Você está na página 1de 7

Sobre a discussão que envolve os objetivos do ensino de matemática na infância, temos que:

I. O ensino de matemática deve estar presente no cotidiano dos alunos da educação infantil e dos anos
iniciais do ensino fundamental, pois o contato com a matemática é um dos direitos de aprendizagem
fundamentais da infância e não depende necessariamente de métodos e técnicas predefinidas.

II. A matemática está inserida na sociedade de tal forma que as crianças que chegam à escola já tiveram
contato com números e operações intuitivas básicas, como a de contagem.

III. Na educação infantil, diferentemente do que ocorre no ensino fundamental, os objetivos são
agrupados por campos de experiência, não por disciplinas.

Ao ler essas sentenças, é possível afirmar que:

Resposta Selecionada: d.
I, II e II estão corretas.
Respostas: a.
II e III estão incorretas.
b.
Apenas a II está correta.
c.
I e II estão incorretas.

d.
I, II e II estão corretas.
e.
Apenas a I está correta.
 Pergunta 2
1 em 1 pontos

Sabemos que o currículo da educação infantil está organizado em campos de experiência e que
a proposta de trabalho é que, ao longo do ano, os objetivos sejam trabalhados de forma mais
leve e gradual, sem a necessidade do desenvolvimento em uma carga horária fechada para cada
disciplina. Além disso, para esse contexto é correto afirmar que:

Resposta d.
Selecionada: O Ensino Fundamental deve ter compromisso com o desenvolvimento do
letramento matemático, definido como as competências e habilidades de
raciocinar, representar, comunicar e argumentar matematicamente, de modo a
favorecer o estabelecimento de conjecturas, a formulação e a resolução de
problemas em uma variedade de contextos, utilizando conceitos,
procedimentos, fatos e ferramentas matemáticas. (Brasil, 2017, p. 264)
Respostas: a.
É preciso identificar e separar devidamente os conteúdos que são
pré-requisitos aos demais, lembrando que os mesmos deverão ser
trabalhados de forma a contribuir para o desenvolvimento do
raciocínio matemático.
b.
As atividades apresentadas para cada nível de ensino proporcionem soluções
criativas baseadas em métodos de resolução que tragam o foco do aluno para
os problemas matemáticos propostos.
c.
O professor se encontra diante de um currículo que não prevê as competências
como objetivos a serem alcançados e, assim, que não permite a realização de
um trabalho com os conteúdos relacionados a ideia de resolução de
problemas, respeitando cada contexto.

d.
O Ensino Fundamental deve ter compromisso com o desenvolvimento do
letramento matemático, definido como as competências e habilidades de
raciocinar, representar, comunicar e argumentar matematicamente, de modo a
favorecer o estabelecimento de conjecturas, a formulação e a resolução de
problemas em uma variedade de contextos, utilizando conceitos,
procedimentos, fatos e ferramentas matemáticas. (Brasil, 2017, p. 264)
e.
Os conteúdos, de cada nível de ensino, devem proporcionar ao aluno as
capacidades mínimas necessárias para lidar com informações matemáticas
presentes nas atividades escolares, além de permitir que o aluno faça a leitura
básica dessas atividades.
 Pergunta 3
1 em 1 pontos

Vimos que a educação infantil deve ser permeada de conceitos que servirão de alicerces para a
introdução ao ensino fundamental, sendo uma fase muito importante, não só pela formação do
aluno enquanto pessoa, mas pela consequência de uma didática bem-sucedida, que se refletirá
na postura do estudante em relação à disciplina nos anos seguintes. Nesse sentido é possível
afirmar que:

Resposta e.
Selecionada: [...] é recomendado trabalhar o potencial natural da matemática abordando os
aspectos sociais nos quais o aluno está envolvido, sendo necessário que o
professor utilize abordagens dinâmicas e interativas que atraia a curiosidade
do aluno. Assim, a ideia é inserir o estudante no processo de construção do
conhecimento, retomando a curiosidade e o espírito investigativo.
Respostas: a.
[...] é recomendado trabalhar o potencial algorítmico da matemática
abordando os aspectos sociais nos quais o aluno está envolvido, sendo
necessário ao professor utilizar abordagens dinâmicas e interativas que atraia
a curiosidade do aluno. Assim, a ideia é inserir o estudante no processo de
construção do conhecimento de forma curiosa e divertida.
b.
[...] é recomendado trabalhar o potencial de abstração matemática abordando
os assuntos nos quais o aluno está envolvido, sendo necessário que o
professor utilize abordagens dinâmicas e interativas para que o processo de
construção do conhecimento seja possível.
c.
[...] é recomendado trabalhar o potencial do cálculo matemático abordando os
aspectos sociais nos quais o aluno está envolvido e relacionando aos assuntos
de acordo com os documentos oficiais.
d.
[...] é recomendado trabalhar o potencial investigativo da matemática
abordando dinâmicas e atividades que atraia a curiosidade do aluno para que
o processo de construção do conhecimento, a partir dos algoritmos, seja
possível.

