o peso da culpa e do
pecado oculto, ele passou por uma profunda experiência de arrependimento e confissão de pecado (Salmo
51).
Ele conta como se sentia antes de sua honesta confissão: "Enquanto eu mantinha escondidos os
meus pecados, o meu corpo definhava de tanto gemer. Pois dia e noite a tua mão pesava sobre mim; minhas
forças foram-se esgotando como em tempo de seca" (Salmo 32:3-4).
Não podendo mais suportar toda essa angústia, ele tomou a decisão de ir a Deus abrir o coração.
Ele declara:
"Então reconheci diante de Ti o meu pecado e não encobri as minhas culpas. Eu disse: Confessarei
as minhas transgressões a Yahweh, e Tu perdoaste a culpa do meu pecado" (Salmo 32:5).

24
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

Que alívio! Que gozo! Depois de escrever o Salmo 51, no qual Davi descreve sua confissão de
pecado a Deus, humilhando-se e pedindo-lhe perdão, ele escreveu o Salmo 32 para mostrar como foi
maravilhosa a experiência de ser perdoado.
Olhemos para este Salmo: "Como é feliz aquele que tem suas transgres-sões perdoadas e seus
pecados apagados! Como é feliz aquele a quem Yahweh não atribui a iniquidade e em quem não há
hipocrisia!" (Salmo 32:1,2) Deus também quer que você experimente o extraordinário gozo de ter todos os
seus pecados perdoados. Davi usa três palavras para descrever o pecado:

• Transgressão (rebelião, revolta, pecado);


• Pecado (ofensa);
• Iniquidade (perversidade, mal moral, falta).

O perdão de Deus inclui todo tipo de pecado:

 Os pecados contra Deus ou contra as pessoas


 Pecados grandes ou pecados pequenos
 Pecados intencionais ou involuntários
 Os pecados de comissão (fazendo o que você não deve) ou omissão (não fazendo o que você
deve fazer).

O perdão de Deus remove a culpa completamente. Davi usa três termos distintos para descrever o
perdão de Deus nos versículos 1-2: Como é feliz aquele que tem suas "transgressões perdoadas; " seus
"pecados apagados" e "a quem Yahweh não atribui culpa."

Isto quer dizer que quando você confessa seu pecado três coisas acontecem:
1. Deus remove seu peso de culpa - retira-o, esquece-se do seu pecado
2. Deus cobre sua vergonha - sua mancha não é mais razão para vergonha; isso implica em que Ele
nunca o mencionará
3. Deus cancela sua dívida - nada deixou para você pagar.
O perdão de Deus resulta em alegria ilimitada! "Como é feliz aquele que tem suas transgres-sões
perdoadas e seus pecados apagados! " (Salmo 32:1);

O PECADO NÃO CONFESSADO RESULTA EM DOENÇA DO CORPO E DA ALMA


(Salmo 32:3-4)

"Guardei silêncio!" Em outras palavras, "recusei confessar meu pecado..." É duro admitir que você
está errado? Absolutamente! Algumas vezes nós, teimosamente, recusamos admitir que estamos errados.
Pretendemos que se muito tempo se passar Deus se esquecerá do nosso pecado. Temos a impressão de
que ele não é tão grande assim. Desculpamos, racionalizamos, justificamos. Mas há consequências
previsíveis para a sua recusa em confessar seus pecados.

Aqui estão algumas:


1. Você perderá sua força e sua paz "Quando recusei confessar meu pecado, eu estava fraco e
miserável..." (literalmente "consumiram-se os meus ossos") (v.3)
2. Você perderá sua alegria e ficará doente. "Quando recusei confessar meu pecado ...gemi todo o
dia" (v. 3)
3. Você não achará nenhum alívio. "Pois dia e noite a tua mâo pesava sobre mim; minhas forças
foram-se esgotando como em tempo de seca" (v. 4)
4. Você será frustrado, e a falta de êxito sempre baterá à sua porta. "Quem esconde os seus
pecados não prospera, mas quem os confessa e os abandona encontra misericórdia" (Provérbios
28:13)

A ALEGRIA DO PERDÃO VEM PELA HUMILDADE DA CONFISSÃO

1. A confissão significa que eu reconheço a propriedade de meus pecados. "Então reconheci diante
de Tio meu pecado e não encobri as minhas culpas. Eu disse: Confessarei as minhas transgressões a
Yahweh, e tu perdoaste a culpa do meu pecado" (Salmo 32:5). De quem os pecados confessados? De Davi,
é claro. Uma coisa essencial na confissão é a posse: "estes são meus pecados." No versículo 5, três vezes
Davi reconhece que esses pecados são "seus pecados”. Ele diz: "o meu pecado, "minhas culpas" e "minhas
transgressões".

25
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

2. A confissão significa que eu não disfarço meus pecados. "Não encobri as minhas culpas”. Há todo
tipo de tentativa de esconder nossos pecados. Damos a eles todos os tipos de outros nomes: "Meu sangue
italiano, "meu temperamento, "Se você tivesse o patrão que tenho!". Confissão significa que desisto de
racionalizar, explicar, justificar meus pecados. Arranco os disfarces e os chamo o que eles são: pecados!
 Não é flerte, é adultério emocional
 Não é uma conversa intensa com seu filho adolescente, é abuso verbal
 Não é uma das regalias do trabalho, é roubo
 Não são mais alguns pestanejos, é preguiça
 Não é estudar com amigos, é defraudar
 Não é economizar dinheiro em música, é roubo
 Não é um relacionamento platônico; é adultério
 Hoje vejo meus pecados como são: errado!

3. A confissão quer dizer que eu me volto para Deus na base de Seus termos, Suas exigências. "Então
reconheci diante de Ti o meu pecado e não encobri as minhas culpas" (v. 5a). A quem Davi confessa seu
pecado? A Deus.
Aquele de quem ele estava fugindo, ignorando. Ele decide voltar-se para seu Deus, contra quem
termina reconhecendo que pecou: "Resolvi confessar tudo a Ti" (v. 5b). A confissão sempre envolve um
retorno à realidade sobre mim, sobre meu pecado e sobre o meu Deus.
Você está pronto a fazer isto agora?

4. Quem confessa seu pecado ganha o auxílio de Deus. Quem confessa o seu pecado ganha o completo
perdão de Deus: "confessei-te e Tu perdoaste a culpa do meu pecado" (v. 5 b).
Quem confessa o seu pecado ganha a segura proteção de Deus. "Portanto, que todos os que são fiéis
orem a Ti enquanto podes ser encontrado; quando as muitas águas se levantarem, elas não os atingirão.
Tu és o meu abrigo; Tu me preservarás das angústias e me cercarás de canções de livramento" (Salmo
32:6,7).

Quem confessa o seu pecado ganha a sábia direção de Deus. "Eu o instruirei e o ensinarei no caminho
que você deve seguir; eu o aconselharei e cuidarei de você. Não sejam como o cavalo ou o burro, que não
têm entendimento, mas precisam ser controlados com freios e rédeas, caso contrário não obedecem"
(Salmo 32:8,9).

Quem confessa seu pecado ganha o amor protetor de Deus. "Os maus sofrem muito, mas os que
confiam em Yahweh são protegidos pelo seu amor" (Salmo 32:10 BLH).

Quem confessa seu pecado ganha a alegria triunfante de Deus. "Alegrem-se em Yahweh e exultem,
vocês que são justos! Cantem de alegria, todos vocês que são retos de coração!" (Salmo 32:11).

CONCLUSÃO
 Hoje escolho voltar-me para Deus, antes que viver na angústia da fuga
 Hoje escolho confessar meu pecado, antes que a tragédia de encobri-lo
 Hoje escolho assumir meu pecado diante de Deus, antes que encontrar desculpas enganosas
 Hoje escolho abraçar o perdão pela confissão, antes que viver em culpa
 Hoje escolho a proteção de Deus, antes que Seu julgamento
 Hoje escolho a direção amorosa de Deus, antes que Sua dura disciplina
 Hoje escolho o amor constante de Deus antes que a tristeza interminável do pecado
 Hoje escolho a vitória alegre de Deus antes que a derrota triste do pecado.

APLICAÇÃO

1. Na semana passada você se debruçou sobre seus pecados, buscando arrepender-se. Continue hoje a
pedir ao Espírito Santo que revele todo pecado de que você não se arrependeu e confessou.
2. Escreva o que vem ao seu coração. É muito importante fazer isto.
3. Concorde com Deus que essas práticas têm ofendido o Seu coração de Pai.
4. Peça perdão por cada um deles.
5. Receba o perdão e louve-O pela provisão do sangue de Jesus que nos purifica de todo o pecado.
6. Ouça a promessa: "Filhinhos, eu lhes escrevo por-que os seus pecados foram perdoados, graças ao
nome de Jesus" (1 João 2:12).
7. Destrua sua lista e busque viver em obediência.

26
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

TAREFAS:

1. Memorização: Decore 1 João 1:9.


2. Revisão: Reveja todos os versículos já decorados.
3. Leitura da Bíblia: Leia diariamente o Evangelho de Marcos no seu Tempo de Escuta a Deus. Você estará
lendo esta semana, pela segunda vez, o Evangelho de João. Siga o roteiro no fim do livro e marque as
leituras diárias.
4. Examine sua vida em oração e confesse a Deus tudo quanto o Espírito Santo traz à sua lembrança. Peça
perdão e receba a purificação do sangue de Jesus.

RELACIONAMENTO COM DEUS COMO FILHO

VERSÍCULO PARA DECORAR:

"Vejam como é grande o amor que o Pai nos concedeu: sermos chamados filhos de Deus, o que de
fato somos! Por isso o mundo não nos conhece, porque não o conheceu" (1 João 3:1).

