Você está na página 1de 424

LIVRO DE ALTA MAGIA

ÁRVORE DE VIDA

PELOS ESPÍRITOS DE
MARIA ANTONIETTA
JOAQUIM D’ANGOLA
Everton Panaccione

Livro de alta Magia


Árvore da Vida

1ª edição

São Paulo
Editora Panaccione
2019
Panaccione, Everton
Livro de Alta Magia: Árvore da Vida - 1 ed.
Everton Pannacione
São Paulo, 2019, 424 p. Editora Panaccione

ISBN: 978-85-52995-6

1. Espiritismo
Todos os direitos reservados
O amor das ancestrais sobreviveu as foguei-
ras e elas retornaram para dizer que o amor
sempre vence as fronteiras da vida e que a Luz
delas não se apagaram com as chamas mas as
eternizaram sobre a terra.
MÃE ANCESTRAL
E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. João 8:32

A natureza abre seus braços para lhe contar os seus se-


gredos. Neste livro você irá aprender os maiores segredos de magia
que você aprenderá nesta vida, aqui está guardado o segredo para
ser feliz e viver nos mundos felizes e superiores, além da terra.
Espalhe essa mensagem por onde você passar, a carida-
de mora onde o amor e conhecimento é passado para frente, curar
com o seu pensamento, essa é uma das maiores caridades que você
poderá fazer pelo mundo.
As mães ancestrais irão lhe conduzir em uma viagem de
autoconhecimento, elas irão mexer no seu lar e se prepare; porque
elas irão fazer sua saúde física e espiritual melhorar e se elevar.
Neste livro você irá aprender a quebrar as correntes espirituais das
sombras e a desfazer qualquer vínculo que o seu espírito ou o de sua
família possa ter com a escuridão deste mundo. As mães ancestrais
prometeram retornar, as fogueiras não foram capazes de calá-las,
elas voltaram em nome da Luz e vieram lhe buscar, você e sua fa-
mília para morar em um mundo melhor, onde não haverá guerras,
dores ou fome, lá somente haverá paz, amor e vibrações elevadas,
elas disseram que um dia retornariam por amor aos filhos e filhas
que elas tiveram que deixar e vieram cumprir sua promessa, a ma-
gia voltou para a terra e junto dela vieram suas filhas e filhos que
irão fazer valer a mensagem das antigas anciãs que ensinam seus
filhos e filhas a amarem a natureza e a se elevarem com o poder de
pensamento, desde as eras primordiais da terra.
ORAÇÃO AS MÃES ANCESTRAIS

Mãe natureza, me permita voltar ao Éden e enxergar a todas


as vidas como minhas irmãs e meus irmãos
Mãe Africa, me conceda tua sabedoria e me ensina a ser um
espírito humilde todos os dias
Mãe Atlântida, me conceda tua Luz cristalina e me ensine os
caminhos sagrados da Alta Magia da Luz
Mãe Deserto, me ensine a superar as provações e me ajude a
encontrar os teus oásis
Mãe Água, me conceda a tua vida e lava minha alma com teu
amor materno
Mãe Ar, me permita flutuar em teus bons pensamentos e me
preencha de espiritualidade
Mãe Terra, me amamente com tuas sementes para que eu ali-
mente meu espírito com a sua essência de amor
Mãe Fogo, me ensina a acender as lamparinas internas do
meu Espírito e a aquecer todos os dias a minha fé
Mãe Lua, me ilumine os lugares escuros e com tuas asas me
proteja das maldições
Mãe Ancestral, me sussurre tua voz de amor e me conduza a
encontrar a felicidade
Mãe Árvore Carnaúba, me conceda o elixir da vida e me cure
das doenças incuráveis
Mãe Erva da Paz, me conceda tuas águas calmantes e teus
unguentos sagrados que curam a alma
Mãe Universo, me ensine o amor a todas as religiões, povos
e formas de vida com teu pensamento maternal que ama e
respeita a todos universalmente
Mãe Mistério, nunca nos deixe esquecer de que somos eter-
nos aprendizes e que nossas verdades sempre serão trans-
cendidas pelo futuro que nos espera.
.
ORAÇÃO AOS PAIS ANCESTRAIS

Pai da vida ouça minha oração


Pai de amor ouça meu coração
Pai da Luz ilumina meu espírito
Pai do Perdão tenha misericórdia dos meus carmas
Pai da Fraternidade me acolha em teus braços
Pai do Caminho da Paz me ensina a te encontrar
Pai dos Sentimentos me ensina a amar
Pai da Eternidade me ensine a viver
Pai bondoso me ensina a ser semelhante a ti
Pai do Espírito me transcenda a consciência
Pai Sol me aqueça com tua voz de vida
Pai da Caridade me ensine a me doar
Pai do Universo me ajude a evoluir
Pai da Terra me ensine a plantar boas sementes
Pai da Cura me ajude a me curar todos os dias
Pais ancestrais estejam comigo em todos os momentos
me ensinando a ser feliz e a me curar todos os dias um
pouco mais.
A oração, não importa qual seja, se for do coração ela
será ouvida, as ancestrais escutam a todos que vibrem paz e amor
universal em seus corações. Saiba que a maior força de um espírito
reside em suas orações, é assim que eles se conectam com outras
vidas, desde as mais rudimentares até as mais angelicais, seu poder
mental está concentrado em suas orações e elas são potentes e efica-
zes quando você vibra a Luz. Neste livro você irá aprender a se curar
e curar seus semelhantes através dela com força mental da magia
ancestral que vem lhe abraçar como uma mãe quando reencontra
seus filhos que estavam distante há muito tempo. A sua oração pode
transformar o mundo, por isso sempre ouse orar.
INDICE

O DESPERTAR DA MAGIA E A QUEDA DE ATLÂNTIDA ,15


OS ESPÍRITOS CAÍDOS DAS ESTRELAS, 35
MAGOS E MAGAS DA LUZ, 49
A MENTIRA DOS EXORCISMOS, 53
O PEDIDO DE PERDÃO, 57
A CURA DOS FEITICEIROS E MAGOS SOMBRIOS, 59
O PODER CURATIVO DE UMA MÃE, 65
MÃES E PAIS ANCESTRAIS PODEM CURAR, 69
HOMENS INGRATOS AO SAGRADO FEMININO E LOBOS DA
TERRA, 73
LOBOS E BESTAS NO PODER, 77
AYAHUASCA, AMAZÔNIA É A PÁTRIA DO EVANGELHO, 85
AYAHUASCA CONTRA O VAMPIRISMO E OS LOBISOMENS
ESPIRITUAIS, 109
O PODER DA ORAÇÃO E DO JEJUM LIBERTOU ISRAEL, 115
JESUS E OS HOMOSSEXUAIS, 117
TEMPLOS DE MAMON, 123
OS PORTAIS E ESPELHOS DAS SOMBRAS, 127
O MATERIALISMO E AS AMIZADES VAMPÍRICAS, 129
SOLDADOS DA LUZ E GUARDIÕES DA FAMÍLIA, 133
OS VAMPIROS E SUAS ESPECIALIDADES, 137
O MAGO DA LUZ, 141
AS CRIANÇAS SÃO VÍTIMAS DO VAMPIRISMO, 149
O CHEIRO DO SANGUE NO ASTRAL, 157
INDÚSTRIAS DO VAMPIRISMO, 161
A CARNE E OS PACTOS SOMBRIOS, 167
CURANDO AS MALDIÇÕES HEREDITÁRIAS, 171
O SANGUE EM ERAS PRIMITIVAS,175
OS SERES EDÊNICOS, 183
O SEXO E O VAMPIRISMO, 197
MAGOS SOMBRIOS, ESPECIALISTAS DA MENTE ENFERMIÇA, 201
ABORTO, UMA ARMADILHA DAS SOMBRAS, 207
O PENSAMENTO DE RESPEITO SALVA, 221
ESPÍRITOS SOMBRIOS E SEUS DISFARCES, 227
CARMAS DA MAGIA SOMBRIA, 231
DOUTRINAS ESTRANHAS E VAMPIRISMO NO LAR, 233
A NOVA ERA E O DESPERTAR MEDIÚNICO, 235
SAL, AÇUCAR E AS QUÍMICAS DAS TREVAS, 243
DOCES DAS TREVAS, 247
DESENVOLVIMENTO MEDIÚNICO E SEUS MITOS, 251
MÉDIUNS PRIMITIVOS E AS PRÁTICAS SOMBRIAS COM A ME-
DIUNIDADE, 255
COMO DESPERTAR A MEDIUNIDADE, 257
ORÁCULOS SOMBRIOS, 263
VAMPIROS ESPIRITUAIS, 269
O VAMPIRISMO E A PROSTITUIÇÃO, 273
LIBERTAÇÃO DA MALDIÇÃO DO VAMPIRISMO, 277
LOBISOMENS ESPIRITUAIS, 281
FEITICEIROS DO ASTRAL, 287
PODER MENTAL NA LUZ, 295
COMO NUTRIR OS PENSAMENTOS, 297
FAIXAS MENTAIS E SINTONIAS, 301
MORADAS VIBRATÓRIAS, 303
PROTEGENDO O CAMPO MENTAL, 307
O DESPERTAR DOS MÉDIUNS, 309
CÂNTICOS QUE INSPIRAM MAGIA, 313
IDEOPLASTIA É MAGIA, 315
ALERTA AOS MÉDIUNS E SENSITIVOS, 321
AS FANTASIAS DO MEDIUNISMO, 323
OS CHAKRAS, 329
A CRIAÇÃO DOS ELEMENTAIS DA NATUREZA, 333
FAZENDO CONTATO COM A NATUREZA, 345
COMO MANIPULAR MAGIA ELEMENTAL, 347
ORIGEM DOS ESPÍRITOS, 351
A MEDIUNIDADE PRIMITIVA DOS ANIMAIS, 357
FASES DA LUA E SUA INFLUÊNCIA, 361
O PODER DO SOL, 363
O PODER DAS ÁGUAS NATURAIS, 365
O PODER DAS FLORESTAS, 367
O PODER DE MANA, 369
INICIAÇÃO NA MAGIA, 373
OS CHÁS FLUIDIFICADOS, 375
PASSES MAGNÉTICOS COM OS ELEMENTAIS, 377
A REGENERAÇÃO PROMETIDA A TERRA, 379
A COZINHA DA LUZ, 381
O VEGANISMO CURA, 383
A ARTE ELEVADA CURA, 387
A CURA DO VAMPIRISMO SENTIMENTAL, 389
A CURA PELA NATUREZA ANCESTRAL, 399
AMOR POR TODAS AS VIDAS, 403
A DATA LIMITE E A CURA DA NOVA ERA, 409
A CIÊNCIA CONFIRMA A CURA, 413
FORA DA CARIDADE UNIVERSAL NÃO HÁ SALVAÇÃO, 415
MAGIAS QUE CURAM, 417
AS ANCIÃS MANDAM LEMBRANÇAS, 421
BIBLIOGRAFIA, 424
O MAGO DA CURA, O AUTOR

Olá meus irmãos, é um prazer poder contar com a sua


atenção e poder lhe transmitir um pouco do que eu sei e aprendi
com meus mentores de Luz. Neste livro eu relato como as obsessões
são realizadas e por onde elas entram. Eu, desde de muitas vidas,
caminhei pelos vales sombrios da magia sombria e fui servo de
seres ruins que escravizam os espíritos e os enganam com poderes
passageiros, as sombras são muito bem articuladas e todos aque-
les que descem nesse mundo eles tentam envolver para dominar e
atrasar sua evolução espiritual. Eu sou um ex-hipnotizado de ma-
gia sombria e assim como me curei venho também lhe ajudar a se
curar e a curar o mundo por meio desta obra. Através destes conhe-
cimentos vocês poderão entender por onde o mal entra e por onde
ele se instala. O mal só pode entrar onde possui portas abertas e
conivências com o pensamento dele, neste livro você irá aprender
a se defender espiritualmente de toda sorte de magia sombria que
tente lhe fazer infeliz, que tente lhe tirar a paz, que tente lhe tirar
a felicidade na terra e no mundo espiritual, eu venho lhes trazer a
cura sob a voz inspirativa das mães anciãs, conhecidas no passa-
do como Gaia, Hécate, Yemanja, Joana D’Arc, Joanna de Ângelis,
Mãe Maria dos Pobres, Maria João de Deus e de todas as mães
ancestrais que amam seus filhos e que querem que eles se curem e
se libertem para que possam encontrá-las no mundo espiritual. O
amor de uma mãe anciã é capaz de atravessar o universo, ela cura
todos os seus filhos e dá a vida por eles, recebam essa mensagem
não apenas em meu nome mas em nome de todos as mães e pai-
sancestrais que sempre pregaram o amor e a cura para seus filhos
na terra, eu vos entrego a regeneração da nova era em nome das
Anciãs que um dia prometeram que iriam retornar.
DESPERTAR DA MAGIA E A
QUEDA DE ATLÂNTIDA
A magia passou por muitas terras da era primitiva e foi
apresentada pelos Espíritos Superiores quando eles reencarnaram
entre nós. Vieram Espíritos dos mundos maiores e de constelações
elevadas no pensamento de amor. Eles desceram em naves espiri-
tuais até o plano espiritual da terra, reencarnaram na era primitiva
da humanidade, para avançar o pensamento dos povos primitivos.
Atlântida foi a cidade que recebeu esses Espíritos superiores, na an-
tiguidade, porém, com o tempo ela foi envenenada pelo pensamen-
to trevoso de magos sombrios, que conseguiram fazê-la cair, obje-
tivando destruir as mensagens que os Espíritos Celestiais haviam
deixado para aqueles povos. Foram os magos sombrios, espíritos de
alienígenas, que trouxeram sua magia sombria de outros planetas,
quando foram degredados para a terra. Eles envenenaram os povos
primitivos e os Atlantes com os pensamentos bélicos da guerra e
deturparam a magia da luz daqueles povos, fazendo com que ela se
tornasse sombria e afastasse os Espíritos Iluminados que os prote-
giam. Eles só conseguiram atacar Atlântida porque ela se envolveu
com ressonância mental e com as práticas que aqueles espíritos tre-
vosos estavam vibrando. Ela caiu quando decidiu explorar as outras
terras e tomá-las de seus donos, se utilizando do pensamento ruim

15
e frio de dominar os outros á sua volta, pensamento que faz com que
qualquer Ser humano caia em ruínas espirituais e sofra o mesmo
efeito mental negativo que emanou contra os outros seres.
Ela submergiu perante o ataque sombrio vindo tanto da
terra com o pensamento dos magos sombrios reencarnados, que es-
tavam na pele de homens entre eles, como falsos profetas em nome
dos Deuses em que eles acreditavam, como também do astral com
os magos sombrios em espírito, que estavam os obsediando e mani-
pulando as mentes dos homens que haviam descido com a missão
de médiuns e magnetizadores para curar, mas que haviam se vendi-
do ao dinheiro, ganâncias e poder sombrio oferecidos pelas trevas.
Com a corrupção desses missionários, que eram para trazer a luz e
não as sombras, as trevas então conseguiram uma porta espiritual
para entrar, enganando esses médiuns e se apossando de suas facul-
dades, eles realizavam proezas e espantavam as mentes primitivas,
que ainda não compreendiam o mundo espiritual, usando os dons
que tinham contra seus próprios irmãos, eles abriram passagem
para que os magos sombrios adentrassem seus pensamentos e fi-
zessem com que eles adoecessem aquela cidade espiritualmente. Ao
invés de continuarem no pensamento superior de amor e cura, que
lhes fora ensinado pelos Espíritos mais superiores, quando estes
estiveram como encarnados entre eles, eles preferiram dar ouvido
às sombras e venderam seus dons, o que fez com que eles ficassem
sob o domínio de mentes horríveis do ódio e do medo. Os Atlântes
detinham conhecimento sobre as leis da natureza, eles aprenderam
a manipular as forças do pensamento com os Espíritos Superiores,
que haviam lhes ensinado a fazer magia com a mente, sem necessi-
dade de artifícios físicos ou materialistas, magia essas que condu-
ziam o pensamento para a cura e o amor ao próximo, magia que não
se envolvia com questões frívolas e terrenas, mas com a elevação
dos sentimentos e a cura da alma através do pensamento de amor e
união. Eles aprenderam a entrar em transe e a se comunicarem com
os espíritos do mundo espiritual, mas foram orientados de como se
comunicar com os espíritos elevados e de como não serem engana-
dos pelas trevas, que são perspicazes e inteligentes no pensamento
de engano. Eles foram ensinados a como curar as doenças do es-

16
pírito e da matéria com o sopro de suas bocas, poder de cura que
provém da boca quando ela respira palavras dóceis e amáveis,
que preenchem o espírito de vigor e Luz superior. Transforman-
do sua voz e seu sopro em um agente de cura mental, que puri-
fica e eleva os espíritos quando esses a escutam e recebem sua
energia mental vinda através do sopro curativo. Naquela cidade
se encontravam seres com uma mediunidade muito aflorada pelo
seu corpo orgânico, que ainda era primitivo e que viera prepara-
do pelas funções da reencarnação, para favorecerem as percep-
ções mediúnicas, que ajudariam aqueles espíritos a avançarem
mais rápido na forma de pensar e enxergar a vida caso fossem
mais conscientes de que a vida seguia além da matéria.
Esse conhecimento avançado do mundo espiritual foi
trazido pelos Espíritos Superiores que fundaram o poder central de
Atlântida, que agora se permitia ir embora de seu povo, que com o
tempo se esqueceram dos seus compromissos e juramentos com a
alta magia da luz e com o amor universal sobre todos os seres. Os
Espíritos Superiores se afastaram dos Atlantes quando eles começa-
ram a vibrar pensamentos enfermiços e contrários ao que eles lhes
haviam ensinado, o ataque vindo pelas Trevas se deu primeiro na
forma dos Atlantes pensarem e enxergarem a vida, eles inflaram
seus egos e conseguiram colocar em suas mentes que eles deveriam
dominar outros povos e que seu conhecimento ancestral era para
ser guardado em segredo e ser ensinado apenas se houvesse moeda
de troca, entorpeceram o pensamento dos Atlantes e os envolveram
na ganância, no orgulho e no egoísmo. Esse foi o motivo da queda
dos Atlantes, eles falharam em iluminar os outros povos com o co-
nhecimento superior que receberam e foram enganados por magos
sombrios que se vestiam de profetas dos Deuses, que eles como um
povo primitivo acreditaram terem que servir e adorar, pois os Deu-
ses foram apenas Magos e Magas da luz que desceram entre eles e
por haverem poderes mediúnicos, além da compreensão daqueles
povos, começaram a lhes adorar, com o tempo as estátuas que ser-
viam apenas para relembrar as mensagens iluminadas daqueles es-
píritos se tornaram Deuses e começaram a ser adoradas e receberem
culto. A influência sombria queria que as almas se distanciassem do

17
conhecimento daqueles espíritos e para isso fez os povos acredita-
rem que eles queriam ser adorados e ofertados, fazendo com que
aqueles povos se esquecessem do conhecimento ancestral ensinado
por eles e ficassem presos no pensamento de idolatria. Os povos
primitivos ainda eram mais difíceis de assimilar os pensamentos
evoluídos e por isso foram alvos mais fáceis dos magos sombrios,
que desejavam escravizá-los na matéria e confundi-los em relação
ao mundo espiritual. Os falsos profetas fizeram os homens daquelas
terras acreditarem que a magia deles era fraca, que sem o sangue e
o sacrifício animal ela não tinha valor para os Deuses, nem poder
espiritual suficiente para curar e os livrar dos males espirituais. As
Trevas mentiram para aqueles médiuns que haviam recebido a mis-
são de serem profetas da luz, pois eles já se encontravam vibrando
no pensamento de dominar e vampirizar os outros, usando os dons
e conhecimentos espirituais que possuíam. As sombras enganaram
os Atlantes, dizendo através da boca dos falsos profetas que os Deu-
ses requeriam sacrifícios de humanos e animais, que exigiam san-
gue para poderem curá-los e abençoá-los, eles viram pessoas sendo
curadas pelo sangue e mesmo com os alertas dos magos da luz, que
lhes ensinavam que para que a cura chegasse ao espírito era preciso
haver pensamento de luz e amor, eles preferiram dar ouvido as som-
bras, pois esta não lhes exigia reforma íntima e podiam lhes curar
a matéria mesmo que eles continuassem vibrando pensamentos
negativos e sombrios. Em verdade, a sombra não lhes curava, mas
escondia as doenças que eles tinham, deixando em estado latente as
larvas espirituais em seus corpos espirituais, fazendo com que eles
acreditassem que estavam curados, mas por dentro estavam mais
doentes do pensamento e da forma de serem cada vez mais egoístas
e sombrios na maneira de agirem, pensamentos inflados pelas Tre-
vas, que os queriam destruir.
As Trevas são espíritos de outras galáxias que foram de-
gredados e caíram na terra, na era primitiva, por não terem se me-
lhorado quando ainda moravam nos mundos mais superiores. São
conhecidos nas religiões do passado como Anjos Caídos, porque são
espíritos muito evoluídos intelectualmente, mas que moralmente
são sombrios, pois mesmo com a consciência despertada no Univer-

18
so, através de várias vidas, eles não quiseram se melhorar e modifi-
carem seu pensamento para o amor e para Luz, o que lhes resultou
em um degredo no mundo espiritual, quando desencarnaram nos
mundos superiores. Um degredo que os lançou no orbe primitivo,
para que ali avançassem aqueles povos com seu intelecto e se me-
lhorassem moralmente, através de penas mais duras, para que as-
sim pudessem retornar para os mundos superiores, donde haviam
sido degredados um dia. As Trevas enganaram os olhos dos homens
com o poder de curar a matéria e afastar os espíritos sombrios, sem
que eles precisassem se modificar, fazendo eles acreditarem mais
em amuletos do que no próprio pensamento, denegrindo a força
mental que eles tinham com o engano, com o objetivo de os atrasar
e afastarem os esclarecimentos sobre o mundo espiritual e a magia
que os Espíritos Superiores lhes haviam deixado, quando outrora
encarnados entre eles. A magia de Atlântida era mental e quando
ela se perdeu, se tornou extremamente fria, material e cruel, os ho-
mens se convenceram de que o sacrifício com sangue era o caminho
para agradar os Deuses e assim as Trevas os venceram. O sangue
derramado só pode trazer guerras, dores e mais doenças, são as lar-
vas que se alimentam do sangue, são as varejeiras e as moscas que o
buscam, não é a Luz que vibra no sangue e sim as sombras do vam-
pirismo espiritual, que dele se utiliza para exercer poder sombrio
sobre a mente humana, a hipnotizando e escravizando-a, quando
ela é conivente com o sangue e o sofrimento animal e humano.
O conhecimento ancestral e iluminado trazido pelos Es-
píritos Superiores, foi guardado na consciência astral dos espíritos
que aprenderam sobre eles nas antigas escolas dos magos ilumina-
dos, pois tudo que o espírito aprende na matéria ele também guarda
em sua consciência espiritual e pode levar para outras vidas se con-
tinuar vibrando naquela forma de pensar, voltando a despertá-lo
em seu interior nas próximas encarnações, através da ajuda de ins-
pirações e pensamentos dos espíritos, que sejam concordantes com
eles e desejem impulsioná-los. Os discípulos dos antigos magos da
luz de Atlântida levaram seus conhecimentos para os outros po-
vos e passaram por diversas civilizações, os avançando com sua
forma de pensar e com suas tecnologias, que eram relembradas

19
de povos mais evoluídos, pelos quais eles passaram em outras
vidas, através das inspirações mediúnicas que recebiam, levan-
do sua magia e conhecimento ancestral, junto de seus espíritos,
para aquelas novas terras, em busca de ajudarem a curar a ter-
ra da magia da escuridão que a envolvia, por conta dos homens
primitivos estarem dando ouvidos e sendo enganados através da
mediunidade primitiva que tinham, pelas sombras que os rodea-
va desde que elas caíram neste mundo.
Se os homens de Atlântida tivessem recusado o pensa-
mento obscuro dos falsos profetas, que não trazia o pensamento de
amor e sim o pensamento de ganância, ódio, frieza, vaidade, vingan-
ça e domínio sobre os outros, se eles não tivessem vibrado a guerra,
em ressonância mental com os outros povos mais primitivos que
os atacavam, desejando se vingar deles e os dominá-los, eles defi-
nitivamente não teriam caído. Caso eles houvessem pedido forças
aos Espíritos Superiores, que os inspiravam, conforme os magos da
luz lhes ensinavam nos Templos Atlânticos, sem os sacrifícios de
sangue, que é dar a vida do outro em prol de outra, pensamento
totalmente distante do amor, pois quem se vitaliza com as energias
dos outros é reconhecido como parasita e vampiro, e era isso que
as sombras queriam que eles atraíssem, se eles tivessem vibrado o
pensamento elevado, eles lhes ajudariam a se libertar dos vampiros,
que estavam obcecados pelo metal dourado chamado ouro, metal
esse enfeitiçado pelas sombras de Mamon, que faz com que os ho-
mens da terra, desde as eras primitivas, o idolatrem e dêem a vida
por ele, os prendendo na vaidade e no materialismo sombrio que
atormenta todos os povos do mundo, fazendo com que eles amem
mais um pedaço de metal do que a si mesmos, que amem mais uma
pedra do que seus semelhantes, os cegando espiritualmente e fazen-
do com que eles troquem a felicidade da vida por objetos que ficarão
nesses mundos e que só irão atrair para suas vidas, a vaidade, os es-
píritos apegados na matéria e quando conseguem obter êxito na ob-
sessão, até a morte de seus possuidores, que podem ficar presos até
no além vida no materialismo e nos metais que tanto adoraram em
vida. Os Atlântes se deixaram envolver pela idolatria e já estavam
até se matando e fazendo guerras em nome de seus Deuses, pensa-

20
mento totalmente contrário ao que fora ensinado por estes espíritos
quando eles desceram na terra, que ensinavam que todos poderiam
realizar as mesmas proezas que eles, desde que o caminho era amar
e que se eles tivessem fé e pensamento elevado, pois as proezas não
eram feitas somente através deles no mundo físico, mas através do
poder da sintonia mental elevada que eles mantinham que conse-
guia se sintonizar com os espíritos superiores que cooperavam com
seus trabalhos mediúnicos e que os ajudavam a realizar as curas
e manifestações mediúnicas de efeito físico, necessárias ainda em
uma era primitiva, para que eles acreditassem em suas palavras es-
pirituais e elevassem o seu pensamento como espíritos.
No fim, a colméia de Atlântida foi atacada e ali seu po-
der espiritual foi submerso no oceano atlântico, levando os conhe-
cimentos ancestrais da magia daquele povo para o fundo dos ocea-
nos, eles afundaram a cidade, pois criaram bombas espirituais que
a destruíram com um desastre natural através de um terremoto, em
que abriu-se uma cratera que engoliu a cidade e a submergiu, en-
tenderam como se fosse uma fúria de Poseidon, mas o Mago da luz
Poseidon que ensinou o respeito e o amor aos animais aquáticos,
estava longe há muito tempo daqueles povos, desde que eles come-
çaram a se alimentar dos pescados e animais, que se encontravam
em estado ainda extremamente inocente nos oceanos, atrapalhando
assim o ciclo evolutivo daqueles seres, que ainda se encontram em
estado embrionário, como bebês do Universo em um laboratório
aquático, seres tão inocentes que se enganam todas as vezes que os
homens os capturam através da isca vampiresca e das redes fatais
que os mata e os aprisionam para o consumo humano.
As Trevas ensinaram aos homens a enganarem os ani-
mais das águas, que ainda são inocentes do pensamento vampires-
co que já vibrava nos Atlântes, influenciados pelas mentes trevosas
que estavam encarnadas e desencarnadas naqueles tempos, fazen-
do com que eles se alimentassem do engano que causavam aos seres
muito ainda inocente e sem maldade no coração, ela fez com que os
homens aprendessem a prender várias almas do mundo aquático
em redes sombrias, que puxam com frieza os animais dos oceanos

21
e os mata com a asfixia pela falta de oxigênio que não podem ainda
absorver como os seres que já se encontram na terra, essa forma de
agir com os seres das Águas trouxeram aos Atlântes muitas doenças
e fizeram com que eles trouxessem as maldições que seu mau pen-
samento acarretaria ao agir contra os seres das Águas, pois como
se alimentavam do engano que causavam, a vida deles também foi
enganada, como matavam pela falta de oxigênio vital, eles também
eram mortos asfixiados em problemas, fome, doenças físicas e espi-
rituais, como eles armavam redes de pesca para prenderem aquelas
almas, a vida deles e a de quem fora conivente com seu pensamento
também ficaram entregues à redes sombrias das obsessões espiri-
tuais e a armadilhas físicas preparadas por seus inimigos, que eram
mais inteligentes que eles, assim como eles também agiam quando
se utilizavam da inteligência maior que detinham para o dominar e
escravizar outro Ser. O pensamento de Poseidon se encontrava há
muito tempo distante daqueles homens, por eles mesmos haverem
se distanciado de suas palavras e ensinamentos espirituais, quando
ele pela terra passou, avançando os homens com o conhecimento
para atravessarem os oceanos e os ensinando a respeitarem a bio-
diversidade e a vida espiritual que haviam nas Águas e na natureza,
ensinando o pensamento de que toda vida deve ser respeitada e que
a Natureza é a Mãe Ancestral dos Espíritos, que quando o homem
a fere, virão outros seres, do mundo espiritual e do mundo físico,
para o ferir com o mesmo pensamento, na mesma medida em que
ele feriu aos outros e enquanto ele não construir consciência e se
arrepender desses atos, esses seres continuarão lhe perseguindo e
lhe encontrando através da vibração sombria que os atraem, o pen-
samento despreocupado com a outra vida também trará seres des-
preocupados com a dele, e isso o fará sofrer na proporção que a sua
inteligência possa compreender dolorosamente que não é transgre-
dindo a outra vida que se pode ser feliz, que não é se alimentando
dos seus irmãos que se pode ter saúde, pois até as sombras sabem
fazer a matéria ter saúde quando eles querem, mas eles sempre in-
dicam a dor dos outros, a vampirizar a vida dos outros, a saúde que

22
vem pelas sombras da morte de um outro Ser é enganosa e irá trazer
maldições espirituais desse pensamento vampiresco para a vida de
quem dele for concordante.

Os Atlantes afundaram porque tiveram ressonância com


os povos atrasados pel0 pensamento sombrio de seres espirituais
que caíram de outros orbes. Eles afundaram porque se entregaram
à guerra e ao vampirismo. Foi então que Gaia se permitiu sofrer o
ataque, deixando sua filha Atlântida adormecer em seus braços ma-
rítimos, ela não pôde protegê-los por conta de que eles não queriam
a sua proteção, eles queriam a proteção dos Deuses da guerra e do
ódio, da vingança e da ganância, então foram esses espíritos que
causaram a submersão deles, pois em verdade, eles não queriam
protegê-los, mas escravizá-los na matéria e no pensamento sombrio.

A Mãe Ancestral sempre se doa pelos seus filhos, Ela se


sacrifica, ela prefere sofrer a dor em seu corpo do que ver alguns
deles sendo atacados, ela ama seus filhos e dá a sua vida, se for pre-
ciso, para que eles sobrevivam. O Espírito de Gaia se sacrificou no
momento em que Atlântida afundou, o conhecimento sombrio que
estava nascendo nos Templos de Atlântida, envolvida pelos ma-
gos sombrios iam fazer a terra atrasar muito o pensamento, pois
a mediunidade ostensiva que os falsos profetas detinham, que na
verdade lhes foi dada para um propósito superior, estavam sendo
utilizadas para intercâmbios sombrios que trariam muitas doenças,
guerras e fome para os espíritos dos Atlântes e para os outros povos
que fossem escravizados e se deixassem envolver por aqueles pen-
samentos vindos da magia sombria que estava sendo ensinada aos
falsos profetas e consequentemente aos povos que se impressiona-
vam com sua mediunidade no estado vampiresco, eles se transfi-
guravam diante deles com ostensiva capacidade ectoplásmica, eles
conseguiam ler pensamentos, conseguiam realizar adivinhações
que eram reveladas pelos espíritos que eles tinham contato, con-
seguiam curar a matéria, que já se encontrava doente por conta do
vampirismo e dos maus pensamentos que eles emitiam e tudo isso
era envolvido com um poder hipnótico e com palavras magnéticas
e distorcidas do conhecimento espiritual, que alegavam terem sido

23
inspirados pelos Deuses, pensamentos que traziam guerra, indife-
rença e sombras para as famílias de Atlântida.

Quando o pensamento das Mães Ancestrais ainda se


encontrava no meio deles eles conseguiam curar através do pensa-
mento, pois este era harmonioso e era ressonante com as atitudes
benévolas que eles praticavam, elevando assim a sua moral e poder
espiritual, eles não se alimentavam de outras vidas e tinham res-
peito por cada Ser vivo no universo, respeitando seus espaços geo-
lógicos e construindo a civilização sem ferir os animais e os outros
povos, mas realocando e afastando as feras, e convidando os irmãos
mais primitivos a se unirem e trabalharem em conjunto, como uma
grande colméia espiritual, onde todos unem seus pensamentos para
uma causa de felicidade e paz sobre todos. Ela vem ensinando os
espíritos terráqueos, desde dos tempos primitivos, com seu pensa-
mento de Luz e seu conhecimento ancestral, ela não se esquece de
seus filhos e não os abandona, as Mães Ancestrais sempre ouvem
as orações de seus filhos e os ajuda na maneira em que eles possam
conseguir conquistar seus méritos, através do pensamento ilumina-
do que ela inspira sobre eles.

De lá os magos da luz que partiram antes da cidade sub-


mergir, para se salvarem dos falsos profetas que estavam incitando
o povo contra a vida deles, continuaram a jornada e sua missão em
outros povos, ensinando aos homens a praticarem a alta magia da
luz que aprenderam com os antigos mestres e mestras do passado,
Espíritos mais evoluídos em consciência espiritual, eles passaram
por muitas civilizações ensinando o pensamento de amor que sem-
pre era combatido por falsos profetas que haviam neles, influen-
ciados pelas Trevas, assim como fizeram com Jesus e tantos outros
Avatares quando eles estiveram por aqui, como forma de atrasar a
consciência humana do pensamento de amor universal que as liberta
dos mundos primitivos e infelizes. Eles estiveram entre os Atlântes,
Lemurianos, Gregos, Egípcios, Indianos, Africanos, Orientais e mais
recentemente nos Ocidentais, como São Francisco de Assis, Joana
D’Arc, Martim Lutero, Chico Xavier e tantos outros homens que
passaram pela terra e fizeram de suas existências um exemplo moral

24
a ser seguido, que conseguiram trazer aos povos em que passaram,
na medida em que podiam compreender, os ensinamentos sublimes
e ancestrais que conheciam das altas estrelas da qual desceram para
deixarem um rastro de Luz que emitiam de suas mentes sobre a terra.
Entre os Atlântes havia nascido um espírito em um corpo
feminino, com a missão de ser uma Mãe Ancestral e uma sacerdo-
tisa superior da alta magia da luz, ela havia descido entre eles com
dons mediúnicos ostensivos e de efeito físico, ela conversava com a
natureza através de seus pensamentos e os animais a respondiam,
pois ela conseguia conversar com eles telepaticamente através da
mediunidade que possuía, seu pensamento de amor era capaz de
curar feridas incuráveis com sua voz mansa e de ensinamentos su-
periores, que curavam primeiramente a mente daqueles espíritos e
quando eles se permitiam ser curados pela mente seus corpos então
também se restituíam e começavam a vibrar saúde e vibrações de
cura, porém, ela teve que se afastar de Atlântida. Os falsos profetas
iniciaram uma perseguição aos pensamentos daquela mulher e a
acusaram de heresia contra os deuses, pois ela apregoava que os Es-
píritos que estavam sobre eles eram enganosos e estavam mentindo
para eles e para as pessoas, o fanatismo religioso fez com que eles
se cegassem para aquela mulher, fazendo com que os pensamentos
dela parecessem fracos e frágeis perante os deles, ela anunciava que
os homens precisavam se melhorar se quisessem ser felizes no além
vida, mas os falsos profetas faziam com que as mentes, que esta-
vam sob sua influência por serem coniventes com os pensamentos
sombrios deles, ficassem presas ao poder hipnótico que eles as lan-
çavam, fazendo com que essas mentes ficassem enganadas e per-
seguissem em nome da Luz o pensamento dela e daqueles que se
opunham a tirar a vida dos outros através dos alimentos, guerras
e ganâncias que eles estavam fomentando, ela precisou se afastar e
um rebanho de almas a seguiu, eles começaram a atacar as pessoas
que ela amava para que ela renunciasse seu pensamento. Ela en-
tão decidiu partir e deixar a cidade de Atlântida, pois a convivência
com aquelas mentes já estava conturbadora e a ponto de culminar
em uma guerra no centro político de Atlântida, causada pelos falsos
profetas que desejavam a todo custo afastar a influência dos magos

25
de Luz do povo Atlânte. Os Espíritos iluminados não se entregam a
guerra e jamais impõem seus pensamentos, eles não se utilizam da
força e agressividade para transmitirem seus conhecimentos, eles
convidam os espíritos e lhes permitem ter o livre arbítrio para de-
cidirem de qual lado preferem ficar, no pensamento que ilumina
ou no pensamento que obscurece o Espírito, na Luz ou nas Trevas,
a maioria dos Atlântes preferiram escolher dar ouvidos aos falsos
profetas, pois não desejavam se tornar melhores e nem modifica-
rem os gostos sombrios que praticavam, a Mãe Ancestral que estava
sobre eles, através do pensamento daquela mulher, então se afastou
junto continuadamente a partir do momento em que ela foi embora,
junto das minorias que formaram um rebanho e quiseram se afastar
daqueles espíritos que estavam nas sombras vibrando a guerra, a
ganância, a dominação de outros povos, o carnivorismo, a vaidade
e o machismo sombrio, que fora disfarçado de masculinidade, pois
essa na verdade quando utilizada para o bem vibra sempre o pensa-
mento de proteção e nunca o agressivo, que pertence ao mal quando
quer impor sua forma de pensar. Essa mulher então partiu com seu
rebanho, que abandonou todo o poder aquisitivo que a cidade de
Atlântida possuía com suas riquezas naturais, eles passaram no tes-
te do dinheiro e da vaidade, muitos preferiram se apegar as casas e
aos templos belos que naquela cidade havia, que foram construídos
através das inteligências superiores que haviam pousado tempora-
riamente entre eles e os avançaram com uma beleza arquitetônica
surreal, com Templos em formas de pirâmides, construídos a base
de cristais magníficos, que faziam de Atlântida uma cidade encanta-
da pelo pensamento superior que um dia havia reencarnado em seu
seio maternal, mas que agora de nada adiantava, pois tudo aquilo
havia se corrompido com o pensamento de ódio que aquele povo
se permitiu adoecer. O rebanho teve que se desapegar disso tudo e
mais um pouco, pois teriam que seguir uma mulher que era acusada
de fraca e que os deixariam morrer de fome, pois ela não era coni-
vente com o pensamento de se alimentar de outras vidas, mesmo
assim o rebanho a seguiu e confiaram em suas palavras e eles assim
se salvaram da grande catástrofe geológica que acometeu Atlântida

26
anos depois, atraída pelo pensamento dos Atlântes que não quise-
ram se afastar das sombras e permaneceram naquela cidade que já
estava até se utilizando da ciência espiritual que Atlântida detinha
para dominarem outros povos e adoecerem seus inimigos com o po-
der mental das trevas, envolvido no vampirismo e na feitiçaria en-
sinada pelos falsos profetas em nome de Deuses, que lhes aparecia
através da vidência com a face das estatuas que eles adoravam como
Deuses, mas que eram as mentes sombrias e trevosas que se dis-
farçavam para enganar alguns, mas que para outros apareciam da
forma que eram, pois estes gostavam de lidar com o mal face a face,
eles disfarçavam a aparência de horror e demoníacas que vibravam
pelo sentimento de ódio e vampirismo em suas faces apenas quan-
do fosse preciso, para enganar os falsos profetas que poderiam até
possuir boas intenções mas ainda eram orgulhosos, e por se acredi-
tarem serem detentores de crenças inquestionáveis não quiseram
escutar a Luz que os queria curar, eles se deixaram fascinar pela
obsessão espiritual que os convencia até através de seus próprios
dons quando a mente deles eram coniventes com alguma forma das
trevas no pensar e agir, e por serem coniventes com pensamentos
sombrios, eles caíram nas regiões umbralinas por conta do engano
espiritual que eles deram crédito. Concordaram com a forma trevo-
sa de pensar e ainda ajudaram a justificá-la, atrasando moralmente
aqueles que os ouviam com meias verdades e mentiras, com as som-
bras ainda se utilizando dos próprios dons deles para enganarem a
todos e inclusive eles mais facilmente, dons que eles acreditavam
pelo orgulho da fascinação que jamais poderiam usados pelo mal.
Toda comunicação mediúnica precisa passar pelo crivo da razão e
do amor universal, porque se ela é contrária a lógica e à paz de um
semelhante ela não provém da luz.
Os espíritos sombrios conseguem transfigurar a apa-
rência espiritual, a voz, e qualquer trejeito para enganar, hipnoti-
camente todos aqueles que possuam alguma conivência com o pen-
samento deles, por isso toda vez que houver contato mediúnico é
preciso refutar muito bem as mensagens que aquele espírito está
anunciando, se curando primeiramente, antes de qualquer comu-
nicação mediúnica, de qualquer conivência com o pensamento das

27
sombras, pois caso elas encontrem conivência elas poderão entrar
disfarçadas até de espíritos de luz, fingindo pensamento superior
mas que não o levam para o caminho do amor universal mas o atra-
sa moralmente. Eles podem se utilizar de palavras cultas mas elas
não edificam, elas não causam uma melhora moral no espírito e em
verdade mais causam confusão mental do que entendimento eleva-
do. Elas não curam, mas atrasam e podem se apresentar como ro-
mances mediúnicos que no fundo não despertam uma evolução no
espírito e podem até induzir pensamentos errôneos sobre o mundo
espiritual, objetivando atrasar os encarnados dos conhecimentos
espirituais, espirituais, estes espíritos gostam de criar doutrinas
estranhas, fabulas, mitologias desnecessárias no tempo atual, ob-
jetivando sempre enganar, suas palavras são conhecidas por não
ensinarem o ser humano a se tornar melhor e por o atrasarem em
pensamentos primitivos.

A verdade nos lábios e o afastamento dos pensamentos


e práticas que sejam coniventes com as trevas são as únicas formas
dos encarnados vibrarem uma mensagem de Luz que possa lhes
chegar do mundo espiritual. Que mesmo assim os Espíritos alertam
que elas devem ser baseadas no amor a todos os seres e na recupe-
ração deles através da cura do pensamento e do coração humano,
analisando a mensagem, se baseando sempre em conhecimento es-
piritual elevado. O pensamento que exala cura, despertar de cons-
ciência e amor provém da Luz. O pensamento que exala sombras,
vampirismo, vícios humanos, desrespeito pelas outras vidas e apego
à matéria, esse jamais pode vir da Luz e pertence somente às som-
bras.

Alguns dos espíritos que reencarnaram em Atlântida,


eram os antigos exilados de Capella da constelação de Cocheiro. Eles
estiveram no passado entre nós se reajustando com o pensamento
elevado no bem e no pensamento de amor sobre todos os seres. Aju-
dando os povos mais primitivos a avançarem na forma de pensar,
contribuindo para o avanço das civilizações do mundo antigo, que
nos dias atuais ainda refletem a lembrança de uma arquitetura ele-
vada vinda dos mundos superiores como podemos ver na Grécia,

28
no Egito, nos Maias e em todo os povos por onde estes espíritos
passaram, refletindo a beleza espiritual dos mundos de onde esses
espíritos vieram. Os magos que conseguiram alcançar destaque no
poder mental foram considerados erroneamente como deuses mais
tarde, por influência sombria dos falsos profetas nas mentes dos po-
vos primitivos que os queriam induzir aos pensamentos atrasados
que mais tarde os fariam ficar presos em cultos enganosos e formas
atrasadas de pensar. O corpo orgânico deles foi preparado antes da
reencarnação para despertar uma mediunidade ostensiva, desen-
volvido com alta tecnologia sideral para aquela missão espiritual
cujo propósito seria o de chamar a atenção dos povos primitivos
e proporcionar o aceleramento deles no despertar da consciência
espiritual. Os povos primitivos eram influenciados pelos fenômenos
mediúnicos que consideravam erroneamente como sobrenaturais
por ainda desconhecerem as leis do espírito. Nenhum fenômeno
mediúnico pode ser uma porta para nos fazer crer cegamente em
um pensamento, as sombras também podem se utilizar dos dons
mediúnicos mas as mensagens que eles proporcionam não curam o
espírito. Podem parecer curar e até afastar as sombras mas a forma
deles pensarem indica se são ou não da Luz. Se a forma de pensar
não pode ser questionada é porque pertence às sombras que deseja
impor a todo custos seus pensamentos sem chance de serem convi-
dadas ao debate elucidativo das ideias. A Luz não teme o questiona-
mento e inclusive o apoia, somente questionando através do crivo
da razão e do amor universal podemos chegar à conclusão se o pen-
samento pertence a luz ou as trevas, se ele vem propor aos homens a
se amarem ou a se odiarem, se ele convida a cura e elevação ou se ele
prende em pensamento atrasado e que obscurece a forma de amar.
Eles não tinham livros e nem outras formas de adquiri-
rem conhecimento moral e por isso precisavam da mediunidade os-
tensiva. O mundo ainda era extremamente primitivo e não haviam
escolas ou ciência para ensinarem aos homens a como conviverem
melhor. A única forma de avançá-los era através da inspiração su-
perior que a mediunidade ostensiva lhes permitia perceber com
maior facilidade, porém, muitos que desceram com a missão de se-
rem médiuns acabaram se utilizando de seus dons para favorecer

29
as sombras. Quando deram espaço para ela se utilizar deles para
enganar e ganhar dinheiro com eles, comercializando seus poderes
e se utilizando deles na magia sombria em contato com os espíritos
das trevas. Eles conseguiam chamar a atenção dos homens com o
magnetismo mental e a mediunidade ostensiva do mundo primitivo
que lhes foi dada para curar, muitos se deixaram enganar por ela e
ao invés de se curarem foram adoecidos por aqueles médiuns e espí-
ritos sombrios, que se utilizavam da magia primitiva para esconder
as doenças do corpo físico, os impressionar mediúnicamente e os
atrasar moralmente. Os dons quando usados pela Luz curam, mas
quando usados pelas sombras adoecem o espírito e consequente-
mente geram doenças no corpo físico. Os médiuns que deles se utili-
zaram para o mal desencarnaram muito enfermos e com as próprias
larvas mentais que criou o degenerando o corpo físico e o levando a
deplorável situação no mundo espiritual. As doenças causadas pela
magia sombria continuam a perturbar os espíritos que foram coni-
ventes com ela, no mundos espirituais. Eles terão que voltar a um
mundo primitivo novamente em expiação para poderem se liber-
tar delas pelo corpo físico, ferramenta da natureza que regenera e
cura a forma dos espíritos pensarem. É na matéria que os espíritos
podem se curar e se depurar, nos mundos espirituais eles conse-
guem apenas compreender o motivo de seus sofrimentos e a forma
de curá-los, porém, se eles quiserem se libertar da densidade e das
doenças espirituais eles precisam reencarnar no mundo físico.
Expressamente todos os seres vivos são médiuns e sen-
sitivos, pois todos eles podem sentir influência do pensamento
exterior que lhes sobrevém a mente, mesmo que disso não perce-
bam, as ondas mentais atravessam as barreiras físicas da matéria
e são atraídas pelas formas dos espíritos pensarem e enxergarem a
vida, quanto mais conseguem perceber essas ondas mais podem se
considerar despertos mediúnicamente. Todos eles expressamente
precisam reavaliar todas as manifestações que eles produzam com
suas mediunidades e dons espirituais sob o crivo que o pensamento
da Luz comporta em sua maneira de ser. Não podem se deixar le-
var por espíritos que venham com nomes famosos, que estimulem
vaidades, que os façam atrasar-se no amor universal, que não lhes

30
cobre mudança íntima sob pena de se afastarem. Espíritos de Luz
não são coniventes com médiuns que vendam seus dons, que reali-
zem atendimentos cobrando moedas, cobrando favores, usando-se
da troca, se favorecendo com um dom que lhes foi dado para curar
e nunca para vampirizarem os outros. Mediunidade que só lhes foi
concedida para que eles aliviassem os próprios carmas e ajudassem
a curar o pensamento e a vida de seus irmãos gratuitamente. Se a
mediunidade estiver sendo estimulada por vampirismos, por vícios
e pensamentos atrasados os médiuns estão em obsessão espiritual.
Para despertar a mediunidade, não precisa de iniciações, fumos, de
álcool, de sangue e de nada que entorpeça o sentido humano, essas
coisas foram inventadas pela magia sombria para enganar e deixar
os espíritos doentes do espírito e do corpo físico. Tudo que entor-
peça os sentidos humanos causando-lhes doenças provém de uma
maneira sombria de entrar em contato com o mundo espiritual. Um
modo que a magia sombria criou e implantou em muitos templos,
desde as eras primitivas, para atrapalharem a missão dos sensitivos
que acreditavam que precisavam ficar doentes para se contatarem
com as forças Divinas. As forças Divinas nunca exigem que seus fi-
lhos se adoentem para que possam curar os outros, ela nunca exige
que uma vida seja tirada para poder curar a outra, que alguém sofra
para que o outro seja feliz. Quem provoca sofrimento é somente as
sombras, quem provoca doenças é somente a forma das sombras
pensar e quando disserem que para poder desenvolver a sua me-
diunidade precisam que você se adoeça, fuja, porque são vampiros
espirituais querendo vampirizar a sua vitalidade e mediunidade.
Quando um encarnado “perde o controle mental” pelo
uso de algum vício ou até mesmo em um momento de tensão ner-
vosa, em verdade, ele não perdeu o controle mental mas foi a sua
vontade que foi dominada durante aquele momento sombrio, por
uma inteligência das trevas que o influenciou e se apossou da men-
te dele. Mesmo que seja por um pequeno momento e em estado de
vigília, pois um espírito consegue influenciar até as palavras de al-
guém numa discussão para ferir mais o outro. E caso esse espírito
encontre conivência com o modo de ser agressivo dentro da vítima
de sua obsessão ele consegue influenciar até pensamentos de homi-

31
32
cídio sobre a mente dela. A agressividade atrai espíritos em formas
de feras do mundo astral que querem beber o sangue de suas víti-
mas de obsessão, que querem causar brigas, confusão e toda sorte
de dor mais primitiva que eles são favoráveis e por isso possuem
aparências horríveis e animalescas do astral.
Muitos são médiuns e sensitivos inconscientes, ain-
da não despertos dos conhecimentos da terra que elucidam a
mediunidade e deles esses espíritos podem fazer maior provei-
to. Quando a vítima da obsessão não se conhece sobre as leis
do espírito, ela se torna um alvo mais fácil, assim como um boi
que desconhece de sua força e permanece preso em cordas frá-
geis. O pensamento quando é preso pelo desconhecimento das
forças que possui é um alvo fácil para ser manipulado por ou-
tras mentes que conseguem dele obter vantagem se quiserem.

Quando nos momentos de tensão nervosa e de vampiris-


mo, os sensitivos ficam sob o envolvimento mental de seus obses-
sores que irão se utilizar desses momentos para lhes implantarem
hipnoses no inconsciente e deixá-los doentes do espírito com larvas
astrais e elementais animalizados pelo vampirismo que quando en-
contram campo fértil em ressonância com a forma de pensar das
vítimas se instalam e causam os efeitos negativos da magia sombria.

Os espíritos são influenciados pelos espíritos em que

33
possuam semelhança com a forma de pensar e agir e para conse-
guirem se libertar das influências causadas pelas sombras precisam
modificá-las, transformando-as em formas curativas e voltadas ao
pensamento iluminado. Os obsessores influenciam suas vítimas a
vibrarem na sintonia vampiresca em que eles estão para poderem
ter controle sobre sua forma de pensar. Eles induzem os encarnados
a entrarem nas sombras do pensamento raivoso, vingativo, soberbo
e distantes da luz para que possam adoecê-lo e envenená-lo com
mais pensamentos ruins. Tencionando que percam o controle sobre
seus pensamentos e atitudes em estado de influência hipnótica tre-
vosa que conseguem exercer sobre elas facilmente quando há coni-
vência com bebida alcoólica, fumo, carnívorismo, vícios e qualquer
forma de vampirismo. O vampirismo é uma forma de causar magia
sombria vampirizando as energias vitais dos outros que quando vi-
bram nele estão desgastando a própria saúde e a dos outros, que
se encontrem na mesma vibração, em busca dos prazeres terrenos
que estejam envolvidos com as sombras. Isso causa doenças e so-
frimentos ao espírito e por isso são considerados como prática de
vampirismo. O vampirismo pode ser consciente ou inconsciente por
parte de quem o prática que se estiverem vibrando nele estão doen-
tes do espírito e mesmo que se sintam bem ainda da matéria o vam-
pirismo cada vez que é praticado as envolvem em mais hipnoses e
magias sombrias que o estão adoentando primeiro do espírito para
depois chegarem à matéria física materializadas como doenças da
carne. A sombras nunca podem curar e só podem causar doenças e
quando dizem que podem saná-las estão mentindo e pretendendo
apenas ocultá-la na matéria física e a deixando em estado latente no
espírito. Quando não há cura moral o espírito não se cura e embora
as doenças possam aparentemente ser curadas na matéria elas vol-
tarão aeclodir de forma mais penosa pela forma doente do espírito
pensar e agir para consigo e seus semelhantes.

34
OS ESPÍRITOS CAÍDOS DAS
ESTRELAS
E disse-lhes: Eu via Satanás, como um raio, cair do céu.
Lucas 10:18

Nas épocas primitivas haviam espíritos perigosos que fo-


ram degredados para a terra primitiva pelo seu mal comportamento
nos mundos mais felizes em que estavam atrasando com sua forma

35
de pensar e agir sombria e sem desejo de regeneração. Eles caíram
numa era primitiva e foram degredados para terra por conta de seu
comportamento ruim e pensamento venenoso para com a natureza.
A Divina natureza só permitiria o retorno deles aos mundos donde
caíram se provassem melhora moral suficiente para habitarem nova-
mente aqueles mundos. A misericórdia Divina é eterna e se estende
a todos os seres desde que eles demonstrem arrependimento verda-
deiro lhes concedendo nova oportunidade com a reencarnação para
que provem se seu arrependimento é verdadeiro e alcancem méritos
necessários para poderem morar nos mundos melhores. Todos os
espíritos estão destinados a felicidade um dia e o encontro dela só de-
pende de sua vontade em se melhorar, podendo adiantá-la ou atrasá-
-la mediante as escolhas em que tomar nas encarnações que passar.
Os antigos reptilianos e espíritos serpentinos foram exi-
lados da constelação de Capella, haviam caído aqui entre povos pri-
mitivos como penitência de seus crimes nos mundos superiores,
donde praticaram o mal com seu pensamento e não quiseram se
regenerar. Caindo em uma terra primitiva como a forma deles pen-
sarem também vibrava o mundo primitivo. Eles expiariam seus car-
mas em pele humana, destituídos das capacidades de inteligência
reptilianas do passado e tendo que despertá-la em reduzida capaci-
dade na matéria humana que não comportava o cérebro espiritual
da evolução deles.
Eles cooperariam inconscientemente, quando reencar-
nados e esquecidos do passado, com a evolução de seus irmãos mais
inocentes e primitivos da consciência espiritual e humana. Cons-
truindo civilizações e desenvolvendo a inteligência dos homens na
terra como forma de se redimirem de seus carmas antigos. Repa-
rando os erros do passado e se moralizando como forma de pode-
rem retornar às pátrias superiores donde vieram e sentiam muitas
saudades. Eles construíram pirâmides e tentavam contato de mui-
tas formas com as estrelas antigas. Os que conseguiam cumprir sua
missão no bem da terra recebiam a oportunidade de retorno. Os
reptilianos que não se arrependiam de seus crimes permaneciam
no astral da terra, vibrando pensamentos enfermiços e vampíricos.

36
Em regiões umbralinas como consciências de alta evolução intelec-
tual mas ainda muito carentes de uma reforma interior. Eles em
guerras e magias vampirescas que trouxeram em seus pensamentos
das estrelas superiores que caíram.. Criavam terríveis guerras nas
mentes dos homens que pensavam como eles em nome da busca
de expansão de territórios e domínio sobre as mulheres. Vampiri-
zando os povos e os homens primitivos que como eles vampiriza-
vam outras vidas. Os povos primitivos ainda eram muito selvagens
uns com os outros e embora fossem intuídos pelos espíritos da luz
a se melhorarem, muitos deles ainda preferiam vibrar o pensamen-
to conivente com as sombras. Obtendo vantagens em cima de seus
semelhantes mais fracos, algo que atraia as mesmas obsessões para
suas vidas. Com seus instintos humanos progredindo do estado sel-
vagem para o homem civilizado, eles ainda dependiam de inteligên-
cias mais evoluídas para alcançarem o progresso. Muitos deles se
envolveram com a magia sombria, como os sacerdotes primitivos
do passado que levaram junto com ele as almas de todos aqueles
que lhes deram crédito e foram coniventes com a sua forma de pen-
sar, sacerdotes que foram enganados de que para curar precisavam
tirar a vida de outros, de que para despertar a mediunidade preci-
savam vampirizar os elementais da natureza. À sombra, envolviam
eles em danças primitivas que exprimiam formas sombrias do ser
humano ser, representando a guerra, a vaidade e a magia sombria.
Eles caíram para os abismos da escuridão onde as mentes trevosas
já os aguardava para escravizá-los mentalmente no astral enquanto
eles fossem coniventes com o pensamento e modo de ser. Quando
se arrependiam da maneira que agiram contra outras vidas e mo-
dificaram a vibração mental, eles conseguiam ser resgatados pelos
amparadores da Luz que lhes iam buscar com amor e vontade de
socorrê-los das regiões sombrias.
Eles ainda possuíam pensamentos muito densos e pri-
mitivos e não tinham respeito pelo sagrado feminino. Dominavam
mulheres de seu tempo pela força e as escravizando. Pensamento
influenciado pelas sombras que desejavam destruir o sentimento
benévolo da família que vibra sempre o respeito fraterno e a igual-
dade que proporciona a paz. Muitos daqueles homens se deixavam

37
dominar pelo instinto animal e se esqueciam que possuíam origem
no mundo astral. Com pensamentos de feras e animais ainda vi-
brando em seu coração partiam para o ataque agressivo, se utili-
zando da força física para impor seus pensamentos aos outros, algo
que também lhe seria imposto por outros seres mais trevosos logo
a frente, no decorrer daquela vida ou de outras existências. O car-
ma de todos aqueles que escravizam ou exploram seus irmãos de
alguma forma é o de também serem escravizados e explorados, a lei
de semeadura exerce poder sobre toda a natureza e nenhuma vida
pode dela se escapar. Ela é universal e rege todas as formas de vida,
é conhecida pelos magos e profetas desde das épocas mais primiti-
vas do mundo. Tudo que o homem plantar ele também colherá. O
que for ligado na terra também será ligado no mundo espiritual.
Naquele tempo os povos primitivos também possuíam
mediunidade aflorada e já estavam sendo influenciados pelos espí-
ritos sombrios a praticarem a magia sombria do pensamento ruim
contra seus irmãos, como forma de os dominar e de os influenciar
a serem trevosos como eles. Houveram homens e mulheres que
venderam seus dons para as trevas. Eles vieram como médiuns os-
tensivos para despertarem a consciência espiritual dos seus irmãos
primitivos mas se enveredaram pelos pensamentos de vingança e
da ganância. Se deixando envaidecer pelos dons que possuíam e fas-
cinando-se com os truques de efeitos físicos que os espíritos faziam
diante deles para os enganarem mais fácil. Buscaram conhecimento
com espíritos da magia sombria para amarrarem e dominarem os
outros e mal sabiam que na verdade quem estava sendo amarrados
eram eles mesmos em futuras encarnações nas quais iriam encon-
trar espíritos da mesma vibração e pensamento agindo contra a vida
deles. Espíritos das trevas que se fingiam de deuses e guias e que
em verdade foram a causa da destruição espiritual de todos aque-
les que ouviram seus pensamentos de ódio, vampirismo e guerra.
Os pensamentos belicosos que eram inspirados pelas forças trevo-
sas na face de seres altamente conscientes do que estavam fazen-
do. Se tratavam dos Espíritos Caídos que queriam implantar a ma-
gia sombria na terra desde o começo dos tempos para dominarem
seus irmãos mais inocentes. Eles realizavam rituais macabros das

38
piores espécies, os povos eram influenciados pelos médiuns doen-
tes do vampirismo a causarem abortos que buscavam atrapalhar
as reencarnações dos espíritos superiores que estavam a caminho
para resgatá-los daquelas sombras. Eram seres terríveis caídos de
longe e enquanto os encarnados não lutassem contra o pensamento
deles através do amor eles não se veriam livres daqueles espíritos,
como até hoje muitos ainda se encontram acorrentados a forma
deles pensarem, sentenciando a própria condenação aos mundos
inferiores com a forma inferior e indiferente de pensar. Enquanto
pensassem em vinganças, domínio sobre os outros, inveja, guerra e
vampirismo eles não iriam se libertar nem dos espíritos sombrios e
nem das reencarnações nos mundos mais atrasados que vibram o
pensamento bárbaro e cruel.
Assim como uma aranha venenosa quando tece sua teia
esperando uma mosca vampira cair. Mosca que já vampirizou mui-
tos seres e que também cai na mesma vibração que emanou do seu
pensamento, quando se sentiu no direito de se alimentar de outra
vida. Os espíritos das sombras buscavam tecer armadilhas men-
tais para que com a vibração mental que os encarnados emitissem
ressonante ao vampirismo eles também pudessem vampirizá-lo
de forma mais cruel e venenosa. Assim eram esses seres com alta
inteligência psíquica e grande veneno em suas línguas espirituais.
Agindo mentalmente sobre aqueles povos primitivos que possuíam
livre arbítrio e possuíam a consciência de que só poderiam fazer aos
outros aquilo que gostariam que fossem feito a eles. Leis que lhes
foram explicadas e ensinadas antes desses espíritos reencarnarem
na matéria e ela lhe seria como uma intuição. Alertando sempre que
o que não desejavam para si não deveriam desejar para os outros.

Esses seres caídos ainda se encontram nas regiões um-


bralinas da terra, querendo influenciar guerras para que possam ser
atraídos para o corpo físico. Fazendo com que os homens adorem
o ouro, a prata e a moeda, pedaços de metal que eles fazem os po-
vos, desde dos mundos primitivos, adorarem e se matarem por ele.
Tentaram implantar a magia sombria do bezerro de ouro no povo
judeu durante a libertação do Egito e Moisés que conhecia as

39
sombras que esses metais causavam desde o Egito tratou de
afastar os rebeldes e seguir a jornada sem vínculos com Ma-
mon que se utiliza do ouro e das pedras preciosas da terra para
escravizarem os humanos e os fazerem amar mais um metal
do que vidas que mal podem se alimentar devida a extrema
pobreza em que vivem, o ouro como um anel para escravizar
os povos.. Eles sempre estão atrás de almas para envenenarem
com sua voz magnética que estimula atraso e ódio. As queren-
do levar embora daqui para os mundos primitivos e medievais
onde a tortura e a imposição do pensamento é algo comum
como nas épocas primitivas de Cristo e de Moisés.

Muitos irmãos da terra ainda precisarão voltar em outras vi-


das mais necessitados do amor familiar que tanto desprezaram aqui. Da
comida que tanto desperdiçou. Da água que não preservou. Da natureza
que destruiu, das árvores que queimou. Da proteção das leis seguras que
fez descaso. Do amor que traiu a confiança. Da falta da caridade que não
exemplificou. Sentindo falta da Luz que um dia desprezou ouvir.
Terão que lutar muito para sobreviverem e terem uma
vida familiar digna por não terem lutado por um mundo melhor
e mais feliz para todos. Muitos se envaidecem pelo dinheiro, pe-
los títulos e pela posição social que possuem, mas toda posição do
mundo físico é passageira e as verdadeiras são aquelas conquista-
das pelos méritos morais dos espíritos.
A Luz respeita e ama a todos como eles são, lhes ajudando a
evoluir e serem melhores e amorosos uns com os outros. Ela convida os
espíritos a refletirem em suas atitudes e a perceberem que a lei da vida
é plantar e colher. A Luz sempre convida a pensar mas nunca força seu
pensamento. Ela é baseadas nas leis de amor e o amor nunca impõe mas
educa fraternalmente. As escolhas partem dos espíritos e se eles quise-
rem se curar a Luz irá ajudá-los, mas, se ainda precisarem de mais pro-
vas e expiações para conseguirem compreender o pensamento do amor
universal. Eles possuem toda a eternidade, a vida é eterna e o pai amo-
roso sempre está de portas abertas para o retorno de seu filho pródigo.
A ideia da Luz não é impor consciência e sim esclarecer o pensamento,

40
o espírito se convence por si só, basta analisar sua própria consciência e
pensar se o que ele emite é o que ele deseja para si.
As sombras não querem que os outros sejam felizes e por
isso se utilizam de falsos profetas e de ditadores, homens com vozes
magnetizadoras voltadas para a maldade, eles usam da imposição
de pensamento e da fé para articularem seus venenos mentais e ten-
tarem influenciar o mundo a pensar de maneira trevosa como eles
pensam. Os espíritos que lhes derem crédito cairão nos Umbrais e
serão degredados para mundos inferiores junto com eles em expia-
ções e testes morais mais difíceis que os de agora. Lá a Luz ainda é
pequena como de vagalumes e eles sentirão falta dos sentimentos
fraternos que um dia lhes chamou a mudança de pensamento e eles
preferiram dar ouvidos à hipnoses sombrias que os queriam fazer
cair junto deles em mundos horríveis do medo. Da escravidão. Da
dor e da guerra.
Os espíritos que não se importam com os outros irão
também se encontrar com seres que não se importem com eles. Que
sejam maldosos e os façam sofrer como eles também fizeram quan-
do favoreceram mentes que faziam os outros sofrerem, que tirava
a paz dos outros e que os machucava com a forma de pensarem. É
preciso compreensão que somente o pensamento e as atitudes com
amor os podem libertar das cadeias mentais que os querem pren-
der nos mundos primitivos e medievais. Onde o ódio e a tortura
fale mais que a benevolência e a paz. Pensamento que já está sendo
desenvolvido por muitas mentes sombrias que já se encontram em
orbes mais inferiores. Para receberem a grande leva de espíritos que
não quiseram se regenerar com sua forma de ser e agir. Que serão
degredados da terra pelos Espíritos Superiores no momento em que
chegarem no mundo espiritual que aguarda a todas as vidas dessa
terra para o autojulgamento de consciência.

Mundos onde a tortura, a guerra, o ódio e a falta de res-


peito pelos seus semelhantes serão coisas comuns do cotidiano des-
ses espíritos. O carma nesses mundos será expiado com os mes-
mos pensamentos sombrios que emitiram contra seus semelhantes.

41
Os omissos em protegerem seus irmãos também serão degredados
porque poderiam ter ajudado seus irmãos mas como não se impor-
taram com eles também irão para lugares onde ninguém se importe
com seu choro e suas dores. Mundos primitivos onde as lágrimas e
o ranger de dentes não comovem e nem sensibilizam os seres que
habitam aquele lugar.

Pensamentos estes que não vibrarão mais na terra re-


generada, pois o conhecimento do amor universal irá se espalhar
através das almas que irão se alistar no compromisso de se cura-
rem e curarem os pensamentos dos seus irmãos. Através de uma
nova forma de serem e pensarem, ensinando e exemplificando a
Luz. Uma forma mais amorosa para com todos os seres vivos. Vi-
brando uma sintonia melhor com o alto e se modificando diaria-
mente. Abandonando as práticas vampirescas pelas quais podiam
estar sendo envolvidos sem terem consciência dos efeitos nefastos
que ela causa. Praticando a caridade e ajudando mais seus irmãos,
pois a frieza obscura que cega o homem e que entra em seu coração
através dos vampirismos não farão mais parte da vida dele em um
mundo cada vez mais regenerado. Mundo onde a fé cega irá se curar
da cegueira, pois quem cega a fé é as sombras que deseja envolvê-la,
se há cegueira há doença e se há doença ela não provém da Luz, a
Luz cura a fé cega e abre os olhos dos espíritos para enxergarem o
todo, o universo. A terra chegou no momento de cura e agora os
espíritos que não se melhorarem, por escolha própria, não poderão
mais reclamar inocência no mundo espiritual e serão exilados da
terra. Pois a consciência de suas faltas agora estarão claras em suas
mentes desde o plano físico. Não sendo mais escondidas como no
passado foram pelas sombras que fizeram com que muitos caíssem
nos Umbrais se enganando de que já estavam libertos das trevas. A
terra não irá mais comportar espíritos que não desejam modificar
seus hábitos e pensamentos para o bem de todos. Dessa vez total-
mente conscientes dos efeitos espirituais e físicos que eles causam a
vida deles e a dos outros. Não haverá mais inocentes partindo para
o astral, a terra chegou em um estágio onde o homem será cons-
ciente do seu pensamento e do que ele atrai para a sua vida. Segredo
escondido por muitas sociedades do passado que foram envenena-

42
das pelas sombras para esconderem os conhecimentos que tinham,
exigindo absoluto segredo de ensinar aos outros seus conhecimen-
tos espirituais, vibrando o egoísmo que os levou para as mãos de
juízes cruéis do mundo umbralino. Só irá para as sombras quem
com ela possuir conivência. O momento anunciado no passado pelo
Cristo de separação do joio e do trigo é o momento atual de rege-
neração do pensamento humano para com todas as vidas da terra.
As consciências vieram para ser despertadas e cada um pode esco-
lher o caminho que irá trilhar por opção própria; ser feliz no amor
ou ainda infeliz pelo ódio. Quando a terra se encontrasse desperta
para compreender que precisa se libertar das práticas sombrias do
vampirismo e do mau pensamento ela então iria entrar para um
estado de libertação para poder se regenerar e evoluir. A Alta magia
da luz retornou para despertar todas as consciências de que a magia
sombria os leva para sombras e que se estiverem envolvidos com
ela precisam se curar para que possam ser felizes. Magia sombria é
toda forma de vibrar o pensamento conivente com as mentes som-
brias, é toda forma de causar dor aos semelhantes, é toda forma
de vampirizar, é toda forma de atrasar a evolução e a felicidade de
alguém, é toda forma de pensamento que não vibre nas leis de amor
universal e respeito à vida.
O homem que abusa do poder de sua inteligência e força
física para dominar e fazer outros seres sofrerem não poderá mais
voltar aqui. Sendo a atual encarnação a última que ele terá oportu-
nidade de se mostrar regenerado. Se ele não quiser se curar nesta
encarnação, ele será exilado sem chance de advogar essa sentença.
Cada mente atrai para si aquilo que emite de seu pen-
samento. É a justiça Divina sobre todos os seres, pois lhes são da-
das todos os dias novas oportunidades para se melhorarem e se
tornarem bons espíritos, pois a encarnação e os pensamentos que
nela o espírito vibrou é o que garante a entrada ou exclusão tem-
porária dele aos mundos superiores, pois muitos fora do corpo se
arrependem quando veem que foram enganados e envolvidos com
obsessores que não queriam a felicidade deles nos paraísos celestes,
mas mesmo se arrependendo no além vida e sendo recolhidos pe-

43
las colônias mais elevadas, eles ainda não conseguiram provar com
méritos, adquiridos apenas nas provas reencarnatórias, que podem
morar em Mundos Superiores e por isso precisarão reencarnar no-
vamente e passarem por novos testes até que consigam provar com
suas conquistas morais que se tornaram melhores como espíritos,
somente assim poderão adentrar os paraísos que são apresenta-
dos a esses espíritos em telões nas colônias superiores e que fazem
eles chorarem de tanta vontade de morarem em um mundo como
aqueles, eles soltam lágrimas porque sabem que desejam mais que
tudo ir para aqueles mundos, mas muitos quando chegam aqui se
esquecessem daquelas visões e vibram apenas a terra e os paraísos
artificiais que as sombras conseguem enganá-los, os espíritos que
desejam ser felizes precisam saber que seus pensamentos e atitu-
des serão os advogados deles no astral para que possam entrar nos
mundos melhores e que se nesse “filmes de suas vidas” não houver
a prova da mudança interior dos seus espíritos eles não poderão
adentrar os mundos melhores, pois lá não entram os vampirismos,
lá não entram os pensamentos enfermiços no ódio e no atraso mo-
ral, lá não adentram os espíritos que se entregam às paixões pri-
mitivas, pois lá moram espíritos superiores e que já conquistaram
méritos para morarem nos Mundos Maiores e mais felizes que a
terra, caso houvesse a entrada de espíritos sendo ainda coniventes
com as trevas nesses mundos a paz dos espíritos que residem neles
seriam abaladas e o equilíbrio moral que vibra naqueles mundos
sairiam do eixo, por conta do pensamento doente do ser que ainda
não vibra a mudança interna e o abandono das práticas que faz os
outros seres vivos sofrerem e isso seria uma injustiça para aquelas
almas, que embora não sejam perfeitas ainda, já conseguiram pro-
var para o Universo que não possuem mais conivência com as som-
bras e que desejam constantemente estarem se curando e modifi-
cando o seu interior, lá moram as almas que ouviram as mensagens
superiores e que não vibram mais as sombras, e embora possam
estar em um mundo melhor continuam sendo testadas nas reen-
carnações para que possam provar cada vez mais que estão na Luz,
dessa vez sem as sombras desse mundo para os tentar enganar e en-

44
venenar, sendo agora um mundo melhor a vontade e o pensamento
partirá mais deles próprios do que por influências exteriores que
tentem o tragar e caso se deixem vibrar pelos antigos pensamentos
das trevas eles ainda poderão cair em mundos mais atrasados, por
isso a melhora tem que ser verdadeira, pois os espíritos transitam
em mundos conforme sua melhora, mas caso ainda se deixem en-
volver pelo egoísmo, orgulho e a falta de sensibilidade para com a
vida, que lhes competem o livre arbítrio o poder de escolha, eles
poderão ainda cair nas sombras outras vez, assim como os espíri-
tos que vibraram o pensamento atrasado nos mundos melhores e
caíram de lá nas terras primitivas e só se libertaram e puderam re-
tornar para os mundos mais felizes quando expiaram os erros do
passado e repararam os pensamentos enfermiços que impulsiona-
ram no passado. Tudo aqui é um teste para o coração dos espíritos,
até a beleza física, até o poder aquisitivo, até a pobreza, tudo está
testando a forma deles agirem para com os outros, se com inten-
ções sombrias ficarão nas sombras, mas se com intenções elevadas
entrarão na Luz, foi este o motivo de todos descerem nesse mundo,
eles choraram no mundo espiritual e pediram uma oportunidade
para as forças superiores para poderem se salvar dos mundos e dos
sofrimentos antigos, todos aqui possuem uma missão, seja ela no
lar, na sociedade, nos campos do pensamento, da ciência e de tudo
aquilo que está ao seu alcance poder ajudar e curar, quanto mais
cura o espírito exercer sobre seus irmãos mais méritos e carmas do
passado eles irão alcançar e aliviar, é reparando e curando os outros
que os espíritos podem se curar, somente fazendo o bem a todos é
possível também colher o pensamento benéfico sobre si, quem ama
também será amado, quem vibra consolação também será consola-
do, quem eleva o pensamento e age com humildade, calma e amor
pelos irmãos que podem estar nas sombras conseguem se libertar
das obsessões, os obsessores não se afastam à base de gritos e de
ofensas, eles só param a obsessão quando o amor entra em cena,
pois eles podem se converter à Luz se quiserem, e muitas das vezes,
estão perseguindo as almas que também um dia lhes fizeram sofrer
no passado, por isso o tratamento com os obsessores e espíritos que
estão doentes no pensamento enfermiço deve ser sempre de pedido

45
de perdão e conselhos amorosos para que se modifiquem, pedindo
as forças superiores que o conduza ao pensamento de mudança e
regeneração ou que afastem a vibração deles de perto das mentes
que possam estar sendo suas vítimas, os obsessores também são al-
mas e estão envenenados por mentes que também são espíritos que
estão carentes e necessitados de amor e perdão, por isso sempre que
você sentir uma sombra se aproximar não a repreenda com raiva
ou com pensamentos sombrios porque não é assim que se afastam
eles, procure conversar mentalmente com um pensamento curativo
unido a uma oração a Luz que você acreditar em seu coração, não
importa o seu credo, mas sim o pensamento e a forma dele exprimir
amor sobre os outros e atrair os espíritos iluminados para o forta-
lecerem através do convite com humildade aos irmãos do bem. Só
se pode curar o pensamento enfermiço do ódio com o amor univer-
sal, quando o amor é vibrado os espíritos que desejam continuar no
pensamento sombrio precisam se afastar, pois o amor é como uma
Luz intensa que atrai os bons espíritos que vibram em ressonância
com ela, a Luz mental em forma de amor repele as sombras e quem
dela for conivente e não quiser se modificar não consegue atraves-
sar a onda mental, pois ela repele os pensamentos enfermiços e eles
não chegam ao pensamento de quem está vibrando amor universal
e Luz superior.

46
A libertação está a um passo, basta se modificar e se
curar da magia sombria que entram nos espíritos através das prá-
ticas vampirescas e os fazem ficar penetrados nos pensamentos
enfermiços, mesmo quando delas querem muito se libertar, forta-
lecendo eles cada vez que ela é praticada, pois as sombras entram si-
lenciosamente para que as almas continuem vibrando pensamentos
densos e mesmo que queiram se libertar deles, elas ainda ficam en-
volvidas, mas essa era chegou ao fim, o homem chegou no momento
de compreender as leis antigas da magia, que lhe foram escondidas
durante muitas eras para que as sombras os dominassem, a magia
iluminada que é o pensamento de cura e de amor universal sobre
todos os seres lhes convidam a amar e amar a todos, não somente
aqueles que pensam e enxergam a vida da mesma maneira, mas ela
convida a todos a se respeitarem e se amarem da maneira em que
sejam felizes e realizados, o amor não vibra ódio, não vibra falta
de respeito pelo livre arbítrio dos outros, o amor faz os espíritos se
ajudarem e se unirem como uma colméia, exemplo que a Natureza
em sua forma sublime de ser ensina aos homens, desde que eles se
encontravam nas eras primitivas, a formiga dando o exemplo do
trabalho digno para ajudar sua família, a abelha cooperando com
o pensamento de proteger e de trazer vida para a colmeia, o amor
não vibra vampirismos e não aceita que nenhuma vida seja tirada
em nome da vida de nenhum outro ser, pois nenhum outro ser deve
morrer para o outro viver, isso é uma prática de vampirismo e os es-
píritos que possuem conivência com esses pensamentos não serão
permitidos morar nos Mundos Superiores.

Os Espíritos Superiores estão retornando e irão reencar-


nar em massa na terra, eles irão confirmar o pensamento da alta
47
magia da luz que ajuda a conduzir o homem ao pensamento avan-
çado de que deve amar a todos os seres, pois todos possuem a se-
melhança principal da vida que é a alma, a vontade de viver e serem
felizes. Todos que podem sangrar podem sentir dores, não devemos
nos alimentar de nenhuma vida, pois se for assim haverá seres que
com o mesmo pensamento irão se alimentar de nós.

O homem e a mulher que não desejarem abrir a cons-


ciência e despertarem dos pensamentos atrasados irão se lembrar
da voz da Mãe Ancestral, que quando na terra, lhes avisou e lhes
alertou do destino que podem lhes acometer se não mudassem seus
pensamentos e espíritos aqui, nesta vida ainda, o relógio da vida não
avisa quando ela termina, ele apenas para de girar e o tempo então
se torna eterno, quem se modificou e ajudou o mundo a se curar irá
conseguir subir aos mundos superiores, mas quem vibrou o pensa-
mento atrasado e não quis saber de mudanças ainda irá permanecer
nos mundos sombrios e dominados pelos pensamentos atrasados e
espíritos distantes de qualquer mudança interior.
O amor de uma mãe ancestral é eterno e ela nunca irá
abandonar seus filhos, apenas lhe direcionar a novas escolas do
Universo, que lhe irão lhes ensinar através de lições mais primitivas
e reforçadas de que o amor universal e o pensamento no bem e no
respeito são os únicos caminhos que podem conduzir o homem a
uma cura interior e a felicidade de seus espíritos.

48
MAGOS E MAGAS DA LUZ
Todo ser que ouse estudar a magia nunca pode se esquecer que
será sempre um aprendiz do universo e que o grande mago é
Deus, nós somos eternos curandeiros aprendendo a se curar e a
curar nossos irmãos todos os dias.
Os magos e magas da Luz vibram cura, vibram amor,
emanam exemplos morais e ensinam a proteção mental contra as
obsessões dos espíritos que compactuam com as trevas. Há espí-
ritos que não querem que você se cure e irão tentar atrasar você
no seu despertar, por isso suas orações, sua mudança alimentar, o
amor de seu pensamento, sua renúncia sobre as paixões primitivas
e que possuam conivência com as sombras, sua força como espírito
de Luz que deve desejar todos os dias ser curado de algum pensa-
mento enfermiço, que possa lhe vir sobre a mente, farão com que
você crie um elo de proteção inquebrável de Luz a sua volta onde a
Mãe Ancestral irá lhe proteger dos males que assolam esse mundo e
lhe inspirará a se afastar deles quando você encontrá-los lhe relem-
brando dos pensamentos iluminados que te distanciam das trevas
deste mundo. Não tenha medo das Trevas, eles não podem com o
pensamento iluminado. Esteja firme em sua espiritualidade supe-
rior, você é forte quando seu pensamento é humilde e elevado, o
amor e as vibrações mais altas garantem a você proteção Divina nos
seus caminhos. Se você estiver em vibração superior nenhuma som-
bra terá poder sobre você ou sobre sua mente, basta não haver co-
nivência do seu pensamento com a forma deles serem e pensarem,
somente a força moral superior pode afastar as Trevas de sua vida.

