Você está na página 1de 2

História da Educação

Professora: Maria Aparecida de Faria Gomes


Alunas: Joyce Nunes, Laura Bertoldo e Maria Alice Passos

ESTUDOS SOBRE JEAN-JACQUES ROUSSEAU

BIOGRAFIA IDEIAS CONTRIBUIÇÕES PARA A EDUCAÇÃO


Jean-Jacques Rousseau (1712-1778) foi um Rousseau procurou entender o comportamento Rousseau apresenta uma nova proposta de
filósofo social, teórico político e escritor suíço. humano no estado de natureza, um conceito educação, enfatizando a necessidade de educar
Foi considerado um dos principais filósofos do em filosofia moral e política que denota as a criança para que se torne autônoma, ou seja,
Iluminismo e um precursor do Romantismo. condições hipotéticas de como a vida dos tornar-se sujeito e dona de seu próprio destino,
Foi educado por um pastor protestante. Em humanos pode ter sido antes da existência da passando a pensar por conta própria. Se
1724, com 12 anos, iniciou seus estudos. Nessa sociedade civil organizada. Defendia a ideia de traçarmos um paralelo entre a época de
época, já escrevia comédias e sermões. Levava um estado de natureza como um estado de Rousseau para a atualidade, poderemos
uma vida errante na tentativa de afirmar-se liberdade verdadeira, em que as pessoas não realizar questionamentos e comparações, pois,
numa profissão: foi relojoeiro, aprendiz de fossem boas ou más, mas vistas como uma na atualidade existem CMEIs e Pré-escolas
pastor e gravador. Em 1728, com 16 anos, folha em branco, o conflito em estado de para atendimentos das crianças. Essa realidade
Jean-Jacques Rousseau foi para Savóia, na natureza não é tão acentuado quanto em influenciou o surgimento de leis, que
Itália. Sem meios para se manter, procura uma sociedade. Defendeu ainda que, a sociedade consideramos benefícios para a criança como
instituição católica e manifesta o desejo de se moderna, e especialmente as posses, destroem a LDB 9394/96, que integra a Educação
converter. Em 1742, foi para Paris, onde o estado de natureza de verdadeira liberdade, Infantil, como a primeira Etapa da Educação
conhece uma nova protetora que o indica para gerando conflitos. Esta posição naturalmente Básica. Segundo Rousseau, o ser humano não
secretário do Embaixador da França, em leva a ideia de um homem pacifico, embora preso a um solo único, é a educação que
Veneza. Observa as falhas do Governo de solitário, no estado de natureza. Isso condiz prepara a criança para travar contato com um
Veneza e dedica-se ao estudo da política. Suas com a hipótese de que o homem em estado de mundo maior. Rousseau pensava a educação
ideias influenciaram a Revolução Francesa. natureza possuiria uma moral ainda não guiada não pelo divino e nem pelo destino e
Em sua obra "O Contrato Social" desenvolveu corrompida, entendendo a moral como inata. O sim pela razão. Ele propunha uma educação
sua concepção de que a soberania reside no contrato social, na visão de Rousseau, preserva que tomasse conhecimento do homem como
povo. Escreveu, além de estudos políticos, a vida humana e garante a liberdade, por meio essência e ao mesmo tempo ética, ou seja, um
romances e ensaios sobre educação, religião e da submissão à autoridade da vontade geral. homem ideal para a sociedade que deveria
literatura. Isto garantiria a liberdade na medida em que a integrar-se. Criando então um personagem,
decisão é geral e, portanto, o indivíduo, Emílio. Emílio é totalmente livre, que brinca,
fazendo parte da decisão, não está subordinado que cai e até se machuca, afirmando, assim,
a vontade de outros, mas sendo parte da autoria que a função da educação é ensinar a criança a
coletiva da lei. viver, aprender e exercer a liberdade.
História da Educação
Professora: Maria Aparecida de Faria Gomes
Alunas: Joyce Nunes, Laura Bertoldo e Maria Alice Passos

ESTUDOS SOBRE JEAN-JACQUES ROUSSEAU

Vídeo explicativo sobre Rousseau e a Educação: “D07 - Filosofia da Educação – Rousseau”: https://www.youtube.com/watch?v=70jFf1DqciA

Notícia atual que demonstra o legado de Rousseau na Educação contemporânea: “Jovens querem ser protagonistas de mudanças sociais,
mostra pesquisa”: https://www1.folha.uol.com.br/seminariosfolha/2018/08/jovens-querem-ser-protagonistas-de-mudancas-sociais-mostra-
pesquisa.shtml