Você está na página 1de 77
TESTETESTE variaçõesvariações dodo pesopeso PESOPESO DODO ROLOROLO NA MOTOCICLETA YAMAHA MIO PROJETO FINAL Perguntou

TESTETESTE variaçõesvariações dodo pesopeso PESOPESO DODO ROLOROLO NA MOTOCICLETA YAMAHA MIO

PROJETO FINAL

Perguntou à Faculdade de Engenharia da Universidade do Yogyakarta

Para atender a maioria das exigências para obtenção de especialistas Associate Degree

para obtenção de especialistas Associate Degree Por: Waskito Purwantoro 11509134063 Engenharia Automotiva

Por: Waskito Purwantoro

11509134063

Engenharia Automotiva ESTUDO

Faculdade de Engenharia

YOGYAKARTA STATE UNIVERSITY

2016

Eu

APROVAÇÃO

Final Não

TESTETESTE variaçõesvariações dodo pesopeso PESOPESO DODO ROLOROLO NA MOTOCICLETA YAMAHA MIO

Compilado por:

Waskito Purwantoro

11509134063

Foi qualificado e aprovado pelo Supervisor a ser implementado

Tese para o exame final não está em causa.

saber

Presidente do Programa de Engenharia Automotiva

Moch Solikin, Kes.

NIP. 1003 19680404 199303

Yogyakarta, agosto 2016 Aprovado, Supervisor,

Moch Solikin, Kes.

NIP. 1003 19680404 199303

ii

PAGE ENDORSEMENT Final Não

TESTETESTE variaçõesvariações dodo pesopeso PESOPESO DODO ROLOROLO NA MOTOCICLETA YAMAHA MIO

Por: Waskito

Purwantoro NIM.

11509134063

Ele foi mantido em frente ao Not final Tester equipe final Engenharia Automotiva Programa Faculdade de Engenharia da Universidade Estadual de Yogyakarta

Na data, 08 de agosto de 2016.

nome

Moch Solikin, Kes.

Presidente de Examinadores

Sukaswanto, M.Pd.

Secretário Testers

Martubi, M.Pd., MT

examinador primário

Equipe de testes

assinatura

data

Yogyakarta, agosto 2016 Faculdade de Engenharia da Universidade do Yogyakarta

Dean,

Dr. Widarto, M.Pd.

NIP. 1001 19631230 198812

iii

O abaixo:

nome

NIM

DECLARAÇÃO

: Waskito Purwantoro

: 11509134063

programa de estudo: Engenharia Automotiva

TítuloTítuloTítulo Tabs:Tabs:Tabs: TesteTesteTeste EspessuraEspessuraEspessura VariaçãoVariaçãoVariação rolorolorolo PesoPesoPeso ememem bicicletasbicicletasbicicletas

Yamaha Mio

Certifico que a presente projeto final há obras que foram feitas para obtenção do título de

Especialista Associado ou outro título em uma universidade, e meu conhecimento não está lá

trabalha ou opiniões já escrito por outra pessoa, exceto por escrito referidas no presente

texto e mencionado na bibliografia.

Yogyakarta, agosto 2016, que afirma,

Waskito Purwantoro

NIM 11509134063

iv

Expira trevas para a luz

LEMA

(RA Kartini)

Todo mundo tem uma quota falhar, gastos ração gagalmu quando você é jovem

(Dahlan Iskan)

A hora de agir é agora. Não é muito tarde para fazer algo

(Carl Sandburg)

A educação é o melhor equipamento para os velhos tempos

v

(Aristóteles)

TESTETESTE variaçõesvariações dodo pesopeso PESOPESO DODO ROLOROLO NA MOTOCICLETA YAMAHA MIO

Por: Waskito Purwantoro

11509134063

RESUMO

EsteEsteEste projetoprojetoprojeto finalfinalfinal temtemtem comocomocomo objetivoobjetivoobjetivo determinardeterminardeterminar ooo efeitoefeitoefeito dedede variaçõesvariaçõesvariações dedede pesopesopeso pesopesopeso rolorolorolo contracontracontra motocicletamotocicletamotocicleta bináriobináriobinário eee determinardeterminardeterminar ooo efeitoefeitoefeito dasdasdas variaçõesvariaçõesvariações nonono pesopesopeso pesopesopeso rolorolorolo paraparapara motocicletasmotocicletasmotocicletas elétricas.elétricas.elétricas.

Este projecto final, utilizando a transmissão automática da motocicleta, ou seja, motocicleta YamahaYamaha MioMio emem 2009.2009. NesteNeste testadorestestadores finaisfinais dosdos projectosprojectos usandousando quatroquatro variaçõesvariações dede pesospesos pesopeso rolo,rolo,rolo,rolo, nomeadamentenomeadamentenomeadamentenomeadamente pesopesopesopeso rolorolorolorolo pesopesopesopeso 9999

g;g;g;g;g;g;g; pesopesopesopesopesopesopeso rolorolorolorolorolorolorolo 10101010101010 g;g;g;g;g;g;g; pesopesopesopesopesopesopeso rolorolorolorolorolorolorolo 10,5210,5210,5210,5210,5210,5210,52 ggggggg (tipos(tipos(tipos(tipos(tipos(tipos(tipos padrão)padrão)padrão)padrão)padrão)padrão)padrão) comocomocomocomocomocomocomo ooooooo valorvalorvalorvalorvalorvalorvalor dedededededede referência,referência,referência,referência,referência,referência,referência, eeeeeee pesopesopesopesopesopesopeso rolorolorolorolorolorolorolo 11111111111111

g.g.g. OOO pesopesopeso dedede testetesteteste pesopesopeso rolorolorolo ooo desempenhodesempenhodesempenho dadada motocicletamotocicletamotocicleta YamahaYamahaYamaha MioMioMio usandousandousando umaumauma

ferramentaferramentaferramenta chamadachamadachamada dinamômetro.dinamômetro.dinamômetro. OsOsOs programasprogramasprogramas dedede ferramentasferramentasferramentas ooo resultadoresultadoresultado directodirectodirecto dedede

binário máximo e potência máxima em certa rpm. Estes parâmetros são combinados para

produzir um gráfico de torque com relações rpm e potência com a rpm numa motocicleta

Yamaha Mio.

ComCom basebase nosnos resultadosresultados obtidosobtidos aa partirpartir dosdos testes,testes, háhá variaçõesvariações significativassignificativas nono pesopeso pesopeso rolorolo oo desempenhodesempenho dede umauma motocicleta.motocicleta. 1)1) OO bináriobinário inicialinicial éé dede 11,1311,13 NmNm // 33513351 rpm.rpm. OO maiormaior aumentoaumento (01:32(01:32(01:32 Nm)Nm)Nm) aaa pesopesopeso rolorolorolo 999 g,g,g, comcomcom ooo resultadoresultadoresultado

12,4512,45 NmNm // 35873587 rpmrpm ee aumentoaumento subsequentesubsequente (0,67(0,67 nm)nm) aa pesopeso rolorolo

1010 gg comcom umum resultadoresultado dede 11,811,8 NmNm // 34883488 rpmrpm ee oo últimoúltimo (0,23(0,23 nm)nm) aa pesopeso rolorolo

1111 gg éé 11,4011,40 NmNm // 33833383 rpm.rpm. 2)2) AA potênciapotência inicialinicial dede 7,37,3 cvcv motocicletamotocicleta // 71407140 rpm.rpm. ligarligar pesopeso rolorolorolorolorolo 1010101010 ggggg ééééé dedededede 7,37,37,37,37,3 cvcvcvcvcv ///// 70867086708670867086 rpmrpmrpmrpmrpm eeeee potênciapotênciapotênciapotênciapotência sobresobresobresobresobre pesopesopesopesopeso rolorolorolorolorolo 1111111111 ggggg ééééé dedededede 7,37,37,37,37,3 cvcvcvcvcv ///// 72137213721372137213 rpm.rpm.rpm.rpm.rpm. pesopesopesopesopeso rolorolo 99 gg dede terter umum aumentoaumento dede 0,70,7 hphp comcom osos resultadosresultados dede 88 cvcv // 78247824 rpm.rpm.

palavras-chave:palavras-chave:palavras-chave: pesopesopeso rolo,rolo,rolo, torque,torque,torque, eee poderpoderpoder

vi

INTRODUÇÃO

Louvado seja o autor se voltando para a presença de Deus Todo-Poderoso que sempre dá a Sua graça e orientação, de modo que o autor pode concluíremconcluíremconcluíremconcluíremconcluírem esteesteesteesteeste projetoprojetoprojetoprojetoprojeto finalfinalfinalfinalfinal intituladointituladointituladointituladointitulado "As"As"As"As"As variaçõesvariaçõesvariaçõesvariaçõesvariações dedededede testestestestestestestestestes BobBobBobBobBob ototototot rolorolorolorolorolo PesoPesoPesoPesoPeso ememememem MotocicletasMotocicletasMotocicletasMotocicletasMotocicletas Yamaha Mio".

Preparação do projecto final foi apresentado como condição para a conclusão do estudo para a obtenção de

um grau de Especialista Associado do Departamento de Engenharia Automotiva, Faculdade de Engenharia da

Universidade Estadual de Yogyakarta.

O autor percebe que na preparação deste projecto final não pode ser separado do apoio, motivação, orientação e apoio de todas as partes envolvidas. Portanto, os autores gostariam de agradecer:

1. Dr. Widarto, M.Pd. como decano da Faculdade de Engenharia UNY e todos os funcionários para todas as instalações e assistência para facilitar a administração do projeto final.

2. Dr. Zainal Arifin, MT como o presidente do Departamento de Automotive Engineering Education FT UNY que deram permissão deste projecto final.

3. O Sr. Moch Solikin, Kes. como Presidente do Automóvel Engenharia Programa FT UNY e treinadores forneceram orientação, direção e permite nesta implementação do projeto final.

4. Mr. Sudarwanto, M.Eng. Orientador acadêmico como um Programa de Engenharia de classe D Automotive que ajudou e deu apoio e encorajamento.

5. Docentes Departamento de Educação de Engenharia Automotiva FT UNY que foi educar e fornecer conhecimentos para o autor.

6. Oficina Mototech Yogyakarta localizado na Jalan Sul Ringroad, Embalagens, Singosaren, Banguntapan, Bantul, Yogyakarta.

7. Os pais e irmã como a família que sempre dão apoio, motivação para não facilmente desencorajado

8. Amigos de Engenharia Automotiva 2011 Classe D vigor no lutas e experiências compartilhadas durante estudar.

9. Todos aqueles que têm ajudado o escritor que não pode escrever um por um autor

vii

O autor percebe que este trabalho está longe de ser perfeito. Portanto, críticas e construtivas sugestões muito autores esperam. Esperemos que este projeto final pode ser benéfico para as partes em educação e conhecimento sunia, especialmente para estudantes de Engenharia Automotiva, Aamiin.

escritor,

Waskito Purwantoro NIM.

11509134063

viii

ÍNDICE

TAMPA PAGE

Eu

PAGEPAGE PP ERSETUJUANERSETUJUAN

ii

ENDORSEMENT PAGE

iii

Página Instrução

iv

LEMALEMA

vv

RESUMO

vi

INTRODUÇÃO

vii

CONTEÚDOCONTEÚDO

ixix

LISTALISTA DEDE QUADROSQUADROS

xixi

LISTA DE FIGURAS

xii

ANEXOANEXO LISTALISTA

xivxiv

INTRODUÇÃO

A.A. FundoFundo

 

1

B.B. identifidentif ProblemasProblemas IKASIIKASI

5

C.C. LimitaçõesLimitações

5

D.D.D. FormulaçãoFormulaçãoFormulação dododo ProblemaProblemaProblema

 

666

E.E.E. QuestõesQuestõesQuestões dedede interesseinteresseinteresse

666

benefícios.benefícios.

6

G.G. ideiaideia autenticidadeautenticidade

7

CAPÍTULO II ABORDAGEM PARA RESOLUÇÃO

 

A.A. MotocicletaMotocicleta

 

9

1.1. TrabalhoTrabalho PassosPassos EngenhariaEngenharia MotocicletasMotocicletas

10

2.2.

formaforma motocicletasmotocicletas

15

3.3. TransmissãoTransmissão dede MotocicletaMotocicleta

 

16

B.B. estiloestilo centrífugacentrífuga

18

C.C.C. TransmissãoTransmissãoTransmissão ContinuamenteContinuamenteContinuamente VariávelVariávelVariável

19

1.1. ComoComo funcionafunciona

CVT.CVT.

19

2.2. componentescomponentes CVTCVT

24

3.3. DanificarDanificar ee comocomo superásuperá

28

D.D. capacidadecapacidade dada máquinamáquina

29

1.1. TorqueTorque ee PotênciaPotência

29

2.2. CilindradaCilindrada

31

3.3. EficiênciaEficiência

32

E.E.E. dinamômetrodinamômetrodinamômetro

34

F.F.F.F.F. EfeitoEfeitoEfeitoEfeitoEfeito rolorolorolorolorolo PesoPesoPesoPesoPeso DesempenhoDesempenhoDesempenhoDesempenhoDesempenho MotorMotorMotorMotorMotor

ix

3434343434

CAPÍTULO III DO CONCEITO DE TESTES

A.A. AnáliseAnálise dasdas necessidadesnecessidades

 

38

B.B.B. ImplementaçãoImplementaçãoImplementação

 

383838

 

1.1.

ConcepçãoConcepção EnsaiosEnsaios

38

2.2.2. CursoCursoCurso dedede TesteTesteTeste dynotestdynotestdynotest

 

39

C.C. EquipamentosEquipamentos ee materiaismateriais utilizadosutilizados

40

 

1.1. EquipamentoEquipamento usadousado

40

2.2. MateriaisMateriais UtilizadosUtilizados

41

D.D. detalhesdetalhes custocusto

41

E.E. PlaneamentoPlaneamento TempoTempo

41

CAPÍTULO IV do processo, RESULTADOS E DISCUSSÃO

 

A.A. processoprocesso dede testeteste

 

43

B.B. ResultadosResultados

46

C.C. DiscussãoDiscussão

48

CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES CAPÍTULO V

 

A.A. ConclusãoConclusão B.B.B. LimitaçõesLimitaçõesLimitações TestingTestingTesting

535353

52

conselho.conselho.