Deus é Criador de tudo quanto existe. Logo, você é Sua criação. Mas filho de Deus é só aquele que
é gerado pela Sua semente. Para que surja um filho, torna-se necessária a união da semente do homem ao
óvulo da mulher. Há muitas crianças no mundo, mas o que determina quem é o pai de cada uma delas é a
semente que a gerou.
Deus também tem semente. Ela se chama "Palavra de Deus”. Nela está Sua vida. A Palavra veio à
terra como homem. Logo, a semente de Deus é uma Pessoa. Ela se chama Yehoshua (o nome de Jesus
em hebraico), que quer dizer "Yahweh é salvação".

O MÉTODO DE DEUS

A vida de tudo quanto é vivo e se reproduz, está em sua semente. Na semente de uma laranja está
uma laranjeira; na semente de um abacate está um abacateiro; na semente de um gato está outro gato; na
semente do homem pecador está outro pecador. As palavras de Deus são sementes. Nelas está o poder
da vida. É por isso que Deus criou os mundos pela Sua Palavra (Hebreus 11:3).
A Palavra de Deus produz exatamente o que ela diz. Na palavra luz, está a luz; na palavra salvação,
está a salvação; na palavra libertação, está a libertação; na palavra paz, está a paz. O que Deus fala vem à
luz, porque Suas palavras são sementes. É por isso que Jesus declarou: "As palavras que eu lhes disse são
espírito e vida" (João 6:63).
Mas para que a vida, que está na semente, venha à luz, precisa de outro elemento. As sementes
das plantas precisam da terra; as sementes dos animais precisam da fêmea; a semente do homem precisa
do óvulo materno; a semente de Deus precisa do Espírito de Deus. Na criação, Deus falava a palavra no
caos e o Espírito cobria a Sua palavra. Da união entre a Palavra de Deus e o Espírito Santo, tudo veio à luz.
E aqui está o método de Deus: Da união entre a Palavra de Deus e o Espírito de Deus, vida é gerada.

O FILHO DE DEUS

Deus formou Adão, mas ele recebeu em seu espírito outra semente: a palavra de Satanás; por isso
tornou-se seu filho. Deus, porém, prometeu que traria à terra outro Filho, Sua semente, que quebraria a
aliança que Satanás fez com o homem (Gênesis 3:15). Quando chegou o momento do Filho de Deus vir à
terra, Ele usou o mesmo método usado na criação. Enviou Sua Palavra a Maria, uma virgem descendente
de Abraão.
O arcanjo Gabriel foi portador dessa Palavra: "Darás a luz a um Filho". "O Santo que de ti há de
nascer será chamado Filho de Deus". Por quê? Porque a semente que o geraria seria de Deus e não do ho-
mem pecador. Mas como poderia a semente "germinar?"
O arcanjo explicou: "O Espírito Santo virá sobre você, e o poder do Altíssimo a cobrirá com a sua
sombra. Assim, aquele que há de nascer será chamado Santo, o Filho de Deus" (Lucas 1:35). Da união
entre a Palavra de Deus e o Espírito Santo, o Filho de Deus foi gerado.

JESUS, O FILHO ÚNICO DE DEUS

Jesus mesmo declarou: "Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito
(único), para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna" (João 3:16). Deus agora tem um
filho na terra. Ele é semelhança do Pai e reflete a glória do Pai. Mas o plano de Deus é gerar outros filhos.

27
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

Por isso Seu Filho Jesus veio para se fazer filho do homem, tomar sobre si tudo quanto pertence ao homem
pecador: seu pecado, doença, maldição, condenação e morte, levando-os à cruz.
Naquela cruz estávamos nós, com tudo quanto o pecado nos trouxe. Nós estávamos em Jesus
naquela cruz. Nossa natureza pecaminosa estava ali. Morremos com Ele. Fomos sepultados com Ele.
Ressurgimos com Ele e agora estamos nEle.

JESUS, O FILHO PRIMOGÊNITO

Após a ressurreição de Jesus, Ele não é mais chamado unigênito (único), mas primogênito (primeiro)
(Hebreus 1:6). Por quê? Porque agora Ele se tornou cabeça de uma nova raça: A raça dos filhos do Deus
vivo. Ele é a semente de Deus. Ele tem a vida de Deus e desde que se encontrou com os discípulos, após
a ressurreição, e soprou sobre eles o Espírito Santo, o que equivale dizer, a vida eterna, Ele tem se
reproduzido em outros filhos. E você é um deles.

VOCÊ, UM FILHO DE DEUS

O que aconteceu quando você disse sim a Jesus?

1. A semente de Deus foi plantada em seu coração (espírito). Quando a Palavra de Deus foi pregada
a você, era um anjo (mensageiro), um semeador, trazendo a semente de mais um filho de Deus — Jesus.
Você ouviu falar dEle. Ele é a mensagem, a Palavra que vem de Deus.
2. Você disse sim a Deus, como Maria também disse sim. Ela falou: "Sou serva do Senhor; que
aconteça comigo conforme a Tua palavra" (Lucas 1:38). Você creu em Jesus. Abriu o coração e disse: "Eu
Te recebo como meu Senhor e Savador". Era o seu sim que abria o caminho para Deus gerar em você Seu
filho.
3. O Espírito Santo veio sobre você. Entrou em seu coração e fez com que a semente de Deus
germinasse dentro de você e nascesse em seu coração um filho de Deus. A vida de Deus foi gerada e nessa
hora você foi chamado também filho de Deus. Espiritualmente você morreu para o pecado e nasceu para
Deus. A vida ressurreta de Jesus brotou em seu espírito e você agora está vivo para Deus. Você pode se
relacionar com Ele agora, como um filho se relaciona com seu pai.

A VIDA DE DEUS ESTÁ EM VOCÊ

Veja como o Apóstolo João retrata essa experiência:


"E este é o testemunho: Deus nos deu a vida eterna, e essa vida está em seu Filho. Quem tem o
Filho, tem a vida; quem não tem o Filho de Deus, não tem a vida. Escrevi-lhes estas coisas, a vocês
que crêem no nome do Filho de Deus, para que vocês saibam que têm a vida eterna" (1 João 5:11-
13).

CARACTERÍSTICAS DE UM FILHO DE DEUS

O Apóstolo João, na carta que está servindo de base para este livro, fala de várias características
daquele que é nascido de Deus. Agora que você é filho e Deus é seu Pai, Ele deseja que você cresça num
relacionamento de amor e se torne cada vez mais parecido com o seu irmão mais velho — JESUS!

1. O Filho de Deus se Parece com Seu Pai:


"Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não se manifestou o que havemos de ser, mas
sabemos que, quando Ele se manifestar, seremos semelhantes a Ele, pois o veremos como Ele é"
(1 João 3:2).

2. O Filho de Deus não Vive Pecando


"Todo aquele que é nascido de Deus não pratica o pecado, porque a semente de Deus permanece
nele; ele não pode estar no pecado, porque é nascido de Deus" (1 João 3:9).

3. O Filho de Deus Pratica a Justiça:


"Desta forma sabemos quem são os filhos de Deus e quem são os filhos do Diabo: quem não pratica
a justiça não procede de Deus, tampouco quem não ama seu irmão" (1 João 3:10).

4. O Filho de Deus Ama Seu Irmão:


"Amados, amemos uns aos outros, pois o amor procede de Deus. Aquele que ama é nascido de
Deus e conhece a Deus" (1 João 4:7).

28
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

5. O Filho de Deus Crê Que Jesus é o Cristo:


"Todo aquele que crê que Jesus é o Cristo é nascido de Deus, e todo aquele que ama o Pai ama
também o que dele foi gerado" (1 João 5:1).

6. O Filho de Deus Vence o Mundo:


"O que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé. Quem é que
vence o mundo? Somente aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus" (1 João 5:4,5).

7. O Filho de Deus é Guardado do Maligno:


"Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não está no pecado; aquele que nasceu de Deus, o
protege, e o Maligno não o atinge" (1 João 5:18).

RELACIONANDO-SE COM O PAI

Deus pode ser Deus para o universo inteiro, mas agora para você, é seu Pai. Sua vida, sustento e
proteção vêm dEle. Você crescerá no relacionamento de intimidade com Ele. Pode atirar-se em Seus braços
a qualquer hora e derramar o coração. Você conhecerá o verdadeiro amor e a plenitude.
Poder hoje chegar diante dEle de um modo tão simples, sendo você mesmo, do jeito que você está,
reclinar sua cabeça sobre Seu peito e abrir o coração, chorar seus pecados, cantar seus louvores, derramar
todo seu amor, gratidão e devoção e dizer: "Paizinho”, é a experiência mais transformadora e confortante
da vida! Desfrute esse presente de amor do Seu coração de Pai.