49
Tenha coragem e seja valente, porque o céu é tomado pela força dos
espíritos que enxergam a felicidade além da matéria, que enxergam
a vida além desse mundo e que queiram se salvar dos mundos caí-
dos pela vontade interior dos espíritos de morarem em um mundo
melhor e que haja paz para suas almas viverem felizes, seja forte em
seu pensamento curativo, jamais deseje o mal ao outro, nem mesmo
se esse tenha lhe causado algum, pois você deve desejar apenas a
cura e o perdão, nenhum ser foge dos ensinamentos da vida e das
leis do carma, todos que plantam sombras irão ter que colher ensi-
namentos para se curarem das ervas daninhas do mau pensamento,
sejam eles através do amor Divino ou através do sofrimento que eles
mesmos atraíram para a vida deles quando vibraram o sofrimento
e as sombras em seus espíritos contra seus semelhantes. Você deve
vibrar amor, respeito, vida, paz e saúde para todos a sua volta, pois
somente assim é que se ilumina os caminhos de suas encarnações
futuras, não se prenda ao mundo material, nem as moedas deste
mundo, elas irão passar e você precisa provar nesta encarnação que
é superior a isso, que está liberto de tudo aquilo que possa vibrar a
ganância, a ambição que passa por cima de todos para conseguir o
que quer, pensamentos atrasados, desrespeito a outras vidas e ao
templo do seu espírito, paixões primitivas que obscurecem seu pen-
samento, vibrações densas e pensamentos coniventes com as som-
bras, a perfeição se alcança diariamente ao longo das existências do
espírito, por isso vibre a cura e não seja conivente com as trevas,
pois elas poderão entrar se seu pensamento for sombrio e estiver
em ressonância mental com o deles. Os magos, bruxos, sensitivos
e curandeiros da Luz podem ser todos os espíritos que decidirem
vestir as armaduras iluminadas do amor e as ferramentas mentais
da Luz que curam o pensamento, todos podem ser agentes da luz
e trabalharem para curar o pensamento de seus irmãos, indepen-
dente da etnia, do credo, da orientação sexual, do gênero que se
identifiquem, com a idade ou com o poder aquisitivo que possuam,
exclusivamente todas as inteligências do universo podem cooperar
com o trabalho de cura do espírito, basta vibrar o amor e o exemplo,
pois este ensina mais do que as palavras ditas pela boca, pois este

50
ensina através das ações e da sensibilidade que os que aprenderam
a se iluminar irão agir com a vida perante seus outros irmãos que
muitas das vezes irão precisar ver exemplos para crerem que é pos-
sível se modificar e serem mais felizes assim em comunhão com a
Luz, sendo respeitados em sua forma natural de ser e mesmo assim
caminhar de mãos dadas com O Espírito Divino do amor e da vida.
Os sensitivos da Luz não podem jamais comercializar
seus dons mediúnicos, se utilizarem de suas palavras para ferirem
ou machucarem, suas palavras devem ser pronunciadas sempre
com o remédio de cura e quando não quiserem escutá-las elas de-
vem vibrar o pensamento de amor e de cura sobre eles, conversan-
do mentalmente com orações de amor com os espíritos que ainda
não quiserem lhes ouvir, lhes dizendo por onde entram as sombras
e por onde eles precisam começar para se melhorarem e se encon-
trarem com a felicidade.. A conversa mental com os espíritos tanto
encarnados como desencarnados é possível, as almas dos encarna-
dos irão sentir os pensamentos sobre eles em hora oportuna, como
leves intuições que os convidarão à mudança mental, aos espíritos
desencarnados ela soa como uma voz materializada em que eles
escutam e podem se curar se elas vierem com amor e cura para
seus espíritos. A força mental de um mago é medida pelo tamanho
da sua melhora, pelo tamanho da sua força moral, pelo tamanho
do seu esforço em se melhorar, pela sua busca em se aprofundar
no conhecimento espiritual e curativo do espírito, quanto mais ele
galga, quanto mais ele se melhora, quanto mais ele vibra cura em
seu interior mais forte fica sua oração, quanto mais ele se purifica
e se torna um ser mais leve, um ser mais amoroso, mais paciente,
mais caridoso, mais forte e curativa são suas orações, o que forta-
lece o poder mental de um espírito é a Luz que irradia dele, essa
Luz é conquistada dia a dia e ela deve vibrar uma melhora a cada
dia, esse é o segredo para evoluir, abandonando qualquer prática
vampiresca e se lapidando dia a dia rumo a evolução que fará valer
a felicidade do espírito ao se desprender desta matéria passageira.

51
52
A MENTIRA DOS EXORCISMOS
Os seres que vibram na Luz não realizam exorcismos,
eles realizam desobsessões como Jesus também realizava, conver-
sando com amor e indulgência com os espíritos que se encontravam
doentes do mau pensamento, espíritos que estavam carentes tam-
bém de amor e esclarecimentos evangélicos, quando os possessos
se debatiam o Cristo os convidavam a uma oração que acalmava
seus espíritos, pois através do amor que Jesus emanava sobre eles
ele conseguia sentir as dores e as aflições que os fizeram chegar até
aquele pensamento, vinganças do passado, sentimentos que um dia
foram traídos, dores e mágoas dos espíritos que os fazem vibrar no
ódio e na obsessão, todo espírito das sombras um dia teve seus sen-
timentos magoados e feridos e com isso foram tragados por mentes
que os enganaram e fizeram eles se afundarem mais nas trevas, mas
somente o pensamento de amor, de luz, de paz e de paciência para
entenderem suas aflições os podem fazê-los se libertarem das som-
bras, por isso quando se tratar de um caso de obsessão espiritual ela
deve ser tratada com pensamentos curativos, que convidem o espí-
rito a se curar, nunca realizando exibicionismos diante de plateias,
mas tratando como um paciente enfermo, com oração para que os
espíritos superiores se aproximem e ajudem aqueles espíritos que

53
se estão conectados é porque em algum momento se ligaram um ao
outro através do pensamento envolvidos com as sombras, é amando
que se pode curar eles, todos os espíritos podem falhar e não são
somos nós quem devemos lhes julgar, nossa missão é lhes convidar
à cura e lhes anunciar que se eles vibrarem o perdão e o amor eles
poderão ser felizes, independente das trevas por onde tenham caído
ou entrado, o amor eleva as almas e o pensamento que o materializa
na matéria através das palavras curativas nas desobsessões fazem
com que o espírito que estiver próximo do encarnado sinta os efei-
tos dele até mais forte do que quando um espírito lhe fala do outro
lado da vida, pois muita das vezes os espíritos que estão obsediando
alguém são hipnotizados para não conseguirem enxergar os espíri-
tos de luz a sua volta, os magos sombrios lhes colocam pensamentos
densos que os fazem não conseguir vibrar em pensamentos mais
altos que os da matéria do plano físico, por isso as desobsessões
são necessárias para poderem curar as almas de muitos espíritos
que possam estar obsediando ou sofrendo no mundo espiritual. A
desobsessão só é eficaz quando aquele que a exerce como curador
também exemplifica os valores morais com o qual deseja ensinar
aos outros, não é possível curar se estivermos doentes, os espíri-
tos nas sombras e no sofrimento sabem apontar mediúnicamente
as falhas dos doutrinadores se eles estiverem vibrando conivência
com as trevas. Vampiro não consegue curar vampiro, apenas quem
se curou consegue exercer fluido de cura, caso o doutrinador não
possua todos os valores morais, ele precisa ser humilde e reconhe-
cer aquelas falhas, dizendo ao espírito que, assim como ele está
tentando se melhorar, ele também pode, basta tentar, pois os espí-
ritos da terra ainda são falhos, mas é através da vontade de se mo-
dificarem que podem encontrar a felicidade. Há diversas técnicas
desobsessivas que podem ser aprendidas para auxiliar e desenvol-
ver pensamentos para curarem os espíritos, todas elas devem ser
preenchidas com o amor, porque não adiantam as palavras cultas
e nem as orações fartas de palavras bonitas se o amor e a vontade
de curá-los não estiver vibrando no Espírito que as emite. O amor é
quem cura. Não são apetrechos, não são ervas, pedras, não são ima-
gens e não são nenhum outro artifício material, senão unicamente o
pensamento de amor e cura sobre a vida dos seres, somente a força

54
mental de amor pode curar. Jesus nunca ordenou aos espíritos que
entrassem em outros seres, isso seria desumano e um golpe baixo
com os animais que nada tinham culpa com aquelas obsessões, o
que ocorreu foi um ataque aos animais, que perceberam a legião
sombria que haviam sido afastadas daquele homem possesso por
espíritos sombrios. Os animais ficaram com medo e correram para
se salvarem, assustados por aquelas entidades que queriam fazer
com os fazendeiros ficassem com ódio de Jesus e acreditassem que
ele era um feiticeiro, pois o pensamento enfermiço que os Judeus
acreditavam, era o de matar os feiticeiros e era esse o desejo da-
quelas sombras, incitando desde daquele momento o coração dos
homens contra o mago iluminado Jesus, que estava passando na-
quelas terras para curar e que inclusive com seu amor e poder moral
ensinou os feiticeiros que eram enganados por espíritos a se liber-
tarem deles, pois nem estes conseguiam sozinhos, pois os próprios
espíritos os ameaçavam se desistissem da magia sombria e por eles
não possuírem conhecimentos elevados eles eram escravizados por
eles.. Jesus os ensinou a utilizar a mediunidade que tinham para o
bem e não para o mal e isso libertou muitos feiticeiros que estavam
penetrados na magia sombria e que a partir daquele encontro com
o Cristo usariam sua magia para o bem e para curar, não vendendo
mais seus dons aos vampiros encarnados que os procuravam para
realizarem adivinhações, dominações mentais e vingança c0ntra
seus inimigos.

55
56
O PEDIDO DE PERDÃO
Os espíritos são perseguidos por obsessores porque se
envolveram com eles no passado de alguma forma e lhes causaram
desavenças. A lei Divina só permite que um espírito seja obsediado
se um dia ele também obsediou alguém no passado, por isso in-
dependente do que haja acontecido é necessário pedido de perdão
para eles e para as forças Divinas. Eles estão vindo buscar vingança,
antigos comparsas, amigos ou inimigos das trevas de outrora e se
conseguem afligir é porque há carmas que comprometam a vítima.
O vampirismo entra pelo consumo de carne então é necessário pe-
dir perdão a natureza pois dela também podem vir elementais vi-
brando revolta para atacar quem se alimenta de outra vida. É possí-
vel ver varejeiras vampirizando aqueles que se alimentam de carne
junto com os obsessores que estão buscando uma forma de se vin-
gar, é possível ver abelhas ferroando espiritualmente aqueles que
consomem o mel e assim sucessivamente. Todo carma e sofrimento
possui origem na forma que o espírito um dia vibrou e atraiu, seja
nessa vida ou em outras, muitos obsessores só estão querendo um
pedido de perdão verdadeiro para se afastarem, por isso ore por eles
e peça perdão, converse com os pensamentos sombrios que podem

57
lhe chegar a mente e os ensine a ser melhor, assim como o Cristo
fez no deserto quando espíritos obsessores quiseram que ele usasse
os dons mediúnicos para transformar pedras em pão e assim não
conseguir jejuar e ele lhes respondeu que nem só do pão viveria o
homem mas da palavra de vida que procede do pensamento Divino.
Deve-se sempre doutrinar os pensamentos sombrios, repreender
não adianta, é necessário haver moral e doutriná-los com amor e
nunca ofendendo os obsessores, pois isso os irrita e a irritação causa
ódio na vibração em que eles estão. Não se deve ter medo, eles são
irmãos adoentados em formas sombrias de pensamento e por eles
estarem muito presos na matéria, eles podem ouvir mais seus pen-
samentos do que o dos espíritos de luz que tentam conversar com
eles, por isso quando sentir-se envolvido por um pensamento raivo-
so, venenoso, de ódio ou de baixa vibração doutrine-o com o amor
universal que respeita todas as vidas e formas delas serem, assim
como Jesus fez, nunca proferindo palavras que exprimam ódio, mas
exprimindo amor e desejo que seus obsessores encontrem a luz e a
paz que você mesmo possa ter tirado deles em outras vidas.

58
A CURA DOS FEITICEIROS E
MAGOS SOMBRIOS
Os feiticeiros e magos sombrios também são vítimas dos
vampiros que querem se utilizar de seus poderes mentais e dons
espirituais para vampirizarem e dominarem seus irmãos, esses fei-
ticeiros e magos sombrios foram enganados por espíritos muita das
vezes que os hipnotizou em crenças atrasadas que os fazem tirar
a vida de outros seres enganados que isso traz cura. Jesus em sua
época, os libertou destes pensamentos enfermiços e atrasados e
ensinou a eles a preservarem suas ervas curativas, que as sombras
já os estavam ensinando a arrancarem e despejarem sobre a cabe-
ça, mentindo que seus pensamentos eram curados assim, era uma
forma de fazer com que eles não se libertassem dos pensamentos
sombrios, pois acreditavam estar livres deles todas as vezes em que
tomavam banhos de ervas, mas que na verdade eram disfarçados
por momentos de leveza produzido pelo vampirismo vegetal im-
pulsionados pelas entidades sombrias que na verdade não queriam
que eles se modificassem e os atrasavam com essas crenças que
vampirizavam as plantas que só podem ajudar a curar o pensamen-
to quando estão plantadas e são tratadas com amor, funcionando

59
como transmissores de pensamentos de Luz da natureza para aque-
les que estejam a sua volta, funcionando como cura para a matéria
quando são ingeridas como chás que reagem ao organismo físico,
essa forma sim tem poder de cura interior. O pensamento somen-
te é curado pelo amor e pela vida, nunca pela morte e pela sucção
de fluidos dos outros. Isso é vampirismo, e a cura nunca poder vir
do vampirismo. As ervas quando utilizadas em banhos podem até
apresentar um efeito de sutil de sensações mais leves mas na verda-
de ela foi vampirizada e não utilizada corretamente, um fumo pode
apresentar um relaxamento mas esse relaxamento vem do vampi-
rismo e não traz paz e sim doenças, eles dizem que é para limpar
a aura e afastar as larvas mas as larvas só podem sair se for tirada
as que estiverem dentro do corpo mental, as que se encontram no
exterior podem se afastar durante aquele momento mas retornam
progressivamente e mais fortes dessa vez, pois quem as está atrain-
do é a que está dentro do corpo mental que somente sai pela mu-
dança de pensamento e transformação moral do espírito, banhos
de ervas não curam mas podem parecer que causam limpeza astral
mas isso se trata de um grande engano, o elemental vegetal quan-
do vampirizado se irrita e atrai sombras que irão também vampiri-
zar os fluidos de quem deles se utiliza. As ervas quando utilizadas
como chás cumprem o papel para o qual foram enviadas para terra
que é o de doar de suas forças elementares para curar uma matéria
física na terra, mesmo assim elas não devem ser agredidas e sim
tratadas com carinho, pois são sensíveis ao pensamento e ao toque
e sabem que quando há necessidades de suas forças elas precisam
se doar para cumprirem o papel como medicina da natureza, mas
os magos sombrios já estavam querendo atrasar o pensamento dos
sensitivos que viam que as ervas curavam a matéria e começaram a
acreditar, induzidos pelas sombras, que deveriam se utilizar delas
para curarem a alma vampirizando-as, um grande engano primitivo
que não possuía esclarecimentos superiores do pensamento e ainda
se utilizavam de muletas mentais como amuletos da sorte, folhas
para poderem curar pensamentos, muitos por inocência e vontade
de fazer o bem conseguiam curar, mas não eram as ervas e nem
os apetrechos que curavam, mas sim o pensamento deles em doar

60
fluidos de cura e amor sobre os necessitados que faziam com que es-
tes melhorassem. O poder do passe e do magnetismo é impregnado
pelo pensamento de amor e vontade de fazer o bem, sendo utilizado
primitivamente por aqueles espíritos para manipularem os fluidos a
volta da aura dos espíritos, hoje se tem ciência que é possível curar
os espíritos necessitando apenas da energia mental do amor, sen-
do concentrada e emanada sobre os seres, o pensamento que foge
dessa verdade espiritual é pensamento atrasado e envolvido pelas
sombras que querem fazer os povos sugarem os outros, acreditando
que assim podem curar, mas em verdade trazem mais maldições,
pois se sugam os outros abrem portas para que outros também o
suguem. As ervas só podem ajudar a trazer cura ao pensamento
quando estão plantadas e são convidadas pelos magos a doarem
seus fluidos de pensamento de amor em benefício espiritual do seus
irmãos. Jesus convidava a natureza e os elementais a lhe ajudarem
a curar os outros, ele conversava com a vida de todos os espíritos,
fossem eles vegetais, animais ou seres humanos e voltavam todos
aqueles seres a um só pensamento de amor, ele assim conseguia ca-
nalizar junto com os humanos e com a natureza através do convite
fraterno ao Universo o pensamento curativo e por isso realizou os
feitos espirituais que ainda eram incompreendidos naquela época,
ele levantavam um clamor mental e espiritual para todos os seres
que pulsassem pensamentos para que o ajudassem a curar e elevar
os sentimentos dos seres vivos. Era com respeito que ele curava, foi
com o amor sublime de convidar os vegetais sem lhes sugar a vida,
de convidar os animais sem lhes sugar as energias físicas, de con-
vidar os homens sem lhes vampirizar o sustento que ele envolvia a
todos em um pensamento para se curarem e se elevarem. Quando
ele se aproximava das flores, elas exalavam um perfume muito mais
forte porque ele vibrava sobre elas sentimento fraterno de cuidado
e amor, ele conversava com todos os tipos de vida e as orientavam
mentalmente a vibrarem no amor e bom pensamento, cada um ab-
sorvia da forma que podiam compreender o pensamento de amor e
Luz dentro de seus seres, os animais mais primitivos se acalmavam
com as suas orações e com os cantos angelicais que eram envolvidos

61
com orações que falavam de amor sobre todos os seres e tipos de
vida. Jesus curou o mundo porque vibrava o pensamento de amor
sobre todos os tipos de vida, quando esse sentimento adentrar o
coração dos homens eles também poderão curar e realizar proezas
com seus pensamentos, é o amor que transcende, é o amor que des-
perta os dons mediúnicos, é amor que ensina a curar e que salva
as almas, é somente a prática de amor mental e nos exemplos que
permitem aos espíritos morarem nos mundos superiores e mais
felizes. Ele curou magos das trevas e feiticeiros que quiseram ou-
vir e compreender uma nova forma de praticar a magia, sem fazer
nenhuma vida sofrer, convidando a todos ao pensamento de Luz
que é irradiado pelo poder de união do pensamento de amor dos
homens em conjunto com o da Natureza que é sua Mãe Ancestral.
Quando ele vibra o pensamento de cura junto com o de sua Mãe,
nenhuma doença pode resistir, nenhuma sombra pode ficar, por-
que o amor que une o homem à natureza é o amor Divino quando
se encontra com seus filhos. Quando todos de uma casa são felizes
e são respeitados aquela casa então vibra a felicidade, quando todos
os filhos são tratados com a mesma forma de amor então a casa se
ilumina e o lar é abençoado pela paz, quando o humano entender
que a Natureza o ama, como o Universo também, e que ele não pode
vampirizá-la e deve respeitá-la como seu semelhante, ele então es-
tará pronto para alçar voos nas estrelas e se contatar com os Seres
de outras galáxias que o farão transcender muito mais rápido seus
pensamentos e suas civilizações.
O exorcismo é uma prática errônea de afastar os espíri-
tos, eles não se afastam com gritarias, com desejo de ira sobre eles,
as sombras enganaram os homens a afastarem os espíritos através
de berros, pensamentos de fúria e revolta. Os falsos profetas esti-
mulam esse pensamento de tortura mental para fazer com que as
pessoas acreditem que é assim que se afasta as sombras, desejando
que elas queimem em um inferno o que traz mais revolta dos espí-
ritos sob o qual esses pensamentos são desejados, os espíritos som-
brios sabem fingir e enganar que estão sendo torturados por essa
forma de agir, justamente para prenderem as almas no pensamento
do ódio para que os efeitos do ódio deles sejam ainda fortalecidos

62
pelos que eles emitem contra elas. Jesus nunca ensinou que o ódio
era o caminho para afastar o mal, desejar que um espírito sofra ou
arda para se afastar é ser ressonante com o pensamento destrutivo
e enfermiço que deseja se vingar e ver o mal dos outros, os espíritos
que vibram nas sombras só podem ser afastado quando há pedido
de perdão e pensamentos desobsessivos de amor sobre eles, que os
convidem a se melhorar e caso não queiram eles serão afastados
pelos espíritos superiores com o poder da Luz que afasta os pensa-
mentos sombrios e desfaz as trevas da vida daqueles que não pos-
suem mais conivência com as sombras e que se praticaram ela em
algum dia são humildes para pedirem perdão. Quando um espírito
ataca um encarnado é porque ele está com raiva dele e por conta de
que o pensamento do encarnado é conivente com algum pensamen-
to sombrio que ali obsessor tenha, ele o ataca permitido pela lei de
afinidade. Quem ataca os outros pode sofrer ataques e enquanto
não estiver com seus pensamentos na luz e pedir perdão mesmo
pelas falhas que não se recorda ele não consegue se libertar deles.
A reencarnação é anunciada pelos espíritos superiores
há muitas eras e foi combatida na era medieval pelo imperador Jus-
tiniano, pois até o Cristo a ensinou por onde passou; João batista foi
o espírito do antigo profeta Elias, do qual foi o precursor das men-
sagens de Jesus para o povo judeu, todos os espíritos voltam um
dia para a matéria, pois o amor Divino não os abandona, são eles
que se afastam da Luz quando vibram pensamentos enfermiços. A
reencarnação é a porta para os espíritos recomeçarem suas lições
na matéria, em um novo ser, se esquecendo de problemas antigos
e recomeçando em uma nova jornada. O amor Divino é eterno e
sempre irá fornecer formas dos espíritos se ajustarem e evoluírem.
Cabe a eles vibrarem a cura para que as reencarnações deles sejam
leves e com paz, mas se vibrarem as sombras eles mesmos irão se
deixar doentes pelo pensamento. Quando as crianças descem nesse
mundo doentes, elas na verdade estão expiando um carma na maté-
ria e precisam ser acolhidas, porque desejaram enfrentar a dor para
se purificarem e conseguirem ser felizes em um mundo melhor, ex-
piando os antigos carmas. Quando vemos desencarnes coletivos de
crianças, mulheres e homens, estamos assistindo um recolhimento

63
programado daqueles espíritos para o mundo espiritual, desde que
o ser humano não tenha culpa nesses desencarnes, caso contrário é
um homicídio que possua também envolvimento cármico com as ví-
timas. Quando há desastres naturais e seres vivos desencarnam eles
são acolhidos pelos espíritos superiores e são libertos da matéria,
podendo seguir a jornada em paz, se libertando de difíceis carmas
do passado, desde que tenham aproveitado todo o conhecimento
que lhes chegou aos ouvidos, os convidando a uma melhora, caso
contrário ainda terão que retornar para mundos inferiores, dessa
vez com menos carmas, mas ainda precisando provar na carne que
querem se melhorar e morar nos mundos superiores.

64
O PODER CURATIVO DE
UMA MÃE
Mãe Ancestral, sensível filtro espiritual que absorve para
si e filtra as cargas negativas de seus filhos, ela tem poder para curá-
-los de qualquer magia sombria se tiver amor, fé e perseverança em
lhes ajudar. Uma mãe dá a vida por seus filhos, elas os amam acima
de qualquer coisa e somente o amor delas está abaixo do Divino,
que ele possuem íntima ressonância mental quando vibram amor
e pensamentos de Luz sobre eles. Elas deram a vida a eles no plano
físico, assim como a Divina Natureza lhes deu no mundo espiritual,
ela deu o sopro de vida a ele na matéria física e o Divino lhes deu no
mundo espiritual e isso lhes cria um grande laço fraterno que atra-
vessa as estrelas e o infinito, quando vibrados pelo pensamento do
amor materno. Uma mãe tem poder de vomitar as magias sombrias
que seus filhos possam estar carregando dentro de si, mesmo que
esses delas ainda não queiram se libertar, elas podem transportar
a energia sombria que possa haver em seus filhos para fora deles,
se utilizando de seu pensamento de amor, algo que todo Ser huma-
no pode realizar se tiver amor pelos doentes, elas podem vomitar
magias sombrias até de outras vidas que possam estar acopladas e

65
escondidas no corpo astral de seus filhos. Magias essas que os fa-
zem sofrer aqui com maus pensamentos, sofrimentos espirituais e
obsessões de espíritos que estejam vibrando o ódio contra eles. Seu
poder curativo é maior sobre eles do que o de qualquer outro mago,
pois ela os deu a vida e os ama semelhante às forças Divinas, des-
de que suas forças morais e psíquicas estejam em equilíbrio, o seu
amor é a chave para curar o pensamento de seus filhos e com ele
elas podem curar as piores magias e pensamentos das trevas que
haja sobre eles, desde que vibrem a cura também no seu interior,
pois o doente é difícil conseguir vibrar cura para fora de si. É preciso
ela estar curada também para poder exercer fluidos de cura sobre
seus semelhantes.
Quando um filho não escuta sua mãe no mundo físico,
essa mãe precisa lhe falar no mundo espiritual, através da oração
direcionada propriamente a ele em comunhão com os Espíritos
de Luz. Ela deve iniciar conversas espirituais com aquele espírito
mentalmente e dizer-lhe para que ele reflita em seus caminhos,
mude as rotas para melhor, se torne mais paciente, amoroso, be-
névolo, se amando mais e amando seus semelhantes, procurando
uma vida mais elevada e distante das sombras que possam estar o
prendendo, seu filho pode não querer lhe dar ouvidos no mundo fí-
sico, mas quando eles se encontram com você no mundo espiritual,
através dos momentos temporários de desenlace espiritual do sono,
que são permitidos através das projeções astrais, eles te escutam,
pois sentem na sua voz a presença Divina que lhes fala ao coração e
mesmo que não se recordem quando acordados, o seu pensamento
age sobre o inconsciente deles, os curando pouco a pouco, como
um tratamento que embora possa demorar é altamente eficaz, pois
nenhuma oração de amor fica em vão no mundo espiritual. A cura
de um filho depende muito dos laços fluídicos amorosos que sua
mãe lhe envia através de seus pensamentos de carinho e cuidado,
quando ela como uma maga da luz começa a influenciar seu espírito
no bem, com as palavras voltadas ao espírito dele em oração, como
uma conversa no plano físico, mas que agora ocorre em plano men-
tal, sem que ele precise saber disso no estado consciente, quando
ele não quer ouvir as mensagens de luz não é ele e sim os espíri-

66
tos das sombras que o estão envolvendo e o hipnotizando para que
ele não consiga se curar, é então que todo espírito que deseja curar
precisa entender que quando ele não é ouvido é porque há influen-
cias exteriores querendo que isso ocorra e então as palavras quando
desprezadas na matéria, devem então ser ditas para o mundo espi-
ritual, pois a oração de amor irá afastar os obsessores dos filhos e
de qualquer outra pessoa, pois esta técnica de magia mental pode
ser utilizada por qualquer Ser que deseje a cura de outro, seja um
amigo, familiar e até um irmão da natureza animal que precise de
cura. Mãe, não é apenas aquela que lhe deu a vida no mundo físico,
mas também aquela que detiver em seu coração o amor maternal
por aquela alma, pois o que liga o espírito não são apenas as coisas
terrenas, mas também são as coisas espirituais e do sentimento que
os entrelaçam. O amor de uma mãe é uma forte energia mental que
transpassa qualquer sombras que possam estar envolvendo a vida
e o pensamento de seus filhos, esse amor consegue lhe chegar facil-
mente ao campo mental e desfazer os pensamentos sombrios que
possam envolvê-lo e o estarem deixando cego para que ele não se
cure, vibrado constantemente, ele irá exercer cada vez mais cura e
afastamento das obsessões que estão lhe cercando, que agem pela
mesma lei mental, porém, vibradas no sentimento de vingança e
ódio. Essa energia pode libertá-lo de qualquer mal, quando quem a
emite possui vibrações elevadas e de mudança interior, para afastar
as Trevas é preciso emitir Luz. O espírito de uma mãe jamais deve
desistir de seus filhos, nunca ela deve entregar as pontas. As som-
bras não podem com a Luz e com o amor dela, a voz de Mãe Ances-
tral ainda será escutada por seus filhos, seja com você por perto ou
quando deste mundo você houver partido, seu amor por ele é muita
das vezes a única luz que ele conseguirá enxergar nesta vida, essa
missão foi dada a você justamente porque teu espírito é um entre
milhares que podem curar essas almas, por isso é extremamente
importante que você seja forte e jamais desista da alma deles. As
sombras atacam os lares objetivando atacar as mães ancestrais, por
isso procure fechar as brechas por onde as sombras entram, esse
é o primeiro passo para que haja libertação espiritual, o lobo não
pode entrar, o vampiro espiritual não pode entrar, a magia sombria

67
não pode estar entrando, se o pensamento for enfermiço e se nele
houver conivência com vampirismo as Trevas irão conseguir entrar
para influenciar, feche as portas do seu lar para as sombras e eles
terão que se afastar. As suas orações sobre eles tem poder espiritual
e podem dar vida ao espírito deles, basta usar seu poder mental ca-
nalizando sobre eles cura, libertação e o afastamento de qualquer
sombras que possam rodeá-lo, pedindo perdão aos obsessores em
nome deles e pedindo que a Luz afaste os pensamentos destruti-
vos e venenosos de suas mentes, lhe desejando despertar espiritual,
para que eles possam também enxergar a vibração onde eles se en-
contram e se libertem dela.
A missão de uma Mãe é ajudar seus filhos a se curarem
dos pensamentos enfermiços, se este papel for cumprido e ela fizer
a parte que lhe cabe, sua missão com eles terá sido exercida, a cura
depende também da vontade deles que pode ser influenciada pelo
pensamento de amor. Eles podem não querer se curar porque estão
hipnotizados, pois qual espírito deseja permanecer doente ou ser
infeliz conscientemente neste mundo? De fato nenhum e por isso
as orações precisam ser feitas, para que haja despertar de consciên-
cia, que muitas das vezes já vieram sendo envolvidas desde outras
vidas. Pelas leis das reencarnações muitos filhos nascem como um
“resgate cármico” para com seus pais, por isso as instruções a eles
podem ser de certa maneira um tanto difícil, porque a luta para
curar aquele espírito pode ter sido dada justamente por quem um
dia o colocou naquelas sombras em outras vidas e que agora possui
a missão de o ajudar a se libertar.

68
MÃES E PAIS ANCESTRAIS
PODEM CURAR
É importante que a família seja protegida e blindada com
as orações da Mãe Ancestral e do Pai Ancestral, eles são os alicerces
morais dessas crianças e as sombras sabem disso. Se a mãe ou um
pai cai, seus filhos também poderão segui-los nos mesmos abismos.
Sejam firmes, pois o maior dom de uma mãe e um pai sobre seu filho
é o de curá-lo de qualquer mal com a força de seu pensamento rege-
nerador e ancestral, que lhes dera a vida na terra e por isso o espí-
rito deles recebe com maior influência o pensamento de amor deles
do que de qualquer outra pessoa, é uma questão de ligação fluídica
que vai além apenas das linhas do espírito. A Luz deve transparecer
em seu espírito para que eles possam enxergá-la. A mãe e o pai de-
vem ser exemplos morais para seus filhos, pois se vocês não forem,
as sombras irão tentar argumentar na mente deles que eles também
devem seguir suas falhas e defeitos, pois devem seguir os exemplos
de seus pais, por isso vocês são responsáveis por todo exemplo que
emitem sobre eles, pois são os ancestrais, e se os ancestrais caem
é mais difícil para que os filhos se levantem. Na mão de vocês a
Divina natureza colocou as tochas da criação que iluminam a vida
desses espíritos. Preservem a chama do amor e não deixem que ne-

69
nhum vento sombrio os coloquem no escuro, eles precisam de Luz,
e vocês são os responsáveis nessa atual encarnação para vibrarem
esse pensamento por eles. Os convidem à cura o quanto antes pu-
derem, pois quando a árvore cresce é mais difícil lhe tirar os para-
sitas que já podem estar muito enraizados em seus pensamentos.
Quando as mães e os pais não se encontram presentes no
mundo físico, não pode-se esquecer que elas continuam no mundo
espiritual e que a vibração do sentimento deles acompanham seus
filhos até em outras vidas, o amor verdadeiro de uma mãe e um pai
é eterno e por ser assim provém das fontes mais altas do Universo,
a chama sagrada do amor Divino que ilumina os passos e o coração
dos homens na terra, provém do coração deles e dos espíritos que os
amam, por isso quem detiver amor em seu coração saiba que pode
curá-lo, pois o que nos liga aos espíritos são os sentimentos pelo
qual conseguimos sentir por eles.
Elas nunca foram bruxas, em verdade elas sempre foram
mães ancestrais. Eles nunca foram bruxos. Em verdade, eles sempre
foram pais ancestrais. Aqueles que descem na terra com sabedoria
ancestral dentro de seus corações também nasceram com a missão
de serem pais e mães, mas o mundo ocidental, por desconhecê-los,
os condenaram no passado à fogueiras e à inquisições, tudo motivado
pelas sombras que estimulam o ódio nos corações, Jesus foi um pai
ancestral, Maria foi uma mãe ancestral, Joana D’arc foi uma mãe an-
cestral, São Francisco de Assis foi um pai ancestral, Lutero, Moisés,
Buda, Maria Madalena, Chico Xavier, sacerdotes do passado, todos
aqueles que descem com a missão espiritual de curar os espíritos são
pais e mães ancestrais, eles descem a terra com a missão de trazer a
boa nova, de falar da natureza, de convidar os homens a amarem-se,
todos eles vieram com essa missão espiritual como pais e mães ances-
trais em nome do Divino que os enviou. As mulheres fazem a magia
que nenhuma máquina poderá fazer que é gestar a vida dentro de
si, é por isso que ela é mãe ancestral porque o poder que ela carrega
no ventre somente a natureza pode dar a ela. Os homens são pais
ancestrais porque o poder que ele carrega de dar a partícula da vida
somente a natureza pode lhe conceder. Todos aqueles que dão vida

70
aos espíritos dos outros seja pelo pensamento, por uma palavra de
consolo, por uma palavra de amor, por um sentimento abençoado,
está agindo como um Ancestral, é isso que a magia vem anunciar.
Não é preciso ser doutor ou formado em qualquer academia do mun-
do físico, para ser um pai ou uma mãe ancestral, basta falar sobre o
amor da natureza, basta trazer a essência divina do conhecimento
ancestral para os corações humanos. É essa essência que as donas de
casa possuem quando ensinam seus filhos a amarem. É isso que os
ancestrais ensinam. Somente o amor pode curar e trazer felicidade.

71
72
HOMENS INGRATOS AO
SAGRADO FEMININO E LOBOS
DA TERRA
Foram as mães ancestrais quem sentiram as dores de
parto por muitos homens que infelizmente disso se esquecem e
desrespeitam o sagrado feminino, quando não honram a própria
essência materna que os deu à vida. A força física que eles possuem
e dela abusam com autoritarismo e machismo sobre as mulheres
proveio um dia de uma essência feminina, sagrado templo que
muitos homens profanam quando não valorizam ou desrespeitam
suas esposas, filhas e espíritos femininos sobre o qual vibrem um
pensamento dominador, que os farão escravos em outras vidas dos
que pensam assim como eles nessa atual encarnação. Homens que
não se preocupam com as mulheres e acreditam que elas servem
apenas para serem empregadas, estudadas jamais, as consideram
como seres inferiores a eles, muitos deles ainda voltarão em futu-
ras reencarnações, mas em corpo de mulheres dessa vez, como for-
ma de entenderem o outro lado da vida e lutarem pelos mesmos
direitos que um dia desrespeitaram e destituíram do sexo oposto,
serão espíritos masculinos que estarão expiando um carma encer-

73
rados em um corpo feminino para que reflitam e se melhorem do
outro lado da moeda, se foram dominadores terão que lutar con-
tra o domínio, se torturaram terão que lutar contra a tortura, se
desrespeitaram a liberdade de alguém terão que lutar para serem
libertos do desrespeito e essa lei não se aplica apenas às mulheres,
mas para os espíritos, estejam eles em quais lados forem da vida, a
lei se aplica a ação dos espíritos quando agem uns contra os outros,
fazendo eles reencarnarem no papel que eles apontavam e faziam
sofrer com seu pensamento atrasado e enfermiço, como forma de
se libertarem desse carma e galgarem para mundos melhores. As
leis divinas possuem muitos mistérios e casos assim não devem ser
“generalizados”, pois há muitos espíritos que descem na terra em
situações semelhantes, para ensinarem o respeito à diferença, que
é essencial para que a terra se liberte do domínio dos espíritos da
guerra e da imposição do pensamento contra quem lhes pensa dife-
rente, somente respeitando a maneira dos outros seres ser é que o
Ser humano poderá ser respeitado, se ele não respeita ele irá atrair
seres para sua vida, pela lei de afinidade, que também não o respei-
tem e o façam sofrer nessa ou em outra vidas, ninguém escapa do
peso de consciência e uma hora todos os espíritos das sombras se
cansam de sofrerem e precisam voltar para matéria para poderem
se curar, aqueles que vieram com força e poder e dele abusaram não
voltarão com eles no futuro, voltarão em peles humanas do outro
lado, do lado das minorias que um dia tanto afligiu, tendo que lutar
e fazer o que podiam fazer hoje, mas pensaram somente nesta vida
e pensavam que as poderiam prender para sempre, mas se esquece-
ram que a vida passa rápido e que quem vibrou ódio do outro lado
irá permanecer nessa vibração, mas quem vibrou amor e liberta-
ção, mesmo que tenham sofrido momentaneamente neste mundo,
do outro lado da vida encontrarão paz e a mensagem do Cristo se
cumprirá sobre eles, pois os que choraram nesse mundo no outro
serão consolados, os que foram perseguidos nesse mundo no outro
serão libertos e poderão correr e voarem livres e felizes pelos cam-
pos paradisíacos da paz dos mundos melhores, as belezas dos mun-
dos elevados esperam os espíritos que conseguirem se melhorar e

74
provarem ao Universo que sua passagem na terra não foi em vão e
que conseguiram transformar seus espíritos em seres melhores, em
seres onde o pensamento seja a cura, e nunca a doença.
Somos todos irmãos com diferentes cargas evolutivas a
trilhar aqui e é preciso haver respeito por todos. O poder de esco-
lha e livre arbítrio foi dado como direito supremo pela Natureza ao
espírito e ele é exercido pela Luz quando não fere e nem machuca
os outros com seus pensamentos, esse direito outorgado a todos de-
vem ser respeitados, segundo a justiça que protege a todos os seres
do pensamento doente que os outros não possuem direito de infli-
gir aos seus irmãos. O que lhe fizer feliz sem ferir a outro é direito
do Espírito se entregar, porém, se fizer mal a ele próprio ele será
o único responsável pelas próprias dores e precisa se conscienti-
zar de que só possui um corpo, que ficará com ele até os últimos
dias dessa encarnação, que podem ainda ser longos e que se ele não
se preservar os seus dias de velhice poderão ser muito doentes e
com sofrimentos que podem se estender até o além vida nas lamas
curativas do Umbral, por isso o cuidado pela saúde mental e física
é extremamente, tanto para viver neste mundo quando para quan-
do atravessar as fronteiras da matéria e se deparar com o mundo
espiritual. O respeito ao livre arbítrio é ensinado pelos magos de
luz desde do passado, eles ensinam que precisa-se ser indulgente e
que o julgamento das pessoas sobre a vida dos outros foi o que fez
Jesus subir à cruz. Julgaram ele e o que ele pregava, o condenaram
em um julgamento venenoso pelas línguas dos falsos profetas, que
estavam envolvidos em pensamentos de inveja e sedentos por po-
der. Eles sabem enganar e ludibriar uma multidão quando envolvi-
dos com sombras que querem tragar aquelas almas, que eles atraem
pelo poder de pensamento vibrado na cobiça, conflitos familiares e
ambição pelo apego ao dinheiro passageiro. Os falsos profetas não
brincam em serviço e sabem defender seu ódio e desrespeito pelos
seus irmãos com excelentes argumentos se preciso, fazendo com
que o povo se divida para que os lobos possam comer as ovelhas,
sem que sejam percebidos pelo rebanho. São muitas almas que os
reptilianos do Umbral estão querendo levar de suas mães ancestrais
desse mundo, fazendo elas sofrerem com a distância espiritual que

75
isso causará entre eles. O Apocalipse de João falava do falso pro-
feta e de bestas, que nada mais são que seus templos espirituais e
ditadores tiranos voltados para o ouro, discurso de ódio e insensatez
para com as dores dos seus semelhantes, profetas que são favoráveis
a tortura e usam do poder hipnótico de seu ódio para envolverem
as massas, os espíritos que ainda possuem ressonância com o pen-
samento deles são facilmente hipnotizados por essas vozes trevosas
que se disfarçam de Luz mas que vibram o ódio e o pensamento que
atrasa os humanos a se amarem e se compreenderem como espíritos
eternos dignos do amor universal acima de qualquer diferença. A voz
trevosa vinda dos falsos profetas conduzem os espíritos que possuem
conivência com o pensamento sombrio deles em suas próprias con-
cupiscência e defeitos morais, os apoiando ao invés de reeducá-los ao
pensamento como um Ser mais elevado e envolto de amor, isto é rea-
lizado pelas sombras como forma de prender estes espíritos em sofri-
mentos no submundo umbralino, acorrentarem eles sobre seu poder
mental cheio de energia sombria que deixam essas almas doentes no
ódio e em muitas aflições morais do outro lado da vida, por conta de
que elas não quiseram se modificar e preferiram dar ouvidos a eles
que as estavam enganando e fazendo elas caírem novamente nas tre-
vas do pensamento quando não respeita os outros irmãos e os fazem
sofrer com o pensamento doente e atrasado na maneira de ser.

76
LOBOS E BESTAS NO PODER
O poder mental das Trevas influenciam as massas a guer-
rearem entre si, eles buscam convencer os povos de que eles preci-
sam de armas bélicas para poderem estar seguros de suas vidas, ao
invés de investirem em segurança e em salários maiores para aque-
les que dão a vida ao seu próximo aqui na terra, uma terra onde os
sábios recebem menos valores monetários e os lobos que vampiri-
zam a sociedade recebem mais. Essa terra, enquanto continuar nes-
se pensamento será sempre com menos sábios e mais vítimas vam-
pirizadas. Os sábios vibram a vida deles em prol da educação dos
filhos da sociedade e enquanto esta não reconhecer seus préstimos
ela ainda será carente de estudo e avanço civilizacional, a Mãe An-
cestral ama os sábios que em suas disciplinas ensinam e educam os
espíritos, além do mundo físico, os valores morais e elevados que os
homens precisam ter como Seres humanos que se compreendem e
respeitam as suas diferenças, os sábios dedicando a vida deles pelos
seus irmãos que estão reaprendendo a enxergar o Universo nova-
mente em uma nova encarnação, e isso é combatido pelas sombras
deste mundo, que querem atrasar o aprendizado de muitos espíri-
tos para os prenderem em suas cadeias mentais de ódio e incom-
preensão humana, como fizeram nas Eras Medievais no passado, as
sombras querem que os sábios desistam de sua missão e tentam a

77
todo custo lhes fazerem serem ridicularizados pela sociedade, povos
muitas das vezes ingratos, pois se um dia aprenderam a ler e escre-
ver foi porque um espírito decidiu descer até a terra e se dedicar a
aprender para passar seu conhecimento aos outros. Estes espíritos
não podem ser desprezados por aqueles que amam a terra, pois sem
os sábios ela não avançaria e o pensamento permaneceria atrasado
como era no passado, quando muitos eram escravizados por não
saberem ler e nem escrever, o Universo exige respeito ao espírito
que vem a terra para ensinar e quem não valorizá-lo sentirá falta
destes espíritos em outras encarnações, da qual necessitarão de co-
nhecimento e esse lhe será muito caro e difícil de se conseguir. A lei
é clara e justa. Aqueles que não valorizam as boas ações dos outros,
um dia sentirão a falta delas.
Enquanto os Lobos, filhos da Besta, receberem mais que
os soldados da justiça e socorristas da vida, que entram na frente
de balas de ferro e chamas cruéis pelos seus inocentes, o mundo
ainda terá mais vítimas do que resgates realizados, enquanto não
valorizarem aqueles que doam suas vidas por eles, lhes contribuin-
do com melhores salários, que é o mínimo que os povos podem lhes
ofertar, por eles entregarem suas vidas diariamente por eles, ainda
haverá mais vítimas do que soldados e socorristas para se doarem
por elas, pois quando não se doam por eles, eles também não se
sentem convidados a se doarem, o pensamento ressonante dos po-
vos fazem com que os espíritos guardiões da vida desanimem de
suas missões e com que muitos deles se afastem da missão deles, é
preciso consciência espiritual para com aqueles que estão dando a
vida pelos outros, porque os espíritos que não os valorizam, a Vida
também tratará de ensiná-los a falta que eles podem fazer em suas
existências. Quando o pensamento é egoísta, todos os espíritos so-
frem. Benditos são aqueles que se doam e se sacrificam, pois, se não
são recompensados neste mundo, nos vindouros não deixarão de
ser, eles deram suas vidas pelos seus irmãos, sacrifício semelhante
ao que Cristo realizou na cruz para curar a terra do pensamento dia-
bólico que a atrasava. Não foi a cruz que fez os homens se curarem,
foi o pensamento de Jesus, foi a mensagem que curou a alma e foi
o sacrifício que ele fez consigo próprio ao ser torturado de todas as

78
formas para que negasse suas palavras e mesmo assim perseverou
em seu pensamento, as dores que ele sentiu e o sangue que ele der-
ramou em nome da verdade, não foram em vão e fizeram com que
a terra avançasse seus pensamentos, fazendo com que os espíritos
não esquecessem o pensamento de amor que ele emanou sobre eles,
pensamento semelhante ao que esses espíritos emanam quando lu-
tam com suas vidas para os salvarem das guerras, incêndios, crimes
contra suas vidas e toda sorte de sombra em forma física que ve-
nham contra eles. Os povos precisam valorizar esses espíritos, pois,
sem eles, o caos exercido pelo pensamento das sombras já os teriam
dominado. Os soldados da Luz não são aqueles que agridem e abu-
sam do poder de autoridade que um dia também voltará contra eles
como um carma se não se modificarem aqui e repararem seus erros.
Os soldados da Luz, em verdade, são aqueles que protegem os cida-
dãos, aqueles que vibram pensamento de proteger as vidas dos ata-
ques das sombras, aqueles que respeitam as diferenças que possam
ter lhe sido ensinadas pelos seus genitores como erradas, mas isso
era causa do pensamento bárbaro e atrasado que foi ensinado aos
povos primitivos do passado para que se matassem entre si e hou-
vesse guerra e sangue derramado ao chão, mas que agora através
do pensamento regenerador não vibrarão mais nesses sentimentos,
respeitando a vida e a forma dos serem ser felizes como eles querem
que o mundo também os respeite, vibrando pensamento de amor
sobre todos, inclusive sobre aqueles que precisam de reabilitação
social, são espíritos que se encontram ali e que precisam aprender a
se curarem com o pensamento que foi lhes invadido pelas sombras,
muita das vezes desde quando eram simples crianças. Os soldados
da Luz dão a vida pelos seus semelhantes sem esperar nada em tro-
ca, mas a vida cobra dos “semelhantes” uma postura de gratidão e
afeto para com essas almas, que deixam todos os dias suas famílias
com a incerteza do retorno para o lar. Se cada Ser se colocar na
situação desses espíritos que se doam como o Cristo se doou, eles
conseguirão enxergar que sem eles o mundo seria um caos e que
precisam de mais espíritos como eles, porque quanto mais solda-
dos houver comprometidos com o bem e felizes com os salários que
ganham mais segurança e paz haverá para os espíritos na terra. Está

79
nas mãos dos povos decidirem isso, pois como os gregos anunciavam,
a voz do povo é a voz de Deus, e contra o que o povo decidir não há
Lobos que possam interferir, é a voz dos povos que deve ser escutada
e quando elas lutam para defender os outros, os outros também lu-
tarão por seus direitos, e assim os povos se unem, uns defendendo o
direito, a vida e condições mais justas uns para os outros, como uma
grande colmeia que se preocupa com todos, não apenas com os pró-
prios problemas, mas com os de todos a sua volta.
A magia sombria da ambição e dominação mental lan-
çada por esses Lobos vampirescos entorpecem o sentido social, os
fazendo cegos aqui e não lhes ajudando a serem uma colmeia e sim,
cada um por si. A desunião estimulada por eles é a causa para haver
divisão e ninguém poder se unir contra o poder bélico deles. Essa
divisão irá acabar quando os povos se unirem em um pensamento,
que é o de compaixão e amor uns pelos outros, se colocando uns
nas peles dos outros, como a vida trata de fazer com os espíritos
que são rebeldes e não se colocaram no lugar dos outros que feri-
ram em encarnações passadas, lembrando que a inércia também
acarreta carma, pois a inércia de um espírito é uma maneira acomo-
dada de viverem e se não se incomodam com as dores dos outros,
quando eles chorarem ninguém também os ouvirá, permanecendo
na mesma inércia que eles vibraram quando podiam agir e preferi-
ram se silenciar por não serem um problema que lhes afligia, isso
denota a falta de compaixão pelas dores do próximo e quem vibra
insensibilidade pelas dores dos outros também irá atrair seres que
sejam insensíveis com suas dores. Essa cadeia mental precisa ser
desfeita das mentes com o pensamento curativo de amor universal,
que pode vir principalmente de suas mães os ensinando a se melho-
rarem e lutarem contra o pensamento dos Lobos, pois eles fazem
essas almas acreditarem que é pela ambição e pela guerra que se
constrói um mundo melhor, mas isso é apenas o reflexo de guerras e
frustrações interiores com a vida, quando fazem os homens pensa-
rem apenas em dinheiro e se esquecerem de que não adianta haver
moeda, se não houver paz de espírito e amor entre as pessoas, pois
moedas demais e falta de paz de espírito causam uma obsessão que
levam embora muitos espíritos desse mundo através do suicídio,

80
por verem que podem possuir tudo materialmente desse mundo,
mas se não houver o amor e paz de espírito de nada valem essas
coisas, que são passageiras e só servem aos espíritos quando eles se
utilizam delas para ajudarem seus irmãos mais necessitados, lhes
ajudando com bolsas de estudo e aprendizado para que possam tra-
balhar e construir suas vidas com méritos próprios que são adquiri-
dos através do esforço, lhes ajudando com as ferramentas para re-
solverem as equações de suas vidas, lhes ajudando com o estudo e o
necessário para se sustentarem até que possam exercer um trabalho
digno. Quantos Templos que estão ricos em ofertas não poderiam
retirar mulheres e homens do mundo da prostituição, criminalida-
de, pobreza, vícios, lhes ajudando com estudos e cestas básicas, ca-
sas sem necessidade de luxo, para viverem uma vida mais digna?
Jesus não se alegraria desse pensamento? Mas eles preferem dizer
que o dinheiro dos fiéis é para levantar Templos para pregarem a
mensagem enganosa deles disfarçadas de Luz, pois caso fossem Luz
estariam preocupados em retirarem as almas do abismo de verdade
e não com palavras seduzentes, que podem parecer ao primeiro ins-
tante encantadoras, mas que não libertam essas pessoas e na verda-
de só as fazem escravas de seu pensamento que as quer vampirizar.
Os falsos profetas são donos de fazendas, casas luxuosas e carros
caríssimos, que se vendidos poderiam retirar muitos espíritos dos
mundos caídos por não possuírem um estudo, uma profissão digna,
uma casa para morar e o sustento para famílias carentes, com todos
esses recursos que foram adquiridos pelas ofertas daqueles que bus-
cam a Luz, eles poderiam retirar o mundo da fome, mas preferem
ser egoístas e pouco se importam com essas almas, mentindo que as
ama e fazendo poucas ações caridosas, que quando são feitas, são
explicitamente exibidas para que as pessoas se convençam de que
eles são de Luz. Profetas de Luz não estão vibrando no Luxo, não
estão querendo mansões e nem vibrando o pensamento de ódio que
separa e divide os povos, os profetas de Luz amam as ovelhas e não
as vampiriza, mas as convidam a trabalhar pelo bem de todos, como
irmãos espirituais que são, esses sim vibram a Luz, com o dinheiro
que recebem de suas doações eles doam de volta para os mais neces-
sitados, pois eles trabalham e vivem dos próprios méritos e não das

81
doações dos outros. Quando um profeta vive e enriquece das doa-
ções dos outros, ele se esqueceu do pensamento do Cristo que ensi-
nou aos ricos a doarem suas riquezas aos pobres, ensinando a todos
aqueles que vieram com melhores condições aquisitivas nesse mun-
do a se doarem para os mais necessitados, lhes ajudando a se levan-
tarem profissionalmente na vida, mas quando o dinheiro se tratava
das ofertas, esses não eram para enriquecê-lo, nem para erguerem
monumentos, nem para enriquecer os apóstolos e discípulos que o
seguiam, as moedas das ofertas eram exclusivamente para ajudar os
necessitados a se levantarem nesse mundo e apenas para isso, não
lhes dando diretamente a moeda que pode fazer com que eles fi-
quem acomodados, mas lhes dando ajuda para estudarem, se levan-
tarem, se alimentarem sem ser pelo vampirismo carnívoro e animal
e a terem um lar digno de viver, tudo isso poderia ser muito bem
custeado pelas ofertas dos que amam a Deus e que se amam a Deus
logo também amam seus semelhantes que são seus irmãos, pois não
é possível amar a Deus se não há amor pelos seus próprios irmãos
que estão necessitados de ajuda e sofrendo nesse mundo pela falta
de oportunidades, por conta que a sombra, inflando o vampirismo
através dos Lobos, faz com que a vida dos pobres seja mais sugada
do que a dos ricos. É preciso consciência dos povos para que não
caiam mais nas armadilhas desses Lobos que se vestem de “guias
da humanidade”, eles podem parecer ser de Luz como muitos tam-
bém fingem neste mundo, pois até psicopatas sabem se transformar
em anjos quando querem, mas no final o objetivo deles é sempre
vampirizar e causar pensamento atrasado que afasta o amor e a ir-
mandade dos seres da terra, fazendo com que as almas tenham uma
má compreensão do pensamento de Jesus que as liberta, mas que
quando nas mãos dos falsos profetas as fazem fugir para as colinas,
pois com o nome de Jesus eles já colocaram na fogueira, já enforca-
ram, já fizeram famílias colocarem seus filhos para fora de casa por
as fazerem acreditar que eles estavam possessos, sendo que colocar
um filho para fora do lar é a própria possessão do ódio. Tudo que
eles vibram é pensamento atrasado que em determinada época da
humanidade foi o melhor que aqueles povos conseguiam assimilar e
se libertar dos pensamentos ainda mais atrasados que haviam sobre
eles, pensamento que no atual momento de regeneração da terra
82
deixará de existir, pois as almas irão despertar e entender que o
Cristo sempre as amou da maneira em que elas eram e que agora as
famílias poderão se amar como a Natureza assim lhes fez, com os
propósitos reencarnatórios em que elas desceram, sem serem jul-
gadas por serem diferentes da maioria, mas sendo acolhidas como
irmãos por todos que em um futuro próximo se olharão mais como
espíritos eternos e irmãos do Universo do que como seres biológicos
em corpos humanos.

83
84
AYAHUASCA, AMAZÔNIA É A
PATRIA DO EVANGELHO

Antiga Ayahuasca, que elevou o pensamento dos povos


primitivos da Amazônia, os índios aprenderam a alta magia da luz
pelo poder curativos de infusão de suas ervas e entre elas estava
o poder curativo da Sagrada Ayahuasca. O Brasil como pátria do
evangelho, segundo o médium Chico Xavier e confirmado pelos
espíritos superiores das Anciãs, possui uma das maiores florestas
do planeta e seres de variadas espécies com sua natureza diversifi-
cada, Espíritos em estado Elemental, em corpos de animais sagra-
dos que trazem o poder mental curativo para equilibrar os campos
mentais dos espíritos de todo o planeta terra. Conforme o oxigênio
daquelas árvores envolvem os homens e o planeta, o poder mental
desses animais é levado para os corações como vibrações curativas
de amor, os apaziguando e acalmando seus instintos. Os pássaros,
as árvores e todos os seres que se encontram nas matas e florestas
são responsáveis também por vibrarem o pensamento de cura sobre
os Espíritos humanos e com essa vibração vem a Ayahuasca para
curar os corações oprimidos, as obsessões na vida, os depressivos

85
e sofredores, ela também vem para curar as obsessões do ódio e a
feitiçaria sombria, causada pelos espíritos que vibram o mal pensa-
mento. Ela, quando ingerida como um chá, apresenta aos espíritos
que a recebem por onde entram as obsessões e venenos espirituais
em suas vidas, a mãe natureza mais uma vez mostrando aos seus
filhos que seus poderes espirituais de cura podem lhe salvar e le-
var-lhe para um mundo melhor se ele a quiser receber, algo que
as sombras já estão querendo encontrar argumentos para distan-
ciarem dos homens e fazerem eles temer a própria Mãe Ancestral,
pois até crianças indígenas já se curaram usando a Ayahuasca, que
deve ser aplicada com sabedoria pelos que ministram seu saber e de
forma gratuita, chamando a todos para que façam um ato caridoso e
ajudem com doações a trazer Ayahuasca a todos os povos sem custo
algum, de maneira que todos possam ajudar os menos favorecidos a
alcançá-la gratuitamente e até para os mais favorecidos, que podem
se encontrar muitos apegados a matéria e que as sombras consigam
colocar em suas mentes que, se precisam pagar é porque querem
tirar o dinheiro que eles possuem, fazendo com que eles se distan-
ciem da cura, mas se ela chegar de forma gratuita na mão dos povos,
as sombras que possam estar o envolvendo não poderão dizer que
ela é uma mentira. Se cada um puder se doar um pouco pelos outros
irmãos que podem ainda estar cegos na maneira de pensar e mais
irredutíveis a mudar pelas palavras o mundo será melhor e no além
vida essa forma de agir não será esquecida, pois ela pode ajudar a
curar o pensamento do espírito que busca se libertar dos vícios, de-
pressões, pensamentos ruins e sombras da terra. Em outros plane-
tas mais primitivos, essas árvores são sagradas e escondidas ainda
dos magos sombrios reencarnados, que não querem que os homens
sejam felizes no além vida e nem desejam vê-los se curarem de suas
obsessões. Os indígenas se libertam do ódio e da magia sombria, há
muitas eras, com seu poder curativo sobre o espírito e agora eles
estão dispostos a ajudarem o mundo a se curar da maldade, da am-
bição e do poder sombrio das obsessões que tanto os roubam as
terras com a ganância e o poder bélico causado pelas sombras que
os invadem e tentam destruir a natureza, querendo fazer com que
os homens que as causam sofram ataques semelhantes em suas vi-

86
das, em outras vidas. A pátria do evangelho que Chico Xavier falava
mora nas árvores e nos espíritos que desceriam em solo brasileiro
para ensinarem a cura do pensamento e sobre o amor das ances-
trais. Elas devem ser preservadas a todo custo pelos homens que
querem se libertar das sombras deste mundo, não só elas como a
natureza de todo planeta, pois os espíritos que não tiverem respeito
pela sagrada natureza ficarão em mundos primitivos, onde também
não haverá respeito pela vida deles, sendo tratados com a indiferen-
ça pelos seus semelhantes, assim como tratavam as flores, árvores,
ervas, animais, humanos e toda sorte de vida pela qual não tiveram
respeito com sua forma de agir e pensar. Árvores devem ser replan-
tadas em lugares isolados como campos concentrados de “natureza
viva” e cercadas com proteções ambientais, para nenhum intruso
trazer destruição ao que mantém vivo o equilíbrio das forças sagra-
das da terra, a vida.
Os homens do passado que irritaram a natureza cortan-
do as árvores, as ferindo e as machucando tiveram que passar por
processos drásticos de expiação da natureza, para que as futuras
gerações que aqui passassem não sofressem os estragos causados
por eles. Tudo que se planta, se colhe, e ninguém foge das suas res-
ponsabilidades com suas atitudes para com seus semelhantes e nem
para com o que há vida, mesmo que seja uma pequena flor, que
também é uma criação divina em estado embrionário, os vegetais
concentram pensamento dentro de si e devem ser respeitados pelos
homens como vidas, não os queimando, mas os respeitando, não os
agredindo e nem os ferindo, pois para que a vida dos homens seja
respeitada eles precisam também respeitar a vida dos outros, sem
esse pensamento, as sombras serão atraídas e vibrarão o mesmo
sentimento de indiferença entre eles, a isso damos o nome de cons-
ciência ambiental, sem ela os remédios faltarão e não haverá cura
para nossas dores, até que tenhamos refletido o suficiente o quão a
vida dos outros merece o respeito e o direito de viver, independen-
te se são da mesma cor, orientação sexual, nível social, humanos,
animais ou vegetais, a Natureza Divina enxerga todos da mesma
forma, e desde que eles não coloquem em risco a saúde e a vida
com doenças e enfermidades que podem levar crianças, adultos e

87
até animais em moléstias severas, ela deve ser respeitada, evitando
pela parte do homem a atração de seres que pela sujeira e mal cui-
dado com a natureza são atraídos como os ratos de esgoto, baratas,
larvas e todo ser que traga doenças, que são trazidos à terra quando
há mortes, sujeira e sombras materializadas. A vida trata de cobrar
os espíritos que ferirem a terra com a mesma proporção da onda
mental destrutiva emitida por eles contra a vida de seus semelhan-
tes em espírito, que lhes será devolvida em seu campo social, afetiva
ou familiar, assim como todo feitiço volta para o mandante, a onda
mental que ferir a terra, as árvores e aquilo que compõe a vida dos
outros será devolvida a seu dono e irá lhe ensinar como um carma
a não cometer os mesmos erros outra vez e isso lhe será ensinado
quantas vezes for necessário através das duras penas das reencar-
nações, até que ele se liberte dessa forma de pensar, pois ferir a
natureza é ferir a saúde de seus semelhantes e quando a saúde dos
outros é ferida pelo nosso pensamento e atitude, a nossa também
será por outros seres que pensem semelhante.
Os Espíritos que são rebeldes com a natureza irão ainda
viver desastres naturais no seu futuro como carma a se expiar, em
conjunto de espíritos que como ele possam ter agredido as forças
sagradas da natureza em existências pretéritas, pois todo reajuste é
necessário para que esse espírito possa evoluir e se libertar dos car-
mas que o prendem a mundos primitivos, que são envolvidos pelas
guerras, friezas e indiferenças humanas para com seu próximo, es-
ses reajustes acontecerão na matéria, como acontecem diariamente,
quando até por um raio que lhes cai a cabeça lhes é cobrado o carma
de não ferir ninguém com fogo, pois se não o fogo virá contra ele.
É necessária uma mudança para com o tratamento com
a Natureza. Os furacões não vêm à toa sobre os espíritos encarna-
dos, eles estão vindo porque a terra está necessitando ser reorgani-
zada em seus sistemas ambientais. O homem machuca o mundo,
e o mundo precisa se restaurar. Quando Gaia levanta seus braços
marítimos, quando ela assopra seus tornados, quando ela traz fogo
de seus vulcões ou quando ela caminha sobre a terra com seus terre-
motos, isso significa que os Elementais da Natureza estão precisan-

88
do restaurá-la e cobrar os carmas antigos de espíritos encarnados,
o processo de desencarne coletivo através da natureza ocorre como
uma maneira de curar aquelas almas dos seus carmas do pretérito,
lhes dando uma nova oportunidade no mundo espiritual de galga-
rem e se aliviarem de difíceis carmas que seriam mais difíceis caso
não tivessem sidos expiados através daquela pequena turbulência
natural, que ocorre quando Gaia precisa erguer suas mãos em re-
denção daqueles espíritos, e assim, quando eles aceitam no mun-
do espiritual o seu desencarne, sem revolta e sendo humildades em
oração eles conseguem enxergar a Luz que lhes vem, sem demora,
socorrer e os levar para os mundos espirituais elevados.
Do mundo espiritual, os Elementais sobrevoam as mas-
sas, filtrando os pensamentos negativos e sombrios que aqueles
espíritos possam estar carregando, carmas coletivos que envolvem
o poder da natureza que reflete um desajuste daqueles povos com
ela, seja nessa vida ou em outras, eles possuem um débito com a
saúde da natureza e precisarão expiar os desajustes que se envol-
veram ou foram coniventes. Os espíritos que feriram animais, ár-
vores, florestas e todos aqueles que dependiam da terra para so-
breviver como forma de expiar seu carma, terão que sentir a terra
lhes ferirem também, para que entendam que não é machucando
a vida que podemos viver, e nem agredindo os habitats naturais
com as impurezas humanas que podemos fazer um mundo melhor
para as futuras gerações, que talvez sejam nós mesmos que tenha-
mos que voltar em uma situação complicada com o ecossistema a
nossa volta, vibrando pensamento semelhante ao pensamento em
que emitimos em relação a natureza, se de descuido viveremos em
um mundo sem cuidado com ela e se cuidando viveremos em um
mundo onde ela também seja preservada. Quando o homem suja e
denigre a terra, ele também está afetando o poder curativo da Na-
tureza sobre as espécies, que dela dependem para sobreviver. Esse
tipo de pensamento irá atrair carmas e eles terão que ser ajusta-
dos com expiação e reparação de erros, unidos a mudança íntima,
seja nessa vida ou em outra, todo ataque contra outra forma de vida
é necessário reajuste por parte dos espíritos que infligiram contra
elas, sem isso eles não conseguem se libertar dos mundos caídos e

89
precisam voltar quantas vezes forem necessárias até provarem que
mudaram o pensamento e que se tornaram melhores, cooperando
com o pensamento de amor e curando com sua forma de agir o que
um dia adoeceram com sua forma de ser. O Divino é misericordio-
so e concede sempre um novo caminho e uma nova oportunidade
reencarnatória ao espírito que demonstrar arrependimento sincero
e mudança de consciência, a reparação desses erros se dá no favor
que todos podem cooperar para ajudar na preservação do meio am-
biente, se cada um fizer a sua parte a Natureza também fará a dela
e não deixará de zelar por essas vidas com os mesmos pensamen-
tos que eles emitem a ela, pois quem vibra cura também é cura-
do, cuidar da terra é cuidar da própria saúde, quando a natureza é
zelada, a vida também é zelada dentro de nós e de nossos irmãos.
As Mães Ancestrais da floresta amazônica deram sua fi-
lha “Ayahuasca” justamente para curarem o espírito e as obsessões
espirituais que as químicas da terra não possuem poder de alcance.
As medicinas sagradas não só agem no corpo físico, elas agem tam-
bém no corpo astral e curam as inflamações da alma e as magias
do mau pensamento que ali podem ter sido lançadas por mentes
penetradas no ódio nos momentos em que o encarnado ou a vítima
vibrou raiva, devassidão, stress, fúria mental, cobiça, inveja e prin-
cipalmente, vícios terrenos e vampirismos. Ela pode curar mediante
o poder de vontade em querer se curar por parte dos espíritos que
sofrem destas obsessões, há que haver vontade de se libertar, pois a
Ayahuasca não impõe a cura, ela apresenta ao espírito e o convida
a reforma interior e caso ele assim queira, ele será curado pelo po-
der sagrado e reformado que essa medicina produz na consciência
humana, que deve estar vibrando incessantemente pensamentos de
oração ao que acreditam e lhes representa a Luz na terra, junto do
pensamento elevado e humilde, que conversa com todos os seres
como irmãos, mesmo que eles sejam seus próprios obsessores, pois
é somente através do amor que a cura pode chegar até o espírito e
nunca através da revolta e a raiva.
Para se curar é necessário querer a cura do espírito e vi-
brar pensamento de amor, quem buscar a cura nos poderes curati-

90
vos da Ayahuasca irá se libertar das prisões espirituais e dos vícios
terrenos que são difíceis de ir embora, justamente porque há es-
píritos sombrios vampirizando-se deles e fazendo de seus corpos
canecos vivos, para alimentarem toda sorte de vícios que possam
conseguir impor mentalmente em suas vítimas, eles enfraquecem
a vontade delas e as fazem sentir abstinência espiritual que é sen-
tida como uma abstinência de nível físico. Eles tentam elas men-
talmente e enquanto elas não cedem ao pensamento ou se curam,
elas não conseguem se libertar da vibração sombria da mente deles
e assim muitas ficam presas no álcool, no fumo, nos vampirismos
carnívoros, nas magias sombrias do pensamento e em toda sorte de
sombras e pensamentos doentes que as obsessões espirituais po-
dem causar ao ser humano com o desejo de lhe fazer infeliz nesse
mundo. As consagrações de Ayahuasca devem ser tomadas como
um tratamento contínuo, elas são extremamente recomendáveis
para quem possui depressão, que é o mal do século XXI e que pode
acometer qualquer espírito deste mundo que ainda se encontra
distante do pensamento de amor sobre todos os seres, mas que irá
se transformar através da Nova Era de regeneração, a Ayahuasca
pode salvar muitas almas dos pensamentos suicidas e das sombras
dos vampirismos que os espíritos das trevas lhes acometem com
os pensamentos sombrios em suas mentes que por não possuírem
ciência de onde as trevas entram em suas vidas não sabem como se
defender e se proteger destes pensamentos, mas que agora sabem e
podem se proteger, se quiserem, das ondas enfermiças que entram
principalmente pelo consumo de carne e vícios que as sombras in-
fluenciam aos homens vibrarem, para sentir os efeitos benéficos da
Ayahuasca de forma mais ampliada é necessário que se continue as
consagrações, para cada vez mais o espírito se depurar e se limpar
dos pensamentos enfermiços e obsessões sombrias, mas aqueles
que ainda não possuem desejo de mudança e elevação, o tratamen-
to será mais longo e pode ser menos efetivo se eles não quiserem se
modificar e vencerem as paixões terrenas que os tentarão prender
nos mundos escuros do ódio, junto de seres de aparência horrível e
demoníaca que os queriam prender em suas vibrações quandoeles
estavam vivos, pois em verdade, quem não quer que esses espíritos

91
se curem não são eles, e sim, os obsessores que os estão envolvendo,
que devem ser afastados pelas orações de quem os ama e pela von-
tade deles em quererem ser felizes, pois é a felicidade espiritual dele
que está em jogo. Os que estão orando, estão fazendo a parte que
lhes cabe, mas caso o espírito não deseje a mudança mesmo com as
trevas se afastando, a vida será justa e o irá enquadrar na legião dos
espíritos rebeldes que serão degredados para os mundos sombrios.
Muitas das vezes, as mentes sombrias hipnotizam os espíritos e os
fazem acreditar no pensamento de que não precisam de cura e, em
verdade, todos neste mundo ainda inferior e primitivo na forma de
pensar, ainda precisam curar seus espíritos, seja de um pensamen-
to, uma maneira de enxergar a vida ou até mesmo na forma de se-
rem consigo próprios, pois a Ayahuasca não só cura das obsessões
espirituais, mas cura a forma do próprio ser se enxergar, fazendo
com que ele se ame mais e vibre mais pensamentos saudáveis que
o eleve do que pensamentos enfermiços que o deixem depressivo
e afastem as pessoas de luz de perto dele, a Ayahuasca é uma cura
interior, ela serve tanto para os que acreditam em algo quanto para
os céticos, pois o objetivo dela é curar a forma de pensar e não de
fazer o seu paciente acreditar em uma religião, para os céticos, basta
elevarem e vibrarem bons pensamentos, seguindo as orientações de
quem lhes ministrar a medicina, que tudo ficara bem no final. To-
dos os espíritos podem se curar de alguma forma com a Ayahuasca,
ela é aconselhável a todos que precisem se elevar e purificar seus
corações, ela não é religião, ela é natureza e é um direito de todos
tê-la como fonte medicinal do amor da natureza para se curarem, é
o poder que as Mães Ancestrais da terra deixaram para os espíritos
da terra se curarem, quem dessa fonte beber irá absorver energias
celestiais, trazida das estrelas e plantadas em Gaia para evoluírem
os povos e as maneiras deles pensarem.
Os magos sombrios influenciam as massas a se conven-
cerem que a natureza é fraca e eles são mais fortes, mas sem a na-
tureza nem a vida haveria nesse mundo, até o sol possui distância
exata e cronometrada para dar a sua luz, sem ferir a vidas dos seres
humanos, a não ser que eles destruam as camadas de ozônio que os
protegem trazendo sobre si os efeitos negativos dos raios solares, es-

92
trela antiga que ilumina a terra com bons pensamentos dos espíritos
que lá estão, seres de altíssima elevação Cristíca, que iluminam os
planetas da nossa constelação. Quando os homens produzem gases
venenosos com suas industrias a todo vapor, em busca do dinheiro,
ele está ferindo seus outros irmãos e seres vivos, que dependem de
equilíbrio nos raios ultravioletas para não serem afligidas pelo ex-
cesso de calor que está havendo na terra, com esse pensamento eles
ferem os animais aquáticos, que precisam de águas frias para pode-
rem viver bem e respirarem melhor no interior dos oceanos. O calor
está excessivo, e os animais estão sofrendo com esse ataque gasoso
que está ferindo nossa órbita. As geleiras estão sendo aquecidas e
irão causas desastres naturais se os homens não se conscientizarem
disso, os reajustes cármicos da Natureza irão cobrar dos espíritos em
outras vidas, o descaso e a falta de comprometimento com o meio am-
biente que emitiram com seus pensamentos e atitudes nos dias hoje.
As forças naturais que reajustam o espírito virá sobre aque-
le que ferir a natureza e assim está ferindo gravemente a existência de
todos os seres da terra, é um carma difícil de se libertar, quando ocorre
dentro das chamas que volta para queimar quem um dia causou quei-
madas nas florestas, terremotos que voltam para aqueles que destruí-
ram árvores e vidas animais, sem se importarem com seus tratores e a
força física agressiva que desmata e machuca a natureza, em tsunamis
contra aqueles que fizeram das águas lixeira e lugar de poluição, a lei é
justa e os Elementais voltam para cobrar os carmas de quem um dia os
feriu e não criou consciência de que a Natureza é laboratório da vida e
da saúde de todos e não pode ser destruída pelos pensamentos egoís-
tas de nenhum espírito, a cobrança é penosa e basta olhar os desastres
naturais que acontecem no mundo para se terem ideia de como são
as cobranças na vida dos espíritos que não tiveram consciência com a
natureza, não se é possível fugir dos carmas, quando os pensamentos
não se modificam aqui através do convite a mudança eles terão que ser
modificados pelos carmas que eles irão causar a estes espíritos, que
não serão esquecidos pelas leis Divinas, cumprindo a palavra do Cristo
quando afirmou que os espíritos rebeldes não sairão dos mundos pri-
mitivos até que paguem o último centavo do que devem para lei, atra-
vés de expiações e da reparação de erros, com a mudança de sua forma
93
de pensar e agirem para com seus semelhantes.
Quem emite destruição atraíra destruição para si, mas
quem emite amor até por uma simples flor também atraíra para si
os pensamentos condizentes com aqueles do qual emite, lei de afini-
dade, afinando todos os seres de acordo com as ondas mentais que
vibram para o Universo, tudo que vai, também volta, o espírito que
cura a terra também será curado, por isso o pensamento dos espíritos
devem sempre vibrar a cura de seus irmãos, para que haja sempre
seres vibrando saúde, felicidade, amor e cura para ele.
Os espíritos podem ser curados com a mãe ancestral Aya-
huasca, uma força da natureza surgiu nas florestas sagradas do Bra-
sil, ela veio para cumprir o que o médium enviado por Jesus aqui na
terra através do Espiritismo estava anunciando, o Brasil é a pátria
evangélica do mundo e com suas árvores e sementes vivas de espírito
curativo ele pode curar e restaurar a paz do mundo, se seus irmãos
cooperarem com o crescimento dessas sementes amazônicas e com a
preservação de sua flora, o mundo será curado do mau pensamento
muito antes do que os humanos possam imaginar. A ayahuasca pre-
cisa ser levada para todos os povos, elas despertam poder sensitivo de
cura vindo das florestas sagradas com ela. Ela é uma poção de cura
mental, suas árvores são o cipó de Mariri e as folhas da Chacrona.
Se querem curar seus filhos das sombras, os espíritos que você ama,
seu país e sua sociedade, implementem tratamentos intensivos com
todos os espíritos que desejarem conhecê-la com o chá curativo da
Ayahuasca, ele precisa ser cada vez mais estudado pelos cientistas da
luz nos hospitais psicológicos e psiquiátricos que precisam também
se utilizar das medicinas alternativas como fonte de saúde humana,
pois a Natureza é quem sempre curou os espíritos e sempre estará de
braços abertos para curar seus filhos que não devem temer conhecer
e estudar suas fontes ricas de saúde, a cura também vem das ervas e
não apenas dos laboratórios humanos, o laboratório Divino se chama
floresta e nesse último pode-se também ter fé, pois além da cura da
matéria há também a cura da mente humana. A Ayahuasca não causa
dependência e tem poder de curar a depressão, o vício das drogas, o
vício do álcool e também as magias sombrias colocadas por obses-

94
sores na mente dos encarnados. Ela pode ajudar a curar a maldade
do coração humano e transcender as formas dele pensar em relação
a vida, pois conscientiza o espírito de suas falhas e o convida a mu-
dança interior, ela cura o modo de ser e a maneira de agir. O mundo
necessita de hospitais terapêuticos que tratem a alma, sem métodos
religiosos, mas tratando os pacientes como espíritos também, que ne-
cessitam de boas vibrações e pensamento elevados para poderem se
curar mais rápido. Treinados para falar com a alma e o espírito atra-
vés do pensamento do amor universal que abraça todas as crenças e
até quem delas não faça parte, pois todos são dignos de respeito e eles
se curam não pelas religiões que professam mas pelo pensamento de
amor que emanam de si e pelo desejo de se tornarem seres melhores
uns para com os outros. Kardec já anunciava através do Consolador
que o que salva os espíritos não são as religiões, mas o amor que pro-
fessem de seus corações pelos outros seres, que é exprimido pela ati-
tude e o pensamento na caridade desinteressada. O amor e a vontade
de curar devem estar acima de qualquer pensamento ou crença, pois
o amor vai além das fronteiras do pensamento religioso e abraça in-
clusive os ateus que muitas das vezes podem refletir uma forma de ser
mais elevada e amorosa do que aqueles que se dizem portadores de
crenças e carecem de oferecer estes exemplos morais. Cada ser é livre
para ser curado sem precisar acreditar na vida após a morte, os seres
espirituais não precisam acreditar para se elevarem, basta colher os
ensinamentos curativos e plantarem um mundo melhor para todas
as vidas e já estarão fazendo sua parte para um mundo melhor e mais
feliz para todos, no qual todos são livres para viverem suas experiên-
cias com o mundo espiritual no momento em que sentirem que é o
momento certo, sem imposições de pensamento, livres para acredi-
tarem naquilo que podem compreender na medida em que avançam
seus estudos e conhecimentos acerca da natureza e seus fenômenos,
vibrando, independente de crenças que ficam na terra, o pensamento
de amor universal pois é esse que os cura internamente, na forma de
serem como consciências pensantes e da natureza.
Há muitos defeitos morais que são implantados por ma-
gias sombrias e chips tecnológicos vindo dos cientistas das sombras
do astral que programam a mente humana a pensar em pensamen-

95
tos depressivos e terem alta carga de stress. Magos sombrios colo-
cam químicas astrais até dentro de um copo de bebida alcóolica e
fazem com que ele cause um acidente ou cause uma discussão som-
bria que pode resultar em morte e assassinato, com um trago do
fumo podem afetar drasticamente o pulmão do espírito sem que os
exames demonstrem tal efeito nocivo que começa no astral e ter-
mina na matéria com os efeitos sombrios da magia sombria da tu-
berculose que acomete todos os espíritos que se entregam ao fumo
mesmo que ele seja de uma erva da natureza, pois as ervas nunca
foram para serem fumadas e quando são queimadas é vampirismo
para com os vegetais que nunca foram feitos para serem utilizados
como fumaça pelo fogo, apenas como chás curativos e quando dessa
forma de consumo não são utilizados eles causam doenças ao invés
da cura, as ervas só podem ser utilizadas como remédio sagrado e
quando sua forma de utilização favorece as trevas do auto suicídio
pulmonar elas causam magia sombria e atraem espíritos sombrios
que irão tratar de induzir mais doenças e vícios na medida em que
conseguirem envolver mais suas vítimas, a magia sombria pode
ocultar os efeitos nocivos dos vícios que com o poder das sombras
pode ficar oculto da medicina terrestre mas não das espirituais, elas
podem se alojar ocultamente durante anos como um câncer que tar-
da para ser identificado e quando surge já se encontra em estado
avançado, fadando o espírito a ter que desencarnar muito antes do
que foi proposto a ele pela reencarnação, caindo nos mundos um-
bralinos como um suicida quando não teve amor pelos seus órgãos
e fez pouco caso da saúde que a natureza lhe emprestou para aliviar
seus carmas e encontrar a felicidade. Eles podem se utilizar de inú-
meras formas de obsessão contra os encarnados que dão passagem
em seus corpos para entrar na vibração das sombras quando não
são os vícios comuns que destroem o homem é então o vampirismo
que se dá pelo consumo da carne animal, que apodrece no estomago
da vítima, alimentando as larvas mentais e físicas sem que ele disso
se perceba, o fazendo se transformar em maldições vampirescas do
mundo espiritual, lhe dando uma face demoníaca e trazendo sobre
ele magias sombrias e terríveis que foram mentalizadas enquanto
aqueles animais sofriam nos matadouros pelos espíritos das trevas

96
que bebiam do sangue deles como nos assassinatos e nas magias
sombrias dos rituais primitivos eles também fazem. Os homens não
possuem dentes afiados dado pela natureza para rasgar a goela de
seus irmãos, para comerem carne eles precisam se utilizar de uma
inteligência voltada ao modo diabólico de ser, os churrascos são
sempre envolvidos com o pensamento deles. É fácil de se perceber,
basta observar as ferramentas que compõe o ritual dos matadouros
para perceber a influência sombria que provenha daqueles ambien-
tes; máquinas de tortura, choques elétricos na cabeça dos animais,
formas cruéis de os matar, maneiras horríveis e desumanas de lida-
rem com eles, facas sombrias criadas nas eras primitivas para ferir
os homens, os trabalhadores que estão lá se tornam vítimas de ma-
gias sombrias da frieza que os quer transformar em seres demonía-
cos e insensíveis para com a vida, os que trabalham nessas empre-
sas precisam ser alertados para que possam se libertar desse tipo
de envolvimento vampiresco, se eles continuarem a exercer essa
forma de profissão que tortura a vida dos outros as alma deles serão
arrastadas para os tormentos sombrios de outras encarnações na
qual eles sofrerão as mesmas torturas que causaram contra aquelas
vidas quando conscientes do mal que faziam quiseram permanecer
trabalhando para as indústrias do vampirismo na terra.
Quando os encarnados usam a faca para o vampirismo e
se entregam a sede pelo sangue dos seus irmãos menores ele tam-
bém irá atrair para si seres com a mesma ressonância mental que
irão se utilizar da faca para o ferirem e ensinarem que ela é um ins-
trumento da magia sombria quando fere outra vida. Um caçador
um dia se torna a caça, um predador um dia se torna a presa, um
torturador um dia será torturado, aquilo que vibra sombras irá en-
contrar sombras mais escuras que as que ele imaginou ser um dia,
a lei de ressonância e semeadura nunca falha e ensina através de
expiações, os espíritos que não buscam, se melhorar pela mesma
causa de dor que um dia causaram aos outros.
Quem coloca um pedaço de carne sobre a mesa também está
sendo conivente com as indústrias do vampirismo e irão sofrer o pen-
samento sombrio dela se não se afastarem de toda prática carnívora.