53

Referências

 

55

ANEXO

57

X

mesa

LISTA DE QUADROS

página

1.1. relacionamentorelacionamento comparaçãocomparação dede compressãocompressão comcom OctaneOctane ValorValor

31

2.2. TestandoTestando detalhesdetalhes CustoCusto

41

3.3.3. PlanoPlanoPlano dedede ProjetoProjetoProjeto FinalFinalFinal HoraHoraHora dedede criaçãocriaçãocriação

424242

4.4. ResultadosResultados dede torquetorque

46

5.5. ResultadosResultados dede energiaenergia

47

6.6. TorqueTorque nominalnominal // rpmrpm ee potênciapotência // rpmrpm

48

xi

retrato

LISTA DE FIGURAS

página

1.1. ConstructionConstruction MachineryMachinery MotoMoto 44 etapasetapas

 

12

2.2. AA maquinariamaquinaria dede construçãoconstrução motocicletasmotocicletas 22 PassoPasso

14

3.3. TransmissãoTransmissão ConstruçãoConstrução ManuManu alal

17

4.4. ConstruçãoConstrução ee osos principaisprincipais componentescomponentes CVTCVT

18

5.

Os motores estacionários

5-A.5-A.5-A. ilustraçãoilustraçãoilustração CVTCVTCVT QuandoQuandoQuando aaa máquinamáquinamáquina estacionáriaestacionáriaestacionária MotorcycleMotorcycleMotorcycle

202020

5-B.5-B.5-B. ilustraçõesilustraçõesilustrações PosiçãoPosiçãoPosição rolorolorolo PesoPesoPeso DentroDentroDentro PuliPuliPuli QuandoQuandoQuando aaa máquinamáquinamáquina BicicletasBicicletasBicicletas

bicicletabicicleta estacionáriaestacionária

20

6. Motorcycle começar a se mover

 
 

6a. Ilustrações CVT Quando Motorcycle Iniciar Movendo

21

6b.6b.6b. ilustraçõesilustraçõesilustrações PosiçãoPosiçãoPosição rolorolorolo PesoPesoPeso DentroDentroDentro dedede PuliPuliPuli QuandoQuandoQuando MotorcyclesMotorcyclesMotorcycles

 

ComeçarComeçar aa sese movermover

2121

7. motocicleta em movimento médio

 
 

7-A. Ilustrações CVT Quando Motocicletas Média Móvel

22

7-B.7-B.7-B. ilustraçõesilustraçõesilustrações PosiçãoPosiçãoPosição rolorolorolo PesoPesoPeso DentroDentroDentro dedede PuliPuliPuli QuandoQuandoQuando MotorcyclesMotorcyclesMotorcycles

 

Movendo médio

22

8.

Máquinas em movimento rápido

8a.8a. IlustraçõesIlustrações CVTCVT QuandoQuando SepeSepe MoventeMovente rápidorápido MotorMotor

dada

22

8b.8b.8b. ilustraçõesilustraçõesilustrações PosiçãoPosiçãoPosição rolorolorolo PesoPesoPeso DentroDentroDentro dedede PuliPuliPuli QuandoQuandoQuando MotorcyclesMotorcyclesMotorcycles

 

FastFast MovingMoving

2222

Relações Gráfico 9. Contra os motores de Velocidade do Motor RPM motocicleta

 
 

AutomaticAutomatic MotorMotor TransmissãoTransmissão

2323

xii

10. Relações Graph Contra RPMMesin Motor velocidade da bicicleta

 

Transmissão Manual Motor

24

11.11.11. ConstruçãoConstruçãoConstrução eee PrimáriaPrimáriaPrimária ComponentComponentComponent PuliPuliPuli

 

252525

12.12.12. ConstruçãoConstruçãoConstrução eee ComponentesComponentesComponentes PuliPuliPuli SecundáriaSecundáriaSecundária

262626

13.13. RelaçõesRelações momentomomento ee PotênciaPotência dodo MotorMotor

 

29

14.14. RelaçõesRelações dede poderpoder comcom eficiênciaeficiência mecânicamecânica

 

33

15.15. PerdaPerda dede poderpoder nono MotorMotor

 

33

16.16. ThrustThrust NecessárioNecessário veículoveículo

35

17.17. ParâmetroParâmetro dede controlecontrole emem PuliPuli InícioInício

36

18.18.

MedidasMedidas rolorolo PesoPeso

18a.18a.18a. mediçãomediçãomedição dadada espessuraespessuraespessura rolorolorolo PesoPesoPeso

43

18b.18b.18b. mediçãomediçãomedição dimensãodimensãodimensão rolorolorolo PesoPesoPeso

43

19.19.19. MotorcycleMotorcycleMotorcycle QuandoQuandoQuando estarestarestar nonono topotopotopo dinamômetrodinamômetrodinamômetro

 

44

TelaTelaTela 20.20.20. OperatingOperatingOperating dinamômetrodinamômetrodinamômetro

 

45

21.21.21. CartaCartaCarta dedede comparaçãocomparaçãocomparação PesoPesoPeso rolorolorolo PesoPesoPeso ContraContraContra TorqueTorqueTorque andandand RoundRoundRound

48

 

máquina.

22.22.22. CartaCartaCarta dedede comparaçãocomparaçãocomparação PesoPesoPeso rolorolorolo PesoPesoPeso ContraContraContra PowerPowerPower andandand RodadaRodadaRodada

 
 

máquina.

49

xiii

Lmpiran

ANEXO LISTA

1.1.1. ÚltimaÚltimaÚltima cartacartacarta ProjetoProjetoProjeto dedede OrientaçãoOrientaçãoOrientação

2.2.2.2. TestingTestingTestingTesting DinamômetroDinamômetroDinamômetroDinamômetro dededede rolorolorolorolo PesoPesoPesoPeso 10,5210,5210,5210,52 gramasgramasgramasgramas

575757

58585858

página

3.3.3. TestingTestingTesting DinamômetroDinamômetroDinamômetro dedede rolorolorolo PesoPesoPeso 999 gramasgramasgramas

59

4.4.4. TesteTesteTeste DinamômetroDinamômetroDinamômetro dedede rolorolorolo PesoPesoPeso 101010 gramasgramasgramas

60

5.5.5. TesteTesteTeste DinamômetroDinamômetroDinamômetro dedede rolorolorolo PesoPesoPeso 111111 gramasgramasgramas

61

6.6.6. provaprovaprova acabamentoacabamentoacabamento revisadorevisadorevisado ProjetoProjetoProjeto FinalFinalFinal

xiv

626262

A. Antecedentes

PARTE I

INTRODUÇÃO

Nesta era moderna toda sociedade é esperado para

mover-se rapidamente e de forma flexível. A procura de mobilidade está aumentando,

dando origem à idéia dos fabricantes para criar uma

uma tecnologia simples, mas eficaz. Com a existência de uma tecnologia

Simples nível de proficiência pode ajudar as pessoas mover-se rapidamente.

Uma tecnologia é um veículo de duas rodas.

veículo de duas rodas, existem dois tipos, à luz do sistema

transmissão, a transmissão manual e transmissão automática. motocicleta

transmissãotransmissãotransmissão automáticaautomáticaautomática quequeque muitasmuitasmuitas vezesvezesvezes chamamoschamamoschamamos umaumauma motocicletamotocicletamotocicleta matic.matic.matic. ememem

inicialmenteinicialmenteinicialmente motocicletamotocicletamotocicleta maticmaticmatic subestimadosubestimadosubestimado porporpor voltavoltavolta dedede 1990.1990.1990.

A sociedade ainda não pode sair de sua zona de conforto, de modo a moto

motores permanece manualmente uma escolha favorita. Em 2005 bicicleta

Motocicleta modelos manuais com cilindrada de 125 patos foram quente-

calor.calor.calor. AoAoAo mesmomesmomesmo tempo,tempo,tempo, ososos modelosmodelosmodelos manuaismanuaismanuais motocicletamotocicletamotocicleta esporteesporteesporte aindaaindaainda

caro por isso ainda é raro (ACIP Setiawan, 2009).

PorPorPor voltavoltavolta dedede 199819981998 motomotomoto maticmaticmatic começoucomeçoucomeçou movimentadamovimentadamovimentada comercializadocomercializadocomercializado ememem

Indonésia, mas o produtor-produtores do exterior

(Taiwan, Coréia e China). Enquanto o povo indonésio única

familiarizado com motos japonesas. Motocicletas de fora do Japão

ainda duvidam da qualidade, durabilidade, pós-venda e manutenção

1

nemnemnem peçapeçapeça dedede reposição.reposição.reposição. OsOsOs resultadosresultadosresultados sãosãosão previsíveisprevisíveisprevisíveis eee produtoresprodutoresprodutores foraforafora

Japão começou a cair. Kymco e Kanzen para sobreviver

sobre questões que atingem os fabricantes fora do Japão. produtor-

fabricantes japoneses começaram a se juntar trabalho e mercado de produtividade

produtos em 2002 (ACIP Setiawan, 2009).

motocicletamotocicletamotocicleta maticmaticmatic começoucomeçoucomeçou aaa interessarinteressarinteressar ooo públicopúblicopúblico porporpor voltavoltavolta dedede 200420042004

e,e,e, desdedesdedesde então,então,então, asasas vendasvendasvendas dedede motocicletasmotocicletasmotocicletas maticmaticmatic sempresempresempre sobesobesobe paraparapara

agora.agora.agora. AsAsAs vendasvendasvendas dedede motocicletasmotocicletasmotocicletas maticmaticmatic sempresempresempre coloridacoloridacolorida pelapelapela YamahaYamahaYamaha eee

Honda.Honda.Honda. AlémAlémAlém dedede umaumauma réguaréguarégua dedede motormotormotor maticmaticmatic hoje,hoje,hoje, aaa YamahaYamahaYamaha ééé

produtorprodutorprodutor quequeque popularizoupopularizoupopularizou ooo motormotormotor maticmaticmatic atravésatravésatravés Mio.Mio.Mio. produtoprodutoproduto paraparapara

agoraagoraagora peçapeçapeça dedede reposiçãoreposiçãoreposição MioMioMio motocicletamotocicletamotocicleta muitosmuitosmuitos começamcomeçamcomeçam excelenteexcelenteexcelente

apoio

desempenho, segurança, conforto e até mesmo um impulsionador da energia. motor

maticmatic muitomuito procuradosprocurados porqueporque éé simples,simples, rápidorápido ee móvel.móvel. sistemasistema

motoresmotoresmotores dedede transmissãotransmissãotransmissão maticmaticmatic muitomuitomuito simples,simples,simples, porqueporqueporque sósósó utilizamutilizamutilizam ooo estiloestiloestilo

uma pesos centrífugos, que são usados ​​para mudar o rácio

raz.raz.raz. EnquantoEnquantoEnquanto aaa mídiamídiamídia ééé ooo sucessorsucessorsucessor dedede motocicletasmotocicletasmotocicletas maticmaticmatic OOO usousouso dadada correiacorreiacorreia

ououou correiacorreiacorreia quequeque serveserveserve paraparapara continuarcontinuarcontinuar aaa rotaçãorotaçãorotação dododo motormotormotor paraparapara asasas rodasrodasrodas

traseiro.traseiro. Assim,Assim, osos principaisprincipais componentescomponentes dada transmissãotransmissão dede motocicletamotocicleta maticmatic

é lastro e correia.

LastroLastroLastro paraparapara ooo sistemasistemasistema dedede transmissãotransmissãotransmissão dedede motocicletasmotocicletasmotocicletas maticmaticmatic referidoreferidoreferido

pesopesopesopesopeso dododododo rolo.rolo.rolo.rolo.rolo. pesopesopesopesopeso rolorolorolorolorolo sãosãosãosãosão livreslivreslivreslivreslivres ememememem poliapoliapoliapoliapolia frentefrentefrentefrentefrente

parapara umum eixoeixo dede maquinagem.maquinagem. QuandoQuando oo motormotor gira,gira, oo poliapolia

futurofuturofuturofuturo tambémtambémtambémtambém iráiráiráirá girar,girar,girar,girar, rotaçãorotaçãorotaçãorotação poliapoliapoliapolia EsteEsteEsteEste vaivaivaivai jogarjogarjogarjogar pesopesopesopeso rolorolorolorolo

2

para o lado externo devido à força centrífuga. Ao mesmo tempo, o diâmetro

seçãoseçãoseção correiacorreiacorreia tambémtambémtambém alteradoalteradoalterado dedede modomodomodo aaa fazerfazerfazer umaumauma mudançamudançamudança dedede relação.relação.relação. relaçõesrelaçõesrelações

emememem motocicletasmotocicletasmotocicletasmotocicletas maticmaticmaticmatic infinito,infinito,infinito,infinito, porqueporqueporqueporque aaaa forçaforçaforçaforça centrífugacentrífugacentrífugacentrífuga roleteroleteroleterolete

pesopeso incertoincerto ouou variamvariam dede acordoacordo comcom revrev oo motormotor eaea carga.carga.

motocicletamotocicletamotocicletamotocicletamotocicleta maticmaticmaticmaticmatic usousousousouso correiacorreiacorreiacorreiacorreia porqueporqueporqueporqueporque aaaaa relaçãorelaçãorelaçãorelaçãorelação ououououou ooooo diâmetrodiâmetrodiâmetrodiâmetrodiâmetro dododododo jogadorjogadorjogadorjogadorjogador

eee jogadojogadojogado podepodepode serserser irregular,irregular,irregular, dedede modomodomodo quequeque aaa motocicletamotocicletamotocicleta maticmaticmatic nãonãonão podepodepode

usouso cadeia.cadeia.

muitosmuitosmuitos motoristasmotoristasmotoristas maticmaticmatic quequeque melhorarmelhorarmelhorar ooo desempenhodesempenhodesempenho

moto,moto,moto,moto,moto, utilizandoutilizandoutilizandoutilizandoutilizando pesopesopesopesopeso rolorolorolorolorolo paraparaparaparapara substituiçãosubstituiçãosubstituiçãosubstituiçãosubstituição parteparteparteparteparte estaestaestaestaesta

simplessimplessimples eee fácil.fácil.fácil. muitosmuitosmuitos revendarevendarevenda pesopesopeso rolorolorolo vendidovendidovendido nonono toko-toko-toko-

loja de variedades, a partir do qual pesa mais leve e mais pesado do que

OOO padrãopadrãopadrão (10,52(10,52(10,52 gramas).gramas).gramas). AlémAlémAlém disso,disso,disso, existemexistemexistem formasformasformas pesopesopeso rolorolorolo quequeque

o modelo não é unânime em outras palavras para desviar a forma

normas.normas.normas. usousouso pesopesopeso rolorolorolo metasmetasmetas clarasclarasclaras paraparapara

aumentaraumentaraumentar ooo bináriobináriobinário dododo veículo.veículo.veículo. eleiçãoeleiçãoeleição pesopesopeso rolorolorolo estaestaesta maismaismais suavesuavesuave

adequadoadequado parapara usouso emem áreasáreas urbanasurbanas pararparar ee modomodo dede ir.ir. roleterolete

pesopeso maismais pesadopesado parapara aumentaraumentar aa potênciapotência dodo motor.motor. HáHá opiniõesopiniões queque

irracionalirracional circulandocirculando nana comunidade,comunidade, ondeonde oo usouso dede pesopeso rolorolo

alternadamente para aumentar o binário e potência. Embora o aumento

torque e potência é difícil de ser assim. efeitos do uso

pesopesopeso rolorolorolo alternadamentealternadamentealternadamente tornatornatorna aaa cargacargacarga dedede trabalhotrabalhotrabalho cadacadacada pesopesopeso rolorolorolo

nãonãonão ééé ooo mesmo.mesmo.mesmo. porqueporqueporque pesopesopeso rolorolorolo adianteadianteadiante trabalhotrabalhotrabalho leveleveleve

3

dedededede pesopesopesopesopeso rolorolorolorolorolo pesado,pesado,pesado,pesado,pesado, entãoentãoentãoentãoentão asasasasas 33333 peçaspeçaspeçaspeçaspeças pesopesopesopesopeso rolorolorolorolorolo luzluzluzluzluz

deve ser capaz de empurrar o variador e polia traseira contra a força da mola.