FAÇA ESTA ORAÇÃO - FILIAÇÃO DIVINA

“Ó Deus, eu Te chamo Pai. Tu és meu Pai, ainda Abraão não me conheça, e Israel não me
reconheça; ó Yahweh, és meu Pai, meu Redentor, desde a antiquidade é o Teu nome. Mas agora, ó Yahweh,
Tu és meu, eu sou o barro, e Tu o meu oleiro; e todos nós, obra Tuas mãos. Não és Tu meu Pai, que me
adquiriste, que me fizeste e me estabeleceste?
Louvado sejas porque não recebi o espírito de escravidão, para outra vez estar em temor, mas
recebi o espírito de adoção, pelo qual clamo: Aba, Pai! O Espírito Santo mesmo testifica com meu espírito
que sou Teu filho, ó Deus; e se filho também herdeiro, herdeiro Teu e co-herdeiro com Cristo.
Sou guiado pelo Espírito Santo, pelo que sou Teu filho. Recebi a Jesus, crendo no Seu nome, pelo
que me foi dado o poder de ser chamado filho de Deus; nasci como tal não do sangue, nem da vontade da
carne, nem da vontade do varão, mas da Tua, Yahweh, meu Deus. Que grande amor me tens concedido, ó
Pai: que eu fosse chamado Teu filho; e o sou. Por isso o mundo não me conhece; porque não conheceu a
Ti.
Agora sou Teu filho, e ainda não é manifesto o que hei de ser. Mas sei que quando Jesus, meu
Senhor, se manifestar, serei semelhante a Ele; pois assim como é, eu O verei. Graças Te dou, á Pai, porque
enviaste Jesus para me resgatar a fim de que eu recebesse a adoção de filho. E porque sou filho,Tu enviaste
ao meu coração o Espírito do Teu Filho, que clama: Aba, Pai! Portanto já não sou mais servo, mas filho.
Pai justo, Pai santo, meu Pai, dirijo-me a Ti que estás nos Céus, em Teu Trono de glória, entronizado
entre os querubins. Os Céus dos Céus não Te podem conter. Habitas em luz inacessível e ainda assim
posso aproximar-me de Ti com confiança, como uma criança se aproxima do seu pai. Tu me formaste e me
sustentas com braço de amor. Sei que me amas, pelo que Te bendigo, meu Pai de misericórdias e Deus de
toda consolação.
És Quem me conforta em toda a tribulação, para que eu possa também consolar os que estiverem
em qualquer angústia, com a consolação com que eu mesmo tenho sido con-templado por Ti. És
eternamente bendito. Pai, também me corriges para que eu ande nos Teus caminhos. Como sou filho, e
não bastardo, experimento a Tua disciplina de amor, para meu aproveitamento, a fim de que eu seja
participante da Tua santidade.
Toda boa dádiva e todo o dom perfeito, vem de Ti, que és o Pai das luzes, em Quem não há
mudanças, nem sombra de variação. Mas agora, ó Yahweh, Tu és meu Pai, eu sou o barro, e Tu o meu
oleiro; e todos nós, obra das Tuas mãos. Bendito sejas Tu, Deus e Pai do meu Senhor Jesus Cristo e
também meu Deus e Pai, que me tens abençoado com toda sorte de bênçãos espirituais nas regiões
celestes, em Cristo Jesus, porque sou Teu filho, e me tratas como tal. A Ti, meu Deus e Pai, seja a glória
pelos séculos dos séculos. Amém.”
Referências Bíblicas: Isaías 63:16;64:8 / Deuteronâmio 32:6 / Romanos 8:15-17,14 / 1 João 3:1,2 Gl. 4:4-
7 / João 16:27 / 2 Coríntios 1:3,4 / 2 Coríntios 11:3 Hebreus 12:8,10 /Tiago 1:17 / Efésios 1:3 / Filipenses
4:20

29
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

APLICAÇÃO

1. Gaste tempo nesta semana meditando sobre Deus como seu Pai e comece a se relacionar com Ele como
tal.
2. Desenvolva o hábito de conversar com seu novo Pai ao longo do dia, deixando que Ele faça parte do seu
dia a dia. Compartilhe tudo com seu Pai, sabendo que Ele está sempre com você e eternamente disponível.

TAREFAS:
1. Memorização: Decore 1 João 3:1
2. Revisão: Reveja todos os versículos já decorados
3. Leitura da Bíblia: Leia diariamente o Evangelho de Marcos no seu Tempo de Escuta a Deus e prossiga
com a leitura do Novo Testamento, de acordo com o plano apresentado no fim deste livro. Esta semana
você lerá Mateus, de 1 a 21.
4. Separe um lugar e um tempo definido para se encontrar com Deus cada dia.

RELACIONAMENTO COM DEUS PELA COMUNHÃO


VERSÍCULO PARA DECORAR:

"Nossa comunhão é com o Pai e com seu Filho Jesus Cristo" (1 João 1:3).

Desde o momento em que você abriu o coração e convidou Jesus a ser o seu Senhor, começou um
relacionamento significativo com Ele, com Deus e o Espírito Santo.
Comunhão quer dizer "ter coisas em comum". É um nível de relacionamento que faz bem ao coração
e nos completa. Deus nos fez para ter comunhão de amor conosco. O pecado quebrou essa comunhão,
mas Jesus veio restaurá-la.
O primeiro motivo que levou o Apóstolo João a escrever sua Primeira Carta, foi a comunhão.

VISÃO DA COMUNHÃO COM O PAI E SEU FILHO JESUS

1. A Comunhão é um lugar de Conhecimento de Jesus Cristo:


"E vimos e testemunhamos que o Pai enviou seu Filho para ser o Salvador do mundo" (1 João 4:14).
Quanto mais você comunga com Deus, tanto mais conhece a Jesus Cristo. Como o alvo de Deus é
que sejamos parecidos com Ele, para que isso aconteça na sua experiência, o caminho é conhecê-lo cada
vez mais.

2. A Comunhão é um Lugar de Permanência em Deus:


"Se alguém confessa publicamente que Jesus é o Filho de Deus, Deus permanece nele, e ele em
Deus" (1 João 4:15).
Do ponto de vista de Deus, você está em Cristo. Do seu ponto de vista, você precisa provar essa
expe-riência de viver nEle. Isso significa manter uma ligação constante com Ele. Estar continuamente
consciente de Sua presença em você.

3. A Comunhão é um Lugar de Amor:


"Assim conhecemos o amor que Deus tem por nós e confiamos nesse amor Deus é amor. Todo
aquele que permanece no amor permanece em Deus, e Deus nele" (1 João 4:16).
A essência de Deus é o amor. A essência do amor é a comunhão. A essência da comunhão é a
doação. A essência da doação é a entrega de si mesmo ao ser amado. E é essa entrega que permite o
desfrutar da felicidade plena da comunhão. Este é o seu chamado: Provar a essência do próprio Deus.

4. A Comunhão é um lugar de Semelhança:


"Dessa forma o amor está aperfeiçoado entre nós, para que no dia do juízo tenhamos confiança,
por-que neste mundo somos como ele" (1 João 4:17).
A convivência sempre gera semelhança. Quando duas pessoas desenvolvem entre si uma profunda
comunhão, terminam se parecendo. O mesmo ocorre em relação a Deus. Quanto mais profunda for nossa
comunhão com Jesus, tanto mais parecidos com Ele. Vamos amar o que Ele ama; aborrecer o que Ele
aborrece; saberemos do que Ele gosta e do que Ele não gosta. Será mais fácil agradá-Lo.

30
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

5. A Comunhão é um Lugar de Alegria Completa:


"Escrevemos estas coisas para que a nossa ale-gria seja completa" (1 João 1:4).
João está falando de comunhão. Ela traz a ver-dadeira alegria. Deus nos criou para Si mesmo.
Nossa origem e nosso destino estão nEle. Logo, só há um cami-nho de encontrar a razão da vida e alcançar
a verdadeira alegria: nEle. Todos os prazeres do mundo são passagei-ros e superficiais. Mas a comunhão
com Deus gera um prazer indescritível.

6. A Comunhão é um Lugar de Luz:


"Esta é a mensagem que dele ouvimos e trans-mitimos a vocês: Deus é luz; nele não há treva
alguma. Se afirmarmos que temos comunhão com ele, mas andamos nas trevas, mentimos e não
praticamos a verdade" (1 João 1:5-6).
Comungar com Deus é andar na luz. É manter um relacionamento de transparência. Nada está
oculto aos Seus olhos, é verdade. Mas na comunhão não tentaremos nos esconder. Deixaremos que a luz
de Sua presença penetre o mais profundo do nosso ser e remova toda treva.
A luz fala da perfeição do caráter de Deus.Trevas falam do mal, do pecado, da mancha moral. Deus é luz.
Relacionar-se com Deus, é ter comunhão com a luz, é andar em santidade de vida.

7. A Comunhão é um lugar de Purificação dos Pecados:


"Se, porém, andarmos na luz, como ele está na luz, temos comunhão uns com os outros, e o sangue
de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado" (1 João 1:7).
O reino de Satanás é um reino de ódio, disputa e competição. Um reincz de trevas e confusão.
Nascemos nele. Jesus, porém, derramou Seu sangue, deu Sua vida para nos arrancar de lá e transportar-
nos para Seu reino de luz e paz. Por esta razão, ter comunhão uns com os outros e os pecados purificados
pelo sangue de Jesus, são experiências que andam de mãos dadas. Na comunhão com Deus e com os
irmãos o sangue de Cristo mostra sua eficácia em nossa vida.

A COMUNHÃO É UM CAMINHO DE MÃO DUPLA

Para que qualquer relacionamento se desenvolva, duas coisas são indispensáveis: Tempo e
comunhão. Porém é necessário entender que a comunhão é um caminho de mão dupla. Envolve falar e
ouvir. Nesta semana meditaremos sobre ouvir a Deus. Você precisa aprender a ouvir Sua voz, pois agora
seu relacionamento é de Pai e filho e Ele quer estabelecer com você uma profunda comunhão.

O Lugar de Escuta
Para que você agrade a Deus e saiba o caminho por onde deve andar, precisa ouvi-Lo. Para escutá-
lo de modo claro, é necessário desenvolver uma disciplina de encontro com Ele. Jesus disse: "Entra no teu
quarto, fecha a tua porta" (Mateus 6:6). Esse quarto ou lugar de escuta é mais um estado do interior, do que
um lugar físico. É abrir o coração para Deus e permitir que Ele fale. É ter a atitude do profeta Habacuque,
ao dizer:
"Vou subir à minha torre de vigia e vou esperar com atenção o que Deus vai dizer e como vai
responder à minha queixa" (Habacuque 2:1 BLH)

Deus Não Deixa de Falar


Deus está sempre falando. A questão é: Você O está ouvindo? Preste atenção! Jesus disse: "Se
alguém tem ouvidos para ouvir, ouça" (Marcos 4:23).
Você não tem que procurar a Deus. É Ele quem está procurando você. Basta parar e dar uma
chance a você mesmo de ouvir a Sua voz. Ele está buscando desenvolver seus ouvidos espirituais.
Quanto mais você se encontra com Deus no seu lugar de escuta, mais familiar se tornará Sua voz.
Assim como você consegue identificar a voz de um amigo que está falando do outro lado da linha telefônica,
a convivência com Deus lhe dará essa habilidade.

ONDE DEUS FALA COM VOCÊ

O homem é composto de: espírito, alma e corpo.