e.
[...] é recomendado trabalhar o potencial natural da matemática abordando os
aspectos sociais nos quais o aluno está envolvido, sendo necessário que o
professor utilize abordagens dinâmicas e interativas que atraia a curiosidade
do aluno. Assim, a ideia é inserir o estudante no processo de construção do
conhecimento, retomando a curiosidade e o espírito investigativo.
 Pergunta 4
1 em 1 pontos

De acordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais (2013, p. 28): “As abordagens


multidisciplinar, pluridisciplinar e interdisciplinar fundamentam-se nas mesmas bases, que são
as disciplinas, ou seja, o recorte do conhecimento”. Assim, focando no que diz respeito à
interdisciplinaridade é possível afirmar que:

Resposta b.
Selecionada: A INTERDISCIPLINARIDADE é a coexistência entre duas ou mais
disciplinas com o objetivo de unificar ou universalizar conhecimentos
Respostas: a.
A INTERDISCIPLINARIDADE é a coexistência entre duas disciplinas
com o objetivo de nicar conhecimentos

b.
A INTERDISCIPLINARIDADE é a coexistência entre duas ou mais
disciplinas com o objetivo de unificar ou universalizar conhecimentos
c.
A INTERDISCIPLINARIDADE é a correspondência entre duas ou mais
disciplinas com o objetivo de relacionar conhecimentos;
d.
A INTERDISCIPLINARIDADE é a correspondência de disciplinas entre si
com o objetivo de misturar conhecimentos;
e.
A INTERDISCIPLINARIDADE é a existência de muitas disciplinas num
mesmo objetivo de transmissão de conhecimentos
 Pergunta 5
1 em 1 pontos

Vimos que dentro do ensino de matemática, há diversas correntes metodológicas, que podem
ser vistas como tendências em educação matemática. São elas a Etnomatemática, as Novas
tecnologias, a Modelagem matemática, a Resolução de problemas e a História da
matemática.Sabendo que uma dessas tendências tem como objetivo conectar a realidade com a
matemática, proporcionando um estudo a partir do mundo vivenciado/concreto para a análise
dos conteúdos abstratos e a resolução de problemas que propiciam a compreensão e a
constituição de saberes e alternativas para o contexto, assinale a alternativa que condiz com
essa tendência.

Resposta Selecionada: c.
Modelagem matemática;
Respostas: a.
Resolução de problemas;
b.
Etnomatemática;

c.
Modelagem matemática;
d.
História da matemática;
e.
Novas tecnologias;
 Pergunta 6
1 em 1 pontos

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC, 2017) ressalta, quanto as orientações para a
construção de currículos, que a contextualização de temas deve levar em conta a
interdisciplinaridade. Nesse sentido, no que diz respeito ao ensino de matemática, a BNCC
sugere:

Resposta d.
Selecionada: Que os temas interdisciplinares levem em conta cultura,
trabalho e dinheiro, além de questões psicológicas, sociais e
políticas, extravasando assim as disciplinas curriculares e os
limites da escola.
Respostas: a.
Que os temas interdisciplinares levem em conta cultura e trabalho, além de
questões psicológicas e sociais, extravasando, com isso, as orientações
curriculares impostas ao ambiente escolar.
b.
Que os assuntos interdisciplinares levem em conta cultura, trabalho,
brincadeiras, além de questões psicológicas, sociais e políticas, extravasando
o contexto da escola.
c.
Que os temas interdisciplinares levem em conta trabalho e dinheiro, além de
questões sociais e políticas, extravasando, com isso, as orientações
curriculares impostas ao ambiente escolar.

d.
Que os temas interdisciplinares levem em conta cultura,
trabalho e dinheiro, além de questões psicológicas, sociais e
políticas, extravasando assim as disciplinas curriculares e os
limites da escola.
e.
Que os assuntos interdisciplinares levem em conta cultura e ludicidade, além
de questões sociais e políticas, extravasando assim, os limites do currículo.
 Pergunta 7
1 em 1 pontos