OpiniõesOpiniões estãoestão circulandocirculando nana comunidadecomunidade queque oo usouso dede roleterolete

pesopesopeso isqueiroisqueiroisqueiro podepodepode aumentaraumentaraumentar ooo bináriobináriobinário enquantoenquantoenquanto roleteroleterolete

pesopeso maismais pesadopesado dodo queque oo padrãopadrão podepode serser maior.maior. quandoquando emem

lógica,lógica,lógica, pesopesopeso rolorolorolo leveleveleve maismaismais facilmentefacilmentefacilmente jogadojogadojogado foraforafora pelopelopelo tempotempotempo

girandogirandogirando máquina,máquina,máquina, pesopesopeso rolorolorolo jogadojogadojogado porqueporqueporque aaa forçaforçaforça centrífuga.centrífuga.centrífuga.

Assim,Assim,Assim, comcomcom aberturasaberturasaberturas apertoapertoaperto apenasapenasapenas umumum poucopoucopouco dedede gás,gás,gás, ooo motormotormotor podepodepode serserser diretamentediretamentediretamente

andar.andar.andar. EmEmEm vezvezvez disso,disso,disso, ooo pilotopilotopiloto devedevedeve estarestarestar abertoabertoaberto apertoapertoaperto gásgásgás maiormaiormaior

paraparapara serserser capazcapazcapaz dedede caminhadacaminhadacaminhada sesese estiverestiverestiver usandousandousando pesopesopeso rolorolorolo maismaismais pesado.pesado.pesado.

MudançasMudançasMudanças nonono usousouso dedede pesospesospesos pesopesopeso rolorolorolo EsteEsteEste devedevedeve terterter umumum propósito.propósito.propósito.

MuitasMuitasMuitas razõesrazõesrazões paraparapara fazerfazerfazer alteraçõesalteraçõesalterações nosnosnos pesospesospesos pesopesopeso rolo,rolo,rolo, dododo inícioinícioinício

carga do motor, as condições das estradas e a utilidade do veículo. objetivos

direitodireitodireitodireito dededede pesospesospesospesos dededede mudançamudançamudançamudança pesopesopesopeso rolo,rolo,rolo,rolo, éééé aaaa substituiçãosubstituiçãosubstituiçãosubstituição dosdosdosdos pesospesospesospesos roleteroleteroleterolete

pesopeso maismais leveleve parapara aa cidade,cidade, porpor causacausa dasdas condiçõescondições dada estradaestrada emem

a cidade que não permite o veículo correndo rápido, mas também

NãoNãoNão lento,lento,lento, porporpor issoissoisso ééé maismaismais apropriadoapropriadoapropriado paraparapara usousouso pesopesopeso rolorolorolo quequeque

torque. Assim também para uso na estrada árdua

requer torque, enquanto a alimentação é necessária para a estrada reta

longa. Este teste vai discutir a influência da substituição

pesopeso rolorolo contracontra oo bináriobinário ee aa potênciapotência dede motociclos.motociclos.

4

B. identificação do problema

Com base no fundo do problema que tem sido descrito acima,

podem ser identificados como segue:

1.

As pessoas não sabem o impacto dos pesos de substituição

pesopeso rolorolo queque nãonão cumpremcumprem aa norma.norma.

2.2.2.

AsAsAs pessoaspessoaspessoas nãonãonão sabemsabemsabem aaa funçãofunçãofunção dedede pesopesopeso rolorolorolo maismaismais

mais leve e mais pesado do que o padrão.

3.3.3.

MotorcyclesMotorcyclesMotorcycles maticmaticmatic executandoexecutandoexecutando menosmenosmenos bem,bem,bem, ondeondeonde

desempenho diretamente relacionado com o binário ea potência.

4.4. NãoNão existemexistem dadosdados definitivosdefinitivos sobresobre aa mudançamudança dede pesopeso pesopeso dodo rolo.rolo.

5. As pessoas não têm um propósito claro para fazer

pesopesopeso dedede substituiçãosubstituiçãosubstituição pesopesopeso rolo,rolo,rolo, porqueporqueporque sósósó ééé baseadobaseadobaseado ememem informaçõesinformaçõesinformações

lá.

C. Limitações

Com base no fundo e a identificação do problema acima,

deve ser limitado aos problemas serão resolvidos até o final do projeto

isso. Restrições problemas neste projeto final é descobrir

ooo impactoimpactoimpacto dedede pesopesopeso reembolsoreembolsoreembolso pesopesopeso rolorolorolo quequeque nãonãonão estáestáestá ememem conformidadeconformidadeconformidade comcomcom

normas. Este problema é apenas restrições limitadas em testes realizados

Yamaha Mio motocicleta em 2009. Testes realizados

testetesteteste dedede usousouso dynotestdynotestdynotest porqueporqueporque produzproduzproduz dadosdadosdados sobsobsob aaa formaformaforma dedede númerosnúmerosnúmeros eee testetesteteste

RuaRuaRua comcomcom basebasebase ememem sentimentossentimentossentimentos pessoais.pessoais.pessoais. pesopesopeso pesopesopeso rolorolorolo usadousadousado

neste teste o qual é 9 g, 10 g, 10,52 g (padrão de peso) e 11 g.

5

D. Formulação do problema

Com base no problema de fronteira foi delineado,

a formulação do problema neste estudo como segue:

1.1.1. ComoComoComo ééé quequeque aaa variaçãovariaçãovariação dedede pesopesopeso pesopesopeso rolorolorolo contracontracontra aaa motomotomoto dedede torçãotorçãotorção

moto?

2.2.2. ComoComoComo ééé quequeque aaa variaçãovariaçãovariação dedede pesopesopeso pesopesopeso rolorolorolo paraparapara abastecerabastecerabastecer aaa motomotomoto

moto?

E. Objetivos

O objetivo deste projeto final é a seguinte:

1.1.1. DeterminarDeterminarDeterminar aaa influênciainfluênciainfluência dedede variaçõesvariaçõesvariações nonono pesopesopeso pesopesopeso rolorolorolo contracontracontra aaa motomotomoto dedede torçãotorçãotorção

motores.

2.2.2. DeterminarDeterminarDeterminar aaa influênciainfluênciainfluência dedede variaçõesvariaçõesvariações nonono pesopesopeso pesopesopeso rolorolorolo paraparapara abastecerabastecerabastecer aaa motomotomoto

motores.

Benefícios F.

Após a conclusão deste projecto final, espera-se há benefícios

positivo como se segue:

1. Pode ser usado como uma referência para usuários que estão felizes

substituirsubstituirsubstituir pesopesopeso pesopesopeso rolorolorolo àsàsàs necessidadesnecessidadesnecessidades dedede corridascorridascorridas eee terrenoterrenoterreno

atravessado e condições da estrada.

2. Pode descobrir os resultados do teste são incertos, porque ele foi testado por conta própria sem

visto de uma marca.

3. Capaz de tirar conclusões sobre o impacto das mudanças

variaçõesvariações emem pesopeso pesopeso dodo rolo.rolo.

6

ideia G. Autenticidade

A idéia em fazer este projeto final o tema

sobresobresobre ooo testetesteteste dedede variaçõesvariaçõesvariações dedede pesopesopeso pesopesopeso rolorolorolo ememem umaumauma motocicletamotocicletamotocicleta YamahaYamahaYamaha

Mio. O teste é feito porque o público não vai entender

ooo impactoimpactoimpacto eee benefíciobenefíciobenefício alteraralteraralterar aaa ponderaçãoponderaçãoponderação pesopesopeso rolorolorolo ooo desempenhodesempenhodesempenho dedede

motocicletas. Por isso, é necessário alargar e

conhecimentoconhecimentoconhecimento dadada variaçãovariaçãovariação dedede pesopesopeso pesopesopeso rolo,rolo,rolo, porqueporqueporque ninguémninguémninguém

examinaexaminaexamina ooo efeitoefeitoefeito dadada variaçãovariaçãovariação dedede pesopesopeso pesopesopeso rolorolorolo ooo desempenhodesempenhodesempenho dedede

moto Yamaha Mio.

7

CAPÍTULO II

PROBLEMA abordagem de resolução

Automotive é o estudo do transporte terrestre,

geralmente usam a máquina e é frequentemente encontrado em carros e motocicletas. motor

é um veículo de duas rodas que é geralmente accionado por um motor,

como uma bicicleta, mas com uma máquina. Enquanto o carro é uma roda de veículo

quatroquatroquatro yanyanyan ggg ééé tambémtambémtambém accionadoaccionadoaccionado pelopelopelo motor.motor.motor. "M"M"M otorotorotor ééé umumum equipamentoequipamentoequipamento

alteraralterar umum tipotipo dede energiaenergia emem mimmim poderpoder KanikKanik "(Bohn"(Bohn ee McMc Donald,Donald,

dalamWardan Suyanto, 1989: 1).

combustível para motor é dividido em dois grupos, a saber motores de combustão interna

inininin (((( motormotormotormotor dededede combustãocombustãocombustãocombustão interna)interna)interna)interna) eeee motoresmotoresmotoresmotores dededede combustãocombustãocombustãocombustão externaexternaexternaexterna (((( externoexternoexternoexterno

motormotor dede combustão).combustão). motormotor dede combustãocombustão éé umauma máquinamáquina queque processosprocessos

queimando dentro dos motores de máquinas e de combustão externa são motores

o processo de combustão ocorre fora da máquina. máquinas a vapor, turbinas a vapor e

assim incluindo motores externos de combustão, motores a gasolina, motores a diesel e

motor Wankel incluindo um motor de combustão. motores de combustão mais

tamanho eficiente e pequeno em comparação com o motor de combustão externa (Moch e Solikin

Sutiman, 2005).

motor de combustão foi feita pela primeira vez por cientistas holandeses

chamado Christian Huygens em 1680. Posteriormente, em 1799 Phillip

Lepeon patenteou o primeiro motor a gás. 1823 Samuel Brown

encontrar uma máquina que se assemelha a um motor a gás Phillip Lepeon mas

8

utilizando a chama de ignição que está fora do cilindro, enquanto

motor de Phillip usando faísca salta da rede. ano

1860 Pierre Lenoir também criou a máquina, mas feito à máquina ineficiente.

Beau deRochas patenteado invenções e a base para a tomada de motor

combustão em 1862. Em 1876 Nikolaus A. Otto aplicar

máquina deRochas princípio de funcionamento da máquina 4 passos para relembrar

estas conclusões, o motor de 4 tempos chamado otto motor. 1878 Dugald

Clerk encontrados os motores 2-passo para o gás uma energia produzida

com 2 passos. motor Clerk John Day desenvolve sistemas de material

combustível usando gasolina em 1891, assim que esta máquina

conhecido como motor de dois tempos. motor diesel patenteado pela

Rudolph Diesel em 1892, porque o sistema de ignição da fonte de calor

que utiliza elevada pressão (Wardan Suyanto, 1989).

A. Motorcycles

O transporte é uma ferramenta importante para as necessidades diárias,

motocicleta é um meio que a demanda por prático, fácil

operado, as despesas operacionais foram barato e, mais importante,

preço relativamente acessível. Em uma motocicleta, existem milhares

componente, dezenas de sistemas e subsistemas. portanto automotivo

desenvolveu-se uma ciência abrangente (Moch Solikin e Sutiman, 2005).

9

1. Trabalho Passo Machines Motorcycles

As motocicletas são geralmente veículos que utilizam máquinas

combustão com combustível líquido (gasolina), ou muitas vezes chamado

motor de gasolina. sistema de entrada de combustível em uma motocicleta existem

válvulas e não há válvulas. queimando

Este gás ocorre no cilindro. Existente de combustível no cilindro

se transforma em gás. O gás no cilindro de estender para

aquecer. O gás no cilindro explodida devido às faíscas

originário da vela de ignição. Quando o combustível explodiu, batendo em tudo

lateral, mas apenas o pistão móvel. Este movimento do pistão continua

repetitivo, alternando o movimento do pistão alterado pela cambota.

Assim, a máquina pode rodar, esta máquina tem um rpm rotação unidade

(((( RotaçõesRotaçõesRotaçõesRotações porporporpor minuto).minuto).minuto).minuto). RotaçõesRotaçõesRotaçõesRotações porporporpor minutominutominutominuto umaumaumauma comparaçãocomparaçãocomparaçãocomparação

rev o motor com o tempo (Marsudi, 2008).