Somos, portanto, um espírito, possuímos uma alma e habitamos num corpo. O espírito é a parte
que se relaciona com Deus. Tem consciência de Deus. É composto de:

• Comunhão: que possibilita nosso relacionamen-to com Deus, ouvir Sua voz.
• Intuição: que possibilita receber direção de Deus para o que devemos fazer.

31
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

• Consciência: que possibilita o conhecimento do bem e do mal.

A alma tem consciência da personalidade. É composta de:


• Mente: a sede dos nossos pensamentos.
• Emoções: a sede dos nossos sentimentos.
• Vontade: a sede das nossas decisões.

O Corpo tem consciência do reino material. É dirigido pelos sentidos: Visão, Audição, Olfato, Paladar
e Tato. Por causa do pecado, o espírito está morto, sem condições de ter comunhão comi Deus e ouvir Sua
voz. Consequentemente, não pode ser dirigido por Deus. Sua consciência de pecado está cauterizada. Vive
no mais terrível pecado, distante de Deus, e não se incomoda.
Quando, porém, o pecador se converte a Cristo, o espírito revive. A comunhão, intuição e a
consciência são restauradas. É exatamente aí, nesse espírito que nasceu de novo, que reviveu, o lugar
onde Deus vai falar com você. ali que o Espírito Santo passa a morar, e Ele é a voz de Deus dentro do seu
espírito. É por isso que João declara:
"Sabemos que permanecemos nele, e Ele em nós, porque Ele nos deu do seu Espírito" (1 João
4:13). "O espírito do homem é a lâmpada de Yahweh, e vasculha cada parte do seu ser" (Provérbios
20:27).

COMO O ESPÍRITO SANTO FALA COM VOCÊ

O Espírito Santo tem muitas maneiras de nos falar. Aqui vamos destacar duas. Primeiro, por um tipo
de testemu-nho interior. Paulo declara: "O próprio Espírito testemunha ao nosso espirito que somos filhos
de Deus" (Romanos 8:16).
Esse testemunho interior é um conhecimento, uma impressão forte, uma convicção. Essa é uma
linguagem do Espírito Santo para comunicar ao filho de Deus o que está no Seu coração de Pai.
A segunda forma de o Espírito falar é por uma voz mansa e suave. Ele pode falar sobre Jesus, sobre
o Pai, sobre outros ou sobre você mesmo. Por exemplo: Você pode ouvi-lo dizendo: "Eu amo você", e sentir
o coração sendo invadido pelo Seu amor. Pode ouvi-lo: "Não se turbe o seu coração" e imediatamente ser
invadido pela sua paz.
Ou você pode ouvi-lo falando:"Liga para o Paulo e ora por ele." Você obedece e descobre que o
Paulo está passando por um período difícil, e precisa da sua ajuda.
Ele pode falar: "Veta o Pedro e fala do meu amor."Você vai lá e ele entrega o coração a Jesus.
Às vezes Ele pode colocar um versículo no seu coração e é exatamente a mensagem de que você
pre-cisa naquele momento.

Ouça o Espírito

Ouvir o Espírito exige uma maneira nova e mais profunda de ouvir. Você estava habituado a
consultar seus próprios pensamentos. Suas conclusões eram fruto do seu raciocínio. Para tanto você
dependia das informações dos seus próprios sentidos: o que você ouvia, via, tocava...
Os pensamentos do Espírito Santo, porém, não nascem em seus pensamentos. Eles vêm de Deus
e são comunicados ao seu coração. Não quer dizer que agora você não tem mais mente. Deus quer que
sua mente seja renovada e restaurada para estar em linha com o Seu Espírito. Mesmo assim, para ouvir a
Deus é preciso aquietar os pensamentos. A voz do Espírito é ouvida quando nos aquietamos em Sua
presença.

Dicas para diferencia a voz do Espírito dos seus pensamentos:


 Seus pensamentos alimentam-se de informações externas. A voz do Espírito vem de Deus, por isso às
vezes ela poder trazer idéias, instruções, pensamentos incomuns, nos quais você jamais teria pensado.
 O que vem de sua mente é planejado. O que vem do Espírito é espontâneo
 Seus pensamentos vêm da cabeça, da mente. Os do Espírito vêm do coração.
 A terceira forma do Espírito Santo falar com você é pela Palavra de Deus escrita. A Bíblia é a voz de
Deus, falando ao seu coração. Ela foi escrita por inspiração do Espírito Santo (2 Timóteo 3:16a; 2 Pedro
1:21).
Quando você lê a Bíblia, na dependência do Espírito, Ele estará ministrando ao seu coração. A
Bíblia é a revelação de Deus a nós, em forma de promessas, mandamentos, princípios, valores...

32
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

É através dela que você saberá quem Deus é e como Ele é. Quanto mais você conhecer a Bíblia,
mais condições terá de ouvir a Deus falando com você através dessas promessas, mandamentos, princípios
e histórias escritos nela.

Outros Modos de Deus Falar

Apesar de Deus falar principalmente através do Espírito Santo em seu homem interior, isto é, no seu
coração, e através da Bíblia, Ele pode falar também através:
 das circunstâncias
 de outras pessoas
 da pregação do pastor
 da adoração
 ou até mesmo de sonhos e visões.

Ouça em Silêncio

Uma boa disciplina em ouvir a Deus é escutá-lo em silêncio. Pare de falar para ouvir. Feche os
olhos, cale-se, concentre-se nEle com uma disposição de O ouvir e obedecer.

Confirme a Voz de Deus

À medida que você se relaciona com Deus, aprenderá a reconhecer Sua voz. Como você está
começando, é aconselhável que compartilhe com um cristão mais amadurecido, ou mesmo seu líder de
célula ou irmão mais velho o que você julga ser uma palavra do Senhor. Tudo quanto Deus fala está de
acordo com Sua Palavra.

Não Desanime

Pode acontecer de no início você sentir que não está ouvindo a Deus. Não se desespere, nem
desanime. Continue gastando tempo com Ele e inclinando seus ouvidos espirituais. À medida que você
cresce aprenderá a discernir Sua voz cada vez mais facilmente. Não se esqueça: Deus está sempre falando!
Você aprenderá a ouvi-lo.

APLICAÇÃO / TAREFAS

Qual será um bom local e um bom horário para você ler, orar e ouvir a Deus diariamente?
Local: ______________________________ Horário: __________________________
1. Que mudança você precisa fazer em seu horário para encontrar esse tempo para Deus? (Exemplo:
levantar mais cedo, mudar o hábito de ver televisão.)
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________
2. O que poderia interromper seu tempo com Deus? Como você poderia eliminar essas interrupções?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________
3. Ouça a Deus nesta semana: O que Deus me revelou sobre Ele mesmo?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________
4. O que Deus me ensinou sobre a vida cristã?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________
5. O que Deus quer que eu faça?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________

Memorização: Decore Lucas 11:28: "Ele respondeu: "Antes, felizes são aqueles que ouvem a palavra de
Deus e lhe obedecem".

Leitura da Bíblia: Leia diariamente o Evangelho de Marcos no seu Tempo de Escuta a Deus e prossiga
com a leitura do Novo Testamento, de acordo com o plano apresentado no fim deste livro. Esta semana
você lerá Mateus de 22 a 28 e o Evangelho de Marcos, de 1 a 12.

33
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

RELACIONAMENTO COM DEUS PELA ORAÇÃO

VERSÍCULO PARA DECORAR:


"Esta é a confiança que temos ao nos aproximarmos de Deus: se pedirmos alguma coisa de acordo
com a vontade de Deus, Ele nos ouvirá. E se sabemos que Ele nos ouve em tudo o que pedimos,
sabemos que temos o que dele pedimos" (1 João 5:14,15).

A comunhão com Deus é uma via de mão dupla. Deus fala com você, através de Sua palavra, do
Espírito Santo, das circunstâncias, de outras pessoas, como vimos na unidade anterior, e você fala com
Deus através da oração.
O que é oração? Simplesmente comunicação com Deus. A comunicação pode ser feita de muitas
maneiras. Uma palavra, um lágrima, um gesto, um suspiro, um erguer das mãos, um dobrar dos joelhos e
até mesmo o silêncio reverente ou o entoar de um cântico podem ser uma oração.
Há vários tipos de oração e três motivos que nos levam a orar: Deus mesmo; nossas necessidades
e as necessidades de outras pessoas.

ORAÇÕES MOTIVADAS POR DEUS MESMO

Há certas orações que são dirigidas a Deus, por causa de Deus mesmo, o que Ele é, o que Ele faz,
e o que tem feito por nós. Outra coisa não busco, senão apresentar-Lhe minha gratidão, louvor e adoração.
O motivo do meu relacionamento, da minha oração, não sou eu, nem uma necessidade minha, não é o outro
ou sua necessidade, mas é Deus. Quero me concentrar nEle. Abrir meu coração e expressar meu amor ao
Deus que é a razão da minha vida. Dentro desse nível, temos três tipos de oração:

1. Ação de Graças, ou Gratidão


São palavras de agradecimento a Deus por bênçãos que temos recebido dele. E quanto temos a
agradecer! Até o ar que respiramos é expressão do Seu cuidado para conosco. Que tal você tentar agora
citar os motivos de gratidão a Deus? Converse com Ele sobre isso. Você estará orando. E aqui está o
conselho de Paulo: "Dêem graças em todas as circunstâncias, pois esta é a vontade de Deus para vocês
em Cristo Jesus" (1 Tessalonicenses 5:18).

2. Louvor
Exaltação de Deus pelo que Ele tem feito em todo o universo e na vida dos filhos dos homens. Ele
é digno de louvor. O livro dos Salmos está cheio de expressões de louvor a Deus. Há um convite a que toda
a terra louve ao Senhor. "Todo ser que respira, louve ao Senhor". O louvor é a expressão do reconhecimento
de que Deus é o Criador de tudo quanto existe.
Comece, pois, agora a deixar que expressões de louvor saiam dos seus lábios. Você pode tomar a
decisão do Salmista: "Louvarei a Yahweh o tempo todo! O seu louvor estará continuamente na
minha boca" (Salmo 34:1).