97
A porta aberta para os vampiros espirituais é quando há
cheiro de sangue emitido pelos pedaços de carne na geladeira, que
no astral são sentidas a quilômetros de distância pelos obsessores
famintos de sangue que para lá se deslocam com a permissão de
entrada deles dada pelos que se servem da carne dos outros, não
adiantam orações e nem formas ritualísticas de consumi-la sem ser
conivente com o vampirismo. Quem se alimenta de carne está vi-
brando sombras e alimentando a magia sombria dentro de si pró-
prios. As práticas de magia sombria sempre estão envolvidas com
os sacrifício de animais justamente porque vampiriza a vida dos
outros para se fazer viva, todo aquele que também age assim é co-
nivente com a magia sombria e ela vai ser envolvida na vida deles
para os deixar doentes, por mentes do passado que podem se uti-
lizar dela para se vingarem ou vampirizarem novas vítimas. Essa
prática vampírica de se alimentar foi ensinada aos homens pelos
antigos espíritos de vampiros caídos das estrelas reencarnados nas
eras primitivas da existência humana com o objetivo de lhes causar
diversas doenças espirituais e físicas, como o câncer que começa
no corpo astral e chega até as células físicas, as transformando em
receptáculo de ódio e sombras quando em contato com o sangue
de outros seres. Esses espíritos que não quiseram se libertar ain-
da na terra do consumo de carne no mundo espiritual também não
conseguirão, pois no mundo astral as abstinências das sensações
físicas que o espírito não se libertou são sentidas muito mais for-
tes, a sede pelo sangue se torna voraz e por isso há tantos espíri-
tos vibrando no vampirismo porque quando estiveram aqui não se
conscientizaram de que se alimentar de outras vidas lhes acarreta-
ria não poder entrar nos mundos de paz e Luz, os espíritos quando
chegam no Umbral muitas das vezes não entendem o porquê caí-
ram lá e ali começam as reflexões profundas do que fizeram e do
que deixaram de fazer na terra, muitos espíritos se aproximaram
da bondade mas não possuíam ciência disso e foram enganados e
envolvidos no ódio toda vez que praticavam o vampirismo mesmo
que inconscientemente. Aqueles que não sabiam dos efeitos nocivos
do vampirismo e se mostraram melhores da forma que puderam em
sua época já estão recebendo uma nova oportunidade de reencarna-

98
ção, mas aqueles que detinham conhecimento sobre essas práticas
e mesmo assim não quiserem se melhorar podem ainda ficar nos
mundos sombrios ou já podem ser encaminhados para as reencar-
nações em mundos primitivos se assim quiserem, mas conforme a
terra avança e se conscientiza desse pensamento, esses espíritos re-
beldes não poderão ficar aqui, os umbrais serão esvaziados através
dos degredos. Para que a terra alcance paz espiritual, basta que ela
se conscientize de que nenhuma vida pode servir de alimento, de
que nenhuma vida possa ser ferida, que todos merecem o amor que
Cristo ensinou, o amor universal, quanto mais os países e os povos
aderirem essa forma de pensar menos doenças eles terão e mais paz
e saúde irão vibrar em suas vidas.
Os magos sombrios amaldiçoam os espíritos através da
hipnose que consegue adentrar em suas mentes porque eles são
coniventes com algum tipo de vampirismo ou com a forma deles
pensarem, é por isso que eles são hipnotizados em vampiros, lobi-
somens, demônios, e seres animalescos do mundo espiritual, por
isso se liberte enquanto você possui forças para isso na matéria fí-
sica, pois no mundo astral não é assim tão simples e é necessário
voltar para a terra para poder se libertar dos vampirismos e para
que se possa provar através dos testes reencarnatórios que não há
mais conivência em seu espírito com a forma de pensar emitida es-
curidão, Se o relógio da vida parar e você não estiver liberto das
sombras é com eles que você terá que reencarnar novamente, sem
poder alcançar a felicidade dos mundos mais felizes, para poder
mais uma vez ter que provar ao Universo que você conseguiu mu-
dar seu pensamento e se melhorar moralmente, algo que para os
espíritos que caírem nos mundos inferiores ainda é extremamente
mais penosos e que requer muito mais força interior, pois lá os cor-
pos são mais primitivos e sentem mais o lado animalesco da matéria
do que o espírito. Outro fator é que naqueles mundos as mentes
sombrias e mais diabólicas estão reencarnadas na matéria física e
vão tentar de tudo para que as almas não se libertem tão cedo de
seus pensamentos, por isso a data da sua cura e libertação precisa
ser enquanto você tem a chance de se regenerar. O Cristo avisou
que o ladrão vem sem avisar. A vida pode lhe ser levada a qualquer

99
momento, pois ninguém nesta terra possui mais privilégios que os
outros que também, sem serem avisados, foram levados daqui, a
cura depende da suas escolhas, enquanto os espíritos vibrarem e
serem conivente com o pensamento deles, é com eles que terão que
viver ao partirem deste mundo, mas se escolherem o lado da paz
e da vida é do lado de Cristo e dos Seres iluminados que se estará.
O espírito aqui neste mundo precisa provar para as es-
trelas superiores que está liberto do vampirismo, se ele ainda es-
tiver vibrando o vampirismo ele não conseguirá morar em planos
mais felizes e terá que ser degredado para os mundos inferiores,
onde lá terá que lidar com seres com a mesma ressonância men-
tal, canibais, homicidas em massa, magos e feiticeiros exímios co-
nhecedores de magia sombrias e perversas, devoradores da carne,
doenças incuráveis por um mundo sem ciência avançada, escravi-
dão pela imposição da força, tortura tal como os animais sofriam
nos matadouros, guerras que causavam o sofrimento humano,
tudo que os vampiros são coniventes em busca de matar a sede de
sangue e eles esperam com todos esses sofrimentos os espíritos
que do vampirismo vegetal, carnívoro, sentimental, emocional, fi-
nanceiro e espiritual não quiserem se libertar e pensarem como
eles em relação as outras vidas.
Os espíritos que também não se conscientizarem o quan-
to antes do vampirismo, irão continuar atraindo sobre si espíritos
sombrios, que os irão vampirizar querendo cada vez mais sangue
para os levarem para as mentes sombrias que moram nos Umbrais.
Os espíritos que desejam morar em mundos mais felizes precisam
se conscientizar imediatamente pararem de se alimentar de outras
vidas, pois isso reflete vampirismo e não adiantam alternar para a
carne branca, que é induzida por magos sombrios que fazem as almas
acreditarem que ali se trata de uma carne mais leve e que por ser as-
sim podem ser consumidas, eles enganam as almas há muito tempo,
fazendo com que elas acreditem que até Jesus apoiou seu consumo,
sendo que ele era contra qualquer pensamento e forma de vampiris-
mo, pois pregava o respeito a todos os tipos de vida, pois o mundo
superior de onde ele havia vindo não permitiam que aqueles espíritos

100
se alimentassem de nenhuma outra vida, caso ele se alimentasse de
carne, mesmo que a de peixe, ele não conseguiria afastar as sombras
e curar as enfermidades daqueles povos, pois até a feitiçaria conhe-
ce métodos de obsessão sombria se utilizando dos animais aquáticos
para enfeitiçar com o pensamento, o Cristo sabia que isso era errado
e que traziam maldições ao corpo humano do pensamento quando
transgredia a inocência das almas daqueles animais com a forma de
vampirizar, se utilizando do engano sombrio das iscas e das redes que
as matavam com a asfixia, pensamento totalmente contrário ao amor
universal do qual ele deu a vida para defender. Os magos sombrios no
passado se utilizavam muito de frutos do mar nas magias sombrias,
que quando podres no estômago causavam o mal cheiro de decom-
posição, semelhante a decomposição de um corpo humano, o cheiro
de podridão e decomposição no estômago atrai almas sombrias que
vibram a mesma sintonia e vem de encontro ao cheiro para vampi-
rizar as almas que estão na mesma vibração, por isso é importante
consciência e saber que as Leis da consciência, constituem-se na for-
ma de pensar agir em relação as outras vidas, atraindo para si com a
ressonância mental o que se pratica aos outros seres.
A Lei de afinidade mental é ponto importante para se
proteger das feitiçarias umbralinas que são muito mais destruti-
vas quando encontram práticas de vampirismo em suas vítimas e
muito piores que as realizadas pelos encarnados quando que por
algum desentendimento na terra se valem de sensitivos vampiros
para envenenarem o pensamento contra seus desafetos. Se houver
vampirismo também haverá vampirização, a lei é justa e afina os
seres com seus pensamentos, quem responde o pensamento que
vibra vampirismo são os vampiros do mundo espiritual, almas que
buscam vingança e que podem entrar tanto pelo consumo de carne
vermelha ou carne branca, elas não entram por conta da cor da
carne, elas entram porque uma vida foi morta e isso abre a entrada
para que eles os espíritos que pensam e agem assim entrem pela
porta da frente e destruam a vida de quem nesse pensamento é
concordante quando se alimenta e se utiliza dele.
A carne e seus derivados não servem para o consumo
humano e isso é cada vez mais confirmado pelas pesquisas cientí-

101
ficas da Luz que já estão lutando contra as indústrias da carne e da
exploração animal, que até o momento, não tinham respaldo es-
piritual para convencerem a consciência humana, mas que agora
esse também não lhes falta. Muitas sombras preferem acobertar o
pensamento carnívoro, dizendo às almas que somente o “excesso”
a faz mal, assim como dizem sobre o “excesso do álcool”, o “excesso
do tabaco”, sendo que em verdade, basta que o pouco entre para que
já prejudique o organismo e logo coloque o espírito em vibração de
suicídio, eles cegam o pensamento humano de que a carne lhes faça
mal, mas quanto ao pensamento científico este fica nas mãos dos
cientistas da terra evoluírem e buscarem ajudar aos homens lhes es-
clarecendo acerca do campo científico sobre os efeitos nocivos que a
carne produz, quanto ao nosso pensamento cujo é espiritualista po-
demos afirmar com veemência que a carne faz mal à saúde física e
espiritual dos espíritos, primeiramente no corpo astral e em seguida
causando diversas doenças graves pelas magias sombrias do pensa-
mento em que ele é envolvido quando se alimenta da vida dos outros.
O vampirismo nunca haverá justificativa no pensamento
idealizado no amor universal, que ama a todos como seres iguais e
não devemos nos enganar, pois João, o apóstolo, avisou que espí-
ritos sombrios poderiam se disfarçar de Anjos e mentirem para os
homens, algo que só acontece se houver conivência com o pensa-
mento deles como quando nas hipnoses, não se pode ser coniventes
com nenhum tipo de pensamento ou prática que tire a vida de outro
ser ou o machuque, porque até os mais sábios e humildes poderão
ser confundidos se eles vibrarem ou e forem concordantes com o
vampirismo espiritual de se alimentar da vida dos outros.
A ayahuasca veio para curar os espíritos, as árvores que
dão origem a sua medicina são sementes plantadas aqui por seres
de outras galáxias, que já passaram por aqui há muitos milênios
como “arcas de Noé” trazendo animais curandeiros e sementes no-
bres dos Olimpos celestiais, que iriam curar os seres que fossem
preparados para reencarnar aqui. Tudo é muito bem preparado pe-
las forças da Mãe Ancestral, seus pensamentos são benévolos e ela
não deixaria jamais seus filhos sem o antídoto para o veneno das

102
Serpentes que aqui ainda estão em processo regenerativo, ela tem
em seu seio maternal o antídoto, a cura humana e espiritual está
na natureza, se o homem estiver distante das coisas que elevam o
seu espírito é sinal que ele está longe das Mães ancestrais e quando
ele se distancia dela ele se perde do rebanho e é atacado por lo-
bos e vampiros que irão lhe sugar até a última gota de vitalidade,
para se alimentar das energias físicas e da felicidade dele, enquanto
para perto de sua Mãe Ancestral esse Ser humano não se voltar com
sua forma de pensar e enxergar a vida, se ele continuar distante vi-
brando nos vícios e deformações morais ele mesmo sofrerá com a
dor das doenças desses pensamentos sobre seu espírito, até que ele
queira se libertar, evocando a cura sobre seu espírito com as medi-
cinas da terra e as orações ao poder e misericórdia Divina sobre sua
alma e seus irmãos em jornada evolutiva mais avançada irão vir ao
seu encontro lhe ajudar, assim que desejar a cura de todo pensa-
mento trevoso que um dia ele possa ter sido conivente. A cura é a
vida que a Mãe Amazônia oferece aos Espíritos residentes de Gaia,
quem deseja se curar procure as forças da antiga Ayahuasca, os es-
píritos sombrios poderão ser afastados pela medicina sagrada, os
que a ingerirem irão notar que os sentimentos e pensamentos ruins
são expelidos para fora conforme eles vomitam e expõem para fora
a grande carga negativa espiritual que havia dentro delas, a ideia
é que haja esse processo, pois ele é o sinal da cura de magia som-
bria colocadas naquele espírito, sendo que essas magias sombrias
só saem do espirito quando ele deixa de ser coniventes com o pen-
samento enfermiço em que elas possam estar se alojando, como um
vírus que se protege dentro de um alojamento mental que só pode
ser aberto quando o espírito não é mais conivente com aquele pen-
samento que é apresentado pelos efeitos intensos da Ayahuasca de
profunda reflexão das ações e pensamentos daquele paciente, para
com a vida e para com seus semelhantes. É tratamento físico e espi-
ritual para a mente humana, basta procurar os lugares onde as con-
sagrações são realizadas ou as aldeias onde elas serão ministradas,
que respeitem o sagrado da natureza e não vibrem vampirismo, que
respeitem também o modo a vontade de seus pacientes ficarem, sem
imposição de danças e gestos para que a cura surta efeito, pois tudo

103
que é imposto não provém da luz, o tratamento com a Ayahuasca
requer de seus pacientes apenas pensamento elevado e tranquilida-
de, os lugares onde exigem que pessoas incorporem algum tipo de
espírito ou fiquem em determinada posição física estão com o pen-
samento atrasado e sendo envolvidos pelas sombras que querem na
verdade perturbarem o momento de cura da Ayahuasca, tirando os
pacientes da concentração no efeito curativo do chá, por isso alerta,
nem todos os lugares podem estar vibrando a sintonia mental da
Luz e alguns causam até horror aos pacientes, justamente por esses
não serem bem preparados antes de tomarem o chá e bem cuidados
na hora da consagração, porém, a medicina nada tem culpa nisso e é
aconselhável aos pacientes que tiveram seus momentos de cura per-
turbados por pessoas que se deixaram envolver pelas sombras que
busquem outros lugares, onde nenhum pensamento lhes seja impos-
to e elas sejam melhor conduzidas na cura através da sagrada Aya-
huasca que deve ser aplicada com o pensamento de amor, leveza e
amparo ao campo mental e físico anteriormente ao processo da cura.
Os remédios antidepressivos caríssimos não serão mais necessários
e os tratamentos serão mais efetivos unidos ao tratamento natural da
Ayahuasca, basta ingerir o chá e ter pensamentos positivos, com uma
música reconfortante e elevada de fundo, podendo ficar deitado, com
pés, mãos cruzadas ou descruzadas, a posição física não importa, o
que importa são as posições mentais que devem estar vibrando em
algo superior e pedindo cura interior, sem medo, podem haver ata-
ques do mundo espiritual durante o processo de cura e isso deve ser
encarado com naturalidade e calma, vibrando pensamento de amor
e sendo contrário a qualquer conivência que a Ayahuasca apresente
como trevas em sua vida, pois para se liberta-se de cadeias espirituais
sempre haverá guerras espirituais, mas basta manter a calma e as
orações com o pensamento elevado, não vibrando nos pensamentos
negativos e sombrios, que podem ser sugeridos como forma dos es-
píritos enfermiços atacarem os pacientes, por isso é importante que
eles vibrem a cura de qualquer pensamento que lhes surja vindo das
trevas, mentalizando lugares calmos, Seres de Luz e realizando aque-
la jornada interior que os cura e os liberta do mau pensamento. Os
ataques, logo que as orações são vibradas cessam e os espíritos supe-

104
riores e seres da natureza vem de encontro para afastar e purificar o
espírito das sombras que estava escondidas em seu Ser, que se aloja-
ram desde a primeira vez em que ele se alimentou da carne de algum
animal neste mundo, por isso o motivo do ataque espiritual, que visa
assustá-lo apenas, mas não possui poder sobre ele, principalmente
por estarem em processo de cura.
Deve-se haver bom pensamento e saber que é refletindo
neles e procurando respostas interiores para se melhorar que as
sombras serão expelidas, como forma de expulsá-las do seu espírito
e organismo como aranhas, serpentes, larvas, varejeiras que refletem
o pensamento trevoso das entidades sombrias, que muitas das vezes
estão dentro dos corpos espirituais dos espíritos, podendo estar aloja-
das ali desde outras vidas, pois o espírito que foi enfeitiçado no astral
precisa descer na terra para conseguir vomitá-la ou se utilizarem de
um médium que os ajude a colocar para fora as magias sombrias que
eles possam ter dentro de seus espíritos no astral e que por não pos-
suírem mais corpos físicos não conseguem vomitá-las, sendo neces-
sário um corpo físico para materializá-las e expeli-las, é uma caridade
para com os espíritos sofredores que já se arrependeram de seus cri-
mes no astral e que também querem ajuda até poderem se curar dos
pensamentos enfermiços que os magos sombrios os colocaram em
seus corpos, os hipnotizando e os enganando no mundo espiritual,
esses pensamentos em forma de animais e insetos trevosos que são
expelidos através dos vômitos no processo de cura da Ayahuasca fa-
zem com que os espíritos sejam raivosos, venenosos e vibrem no ódio
e nos vícios mesmo que eles já não queiram mais ser assim, a vonta-
de deles em se melhorar irá garantir uma maior eficácia e uma mais
forte porcentagem de cura que seu espírito irá alcançar com aquela
consagração curativa da Ayahuasca, sendo que essas consagrações
devem ser seguidas como um tratamento no mínimo mensal na vida
desses espíritos, que precisam vibrar a cura interior constantemente,
pois se sabe que as sombras não desistem e estarão sempre por perto
a procura de uma brecha mental para adoecerem aqueles espíritos
novamente. É para curar a alma e salvar o mundo que a Amazônia
precisa ser protegida a qualquer custo, pois dela dependem os recur-
sos naturais de curas interiores da mente, que podem ajudar o ho-

105
mem até a desenvolver melhor sua inteligência e capacidade psíquica
como memória, concentração, faro, visão, audição e sua espirituali-
dade. Esses são sentidos aguçados de diversos animais da floresta, e
é esse poder espiritual que eles estão transferindo a você, como um
sexto sentido, quando você mentaliza a cura e libertação espiritual de
todo o mal que houver em sua vida, através das forças da natureza.
A cura através das medicinas sagradas da natureza é rea-
lizada desde o passado longínquo da era primitiva, com profundo
respeito, sabedoria e seriedade por elas, pelos antigos magos e bru-
xas do passado, quando queriam a ajuda da natureza para se con-
tatarem aos mundos espirituais e desenvolverem suas capacidades
psíquicas. Quando os homens compreenderem a se utilizar deles
com espiritualidade elevada e seriedade, eles não causarão mais
problemas de cunho mediúnico e serão fortes auxiliadores para o
despertar espiritual da raça humana e o aguçar dos seus sentidos
espirituais, seus mecanismos mediúnicos irão se desenvolver com
a ajuda da Mãe Natureza e eles irão aprender a evoluir a civiliza-
ção e a ciência da terra através do poder inspirativo que elas irão
fornecer aos arquitetos, cientistas, músicos, sensitivos, médicos e
todos aqueles que estiverem sintonizados com a Luz e com a paz
interior, buscando transcender o pensamento e encontrar o pen-
samento Divino da Natureza Mãe que lhes ama e que quando suas
forças xamânicas são utilizadas com sabedoria e conhecimento elas
trazem cura ao ser humano. As medicinas sagradas da natureza po-
dem transformar a maneira dos encarnados enxergarem a vida es-
piritual, elas devem ser envolvidas com zelo, magnetismo curativo,
respeito, vibrando cura e conhecimento por aqueles que as minis-
trem aos seus semelhantes como os antigos magos, bruxas e xamãs
Indígenas, Astecas, Maias, Egípcios, Atlantes as manipularam com
respeito e pensamento curativo para seu povo se utilizando do pen-
samento elevado junto das medicinas da natureza para curarem e
transcenderem seus espíritos e pensamentos. Para despertarem na
maneira de enxergarem a vida espiritual que lhe é anunciada, des-
de das épocas imemoriais da história humana, por todos aqueles
que vibravam o pensamento de amor e os conhecimentos xamâni-

106
cos e ancestrais que a Mãe Natureza, fonte de todo poder Divino,
concede aos homens nas maneiras mais inusitadas do florescer da
vida Elemental, como um alimento vivo vindo da matéria dos Deu-
ses capaz de despertar as consciências divinas nos seres humanos,
confirmando uma crença dos Vedas quando eles indicaram um dos
animais da natureza como um dos mais sagrados da terra pelo po-
der da magia ancestral que ele é capaz de dar vida através de seus
pensamentos maternos. Existem enigmas que a natureza propõe
para que os próprios espíritos resolvam e encontrem as respostas,
vibrem cura e amor e ela mostrará o caminho para o despertar es-
piritual, que dessa vez virá acompanhado da sabedoria Divina da
Natureza para que seus filhos não se percam mais dos caminhos
que conduzem as verdades e a elevação dos pensamentos humanos
acerca da vida espiritual.

107
108
AYAHUASCA CONTRA O
VAMPIRISMO E OS LOBISOMENS
ESPIRITUAIS
O poder curativo da Ayahuasca já está atuando como re-
denção psicológica para homicidas e homens que caíram nas tre-
vas da criminalidade, sendo oferecida como tratamento psicológico
dentro dos cárceres amazonenses do Brasil. A Ayahuasca vem tra-
zendo cura, libertação e desfazendo os desejos carnívoros e viciosos
dos homens, que eles não conseguem se libertar facilmente pela for-
ça apenas do seu pensamento, que é enfraquecido pelas obsessões
a sua volta e pelo pensamento atrasado de muitos religiosos, que
são coniventes com o consumo de carne e deveriam dar o exemplo
de espiritualidade e avanço moral, não somos mais um povo pri-
mitivo, somos um mundo extremamente avançado em tecnologias,
hoje o pensamento pode ser enviado para o outro lado do mundo,
em questão de segundos, não faltam mais tecnologias na terra para
os homens, terem uma vida mais fácil, falta aos homens mais sensi-
bilidade e moral, para conseguirem elevar seus espíritos e se liber-
tarem dos mundos caídos, onde a primitividade e o sangue falam
mais alto. A Ayahuasca consegue trabalhar emoções profundas e

109
reflexões sérias sobre a maneira de pensar e encarar a vida. Os efei-
tos são extremamente positivos e merecem estudos ampliados dos
cientistas do bem, que estejam voltados a cura humana dos vícios
e do vampirismo, que foi implantado nas eras primitivas, por seres
que diziam que o sangue possui mais vitalidade ao homem do que
os alimentos vindos da terra. Por muito pouco esse pensamento não
atinge os humanos, o que o tornaria um canibal, mas para as Mães
Ancestrais o ato de se comer um animal é o mesmo de se alimentar
de seus semelhante, quem se alimenta de seus semelhantes se co-
loca na condição de também ser servido como um prato, é por isso
que muitos espíritos voltaram nas épocas primitivas e foram ser-
vidos com requinte de crueldade, nas mesas dos povos primitivos,
que olhavam todos aqueles que possuíam traços diferentes do seus,
como alimentos e uma possível caça, assim como os homens olham
os animais quando fazem deles seu alimento.
O consumo de carne envolve os espíritos em pensamen-
tos densos e esfria os corações deles, uns com os outros, fazendo
eles se enxergarem como pedaços de carne ambulantes, os deixando
psicologicamente mais agressivos, como se lidassem com o alimen-
to que consomem diariamente mas na forma humana. Ela deixa o
humano insensível um com o outro, pois vibra nele o sentimento de
frieza para tudo aquilo que contenha carne, ele não consegue elevar
seus sentimentos, seu estômago está sempre cheio de larvas, que-
rendo se alimentar de sangue e carne, o deixando doente e forman-
do câncer que poderá o acometer nesta vida ou em uma próxima
encarnação, pois as larvas continuam em seu corpo astral, quando
deste mundo ele partir, exigindo no mundo espiritual mais sangue,
o que caso ele não queira se modificar com uma nova e mais penosa
reencarnação, o transformará em um ser sombrios e vampirizador
do mundo espiritual.
O vampirismo carnívoro causa câncer e desestabiliza o
corpo humano, que não possui estômago apropriado para isso e
nem arcada dentaria para comer animais. Essa é maior prova que a
Divina Natureza não lhe deu ferramentas para se alimentar e con-
sumir a carne e nem seus derivados, que também trazem doenças,

110
pois agridem o organismo físico e espiritual gravemente. Há muito
lucro em cima disso, eles pagam pesquisas e veículos de notícias, se
for preciso, para falarem bem do consumo de carne e quando o di-
nheiro fala mais alto, é sinal que inocentes irão morrer e irão sofrer
em camas de hospitais, pensando que é um castigo Divino ou algum
carma que estejam sofrendo, mas em verdade é que eles estão sendo
adoentados por indústrias vampirescas, que estão interessadas em
prendê-los no vampirismo carnívoro e pouco se importam com a
vida e a saúde deles. Se importam com o dinheiro próprio e pescam
seus peixes famintos de carne, oferecendo diariamente, diante de
seus olhos, através dos espelhos sombrios das telas tecnológicas,
as iguarias sombrias do vampirismo, vindas do ato cruel que es-
condem nos matadouros, quando o sangue é vertido e jorrado com
extrema frieza e crueldade contra os animais. Eles não se importam
com a saúde dos seus irmãos, mesmo sabendo que a carne os dei-
xam enfermos e irão levar com eles muitos espíritos que permane-
cerem coniventes com essa forma de ser e não mudarem o pensa-
mento e a consciência em relação à vida dos outros nesse mundo.
Sob nenhuma hipótese se pode comer a carne de qualquer animal,
pois quando a carne de alguém é servida a de quem se alimenta dela
também será um dia, é a lei de afinidade, sobre os Espíritos que não
desejam se modificar, quem os irá colocar nesta situação cármica.
Quando há uma sintonia vampiresca, haverá também vampiros es-
pirituais em volta, se alimentando de quem vampiriza os animais e
bebendo da saúde vital deles, assim como eles também bebem da
saúde vital dos outros.
A Ayahuasca pode libertar as almas das sombras do vam-
pirismo e pode trazer luz e vida para aqueles que dela necessitem,
ela trata o espírito internamente, provoca uma profunda reflexão
ao espírito, o libertando de pensamentos ruins, magias sombrias,
vícios, laços vampirescos e da terrível depressão, que é a causa de
muitos suicídios no mundo. Não há espíritos ruins que possam
permanecer obsediando, se houver mudança de pensamentos e se
houver elevação moral daqueles que forem suas vítimas. Os que se
cuidarem estarão protegidos do mal, mas os que vibrarem em res-
sonância se preparem para continuarem enfrentando guerras com

111
estes espíritos trevosos, nesse mundo e em outros onde eles domi-
nam. E como os antigos Dragões e Serpentes caíram aqui, ao serem
degredados pelo poder espiritual dos Espíritos Guardiões em ou-
tros mundos, quando seus povos se libertaram das garras do pensa-
mento destrutivo deles, assim os espíritos do mal voltarão a cair em
mundos primitivos outra vez, eles quando caíram aqui, perderam
suas asas tecnológicas e tiveram que voltar a rastejar na terra com
seus pés cansados. Perderam as tecnologias que não valorizavam
nos mundos melhores e que a usaram para fazer guerra e levar seu
pensamento ruim. Como homens primitivos, terão que voltar para
reaprenderem a utilizar as tecnologias e ferramentas da inteligência
para o bem de seu próximo e respeito a todo tipo de vida, dessa vez
distante do avanço que a terra alcançou e tendo que recomeçar do
início a libertação dos mundos primitivos e sombrios. A ambição por
dinheiro ainda irá prender espíritos em leitos de hospitais adoen-
tados, para se desapegarem desse mundo físico e aproveitarem a
chance para se elevarem, vivenciando um momento de dor que os
cura espiritualmente, pois infelizmente muitos espíritos precisam
perder o mundo para poderem entender que precisam se desapegar
dele, que o que importa é o amor, a humildade e a compaixão pe-
los seus semelhantes e que quando estes pensamentos lhe são dis-
tantes, ele ficará então vulnerável às doenças do espírito, causadas
pelo ódio, frieza e insensibilidade pelo próximo. Existem inúmeras
ferramentas que as leis Divinas se utilizam para reajustarem os es-
píritos; Uma delas é o conselho e a palavra instrutiva que esclarece
com amor seus filhos, mas para os filhos rebeldes a vida se apre-
senta também na mesma vibração que eles vibram, lhes ensinando
através da dor, semelhante a que eles causam aos outros, sejam aos
humanos ou aos animais, que quando ferimos a vida de outro nós
também estamos ferindo a nossa. É a lei de afinidade e ressonân-
cia que eles mesmos se colocam com seus pensamentos e atitudes.
É o senso de justiça Divina, que não pode jamais ser ignorada por
aqueles que desejam libertação dos mundos sombrios. Nada que as
sombras compactuem pode corresponder dentro dos pensamentos
do Espírito que deseja ser feliz, pois a felicidade apenas mora na Luz
e nunca nas sombras, nas sombras os vampiros precisam se vampi-

112
rizar uns aos outros para conseguirem se sentir vitalizados, o vam-
pirismo é uma armadilha criada por mentes antigas da escuridão,
nas sombras habita apenas o pensamento de ódio, agressividade e
dor e quem neles vibrar sentirá os efeitos caóticos na própria pele
desses pensamentos.
Se liberte de todo pensamento ruim que você possa ter
contra algum espírito, pois isso pode lhe ligar a ele durante muito
mais vidas como nessa possa o ter ligado aos caminhos dele, siga
sua viagem, no final de tudo você partirá daqui com a consciência
em paz e os carmas que lhe ligavam a estes espíritos quitados com
as leis Divinas. Os espíritos que não conseguem se libertar das
magoas, ficam presos em pensamentos sombrios de dor e embora
possam ter sofrido na mão de mentes ruins, precisam distanciar
de seu coração as magoas que o acorrentam aquele espírito, mui-
tas almas que desencarnam com sentimentos de magoas são en-
volvidas em pensamentos de sombras e de vingança no mundo es-
piritual, influenciadas por mentes trevosas, que são especialistas
da mente e da maneira de influenciar seus irmãos a cair nas mes-
ma trevas que um dia eles caíram em vinganças antigas, para não
ser envolvido por essas almas e nem cair nos abismos onde elas
moram, é preciso se libertar de qualquer rancor ou sentimento de
vingança, pedindo que as águas da vida lavem todo sentimento de
dor e sofrimento que possam ter sofrido. Uma promessa foi feita
pelo Mago Crístico Jesus, que toda lagrima seria enxugada e que
toda dor seriam passadas, quando desse mundo as almas que es-
colheram o caminho da luz partissem, nos Mundos Superiores as
dores da terra não entrarão, as almas que aqui choraram lá serão
consoladas e encontrarão a paz de seus espíritos, por isso, para
alcançarem estes mundos mais elevados é necessário a libertação
dos pensamentos negativos, que serão usados como teias veneno-
sas se estiverem vivos até o desencarne. Não são a revolta e nem
as magoas os caminhos que levam as almas para os paraísos mas
sim o perdão, a mudança interior e a vontade de se curar de toda
sorte de sombras e pensamentos trevosos que possam tentar en-
volve-los contra si próprios ou seus irmãos.

113
114
O PODER DA ORAÇÃO E DO
JEJUM LIBERTOU ISRAEL
Quando a carne estava entre os seus dentes, antes que fosse
mastigada, se acendeu a ira do Senhor contra o povo, e feriu o
Senhor o povo com uma praga mui grande
Números 11:33

O fiel não entende o porquê das influências espirituais


que o fazem sofrer não vão embora, mesmo com ele buscando dia-
riamente as forças espirituais de luz e ainda assim ele ainda não
se consegue libertar sua vida e seu lar dos males espirituais que
atrapalham sua vida, então a mãe ancestral vem lembrar nossos
irmãos espirituais cristãos que o poder deles nasceu com os anti-
gos hebreus e árabes, em encarnações pretéritas, e que sua força
maior sempre foi suas orações e jejuns, com os pensamentos ele-
vados, vibrando uma esperança das forças Divinas, os cristãos em
sua maioria são o antigo povo de Moisés, que relata o testemunho
de libertação do antigo Egito e de suas feitiçaria trevosas, quando
já corrompidas na arte da magia. As orações dos cristãos do Novo
Mundo venceram a magia sombria de muitos magos sombrios do

115
passado, pois o poder da oração unido ao poder da mudança e do
sacrifício interior chamado Jejum podem salvar vossos filhos e ir-
mãos que estiverem a sua volta vivendo em sombras, mas vossas
orações somente irão vibrar Luz para afastarem as sombras se vós
não mantiverem conivência com os pensamentos vampirescos e
atrasados, que foram introduzidos pelas sombras no passado para
fazerem os homens se odiarem, pois somente o pensamento que re-
flete o amor e o respeito por todos os seres são o que refletem os
pensamentos elevados de Cristo. Os magos sombrios querem que
os cristãos protestantes e católicos fiquem presos nos pensamentos
arcaicos das épocas de Moisés, que fizeram com que aqueles po-
vos ficassem nas sombras. Todo pensamento que não vibra amor
e vibra a guerra não pode vir de um Espírito de Luz, pois a guer-
ra mentaliza o domínio e a imposição sobre os outros na forma de
pensar e agir e se esse pensamento estiver sendo concordante com
a maneira de um espírito pensar ele estará atraindo sobre si espí-
ritos que pensem como ele e que irão os escravizar e dominar com
o pensamento arcaico, para que entendam que a Luz jamais fere
os espíritos, mas que são os pensamentos doentes que um dia eles
emitiram que voltam contra eles próprios, como sementes infelizes
que eles mesmos plantaram em suas vidas quando vibraram os pen-
samentos enfermiços contra a vida de seus irmãos. Quando no de-
serto o povo desejou comer carne e isso lhes trouxe o efeito sombrio
das feitiçarias que estavam sendo feitas nos templos egípcios para
que eles morressem no deserto, Moisés pensara que fora um castigo
Divino mas em verdade foi as sombras quem atacou aqueles que
renunciaram o pensamento da Luz em comer o maná e preferiram
comer a carne de animais. Nesse tempo os conhecimentos Zoroas-
trianos do qual Jesus em sua época seguiu e aprendeu com os três
Reis Magos ainda não haviam chegado ao povo hebreu e eles acredi-
tavam que era Deus quem os adoentava ou os curava, acreditavam
que era Deus quem endurecia o coração do Faraó, mas a verdade
é que sempre foi as sombras quem adoentou os espíritos, da luz
pode provir apenas a vida e a cura jamais a doença ou a escravidão.

116
JESUS E OS HOMOSSEXUAIS
Jesus é amor e Luz, ele ama a todos como seus irmãos
no infinito Universo, inclusive os homossexuais, filhos também da
natureza, que os falsos profetas querem tanto condenar se utilizan-
do de pensamentos ruins que estavam encravados em um povo de
mais de três mil anos atrás, pensamento induzido pelas sombras
nos povos primitivos como maneira de os fazer se matarem. Falsos
profetas que estimulam as chagas mentais de um povo que mal ha-
via conseguindo assimilar os pensamentos de Cristo e que por isso
o ergueram numa cruz, a mando de falsos profetas que estimulavam
o mesmo pensamento naquela sociedade. A ciência já comprovou
que a natureza também possui traços no campo da homossexua-
lidade, logo a natureza exemplifica que o amor e o pensamento de
afeto transcende as barreiras do mundo biológico e se revela mais
ligada a conexão dos espíritos que se amam do que a forma com
que seus corpos possam se apresentar nesse mundo físico. O amor
é um sentimento do espírito e as almas que se amam se olham mais
por dentro do que por fora. No campo da natureza, isso se revela
com profunda ingenuidade e como algo natural entre aqueles seres,
na medida em que esses traços de afeto se aproximam dos seres
humanos, as sombras tratam de tentar denegri-lo, pois tudo que

117
vibrar o amor neste mundo eles tentarão proibir, destruir e envene-
nar com o pensamento de ódio e a falta de respeito pelo direito dos
outros serem felizes da forma em que vieram das mãos espirituais
da natureza, que possui origem no mundo espiritual e da qual os
homens ainda estão distantes de conhecer todos os mistérios e verda-
des. Os espíritos que reencarnam como homossexuais refletem ape-
nas mais um aprendizado em sua jornada evolutiva, um determinado
estágio de sua evolução espiritual, pelo qual precisam avançar. Com
uma missão de enxergar a vida dessa vez de outra forma, não mais no
campo da heterossexualidade mas agora no campo da homossexua-
lidade. Eles devem ser amados como são, com a natureza que pos-
suem, devendo seus direitos serem respeitados, pois quando nós não
respeitamos os semelhantes, a vida então permite que nós também,
como um carma, não sejamos respeitados.
A Luz repreende a promiscuidade que é trazida pela ma-
gia sombria do vampirismo sexual, mas essa obsessão pode ocor-
rer em todas as faces da natureza sexual e não apenas nos homos-
sexuais. Eles não são os únicos que podem cair nesse pensamento
sombrio, se observe pela prostituição feminina que é custeada por
homens do campo da heterossexualidade, que as procuram desde
as eras primitivas da terra. Não sendo essa falha moral exclusiva
de nenhuma orientação sexual ou pertencente a uma minoria como
falsos profetas querem fazer parecer para atacá-las. Por isso todas
elas devem ser respeitadas como são, pois não são elas a causa e
sim o pensamento sombrio que pode acometer a qualquer encar-
nado, pois as orientações sexuais partem da natureza íntima da
reencarnação destes espíritos e nunca por uma influência exterior.
Eles voltaram em grande escala nesse novo tempo do pensamento
humano, para avançarem a compreensão da terra acerca da natu-
reza sexual e sua diversidade, pois ela foi deturpada pelas sombras
no passado, quando os magos sombrios estavam sob o poder da
religião e da política, desde das eras sombrias da idade primitiva
da terra eles pregavam com hipocrisia contra a homossexualidade,
mas a professavam, escondidos do olhar da sociedade, sob o manto
da hipocrisia que usavam para se esconderem, quando condenavam
veementemente os homossexuais e envenenaram o pensamento

118
humano contra eles. Quando um espírito formula ódio dentro de
seu coração, veementemente contra algo, é porque na verdade ele
tem muito mais haver com esse pensamento enfermiço do que se
aparenta, pois há muitos espíritos que não conseguem se aceitar
como homossexuais e por isso incitam guerras a todos aqueles que
vibrem o pensamento de liberdade que eles ainda não conseguiram
se libertar. Como não conseguiram se soltar das correntes do pensa-
mento arcaico e trevoso do passado, não se aceitam como são e nem
desejam que ninguém se aceite, estimulando o ódio contra si próprios
e querendo que o mundo também vibre o mesmo ódio pela natureza
alheia. Aqueles que não respeitam a felicidade dos outros, à maneira
dos outros se amarem, à maneira dos espíritos serem felizes juntos,
terão que voltar em outras vidas, em situações semelhantes, para que
entendam que desrespeitar a felicidade dos outros é plantar para si
próprio o desrespeito, que tudo o que se planta em dado momento a
vida traz para se colher, que somente o amor pode trazer felicidade, o
ódio emitido contra alguém volta em proporções maiores para aque-
les que o emitiram, seja nesta encarnação ou em outra, ninguém foge
das leis divinas e elas tratam de ajustar os espíritos nas faixas men-
tais com a qual eles vibram, a ação e reação dos atos e pensamentos
nunca é falha, embora as expiações cármicas possam parecer tardias,
elas não são esquecidas e somente são aplacadas quando os espíritos
expiam, reajustam sua forma de ser e reparam seus erros. Talvez ain-
da considerem a homossexualidade diferente, porém, com o tempo
se saberá que ela era mais comum do que muitos imaginavam, pois
os armários em forma de pensamentos trevosos que os prenderam
no passado, nesta Nova Era, não os irão prender novamente. As mães
ancestrais os irão ajudar a vencer os pensamentos dos homens, ainda
atrasados no pensamento do mau, que possam querer vir sobre eles
para os não fazerem se aceitarem como o são. O pensamento Divino
não causa guerra a nenhum ser, quem estimula a guerra é o pensa-
mento diabólico, que como Jesus anunciou quando esteve entre nós,
que vem a terra para matar, roubar e destruir, tudo o que causa a
origem desses pensamentos sombrios não pode provir nunca da Luz
e possui sempre origem nos pensamentos das trevas.
As evidências cientificas são cada vez mais claras em de-

119
clarar a homossexualidade como natural e o pensamento espiritual
das Natureza Divina o reafirmam. A homossexualidade exerce po-
der de equilíbrio de natalidade humana na terra, essa é a função
dela no equilíbrio da natureza sexual dos seres. Os povos podem
amar seus filhos homossexuais como eles são, sem medo, Jesus os
amou como eles eram e quando passou diante deles os ensinou a se
amarem como eles eram, a ouvirem os pensamentos da Luz, que os
convidavam a não vibrarem vampirismo sexual e sim o amor ver-
dadeiro, pois muitos se olhavam mais pelo exterior do que pelo in-
terior, assim como muitos homens enxergam as mulheres mais por
fora do que por dentro.
Jesus curou eles e os alertou para que não vibrassem
mais no vampirismo, que este sim é o que precisa ser curado nos es-
píritos que possam ter ressonância com ele, para que não adquiris-
sem doenças físicas e espirituais que os fizessem sofrer na matéria
e no além vida. Ele orientou espíritos daquele tempo para que eles
elevassem seus sentimentos e se libertassem das vaidades do cor-
po físico. No mundo atual, as químicas e anabolizantes inventados
pelas sombras envenenam o corpo humano em nome da vaidade e
causam a eles o carma do auto suicídio. Este é um veneno inven-
tado pelas sombras para todos os seres que estejam dispostos a se
destruírem em nome da beleza física. A orientação sexual de nin-
guém pode ser curada, esta nunca foi e nunca será uma doença, ela
é um estágio evolutivo dos espíritos, de acordo com a aprendizagem
e missão que possuam como espíritos encarnados. O espírito não
possui sexo e todos podem vir em diferentes orientações sexuais, no
decorrer de suas encarnações, para adquirir novas experiências e
avançarem seus pensamentos em diferentes faces da natureza.
Em determinado grau evolutivo da terra, todos os encar-
nados irão se encarar mais como Espíritos do que como seres do
mundo físico, suas relações sentimentais não serão baseadas mais
na matéria biológica e sim nas afinidades mentais que seus espíri-
tos irão vibrar e emitir, uns para os outros. Nos mundos superiores
a vida já se encontra assim, lá todos os espíritos já se olham além
dos olhares físicos e se admiram mais pelas qualidades do espírito

120
do que pelas belezas exteriores. A humanidade regenerativa da ter-
ra também caminhará para esse pensamento, conforme a evolução
humana avançar, quanto mais os pensamentos desumanos e sem
amor dos falsos profetas forem afastados, mais paz haverá na terra
e mais os encarnados poderão ser felizes da maneira que são, sem
serem perseguidos por assumirem a natureza sexual que lhes faz
feliz. O futuro da humanidade será com os espíritos se enxergando
como almas e não como parte do sexo masculino ou feminino, eles
se enxergarão como espíritos no universo e seus relacionamentos
serão menos envolvidos com as sensações primitivas e mais sinto-
nizados nas sensações elevadas do espírito, de afeto e demonstração
de sentimentos. Esse é o futuro do planeta Terra para a sexualida-
de humana, anunciado pelos Espíritos Superiores, pois o homem
irá cada vez mais avançar seu pensamento, se livrando dos falsos
profetas e ditadores arcaicos das sombras, que como parasitas os
impediam de amar e serem felizes com seus filhos e familiares na
terra. Os querendo prender em seus pensamentos trevosos, disfar-
çados de luz, que mais os afastavam pela frieza do que os uniam pelo
amor. Pensamento que agora eles estão curados em nome do amor
Divino, que ama a todos com a natureza que são e que os curam
de todo pensamento que possa tentar lhes causar o afastamento do
amor universal, sobre a natureza que faz cada ser se sentir amado e
feliz em seu interior, em comunhão com o respeito a vida e o amor
ao seus semelhantes.

121
122
TEMPLOS DE MAMON
Os Templos atuais precisam se “desmaterializar” e se
tornarem um movimento de cura, não uma indústria do comercio
da fé. Jesus lutou contra esses exploradores de ovelhas, eles dizem
que para haver as bênçãos Divinas precisa-se haver doação mone-
tária e que quem não entregar suas moedas ficará sem a salvação
e as bênçãos do céu. Pensamento sombrio e vampiresco, que visa
sugar as almas encarnadas. O dinheiro que lhes são ofertados não
são usados para libertarem o mundo da fome, da pobreza, da falta
de educação, da saúde precária, ao contrário disso, preferem inves-
tir em templos luxuosos, em carros de luxo, em mansões e em toda
sorte de materialidade, se esquecendo do que o próprio Cristo disse
ao rico; que doasse suas riquezas aos pobres e necessitados. Sendo
estes homens enriquecidos pela oferta das almas, não seriam eles os
primeiros a darem o exemplo doando as ofertas que receberam em
nome da fé para os mais necessitados, procurando uma vida simples
e conquistada, não pelo dinheiro de ofertas, mas sim pelos méritos
próprios, como Jesus ensinara aos seus seguidores? Nem Jesus,
nem seus apóstolos, nem sua mãe, enriqueceram com o dinheiro
dos que lhes ouviam, eles doavam aos necessitados o que recebiam
e exerciam a caridade com suas doações, os falsos profetas alegam

123
que para uma vida ser abençoada há necessidade de se haver rique-
zas e sucesso financeiro na vida dos fiéis, fazendo com que o povo se
esqueça da simplicidade de Jesus, que era filho de um carpinteiro e
que não buscava as riquezas deste mundo, mas as do além vida, pois
que as riquezas deste mundo são passageiras, mas as espirituais são
eternas. Neste mundo, a Luz deseja que todos se ajudem, muitos es-
píritos que desceram em condições financeiras melhores, se esque-
cem quando na matéria de ajudar seus semelhantes, esse é o teste
da vida para aqueles que vieram mais abençoados ou para aqueles
pela qual a vida foi mais generosa, receberam uma oportunidade
resgatarem seus carmas antigos com uma missão de caridade, de
ajudar os mais necessitados, com estudo, com um lugar para morar,
suprindo a fome deles. Oportunidade valiosa para o espírito, como
Lady Diana realizou e exerceu quando esteve aqui, como um espí-
rito dentro da realeza, exemplificou, que para amar e ajudar não há
barreiras sociais, basta apenas haver amor pelos mais necessitados.
Os espíritos que forem indiferentes para com eles e não vibrarem
pensamentos de os ajudar, poderão voltar em situações semelhan-
tes, pois os papéis se invertem. Aqueles que são indiferentes com as
dores de seus semelhantes irão ter que retornar, mas dessa vez em
situações mais difíceis no contexto da vida, sentindo falta da carida-
de que um dia podiam ter exercido, mas que não a fizeram ou que
para a falta dela foram indiferentes.
Quanto dinheiro não poderia ser arrecadado com a venda
de obras sacras, de pinturas, que são consideradas relíquias históri-
cas, com os candelabros de ouro ou mesmo com a venda das man-
sões dos sacerdotes que dizem servir a Luz, mas são indiferentes
com a dor humana e a falta de recursos básicos de seus semelhantes
no mundo; como o alimento, o estudo e o lugar para morar. Com
tantas moedas e pedras preciosas que estes templos possuem, eles
poderiam facilmente custear todos estes recursos para o mundo e
ainda sobrar-lhes dinheiro, poderiam auxiliar milhares de almas da
terra, gratuitamente e sem lhes exigir crença alguma, pois caridade
não exige nada em troca, retirando todos da margem da pobreza, da
fome, dos mundos sombrios da prostituição, da obscurecimento da
educação, lhes oferecendo estudo gratuito em escolas e universida-

124
des, gerando emprego e avanço tecnológico no mundo, mas prefe-
rem não agirem em prol do mundo, apenas em benefício próprio.
Os templos de Mamon vibram o egoísmo e seus pro-
fetas pensam apenas em si, eles prendem as almas nos mundos
físicos do dinheiro, fazem elas adorarem o ouro e a prata, fazem
elas desejarem mais que tudo; o carro, a casa, o dinheiro e o mun-
do material. Fazem com que eles acreditem que devem doar seu
sustento, se for preciso, para que possam ser abençoados, exigin-
do cada vez mais dinheiro em dízimos e ofertas, se esquecendo
de que as doações deveriam ser sempre empregadas em ajuda
humanitária e em nome daqueles que necessitem de ajuda para
terem uma vida mais digna e justa na terra. A Divina providência
é justa para com todos e é a falta de amor no coração dos homens
e principalmente o pensamento egoísta dos falsos profetas, que
fazem o mundo não avançarem e a caridade ser distante daqueles
que dela necessitem, para poderem ter um futuro melhor.
Os encarnados precisam se acautelar com os Templos de
Mamon, eles podem estar disfarçados com diferentes nomes reli-
giosos, mas o que sempre estão vibrando é o dinheiro, o poder, o
mundo material e os pensamentos atrasados que não querem deixar
os homens transcenderem no amor ao próximo e entenderem que o
apego a matéria leva aos mundos sombrios. A felicidade mora numa
vida simples, quando os espíritos estão conectados à natureza e ao
pensamento de ajudar o mundo a ser melhor para todos. Quando
uma sociedade começa a vibrar com o pensamento de colmeia es-
piritual, ela começa então vibrar sintonia com a sua Mãe Ancestral,
a natureza. Somente assim, ela consegue se libertar dos vampiros e
seres ruins que a cercam e querem vampirizá-la.
Se libertem dos Templos que não vibram o amor e a cura
do pensamento, se libertem dos Templos onde o ódio é atiçado,
onde induzem o apego à matéria, onde o amor universal sobre todos
os seres não é apregoado, pois eles pertencem as sombras. Os falsos
profetas podem curar, podem adivinhar e impressionar com os dons
assim como os magos de Atlântida faziam, eles conseguem enganar
pessoas em seus pensamentos hipnóticos, pois muitos deles dirão

125
que pertencem à Luz e que vieram em nome de Jesus, mas seus
frutos estão vibrando ódio, egoísmo, orgulho, agressividade, paixões
terrenas e materialismo, nestes templos as sombras é quem domina
e quem neles vibrar também estará sendo conivente com seus pensa-
mentos, consequentemente será degredado para os mundos inferio-
res, junto daqueles falsos profetas, com quem tiveram conivência de
pensamento, se afastem e se libertem deles enquanto há tempo, pois
o pensamento atrasado deles irá partir deste mundo e os espíritos
que preferiram dar ouvidos ao ódio irão chorar e ranger os dentes
quando se depararem com sua consciência pesada no mundo espiri-
tual, não podendo mais retornarem à terra, pois se tornaram cientes
do que estavam fazendo e mesmo assim quando tiveram a oportuni-
dade de se afastar deles não o quiseram, por conta do poder, status
e manipulação sobre os outros. A vida está testando a cada um, cada
pensamento, cada forma de agir para com seus semelhantes, pensa-
mentos densos, materialistas, vampirescos e sombrios não irão mais
voltar para a terra, a hora da regeneração é chegada e os espíritos que
não quiserem se curar do mau pensamento terão que se afastar do
globo terrestre, pois regenerar é se curar e a cura aos homens de todo
pensamento sombrio, lhes é chegada.

126
OS PORTAIS E ESPELHOS
DAS SOMBRAS
A sociedade está doente pelos pensamentos depressivos
que as mentes sombrias tentam envolvê-las com os pensamentos
trevosos, canalizados por filmes e jogos horríveis, que almejam des-
pertar possíveis psicopatas em estado de latência. A mídia bombar-
deando a mente dos encarnados, com notícias de morte, de destrui-
ção, de roubo e assalto, todos os dias martelam o espírito feliz das
pessoas e as fazem se tornarem mais agressivas, o que as estressam
imensamente, deixando-as com pensamentos depressivos e mais
agressivos, uns para com os outros. Que sempre estão esperando
um ataque ou uma pessoa ruim em seus caminhos, quando não in-
centivam e desequilibram seus instintos mais primitivos da área se-
xual, canalizados por atrações televisivas que invadem a libido das
almas, as fazendo vibrar em pensamentos sexuais deliberadamente,
o que atrai os vampiros sexuais para seus sonhos e vidas espirituais,
que estimulam a traição e as paixões que prendem os espíritos nos
mundos sombrios da luxuria, os fazendo cada vez mais distantes
do amor e dos sentimentos dos apaixonados, que fazem com que
eles sejam felizes sentimentalmente. Os portais televisivos possuem

127
consciência do que estão fazendo e sabem que assim conseguem
prender a atenção dos humanos, isso deixa os relacionamentos
frios, envenenam mentalmente os casais e fazem os espíritos pro-
curarem aventuras nos mundos sombrios do campo sexual, vibra-
rem no pensamento destrutivo da traição e devassidão, tudo por
conta da sugestão hipnótica que as telas lhes induzem diariamente.
Como uma dose de veneno mental, que quando unida com a obses-
são espiritual, se torna uma grande arma contra todos aqueles que
desejam ser felizes no amor e em seus relacionamentos. Com tanto
amor e positividade que poderiam transmitir aos seus telespectado-
res, muitas delas preferem vibrar as sombras do descompromisso,
da traição e da falta de sensibilidade com os sentimentos, quando as
sombras entram no lar através das sintonias das antenas que nelas
sintonizam, elas só entram com um objetivo; Destruir a família.
O que entra através dos seus olhos, é o que sua mente irá
vibrar mentalmente, se neles adentrar luz a tua mente será luz, se
nos teus ouvidos adentrar luz a tua psique será luz, assim é a mente,
sempre absorvendo informação, se você não nutri-la com os bons
sentimentos, boas informações e pensamentos elevados, não tenha
dúvidas que não faltarão mentes querendo entorpecê-la, com o úni-
co propósito, que é poder chegar até você e adentrar o seu lar, para
poder lhe envolver e lhe enfeitiçar no pensamento que lhe faz pen-
sar em coisas sombrias, promiscuidade, densidade, materialidade,
traição e toda sorte de impureza mental, que lhe afasta da luz e do
amor para com seus semelhantes.

128
O MATERIALISMO E AS
AMIZADES VAMPÍRICAS
A família precisa se unir e propor mudança interior para
que possam se salvar da guerra por poder sanguinária que os ma-
gos sombrios e seres espirituais estão tentando os induzir em vá-
rias encarnações, desde o pretérito primitivo. Eles os tentam viciar
mentalmente, em coisas materiais e vícios vampirescos, hipnotizam
os homens para que eles sempre tenham que mostrar aos outros
que possuem dinheiro, para que ele possa se sentir bem perante os
outros, conseguem tragar os espíritos pelo pensamento sombrio da
ostentação, fazendo com que eles se prendam ao materialismo e que
não enxerguem seus semelhantes necessitados a sua volta, fazem
com que estes espíritos fiquem presos ao dinheiro e ainda o exibam
como troféus, um troféu sombrio que os leva às sombras umbrali-
nas, pelo apego ao ouro e ao luxo desse mundo, Moisés já conhecia
as maldições que a adoração ao ouro trazia e por isso quando viu o
bezerro de ouro no meio de seu povo tratou de destruí-lo. Mamon
já persegue os povos da terra há muitas eras, os homens precisam
se afastar dos pensamentos materialistas que ele induz aos encar-
nados, para os tragarem aos seus domínios sombrios, pois o luxo,
as riquezas e o dinheiro ficam neste mundo e se os espíritos que

129
os detém não o utilizam em favor de seu próximo, grande débito
adquirem com as leis Divinas e precisarão voltar em situações pre-
cárias para aprenderem que o egoísmo e a falta de compaixão pelos
semelhantes, só podem plantar o sofrimento deles próprios nessa e
em futuras encarnações.
Quem se atrai pela ostentação são os vampiros e não os
amigos verdadeiros. Os que são amigos de verdade o são na pobreza
e na riqueza, olham o simples com felicidade, esses sim permane-
cem juntos até o final. Os outros, quando não há mais o que sugar,
vão embora e ainda praguejam os antigos “amigos”, que tanto su-
gavam com seus pensamentos materialistas e de inveja. É necessá-
rio que os espíritos que desejam ser felizes se afastem de homens
e mulheres que tragam esses pensamentos sombrios de luxuria,
ostentação e materialismo, pois são esses espíritos que trazem os
espíritos vampirescos junto deles para dentro dos lares, quando eles
lançam a inveja, cobiça e o pensamento de desunião sobre aqueles
com quem querem se aproximar com seus venenos mentais, se eles
não aceitam ser curados desses pensamentos é necessário que haja
afastamento, pois, permanecer perto do doente que não quer a cura
é também se envolver em um laço enfermiço, que com o tempo lhe
deixará doente do espírito como ele.
A amiga que não torce pelo relacionamento e coloca sem-
pre uma dúvida atrás da orelha, o amigo que só aparece quando
quer beber, quando quer dinheiro ou quando há vícios vampirescos
na mesa, amizades, relações sociais, parceiros sentimentais que não
acrescentam mas sugam os espíritos, esses são os vampiros emo-
cionais e os espíritos precisam se afastar deles para que possam ter
paz dentro de suas vidas e para que os obsessores se afastem, os
verdadeiros amigos podem necessitar de ajuda e serem ajudados,
mas os vampiros não vibram esforço próprio, eles sugam o suor dos
outros e quando estes não lhes oferecem as materialidades, os vícios
e os desejos sombrios que buscam, eles então se afastam, pois não
querem amigos, querem apenas se alimentar de espíritos que pos-
sam ser inocentes de suas formas enganosas de ser, eles possuem
astúcia, sabem envolver magneticamente e conseguem até hipno-

130
tizar seus alvos com seu jeito de ser, tudo com o objetivo de lhes
sugar alguma coisa, cuidado com eles, eles sempre vibram mundos
sombrios, pois é neles que eles ainda fazem sua morada.
A ostentação não levará os espíritos a lugar algum, senão
aos dentes mentais dos vampiros, disfarçados de amigos, parentes,
parceiros sentimentais e invejosos, que irão a todo custo tentar tirar
proveito da generosidade e da bondade do coração dos espíritos que
são bons, mas que ainda vibrem os mundos sombrios, no qual eles
residem. Os que não bebem e não se drogam, são tidos como retró-
grados, pela roda de amigos envolvidos com sombras, que deveriam
elevar os pensamentos e a saúde daqueles que estão ao seu redor e
não vibrar a destruição deles. Há também os que favorecem mais o
aborto sombrio, do que incentivam o uso de preservativos e precau-
ções contraceptivas, preferem falar mal daqueles que procuram sal-
var as vidas das crianças em estado embrionário, que inocentes do
despreparo e da atitude de seus pais, tenham que morrer, sem te-
rem sua oportunidade de vida como seus genitores um dia tiveram.
Oportunidade que foi concedida a todos, mesmo com muitas mães
que não podiam criar seus filhos, mas deram tudo de si e as Mães
Ancestrais não a deixaram sozinha, a natureza Divina deu força a
muitas mulheres do passado, que tiveram que criar, muitas vezes
sozinhas, seus mais de dez filhos e mesmo assim não os abandonou
ou os matou em seus ventres, provando assim que seu espírito per-
tencia a Luz, que ninguém, nem mesmo a fome e a dor, poderia as
separar do amor pelos seus filhos. A fé e o seu bom pensamento, as
levaram para os braços da mãe ancestral, que iria ensinar uma lição
de vida para aqueles espíritos, talvez em condições mais difíceis,
mas sem a falta do amor e da proteção Divina da Natureza. Amiza-
des que favoreçam ao aborto estão envolvidas com pensamentos ob-
sessivos e é preciso se afastar delas, pois as sombras estão por trás,
querendo tragar os filhos que irão ajudar esses pais a se curarem e
evoluírem aqui na terra, as sombras querem impedir que os acordos
reencarnatórios se cumpram, para que possam atrasar a felicidade
dos pais, criando débitos e expiações complicadas de serem vividas.
Os pensamentos que favoreçam ao aborto pertencem as trevas, os
espíritos possuem consciência interna de que matar alguém nunca é

131
o caminho para a luz e que isso lhes acarretará grande carma, como
todos tiveram direito a vida, é necessário que todos entendam que
ela precisa ser respeitada e que acima das coisas terrenas, a vida que
nasce em um ventre nada possui de culpa pelas falhas humanas e
não merece morrer pelo pensamento violento e pela falta de respei-
to das sombras, que neste mundo ainda habitam.
Muitos ficarão para trás por não quererem se curar, mas
você precisa continuar a sua jornada, a Mãe Ancestral te espera e
quer lhe receber nos mundos melhores, junto dos braços dela. Os que
vibram a sintonia dos vampiros, não poderão entrar os mundos me-
lhores. Amigos não lhe faltarão nessa jornada, mas é preciso se afas-
tar das sombras para que os amigos de luz a você se acheguem, pela
lei de sintonia e afinidade, quanto mais vibrar a luz e os pensamentos
elevados, mais perto você estará dos espíritos, encarnados e desen-
carnados, que vibrem a mesma sintonia e pensam da mesma forma.

132
SOLDADOS DA LUZ E
GUARDIÕES DA FAMILIA
Os militares são espíritos que desceram com a missão de
proteger seus irmãos encarnados das sombras de seres adoentados
no ódio que se encontram na pele humana, eles lutam contra as
sombras e precisam se blindar com orações e proteção espiritual,
para não serem envolvidos com as sombras da guerra desse mun-
do, que quando não os conseguem corromper, os tenta eliminar.
O teste da reencarnação deles é não se vender as sombras e prote-
ger a vida de seus semelhantes, eles possuem a proteção dos Guar-
diões do mundo espíritos e precisam buscar em oração os contatos
com esses espíritos, que auxiliam estes homens em suas proteções,
cada um conta com a proteção de espíritos que possuem afinida-
de com seus pensamentos e missões, os militares são soldados da
luz e quando seu pensamento é para curar a terra e não machu-
car ou ferir, mas exercer a justiça curativa em nome da Luz, então
as forças superiores estão com ele e irão guiá-lo em sua encarna-
ção. Eles possuem mediunidade e podem sentir onde o mal está,
com essa habilidade desenvolvida poderão desempenhar melhor
seu papel nesse mundo, pois o sexto sentido quando desenvolvi-

133
do capacita o humano a se contatar com outras dimensões e dela
ele pode se utilizar para fortalecer o poder de suas intuições, que
são as formas que o Divino, através de seus emissários, se conta-
ta com os homens aqui neste mundo. Os militares quando se en-
tregam as sombras, ao dinheiro que destrói as almas dos viciados,
quando se entregam a guerra e ao sangue, eles perdem os dons Di-
vinos e não poderão entrar nos mundos iluminados, tendo que re-
tornar em mundos primitivos onde a guerra e a dor é a voz mais
alta. Sofrendo muita das vezes na mão de seres trevosos e generais
cruéis, que os irão ensinar que a guerra e o dinheiro são laços que
os acorrentam a mundos sombrios e trevosos do mundo espiritual.
Os espíritos das sombras sempre tentam comprar as al-
mas dos espíritos da terra. É preciso ser forte e lutar por melhores
direitos, não aceitando que os “Lobos” ganhem mais que aqueles
que dão as próprias vidas para seu próximo como os sábios, solda-
dos, doutores da cura e todos aqueles que arriscam suas vidas em
nome dos outros. Os Lobos são a causa desses missionários estarem
sofrendo, enquanto eles estiverem se alimentando do povo como
vampiros, não será possível encontrar o salário justo para aqueles
que dedicam sua vida em nome dos seus semelhantes, há seres se
alimentando e engordando há muitos anos as custas dos mais po-
bres, eles fazem as pessoas se dividirem e guerrearem contra si, os
soldados precisam se libertar desses Lobos, para poderem ter paz e
dignidade em seus trabalhos, nesse mundo de sombras que tanto lhe
arrisca a vida e a de seus familiares, somente lutando e enfrentando
os Lobos, que estão no poder, se pode alcançar um mundo mais justo
para aqueles que desceram aqui para ajudar esse mundo a ser melhor.
Quando um homem precisa usar uma arma para emitir
seu pensamento, é sinal que seu espírito está adoentado no ódio e na
crueldade, os filósofos do passado não precisaram de armas e nem
de espadas para influenciarem o mundo com sua maneira de pen-
sar. A arma deve ser usada apenas em legítima defesa e para prote-
ger os inocentes, jamais para propagar uma ideia ou defender uma
maneira de pensar, é dessa forma de agir que surgem as guerras e o

134
sangue verte sobre a terra. Os espíritos que desse mundo quiserem
partir e encontrar a Luz do outro lado precisam se conscientizar que
não é pela força, pelo ferro e nem pela agressividade que podemos
mudar o mundo. A maneira de mudar o mundo é pensando no bem
de todos e não sendo egoísta ou impondo uma maneira feroz de ser.
Quando a arma é acessível a todos os cidadãos é preciso se estar
ciente de que seres ruins irão atrás deste tipo de oportunidade, para
exercerem suas maldades. A arma deve estar em mãos de soldados
da luz em nome da proteção, porque quando ela sai das mãos de-
les, significa que os soldados da luz irão morrer, que inocentes irão
sofrer, que mulheres serão violentadas e que a vida de crianças e
idosos será tirada. Se as armas estiverem acessíveis a todos, elas
irão cortar cabeças e matar inocentes, entre esses inocentes poderá
ser um filho, uma mãe, uma esposa e até o espirito que estiver lendo
esta mensagem. Se falta a segurança, significa que faltam soldados,
se faltam soldados é porque faltam moedas que os paguem o justo
por darem suas vidas pelos outros, pois quando o justo é pago há
almas justas que se alistam em nome do chamado que vieram aqui.
Quando os soldados forem mais valorizados, eles irão vibrar muito
mais a proteção e a justiça de seu povo, quando eles se unirem para
libertar sua sociedade do vampirismo do carnívorismo haverá uma
sociedade muito menos agressiva, pois a carne deixa o Ser humano
em estado agressivo e sempre pronto para atacar como um animal
selvagem. É preciso trabalhar a mente desses povos, se eles querem
paz precisam se libertar do vampirismo, pois ele começa no prato de
comida e termina com o sangue inocente deles, derramado no chão,
assim como o dos animais todos os dias nos matadouros.

135
136
OS VAMPIROS E SUAS
ESPECIALIDADES
No mundo espiritual, os espíritos das sombras se or-
ganizam como falanges e legiões de obsessores, cada um com sua
especialidade de acordo com sua inteligência e intenções, os mais
primitivos são os mais hipnotizados e dominados pelas mentes
mais inteligentes e avançadas no poder mental sombrio e veneno-
so. Entre eles há hierarquias. Eles sobem até a terra em busca das
sensações que possuíam quando encarnados. Há os vampiros do
sexo que fazem as almas ficarem presas no instinto primitivo e dis-
tante dos sentimentos elevados, que traz a felicidade para as almas
na vida sentimental, os vampiros da carne que são os da gula, que
vampiriza todos a sua volta, se for preciso, para degustarem suas
carnes com o tempero diabólico, ensinado pelas mentes sombrias
quando estiveram encarnadas aqui, para viciarem o paladar huma-
no e degredar sua alimentação, transformando ela em vampiresca e
totalmente contra sua própria saúde. As sombras doentes na inveja,
que não desejam que ninguém seja feliz, como um dia eles também
não foram, por sempre desejarem o que era dos outros e nunca es-
tarem contentes com o que a vida lhes oferecia. Há os vampiros do

137
ouro e da materialidade, que fazem os homens serem frios e ganan-
ciosos uns com os outros, esquecendo o sentimento e valorizando
mais a moeda passageira que seus irmãos. Todos estes seres levam
suas vítimas para as guerras, quando elas se deixam levar por seus
pensamentos, no final todas essas obsessões terminarão em guer-
ras no lar, no campo social, sentimental, profissional e espiritual,
enquanto houverem portas abertas para o vampirismo esses seres
ainda irão atuar, para o sofrimento das almas que ainda permitirem
a entrada deles sendo coniventes com sua forma de pensar e agir.
A Mãe Ancestral vem filtrando e separando o joio do tri-
go, ela vem curando os filhos que lhe pedirem a cura do espírito,
quem pedir a cura será curado e irá se levantar dos leitos das obses-
sões perniciosas do mal, que possa os estar acompanhando desde
muitas vidas. Se eles ouvirem o chamado de mudança íntima da
Mãe Ancestral, eles poderão reencarnar aqui outra vez, quando a
terra já estiver mais adiante no processo de regeneração, pois eles já
estarão mais adiantados nos valores morais do espírito, mas se per-
manecerem nas vibrações das trevas do vampirismo, para as trevas
também irão cair e nos mundos primitivos serão vampirizados, a
escolha é individual, o dever dos magos da luz é de alertar e cons-
cientizar os espíritos inocentes, para que eles possam se libertar e
despertar, mas cada espírito é livre para compreender essas ques-
tões morais, nesta vida ou em outras, agora ou daqui alguns séculos,
quando poderem retornar para o corpo físico em uma nova oportu-
nidade, mais feliz ou mais penosa, depende apenas de qual caminho
irão escolher, o estreito ou o largo, conforme o Cristo ensinou.
As Bestas do pensamento arcaico terão que ir embora da
terra, seus poderes irão se enfraquecer com a chegada dos Espíritos
Superiores, eles transcenderão o pensamento humano e libertarão
os terrícolas das amarras psicológicas, engendradas pelos poderes
sombrios das mentes trevosas que estão por trás de muitos movi-
mentos científicos, políticos e religiosos, que atrasam a terra com
o pensamento venenoso e obscuro. Eles trouxeram pensamentos
grosseiros em épocas de homens que eram grosseiros, com a Nova
Era os espíritos não carecem mais de lições primitivas para se me-

138
lhorarem e sim de mensagens elevadas e de pensamentos curati-
vos, que é justo e trata a todos com amor e respeito, desde da vida
humana até a vida de seus irmãos menores em escala evolutiva, os
animais. Eles também possuem alma e essa deve ser respeitada,
porque é sinal de vida espiritual e criação Divina. Se os espíritos
querem se ver totalmente livre dos espíritos doentes na maldade,
não vibre e não tenha ressonância com o pensamento deles, eles não
podem oferecer nada além do vampirismo e do sofrimento que ele
traz. Muitos espíritos das sombras já perderam a oportunidade de
estarem na terra para se melhorarem, eles sabem que se voltarem
para matéria terão muitos carmas para expiarem, em mundos onde
a ciência não é avançada e onde a truculência será algo comum de se
vivenciar faz com que eles temam voltar para matéria, mas a justiça
Divina não falha e os espíritos que se comprometeram com o ódio
contra seus irmãos, terão que voltar em hora oportuna para a ma-
téria, em um mundo primitivo e distante da terra, para recomeça-
rem seus aprendizados evolutivos e melhorarem seus espíritos dos
pensamentos arcaicos, dos mundos mais primitivos, da qual terão
que se distanciar se quiserem encontrar a felicidade e retornarem as
pátrias espirituais mais elevadas, da qual um dia foram degredados.