Princípio de funcionamento Motocicletas:

a. Motor 4 Passos

Motor 4 passos ou muitas vezes chamado de motor de 4 não é ou

Otto motores, gerando uma potência com um de quatro etapas

ou duas rotações do virabrequim. A Figura 1 mostra a construção

4 motores do curso da motocicleta. Motor quatro passos são motocicletas

dikembang que ainda continua até hoje, porque o motor 4 não é

tem um nível elevado de eficiência do que o 2-acidente vascular cerebral (Moch Solikin

e Sutiman, 2005).

10

Passo 4 tempos trabalho do motor:

1) Passo de sucção

Passo um processo de entrada de combustível.

Ocorre quando o pistão se move a partir do ponto morto superior (PMS) para

Morto Inferior Ponto (TMB). Naquele momento de abertura da válvula de admissão

enquantoenquanto queque osos fechafecha aa válvulaválvula dede escape.escape. cambotacambota rodaroda 180180 o.o.

O movimento do êmbolo a partir do TDC para o TMB, causando ampliação

o espaço no interior do cilindro, o que resulta em uma diminuição da pressão.

2) Compressão Passo

Após sucção passo ou pistão está no TMB. eixo

rodarodaroda dedede manivelamanivelamanivela 180180180 cópiascópiascópias o.o.o. OOO pistãopistãopistão dedede BDCBDCBDC

no sentido do PMS, enquanto o pistão se move para cima, a válvula de aspiração e da válvula

escape fechada. Resultando em compressão da mistura

combustível com o ar no interior do cilindro (acima do pistão).

Antes do êmbolo atinge TDC, velas de ignição por centelha.

Assim que a mistura de combustível e ar queimando, queimando

Isto cria uma alta pressão e temperatura.

3) Etapa Empresas

A combustão de combustível e ar empurra o êmbolo para

dedede voltavoltavolta paraparapara ooo TMBTMBTMB ououou aaa cambotacambotacambota rodarodaroda 180180180 o.o.o. ventureventureventure etapaetapaetapa

Esta é utilizada para conduzir uma motocicleta, porque

pressões, os produtos de combustão mais elevadas a partir de triplicados

11

pressão de compressão. A posição da válvula de aspiração e a válvula de escape ainda está

fechado. Quando o pistão está no BDC, as válvulas de escape começar a abrir.

4) Remover Passo

Eliminação de combustão ocorre quando o passo de escape.

OOO pistãopistãopistão sesese movemovemove aaa partirpartirpartir dedede BDCBDCBDC paraparapara TDCTDCTDC (do(do(do pistãopistãopistão 180180180 giragiragira o).o).o). válvulaválvulaválvula

válvulas de admissão e de escape fechadas estão abertas, o movimento do pistão de

TMB TMA para empurrar produtos de combustão para fora

passado a válvula de escape para o dreno.

para fora passado a válvula de escape para o dreno. Figura 1. Construção de máquinas da

Figura 1. Construção de máquinas da motocicleta 4 Passos

b. Motor 2 Passo

(Marsudi, 2008)

Motor 2-step ou muitas vezes chamado de 2 tempos motores, motores

gerar uma potência com um de dois passos ou um rodada

virabrequim. A Figura 2 mostra a construção de um motor de motocicleta

2 passo. 2-acidente vascular cerebral motocicleta auge é longo, porque não é eficiente.

12

Embora a energia gerada pelo motor 2 não é maior do que

do motor 4 não está em rotações por minuto (RPM) do mesmo. No motor de 2 tempos

Existem dois quartos, o quarto acima do pistão (cilindro) e

ambiente, sob o êmbolo (manivela banheira) (Moch Solikin e Sutiman,

2005).

1) Passo de entrada e de compressão

Este passo ocorre quando o pistão se move da BDC no sentido

TMA. A mistura de combustível que está na parte inferior do êmbolo

flui para a parte superior do pistão devido ao êmbolo de impulso,

nessa altura todos os buracos fechadas pelo êmbolo, de modo que

êmbolo pode executar o curso de compressão. antes de o pist

atinge TDC, velas de ignição para fazer

o processo de combustão.

O processo que ocorre abaixo do pistão é etapa

importação de combustível e ar que havia sido preparado no

entrada espacial sobre o pistão. Devido a uma diminuição na pressão

ou ampliação do ambiente, sob o êmbolo. na máquina

2 acidente vascular cerebral, existe um componente de segurança, de modo que a mistura de combustível

e o ar ambiente entra na parte inferior do êmbolo não é

voltar para o carburador, porque os quartos foram menores, que

nomeadonomeado válvulaválvula dede palhetas.palhetas.

13

2) Etapa de Administração e Eliminação

Quando o êmbolo se desloca no sentido de BDC TDC, o furo

aberto lixeiras para a posição mais alta do buraco.

Pistão para baixo este é um processo de negócio que utilizou os resultados

combustão, porque os produtos de combustão de alta pressão. depois

O furo aberto transferência para a posição de êmbolo continua

diminuiu, enquanto que o fluxo de combustível para dentro da câmara

o topo do êmbolo.

Na parte inferior do espaço do êmbolo, um aumento na pressão

por causa de espaço causada pelos decréscimos de pistão. de modo que

ajudar a mistura de combustível e ar a fluir para dentro do quarto

o topo do êmbolo. A mistura de combustível e ar não pode voltar a

rendarendarenda buracoburacoburaco paraparapara válvulaválvulaválvula dedede palhetapalhetapalheta serveserveserve comocomocomo umaumauma válvulaválvulaválvula dedede

unidirecional.

umaumauma válvulaválvulaválvula dedede unidirecional. Figura 2. Construção de máquinas motocicletas 2 Passo

Figura 2. Construção de máquinas motocicletas 2 Passo

(Anônimo, 2009)

14

2. Forma Motorcycles

As motocicletas são muito ferramenta Transporter

é utilizado, de modo a motocicleta formar muitos tipos. forma

motocicletas que variam desde pequenas a grandes. na Indonésia

formulário de moto é muito importante, porque

existem alguns produtos que falharam na venda. enquanto que

quando visto de outros sistemas, a moto bem

ou sofisticado. Na selecção das motocicletas,

devemos

considerando o terreno percorrido, funções, e este último é

hobby (Sofan Amri e Yayan Setiawan, 2011).

a.a.a.a.a. Cruiser.Cruiser.Cruiser.Cruiser.Cruiser. motormotormotormotormotor cruzadorcruzadorcruzadorcruzadorcruzador umumumumum tipotipotipotipotipo dedededede motormotormotormotormotor temtemtemtemtem umaumaumaumauma posiçãoposiçãoposiçãoposiçãoposição

guidão alto, posição do pé dianteiro relativa e uma posição baixa do assento.

A posição de condução cria ergonómico em conforto

motorista. Este motor tem uma curva limitada (Sofan Amri

e Yayan Setiawan, 2011).

b.b.b.b.b. EsporteEsporteEsporteEsporteEsporte duplo.duplo.duplo.duplo.duplo. motormotormotormotormotor esporteesporteesporteesporteesporte dupladupladupladupladupla temtemtemtemtem umaumaumaumauma posiçãoposiçãoposiçãoposiçãoposição elevadaelevadaelevadaelevadaelevada dododododo motor,motor,motor,motor,motor, pneuspneuspneuspneuspneus

com uma superfície especial para passar através de qualquer terreno e posição

guidão são feitas para controle facilidade ao passar por

obstáculos. A potência do motor é focado na engrenagem baixa relação

pretendemos ir todo-o-terreno e peso do veículo é feita

quanto possível, a fim de desenvolver a capacidade de explorar

vários campos (Sofan Amri e Yayan Setiawan, 2011).

15

c.c.c.c.c. Touring.Touring.Touring.Touring.Touring. motormotormotormotormotor turismoturismoturismoturismoturismo usadousadousadousadousado paraparaparaparapara viagensviagensviagensviagensviagens longas.longas.longas.longas.longas.

A maioria destes motores tem características de luxo (Sofan Amri

e Yayan Setiawan, 2011).

d.d.d.d.d. Desporto.Desporto.Desporto.Desporto.Desporto. motormotormotormotormotor esporteesporteesporteesporteesporte umumumumum tipotipotipotipotipo dedededede motormotormotormotormotor quequequequeque temtemtemtemtem umumumumum desempenhodesempenhodesempenhodesempenhodesempenho

e mais de controlo. Os motores são utilizados para a velocidade

alta de modo que a posição de condução é concebido para facilitar

controlar e manter o centro de gravidade (Sofan Amri e Yayan

Setiawan, 2011).

e.e.e.e.e.e. EsporteEsporteEsporteEsporteEsporteEsporte Touring.Touring.Touring.Touring.Touring.Touring. motormotormotormotormotormotor sportsportsportsportsportsport touringtouringtouringtouringtouringtouring éééééé umaumaumaumaumauma combinaçãocombinaçãocombinaçãocombinaçãocombinaçãocombinação dededededede motoresmotoresmotoresmotoresmotoresmotores esporteesporteesporteesporteesporteesporte

eee turismo,turismo,turismo, motoresmotoresmotores dedede altaaltaalta velocidadevelocidadevelocidade aindaaindaainda estãoestãoestão ememem causacausacausa

características de conforto e de luxo (Sofan Amri e Yayan Setiawan,

2011).

f. Scooter. Motor de tamanho scooter e capacidade de pequeno motor com

bom consumo de combustível para que ele tenha

nível

boa agilidade (Sofan Amri e Yayan Setiawan, 2011).

g. Duck. Ciclomotor às vezes chamados de ciclomotores. ciclomotor tem

capacidade em uma motoneta e agilidade níveis em uma scooter.

Portanto, adequado para uso dentro e fora da cidade (Sofan Amri e

Yayan Setiawan, 2011).

3. Transmissão Motorcycles

Transmissão ou muitas vezes chamado a alavanca de câmbio é parte

do sistema de transferência de energia. A energia gerada pelo motor, e

transferido para as rodas através de uma transmissão. A transferência de energia é também regulada

16

por transmissão, porque se a transferência de poder ocorreu, a máquina

nãonãonão seráseráserá capazcapazcapaz dedede conduzirconduzirconduzir ooo veículoveículoveículo quandoquandoquando começar.começar.começar. funçãofunçãofunção dedede transmissãotransmissãotransmissão

a principal coisa é mudar o binário ea potência, gerado no momento

relação elevada, enquanto a sua potência é obtida a baixas razões de (Amien

Nugroho, 2005).

a. transmissão manual

índice de giro na transmissão é feita manualmente.

Esta razão é baseada na sentimentos de deslocamento do piloto de acordo com a

condições da estrada. A transmissão manual utiliza componentes da engrenagem.

eixoeixoeixo dedede transmissãotransmissãotransmissão entradaentradaentrada ligadaligadaligada aoaoao veioveioveio dedede manivela,manivela,manivela, enquantoenquantoenquanto eixoeixoeixo

engrenagemengrenagemengrenagemengrenagemengrenagem saídasaídasaídasaídasaída conectadosconectadosconectadosconectadosconectados comcomcomcomcom dentedentedentedentedente dedededede rodarodarodarodaroda frentefrentefrentefrentefrente dadadadada motocicleta.motocicleta.motocicleta.motocicleta.motocicleta. ememememem

ciclomotor consiste geralmente em três a quatro variantes da engrenagem,

enquantoenquantoenquanto ooo motormotormotor esporteesporteesporte geralmentegeralmentegeralmente consistemconsistemconsistem dedede cincocincocinco aaa seisseisseis variantesvariantesvariantes

engrenagem. A Figura 3 mostra uma construção do sistema de transferência

forçar que consiste no sistema de embraiagem, o sistema de transmissão e o sistema

redução. O principal componente é uma transmissão manual de engrenagem do pedal,

tambortambortambor selector,selector,selector, garfo,garfo,garfo, eee engrenagens.engrenagens.engrenagens. NoNoNo manualmanualmanual motocicleta,motocicleta,motocicleta,

pedal proporção de deslocamento é feito com dentes,

será a cima e para baixo pedal engrenagem é convertido em movimento rotativo

porporpor tambortambortambor selector.selector.selector. OOO tambortambortambor seráseráserá selectorselectorselector deslizantedeslizantedeslizante garfo,garfo,garfo, ememem seguidaseguidaseguida

garfogarfo AA engrenagemengrenagem deslizante.deslizante.

17

Figura 3. Construção de Transmissão Manual (Marsudi, 2008) b. transmissão automática Motocicleta transmissão

Figura 3. Construção de Transmissão Manual (Marsudi, 2008)

b. transmissão automática

Motocicleta transmissão automática só há um modelo,

istoisto é,é, aa transmissãotransmissão usandousando umum cintocinto ouou variávelvariável ContionousContionous

transmissãotransmissão (( CVT).CVT). modelosmodelos CVTCVT transmissãotransmissão usarusar componentescomponentes

AAA principalprincipalprincipal pulipulipuli eee correia.correia.correia. NaNaNa transmissãotransmissãotransmissão dedede CVT,CVT,CVT, aaa proporçãoproporçãoproporção estáestáestá sempresempresempre aaa mudarmudarmudar

em cada rodada do motor e mudar a relação não é visivelmente visto

a carga do motor e terreno. conceitos CVT tal como a figura 4,

frente diâmetro e traseira da correia pode ser alterada de acordo com as condições

estrada, carga do motor ea rotação do motor. O eixo principal é ligado com

virabrequim, enquanto o eixo secundário ligado à engrenagem

redução que vai ser associado com o eixo.

à engrenagem redução que vai ser associado com o eixo. Figura 4. Construção e os principais

Figura 4. Construção e os principais componentes CVT (ACIP Setiawan, 2009)

18

B. força centrífuga

A força centrífuga é a força que representa a pressão do lado de fora do

Há cerca de um objeto que gira em um ponto central, em outras palavras,

escapar a partir do centro (www.amazine.co). Na física, a força centrífuga

na verdade não (fictícia) onde a força centrífuga é um efeito colateral

da aceleração não é como um resultado da aceleração. nenhum estilo

real fora unidirecional em objetos em movimento em um círculo. lá

é a inércia de massa do objeto que está tentando manter a direção do movimento no

que levou ao seu caminho reto será deslocado mais longe

o centro do movimento círculo (Bambang Ruwanto, 2006). Uma descrição do

mentiras força centrífuga em lei de Newton da inércia, que afirma

que objetos em movimento tendem a estar em um estado de constante fixa

a menos que recebe força externa.