Sabendo que o processo de ensino de matemática passou por diferentes fases e formas ao longo
da história de diferentes civilizações, podemos destacar como um deles:
Resposta a.
Selecionada: O período em que os mosteiros católicos eram praticamente a única forma de
propagação e ensino de matemática e em que o formato de educação cristã
não estimulava a filosofia nem o pensamento criativo.
Respostas: a.
O período em que os mosteiros católicos eram praticamente a única forma de
propagação e ensino de matemática e em que o formato de educação cristã
não estimulava a filosofia nem o pensamento criativo.
b.
O período da Idade Moderna que se iniciou o pensamento e o aprimoramento
da educação matemática, um movimento internacional de renovação e
modernização e que no Brasil esse processo ganhou espaço com o
movimento da Escola Nova.
c.
O período dos avanços científicos na década de 1950 em que muitos países
da Europa e do mundo, incluindo o Brasil, investiram no ensino de
matemática com o principal intuito de crescimento econômico.
d.
O período da cultura grega conhecido como Cosmopolita em que houve uma
conexão entre os estudos das diferentes áreas do conhecimento;
e.
O período da Matemática Moderna em que um marco importante da
modernização da educação foi a separação das matemáticas como diferentes
disciplinas: álgebra, aritmética e geometria.
 Pergunta 8
1 em 1 pontos

Vimos que a BNCC (2017) é um importante documento para que todo aluno, da rede pública
ou privada, tenha acesso ao mesmo currículo-base, garantindo, assim:

Resposta c.
Selecionada: Os princípios de igualdade e equidade na educação básica, visando à
unificação do currículo nacional, resguardadas as particularidades culturais,
regionais e sociais.
Respostas: a.
Os princípios de igualdade na educação básica, visando à homogeneização
das propostas culturais, regionais e sociais.
b.
Os princípios de igualdade e equidade na educação infantil, visando à
unificação do currículo nacional, resguardadas as particularidades sociais.

c.
Os princípios de igualdade e equidade na educação básica, visando à
unificação do currículo nacional, resguardadas as particularidades culturais,
regionais e sociais.
d.
Os princípios de igualdade e equidade na educação infantil, visando à
homogeneização do currículo nacional, resguardadas as particularidades
culturais, regionais e sociais.
e.
Os princípios de equidade na educação básica no que diz respeito aos
conteúdos escolares e visando um currículo nacional com as mesmas
propostas culturais e sociais.
 Pergunta 9
1 em 1 pontos

Vimos que de acordo com Mazur (2012), a resolução de problemas objetiva resolver o máximo
possível de situações apresentadas, sem a preocupação com a qualidade e com o nível de
dificuldade (se são problemas fáceis, médios ou difíceis). Mas, segundo o autor, antes de
resolver um problema, é necessário ainda:

Resposta c.
Selecionada: Levar em consideração certas estratégias que facilitam a compreensão e a
interpretação matemáticas, pois assim esse procedimento será visto como
um conhecimento capaz de ser apreendido pelos alunos.
Respostas: a.
Levar em consideração certas estratégias manipulativas das matemáticas,
pois assim esse procedimento será visto como um momento de investigação
pelos alunos.
b.
Levar em consideração certas estratégias de investigação matemática, pois
assim esse procedimento será visto como um momento avaliativo dos
alunos.

c.
Levar em consideração certas estratégias que facilitam a compreensão e a
interpretação matemáticas, pois assim esse procedimento será visto como
um conhecimento capaz de ser apreendido pelos alunos.
d.
Levar em consideração as estratégias que facilitam a resolução matemática,
permitindo um procedimento que será visto como um conhecimento
apresentado pelos alunos.
e.
Levar em consideração as estratégias que permitem a compreensão dos
conteúdos matemáticos, pois assim esse procedimento apresentará o que foi
de fato apreendido pelos alunos.
 Pergunta 10
1 em 1 pontos

Na busca por contrapor aos métodos tradicionalistas, a educação matemática preocupou-se em


se debruçar sobre os métodos de ensino e aprendizagem de matemática, buscando auxílio da
psicologia para compreender a inter-relação existente entre os conteúdos de matemática, o
professor e o aluno. Nessa formulação de abordagens com a finalidade de proporcionar melhor
rendimento ao processo de ensino e aprendizagem, o livro texto traz como principais
tendências do ensino de matemática:

Resposta a.
Selecionada: Etnomatemática, Novas tecnologias, Modelagem matemática,
Resolução de problemas e História da matemática.
Respostas: a.
Etnomatemática, Novas tecnologias, Modelagem matemática,
Resolução de problemas e História da matemática.
b.
Biomatemática, Novas tecnologias, Abordagem matemática, Resolução de
problemas e História da matemática.
c.
Etnomatemática, Novas metodologias, Abordagem matemática, Resolução
de problemas e História da matemática.
d.
Biomatemática, Novas tecnologias, Modelagem matemática, Resolução de
problemas e História da matemática.
e.
Etnomatemática, Novas metodologias, Modelagem matemática, Resolução
de problemas e História da matemática.