3. Adoração
Esta é a mais elevada forma de oração. É quan-to você exalta a Deus pelo que Ele é. Você
reconhece Seus atributos, como por exemplo: majestade, santidade, fidelidade, amor, misericórdia, poder...
Se na ação de graças você ora agradecendo um favor pessoal; se no louvor você se concentra no
que Deus faz; na adoração você se envolve com a pessoa de Deus.
Adorar a Deus é mais que palavras. É um modo de viver. É amar a Deus de todo o coração. Quando
você diz: "Eu Te amo, Senhor", você está adorando. Quando você O contempla, está adorando. Quando
você se ajoelha diante dEle, está adorando.
A adoração é a entrada no Santo dos Santos, para responder ao amor de Deus. Ali nada fala do
homem, mas de Deus. É o reconhecimento do que Deus é. É a resposta do nosso amor ao amor Divino.

ORAÇÕES MOTIVADAS POR NOSSAS NECESSIDADES

Aqui vou a Deus por causa de uma necessidade pessoal. Existe alguma circunstância em minha
vida precisando ser alterada, alguma decisão a tomar ou algum fardo sobre meus ombros. Embora falando
com Deus, o foco da atenção é a satisfação de necessidades pessoais. Busco uma resposta para a alteração
de alguma circunstância em minha vida que está fora dos padrões de Deus para mim. Nesse nível temos
também três tipos de oração: Petição, Entrega e Consagração.

34
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

1. Petição ou Súplica
A petição ou súplica é a apresentação a Deus de um pedido, visando satisfazer uma necessidade
pessoal, tendo como base uma promessa de Deus. Nesse tipo de oração, já tenho o conhecimento de qual
é a vontade de Deus, pelo que o pedido será feito em fé, com a certeza da resposta, antes mesmo da sua
manifestação, de acordo com Marcos 11:24: "Portanto, eu lhes digo: Tudo o que vocês pedirem em oração,
creiam que já o receberam, e assim lhes sucederá".

2. Consagração ou Dedicação
A oração de consagração ou dedicação é uma atitude de submissão à vontade de Deus. Essa
oração é para as ocasiões em que a vontade de Deus é desconhecida. Há uma circunstância em que preciso
de direção; não sei o plano de Deus para aquele assunto, em particular.
Aqui exige espera, consagração e inteira disposição em conhecer e seguir a vontade do Pai. É mais
uma atitude de rendição, busca e submissão, com o propósito de obediência quando a direção vier. Farei o
que Ele disser quer devo fazer. Tomarei a decisão de acordo com o que Ele colocar em meu coração. Minha
atitude será sempre a de Jesus: "A minha comida consiste em fazer a vontade dAquele que me enviou, e
realizar a Sua obra" (João 4:34).

3. Entrega
A oração de entrega é a transferência de um cuidado, ou inquietação da minha alma, para Deus.
Há uma circunstância em que os cuidados, problemas e inquietações da vida me batem à porta. Estou
inquieto, preocupado. Então chego diante de Deus e transfiro para Ele minhas cargas. Compreendo que só
Ele tem condições de carregá-las. Esta é a oração em que lanço os fardos sobre o Senhor, com um
consequente descanso, no espírito da recomendação de Pedro: "Lancem sobre Ele toda a sua ansiedade,
porque Ele tem cuidado de vocês" (I Pedro 5:7).

ORAÇÃO POR CAUSA DAS NECESSIDADES DE OUTRAS PESSOAS

Chamamos a esse tipo de oração de intercessão. Aqui vou a Deus como sacerdote, como
intercessor, levando a necessidade de outra pessoa. Interceder é colocar-se no lugar de outro e pleitear a
sua causa como se fosse própria. O motivo primeiro deste tipo de oração é ver circunstâncias alteradas na
vida de um parente, um amigo, outra i,essoa. É desse tipo de oração que Tiago fala ao dizer: "Orem uns
pelos outros" (Tiago 5:16).

VÁ A DEUS EM CERTEZA DE FÉ
Deus se comunica com você. Tem prazer em escutar sua oração. Você pode chegar diante dEle na
certeza de que Ele vai atendê-lo. Há algumas coisas, porém, que você precisa lembrar:

1. A oração deve ser de acordo com a vontade de Deus.


É o que diz a promessa da semana. Como saber se uma oração está de acordo com Sua vontade?
Através de Sua Palavra. É provável que você não tenha ainda um conhecimento profundo da Bíblia. Não se
assuste. Você vai crescer no conhecimento da Palavra de Deus e no discernimento do que lhe agrada. Além
disso, a pessoa bendita do Espírito Santo vive agora em você. Ele o guiará a toda a verdade, em forma de
convicção.

2. Você deve levar uma vida de obediência à Palavra de Deus.


O Apóstolo João mostra o porquê Deus responde favoravelmente nossa oração. "E recebemos dele
tudo o que pedimos, porque obedecemos aos seus mandamentos e fazemos o que lhe agrada" (1 João
3:22).

3. Toda oração deve ser feita ao Pai, em nome de Jesus, na dependência do Espírito Santo.
Jesus declarou: “Até agora vocês não pediram nada em meu nome. Peçam e receberão, para que
a alegria de vocês seja completa" (João 16:24).
Todos os tesouros do céu pertencem a Jesus. Orar em nome de Jeus significa chegar diante de
Deus baseado não no meu merecimento, mas no de Cristo.
Pensemos que você recebeu um cheque de presente de uma pessoa amiga. Você vai ao banco
descontar o cheque. O que faz? Simplesmente entrega o cheque ao caixa. Ele verifica se a pessoa que
assina o cheque tem dinheiro no Banco. Se sim, você recebe a quantia escrita ali.
No caso da oração, no momento em que você chega diante de Deus usando o nome de Jesus,
todos os recursos da graça divina lhe estão disponíveis. Todo pedido, de acordo com o que está escrito no
cheque, isto é, as promessas escritas na Bíblia, será atendido.

35
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

Que maravilha! Através da oração o caminho da bênção e do coração de Deus estão abertos para
você.

MODELO DE ORAÇÃO

Certa vez alguns discípulos de Jesus, depois de observarem-no a orar, pediram: "Senhor ensina-
nos a orar..." Jesus disse: "Vós orareis assim..." Ele passou, então, a fazer a oração conhecida como "Pai
Nosso". Nessa oração (Mateus 6:9-13), Jesus mostra os diversos níveis. Podemos passar horas falando
com Deus a partir desse modelo de oração. No livro Orando a Palavra, de autoria de Valnice Milhomens,
você encontra doze orações, todas baseadas no Pai Nosso. Experimente orar uma por dia. Se você der um
tempo maior para estar com Deus, poderá tentar fazer todas, uma após outra.
O Pastor César Castellanos, da Missão Carismática Internacional, urna grande igreja em células,
em Bogotá, passa para todos os novos crentes esse modelo em forma de dez níveis, que vamos usar
também:

1. NÍVEL DE REDENÇÃO
"Pai nosso" - Para que possamos chamar a Deus de Pai, devemos ser adotados como Seus filhos, por
meio da fé em Jesus Cristo.

2. NÍVEL DE AUTORIDADE
"Que estás nos céus" - Pela fé fomos levados em Jesus Cristo ao mesmo grau de autoridade que Ele teve.
"Deus nos ressuscitou com Cristo e com Ele nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus"
(Efésios 2:6).

3 .NÍVEL DE ADORAÇÃO
"Santificado seja o Teu Nome" - A natureza de Deus é santa. A santidade de Deus jamais poderá ter
comunhão com a maldade deste mundo. Deus não compartilha Sua adoração com ninguém.

4. NÍVEL DE GOVERNO
"Venha o Teu Reino" - O Propósito divino é que Seu plano de governo para o ser humano seja entendido,
aceito e expandido. Deus o usa para estabelecer Seu reino na terra.

5. NÍVEL DE EVANGELIZAÇÃO
"Faça-se a tua vontade, assim na terra como no céu" - Se você quer fazer a vontade de Deus, tem que
se converter em um propagador do Evangelho.

6. NÍVEL DE PROVISÃO
"O pão nosso de cada dia dá-nos hoje" - O propósito de Deus é a prosperidade de Seus filhos em todas
as áreas (3 João 2).

7. NÍVEL DE PERDÃO
"E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós temos perdoado aos nossos devedores" - Quando
oramos sem haver perdoado, não há poder na oração. A falta de perdão se converte em barreira entre você
e Deus.

8. NÍVEL DE PROTEÇÃO
"E não nos deixes cair em tentação" - A pessoa que brinca com a tentação está caminhando à beira do
abismo. Quanto mais longe do perigo, mais seguro (Efésios 10:11-13).

9. NÍVEL DE LIBERTAÇÃO
"Mas livra-nos do mal" - Existem duas forças que operam no mundo espiritual: O bem e o mal. Uma pessoa
que tenha experimentado o novo nascimento, passou das trevas para a luz. Seja, pois, firme em sua fé e
saiba como enfrentar sem medo o inimigo (Marcos 16:17).

10. NÍVEL DE SEGURANÇA


"Pois teu é o reino, o poder e a glória para sempre. Amém" - Você não pode encontrar um abrigo mais
firme e seguro do que temos encontrado em Jesus Cristo (Salmo 91:1-4).
É importante que estes Dez Níveis de Oração sejam parte de sua vida. O Espírito Santo o ajudará, até que
você faça deles um estilo de vida.

36
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

APLICAÇÃO

1. Coloque-se na presença de Deus agora e faça cada um dos tipos de oração:


(1) Agradeça algo que Deus fez em sua vida nesta semana;
(2) Dirija-lhe expressões de louvor, como: "Eu te louvo de todo o meu coração;"
(3) Expresse seu amor a Deus, em adoração, exaltando Sua Pessoa;
(4) Peça alguma coisa específica que você necessita;
(5) Você tem alguma decisão a tomar? Diga a Deus que você só quer fazer a Sua vontade;
(6) Há alguma preocupação em sua vida? Diga a Deus que você entrega esse assunto em Suas mãos;
(7) Há algum parente ou amigo que está precisando de algo agora? Fale com Deus sobre o assunto e peça-
lhe que mude a circunstância.