Aplicação da própria força centrífuga muito, se for o caso

ememem motocicletamotocicletamotocicleta exemploexemploexemplo ééé pesopesopeso rolorolorolo eee embreagem.embreagem.embreagem. estiloestiloestilo

AvaliadoAvaliadoAvaliado geradogeradogerado pelopelopelo CVTCVTCVT centrífugacentrífugacentrífuga pesopesopeso rolorolorolo CVTCVTCVT localizadalocalizadalocalizada

aaa poliapoliapolia principal.principal.principal. NoNoNo momentomomentomomento ememem quequeque aaa motocicletamotocicletamotocicleta começa,começa,começa, pesopesopeso rolorolorolo quequeque

era silenciosa, devido à força centrífuga a ser lançada para o lado

AAA maismaismais externa.externa.externa. AAA forçaforçaforça centrífugacentrífugacentrífuga resultanteresultanteresultante pesopesopeso rolorolorolo causadacausadacausada pelapelapela rotaçãorotaçãorotação

máquina.

19

C.C. TransmissãoTransmissão ContinuamenteContinuamente VariávelVariável

motor de transmissão de CVT consiste em três componentes principais, a saber polias

primário,primário,primário, correiacorreiacorreia eee poliaspoliaspolias secundárias.secundárias.secundárias. ComoComoComo umaumauma poliapoliapolia primáriaprimáriaprimária dentedentedente dedede rodarodaroda frente,frente,frente, correiacorreiacorreia

comocomocomocomocomo cadeiacadeiacadeiacadeiacadeia enquantoenquantoenquantoenquantoenquanto quequequequeque aaaaa retiradaretiradaretiradaretiradaretirada dadadadada poliapoliapoliapoliapolia secundáriasecundáriasecundáriasecundáriasecundária dentedentedentedentedente dedededede rodarodarodarodaroda traseiratraseiratraseiratraseiratraseira ememememem

bertansmisi motocicleta manual como imagem 3. primária Puli se tornar um

eixo para o motor, uma polia secundária torna-se um com o semi-eixo

(Wawan Setiawan, 2012).

1. Como CVT Trabalho

No CVT motocicleta, como o CVT é dividido em quatro fases:

a. motores estacionários

Quando a máquina é motocicleta estacionário não pode correr,

rev do motor para as rodas não é para sua embreagem

centrífugas. Girar máquina, que dá a força centrífuga contra

pesopeso rolorolo aindaainda queque ligeiramente,ligeiramente, e,e, emem seguida,seguida, ligarligar asas poliaspolias dede correiacorreia

primário para roldanas secundárias. Assim, a rotação da polia secundária, mas

porque a rotação ainda é fraco, revestimentos de embreagem centrífuga ainda

lata

jogado para prender a embreagem e taça

transmitir para as rodas, conforme ilustrado na Figura 5a e a Figura 5b

ééé aaa ampliaçãoampliaçãoampliação quandoquandoquando pesopesopeso rolorolorolo estavaestavaestava nanana polia.polia.polia.

20

(a) (B) Figura 5. (a) Ilustração do CVT quando os motores de Motocicletas estacionários (Tarmo

(a)

(a) (B) Figura 5. (a) Ilustração do CVT quando os motores de Motocicletas estacionários (Tarmo Purgana,Purgana,Purgana,

(B)

Figura 5. (a) Ilustração do CVT quando os motores de Motocicletas estacionários (Tarmo Purgana,Purgana,Purgana, 2013),2013),2013), (b)(b)(b) PosiçãoPosiçãoPosição IlustraçãoIlustraçãoIlustração rolorolorolo PesoPesoPeso dentrodentrodentro

Puli quando os motores de Motocicletas estacionários (Arantan, 2011).

b. A máquina começa a mover

Quase o mesmo que estacionário, quando o motor começa a se mover

o motor rev um pouco maior do que quando está parado. o efeito

Máquina de rotação fornecidos para a polia secundária através roldana primária

pode ser transmitida para as rodas. Por causa da corrente de partida em movimento rodada pagar

jogue embreagem para prender a taça. força centrífuga

recebidorecebidorecebido pelopelopelo pesopesopeso rolorolorolo aindaaindaainda pequenopequenopequeno dedede modomodomodo quequeque aaa proporçãoproporçãoproporção

Grande. como ilustrado na Figura 6a e 6b é imagem

ampliaçãoampliaçãoampliação quandoquandoquando pesopesopeso rolorolorolo estavaestavaestava nanana polia.polia.polia.

quandoquandoquando pesopesopeso rolorolorolo estavaestavaestava nanana polia.polia.polia. (A) 21 (B)

(A)

21

(B)

Figura 6. (a) Ilustração do CVT quando a máquina Motorcycle Iniciar Mover (Tarmo Purgana,Purgana, 2013),2013), (b)(b) PosiçãoPosição IlustraçãoIlustração rolorolo PesoPeso

Dentro Puli quando a máquina Motorcycle Iniciar Mover (Arantan,

c. estar em movimento máquina

2011).

Quando a máquina está em movimento a uma velocidade média, a rotação do motor

superior. Assim que a embreagem de tração com bacia

experimentou um ligeiro deslizamento da embreagem, a rotação do motor pode ser canalizada para

maismais rodas.rodas. AlémAlém disso,disso, aa relaçãorelação mudou,mudou, porqueporque roleterolete

pesopeso tambémtambém eliminado,eliminado, dede modomodo queque aa pressãopressão parapara apertarapertar oo cintocinto

ououou encorajarencorajarencorajar roldanaroldanaroldana deslizandodeslizandodeslizando aumenta,aumenta,aumenta, comocomocomo ilustradoilustradoilustrado nanana

imagemimagem 7a7a ee 7b7b imagemimagem éé ampliadaampliada quandoquando pesopeso rolorolo

estava na polia.

quandoquando pesopeso rolorolo estava na polia. (A) (B) Figura 7. (a) Ilustração de CVT Quando Máquina

(A)

quandoquando pesopeso rolorolo estava na polia. (A) (B) Figura 7. (a) Ilustração de CVT Quando Máquina

(B)

Figura 7. (a) Ilustração de CVT Quando Máquina motocicleta média móvel (Tarmo Purgana,Purgana,Purgana, 2013),2013),2013), (b)(b)(b) PosiçãoPosiçãoPosição IlustraçãoIlustraçãoIlustração rolorolorolo PesoPesoPeso DentroDentroDentro PuliPuliPuli quandoquandoquando aaa máquinamáquinamáquina motocicleta Média Móvel (Arantan,

2011).

22

d. máquina de movimento rápido

Motores têm alta rotação, todos os componentes quase funciona

máxima.máxima.máxima. AAA forçaforçaforça centrífugacentrífugacentrífuga recebidorecebidorecebido porporpor pesopesopeso rolorolorolo nemnemnem

a embreagem foi preenchido. Então a relação de alterações voltem a acontecer e quase

uma ou mais, bem como contra tracção embraiagem

tigela cheia. E a potência gerada pelo motor de lata

Completa canalizada para as rodas. A Figura 9 é um gráfico que mostra

relação à rotação do motor da motocicleta da velocidade do motor

transmissão automática, tal como ilustrado na Figura 8a e 8b imagem

ééé aaa ampliaçãoampliaçãoampliação quandoquandoquando pesopesopeso rolorolorolo estavaestavaestava nanana polia.polia.polia.

rolorolorolo estavaestavaestava nanana polia.polia.polia. (A) (B) Figura 8. (a) Ilustração do CVT quando a máquina

(A)

estavaestavaestava nanana polia.polia.polia. (A) (B) Figura 8. (a) Ilustração do CVT quando a máquina

(B)

Figura 8. (a) Ilustração do CVT quando a máquina motocicleta movente rápido (Tarmo Purgana,Purgana,Purgana, 2013),2013),2013), (b)(b)(b) PosiçãoPosiçãoPosição IlustraçãoIlustraçãoIlustração rolorolorolo PesoPesoPeso DentroDentroDentro MotocicletasMotocicletasMotocicletas PuliPuliPuli QuandoQuandoQuando

movente rápido Machinery (Arantan,

2011).

De todas as quatro fases quando aplicada ao gráfico

a relação entre a velocidade de uma motocicleta com a rotação do motor pode ser visto

como na Figura 9.

23

Figura 9. Relações gráfico RPM Motor Velocidade Against the Machine Motocicleta Transmissão Automática (Ahmadeathbat,

Figura 9. Relações gráfico RPM Motor Velocidade Against the Machine

Motocicleta Transmissão Automática (Ahmadeathbat, 2014) em motocicletas de

transmissão manual cada fase é substituído por cada

engrenagem ou relação. A Figura 10 é um gráfico que mostra

relação à transmissão RPM motor de moto velocidade do motor

manual. Motocicletas transmissão manual (pato) geralmente usam

engrenagem ou proporção de até quatro.

O primeiro indicador, uma motocicleta não está em execução, mas o motor já está

spinning. Em seguida, os motocicleta começa a se mover e a rotação do motor

aumentado. A velocidade de rotação do motor aumenta mais rápido do que.

A relação dos dois, uma motocicleta já está em execução, caminhando lentamente de entrar

fase intermédia. Rev o motor ea velocidade aumentou quase equivalente,

mas maior motor rotativo. A relação dos três motocicletas foram em execução no

em que a velocidade média de forma gradual, e a velocidade de rotação do motor

aumentado. A proporção de quatro motos atingiu o limite superior, de modo que

A velocidade de rotação do motor aumenta ligeiramente, mas significativamente aumentada.

24

Figura 10. Relação Graph Contra Velocidade do Motor RPM Machinery Manual de motocicleta Transmission 2.

Figura 10. Relação Graph Contra Velocidade do Motor RPM Machinery

Manual de motocicleta Transmission

2. Componentes CVT

a.a. primáriaprimária poliaspolias

primáriaprimária poliaspolias ouou oo queque éé muitasmuitas vezesvezes chamadochamado aa poliapolia dada frente,frente,

uma proporção regulador polia porque existem pesos centrífugos

que alterar a proporção e a fonte de energia uma vez que uma tornar

cambota. Para mais detalhes pode ser visto na imagem

11.

cambota. Para mais detalhes pode ser visto na imagem 11. Figura 11. Construção e componentes primários

Figura 11. Construção e componentes primários Puli (ACIP Setiawan,

25

2009)

1)1) PoliaPolia primáriaprimária fixofixo

polia primário que não pode se mover. serve para manter

cinto para permanecer na pista. Para que lado desta polia tem

secção transversal oblíqua da correia e do outro lado, como um ventilador,

para o ar circular no interior da CVT.

2)2) PrimáriaPrimária SlidingSliding poliaspolias

polia principal para movimento. Por um lado em

lugarlugarlugar pesopesopeso rolo,rolo,rolo, enquantoenquantoenquanto ooo outrooutrooutro ladoladolado comocomocomo umaumauma secçãosecçãosecção transversaltransversaltransversal

correia. Este movimento tem como objetivo alterar a relação. começado

da correia e, em seguida, se deslocam para fora comprimido.

3)3) rolorolo PesoPeso

pesopeso rolorolo éé umum componentecomponente queque éé freqüentementefreqüentemente encontrado,encontrado,

porqueporqueporqueporque pesopesopesopeso rolorolorolorolo IstoIstoIstoIsto funcionafuncionafuncionafunciona comocomocomocomo umumumum peso.peso.peso.peso. pesopesopesopeso rolorolorolorolo

incentivaráincentivaráincentivará roldanaroldanaroldana deslizandodeslizandodeslizando utilizandoutilizandoutilizando aaa forçaforçaforça

Centrífugas que aconteceram porque o motor gira.

4)4) deslizantedeslizante

deslizantedeslizantedeslizantedeslizante serveserveserveserve paraparaparapara mantermantermantermanter pesopesopesopeso rolorolorolorolo dededede modomodomodomodo aaaa nãonãonãonão

fora setnrifugal enquanto experimenta um grande estilo.

b.b. poliapolia secundáriasecundária

poliapolia secundáriasecundária umum poliaspolias traseirastraseiras queque iráirá

rotação para a frente da frente polia / cambota. Os seguintes componentes

polias como na figura 12.

26

Figura 12. Construção e Puli componentes secundários 1) da embraiagem (ACIP Setiawan, 2009) Clutch serve

Figura 12. Construção e Puli componentes secundários

1) da embraiagem

(ACIP Setiawan, 2009)

Clutch serve para ligar e desligar

rev o motor para as rodas.

2) Per

Como uma função secundária contra a força centrífuga

experimentadoexperimentadoexperimentado porporpor pesopesopeso rolo,rolo,rolo, dedede modomodomodo quequeque aaa razãorazãorazão podepodepode mudarmudarmudar

rapidamente se torna alta.

3)3) roldanaroldana dede deslizamentodeslizamento secundáriasecundária

roldanas secundárias para se mover, a mesma função com

roldanaroldana dede deslizamentodeslizamento primária.primária. MasMas aa poliapolia secundáriasecundária contracontra aa forçaforça

efectuadaefectuadaefectuada pelapelapela roldanaroldanaroldana primáriaprimáriaprimária pesopesopeso rolorolorolo utilizandoutilizandoutilizando molas,molas,molas,

bem como para manter a firmeza da correia.

4)4) poliapolia fixafixa secundáriasecundária

roldanas secundárias que não pode mover-se, a mesma função

comcomcom roldanaroldanaroldana fixafixafixa primárioprimárioprimário ououou seja,seja,seja, paraparapara mantermantermanter aaa correia.correia.correia.

27

5)5) guiaguia PinPin

guiaguia PinPin aa protuberânciaprotuberância continhacontinha roldanasroldanas fixasfixas

secundário.secundário.secundário. AAA funçãofunçãofunção dedede guiaguiaguia dedede pinpinpin ememem sisisi ééé aaa mudançamudançamudança

rácio / aumento de binário quando o motor necessita de torque, como em

inclina ou cargas pesadas.

c.c. correiacorreia

correiacorreia serveserve comocomo elementoelemento dede ligaçãoligação comcom aa poliapolia poliapolia primáriaprimária

Secundária para continuar a rotação da polia principal para a polia secundária.

correiacorreia transmissãotransmissão usandousando oo modelomodelo dasdas serrilhas.serrilhas.

d.d. caixacaixa redutoraredutora

Os componentes deste raramente demolido em pedaços. uma engrenagem de redução

serve para amortecer rodada de modo criado

ideal. A redução sala fechada e engrenagem separada e as roldanas secundárias

polia principal, e uma engrenagem de redução requer uma lubrificação especial.