139
140
O MAGO DA LUZ
Apocalipse 12:4
E a sua cauda levou após si a terça parte das “estrelas do céu”, e
lançou-as sobre a terra; e o dragão parou diante da mulher que
havia de dar à luz, para que, dando ela à luz, lhe tragasse o filho.
O filho dessa mãe ancestral foi o Mago da Luz, Jesus. O
Dragão era o pensamento dos magos sombrios do astral, que o ten-
taram tragar, assim que Maria lhe deu a vida, fazendo com que os
magos sombrios, servos de Herodes, realizassem uma perseguição
contra ele desde de o berço. O ataque espiritual já se iniciava naque-
le momento contra a vida daquele espírito iluminado. Ele passou
ensinando seus irmãos terráqueos a se amarem em uma era onde o
amor e o sentimento já estavam esquecidos há muito tempo pelos
corações humanos, um espírito de alta evolução moral e poder de
pensamento, ele ensinou os homens a orarem e a se libertarem dos
falsos profetas, que pelas ambições e pelo dinheiro, lhe pendura-
ram numa cruz. Sua mensagem não ficaria em branco, ele trouxe
uma luz muito difícil de ser apagada dos corações e embora os ata-
ques fossem fortes para destruírem essa mensagem, quanto mais
tentavam apagá-la, mais ela brilhava nos espíritos que tinham a es-

141
perança de um mundo melhor em seus corações e pensamentos.
Ela foi preservada pelos povos, que estavam ansiosos
pela cura moral de seus espíritos. Naquela época a magia sombria
era mais forte e o veneno dela mais potente entre os homens, além
do poder físico que os fortes impunham sobre os mais fracos, ainda
haviam feiticeiros e magos sombrios, que corromperam seu manda-
to mediúnico e se venderam às sombras, eles tentaram destruir essa
mensagem de evolução, envenenando a mente de Herodes; que um
possível monarca viria para lhe tomar o trono e que para não perdê-
-lo ele deveria matar todas as crianças que nascessem nas próximas
luas. Os dons mediúnicos quando voltados para sombras podem
causar muitos estragos, que serão cobrados com muitos carmas e
doenças espirituais em outras vidas, pois todo pensamento envolvi-
do com o mau sentimento e o ódio serão cobrados na própria pele
de quem os emitiu. O feitiço mental sempre volta a mente enfermiça
que o endereçou, seja nessa vida ou na próxima. Todos aqueles que
se dedicam ao pensamento das sombras precisam modificar urgen-
temente seus caminhos e encerrarem esse laço sombrio em suas vi-
das, do contrário, encontrarão em seu destino feiticeiros e magos
sombrios muito piores do que eles possam imaginar ou ser, que os
farão sofrer a dor da feitiçaria sombria, que deles não sairá até que
hajam expiado e se redimido de seus atos através da consciência
elevada e o bom pensamento, se arrependendo de usarem seus dons
para o mal e sofrendo como expiação a dor de ser enfeitiçado, como
um dia possa ter enfeitiçado alguém.
Maria recebeu a visita dos magos zoroastrianos, que a
avisaram do mundo espiritual e da missão da criança que lhe nasce-
ra, no decorrer do crescimento dele Maria e José deveriam levá-lo
para as escolas espirituais de Zoroastra que naquela época guarda-
va os pensamentos e conhecimentos mais elevados daquelas terras,
para que ele pudesse despertar seu poder mediúnico de cura e sua
consciência espiritual, que faria entre os homens daquela época,
chamar muita atenção, nessa escola ele reaprenderia as leis univer-
sais e a arte de curar pela força do bom pensamento, que fora par-
cialmente esquecida pelas leis de esquecimento da reencarnação.
Ele se lembrou com aqueles magos a como se comunicar com os

142
Elementais e com os Espíritos Superiores que o guiavam em sua
missão, relembrou como se afastar das vibrações sombrias, indo
para os montes em jejum e oração junto da natureza. Era nessa vi-
bração que ele procurava se manter, sempre em jejum e oração para
poder despertar cada vez mais seu poder de cura e cumprir sua mis-
são espiritual na terra.
Um espírito iluminado avisou Maria sobre o ataque de
Herodes, que já estava à procura da criança recém-nascida, ela se
recolhendo em terras Egípcias sob a proteção dos braços de Isis,
mãe ancestral, conseguiu escapar da fúria daqueles homens, que
mataram muitas crianças das províncias em nome da ganancia e do
poder bélico que detinham. Jesus sabia que sua missão era difícil,
mas era preciso libertar essas almas das cadeias que aqueles ma-
gos sombrios haviam criado para aquele povo. A primitividade e a
magia sombria já estavam deixando aqueles povos há muito tempo
doentes, a Estrela da Manhã resolveu então descer de seu mundo
ascensionado no bem, para se sacrificar em nome da paz e do amor
por seus irmãos. Em volta de Jesus estavam muitas mulheres de
todas as tribos e povos, ele ensinava os homens a respeitarem o uni-
verso e as diversas faces da natureza feminina, a não machucarem
suas mulheres, como muito ocorria, por conta do patriarcado e ma-
chismo que havia na época e é influenciado até os dias de hoje, pelas
mentes das sombras. Ele ensinava o perdão para aqueles povos, que
por uma traição já se sentiam no direito de julgarem e apedreja-
rem seus irmãos, em nenhuma hipótese a vida deve ser retirada ou
ameaçada, isso ele pregava como um pensamento moral principal,
para se poder entrar nos mundos celestiais.
A mensagem de Jesus fora muito deturpada pelos an-
tigos concílios, eles mudaram as palavras e os contextos elevados
que elas traziam, fazendo-se entender que o dinheiro e a submis-
são religiosa era o que salvava as almas das sombras, as engana-
ram dizendo que o dinheiro que elas investiam em seus templos
as faziam ter morada nas alturas e serem abençoadas pelo Divino.
Realizavam show de hipnose, com a mente das pessoas, fazendo-
-as acreditarem em espíritos mentirosos, criados por eles mental-

143
mente por meio de sugestões psíquicas e de pensamentos trevo-
sos, de que a culpa de seu sofrimento espiritual e financeiro era a
falta de doação para os bens religiosos ou pela falta de submissão
a suas crenças, chegaram a vender lenços, terrenos nos céus e até
relíquias de sacerdotes sombrios, fazendo com que o poder obses-
sivo desses espíritos sobre as massas não se afastasse, nítida magia
sombria, disfarçada. Eles conhecem a magia das trevas e dela se
utilizaram para dominarem as massas. Eles detém conhecimento,
que roubaram dos antigos livros de magia dos templos e bibliote-
cas do mundo, em cima disso aprenderam e desenvolveram mé-
todos hipnóticos obsessivos, para envolverem e angariarem mais
dinheiro para seus templos, era um momento sombrio e cruel em
que a terra passou expiando os carmas de muitos espíritos antigos
e primitivos, que se entregaram muitas das vezes ao vampirismo e
às sombras do mau pensamento, as trevas sempre tentando abafar
a palavra iluminativa que Jesus deixou, entorpecendo seu pensa-
mento e fazendo ele se tornar materialista e frio, algo totalmente
distante do que ele era como Ser humano quando por aqui passou.
Jesus era amigo das mulheres curandeiras, ele falava
com elas e as ensinou a curar aqui. As curas das mulheres não eram
divulgadas naquela época, se elas assumissem destaque seriam ata-
cadas por homens invejosos, que não aceitavam que as mulheres
pudessem nem mesmo se pronunciar ou entrar dentro de uma con-
versa em uma roda de amigos, quanto mais religiosa, sendo por esse
motivo já agredidas, algo tão simples como isso já faziam com que
eles as espancassem, elas sofriam muito nas mãos de homens de
pensamento cruel e foi Jesus quem libertou muitos deles dos lo-
bisomens espirituais que assolavam aquelas terras, os lobisomens
do astral eram muito afins com o pensamento brutal e retrógrado
daqueles espíritos primitivos, o gosto pelo sangue e pela agressivi-
dade os atraiam e eles exerciam domínio sombrio em suas vítimas,
através dos homens que se deixavam dominar pela agressividade e
pensamento destrutivo, Jesus libertou muitos homens deles, mas
sempre os avisava que não deveriam vibrar pensamentos agressi-
vos, de guerra, crueldade, truculência, pois quando estes são vibra-
dos eles atraem feras animalescas na forma de espíritos do mundo

144
espiritual, que os irão machucar e farão com eles fiquem envolvidos
no ódio, atraindo para si tudo aquilo que emitirem contra os outros.
E foi na sexta-feira da paixão que o sangue verteu e a
mensagem dele se eternizou na terra, muitas mentes sombrias que
estavam atrasando a terra foram afastadas da terra. O Mago da Luz
ao consumar sua mensagem na cruz, desceu aos umbrais em pensa-
mento de libertação, acompanhado por uma legião de guardiões da
luz, que iriam buscar as mentes sombrias que o penduraram na cruz.
Foram três anos de libertação espiritual intensa nas regiões umbra-
linas, prendendo as sombras que lá estavam e as degredando para
mundos mais inferiores. Ele fortaleceu suas mensagens, com as suas
aparições entre o povo que o seguia, através do fenômeno de materia-
lização ectoplásmica, fluidos doados pelos médiuns apóstolos, esco-
lhidos a dedo por ele, que soube identificar os espíritos que viriam lhe
ajudar em sua missão, pois ele sabia que não conseguiria ficar mui-
to tempo entre os homens e precisava de espíritos com a vontade de
curar e libertar os povos, com a mensagem elevada que ele lhes dei-
xaria e que eles poderiam transmitir em seu nível de compreensão.
Jesus deixou magos da luz com sua mensagem de cura e
o silêncio do amor se fez pela terra, por um tempo, com o domínio
sombras e dos falsos profetas, mas mesmo assim os povos não se
esqueceram daquele homem, que os iluminou com seu pensamento
nesse mundo e no mundo astral. Após os três anos de libertação no
mundo espiritual, a terra já se encontrava com a mensagem Crística
firme aqui na terra, o que permitia o regresso espiritual do Mago da
Luz para as estrelas mais altas de onde desceu, mas prometendo re-
tornar quando os homens elevassem seus pensamentos aqui nesse
mundo e se libertassem dos vampiros espirituais.
Jesus voltará como um Espírito Superior, ele voltará a
curar as pessoas, chamando a atenção delas, dessa vez não haverá
cruzes que o irão deter, pois ele não voltará sozinho, ele antes irá man-
dar muitos profetas e curandeiros do pensamento, que irão curar o
mundo com suas mensagens espirituais e irão chamar a atenção com
sua mediunidade ostensiva, pois as almas querem se libertar, mas
não conseguem, por não saberem sobre o caminho da cura, a magia

145
da Luz está sendo emanada nesta Nova Era, ela está saindo do obs-
curantismo que foi colocada no passado, por magos sombrios para
distanciarem o povo de sua Mãe Ancestral, mas nada pode separar
um filho de uma mãe, nem o tempo e nem as sombras, ela sempre irá
reencontrá-lo e ninguém poderá impedi-la, pois assim é a vontade
da Divina Natureza, que nunca desampara e esquece de seus filhos.
Agora com o conhecimento e a força da cura ances-
tral, esses vampiros terão que sair e se afastarem das famílias que
serão libertas do vampirismo, o poder da luz e do bom pensamen-
to não irá falhar. A moral elevada, o pensamento construtivo e in-
dulgente para com seus semelhantes irão regenerar a terra, fa-
zendo com que os Espíritos Superiores voltem a nascer aqui, para
galgarem de vez esse planeta em vibrações superiores e salva-
rem a terra dos espíritos atrasados ainda no pensamento do mal.
As prostitutas, os pobres, os doentes, os necessitados, os
bons de coração, as mulheres, os homossexuais, as travestis, as mi-
norias eram os espíritos que mais seguiam Jesus naquela época, pois
a maioria da população ainda era conivente com os pensamentos de
homens e mulheres atrasados no pensamento arcaico, esses tinham
muita inveja e ódio gratuito daquele espírito iluminado, de suas pala-
vras, de sua luz interior, de seu pensamento em mudar uma sociedade
que era escrava do próprio dinheiro e egoísmo para com seus irmãos.
Ele entre aqueles povo curou os filhos da terra, que come-
çaram a vibrar cura e falar bem de seu nome, eles começaram a pedir
a cura e se esforçavam para chegar até ele. Muitos não tinham fé, mas
tinham vontade de se curar, os ladrões e criminosos quando se arre-
pendiam de seus erros iam lhe pedir perdão e uma nova chance lhes
era dada para caminharem em paz aqui, ele os ensinava a reparar
seus erros, trabalhando e devolvendo o que haviam roubado para as
pessoas, que por ventura haviam saqueados, era a forma de reajustar
seus carmas e não sofrerem também com o roubo e o assalto em ou-
tras vidas. Os feiticeiros também foram curados e aprenderam a usar
seus dons para curar com a magia da luz e não para ferir, ele ensinou
os métodos de desobsessão para afastar os obsessores, pois não bas-
tavam apenas orações, era preciso haver jejum espiritual e físico, era

146
preciso haver mudança e amor para que eles conseguissem vencer as
trevas, é preciso muito mais que palavras, mas ações internas, para
que os espíritos das sombras se afastem.
Jesus foi um grande Mago, pois no mundo dele a ma-
gia é algo tão natural como a ciência é aqui, a ciência também já
foi atacada por magos sombrios no passado, assim como a magia,
porém, a falta de magos perseverados no bem faz com que a ter-
ra continue atrasada no pensamento espiritualista, pois muitos
preferem vender seus dons e ainda serem coniventes com o vam-
pirismo, o que faz com que as sombras os enganem e os utilizem
como ferramentas para atrasarem os povos. Os sensitivos precisam
despertar espiritualmente o quanto antes para a luz, para que pos-
sam cooperar com a mensagem de cura que vai além das religiões,
dogmas e qualquer pensamento que possa prender os homens. A
cura da magia sempre vem com o pensamento bom e sem vam-
pirismo. Se houver mudança íntima e afastamento de qualquer
vampirismo, os espíritos de luz irão responder os encarnados e ele
ficará mais sensível espiritualmente na terra. O transcender é ne-
cessário para todo aquele que busca a cura, transcender a forma
de pensar, de agir, de ser. Seres que não gostam de falar de mu-
dança de hábitos, pensamentos e de maneiras primitivas de ser, é
porque estão se deixando levar pelas sombras, eles irão dizer muita
das vezes que não há possibilidade de se libertarem do vampiris-
mo, que é difícil e que eles não conseguem, mas a verdade é que
lhes falta vontade e fé em um Mundo melhor, aquele que crê será
liberto das correntes que o prendem aos mundos inferiores, é pe-
dindo força e se esforçando que se alcança os mundos superiores.
As sombras não querem soltar os canecos vivos e os cen-
tros vitais de seus inimigos de outras vidas, eles estão vibrando o
ódio e sentem fome no astral de sangue e vibrações pesadas, o ho-
mem que abrir suas portas para esses seres irá se arrepender amar-
gamente no mundo espiritual, lá os vampiros irão envolvê-lo em
depressões e irão tentar forçá-lo a escravizarem seus irmãos aqui,
para não sofrerem represálias mentais terríveis, que eles sabem fa-
zer com as almas com quem encontram afinidade. Os Espíritos Su-

147
periores estão dando a oportunidade do homem se libertar desses
seres. Cabem aos homens aceitarem as palavras de instrução e se
curarem ou se deixarem levar pelas suas paixões terrenas e espí-
ritos sombrios, que os irão levar a um umbral trevoso, onde não
haverá pai e nem mãe, onde o choro dos espíritos ali é constante
e não cessa, onde o cheiro de sangue da boca daqueles vampiros
cheira a carniça. São os mundos sombrios que envolvem os espíri-
tos rebeldes que não quiseram se curar e não se esforçaram para se
melhorarem quando estavam na terra. Se os encarnados caírem em
suas armadilhas é para estes lugares trevosos e de dor moral que
a lei de afinidade mental os irão atrair, em correspondência fluí-
dica com o pensamento deles. A palavra do Mago da Luz liberta e
os Espíritos Superiores em nome dele vem anunciar; que somente
se libertando do vampirismo e das más vibrações se pode alcançar
um mundo melhor, para se viver e poder ser feliz, pois vibrando
vampirismo e sombras, somente o sofrimento e mais expiações se
pode encontrar. Todos possuem o direito do que semear, mas to-
dos também possuirão o dever de colher o que plantaram, se a paz
ou o sofrimento da consciência, ao se desligarem da matéria física.

148
AS CRIANÇAS SÃO VÍTIMAS
DO VAMPIRISMO
As crianças são muito sensitivas, quando tratadas com
carinho e amor elas despertam seu lado sensível e amável, são ir-
mãozinhos do Universo retornando para o aprendizado das reen-
carnações, se esquecendo das mágoas antigas de outras vidas. Eles
estão retornando porque sabem que precisam curar e serem cura-
dos aqui na terra. É na infância que uma criança sofre os piores ata-
ques de seus antigos inimigos espirituais, que de toda forma tenta
lhes atrapalhar na convivência familiar, escolar e educativa, visan-
do atrapalhar seu futuro. Os antigos rivais estão querendo embara-
çar o destino dessas crianças, tentando fazer com que elas sofram
traumas ligados aos seus carmas antigos, para afetarem sua atual
encarnação. Elas precisam ser amadas e tratadas sem as sombras
da agressão para corrigir, mas sim com a voz firme da repreensão
educativa, pelos seus pais que serão respeitados se conquistarem
o amor de seus filhos. O amor dos filhos cura o coração de seus
pais, eles vieram para se curar, mas para curarem com amor, os
que estiverem a sua volta também. Eles são espíritos que retornam
muitas das vezes com problemas no modo de pensar e agir, mas que

149
muitas das vezes foram atrapalhados pelos seus próprios genitores
em outras vidas e voltaram naquele lar, justamente para que o res-
gate cármico ocorresse e aqueles espíritos se harmonizassem, toda
paciência ainda é pequena, mediante os carmas que ligam essas al-
mas no contexto familiar. É preciso consciência com as crianças,
é preciso ter calma e paciência com elas, a falta de paciência atrai
espíritos sombrios para o lar e eles vem em busca de sangue infantil.
Os espíritos, que estão reencarnado recentemente, precisam em sua
infância de assistência espiritual, sendo importante a oração sobre
eles, para afastar qualquer mal e desfazer qualquer laço do passa-
do, que os ligue aos antigos obsessores. Eles podem ter vindo com
muitas complicações cármicas, trazidas desde encarnações passa-
das, e para passarem bem por esses vales de ensinamento precisam
da ajuda e da oração de seus pais. Será preciso muita oração e bom
pensamento a lhes rodear, para acalmar e trazer força para esses
espíritos que estão recomeçando a jornada evolutiva na terra. Exis-
tem magias sombrias que são lançadas sobre os pais, que seus filhos
podem absorver, por terem intimo laço fluídico com eles. Será pre-
ciso ser forte espiritualmente, para que elas não sofram aqui nesse
mundo o efeito dessas magias sombrias, que podem vir tanto dos
encarnados como também do mundo espiritual. A prática do vam-
pirismo e os pensamentos sombrios, são os que absorvem a magia
sombria para os corpos espirituais e físicos das vítimas. Se elas es-
tiverem envolvidas com vampirismo, sentimentos densos e pensa-
mentos de vibração sombria; como rancor, ódio, depressão, raiva,
elas terão grande chance de absorver por completo os pensamentos
destrutivos que lhes forem lançados, pelos espíritos e encarnados
das sombras. A infância é um dos momentos mais delicados que
aquele espírito estará vivendo, tudo o que houver na infância po-
derá influenciar em sua maneira de pensar, agir e ser quando se
tornar um adulto. Espíritos das sombras perseguem crianças, que
são o futuro do pensamento humano na terra, se eles conseguirem
afetar seu psicológico, conseguirão mais fácil obsediá-la em seus ca-
minhos. Os pais tenham amor, cuidado e zelo por seus filhos, para
que numa outra encarnação eles possam também serem zelados
por seus genitores. Os pais que tratam seus filhos de maneira pri-

150
mitiva, serão assim tratados também em outra vida, aqueles que
vieram sendo maltratados precisam tratar diferente seus filhos, os
fazendo feliz, como possam não ter sido quando passavam pelo es-
tado infantil. Para que não caiam nos círculos das reencarnações e
dos sofrimentos que não conseguem se libertar, é preciso semear
o tratamento que gostaríamos de receber. Há espíritos sombrios
que seguem crianças, são antigos algozes de outras vidas, por isso
os pais precisam afastar de suas crianças o vampirismo carnívoro,
pois por ali eles podem colocar magias sombrias no estômago de-
licado de seus filhos. Deixando desde cedo as crianças agressivas e
até doentes se conseguirem êxito, pois o consumo de carne além de
adoentarem o corpo físico, também deixa os espíritos doentes e nas
sombras. Muitas crianças estão sendo envenenadas mentalmente
diariamente pelo consumo vampiresco da carne, isso as deixam em
vibrações pesadas e as fazem ter ligações com os antigos espíritos
de outras encarnações, que do astral procuram se vingar ou fazer
mal a seus espíritos. Os pais que amam seus filhos precisam ajudar
esses espíritos, em recomeço evolutivo, a se libertarem desses seres
trevosos e de suas práticas sombrias que envenenam os espíritos, o
quanto antes. Para que possam se libertar dos seus antigos carmas é
necessária uma reeducação espiritual e isso começa desde o café da
manhã, pois quando são servidos carnes e pedaços de animais para
essas crianças está se estimulando a agressividade, o canibalismo
espiritual, o vampirismo dentro delas e isso as fará sofrer obses-
sões terríveis, desde pequenos. Os pesadelos, as sombras que não se
afastam, é por conta de haver envolvimento sombrio, que provém
principalmente de sua alimentação e do tratamento que essas crian-
ças recebem de seus pais. Os pais que verdadeiramente amam seus
filhos irão afastar a alimentação sombria de animais de seus pratos,
pois ela provém da dor, do sofrimento animal que é gerado nos ma-
tadouros, que estão encharcados de obsessores sanguinários. O mé-
dium espírita Chico Xavier, quando passava diante dos matadouros
cerrava os olhos, tamanha obsessão que os espíritos realizam naque-
les ambientes quando o sangue é vertido dos animais, eles são seres
doentes no ódio e na frieza, eles salivam o sangue e se alimentam no
astral nesses lugares. Quando esse alimento é servido à criança, ela

151
também absorve, muito mais que um adulto, os fluidos deletérios de
ódio, medo, de vingança, revolta e do vampirismo, que são imanta-
dos naquelas carnes, quando os animais passaram por aquele pro-
cesso de tortura vampiresca. A morte de um animal traz sombras que
permanecem em volta dos encarnados que vibrarem vampirismo,
esperando o momento de decomposição, como urubus esperando
para devorar o banquete da morte. Quando se serve um animal, está
se servindo um prato diabólico envolvido com o cheiro de carniça,
que já emana forte daquele alimento no mundo espiritual, atraindo
assim falanges sombrias para a vida de quem vai deles se alimentar.
Os conservantes e hormônios colocados, para que a car-
ne consiga chegar com um “cheiro fresco” nas mesas, trazem doen-
ças para o organismo, que com o tempo ficam debilitados e cada vez
mais dependente daqueles alimentos para conseguir ter força, mui-
tas mídias são pagas para não divulgarem essas informações, mas
eles sabem que a agressividade e a primitividade que mata a socie-
dade está associada intimamente com o consumo de carne. As som-
bras viciam o paladar humano, o enganando com um sabor artificial
de uma carne que está em decomposição, muitas das vezes há meses
sendo conservadas com químicas sombrias. As crianças quando se
alimentam disso, tem seus organismos afetados gravemente e ali já
são depositados magias sombrias por parte de espíritos que se uti-
lizam da feitiçaria no mundo espiritual para afetarem suas vítimas.
Quando há carne no estômago das crianças, elas se tornam alvos
fáceis de serem envolvidas nas trevas. A libertação da prática vam-
piresca que impulsiona esse consumo deve ser exercida por seus
pais, para que eles possam cumprir a missão deles aqui na terra com
esses espíritos, que é a de ensinar os caminhos da verdade e da luz
para aquelas almas, pela qual são responsáveis. As crianças são al-
vos de seres sombrios do mundo espiritual e se seu espírito não for
zelado, elas serão atacadas e seus pais irão sofrer em conjunto, por-
que os obsessores irão entrar pela porta da frente e ali irão dar início
as obsessões trevosas contra aquelas almas, caso não haja mudança.
Afastar o vampirismo enquanto eles possuem a responsabilidade
sobre aqueles espíritos é dever dos pais que desejam morar em um
Mundo melhor, se forem coniventes com o vampirismo, estarão

152
sendo coniventes com as obsessões de seus filhos e isso irá machu-
cá-los, irá torná-los agressivos, irá fazer com que os pensamentos
ruins tenham força sobre eles. Libertar esses pequenos do mundo
vampiresco é o melhor que um pai e uma mãe pode fazer por seus
filhos nessa encarnação, fazer o possível para que as sombras não
tenha poder sobre eles é o melhor caminho, para que estes espíritos
possam encontrar a luz e a felicidade, quando desse mundo partirem,
para que possam se reencontrar nos caminhos iluminados pela sen-
da do amor universal, que é distante de qualquer prática vampiresca.
Essas crianças se não forem cuidadas, se tornarão adul-
tos enfermiços como muitos que estão na terra, elas possuem uma
sensibilidade mediúnica alta, mas que magos das trevas, do astral
estão atrapalhando de desenvolver, com o vampirismo da carne e
dos doces industriais, que essas crianças consomem dia a dia, cheio
de químicas, adoçadas pelo açúcar que destrói o corpo humano com
os venenos químicos para viciar o paladares e despertarem diabe-
tes, doenças no sangue, objetivando o sofrimento delas. As crianças
envolvidas com o vampirismo se tornam crianças agressivas com os
outros, quando sentem fome, elas ficam agressivas no momento em
que o “vampiro espiritual” sente falta do sangue no estômago delas e
se aproxima para as vampirizar. Eles estão com fome e se a criança es-
tiver envolvida com o vampirismo ela irá sofrer os efeitos da raiva dos
seus obsessores, quando elas estão libertas do vampirismo eles ainda
tentarão atacar os pensamentos dela, mas não terão a força sombria
sobre elas, como tinham antes, quando elas estavam no vampirismo.
Quando elas comem carne, eles se disfarçam, são entida-
des trevosíssimas que inflamam crianças contra seus pais e seus pais
contra crianças. Elas já crescem muitas das vezes com muitas má-
goas e sendo envolvidas em pensamentos de suicídio, pois muitas
das vezes sofreram o efeito destrutivo das obsessões causadas pelos
espíritos ruins em seus pais. Pais desprovidos muitas das vezes do
conhecimento de como o mal entra em suas casas, pelo consumo
vampiresco da carne, pensamento enfermiço, do álcool, do fumo e
vícios, que são portas para a magia sombria entrar nos corpos dos es-
píritos. Com a mensagem da Cura você pode libertar sua família e seu

153
lar das destruições vampirescas, começando por você e os convidando
com paciência e amor, a uma mudança interior e alimentar, respeitan-
do todas as escolhas para que a sua também seja sempre respeitada.
Se as portas para as sombras não são abertas, eles não po-
dem entrar no seu lar e em sua vida, eles não podem lhe atacar e nem
tocar em você, as suas orações ganharão força e a luz estará com você.
Eles tentarão envolver quem ainda vibra o vampirismo, para lhe ata-
car, quando isso ocorrer silencie e não entre na vibração sombria que
eles tentarão lhe induzir, guerras espirituais se vence com oração em
nome da paz e não vibrando na mesma sintonia trevosa. Por isso, a sua
vibração e a sua alimentação devem estar em primeiro lugar na sua
mudança interior, alimentação é poder de escolha e se ela estiver sob
sua decisão decida não se alimentar de vampirismo, para que seres
sombrios não venham ao seu encontro e ao encontro de sua família.
O nosso pensamento em mudança e compreensão das
leis espirituais nos fazem vibrar em uma sintonia mais alta, quando
desencarnamos apenas atravessamos os portais de luz que irradiam
do horizonte do mundo espirituais, aqueles portais são dimensões
superiores, que estão ali para conduzirem os espíritos, as vibra-
ções mais altas. Os Elementais evocam o poder de abrir os portais
das dimensões acima da terra e com aquele túnel de luz os espíri-
tos podem ir de encontro as cidades que os esperam, sua nova pá-
tria espiritual. Se vibraram na sintonia mais alta quando estiveram
aqui, conseguirão alcançar mais fácil os mundos superiores, caso
contrário, terão que vagar até refletirem sobre esses aprendizados
tão simples, que os homens desse mundo se esqueceram desde das
épocas primitivas e por este motivo não conseguem se libertar deste
mundo. Os espíritos que estiverem elevados, irão aguardar nos pla-
nos superiores até poderem ser convidados a reencarnarem em um
Mundo Superior, eles irão se preparar com mais estudos do mun-
do espiritual, para poderem reencarnar futuramente em um mun-
do mais à frente da evolução terrestre, para isso ocorrer, há que
haver a mudança interior e a libertação das malhas obsessivas, que
levam os espíritos para os mundos inferiores e primitivos, onde a
noção de vampirismo ainda é ocultada dos povos primitivos, o que

154
fazem eles serem vampirizados, mesmo que não saibam os motivos.
Os espíritos no mundo espiritual não conseguem esconder
quem são, as mães que se entregaram ao poder sombrio do veneno
mental e feriram seu próprio lar, estão doentes com magia sombria
no seu coração e precisam urgentemente de uma limpeza profunda
no seu espírito, para que ela não vague nas sombras procurando o
acalento de mãe e só encontrando mulheres trevosas como elas, para
lhes machucar e lhes julgarem, como juízas nos Umbrais, como elas
fizeram com seus filhos, quando detinham poder de autoridade como
mãe sobre a vida deles, ao invés de os ajudarem na reeducação es-
piritual, os colocaram em mais trevas através da dor e das gritarias
histéricas que as transformavam em uma mulher com face demo-
níaca, tal qual as bruxas ruins e trevosas, desenhadas pela história.
O amor no lar deve vibrar sempre, jamais ensinando pela
medo, mas pelo pensamento curativo que ensina sem ferir, que reedu-
ca sem machucar, crianças possuem falhas, assim como todos os seres
desse mundo e é por isso que estão aqui. Devem ser repreendidas em
seus erros com amor e firmeza, mas nunca agredidas, pois o que precisa
ser tratado são seus pensamentos e os pensamentos não mudam atra-
vés da dor física, mas mudam através do amor corretivo, que ensina não
pelo medo mas pela sensibilidade e paciência com aqueles espíritos.
As crianças, quando curadas dos vampirismos carnívoros
terão uma saúde e uma disposição melhor para viverem, mental-
mente serão saudáveis e terão paz, os pais não devem deixar de lhe
oferecerem os nutrientes necessários para que a composição orgâ-
nica não seja prejudicada, eles precisam enriquecê-las com alimen-
tos saudáveis, vindos da Terra, através da alimentação, que não se
utiliza de nenhum animal ou alimento sombrio. É o que fora dado
com amor pela Mãe Ancestral, para manterem sua saúde física e es-
piritual, e que foram deixados de lado há eras, por influência maligna
de mentes sombrias, que preferem ver os homens se vampirizando
do que em uma alimentação saudável, que os façam mais felizes.
Em nome da libertação do lar de todas as sombras e
vampirismos, a família que se unir neste proposito irá reconhecer

155
os efeitos benéficos logo nos primeiros dias, o sono será melhor, a
digestão será mais fácil e a saúde mental de todos serão abençoadas
pelos espíritos de Luz que estarão por perto. Os Guardiões de Luz se
aproximam quando não há mais cheiro de sangue e pensamento que
atraia as sombras no ambiente, aqueles que não puderem transfor-
mar o lar com suas palavras, faça a sua parte e não se envolva com
o vampirismo carnívoro, pois os Espíritos de Luz irão adentrar em
sua vida, basta que você tenha a sua sintonia elevada e comprome-
tida com o Amor Universal, que não aceita a tortura de nenhum ser
e condena veementemente o vampirismo. A Luz somente se aproxi-
ma daqueles que se afastaram d0 vampirismo, provar ao Universo
que não é concordante com a prática do vampirismo é algo neces-
sário a todos os espíritos, que desejam se encontrarem com as luzes
superiores quando desencarnarem.

156
O CHEIRO DO SANGUE NO
ASTRAL
Um dos problemas maiores no lar e que atraem vampi-
ros espirituais; é o cheiro de sangue e de carne em decomposição.
Embora ainda, possam estar conservada no mundo físico, devido
aos conservantes das sombras, no mundo espiritual o alimento de
origem animal se encontra com forte cheiro de sangue e carniça,
atraindo mentes de longe pelo cheiro forte que emana, envolvido
com a dor, crueldade e frieza, na qual estão vibrando. Os derivados
de carne também atraem espíritos ruins que conhecem outros mé-
todos de vampirismo do astral, para lhes colocar magia sombria,
podendo ela entrar até por um ovo, pois quem come ovos, aos olhos
da Mãe Ancestral está comendo fetos e é por isso que muitas confu-
sões acontecem entre pais e filhos e vice-versa. O ovo sendo servido
como alimento, atrai para o lar entidades que trazem guerra para o
seio maternal, pois enquanto houver desrespeito com o menor que
seja de uma vida, haverá também atração de espíritos que também
desrespeitem aquelas vidas e seus laços familiares. Enquanto hou-
ver pessoas se alimentando de derivados de animais e de sangue,

157
com a alimentação carnívora, haverá também atração de espíritos
ruins para a vida delas, que entrarão atraídos pelo forte cheiro de
sangue, imantado com a raiva e o pensamento de dor dos animais,
que quando foram vampirizados, emitiram sobre suas carnes. Os
animais ovíparos não aceitam que o homem ou qualquer outro ser
retire os ovos de seus ninhos, eles impregnam os ovos com pen-
samento de dor e aflição quando seus futuros filhos são retirados
a força de seus ninhos, isso causa dor as mães ancestrais da natu-
reza, que como quando uma mãe perde seu filho sofre e chora em
seus pensamentos. As aves, os repteis e todos animais que colocam
ovos e filhotes no mundo, quando perdem um deles, eles choram
por dentro, dentro do coração desses animais já há o sentimento
de mãe e quando esse sentimento é desrespeitado, o Ser atrai sobre
si a vibração sombria que destrói o lar, a família e faz dele vulne-
rável aos ataques contra ele do mundo espiritual. A mãe ancestral
afasta-se com seu poder divino de proteção e assim as entidades
sombrias se achegam, ao se depararem com esses alimentos no
estômago das suas vítimas elas condensam mais energia sombria
e depressiva contra elas, para que aquelas pessoas sofram espiri-
tualmente em suas relações sentimentais e familiares. É o pensa-
mento sombrio ressonante, vibrando dentro do estômago, que não
se importou de como aquele alimento chegou a sua mesa, isso traz
sombras espirituais que pensam da mesma forma e agem assim no
mundo espiritual, desrespeitando a vida do outro sem se importar
com suas dores. A fome nunca pode ser saciada com a dor do outro,
se isso ocorrer o Ser que assim se alimentar trará sobre si carmas
e trevas. Ele não poderá sair dos mundos de guerra, de sofrimento
e dor enquanto não respeitar a Mãe Natureza e os sentimentos dos
animais. Esses alimentos foram implantados nas mesas humanas
por entidades das trevas no passado, para poderem adentrar com
mais facilidade em seus lares e pensamentos, causando dor e des-
truição, semelhante a que o animal sentiu, quando foi atacado e so-
freu sentimentalmente a perda de seus filhos. Eles sofreram o vam-
pirismo humano, que lhes tirou a força o direito de viver, os filhos
e o que eles tinham mais sagrado, sua família. Isso trará maldição
sobre aqueles que se alimentarem, sem se importarem com esses

158
animais, que são tão filhos da Divina natureza como eles. A lei de
ressonância espiritual irá se cumprir, se a consciência não se mo-
dificar, ela irá trazer dores somente para eles mesmos, que mesmo
após a consciência desses atos não se importarem e forem rebeldes
aos ensinamentos da Mãe Ancestral. Aquilo que não queremos para
nós, não fazemos com os outros, é a lei de justiça e se esta não for
cumprida, criaremos um debito com a natureza e iremos expia-lo
quantas vezes seja necessário, até que possamos compreender que
a família começa até em um ninho, sob uma árvore ancestral e se ela
não é respeitada, a que nós tentarmos construir também não será.
Mesmo que por uma distância de grau evolutivo, o
vampirismo é o mesmo, quando alimenta-se de animais, a natu-
reza entende como canibalismo porque enxerga a todos como ir-
mãos espirituais, quem emite o pensamento canibal caíra para
um mundo primitivo, onde isso seja normal e comum entre
os homens. A natureza age com a lei de afinidade, para decre-
tar os destinos dos homens. Cada um é livre para agir como qui-
ser, mas quando isso fere outra vida a dele também será ferida.
Se houver cheiro de sangue, haverá vampiros, que o sen-
tem a quilômetros de distância, do mundo espiritual, o pensamento
vampiresco que fere seus irmãos estará sendo vibrado e compac-
tuado com os espíritos, que estejam com a vibração mental con-
cordantes com aquele tipo de alimentação. Eles irão atrair espíritos
em formas sombrias, com faces de demônios para os destruírem,
enquanto elas não se libertarem de seus laços em comuns; que é
o de ser indiferente a dor dos seus outros irmãos, quando se ali-
mentam da vitalidade dos outros ou os fere com o pensamento.
Os homens são conscientes do que é a dor física da carne
e sabem o que é sentir a dor na pele de uma faca e um garfo, quan-
do usados inapropriadamente pelo mau pensamento do homem.
Ele conhece a dor que os animais sentem quando são tratados por
ele como insignificantes, não se preocupando em tomar sua carne,
seus ovos, seus leites e de causar toda sorte de dor quando atacam
como vampiros seus rebanhos, os homens conhecem essas dores,
pois já as sofreram nas guerras e sombras pela qual a história narra.

159
Enquanto forem coniventes com isso, eles também serão atacados
por seres mais trevosos que eles, que irão se ligar a eles, que seja
por um fio de afinidade mental que possam ter, com as sombras
não se pode ter um fio de afinidade, se houver afinidade, eles se-
rão atraídos. Quem quiser se ver livre destes males, precisa ime-
diatamente se tornar contra qualquer alimento que venha da dor
do outro, que venha do abuso do poder de inteligência, do abuso
da força, do vampirismo carnívoro, emocional, materialista e toda
sorte de vampirismo. Ele precisa imediatamente provar ao Univer-
so que não é conivente com as dores de seus irmãozinhos menores,
porque se eles estiverem nessa vibração ao saírem deste corpo as
sombras é quem os espera. Os que desencarnaram inocentes desses
alertas ainda voltarão aqui para reaprender essa lição e se não pas-
sarem dela, serão degredados para mundos mais inferiores, assim
como aqueles que mesmo cientes destes ensinamentos sagrados se
a eles não deram ouvidos, cairão também, pois foram conscienti-
zados que precisavam se regenerar com esse pensamento huma-
nitário e mais igualitário para todos os que vivem aqui e se foram
indiferentes a eles, terão que partir para um mundo mais primiti-
vo, onde os seres ainda se tratam como feras do mundo selvagem.
Jesus avisou sobre isso no passado, infelizmente mui-
tas de suas palavras humanitárias não foram preservadas. Aquele
povo ainda era primitivo e estava distante dessa consciência. Hoje
o mundo vive uma Nova Era, e quem não se reeducar e se rege-
nerar não poderá reencarnar na terra outra vez, o degredo junto
das sombras deste mundo será a sentença para esses espíritos, mas
aqueles que se modificarem, se lapidarem, provarem que possuem
amor universal no coração, esses herdarão as moradas celestes, elas
já estão preparadas para receber a grande leva de espíritos que irão
se iluminar com as mensagens de cura do pensamento que ama a
todos, independente de seus graus evolutivos.

160
INDÚSTRIAS DO VAMPIRISMO
Elas exploram sempre outras vidas, sempre querem ob-
ter proveito delas, são empresas que exploram seus funcionários, os
animais, as vidas humanas, o trabalho escravo, a mão de obra, as
mulheres, os homens, as crianças que até a maior idade deveriam
estar estudando mas as sombras querem fazer as eras primitivas do
analfabetismo medieval voltarem para a terra para as dominarem
outra vez, os preços dos produtos são absurdos, a inflação nunca re-
duz e os impostos sempre são altos, tudo com essas empresas é caro
e o produto dele não possui justificativa para valer aquilo senão o
luxo. As lojas vampirescas já são conhecidas como aquelas que so-
mente certas pessoas pode comprar, eles vampirizam a sociedade
onde moram, pagam muito pouco pelo que lucram em cima de seus
trabalhadores, tratam mal seus funcionários, vampirizam a vida dos
animais nos restaurantes e churrascarias que estão cheios de obses-
sores sombrios dentro e que as pessoas após se alimentarem saem
acompanhadas de novas mentes que as deixarão doentes da magia
sombria, eles estão vibrando os alimentos e produtos que prejudi-
cam a saúde humana, os perfumes sintéticos que causam doenças
nos cérebros dos encarnados, as gorduras que causam excesso de
peso nos encarnados com as lanchonetes fast food que vibram o

161
vampirismo carnívoro e a má alimentação sem se preocuparem com
a vida dos animais e a saúde dos seus clientes humanos que deve-
riam estar em primeiro lugar como a deles também, antes mesmo
de pensarem em idealizar qualquer alimentação para o consumo
de seus semelhantes. As pessoas físicas podem também estarem vi-
brando em uma forma de indústria de vampirismo quando querem
explorar os encarnados com aluguéis absurdos e não pensam nunca
em reduzir mas sempre aumentá-lo. Se continuarem assim, volta-
rão em outras vidas sendo também explorados das mesmas formas,
pois exploração atrai sempre outros exploradores piores na magia
sombria da vampirização, vampiros mais cruéis são atraídos para a
vida daqueles que vampirizam os outros de alguma forma. Empre-
sas que fazem seus funcionários de escravos fazendo eles trabalha-
rem incansavelmente, lhes vampirizando o tempo da vida quando
não pagam salários justos pelo tempo da vida humana em que lhes
exigem o serviço. Quando fazem eles mentirem e hipnotizarem os
clientes com técnicas de vendas sombrias para terem que forçar a
venda de um produto que não é tão benéfico como parece e é muito
mais barato do que eles estão vendendo, induzindo os funcionários
a serem mentirosos e a sugarem o pouco que os outros tem, levando
a alma deles para as sombras por serem coniventes com essa forma
de agir. São os filmes que fazem as pessoas terem medo do mundo
espiritual quando nunca lhes apresenta os espíritos de luz e seus
poderes curativos, mas apenas os espíritos assustadores e que não
esclarecem em nada a vida humana mas vibram apenas sustos de
aparição sombria, fazendo com que o mundo tenha medo daquilo
que sente no íntimo que existe e que por isso caminham até eles
em busca de entenderem o que é o mundo espiritual através das te-
las cinematográficas e acabam ficando com mais receio de qualquer
coisa que possa vir do mundo espiritual, mas do outro lado da vida
o que vem é a cura também para a arte de cinema e se as empresas
cinematográficas investirem em conteúdo que ensinem os espíri-
tos a se elevarem não faltarão ideias e formas de pensamento para
elas curarem o mundo com seu grande poder de emissão artística.
O mundo espiritual é vasto e quando ele é mostrado com verda-
de ele chama a atenção dos espíritos que o conhecem de pregres-

162
sa existência. Os encarnados não querem mais sustos de filmes de
espíritos, eles não querem mais ter que sentir medo para poderem
ouvir falar de espíritos tendo que sair das salas de cinema fingin-
do mentalmente que aquilo não existe para que evitem pensar em
assombrações que não sabem como afastar verdadeiramente, eles
sentem que aquilo tem verdade mas por não saberem como se curar
preferem não pensar muito sobre isso, mas esse tempo de obscuro
conhecimento espiritual chegou ao fim, e agora, todos podem saber
como se curar das assombrações e magias sombrias retratadas nas
imagens cenográficas. Os encarnados querem filmes de espíritos
que ensinem eles a lidarem com seus dons, com o mundo espiri-
tual, com as forças e os espíritos da natureza, que ensinem eles a
vibrarem o amor, que ensinem a afastar as sombras e as desfaze-
rem as magias sombrias que possam estar envolvendo suas vidas,
é por isso que eles anseiam e é para ensinar esse tipo de mensagem
regenerativa que muitos espíritos desceram na terra como atores e
atrizes de uma Nova Era e se eles vibrarem esse tipo de arte espiri-
tualizada eles irão elevar seus espíritos e irão cumprir a missão que
vieram aqui que é a de ensinar os espíritos da terra a se amarem e se
regenerarem através do poder da arte de seus espíritos.
Toda empresa, negócio, trabalho, comércio, mercado
que vibre o vampirismo estão envolvidos com a magia sombria que
deixa o organismo físico e mental de seus clientes, funcionários e
empresários doentes, muitos ainda dependem de seus serviços
nessas empresas mas precisam se afastar delas e se vincularem a
empresas curativas e que não vibre a conivência com o vampiris-
mo. Todas essas empresas que possam se encontrar na vibração do
vampirismo podem se curar da maneira de agirem e tratarem a vida
humana e animal. É só vibrar a cura e ela, seus funcionários, seus
clientes agradecerão e farão questão de estarem com elas, pois eles
também querem ser amados na forma de serem tratados e zelados
por uma indústria que não os vampirizem mas que os trate como
filhos e irmãos. Bem-aventurado aquelas que se curarem e se trans-
formarem em um lugar melhor para a vida espiritual e física de to-
dos os seres, a Natureza Divina não se esquecerá dos empresários
que vibrarem a Cura e os levará junto dela para os mundos superio-

163
res se conseguirem provar aos mundos espirituais que sua forma de
trabalho favorece a vida, o amor e a paz universal de todos, é o teste
da reencarnação deles, curar ou deixar seus semelhantes doentes
do vampirismo, só dependem deles a forma de como a consciência
deles irá reagir e agirem conforme gostariam que fosse agido para
as próprias vidas. As almas querem se curar, e se vocês vibrarem
a cura podem ter certeza que o futuro da terra pertencerão às em-
presas de vocês, pois as que vibrarem vampirismos irão se afastar
e perderão público gradualmente na terra, mas as que vibrarem a
cura humana terão méritos para dizer que desde o passado já vibra-
vam a Cura e a vida para todos os semelhantes. O melhor que um
empresário pode fazer de sua vida é trabalhar dignamente e curar
seus semelhantes através do seu trabalho. Prosperar e morar nos
paraísos também é possível, os ricos que quiserem morar nos mun-
dos felizes não precisam dar dinheiro vivo nas mãos das pessoas
para não acomodarem os espíritos da terra, basta que lhes deem
oportunidades dignas que gostariam de receber se estivessem no
lugar deles, que sejam caridosos e que se podem através da rique-
za que possuam que construam escolas, moradias, universidades,
hospitais com cunho caridoso e acesso gratuito a todos, é essa a sua
missão e não se permita se prender com as moedas do mundo físico
elas ficarão neste mundo e a sua alma irá ter que partir dele e se
encontrar com o Universo do outro lado da vida.
Quem recebeu a oportunidade da riqueza não pode dei-
xar de se utilizar dela para a caridade. No caixão não cabem o ouro
e o luxo inventado pelas sombras para vampirizar e hipnotizar os
espíritos, neles só cabem uma muda de roupa, um corpo e uma
consciência que se não tiver se libertado dos apegos terrenos não
conseguira nem ao menos se afastar dele, tendo que acompanhar a
decomposição de perto devido ao apego ao mundo físico que possa
ter se acorrentado ao corpo quando se permitiu vibrar o egoísmo e
a falta de caridade que tanto podiam exercer. A riqueza é oportu-
nidade valiosa mas muito comprometedora aos espíritos, e se não
utilizada com a sabedoria pode ser corrompida pelas sombras que
dela se utilizarão para deixar os espíritos presos em apegos terre-
nos como quando em roupas caríssimas que possuem a mesma es-

164
sência do pano simples, como as mansões caríssimas semelhantes
a Neverland que não são capazes de trazer paz interior, como nos
carros luxuosos que mais atraem a magia sombria da inveja e os
vampiros de Mamon que até matam em adoração ao metal tecno-
lógico do que conforto mental, que não consegue sossegar, sempre
esperando um ataque. Quando fazem os espíritos adorarem as jóias
caríssimas que desde do Egito são colocadas nas mulheres e nos
homens para que eles se envaidecessem e esquecessem da missão
curativa através da caridade que poderiam fazer com o dinheiro que
lhe foi emprestado pela graça da vida que o colocou em um berço
mais abençoado ou que lhe foi generosa com a forma de prosperar,
eles não podem se deixar levar pelas coisas do mundo físico porque
essas são passageiras e seu poder aquisitivo é uma oportunidade de
reaver antigos carmas e que se não se utilizarem dessa oportunida-
de para exercerem a caridade eles serão degredados para mundos
primitivos mas dessa vez na faixas de uma reencarnação na pobreza
para que também sintam a falta que faz a caridade de espíritos que
descem na terra para ajudar seus semelhantes e se deixam hipnoti-
zar pelos pedaços de metal e pedras que testam o coração deles para
com seus semelhantes, que se deixam levar por amigos e paixões
vampirescas que o fazem entrar em vibrações pesadas e gastar o
dinheiro que poderia ajudá-los a fazer a caridade com as sombras,
que o prendem a vidas de luxo e pedaços de ferro que custam uma
vida de um trabalhador simples e o fazem esquecer que no final de
tudo o que importa é o bem que fizemos e a cura que a nossa vida na
terra trouxe para o mundo, do outro lado somos todos consciências
com um filme nas mãos da nossa última encarnação que vai ser a
única prova que poderemos usar para que os mundos superiores
possam nos permitir a entrada, é o filme que todos assistem ao sair
deste corpo e é bom que ele seja de um filme de superação, amor e
caridade porque se for um que revele horror, apegos, vampirismos
e nenhuma prova de mudança não será possível a entrada nos mun-
dos elevados e os portões imensos da felicidade se fecharão. Tudo
é um teste nesta Matrix física e é preciso saber reconhecê-los, pois
até a beleza física, o dom do canto fazem parte deles e quando os
espíritos se envaidecem com essas coisas eles também falham em

165
suas missões. Ninguém recebeu privilégios na terra, todos foram
encaminhados até aqui com uma missão cercada de testes morais
que precisam passar e provar que são da Luz. É possível a todos os
espíritos subirem até a vida superior de consciência em paz, é só
vibrar a cura e a regeneração da Nova Era, não se deixando levar
por pensamentos que possam surgir querendo hipnotizar e afastar
as formas regenerativas de pensar, pois serão as sombras tentando
fazer com que a mente se desvie e perca a chance de ser feliz no
além vida, elas são hábeis em sugestionar pensamentos articulados
que não favoreçam a Cura e podem se utilizar até de bocas humanas
que podem ser médiuns inconscientes de que são para exprimirem
seus pensamentos atrasados e doentes, por isso cautela com qual-
quer informação, seja de cunho mental ou físico, que não queiram
favorecer a sua Cura interior, quem vibra a Luz e o amor universal
irá lhe apoiar nessa forma de agir mas quem ainda vibra as sombras
será influenciado por ela a impedir a cura dos outros. O passado já
se foi e ele nunca mais voltará para o presente, o que importa ao
Universo é a forma que você irá agir daqui para frente, se conivente
ou contrário às sombras, de que lado você permanecerá, na Cura ou
na enfermidade, ao lado do trigo ou do joio, ao lado da vibração de
amor ou de ódio, ao lado do bem ou do mal, ao lado que te faz ser
feliz e amado ou ao lado que só vibra ódio e traz sofrimentos, são es-
colhas que chegaram para a Nova Era, elas só dependem da sua ma-
neira de vibrar, a regeneração ou o atraso na forma de pensar. Jesus
entrega em suas mãos o poder de escolha em ser salvo e se elevar
para os mundos melhores ou cair em mundos primitivos como os
anjos no passado caíram aqui. A escolha de poder ser feliz no Uni-
verso não parte de nenhuma outra pessoa, credo, time, profissão ou
pensamento dependente de uma mente exterior, ela só pode partir
exclusivamente de você.

166
A CARNE E OS PACTOS
SOMBRIOS
Com o decorrer da história humana os homens cada vez
mais se distanciaram do contato com as Mães Ancestrais, mais dis-
tantes eles ficaram da felicidade e do amor Divino, que o protegia
do mal, por escolha própria. Por eles se envolverem com entidades
sombrias, prontas para lhes atenderem os caprichos humanos, em
troca de sangue de seus irmãos, mais carmas com a Lei Maior se
endividaram. Entidades que atendiam aqueles desejos para fortale-
cerem os laços obsessivos com as mentes encarnadas, que estavam
se compactuando a elas, em busca de pensamentos de vingança e
dominação sobre os outros. Desejos que prenderiam essas almas
em reencarnações difíceis, em terras primitivas e atacadas pela
magia sombria do sangue e da guerra, onde sofreriam nas mãos de
antigos inimigos, feiticeiros e rivais de outras vidas, que iriam co-
brar os carmas dos espíritos, que da magia sombria se utilizaram
no passado contra seus irmãos, dessa vez, para que aqueles que fi-
zeram uso do pensamento destrutivo em outra vida sentissem na
própria pele os efeitos catastróficos da magia do pensamento quan-
167
do utilizados para o mal. Cumprindo assim o ditado de que o feitiço
sempre volta para o feiticeiro, frase conhecida há milênios dentro
das leis da magia, assim os dominaram e os entorpeceram muito
mais agressivamente, do que eles imaginaram poder fazer com os
outros em pretérita reencarnação, a magia é como semente, aqueles
que plantam bons pensamentos colherão os frutos dele, mas os que
plantarem os pensamentos sombrios também hão de colher seus
frutos venenosos. A carne e o sangue somente podem atrair os pen-
samentos ruins, primitivos, guerras, sombras e mais sangue sobre a
terra. Enquanto o Ser humano não compreender que seu alimento
não pode provir do sofrimento do outro, seja ele um humano ou um
animal, ele ainda irá sofrer com seres que também não se preocu-
pam com ele, que queiram assim como ele, se alimentar das ener-
gias dos outros. A magia sombria quando encontra sua vítima, pro-
cura uma porta para entrar e os espíritos precisam de um canal para
conseguirem colocar o veneno obsessivo, quando encontram suas
vítimas bebendo, fumando, comendo a carne que as torna vampiras
ou tendo pensamentos trevosos, eles então encontram uma brecha
no corpo espiritual dela e assim conseguem implantar as sombras.
Quando há brechas espirituais, eles conseguem adoecer e colocar
pensamentos ruins, condensados na carne ou nos vícios que os
atraíram, nos corpos de suas vítimas. As pessoas que são envolvidas
pela magia sombria ficam nervosas facilmente, se tornam pessoas
agressivas, podem se tornar pessoas ruins de coração com o pas-
sar dos anos, se não se libertarem dos efeitos maléficos da magia
das sombras, pois a magia sombria dentro dela sendo alimentada
pelo vampirismo, pelos vícios humanos, pelos pensamentos den-
sos, fazem as trevas venenosas condensadas no organismo espiri-
tual se fortalecerem, deixando o corpo astral doente e consequen-
temente essas doenças irão aparecer na matéria, seja nesta vida ou
na próxima. Essas pessoas vão ficando doentes e cada vez mais nas
sombras, muitas se perdem nas drogas, batem o carro bebendo, se
matam em uma confusão, são ataques espirituais vindo das som-
bras para destruírem a vida daquelas almas, que mal sabiam que a
magia sombria poderia entrar até por um copo de cerveja, por um
espeto de churrasco ou por um cigarro ou qualquer outro vício que

168
destrói o corpo humano. A magia das trevas não requer muito, com
uma porta ela entra e se instala como um vírus e é preciso retirá-la
o quanto antes, pois o objetivo final dessas magias, além de causar
todo sofrimento a pessoa, é fazer com que a vítima fique dominada
pelas trevas e afaste os espíritos de Luz a sua volta. O último efeito
é levar a pessoa a um acidente ou a um suicídio, por não conseguir
suportar mais as pressões diabólicas em sua mente. O suicídio vem
na mente das vítimas por meio de implantações sombrias de pensa-
mentos destrutivos que não vão embora de jeito algum, as pessoas
que o sentem precisam se afastar deles e se apegar a orações e mu-
dança interior, com elevação de sentimentos, se afastando de tudo
que fortaleça os pensamentos sombrios sobre ela, principalmente
as práticas vampirescas.
A magia sombria não precisa ser feita apenas por pessoas
vivas, os mortos também a fazem e podem fazer melhor do que os
encarnados. São seres trevosos do astral, que almejam destruir a
felicidade de outros espíritos, principalmente quando eles são bons
de coração e possuem uma chance maior de saírem desse mundo,
para um mundo melhor, esses são os mais perseguidos pelas som-
bras. Aquele que foi ou se sente alvo de pensamentos destrutivos,
vontades alheias de se entregar a vícios e as sombras, desejo mental
de vingança ou suicídio que não vai embora, precisam orar e se afas-
tar de ambientes que possam ser coniventes com as sombras, pois
é justamente neste momento que as obsessões estão ocorrendo, as
sombras insistem no pensamento e tentam fazer com que suas ví-
timas se entreguem a eles, acreditando que provém delas o pensa-
mento ruim e não de influência exterior. Trazendo suas obsessões
sobre elas, que culminarão no ato de as tragar para seus Umbrais
e para reencarnações complicadas, onde o mal vibre mais forte em
mundos primitivos e detenha mais força sobre o pensamento dos
homens. Aqueles que não se entregam aos vícios vampirescos e nem
aos pensamentos destrutivos, não absorvem a magia sombria. O
pensamento elevado e a reforma íntima blindam o espírito do pen-
samento que provém das trevas. Só se absorve aquilo que houver
ressonância mental com seu espírito. Se não há ressonância men-
tal, não há absorção de fluidos sombrios. As orações devem sempre

169
ser feitas, pois neste mundo andam trevas e é preciso se blindar
com os pensamentos elevados e construtivos, sendo humilde nas
orações e pedindo forças para o alto e proteção, pedindo que todo
pensamento destrutivo, ruim e venenoso que haja sobre vossas vi-
das seja desfeito e dissipado. Pedindo que nenhuma sombra tenha
poder sobre vossas vidas e que os vossos caminhos sejam guardados
pelos Guardiões de Luz do mundo espiritual. A oração, o jejum e o
desligamento de qualquer vínculo obsessivo, garantem as almas o
afastamento e ineficácia da magia sombria sobre eles.

170
CURANDO AS MALDIÇÕES
HEREDITÁRIAS
Há também maldições hereditárias, que são herdadas
de antigas gerações e acompanham os indivíduos com ressonância
cármica, através da genética astral que os ligam. Elas podem vir de
avós, de pais, parentes e fazem com que os espíritos da família te-
nham as mesmas infelicidades e obsessões que seus ancestrais ti-
veram em suas vidas, para esses casos é preciso orar, desfazendo
todas as sombras do passado, todos os pactos das trevas, que por
ventura seus pais ou ancestrais tenham feito com as sombras no
passado, com voz espiritual de quem caminha na luz, deve-se di-
zer as sombras que vibram a maldição na família que se desfaçam,
em nome das forças espirituais da Luz. Que se desfaça toda magia
sombria, todas as pragas, toda inveja, toda maldição hereditária,
que os acompanhem, em nome do bem maior e dos pensamentos
iluminados. Faça essa oração, com fé e amor sobre a casa, os quar-
tos, as pessoas e sobre o ambiente onde a família more. Há maldi-
ções que atrasam a vida sentimental, financeira, espiritual, familiar,
saúde, social, e precisam ser desfeitas com o pensamento de Luz e
a iluminação interior daqueles que precisam se libertar delas. Peça

171
a proteção Divina, vibre pensamentos altos e tenha fé que o mal irá
se afastar, eles não podem contra quem emite Luz e com quem não
possui vínculo com eles. É assim que se alcança força moral sobre os
espíritos, se melhorando e se afastando das sombras, se você se me-
lhorar e tiver Luz no seu interior, conquistada através da sua mu-
dança íntima e do afastamento do vampirismo e dos pensamentos
negativos você terá força espiritual para os afastar. Essa força mo-
ral unida a humildade de pedir ajuda aos Céus, lhe dará autoridade
para afastar os espíritos das sombras, mas lembre-se que eles se
afastam mas ainda esperam uma brecha para poderem voltar, você
não pode vibrar as sombras novamente, para que eles não voltem
para sua vida. Você deve perseverar em suas orações e no caminho
da Luz. Para a Luz ficar perto é preciso mudança intima e melhora
dos espíritos, diariamente. Lembre-se que para eles entrarem, eles
não precisam de muito, um copo de bebida, uma prática vampires-
ca, um cigarro ou uma noite nas trevas é o suficiente para que eles
entrem e façam um estrago espiritual e físico. As mentes sombrias
são arquitetas da inteligência humana e sabem disfarçar suas ob-
sessões, eles se camuflam e favorecem as trevas dentro das vítimas,
não seja jamais conivente com nada que possa vir de um pensamen-
to trevoso, os espíritos que não lhe convidarem a uma mudança in-
terior estes não estão vibrando na Luz, eles são mentes inteligentes
e a ideia que eles mais irão tentar lhe implantar é que isso não exis-
te, que eles não estão ali ou que nada irá afligir em você, indepen-
dente da sua vibração, uma grande teia de engano que muitas almas
caem, quando dão ouvidos mais ao que é confortável do que o que
exige mudança interior. Se atente e cuide de suas vibrações, pois
eles irão sempre favorecer e argumentar nas mentes para que elas
continuem vibrando os gostos pessoais que possam levá-las para
as sombras. Se liberte dos gostos que, porventura possam ter cone-
xão com as sombras do vampirismo, dos vícios e de todo e qualquer
pensamento denso, pois eles não irão levar a lugar algum, apenas
para sofrimentos umbralinos, como já estão levando muitas almas
desse mundo, que preferem se apegar a coisas tão pequenas e pas-
sageiras. Esse mundo é uma cópia imperfeita do mundo espiritual,
aqui é uma gota e do outro lado é um oceano, o mundo material é

172
passageiro e o outro é o eterno, o encarnado só terá um corpo físico
durante a vida física e irá com ele até o final dessa vida, por isso cui-
de desta ferramenta e não entregue ela para as sombras, para que
você não caia nos mundos sombrios e sofra em mundos primitivos,
onde a guerra e a dor domine. Se desvincule de qualquer pensa-
mento que possa querer lhe ligar a magia sombria, não faça pactos
e nem se utilize dela para que você não crie vínculos sombrios com
seres que irão te escravizar e irão distanciar a felicidade dos seus ca-
minhos. Os espíritos que se vinculam a magia sombria e dela não se
libertam, quando daqui partirem cairão em mãos sombrias que os
escravizarão em suas falanges e os deixarão doentes naquela vibra-
ção, farão deles marionetes como fazem com os que se entregam a
magia sombria neste mundo. Escolha os caminhos do pensamento
elevado na magia do bem, são esses que te levam a pensar no amor
e a evoluir espiritualmente, são esses que te ensinam a usar seu pen-
samento para curar e nunca para machucar ou retribuir o mal. O
poder do teu pensamento é maior, e está além do que qualquer coisa
material deste mundo, seu pensamento é vida e quando ele é usado
para curar ele recebe poder Divino. Tenha absoluta certeza que ha-
verá espíritos de Luz a sua volta, com a mesma ressonância mental
que você, vibrando cura para seu espírito e lhe protegendo do mal.

173
174
O SANGUE EM ERAS PRIMITIVAS
Os povos mais primitivos praticavam a “baixa magia”, ma-
gia primitiva que continha muitas muletas mentais para que os povos
acreditassem no poder do pensamento, técnica que fora deturpada
por espíritos sombrios do pensamento atrasado e primitivo, que fi-
zeram os homens acreditarem poderem curar seus irmãos doentes
vampirizando os outros. Sem terem total consciência do vampirismo,
em eras primitivas, as sombras entraram por essa porta para entor-
pecerem suas magias ancestrais, ensinadas pelos Seres Edênicos e
Espíritos de raças superiores, que falavam com suas mães e xamãs
nas florestas, quando eles buscavam ajuda espiritual, para curar seus
povos das doenças que não tinham cura naquele tempo e somente a
cura Divina os poderiam socorrer. As orações e os mantras de amor
foram trocados por animais sacrificados, sangue sendo derramado
erroneamente em “nomes de cura”, as sombras com ele escondiam as
doenças, mas traziam doenças espirituais para os envolvidos, ao in-
vés da cura almejada. Cura esta que só poderia ser trazida pelo amor
universal sobre todos os seres, lhes respeitando o direito principal
que é a vida, sendo jamais trazida pela dor e pelo sangue de alguém,
mas sim pela fé e oração que deveriam ser irradiadas com o pensa-
mento de amor. Se este não cura-se a matéria, ele curaria o espírito,

175
pois em verdade, as dores são remédios da alma, que a curam do mau
pensamento e a fazem refletir na vida e nos sentimentos do coração.
Quando aqueles povos começaram a acreditar que para
curar alguém precisavam sacrificar alguma vida em troca da saúde,
eles perderam o senso de humanidade em seus espíritos, se tornando
vítima de uma magia terrível, que estava vindo com o pensamento
caído das estrelas, para envenenarem a mente dos povos primitivos
e fazerem eles darem ouvidos mais aos Espíritos das Serpentes do
que aos Seres Edênicos, que eram os “animais médiuns”, animais que
conseguiam canalizar o pensamento dos Espíritos Superiores. Fize-
ram com que eles se esquecessem dos Espíritos do “Jardim do Éden”,
que nada mais são que os laboratórios naturais da consciência evolu-
tiva dos seres, que ainda estão em estado primitivo, florestas sagra-
das das almas que ainda estão no limiar do pensamento primitivo e
que estão sendo atacadas pela crueldade do homem, que por dinheiro
e pelo poder da força fere a natureza e desses princípios morais tão
simples e humanitários se afastam, distanciando-se um pouco mais
das felicidades dos mundos superiores. Essa forma de pensar e agir
destruiu muitos povos primitivos e se o homem atual não voltar a
cuidar da natureza como um filho cuida de sua mãe, ele voltara para
as eras primitivas e terá que aprender através do labor e do suor a dar
valor a uma terra, que assim como ele tirou dos outros um dia, a dele
também lhe será tirada, é o carma que aguarda os espíritos que não
tiverem consciência com a natureza, pois nela há vida e quando um
Ser destrói a vida, ele se coloca na posição de que a dele também pos-
sa sofrer os mesmos ataques, pela lei de atração mental daquilo que
suas ações emitem, a lei ação e reação assim se aplica no Universo. A
consciência com o meio ambiente é extremamente necessária para se
poder morar nos Mundos Celestes, sem ela não é possível galgar os
mundos e assim os espíritos, mais uma vez, ainda estarão presos aos
mundos inferiores.
As consciências elevadas no Éden falavam nas vozes de ani-
mais sagrados que aqui haviam sido deixados pelas naves espirituais,
de outros mundos mais evoluídos, que aqui passaram em uma era an-
tiga e deixaram com a terra animais de mediunidade ostensiva, relato
que lhes foi ensinado através da Arca de Noé, ao trazerem a consciência

176
na mente de povos primitivos de que deveriam proteger os seus irmãos
aqui e não vampirizá-los como os espíritos sombrios já estavam fazendo.
Os espíritos sombrios entraram nas tribos quando fizeram
aqueles povos sacrificarem seus animais sagrados e curativos, que
conseguiam conversar telepaticamente com a mente do Sacerdote.
Eles os mataram em nome de caprichos terrenos e curas, eles esta-
vam sendo enganados pelos espíritos que queriam sangue, o sangue
não curava, o sangue alimentava a mente de vampiros do astral, que
manipulavam os fluidos curativos do corpo do sacerdote e escondiam
as doenças da matéria dos outros, mas no corpo astral ela continuaria
viva, como uma larva em estado latente. Esses sacerdotes haviam re-
cebido mediunidade mais forte do alto para guiarem aqueles povos,
mas eles não poderiam vibrar nas sombras e nem vender seus dons,
pois isso daria entrada as sombras que pediriam o sangue dos ani-
mais sagrados da floresta, que os protegiam dos ataques e das doen-
ças espirituais que os acercavam. Quando os Sacerdotes primitivos
fizeram seu povo acreditar, enganados por mentes sombrias, que as
penas sagradas dos Seres Edênicos deveriam estar sobre sua cabeça
para protegê-los e os curarem, eles então perderam a proteção que
havia sobre eles dada pela Mãe Ancestral e ficaram à mercê das mais
cruéis obsessões, que seriam atraídas para aqueles povos por resso-
nância mental com a magia sombria. Quando as sombras ordenaram
sacrificar os animais sagrados, eles conseguiram quebrar a proteção
espiritual que aqueles homens haviam recebido dos Espíritos Supe-
riores, que haviam descido nesse mundo. Eles desceram aqui como
“Arcas de Noé” das estrelas, guiando espécies sagradas que seriam
portas mediúnicas para eles falarem com os sacerdotes, que estariam
reencarnados entre os povos primitivos. Os animais sagrados fala-
vam mentalmente com a mediunidade do homem primitivo e lhes
inspirava conselhos e bons pensamentos mais materializados do que
os Espíritos iluminados conseguiriam emitir em seus corpos mais su-
tis, as sombras queriam matar esses animais para poderem dominar
aqueles povos, mais facilmente. Aqueles homens ainda no momento
inicial da vida e cheios de mediunismo primitivo, tinham a proteção
espiritual das Mães Ancestrais, mas quando esses povos se deixaram
levar pela ganancia e pela vontade de dominarem outros povos, os es-

177
píritos sombrios, da mente deles se apoderaram, os fazendo acreditar
em doutrinas estranhas, que os distanciavam da Mãe Ancestral que é
a Natureza Divina e o amor sobre todas as vidas. Eles os fizeram se en-
tregar em sacrifício, a essência do pensamento evoluído, condensada
na matéria dos Seres Edênicos, animais sagrados, ainda primitivos,
mas que conseguiam ressonância física com o organismo astral das
raças superiores, que através deles, conseguiam se comunicar com as
mentes ainda muito primitivas dos sacerdotes, através da mediuni-
dade de telepatia, por isso a crença dos povos primitivos em animais
sagrados, que incorporava o pensamento de seus deuses. Quando es-
sas sombras pediam penas e partes do corpo destes animais, eles es-
tavam pedindo também o sangue e a carne daqueles povos, que seria
derramado com a guerra e a truculência de outros povos, que viria
logo após contra seu povo. Destituídos agora da proteção ancestral,
estariam vulneráveis as mentes trevosas que para perto deles seriam
atraídas pela força do vampirismo, ainda muito mal compreendido
naquela época, mas que já ensinaria que o caminho verdadeiro nunca
é o vampirismo e nem tirar o direito de viver do outro. Os povos pri-
mitivos estavam sendo envenenados com a magia sombria mental,
de espíritos caídos das estrelas, e daquele instante se iniciava a guer-
ra espiritual das sombras contra os animais da natureza, que tanto
protegem o pensamento do homem contra as enfermidades mentais,
que eles vibram e lhes são lançadas pelas trevas, que ainda habitam
na terra. Atraídos cada vez mais pelo derramamento de sangue, esses
seres fizeram deles escravos, com o sacrifício dos animais sagrados
que eles tinham, que era para os protegerem e os guiarem mediúni-
camente no caminho da luz. Se os sacerdotes primitivos não tives-
sem se vendido; a vaidade de seus cocares e as moedas tribais que
escravizava seus irmãos, se houvessem respeitado a vida sagrada de
seus animais, eles não teriam atraído o pensamento bélico que veio
sobre eles com o homem branco, mais avançados no intelecto, mas
atrasados no pensamento moral, que os atacou ferozmente e infe-
lizmente teve que os avançar pela dor de seu mau pensamento, que
fora a causa deles terem sido atraídos. Envolvidos pelas sombras da
ambição e as sombras se valendo da falta de proteção das Mães An-
cestrais, ela os escravizou e os fizeram reféns em suas próprias terras.
Os Animais Sagrados estavam sendo mortos há tempos, em nome

178
de seres sombrios que estavam fazendo o pensamento vampiresco
eclodir no meio de suas tribos, pensamento totalmente contrário aos
de suas Mães Ancestrais, que os ensinou o respeito a vida, através dos
ensinamentos que eles aprenderam com os Seres Edênicos. Seres que
conversavam com as antigas sacerdotisas e sacerdotes nas florestas,
animais sagrados, como portais do pensamento superior, das raças
superiores que aqui estiveram trazendo seu pensamento de proteção
e evolução para esses povos, que estariam iniciando a jornada evo-
lutiva e precisariam vencer as trevas do vampirismo, para poderem
morar em um mundo melhor e não serem vampirizados também.
Os Espíritos Superiores trouxeram espíritos mais evoluí-
dos que os primitivos, como sacerdotes, porém, com dívidas cármi-
cas de outros mundos, para resgatarem os antigos carmas, com os
espíritos mais inocentes que eles. Esses povos tribais conseguiriam
se manter longe dos ataques de outros povos, se tivessem consegui-
do permanecer enxergando, em seu coração, o mundo animal como
Noé conseguiu enxergar os animais, durante sua passagem aqui. Noé
era um ser das estrelas, que havia reencarnado para guiar os Ani-
mais Edênicos para outras terras, mais distantes, para que pudessem
se ver livres do sacrifício das sombras, mas por pouco tempo, pois
os espíritos das sombras já estavam naquela época caçando a cons-
ciência primitiva das raças vindas das estrelas, querendo matar os
animais sagrados, que estavam protegendo aqueles homens de rece-
berem em seus seios familiares, seres trevosos, reencarnados dessa
vez, que teriam ressonância com a prática vampiresca, se assim eles
continuassem vibrando com ela. Seres que queriam vir aqui na terra,
como vivos, beberem o sangue dos homens, os fazendo se matarem,
como estavam matando os animais que protegiam aquele lugar da
fúria mental que estava os rondando, desde que eles caíram dos mun-
dos mais superiores.
O macaco foi a raça escolhida para ser evoluída, por pro-
cessos tecnológicos trazidos direto das estrelas, que avançariam o
pensamento espiritual na matéria, os fazendo se tornarem mais cons-
cientes de seu pensamento e de quem são aqui. Trazendo maior in-
dividualidade humana, para os seres que iriam começar a reencarnar
num corpo mais consciente de seu Eu e sem os traços do primata,

179
para que esses espíritos pudessem começar a trilhar seu destino e
suas encarnações evolutivas de acordo com suas escolhas, mas a sua
proteção dependia de seu pensamento protetivo para com a natureza
e seus irmãos, quando eles se distanciaram dessa forma de pensar
e deram ouvidos para que as Serpentes sombrias do astral os ator-
mentassem com seus pensamentos de guerra, eles então perderam a
proteção Divina e ficaram entregues ao que ressonavam em seu cora-
ção, o vampirismo diabólico e a guerra em busca de poder e domínio.
Os homens primitivos não permaneceram nos pensamen-
tos de Noé e se entregaram aos seus vícios carnais e sombrios, ne-
les muitos estão presos até hoje, pois enquanto suas mentes deles
não quererem se libertar, neles eles ficarão presos. O pensamento de
amor que Noé teve sobre seus irmãos mais primitivos, merecedores
da mesma proteção e do afeto de seus irmãos mais velhos na senda
evolutiva, fez com que ele conseguisse libertar a própria família de
um povo primitivo, que já estavam se entregando a espíritos da lu-
xuria e do vampirismo sexual. Um povo que já estava atraindo mui-
tas doenças sexuais e fazendo com que crianças nascessem doentes
entre eles, o povo não entendia o porquê de tantas doenças estarem
sendo trazidas sobre a vida de seus povos, começaram a acreditar
ser uma doença vinda de castigos, por falta de sacrifícios, por não se
lembrarem mais dos conhecimentos sagrados e curativos da floresta,
que fora ensinados aos sacerdotes da luz pela mediunidade dos Seres
Edênicos, Seres Edênicos através da telepatia,o, eles se entregaram
aos bruxos das trevas e magos das sombras, que perto já estavam,
esperando que eles os procurassem pedindo a cura, mas eles na ver-
dade não poderiam curá-los e iriam esconder suas doenças na carne,
fazendo com que elas ficassem em estado latente, prontas para eclo-
dir quando eles não compactuassem mais com os sacrifícios que as
mantinham ocultas ou quando retornassem em novos corpos, distan-
tes em uma nova encarnação dos antigos pactos.
Mas agora suas vidas viriam acompanhadas de forças
obsessivas, que os envolveram em vidas passadas através dos pac-
tos sombrios, que os enganaram curando através do sangue de seus
irmãos mais primitivos, mentes de obsessores que não se esquece-
riam tão fácil de seus antigos escravos espirituais, que as serviram em

180
outras épocas da existência e derramaram sangue em seus nomes.
Os vínculos e pactos sombrios precisam ser desfeitos para
que não acompanhe os espíritos em outras encarnações, os espíri-
tos que desejam se libertar dos seres sombrios que um dia serviram,
precisam se libertar de toda prática ou pensamento que tenha sin-
tonia com a forma sombria e destrutiva deles pensarem e agirem,
em oração e vibrando luz devem orar dizendo; que todo pacto seja
desfeito, que todo vínculo com o vampirismo seja desfeito, das vidas
que eles possam ter envolvido, que toda maldição vampírica se des-
faça em nome de tudo aquilo que manifeste o pensamento da Luz,
do amor universal e da vida. Os espíritos que respondem ao sangue
e a vícios materiais não são espíritos elevados e estão ainda penetra-
dos nas trevas, são espíritos obsediados por mentes de magos som-
brios do astral. Eles precisam também serem libertos, através das
sessões de desobsessão, o resgates destes espíritos é possível. Eles
não devem ser açoitados pelo julgamento, pois também são vítimas
de um pensamento de ódio, que está prendendo eles no mundo es-
piritual. A Mãe Ancestral não quer julgamentos, o que ela deseja é
que os pensamentos dos espíritos desperte da primitividade e alcance
os mundos mais felizes, que irão vibrar a paz e a harmonia de to-
dos os seres da natureza, dessa vez unidos num pensamento só de
amor e libertos de toda magia sombria do mau pensamento, que os
envolveu durante milênios nos vícios de vampiros espirituais, que
os acercavam querendo beber de seu sangues e fazerem guerras.
A fome dos espíritos sombrios no mundo espiritual é exa-
gerada pela magia das trevas nos seus estômagos espirituais, que se
acercou deles quando eles denegriram o “templo do espírito” do seus
outros irmãos ou o próprio, quando não valorizavam os corpos sadios
e em perfeito estado de saúde, que muitos aqui já estavam necessita-
dos por terem se entregado a vícios e maus hábitos no passado em
outras encarnações. Sendo preciso se curarem pelos momentos de
expiação na matéria com novos corpos, mas agora doentes, vindos
do astral com relação cármica de seu passado nas trevas, de outra
vida. A fome para quem não se desprendeu dos vícios carnívoros é
horrível no mundo espiritual, eles ficam debilitados e sentem fome
extrema, pois no astral as sensações do espírito são muito mais agu-

181
çadas do que quando na matéria e por eles não terem se modificado,
criando nova consciência quando como encarnados, esses espíritos
não conseguem vibrar na sintonia das colônias elevadas e de lá pre-
ferem se distanciar, para não terem que reencarnar. Vibrando ainda
os desejos carnais que não conseguiram vencer na matéria, se tornam
mentes fracas e fáceis de serem hipnotizadas no mundo astral, pelas
mentes sombrias das Serpentes, que habitam no mundo espiritual
umbralino, por isso os espíritos que não querem se ver envolvidos
nos Umbrais sombrios, precisam vencer aqui suas primitividades,
para que possam galgar deste mundo para um mundo melhor, sem
laços que os possam prender a este mundo, quando daqui partirem.
Ao dar ouvidos aos espíritos das sombras, aquele povo que
estava em volta de Noé, trouxe sobre eles chamas e fogo, que caíram
do céu sobre eles e seus povos. Causadas pela forte atração de Na-
ves do mundo Espiritual de alienígenas, que são atraídos para a terra
quando o pensamento dela se envenena no ódio e no vampirismo,
fazendo dela reféns de seres malignos, que podem voltar na matéria
caso encontrem ressonância mental com seus pensamentos, para be-
berem o sangue dos vivos e de crianças, que seriam o futuro promis-
sor e mais inteligente que aquele povo teria. Fizeram os primitivos
entregarem seus primogênitos, enganados que conseguiriam ouro e
prata dado pelas sombras da cobiça, que em verdade queriam matar
os libertadores espirituais que nasceriam através daquelas crianças.
Pelo poder diabólico do aborto, eles conseguiriam com êxito atrasar
o pensamento primitivo que ainda vibrava na cobiça e no poder aqui-
sitivo, acima de qualquer coisa, mesmo que isso fizessem deles assas-
sinos de seus próprios filhos. Isso trouxe guerras e mais sangue sobre
a terra, quando não se respeita a vida pequena virão seres maiores
que ensinarão pela dor, que o mais forte não pode subjugar o mais
fraco, que aquele que usa da força para ferir o menor também sofrerá
com um mais forte que virá sobre ele, o ensinando na própria pele
que a força quando usada pelo mal pode causar sofrimento profundo
e que o respeito a todos deve ser o mesmo. A vida nunca pode ser
desrespeitada, pois tudo o que se planta também haverá a hora de
se colher, sementes amargas trazem frutos amargos, sementes doces
trazem frutos doces, essa é a lei da magia, essa é a lei da Natureza.