2. Louve a Deus pela resposta às suas orações.

TAREFAS

Memorização: Decore 1 João 5:14-15

Revisão: Reveja todos os versículos já decorados Leitura da Bíblia: Leia diariamente o Evangelho de
Marcos no seu Tempo de Escuta a Deus e prossiga com a leitura do Novo Testamento, de acordo com o
plano apresentado no fim deste livro. Esta semana você lerá o Evangelho de Marcos, de 13 a 16 e Lucas
de 1 a 18. Continue marcando junto ao número do dia a leitura feita.

RELACIONANDO-SE COM A FAMÍLIA DE DEUS

VERSÍCULO PARA DECORAR:


"Se, porém, andarmos na luz, como ele está na luz, temos comunhão uns com os outros, e o sangue
de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado" (1 João 1:7)
Logo no princípio de sua carta, depois de dizer que tem ouvido, visto, contemplado e tocado a
Palavra da vida eterna, que é Jesus, João declara que está compartilhando isso para "ter comunhão" com
os irmãos, e que esta comunhão é também com o "Pai e com o Seu Filho Jesus Cristo" (1João 1:1-3).
Uma das palavras mais importantes no vocabulário cristão é "comunhão" ou "companheirismo". Era
uma parte vital da vida diária da primeira Igreja em Jerusalém (Atos 2:42). Aliás, sem ela, um crescimento
espiritual do crente será seriamente retardado (Hebreus 10:24-25).
Antes, porém, de você poder ter comunhão ver-dadeira com os irmãos, precisa entendê-la. A
comunhão não é só uma atividade centrada ao redor de "comes e bebes" ou festas e refeições (embora
comida seja uma parte: Atos 2:46). Antes é um relacionamento baseado em nossa união comum com o Pai
e Seu Filho, Jesus Cristo (1 João 1:3-4).
Para funcionar da maneira como Deus deseja, é preciso entender o que forma sua identidade com
o grupo. Ao contrário do que nossa cultura enfatiza, você não é uma entidade auto-suficiente, autônoma. É
membro do corpo do Cristo, membro da família de Deus! Isso significa que você não é independente, mas
interdependente.
Como num corpo humano, quando um órgão se torna doente, o corpo inteiro é afetado, assim é no
corpo de Crista Quando um membro da família não está bem, a família também não está bem. Seu bem-
estar espiritual afeta outros membros da família cristã, assim como afeta a si mesmo.

A COMUNHÃO COM DEUS GERA A COMUNHÃO COM O IRMÃO

A comunhão autêntica começa com nosso pró-prio relacionamento com Deus. Quando você se
converteu, foi colocado em união com Deus (1 Coríntios 1:9). Sua união com Deus torna possível gozar
comunhão com Ele, o que foi a própria razão para que o Deus redimisse (Filipenses 3:10).
Mas a comunhão com Deus não é automática. Exige sua dependência ao Senhor e disciplina em
seguir Sua Palavra (João 15:1-7; Filipenses 3:12-14). Resultado: Sua busca diária de comunhão com Deus
afeta diretamente seu companheirismo prático com outros crentes, sua comunhão com eles (1 João 1:7).
Por isso João liga nossa comunhão "uns com os outros" como nossa comunhão" com o Pai e Seu Filho
Jesus Cristo"
E a comunhão, depende do amor. É impossível ter comunhão com Deus e ódio ao irmão. O Reino
de Deus é um Reino de amor; logo, é um Reino de comunhão e luz. "Deus é luz; nele não há treva alguma"
(1 João 1 :5b).

37
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

De modo belo, João contrasta a luz com as trevas e o amor, que é outra palavra para comunhão,
com o ódio. Andar em amor e comunhão é andar na luz de Deus. "Deus é amor!" "Deus é luz!" Quem se
encontra com Jesus encontra-se com o amor, com a luz, e isso será manifestado no amor e na comunhão
com os irmãos.

VERDADES SOBRE O AMOR AO IRMÃO

1. O Amor ao irmão é um imperativo "Ele nos deu este mandamento: Quem ama a Deus, ame também
seu irmão" (1 João 4:21).

2. O Amor e a Comunhão com Deus exigem amor e comunhão com o irmão. O que ocorre se isso não
acontece? João descreve tal pessoa como quem:
(1) Está andando em trevas: "Quem afirma estar na luz mas odeia seu irmão, continua nas trevas"
(1 João 2:9).
(2) Está cego e sem direção: "Mas quem odeia seu irmão está nas trevas e anda nas trevas; não
sabe para onde vai, porque as trevas o cegaram" (1 João 2:11).
(3) É assassino do irmão: "Quem odeia seu irmão é assassino, e vocês sabem que nenhum
assassino tem a vida eterna em si mesmo" (1 João 3:15).
(4) É mentiroso: "Se alguém afirmar: "Eu amo a Deus", mas odiar seu irmão, é mentiroso, pois
quem não ama seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê" (1 João 4:20).

3. Quem ama seu irmão tem as marcas de Deus. João descreve essa pessoa como alguém que:
(1) Está na luz: "Quem ama seu irmão permanece na luz, e nele não há causa de tropeço" (1 João
2:10).
(2) Tem a vida de Deus: "Sabemos que já passamos da morte para a vida porque amamos nossos
irmãos. Quem não ama permanece na morte" (1 João 3:14).
(3) Está pronto a dar a própha vida pelo irmão: "Nisto conhecemos o que é o amor: Jesus Cristo
deu a sua vida por nós, e devemos dar a nossa vida por nossos irmãos" (1 João 3:16).
(4) Importa-se com as necessidades do irmão: Se alguém tiver recursos materiais e, vendo seu
irmão em necessidade, não se compadecer dele, como pode permanecer nele o amor de Deus? (1
João 3:17).
(5) É nascido de Deus: "Amados, amemos uns aos outros, pois o amor procede de Deus. Aquele
que ama é nascido de Deus e conhece a Deus" (1 João 4:7).
(6) Conhece a Deus: "Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor" (1 João 4:8).

4. O amor deve ser verdadeiro


"Filhinhos, não amemos de palavra nem de boca, mas em ação e em verdade" (1 João 3:18).

5. Jesus, o Grande Exemplo de Amor


"Foi assim que Deus manifestou o seu amor entre nós: enviou o seu Filho Unigênito ao mundo, para
que pudéssemos viver por meio dele. Nisto consiste o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas
em que Ele nos amou e enviou seu Filho como propiciação pelos nossos pecados. Amados, visto que Deus
assim nos amou, nós também devemos amar uns aos outros. Ninguém jamais viu a Deus; se amarmos uns
aos outros, Deus permanece em nós, e o seu amor está aperfeiçoado em nós" (1 João 4:9-12).

SUA NOVA FAMÍLIA — A IGREJA EM CÉLULAS

Veja quantas vezes João se refere ao amor e ao irmão. Quem é este irmão? Seu companheiro de
fé. É claro que devemos amar todos os homens, como Deus ama. A comunhão, no entanto, depende de
coisas em comum.
Todo aquele que recebe Jesus como Seu Senhor, nasce na família de Deus. Você, portanto, tornou-
se parte da família, que é chamada Igreja. A Igreja não é um prédio, uma casa. A Igreja é o corpo vivo de
Cristo, composto de pessoas nascidas de novo, que reconhecem Jesus como seu Senhor.
A vida da Igreja não se limita aos cultos de do-mingo ou reuniões no templo. A Igreja re reúne em
pe-quenos grupos, na célula. A célula é um pequeno grupo de irmãos que se reúnem nas casas ou em
qualquer lu- gar, com o compromisso de se edificarem mutuamente, cuidarem uns dos outros, crescerem
juntos, amarem-se e também ser uma comunidade de pesca de vidas para Jesus.
A célula se reúne uma vez por semana, mas ao longo da mesma seus membros têm contato pessoal
uns com os outros. É uma unidade pequena da grande família. Ali você vai ter oportunidade de praticar o
ensino de hoje. Você desenvolverá sua capacidade de amar e ter comunhão com os irmãos.
Há duas funções importantes da vida da célula: A edificação uns dos outros e o evangelismo.

38
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

Você é amado e edificado na Célula


Deus não planejou uma vida solitária para o Cristão. É por isso que a igreja é chamada de corpo. O
corpo é composto por membros. Cada membro está ligado ao outro. Sustentam-se mutuamente.
É muito duro ser cristão sozinho. Na célula, porém, você vai ter outros membros do corpo que o
apoiarão. Haverá alguém para orar com você, ouvi-lo, amá-lo, fortalecê-lo. Você também vai fazer o mesmo
com os outros membros da célula. Isso é que é edificação em amor.

Você fará da reunião da Célula uma prioridade


Para que você possa crescer e ser sustentado na célula, é importante que faça dela uma prioridade
em sua vida. Comprometa-se a estar presente em suas reuniões. Sua presença é valiosa, não só para você,
mas para os demais. A comunhão é sempre uma rua de mão dupla. É um dar e receber.
Talvez você vai enfrentar a tentação de se distrair com outras coisas e esquecer a reunião da célula.
Você precisará ser determinado. Como, porém, a célula é uma criação de Jesus, o Senhor da Igreja, Ele lhe
dará a força necessária para permanecer firme.

Você é uma bênção na Célula


Você se tornou parte da célula por um propósito divino. Você é um membro valioso. Deus espera
que você contribua para o desenvolvimento da célula. Seu propósito é que você seja abençoado e que seja
também uma bênção para os outros. Você tem uma grande contribuição a dar ao seu grupo.
O Espírito Santo dá a você dons espirituais para que você os use na célula. Esses dons podem
incluir uma palavra de Deus para exortar, encorajar ou ensinar toda a célula ou um de seus membros. Você
pode receber de Deus uma palavra sobre a condição de alguém (física, emocional ou espiritual).
O Espírito Santo pode movê-lo a orar pela cura de uma pessoa. Estes são apenas alguns exemplos
de como você pode ser um canal de bênção para sua célula, através das habilidades sobrenaturais que o
Espírito Santo dá ao crente em Jesus. Fazendo isto, estará expressando amor à sua nova família.