3. Danos e como superá

a.a.a. pesopesopeso rolorolorolo jájájá erodidaerodidaerodida (não(não(não cilindros)cilindros)cilindros)

Os sintomas são vibrações a baixas rotações do motor, a

alta rotação vai sentir uma onda. Como lidar com

executar a manutenção de rotina, tais como a verificação e limpeza

cada 3.000 km e é aconselhável para substituí-los a cada 20.000

km.

28

b. embreagem exausto

aceleração do motor será reduzida, porque quando o motor começa a funcionar

mas a propaganda eleitoral deve ficar para a tigela, ainda

ficar porque se esgotou, por isso leva tempo

mais longo ou mais pressão para ser agarrada

acoplamento tigela. A correção é para substituir

com um novo.

c. Bacia de embreagem problemática

Motor vai empolado quando ele começa a correr, devido ao atrito

embreagem tela não pode ser perfeito. Quando a tela não é perfeito

tigela agarrando

aqui

A potência do motor é perdido,

que

provoca a paragem do motor. Verifique sulco raspando a tigela

com a embreagem de tela, se não é direito de substituí-lo com

nova.

D. Capacidade Engenharia

1. Torque e Potência

Torque, conhecido como o torque é poder

rodar a cambota para conduzir o veículo e formulado como

na equação (1). O momento em que o veículo é canalizado através da correia, embraiagem,

e, finalmente, a roda de engrenagem de redução. momentos relacionados eficiência volumétrica,

porque a quantidade de combustível no cilindro vai

influenciar a força do êmbolo de impulso ou de alimentação (Daryanto, 2011).

29

onde:

pf = Fk xr

pf

= Torque (Nm) Fk

= Força tangencial (N) r

= Raio (m)

(1)

pf = Torque (Nm) Fk = Força tangencial (N) r = Raio (m) (1) Momento Figura

Momento Figura 13. Relação e potência do motor (Wardan Suyanto, 1989)

HorsepowerHorsepowerHorsepower ououou maismaismais conhecidoconhecidoconhecido comocomocomo HorseHorseHorse Power,Power,Power, ééé

energia produzida por unidade de tempo com unidades de HP ou Watt.

O inventor do conceito de poder é James Watt. Na unidade internacional de poder

formulado como na equação (2) (Amien Nugroho, 2005). retrato

13 mostra um gráfico do binário e a potência de motociclos.

= W

um gráfico do binário e a potência de motociclos. = W onde: W = Potência (W)

onde:

W = Potência (W) F

= Energia (N) D

= Distância (m) t

= Tempo (s)

(2)

Para simplicidade em mente, é dada uma unidade de potência em

métricamétricamétricamétricamétrica ((((( cavalo-vaporcavalo-vaporcavalo-vaporcavalo-vaporcavalo-vapor métrico)métrico)métrico)métrico)métrico) CodedCodedCodedCodedCoded PSPSPSPSPS ((((( PferdePferdePferdePferdePferde Starke).Starke).Starke).Starke).Starke). 11111 ===== 0,9860,9860,9860,9860,986 pspspspsps

HP = 0736 KW.

NaNaNa suasuasua aplicação,aplicação,aplicação, aaa potênciapotênciapotência ououou poderpoderpoder UmaUmaUma variedadevariedadevariedade dedede veículosveículosveículos

dedede largura.largura.largura. alimentaçãoalimentaçãoalimentação indicadoindicadoindicado representarepresentarepresenta aaa energiaenergiaenergia geradageradagerada pelopelopelo cilindro,cilindro,cilindro,

cálculo para motores de dois tempos como na equação (3) e os motores 4T

30

comocomocomocomo nananana equaçãoequaçãoequaçãoequação (4).(4).(4).(4). OOOO poderpoderpoderpoder dededede tracçãotracçãotracçãotracção éééé ligarligarligarligar barrabarrabarrabarra dededede tração.tração.tração.tração.

poderpoder atritoatrito éé potênciapotência utilizadautilizada parapara ultrapassarultrapassar gesekan-gesekan-

atrito.atrito.atrito. potênciapotênciapotência dedede travagemtravagemtravagem ééé aaa energiaenergiaenergia geradageradagerada líquidalíquidalíquida

geradageradagerada líquidalíquidalíquida de atrito (Wowo Sunaryo Kuswana, 2014). IP 2tak = IP 4tak =

de atrito (Wowo Sunaryo Kuswana, 2014).

IP 2tak =

IP 4tak =

(3)

(4)

onde:

IP

=== IndicadaIndicadaIndicada dedede energiaenergiaenergia ((( W)W)W)

P

== PressãoPressão (N(N // mm 2)2)

L

= Passo pistão (m) Um

 

== SuperfícieSuperfície dede êmboloêmbolo (m(m 2)2)

 

N

= Redondo Máquina (rpm) K

= Número de Cilindros

ComoComoComo paraparapara contagemcontagemcontagem potênciapotênciapotência dedede travagemtravagemtravagem podepodepode serserser calculadacalculadacalculada pelapelapela

AA equaçãoequação (5).(5). BPBP == IPIP -- FPFP

onde:

2. Cilindrada

BP

== freiofreio dede poderpoder

IP

== alimentaçãoalimentação indicadoindicado

FP

== PoderPoder fricçãofricção

(5)

volume do cilindro é multiplicado pelos pistões mover grandes volumes

secção transversal do pistão. cilindro de diâmetro comparação com um comprimento

os pistões para motociclos entre 0,8 a 1,2. Se os termos de

diâmetro do cilindro proporção por volume do cilindro é dividida em

três (Moch Solikin e Sutiman, 2005).

31

a.a.a. LongoLongoLongo Curso:Curso:Curso: pistãopistãopistão maiormaiormaior comprimentocomprimentocomprimento dododo passopassopasso dododo quequeque ooo diâmetrodiâmetrodiâmetro

cilindro.

b.b.b. square:square:square: comprimentocomprimentocomprimento dododo passopassopasso dedede êmboloêmboloêmbolo igualigualigual aoaoao diâmetrodiâmetrodiâmetro dododo cilindro.cilindro.cilindro.

c.c.c. AoAoAo longolongolongo dododo furo:furo:furo: comprimentocomprimentocomprimento dododo passopassopasso dedede êmboloêmboloêmbolo maismaismais pequenapequenapequena dododo quequeque ooo diâmetrodiâmetrodiâmetro dododo cilindro.cilindro.cilindro.

A razão de compressão é a razão entre o volume de um cilindro

o volume de compressão. Gasolina taxa de compressão do motor é de 6:

1 a 12: 1.

TabelaTabela 1.1. ComparaçãoComparação dede compressãocompressão relacionamentorelacionamento comcom OctaneOctane ValorValor (Moc(Moc h.h. SolikinSolikin ee Sutiman,Sutiman, 200200 5)5)

comparação Compression

valor Octane

6: 1

81

7: 1

87

8: 1

92

9: 1

96

10: 1

100

11: 1

104

12: 1

108

compressão de volume ou de volume da câmara de combustão é o volume de um cilindro

quando o êmbolo está no ponto morto superior e pode ser calculada pela equação (6).

= Volume de compressão

(6)
(6)

3. Eficiência

A eficiência é uma vantagem, que é expresso numa

percentual. A máquina pode não ter o nível de eficiência 100

por cento ou mais, por causa dos muitos fatores que influenciam.

rendimento volumétrico é a eficiência teórica resultante

a mistura de combustível e ar que entra no volume do cilindro

32

cilindro, quando formulados em uma equação como a equação (7). eficiência

As gamas volumétricas resultantes entre 65% a 85%, excepto

o uso de ferramentas adicionais. Exemplos da utilização destas ferramentas adicionais

nomeadonomeadonomeadonomeadonomeado turbocompressoresturbocompressoresturbocompressoresturbocompressoresturbocompressores ououououou supercharger,supercharger,supercharger,supercharger,supercharger, comcomcomcomcom estaestaestaestaesta eficiênciaeficiênciaeficiênciaeficiênciaeficiência aparelhoaparelhoaparelhoaparelhoaparelho

volumétrico ser obtida até 200%.

= Eficiência volumétrica

(7)
(7)

recuperação de calor também estão incluídos na eficiência, eficiência

o objectivo é a eficiência térmica.

eficiência mecânica é a razão entre a potência do motor de eficaz

que o indicador de energia. De modo que a eficiência mecânica é poder

que eu levo vantagem dos produtos de combustão, um pouco do poder

perdido, desperdiçado e inútil para continuar o processo de combustão, a fim de

ocorre uma e outra vez (Wardan Suyanto, 1989) e pode ser

de ocorre uma e outra vez (Wardan Suyanto, 1989) e pode ser calculada pela equação (8).

calculada pela equação (8).

nM = X 100%

onde:

ɳm = eficiência mecânica BP

IP

== freiofreio dede poderpoder

== alimentaçãoalimentação indicadoindicado

(8)

Relações indicador de força, freios de energia e de energia de atrito pode ser descrito, como na

Figura 14.

33

eficiência do relacionamento Figura 14. Poder Com Mecânica (Moch Solikin e Sutiman, 2005) Figura 15.

eficiência do relacionamento Figura 14. Poder Com Mecânica

(Moch Solikin e Sutiman, 2005)

14. Poder Com Mecânica (Moch Solikin e Sutiman, 2005) Figura 15. Perda de poder no Motor

Figura 15. Perda de poder no Motor (Wardan Suyanto, 1989)

A Figura 15 mostra que só muito pouca energia

pode ser usado para conduzir o veículo por danos

não.

E.E. dinamômetrodinamômetro

dinamômetrodinamômetro éé umauma ferramentaferramenta queque serveserve parapara determinardeterminar

energia gerada por um motor e um veículo sob a forma de gráficos

binário, de potência e velocidade máxima (Moch Solikin e Sutiman, 2005).

34

tipotipotipo dinamômetrodinamômetrodinamômetro comcomcom basebasebase nanana posiçãoposiçãoposição dedede medição,medição,medição, comocomocomo sesese segue:segue:segue:

1.1.1. ChassisChassisChassis Dinamômetro:Dinamômetro:Dinamômetro: medirmedirmedir aaa potênciapotênciapotência àsàsàs rodasrodasrodas dododo veículo.veículo.veículo.

2.2.2. dinamômetrodinamômetrodinamômetro MáquinaMáquinaMáquina de:de:de: medirmedirmedir aaa potênciapotênciapotência nonono veioveioveio dedede manivelas.manivelas.manivelas.

AAA técnicatécnicatécnica dedede mediçãomediçãomedição dinamômetrodinamômetrodinamômetro comocomocomo sesese segue:segue:segue:

1.1. ObsemedObsemed

poder:poder: mediçõesmedições efectuadasefectuadas semsem terter emem contaconta

temperatura, pressão e humidade.

2.2.2.2.2. potênciapotênciapotênciapotênciapotência corrigidacorrigidacorrigidacorrigidacorrigida ououououou potênciapotênciapotênciapotênciapotência observada:observada:observada:observada:observada: medidasmedidasmedidasmedidasmedidas tomadastomadastomadastomadastomadas

tendo em conta a temperatura, pressão e humidade.

F.F.F. EfeitoEfeitoEfeito rolorolorolo PesoPesoPeso DesempenhoDesempenhoDesempenho MotorMotorMotor

pesopeso rolorolo serser livrelivre emem poliaspolias frontais,frontais, dede modomodo que,que, quandoquando aa poliapolia frentefrente

fiação,fiação,fiação, pesopesopeso rolorolorolo recebeurecebeurecebeu aaa forçaforçaforça centrífuga.centrífuga.centrífuga. EstaEstaEsta forçaforçaforça centrífugacentrífugacentrífuga

utilizadautilizada parapara conduzirconduzir asas poliaspolias avançaravançar (( roldanaroldana dede deslizamento).deslizamento).

OOO princípioprincípioprincípio estáestáestá ficandoficandoficando maismaismais leveleveleve pesopesopeso rolo,rolo,rolo, ooo impulsoimpulsoimpulso maismaismais cedocedocedo

deslizantedeslizantedeslizante roldana.roldana.roldana. Assim,Assim,Assim, aaa razãorazãorazão foifoifoi maismaismais volátil.volátil.volátil. masmasmas sesese ooo roleteroleterolete

pesopesopesopeso muitomuitomuitomuito leve,leve,leve,leve, oooo impulsoimpulsoimpulsoimpulso emememem direçãodireçãodireçãodireção roldanaroldanaroldanaroldana deslizandodeslizandodeslizandodeslizando seráseráseráserá

pequena. De modo a obter um alto torque e poder não pode estar em casa

interruptorinterruptorinterruptor pesopesopeso rolorolorolo torna-setorna-setorna-se maismaismais leve,leve,leve, devedevedeve estarestarestar dedede acordoacordoacordo comcomcom ooo

aaa capacidadecapacidadecapacidade dadada máquina.máquina.máquina. ComoComoComo encontrarencontrarencontrar aaa pesopesopeso pesopesopeso rolorolorolo ememem conformidade,conformidade,conformidade,

porpor meiomeio dede testestestes dynotest.dynotest.

OOO tamanhotamanhotamanho dododo impulsoimpulsoimpulso pesopesopeso rolorolorolo ééé directamentedirectamentedirectamente proporcionalproporcionalproporcional aoaoao pesopesopeso

pesopeso rolorolo eaea máquinamáquina dede centrifugação.centrifugação. NoNo asas roldanasroldanas secundárias,secundárias, sósó ajustarajustar

com a polia principal, mas em um roldanas secundárias, utilizando a força de compressão de

35

PrimaveraPrimaveraPrimavera CVT.CVT.CVT. DeDeDe modomodomodo quequeque aaa forçaforçaforça dedede compressãocompressãocompressão pesopesopeso rolorolorolo devemdevemdevem resistirresistirresistir ààà forçaforçaforça compressivacompressivacompressiva

Primavera CVT.

