Você está na página 1de 3

Yamê Gregório - @yamegz

Aspiração endotraquial e oral


Suporte de remoção de secreções
oxigênio em pacientes capacitados das vias aéreas, visando a
permeabilidade a fim de garantir
- alteração do sistema respiratório
ventilação e oxigenação adequada.
- musculatura enfraquecida
- dor na região torácica ou
abdominal

🞭 Suporte de O2 se dá através da
gasometria da pressão parcial
arterial (PaO2)
Doença pulmonar que dificulta a
🞭 Saturação de O2 = qts % de
saída de CO2. Macrófago vai ao
hemácias está cheia. Ideal 96-99%
alvéolo tentar eliminá-lo e causa
🞭 Cateter de O2 não pode passar lesões. Ocorre então depósito de
de 3L/min colágeno para tentar cicatrizar os
machucados, o que causa
OBS.: CO2 normal = 35 a 45 mmHg diminuição da complacência
alveolar.
⤿ qdo valor superior, bulbo
envia mensagem para aumentar Neste caso, bulbo responde por
frequência respiratória (compensar [↓O2]
e amenizar a quantidade de CO2 no
2 L/min
sangue)
Atelectasia – colabamento da
parede alveolar
Controle de O2 do paciente
entubado > 30%
 Próx. 100% em caso de
SEPSE

PaO2 = 104 – (I . 0,3)

Meteriorismo – entrada de ar dentro


do estômago que causa sua quando um
distensão (vômito e bronco
tubo privilegia um lado do pulmão
aspiração)
Yamê Gregório - @yamegz

(volutrauma) e ‘esquece’ do outro Se < 10 cm H2O = sist.


(atelectasia) Aspiração aberto

fixa tubo na
traqueia e impede retorno do ar

⤿ pressão de cuff = 20 a 24
cm H2O
causada por
microorganismos que saem da boca
e entra no tubo

⤿ Higiene oral: ½
Ar residual ao antisséptico e ½ meio água
final da respiração. Deve ser +- 5
cm H2O.

Se ≥10 cm H2O = sist.


Aspiração fechado (junto ao
respirador)

- estetoscópio - luva estéril


- gaze + água destilada - sonda nº 12
- gaze + espátula - ambú com máscara
- antisséptico - EPI (óculos e máscara)
- copo com água - borracha de aspiração
- esparadrapo - frasco de ar comprimido
- luva de procedimento - gaze
(higienização e auxiliar)

1º) Avaliar roncos pulmonares – 2º) Avaliar secreção na boca e nariz


pode ser na lateral
Yamê Gregório - @yamegz

3º) Observar saturação e 9º) Encaixar na borracha de


gasometria aspiração e clampear
4º) Elevar cabeceira 30 a 45º 10º) Desconectar o circuito
5º) Ofertar 3min de O2 a 100% 11º) Introduzir sonda e remover em
movimentos circulares < 10 seg
6º) Calçar luvas
12º) Observar saturação e
7º) Abrir embalagens
frequência cardíaca
8º) Retirar sonda da embalagem
com mão dominante
-
Se necessário utilizar ambú para remover sujidades fixas
-
13º) Reduzir ar comprimido 19º) Promover nova ausculta
pulmonar (melhora dos murmúrios
14º) Higienizar sonda
vesiculares)
15º) Aspirar narinas
20º) Lavar as mãos
16º) Higienizar sonda
21º) Anotar o procedimento
17º) Aspirar cavidade oral realizado.

18º) Higienizar borracha de


aspiração com restante de
antisséptico e água