Você pode assistir um novo membro da Célula


Envolva-se também com as atividades práticas da célula. Uma dessas áreas é cuidar de um novo
crente. Fazer a mesma coisa que o seu irmão mais velho está fazendo com você. Se você continuar a
crescer no Senhor, não vai demorar estar em condições de ser um pai ou mãe espiritual para os bebês em
Cristo. Haverá sempre muitas maneiras de você ser usado por Deus na edificação da célula. E esta será
uma demonstração prática do amor cristão.

Você ganhará almas para Jesus através da Célula


Depois de Jesus dizer: "Segue-me", Ele disse: "Ide, fazei discípulos". Seu convite a segui-Lo inclui
tornar-se como Ele. Ele veio "buscar e salvar" o que se havia perdido. Por isso disse: "Vinde a mim, e Eu
vos farei pescadores de homens". Jesus disse isto a um grupo de pescadores que usavam rede.
A célula é uma comunidade de pesca de homens para Jesus. Evangelizar é isso. Todos envolvidos
em buscar o perdido, proclamando a boa notícia de que Deus o ama e enviou Jesus para morrer em seu
lugar, pagar o preço da sua salvação e arrancá-lo do reino de Satanás, transferindo-o para Seu reino de
amor e luz.
Você, juntamente com outros membros da célula, pode ser o canal da salvação de Cristo para os
membros de sua família, parentes, amigos, vizinhos, colegas de escola ou de trabalho.
Peça sua célula para orar por esses seus conhecidos. Peça oração pelas suas necessidades.
Convide-os a participarem das reuniões da célula. Convide pessoas da célula para visitarem com você as
pessoas do seu re-lacionamento que ainda não conhecem a Cristo.
No meio de todas essas atividades você estará desenvolvendo a capacidade de amar e ter
comunhão com sua nova família e com Deus.

VIVA AGORA COMO PARTE DA NOVA FAMÍLIA


Não somos de nós mesmos. Somos parte e membros da família de Deus. Pertencemos uns aos
outros. Essa consciência deve afetar agora a maneira como nos comportamos uns para com os outros,
sobretudo no exercício diligente dos dons espirituais que Deus dá a todos nós (Romanos 12:3-8). Aqui estão
algumas formas de uso dos nos nossos dons:
 Profetizar, falando a Palavra de Deus para edificação;
 Servir, oferecendo auxílio prático;
 Ensinar ou apresentar a verdade do Deus;
 Encorajar ou incentivar em todas as situações; Contribuir com o que temos;
 Mostrando misericórdia.
O fato de que pertencemos um ao outro deve afetar o modo de perseguirmos os "uns aos outros"
do Novo Testamento:

39
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos


Amem-se (1 Pedro 1:22; 1 João 3:17-18);

Perdoem-se (Colossenses 3:13; Efésios 4:31-32; Mateus 18:21-35);

Confessem Suas Culpas uns aos outros (Tiago 5:16);

Orem uns pelos outros (Tiago 5:16);

Levem as cargas uns dos outros (Gálatas 6:2);

Encorajem-se uns aos outros (Hebreus 31 3; 10:25);

Considerem-se uns aos outros (Hebreus 10:24);

Consolem-se uns aos outros (1 Tessalonicenses 4:18; 5:11).

Edifiquem-se uns aos outros (Romanos 14:19);

Ensinem-se uns dos outros (Colossenses 3:16);

Sirvam-se uns dos outros (Gálatas 5:13; João 13:1-17).

Aceitem-se uns dos outros (Romanos 15:7).
Isto lhe parece assombroso? O fato é que você só pode viver esse tipo de comunhão um com o
outro na medida em que recebe a força espiritual necessária a partir da sua comunhão com Deus. Ao mesmo
tempo, você deve entender que seu companheirismo com Deus também é afetado por sua resposta
obediente às suas responsabilidades em relação aos demais membros do Corpo.
Somos chamados a ser uma grande família, vivendo em amor, olhando na mesma direção: Para
Jesus, o Autor e Consumador da nossa fé. Juntos glorificaremos ao Pai e tocaremos o mundo com Seu
amor e graça!

APLICAÇÃO

Tendo lido esta unidade, pare um pouco diante de Deus e procure ouvi-lo em seu coração. Agora escreva:
O que Deus me revelou sobre Si mesmo?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
O que Deus me ensinou sobre a vida cristã?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
O que Deus quer que eu faça em relação ao que me ensinou?
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
____________________

TAREFA

1. Memorização: Decore 1 João 1:7


2. Revisão: Reveja todos os versículos já decorados
3. Leitura da Bíblia: Leia diariamente o Evangelho de Marcos no seu Tempo de Escuta a Deus e prossiga
com a leitura do Novo Testamento, de acordo com o plano apresentado no fim deste livro. Esta semana
você lerá o Evangelho de Lucas de 19 a 22 e João de 1 a 15. Continue marcando junto ao número do dia a
leitura feita.
4. Peça a Deus para mostrar-lhe como ministrar a alguém na reunião da célula esta semana.
5. Convide pessoas da sua célula para visitar sua família e apresente-as a eles.

CONSOLIDADO POR:
Nome: ______________________________ Congregação: ___________________
Data: ____ / ____ / _______
Assinatura do Consolidador:

40
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

41
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

PRIMEIRO PROGRAMA DE LEITURA DA BÍBLIA

Você começa a dar seus primeiros passos na vida cristã. Nada mais importante do
que dar início a um programa de leitura da Palavra de Deus. Os primeiros livros da Bíblia
que recomendamos para a sua leitura são: A primeira carta escrita pelo apóstolo João e
o Evangelho de sua autoria. Leia a primeira carta de João uma vez por dia, durante sete
dias e o Evangelho de João, duas vezes seguidas, três capítulos por dia. Depois de
concluída esta etapa, poderá fazer uma leitura corrida do Novo Testamento.

Segue um roteiro para os 100 primeiros dias de leitura. À medida que você for lendo
os capítulos indicados, marque ao lado do número do dia a fim de ter um controle do que
já foi lido. Depois destes primeiros cem dias, o roteiro apresentado no Livro Orando a
Palavra, de Valnice Milhomens, pode ser o guia de leitura uma vez por ano.

LEITURA BÍBLICA DIÁRIA

1. ___ 1 João 1 a 5 15. ___ João 1 a 3 29. ___ Mateus 22 a 24

2. ___ 1 João 1 a 5 16. ___ João 4 a 6 30. ___ Mateus 25 a 26

3. ___ 1 João 1 a 5 17. ___ João 7 a 9 31. ___ Mateus 27 a 28

4. ___ 1 João 1 a 5 18. ___ João 10a 12 32. ___ Marcos 1 a 3

5. ___ 1 João 1 a 5 19. ___ João 13 a 15 33. ___ Marcos 4 a 6

6. ___ 1 João 1 a 5 20. ___ João 16a 18 34. ___ Marcos 7 a 9

7. ___ 1 João 1 a 5 21. ___ João 19 a 21 35. ___ Marcos 10 a 12

8. ___ João 1 a 3 22. ___ Mateus 1 a 3 36. ___ Marcos 13 a 16

9. ___ João 4 a 6 23. ___ Mateus 4 a 6 37. ___ Lucas 1 a 3

10. ___ João 7 a 9 24. ___ Mateus 7 a 9 38. ___ Lucas 4 a 6

11. ___ João 10 a 12 25. ___ Mateus 10 a 12 39. ___ Lucas 7 a 9

12. ___ João 13 a 15 26. ___ Mateus 13a 15 40. ___ Lucas 10 a 12

13. ___ João 16a 18 27. ___ Mateus 16 a 18 41. ___ Lucas 13a 15

14. ___ João 19 a 21 28. ___ Mateus 19 a 21 42. ___ Lucas 16 a 18

42
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

43. ___ Lucas 19 a 21 64. ___ Romanos 10 a 12 83. ___ 2 Timóteo 1 a 4

44. ___ Lucas 22 a 24 65. ___ Romanos 13 a 16 84. ___ Tito 1 a 3 e Filem 1

45. ___ João 1 a 3 66. ___ 1 Coríntios 1 a 3 85. ___ Hebreus 1 a 3

46. ___ João 4 a 6 67. ___ 1 Coríntios 4 a 6 86. ___ Hebreus 4 a 6

47. ___ João 7 a 9 68. ___ 1 Coríntios 7 a 9 87. ___ Hebreus 7 a 9

48. ___ João 10 a 12 69. ___ 1 Coríntios 10 a 12 88. ___ Hebreus 10-13

49. ___ João 13 a 15 70. ___ 1 Coríntios 13 a 16 89. ___ Tiago 1-5

50. ___ João 16 a 18 71. ___ 2 Coríntios 1 a 3 90. ___ 1 Pedro 1-5

51. ___ João 19 a 21 72. ___ 2 Coríntios 4 a 6 91. ___ 2 Pedro 1-3

52. ___ Atos 1 a 3 73.___ 2 Corintos 7 a 9 92. ___ 1 João 1-5

53. ___ Atos 4 a 6 72. ___ 2 Coríntios 10 a 13 93. ___ 2 Jo, 3 João e Judas

54. ___ Atos 7 a 9 73. ___ Gálatas 1 a 3 94. ___ João 1 a 3

55. ___ Atos 10a 12 74. ___ Gálatas 4 a 6 95. ___ João 4 a 6

56. ___ Atos 13a 15 75. ___ Efésios 1 a 3 96. ___ João 7 a 9

57. ___ Atos 16a 18 76. ___ Efésios 4 a 6 97. ___ João 10 a 12

58. ___ Atos 19 a 21 77. ___ Filipenses 1 -4 98. ___ João 13 a 15

59. ___ Atos 22 a 24 78. ___ Colossenses 1-4 99. ___ João 16 a 18

60. ___ Atos 25 a 28 79. ___1 Tessalon 1-5 100. ___ João 19 a 22

61. ___ Romanos 1 a 3 80. ___ 2 Tessalon 1-3

62. ___ Romanos 4 a 6 81. ___ 1 Timóteo 1 a 3

63. ___ Romanos 7 a 9 82. ___ 1 Timóteo 4 a 6

43
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

ROTEIRO DO TEMPO DE ESCUTA A DEUS

O QUE É:

Este Roteiro do tempo de Escuta a Deus é um guia que o levará através do


Evangelho de Marcos durante um período de dois meses.