A capacidade do veículo é fortemente influenciada pela capacidade da máquina e

rácios de eleição, como a equação (9). , == (( ).).
rácios de eleição, como a equação (9).
,
== (( ).).

(9)

FFF === esforçoesforçoesforço sobresobresobre aaa rodarodaroda (N)(N)(N) ttt eee === ooo bináriobináriobinário dododo motormotormotor comocomocomo umaumauma funçãofunçãofunção dadada velocidadevelocidadevelocidade dododo veículoveículoveículoveículoveículo (Nm)(Nm)(Nm)(Nm)(Nm) iiiii ttttt ===== racioracioracioracioracio dedededede transmissãotransmissãotransmissãotransmissãotransmissão dedededede iiiii ddddd ===== razrazrazrazraz rrrrr diferencialdiferencialdiferencialdiferencialdiferencial tardetardetardetardetarde ===== raioraioraioraioraio dadadadada rodarodarodarodaroda dedededede accionamento (m)

ɳɳɳ ttt === eficiênciaeficiênciaeficiência dedede transmissãotransmissãotransmissão

dedede transmissãotransmissãotransmissão Figura 16. Veículo de empuxo necessário (Sutantra, 2001)

Figura 16. Veículo de empuxo necessário (Sutantra, 2001)

AAA equaçãoequaçãoequação (10)(10)(10) dedede impulsoimpulsoimpulso roldanaroldanaroldana deslizandodeslizandodeslizando porqueporqueporque aaa forçaforçaforça centrífugacentrífugacentrífuga

peso do rolo.

=
=
centrífugacentrífugacentrífuga peso do rolo. = (10) FFFF shshshsh ==== forçaforçaforçaforça

(10)

FFFF shshshsh ==== forçaforçaforçaforça axialaxialaxialaxial sobresobresobresobre asasasas poliaspoliaspoliaspolias avançaravançaravançaravançar devidodevidodevidodevido àààà forçaforçaforçaforça centrífugacentrífugacentrífugacentrífuga roleteroleteroleterolete

pesopeso (( N)N)

μμμμμμ bbbbbb ====== oooooo coeficientecoeficientecoeficientecoeficientecoeficientecoeficiente dededededede atritoatritoatritoatritoatritoatrito entreentreentreentreentreentre pesopesopesopesopesopeso rolorolorolorolorolorolo comcomcomcomcomcom deslizantedeslizantedeslizantedeslizantedeslizantedeslizante μμμμμμ cccccc ====== oooooo coeficientecoeficientecoeficientecoeficientecoeficientecoeficiente dededededede atritoatritoatritoatritoatritoatrito entreentreentreentreentreentre pesopesopesopesopesopeso rolorolorolorolorolorolo comcomcomcomcomcom roldanaroldanaroldanaroldanaroldanaroldana deslizandodeslizandodeslizandodeslizandodeslizandodeslizando

mmm === massamassamassa pesopesopeso rolorolorolo ((( g)g)g)

δδδδδ ===== ooooo ânguloânguloânguloânguloângulo formadoformadoformadoformadoformado entreentreentreentreentre deslizantedeslizantedeslizantedeslizantedeslizante comcomcomcomcom aaaaa linhalinhalinhalinhalinha dedededede eixoeixoeixoeixoeixo dododododo veioveioveioveioveio ((((( o)o)o)o)o) γγ == oo ânguloângulo formadoformado entreentre aa linhalinha axialaxial comcom oo pontoponto dede tangênciatangência entreentre

pesopesopesopeso rolorolorolorolo comcomcomcom deslizantedeslizantedeslizantedeslizante roldanaroldanaroldanaroldana (((( o)o)o)o)

ωωωω ==== entradaentradaentradaentrada velocidadevelocidadevelocidadevelocidade angularangularangularangular (rad(rad(rad(rad //// s)s)s)s) RRRR cccc ==== forçaforçaforçaforça

normalnormalnormalnormalnormalnormal deslizantedeslizantedeslizantedeslizantedeslizantedeslizante roldanaroldanaroldanaroldanaroldanaroldana (((((( N)N)N)N)N)N) RRRRRR bbbbbb ====== forçaforçaforçaforçaforçaforça normalnormalnormalnormalnormalnormal sliderssliderssliderssliderssliderssliders

(( N)N)

36

Figura 17. Parâmetro Controlo Em Puli Início = + ( ) , AAA equaçãoequaçãoequação (11)(11)(11)

Figura 17. Parâmetro Controlo Em Puli Início

= + ( ) ,
= + (
)
,

AAA equaçãoequaçãoequação (11)(11)(11) dedede impulsoimpulsoimpulso roldanaroldanaroldana deslizandodeslizandodeslizando porqueporqueporque aaa molamolamola dedede pressãopressãopressão

(11)

FFFFF ppppp ===== forçaforçaforçaforçaforça dedededede compressãocompressãocompressãocompressãocompressão dadadadada molamolamolamolamola condiçãocondiçãocondiçãocondiçãocondição inicialinicialinicialinicialinicial (N)(N)(N)(N)(N) KKKKK nnnnn ===== aaaaa constante da mola (kg / m)

x = mudança na direcção axial sobre a roldana traseira (m)

axialaxialaxialaxial estiloestiloestiloestilo roldanaroldanaroldanaroldana deslizandodeslizandodeslizandodeslizando fachadafachadafachadafachada criadacriadacriadacriada pelapelapelapela forçaforçaforçaforça centrífugacentrífugacentrífugacentrífuga roleteroleteroleterolete

peso,peso,peso,peso, eeee temtemtemtem aaaa resistênciaresistênciaresistênciaresistência àààà forçaforçaforçaforça axialaxialaxialaxial roldanaroldanaroldanaroldana deslizandodeslizandodeslizandodeslizando volta,volta,volta,volta, porqueporqueporqueporque

CVTCVT PrimaveraPrimavera forçaforça dede compressão.compressão. QuandoQuando asas duasduas forçasforças equilibradas,equilibradas, ocorreocorre estadoestado estacionário.estacionário.

ocorreocorre estadoestado estacionário.estacionário. = - + ( , ) AA seguinteseguinte equaçãoequação

= - + (

, )
,
)

AA seguinteseguinte equaçãoequação (12).(12). == --

37

(12)

CAPÍTULO III

Concepção Ensaios

TestandoTestandoTestando aaa variaçãovariaçãovariação dedede pesopesopeso pesopesopeso rolorolorolo ememem umaumauma motocicletamotocicletamotocicleta YamahaYamahaYamaha MioMioMio

para determinar o binário e a potência.

A. Análise de Necessidades

Teste de desempenho motocicleta

As máquinas de uso

dinamômetro,dinamômetro, oo queque seráserá feitofeito nana oficinaoficina endereçoendereço MototechMototech emem

Sul Ringroad estrada, Embalagens, Singosaren, Banguntapan, Bantul,

Yogyakarta. Mototech está a ter uma oficina em Yogyakarta

ferramentaferramentaferramenta dinamômetrodinamômetrodinamômetro eee nestenesteneste workshopworkshopworkshop terterter feitofeitofeito muitasmuitasmuitas vezesvezesvezes pengujian-pengujian-pengujian-

exameexameexameexame dynotest,dynotest,dynotest,dynotest, tantotantotantotanto paraparaparapara corridascorridascorridascorridas ouououou dededede pesquisa.pesquisa.pesquisa.pesquisa. dinamômetrodinamômetrodinamômetrodinamômetro

é uma ferramenta de teste que se assemelha a utilização real do veículo.

Os passos tomados antes do teste é a preparação, cobrindo

preparação do veículo, componentes de preparação variador e equipamentos de descarga

pares. Os testes foram realizados, exatamente como muito a ganhar

os melhores resultados.

B. Implementação

1. Conceito Testing

Antes de realizar o ensaio é efectuado sistema de CVT preparação,

incluir a verificação, limpeza e manutenção do sistema CVT na oficina

AutomotiveAutomotive TrainingTraining CenterCenter (( ATC)ATC) UNY.UNY. substituiçãosubstituição dede algunsalguns

38

componentes ter sido desmantelado (apenas CVT perto). porque depois

preparação CVT, vai ser testado na oficina desempenho Mototech.

Mio testes de desempenho da motocicleta realizada até quatro

tempo,tempo,tempo,tempo, cadacadacadacada comcomcomcom pesospesospesospesos pesopesopesopeso rolorolorolorolo Diferente,Diferente,Diferente,Diferente, nomeadamentenomeadamentenomeadamentenomeadamente roleteroleteroleterolete

pesopesopeso 999 g,g,g, 101010 g,g,g, 10,5210,5210,52 ggg eee 111111 g.g.g. testestestestestes dedede conceitoconceitoconceito dynotestdynotestdynotest

gerar dados sob a forma de um gráfico do binário contra RPM e de potência

contra RPM com cada gráfico existe uma descrição

Outros parâmetros, tais como o valor de torque, o valor de recursos e tempo. quaisquer dados

em comparação,

especialmente cada binário e potência máxima,

resumiu os resultados.

2.2. CursoCurso dede TesteTeste dynotestdynotest

em seguida

a.a.a. lançamentolançamentolançamento tampatampatampa dedede coberturacoberturacobertura motocicletamotocicletamotocicleta paraparapara serserser utilizadoutilizadoutilizado comocomocomo umumum ganchoganchogancho

entreentreentre máquinasmáquinasmáquinas dinamômetrodinamômetrodinamômetro aaa estruturaestruturaestrutura dadada motocicleta.motocicleta.motocicleta.

b. Substituição dos cabos de vela no cabo como o sensor de rotação do motor

c. Ligue a moto e o gás lentamente até que as voltas do motor

figuras mostram 4000 rpm.

d. Uma vez que a velocidade do motor atinge 4.000 rpm, de gás totalmente aberto.

e. Removendo o gás depois de a velocidade do motor atinge 10.000 rpm.

f. Marca acordo com as instruções de operação e necessidades de dados relacionados

a precisão dos dados.

g. Depois de obter os dados, os dados são impressos.

h.h.h. mudançamudançamudança pesopesopeso rolorolorolo comcomcom diferentesdiferentesdiferentes pesos,pesos,pesos, testetesteteste

como acima.

39

C. equipamentos e materiais utilizados

TestandoTestandoTestandoTestando aaaa variaçãovariaçãovariaçãovariação dededede pesopesopesopeso pesopesopesopeso rolorolorolorolo transitadotransitadotransitadotransitado dinamômetrodinamômetrodinamômetrodinamômetro

contida na oficina e usar a bicicleta Mototech Mio

carburadorcarburador terceiraterceira geraçãogeração emem 20092009 (Mio(Mio Sorriso).Sorriso).

As seguintes especificações:

máquina

passo diâmetro

O volume do cilindro

: 4 tempos SOHC

: 50,0 x 57,9 milímetros

::

113,7113,7 cmcm 33

Taxa de compressão: 8,8: 1

potência máxima

O binário máximo

: 08:02 HP / 8000 rpm

: 7,4 Nm / 6500 rpm

Para realizar o teste usando as ferramentas e materiais

como se segue:

1. Ferramentas usadas

Algumas das ferramentas usadas para executar a demolição

e instalação de CVT e outros componentes, o aparelho da seguinte forma:

a. chave de fenda +

b. Key 12 Anel

c. tecla T10

d. T8 chave

e.e. FerramentaFerramenta dede ServiçoServiço EspecialEspecial (polias(polias Holder)Holder)

f. Bloqueio de choque 19

g. choque guiador

40

2. Materiais Utilizados

Os materiais utilizados há que serve como

comparação e está a funcionar como um tratamento de CVT, bahan-

o material é a seguinte:

a.a.a.a. graxagraxagraxagraxa primáriaprimáriaprimáriaprimária eeee poliapoliapoliapolia secundáriasecundáriasecundáriasecundária

b.b.b. pesopesopeso rolorolorolo 10,5210,5210,52 gramasgramasgramas

c.c.c. pesopesopeso rolorolorolo 999 gramasgramasgramas

d.d.d. pesopesopeso rolorolorolo 101010 gramasgramasgramas

e.e.e. pesopesopeso rolorolorolo 111111 gramasgramasgramas

D. Detalhes de Custo

DetalhesDetalhes dede custoscustos usadousado parapara testartestar aa variaçãovariação dede pesopeso pesopeso rolorolo

como mostrado na Tabela 2.

mesamesamesamesa 2222 ,,,, DetalhesDetalhesDetalhesDetalhes dodododo custocustocustocusto PengujiaPengujiaPengujiaPengujia nnnn

Não.

Tipo de despesas

Número de Preço

 

número

1

pesopeso rolorolo variaçãovariação

3 jogos

R $ 100.000 para R

$ 300.000

2

pesopeso rolorolo padrãopadrão

1 set

R

$ 72.000 a Rp 72.000

 

3

graxa

1 set

R

$ 17.000 a Rp 17.000

 

4

dynotest

1 hora

R

$ 75.000 a Rp 75.000

 

Custo Total

 

R $ 464.000

E. Planeamento Tempo

NoNoNo teste,teste,teste, aaa variaçãovariaçãovariação dedede pesopesopeso pesopesopeso rolorolorolo testadorestestadorestestadores estimarestimarestimar

O teste do tempo como se mostra na Tabela 3.

41

Plano de Projeto Tabela 3. final Hora de criação

tempo O plano de acção Eu II III Eu II III IV Eu II III
tempo
O plano de
acção
Eu
II
III
Eu
II
III
IV
Eu
II
III
IV
Eu
II
III
IV
Elaboração de
Propostas
preparação
e
implementação
de testes
demonstrações
Exame
Projeto
Final

42

CAPÍTULO IV

Processos, RESULTADOS E DISCUSSÃO

A. Processo de Teste

AsAsAs variaçõesvariaçõesvariações dododo processoprocessoprocesso dedede testetesteteste ememem pesopesopeso pesopesopeso rolorolorolo podepodepode serserser feitofeitofeito

preparação leve e fácil. A preparação deste teste incluir

mediçãomediçãomediçãomediçãomediçãomediçãomedição pesopesopesopesopesopesopeso rolo,rolo,rolo,rolo,rolo,rolo,rolo, lançamentolançamentolançamentolançamentolançamentolançamentolançamento tampatampatampatampatampatampatampa dedededededede coberturacoberturacoberturacoberturacoberturacoberturacobertura eeeeeee passopassopassopassopassopassopasso motocicletas.motocicletas.motocicletas.motocicletas.motocicletas.motocicletas.motocicletas.