182
OS SERES EDÊNICOS
Seres sagrados, de outros planetas mais adiantados es-
piritualmente, foram deixados aqui no passado, por inteligências
superiores quando elas pousaram aqui, para ensinarem os homens
com seus animais sagrados vindos do alto, de uma natureza vasta
e mais elevada, de seus mundos mais iluminados, para ajudarem
os povos primitivos. Esses animais eram ainda, os únicos médiuns
que poderiam servir como veículo do pensamento mais evoluído
que essas raças superiores detinham até aqueles homens sensitivos
e ainda muito primitivos que tinham muita mediunidade, porém,
com ela a inferioridade moral, ainda não conquistada por seus mé-
ritos. Moral a ser ainda conquistada por aqueles espíritos, no de-
correr da evolução daqueles povos. Estes homens primitivos, eram
médiuns ostensivos e conseguiam conversar com os pensamentos
dos animais e espíritos que se sintonizassem com suas mentes, algo
que será alcançado pelos homens quando despertarem seus espí-
ritos e pararem de serem coniventes com as destruições contra a
natureza e seus seres vivos. As raças superiores, de um plano mais
elevado, canalizavam seu pensamento espiritual sobre os animais e
conseguiam se comunicar com o homem primitivo, através da me-
diunidade ostensiva e primitiva que ele tinha. Mediunidade que lhe

183
foi outorgada, para fazer com que eles acelerassem a evolução no
pensamento humano e a maneira de agirem com o próximo, mas ali
também haviam mentes sombrias que estavam sob a força mental
de animais que vibravam o vampirismo e que entrariam no pen-
samento mediúnico deles para os testar, os tentando convencer a
se afastarem do pensamento dos animais que vibravam o amor na
floresta, tentando-os escravizar em mentes enfermiças que iam co-
meçar a envenená-los uns contra os outros, para fortalecerem as-
sim seu poder de magia sombria sobre os pensamentos deles. Algo
que eles permitiram acontecer quando preferiram se vingar de suas
desavenças ao invés de perdoarem as falhas de seus irmãos, que
como eles eram imperfeitos, preferiram ouvir as vozes sombrias das
mentes vampirescas, que os inclinavam ao mal e ao poder sobre os
outros povos, do que ouvirem aos Animais Edênicos, que os encora-
javam a perdoar e a se livrarem dos maus sentimentos. Os espíritos
sombrios lhes ensinaram a magia sombria e trevosa, que deixou os
povos doentes e enfermos, as sombras cada vez mais conquistavam
espaço e os seres sagrados que estavam ali na forma de animais,
aos poucos, foram sendo mortos em sacrifícios a deuses demonía-
cos, para satisfazerem os gostos e vontades daqueles povos ainda
primitivos, então a Mãe Ancestral se afastou deles e eles foram do-
minados e escravizados por outros povos, que pensavam da mesma
forma que eles estavam pensando.
Através dos xamãs e sacerdotes que conversa-
vam com os animais e espíritos elevados, eles poderiam evo-
luir como espíritos e transcender os pensamentos de seu povo,
ainda primitivo, que precisava se distanciar cada vez mais dos
mundos selvagens e sanguinolentos, do qual provinham na
vida primitiva, necessitando de pensamentos curativos e ins-
trutivos uns com os outros, para poderem evoluir desse está-
gio primitivo, para um mais avançado no pensamento humano.
Os homens, dando ouvidos mais às mentes enfermiças no
ódio, não quiseram ajudar Noé a salvar os animais, que seriam ataca-
dos por naves espirituais que estavam atacando a terra, envolvendo
ela em um cataclismo, assim como foi em Atlântida, visando matar

184
os animais sagrados dos seres evoluídos aqui, ataque que objetiva-
va fazer com que o homem perdessem um elo forte com suas Mães
Ancestrais. Conseguindo matar a natureza, as vontades sombrias se-
riam saciadas, por isso Noé se viu sozinho, muitas das vezes, para
conseguir libertar sua família do grande dilúvio, trazido por naves
espirituais em um ataque a terra, que não emitia pensamento de mu-
dança em relação a vida e vibrava apenas trevas. A maneira de tratar
o pensamento primitivo é com dores primitivas de seus mundos, se
não ouvem a Luz, o mar e a terra então se levanta contra eles, os en-
sinando de maneira primitiva a respeitarem seus irmãos no universo.
Os tornando então pela dor, mais solícitos dos pensa-
mentos humanitários e desejosos de cura, fazendo com que os Xa-
mãs e sensitivos da época dessem o salto para o que a ciência é hoje,
com seus conhecimentos fitoterápicos e extremamente curativos
para a vida humana e animal a seu redor. Muitas vezes somente
a dor fez com que o homem despertasse o sentimento de buscar a
cura, por isso os espíritos superiores ensinam que a dor é um santo
remédio e seus momentos são preciosos para o espírito se libertar e
se depurar nas encarnações, quando eles buscam a cura e buscam a
oração para suas mazelas, eles se modificam e se tornam melhores
como encarnados e espíritos deste mundo, nos momentos difíceis
das doenças não se deve vibrar revolta, pensamentos negativos,
pensamentos que dificultam mais a cura, deve-se vibrar pensamen-
tos elevados, buscando a cura com o coração iluminado, procuran-
do aprender sempre com os momentos delicados, que todos podem
passar e que muitos estão em situação mais difícil ainda de se lidar.
As dores fazendo com que ciência, ao lado do bem, tam-
bém avançasse nas buscas pelas curas das enfermidades terrenas,
que não eram compreendidas ainda em sua origem, mas que já sa-
biam, ao menos, como tratar as dores físicas uns dos outros, concla-
mando-os a um pensamento curativo e de amor ao próximo, que é o
que faz os espíritos transcenderem nos mundos.
Muitas almas inteligentes quando encarnadas são en-
volvidas pelo poder sombrio de almas do mundo espiritual, que se
utilizam da magia sombria para as fazerem ficar doentes mental-

185
mente e por dele não saberem se livrar, elas acabam se transfor-
mando em vampiros e em lobisomens espirituais, mesmo isso sen-
do contra seus princípios morais, o poder da magia sombria exerce
força sobre suas mentes quando elas não se encontram equilibradas
e vibram semelhança com o pensamento destes seres. O mundo se
esqueceu de como se proteger da magia sombria do pensamento, que
está deixando os homens ruins e fazendo a guerra acontecer em seus
mundos, quando estimula o carnivorismo e os vícios humanos, que
prendem essas mentes nas mãos de magos horríveis do pensamento,
que por sintonias mentais, as quer transformar em seres espirituais
horríveis na própria carne, fazendo-os ferir seus irmãos no pensa-
mento, ainda primitivo de ser, fazendo com que eles se agridam e se-
jam frios uns com os outros, são maldições que os encarnados sofrem
quando vibram o pensamento de carnívorismo, agressividade, vin-
gança, inveja, maldade no coração, veneno na língua, isso tudo vibra
seres mentais ruins dentro do espírito e ele sofrerá a vibração som-
bria destes pensamentos, é preciso se libertar, pois a face espiritual
dos seres que vibram esses pensamentos é horrível e eles não podem
podem morar nas colônias de Luz dessa forma,, precisam se libertar
dessas maldições, que porventura, os possa fazer serem assim, para
que consigam ter paz e felicidade em suas vidas.
As maldições das trevas é concentrada e fortalecida den-
tro das carnes, nos estômagos, a partir do momento em que eles se
tornam santuários das sombras, ao serem coniventes com o consu-
mo de carne e vícios em seu corpo, as trevas então se alojam como
larvas, serpentes, aranhas, escorpiões, que se multiplicam dentro
deles a cada pensamento denso e sombrio. Um corpo preparado para
comer verduras, saladas e frutas, é deturpado e se torna sombrio
quando ingere a carne e o sangue de outros seres. Esse pensamento
vampiresco os prendem a selvageria e ao mundo animal, o homem
que quiser se ver livres de mundos primitivos, precisa abandonar
os “antigos costumes” vindos do passado primitivo, ensinados pe-
las trevas que caíram das estrelas, para os fazerem ficar presos, em
suas cadeias antigas do ódio e depressão, que são absorvidas com o
alimento que foi lhes ofertado através da dor e da frieza para com
os animais, esse pensamento é concentrado no alimento e as leis

186
da feitiçaria entendem perfeitamente isso desde as épocas tribais, é
por esse motivo que os trabalhos e oferendas estão envolvidos com
o sangue nas ditas encruzilhadas, porque eles canalizam as forças
do vampirismo do mundo astral, quando com esse pensamento o ho-
mem encontra ressonância, ao partirem daqui eles caem em sombras
profundas e ficam em Umbrais terríveis, em vales da loucura e da dor
moral. Quando percebem que foram enganados e tragados pelas tre-
vas do mundo espiritual sombrio, a consciência pesa constantemente
e enquanto não voltarem para matéria para se libertarem dessas ma-
gias sombrias, eles não conseguem ter paz no mundo espiritual. É por
isso que muitos espíritos chegam neste mundo muito adoentados e
precisando de acolhimento, eles voltaram para se curar mas a expia-
ção ainda lhes é muito penosa, sendo merecedores do nosso amor e
acolhimento curativo, pois se voltaram, é porque se arrependeram e
querem se modificar como todos que estão aqui também vieram com
este mesmo propósito, se regenerar.
Nessa Nova Era regenerativa, os espíritos terão a última
oportunidade para mudarem seus pensamentos e vibrações, se não
fizerem isso e continuarem a dar ouvidos aos seres sombrios, que
tentarão a todo custo lhes cegar o raciocínio logico de que vampi-
rismo não existe, eles ficarão nas sombras e serão degredados desse
mundo, pois essa é a maior porta das sombras, para envenenarem
as suas mentes. Esse tipo de prática doentia de se alimentar da car-
ne nasceu de mentes sombrias e demoníacas do passado, elas que-
rem ver os homens se matarem como selvagens e querem ver eles se
entregarem aos vícios, que foram trazidos a vida deles por serpentes
sombrias, para preservarem mais fortes seus poderes de pensamen-
to maligno e vampiresco sobre eles.
Trazendo para aquelas vidas os pensamentos de sangue
e a vingança de espíritos de outras vidas, que voltariam a lhes afli-
gir e caso encontrassem pensamentos ressonantes com o vampiris-
mo, iriam dele se aproveitar, ferindo e atrapalhando a chance de
recomeço que aquelas almas estavam recebendo com a nova reen-
carnação, sendo fortalecidos todas as vezes que suas vítimas se ali-
mentassem da carne, que é o ponto chave para atrair as sombras,

187
pelo cheiro forte do sangue, do sofrimento dos animais e da carne,
quando em seus estômagos borbulhavam a vida de seus irmãos que
fora sugada pelo homem, quando vampirizou as forças físicas de
seus irmãos menores, vendendo seus próprios filhotes como se eles
não fossem nada para a Divina Natureza. Quando esse pensamento
é consumado dentro do corpo das vítimas, elas então abriram uma
porta para as sombras, mesmo sem consciência disso, esses que se
alimentam de carne estarão envolvidos com vampiros espirituais,
que podem até fingir serem expulsos e simularem truques e teatros
mediúnicos, se for preciso, falando outras línguas, fazendo adivi-
nhações e impressionando essas almas, com os mesmos truques ba-
ratos que ludibriou o pensamento primitivo, das eras tribais, que
não entendia das leis do espírito e precisava avançar o quanto antes
para poderem sobreviver diante dos perigos da selva. Eles sabem
se esconder e entram com os pensamentos doentios, todas as vezes
que estes homens se alimentam de carne, enfraquecendo assim sua
luz interior e dando espaço para as forças sombrias, que os influen-
ciam mentalmente e não se distanciam de seus pensamentos, en-
quanto as práticas e as conivências existirem com o pensamento das
sombras. Esses espíritos sombrios são ardilosos da mente e sabem
fazer fenômenos de cura e de visão mediúnica, fazendo as almas que
deles desconhecem se impressionarem com seus poderes, mas não
as ensinando a respeitarem a vida de irmãos e as prendendo na prá-
tica sombria do vampirismo, vinda das estrelas para entorpecerem
esses povos, visando seu atraso moral e intelectual. Os estacionan-
do no pensamento da guerra e da disputa por sobrevivência anima-
lesca, que ficam penetrados quando enxergam a carne dos outros,
como um alimento saudável ao seu corpo físico, pensamento en-
ganoso e totalmente enfermiço para o pensamento humano e seu
espírito, uma mentira que prende as almas nos Umbrais, junto dos
vampiros que com elas possuírem ressonância vibratória. Após uma
vida inteira comendo carne e degustando da vida de seus irmãos
menores, o lugar onde essas almas irão conseguir vibrar não será
as colônias iluminadas e já distantes do consumo de carne, será as
sombras que necessitam dessa energia para não desfalecerem suas
almas, que muitas das vezes já estão presas há eras no vampiris-

188
mo e não querem enfrentar seus carmas, reencarnando na matéria,
mas que em momento oportuno, serão atraídos pelo magnetismo
das terras primitivas e terão que voltar a vida para se melhorarem
espiritualmente e poderem encontrar a felicidade.
O pensamento destrutivo, vindo de almas sombrias, se
fortalece quando encontram almas simpatizando de seu pensamen-
to vampiresco, fazendo com que a vida dos outros, a carne e seus
derivados, sejam enxergados com naturalidade e com muita frie-
za na mesa de jantar. Pensamento frio, que lhes é colocado como
uma venda hipnótica, para prenderem essas almas no pensamento
primitivo de sangue e guerra, que as acompanhará durante mui-
tas vidas se não se libertarem dele. Onde em mundos primitivos, o
pensamento de mudança e de novos valores irão ser mais difíceis
de serem alcançados, pois nos mundos mais inferiores a libertação
da carne ainda é extremamente difícil, pois lá habitam inteligências
ruins muito penetradas na matéria, que irão dificultar a todo cus-
to a libertação desses espíritos dos vícios humanos e vampirescos,
os fazendo acreditar até em fenômenos mediúnicos para apoiarem
seus pensamentos, fenômenos que o mal sabe fazer quando quer
enganar e favorecer as trevas. Espíritos de luz que apoiam o vam-
pirismo, são sombras disfarçadas, que podem aparecer e enganar
os médiuns, se eles forem coniventes com o consumo e o vampiris-
mo. Há espíritos para favorecer todo tipo de sombras, basta que a
mente seja conivente com elas e eles irão aparecer até como anjos,
se for preciso, com argumentos enganosos, para ludibriar as almas,
mas o interesse final será o de continuar prendendo esses espíritos
nos domínios deles, nos mundos primitivos e distantes da evolução
superior, para que eles não se libertem dos laços vampirescos e da
escravidão sombria das mentes diabólicas.
As sombras fazendo eles enxergarem a carne como um
alimento humano, estão estimulando os instintos primitivos de
uma sociedade, que mal suspeita os perigos espirituais e físicos
que irão cercar seus destinos, enquanto elas estiverem ligadas ao
pensamento vampírico de seres terríveis, que vem aqui na terra se
alimentar deles em seus corpos vivos, os matando e os ferindo. Pen-

189
samento em comum quando a sociedade se une para a ferir a natu-
reza, expondo as suas carnes em comércios vampirescos, envolvidos
pela magia sombria do coração frio, fazendo eles se matarem, por
acreditarem que precisam se manter vivos com as carnes de seus
irmãos. Quando eles vibram nesse pensamento, eles estão atraindo
seres horríveis que irão se penetrar na matéria, reencarnando se for
preciso, permitidos pelas leis de afinidade que irá abrir portas para
as mentes sombrias se encontrarem com os vivos e com os seres
convenientes aos seu pensamento, trazendo horror e pânico, mais
uma vez para a sociedade, os espíritos de canibais e assassinos ain-
da reencarnam na terra, porque os humanos ainda não entende-
ram que eles estão sendo atraídos pelo consumo de carne e isso tem
íntima ressonância mental com essas mentes, que sobem ao plano
físico permitidos pela lei de afinidade e vibração que a terra emana.
A sociedade que não entende o porquê do espírito das
trevas, que é expulso nos Templos, não vai embora de suas vidas e
como eles acham sempre uma maneira de voltar, a verdade é que
enquanto a porta do vampirismo estiver aberta, eles continuarão
voltando e trazendo seus pensamentos ruins para aquelas almas. O
que chama a atenção é o porquê destes Templos que dizem deter co-
nhecimento para os expulsá-los, não avisam seus fiéis sobre as por-
tas da obsessão maligna do vampirismo, há que se ter cuidado com
estes Templos, que curam tantas almas, expulsam tantos demônios
e falam tanto de amor, mas não as cura do vampirismo e não as liber-
ta de uma vez por todas das sombras umbralinas que as perseguem.
As mentes diabólicas fizeram os povos primitivos, ino-
centes de seus poderes perniciosos, usarem seus pensamentos para
o bem erroneamente, enganados por aqueles seres que diziam que
para curar as mazelas do corpo precisavam se alimentar de sangue
animal ou de seus irmãos de outras tribos, quando esses homens
primitivos acreditaram em seus pensamentos que iam contra a
vida, abandonando os conhecimentos ancestrais da floresta, que
queria curar primeiramente seus espíritos e depois a sua carne, eles
se envolveram com o pensamento obsessivo daqueles seres e então
seguiram com suas aflições primitivas, sem saber o motivo e ino-

190
centes das mentes da escuridão que circundavam aquelas terras há
tempos, eles foram enganados e viveram durante várias reencar-
nações, morrendo e lutando por aquilo que acreditavam, mas sem
terem ciência do poder maligno que os envolvia, quando os faziam
distanciar-se cada vez mais de sua Mãe Ancestral, ao fazer com que
eles se entregassem ao vampirismo inconsciente em sua alimenta-
ção, fazendo eles esquecerem como em uma hipnose sutil, que a
terra é farta e cheia de alimentos propícios para a sua boca humana,
que não é animalesca e nem possui presas ou ácidos gástricos para
digerir qualquer alimento, que venha da vida de animais.
A confiança no alto deve prevalecer acima de qualquer
aflição, que possa vir pela fome ou pela doença, jamais recorrendo
aos atos vampíricos, mesmo que sejam para sobrevivência própria
ou dos outros, pois jamais devemos usar da vida do outro para ali-
mentar nossa saúde, o vampirismo jamais pode trazer saúde e paz,
apenas dor e mais doenças que começam no mundo espiritual e se
materializam em confusões, agressividades, câncer e toda sorte de
mazela que venha sobre os humanos, causada por entidades das
sombras que entram através do sangue dos animais e dos vícios hu-
manos. Tudo que remete a primitivismo e houver afinidade com as
sombras prenderá esses espíritos aos mundos trevosos, dominados
pelo sangue e pela guerra, até que esses espíritos entendam que a
consciência de amor começa até pela mesa de jantar e termina no
contato humano e em suas relações mentais com os outros seres.
Seres antigos, que enganaram as almas primitivas as fa-
zendo ficar escravas do sacrifício animal, dizendo a elas que preci-
sam de sangue sendo derramado na terra para conseguirem curar
seus irmãos de suas mazelas no corpo, o pensamento primitivo e
arcaico mais uma vez ganhando força nas costas de seres inocentes,
que haviam se esquecidos dos conhecimentos edênicos, que haviam
lhe ensinado a não sacrificar seus irmãos e sim pedir a cura através
dos pensamentos de amor, principalmente com seu poder de oração
e concentração de pensamento elevado, sobre as doenças que preci-
sassem curar. As sombras fizeram aquelas almas ficarem escravas de
uma matéria densa e um pensamento vampiresco, que além de as fa-

191
zer sacrificar, as faziam também comer as carnes entregues em seus
rituais macabros, para fortalecerem seu pensamento destrutivo den-
tro deles, pelos laços vampíricos que eram fortalecidos no estômago
e campo mental. Inconscientemente, quando nas eras tribais, pelos
sacerdotes primitivos das tribos que ainda não detinham conheci-
mento elevado de magia e se entregavam a qualquer espírito que lhes
aparecesse as visões mediúnicas, prometendo-lhes curar, fingindo
quererem ajudar, mas na verdade queriam uma fonte de sustento
vampírico, pois precisavam se alimentar de sangue, devido estarem
doentíssimos no ódio no mundo espiritual e precisarem das energias
terrenas, por nelas estarem viciados, pois são vampiros espirituais.
Eles sempre precisam de sangue, de álcool, de fumo e de
forças trevosas para curar, tudo ligado ao vampirismo de seus ir-
mãos animais e humanos, quando roubam a energia do médium que
se doa em vampirismo, para darem uma falsa saúde aos outros, se
deixando levar por espíritos que trazem esses enganos e que podem
até parecer curar a matéria, mas a cura é enganosa e não vai liber-
tar eles, nem seus irmãos do poder vampírico desses espíritos, que
estão entre eles no mundo astral, também enfermiços por mentes
mais diabólicas que eles, dos profundos umbrais que ainda existem
na terra e não conseguem subir aqui, por estarem com seus corpos
astrais muito delicados e doentes no pensamento sombrio, o que as
faz elas exigirem cada vez mais, fluidos terrenos e sanguíneos, para
que não desfaleçam e sejam levados com urgência para as câmaras
de reencarnação. Os antigos sacerdotes tribais falharam com sua
magia primitiva, tentando ajudar seu povo a se libertar dos espíritos
ruins que os cercavam, mas não sabendo que o que os atraiam eram
justamente o sangue que derramavam em seus rituais e a carne que
se alimentavam, que em verdade fortaleciam os laços vampirescos
dessas almas com esses espíritos ruins e não os libertavam deles nas
rodas das reencarnações, o que fazia com que eles sempre voltas-
sem envolvidos com as guerras e a dor em suas famílias.
O pensamento do sacerdote tribal, que é o de guiar os
povos mais primitivos, estava sendo deturpado por entidades tre-
vosas, que sabiam que se ele fosse utilizado para o bem ele poderia

192
curar a magia sombria e as doenças da terra com seu pensamento,
mas infelizmente eles conseguiram enganá-los e fazerem com que
suas crenças fossem deturpadas pelo vampirismo. O pensamento
sendo atrasado e cada vez mais sendo envolvido com o pensamento
enfermiço do vampirismo, fizeram os antigos tribais esquecerem de
seu conhecimento ancestral na arte da magia e os fizeram ficar nas
mãos de espíritos terríveis, que os encontraram no astral quando
para cá retornaram, após o desencarne da matéria física e os escra-
vizaram mentalmente, os deixando doentes e os dominando pelo
ódio e vingança, que ainda ressonavam dentro de seus espíritos,
atraindo mais carmas para eles em futuras encarnações e mais so-
frimentos para seus espíritos, que enquanto não aprendessem a se
libertar do vampirismo, ainda sofreriam muito na matéria.
Eles sempre encontram uma maneira de ludibriar o pen-
samento humano, que quiser dar ouvidos e ser conivente com o
consumo de carne, chegam a dizer que há seres que precisam do
alimento carnívoro para sobreviver, mas não propõem uma ajuda
humanitária para que aqueles que necessitem de alimentos possam
se alimentar, sem necessidade do vampirismo, são almas inteligen-
tes e que preferem se acomodar na prática de vampirismo, do que
despertar a caridade no coração humano, não se preocupando com
seus outros irmãos e com a vida deles, pensando mais nas vibrações
egoístas do pensamento, que escraviza o homem aqui nesse mundo
primitivo, do que na vida em estado evolutivo dos irmãos menores,
prendendo-os na guerra e no sangue, que estão sempre à esprei-
ta para envolvê-los, os caçando e matando seus familiares, fazendo
com que eles fiquem entorpecidos no pensamento de ódio e vingan-
ça, uns contra os outros, por conta dos instintos da selva, que foram
despertados novamente em seus corpos físico e astrais, quando se
alimentaram do sangue e do vampirismo outra vez. A sobrevivência
nunca deve ser justificada pelo vampirismo, a terra não deixará os
espíritos sem formas naturais de se alimentar, pois se para sobre-
viver há que se alimentar de outras vidas, o que acontecerá quando
essas “outras vidas” fizerem falta? São os humanos que irão parar
no jantar? Portanto, toda vida deve ser preservada, pois pensamen-
tos que vão contra ela leva os espíritos a sentirem os mesmos efeitos

193
deles, nas mãos de seres que irão também pensar que para sobre-
viverem precisam se alimentar dos outros, assim como ocorreu em
épocas primitivas do pensamento humano, quando se alimentava
de outros para sobreviver ao mundo selvagem.
Quem estiver vibrando no vampirismo, os seres som-
brios irão sempre encontrar uma maneira de convencer seus pen-
samentos a permanecerem atrasados e se houver carne em seus
estômagos, eles serão facilmente hipnotizados, pois a carne no es-
tômago da poder para sombras agirem em sua vítima, muitas das
vezes algumas almas já estão querendo se convencer por si só, ao
não quererem modificar seus instintos animalescos e reconhecerem
que isso faz parte de um pacto vampiresco, colocado nas mesas hu-
manas para os amaldiçoar, mentes doentias que as escravizam no
pensamento desde os mundos primitivos, influenciando eles a se
matarem entre si com o pensamento e com as mãos, manchadas de
sangue. Se alimentar de outro Ser nunca pode haver justificativa
e se há alguma justificativa, ela não foi criada pela Luz, mas pelas
mentes ardilosas das trevas que querem continuar se alimentando
de sangue e fazendo os homens reféns de suas magias sombrias.
Aprisionando as almas dentro do pensamento primitivo
e enganoso, de que precisam de sangue para sobreviverem, essas
almas ficam hipnotizadas porque possuem conivência com o con-
sumo vampírico que possam estar envolvidas, há muitos que se en-
contram até viciados no consumo carnívoro e precisarão passar por
tratamentos com a medicina da Ayahuasca, para conseguirem se li-
bertar mais facilmente. O hipnotismo só acontece se as almas forem
coniventes e concordarem com o vampirismo animal, do contrário,
elas não são hipnotizadas por esses espíritos sombrios, pois a hip-
nose é uma sugestão mental que pode ou não ser acatada pelo sujet,
que se torna passivo ao poder mental das sombras quando com ela
se envolve em pensamentos, vícios e vampirismos.
Se houver conivência com o sangue e a carne na mesa, a
lei de afinidade irá colocar essas almas em eras primitivas, na mesa
de seus inimigos, que poderão até ser canibais e se alimentarão de-
les também, como se eles fossem os animais dessa vez, pois é assim

194
que os povos primitivos enxergavam os outros povos, acreditando
também estarem fortalecendo a saúde física e absorvendo as ener-
gias dos inimigos, do qual se alimentavam, mais uma vez envolvi-
dos em um pensamento que os destroem e os atrasam na evolução
das reencarnações. O que é comum nos povos primitivos, devido
as influências terríveis que desejam se aproveitar de sua inocência
espiritual, nos mundos ainda atrasados do pensamento iluminado.

195
196
O SEXO E O VAMPIRISMO
Eles acorrentam muitas almas, há milênios, nos vícios
da carne e nos vícios que “sujam o templo do espírito”, quando os
encarnados vampirizam os sentimentos e pensamentos alegres de
seus irmãos, quando as almas se deitam sem compromisso supe-
rior entre si, eles também estão vibrando pensamentos vampires-
cos, que irão atrair espíritos sombrios do sexo, que não possuem
compromisso com o amor e a felicidade e os irão invadir com seu
pensamento vampiresco e enfermiço sexual.
Semelhante ao espírito que se entrega ao sexo sem
compromisso superior e nessa prática atrai espíritos doentes na
devassidão, que querem sugar seus fluidos sexuais aqui na ter-
ra, pois não possuem mais corpos físicos para os satisfazerem no
astral, desrespeitando o templo sagrado do espírito e não se im-
portando com o sentimento dos outros irmãos que estão a sua
volta, se vampirizando deles. Os encarnados então atraem as tre-
vas para as suas vidas, os estupradores, pedófilos e exploradores
das almas no sexo vibram nesses mundos umbralinos e por isso
é preciso consciência e distância de qualquer vampirismo se-
xual, para que esses seres sombrios não sejam atraídos pela ema-

197
nação vampírica dos seres que se entregam as paixões terrenas,
sem vibrar sentimentos maiores, sem vibrar compromissos na
área do sentimento, visando vampirismo também se atrai vam-
piros, que irão vampirizar quem vampiriza os outros também.
Quando o sexo ocorre sem sentimentos elevados, é laço
vampírico que está havendo, as sombras irão se fortalecer e serão
atraídas para essas vidas, as escravizando em obsessões sexuais,
terríveis do pensamento, distanciando o amor de suas vidas e as
fazendo infelizes quando quiserem amar, enquanto não se liberta-
rem dos pensamentos e práticas vampirescas. Enquanto vibrarem
no descompromisso do sexo, irão atraí-los para perto. As almas são
muitas das vezes são atiçadas por filmes, músicas e novelas, que
os vampirizam e os estimulam sexualmente, fazendo seus instin-
tos serem ativados mentalmente através das informações grotescas
que emitem ao campo mental deles, para os acorrentarem em sua
audiência, informações essas que mais trazem traição e luxuria, do
que pensamento elevado e amoroso nos relacionamentos afetivos.
Tudo que entrar pela porta dos seus olhos é preciso que haja cuida-
do, as sugestões vindas das sombras querem sempre fazer com que
as almas vibrem aquele pensamento denso para elas poderem en-
trar, assistir tais cenas e ouvir tais músicas irão provocar os instintos
humanos, assim como assistir a preparação de carnes irá também
aguçar os instintos animalescos, se os espíritos querem se ver livres
desses pensamentos densos, eles precisam se libertar dessas suges-
tões sutis, que estão entrando muitas das vezes despercebidas e os
fazendo cair nas tentações humanas que os faz vibrarem no vam-
pirismo do sexo, que os deixam vulneráveis a esse tipo de obses-
são. Magos sombrios do sexo já passaram pela terra e se encontram
nos umbrais, querendo que seu pensamento seja estimulado, por
isso é preciso se tomar cuidado e se afastar dos pensamentos que
eles querem envenenar as mentes, para ficarem iguais a eles. Nos
umbrais onde eles vibram o pensamento de estupro, a crueldade, a
pedofilia, o descompromisso, a prostituição, são impulsionados nas
mentes de espíritos que estão lá, que quando retornam para a terra
se entregam a elas por estarem envolvidos com os vampirismos que
fortalecem as obsessões sombrias nas mentes deles. Os espíritos

198
precisam filtrar o que entra em suas mentes, para que não atraiam
estes seres horríveis para perto de suas famílias, pois o pensamento
é como um imã e ele irá atrair tudo aquilo que a mente vibrar ou ti-
ver ressonância. Muitas almas estão sem controle de seu pensamen-
to sexual, porque todos os dias são obesdiadas pelas redes sociais e
televisivas, que infiltram o pensamento deturpado do sexo em suas
mentes, quando não há esse cuidado a mente irá sofrer ataques es-
pirituais e por se tratar de instinto humano, muitas delas ficarão
enfermiças sexualmente em seu pensamento, mesmo sem saberem
por onde essas obsessões estão entrando, pois o veneno entra su-
tilmente, até em um fim de tarde comum, diante de uma tela que
reflete pensamentos densos e sombrios, que estimulam o corpo hu-
mano, que reage às imagens que lhe são sugestionadas pela mente e
quando a sugestão encontra ressonância com os espíritos que estão
assistindo esse conteúdo sombrio, se cria então uma vibração men-
tal que irá atrair os “íncubos e súcubos”, espíritos conhecidos desde
a idade média por vampirizarem os sonhos, estados de desdobra-
mento, e as mentes dos encarnados sexualmente. A prostituição nas
vidas e nas telas, como uma indústria do vampirismo, fazendo com
que os jovens se entreguem a luxúria em busca de um dinheiro tão
passageiro, os acorrentandos nas drogas e os distanciando do amor
sentimental que as Mães Ancestrais lhes preparou, as almas que es-
tiverem envolvidas nestes mundos ainda podem se libertar, pois en-
quanto as manhãs brilharem os raios solares, é possível se libertar
das sombras do vampirismo.
As manhãs iluminadas são as formas que o Universo tem
para dizer a essas almas que é possível um recomeço, basta elas
quererem e se esforçarem, que as forças Divinas irão ajudá-las a
se libertarem dessas correntes das sombras, que no final só as que-
rem fazer sofrer e as levar para os Umbrais terríveis. Se libertar dos
mundos sombrios do sexo é necessário para os espíritos que que-
rem se ver livre dos mundos primitivos. Essa vibração é vampiresca
e atrai seres dominados pelas paixões primitivas, que fazem os ho-
mens sofrerem com a traição, a frieza e o pensamento sombrio no
sexo, que os distanciam dos mundos felizes, onde o amor é encon-
trado com mais facilidade que na terra, nos corações dos espíritos

199
que lá habitam, pois lá o vampirismo não entra e os espíritos que se
entregaram a eles e não quiseram se modificar aqui, não poderão
adentrar nesses mundos superiores, enquanto não voltarem para
matéria e vencerem a prática do vampirismo dentro deles.
O pensamento vibrando numa sintonia maior e mais ele-
vada irá fazer um filtro nas relações que esse espírito tiver com os seus
irmãos espirituais nessa vida, se ressonarem pensamentos elevados
e se libertarem de qualquer vampirismo sexual, poderão partir para
mundos melhores, onde as almas são libertas do vampirismo e se re-
lacionam com sentimentos mais elevados que poderão então ama-las
de verdade; sem traições, sem enganos e sem mentiras que venham
de lábios venenosos e cheios de pensamentos destrutivos, quando en-
volvidos apenas no prazer carnal e destituídos de sentimento elevado.
As relações se esfriam, porque quando elas começaram,
elas já estavam, muitas das vezes, imbuídas apenas de desejos car-
nais e sombrios do sexo, não fora conquistado sentimentos ou pen-
samentos elevados, se essas almas querem que seu relacionamento
seja liberto, elas precisam se curar de qualquer vampirismo, que
possa criar vínculos com os seres sombrios do mau pensamento
sentimental, que irão atacá-la se encontrarem vampirismo em seus
pensamentos, por não quererem que ela seja feliz sentimentalmente.

200
MAGOS SOMBRIOS,
ESPECIALISTAS DA MENTE
ENFERMIÇA
Magos sombrios ganham poder sobre as almas quando elas
vibram seus pensamentos em comuns e são coniventes com o que eles
também acreditam nos Umbrais espirituais, em que eles estão vivendo,
se porventura, eles encontrarem pensamento ressonante na mente de
seus alvos, eles irão atacá-los e escravizarão quem com eles tiver víncu-
lo mental. Os espíritos os evocam pelos seus pensamentos e ações, que
sejam coniventes com seu vampirismo e forma de pensar, o desejo deles
é sempre dominar quem tecer pensamentos trevosos e semelhantes aos
deles, esperando que o outro sofra e seja envenenado por sua influên-
cia mental. E se houver conúbio ressonante, com os pensamentos dos
espíritos e o deles, eles conseguem dominá-los e hipnotizá-los em suas
ondas mentais. Eles estão à espreita do homem aqui na terra, desde das
eras primitivas, os tentando envenenar com seu pensamento destrutivo
e vampiresco, sobre seus irmãos, criando guerras por obsessão materia-
lista e fazendo com que os homens se matem entre si, se esquecendo que
são irmãos e que todos merecem ser felizes e respeitados.

201
Caso as almas se entreguem a seus pensamentos sombrios
e não queiram despertar para a regeneração moral, que vem curar os
espíritos nessa Nova Era, almas que desconheciam do vampirismo e
dele foram vítimas durante muitas encarnações, mas que agora com
o poder de mudança do seu pensamento podem se curar e curarem
os que tiverem ainda envolvidos nessas vibrações primitivas, eles
cairão na mão destes seres, que não terão piedade e nem amor pelos
seus espíritos, os deixando entorpecidos no ódio e nas vibrações den-
sas dos mundos umbralinos, em mais reencarnações difíceis, onde
nelas não irão se lembrar dessas mensagens e terão que por inspi-
ração do alto conseguirem se libertar das garras daqueles mundos,
dominados por essas mentes perspicazes que irão armar diversas
armadilhas, para que eles não escapem do ciclo das reencarnações
nos mundos primitivos, uma delas é o vampirismo carnívoro que
tentarão impor, como aqui na terra foi imposto por eles no passado.
Esses magos sombrios, farão cair junto com eles, os
espíritos que forem rebeldes ao pensamento de regeneração,
pensamento que vem para curar a terra da magia sombria, do
pensamento vampiresco e das maldições que assolam os ter-
rícolas há muito tempo, os espíritos precisam despertar e se
afastarem dos pensamentos que eles são coniventes, para que
não caiam em seus mundos no mundo espiritual e primitivos.
Pois nos mundos inferiores, as mensagens que elevam o
pensamento humano são perseguidas com as típicas fogueiras de
inquisição e maquinas de tortura, que perseguem as bruxas e magos
brancos daquelas terras, que muitas das vezes também se venderam
às sombras no passado, quando se esqueceram de sua missão aqui
na terra, que é de curar e libertar as almas, sofridas no pensamento
enfermiço e acabam vendendo seus dons, se vendendo à magia som-
bria. É preciso ter compaixão pelas almas, irmãos sensitivos, pois
vocês são alvos de magos sombrios há muito tempo nessas terras e se
não se cuidarem com seu pensamento, voltarão escravos no mundo
deles, que caso lá vocês tentem libertar aqueles povos do pensamen-
to atrasado, com seu conhecimento ancestral, que continuará com
vocês, nas redes da consciência mental que acompanha todos os es-

202
píritos durante as reencarnações, eles irão te colocar numa fogueira
ou numa forca, como forma de calarem sua voz no mundo físico, é
isso que eles fazem nos mundos inferiores com as almas que tentam
libertar aquelas almas do mundo de sombras do astral. Os que são
sensitivos e conseguem compreender o pensamento da Mãe Ances-
tral também pelo sexto sentido, que os possibilita viver o mundo
espiritual mais intensamente como encarnados, precisam fortalece-
-los nos seus exemplos, criando uma corrente universalista em prol
do amor e do bem, respeitando sempre as escolhas dos outros, em-
bora possa não ser concordantes, modificando a própria para que
os exemplos sejam como remédios curativo, para os olhares a sua
volta. Essa é a sua missão, o seu exemplo valerá sempre mais que
suas palavras, que devem vir sempre para curar e nunca para impor
o pensamento regenerativo, as sombras tentam impor, a Luz realiza
o convite e atende ele quem deseja caminhar na luz e no amor uni-
versal, os que forem rebeldes irão encontrar os mesmos pensamen-
tos que eles no além vida e serão separados como o joio é do trigo.
Para que vocês consigam libertá-los dessas trevas que es-
tão sendo avisadas pelos espíritos superiores nessa Nova Era, vocês
precisam ser o exemplo as lhes ensinar, a mensagem de libertação
está com todos que compreenderem essa mensagem e absorverem
seus valores morais, o mundo espiritual conta com cada um de vo-
cês, que desses conhecimentos se aproximaram, para que essa men-
sagem seja espalhada pela terra, a guerra mental contra os magos
sombrios começa com a luta contra o vampirismo, que fortalece a
magia sombria e a agressividade humana, o domínio dos magos
sombrios irá cair, Espíritos superiores irão descer na terra, para fa-
zer essa mensagem que vos fala valer nos corações humanos através
do pensamento deles. Os espíritos que estiverem com esses valores
sendo frutificados em seus interiores irão encontrar a Luz ao desen-
carnarem, mas aqueles que não quiserem dar ouvidos ao chamado
das Mães Ancestrais, irão partir desse mundo para o degredo, junto
dos magos sombrios, que lutam há muitos séculos para que essas
mensagens não chegassem nas mãos dos homens da terra e a cura
da magia sombria lhes fosse descoberta, nem de onde provém as
sombras que os fazem ser infelizes em suas vidas.
203
Os magos sombrios não são entidades preocupadas com
despachos e problemas individuais de pessoas, eles estão atrás de
legiões de espíritos, estão querendo envolver milhares de almas em
seus pensamentos e não apenas uma, quando reencarnados assu-
mem posição de destaque, pois o seu pensamento ainda prevalece
sobre os homens, os atrasando e os prendendo nos mundos som-
brios. Eles vestem roupas elegantes, se utilizam de livros sagrados e
podem se aparecer como profetas enviados do alto ou ditadores que
dizem vir em nome da salvação mas trazem a guerra em seus cora-
ções, seus pensamentos não avançam o mundo, mas o aprisionam em
primitivismo e principalmente não despertam as almas das sombras
do vampirismo carnívoro, eis a grande evidência de que os profetas
não são enviados do alto, pois se fossem, as forças divinas os teriam
alertado sobre essa maldição. Eles são magos sombrios, em busca
de dinheiro, fama e poder mental sobre os encarnados e não estão
preocupados com uma salvação no além vida, por isso os acorrentam
em tanto materialismo e problemas passageiros do mundo material.
É preciso reconhecer-lhes os frutos, pois eles proclamam
as armas da guerra, a mentira, o ódio contra as minorias, os desma-
tamento, e toda sorte de pensamento atrasado e destruidor, que faz
com que a sociedade fique presa em um pensamento que mata a na-
tureza e fere seus irmãos. Esse pensamento não provém da luz, mas
das sombras, profundas dos Templos Umbralinos, é de lá que essas
almas vieram e enquanto os encarnados não abandonarem os pensa-
mentos ressonantes com eles, eles continuarão levando as almas de-
les para os umbrais e para os mundos primitivos em que eles vibram.
A felicidade espiritual é conquistada aqui para vivê-la
no além vida, embora o pensamento atrasado deles possam fazer
muitas almas sofrerem aqui na terra, no momento em que elas se
libertam daqui elas também se libertam deles, se vibraram o pen-
samento regenerativo e iluminado no seu Ser. Quando os magos
sombrios, na pele de falsos profetas, partem deste mundo, eles não
possuem mais o dinheiro com o qual escravizavam os encarnados, a
única coisa que lhes resta é as sombras do Umbral e a reencarnação
em mundos primitivos, quem os seguir cairá junto com eles, assim

204
como a Serpente e o Dragão levaram a terça parte do céu, que re-
presenta um mundo melhor e mais regenerado, assim eles levarão
junto com eles, os espíritos que derem ouvidos a seus pensamentos
e não quiseram se libertar de suas amarras mentais e destrutivas,
que estimulam o ódio e a dor humana, É a lei de afinidade, atraindo
a cada um segundo as suas obras.

205
206
ABORTO, UMA ARMADILHA
DAS SOMBRAS
O poder tenebroso do aborto fez com que mulheres se
distanciassem do amor materno, entregando seus filhos para Lobos
espirituais devorarem, quando elas os assassinaram em seus ven-
tres. As crianças que sofrem deste ataque sombrio sentem a dor dos
venenos, sentem a dor da carne sendo dilacerada pelas ferramentas
cirúrgicas que eram para curar e são utilizadas para machucar, está
ferindo eles que ainda não conseguem exprimir as sensações da dor
através do corpo físico mas o espírito está chorando o ataque que
ele está sofrendo, a rejeição, o desamor sendo trazido pela ciência
antiga e atual que fora envenenada em seu propósito pelas mentes
sombrias dos Umbrais. Os compromissos espirituais reencanató-
rios sendo rejeitados e a mãe perdendo a oportunidade de se curar
e se tornar um ser humano mais amoroso e mais ligados a natureza
que não nega seus filhos, mas que os ama acima da própria vida.
O ventre é santuário sagrado da vida e quando nele entra o aborto
pela vontade de seus pai, as sombras então adentra o corpo astral
da mãe, que se permitiu ser receptáculo desta maldição que cami-
nha na terra desde os primórdios dos tempos. Quando essa mal-

207
dição é compactuada com os genitores o mal então entra em suas
vidas pela porta da frente, as crianças que viriam com o objetivo
de curar aqueles lares foram impedidas pelo pensamento abortivo,
elas viriam para reconciliar os antigos carmas, para auxiliar aquelas
mães e pais a curarem seus espíritos através do amor, elas viriam
para serem a Luz entre eles, que os uniria em um sentimento fa-
miliar, mas quando elas são impedidas de descer aqui, isso tudo se
torna mais distante para aqueles espíritos, que as iriam receber no
seio familiar. Os espíritos que anularam a chance de vida de seus
filhos, terão um carma difícil de se expiar quando voltarem para
a reencarnação e sofrerão nas mãos de mentes sombrias do mun-
do espiritual, se desses crimes não se arrependerem e repararem.
Quando se tira a vida de alguém, nos colocamos também na po-
sição de que alguém possa tirar a nossa, a prática do aborto traz
consequências terríveis para seus praticantes e para aqueles que
foram coniventes com este ato, alguns voltam como aleijados, ou-
tros como esquizofrênicos e muitos com problemas cerebrais, pois
durante o processo de aborto a criança sofre todos esses ataques
inescrupulosamente, sendo ela inocente de qualquer causa que
possa tentar justificar o ato abortivo. Os pais que abortarem seus
filhos serão degredados para um mundo primitivo, onde o amor pe-
los filhos estará distante daqueles corações paternos e maternos,
lá, eles irão encontrar ressonância mental com a atitude que tive-
ram com seus filhos aqui, a indiferença de seus pais os farão so-
frer numa encarnação, como eles também fizeram quando foram
indiferentes com a vida que viria lhes brindar a felicidade familiar.

A dor dos maus tratos, a dor de ser abandonado, sem re-


morso algum por seus pais, irá se refletir como uma expiação para
esses espíritos se regenerarem e sentirem na pele a reflexão da dor
que uma criança inocente sofre com o ato sombrio do aborto, não
são as Leis Divinas que impõem esse sofrimento a esses espíritos,
mas eles que se colocaram em mãos sombrias, quando foram coni-
ventes com elas no passado, sendo atraídos para seus lares primi-
tivos, para que possam lutar contra essa forma de pensar, em uma
nova jornada evolutiva.

208
Nenhuma criança merece sofrer o abandono, a dor e a
indiferença, principalmente por parte daqueles, que deveriam aci-
ma de tudo lhes amar e lhes proteger a vida, acima de qualquer cir-
cunstância. O aborto é uma forma dos magos sombrios tragarem a
oportunidade de espíritos superiores reencarnarem na terra, eles
caçam as mães que serão portais para seres iluminados descerem
e tentam colocar em suas mentes que a melhor opção é realizar o
ato criminoso de assassinato contra aquele espírito, eles não podem
matar, mas eles podem tentar os pais a realizarem esse ato, os pais
da criança precisam doutrinar esse pensamento em nome da Luz, as
mães precisam firmemente orar e se distanciar desses pensamentos
sombrios que possam vir contra os filhos dela, porque na verdade
o ataque é principalmente contra os pais, que estão gerando a vida,
as sombras querem vê-los sofrer quando eles saírem da matéria,
pois as mães e os pais que se entregaram ao aborto, quando de-
sencarnam, ficam nas mãos das mentes diabólicas que deram ou-
vidos, sendo escravos mentais de seus poderes, pois venderam sua
saúde e seu poder de criação para as sombras da morte e do outro
lado da vida irão se encontrar com os seres horríveis da qual com-
pactuaram o mesmo pensamento. As almas precisam se libertar do
pensamento abortivo, pois ele é uma maldição antiga lançada pe-
las magas das sombras sobre as mulheres da terra, elas inventaram
chás abortivos desde o passado, quando entregavam seus filhos aos
seres sombrios que as enganavam, na atualidade os cientistas das
sombras conseguiram desenvolver químicas e processos horríveis
de assassinato infantil, onde a tortura e a frieza ganham espaço nas
salas clínicas, que eram para favorecer a vida e foram envenenadas
pelas sombras umbralinas para trazerem a morte. O processo de ob-
sessão é complexo e os espíritos não podem se entregar a eles, pois
caso se entreguem, enfrentarão tudo aquilo que plantarem contra
a vida, para que aprendam através da dor e do sofrimento a não
entregarem nenhuma vida na mão de ceifadores e lobos que tentem
tirá-las. As expiações são sofridas e remetem a muitas dores físicas
e mentais, que esses espíritos, que se enveredaram pelas colinas tre-
vosas do aborto, terão que passar como forma de lhes regenerarem
a alma. No mundo espiritual eles ficam muito doentes e sofrem ter-

209
ríveis obsessões que os atormenta a mente até o ponto em que elas
enlouquecem e por isso voltam no corpo físico com muitos proble-
mas mentais, ouvindo vozes sombrias, sendo atacadas, sofrendo os
piores ataques da esquizofrenia humana e das loucuras terrestres,
tendo que voltar para as clinicas sombrias, semelhantes aquelas em
que entregaram seus ventres no passado, mas dessa vez como pa-
cientes nas mãos de médicos e enfermeiros terríveis, semelhante
aqueles em que pagaram para assassinarem seus filhos no passado.
A ação e reação agindo na vida dos espíritos como forma de reajus-
tá-los pela dor e pelo sofrimento expiatório, eles não quiseram ouvir
no passado quando lhes fora aconselhado o caminho do bem, que
seja até por uma inspiração da Luz, que não falta nunca aos ouvidos
dos encarnados, inspiração que lhes orientou a não cometer aqueles
atos, por isso são responsáveis pelos carmas que lhe sobrevieram.
Carmas de origem psíquica ou deficiências físicas, não são todos
com origem no aborto, o assassinato, o suicídio, a fúria incontro-
lável, a vingança sanguinária e a causa de sofrimento alheio coloca
os espíritos na mesma faixa de expiação. O caminho nunca é tirar a
vida, mas amá-la sempre, principalmente porque quando amamos
a vida, ela também nos faz sermos amados, o amor quando vence
alivia os carmas e repara as faltas antigas, ele sempre deve vencer
no seu coração, pois ele é a chave para que os espíritos possam mo-
rar nos mundos melhores e mais felizes, onde as maldições não en-
tram e o vampirismo fica do lado de fora, onde o amor prevalece e a
paz envolve o coração de todos.
As mães abandonadas pelos pais, são as mais atacadas
mentalmente para que cometam a maldição do aborto, os espíri-
tos das sombras primeiro obsediam o pai da criança, para que este
a abandone-a, logo em seguida eles partem para o ataque mental
nessas mães, fazendo-as acreditar que elas não poderão ter essa
criança, colocam dúvidas em seus corações, como se a providên-
cia Divina não existisse, como se as Mães Ancestrais não as fossem
ajudar. Eles querem que ela tire a criança, que irá nascer para lhe
fazer sorrir nesta vida, eles querem se alimentar da criança, são se-
res terríveis e diabólicos que vibram o ódio e a frieza no coração, as
mães nunca podem se entregar a esses pensamentos abortivos, elas

210
devem confiar acima de tudo nas forças celestiais, se elas orarem e
pedirem forças, as Mães Ancestrais virão ao seu encontro, os Espíri-
tos Superiores irão enviar emissários encarnados para as ajudarem
em sua missão como Mãe e elas não ficarão desamparadas. A vida
não vai abandonar essas mães, pois o ato de dar a vida por outro
ser é um dos mais nobres que um espírito pode fazer neste mundo,
elas precisam passar por esta provação e serem fortes, não se entre-
gando aos pensamentos densos e nem deixando a dúvida morar em
seus corações, as forças Divinas não irão abandoná-las e embora
elas possam passar por vales escuros, o sol não lhes abandonará e
as névoas terão que se desfazer, pois onde há o amor e a vontade de
viver há Mães Ancestrais olhando, e elas irão se encarregar de pro-
ver a ajuda necessária para que a vida e o amor vençam.
O amor de vocês, a garra e a luta pelos seus filhos as farão
vitoriosas neste mundo e as levarão daqui para os mundos melho-
res, a criança do seu ventre vem para lhe curar e lhe ensinar a amar,
ela é um presente das alturas para teu espírito e você também irá
curá-la, lhe ensinando a amar e a respeitar todas as formas de vida,
pois foi através do amor e do respeito a vida que você a recebeu em
seus braços, os ensinamentos superiores quando exemplificados
pelos espíritos são como luzes a iluminar a alma, em todas as encar-
nações elas devem ser conquistadas, através do labor e do sacrifícios
que os espíritos realizam para permanecerem na Luz e vibrarem os
bons sentimentos. O mundo é passageiro e muitos chegam do outro
lado da vida com mais sombras do que luzes, seja um espírito que
prove que seu sentimento, sua coragem é maior que qualquer medo
ou duvida que possa sobrevir sobre seu espírito. Vença o mundo,
carregue a cruz e a vida te espera no mundo espiritual, nos braços
fraternos das Mães Ancestrais, assim como você recebeu a vida em
seus braços, quando ela lhe foi proposta.
Os corpos dos magos sombrios já estão muito debilita-
dos, pela falta de reencarnação. Eles não querem reencarnar porque
sabem que se virem até a terra, terão que voltar muito doentes, por
conta de seus pensamentos se encontrarem enfermiços, durante
longas eras, envolvidos no ódio e na vibração de raiva contra seus

211
semelhantes. Eles exigem fluidos terrenos de seus capatazes e es-
cravos do mundo espiritual, espíritos que foram hipnotizados por
eles, por concordarem com sua forma de pensar quando estiveram
na terra e delas não se desprenderam, mesmo após partirem do
mundo físico para o astral, eles exigem que esses espíritos, mais
sadios ainda do corpo astral que eles, venham até a terra vampirizar
os homens em nome do pensamento deles e levem até os Umbrais e
Templos das trevas do astral os fluidos vampirizados dos encarna-
dos. Eles se alimentam do sangue, da alimentação carnívora, do pâ-
nico, da agressividade, dos suicidas e das almas que se submetem a
ouvir os pensamentos vampirescos, eles se alimentam do sexo sem
amor, sem sentimentos, eles se alimentam dos vícios humanos, dos
fluidos horríveis que a mente emana quando consomem drogas e
entorpecentes, eles se alimentam de tudo aquilo que destrói o hu-
mano e favorece as sombras. Eles possuem momentos mais propí-
cios para subirem ao plano físico, para se alimentarem das vidas
presencialmente, onde há guerras, confusão, agressividade e o san-
gue é jorrado sem escrúpulos, com frieza sobre chão, onde há as
festas noturnas e mundiais, quando carnavalescas, e os fluidos se-
xuais são emanados sem consciência e sentimentos, onde são rega-
das a álcool, as drogas e tudo aquilo que causa os assassinatos e os
acidentes automobilísticos, causados pela irresponsabilidade hu-
mana, que são exalados pelos encarnados e que favorecem o poder
das sombras em seus espíritos, onde há músicas sombrias que en-
torpecem os sentidos humanos e fazem eles ficarem presos em pen-
samentos destituídos de amor, compaixão e elevação. Eles compa-
recem aos pontos de drogas, onde os vícios e os pensamentos
sombrios são vibrados a todo momento nas mentes obsediadas pela
cocaína, pelo vampirismo vegetal da maconha, pelo crack e toda
sorte de drogas que entorpeçam os sentidos humanos, substâncias
criadas pelos magos terríveis do Umbral, conhecedores das quími-
cas sombria do mundo espiritual, para escravizar as almas sob seus
domínios mentais.. Eles se apresentam também nos prostíbulos,
onde as almas entregam seus corpos em busca do dinheiro e da lu-
xúria, que as escraviza nos mundos do sexo e da perdição, as fazen-

212
do ficar doentes em busca de um “corpo perfeito”, perdendo até a
saúde se for preciso, para consegui-lo, oferecendo seus corpos como
uma carne de açougue é oferecida pela maldição do vampirismo,
sem escrúpulos, em troca de moedas que trazem as infelicidades e
os vícios humanos para esses espíritos, que mesmo conseguindo
tudo o que querem materialmente, não conseguem ter a paz de es-
pírito e nem o amor vibrando por perto, pois onde há sombras e o
desrespeito com o templo sagrado o amor sublime se afasta. As
sombras sabem disfarçar o sentimento verdadeiro e fazem a paixão
parecer amor, quando eles querem enganar, mas essa paixão se es-
vai com a traição e com a insatisfação sentimental que essas almas
sentem ao se relacionarem uns com os outros, pois o amor não vibra
jamais no vampirismo, mas vibra na verdadeira entrega sentimen-
tal, sem esperar nada em troca, os que se amam verdadeiramente
vibram pensamentos sublimes e distantes das vibrações sombrias
dos templos da luxúria, onde o sexo é corrompido pelo pensamento
materialista e vampiresco. Nesses templos quem se apresenta e co-
manda são as sombras e os magos sombrios da luxúria, os espíritos
que desejam ser felizes precisam se afastar desses lugares, pois eles
também o estão vampirizando, o amor não vem nesses mundos, as
traições são causadas pelas mesmas entidades que acompanham os
encarnados até esses lugares, cujo alguns acreditam até protegê-los,
como os antigos primitivos acreditavam que seres das trevas os po-
deriam protegê-los, mas foram enganados, pois quem vampiriza
está sendo vampirizado também, essas mesmas entidades são as
que armam as brigas nos relacionamentos, as traições para que es-
ses espíritos dos mundos sombrios não consigam se desprender e
acabem por desacreditar do amor sentimental. Os magos sombrios
também estão nos templos voltados a ambição, eles prometem tra-
zer “riquezas e bens materiais” aos homens, nesses templos o Deus
é Mamon e ali é ensinado que se não houver dinheiro sendo oferta-
do às almas não serão salvas e se não houver o dízimo, os “demô-
nios” conseguirão entrar em suas vidas, um grande engano ensina-
do pelos falsos profetas, as almas muitas das vezes se encontram
presas na materialidade e apegadas ao dinheiro e é desse pensa-
mento que os magos sombrios se valem. Com os falsos profetas que

213
se venderam ao dinheiro, se utilizam, quanto mais as almas querem
dinheiro mais eles tiram delas, eles enganam com espetáculos de
hipnose, que são muito bem treinados, com especialistas da arte,
nos bastidores e quando não conseguem hipnotizá-los eles mesmos
arranjam atores, para encenarem cenas enganosas de incorporação
de espíritos, que sempre favorecem o pensamento de que o dinheiro
quando não oferecido a eles causa sofrimento as almas, uma grande
mentira vinda da língua das serpentes, pois Jesus mesmo avisou
que o deus do dinheiro é Mamon e que o rico deveria doar sua ri-
queza aos pobres, justamente porque naquela ocasião ele também
havia retirado deles. Os profetas das sombras se enriquecem com o
dinheiro de seus fiéis, mas não se lembram deste ensinamento e
fazem vista grossa quando se fala de doarem suas riquezas mate-
riais, Jesus foi um homem humilde, ele não tinha ouro e não tinha
cavalos luxuosos, ele mal tinha onde reclinar a cabeça, a humildade
era seu semblante, ele poderia ter ficado muito rico, pois tinha po-
deres mediúnicos de assustar e chamar atenção de qualquer rei da-
quela época, mas ele não quis isso e se distanciou dos homens que
tentaram lhe comprar. Ele nunca ensinou teologias de prosperida-
de, mas ensinou a teologia da humildade e do amor, que é simples e
sem interesses materiais, os homens com vontade podem conquis-
tar o mundo, se assim quiserem, desde que não seja pelo vampiris-
mo. O esforço possui seus méritos e cada espírito pode trabalhar
arduamente para conquistar seu conforto e não há problemas espi-
rituais nisso, o problema está quando as almas acreditam poderem
alcançar riquezas materiais através do poder Divino, que em verda-
de lhes ajuda a abrir os caminhos, mas não lhes quer ver presos na
ambição terrena que destrói e vampiriza os outros. Os espíritos que
estão preocupados em encherem os bolsos dos homens de moedas
passageiras, não são os de Luz, mas os das trevas, que querem pren-
dê-los no dinheiro e na ambição. Quando o dinheiro não é dado aos
Templos as maldições deles vem sobre aqueles espíritos que estão
vibrando o pensamento de ambição e materialismo, as maldições
das sombras só funcionam nas almas que possuem pensamentos
ressonantes com o deles, esses profetas não falam de um outro
mundo senão esse material, para o pensamento deles a presença da

214
Luz se justifica em ter dinheiro, para eles quem não tem dinheiro
não está com Deus, eles fazem as almas entregarem até o que não
tem, fazem elas tirarem da mesa de seus filhos, das contas, do alu-
guel, com a promessa de que Deus quer o dinheiro delas, uma men-
tira contada pelos falsos profetas e pelos dragões que usam o di-
nheiro desse mundo para escravizar os seres que neles habitam. O
Divino deseja que o homem trabalhe e conquiste seu espaço através
dos próprios méritos, que com o dinheiro que conseguir abençoe
seu lar, sua família e seus irmãos através da caridade que conseguir
exercer, pois ela enobrece o espírito e o faz melhor aqui. O dinheiro
ficará na terra, no mundo espiritual ele não existe e não tem serven-
tia alguma, pois ele só se faz necessário nos mundos dominados pe-
las sombras do egoísmo, onde as almas ainda necessitam de moe-
das para poderem sobreviver, pela falta de caridade e pela falta de
vontade de trabalho de muitos espíritos, que preferem se acomodar
e vampirizar os outros, se esquecendo de que todos precisam traba-
lhar para alcançarem seu sustento e seus méritos, é a lei da vida,
pois somente o trabalho digno e o esforço pode plantar as sementes
da fartura aos espíritos. Se enganam aqueles que acreditam que o
Divino e seus espíritos de Luz estão vibrando no pensamento da
ostentação e do materialismo, os Espíritos Superiores estão vibran-
do proteger as famílias das obsessões que possam ocorrer contra
suas vidas, do engano espiritual, dos mundos sombrios e toda sorte
de maldição que possa distanciar os espíritos da felicidade espiri-
tual. Os falsos profetas são envolvidos por magos sombrios e assim
como na feitiçaria, eles podem curar e ter visões, podem parecer
expulsar espíritos ruins, mas tudo isso quando não liberta as almas
do apego à matéria, do vampirismo e não as conclama a caridade é
engano das sombras. O Divino, primeiro quer curar os espíritos e
depois seus corpos, que refletem as doenças que tiveram origem
primeiramente em seu corpo astral, magos sombrios não querem
curar os espíritos, querem enganá-los e levá-los para os Umbrais e
mundos caídos junto com eles. As almas que quiserem se libertar
dos falsos profetas precisam se afastar dos templos sombrios deles,
pois a face deles é assombrosa no mundo espiritual, o pensamento
deles espalha o ódio, o desrespeito a natureza dos seres, eles espa-

215
lham o medo do Divino, sempre com ameaças infernais e iras Divi-
nas, se reconhecem as arvores sombrias pelos seus frutos, se eles
estão ricos é porque sugaram de muitos espíritos e a única maneira
de se reabilitarem com as forças Divinas é abandonando as práticas
vampirescas e doando as riquezas que possuem em nome da evolu-
ção dos povos, exercendo o ato que Jesus exigiu dos ricos daquela
época, sem isso eles ficarão do lado de fora e serão exilados para um
mundo primitivo, juntamente com as almas que foram coniventes
com os pensamentos destes magos sombrios, que podem ser exí-
mios hipnotizadores, magnetizadores e até médiuns ostensivos e
curadores, mas que vibram nas correntes enfermiças do pensamen-
to e adoecem e prendem os espíritos que deles se aproximam, não
os libertando, principalmente, do carnívorismo e da ambição pelo
dinheiro e bens materiais, fazendo com que as almas sempre cor-
ram atrás das riquezas de Mamon, Serpente sombria da cobiça, que
Jesus já conhecia e falava, desde sua época.
O pensamento caridoso eleva os espíritos e quem não se
apega ao dinheiro se liberta dos mundos materialistas, há muitos
reis e rainhas que voltaram carregando papelões e latas de metal
para aprenderem a não serem egoístas e serem mais caridosos com
seus irmãos, necessitando agora da caridade dos outros, da qual um
dia foram tão desapiedados, nas linhas cármicas não se pode gene-
ralizar nenhum caso, Jesus mesmo voltou em uma situação humil-
de para ensinar os homens que não é pela riqueza que se alcança a
salvação, mas pela humildade, as dificuldades da vida são escolas
que visam ensinar os espíritos a se melhorarem, quanto mais ele se
distanciar dos pensamentos materialistas, mais feliz ele será, pois a
felicidade pode morar até numa simples cabana de palha, a felici-
dade não mora nas paredes ou palácios, ela mora nos sentimentos
e pensamentos que são vibrados pelos espíritos que morem nelas.
Muitos famosos e ricos já tiveram tudo que o materialismo poderia
oferecer e mostraram ao mundo, que o dinheiro e a fama, mais lhes
trouxeram depressão e ruínas do que felicidades.
Os espíritos que possuem condições financeiras são con-
vidados pela consciência humanitária a se doarem mais que os ou-

216
tros pelos seus irmãos, se fizerem a parte deles eles irão entrar em
mundos superiores, mas se do contrário, forem egoístas, eles cairão
em mundos primitivos e sua riqueza não lhes acompanhará, lá a
vida será humilde e em alguns casos até o grão de feijão será valioso,
na mesa do jantar, por isso aqueles que possuam condições melho-
res precisam estar cientes de que vieram com elas com o objetivo
de se doarem mais pelos outros, de ajudarem mais o mundo, não se
deixando apegar e nem vampirizando seus irmãos de evolução fi-
nanceiramente, mas cumprindo seu papel e transformando quantas
vidas puderem, com seu poder aquisitivo e em nome da caridade.
Os magos sombrios também adentram as clínicas e hos-
pitais, fazendo com que os médicos se tornem insensíveis com as
dores humanas. O tratamento dos doentes e necessitados de aju-
da se torna caro por causa dos Lobos, que não querem favorecer a
cura e sim a venda de medicamentos, em busca do dinheiro som-
brio, que custa a vida e a saúde de seus irmãos, esse carma também
é difícil de se expiar, pois ele afeta diretamente a saúde humana
e faz com que as almas sofram e percam muita das vezes a fé em
algo maior. A ciência quando não envolvida com o pensamento de
curar e restaurar a vida dos seres vivos, é envolvida pelos magos
sombrios das doenças, eles querem deixar as almas doentes e por
isso fazem com que os remédios fiquem caros, fazem os laborató-
rios cobrarem preços absurdos por químicas simples de serem fei-
tas, quando os cientistas se vendem pelo dinheiro, eles se entregam
as seres horríveis, que irão se utilizar das habilidades deles para
vampirizarem as almas. Quando estes cientistas e médicos saem
dos corpos físicos eles ficam nas sombras e a consciência pesa, pois
o dinheiro não lhes pertencem mais e agora já é tarde para mu-
danças, o choro e o ranger de dentes nas sombras não adiantam
para provarem a mudança deles, que deveria ter ocorrido enquanto
ainda estavam na terra e que agora terá que ser provadas em uma
encarnação mais difícil e penosa destituídos, dessa vez, dos con-
fortos e amparo aquisitivo na qual encarnaram para favorecerem
a ciência e deles se utilizaram apenas para favorecer a si próprios,
pensando sempre no dinheiro e nunca nas almas que sua missão
era socorrer, independente das condições financeiras, semelhan-

217
te ao exemplo iluminado que Bezerra de Menezes deixou na terra.
Os Umbrais se encontram cheios de espíritos de cons-
ciência pesada e com remorso pelo que puderam fazer na terra e
deixaram de o fazer, eles se venderam a Mamon e ao egoísmo, isso
os levou para as sombras e fazem com que eles se lembrem que não
precisavam estar ali, em zona expiatória, se tivessem sido carido-
sos e cumprido a missão de ajudar a saúde da terra a se elevar no
pensamento de amor universal. Os médicos que dedicam a vida
pelos seus irmãos sofredores e necessitados de amparo alcançam
a Luz e os cientistas que pensam nos mais desfavorecidos se ele-
vam e cumprem seu papel nesse mundo, que é de permitir a todos
que possam ser curados, pois um dia eles mesmos podem voltar
doentes e necessitados da caridade dos curandeiros e cientistas,
que encontrarem em seus caminhos. Esses espíritos da área médi-
ca, reencarnam muitas das vezes em condições financeiras melho-
res, não para serem egoístas, mas para favorecerem os necessita-
dos de cura, se assim eles agem eles cumprem a missão que lhes foi
dada, mas aqueles que se afastam do pensamento curativo e vibram
no dinheiro e na ganância, esses ficarão em mundos caídos, mas
dessa vez, sem as oportunidades que nessa vida usaram pensan-
do apenas em benefício próprio e mal se utilizaram, sem caridade
não se pode se elevar, todos podem exercê-la de alguma forma, até
em um conselho curativo. O mago da Estrela maior Jesus, ensinou
que não adianta o homem ganhar o mundo e perder a sua alma,
pois o preço da alma é mais valioso que qualquer paixão terrena
ou moeda, que os mundos sombrios possam oferecer, por isso, em
nome da própria felicidade, as almas precisam se afastar de todo
pensamento que as levem para as mãos dos magos e das magas da
escuridão, que as querem escravizar em seu pensamento egoísta,
precisam se afastar de todas as reuniões onde seja favorável ao pen-
samento materialista e pernicioso que crie ressonância com o deles,
quando não pensa nos menos favorecidos e necessitados de ajuda.
Eles comparecem, mas quando não podem, enviam capa-
tazes e generais da escuridão, para vampirizarem e levarem até eles
os fluidos terrenos e de sofrimentos humanos, causados pelos seus

218
vampirismos e obsessões. São almas doentes na psicopatia umbra-
lina, almas com uma aura extremamente enfermiça e sombria, seus
domínios chegaram ao fim, porque os magos da luz estão aqui, no
coração de todo espírito que levantar a bandeira contra o vampiris-
mo e contra as obsessões que eles exercem na terra, o pensamento
de amor universal e cura interior liberta a Terra deles. Os Espíritos
Superiores nessa Nova Era, estão reencarnando em massa na terra
e serão reconhecidos como crianças e adultos com o pensamento
elevado, curativo, amoroso com os animais, que não aceitarão se
alimentar de carne, que não irão vibrar o apego ao mundo material,
que irão favorecer o pensamento do amor e do respeito acima de
qualquer religião, pois quando a religião desrespeita, fere, machu-
ca, prende no dinheiro, atrasa a forma de pensar e envenena pais
contra filhos e filhos contra pais, homens contra os animais e con-
tra a vida, ela então perdeu seu sentido que é o de religar o homem
ao Divino e se entregou ao pensamento das sombras. Os espíritos
iluminados estão além de religião, eles pregam o amor universal e
o respeito a todas as vidas e formas de pensar, eles não se utilizam
da agressividade e da ofensa para pregarem seu pensamento, pois
o pensamento deles é sempre um convite a se iluminar e se ele-
var, jamais para ferir ou dominar alguém, muitos destes espíritos
já estão reencarnados e só precisam despertar a consciência para os
ensinamentos sagrados que as Mães Ancestrais estão lhe trazendo,
pensamentos esses que eles já carregam em seus corações, pois são
elevados e vieram aqui para curar os espíritos e os libertarem dos
mundos sombrios, eles já possuem consciência destas palavras em
seus íntimos, pois aprenderam sobre elas antes mesmo de reencar-
narem e vieram para fortalecer o pensamento de amor universal
sobre todos os seres.

219
220
O PENSAMENTO DE
RESPEITO SALVA
Os homens primitivos e arcaicos, envolvidos pelas som-
bras, se utilizaram da força para ferir tudo aquilo que remetia ao
feminino e ao oposto a sua forma de ser e pensar, como desrespeita-
ram também as orientações sexuais alheias que não compreendiam,
esse pensamento atrasou muitos povos e fizeram deles escravos de
mentes escravagistas e homens cruéis, que não aceitam a diferen-
ça em seu convívio social se não for a subalterna, esse pensamen-
to sombrio levará os espíritos que sejam coniventes com eles para
os mundos inferiores, onde eles sofrerão na pele os efeitos nega-
tivos dos próprios pensamentos que emanaram contra as outras
formas de vida. Dessa vez eles estarão em um lado minoritário da
vida, como os que afligiram com seu pensamento no passado, ne-
cessitarão da proteção social e naqueles mundos essa lhe faltará,
pois no passado em que viveram eles fizeram pouco caso com ela
em relação aos outros, muita das vezes foram até coniventes com
as formas sombrias de homens pensarem que estimulava o ódio,
a dor e o sofrimento de seus semelhantes, a falta de humanidade
de se colocar no lugar dos outros fará com que eles reencarnem

221
em um corpo com a mesma natureza da qual um dia tanto apon-
tou e condenou, sem se importarem com os sentimentos e com
a forma de ser feliz dos seus irmãos. Irão atrair para si seres que
também hajam assim com eles, é a lei da semeadura, que não fa-
lha e é conhecida na magia há milênios e como disse o Cristo, a
cada um segundo suas obras, pensamentos, formas de agirem com
os outros, não sairão dos mundos inferiores até que quitem os úl-
timos centavos dos débitos de suas ações com as leis divinas, irão
ter que passar pelo arrependimento, a expiação e a reparação de
erros do passado, para poderem retornar para as pátrias superio-
res da qual irão ter que deixar se não modificarem a forma de ser
em prol da vida e do respeito universal para com seus semelhantes.
As almas que se encontram encarnadas nas diversas fai-
xas da sexualidade humana devem ser amadas e respeitadas como
são, com o direito de serem felizes fazendo outras pessoas felizes
também, com seu pensamento de amor, de luz e respeito pelas di-
ferentes formas que os outros podem nascer e se encontrar, que ele
também poderá voltar um dia, com semelhante contexto de vida,
em uma nova encarnação. O pensamento de respeito compõe a par-
titura do amor universal nos corações humanos, se ele existe sobre
todas as formas de vida, mais perto esses espíritos estão da ilumina-
ção e dos mundos celestiais, que os aguardam com o amor de Cristo
no pensamento, amor este que amou a todos e os curou do mau
pensamento, que visava apenas atrasá-los moralmente nas formas
de se olharem e se encontrarem com a natureza Divina, curou eles
da magia sombria que os faziam não se enxergarem primeiramente
como espíritos, almas eternas e somente depois como roupagens
físicas e passageiras da matéria, Jesus olhou os homens como almas
eternas, como espíritos eternos que estavam trilhando com seus
pensamentos os caminhos que os levariam para uma consciência
tranquila e em paz ou pesada e perturbadora, é por isso que ele veio
curar o pensamento, para que aqueles que quisessem se salvar pu-
dessem e para que nenhuma ovelha se perdesse, o pensamento que
respeita a todos, que respeita a felicidade de outrem, que respeita e
ama aos outros como se amassem Jesus, esse respeito é o que eleva
os espíritos, o amor é simples, é humilde, é singelo, não exige trocas

222
e nem favores, o amor é complacente e compreende as falhas dos
outros, o amor não grita, não inflama, não envenena, não tira pro-
veito e nem se vitaliza da força dos outros, o amor é sublime e salva
a todos, com um abraço que cura e eleva todos que se aproximam, o
amor sorri o pensamento de respeito e paz a todos, ele é bom e traz
a felicidade para a alma. Bem-aventurados são os espíritos que nele
se encontrarem, que nele sintonizarem, eles irão criar um elo de
amor entre as almas deles e as estrelas superiores, que irão desejar
receber seus espíritos, como mães quando desejam mais que tudo
uma criança em seus braços, eles querem receber os espíritos que
estão aqui, por isso a vibração no amor universal deve vibrar em
todos os corações que desejam encontrar a felicidade após partirem
no além-túmulo, lugar onde todos um dia irão se encontrar, sejam
ricos, pobres, doentes ou saudáveis, de diferentes sexualidades, de
diferentes formas de ser, de diferentes religiões e formas de pensa-
rem, todos irão se encontrar com a vida espiritual, todos irão descer
ao pó, como do pó vieram e irão encontrar a vibração que emana-
ram de seus espíritos, todos irão se encontrar com seus pensamen-
tos e com as formas de agirem com seus semelhantes, a cada um
seu mundo, a cada um sua vibração, a cada um seus pensamentos, a
cada um a mesma ressonância, a mesma afinidade, todos se ligando
pela vibração que emitem, assim segue-se a jornada evolutiva, onde
os espíritos atrasam ou adiantam sua felicidade.
O princípio dos espíritos é serem sempre uma consciên-
cia, que ao longo de suas existências se revestirão de vários perso-
nagens, faces da vida, de diferentes papéis, de diversas aptidões a
desenvolver, de diversas maneiras de olharem a vida, sendo testa-
dos em seu íntimo, em seus corações, em suas atitudes e formas de
respeitarem os seus semelhantes, sendo analisados pelas consciên-
cias iluminadas do universal, as vibrações que eles estão emanando
com seus pensamento e ações, no final de sua existência corpórea,
formarão um “filme encarnatório” no registro akhasico do univer-
so, que lhes servirá como uma chave para morar nos paraísos da
paz e do amor universal ou uma corrente que eles mesmos se acor-
rentaram, quando pensaram em comum com o pensamento dos
mundos inferiores, onde a guerra e o medo ainda predomina sobre

223
os espíritos. Para poder morar nos mundos espirituais elevados,
os espíritos precisam se amar e se respeitar como são, aqueles que
julgam os seus irmãos com venenos mentais, que estimulam a dor
da indiferença, do desrespeito, do ódio, do pensamento que fere o
direito dos semelhantes a serem felizes, esses espíritos se acorren-
tarão aos mundos inferiores que pensam exatamente iguais a eles.
O sofrimento nesses mundos fazem com que os espíritos sofram
muito mais do que seu pensamento fez os outros sofrerem aqui, nos
mundos inferiores há mentes mais doentias e vibrando no ódio, do
que as mentes dos espíritos que estarão chegando por aquelas ter-
ras com o degredo que sofrerão se não provarem que modificaram,
enquanto há tempo. São mentes que ensinarão esses espíritos que o
pensamento que vibra no ódio e no sofrimento de seus semelhantes,
só podem trazer os mesmos pensamentos contra eles próprios que
os emitem, os fazendo sofrer os mesmos ferimentos com que feri-
ram os outros com sua forma de ser. O pensamento de quem não
respeita a vida, de quem tira dos outros o direito de felicidade e paz,
prenderá seus emissores em mundos inferiores e primitivos, mun-
dos onde ele será ferido em forma de um carma expiatório como
um dia o pensamento dele feriu outro ser, quando vibrou o ódio
com a forma de ser, de viver, de escolher, de seguir e agir sobre
seus semelhantes. São os pensamentos que definem o lugar onde
os espíritos irão se encontrar no além vida, são vibrações, são esco-
lhas pequenas e grandes, são maneiras de ser que definirão duran-
te, talvez, até os próximos séculos, em que clima eles irão viver no
mundo espiritual, qual será a consciência deles e qual a moral que
eles terão quando lá estiverem, a consciência dos pensamentos que
se emite, a consciência da forma de ser é necessária a todos aqueles
que desejam ser felizes e daqueles que desejam morar em um lugar
melhor no além vida. Pensamentos que respeitem a vida, a felici-
dade, a paz mundial, pensamentos que vibrem o amor universal e
a caridade, que são favoráveis a vida, esses pensamentos levam os
espíritos para as estrelas da vida, esses pensamentos são valores no
mundo espiritual, esses pensamentos são os brilhos que uma alma
pode conquistar, são eles que fazem os espíritos ganharem asas mo-
rais para morarem nos mundos celestes. O amor por todas as vi-

224
das, o amor que compreende e se coloca nas posições que os outros
estão, o amor que se condói com as dores dos seus semelhantes,
que vibram por um mundo melhor, sem ódio, sem desrespeito, mas
em nome da vida e da paz, esses espíritos alcançarão as alturas ce-
lestes, eles encontrarão a consciência leve e em paz de espírito. As
mães ancestrais e os espíritos da Luz aguardam esses espíritos para
o grande encontro fraternal, daqueles que perseveraram no cami-
nho do bem, até o final, e dele não desistiu, mas provou que se me-
lhorou como uma consciência eterna no infinito universo. Universo
que sintoniza a todos com a sua forma de ser, lhe respeitando o livre
arbítrio e lhe afinando com os que pensam e são como ele, sempre.

225
226
ESPÍRITOS SOMBRIOS
E SEUS DISFARCES
Muitos espíritos das sombras sobem ao plano físico para
enganarem a muitos médiuns que possuam alguma conivências com
eles se passando por entidades que estão vibrando evolução ou luz,
eles são conhecidos por induzirem práticas vampirescas nos seus
médiuns para que consigam possuí-los de alguma forma, induzem
ao fumo, às drogas, ao álcool, ao vampirismo animal e influenciam
eles a ficarem presos a pensamentos atrasados e formas sombrias
de serem, fazem eles ficarem presos em oferendas primitivas, fazem
eles não despertarem a mediunidade por estarem vibrando pensa-
mento atrasado, fazem eles se vestirem com fantasias alegóricas
para poderem levar suas mediunidades ao descrédito dos outros,
fazem eles ficarem presos em pensamentos densos do sexo, ligados
a espíritos que estão vibrando luxurias, vinganças, malandragem,
feitiçaria fingindo curar, vampirismos, dominação mental, fumos,
danças primitivas, alcoolismos, mentiras espirituais, pensamentos
frívolos e o terra-a-terra, contendas e formas de obsediar os outros
sentimentalmente, eles fazem fofocas, fazem intrigas, querem es-
timular confusão, são ignorantes, tratam os médiuns como escra-

227
vos, não falam com amor, estão distante da humildade, não aceitam
questionamentos, não querem ser questionados racionalmente e
nem querem dar explicações sobre sua forma de pensar, exigem que
deve-se acreditar em tudo que eles dizem de olhos fechados, não
vibram cura pelo pensamento, dizem que precisam de ferramentas
terrenas para poder ajudar e curar as pessoas, que precisam usar
do vampirismo para poder fazer o bem, dizem que os vícios da terra
podem trazer cura, se utilizam de instrumentos voltados a guerra,
a luxuria, a magia sombria e ao ódio para com a vida para serem
representados, realizam adivinhações, sabem usar a mediunidade
para impressionar, seus atendimentos mesmo quando disfarçados
de caridade são frívolos e de vibração densa, não possuem conversa
elevada, fazem da mediunidade uma sessão de mentiras, seus ob-
jetivos não é curar o pensamento, a maneira de ser ou enxergar a
vida mas implantar ideias e convencer que é mais fácil fazer um
agrado a eles do que se modificar interiormente, alguns cobram por
seus atendimentos ou pedem oferendas em troca de ajuda mas mui-
tos também sabem disfarçar a caridade para conseguir chegar mais
fácil perto de suas vítimas, dizem que curam mas que se precisar
também sabem lançar doenças, querem estimular guerras e usam
até ferramentas que a remetam a ela enganando que é para a magia
como punhais, atames, espadas, flechas, machados, partes de ani-
mais como chifres, pés de coelho, tudo envolvido com o pensamento
de dor, de sofrimento de alguém, de guerras e vaidades, querendo
colocar na mente deles que isso lhes cura, que isso lhes faz bem, mas
é enganação do mundo Umbralino que os quer deixar doentes, que
quer fazer com que eles vibrem guerra e sangue espiritualmente, co-
locam nas mulheres, principalmente, roupas e jóias que estimulem
a vaidade delas, que favoreça a forma gananciosa de ser, tudo para
entorpecer o pensamento da humildade, o pensamento da caridade,
colocam rituais que eles riem do astral e zombam dos que se entre-
gam a eles, eles sabem que isso é mentira e estão enganando muita
das vezes aqueles espíritos como uma forma de vingança de alguma
encrenca do passado que os possa ter ligado em outra encarnação.
Há muitos templos se vestindo da bandeira da luz mas que por trás
são sombras que estão dominando, eles conseguem se utilizar até

228
das medicinas sagradas para enganarem, há muitos lugares que se
utilizam até da Ayahuasca mas que não vibram cura espiritual e a
utilizam apenas como um comércio para enriquecer. Sacerdotes en-
volvidos com a magia sombria quando induzem seus encarnados a
aceitarem se viciar em vícios terrenos para poderem sentir a pre-
sença dos espíritos despertarem os dons espirituais. A política é en-
volvida com a magia sombria quando favorece a tortura, a guerra, o
desamor, o desrespeito a vida, quando vem contra o amor universal
e o respeito a todas formas de diversidades da natureza, quando
favorecem as armas que causam mortes aos inocentes, quando ela
é a favor do consumo vampiresco e o desmatamento que fere a na-
tureza criada por Deus. As redes televisivas são envolvidas com a
magia sombria quando estimulam o consumo de carne através de
seus comerciais, quando estimulam o descompromisso sexual e os
mundos sombrios da luxúria, quando estimulam o riso das aflições
humanas, quando estimulam venenos mentais e favoreçam formas
de personagens se darem bem praticando o mal, dando um péssimo
exemplo de pensamento e maneira de ser para os telespectadores.
Profetas estão envolvidos com a magia sombria quando estimulam
o ódio familiar e prendem as almas nos mundos materialistas de
Mamon, quando envenenam pais contra seus filhos, filhos contra
seus pais, dizendo que espíritos possam influenciar a maneira da
natureza se exprimir, uma mentira inventada pelas sombras desde
das mentes arcaicas que estavam presas no pensamento primitivo
do ódio e que o próprio Jesus sofreu os efeitos sombrios sendo er-
guido na cruz pelos profetas que defendiam a mesma forma som-
bria e arcaica de pensar, Jesus foi pendurado na cruz porque lutou
contra os pensamentos que estavam prendendo a alma dos judeus
nos umbrais, ele veio aqui para pregar o amor e a mensagem que ele
ensinou nunca foi a que mandasse um filho para a fora de casa mas
aquela que o abraça e o ama da maneira em que a natureza lhe pro-
pôs a vida na terra, expressando amor universal e respeito fraterno
por todas as formas da natureza se expressar nas vidas humanas
e dos animais, quando homossexuais e diferentes orientações se-
xuais nascem no seio familiar é a vida também testando o coração
dos pais e se eles forem reprovados no teste do amor universal so-
bre seus filhos eles voltarão em situação semelhante a deles e te-

229
rão que lutar penosamente para conquistarem os direitos de serem
amados como são. Templos sã0 envolvidos com a magia sombria
quando poderiam doar as riquezas de seus templos para as causas
filantrópicas mas preferem ser indiferentes a isso se utilizando de
muito pouco do que poderiam fazer para curar o mundo, agindo ao
contrário e erguendo ainda mais paredes luxuosas e pedindo mais
dinheiro para as almas, sendo indiferentes as aflições humanas que
pela simples venda das obras artísticas e dos castelos milionários
que eles possuem sob poder aquisitivo já poderiam retirar o mundo
inteiro da fome e da falta de acesso gratuito à educação escolar e
universitária que não lhes custaria vinte por cento de todo ouro que
possuem acumulado desde dos milênios passados.

230
CARMAS DA MAGIA SOMBRIA
Todos esses templos, profetas, veículos midiáticos, en-
carnados e espíritos que estejam sendo coniventes com essa forma
de agir estão sendo envolvidos pela magia sombria e precisam se
regenerar para não continuarem a ser envolvidos por ela, precisam
entender que o amor à vida é o caminho para eles não ficarem doen-
tes do espírito, que a caridade que possam exercer ao mundo hoje
não pode ser deixada para o amanhã e é a felicidade de quem estiver
envolvido com isso tudo que está em jogo e se houver conivência
com a magia sombria é nos mundos inferiores e primitivos que se-
rão degredados, caindo para mais sofrimentos mas dessa vez com
homens muito cruéis morando perto e doenças incuráveis e mais
trevosas na maneira primitiva de se expressarem nos corpos físicos
semelhantes com o ebola, com a varíola, com a aids, tuberculose,
sarampo, esquizofrenias possessivas, doenças extremamente cruéis
atraídas pela forma de pensar em relação a outras vidas, pela forma
de ser indiferentes com as outras vidas e favorecerem a magia som-
bria do pensamento vampiresco e cruel sobre os outros. Aqueles
que não quiseram se regenerar quando puderam, eles voltarão em
terras primitivas e muitos somente pelas dores das lepras entende-

231
rão que é vibrando amor que não se fica doente, que formas som-
brias de pensar fazem eles caírem em doenças horríveis começando
no espiritual aqui e podendo terminar numa expiação horrível da
carne em uma outra vida, a magia sombria de alguma forma terá
que sair de dentro do corpo dos espíritos que ela estiver envolven-
do, para eles poderem ter paz no astral eles precisam vir até a terra
se curar dela e é por isso que muitos estão aqui, porque receberam
uma oportunidade de se curar e partir dos mundos de provas e ex-
piação para os mundos regenerados e mais felizes, a hora de ter
amor a própria alma é agora, a hora de se libertar das sombras é
agora, a hora de não possuir mais conivência com a magia sombria
é hoje, se não podemos mudar; o mundo uma coisa podemos mudar
o nosso pensamento e maneira de ser e é somente através da suas
escolhas que você pode se libertar e se curar da magia sombria que
ainda envolve os espíritos da terra, a cura mora na sua força de von-
tade em se regenerar.