OBJETIVO:

Foi preparado a fim de dar-lhe um roteiro para ouvir a voz de Deus enquanto
você medita em cada passagem selecionada.

DEUS FALA PELA SUA PALAVRA:

A palavra de Deus representa Sua voz falando ao nosso coração. Leia, portanto, na
expectativa de ouvir a Deus.

COMO LER:

Tome a porção de cada dia e peça a Deus que seu coração enquanto você a lê.

• Use a lição chave para orientar sua meditação e vir o que Deus quer lhe falar.

• Escreva em um caderno o que Deus falou ao seu coração

ORAÇÃO:

"Abre os meus olhos para que eu veja as maravilhas da tua lei" (Salmo 119:18).

"Dá-me entendimento, para que eu guarde a tua lei e a ela obedeça de todo o coração"
(Salmo 11 9:34).

44
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

PRIMEIRO MÊS
Dia Leitura Lição Principal
1 Marcos 1:1-8 Prepare o coração para se encontrar com o Senhor
2 Marcos 1:9-13 Enfrente o diabo com o Espírito Santo
3 Marcos 1:14-20 Siga a Jesus e seja pescador de homens
4 Marcos 1:21-34 Jesus é Senhor sobre Satanás e as enfermidades
5 Marcos 1:35-39 Jesus também tomava tempo para escutar a Deus
6 Marcos 1:40-45 Jesus quer curar os enfermos
7 Marcos 21 -12 A comunidade de fé é poderosa
8 Marcos 213-22 Os caminhos de Deus são diferentes dos nossos caminhos
9 Marcos 2:23 - 3: 6 Jesus é compassivo
10 Marcos 3:7-19 Jesus nos chama a estar com Ele
11 Marcos 3:20-30 Jesus também experimentou falta de compreensão e rejeição
12 Marcos 3:31-35 Obedecer a Jesus o aproxima dele
13 Marcos 4:1-20 Como você deveria responder a Palavra de Deus?
14 Marcos 4:21-34 Verdades são compreendidas no lugar de escuta a Deus
15 Marcos 4:35-41 Jesus é Senhor sobre as tempestades de sua vida
16 Marcos 5:1-20 Não há cadeia forte demais para Jesus quebrar
17 Marcos 5:21-24, 35-43 Jesus nunca está atrasado
18 Marcos 5:25-34 Quando a vida vai de mal a pior, ainda há esperança em Deus
19 Marcos 6: 1-6 A incredulidade impede a obra de Deus em nossas vidas
20 Marcos 6: 7-13 Ministramos a Palavra, cura e libertação com a habilidade divina
21 Marcos 6:14-29 Viver para Deus pode exigir um alto preço
22 Marcos 6: 30-44 Jesus não está limitado pelos recursos humanos
23 Marcos 6:45-56 Podemos precisar de lições extras para aprender a viver pela fé
24 Marcos 7:1-13 Viva pelos mandamentos de Deus e não pelos ensinos de homens
25 Marcos 7:14-23 A verdadeira contaminação vem de dentro do coração
26 Marcos 7:24-30 Em certas ocasiões, você deve perseverar em oração
27 Marcos 7:31-37 Deus pode agir de maneira incomum
28 Marcos 8:1-10 Jesus é compassivo e cheio de consideração
29 Marcos 8: 11-21 "Você ainda não compreende?"
30 Marcos 8: 22-26 Deus trabalha um passo de cada vez
31 Marcos 8: 27-38 Coloque seu coração nos interesses de Deus e não do homem

45
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

SEGUNDO MÊS
Dia Leitura Lição Principal
1 Marcos 9: 1-13 Não diga a Deus o que fazer, simplesmente ouça-O
2 Marcos 9:14-29 Tudo é possível ao que crê
3 Marcos 9: 30-37 O caminho de Deus é que o último será o primeiro
4 Marcos 9: 38-50 Sirva as pessoas, e não se aproveite delas
5 Marcos 10: 1-12 O divórcio não é a vontade de Deus
6 Marcos 10:13-16 Responda a Deus com uma fé de criança
7 Marcos 10: 17-31 Não permita que a riqueza o impeça de ter o melhor de Deus em sua vida
8 Marcos 10: 46-52 Não permita que coisa alguma o desencoraje a confiar em Deus
9 Marcos 11: 1-11 Adore a Jesus, o Rei
10 Marcos 11: 12-14,20-26 Ore na expectativa de que Deus vai ouvir
11 Marcos 11: 15-19 Devemos adorar a Deus e não usá-LO
12 Marcos 11:27-33 A autoridade de Jesus é inquestionável
13 Marcos 12:1-12 Não rejeite o verdadeiro fundamento da vida
14 Marcos 12:13-17 Nossos deveres para com Deus incluem nossas responsabilidades para com o homem
15 Marcos 12:18-27 A falta da compreensão da Palavra de Deus gera a falta de aplicação da Palavra
16 Marcos 12:28-34 O discipulado de Cristo é sintetizado no amor a Deus e ao próximo
17 Marcos 12:35-40 O cristianismo real se fundamenta na atitude e não na aparência
18 Marcos 12:41-44 Nada do que você dá a Deus é demasiado pequeno para ser significante
19 Marcos 13:1-2 Você daria a vida por algo que Deus vai destruir?
20 Marcos 13:3-27 Prepare-se para dias difíceis antes do retorno de Cristo
21 Marcos 13:28-37 Esteja alerta, porque você não sabe quando Cristo voltará
22 Marcos 14:1-9 Nada é demasiadamente caro para ser usado em Jesus
23 Marcos 14:10-25 Lembre-se do que Jesus deu a você na cruz
24 Marcos 14:26-50 Permaneça fiel a Deus, mesmo quando todos o desprezam
25 Marcos 14:51-72 Permaneça fiel a Deus, mesmo quando você é falsamente acusado
26 Marcos 15:1-32 Permaneça fiel a Deus, mesmo quando você é grandemente humilhado
27 Marcos 15:33-39 Você ainda pode estar no centro da vontade de Deus quando parece que Ele o abandonou
28 Marcos 15:40-47 Seja um amigo leal de Jesus
29 Marcos 16:1-13 Você crê em um Salvador vivo
30 Marcos 16:14-20 Compartilhe ao mundo as boas novas de um Salvador vivo

46
Bem-Vindo à Família de Deus / Contruindo x Destruindo Relacionamentos

CARTÕES DE MEMORIZAÇÃO DAS ESCRITURAS

CARTÃO DE MEMORIZAÇÃO 1 CARTÃO DE MEMORIZAÇÃO 7

O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos Se, porém, andarmos na luz, como ele está na luz, temos
com nossos olhos, o que contemplamos e as nossas mãos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu
apalparam - isto proclamamos a respeito da Palavra da Filho, nos purifica de todo o pecado. [ 1 João 1-7 ]
Vida. [ 1 João 1:1 ]

CARTÃO DE MEMORIZAÇÃO 8
CARTÃO DE MEMORIZAÇÃO 2

Não amem o mundo nem o que nele há. Se alguém amaro


"O tempo é chegado", dizia ele. "O Reino de Deus está
mundo, o amor do Pai não está nele.
próximo. Arrependam-se e creiam nas boas novas!"
[ 1 João 2:15 ]
[ Marcos 1:15 ]

CARTÃO DE MEMORIZAÇÃO 9

"Não amem o mundo nem o que nele há. Se alguém ama o


CARTÃO DE MEMORIZAÇÃO 3
mundo, o amor do Pai não está nele. Pois tudo o que há no
mundo - a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a soberba
Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para
da vida - não provém do Pai, mas do mundo. O mundo e a
perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça.
sua cobiça passam, mas aquele que faz a vontade de Deus
[ 1 João 1:9]
permanece para sempre"
[ 1 João 2:15-17 ]

CARTÃO DE MEMORIZAÇÃO 4 CARTÃO DE MEMORIZAÇÃO 10

Vejam como é grande o amor que o Pai nos concedeu: Por isso digo: vivam pelo Espírito, e de modo nenhum
sermos chamados filhos de Deus, o que de fato somos! Por satisfarão os desejos da carne.
isso o mundo não nos conhece, porque não o conheceu. [Gaiatas 5:16 ]
[ 1 João 3:1 ]

CARTÃO DE MEMORIZAÇÃO 11
CARTÃO DE MEMORIZAÇÃO 5
Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não está
no pecado; aquele que nasceu de Deus o protege, e o
Nossa comunhão é com o Pai e com seu filho Jesus Cristo.
Maligno não o atinge. Sabemos que somos de Deus e que o
[ 1 João 1:3b ]
mundo todo está sob o poder do Maligno.
[ João 5:18-19 ]

CARTÃO DE MEMORIZAÇÃO 12
CARTÃO DE MEMORIZAÇÃO 6

Vocês sabem que ele se manifestou para tirar os nossos


Esta é a confiança que temos ao nos aproximarmos de
pecados, e nele não há pecado.
Deus: se pedirmos alguma coisa de acordo com a vontade
Todo aquele que nele permanece náo está no pecado. Todo
de Deus, ele nos ouvirá. E se sabemos que ele nos ouve em
aquele que está no pecado não o viu nem o conheceu.
tudo o que pedimos, sabemos que temos o que dele.
[ 1João 3:5-6 ]
Pedimos.
[ 1 João 5: 14,15 ]

47