A libertação dos componentes destina-se a simplificar e

acelerar o processo de teste. O processo de verificação de tratamento de limpeza

UNY ATC feito na oficina em 21 de junho de 2016. Os testes de variação

pesopesopesopesopeso pesopesopesopesopeso rolorolorolorolorolo transitadotransitadotransitadotransitadotransitado dinamômetrodinamômetrodinamômetrodinamômetrodinamômetro MototechMototechMototechMototechMototech YogyakartaYogyakartaYogyakartaYogyakartaYogyakarta

22 junho de 2016.

22 junho de 2016. (A) (B) FiguraFiguraFigura 18.18.18. (a)(a)(a)

(A)

22 junho de 2016. (A) (B) FiguraFiguraFigura 18.18.18. (a)(a)(a)

(B)

FiguraFiguraFigura 18.18.18. (a)(a)(a) MediçãoMediçãoMedição dadada EspessuraEspessuraEspessura RRR ollerolleroller Peso,Peso,Peso, ((( b)b)b) MediçãoMediçãoMedição

dimensãodimensão rolorolo PesoPeso

substituiçãosubstituiçãosubstituição pesopesopeso rolorolorolo atravésatravésatravés dedede váriasváriasvárias etapas:etapas:etapas:

1.1.1. RetireRetireRetire aaa tampatampatampa /// carenagemcarenagemcarenagem paraparapara baixobaixobaixo usandousandousando umaumauma chavechavechave dedede fenda.fenda.fenda.

2.2.2. RemoçãoRemoçãoRemoção passopassopasso trástrástrás usandousandousando umumum fechofechofecho dedede combinaçãocombinaçãocombinação 12.12.12.

3.3.3.3.3. RetireRetireRetireRetireRetire aaaaa tampatampatampatampatampa ///// coberturacoberturacoberturacoberturacobertura eeeee filtrofiltrofiltrofiltrofiltro CVTCVTCVTCVTCVT usandousandousandousandousando umaumaumaumauma chavechavechavechavechave dedededede fendafendafendafendafenda eeeee umaumaumaumauma chavechavechavechavechave 10.10.10.10.10.

4. Retire o CVT usando T8 chave.

43

5. O último passo da abertura da porca de bloqueio com o encaixe 19,

porque o intervalo estreito faz com que o anel de chave e uma chave não são capazes de

agarrando a porca ao máximo. polia da frente é um componente que

rotativa, exigindo, assim, ferramentas adicionais para tornar as polias

permanecerpermanecer emem silêncio,silêncio, asas ferramentasferramentas usadasusadas parapara segurarsegurar aa poliapolia dada frentefrente éé especialespecial

ferramenta de serviço (detentor polia)

Passos 1-3 são feitos na oficina ATC UNY para salvar

momentomomentomomento ememem quequeque aaa substituiçãosubstituiçãosubstituição pesopesopeso rolorolorolo OOO Mototech.Mototech.Mototech. nonono momentomomentomomento

desmantelamento na antemão CVT fim reparadas ATC

obterobterobter dadosdadosdados precisos.precisos.precisos. AlémAlémAlém disso,disso,disso, pesopesopeso rolorolorolo OOO padrãopadrãopadrão ééé substituídosubstituídosubstituído

por um novo, porque não é redondo ou cilíndrico.

por um novo, porque não é redondo ou cilíndrico. FiguraFigura 19.19. MotocicletasMotocicletas QuandoQuando

FiguraFigura 19.19. MotocicletasMotocicletas QuandoQuando estarestar nono topotopo DynanometerDynanometer

44

RemovendoRemovendoRemovendoRemovendoRemovendo ooooo númeronúmeronúmeronúmeronúmero dadadadada placaplacaplacaplacaplaca aoaoaoaoao longolongolongolongolongo colchetecolchetecolchetecolchetecolchete -la.-la.-la.-la.-la. lançamentolançamentolançamentolançamentolançamento coberturacoberturacoberturacoberturacobertura dianteirodianteirodianteirodianteirodianteiro eeeee

coberturacobertura ,, LibertaçãoLibertação dada tampatampa frontalfrontal dodo meiomeio destina-sedestina-se aa ligarligar oo veículoveículo

a fim de ficar de pé como uma imagem 17, enquanto a tampa central para

abraçadeira de cabo menempalkan sobre os cabos de ignição para sensores na bicicleta

motores. Em seguida, o operador preparado todos os requisitos de teste e de entrada

testetesteteste dedede dadosdadosdados relacionado.relacionado.relacionado. AAA telatelatela dododo espaçoespaçoespaço dododo testetesteteste dynotestdynotestdynotest vontadevontadevontade

torna-se como a imagem 18, a tela é auxiliar examinadores em

provadoprovadoprovadoprovadoprovado dynotest.dynotest.dynotest.dynotest.dynotest. ParaParaParaParaPara ososososos testestestestestestestestestes dedededede motocicletamotocicletamotocicletamotocicletamotocicleta matic,matic,matic,matic,matic, começacomeçacomeçacomeçacomeça

ligando a primeira máquina. Em seguida, o gás um pouco para cima

parâmetroparâmetroparâmetroparâmetroparâmetro motormotormotormotormotor RPMRPMRPMRPMRPM ééééé dedededede cercacercacercacercacerca dedededede 4.0004.0004.0004.0004.000 eeeee parâmetrosparâmetrosparâmetrosparâmetrosparâmetros roleteroleteroleteroleterolete RPMRPMRPMRPMRPM

eraeraeraeraera dedededede cercacercacercacercacerca dedededede 25.25.25.25.25. DepoisDepoisDepoisDepoisDepois dosdosdosdosdos númerosnúmerosnúmerosnúmerosnúmeros motormotormotormotormotor 4.0004.0004.0004.0004.000 RPMRPMRPMRPMRPM eeeee roleteroleteroleteroleterolete RPMRPMRPMRPMRPM 25,25,25,25,25, entãoentãoentãoentãoentão

gás totalmente aberta. Remover o gás depois de atingir a RPM 10.000. Naquela ocasião

Além disso, tem sido obtido os dados de teste. Realizar o teste novamente e

repor de acordo com instruções do operador, o operador irá dizer-lhe que

Dados obtidos bastante precisa. Em seguida, selecione os melhores dados, e pronto

impresso.

Em seguida, selecione os melhores dados, e pronto impresso. FiguraFigura 20.20. OO ecrãecrã dede operaçãooperação

FiguraFigura 20.20. OO ecrãecrã dede operaçãooperação DynanometerDynanometer

45

B. resultados

1. Resultados do Teste dynotest

Tabela 4. Resultados da

Rodada torque do motor

   

pesopeso pesopeso rolorolo

 

RPM

9 g

10 g

10:52 g

 

11 g

 

3000

 

09:36 Nm 9,63 Nm 8,92 Nm 09:16 Nm

09:36 Nm 9,63 Nm 8,92 Nm 09:16 Nm

   

3250

3250

3250

 

11:35 11,69 Nm Nm Nm 11:09 3351 Nm 11:25

11:35 11,69 Nm Nm Nm 11:09 3351 Nm 11:25

11:35 11,69 Nm Nm Nm 11:09 3351 Nm 11:25

 
   

nm 11:13

 

3383

     

nm 11:40

3488

 

11,8 Nm

   

3500

3500

3500

3500

3500

 

12:35 10,92 Nm 11.79 Nm Nm 3587 Nm 11:28 3750 Nm 00:45

12:35 10,92 Nm 11.79 Nm Nm 3587 Nm 11:28 3750 Nm 00:45

12:35 10,92 Nm 11.79 Nm Nm 3587 Nm 11:28 3750 Nm 00:45

12:35 10,92 Nm 11.79 Nm Nm 3587 Nm 11:28 3750 Nm 00:45

12:35 10,92 Nm 11.79 Nm Nm 3587 Nm 11:28 3750 Nm 00:45

   

12:31 11:56 10:42 Nm

12:31 11:56 10:42 Nm

12:31 11:56 10:42 Nm

 

Nm 10.90 Nm 4000 00:06 10,94 Nm Nm Nm

Nm 10.90 Nm 4000 00:06 10,94 Nm Nm Nm

Nm 10.90 Nm 4000 00:06 10,94 Nm Nm Nm

 

10:17 4250 Nm 10:37 11:35 Nm 10,6 Nm

10:17 4250 Nm 10:37 11:35 Nm 10,6 Nm

10:17 4250 Nm 10:37 11:35 Nm 10,6 Nm

   

baixosecundárioalto

     
   

9,9 Nm

9,98 Nm

4500

4500

4500

4500

 

10:57 10:12 Nm 9,73 Nm Nm 9,65 Nm 4750 10:14 Nm 9,8

10:57 10:12 Nm 9,73 Nm Nm 9,65 Nm 4750 10:14 Nm 9,8

10:57 10:12 Nm 9,73 Nm Nm 9,65 Nm 4750 10:14 Nm 9,8

10:57 10:12 Nm 9,73 Nm Nm 9,65 Nm 4750 10:14 Nm 9,8

 

Nm

   

9,4 Nm

09:13 Nm

5000

09:01 09:34

09:01 09:34

Nm 9,85 Nm Nm 09:12 Nm

Nm 9,85 Nm Nm 09:12 Nm

 

5250

09:45 09:04

09:45 09:04

Nm Nm 8,76 Nm 8,75 Nm

Nm Nm 8,76 Nm 8,75 Nm

 

5500

 

09:09 Nm 8,83 Nm 8,61 Nm 08:48 Nm

09:09 Nm 8,83 Nm 8,61 Nm 08:48 Nm

 

5750

08:39 08:57

08:39 08:57

Nm 8,76 Nm Nm 08:22 Nm

Nm 8,76 Nm Nm 08:22 Nm

 

6000

 

Nm 08:44 08:36 08:17 Nm Nm 08:11 Nm

Nm 08:44 08:36 08:17 Nm Nm 08:11 Nm

 

6250

08:18 08:07

08:18 08:07

Nm Nm 7,93 Nm 7,86 Nm

Nm Nm 7,93 Nm 7,86 Nm

 
 

6500

 

7,89 Nm 7,88 Nm Nm 7,73

7,89 Nm 7,88 Nm Nm 7,73

7,67 Nm

7,67 Nm

6750

 

Nm 07:58 07:42 07:52 Nm Nm 07:44 Nm

Nm 07:58 07:42 07:52 Nm Nm 07:44 Nm

 

7000

07:15 07:34 Nm Nm

 

7,3 Nm

07:16 Nm

7250

6,76 Nm

6,9 Nm

6,97 Nm 07:07

6,97 Nm 07:07

Nm

Nm

7500

6,62 Nm

6,7 Nm

06:58 Nm 06:42 Nm

06:58 Nm 06:42 Nm

 

7750

 

Nm 07:12 06:36 06:39 Nm Nm 06:13 Nm

Nm 07:12 06:36 06:39 Nm Nm 06:13 Nm

 

8000

 

Nm 06:55 06:24 06:39 Nm Nm 5,93 Nm

Nm 06:55 06:24 06:39 Nm Nm 5,93 Nm

 
 

8250

 

06:04 Nm 5,98 Nm 5,71 Nm 5,88 Nm

06:04 Nm 5,98 Nm 5,71 Nm 5,88 Nm

 

8500

05:39 05:56

05:39 05:56

Nm 5,72 Nm Nm 05:45 Nm

Nm 5,72 Nm Nm 05:45 Nm

 

8750

 

Nm 05:25 05:26 05:03 Nm Nm 05:02 Nm

Nm 05:25 05:26 05:03 Nm Nm 05:02 Nm

 

9000

 

4,94 Nm 4,88 Nm 4,75 Nm

4,94 Nm 4,88 Nm 4,75 Nm

4,65 Nm

4,65 Nm

9250

 

Nm 04:46 04:43 04:36 Nm Nm 04:19 Nm

Nm 04:46 04:43 04:36 Nm Nm 04:19 Nm

 

46

Nm

Nm

Nm

Nm

Nm

Tabela 5. Resultados de Poder

Motor

   

pesopeso rolorolo PesoPeso

 

rodada

RPM

 

9 g

10 g

10:52 g

11 g

 

3000

4.1

hp

4

hp

3,7 hp

3.8

hp

3250

5,3 hp

5.1

hp

5.1

hp

5.1

hp

3500

6

hp

5,8 hp

5,4 hp

5,6 hp

3750

6,4 hp

6.1

hp

5.5

hp

5,7 hp

baixosecundárioalto

4000

6,8 hp

6.1

hp

5,7 hp

5,8 hp

4250

6,8 hp

6,3 hp

5,9 hp

6 hp

4500

6,7 hp

6,4 hp

6.2

hp

6.1

hp

4750

6,8 hp

6,6 hp

6,3 hp

6.1

hp

5000

6,9 hp

6,6 hp

6,4 hp

6,4 hp

5250

7

hp

6,7 hp

6,5 hp

6,5 hp

5500

7.1

hp

6,9 hp

6,7 hp

6,6 hp

5750

7.1

hp

6,9 hp

6,8 hp

6,7 hp

6000

7,2 hp

7.1

hp

6,9 hp

6,9 hp

6250

7,2 hp

7.1

hp

7

hp

6,9 hp

 

6500

7,2 hp

7,3 hp

7.1

hp

7.1

hp

6750

7,2 hp

7,2 hp

7.1

hp

7.1

hp

7000

7.1

hp

7,3 hp

7,2 hp

7.1

hp

7086

 

7,3 hp

   

7140

   

7,3 hp

 

7213

     

7,3 hp

7250

6,9 hp

7.1

hp

7.1

hp

7,3 hp

7500

7

hp

7.1

hp

7

hp

6,8 hp

7750

7,8 hp

7

hp

7

hp

6,7 hp

 

7824

8 hp

     

8000

7,4 hp

7.1

hp

7,2 hp

6,7 hp

8250

7.1

hp

7

hp

6,7 hp

6,9 hp

8500

6,9 hp

6,7 hp

6,5 hp

6,6 hp

8750

6,5 hp

6,5 hp

6.2

hp

6.2

hp

9000

6,3 hp

6.2

hp

6.1

hp

5,9 hp

9250