232
DOUTRINAS ESTRANHAS E O
VAMPIRISMO NO LAR
Muitas famílias não conhecem a destruição espiritual
que o consumo de carne e seus derivados faz ocultamente em seus
lares, ele consegue entrar até em uma cápsula de remédio, de uma
mistura para o bolo, quando isso se utiliza de vidas animais para se-
rem feitas. O consumo carnívoro traz discussões, brigas e vampiros
espirituais para os lares, eles são atraídos pelo cheiro do sangue e
vão sedentos rumos aos lares que vibram no mesmo pensamento,
salivando com bocas e faces vampirescas contra os que estão senta-
dos se alimentando da carne, objetivando vampirizá-lo, para leva-
rem os fluidos sanguíneos aos magos sombrios, que não conseguem
chegar a superfície terrestre tão facilmente, devido as doenças es-
pirituais de seus corpos astrais, doenças do pensamento sombrio e
vampiresco que eles emanam contra as outras vidas e que tentam a
todo custo levar para o seio familiar, como algo natural. Se utilizan-
do de falsos profetas que emitem, como rádios na terra, os pensa-
mentos enviados do mundo espiritual para a mente deles, por uma
sintonia afinada que eles possuem com os magos sombrios, que
irão a todo custo tentar envolver os lares em pensamentos atrasa-

233
dos e sombrios do ódio que fazem eles iniciarem guerras, chacinas
e se matarem mentalmente e até fisicamente dentro dos seus lares,
colocando os pais contra seus filhos e vice-versa, tudo cuidadosa-
mente orquestrado pelas mentes doentes do Umbral, para afastar o
amor Divino deles e implantar um pensamento de ódio, disfarçado
de uma religião de amor. Religião é se religar a Deus e o que liga o
homem a Deus sempre foi o amor e nunca o ódio, sempre a liberda-
de e nunca as correntes, sempre a paz e nunca o a guerra, sempre
a conversa elevada e nunca a discussão, sempre o respeito e nunca
a imposição, sempre a vida e nunca a morte. Falsos profetas que
usam o nome Jesus para defenderem o ódio, a dor, o desrespeito e
falta de amor em seus corações, com o objetivo de ferirem a família,
as minorias, a felicidade dos espíritos, a paz dos seus semelhantes,
a vida, Jesus que caminhou no meio das prostitutas, dos que fo-
ram mandados embora de casa pelas escolhas de serem felizes, por
aqueles que sofriam da fome causada pelo egoísmo dos mais ricos,
Jesus aquele que curou os homens e as mulheres das práticas vam-
pirescas e lhes ensinou a caminhar na terra com amor sobre todos,
ele jamais seria conivente com o pensamento atrasado e sombrios
que os falsos profetas estavam implantando nos povos, ele sempre
foi a favor da vida, do amor universal que respeita todas as formas
de vida, que une a todos em um propósito de elevação superior, esse
Jesus é o verdadeiro, aquele que vibra a luz do amor sobre todas as
vidas, sobre todos os espíritos, como a estrela sol ilumina a todos,
sem distinção na terra. O tempo dos falsos profetas se findaram,
a Luz veio para resgatar seus filhos dos pensamentos peçonhentos
que eles estão emitindo, eles não enganarão mais as massas, seus
pensamentos serão reconhecidos pelos espíritos da verdade e os
espíritos que pertencem ao pensamento da paz deles se afastarão,
pois em verdade esses espíritos querem ser felizes e sabem que so-
mente no caminho do amor universal lhe será possível encontrar a
felicidade no mundos espirituais, do além vida.

234
A NOVA ERA E O DESPERTAR
MEDIÚNICO
A Nova Era chegou em 2019, conforme o médium do
amor universal anunciara no século passado, os Espíritos Superio-
res vieram resgatar as almas das sombras que queriam levá-las jun-
to deles, o novo século não passará em branco na história humana
e as mensagens e mediunidades conduzidas pelos espíritos superio-
res voltarão a eclodir nos médiuns que se libertarem do vampirismo
e dos pensamentos atrasados. Pois era esse o motivo da terra neste
novo milênio ainda estar escassa da sensibilidade mediúnica, com
esse aprendizado moral eles voltarão a ter seus dons despertados
com o pensamento da luz, pois sua mediunidade só pode eclodir
nestes corpos, que não são mais primitivos, se eles estiverem vi-
brando o pensamento evoluído correspondente ao corpo encarna-
do da Nova Era, se afastando de vez das práticas vampirescas, pois
a mediunidade só pode despertar nos encarnados quando eles se
modificam internamente e se melhoram moralmente. Se ele se mo-
dificar e se afastar das sombras ele receberá inspirações superiores
e os pensamentos do alto virão sobre eles, os despertando mediuni-
camente pelos passes magnéticos, orações e vibrações elevadas que

235
ele vibrar. A Nova Era exige dos espíritos mudança e afastamento
total do vampirismo, para que os dons mediúnicos possam eclodir
em seus corpos orgânicos, que ficam extremamente densos quando
eles consomem carnes e derivados ou quando estão vibrando pen-
samentos sombrios e formas de vampirismos, o que os impede de
despertarem as faculdades mediúnicas, pois para despertar é neces-
sário se desprender dos casulos que ligam os espíritos aos mundos
sombrios, as cadeias mentais criadas pela matrix que transformam
e escravizam os homens como um robô humano em busca materia-
lismo,, como um ser selvagem no carnívorismo que os torna agres-
sivos e doentes do mundo espiritual e consequentemente do plano
físico, a mediunidade só irá eclodir nesta Nova Era nos médiuns
que se comprometerem no bem e se distanciarem dos pensamentos
vampirescos das sombras, os médiuns que ainda vibrarem nesses
caminhos perderão seus dons e ficarão sem mediunidade, não se
pode vendê-los, eles não são mercadorias, eles vieram para curar e
abençoar a terra, aquele que os vende não manifesta espíritos ilumi-
nados, os dons foram dados gratuitamente e eles não foram dados
para realizarem adivinhações, quem usa a mediunidade realizando
adivinhações são espíritos enganadores, espíritos de luz esclarecem
os pensamentos, curam os espíritos, trazem amor e paz para a terra
e quando dizem algo para um encarnado é com o objetivo de lhe
aconselhar a melhora e lhe aperfeiçoar no pensamento de luz e evo-
lução espiritual.
No passado a mediunidade eclodia com poucas exi-
gências morais, pois ela era primitiva e quando a mediunidade é
primitiva ela pode despertar até em encarnados ruins, pois é uma
forma das forças Divinas darem ao primitivo uma oportunidade de
melhora e de consciência maior do mundo espiritual que lhes cer-
ca, da qual quando na matéria mais grosseira ainda pode lhe ser
distante, porém, no mundo atual a mediunidade não é mais primi-
tiva, sendo essa uma exceção em raros médiuns, que mesmo que
vejam ou tenham contato ostensivo com espíritos, se estiverem
comendo carne e vibrando vampirismos podem ser enganados pe-
las Serpentes disfarçadas, que se apresentam a eles como seres de
Luz, que não querem que eles saibam que o vampirismo carnívoro

236
abre portas para as sombras entrarem e influenciarem suas mentes
e mensagens mediúnicas. As mentes especialistas do pensamento
vampírico já conhecem desse sistema de magia sombria há muitas
eras, desde das épocas primitivas, na qual ensinaram as práticas
de feitiçaria aos médiuns tribais que lhes deram ouvidos e sacrifi-
caram os animais que se alimentavam em seus nomes, eles enfei-
tiçam os homens há muito tempo com o carnívorismo implantado
em suas formas mais rudimentares de se alimentar, eles estavam
aqui e fizeram muitos espíritos caírem nas sombras que eles es-
tão, por não terem se libertado dessa prática quando puderam na
terra, nessa Nova Era os espíritos não sairão mais da matéria sem
saber por onde a magia sombria lhes entra, eles sairão conscien-
tes do que vibraram e quiseram, as escolhas deles definirão de que
lado ficarão no mundo espiritual, na paz ou no sofrimento de uma
nova reencarnação, mais penosa e expiatória que terão que pas-
sar e se libertar para poderem ter paz em suas mentes no astral.
As mentes sombrias esconderam enquanto puderam do
mundo a forma oculta de lhes obsediar mais facilmente, com seus
feitiços mentais e oferendas nas rodas da feitiçaria que assola os
povos desde muitas eras por eles não entenderem como ela funcio-
na, elas funcionam sempre com o vampirismo dos outros ou de si
próprios, estão vibrando dor e por isso afligem dor também aos que
possuam ressonância com sua forma de pensar, sejam elas carnes
brancas ou vermelhas, não importa, se há vida animal sendo morta
as sombras irão entrar e enfeitiçar do astral os encarnados que fo-
rem coniventes com a forma vampiresca do pensamento deles, até
pelos derivados e pela carne branca a magia sombria pode entrar,
os povos primitivo foram ensinados que não podiam se alimentar
dos elementais mas esqueceram destes conhecimentos, a feitiçaria
na terra já conseguia ferir gravemente aqueles que dos alimentos de
carne se alimentavam, mas entre aqueles povos esse conhecimen-
to foi perdido e a sombra tratou de fazê-los esquecer dessas lições
vindas dos espíritos de luz e dos elementais da natureza que sempre
ensinaram o respeito a vida para que eles não ficassem doentes da
magia sombria. Não há como se libertar das doenças espirituais cau-
sadas pela obsessão se o encarnado não quiser se libertar ou deixar

237
de ser conivente com o consumo de carnes. A Luz não faz acordos
com o vampirismo e o próprio Jesus avisou que a dois senhores não
se pode servir, pois se vibra na Luz ou nas sombras. Se é favorável a
vida ou ao vampirismo, os dois não é possível, pois quando a vida do
outro é tirada em nome de vitalizar outro ser, é vampirismo.
A Lei do retorno sempre vibrando nos reajustes cármicos
e aqueles que vampirizam ficarão doentes pelo seu vampirismo con-
tra as outras vidas e também serão vampirizados por obsessores e
encarnados que irão se encontrar com eles nos caminhos da vida pela
atração vibratória que eles emanam, conforme a lei de ação e rea-
ção do pensamento que os espíritos emanam aos seus semelhantes.
A mediunidade na Nova Era não irá despertar em quem
vibrar o vampirismo, ela despertou nos antigos povos porque eles
ainda eram primitivos e estavam distantes desses conhecimentos
morais, mas o homem moderno somente terá seus dons desperta-
dos outra vez se despertar também sua consciência para a Nova Era
que a terra se encontra, a Era que não aceita o vampirismo, que não
aceita o pensamento atrasado, implantado pela sombra que fere e
machuca a forma dos outros serem felizes, a forma que vibra pen-
samentos de ódio e de ambição, todos esses pensamentos sombrios
são fortalecidos quando os obsessores conseguem concentrá-los
mentalmente nas carnes que estão presas nos estômagos humanos,
por mal conseguirem ser digeridas por ele e dessa forma eles conse-
guem deixá-lo presos em hipnoses e maldições doentias do mundo
espiritual, magias sombrias que os encarnados não conseguem se li-
bertar e voltam todas as vezes que eles se alimentam de outras vidas
novamente. Quando eles encontram essa porta vampiresca a obses-
são então é fácil de se fazer e a magia sombria na terra e no mundo
espiritual se prevalece desse vampirismo emanado pela ação dos
encarnados que se alimentam de outras vidas, por isso todos preci-
sam cessar imediatamente o consumo de carne, aqueles que quise-
rem uma orientação médica podem procurar os médicos veganos,
eles vieram em missão na terra para ajudar ao lado da ciência os
homens se curarem dos vampirismos.
Essa prática alimentar vampiresca foi introduzida pelos

238
espíritos reptilianos e dragões do horror nesse mundo em era pri-
mitiva, por isso todos aqueles que quiserem se salvar das sombras
e encontrar seus dons espirituais precisam se conscientizar destes
ensinamentos morais, na prática de amor universal que não se ali-
menta e não fere a nenhuma vida, seja ela humana ou animal, que
preserva a natureza e sua existência, que não alimenta dentro de si
pensamentos atrasados e que vibrem uma sintonia de pensamento
concordante com os Espíritos da paz e do respeito a todos, somente
assim eles também poderão ter paz e ser felizes.
Este é o segredo para o despertar mediúnico nesta Nova
Era, se elevar, se tornar menos denso, se libertar do vampirismo e
assim conseguir amar mais, pois é o amor quem desperta a mediuni-
dade e quando ele é universal não há barreiras que possam impedir o
transcender do espírito, que chega no momento em que o trabalha-
dor está pronto e curado para trabalhar sempre na caridade com eles.
Os médiuns que desejarem ter seus dons despertos nessa
Nova Era devem vibrar pensamentos que irradiem cura; a saúde
física e espiritual, o amor desinteressado, os pensamentos de resig-
nação diante das dificuldades que a vida lhes apresentar, na forma
de ser caridoso e exercer seu papel que é o de iluminar a vida dos
outros de alguma forma; seja pela forma de serem, de ajudarem o
mundo, de pensarem e de cuidarem de seus semelhantes, é isso que
faz a consciência ser tranquila do outro lado e quando essas opor-
tunidades são desperdiçadas a consciência pesa e lateja do outro
lado da vida, os pensamentos dos espíritos que perderam a oportu-
nidade de fazerem algo pelos seus semelhantes quando puderam e
não quiseram é de grande peso de consciência, eles se sentem muito
mal, sentem que sua existência de nada lhes valeu, do outro lado da
vida não há como escapar, o mundo espiritual é lá e lá não existem
formas de suicídio, aqueles que não quiseram vibrar luz e ajudar
seus irmãos de alguma forma sofrem o peso da própria consciência
que se deixou levar por uma Matrix que os estava testando a todo
tempo para poderem no além vida mostrar se eles eram dignos ou
não de morarem nos mundos superiores.
Pesquisas científicas já comprovaram que o consu-

239
mo de carne traz câncer ao organismo e o mundo espiritual elu-
cida que as doenças na matéria possuem origem nas doenças do
espírito, o sangue dos animais adoenta o corpo astral e faz com
ele fique doente no ódio, medo, depressão, sofrimento e toda sor-
te de moléstia, pois quando o sangue e a vida animal adentra o
organismo ela fortalece dentro dele todos os pensamentos som-
brios e enfermiços que possam se encontrar em volta do seu cam-
po mental, o deixando muito doente espiritualmente e o tornan-
do um ser sombrio e frio por dentro, o sangue tira a sensibilidade
do espírito, deixa ele denso e em sintonia com mentes sombrias
do vampirismo espiritual, por isso as doenças aparecem nos es-
píritos e se não surgirem ainda nessa vida surgirão em outra da
qual ele terá que entrar em uma encarnação expiatória, para ad-
quirir consciência da ação de seus pensamentos sobre os outros.
Se o encarnado precisa de tempo para conseguir se abs-
ter dessa alimentação vampiresca é mais uma prova de que ele se
encontra viciado e se é vicio, se confirma que é uma porta para o
vampirismo espiritual que produz a origem de todos eles nos espíri-
tos. Mas em verdade todo aquele que quiser se libertar desse consu-
mo pode se libertar a qualquer momento, pela sua vontade e oração
desfazendo as maldições do vampirismo e se libertando das garras
mentais que induzem a ele, substituindo sua alimentação pelo que
a Natureza sempre lhe ofereceu para seu corpo físico, os alimentos
da terra, sem necessitar de ferir ou abater nenhuma vida para poder
se alimentar ou até sobreviver. Aos que defendem a ideia de que
há famílias que necessitam de alimento carnívoro para sobrevive-
rem, a Luz os convidam a refletirem no pensamento de que, se pela
sobrevivência dos outros, eles se serviriam como um alimento em
suas mesas? A sobrevivência nunca pode vir as custas dos outros,
os povos primitivos, adeptos do canibalismo, pensavam da mesma
forma para com seus semelhantes e por esse pensamento mataram
e comeram a carne de humanos, que como eles pensavam que para
sobreviver precisavam se alimentar das energias vitais de outras vi-
das, pensamento que leva os espíritos que concordem com eles para
as eras primitivas do canibalismo, onde espíritos de pensamento
enfermiço, semelhante ao deles, irão os encontrar face a face e um

240
aprenderá com o outro, que o vampirismo não pode ajudar nin-
guém a sobreviver mas apenas os transformarem em vampiros as-
sassinos que se alimentam de outras vida.
Quando os encarnados pararem de comer carnes e vibra-
rem nos pensamentos sombrios, os vampiros espirituais e obses-
sores irão se afastar do seus lares. Os espíritos se afastam quan-
do não encontram ressonância coniventes com seus pensamentos
sombrios, os espíritos de Luz se achegam quando há conivência
com o pensamento e a forma deles serem. Se alimentar de carne
é se alimentar de seu irmão menor, que embora a evolução das es-
pécies os separem dos humanos, em inteligência, eles são dignos
da mesma forma de amor que o Cristo amou os homens, porque o
amor vai além do grau de inteligência, amor é amar o semelhante
da forma que ele é, lhe respeitando o direito fundamental de ter
paz e direito a vida. Pois eles podem sangrar e se sangram são se-
melhantes aos humanos, eles podem chorar e se choram são se-
melhantes as crianças, eles podem pensar e se podem pensar são
semelhantes aos espíritos, eles podem até ser médiuns e se eles
podem ser médiuns é porque eles possuem almas e elas vivem no
além vida eternamente. Nenhum ser neste mundo deve sangrar e
quem se torna conivente com a dor e o ferimento do outro atrai
para si seres que o farão sangrar também, para que entendam
que o sangue só lhes pode trazer guerras, nunca a cura ou a paz.

241
242
SAL, AÇUCAR E AS QUÍMICAS
DAS TREVAS
O sal, componente químico implantado pelas trevas
quando na alimentação humana para entorpecer o paladar e tem-
perar as carnes vindas do vampirismo, os encarnados não só mor-
rem por excesso de sal mas pelo simples fato de consumi-lo todos os
dias. Esse mineral já é utilizado desde o Egito por magos sombrios,
que já o rendiam cultos e o adoravam em suas feitiçarias sombrias,
ofertando ele aos deuses das sombras quando a magia da luz já lhes
havia sido deturpada. O sal mata o Ser humano que não precisa de
muito para ser envenenado por ele, o pouco já eleva os problemas
de parada cardíaca e faz com as veias e artérias sejam afetadas, cau-
sando a pressão alta, danificando os rins. O encarnado quando in-
gere o sal está se auto flagelando e terá que arcar com a doença que
ingeriu a si próprio, em reencarnações futuras, as doenças que não
surgem nesta vida voltam em outra se os espíritos não se melhora-
rem. Quem ingere veneno fica adoentado, por isso a Luz convida
os espíritos a uma mudança rigorosa na forma de se alimentarem,
pois o veneno entra pela boca e destrói o corpo espiritual e físico e
quando esses são destruídos pelo encarnado, em sua forma de se

243
alimentar, ele então vibra o pensamento de suicídio, que o leva tam-
bém para os vales de sofrimento dos espíritos suicidas.
O sal é um veneno que mata silenciosamente, como uma
serpente, ele vicia o paladar e já é uma das principais causas de
morte no mundo, os cientistas da Luz já estão avisando há tempos
os humanos de que seu consumo é prejudicial à saúde, estudos re-
centes só confirmam cada vez mais esse pensamento e o ensina-
mento superior para os encarnados é de que parem o quanto antes
o seu consumo, pois ele mata e traz doenças sérias ao corpo astral
e consequentemente ao físico. Sendo ele uma química trazida pelas
sombras no passado, com a função de preservar as carnes e pesca-
dos, alimentos dos vampiros espirituais que já obsediavam aquelas
almas, desde das eras primitivas com o seu consumo carnívoro. Ele
é um instrumento utilizado pelas sombras para matar o Ser huma-
no e diminuir os seus dias de encarnação, desde os tempos antigos.
Existem alimentos trevosos que foram implantados na culinária hu-
mana para dar gosto as carnes, que são os alimentos dos vampiros e
dos magos sombrios do mundo espiritual, sem esses “temperos das
sombras” a carne nem gosto conseguiria ter para o consumo hu-
mano, justamente, porque ela nunca foi para o paladar do homem,
pois até um elefante, um gorila conseguem ser fortes se alimentan-
do apenas de vegetais e frutos da terra, mas as sombras querem
implantar nas mentes humanas que é o sangue que lhes deixam for-
tes, uma grande mentira vinda das serpentes antigas, quando elas
estiveram entre os homens, mas que o ser humano quando se reen-
contra com a Natureza que lhe ama se liberta dessa forma de pensar
e vibra o amor universal sobre todos.
Os verdadeiros temperos oferecidos pela Luz para dar
gosto ao paladar humano são as cebolas, o alho, o limão, o azeite de
oliva, salsinha, açafrão, orégano e todos os temperos naturais que
não agridam a saúde humana, eles podem ser facilmente aprendi-
dos através da redes cibernéticas do mundo atual, algo que os povos
antigos não possuíam a disposição e por isso foram envenenados.
Tudo aquilo que agride o corpo físico também agride o corpo astral,

244
debilitando sua saúde física e mental, muitos espíritos voltam para
terra com problemas cardíacos, cerebrais e respiratórios porque fi-
zeram mal uso da alimentação no passado e quando voltam para
terra precisam reparar esse carma com problemas que os farão se
conscientizar mais dos problemas que a má alimentação causa ao
seu corpo astral e consequentemente ao seu corpo físico. As frituras
e gorduras servidas a mesa, também são consideradas um auto sui-
cídio, pois atrapalham imensamente o organismo espiritual e físico,
o debilitando e trazendo prejuízos como o colesterol e problemas
cardiovasculares, que adiantam o processo de desencarne dos es-
píritos e os fazem saírem do corpo em vibração muito enfermiça. O
óleo de soja deve ser substituído pelo azeite de oliva, pois esse em
equilíbrio e sem exageros pode trazer benefícios ao corpo humano
e também ao espírito, quando o alimento é preparado com subs-
tâncias saudáveis e da terra ele fortalece também o espírito, porém,
quando nele há substancias que deixam o corpo doente a alma tam-
bém fica doente, então as portas umbralinas são abertas e os obses-
sores se achegam e começam a obsessão na saúde do homem e em
seus pensamentos, o vampirizando e o viciando em gostos sombrios
que foram implantados por mentes diabólicas, que não querem que
o homem se libertem das amarras que os prendem nos umbrais do
qual eles são as mentes que escravizam.

245
246
DOCES DAS TREVAS
O açúcar já é antigo na história humana e foi colocado
nos pratos humanos para viciarem também os paladares e traze-
rem doenças para o corpo físico e astral, sua química é altamente
prejudicial e causa vicio ao paladar humano, ele é uma droga tão
quanto o álcool e o cigarro, mata e causa câncer no corpo espiritual
e físico, ele é o responsável pelas diabetes nos espíritos. O açúcar
é um veneno contra o espírito, assim como o sal e vicia a alma, no
astral os espíritos sentem falta do açúcar e assim começa as obses-
sões nas crianças, pois até nas práticas de feitiçaria antiga os doces
já entravam com o açúcar químico e venenoso. As crianças e até os
adultos são obsediados por espíritos que ainda sentem necessidade
de açúcar no corpo astral, o açúcar traz sombras para dentro de casa
para obsediar principalmente as crianças, visando causar proble-
mas de diabetes nelas, eles querem vampirizá-las para alimentar
seus vícios terrenos do astral. O açúcar é uma substância formulada
pelas sombras para escravizar o homem a matéria, nele o homem
vicia seu paladar e se torna escravo no qual todo alimento sem ele
fica sem sabor ou sem gosto, isso foi colocado para atrasar os espí-
ritos, para que eles não consigam se libertar das químicas terrestres
e para que no mundo espiritual sintam a falta delas no seu corpo

247
astral, por isso é preciso se libertar dessas químicas das trevas, que
são oferecidas aos humanos com o objetivo de os tornar dependen-
tes de seu consumo, são doces, bolos e todo tipo de aperitivo que
viciam os paladares humanos, que possuam químicas industriais
que podem até dar prazer ao paladar mas que ao organismo nada
oferecem de nutritivo, as mulheres e os homens do passado influen-
ciados por espíritos da culinária sombria criaram formas de satis-
fazerem os paladares humanos com comidas, doces, pratos, bolos,
pizzas que entorpecem o corpo astral, criaram receitas com quími-
cas sombrias e em conivência com a prática de vampirismo quando
até dos animais retiraram a força para requintarem esses pratos das
sombras, uma forma das sombras lhes deixarem debilitados no ex-
cesso de peso, na saúde e na vida espiritual, lhes trazendo depressão
e momentos de angustias nos hospitais dos quais não conseguem se
afastar devido as doenças que estão em seus organismos, é preciso
consciência e o afastamento de tudo aquilo que possa prejudicar a
saúde das vossas vidas, somente assim se pode vibrar o amor a vida
e agradecer a saúde que o universo lhe concedeu.
O chocolate também é uma química das sombras e seu
consumo, muita das vezes, torna conivente a escravidão feita com
crianças na África, por isso os espíritos não podem jamais financiar
empresas que estejam envolvidas com a escravidão ou explorem a
vida humana ou de um animal, ninguém merece ser explorado e isso
precisa ser conscientizado por todos para que eles também nunca se-
jam, para que possam alcançar um mundo espiritual e físico melhor,
sem serem coniventes com o pensamento que explora as faculdades
dos outros, pois a partir do momento em que haja conivência com o
consumo de alimentos de origem escravagista se estará atraindo as
sombras e vibrando o pensamento de que não há importância com
a vida dos outros, vibrando assim o egoísmo. O pensamento egoís-
ta jamais deve vibrar dentro do Espírito, o pensamento que deve
vibrar é aquele que se importa com todos, sem esse pensamento
não é possível se elevar e nem alcançar os mundos superiores, pois
neles os sentimentos que vibram é o de ajudar uns aos outros, inde-
pendente das condições financeiras ou sociais, são todos irmãos e é
preciso amar-se, independente das fronteiras ou das barreiras que

248
possam querer distanciar ou separar os espíritos, o amor deve sem-
pre prevalecer e ele só prevalece quando se pensa nos outros como
quando se pensa nos próprios filhos, pais, irmãos ou em si mesmos.
O consumo destes alimentos devem ser distanciados
cada vez mais dos hábitos alimentares de quem deseja ter uma saú-
de melhor e se elevar. O espírito não pode consumir o que é prejudi-
cial a sua saúde, evitando todo mal hábito alimentar que possa estar
rodeado e jamais vibrando o vampirismo espiritual, pois esse além
de machucá-lo também machuca a vida dos outros. A consciência
com a alimentação e os pensamentos, é extremamente necessária
para poder se haver evolução, sendo imprescindível a libertação
dos espíritos da alimentação sombria e dos laços que o liguem ao
vampirismo. A ciência e a espiritualidade confirmam estes fatos e
conforme Allan Kardec afirmou no passado, que quando a ciência e
a voz dos espíritos andassem juntas e falassem a mesma língua essa
seria a voz dos Espíritos Superiores guiando aos homens e esclare-
cendo suas consciências das verdades do mundo espiritual.

249
250
DESENVOLVIMENTO
MEDIÚNICO E SEUS MITOS
Existem muitas técnicas ritualísticas que dizem aos ho-
mens para que eles as pratiquem para que possam desenvolver a
mediunidade, desde banho de ervas a defumações, oferendas, rezas
secretas, desenhos cabalísticos, amuletos e toda sorte de simpatias,
mas em verdade isso é uma grande mentira contada pelas sombras
para atrasarem o pensamento dos encarnados acerca do desenvol-
vimento mediúnico, que ocorre quando o espírito se dedica ao bem
e se afasta das práticas vampirescas que se vitalizam de seus fluidos
preponderantes para o despertar mediúnico. Os banhos de ervas
são conhecidos por despertarem a mediunidade, descarregarem seu
corpo astral, afastarem espíritos, mas isso é um engano contado pe-
las sombras quando os povos ainda eram primitivos, eles queriam
atrasar o pensamento deles e não deixarem ele despertar que para
as sombras se afastarem de verdade ele precisaria mudar seus pen-
samentos e forma de ser com o mundo. As sombras não iriam en-
siná-lo a se afastar deles, por isso os enganaram dizendo que eram
para sugar o sangue verde dos vegetais e despejar sobre a cabeça,
como os povos primitivos tinham a erva como base de cura acre-

251
ditaram que elas poderiam lhe curar dessa forma, mas em verdade
somente o pensamento iluminado dos espíritos podem curar eles,
não há banhos de ervas, rezas sacramentais, símbolos cabalísticos
e nenhuma outra superstição que possa curar pensamento deles
ou os despertarem mediúnicamente, apenas eles se modificando,
se depurando, mudando a própria frequência vibratória, somente
vibrando no amor universal eles podem atrair a luz e então afastar
as sombras e as obsessões.
As ervas possuem apenas poder terapêutico como chás
e infusões, que curam internamente o corpo e o espírito, como a
Ayahuasca. A água da vida, a água e a folha também dão a vida, mas
não é vampirizando o sangue vegetal, acreditando que elas curam
campos mentais que só podem ser curados com melhora íntima, os
antigos se utilizaram dela em uma maneira primitiva de mentaliza-
rem a cura para seus pacientes, mas era sua mediunidade de cura a
que curava seus pacientes, se utilizar de benzimentos, ervas, defu-
mações são formas primitivas de curar, em verdade basta o pensa-
mento de amor e cura para que ela seja feita, as formas primitivas
enfraquecem mais o pensamento do que o ajudam, pois elas criam
barreiras psíquicas que informam que sem elas a cura não seria pos-
sível, prendendo o médium curandeiro em crenças e práticas de-
sapercebidas de vampirização elemental. Os espíritos precisam se
libertar das maneiras primitivas de conduzirem seu pensamento,
para poderem evoluir suas capacidades mentais e adquirirem mais
força mental, dispensando as muletas mentais e criando poder de
mentalização sobre o que querem atrair para si e para os outros com
suas ondas mentais. As ervas auxiliam aos espíritos quando estão
vibrando a vida, quando estão preservadas e plantadas, elas puri-
ficam o ambiente físico e espiritual, elas podem curar as formas de
pensamento, quando são tratadas com amor elas desinfetam com
seu pensamento que irradia cura as mentes dos espíritos que esti-
verem a sua volta, as ervas, as arvores, as flores, são sensíveis aos
pensamentos humanos e podem ajudá-los vibrando cura junto de
suas orações, vibrando harmonia mental com a condução do pensa-
mento que as convida a entrar em oração elevada, o uso dos vegetais
na magia é sempre lhe respeitando a vida e sabendo que o que cura

252
os espíritos são seus pensamentos, os chás curativos magnetizados,
nunca seu sangue vegetal que traz mazelas espirituais e não cura,
pois vibra o vampirismo contra eles.
Os espíritos enganosos sabem disfarçar um efeito se-
dativo e hipnótico nos encarnados que desconheçam das práticas
vampíricas dos vegetais, induzindo eles a acreditarem que afasta-
ram espíritos de perto de sua aura, mas no mundo espiritual eles
apenas fortaleceram os laços obsessivos no campo mental, pois es-
tão vibrando o vampirismo contra os vegetais e o vampirismo irá
atrair também seres vampirescos. Os espíritos só podem afastar as
sombras com seu pensamento de luz, com sua mudança interior,
com sua busca pela espiritualidade, jamais vampirizando e sim lhe
zelando pela vida, nem ervas, nem superstições, nem coisa alguma
do mundo material pode ter efeito sobre os espíritos para lhes des-
pertar a mediunidade, lhes curar o espírito ou afastar os obsessores,
apenas os pensamentos deles surtem efeitos no astral, apenas o que
eles atraem com seu pensamento vibra sobre eles, apenas o que eles
atraem com suas ações e formas de pensar surtem efeito em seus
espíritos, o mundo espiritual é regido pelas leis do pensamento e
tudo aquilo que tenta obstruir o pensamento dos espíritos lhe colo-
cando uma muleta como forma de pensar os impede de avançar no
pensamento e entenderem que o poder divino está dentro de suas
mentes, em seus pensamentos, em sua forma de agir e reagir com a
natureza, de se contatar com amor a ela e de receber das consciên-
cias exteriores a mesma proporção de sentimento e paz com que
vibra para o mundo.

253
254
MÉDIUNS PRIMITIVOS E AS
PRÁTICAS SOMBRIAS COM A
MEDIUNIDADE
Os povos primitivos possuíam ostensiva faculdades me-
diúnicas, isso porque eles ainda não possuíam outros modos de al-
cançar conhecimento moral para avançarem e compreenderem me-
lhor o mundo espiritual, eles ainda precisavam da presença mais
forte dos espíritos para lhes inspirar as melhoras, direto aos senti-
dos físicos, não haviam livros, filmes e quase nenhuma forma des-
ses espíritos receberem conhecimento do mundo espiritual se não
fosse pelos médiuns que haviam a sua volta. Eles nasciam vendo
espíritos e ouvindo vozes porque isso estava organicamente neles
independente da moral que pudessem ter, mas por causa da sua
matéria que ainda era bruta e primitiva e da consciência espiritual
da terra que ainda estava distante de poder receber os conhecimen-
tos espirituais que só viriam com o avanço dos povos. Foi permitido
que eles vissem espíritos para que obtivessem maior consciência do
mundo espiritual, que ainda estava distante da consciência humana
entender para que assim eles pudessem avançar moralmente mais

255
rápido, mas muitos falharam porque se deixaram levar por pensa-
mentos de espíritos sombrios e enganosos, que os enganavam di-
zendo que eles seriam mais fortes se houvesse vampirismo em suas
práticas espirituais, querendo os deixar doentes com o pensamen-
to de sugar as energias vitais dos outros. Os enganaram dizendo
que eles não precisavam se melhorar para afastarem os maus es-
píritos, bastava que eles tomassem os banhos de ervas que eles se
afastariam, mentindo para os médiuns que os viam e acreditavam
cegamente em suas palavras, como se estivessem hipnotizados pe-
las visões do mundo espiritual, que em época primitiva ainda lhes
causava espanto por ainda não haverem despertado para as leis es-
pirituais da mediunidade que florescia em seus corpos. Banhos de
ervas, que na verdade não detinha efeito algum sobre seus corpos
astrais, pois a mediunidade deles viera de berço e eles foram enga-
nados que era o sangue das ervas com a qual se banhavam que lhes
despertava, porém, seus dons nunca vieram da vampirização das
ervas e de nenhuma outra vida, mas sim da Natureza Divina que
lhes concedeu uma oportunidade de se melhorar e de aliviar seus
carmas através dos dons mediúnicos que foram emprestados a eles
para curarem as consciências da terra, dons que iriam despertar na
hora em que eles buscassem se melhorar e despertar a consciência
espiritual. Dons emprestados gratuitamente pelos céus a todos os
seres vivos para que possam intercambiar inspirações de luz e se
iluminarem aqui na terra, dons emprestados aos espíritos encarna-
dos para aliviarem seus carmas do passado, dons que vieram para
despertar e curar a terra. Que pelas ondas do pensamento de amor
universal e o avanço de pensamento sobre o mundo espiritual eles
despertarão novamente e vibrarão com a Luz para um mundo me-
lhor e mais espiritualizado. Um mundo onde todos respeitam seus
dons e se utilizam deles em momentos sagrados, de elevação, de
busca interior, de cura e de contato espiritual que ilumina as almas
e as elevam o pensamento, nunca os vendendo ou enriquecendo-se
com eles, mas os utilizando nos momentos propícios de cura espiri-
tual para si próprio e para os outros em prol da caridade universal.

256
COMO DESPERTAR A
MEDIUNIDADE
A mediunidade desperta nos seres que vibram as orações
elevadas, que vibram paz e amor a todos, nas consciência que vi-
bram saúde física e espiritual, que vibre a humildade, porque sabem
que os dons são emprestados para curar e não para serem privilégios
espirituais sobre os outros ainda menos despertados, ela desperta
nos pensamentos e ações que elevam os espíritos, nos pensamentos
e nas ações de caridade, nas músicas que despertam o sentimento
de amor e paz nos espíritos, canções que falam da fé, da luz, da paz
e dos pensamentos de amor a todas as vidas, nos pensamentos que
vibrem a comunhão de todos os pensamentos em busca da felici-
dade sem guerra, sem carnívorismo, respeitando a felicidade dos
espíritos, com o pensamento de ajuda humanitária para todos ne-
cessitados de caridade, de amor, de boas vibrações e de luz em seus
caminhos. Ela desperta nos seres que vibram fazer o que podem
pelo despertar dos seus irmãos, que vibram fazer o que está ao seu
alcance para ajudar o mundo a se tornar melhor, ela desperta nos
seres que se melhoram e ajudam os outros a se melhorarem, ela não
exige religião para despertar, ela exige sensibilidade e pensamento

257
de amor universal, é o amor e a vibração dele que desperta a mediu-
nidade nos encarnados, amor por todas as vidas. Quando os espí-
ritos vibram amor eles vibram a Luz e onde há Luz haverá sempre
espíritos em nome da paz em contato com os encarnados, para lhes
iluminar com boas inspirações e pensamentos benévolos sobre suas
faculdades psíquicas, os médiuns se protegem dos espíritos das som-
bras pela elevação de vibração e moral, se lembrando que podem ser
tentados como o próprio Jesus o foi e que devem resistir e doutrinar
no pensamento da luz as tentações que possam lhe vir sobre a men-
te para que elas não exerçam poder de influencia-los mentalmente.
Ela também desperta com os passes magnéticos que visam
iluminar os centros de força do espírito e purificá-lo das larvas e dos
pensamentos densos que os envenenam para que eles não despertem.
Passes magnéticos que também não podem ser cobrados, pois as curas
em nome da Luz nunca podem ser cobradas.
A cura que vem pelos passes e irradiações mentais é sempre
gratuita assim como a mediunidade que declara ser usada pela Luz. A
cura dos atendimentos espirituais sempre vibra a caridade sobre seus
pacientes, a cura através do pensamento e da forma de pensar nun-
ca podem ser cobrada, elas devem chegar a todos, muitos médiuns se
esqueceram que quem lhes deu os dons de curar, de absorver magne-
tismo, de realizarem contatos mediúnicos foi a Luz e sem lhes cobrar
nada por isso, tudo que foi lhes dado gratuitamente também devem
ser dados aos outros gratuitamente, a curas espirituais devem sempre
se utilizar da caridade e nunca cobrando pelos seus atendimentos espi-
rituais. Curar em nome do bem é vibrando o sentimento de caridade,
os espíritos que cobrarem para curar seus irmãos um dia voltarão em
situações semelhantes a deles, nos meios onde também cobrem para
lhes poder curar. Os passes magnéticos devem ser realizados sempre
gratuitamente, os desenvolvimentos mediúnicos devem ser disponível
a todos pelo poder da caridade, as mentes não podem se esquecer que
Jesus não se enriqueceu e nem vendeu seus dons, ele curou os leprosos
sem lhes cobrar um centavo, sua forma de agir com as energias espi-
rituais sempre foi gratuita, ele é um dos exemplos morais para que os
médiuns possam cumprir sua missão aqui.

258
Somente a Luz pode emprestar os dons mediúnicos e so-
mente ela pode suspendê-los nos médiuns, as sombras vampirizam
suas vítimas e se utilizam de obsessões terríveis para que os mé-
diuns possam sentir seus pensamentos, deixando eles doentes da
mente, mas quando a mediunidade é utilizada pelos espíritos da luz
ela vibra saúde, limpeza, cura, elevação e nunca pensamentos doen-
tes, materialistas, atrasados, vampirescos ou em vícios humanos.
Todos os encarnados são médiuns em estado de latência
e precisam conscientizar-se que para que suas faculdades mediú-
nicas não sejam utilizadas pelas sombras eles precisam se iluminar
e terem pensamentos ressonantes com a Luz. Mesmo que de sua
mediunidade ele desconheça e seja inocente das faculdades psíqui-
cas que possua, ele não deixa de ser médium e uma porta para o
mundo espiritual na qual os espíritos se utilizam quando ele entra
nas vibrações deles. São diferentes os graus de mediunidade que os
encarnados possuem, cada um de acordo com sua missão e carmas
a reparar na terra, mas todos precisam se acautelar do vampirismo,
as sombras conhecem os médiuns e eles são um dos alvos dos pen-
samentos das trevas, que sabem que se conseguir envolvê-los terão
portas temporárias aqui na terra para adoecê-los e vampirizá-los.
Há que se ter cuidado com os médiuns que vibrem su-
perstições e crendices, são médiuns que estão atrasados no poder
mental e que são usados para confundirem o pensamento elevado,
eles podem até sentir os espíritos, porém isso não significa que es-
tejam na Luz. Podem ter boa aparência e serem cultos no cunho
espiritualista, mas se pregam o atraso espiritual, se ensinam dou-
trinas que mais prendem os espíritos do que os liberta para o amor
universal, se são concordantes com vícios humanos, se possuem co-
nivência com as práticas de vampirismo ou se são omissos em falar
deles, se alertem, pois eles podem possuir rostos amigáveis e até pa-
lavras que ao primeiro instante pareçam convincentes, mas se não
se libertaram ainda dos pensamentos coniventes com as sombras
eles não poderão despertar ninguém e irão levar junto com o atraso
espiritual deles muitas almas que os quiserem dar ouvidos. Muitos
médiuns ao invés de despertarem as almas, as fazem ficar presas em

259
crendices e muletas mentais, esses médiuns não conseguem desper-
tar a mediunidade deles e nem a dos utros que por ainda estarem
vibrando no pensamento que atrasa as almas eles não são permi-
tidos despertar seus dons. A mediunidade não desperta no atraso,
somente quando os espíritos estão evoluindo e progredindo espi-
ritualmente é que elas são despertadas, os espíritos que desejarem
realizar contatos e se elevar precisam se libertar de médiuns que
vendem seus dons, que pratiquem práticas espirituais atrasadas e
que possam ter envolvimento com o pensamento dos vampiros e
sombras espirituais. A direção é o universo, a Nova Era vem ensinar
que o poder espiritual vem do “pensamento” e quem nele vibrar a
Luz e o amor irá receber a cura, que nele se elevar com a forma de
enxergar o mundo irá encontrar a paz no além vida, quem vibrar
o avanço e a busca pela consciência iluminada irá encontrar seus
dons, pois eles irão desabrochar nos espíritos que se tornarem sutis
para se envolver com os pensamentos Divinos que abraça a todos e
os ama incondicionalmente.
Mesmo os que enxergam espíritos, os que se comunicam
com eles, mesmo sendo médiuns ostensivos eles podem ser en-
ganados se permitirem acreditar em pensamentos atrasados e se
deixarem vibrar no vampirismo, a Nova Era apregoa o progresso
constante, sempre se apoiando no pensamento de amor e respeito a
todas as formas de vida.
Médiuns reencarnaram para trabalhar a cura com a ca-
ridade, ajudando a consciência espiritual da terra a avançar, mas
quando eles cobram pelas suas faculdades mediúnicas e se utilizam
dela nos pensamentos densos eles deixam de vibrar os dons no po-
der curativo da luz e seus centros mediúnicos serão utilizados por
espíritos de vibração trevosa, que tentarão lhe induzir a pensamen-
tos errôneos e atrasados, tentando hipnotizá-lo como forma de não
o permitir encontrar a felicidade, tentando induzir os médiuns a fa-
lharem em suas missões pelo apego a matéria e principalmente pelo
comércio de seus dons. Xamãs, magos, sacerdotes, curandeiras,
bruxas, sensitivos, todos eles sempre foram médiuns, vieram com
a missão de curar a terra com suas faculdades mediúnicas, muitos

260
deles falharam em suas missões quando se permitiram vender seus
dons, esconder seus conhecimentos elevados e fugirem de seus com-
promissos espirituais que sempre foi o de curar os outros com sua
mediunidade e pensamento. A mediunidade lhes foi dada como fer-
ramenta de elevação e de redenção espiritual, ela é conduzida pelo
pensamento de amor que ele emana sobre seus semelhantes, quanto
mais amor ele emanar mais ele poderá curá-los através da sensibili-
dade espiritual, que quanto mais utilizada para curar mais floresce.
A mediunidade é a porta que todos os encarnados pos-
suem em sua consciência, para a recepção e contato com os pensa-
mentos dos espíritos, ela é o canal para a entrada deles. Quando a
consciência vibra bons pensamentos ela recebe influência mental
de bons espíritos, mas quando ela desce a vibração mental ela se
sintoniza com as mentes que também estão em uma vibração baixa.
A vibração alta é quando os espíritos emanam de seus pensamentos
amor, paz, calma e fraternidade uns com os outros, mas quando eles
vibram pensamentos densos, nervosismos, impaciência, depressão,
vampirismos, ele então adensa seu corpo astral e vibra na sintonia
dos obsessores que vibram o mesmo pensamento.
A mente é como uma antena que capita as sensações,
pensamentos e vontades que se encontram em sua faixa de sin-
tonia. Os encarnados precisam se atentar que existem ambientes
enfermiços ainda na terra e que esses lugares são conhecidos por
estarem vibrando a conivência com as sombras; o consumo do ál-
cool, do fumo, das drogas, o os vampirismos, pensamentos densos,
atrasados ou depressivos, todos esses ambientes que estejam con-
centrando essas práticas e pensamentos estarão deixando doenças
espirituais e obsessores para os espíritos que lhes visitarem. São
ambientes coordenados por mentes das trevas do mundo espiritual
para atrasar e viciar os espíritos vivos e desencarnados que neles se
encontrem. Eles foram criados para serem os centros de reuniões
de obsessões espirituais, os que desejam se libertar dos mundos
sombrios precisam se afastar totalmente desses ambientes, pois os
espíritos que entram nessas vibrações saem de lá intoxicados pelos
venenos e vícios espirituais que os espíritos que estão dentro desses

261
ambientes estão emanando através da vibração pesada que eles se
encontram. Os encarnados que forem lá não voltarão sozinhos para
casa, mas acompanhados de vampiros espirituais com pensamento
parasita que darão o ponto de largada nas obsessões que visarão le-
var aqueles espíritos cada vez mais para os abismos dos vícios, do
desamor, da escuridão e da solidão depressiva, são lugares enfermi-
ços que conseguem envolver muitos espíritos em vibrações pesadas
que só os deixam doentes, são paraísos artificiais que fazem as almas
sofrerem depressões profundas, que fazem elas se afastarem do amor
próprio e se perderem nos vícios humanos e acabarem em acidentes
ou suicídios, nesses lugares se concentram muitos pensamentos den-
sos e doentes, todos que adentrarem esses lugares irão se intoxicar
com a nuvem tóxica que há lá dentro, aqueles que desejam ser feli-
zes e terem paz precisam se afastar deles, neles os vampiros residem
e sempre buscam vítimas para vampirizar se utilizando de médiuns
que sejam coniventes com a forma deles serem e pensarem, o amor
desses ambientes é distante e a Luz não faz presença neles, pois eles
só distanciam os espíritos da cura mental e da paz que só pode ser al-
cançada quando os espíritos vibram saúde, pensamentos benévolos
e vibrem sua presença em ambientes harmoniosos.

262
ORÁCULOS SOMBRIOS
Muitos médiuns no passado acabaram vendendo e co-
mercializando seus dons com os oráculos que as sombras inventa-
ram para eles, eram toda sorte de oráculos que na verdade atrasa-
vam o despertar mediúnico deles, pois eram muletas mentais para a
mediunidade que eles já tinham, fizeram eles ficarem presos nessas
formas de conseguir se concentrar para que seus pensamentos fi-
cassem presos a uma cadeia mental frívola e terrena, para que eles
comercializassem os dons que tinham e falhassem na missão como
sensitivos e médiuns. As sombras queriam na verdade atrasá-los no
pensamento de se comunicar com o mundo espiritual fazendo eles
acreditarem que precisavam de coisas materiais para sentir o mun-
do espiritual, uma mentira que atrasa muitos médiuns, a cura é que
se abandone toda prática de magia que envolva coisas materiais,
pois isso é mentira e nenhum sensitivo precisa de coisas materiais
para poder enxergar ou ver o mundo espiritual. A mediunidade não
necessita de nenhum objeto material para despertar e os médiuns
do passado tinham visões não pelos rituais ou pelos oráculos que
manipulavam mas porque sua mediunidade lhes era ostensiva, em
uma matéria primitiva. Os médiuns não precisam de oráculos ou
de nenhum outro método material para ver o mundo espiritual,

263
basta somente que queiram curar seus semelhantes e mentalizem
pensamentos iluminados que busquem uma solução vinda intuição
espiritual do alto em prol dos outros e essa lhes virá cada vez mais
gradualmente de acordo com os sentimentos devotados ao bem e a
vontade de curar os outros através de seus dons, esse pensamento
trará uma resposta inspirativa para ele de acordo com a sensibilida-
de que ele possuir, essas intuições irão despertar cada vez mais que
ele buscar transcender sua forma de ser e o pensamento de curar
seus irmãos espirituais. Somente vibrando a cura é que podemos
curar nossos irmãos. Ele poderá sempre se utilizar dos pensamen-
tos que buscam ajudar a regeneração de seus irmãos para atrair os
espíritos de luz para o ajudar, pois é esse tipo de pensamento que
despertam os dons mediúnicos e fazem deles obreiros do bom pen-
samento no universo. Esses dons para funcionarem dependem do
seu progresso regenerativo, pois eles foram lhes emprestados pelas
forças Divinas para curar e transcender a forma dos encarnados en-
xergarem o Universo, quando desses parâmetros as intenções fogem
os dons murcham como flores sem vida, para despertá-los é preci-
so vibrar saúde espiritual e física, abandonando vícios do paladar,
vícios do espírito e toda forma de vampirismo, jamais se utilizando
dos dons que foram permitidos se ter pela graça Divina para enfer-
mar os outros, através de feitiços que mais adoentam quem os emi-
tem do que aqueles que possam ser seus alvos, nunca os utilizando
para vibrar consultas terra-a-terra que quem responde é somente as
sombras quando querem vampirizá-los, não se enriquecendo com
eles através das psicografias, através das curas, das comunicações,
das visões e de qualquer tipo de mediunidade, mas utilizando-se
deles para elevar o pensamento humanitário para o bem maior de
todos, abrindo porta para que os dons possam exercer a caridade
sobre todos, dons que quando usados em nome da caridade aliviam
e perdoam as faltas do passado de seus portadores, usando as facul-
dades mediúnicas para melhorar o mundo e nunca para se fazerem
de privilegiados das forças Divinas perante os outros.
Dispensando todo artifício de adivinhação, pois a adivi-
nhação atrai espíritos manipuladores da mente, atrai espíritos que
querem impressionar os encarnados a sua volta para que seus pen-

264
samentos sejam facilmente acatados e que consigam dessa forma
vampirizá-los. As sombras colocaram os oráculos desde as épocas
mais antigas e tribais como forma de fazerem os médiuns comer-
cializarem os seus dons, apregoando que por ser uma forma antiga
possui mais força e tem verdade, mas é mentira pois os antigos fo-
ram enganados por eles também e caíram nas sombras quando ven-
deram seus dons ao dinheiro de Mamon. São formas que as sombras
implantaram em povos que não quiseram ouvir os esclarecimentos
espirituais de como utilizar os seus dons mediúnicos na Luz para
que eles não fossem enganados e sugados pelos outros encarnados.
Eles criaram formas para que os encarnados se vampirizassem atra-
vés da mediunidade que possuíam e não se curassem com o pensa-
mento de caridade. Os encarnados quando procuram templos me-
diúnicos em busca de adivinhação, espetáculos mediúnicos, festas
vampirescas que favoreçam a mediunidade ser usada para as som-
bras, para problemas corriqueiros e ligados ao terra-a-terra, todos
que agem dessa forma também estão no vampirismo e terão que
arcar com ele por buscarem formas espirituais de ter proveito sobre
os outros, por não valorizarem as ferramentas sagradas da vida e a
deturparem com pensamentos densos, querendo provas do mundo
espiritual que deveriam ser conquistas pelos próprios méritos e não
vampirizando os outros com adivinhações que as sombras possui
prazer em realizar para poder envolver e enganar os que nelas se
impressionem. Aqueles que vampirizam os médiuns e os procuram
para realizarem contatos frívolos também irão responder por sua
forma de agir com seus irmãos e ficarão presos nas vibrações dos
mundos primitivos, onde os dons espirituais são explorados pelas
sombras que escravizam seus médiuns, os chamando de cavalos,
sob açoites espirituais e físicos, deixando eles doentes e se utilizan-
do dos dons deles para vampirizarem os outros, assim como eles
fizeram com seus irmãos quando no passado.
Quando os encarnados se permitem realizar leituras
da sorte, consultas com conchas, tarôs e todo tipo de oraculo que
visa ganhar dinheiro com a mediunidade eles perdem seus dons e
quem começa as lhes responder são os espíritos atrasados e misti-
ficadores, esses oráculos são das sombras e não da luz porque es-

265
tão vibrando comércio terreno e se baseiam na troca para poderem
ajudar os outros. Aqueles que os venda para os outros estão sendo
coniventes com maneiras errôneas e sombrias de despertar a cons-
ciência espiritual, em verdade mais atrasando do que causando
qualquer tipo de despertar, a mediunidade desperta na consciên-
cia elevada unida ao desenvolvimento das percepções vibratórias e
nunca com coisas terrenas. Os verdadeiros oráculos eram homens
e mulheres que viam e conversavam com os espíritos, eles não pre-
cisavam de oráculos terrenos, pois a consciência deles era o por-
tal para o contato com o mundo espiritual, os oráculos do mundo
terreno foram criados pelas sombras para atrasarem o pensamento
dos encarnados e fazerem com que eles comercializassem seus dons
ou os utiliza-se para comunicações de cunho frívolo. A Luz não in-
duz nenhum tipo de oráculo para despertar a mediunidade, pois as
visões são espirituais e vistas no campo mental das consciências,
nunca houve necessidade deles, pois tudo no mundo espiritual é
mental. Os encarnados não precisam de jogos divinatórios para se
comunicarem com nenhum espírito do mundo espiritual, quem se
utiliza deles são povos primitivos que foram envolvidos com o pen-
samento atrasado que visava travar a mediunidade e a sensibilida-
de deles que desde daquelas épocas podiam ver e sentir o mundo
espiritual sem a necessidade de nenhuma muleta, apenas vibrando
sua consciência no bem. A mediunidade que é no mal utilizada se
enfraquece e o espírito ao decorrer de sua encarnação sofrerá ainda
a perca da sua sensibilidade se continuar vibrando ela e sua vida
com pensamentos atrasados e sombrios, os dons só despertam em
consciências que estejam progredindo, as que estão estacionadas
não despertam. Ela não deve nunca ser utilizada para frivolidades
terrenas ou para consultas terra-a-terra, caso contrário ela será
como uma imã para atrair espíritos enganosos que não vibram a
cura e verdade, que dela irão se utilizar para enganar, manipular e
fazer comércio com os médiuns que vibrem no pensamento deles.
Os médiuns usam os dons para curar e elevarem seus irmãos, sendo
intercâmbios de espíritos iluminados e que necessitem de ajuda nas
áreas da obsessão. Todos que se utilizam dela cobrando estão sendo
envolvidos pelas sombras e não se encontram vibrando na Luz, os

266
que possuem consciência dessa prática errônea de usar a mediu-
nidade e mesmo assim dela não querem se libertar são conhecidos
como médiuns vampiros, deve-se ter cuidado e se afastar deles se
eles quiserem permanecer nesse caminho. Todos que se utilizem
da mediunidade que possuam para assuntos frívolos e cobram por
seus atendimentos que devem sempre ser para a cura do espírito
estão falhando em suas missões e irão ser degredados se continua-
rem nessa forma de agir, ela não provém dos mundos superiores e
lá não entram médiuns que vendem seus dons. Eles vem na terra
para curar, esclarecer e iluminar sempre gratuitamente, nunca para
explorar, vibrar pensamentos densos ou realizar adivinhações, o
médium que deseja se curar desse tipo vampirismo deve voltar seu
atendimento mediúnico apenas para iluminar, curar e abençoar as
almas, nunca cobrando por seus atendimentos, nunca se enrique-
cendo com seus dons, sendo humildes e vibrando o amor universal
sobre todos. É assim que a mediunidade deles deve ser utilizada,
sempre com a caridade, pois quando da caridade ela se afasta é as
sombras quem está no controle dela e elas irão levar os médiuns que
vibrarem o pensamento vampiresco para os umbrais penosos de ex-
piação, onde irão refletir em amarga depressão moral, pela oportu-
nidade preciosa que se permitiram perder, que os dons espirituais
nunca podem ser utilizados para vampirizar os outros, apenas em
prol da cura e dos sentimentos desinteressados.
Os médiuns não podem denegrir a missão da mediuni-
dade que receberam, ela deve sempre ser exercida com a caridade e
para curar através do intercâmbio com os espíritos, jamais para as-
suntos terrenos e problemas corriqueiros, os espíritos devem bus-
car a solução de seus problemas com os pensamentos iluminados e
as orações proferidas em direção ao alto, vibrando a Luz. As intui-
ções e inspirações não lhe faltarão, basta que elas venham imbuídas
da vontade de ajudar e curar seus irmãos pensando sempre no bem
maior, na cura de todos eles, no pensamento que ajude a todos, na
caridade universal e no amor que une todas as almas e as fazem
compreender que suas faculdades psíquicas não podem se transfor-
mar em jogos divinatórios ou que eles não podem ser industrias da
mediunidade, seus dons são sagrados e eles devem ser usados para

267
o bem ao próximo, nunca o vampirizando, nunca exigindo trocas
para os ajudarem, somente assim eles podem vibrar cura e amor
universal através de seus dons.

268
VAMPIROS ESPIRITUAIS
Os vampiros são espíritos que se alimentam das energias
dos outros, eles estão doentes no mundo espiritual, se encontram
sob um efeito de hipnose horrível pela conivência de seus pensa-
mentos com o vampirismo, mentes sombrias amaldiçoam os espíri-
tos que possuam conivências com elas a se transformarem em seres
horríveis, bestas, feras, que exprimam o pensamento de ódio deles
na aparência de ser, os vampiros se alimentam dos outros e quando
não se alimentam se sentem extremamente fracos e cansados, como
se também fosse vampirizado a todo momento por seres a sua volta,
quando um encarnado se alimenta de outras vidas ele está vibrando
no vampirismo e consequentemente ele também será vampirizado,
por espíritos e encarnados que se aproximarem dele querendo lhe
sugar as energias espirituais e a felicidade que ele tenha. O vampi-
rismo só pode fazer de vítimas os espíritos que possuam conivência
com eles, eles não podem vampirizar espíritos que vibrem na luz e
não sejam coniventes com suas ações e pensamentos em relação ao
vampirismo. Quem vibra práticas vampirescas irá atraí-los e tam-
bém serão vampirizados, o vampirismo é se alimentar das forças
dos outros, sejam elas financeiras, sexuais, sentimentais, espirituais
e vitais, toda sorte de pensamento que manipula os outros possui

269
conivência com o vampirismo, que sempre vibra manipular para
conseguir algo em troca. Eles hipnotizam mesmo sem terem cons-
ciência do que é hipnotismo, seus pensamentos se formulam com
rapidez para manipular e vampirizar devido as magias sombrias
que estão magneticamente acopladas em suas mentes, eles conse-
guem ter êxito em obsediar apenas as almas que também estejam
em sua faixa mental trevosa. Há muitos encarnados que entram na
vibração deles e se transformam aos poucos em vampiros espiri-
tuais, quando não se preocupam em sugar as energias dos outros
seres vivos, quando vibram a troca mercenária de suas faculdades
mediúnicas, quando só ajudam os outros esperando um benefício
em troca. São as maldições que os magos sombrios envenenam a
mente dos encarnados durante os estados de desdobramento para
que eles se transformem em seres de acordo com o pensamento
em que eles emanam, se sugam os outros são vampiros e é preci-
so ter cautela com eles para não ser vampirizado também, pois a
simples aproximação dos pensamentos deles é densa e tóxica, nor-
malmente gostam de vícios terrenos e estão ligados aos ambientes
enfermiços, mas podem ser até a dona de casa que está doente no
vampirismo quando não deseja se libertar do consumo de carne
e de outras vidas. A maldição do vampirismo só pode ser desfei-
ta com a cura mental dos vícios e apegos que o espírito pode es-
tar atrelado e que por isso o pensamento vampírico lhe faz sofrer,
eles precisam de ajuda, eles se sentem sempre esgotados, sempre
as energias deles estão esgotadas, faz parte da maldição os deixar
neste estado para que eles suguem os outros como sangue sugas,
as maldições do vampirismo atuam até nos caminhos financeiros
que nunca se abrem e querem impor aos espíritos que suguem os
outros para conseguirem prosperar, nas relações sentimentais que
nunca dão certo e sempre impõe aos espíritos que procurem os am-
bientes enfermiços, zonas umbralinas que são regadas a drogas e
vampirismos sexuais para poderem ter alguém do seu lado, tudo
uma forma de prender essas almas no pensamento vampiresco que
sempre as quer induzir a sugar os outros, porque seus caminhos
são fechados pelas sombras, por isso a conivência com o vampiris-
mo deve cessar totalmente nos pensamentos e ações da vida dos

270
encarnados, não devem explorar seus semelhantes porque senão
suas vidas também serão exploradas, é a lei de afinidade. Para que
esses espíritos também não sejam vampirizados e possam ter seus
caminhos abertos é preciso vibrar a cura e não concordar com pen-
samentos e formas de agir com o vampirismo, pois ele só atrai mais
vampiros que irão atrasar a felicidade e a libertação desses encar-
nados nessa e em outras vidas. Os espíritos que caíram nas garras
do vampirismo e foram concordantes com eles um dia agora podem
se libertar deles, modificando a forma de serem e agirem com seus
semelhantes, provando que se melhoraram e que não são coniven-
tes com a exploração de nenhum ser, pois entenderam que a vida e
os sentimentos dos outros devem sempre ser respeitados, pois so-
mente respeitando as energias e os templos sagrados dos espíritos
é que se pode ser feliz, somente emanando cura e nunca vampi-
rismo é que se pode ter paz e o amor verdadeiro, somente quando
se olha e ajuda alguém não lhe exigindo nada em troca é que se
pratica o pensamento que liberta os espíritos do vampirismo, a cura
do vampirismo mora na forma dos espíritos se libertarem da forma
dessa maldição pensar e agir contra os outros, quando os espíritos
se elevam e buscam se curar das práticas vampirescas eles alcan-
çam a vibração de Luz que lhes mostra que a felicidade verdadeira
sempre morou no pensamento que não vampiriza, mas que ema-
na cura e respeito pelos sentimentos e forças vitais de seus irmãos.

271
272
O VAMPIRISMO E A
PROSTITUIÇÃO
As maldições do vampirismo fazem os espíritos se vende-
rem em troca de dinheiro e coisas materiais, os espíritos reencarnam
com diversos testes e entre eles vieram o teste da beleza, do dinheiro,
da mediunidade, da família, do trabalho, se nesses testes os espíritos
se aproveitarem e se utilizarem de vantagens passageiras para sugar
os outros eles falharão em seus testes e não irão conseguir alcançar os
mundos melhores. Os espíritos que possuem beleza física momen-
tânea devem se atentar com as maldições do vampirismo, que tenta-
rão fazê-lo usar a beleza que possui para enganar, manipular e sugar
outras pessoas que se impressionem com a beleza humana, muitos
vampiros se utilizaram dela no passado para se venderem e caíram
nas sombras da prostituição. As mulheres e os homens que vibram
na prostituição estão vibrando no vampirismo, ela ocorre também
quando os espíritos dizem se amar apenas por interesses materiais,
são formas antigas de vampirismo que assolam a terra e prendem as
almas nas maldições que fazem eles serem depressivos, infelizes no
amor, não terem paz espiritual, aqueles que estiverem presos nos
interesses materiais precisam se desapegar da matéria e buscarem

273
conhecer a verdadeira felicidade que é aquela que é alcançada sem
se alimentar de nenhuma vida e que vibra mais as coisas simples do
que as coisas que os pensamentos materialistas prendem os espíri-
tos, sem se colocar numa situação degradante nas mãos de outros
vampiros para conseguirem moedas passageiras e favores deles.
Se libertar de todo pensamento vampiresco e se elevar
mentalmente trará a Luz que abençoara os caminhos dos espíritos
que trilharem o caminho contrário a todo vampirismo, o amor sen-
timental verdadeiro e que une as almas para construir um futuro
em conjunto irá se aproximar dos espíritos cujo pensamento for
contrário a sugar os outros. A paz espiritual também irá se achegar
até a consciência deles, o pensamento de amor estará sendo vibrado
e as sombras do vampirismo não poderão mais atuar contra os es-
píritos que estiverem vibrando na Luz. Os encarnados precisam ser
fortes e se curarem de todo pensamento que tentem levá-los para
os mundos vampirescos, vibrando orações e se transformando mo-
ralmente para melhor e mais distante dos pensamentos enfermiços
que são coniventes com a prática de se alimentar dos outros. Jesus
curou Maria Madalena do vampirismo em que ela estava vibrando,
ele a curou da forma de pensar, que por ser bela e chamar atenção
dos homens acreditava que deveria tirar proveito disso, vampiri-
zando os outros em seus caminhos, essa prática estava trazendo
doenças espirituais para ela e para quem se permitia ser vampiri-
zado por ela, caso ela permanecesse vibrando nesses pensamentos
se vendendo aos vampiros do dinheiro que se alimentavam dela ela
ficaria muito doente e em sofrimento horrível nos mundos inferio-
res do astral, por ter consciência pesada e do outro lado da vida ter
mais consciência que aquele mundo sombrio e sem amor não seria
o que ela gostaria de ter encontrado, ela quis ser curada do pen-
samento vampírico e Jesus a curou e a libertou dos pensamentos
sombrios que a atormentava e queriam escravizá-la nos mundos da
luxúria. Ela se transformou em uma mensageira dos ensinamen-
tos curativos de Cristo, libertando muitos espíritos, que como ela
um dia, também haviam vibrado nos caminhos do vampirismo e se
utilizaram da forma de ser para se alimentar das energias dos ou-
tros. Os espíritos são testados e a forma deles agirem para com seus

274
semelhantes serão analisadas todas as vezes que eles pedirem para
morar em mundo melhor, cada espírito só pode morar nos mundos
que possuam ressonância com o pensamento dele, ele precisa pro-
var na matéria que é melhor, no mundo espiritual os espíritos po-
dem começar a regeneração com seu pensamento arrependido mas
precisarão voltar na terra para expiar e reparar os erros do passado,
a oportunidade de se curar e curar os outros é agora, não é sob égi-
de religiosa e nem dogmas, mas pensamento de cura que ensine os
espíritos a emanar para os outros tudo aquilo que gostaria que fos-
sem vibrados para eles, que ensinem os espíritos o amor universal,
que atravessa qualquer barreira e se unifica com a felicidade e a paz
dos seres. Se esse pensamento for levado para frente ele vai curar
e as almas irão poder se libertar de qualquer maldição espiritual,
podendo então alcançarem a felicidade e de uma vez por todas se
verem livres das sombras, que anteriormente adentravam em suas
vidas, ocultamente pelos vampirismos desapercebidos, que através
do pensamento de amor universal não poderão mais se esconder e
todos saberão por onde o mal consegue entrar em suas vidas e os
afligir em obsessões espirituais.
Os espíritos das sombras podem se alimentar até de
crianças quando elas comem carne ou quando se entregam ao açú-
car que é venenoso e foi criado no Umbral para tragar a saúde, res-
peitando as exigências físicas de glicose que devem ser absorvidas
pelas frutas e não pelas químicas sombrias disfarçadas de doces que
viciam os paladares causando a diabete e o excesso de peso, que
podem se apresentar nesta vida ou em outra. Eles se aproximam e
começam a se alimentar dos fluidos vitais, assim se inicia o inter-
câmbio com os pensamentos doentes e carregados de magia som-
bria no qual eles emitem constantemente devido a vibração em que
estão, quem mantiver ressonância maior com eles absorverá com
maior intensidade o veneno de seus pensamentos e aqueles que não
possuem tanta ressonância permanece como uma nuvem sombria
em volta da aura e dos pensamentos deles, que tentará envolve-lo e
adoecê-lo aos poucos, enquanto não houver uma mudança de cons-
ciência da parte dele para com o vampirismo.

275
Os vampiros do mundo espiritual possuem aparência as-
trais semelhantes a vampiros horríveis, demônios macabros, com
rostos de aparência horrível, aparência espiritual que se encontra
na mesma vibração do pensamento que eles emitem com suas for-
mas de pensar e agirem com seus semelhantes, mas com o vam-
pirismo que eles exercem contra os outros eles conseguem fluidos
para disfarçarem suas aparências e para aqueles que se encontram
em sua faixa mental eles podem se aparecer belos e de aparência
agradável aos olhos, mas os que vibram pensamentos elevados
conseguem enxergar eles sem os disfarces hipnóticos, conseguem
ver quem eles são, os espíritos deles podem até ter uma aparência
bela quando na terra mas no astral não conseguem mais se escon-
derem e suas faces sombrias são enxergadas por aqueles que não
possuam conivência com a forma deles pensarem em relação aos
outros, são irmãos adoentados no vampirismo, que precisam se
libertar e buscar a cura, por eles os encarnados devem orar, pois
todos eles um dia foram humanos e caíram nas ondas obsessivas
do mal que não queriam que eles fossem felizes e pudessem amar.

276
LIBERTAÇÃO DA MALDIÇÃO
DO VAMPIRISMO
Para se ver livre dessas obsessões é preciso se libertar de
qualquer vínculo com o vampirismo e com a forma de ser que seja
conivente com ele; o consumo de carne, o sexo sem compromisso
e sem intenções sinceras de sentimento, a prostituição, as drogas,
o interesse mercenário, a venda dos dons mediúnicos, todas essas
práticas são portas para esses seres entrarem e destruírem quem ne-
les estiver vibrando. Para não cair para os mundos inferiores, onde
estes seres escravizam aqueles que pensam como eles, é preciso se
libertar de qualquer tipo de vampirização e essa libertação não pode
ser deixada para o amanhã, pois ele pode ser muito tarde e acabar
se cumprindo o que o Cristo avisou quando disse que “o ladrão pode
vir na calada da noite”, hoje pode ser o último instante para provar
ao universo que houve arrependimento das práticas vampirescas e
que não se é concordante com o pensamento e as ações de vampiris-
mo, a oportunidade de mudança deve ser provada hoje, é somente
assim que se pode provar aos mundos superiores e celestes que se é
digno de morar neles, a melhora nunca pode ser postergada, muitos
espíritos contaram com o outro dia para se melhorarem e caíram

277
nos mundos sombrios sem terem conseguido provar que já pensa-
vam diferente através de suas atitudes, isso fez com que eles não
pudessem entrar nos mundos maiores e os fez ainda ficar presos
nos mundos de provas e expiação, onde teriam que provar em uma
nova reencarnação que não são coniventes com nenhuma forma de
vampirização e que não é favorável a elas.
É preciso se libertar do vampirismo de todas as formas
que ele possa existir; seja até numa empresa ao lidar com a vida dos
funcionários, quando seus patrões pensam mais no dinheiro e ex-
ploram as almas de seus trabalhadores que estão precisando de uma
oportunidade para trabalhar e sustentarem seus lares dignamente.
Os funcionários devem ser tratados como se fossem irmãos de to-
dos ali dentro, com salários justos e dignos pela profissão que exer-
çam, caso contrário os patrões estarão vibrando vampirismo e isso
os levará para as sombras do mundo espiritual como um espírito
que se aproveita do dinheiro que possui para escravizar as energias
mentais e físicas de seus irmãos, os explorando, lhes pagando pouco
mas lucrando muito em suas costas, um nítido vampirismo que se
não for curado na mentes dos empresários e patrões os levará para
sofrimentos expiatórios horríveis em mundo mais primitivos, onde
também sentirão os efeitos maléficos do pensamento que explora e
se utiliza do vampirismo para lucrar sobre os outros.
Dentro dos lares também há práticas de vampirismo,
muitos pais são vampirizados por seus filhos e muitos filhos são
vampirizados por seus pais quando eles sugam as energias emo-
cionais e físicas uns dos outros, que traz sofrimentos quando eles
trazem pensamentos sombrios para dentro do lar e não desejam se
curar deles, sugando as energias positivas que existam no ambiente
e não cooperando com a elevação dos pensamentos naquele recinto.
Os familiares que sofrerem com esse vampirismo precisam entrar
em oração e aconselhar esses espíritos que estão envolvidos com
o vampirismo a se distanciarem dessa forma de agir e pensar, pois
esses pensamentos atraem os obsessores deles mesmos, que os fa-
zem infelizes, que criam problemas, que não os deixam ser felizes
sentimentalmente e a terem paz para viverem aqui.

278
A Luz convida os espíritos a uma mudança interna mas
ela jamais a impõe, pois as práticas de impor o pensamento perten-
cem somente as sombras que usa o pensamento agressivo que fere
e desrespeita o livre arbítrio dos outros seres de serem, cada espíri-
to deve-se conscientizar que aquilo que emana também irá atrair e
para que ele possa ser feliz é preciso que vibre e atraia a felicidade
agindo em consonância com ela, com seus pensamentos elevados e
a forma de respeitarem os espíritos a sua volta, nunca lhes fazendo
infelizes, nunca lhes tirando a paz, nunca afligindo a forma dos ou-
tros serem, mas sempre vibrando amor, respeito, união, paz univer-
sal e pensamento benévolo sobre eles, que os amem e os convidem
a se tornar melhores a cada dia.

279
280
LOBISOMENS ESPIRITUAIS
Os lobisomens espirituais são conhecidos por serem car-
regados de agressividade e conivência com vampirismo. Quando
como espíritos desencarnados aqueles que praticaram o pensamen-
to agressivo, truculento e cruel são hipnotizados no mundo espi-
ritual e seu corpo astral se modifica conforme seus pensamentos
vibram, eles são transformados em feras sombrias do mundo espi-
ritual, refletindo na aparência espiritual a brutalidade que emana-
ram contra os outros quando estavam encarnados. Há maldições
realizadas no mundo espiritual que transformam os espíritos e en-
carnados em seres agressivos, em lobisomens que só resolvem seus
conflitos agindo por meio da agressividade, ignorância, imposição
de pensamento pela força, pela guerra, pelo ódio, eles apoiam a
tortura porque são conivente com a tortura dos outros, são espí-
ritos envenenados na magia sombria da licantropia, que faz o ser
humano matar e ser frio com os outros como um animal selvagem
que age pelos instintos sombrios da primitividade, eles precisam
ser libertos dessas hipnoses em forma de maldição que faz com que
eles sejam dessa forma, eles precisam se curar se distanciando de
qualquer porta que as sombras façam com que ele vibre a licantro-
pia espiritual, ela entra toda vez que ele permite que a agressivida-

281
de aposse seu corpo, o consumo de carne e vícios faz com que os
espíritos não se libertem dessas maldições que podem acometer a
qualquer um se houver ressonância vampiresca com a forma de-
les agirem. Os lobisomens espirituais causam brigas, confusões,
fazem guerras, estimulam a venda de armas, são seres cruéis do
pensamento bárbaro, muitos videntes no passado enxergaram es-
píritos nestas formas porque os encarnados estavam atraindo eles
com a forma deles serem com os outros, com a forma deles agirem
com as mulheres e com seus semelhantes, esses lobisomens ferem
tudo aquilo que é contrário a sua forma de pensar, eles estimu-
lam ódio, eles vibram pensamentos onde o menor e o mais fraco
deva ser subjugado e escravizado, são seres que já estiveram aqui
no passado e quando partiram desse mundo encontraram mentes
ressonantes com as deles que os escravizaram nas maldições som-
brias do pensamento. Os espíritos que não quiserem sofrer expia-
ções penosas nas mãos destes seres precisam abandonar qualquer
prática agressiva de lidar com seus semelhantes, não podem ser
coniventes com formas brutais e nem de tortura, caso sejam irão
atraí-los para as suas vidas, os pais não podem educar nunca seus
filhos pelo medo e pela dor do pensamento agressivo senão irão
se transformar em seres horríveis no mundo espiritual e serão de-
gredados junto com aqueles que agem da mesma forma contra os
outros, não pode haver conivência com o pensamento de agir das
trevas, eles torturam, machucam e ferem seus irmãos, aqueles que
agem assim irão também atrair seres que pensem igual. Os lobi-
somens são atraídos do astral pelo cheiro de sangue, são espíri-
tos que vibram o primitivismo e se alimentam dos outros como os
vampiros, a diferença deles para com os vampiros é que enquanto
o veneno dos vampiros é mais mental o dos lobisomens atua mais
no físico, eles preferem brigar do que envenenar as mentes, mas
existem os que atuam nas duas formas de obsessão. São maldições
espirituais que acometem os encarnados e espíritos que estejam
no umbral, os magos sombrios transformam esses espíritos em
hipnoses profundas que fazem com que eles hajam assim com os
outros, com que eles percam o controle, a hipnose funciona por-
que eles são coniventes com a forma de pensar que os hipnotizou,

282
por esse motivo eles são transformados e caem nas maldições que
fazem eles se distanciarem das felicidades dos mundos libertos
das maldições sombrias.
Quando eles entram no lar a discussão toma conta do am-
biente, eles fazem os encarnados brigarem, fazem eles terem ódio e
fúria, esses espíritos estão doentes no ódio e quando entram na vida
de alguém se encontrarem ressonância mental podem causar até a
morte, a intenção é que as brigas que eles causam se agravem e as con-
fusões se tornem mais primitivas e bárbaras como era no tempo em
que eles estavam na terra. Eles sugestionam mentalmente as vítimas
da obsessão deles resolverem qualquer conflito no lar, em seu rela-
cionamento, no trabalho e em qualquer campo de suas vidas com a
agressividade, quem está sob sua emanação espiritual vive um terror
mental onde tudo que percebe a volta é tratado com palavras grossei-
ras, com ofensas aos outros, com brutalidade, a maldição deixa eles
nessa vibração e toda vez que eles vibram o carnívorismo e os vícios
humanos essa magia sombria sobre eles os deixam mais doentes
no ódio e na transformação mental em feras da natureza primitiva.
Os videntes antigos que os enxergavam, viam seres em
formas de monstros caminhando pela rua e quando não, em estado
agênere, assumindo durante alguns momentos através dos fluidos
ectoplásmicos uma aparência física e materializada, nas eras primi-
tivas isso é era muito comum de ocorrer, pois a mediunidade que
prevalece sobre os povos primitivos ainda é a de efeitos físicos, do
qual muitos espíritos sombrios se utilizam para se materializarem e
os assombrarem com sua aparência enferma, algo que é permitido
pelas forças superiores, momentaneamente, como forma de ensinar
os povos primitivos a se conscientizarem do mundo espiritual em
que estão rodeados e que pelos olhos físicos da matéria podem não
conseguir perceber. Os lobisomens são os obsessores dos homens e
mulheres que se utilizam da agressividade, do machismo, da dor e
da força para imporem sua forma de pensar, eles envolvem e hipno-
tizam essas almas que precisam orar e se libertarem dessa forma de
agir para que não sejam escravizadas por eles no além e em outras
vidas, para que não sofram nas mãos de lobisomens encarnados o

283
efeito muito pior que eles causaram aos outros quando estavam na
terra e sejam degredados para os mundos primitivos da qual aque-
les que forem coniventes com a forma arcaica e grosseira de agir se-
rão degredados e não sairão de lá até que modifiquem sua forma de
ser e pensar. A maldição pode ser tirada dos que sofrerem dela com
a oração elevada dele e a mudança interior de seu espírito que fora
amaldiçoado por mentes sombrias do astral, ele deve vibrar o cami-
nho da paz e da Luz maior para não cair nas obsessões sombrias da
licantropia novamente, se libertando de todo vampirismo e forma
de pensar que seja conivente com a agressividade, a imposição de
pensamento e o uso da força contra a vida dos outros. A força só
deve ser usada para legitima defesa, nunca para atacar ou ferir os
outros, mas para imobilizar e se afastar de ataques físicos, quando
uma confusão começa é a oração mental que deve vibrar, pois há
obsessores em volta que estão querendo se alimentar de sangue e
causar discórdia entre aqueles irmãos do universo, a conversa com
calma e com o pensamento de cura espiritual não permite que a
guerra se instale e afasta os fluidos sombrios que favoreçam o pen-
samento de ataque. A defesa nunca pode machucar, ela deve prote-
ger e nunca ferir, quem fere é as sombras, a Luz cura e não se permi-
te vibrar pensamentos agressivos, ela protege a vida e se afasta das
sombras que possam querer atingi-la.
Libertação – André Luiz – Chico Xavier
No livro Libertação, pelo Espírito André Luiz, no capítulo 5 “Ope-
rações seletivas” narra a visita de André Luiz e Gúbio a um edifí-
cio onde ocorria julgamentos no qual a função dos juízes era a “de
selecionar delinqüentes, a fim de que as penas lavradas pela von-
tade de cada um sejam devidamente aplicadas em lugar e tempo
justos”. Um deles foi de uma mulher que, diante dos juízes, con-
fessou que matou quatro filhinhos inocentes e tenros e combinou
o assassinato do próprio marido, entregando-se depois às “be-
bidas de prazer”, mas nunca pôde fugir da própria consciência.
O juiz então fixou sobre ela as irradiações que lhe emanavam do
temível olhar, e disse que a sentença foi lavrada por ela mesma
e que ela não passava de uma loba. A medida que a afirmação
era repetida, a mulher, profundamente influenciável, passou a se

284
modificar, chegando ao resultado final da licantropia. André Luiz
constatou, naquela exibição de poder, o efeito do hipnotismo so-
bre o corpo perispirítico. Segundo explicações espirituais, ela não
passaria por essa humilhação se não a merecesse. No entanto,
a renovação mental depende única e exclusivamente dela. Deus
mantém a senda redentora sempre aberta a seus filhos.

285
286
FEITICEIROS DO ASTRAL
Os feiticeiros do astral são seres que conheceram a magia
na terra e mal se utilizaram dela, eles tiveram mediunidade para
curar mas fizeram mal uso dela e a venderam ao dinheiro e as von-
tades das sombras da terra. Eles eram médiuns quando encarnados
e usaram sua mediunidade para enriquecer-se, pensando que eram
privilegiados do mundo espiritual por conseguirem ter contatos
com os espíritos, se esquecendo que tinham que perseverar no bem
e se afastar dos vampirismos para não serem envolvidos nas obses-
sões que iriam tentar fazer com que ele se esquecesse de quem era
e utilizasse seus dons para as trevas. Os espíritos enganosos, quan-
do em eras primitivas, se disfarçavam-se de espíritos da natureza e
buscavam sangue e alimentos primitivos para vampirizarem, hip-
notizavam os médiuns e faziam deles marionetes de suas vontades.
Os feiticeiros se enganaram com seus espíritos que lhes enganavam
dizendo lhe guiar para um mundo de luz mas para isso exigiam sa-
crifícios sanguinolentos e trocas de fluidos pelo vampirismo, que
na verdade eram para alimentar espíritos trevosos que estavam se
escondendo por trás de crenças primitivas para conseguirem vam-
pirizar. Os feiticeiros perceberam quando chegaram no astral que
haviam entregado suas almas a seres horríveis e de aparência assus-

287
tadora do Umbral. Eles acreditavam estar de corpo fechado para a
magia sombria mas em verdade todas as vezes que feriam a vida da
natureza para seus rituais mais abriam ele para as maldições som-
brias que os acompanhariam em diversas encarnações e os deixa-
riam com muitas doenças do corpo e do espírito que enquanto eles
não se libertassem dos pensamentos sombrios e vampirescos eles
não conseguiriam se curar delas. Eles estavam se entregando a seres
sombrios que na primeira oportunidade de os entregar as perdições
do astral não iriam pestanejar, quando esses espíritos desencarna-
ram eles se depararam com as faces terríveis que o escravizaram em
vida no mandato mediúnico, pois estes espíritos só lhes atendiam
enquanto eles pudessem lhes oferecer fluidos terrenos, sem o corpo
físico os médiuns do passado não mais serviam aquelas entidades
que agora iriam atrás de outros médiuns ainda vivos para vampiri-
zarem e enganarem com rituais e apetrechos que os atrasa no pen-
samento e os engana com o vampirismo que alegam ser para curar.
Eles perceberam que o forte cheiro de sangue que vinham
de suas oferendas havia atraído uma legião de espíritos sombrios que
ali se alimentavam constantemente para realizarem os pedidos que
lhes eram feitos; prometendo trazer amor, cura, dinheiro, vingança
e tudo que os encarnados pedissem de terra-a-terra mas que só lhes
seria dado se houvesse trocas de fluidos, a carne e os vícios huma-
nos era o único vínculo que os ligavam e assim muitos médiuns se
perderam quando se entregaram ao pensamento que vampiriza os
outros para obter favores do mundo espiritual, pensamento esse que
é nítida utilização dos dons espirituais em favorecimento as trevas.
Eles se perdem e são enganados quando dão ouvidos a
espíritos que dizem que precisam beber, fumar e realizar oferen-
das sombrias para conseguirem evolução ou terem paz. As sombras
enganam a cada um na proporção em que se permitem vibrar nela,
prometem amor mas só podem trazer paixões sombrias carregadas
de traição e discórdia, prometem dinheiro mas só podem trazer o
dinheiro que vem das sombras, prometem a cura mas só conse-
guem esconder as doenças, prometem afastar obsessores mas só
conseguem tomar-lhes o lugar, são mentes vampirescas do mundo

288
espiritual e quando encontram um médium que também vibre no
vampirismo transformam ele em um médium enfermo que sofrerá
os mesmos pensamentos que emanou contra os outros, bebendo do
próprio veneno que possa ter envenenado outras mentes. Aquele
que deixa os outros doentes pela lei da magia também irá sofrer a
doença que lhe voltará pelas mesmas leis, dessa vez nas mãos de
feiticeiros piores que eles, em outra encarnação ou ainda nessa. Nas
mãos de magos sombrios, bruxas horríveis da vingança, feiticeiros
cruéis, médiuns vampiros que também irão se utilizar do vampi-
rismo e da magia sombria para os machucar e os fazer sofrerem
lhe ensinando dessa forma que a magia das trevas só podem tra-
zer dores e machucar os espíritos, dores espirituais que irão fazer
com que os praticantes fiquem muito doentes em pensamentos de-
pressivos no mundo espiritual, sendo sempre atacados por espíri-
tos que buscam vingança contra ele e dores físicas quando retor-
narem para o corpo físico em nova existência, porque farão com
que eles voltem a matéria com muitas doenças no corpo como o
câncer ou a lepra que pode vir como uma expiação de um espíri-
to que se utilizou das forças do pensamento no ódio em outra vida
para ferirem seus irmãos. Não devendo nenhum caso de doença ser
generalizado em hipótese alguma, pois há espíritos que não estão
expiando mas sendo provados com doenças físicas aqui na terra.
O sensitivo que deseja se libertar e ser feliz no além vida
precisa se libertar de qualquer prática religiosa que o faça vibrar ou
não queira libertá-lo das doenças espirituais, vampirismos, pensa-
mento atrasados, ódio ou conivência com as sombras e com a forma
deles pensarem. A magia sombria pode adentrar a qualquer templo
religioso, ela não escolhe religiões, ela escolhe encarnados com pen-
samentos coniventes com a forma dela ser, qualquer prática espiri-
tual pode ser envolvida com as sombras desde que seus pensamen-
tos vibrem dor, medo, agressividade e imposição de pensamentos.
A magia sombria está vibrando em todo lugar onde o pensamento
de ódio vibre, onde não haja amor universal, onde não seja vibrada
a paz dos espíritos, onde não sejam respeitada a forma dos seres se
encontrarem e se amarem, o pensamento sombrio busca destruir
e atrasar a forma dos espíritos se enxergarem como semelhantes,

289
mas a magia da luz vem libertá-los e ensiná-los os princípios da ma-
gia iluminada que vibra amor, vida, paz e libertação para todos os
espíritos que desejam se libertar das maldições e dos pensamentos
trevosos que se encontrem a sua volta.
Os que praticaram a magia sombria precisam agora se li-
bertar de tudo aquilo que o remeta as práticas de feitiçarias antigas
que façam com que ele não se melhore e se torne um ser mais eleva-
do. Eles não necessitam de nenhum apetrecho ou de vampirizarem
nenhum ser para poderem curar e despertarem seus dons, isso é
engano vindo das sombras, ele só precisa do pensamento iluminado
e da melhora moral no pensamento da luz. A mediunidade dele vol-
tará a florescer quando ele se libertar de todo vínculo que ele possa
ter com as formas de pensamento das sombras. Quanto aos espíri-
tos que ele mantinha vínculo espiritual esses devem ser conduzidos
a doutrinação desobssessiva e devem ser convidados a se curarem
também, abandonando toda a prática de vampirismo e magia som-
bria, ajudando de agora em diante seus irmãos a se curarem pela
força do pensamento que desperta as almas e ama todas as vidas.
As maldições e magias sombrias não entram apenas pelo
consumo de carne, elas entram também pelos pensamentos vampires-
cos, agressivos, vingativos, raivosos, rancorosos, depressivos, ganan-
ciosos, soberbos, vaidosos, invejosos, histéricos, maldosos e por qual-
quer pensamento que seja destrutivo ou que tenha laços com as trevas.
Quando os espíritos alimentam sentimentos e pensamen-
tos destrutivos dentro dos corações deles eles se tornam alvos da ma-
gia sombria vinda do astral e da terra que visa lhes destruir a felici-
dade. Para a magia sombria ser feita ela não requer que as mentes
sombrias sejam encarnadas, pois os espíritos desencarnados também
podem se utilizar dela contra suas vítimas do astral, caso elas este-
jam vibrando ressonância e pensamentos que sejam coniventes com
o que eles pensam e acreditam, a feitiçaria e magia sombria conti-
nua a todo vapor no mundo espiritual tentando influenciar as almas
que ainda vibram o pensamento dela, todo ser que estiver vibrando
o vampirismo e o pensamento sombrio da magia das trevas estará na
faixa mental de captar seus pensamentos e maldições do espírito.

290
Os espíritos desencarnados também conseguem se uti-
lizar de feitiços no mundo astral contra suas vítimas aqui na terra,
bastando apenas que elas lhes deem portas espirituais em suas vidas
e eles poderão amaldiçoá-las com os pensamentos envolvidos na
magia sombria. O consumo vampiresco de carne é uma das portas
principais que os espíritos enfermiços se utilizam para enfeitiçarem
suas vítimas com a magia sombria, eles depositam o pensamento
de ódio dentro da carne no estomago delas e assim as deixam doen-
tes com o decorrer do tempo da mente e da matéria. Eles sabem
se disfarçar e possuem paciência para envolver suas vítimas, mui-
tos obsessores preferem agir como serpentes silenciosas para que
suas vítimas não fujam de suas obsessões e acreditem não estarem
envolvidas com a vibração deles, muitos deles deixam os encarna-
dos doentes aos poucos, querendo que eles fiquem numa cama de
hospital na velhice e sofram com doenças que primeiro começaram
com as obsessões no corpo astral e depois se materializaram no cor-
po físico. Com o consumo da carne o pensamento de dor e revolta
dos animais vem imantado junto delas, essa carne já foi vampiri-
zada desde dos matadouros e frigoríficos quando o direito à vida
daqueles animais inocentes da maldade humana foi interrompido.
Essa carne que os encarnados se alimentam possuem alto teor toxi-
co que suja e adoece o corpo espiritual e físico, isso causa câncer no
organismo espiritual que com o passar do tempo passará a se ma-
terializar no corpo físico, dessa vida ainda ou de outra encarnação.
As doenças podem surgir silenciosamente, causadas pelas ondas
mentais das mentes venenosas que podem fazer até que a ciência
não se dê conta do veneno cancerígeno delas em exames clínicos.
O carnívorismo fazendo com que aquele que se alimenta dessa prá-
tica vibre pensamentos densos e alimente larvas que vem da mente
sombria dos obsessores e se materializam em no corpo físico, quando
ele permite o sangue adentrar como um alimento no seu estômago.
Os pensamentos densos não conseguem ser mandados embora, mas
podem adormecer para disfarçar as obsessões, enquanto o encarnado
não se libertar das práticas vampirescas. Enquanto não houver com-
preensão por parte do espírito de que ele não pode se alimentar da
vida dos outros ele sofrerá com obsessões que também pensam como

291
ele e irão impedi-lo de conseguir ser feliz, pois irão se alimentar dele
também assim como ele ainda acreditar ser correto se alimentar dos
outros, é a lei da semeadura e os espíritos só podem sofrer o pensa-
mento sombrio que eles possuam conivência, se há vampirismo por
parte deles eles também serão vampirizados.
Quando a “carne e seus derivados” vão embora da ali-
mentação humana a magia sombria perde força e combustível na
vida de quem não se alimenta mais da vida dos outros. Ela ainda
pode ferir o espírito que mantiver pensamentos destrutivos e liga-
dos ao vampirismo, mesmo não se alimentando mais da carne dos
outros. A magia sombria só funciona na mente e no organismo de
quem vibra a semelhança com seus rituais, esses rituais possuem
conivência com o vampirismo e se alimentam da vida dos outros, vi-
bram o pensamento enfermiço.. Toda magia que se alimente da vida
dos outros é magia sombria e traz doenças e maldições para seus
praticantes. O pensamento sombrio e o sangue sofrido dos animais
dentro do corpo humano é o que faz com que elas funcionem no
corpo astral e deixem as vítimas doentes. Quando o Ser humano se
liberta dos pensamentos sombrios e do vampirismo ele alcança um
estado de leveza, maior saúde e bem estar, pois o vampirismo deixa
o espírito denso e sem luz, mas a libertação do vampirismo traz vida
e cura para quem vibra o amor universal. O espírito não consegue
irradiar fluidos luminosos de dentro si quando se alimenta da vida
de seus irmãos, as orações deles ficam fracas e não conseguem sur-
tir efeito contra as obsessões que os espíritos possam estar causan-
do em sua vida ou na dos outros, a aura fica sombria e acinzentada
e o espírito não consegue vencer as trevas, enquanto não vencer as
próprias sombras e vibrar na Luz. A terra precisa se conscientizar o
quanto antes de que os espíritos sombrios estão lhe amaldiçoando
com a magia sombria há muitas eras não apenas através dos vícios
humanos, que já são conhecidos como portas espirituais de entrada
de entidades maléficas mas também por conta do consumo carnívo-
ro e de seus derivados, pois essa prática favorece a tortura, o ódio,
a dor e o desrespeito a outras vidas, tudo o que a magia sombria
também favorece e emana contra as vítimas de seus feitiços men-
tais. Quando a carne é consumida o primeiro pensamento sombrio

292
que se instala no corpo astral é o pensamento depressivo do animal
que sofreu e vibrou o medo, a revolta e a dor antes de serem mor-
tos com a frieza humana, para estarem sendo servidos contra sua
vontade ao cardápio humano, essa depressão se instala e vibra so-
frimento nos encarnados e desencarnados, eles precisam se libertar
dos vampirismos para poderem ser felizes, somente assim poderão
se ver livre dos envolvimentos obsessivos das mentes das trevas.
O leite provindo de animais, quando ingerido pelo homem,
causa profundo problema gástrico no espírito e com o tempo sistema
físico. Causando intoxicação intestinal e fortalecendo o vampirismo
que começa quando os espíritos ingerem algo que não foi feito para
sua alimentação, roubando as energias dos animais e usufruindo do
que a natureza não deu aos humanos. O cálcio que é justificado por
muitos para poderem ingeri-lo é facilmente encontrado no chá das
folhas de amora, a mãe natureza sempre dando aos seus filhos opor-
tunidades de se vitalizarem sem precisarem se alimentar de outras vi-
das, sem precisar vampirizá-las, vibrando a saúde e o amor uns pelos
outros e nunca tirando dos outros a vida e o sustento de seus filhos.
Enquanto houver sangue sendo vampirizados em nome
de alimentos haverá carnificina e guerras a perseguir as vidas da-
queles que são concordantes com essa forma de se alimentar, sejam
nessa vida ou em outras em mundos inferiores. Todos os seres pos-
suem sentimentos, todos podem sentir dores, todos podem sentir
medo e todos podem sentir os efeitos nefastos do vampirismo, por
isso as almas que queiram se salvar devem se colocar na pele de seus
semelhantes menores, é somente assim que conseguirão alcançar
os mundos superiores que já estão libertos do vampirismo. Muitos
espíritos irão chorar e se arrepender por não terem mudado coi-
sas tão simples como uma alimentação e a forma de pensar quando
tiveram a chance como encarnados na terra, por isso vibre a cura
hoje e ela irá possibilitar a você um mundo regenerado e feliz para
se morar nas futuras encarnações. A Luz não permite que vampiros
adentrem os mundos melhores e os encarnados precisam se libertar
das práticas de vampirismo enquanto estão na terra, para que com
seus méritos possam alcançar a depuração de seus espíritos e as-

293
sim possam se libertar dos mundos dominados pela guerra e pelas
mentes da escuridão. Para que eles possam se libertar das mentes
que apoiam que a vida dos outros seja retirada em nome da vitali-
dade deles, mentes que apoiam a agressividade, a tortura, os pensa-
mentos que favoreçam ao ódio e sejam distantes do amor universal,
mentes de espíritos que foram amaldiçoados pelas magias sombrias
do astral quando foram coniventes com a forma dos espíritos das
trevas pensarem, para se libertar delas é preciso se curar dos vampi-
rismos e transcender o pensamento no amor e no respeito universal
a todas as formas de vida.

294
PODER MENTAL NA LUZ
O poder criativo da mente é capaz de criar situações e
destinos para o Espírito que nele acreditar e vibrar em orações. O
poder mental é o poder de criação ideoplástica que um espírito pode
realizar quando em sua mente mentaliza um lugar de paz ou uma
cura espiritual acontecendo, agindo diretamente sobre os mecanis-
mos da fé que pelos olhos mentais conseguem ver a vida melhoran-
do e as coisas positivas acontecendo, vibrando um pensamento de
paz e tranquilidade que é envolvido com orações que canalizam os
fluidos universais em prol de uma causa. O que a mente dele criou
pode se tornar realidade em sua vida desde que ele possua méritos
para receber. Quando realizamos uma oração estamos canalizan-
do nossas forças mentais para curar nosso coração e o coração dos
nossos irmãos, a oração é sublime mentalização de paz e harmonia
espiritual emanadas de nosso espírito em prol de alguém ou uma
causa. Quando um espírito se põe a orar ele coloca diante das mãos
Divinas sua vida e a vida do seus semelhantes, ele cria uma onda
mental que mediante sua vibração iluminada de benevolência irá
criar um campo vibratório para fazer com que aquilo que ele crê e
mereça como espírito ele atraia sobre sua vida. Uma oração deve
vibrar pensamentos de cura, pensamentos que pensem não somen-

295
te em si mesmo mas também nas dores dos semelhantes vibrando
amor coletivo, pensamentos de libertação, de paz, de vida, nunca
de pensamentos frívolos, densos, dominadores, gananciosos, pois
cada pensamento atrai um determinado tipo de espírito que esteja
em sintonia e em concordância com a forma dele ser sobre os ou-
tros, se são pensamentos iluminados atraem espíritos iluminados,
porém, se são sombrios atraem espíritos sombrios.
O poder da oração é o poder do mago de conjurar seu
pensamento, sem ela não há criação elevada de onda mental e nem
força espiritual nos seus pensamentos. Quanto mais de coração é
feita uma oração mais forte ela é, os pensamentos de amor, cura,
libertação e boas vibrações são as vitaminas psíquicas que o espírito
deve nutrir seus pensamentos, mentalizando lugares calmos e tran-
quilos para vibrar sua oração, podendo até se utilizar dos recursos
da tecnologia terrestre que os espíritos conhecem muito bem, uti-
lizando-se das músicas que o inspire no bom pensamento e sejam
concordantes com o pensamento da paz e da vida superior.

296
COMO NUTRIR OS
PENSAMENTOS
Os pensamentos são nutridos pelos sentimentos dos
espíritos quando eles são envolvidos com sentimentos benévolos
e fraternos eles adquirem tonalidades coloridas e elevadas, mas
quando o pensamento é envolvido nas sombras os pensamentos
ficam escuros e acinzentados, vibrando densidade. As cores cla-
ras indicam que os pensamentos estão elevados e as cores densas
indicam que ele está pesado e terreno. Os espíritos estão pensan-
do e por isso forma-se uma auréola que envolvem as mentes e os
corpos deles. Quando eles emanam a cura eles estão irradiando
luminosa onda magnética nutrida de paz, benevolência, gratidão
e vibrações para seus semelhantes. São as vibrações conquista-
das com os pensamentos elevados dos espíritos, que lhes são o
poder espiritual para curar seus irmãos das obsessões. As magias
do pensamento de bem e da paz transfiguram os rostos espiri-
tuais daqueles que os emanam, esses pensamentos transfiguram
a aparência dos espíritos no mundo espiritual, a simples aproxi-
mação do pensamento deles é capaz vibrar paz e luz ao mundo.
O mago da luz Jesus ensinou que o poder da oração é

297
fortificada com o Jejum, este tão esquecido nos dias atuais foi muito
utilizado pelos magos do passado para conjurarem seus pensamen-
tos e consagrarem seus espíritos as forças amparadoras da luz, que
emanavam do alto vibrações etéreas que fortificavam o pensamento
curativo deles. Quando a matéria se enfraquece com o jejum o espí-
rito ganha força mental. O jejum sagrado é realizado com sabedo-
ria, aqueles que desejarem buscar força com ele devem se utilizar
apenas da água e terem consciência de seus limites físicos. Quando
o pensamento é canalizado envolvendo as forças do amor ele se for-
tifica e quanto mais sentimento ele consegue vibrar mais poder do
alto ele recebe para curar, porque o amor é a vontade de ver o outro
bem, é a vontade de ajuda-lo, é a vontade de vê-lo ser feliz, é a von-
tade de curá-lo e quando há vontade de curar alguém as portas do
Universo se abrem para ajudar esses espíritos.
O poder mental se fortalece quando ele faz o bem e cura
os outros, curar o mundo faz os espíritos transcenderem espiritual-
mente, faz eles se elevarem, faz eles mostrarem ao universo que
além deles irem para luz eles convidam também seus irmãos a pen-
sarem no amor e a se encontrarem com ela. É o pensamento de cura,
é o pensamento de amor sobre todas as vidas, é mostrar à natureza
Divina que houve melhora interior. É o pensamento que deseja a
mesma felicidade que deseja a si para os outros também, que deseja
a paz no mundo e que é concordante com todo pensamento que a
proclame, em nome da vida e respeito a todos. Quando os espíri-
tos emanam pensamentos de cura eles também se sintonizam com
os pensamentos dos espíritos elevados que vibram cura a eles, a lei
de ressonância no bem atraem os espíritos também saudáveis para
perto deles que vem para cura-los espiritualmente, familiarmente,
sentimentalmente e socialmente, vibrando a luz em todas as áreas
de suas vidas, pensamentos como este irão envolver esses espíritos
em uma aura de luz superior que os protegerá de qualquer vibração
enfermiça que venham em direção da vida deles.
A magia é o poder de atrair com a mente aquilo que se
pensa, o poder de pensar é o poder de canalizar vibrações mentais e
atraí-las para perto de si. Os pensamentos se encontram em faixas
de vibração mental, que os espíritos se sintonizam de acordo com as

298
conivências de seus pensamentos e a maneira deles pensarem. Exis-
tem faixais vibratórias de pensamentos elevados e as de cunho um-
bralinos, as que são elevadas revelam sempre um caráter iluminado
e espiritualizado, as que são umbralinas vibram sempre sombras e
a densidade terrena.
Sentimentos ruins estão nutrindo maus pensamentos,
os sentimentos ruins dentro do corpo astral formam um câncer que
quando se aglomera com inúmeros outros se tornam cada vez mais
fortes e adoentam mais o espírito e consequentemente o corpo físico,
é por este motivo que todo sentimento ruim, mágoas, pensamentos
egoístas, pensamentos negativos devem ser dissipados por pensa-
mentos positivos, vibrando perdão, vibrando paz, vibrando harmonia
com a vida que é eterna e se conscientizando que os problemas ter-
renos são passageiros e ficarão na terra, vibrando alegria e sintonia
maior com as esferas celestes, do contrário haverá espaço para som-
bras se aproximarem e adoentarem aquele corpo com pensamentos
sombrios que serão nutridos se encontrarem maus sentimentos den-
tro do coração. Sentimentos elevados é a chave para nutrir as orações
positivas e fazer com que as coisas boas aconteçam, quanto mais os
sentimentos são elevados, afetuosos, caritativos, verdadeiros, amo-
rosos mais cura e mais poder mental envolvido com a paz universal
haverá. Quem vibra bons sentimentos é feliz porque nutre sua mente
com a vitamina mais preciosa do Universo: o amor.

299
300
FAIXAS MENTAIS E SINTONIAS
Para poder se encontrar mentalmente nas diversas faixas
vibratórias da dimensão dos pensamentos, os encarnados precisam
aprender a como desenvolver percepção de vibração e para pode-
rem se curar precisam aprender a se sintonizar com as faixas de
vibração que lhe inspirem cura e o progresso moral do espírito. Para
auxiliar o processo de desenvolvimento das percepções mediúnicas
eles podem sintonizar uma música que expresse sentimentos eleva-
dos e cantos tranquilizantes. Eles irão sentir o magnetismo curativo
que as vibrações delas irradiarão sobre eles, as músicas elevadas são
como os mantras do passado, capazes de despertarem os dons espi-
rituais pela tamanha irradiação de cura mental que vibram vibram
quando encontram recepção mental para suas ondas elevadas nos
pensamentos e formas de ser de quem as ouvem.

301
302
MORADAS VIBRATÓRIAS
As músicas que um espírito se apraz em ouvir podem
revelar muito sobre a vibração em que ele se encontre morando,
quando elas vibram harmonia elevada e sentimentos iluminados
indicam bons pensamentos, uma casa limpa e arejada mas quando
suas falas indicam depressão e pensamentos densos elas indicam
pensamento adoentado, casa suja e com larvas de obsessores en-
trando pelas vibrações pesadas que se permite morar quando per-
mitem-se se sintonizar a faixas vibratórias de vibração umbralina.
Os espíritos encarnados precisam redobrar o filtro psí-
quico e se atentar a tudo que tente entrar e queira não sair de suas
mentes que possa entrar através de músicas, filmes, jogos, hobbies,
livros, esportes, religiões e que possa influenciá-lo a ter pensamento
denso e contrário ao amor a todas as formas de vida. Toda influên-
cia exterior está emanando uma forma de pensamento como suges-
tão mental para a mente de quem as ouve e que caso possua alguma
conivência com o pensamentos das sombras será necessário cautela
e mudança de vibração, as influencias das trevas atrasam a evolu-
ção dos espíritos e os prendem em zonas sombrias do umbral, elas
procuram entrar de forma sutil e podem cegar as almas com vendas

303
hipnóticas se elas se permitirem ser convencidas pelo pensamento
que as deixam doentes quando as afastam do amor universal e do
respeito a vida de todos seus semelhantes espirituais.
Os ambientes enfermiços vibram músicas que deixam
os espíritos doentes no amor, doentes das forças genésicas, doen-
tes na forma de ser e entre os encarnados há músicas enfermiças
de origem umbralina sendo entoadas por cantores que foram en-
volvidos em pensamentos de obsessores quando as compuseram
com palavras de baixo teor vibratório, vibrando mundos sombrios
e as depressões, que causam os vícios e as doenças da mente do
espírito. Por isso deve-se ter atenção com todas vozes artísticas que
queiram entrar em sintonia com suas ondas mentais, as sombras
sabem seduzir e até encantar com a arte quando querem envolver
suas vítimas em hipnoses serpentinas e formas sombrias de pen-
sar e agir. Quanto aos artistas, que em verdade são médiuns mú-
sicos, estes precisam se sintonizar com o alto para que não sejam
influenciados a usarem seus dons para favorecer o pensamento
que deixe as almas doentes do pensamento, procurando as inspi-
rações em sons e letras que falem dos sentimentos, que falem do
amor universal, que toquem emoções profundas da alma e trans-
formem a maneira do ser humano olhar a vida, são nessas inspi-
rações que eles devem vibrar para que as músicas dos céus des-
çam até eles e eles possam cumprir a missão que possuam com
a arte de forma iluminada e vibrando o pensamento da Luz.
No amor a felicidade não vem enquanto a vibração de-
pressiva não for cessada na caixa de som, não se libertam dos vícios
humanos enquanto se permitirem ouvirem as vozes que os favore-
çam nas ondas sonoras ou televisivas, os pensamentos coniventes
com as traições sentimentais entram primeiro pela porta das dra-
maturgias e filmes que possam motivar essa forma de agir. Para a
Luz se aproximar é preciso que se afaste das vibrações que sejam fa-
voráveis ao pensamento umbralino, são essas vibrações que deixam
os espíritos adoentados e presos nas zonas de sombras espirituais
ao saírem do corpo físico. As faixas vibratórias que não vibrem a

304
união, os valores morais, a elevação dos sentimentos, o pensamento
no bem maior, o amor universal e a paz interior estão em vibração com
o Umbral e para não ir para regiões de umbralinas é preciso desfazer
qualquer conivência com os pensamentos que nelas tenham origem.
As músicas também são faixas de vibrações mentais e os
espíritos podem se sintonizar com elas quando eles se permitem es-
cutá-las ou canalizarem atenção sobre elas. Os encarnados quando
aprendem a perceber as sensações e os pensamentos que as faixas
das vibrações lhes transmitem eles desenvolvem e apuram a capaci-
dade de percepção mediúnica, assim podem perceber a diferença do
magnetismo das faixas elevadas e curativas com as do magnetismo
das faixas densas e enfermiças, é o pensamento que elas exprimem
que lhes revela o caráter espiritual que elas possuem origem.
Precisa-se ter atenção e filtragem com tudo aquilo que
se permite assistir, cantar, vibrar o pensamento, pois mentes som-
brias para tentar influenciar através delas pensamentos sombrios
não faltam. Eles estudam estratégias mentais de obsediar as mentes
através dos entretenimentos psíquicos e formas de se achegarem
até a mente dos espíritos. Tentam influenciá-la de forma sutil, seja
com um filme que favoreça o pensamento vampiresco, com uma
dramaturgia que ensine a ser venenosa, com uma música que des-
perte a libido primitiva e cause traições, com maneiras de atores
interpretarem que favoreçam vampirismos, tudo uma forma de
envolver. Os espíritos precisam se afastar das coisas desse mundo
que possam querer envolvê-los com as sombras, elas são como er-
vas daninhas, começam pequenas e se deixar se transformam em
obsessões complexas, que deixam os espíritos muito adoentados no
mundo espiritual e nas encarnações.

305
306
PROTEGENDO O CAMPO
MENTAL
As mentes que vibram cura para não serem hipnotizadas
são as mentes que filtram com o raciocínio curativo da Luz todas infor-
mações e vibrações que se achegam ao seu campo mental, se houver
percepção de pensamentos e formas de ser enfermiça elas se afastam
e bloqueiam aquele tipo de informação, pois não se permitem se en-
volver naquilo que as tentam distanciar do amor universal, de respei-
tar a vida, de se condoer com a dor dos outros, de vibrar sentimentos
elevados, elas não se permitem envolver em pensamentos atrasados
e que tenham conivência com o ódio, a agressividade e a falta de amor
pelos outros, elas vibram cura e se protegem e amparam seus seme-
lhantes de todas as ondas mentais que possam querer adoentá-los.
A percepção mediúnica é desenvolvida na medida em
que os espíritos conseguem perceber os ambientes e faixas vibra-
tórias que possuem vibração “leves ou pesadas”, na medida em que
eles conseguem perceber a vibração dos espíritos e dos encarnados
a sua volta, percebendo se os pensamentos deles são curativos ou
enfermiços, se elevados ou densos, se ele convém com a Luz ou com

307
as sombras na forma de pensar e agir. Conseguir perceber a fonte
de vibração dos pensamentos dos espíritos e ambientes é o segredo
para conseguir apurar as percepções mentais e encontrar a própria
vibração em que se permite vibrar e assim autoconhecer a vibração
em que vibra mentalmente se na cura ou na enfermidade espiritual.

308
O DESPERTAR DOS MÉDIUNS
Nas sessões mediúnicas eles cantam com pensamentos
fraternos e se elevam escutando músicas que refletem a cura dos
pensamentos, eles se reúnem se sintonizando com sons elevados,
que tocam profundas sensações iluminadas nos corações dos espíri-
tos e assim atraem irmãos benfeitores que se aproximam, vibrando
amor e cura mental sobre a aura deles. Quando os médiuns se colo-
cam em profunda sintonia meditativa com a luz em ambiente cura-
tivo, envolvidos pelas irradiações salutares das músicas elevadas,
eles conseguem canalizar pensamentos de espíritos que irão aju-
da-los a despertar as faculdades mediúnicas. Os espíritos ilumina-
dos se achegam sobre a mesa branca na medida em que os médiuns
se sintonizam com a luz e buscam se deixar inspirar pela telepatia
mental que provém quando o pensamento se encontra vibrando o
amor universal e a paz espiritual, nesse momento os espíritos já se
encontram por perto. Os médiuns combinam em orações ao alto
os momentos e os horários em que as sessões irão ser iniciadas e
findadas, para que os cooperadores do desenvolvimento e traba-
lho mediúnico se preparem de antemão no mundo espiritual para
ajudá-los nas esferas terrestres, tudo com seriedade e pensamentos
envolvidos em receber cura e poder ser instrumentos mediúnicos

309
dela. A música elevada e vibrando tranquilidade sempre podem
acompanhar os momentos de transe, o mago ou dirigente espiri-
tual que estiver conduzindo a sessão pode junto dos aprendizes en-
toar mantras e canções para conseguirem despertar a consciência
para o transe, buscando aprofundar o momento de sensibilidade, se
permitindo entrar em uma sintonia vibratória maior para alcançar
espíritos benfazejos que vibrem cura interior, mensagens elevadas,
mensagens de harmonia, que convidam a amar, a se tornar melhor,
a encontrar a Luz. Os espíritos irão mostrar visões, irão trazer con-
selhos para todos e não para uma só pessoa; a Luz ilumina a todos.
Eles irão auxiliar a despertar a sensibilidade e os dons, basta que
os encarnados vibrem a sintonia com o pensamento deles e a ora-
ção seja de coração curado para que possa despertar, se permitindo
se doar na caridade com os espíritos para curar e trazer luz para o
pensamento dos semelhantes, procurando se envolver em pensa-
mentos que curem o mundo, inspirações que exprimam o equilí-
brio e as vibrações elevadas, pensamentos que tragam cura interior,
pensamentos que elevem os sentimentos dos seres. Vibrando saúde
na alimentação, se distanciando de alimentos que envenenam o pa-
ladar o humano, que causem excesso de peso, que desequilibrem
o corpo físico e astral do espírito. Resguardando as energias pri-
mordiais da vida que compõem o poder de mana do espírito, onde
quando reservado fortalece o pensamento e da vida aos elementais
artificiais do espírito.
É dessa forma que se desperta a sensibilidade, desenvol-
vendo as percepções vibratórias inicialmente para que se consiga
com o tempo perceber as ondas mentais em forma de pensamentos
que venham do interior da consciência e pode a primeiro instante
lhe parecer uma leve intuição mas se o pensamento continuar sendo
inspirado é sinal que há um contato mental com uma mente espi-
ritual, tal como aquele aviso no coração de mãe ou intuição em não
tomar determinado caminho ou se afastar de alguma influência de
ambiente ou encarnado para não adoecer espiritualmente. A for-
ma do pensamento que as intuições revelam irão indicar se elas são
vindas do alto ou dos mundos inferiores, se trazem luz ou sombras.
Para saber se um espírito é de luz basta filtrar se em suas palavras

310
conseguem morar o amor universal, o esclarecimento regenerativo,
a luz, os pensamentos que o Cristo emitiria e se a forma dos pen-
samentos dele ama e respeita todas as vidas, se ele amar e anun-
ciar o pensamento benévolo a todos os seres, ele é um ser de Luz.

311
312
CÂNTICOS QUE INSPIRAM
MAGIA
Os cânticos podem elevar as vibrações de um ambiente,
eles podem transformar os corações e conduzi-los a um pensamen-
to iluminado, se utilize dos cânticos de luz para conduzir seus pen-
samentos e eles serão inspirados pelo alto, a lei de sintonia irá te
colocar em momento de inspiração com o Divino.
O médium que vos escreve lhes indica alguns cânticos
que vibraram nos meus pensamentos quando esse livro me foi ins-
pirado, espero que com esses cânticos vocês possam saber como en-
contrar os caminhos musicais que elevem as consciências dos espí-
ritos e os despertem para os mundos mais iluminados do universo.
Cânticos Temáticos do Livro
I Will Find You (Clannad)
May It Be (Enya)
Evenstar (The City of Prague Philharmonic Orchestra,
Howard
Shore)

313
Cânticos Que Inspiram Magia
Now We Are Free (Lisa Gerrard)
The Mystic’s Dream (Loreena McKennitt)
Boadicea (Enya)
Monastery of La Rabida (Vangelis)The Mass (Era)
Yeah Noha (Sacred Spirit)
Cânticos Que Inspiram Fé
When You Believe (Whitney Houston, Maria Carey)
Oração A São Francisco (Paula Zamp)
If I Could Be Where You (Enya)
Evening Falls (Enya)
Se permita se encontrar, se autoconhecer, você nasceu
para ser feliz, seu organismo vibra saúde quando você vibra pen-
samentos de luz e quando você vibra o amor universal no íntimo
do seu coração. Os mundos físicos são passageiros e no final dessa
jornada o que vale é o amor e a paz que você deu aos outros através
dos seus pensamentos e forma de ser. A Luz que você vibra te eleva
e te faz alcançar mundos felizes no pensamento, onde os espíritos
se amam e cuidam um dos outros, pois a felicidade começa quan-
do pensamos na luz e desejamos a paz para os nossos semelhantes,
pois é somente abençoando que podemos ser abençoados.

314
IDEOPLASTIA É MAGIA
A ideoplastia é a forma dos espíritos criarem com seus
pensamentos, ela modela e da vida espiritual para as formas de pen-
samento, paisagens e mentalizações que eles criem mentalmente.
A ideoplastia é o modelar de um pensamento que quando concen-
trado e apoiado em uma faixa de vibração mental elevada, adquire
força e mais poder psíquico de efeito curativo no mundo espiritual.
Quando os espíritos se posicionam em uma determinada vibração
mental eles conseguem ideoplastizar melhor o seu pensamento, ou-
vindo uma música elevada, por exemplo, ele pode canalizar fluidos
benéficos para seus pensamentos canalizando uma oração e men-
talizando fluidos elementais da natureza sobre eles que envolvam
e deem vida a seus pensamentos, os envolvendo em sentimentos e
emoções benévolas.
Mentalizar uma praia ou um bosque da natureza com
pensamentos leves e uma música relaxante ao fundo, pensando que
irá se encontrar com um mentor espiritual e que ele irá trazer con-
selhos elevados e boas vibrações podem abrir portas para o desper-
tar mediúnico, os espíritos conseguem aparecer melhor nos campos
mentais do que nos campos físicos, a prática de ideoplastizar encon-
tros com mentores no astral é eficaz e eles podem inspirar mensa-

315
gens aos médiuns que através da ideoplastia consigam encontrá-los
vibratoriamente no mundo espiritual, pois se é com o pensamento
que se encontra com os espíritos.
A ideoplastia também rege as funções da ectoplasmia,
um médium que possua facilidade em produzir ectoplasma conse-
gue ideoplastizá-lo com a sua forma de pensar. Exemplo; com uma
entidade incorporada com um médium ideoplastizando seu rosto
espiritual sobre sua face ele consegue formar ectoplasmicamente o
rosto do mentor de acordo com a produção do ectoplasma que pro-
duzir. Ele também pode envolver ectoplasma em objetos de acordo
com o desejo de sua mente, desde que o espírito que esteja envolvido
com o fenômeno também o ajude e tenha autorização para formar o
efeito que não há problema algum ser produzido se é com sentimen-
tos elevados e não em busca de provas do mundo espiritual ou por
frivolidades. Os espíritos conhecem os pensamentos e se percebem
pensamentos densos nessas reuniões se afastam, pois quem busca
frivolidades são vampiros de médiuns e eles não concordam com
essa forma de pensar e agir para com a mediunidade.
A ideoplastia cria sintonia espiritual de acordo com a vi-
bração que flui das imagens mentais que os espíritos estão menta-
lizando, no momento em que eles estão mentalizando e entoando
pensamentos seu poder de criação mental entra em ação, quanto
mais sentimentos envolverem essa criação mais potente e atrativa
ela será. Quanto maior a vontade de curar seus irmãos através dos
seus pensamentos mais espíritos superiores irão se aproximar para
lhe inspirar pensamentos elevados que contribuindo mentalmen-
te com as ideoplastias dos encarnados irão vibrar junto com eles o
pensamento de curar e elevar os corações. Os espíritos podem men-
talizar uma esfera de luz com chuvas de pétalas azuis vibrando paz
e amor sobre eles e com esse pensamento já serão capazes de curar
aqueles que receberem essas emanações, as ideoplastias que trazem
cura sempre refletem o amor a natureza, a vida, a paz dos seres e
o amor universal a todos eles. As criações mentais que envolvem
pensamentos iluminados podem transcender o poder divino dos es-
píritos que as criam. Jesus se utilizava da faixa vibratória dos raios
solares para mentalizar uma grande onda de luz sobre todos os espí-
ritos, uma luz maior que ilumina a terra com amor e graça Divina li-
bertando a todos eles de todas as maldições espirituais que possam

316
ter-lhes cegado e envenenado espiritualmente, as luzes celestiais do
Universo envolvidas com seus pensamento em curar vibravam li-
bertação e amor sobre todos aqueles que estavam sendo irradiados
por ela, o mago da luz mentalizava que onde o sol pudesse brilhar
que houvesse amor e libertação e assim ele envolveu a terra com o
pensamento fraterno e semeou sua mensagem de libertação do pen-
samento entre os homens.
O Sol conhecido como a estrela que ilumina a nossa cons-
telação é portador de Espíritos nobres que com seus pensamentos
irradiam vida para todos os planetas, Jesus se utilizou da vibração
luminosa dele para ajudar os homens a se curarem dos pensamen-
tos que os deixavam doentes e enfermos. Iluminando-os com amor
como o Sol não cessa de iluminar a terra, através dessa forma de en-
volver seus pensamentos com a lâmpada mais luminosa da terra ele
curou e vibrou o amor quando passou por aqui, semelhantemente
os espíritos podem se utilizar de qualquer recurso natural para for-
talecerem seus pensamentos, podem mentalizar flores, luzes, águas,
ventos, tudo que traga poder de cura espiritual sobre os outros é vá-
lido, o importante é o poder mental ser estimulado pelas criações e
emanações que os espíritos os conduzam. Os melhores lugares para
se ideoplastizar pensamentos são em meio a natureza e os locais mais
afastados das cidades, longe dos pensamentos enfermiços de encar-
nados que não estejam em vibração elevada, por esse motivo Jesus
buscava as montanhas e lugares mais isolados para meditar e orar, o
pensamento que é emanado em lugares mais tranquilos e com boas
vibrações alcançam mais força espiritual. As palavras quando são
ditas materializam o pensamento no mundo físico, é por isso que se
diz desde as eras antigas da magia que as palavras possuem poder
de vida, tudo aquilo que é dito é atraído para a vida de quem disse,
por isso as palavras que saem da boca devem sempre buscar a eleva-
ção e a cura, por isso aqueles que vibram suas palavras em benção e
paz atraem para suas vidas as mesmas vibrações, quando os momen-
tos forem tensos e a cura difícil de ser eficaz pelas palavras deve-se usar
o poder do sagrado silêncio, pois o silêncio também acalma os espíritos
e é ferramenta preciosa quando unida em oração mental afastando toda
influencia sombria e não se envolvendo na vibração que queira induzir
discussões ou brigas. Silenciar também faz parte da magia e seu uso deve
ser empregado todas as vezes que as vibrações ficarem conflituosas e as

317
palavras curativas da paz não quiserem ser ouvidas pelas mentes encar-
nadas, evitando assim maior desgaste e envolvimento com discussões
que em nada podem levar os espíritos, cada um só entende aquilo que
também quer entender, cada um só se cura daquilo que também quer
se curar, muitos estão cegos mas muitos também querem permanecer
cegos, muitos ainda não querem se desapegar das coisas terrenas, esse é
o teste da encarnação deles, a vida segue e um dia todos irão se melhorar,
seja nessa encarnação ou em outra, as ovelhas no final nunca se perdem.
É através das ideoplastias mentais que os pensamentos rece-
bem vida espiritual, é o poder de ideoplastia que revela o poder da magia
dos espíritos e com ela eles podem revestir seus pensamentos de fluido
cósmico, revesti-lo com a essência vital da natureza, o éter. Quando os
pensamentos são revestidos com os fluidos universais eles ganham vida
elemental e atuam em prol daquilo pelo qual foram mentalizados. Ideo-
plastia é criar, é colorir com sensações e sentimentos os pensamento, é
desenhar através do poder mental, é idealizar a cura, é idealizar mental-
mente os mundos melhores e procurar sentir as vibrações elevadas que
eles transmitem. O tecido no mundo espiritual é formado pela ideoplas-
tia mental criada pelos espíritos, as casas, as arquiteturas, as inspirações
que são atraídas, tudo é formulado pela forma dos espíritos ideoplasti-
zarem o pensamento e sintonizarem eles nas faixas de vibração mental,
correspondente ao que ele está criando. Por isso a consciência lhes é a
essência divina, pois é através dela que eles podem criar. São através dos
pensamentos que o homem identifica que faz parte de uma jornada que
vai além do corpo físico, o pensamento dele evidência que a matéria é
uma roupagem passageira e que é o espírito quem vibra sentimentos,
lembranças, imagens de campo psíquico e aptidões que podem lhe ser
natas porque as desenvolveu em outras vidas.
Toda vida pensa e se ela pensa é porque possui origem
no mundo espiritual, os seres pensantes são as inteligências que in-
trigaram ao Sr. Kardec quando respondiam as indagações dele nas
mesas girantes, são as inteligências que vibram pensamentos e in-
dependente do grau evolutivo em que se encontrem nenhuma deve
sofrer ou ter seu direito de vida retirado. Todas as vidas são dignas
de proteção e amor, todas pensam e se elas pensam é sinal que po-
dem sentir o pensamento do medo, da dor, da solidão, do abandono
e de qualquer tipo de maus tratos semelhante ao que os humanos
também podem sentir. Elas podem ser inteligências de diferentes

318
graus e espécies mas todas são sensíveis ao amor, pois se em suas
espécies podem haver mães que amam seus filhos há então dentro
deles uma alma que pulsa amor e vida, tão qual há dentro do ser hu-
mano quando ama seus filhos e luta para os proteger. É a natureza
evidenciando aos homens, desde dos tempos primordiais, que há
vida espiritual na natureza e que a dor que é causada lá pelas cons-
ciências humanas só podem voltar na vida dos próprios causadores
pela lei de semeadura, ensinada pelo Cristo que também ensinou o
amor universal e o direito pela paz de todas as vidas.

319
320
ALERTA AOS MÉDIUNS E
SENSITIVOS
A mediunidade também vem para testar os encarnados
e eles devem se utilizar dela sempre para o bem e nunca cobrando
seus atendimentos, tudo que envolva contato mediúnico não pode
ser cobrado e nem pedido nada em troca. Se o contato mediúnico
envolve cobrança de atendimento, rituais e oferendas primitivas,
conversas terra-a-terra, pensamentos atrasados, eles estarão envol-
vidos com obsessão espiritual que visa enganá-los e atrasar a evo-
lução deles. Os dons na luz nunca vibram vícios ou vampirismos,
nunca exigem rituais ou apetrechos para se manifestarem, basta a
profunda meditação iluminada que visa buscar inspiração do alto,
para curar com amor o mundo e regenerar a paz na terra, o que fugir
dessa forma de pensamento não procede da Luz e irá deixar doente
a vida daqueles que quiserem dar-lhes ouvidos.

321
322
AS FANTASIAS DO MEDIUNISMO
553. Que efeito podem produzir as fórmulas e práticas mediante
as quais pessoas há que pretendem dispor do
concurso dos Espíritos?
O efeito de torná-las ridículas, se procedem de boa-fé.
No caso contrário, são tratantes que merecem castigo. Todas as
fórmulas são mera charlatanaria. Não há palavra
sacramental nenhuma, nenhum sinal cabalístico, nem
talismã, que tenha qualquer ação sobre os Espíritos, porquanto
estes só são atraídos pelo “pensamento” e não pelas
coisas materiais. O Livro dos Espíritos.

Disseram aos médiuns e sensitivos que os espíritos elemen-


tais da natureza eram fadas, duendes, gnomos e outros seres da fan-
tasia e do folclore popular, mas isso não passa de tremendo engano
espiritual, produzido pelas mentes sombrias e zombeteiras que que-
riam fantasiar o pensamento humano e atrasá-lo no conhecimento
espiritual da natureza. Eles conseguem criar visões hipnóticas e fan-
tasiosas nas mentes encarnadas que desconheçam da magia verdadei-

323
ra que não possui nada de fantasia e embora essa possa parecer en-
cantadora ela não passa de uma farsa criadas pelas mentes sombrias
quando se refere ao mundo espiritual. Fizeram muitos médiuns e vi-
dentes verem e acreditarem nessas mentiras espirituais, enganaram os
sentidos mediúnicos deles quando cerraram os olhos deles para ver
a vida no mundo espiritual em forma de fantasias e não da forma de
como ela realmente é, uma consciência eterna. Fizeram com que os
humanos desde tenra idade acreditassem que os espíritos da nature-
za eram seres do mundo da fantasia para que eles não despertassem
no amor universal que vê as almas dos animais como também vê a
dos espíritos, tentaram enganar e atrasar o despertar dos sensitivos
e buscadores da verdadeira magia querendo colocar em suas mentes
que são fadas e duendes os espíritos da natureza e não os espíritos dos
animais, com o objetivo de os ridicularizar diante da sociedade que
possui consciência que isso é uma fantasia de seus filmes infantis, cria-
dos por homens que ainda estão distantes de compreenderem as leis
que regem a natureza espiritual. Varinhas de condão, cajados, bolas
de cristal, capas, tudo que remeta a fantasias que se dê credibilidade
de cunho espiritual é engano, somente o pensamento possui poder e o
que tenta substitui-lo é mentira e as sombras tentam impor isso para
causarem formas errôneas de praticar o poder mental causarem for-
mas errôneas de praticar o poder mental e transformar os médiuns em
seres que acreditam mais em coisas materiais do que no poder mental
de sua consciência Divina, causando atraso espiritual. Nenhuma fan-
tasia pode-se dar crédito espiritual, as vestimentas antigas podem ser
utilizadas por qualquer um para ilustrar e trazer uma época antiga em
que aquele espírito possa ter vivido mas ele nunca pode acreditar que
ela é quem possui poder espiritual, ela é apenas uma vestimenta como
qualquer outra e parte do gosto dele como um paletó ou uma capa de
veludo, o que importa é ele saber que isso não possui poder espiritual
e é apenas um tecido como qualquer outro, espíritos de luz não exi-
gem roupas ou indumentarias para se manifestarem, eles são atraidos
pelo bom pensamento e apenas isso já é o suficiente para transmiti-
rem suas mensagens, não se enganem com aqueles que exigem coisas
materiais para poderem se fazer presentes e curarem. A magia mora
no pensamento, mora naquilo que tem vida, que possui energia espi-

324
ritual, do contrário é apenas uma matéria condensada que um dia irá
virar poeira mas o espírito e seu pensamento é eterno. A Nova Era não
permite que seus filhos fiquem enganados e trata de elucidá-los que o
mundo espiritual é baseado pela natureza dos espíritos, em diferentes
estágios de evolução, sendo modelada pelos seus pensamentos que as-
sumem caráter elemental quando envolvidos com sentimentos, nunca
por fantasias criadas pelas sombras para ridicularizar o pensamento
racional que os espíritos já possuem na terra e dessa forma conseguir
fazê-los ficar descrentes da magia real que existe e fala dos elementais
em forma de animais desde das épocas primordiais. Nunca houve fa-
das, duendes, gnomos, senão nas hipnoses envolvidas pelas sombras
ou nas mentes que neles queriam acreditar. O problema não mora
na fantasia que pode desenhar e ilustrar os jogos, os filmes e os livros
de cunho infantil, o problema está quando ela ultrapassa a fantasia e
quer se instalar em um conhecimento espiritual, ela não faz parte do
mundo espiritual, os espíritos da luz não se utilizam de fantasias para
falarem do mundo espiritual e qualquer espírito que tente dizer que
elas fazem parte do mundo espiritual está mentindo veementemente.
Essas visões ilustradas por fantasias humanas acerca da
magia foram inventadas pelas sombras para atrasarem o pensamen-
to humano acerca da espiritualidade ao seu redor e fazer com que ele
não enxergasse que os espíritos da natureza são os animais e que os
seus elementos vibratórios eram definidos pelos lugares em que eles
habitaram quando estiveram reencarnados na terra. Se são os espíri-
tos das águas podemos ver os peixes que moram lá, se são os das flo-
restas podemos ver os espíritos dos macacos, pássaros ou dos animais
que habitem aquele lugar, se são os do fogo podemos ver os leões, as
lagartas ou as serpentes que podem queimar mentalmente os outros
ao se aproximarem pelo seu instinto animal, consciência ainda muito
inocente, que busca se defender das ameaças e dos perigos que encon-
tra, distantes ainda de compreenderem a maldade já compreendida
pelas consciências dos espíritos. Todos os seres humanos estagiaram
em todos os campos elementares da natureza, pois isso faz parte do
progresso dos espíritos e eles vibram o elemento naquele com o qual
possuam mais afinidade com seus pensamentos, vibrando a cura ou a
enfermidade, o fogo mental que ilumina ou fogo que queima, a água

325
das ideias que purificam ou a água que envenena com as sujeiras das
palavras, o ar que sufoca ou o ar que traz leveza, a terra que sustenta ou
a que afunda, maneiras do pensamento se expressar que ele adquiriu
desde das encarnações mais rudimentares pela qual já passou. Todos
os espíritos um dia já foram animais, foi passando pelos vários am-
bientes da natureza e corpos em estágio elemental que eles avançaram
até o estado de consciência humana atual.
Os espíritos continuarão a viver e renascer em diversos am-
bientes e países de acordo com o seu progresso e necessidade evoluti-
va, sempre com uma missão e um aprendizado a levar daqueles luga-
res. Os magos, bruxas, médiuns e todos os sensitivos precisam sempre
se acautelar com as visões que possam receber, nem todas as visões e
contatos mediúnicos provém da luz e podem trazer enganos para eles
se eles não filtrarem as comunicações que recebam, os povos primi-
tivos erraram e muito porque acreditavam em todo espírito que lhes
aparecia, a luz nunca coabita com as trevas. Eles precisam filtrar tudo
que recebem para não cair em fantasias mentirosas, primitivismos es-
pirituais e enganos que favoreçam o pensamento das trevas. O filtro é
necessário independente da comunicação que se receba, pensamento
iluminado e curativo filtrando toda mensagem, não se deixando levar
por nomes de espíritos famosos que as sombras sempre querem se uti-
lizar para envaidecer os médiuns. Os mentores de luz do passado volta-
rão com outros nomes e se forem os antigos espíritos que iluminaram
a terra um dia farão questão de ocultar seus nomes da sociedade como
André Luiz pediu ao médium Chico Xavier que assim fizesse com o
dele. A vaidade da fascinação mediúnica é o que mais faz os médiuns
caírem e falharem em suas missões, perdendo seus dons e encontran-
do as sombras do sofrimento moral no mundo espiritual. Espíritos de
luz não precisam se utilizar dos nomes que ficaram famosos outrora,
eles são humildes e não são os nomes que fazem com que eles cha-
mem atenção mas seus esclarecimentos espirituais, se eles exigem no-
mes famosos para levarem mensagens de luz, eles não estão vibrando
cura e sim querendo uma forma mais fácil de fazer com que as pessoas
acreditem em seus pensamentos, salvo raras exceções em que o espí-
rito realmente possa comprovar que é a mesma identidade do passado
trazendo o mesmo cunho de trabalho e o tornando mais enobrecedor

326
que antes. Os espíritos de luz são cautelosos e preferem não se utili-
zar de nomes conhecidos para não envaidecer os médiuns. Cuidado
com médiuns que se utilizam dos méritos de outros para levarem suas
mensagens, os mentores de luz possuem luz suficiente para começar a
escrever da estaca zero e chamarem a atenção dessa forma como por
ventura possam ter feito através da mediunidade de outros médiuns
no passado. A mediunidade deve ser praticada sem medo, pois se o
filtro está despertado não há quem possa enganá-lo desde que ele não
se permita se envaidecer e cair nas sombras, pois até anjos com pala-
vras mansas podem aparecer mas se as mensagens deles não forem
regenerativas e em nome do amor universal, podem orar que eles terão
que se afastar. Quem busca prestígio, fama, reconhecimento do mundo
e formas de convencerem mais facilmente as pessoas se utilizando do
nome dos outros é a sombra, o bem por si só irradia luz e pode vir até
com nomes humildes e simples para iluminar a terra e fazer que suas
palavras mesmo assim não sejam esquecidas como o Nazareno um dia
também veio a terra e assim fez.

327
328
OS CHAKRAS

Coronário - Serve como sede da consciência do espírito e lhe per-


mite influenciar os demais chakras do corpo astral, quando equili-
brado desperta a sensibilidade mediúnica e pensamentos curativos.
Frontal: Serve como cede da inteligência e influencia no desenvol-
vimento da vidência, quando equilibrado o aprendizado do espírito
é melhor, pois sua percepção é acurada e desenvolve progressiva-

329
mente.
Laríngeo: Responsável pelas atividades da comunicação, exerce
influência sobre o magnetismo vocal e quando equilibrado transmi-
te energias curativas através da fala.
Cardíaco: Responsável pelas emoções e sentimentos, a ativação ex-
pande o poder de concentração de sentimentos do espírito que quan-
do em harmonia podem influenciar em seu poder de cura, influência
a capacidade de amar e emanar sentimentos, quando equilibrado o
amor vibra no espírito, os passes sobre ele devem ser delicados e vi-
brando sempre sentimentos divinos e mentalizando cura do espírito.
Gástrico: Responsável pela digestão espiritual dos alimentos, trans-
formando-os em energia para o espírito, quando equilibrado produz
substancias vitalizantes e vigorantes ao espírito e seus pensamentos.
O que se come é também o que vitaliza o espírito e os pensamentos.
Esplênico: Responsável pela condução de energias dos elementos
naturais aos órgãos do corpo astral, energias que trazem vida da na-
tureza e que preenchem de vitalidade os órgãos espirituais, quando
equilibrado trabalha cura interior, desenvolvimento na capacidade de
se desdobrar e imprime magnetismo curativo sobre os pensamentos.
Básico: Responsável pelas forças sexuais e pelos instintos mais
primitivos, quando equilibrado funciona em harmonia com o car-
díaco e o coronário, conduzindo sentimentos em comunhão com as
energias sexuais, seu desequilíbrio evidencia energias sexuais sendo
vibradas sem sentimentos, deve-se vibrar energia mental de amor e
cura sobre ele sempre.
Os chakras são responsáveis pelas funções espirituais
que coordenam o equilíbrio do corpo astral, obsessores quando
querem vampirizar ou envenenar se utilizam deles para infectarem
com seus pensamentos, por isso é sempre importante estar se revi-
gorando com o autopasse, manejando energias de cura do alto da
cabeça até a ponta dos pés, pedindo auxílio aos mentores espirituais
para que auxiliem na cura espiritual, não se esquecendo de vibrar
cura pelos chakras do mundo, vibrando uma luz intensa que cura

330
e emana paz e equilíbrio sobre quem se ama e quem necessite de
cura. Orando pelos outros haverá também orações que se chegarão
até você, pois ao se sintonizar com essa forma de se preocupar com
os outrosvocê também se coloca nas vibrações de seres que se preo-
cupam com você, a oração é também uma forma de expressar amor
e o amor é a magia mais forte que pode existir, o amor é a vida e se
você vibra vida em seu interior, você também é curado.

331
332
A CRIAÇÃO DOS ELEMENTAIS
DA NATUREZA
Os espíritos quando emanam pensamentos, o principio
inteligente, eles criam bactérias mentais de acordo com os senti-
mentos e vibrações em que os seus pensamentos são envolvidos. Se
são pensamentos benévolos eles criam bactérias mentais de cunho
benévolo mas se são sombrios eles criam bactérias sombrias. Os
“pensamentos condensados” envolvidos em sentimentos, podem
criar vidas elementais artificiais no mundo espiritual. Os elemen-
tais artificiais são partículas de consciências condensadas, inúmeras
bactérias mentais do mundo espiritual fundidas em uma bactéria
mental só, isto é, para formar um elemental artificial é necessário
formar uma egrégora mental, podemos definir um elemental artifi-
cial como uma música, ela pode exprimir bactérias mentais curati-
vas ou parasitas mentais enfermiços através de sua vibração sonora.
É um elemental artificial criado por uma mente que consegue expri-
mir uma vibração mental através de palavras, sons e pensamentos
que causam emoções, positivas ou negativas. A egrégora mental for-
ma um elemental artificial, esse elemental ainda não possui cons-
ciência própria do que faz e por isso ainda se trata de um elemental

333
artificial, ele ainda obedece as inteligências que lhe deram origem e
não sabe agir sem a influência delas, por isso o tratamos como um
elemental artificial, pois se trata de inúmeras bactérias mentais que
estão respondendo a uma bactéria mental mais inteligente que as
colonizou e que possui influência mental sobre todas as outras que
lhe são mais ignorantes e que foram atraídas pela semelhante forma
de pensar. Uma egrégora mental pode ser criada pela ideoplastia
de um espírito ou de muitos que canalizem a mesma ideoplastia,
por isso quando muitos espíritos canalizam um só pensamento eles
estão ideoplastizando um Elemental artificial que irá agir mental-
mente no propósito mental que ele foi criado. Todos os espíritos e
encarnados podem criar elementais artificiais, basta condensar seu
pensamento, pensando no que se quer e nutrindo o pensamento
com sentimentos. Quando os espíritos criam elementais artificiais,
esses elementais ainda não possuem consciência plena do que são e
seguem o instinto mental que lhes foi impregnado pela consciência
de origem que lhes forneceu a bactéria mental mais inteligente, a
qual todas menos inteligente a seguem por concordarem com ela.
O pensamento começa como uma bactéria mental e quando con-
densado forma um elemental artificial, ele cria uma vida elemental
artificial no mundo espiritual de acordo com os pensamentos e sen-
timentos que ele é preenchido e se nutre. Essa vida elemental é ain-
da artificial porque ela, embora tenha sido condensada com inúme-
ras bactérias que já estagiaram na matéria, a consciência artificial
que fora criada ainda está no mundo espiritual e só deixará de ser
artificial quando encontrar milhões de formas mentais que sejam
ressonantes com ela, podendo assim então encarnar na matéria de
acordo com um corpo Elemental que seja correspondente com a sua
inteligência. Elementais artificiais são pensamentos condensados
que ainda não pensam por si próprios e dependem de uma bactéria
mais inteligente de origem mental em uma mente para os guiar, eles
são guiados por espíritos e sem a bactéria inteligente do espírito
eles se tornam apenas bactérias mentais sem rumo esperando uma
onda eletromagnética que as atraia para se condensarem. Elemen-
tais inteligentes não dependem mais de outras bactérias mentais
para poderem pensar e já estagiam na matéria na forma elemental

334
que possuem, o corpo mental formado propriamente começa esta-
giar na vida vegetal.
As vidas dos elementais artificiais evoluem para uma
vida elemental inteligente pela absorção de inteligência que adqui-
rem ao encontrarem outros milhões de pensamentos semelhantes,
adquirindo uma consciência independente pelas diferentes formas
de pensar que absorveu no decorrer de sua existência no astral.
Quanto mais encontram outras formas de pensar semelhantes mais
adquirem consciência do que são e do que fazem. As bactérias men-
tais atraem outras bactérias mentais semelhantes para poderem
se tornar um Elemental artificial, esse Elemental artificial irá em
busca de pensamentos semelhantes ao que ele pensa para se fun-
dir a eles e formar cada vez mais uma consciência independente,
que haja por si própria e tenha poder de escolha. Se tornando um
Elemental vivo com plena consciência do que faz e não tendo mais
que obedecer uma voz mental mais inteligente para poder agir, res-
pondendo a bactéria mental mais inteligente da sua egrégora, como
uma colmeia responde sua abelha rainha. A partícula de consciên-
cia começa estagiar desde do mineral, adquire corpo mental no rei-
no vegetal, adquire corpo elemental no reino animal, adquire corpo
astral no hominal, adquire consciência divina na angelitude e cada
vez que estagia na matéria e retorna para o astral adquire mais bac-
térias mentais que desenvolvem sua inteligência e aumentam sua
consciência e suas percepções do mundo espiritual, até o estágio
de pureza em que se libertam das reencarnações de depuração e
apenas reencarnam para elevar os espíritos ainda mais inferiores.
Essa partícula de consciência já começa estagiar na matéria desde
da vida microbiana e quando retornam para o mundo espiritual elas
são atraídas pelas formas mentais mais inteligentes de pensamento,
até que o estágio de sua consciência possa ser independente e for-
mar uma consciência viva do astral, que pense por si só. Enquanto
ainda são partículas de consciência elas ainda precisam se fundir
a outras partículas, formando-se Elementais artificiais que irão se
fundir com outros Elementais artificiais que são atraídos pela mes-
ma forma em que estiverem pensando, até criarem consciência do
que são e do que estão fazendo, a partir desse momento se tornaram

335
Elementais da natureza e assim se cria os espíritos da natureza. Es-
píritos da natureza são milhões de pensamentos condensados uni-
dos em uma só consciência.
Podemos definir os espíritos da natureza com os seguin-
tes exemplos; um tubarão é a condensação de milhões de partícu-
las de consciência que já estejam vibrando vampirismo, desde dos
pregressos estágios em que passou no reino da natureza. A partícu-
la mais inteligente atraiu as mais inferiores que lhe seguiram por
pensarem da mesma forma, formando uma consciência elemental
primeiramente artificial e que encontrou outras milhões de partícu-
las que pensassem igualmente e assim criou-se vida na matéria pela
atração de pensamentos semelhantes ao que ela pensa no mundo
físico, consciência elemental que naquele estágio evolutivo de inte-
ligência e moral se enquadrou na natureza na forma de um tubarão.
Os homens quando vibram vampirismo dão força para as bactérias
mentais vampíricas se multiplicarem e se fundirem, a vida começa
nos oceanos e é lá que elas dão ponto de partida até chegarem no
plano terra.. Outro exemplo; uma galinha é a condensação de mi-
lhões de partículas de consciência que emanam amor que formam
uma egrégora mental que vibre o mesmo sentimento que quando
encontra outras milhões de partículas e elementais artificiais que
vibrem o mesmo pensamento se fundem e formam uma inteligên-
cia independente, podendo assim encarnar na matéria numa forma
mais evoluída do que a pregressa que tenha estagiado na natureza,
pela atração dos pensamentos de amor de mães para com seus fi-
lhos que são emanados no mundo físico.
A lei de atração começa desde da vida microbiana e se
estende até as inteligências divinas.
Um espírito quando cria no mundo espiritual uma pul-
seira ou uma jóia em verdade ele está criando uma bactéria mental.
Essa bactéria pode lhe ser positiva ou negativa, depende do que essa
forma de pensamento lhe traz, se pensamentos benéficos ou preju-
diciais. Um apego por algo material pode criar um parasita mental
no espírito que não consegue se desligar dele enquanto não se des-
fazer do apego mental que criou. Parasita mental que vampiriza os

336
sentimentos do espírito e atrai outros parasitas mentais que o vam-
pirize também, o deixando vibratoriamente preso na matéria e com
pensamentos vampirescos.
É o pensamento condensado coletivo dos espíritos que
concedem a as vidas elementais inteligentes aos pensamentos deles.
Quando somente poucos espíritos condensam as partículas de cons-
ciência consideramos um elemental artificial que poderão se fundir
com outros milhões e assim ganhar vida no mundo espiritual e se
houver atração mental na terra poderão nascer no mundo físico.
Consciência elemental é condensação de partículas de consciência.
Uma egrégora mental pode nascer em uma flor ou uma
erva daninha, depende só da vibração em que ela estiver vibrando
em seu corpo mental que nesse estágio já possui vida inteligente. A
vida mental já começa estagiar desde o princípio da natureza, for-
mando consciência maior mediante suas escolhas, desde o princípio
de sua existência. Se criou vida inteligente é porque encontrou mi-
lhões de partículas de consciência semelhantes que formaram uma
egrégora mental e se reencarnou na matéria é porque encontrou ou-
tros pensamentos iguais na forma de pensar do mundo físico. Assim
todas as consciências que nascem no mundo físico é porque foram
atraídas pela forma de pensar dos encarnados que estão aqui. Se
os espíritos da terra vibram guerra irão atrair espíritos que vibrem
guerra mas se os espíritos da terra vibrarem paz irão atrair espíritos
que proclamem a paz. É a lei de ressonância agindo com as consciên-
cias elementais e com a dos espíritos que são atraídos para o mundo
físico de acordo com a forma que ele estiver pensando e agindo.
Nos mundos primitivos vemos a existência de inúme-
ras feras e serpentes gigantescas, essas serpentes não voltam mais
para a terra porque os homens avançaram no pensamento mas elas
existem no Umbral e todas essas feras umbralinas serão degredadas
junto com os espíritos sombrios que elas respondem e são coniven-
tes nos mundos inferiores.
No umbral há magos das sombras que comandam Ele-

337
mentais abismais que vibram pensamentos junto com eles, sombrios
para a terra. Elementais que podem ser artificiais ou inteligentes
e são coniventes com a forma deles pensarem. Quando eles fo-
rem degredados e encarnarem novamente na matéria primitiva o
pensamento deles também irá reencarnar e se materializará jun-
to deles como uma vida elemental da natureza que lhes rodeie. É
por isso que muitos povos primitivos viveram em meio a feras da
era primitiva, porque em suas épocas elas estavam encarnadas
para os ensiná-los que formas vampirescas de agir só trazem mais
vampiros espirituais em forma elemental ou espiritual para per-
to deles, a natureza lhes materializando o pensamento em forma
de vida para que vejam e não sejam como eles. Lei de afinidade.
Todas esses pensamentos e egrégora de consciência es-
tão evoluindo de alguma forma, se tornando mais inteligente de
algum modo, entendendo cada vez mais o que é a vida. Se atraindo
cada vez mais pelo que pensam e se permitem acreditar, possuin-
do desde o princípio uma consciência de que não devem fazer aos
seus semelhantes aquilo que não gostariam que fizessem com elas.
A vida elemental inteligente é um pensamento que se
condensou quando se fundiu com milhões de outros pensamen-
tos como ele e formou uma egrégora de consciência que quando
se funde a outras milhões de egrégora de consciência se torna
uma consciência independente, pois conseguem compreender o
que quer e o que desejam independente de outro pensamento e
dessa forma se tornam uma vida elemental inteligente e não mais
artificial. Essa consciência formada por milhões de pensamentos
dão origem ao corpo mental que começou no estágio de partícula
e avançou em bilhões de anos se tornando cada vez mais partí-
culas mais inteligentes de acordo com os elementais artificiais
que se acoplou pela atração que pensou, condensando-se com
as outras partículas semelhantes ao modo de pensar, se tornan-
do cada vez mais uma consciência independente e mais senho-
ra de si até se tornarem uma vida elemental inteligente e não
dependendo mais de outras inteligências para poderem pensar,
podendo seguir seu trajeto evolutivo cada vez mais consciente do

338
que é e do que quer. É o pensamento coletivo de inúmeros espí-
ritos, em comum vibração, que podem dar vida inteligente a um
pensamento, do contrário ele é apenas um pensamento artificial
condensado com inúmeras partículas de consciência que são fa-
cilmente atraídas pela forma de um espírito pensar. Inúmeros
pensamentos de amor podem condensar um elemental artificial
benévolo, inúmeros pensamentos de rancor podem criar um ele-
mental sombrio que vampirize quem o criou. O rancor vampiriza
a alma que emana ele em sua forma de pensar, esse pensamento
atrai larvas vampíricas que formam um elemental artificial que
pode corresponder por exemplo como muitos morcegos com vida
artificial que pensam em rancor e podem produzir pensamentos
semelhantes como vingança e depressão, desde que encontrem
campo fértil para esses pensamentos na mente em que estejam
vampirizando, criados mentalmente pela própria mente que os
produz inconscientemente quando nutre esse pensamento den-
tro de si com o sentimento de rancor e que atraem também ou-
tros morcegos do astral que podem ser artificiais ou elementais
vivos para vampiriza-la os fluidos vitais, que consequentemente
atraem também espíritos na mesma forma astral com o mesmo
pensamento para vampirizar e estimular cada vez mais o pensa-
mento de rancor e outros mais que só se instalam se encontrarem
campo fértil no modo de pensar do espírito. Por isso é preciso
vibrar e se libertar de qualquer pensamento sombrio, pois ele
cria vida astral a nossa volta e atrai também vidas como ele mais
inteligentes e inferiores que estarão vibrando o mesmo pensa-
mento, podendo começar como parasitas e se formarem morce-
gos e de morcegos atraírem espíritos que se tornarão um obses-
sor que numa situação de rancor podem formar um elemental
artificial que vibre até o pensamento de homicídio. O cuidado
que devemos ter com nossa forma de pensar é extremo porque
pensamentos podem criar vidas e dependendo de como essas
vidas são elas podem envolver os espíritos em muitas trevas.
Assim os espíritos criam a vida espiritual de acordo com
a forma que vibram seus pensamentos, quanto mais elevação de
pensamentos mais elementais em vibração benévola eles irão criar

339
e atrair para perto de si próprios, mas se pensarem pensamentos
sombrios mais elementais sombrios irão dar vida e atrair. Um am-
biente pode estar cheio de bons pensamentos que podem formar
consciências de luz que sobrevoam o ambiente e podem curar quem
nele adentre ou se os frequentantes do ambiente estiverem vibran-
do pensamentos sombrios ou vampirescos mais sombras irão criar
e atrair para aquele lugar, que ressonem a mesma vibração e podem
se apresentar como larvas ou consciências sombrias que sobrevoem
em uma nuvem escura o ambiente, deixando-o tóxico e venenoso
para qualquer outra mente que adentre o ambiente. O seu bom
pensamento é a chave para criar elementais artificiais benévolos e
atrair elementais inteligentes e espíritos que lhe ajudem e lhe curem
das mazelas espirituais. Eles irão afastar as sombras que possam es-
tar tentando lhe vampirizar e lhe darão saúde, lhe inspirarão novas
ideias e lhe ajudarão a se proteger dos parasitas do mundo espiritual.
Os pensamentos vivos, como bactérias mentais são co-
nhecidos como partículas de consciências, que são revestidas pelo
fluido universal para formar a vida elemental no mundo espiritual e
que quando na matéria se revestem do fluido vital para poderem se
materializar no mundo físico. Eles só podem entrar na matéria se os
encarnados vibrarem pensamentos que os atraia para o mundo físico.
Essas partículas de consciência entram na matéria para
adquirirem consciência maior de quem são e do que estão fazen-
do. Quando as bactérias retornam para o astral elas estão mais
expandidas mas ainda obedecem a lei de atração dos pensamen-
tos mais inteligentes, em busca incessante de evolução que lhes
é como algo natural e inconsciente. Quando um espírito canaliza
um pensamento ele na verdade está atraindo e condensando par-
tículas de consciência automaticamente do mundo espiritual, que
irão fornecer poder mental ao seu pensamento. Esse pensamento
é uma partícula de consciência que irá atrair as outras que pensem
igual e irão formar uma vida elemental artificial que irá se expan-
dir para uma vida inteligente quando encontrar outros milhões
de pensamentos em comum, para um elemental artificial se tor-
nar um elemental inteligente ele precisa de bilhões de anos para

340
encontrar outros pensamentos semelhantes que possam lhe criar
vida mental independente. Quando essa forma elemental encon-
trar inúmeros outros pensamentos ela irá criar uma inteligência
independente se fundindo com eles. Inúmeras partículas de inte-
ligência condensadas formam uma vida inteligente, uma egrégora
de consciência que foi formada pela fusão de milhões de bactérias
mentais que dão origem ao corpo mental, que é a vida elemental.
Quanto mais profunda for a forma de criar um pen-
samento mais partículas de consciência ele consegue fun-
dir, formando assim a vida elemental artificial que são a
reunião de milhões de bactérias mentais que pensem igual a pri-
mária e mais inteligente que as atraiu pela lei de atração mental.
A centelha de vida começa na vida microbiana e confor-
me progride adquire consciência mental. Os pensamentos artifi-
ciais são produzidos no corpo mental do espírito e materializados
no corpo astral, se tratando de encarnados eles se materializam no
corpo físico. As partículas de consciência que o Cristo criou quando
esteve na terra influenciam a vida dos espíritos terráqueos até os
dias de hoje. Se multiplicando nas mentes daqueles que possuem
ressonância com os pensamentos artificiais que ele criou benevo-
lamente quando ele esteve na terra. Pensamentos criados de eleva-
da vibração de amor universal e que fizeram o mundo avançar na
forma de pensar, logo influenciando positivamente a saúde mental
dos espíritos e elementais do orbe, curando as bactérias enfermiças
do ódio e trazendo vida saudável aos pensamentos dos espíritos, os
auxiliando a avançar moralmente na medida em que eles vibravam
o pensamento de amor que atraiam as bactérias mentais e os ele-
mentais artificiais curativos que sobrevoam a terra desde da passa-
gem do Cristo por aqui. As partículas de luz criadas pela mente dele
adentram todas as consciências da terra quando oram com senti-
mentos de amor e paz universal, a oração do Pai Nosso é uma ideo-
plastia formada pelo Cristo para canalizar o pensamento elevado e
se sintonizar com as boas vibrações, Jesus ensinou que toda oração
elevada possui poder para trazer a luz e que as que são do coração

341
são as que mais brilham nos espíritos.
Um pensamento condensado são milhões de partículas
de consciências atraídas pelo sentimentos e intenções emanadas do
espírito que o criou, partículas de vida espiritual envolvidas em um
pensamento só. Essa forma de pensamento irá precisar encontrar
milhões de outras formas de pensar semelhantes para poder criar
o seu corpo mental, que lhes concede a autonomia de si próprias,
que possui inúmeras formas de pensar dentro de si e por ser assim a
partícula mais inteligente predomina sobre as outras e decide quais
escolhas irá tomar, como uma abelha rainha na qual as outras abe-
lhas prestam atenção e desenvolvem inteligência em conjunto, o Eu
interior.
Quem ensina alguém está lhe fornecendo bactérias men-
tais que são pensamentos revestidos de fluido universal que irão
cooperar com a inteligência do que recebe. Pode ser uma forma de
pensar positiva ou negativa, podem ser bactérias mentais ou parasi-
tas mentais, a absorção dessas vidas mentais dependem exclusiva-
mente do campo fértil que elas encontrem na mente de quem elas
tentem entrar. Se um ser humano vibrar cura, parasitas mentais
não conseguem se acoplar nele, porém, se do contrário ele emana
vibrações enfermiças os parasitas mentais conseguem se alojar e as-
sim adoentá-lo e envolvê-lo. Tudo pela lei de afinidade e vibração, é
assim que as bactérias são atraídas e não somente elas, os elemen-
tais artificiais e vivos também, finalizando na atração de espíritos.
A partir do momento em que elementais artificiais ad-
quirem consciência em realizar escolhas e de compreender o que es-
tão fazendo já se tornaram individualidades e não pertencem mais
à classe de pensamentos artificiais, se tornando elementais inteli-
gentes. Os pensamentos artificiais podem influenciar consciências
elementais vivas a agirem como ele é, a diferença entre eles é que
um é uma vida artificial que obedece a uma forma de pensar e o ou-
tro já possui consciência do que é e podem decidir as escolhas que
deseja tomar independente de outras mentes, podendo ser apenas
influenciado por elas.

342
Esses elementais possuem origem na essência Divina do
pensamento que todos os espíritos possuem e que lhes transferem
quando envolvem pensamentos com sentimentos a sua volta. Pode-
-se criar vida elemental artificial pela ideoplastia, criando formas
elementais de acordo com o que a mente dos espíritos sugerirem
mentalmente, podendo ser desde elementais da natureza até fan-
tasias imaginárias que correspondam a uma vibração mental. Ele-
mentais artificiais como borboletas e pássaros podem representar
os pensamentos de liberdade envolvidos em amor que irão atrair
outros elementais e espíritos no mesmo sentimento para perto, mas
quando os pensamentos são sombrios eles criam seres trevosos da
natureza que deixam os emissores envolvidos em sombra mental
enfermiça. Os espíritos despertam vida elemental nos seus pensa-
mentos quando eles os revestem de sentimentos e emoções, que são
fluidos de vitalidade espiritual, quanto mais sentimento o espíri-
to consegue revestir seus pensamentos mais vida elemental o seu
pensamento terá. É por esse motivo que variavelmente as mulheres
na magia podem possuir mais força mental que um homem, elas
estão pensando mais com as emoções e os sentimentos e por isso
seu poder de dar vida e atrair os elementais podem ser maior que
o deles. Sendo essa uma aptidão mais do espírito do que da sexua-
lidade que ele possa estar estagiando em sua encarnação, há ho-
mens sensíveis também que podem emitir mais sentimentos como
os homossexuais que são conhecidos na magia desde do Egito, po-
rém, todos os espíritos podem emitir pensamentos com emoções
basta vibrar pensamentos condensados envolvidos com sentimen-
tos. Quando há sentimentos os pensamentos então são nutridos de
vitalidade mental, que pode ser curativa ou venenosa, depende da
intenção e vontade do espírito, do coração que estiver emanando
esses pensamentos. Todo pensamento cria uma forma de vida astral
e pode ser desde uma simples bactéria mental até mesmo uma vida
animal artificial. Todas as partículas de consciência nascem simples
e inocentes mas são influenciadas pelas outras mentes que estão a
sua volta a serem como eles e cabe eles decidirem a forma em que
serão de acordo com a sintonia mental em que estiverem vibrando,
quando uma partícula de consciência é produzida ela atrai outras

343
semelhantes que já estão vibrando a mesma sintonia e formam com
ela um pensamento revestido de fluido vital, ela não possui ainda
consciência plena do que está fazendo e só irá alcançá-la na medida
em que progredir seu estágio de partícula para corpo mental. A indi-
vidualização da consciência elemental é percebida por eles gradual-
mente e quando reencarnam na terra são conduzidos por espíritos
superiores que já possuam consciência humana e auxiliam o desen-
volvimento dessas consciências na natureza, são conhecidos como
magos no mundo espiritual, cientistas da natureza astral. Mesmo
que esses elementais não consigam perceber essa força superior no
atual estágio evolutivo em que encontrem, eles são influenciados
por ela para equilibrarem os reinos da natureza. Há alguns entre eles
que podem possuir mediunidade e chamar atenção com ela assim
como também há entre os humanos, como exemplo disso vemos no
cotidiano os cães e os gatos que conseguem ver e sentir presenças
espirituais nos ambientes, são espíritos de elementais inteligentes
e de pensamento protetor que já conseguem compreender melhor
as consciências humanas e se adaptarem a seu modo de vida, mais
facilmente do que as consciências que se encontram ainda nos labo-
ratórios edênicos da natureza.

344
FAZENDO CONTATO COM
A NATUREZA
Todo contato espiritual com os elementais da natureza
ou com qualquer espírito deve ser por meio das orações fraternas,
orações elevadas, oração é maneira de se contatar com o mundo es-
piritual, elas possuem força, acredite no poder que elas tem. Convi-
dando a natureza a vibrar junto com seu pensamento, a comunica-
ção telepática se dá através das orações que aos elementais se achega
como uma inspiração divina e aos espíritos como um pensamento
formado, os elementais podem ser até os seres mais pequenos da
natureza como os micróbios que mesmo assim são sensíveis a ora-
ção. Orar e amar é o segredo para que o pensamento seja curativo
e seja potente, oração é pensamento e amor é o que a nutre e a faz
curar. Os elementais querem curar, os espíritos querem curar e se
você for uma ponte para esse trabalho benfazejo se realizar além de
aliviar os seus carmas do passado você também irá alcançar méritos
espirituais para avançar cada vez mais como um espírito no Univer-
so, rumo a evolução espiritual. Cante aos elementais, cante aos es-
píritos, o canto toca eles no íntimo, eles são sensíveis as vibrações de
amor que lhes achega ao coração espiritual, a voz envolvida com as

345
notas de sentimento envolvem eles em uma vibração maior e os fa-
zem seguir seu pensamento, é cantando que o amor é vibrado, é can-
tando que se atrai bons pensamentos da natureza, o mago canta seus
mantras e canções elevadas e assim ele conduz a natureza e a vida a
curar, a atrair e a vibrar junto de seu pensamento o amor universal.

346
COMO MANIPULAR MAGIA
ELEMENTAL
Os elementais possuem uma forma de trazer suas bac-
térias mentais para o mundo físico e os magos podem se utilizar
delas para absorverem partículas de consciências elementais para
seu corpo astral, isso lhes auxilia a transcender o poder mental da
consciência e a curar seus semelhantes e seu próprio espírito. Os
antigos Atlântes, Egípcios, Gregos, Persas e nômades se utilizaram
muito das magias elementais para poder fortalecer seus pensamen-
tos, adquirir força mental em sua magia, absorvendo força ancestral
da natureza para seus corpos astrais, fortificando seu pensamento
curativo e aumentando seu magnetismo animal através das técnicas
de absorção das bactérias mentais dos elementais. As partículas de
consciência animal despertam poder elemental no corpo astral, elas
fornecem essência Divina e podem também trazer cura pela emana-
ção dos pensamentos dos elementais que se são tratados com amor
e carinho poderão nutrir suas bactérias mentais e materializá-las
com poder curativo e Divino. Os excrementos dos animais possuem
sua essência mental, suas partículas de consciência estão impreg-
nadas em suas fezes e urina e quando essas são unidas a oração

347
vibrando cura as bactérias das fezes dele se fundem com as bacté-
rias que estão no cabelo, formando uma nova bactéria mental no
astral que une sua força com as bactéria mentais do corpo mental
humano que já está distante dos laços da natureza, se multiplican-
do e colonizando as bactérias mentais com o poder ancestral ele-
mental, aperfeiçoando o magnetismo das outras bactérias mentais
que a partir de agora irão vibrar mais em sintonia com a natureza
da qual um dia se distanciou pelo avanço civilizacional. Desse pon-
to de partida, para absorver essa bactéria mental criada pela fusão
das bactérias mentais do espírito humano com as bactérias mentais
do elemental é necessário que seenterre e proporcione condições
de vida para aquelas bactérias, experimente plantar uma erva em
cima. É criando vida que se faz magia, dando condições para elas
viverem, quando o excremento é enterrado com sua oração ele se
torna uma fonte elemental de ectoplasma, você pode plantar ervas
nesse vaso ou terra e se utilizar delas para extrair o prana elemental
nos momentos de cura com sua oração as convidando a curar, a ter-
ra neste instante se tornou sagrada.
Os cães quando farejam as glândulas anais de outros ani-
mais estão conhecendo através do feromônio o sexo, a raça, o esta-
do de saúde e os estado mental que esses animais estão vibrando,
isso porque as partículas de consciência são transmitidas pelo fero-
mônio e informam ao espírito do elemental o estado de espírito que
o outro se encontra, é por isso que as fezes deles possuem partículas
de consciência elemental e podem resultar em trazer força ances-
tral para o corpo astral. Para que tudo isso aconteça é necessário
estar curado de qualquer vampirismo, não estar se alimentando de
nenhuma outra vida, caso contrário acarretará doenças espirituais
e físicas pois larvas irão se manifestar no organismo espiritual e
se condensarão com o tempo no organismo físico. A magia é para
aqueles que estão dispostos a se elevar e ela deve ser feita por aque-
les que estejam preparados para recebê-la. As fezes e a urina são
condensadores mentais dos elementais, elas carregam a vibração
mental e a ancestralidade que os elementais estão vibrando, se eles
estão vibrando amor eles irão enxertar amor naqueles que recebe-

348
rem sua energia mas se estiverem vibrando doenças, vibrando pen-
samentos tristes irão vibrar a mesma essência.
As fezes humanas de um ser humano sadio também po-
dem trazer cura para quem esteja doente, tanto mental quanto físi-
ca, a ciência está avançando os estudo que comprovem que as fezes
humanas de um corpo sadio podem curar um corpo doente, os mé-
todos científicos são diferentes dos da magia, a maneira de curar
o corpo físico é através da ciência física, mas a maneira de curar o
espírito é através da ciência espiritual. Nos laboratórios científicos
as bactérias fecais salutares já conseguem ser condensadas em pílu-
las e ingeridas como um remédio para curar o organismo físico, na
magia é diferente o processo; nos utilizamos das forças da co-cria-
ção de vida para transmutá-las ao espiritual com nosso pensamen-
to. É sua essência espiritual que nos interessa, as bactérias mentais
continuam vibrando em círculo condensado sobre a terra que fora
enterrada e dessa forma podem atuar espiritualmente no corpo as-
tral, que também como o corpo físico possui bactérias espirituais,
positivas quando vibra cura e negativas quando vibra doenças.
Um mago, um médium, um espírito inteligente, um es-
pírito amoroso, em estado saudável mentalmente, consegue trans-
ferir partículas de consciência positivas através de seus excremen-
tos, eles conseguem transferir bactérias mentais com capacidades
curativas através da plantar a vida e extrair dela energias curativas
do “bom pensamento” multiplicado pelas orações nas bactérias. A
transmissão de partículas de consciência também se dá pelo olhar
e pelo pensamento como bactérias mentais, pelo toque, pelo chei-
ro, pelo abraço, pelo ato sexual como bactérias mentais e físicas.
O feromônio também transmite partículas de consciên-
cia de forma materializada e por isso deve-se cuidar com tudo aquilo
que retire o feromônio do organismo, perfumes de cunho sintético
inibem o poder do feromônio e ferem a massa encefálica do corpo
mental astral e físico, adoentando e trazendo problemas mentais to-
das as vezes que o álcool do sintético é inalado. A atração dos seres
humanos uns pelos outros se encontra escassa, a falta do perfume
natural que transmitia as partículas de consciência que faziam com

349
que os apaixonados sentissem saudades uns pelos outros se perdeu
com a era dos perfumes sintéticos. Os árabes conhecem as essên-
cias e delas não se desfazem justamente porque aprenderam com os
mestres no passado que somente a natureza pode trazer os perfu-
mes que encantam e fazem os espíritos se apaixonarem. A maneira
correta de se perfumar não é se utilizando de perfumes sintéticos
mas de perfumes naturais, como os óleos de essência, os óleos que
provém da natureza, que trazem magnetismo vegetal, que carregam
partículas de consciência das flores e das plantas, são essas as for-
mas de produzir partículas de consciência pelo cheiro que pode não
ser percebido tão claramente como um perfume sintético mas que o
espírito percebe e se envolve mentalmente pela influência curativa
e encantadora dele.

350
ORIGEM DOS ESPÍRITOS
Todos os espíritos do universo tiveram origem no pensa-
mento de uma consciência superior a dele, essa consciência lhes deu
a essência Divina da vida mental, conhecido como o princípio inte-
ligente. Os espíritos foram criados partindo de uma bactéria mental
que fundidas com outras milhões de bactérias mentais envolvidas
com um sentimento formaram um elemental artificial que quando
encontrou milhões de outros elementais artificiais se fundiu e se
tornou um Elemental vivo e inteligente que continuou progredindo
nas escalas da natureza até alcançarem consciência humana, todos
os espíritos tiveram origem como uma bactéria até que se tornaram
consciências evoluídas e criadoras de bactérias mentais alcançan-
do assim um estado pré-divino na fase humana e rumo a se tornar
uma consciência mais elevada e com maior poder mental para que
possam criar com mais força seu pensamento e nutri-lo com mais
emoções que possam emitir em sua forma de pensar.
Assim se compreende a origem dos espíritos humanos,
eles estagiaram por diversas encarnações selvagens nos campos
edênicos da natureza até poderem chegar as civilizações mais evo-
luídas. A cada reencarnação eles tiveram poder de escolha que de
acordo com a evolução e compreensão que alcançavam lhes exigiam

351
melhora para que pudessem avançar nas sendas evolutivas. Eles
quando rebeldes as instruções espirituais que lhes inspirava a me-
lhora na forma de ser atrasavam sua evolução e eram atraídos para
os círculos de consciência que pensavam e enxergavam a vida como
ele. Os leões sanguinários encontram também outros leões sangui-
nários, mas aqueles que se alimentam apenas para sobrevivência e
sem exageros já cumprem a melhora que lhes cabe cumprir no atual
estágio de consciência em que se encontram em um corpo elemental
primitivo. Cada elemental desde a infância define seus caminhos
espirituais, com as pequenas escolhas que tomam e os pensamentos
que concorda. A natureza lhes ensina e lhes dá o progresso na me-
dida em que se melhoram e objetivam ser bondosos uns com os ou-
tros. Os animais devem ser respeitados como consciências eternas e
tudo que o espírito humano lhe causar ele também sofrerá carmica-
mente o efeito negativo de suas ações. As dores afligidas a eles vol-
tam como doenças espirituais e carmas em futuras reencarnações,
aqueles que abandonam eles também serão abandonados, aqueles
que os torturam também serão torturados, aqueles que os prendem
em gaiolas também serão presos em gaiolas, aqueles que os matam
ou que sejam coniventes com as suas mortes também irão sofrerão
o mesmo pensamento que emitiram ou foram coniventes. Se ferem
pelo ferro sentirão a dor do ferro, se ferem pelo fogo sentirão a dor
do fogo e assim sucessivamente; o eterno plantar e colher de to-
das as consciências no universo, sendo atraídas pela lei de afinidade
para perto das consciências que emitem as mesmas vibrações.
Colhendo tudo aquilo que plantarem a qualquer um de seus
semelhantes, seja em qualquer estado evolutivo de vida, a vida sem-
pre deve ser respeitada como gostaríamos que a nossa também fosse.
Os homens só podem se utilizar da força em nome da
defesa pessoal e para afastarem os seres que possam lhe causar
doenças pela aproximação, do contrário é ataque e se é um ataque
ele também será atacado em hora oportuna, mesmo que possa ter
se esquecido dos ataques que cometeu contra outros seres em ou-
tra vida, sempre haverá um ser que pense como ele pensa e talvez
até pior, para vir lhe cobrar os carmas e ensiná-lo a ser diferente,

352
por isso é muito importante a regeneração e convidar seus irmãos
a cura, pois se regenerar e reparar os erros é uma forma de aliviar
os carmas espirituais e poder progredir na escala dos mundos. Os
espíritos que não se regenerarem irão ser degredados para mundos
inferiores onde poderão sofrer pelos seus carmas antigos pois en-
contrarão mentes sombrias que os cobrem severamente e por eles
serem devedores a lei irá permitir que essa cobrança aconteça.
Bem-aventurados são aqueles que se curam com as pa-
lavras de amor e que ensinam os espíritos a se melhorarem, pois
aqueles que aprendem com o amor não terão que sofrer para poder
entender que todas as vidas precisam ser respeitadas e amadas pelo
amor universal, que não exclui nenhuma vida e que abraça a todos os
povos, nações e vidas com pensamento de paz universal no coração.
Os animais são vidas espirituais em estágio infantil, eles
são como crianças carentes de amor, de compreensão espiritual e
muitos espíritos estão fazendo os homens os vampirizarem para
que possam também poder vampirizá-los. A magia sombria entra
no ser humano quando ela machuca outras vidas, quando ele vam-
piriza seus irmãos, quando ele emite pensamentos sombrios, ela
adentra seu corpo astral e o envenena, atrasando-o moralmente e o
deixando envolvido com mentes que pensem iguais a eles. Quem se
alimenta de vida animal está sendo envenenado por magia sombria
e é por isso que não conseguem se libertar das obsessões espirituais,
elas entram todas as vezes que esses espíritos são coniventes com
o vampirismo de outras vidas, não adianta apenas não comê-la, se
eles se utilizam dela para se sustentarem ela também está entrando
e os deixando doentes, como quando se utilizam delas para se vestir
e escravizar de alguma forma, isso é vampirismo e também atrai
seres que irão agir semelhantemente.
A vida animal provém de uma consciência do mundo
espiritual e elas são eternas, o pensamento que acredita poder se
alimentar de outras vidas mesmo que seja para a sua sobrevivên-
cia é um pensamento sombrio e de origem canibalesca, quando
os espíritos agem assim eles serão envenenados por magia som-
bria que atrapalhe seus relacionamentos, que os deixem enfermos,

353
que façam com que eles sejam depressivos, com que eles tenham
vícios e com que eles sofram maldições astralinas. Essa alimen-
tação irá levá-los para os Umbrais, pois todo espírito que suga e
vampiriza energia espiritual de outros, seja ela espiritual, físi-
ca, emocional, financeira e social possui conivência com as men-
tes horríveis do Umbral que os esperam para os levar para mais
sofrimentos nos mundos primitivos onde a vida é um constante
perigo, pois em todo lugar há seres pensando piores do que essa
forma de pensar, os vampiros desses mundos inferiores não se sa-
tisfazem apenas com o vampirismo elemental e partem para vam-
pirizar as vidas humanas através da espada e da imposição do seu
pensamento que se preocupa apenas consigo e é indiferente com
as outras vidas. São escolhas que os espíritos da terra podem fa-
zer, são elas quem dirão quem ele é do outro lado da vida, são elas
quem irão imprimir a vibração que a aquele espírito emite para o
universo e somente elas podem abrir ou fechar as portas dos mun-
dos superiores e felizes, pensamentos e formas de agir, vibração.
Há encarnados que quando em estado obsessivo criam
as próprias larvas mentais, que lhes atormentam os pensamentos,
eles criam os próprios venenos na língua quando se permitem ser
venenosos. Nas obsessões os espíritos se utilizam de elementais hip-
notizados pela magia sombria para vampirizar e envenenar, como
os morcegos e as serpentes que refletem o pensamento que muitos
estão criando na terra com a forma deles pensarem e agirem com os
outros, porém, com a reencarnação os Elementais são afastados das
mentes que os envolviam no astral e podem trilhar um novo caminho
como todos aqui estão, tomando novos rumos e fazendo novas es-
colhas. O destino de todos os espíritos é de se tornarem melhores, o
progresso só depende da vontade deles em vibrar e escolher a Luz, na
medida em que sua evolução lhes permite compreender e enxergar.
Há reuniões nas colônias superiores de diversos espíritos
de estirpe elevada entoando um sentimento Divino de amor univer-
sal sobre toda a natureza da terra, gerando vida elemental através
dos pensamentos de paz e amor universal em direção ao globo ter-
restre, essas formas de pensamento emanada pelas vibrações dos

354
espíritos mais elevados descem reencarnando na terra na medida
em que os seres do plano físico as atrai pela ressonância mental.
Quanto mais a terra vibrar amor e paz mais Espíritos e Elementais
na mesma faixa vibratória irão ser atraídos para o plano físico, essa
é a progressão dos mundos, quanto mais amor houver mais amor
será atraído para perto deles, em forma de consciências eternas.
Quanto mais elevados os seres humanos forem mais consciência
eles irão despertar e haverá o momento em que suas capacidades
mediúnicas irão despertar de tal maneira que eles poderão até con-
versar com os animais com a telepatia e seu contato com a natureza
será muito maior do que o é hoje, como nas antigas eras primitivas
onde a mediunidade primitiva realizava proezas entre os homens.

355
356
A MEDIUNIDADE PRIMITIVA
NOS ANIMAIS
Os seres edênicos eram os animais da natureza, com
mediunidade primitiva e por isso conseguiam canalizar pensa-
mentos de origem superior ou inferior para as mentes dos xamãs
e sacerdotes primitivos. Os sacerdotes tribais conversavam com o
pensamento dos Elefantes que podiam lhes transmitir sabedoria
e conhecimento, conversavam com serpentes que poderiam lhes
transmitir astúcia e alertar de perigos, com as aves e com muitos
outros animais que naquele estágio primitivo da evolução huma-
na possuíam uma mediunidade ostensiva, tanto quanto os homens
daquela época também possuíam em seus corpos orgânicos, para
que os elementais da natureza lhes servissem como médiuns pri-
mitivos em prol da evolução do pensamento humano, que ainda se
encontrava em uma era primitiva. A conversa com os animais era
mental e de acordo com a vibração em que eles se sintonizavam,
pois não eram apenas com as mentes elementais que eles conse-
guiam conversar mas também com espíritos, que os cercavam e se
utilizavam dos animais para transmitirem seus pensamentos, em
uma era primitiva. Época em que os homens ainda não possuíam

357
esclarecimento moral para terem os dons mediúnicos despertados
pelos seus próprios méritos e ainda necessitavam de mediuni-
dade primitiva para que pudessem avançar seu pensamento pri-
mitivo e conquistar os méritos necessários para poderem avan-
çar o despertar espiritual da consciência. Os xamãs e sacerdotes
primitivos nasciam com esse tipo de mediunidade com a missão
de elevar o pensamento tribal de seu povo mas muitos foram en-
ganados quando permitiram que seus dons fossem usados para
coisas sombrias e passageiras do mundo físico, naquela época
não havia pensamento superior escrito ainda na terra e por isso
a mediunidade primitiva ainda lhes era como uma ferramenta
misericordiosa dada pelas mãos Divinas para que eles avanças-
sem mais rápido no pensamento curativo e humanitário. Com a
Nova Era, a mediunidade primitiva está cada vez mais ficando
para trás com o mundo primitivo que um dia pertenceu e com
a evolução espiritual que a terra hoje possui ela não se faz mais
tão necessária entre os homens, porém, pessoas podem ainda
exprimir mediunidade primitiva, pois ainda há muitos encar-
nados que fazem parte de uma leva de espíritos que reencarna-
ram em uma geração antiga, que desceu com muita mediunida-
de e por isso ela ainda pode funcionar com eles. Sob posse dela
eles conseguem ainda curar e serem trevosos ao mesmo tempo,
como feiticeiros e magos sombrios do passado que conseguiam
exprimir dons mediúnicos mesmo sem serem moralizados espi-
ritualmente, mas isso está cada vez mais escasso e com o tem-
po deixará de existir na terra, na medida em que os encarna-
dos de uma geração passada desencarnem e os outros cheguem.
A mediunidade primitiva pode ainda se apresentar
com falsos profetas que podem se utilizar delas para curar e en-
ganar as pessoas que queiram dar crédito a sua forma atrasada
de pensar. Eles se utilizaram dela no passado para fazerem o mal
com seu pensamento como nos rituais vampirescos das eras pri-
mitivas, nos templos sombrios que formulavam as guerras, nas
sinagogas que penduravam homens de bem na cruz e atualmente
quando nos templos de luxo que visam atrair almas presas na
magia sombria do materialismo e quando se vestem de forma

358
bem trajada para estimular o ódio contra outras vidas, buscando
envolver as massas em tesouros terrenos, em guerras familiares,
em guerras sociais, em pensamentos que mais desunem os po-
vos do que os unem, dizendo que os liberta dos seres sombrios
mas na verdade prendem as almas a eles, pois se fossem capazes
de os libertar já os teriam libertado principalmente do consu-
mo vampiresco da carne, pela qual a magia sombria entra. Como
uma forma de conseguirem conquistar a confiança das pessoas
eles podem se utilizar de dons espirituais e palavras muito bem
articuladas para enganarem, envolvidos com o pensamento da
magia sombria que não requer nenhum artificio primitivo de fei-
tiçaria para se fazer presente, bastando apenas que eles queiram
se utilizar dos dons deles de locução, cura ou qualquer outro para
manipular ou atrasar os povos. Esses que estão na terra como
falsos profetas ainda podem se salvar se eles se redimirem-se
e repararem seus erros transformando-os dessa vez em acertos
com o pensamento regenerativo da Nova Era. Eles também fo-
ram envolvidos desde cedo por obsessores que queriam fazê-los
falhar na missão do bem, eles podem se curar se quiserem, pois
enquanto a vida lhes pulsar no coração ainda possuem a chance
de provar ao Universo que se arrependeram e que repararam os
erros, todos os espíritos que ainda não alcançaram a perfeição
podem falhar e bem-aventurado são aqueles que são indulgentes
com a falha dos outros e oram para que eles se melhorem. Deus
quer que eles se melhorem para que eles mesmo possam ser feli-
zes, as posições de destaque são passageiras, a riqueza fica com
a terra e se os espíritos querem sair deste mundo com a cons-
ciência em paz precisam se regenerar, somente assim poderão
prosseguir evoluindo com o orbe terráqueo.
A mediunidade nesta Nova Era só irá despertar nos en-
carnados que acompanharem a evolução regenerativa que a terra
se encontra atualmente, ela é dom Divino e não desperta nos se-
res que não quiserem se regenerar da magia sombria que assola o
mundo desde das eras primordiais, ela não irá despertar com ri-
tuais primitivos de iniciação, banhos de erva, vampirismos, ela só
irá despertar nos seres que elevarem seus corações porque essas

359
maneiras de a despertar são mentiras que vampirizavam e atra-
savam os médiuns primitivos do passado que já a possuíam em
estado latente no corpo físico. A mediunidade na Nova Era só irá
despertar nos seres que se regenerarem e vibrarem amor univer-
sal em seus corações, pois é somente pelas leis do amor que os ho-
mens já podem compreender que ela desperta neste novo milênio.

360
FASES DA LUA E SUA
INFLUÊNCIA
As fases da lua influenciam os seres a se tornarem mais
sensitivos, a buscarem contato um com os outros, ela floresce aquilo
que há dentro de cada ser e sua irradiação influência a mediunida-
de, quanto mais sua luz brilha sobre a terra mais sensitivos os mé-
diuns ficam e aqueles que desconhecem de sua mediunidade tam-
bém ficam suscetíveis a terem seus dons despertados. É por isso
que na Lua Cheia os antigos homens eram conhecidos por se trans-
formarem em Lobisomens, a mediunidade primitiva que eles pos-
suíam florescia neste momento e com fenômenos de transfiguração
eles assumiam faces horríveis quando ficavam enfurecidos, eram
seres possessos por seres sombrios que os atormentavam e em um
momento de vampirismo no qual se entregavam eles desprendiam
fluidos ectoplasmicos que causava a transformação do corpo astral,
os transformando em seres horríveis do mundo espiritual. A irra-
diação lunar quanto mais intensa mais desperta a glândula pineal e
age sobre ela despertando sua essência espiritual, quanto mais ela é
intensa sobre a terra mais sensível aos pensamentos os seres se tor-
nam. A Lua influencia os espíritos e encarnados a desabrocharem

361
sua sensibilidade, essa sensibilidade é para com os pensamentos e
por isso os pensamentos que são emanados diante das fases onde
a Lua se encontre mais intensa mais eles irão se revestir de força
lunar e irão atuar mais fortemente sobre o mundo espiritual.
Lua Nova é momento de plantar pensamentos positivos,
emanar novos pensamentos, de vibrar muita positividade, essa po-
sitividade irá se fortalecer com a irradiação lunar da Lua Nova e irá
vibrar em torno da aura como uma forma de pensamento revestida
pela força lunar.
Lua Crescente é momento de regar os pensamentos po-
sitivos, momento de pensar em ideias de expansão, momentos de
buscar inspirações para crescer espiritualmente, momento de vi-
brar espiritualidade, momento de buscar se elevar.
Lua Cheia é momento de vibrar pensamentos de paz, de
harmonia, momento de estar conectado com a fonte, é momento de
contato mediúnico, momento de vibrar cura e de projetar pensa-
mentos positivos sobre as áreas da vida, momento de se permitir se
apaixonar e se encontrar espiritualmente com quem ama.
Lua Minguante é momento de reflexão interior, de se re-
colher espiritualmente, de cura interior, de buscar se melhorar, de
avaliação interna, de se auto perdoar e de se afastar de tudo daquilo
que corrompe o espírito, momento de se encontrar com as medici-
nas da natureza, momento de buscar se lapidar e se tornar melhor
como espírito para o Universo, é momento de se afastar aquilo que
não te fez bem em outras Luas e continuar a jornada que é eterna e
se recomeça todos os dias.
Todas as fases da Lua possuem um poder de influência
mas em todas elas é possível vibrar os pensamentos de cada uma. A
Lua traz uma irradiação até para as bactérias mentais que sentem seus
efeitos e reagem a eles de acordo com a irradiação que recebe da vida
Lunar. Saber trabalhar todas as fases no seu íntimo é uma dádiva que
todos os espíritos poderão se auto aplicar para lhe auxiliar magnetica-
mente e espiritualmente em sua melhora interior e busca espiritual.

362
O PODER DO SOL
Sol, estrela que ilumina a terra, a Luz mais forte que os
terráqueos conseguem perceber durante sua encarnação, o poder
espiritual que ele exerce sobre a terra é Divino, ele cura, ele limpa,
ele desfaz as sombras, ele energiza, ele vibra amor, ele traz paz e
pode modificar pensamentos transformando os obscuros em pensa-
mentos iluminados. Jesus se utilizou da grande Luz para ideoplas-
tizar seu pensamento curativo e luminoso, em momentos de oração
ele convidou a Estrela maior a vibrar um pensamento de cura e de
luz uníssono sobre a terra, vibrando desfazer todas as sombras do
mundo, desfazer todas as maldições sombrias, desfazer toda ener-
gia negativa, curar todas as doenças onde os raios luminosos alcan-
çassem, sobre todos os lares da terra, ele vibrou amor sobre todos os
seres humanos que puderam enxergar a luz solar naqueles instan-
tes. O pensamento se fundiu a energia solar e foi de encontro à to-
das as almas que estavam vibrando um pensamento de luz naquele
instante, até as almas que se encontravam nos profundos umbrais
conseguiram sentir a irradiação luminosa que as convidava a amar
e a voltar para os braços do Pai, os espíritos apenas seguiram aquela
Luz que os conduziu a centros de cura no mundo astral. As maldi-

363
ções vampirescas não suportam uma oração sob efeito de irradiação
solar, elas foram criadas nos abismos sombrios e não podem resistir
a um pensamento de cura unida a irradiação da Luz mais forte que
há sobre a terra. A Luz solar quando adentra os chakras espirituais
irradia força vital e os coloca em funcionamento equilibrado, ela
purifica com uma forte e incandescente luz os espíritos que vibram
sua irradiação de amor e vida, afastando as larvas e elementais que
possam estar vampirizando suas vítimas assim como afasta os mor-
cegos quando presenciam a luz se aproximar. O passe magnético,
auxiliando-se das forças solares, pode libertar os espíritos de mal-
dições e de magias sombrias, a cura mora também nas Estrelas e
até o Cristo se utilizou dos fluidos benéficos que dela vem sobre a
terra para curar e nutrir seus pensamentos. Não basta apenas to-
mar um banho solar é necessário vibrar cura e criar pensamento
que se conecte com aquela energia de vida, é vibrando amor e in-
teriorizando aquela a Luz para o espírito que se pode se conectar
com ela, vibrando paz e mentalizando que aquela Luz Solar adentra
e faz morada em todo corpo astral, condensando uma egrégora de
luz solar e vibrando ela por todo o corpo, vibrando ela pelo mundo
e por aqueles que se ama. A cura vem das estrelas e pode trazer luz
até para as almas que se encontrem nas mais profundas trevas, pois
o sol é capaz de chegar a todos, independente da distância que os
separem, quando ele é envolvido em um pensamento benévolo esse
pensamento ganha força e pode realizar proezas entre os homens.
O pensamento ganha um brilho espiritual intenso e quando ele é
nutrido pela força solar seus poderes curativos se intensificam e ga-
nham força vital para levar vida a todos aqueles por onde esse pen-
samento passar. O por-do -sol é o momento de reflexão, é momen-
to que os raios solares se encontram menos intensos mas mesmo
assim ainda podem iluminar, as luzes do dia nesse instante estão
vibrando paz interior e todos aqueles que procurarem se conectar
com esse momento também serão inundados por uma luz de paz
que não se despede mas permite se distanciar um pouco com uma
despedida onde ensina que sempre estará por perto e que quando
ela não estiver diante dos olhos ela estará nas almas daqueles que
vibram a Luz em seus pensamentos...

364
O PODER DAS ÁGUAS NATURAIS
As águas naturais; chuva; mar, rios, nascentes, cachoei-
ras, possuem vida física e espiritual e quando alguém adentra seus
reinos os chakras também recebem força vital e podem ser curados
com o banho da natureza. O banho que não vampiriza mas que en-
volve fluidos benéficos reservados pela natureza mãe nos compar-
timentos aquáticos. Quando um espírito adentra as águas naturais
o seu corpo astral também se lava e recebe fluidos espirituais ele-
vados, emanados pelas mentes inocentes que vibram paz que estão
dentro daquele reino elemental. O poder mental também é nutrido
pele emanação de sentimentos que estão sendo vibrados por aque-
les elementais, os espíritos que adentram estas águas devem vibrar
respeito, amor, cura e compaixão por aqueles seres, é assim que se
atrai as bactérias mentais elevadas que eles também estão emanan-
do, não se permitindo jamais deixar nesses recintos algo que suje
a natureza e afaste a vida daqueles lugares, vibrando sempre amor
e mentalizando que aquelas águas que condensam muitos pensa-
mentos de vida lavem sua alma e também tragam força mental para
seu espírito vibrar pensamentos de vida, de amor, de paz, é esse o
pensamento que deve vibrar por todos aqueles que procuram ter
um encontro com as forças elementais nos reinos sagrados da na-

365
tureza. As águas curam, as águas lavam o espírito e podem dar a ele
a libertação de todo sentimento ou mágoas que não vai embora fa-
cilmente, de todo sentimento que estejam vibrando em seu coração,
ela leva embora pela atração magnética todo pensamento sombrio,
toda depressão, curando os pensamentos, lavando o corpo astral de
larvas que não suportam o pensamento de harmonia que a natureza
a vibra. Ela cura e curou muitos no passado com seus pensamentos
de amor em forma liquida para dar vida e lavar a alma de todos
aqueles que um dia procuraram seus braços para se purificarem.

366
O PODER DAS FLORESTAS
As florestas, com as senhoras antigas da natureza, as ár-
vores, mães ancestrais que em seus seios abraçam milhões de vidas,
floresta sagrada um dos laboratórios edênicos da terra, lugar onde
o ar vibra a cura para o mundo, onde a terra vibra força, onde o
vento traz energias salutares para aqueles que respiram seu campo
mental. Ao adentrá-la, vibre respeito, vibre pensamentos harmo-
niosos, converse com os elementais e peça que eles também vibre
cura sobre você. Eles podem curar venenos mentais, eles podem
curar magia sombria, a oração em contato com a natureza é uma
oração curativa, a oração que envolve os pensamentos das arvores
estão vibrando pensamentos envolvidos com o elemento ar, elas es-
tão vibrando saúde para aqueles que dela precisam, elas estão des-
pertando forças interiores, forças xamânicas, forças que vibre cura
por onde você passar. Jesus se recolhia nos montes e era com as
árvores que ele envolvia seus pensamentos, era em conjunto com
as vibrações elementais dos vegetais, das árvores e dos seres que
ali estavam que ele conduzia uma egrégora mental na qual formava
seres iluminados que iriam junto dele espiritualmente vibrar amor
e cura sobre os adoentados. Ele conversa com a natureza, ele fala
dos problemas que seus irmãos estão passando, ele pede que ela o

367
ajude a se curar, ele conversa com as forças sublimes da vida para
que junto dele vibre mais amor e paz universal sobre a terra. Con-
duzindo o pensamento dos elementais ele vibrou amor por todos
os seres, ele contou com o pensamento da vida para dar vida aos
que necessitavam dela. A natureza pensa, vibra sentimentos e todo
aquele que deseja se contatar com as forças espirituais que ela car-
rega precisa se conectar com ela mentalmente, precisa falar com
ela, precisa se solidarizar com suas dores, ela dá a vida e fornece os
fluidos para a cura acontecer, todos aqueles que como crianças, nos
reinos elementais da natureza, se conectarem com ela seja com um
pé descalço na terra ou um banho de sol, vibrando pensamentos de
paz e amor, será fluidificado pela vida elemental que adentra quan-
do o espírito se conecta com as forças sublimes da vida natural. Vida
ancestral, vida que todos os espíritos já passaram, vida que todos os
irmãos menores estão passando e por isso precisam ser respeitados,
precisam ser amados como amamos nossos filhos, como amamos
nossos irmãos, é somente amando e transcendendo cada vez mais
a maneira de amar que podemos transcender nossos espíritos e en-
contrar cada vez mais o amor Divino.

368
O PODER DE MANA
A mana é o poder sexual de um espírito, quando desper-
diçados o espírito se desvitaliza e perde poder mental. A mana é
uma carga mental que quando vibrada em instintos se torna uma
carga de vida materializada, mas quando canalizada para o pen-
samento ela se torna magnetismo animal. Quando o encarnado
controla seus impulsos sexuais e não se permite ser vampirizado
o seu magnetismo se torna curador mas quando ele permite ser
vampirizado ou desperdiçar suas energias genésicas ele também
perde carga mental e a adoece, perdendo poder de cura e poder de
despertar suas forças mediúnicas. A mana é uma energia vital, é
uma energia que transmite a carga mental dos pensamentos que
o espírito estiver emanando, se ela estiver fraca o mago também
está fraco, se ela estiver potente o mago também está potente. As
forças genésicas devem ser utilizadas com equilíbrio e com cunhos
elevados, quando elas se entregam as forças deletérias, quando elas
se entregam a pensamentos densos, a mana fica envenenada e seu
poder é diminuído, pois há larvas que também se alimentam dela e
enquanto houver conivência com a forma densa de pensar elas não
são eliminadas. A mana é transmitida pelo pensamento, olhar, pelo
toque, pela voz, pelos passes magnéticos, ela é quem conduz a vida

369
elemental ao pensamento que o mago profere, quando a mana está
vibrando bons pensamentos e canalizando energias positivas ela irá
fluir em ressonância mental com os elementais que vibrem o mesmo
pensamento mas quando ela está fraca e adoentada ela também irá
atrair os elementais na mesma vibração e não terá força suficiente
para nutrir os pensamentos, por isso todo espírito que deseja trans-
cender não pode se permitir ser vampirizado, não pode se permitir
adoentar os fluidos vitais, não pode se permitir densificar os pen-
samentos, do contrário eles terão menos poder Divino e serão mais
correspondentes à forças materiais que vibram no mundo físico.
A mana fortalece o poder das orações, fortalece o poder
espiritual da mente, a maneira adequada para que ela não se envolva
com as forças instintivas no momento que não seja adequado é não
vibrar forças instintivas e não se permitir ser envolvido por elas. Elas
envolvem o mundo através dos espelhos mágicos, através das músi-
cas que favorecem a luxuria, tudo uma forma de sugestionar e vampi-
rizar os encarnados sexualmente, fazendo com que eles percam po-
der espiritual e fiquem na mão de espíritos que se alimentem deles.
Todo aquele que deseja ter poder mental precisa estar em
total equilíbrio com seu corpo físico e espiritual, a mana também se
esvai quando o corpo se alimenta além do necessário, quando o cor-
po recebe nutrientes além daquilo que precisa, quando se alimenta
de forma errônea ele também desgasta energia para digerir aqueles
alimentos e por isso todo aquele que deseja transcender precisa estar
em comunhão saudável com seu organismo, não vibrando alimentos
sombrios e nem aqueles semelhantes a carne, pois um pensamento
pode começar como uma mentira e se tornar em breve uma verda-
de. A mente humana não pode ser enganada, os obsessores se per-
ceberem que os gostos sombrios do espírito não foram de fato aban-
donados tentarão fazer com que eles voltem, mesmo que demore,
os obsessores são mentes espertas e pacientes e estão observando
como jacarés à espreita aqueles que ainda gostam de vibrar mesmo
que mentalmente os gostos do passado antes da cura. Para a mana
ter poder o espírito precisa estar curado e vibrando cura sempre, a
mana é o poder que o pensamento de cada ser carrega em alguns

370
ela é mais forte e em outros é mais fraca, a força mental só depende
da conduta saudável física e espiritual que cada mago tem em sua
vida. O jejum é uma boa prática para fortalecê-la. Jesus jejuava para
que seu poder mental se fortalece-se e suas forças físicas não preci-
sassem se preocupar com outras coisas senão sua força mental, ele
quando utilizado com equilíbrio e sabedoria é um como um cajado
que o mago se apoia para canalizar sua força mental, o mago fica
fraco mas seu pensamento é erguido por uma força moral que vence
a matéria e desmaterializa mais o pensamento, tornando ele mais
forte se conduzido com energias curativas e de elevada vibração.

371
372
INICIAÇÃO NA MAGIA
A iniciação nas forças místicas foi muito utilizada no
passado para preservar um conhecimento espiritual, mas ela foi
tomada pelas forças sombrias por magos que faziam comércio da
espiritualidade e de seus conhecimentos. Em verdade, para a Luz a
iniciação é interior e começa no pensamento de cada ser entender
que é uma consciência Divina e condutora de energias espirituais.
Não há necessidade de nenhuma iniciação, de nenhum sacramento,
de nenhuma reza para se obter os poderes espirituais, os poderes
espirituais estão dentro de cada espírito e foram outorgados a ele
na medida em que avançou sua inteligência nos reinos elementais
por qual passou. Cada espírito possui sua força elemental dentro
de si, sua maneira de ser e quanto mais lapidá-la mais força espiri-
tual da natureza irá receber, quanto mais se melhorar, quanto mais
transcender seu pensamento de amor em relação a outras vidas
mais autoridade espiritual do alto irá ser preenchido. No passado
muitos magos optaram por esconder a verdadeira magia dos olhos
daqueles que a podiam usar para o mal, mas isso não salvou Atlân-
tida e esconder conhecimento espiritual em verdade nunca proveio
da luz mas da escuridão que desejam que todos os espíritos fiquem

373
obscurecidos no conhecimento espiritual para que eles os dominem
espiritualmente, a Luz ilumina e esclarece os seres, ensina-os a se
utilizar das forças Divinas e de seus dons gratuitamente, a Luz não
requer iniciação senão aquela que é no pensamento e na forma de
agir em ressonância com o amor universal e no respeito a todas as
vidas. É essa a iniciação que a Luz requer dos espíritos, todos podem
acessá-la, todos são dignos de aprenderem a se utilizar de seus pen-
samentos e forças da natureza, cabe cada um ter a consciência de que
o que plantarem também irão colher, de que a maior lei da magia
é a lei da semeadura, tudo aquilo que se emana com o pensamento
também se atrai mais pensamentos e vidas que vibrem semelhança.
Os magos transcendidos poderão se utilizar de palestras para eluci-
dar os seus aprendizes, poderão formas classes de alunos voltados a
magia, poderão organizar eventos que visem trabalhar e elevar a es-
piritualidade, vibrando sempre a caridade e o trabalho em conjunto.
Doações poderão ser realizadas para alavancar o trabalho curativo e
ajudar que a mensagem de luz chegue também para outros povos e os
cure das enfermidades da alma, nunca para enriquecimento próprio
dos magos e sempre para contribuir com o trabalho humanitário das
almas que necessitem de ajuda para conquistar o trabalho digno, o
alimento e o teto benfazejo para morar. Todos os magos que se torna-
rem aprendizes da Luz precisam sempre vibrar cura e compreender
que sua jornada em aprendizado é eterna, ouvindo os magos trans-
cendidos que vieram lhe ensinar a magia, como em um conselho,
onde há os magos mais antigos e os mais novos, porém, todos são
irmãos em graus diferentes de aprendizado e sabendo que novos ir-
mãos irão chegar a terra e eles podem ser mais transcendidos que os
antigos e por isso todos merecem ser escutados, todos merecem ser
ouvidos e treinados para que sua consciência cure e traga amor para
a terra. Vibrando sempre o respeito e o amor universal, os magos e
as magas são como pais e mães ancestrais e eles sempre devem estar
prontos para receberem novos magos que irão chegar e irão mostrar
através de sua inteligência e elevação moral que podem guiar outros
espíritos, semelhante a Jesus que em corpo de menino também cha-
mava atenção dos doutores da lei com seu pensamento de amor que
transcendia as barreiras da matéria e vibrava o amor pelo Universo.

374
OS CHÁS FLUIDIFICADOS
Durante muito tempo se aprendeu com o Espiritismo a se
utilizar dos efeitos benéficos da água fluidicada que consegue con-
densar pensamentos curativos nos elementais aquáticos de vida mi-
croorgânica, que transmitem a mesma essência mental para quem
a ingere conduzindo aqueles microorganismos a pensarem com o
pensamento elevado e conduzindo também ao paciente que pense
desta forma. A mãe ancestral também vem auxiliar essa forma de
tratar os pacientes lhes convidando a se utilizarem dos chás natu-
rais e benéficos que a natureza pode fornecer aos homens, a força da
natureza conduzida com o bom pensamento pode fazer com que o
espírito além de alcançar pensamentos elevados que proporcionem
cura mental pode também lhe beneficiar com a cura do corpo astral,
lhe curando de doenças espirituais que somente com a água fluidi-
ficada ainda lhe seria mais distante a cura. Os chás podem produzir
além de cura física a cura astral do perispírito, corpo astral, que
pode estar sofrendo não apenas ataques mentais mas ataques tam-
bém nos chakras e que precisem de cura que transponha o pensa-
mento humano e se revista de pensamento curativo elemental que
provém dos vegetais, por isso todo o chá que é magnetizado pelo
bom pensamento possui poder curativo além da água fluidicada. O

375
chá fluidicado possui poder curativo para o corpo físico e do espíri-
to e podem auxiliar as curas interiores, como um chá de camomila
que pode servir para acalmar as vibrações, um chá de hortelã que
magnetizado pode também curar as larvas que estejam impregna-
das no chakra gástrico e assim sucessivamente. O poder da natureza
se amplia quando conduzimos ele de forma espiritual, se utilizando
das essências que a natureza nos dá para curar e transcender nossa
forma de amar nossos irmãos, se convida a amar, a compreender e a
vibrar bons pensamentos possui origem nas forças elevadas da Na-
tureza Ancestral. A cura da natureza vem trazer para os espíritos da
terra o conhecimento que sempre esteve a sua disposição e que ela
sempre quis lhe dar como um presente Divino que todos os filhos da
terra mereçem e são dignos de saber.

376
PASSES MAGNÉTICOS COM OS
ELEMENTOS
Os passes magnéticos são utilizados desde de Atlântida
como forma de manipular as energias do pensamentos em prol da
cura através das vibrações, o pensamento é uma vibração e quando
ele é canalizado sobre alguém ele está emitindo determinado tipo
de vibração mental. Quando nos propomos a curar devemos sempre
vibrar pensamentos elevados e curativos, nutrindo eles com senti-
mentos de amor universal e caridade, os passes não precisam haver
toques físicos para poderem curar pois basta emanar o pensamento
e conduzi-los através das pontas dos dedos que são como portas de
energia mental que conduzem vibrações. Quando os espíritos apli-
cam os passes é importante que eles vibrem limpeza, harmonização
e condensação de fluidos curativos, primeiro trabalhando mental-
mente como se estivesse limpando o paciente de energias mal sãs,
após isso harmonize calmamente com energias apaziguadoras e
tranquilizantes sobre o paciente e em seguida canalize um pensa-
mento iluminado e de paz universal sobre o alto da cabeça dele. O
pensamento também pode variar de temperatura e o passe também
acompanha este processo; quando frios podem ser calmantes, anes-

377
tésicos e que provoquem dormência espiritual, quando quentes são
enérgicos, despertadores e ativadores, ambos devem ser manipu-
lados de forma ideoplástica pelo espírito que pode mentalizar uma
chuva ou uma chama que lhe sai das mãos, a maneira de ideoplas-
tizar pertence a cada espírito o que importa é o seu pensamento ser
concentrado e curativo.

378
A REGENERAÇÃO PROMETIDA
À TERRA
Um dos ensinamentos que a sabedoria divina ensina aos
espíritos é que todos os dias é um dia para eles recomeçarem e se
curarem de uma forma de pensar e serem com seus semelhantes
para que possam sair deste mundo cada vez mais melhores moral-
mente e de consciências tranquilas com o Universo. Cada vez mais
provando com suas ações e escolhas que escolheu o caminho do
bem, o caminho estreito de Jesus, que escolheu o caminho da luz,
que reparou seus erros, que vibrou o amor universal e a caridade,
que deseja a paz de espírito a todos, cada vez mais iluminando o
mundo para que também se tornem estrelas reluzentes nos mundos
espirituais. É somente com essa vibração que se pode alcançar a paz
do outro lado da vida. É se regenerando moralmente e se elevando,
se desprendendo das formas errôneas de ser que ferem outras vidas
ou favoreça o sofrimento delas, é pensando dessa forma que pode-
-se alcançar a paz e a consciência tranquila, a regeneração permite
que os espíritos possam se reajustar com as leis Divinas do universo
e que assim possam ser felizes como as Mães e os Pais ancestrais
da natureza sempre desejaram para as suas almas, são espíritos de

379
outras vidas que conheceram eles em outras outras encarnações e
mesmo que não estejam no plano físico eles estão vibrando o amor
universal para que eles de uma vez por todas se libertem de toda
magia sombria do pensamento que os atrasou a felicidade durante
várias encarnações.

380
A COZINHA DA LUZ
A cozinha da paz não vibra vampirismo, a cozinha da paz
não vibra pensamentos sombrios, não possui conivência com quími-
cas sombrias e nem com alimentos que deixem os homens doentes
do corpo físico ou do corpo espiritual, ela vibra apenas cura, aquilo
que é saudável, aquilo que é favorável ao pensamento de amor uni-
versal. Quando se estiver manipulando alimentos ou cozinhando,
os pensamentos devem ser elevados, pois os pensamentos que esti-
verem sendo emanados no momento da preparação alimentar serão
impregnados pelos alimentos, é por isso que todo alimento deve ser
preparado com amor, com vibrações elevadas, com sentimento de
saúde, não favorecendo nunca os alimentos que entorpecem o pala-
dar, mas se alimentando em prol da saúde e não em busca de praze-
res do gosto paladar, o paladar pode enganar e fazer venenos cruéis
parecerem doces, as doenças espirituais também entram pela forma
de se alimentar, se o espírito não se preocupa com a própria saúde
ele não conseguirá vibrar saúde para os outros, saúde alimentar é
importante, pois tudo que o corpo se alimenta o espírito também se
alimenta e se não há cuidado com a ferramenta Divina da matéria
que reencarnamos a vibração será de ingratidão para com as forças
da natureza e a ingratidão leva os espíritos para corpos adoentados,

381
semelhante a ingratidão que o Cristo encontrou nos nove leprosos
quando somente um voltou para agradecer a cura, a ingratidão para
com a saúde que se tem leva os espíritos para os mundos primitivos
onde irão aprender com a falta dela a valorizarem-na.
A alimentação é algo sério e durante muito tempo as
sombras vem viciando os encarnados e os deixando doentes, cada
um deve procurar a melhor forma de se regenerar sem causar danos
a seu organismo, compreendendo que a Luz quer que eles vibrem
saúde e é isso que importa, a moral se gradua a cada dia, os vícios
são curados na medida em que cada um quer se curar, os temperos
sombrios precisam ser retirados o mais rápido possível da alimenta-
ção, se houver necessidade deve-se procurar um médico que oriente
a nova alimentação sem sem carnes e temperos viciantes, porém,
não é necessário esperar tempo para modificá-la, enquanto houver
o consumo de carne outras vidas estarão sofrendo e isso leva o que
consome delas para as sombras, quanto antes houver regeneração
melhor para o espírito, é em prol da própria felicidade, da própria
paz, da própria cura dos pensamentos sombrios, a Luz compreende
que todos estão evoluindo a cada dia e por isso vem convidar a to-
dos a dar mais um passo na senda evolutiva, cada ser caminha nas
forças que possui o importante é não vampirizar outras vidas e não
vibrar o auto suicídio através dos alimentos e temperos sombrios.

382
O VEGANISMO CURA
A cozinha é ambiente sagrado da vida e deve sempre ser
a favorável a ela, as cozinhas que possuem mantimentos favoráveis
ao vampirismo atraem obsessores sombrios, que sentem o cheiro
dos alimentos carnívoros e vem como espíritos em forma de lobos
e seres das trevas sedentos para vampirizar. Enquanto a cozinha
mantiver alimentos de origem animal ela irá atrair a morte, a guer-
ra, a dor, o medo, o sofrimento e a magia sombria para a vida da-
queles que se alimentarem deles, não se pode haver conivência e se
em um lar os outros não querem se modificar é necessário respeito
pela decisão deles mas nenhuma conivência alimentar de sua parte
com essa forma de vampirismo que traz a magia sombria para a vida
de quem a prática. Espíritos em nome da vida animal desceram na
terra em massa nesta Nova Era regenerativa da humanidade, eles
merecem ser escutados porque estão vindo em nome de Jesus para
libertar os homens da magia sombria que os assola pela alimenta-
ção de origem animal, mesmo os derivados não escapam dos efeitos
sombrios da magia sombria que causam doenças espirituais inicial-
mente e com o decorrer da existência do espírito ele adoece do cor-
po físico, por ter sido conivente com o vampirismo de outras vidas.
Esses espíritos vieram em prol da causa animal, vieram protegê-los,

383
vieram cuidar da vida dos Elementais, eles vieram falar de amor e
quem fala de amor, de caridade, de acolhimento e de paz é uma voz
iluminada que já esteve também entre nós e ensinou os mesmos va-
lores de respeito a vida e amor universal. Os animais nunca podem
ser usados para alimento ou para testes em laboratórios, uma vida
nunca pode ser tirada em justificativa de outra, isso é vampirismo
e levará os espíritos que forem concordantes com ele para as mes-
mas aflições dessa forma de pensar. O Divino ama a vida animal
tanto quanto ama a humana, ele ama a todos os seres igualmente e
não faz acepção de nenhuma vida, ele vibra amor por todos e é esse
amor que as almas precisam vibrar se querem ter um encontro com
ele, a vida animal continua além da vida e é por isso que muitos de-
les também possuem mediunidade, porque também são espíritos,
inocentes como uma criança e uma criança e nenhuma outra vida
devem ser feridas, eles são bonzinhos, eles são ingênuos e não pos-
suem nunca intenção de ferir o homem apenas se proteger de um
possível predador. O ser humano quando se alimenta de outras vi-
das precisa ser avisado de que isso o deixará muito doente do corpo
espiritual e físico, que isso o deixará envolvido com a magia sombria
que irá se instalar em seu organismo espiritual através das larvas
astrais que irão se alimentar do sangue e cada vez mais criarem vida
dentro do organismo dele, criando bactérias enfermiças vindas da
mente sombria dos obsessores que objetivam mata-lo e deixá-lo nas
sombras dos Umbrais. Nos umbrais os espíritos que não consegui-
ram se libertar da carne sentem fome carnívora e não conseguem
elevar a vibração, muitos demoram anos e até séculos até consegui-
rem entender que isso lhes deixam com uma vibração vampiresca
e vampiros espirituais não podem entrar nas colônias superiores. A
alimentação Vegana que não for conivente com nenhuma química
sombria e que não vibrem gorduras que deixem os humanos tam-
bém envolvidos com a ingratidão da saúde é a que ilumina os es-
píritos, a alimentação não pode vibrarem desrespeito a nenhuma
forma de vida e nem a própria, as sombras para quererem adoecer
os encarnados podem querer entrar com outras formas sombrias de
alimentação, vibrando tudo aquilo que deixa o espírito em estado

384
de obesidade, de diabete, que não traga nutrição natural para ele, as
sombras querem sempre empurrar uma química e nunca uma op-
ção natural, somente a natureza pode vibrar luz aos espíritos, todo
alimento que não seja conivente com a saúde dos homens o está dei-
xando doente do espírito e da matéria. As sombras no passado trou-
xeram alimentos sombrios para a terra em forma de massas, bolos,
doces, salgados e tudo aquilo que sempre deixou os espíritos com
doenças e enfermidades no corpo que tiveram origem espiritual nas
vibrações emanadas pela falta de zelo pela própria saúde e conse-
quentemente os deixou doentes em camas e dependentes de muitos
remédios que danificavam seus órgãos internos, é somente o espíri-
to que tem o poder de decisão para vibrar a saúde própria e quando
ele se encontra no estado infantil seus pais precisam ser conscientes
da alimentação que estão dando aos seus filhos porque se eles forem
coniventes com as doenças, químicas sombrias e magias sombrias
no corpo de seus filhos eles irão acarretar um grande carma e te-
rão que expiar as doenças que um dia comprometeram a vida dos
outros nos seus próprios corpos. Quem ama vibra amor também
na alimentação e na forma de viver, quem ama vibra cura pois é
somente se curando todos os dias que podemos ser felizes. Muitos
médicos desceram com o propósito de favorecer a regeneração da
saúde na terra, muitos ativistas vieram com a missão de libertar os
animais e convocar os homens a ama-los como irmãos, os animais
nunca podem ser explorados e aqueles que os abandonam também
serão abandonados, aqueles que fazem eles passarem fome também
irão senti-la, aqueles que deixam eles com parasitas também serão
vampirizados, aqueles que não se preocupam com suas dores tam-
bém sofrerão em mundo onde ninguém irá se importar. Vibrar a
vida não é difícil, vibrar o amor não é difícil, vibrar a paz não é di-
fícil, difícil mesmo é sentir a falta de todas essas coisas e não ter a
quem recorrer. A conivência com o sofrimento dos animais também
irá atrair seres que sejam coniventes com a forma de sofrimento
dos que emanam esse pensamento, a omissão dos encarnados em
relação aos direitos universais de respeito a vida e amor universal
a todas formas dela se expressar também irá atrair seres que se-
jam omissos em relação aos seus sofrimentos e aflições, que não se
preocupem com suas dores. Ação e reação, semear e colher, plantar

385
e colher os frutos, aqui ou em um futuro que pode ser mais próximo
do que se imagina, muitas doenças não esperarão outras vidas e irão
ensinar desde aqui os espíritos a se melhorarem, a alta magia da luz
ensina desde do começo da terra que tudo que se planta com a for-
ma de ser e agir também se colhe, a magia não esqueceu seus filhos
e veio os curar, veio os ensinar a se regenerar, a mãe ancestral vibra
amor e ensina seus filhos a se amarem para que sejam felizes uns
com os outros, a saúde nunca irá trazer infelicidade e todos aqueles
que se comprometerem a se curar irão sentir os efeitos benéficos
dessa forma regenerada de vida em pouco tempo, tanto na melhoria
dos pensamentos que serão mais leves, mais calmos, vibrando mais
paz como na do organismo vibrando um sono tranquilo, uma saúde
melhor, uma digestão saudável e o afastamento de doenças como
o câncer causadas pela magia sombria do vampirismo quando ele
se alimenta de outras vidas. Todos podem se libertar da alimentação
que traga magia sombria para a vida deles, é só não ser concordante e
conivente com a forma dela agir com a vida dos outros.

386
A ARTE ELEVADA CURA
Eles vieram para assumir posição de destaque com a sua
arte, vieram para cantar e encantar o mundo com suas inspirações.
Todos aqueles que assumem posição de destaque com a arte são
espíritos em missão, enviados para ajudarem a terra a transcender
no pensamento humanitário, eles vieram para falar do respeito a
vida, do amor universal, vieram para cantar a regeneração na forma
dos espíritos serem e agirem para com seus semelhantes, se ins-
pirando nos pensamentos elevados e no amor Divino. Eles vieram
para falar da paz com suas músicas, eles vieram ensinar através
das canções o ser humano a se amar, suas músicas falam de sen-
timentos, falam palavras elevadas, tocam a alma e fazem ela sentir
amor e paz, mas as sombras do mundo espiritual estão perseguindo
o pensamento deles querendo fazer com eles usem seus dons para
vibrarem mundos sombrios dos vícios, da luxúria, da depressão, do
vampirismo, as sombras querem induzi-los a usarem seus dons de
cantar, de ensinar, de interpretar, de apresentar para favorecerem
os pensamentos da magia sombria, que faz com que os homens se
esqueçam do amor, se esqueçam dos compromissos sentimentais,
querem que eles cantem a depressão, a vida na boemia, as perdições

387
da luxuria, querem envolver seus dons para influenciar o mundo a
ficar enfeitiçado com vibrações enfermiças. Eles envolvem eles em
pensamentos depressivos com muitas ferramentas mediúnicas em
forma de pessoas que sempre estão exigindo deles aparência, vai-
dade, ostentação, fama a todo custo e músicas que não vibrem o
amor e o sentimento que quando ousam falar deles são atacados e
ofendidos gratuitamente, eles não podem se deixar levar e precisam
provar ao Universo que usam seus dons para curar o mundo e não
para envolvê-lo em vibrações densas e sombrias.
Aqueles que se perderam do caminho da luz precisam
voltar para ela vibrando o amor universal e a elevação dos espíritos
através da arte que expressam. É vibrando o amor curativo para o
mundo que nascem as inspirações mais belas para as canções, é vi-
brando o amor superior que vibra a paz para todos, são as letras que
falam de cura, de regeneração moral, de fé, de superação, de amor
sentimental verdadeiro que fazem as almas não se esquecerem de-
les. É o sentimento elevado envolvendo a arte que fará com que ela
nunca seja esquecida, as que vibrarem sombras serão esquecidas
pela Era da regeneração.
A Luz quando vibra no coração desses artistas ilumina as
percepções artísticas deles que também são médiuns, os espíritos
da Luz não os deixará sozinhos e eles irão encontrar paz universal
para a alma deles se vibrarem ela para o mundo com seus dons,
como sensitivos enviados para a terra para enobrecer a arte eles irão
receber inspirações iluminadas das altas estrelas do universo e irão
através delas poder exercer a caridade e vibrar o amor universal
para os pensamentos da terra, as inspirações irão descer e vibrarão
cura, aquele que quer curar o mundo nunca está sozinho mas sem-
pre serão acompanhados de consciências superiores.

388
A CURA DO VAMPIRISMO
SENTIMENTAL:
O amor pode sobreviver e ressuscitar em todas as vi-
das que as almas se encontrem, é só vibrar sentimentos elevados
porque é o amor quem lhe encontra e não você que encontra ele.
Espírito: Maria Antonietta

Muitos se perguntam se o amor eterno entre duas almas


pode existir, a resposta é sim e ele não provém de uma alma que seja
gêmea com a sua, ele provém de uma alma que tenha afinidades com ela,
o que faz os espíritos se conectarem são os pensamentos que eles estão
vibrando, o que une as almas em um sentimento é um pensamento de
amor que as unam, o amor é uma vibração elevada e nenhum espírito
consegue encontrá-lo se estiver vibrando vampirismos. É preciso olhar a
vida de quem nos envolvemos com um sentimento de amor por ela, com
vontade de estar fazendo-lhe bem e lhe ajudando a ser mais feliz, é esse o
pensamento que fazem as almas se amarem e se tornarem tão afins que
possam parecer serem almas gêmeas, mas que na verdade se olharam de
uma maneira que uma desejou a felicidade eterna para a outra, quando
se deseja a felicidade e a paz para o outro se está emanando irradiações

389
luminosas para aquele espírito que irá sentir as vibrações lhe achegar
ao íntimo do espírito, é dessa maneira que regamos o coração do outro,
emanando olhar, palavras e ações que expressem amor, cura e paz para
aquele espírito, é essa forma de agir que faz o outro se apaixonar, o en-
volvendo em uma vibração de carinho e sentimento verdadeiro.
Muitos vampiros podem tentar aparecer para atrapalhar
a vida daqueles que se amam e é por isso que eles precisam sempre
estarem vibrando com a Luz e permanecerem com o pensamento
regenerativo, sem envolvimentos com as sombras nem que seja
para uma leve reflexão tentadora que já abre porta para hipnoses de
vampiros do astral, para que não sejam envolvidos em magia som-
bria e caiam na traição que irá afastar o amor e a felicidade senti-
mental da vida deles. As sombras não perdem tempo e se utilizam
de pessoas que estão envolvidas com magia sombria para tentarem
destruir os relacionamentos, para se proteger é preciso vibrar cura
e não dar confiança a pessoas que queiram causar traições, se afas-
tando imediatamente delas em nome da própria felicidade senti-
mental. Aqueles que se amam podem se curar das discussões do
lar causadas pelas sombras que entravam na vida deles pela magia
sombria dos vampirismos, fazendo eles se atacarem e se distancia-
rem, a felicidade sentimental é possível se os apaixonados não esti-
verem envolvidos com as sombras e nem com nenhuma prática de
vampirismo, pois onde há vampirização o amor se distancia.
Para encontrar um amor é preciso vibrá-lo mentalmente,
é preciso desejo de curar o outro, ele precisa ver em você que você
quer o bem dele, que você quer a saúde dele, que você quer a felici-
dade da alma dele, é assim que as almas se apaixonam. Quando elas
percebem que estão olhando para elas mais por dentro do que por
fora, quando elas percebem que o sentimento elevado está sendo ir-
radiado para elas, quando as diferenças se combinam na felicidade
dos dois, quando as almas se sentem acolhidas pelo abraço afetuo-
so, quando elas sentem que alguém entrou em suas vidas conduzida
pela Luz maior o amor então vibra em seu coração, pois o amor só
pode nascer no pensamento que deseja fazer o bem ao outro e nun-
ca naquele que quer vampirizá-lo de alguma forma.

390
Muitas almas são envolvidas no vampirismo, que as quer
fazer ser infelizes, quando as fazem olhar mais a beleza exterior que
é passageira e se esquecer que a interior é a que faz ser feliz, quando
as fazem ser interesseiras e olhar seus possíveis parceiros baseadas
na troca vampírica, nesse pensamento elas só encontrarão vampi-
ros na mesma vibração que elas estão atraindo e que irão distanciá-
-la cada vez mais da felicidade na terra e no mundo espiritual.
As sombras inventaram nas mentes humanas que um re-
lacionamento começa sem compromisso e que é preciso se conhecer
primeiro para depois poder se compromissar, mas os espíritos que
não querem ser vampirizados não podem se permitir terem relações
sexuais com pessoas enquanto não houver um compromisso verda-
deiro entre elas, quem diz que quer conhecer alguém se aproveitan-
do desse momento de entrosamento para ter relações está vibrando
vampirismo porque está querendo ter uma coisa que somente com
sentimento pode ser oferecida, que somente com sentimento pode
trazer paz para as consciências, quem deseja se deitar com alguém
precisa se comprometer com os sentimentos dela, quem não deseja
se comprometer e mesmo assim quer deitar-se com o outro é porque
está querendo vampirizá-lo, é preciso ter cuidado, palavras mansas
podem vir disfarçadas para quererem vampirizar com delicadeza e
deixarem o outro em vibração sombria, pois quem não busca sen-
timentos maiores está vibrando pensamentos densos e dos mundo
sombrios.
O vampiro abandona logo após ter a energia que que-
ria conseguida, eles fogem de compromisso porque estão querendo
apenas vampirizar. Vampiros do sexo, eles vibram apenas desejos
carnais e não estão preocupados em amar, eles estão enfeitiçados
por uma magia sombria sentimental que não os quer deixar ser
felizes, antigos obsessores sentimentais de outras vidas podem es-
tar fazendo isso com eles até por causa de ciúme que ainda não foi
curado no coração deles, de uma existência pretérita. Quando um
coração não vibra amor ele tende a ficar cada vez mais distante da
felicidades e as almas que quiserem amar precisam encontrar espí-
ritos que também estejam vibrando o sentimento e depois o mundo

391
físico em que vivam. O sexo é um intercâmbio de energias e quando
alguém se deita com alguém que está vibrando vampirismo ele fica-
rá adoentado do espírito, as energias que são trocadas são a essên-
cia do pensamento um do outro e se elas são enfermiças irão deixar
o outro também enfermiço. Se o espírito não vibra amor ele deixará
quem se deitar com ele na mesma vibração em que ele se encontre
mentalmente, por isso nunca se pode se entregar a vampiros espe-
rando que o amor chegue, ele não irá chegar porque o vampiro só
está vibrando densidade e escuridão do sexo com seu pensamento,
a relação com ele não cura mas adoece a alma.
O amor se afasta do vampirismo e para encontrá-lo será
preciso vibrar numa sintonia maior onde as almas se respeitem, se
comprometam umas com as outras de construírem a felicidade jun-
tas, onde as almas vibrem seus sentimentos em ambientes curativos
e não em ambientes rodeados de vampiros que estarão emanando
inveja e magia sombria se perceberem que entre eles há um rastro
de sentimentos, do qual eles ainda estão distantes por não quererem
vibrar amor. Aqueles que estão vibrando vampirismos precisam se
regenerar para poderem ser felizes, precisam abandonar qualquer
pensamento e prática vampiresca, ela afasta o sentimento de amor
de vocês, ela afasta as pessoas que estão na sintonia de se amarem
das suas vidas, ela afasta a paz das relações sentimentais e atrai a
guerra para o relacionamento.
Quando alguém se aproximar de você no âmbito senti-
mental, se você não for se comprometer verdadeiramente com essa
pessoa não se envolva com ela e seja claro que não quer envolvi-
mentos se preciso se afastando delas, elas são almas eternas, são
sensíveis e possuem coração que se for machucado ou vampirizado
irá atrair a mesma vibração e vampirismo para quem praticou, se
não há interesse de se envolver sentimentalmente com alguém a
opção é permanecer solteiro, é direito de todos escolherem se com-
prometerem com alguém ou não mas é dever também de todos que
queiram ter a Luz por perto não vampirizar ninguém, pois o vampi-
rismo é sugar as energias dos outros e quando não há intercâmbio
de sentimentos a vibração é apenas satisfazer o corpo físico e se ali-
mentar da energia do outro.

392
Se alguém quiser se aproximar do seu coração ou da sua
vida vibrando interesses baseados no dinheiro, no que você pode
oferecer materialmente, querendo apenas vampirizar suas forças
sexuais, se afaste para que você não fique doente com as magias
sombrias que entram pelo sexo, os encarnados que vibram vampi-
rismo contra os outros os deixam em estado depressivo com a ma-
gia sombria que lhes passa através do contato sexual. Até o beijo de
uma boca que vibre vampirismo pode adoecer e deixar quem o rece-
be com desejos sombrios do sexo, fazendo com que o indivíduo bei-
jado se afaste de sentimentos elevados e vibre a vibração de quem o
beijou. Há beijos que podem curar mas há também aqueles que en-
venenam e que fazem as almas ficarem hipnotizadas pelo o outro, o
beijo quando tem pensamento de amor e de cura traz boas energias,
traz bons sentimentos, rega o coração com chuva de pensamentos
de amor, porém, quando vibram pensamentos densos e vampires-
cos sugam as energias dos outros, sugam a energia espiritual e lhes
colocam magia sombria do pensamento denso. A magia sombria en-
tra pela saliva venenosa produzida pelos pensamentos vampirescos
do encarnado no momento em que ele vampiriza o outro pelo beijo
sombrio, assim a vibração enfermiça se instala em quem se permitiu
ser vampirizado como um vírus mental, esse tipo de vibração cau-
sa uma repulsa vibratória nas mentes que estejam vibrando amor,
pois elas conseguem sentir energias densas que ficam impregnadas
nas formas de pensar de quem está envenenado e por isso se afas-
tam quando percebem vibratoriamente pensamentos que venham
em sua direção lhes sejam mais densos do que elevados. A repulsa
vibratória também acontece do outro lado da vibração que quando
é curativa afasta as mentes que são enfermiças e não querem vibrar
cura, aqueles que se afastam quando se ouve falar de envolvimen-
tos sentimentais ou qualquer compromisso regenerativo é porque
estão doentes do espírito e com magia sombria no coração, se eles
querem se relacionar com alguém e não assumi-las é porque estão
vibrando sombras. Conhecer alguém é perfeitamente possível sem
haver relação sexual e é por isso que eles se afastam porque querem
sexo sem compromisso e se agem assim é porque são vampiros.
Vampiros podem ter dinheiro, fama, beleza física que

393
muitas das vezes foi conquistada também através do vampirismo
da carne e o auto suicídio causado pelos anabolizantes em nome
das vaidades que lhes foram colocadas na mente pelos obsessores
que querem destruir a felicidade deles e fazer com que eles caiam no
Umbral pelo suicídio inconsciente, onde os vales expurgatórios são
mais penosos. Se alguém se encontrar nessa vibração é porque está
muito enfeitiçada pela magia sombria de obsessores que os estão
amaldiçoando no vampirismo para que ele não seja feliz, fazendo-o
ficar cego até para a própria saúde.
Eles podem sentir pela própria consciência que essa vi-
bração os leva para infelicidades sentimentais, para a mão dos ví-
cios e dos lugares sombrios, dominados pelas trevas. Eles podem
se curar e abandonar toda prática vampiresca em nome da própria
felicidade se quiserem se regenerar. Todos os espíritos um dia fo-
ram envenenados com magia sombria trazida desde das estrelas de
onde ela veio, mas agora podem se libertar dela abandonando todo
pensamento e prática que ela seja favorável. A magia sombria não
quer permitir que ninguém vibre amor porque nela vibram o ódio,
ela faz o ser humano deixar de amar a própria saúde em nome de
uma beleza física e faz ele ficar distante da felicidade que a Luz so-
nhou para ele um dia. Somente amando a si mesmo se pode en-
contrar o amor, para encontrar o amor é preciso vibrá-lo e para
não permitir que ele se distancie é preciso emanar a regeneração
em sua forma de ser e pensar. O espírito que emana cura e rege-
neração na sua forma de viver poderá ser feliz e curar quem ele se
relacionar, porque a maior caridade que podemos fazer na vida
de alguém é curá-la dos efeitos da magia sombria que distanciam
os espíritos da felicidade e os escravizam nos mundos sombrios.
Muitos irão se curar ao ouvirem as palavras curativas
de seus pretendentes que conheçam a cura da alta magia da luz,
foi para isso que a regeneração veio para a terra para trazer o pen-
samento que permite a todos se curarem e serem felizes, pensa-
mento que é favorável a saúde de todos e a vida em paz de todos na
terra. É essa vibração que todos procuram encontrar em alguém; a
vibração do amor que transcende a vida física e se encontra em fe-

394
licidade nos mundos maiores, para darem continuidade ao apren-
dizado de amor um pelo outro que pode se estender infinitamente
basta sempre vibrar a cura dos sentimentos.
Vibrar amor é nunca se envergonhar de quem amamos.
O amor não precisa de tempo estimado para poder come-
çar a florescer nos corações humanos, ele floresce desde o instante
em que as almas vibrem o sentimento de cura e desejem trazer feli-
cidade para o outro. O compromisso sentimental permite o contato
que envolva o intercâmbio das relações sexuais, somente assim se
pode vibrar cura e não vampirismo nas relações que quando desti-
tuídas de compromisso se esvai facilmente quando as energias ge-
nésicas são entregues em aventuras sombrias que só trazem dores
sentimentais e distanciam o amor de se aproximar.
Os sentimentos que devem nutrir um compromisso é a
vontade de curar o outro, o desejo de construir um futuro junto com
ele, o olhar que o olha com amor espiritual, o pensamento de vibra-
rem elevação e contato com a natureza e não nas festas noturnas
que se encontram amontoadas de espíritos e encarnados querendo
vampirizar alguém, a vontade de se elevarem no pensamento rege-
nerado juntos, a vontade de procurarem a paz interior em conjunto,
vibrando pensamentos que falem de cuidado e carinho um pelo ou-
tro. São sentimentos e vontades que devem vibrar nas mentes para
que o relacionamento possa ser feliz e possa trazer luz para aqueles
corações, o amor e as boas vibrações é a chave espiritual para come-
çar qualquer relacionamento e se ele é deixado em segundo plano é
as sombras do vampirismo que irão entrar.
Vibrando amor, vibrando a sintonia do romance eleva-
do, se afastando de qualquer vibração depressiva que afastam as
vibrações do amor e induzem as almas a muitos vícios, se mantendo
longe de ambientes vampirescos, vibrando a paz e a cura.
É vibrando pensamentos e forma de agir que se atrai o
amor porque ele vem com pessoas que para se achegar terão que
sentir uma sintonia mental que as atraia. É pensando em amar que
se pode atrair espíritos da mesma sintonia, aqueles que vibram na

395
Luz podem se defender dos vampiros sabendo identifica-los com a
regeneração, eles podem ser curados na forma de serem se quise-
rem mas se não quiserem vibrar sentimentos elevados a orientação
superior é que se afaste deles para que eles não se alimentem de
você e te deixem com o espírito cheio de larvas mentais e doenças
espirituais.
Os vampiros podem se apresentar com beleza exterior que
chame a atenção do mundo físico, com ouro e até falar palavras seduto-
ras mas se são pessoas que não querem envolvimentos sentimentais,
se estão interessados em coisas materiais como sexo e o dinheiro, se
não querem assumir compromisso verdadeiro com o sentimento do
outro é porque estão querendo fugir de uma responsabilidade da vida
que é amar alguém que se envolva e não apenas usá-las como canais
vivos de satisfação física, conhecida como práticas de vampirismos.
Muitos estão envolvidos com a magia sombria sentimen-
tal quando se tornam coniventes com a forma dela ser e estão vindo
na vida de muitas pessoas para vampirizá-las quando agem assim
com elas. Eles estão sendo testados com o dinheiro que possuem,
com a beleza de que são portadores, com o pensamento que sabem
articular e se eles se utilizarem deles para vampirizar os outros eles
também serão também vampirizados mas dessa vez sem os recursos
que um dia ele mal utilizou para vampirizar e influenciar outras vi-
das a caírem nas sombras do vampirismo junto com eles, para que
se melhorem e entendam que os recurso que a vida oferece nunca
devem ser utilizados para vampirizar os outros apenas para curar.
A cura vem em nome da paz e da felicidade de todos,
mesmo daqueles que estão envolvidos com a magia sombria que po-
dem dela até desconhecer mas que se são concordantes com a forma
dela ser estão enfeitiçados por ela e os obsessores estão atuando em
conjunto dela e deixando eles doentes espiritualmente, onde o úni-
co objetivo é o de fazer eles mesmos serem infelizes.
A vibração de amor e de sentimentos envolvidos com a
regeneração irão proporcionar a todos aqueles que quiserem ser fe-
lizes a libertação da magia sombria que um dia os impediu de se

396
amarem e serem amados, que um dia os impediu de serem felizes e
de alcançarem a paz de consciência ao partirem deste mundo.

397
398
A CURA PELA NATUREZA
ANCESTRAL
As Leis espirituais que regem a vida estão escritas na cons-
ciência de todos os espíritos quando lhes diz para agirem e pensarem
com seus semelhantes da mesma forma que gostariam que fossem
agido para com eles. Todos os espíritos da terra estão prontos para se
regenerar e entenderem a causa de seus sofrimentos, os filhos da luz
irão espalhar a mensagem de regeneração que a natureza ancestral
veio lhes anunciar e assim eles irão conseguir curar muitos espíritos
que estejam sendo alvos das magias sombrias do mundo espiritual
sem saberem, eles poderão curá-los das angustias, das maldições
que os façam ser agressivos, que façam eles não terem amor, que fa-
zem eles vibrarem nos mundos sombrios e não terem força para se
libertar deles, com a cura da magia sombria eles poderão ser felizes
e não serão mais envolvidos nos feitiços maléficos do mundo espiri-
tual, que os deixavam depressivos e os tornavam distantes dos dons
que os ligavam ao amor Divino, dons que todos os povos tiveram
no passado e que eles sabem no íntimo que existem, pois já tiveram
eles em outras reencarnações e que agora irão se aflorar novamente
a cada vez que eles sentarem-se numa mesa vestida de pano bran-

399
co e procurarem se elevar como os antigos médiuns em outrora fa-
ziam, vibrando pensamentos elevados e a regeneração da Nova Era.
A cura na terra é chegada, conforme foi anunciado pelo
médium Chico Xavier no ano de 1969 quando prenunciou que se a
humanidade não entrasse em uma guerra mundial nos próximos
50 anos ela estaria pronta para se regenerar e se curar de doenças
que causam graves problemas a saúde humana. Essas doenças são
de origem espiritual causadas pela forma de ser e pensar dos espí-
ritos e encarnados, que com o tempo se materializam nos organis-
mos físicos, a cura é chegada e conforme a terra avançar em sua
regeneração espiritual os contatos com as consciências do Universo
se tornarão cada vez mais possíveis entre os homens. A partir do
momento em que o planeta terra se conscientizar em amar a todos
os semelhantes eles estarão prontos para conhecerem os extrater-
restres em plano físico, que estão esperando apenas a melhora da
humanidade para eles mesmos descerem entre os humanos e evo-
luírem sua tecnologia e poder mental com os ensinamentos mais
superiores, descendo para unir a terra as constelações superiores
em nome do amor universal. O Brasil veio para curar o mundo e
todas as religiões podem absorver os métodos de cura da natureza
ancestral, porque ela exprime o pensamento do amor Divino e não
o de uma religião, mas o de um movimento pela paz mundial, pois
o seu pensamento revela a voz universal de abraçar a todos os po-
vos e crenças. As religiões podem avançar qualquer pensamento em
nome do amor se querem curar seus filhos e não há nada no mundo
que possa impedir isso se elas quiserem, os profetas da luz vibram
em nome do amor universal e eles irão vibrar no pensamento de
regeneração porque ele cura e não exige crença mas sim comporta-
mento de amor para com toda natureza, pois as religiões pregam o
amor Divino e assim como o amor de uma mãe ele só é expressado
verdadeiramente quando se ama e respeita a vida de todos os seus
filhos incondicionalmente. A Pátria do evangelho recebeu a missão
de ensinar aos homens a lidarem com o mundo espiritual de forma
iluminada, com seus pensamentos, com suas vibrações, desvendan-
do os fenômenos da natureza espiritual e lhes elucidando de for-
ma racional e cientifica, tal como o pensamento de Kardec ensinou

400
quando esteve entre os homens. Os pensamentos devem sempre seguir
o progresso, o progresso avança os espíritos e assim como o Espiritis-
mo, a Alta Magia da Luz também é concordante com a lei que vibra o
progresso constante dos espíritos, em prol do amor e da paz universal.

401
402
AMOR POR TODAS AS VIDAS
Os imigrantes, espíritos que reencarnaram no meio da
guerra, da fome, da pobreza, sendo torturados pela frieza humana,
morrendo para poderem salvar seus filhos e crianças, eles estão ne-
cessitados do amor e da caridade de todos, eles não tem dinheiro
para um café e pouco tem para beber uma água potável, carecem de
assistência universal e compaixão pelas suas dores. Os espíritos que
quiserem se salvar não podem deixar de ajudá-los, escolhendo os
melhores caminhos para favorecer a entrada e a ajuda humanitária
deles em seus países, se importando com eles como se fossem tam-
bém seus filhos e irmãos, os espíritos precisam se enxergar assim
para conseguirem entrar nos mundos superiores. Aqueles que são
indiferentes a dor dos outros voltam reencarnando na pele da dor
que não se comoveram, é a forma da vida ensinar aos espíritos a
serem caridosos, a amarem todas as vidas e procurar se colocar no
lugar dos outros, toda ajuda é valiosa principalmente aquela que dá
o seu melhor. Lá crianças estão chorando sem terem o que comer
sendo exploradas pela escravidão, lá existem homens trabalhadores
sofrendo a dor de não conseguirem trazer o sustento para seus la-
res, eles se debruçam e choram muito por não entenderem o porquê
o mundo não consegue enxergá-los, lá existem mulheres sofrendo

403
nas mãos do vampirismo como forma de sobreviverem e alimen-
tarem seus filhos, elas choram e se entregam para serem vampiri-
zadas em nome da vida de seus filhos, elas estão sofrendo muito e
por isso estão clamando caridade e sensibilidade, elas não querem
vibrar vampirismo mas em terras sombrias eles fazem com que as
mulheres sejam vampirizadas a força para poderem comer, o amor
de uma mãe transcende até a própria dor em nome da sobrevivência
dos filhos dela, existem muitos espíritos em depressão e angústias
pedindo socorro aos seus irmãos, aqueles que aliviarem as provas
dos seus irmãos também terão as suas aliviadas, aqueles que con-
seguirem amar os outros como seus semelhantes também serão
amados, é o amor universal, o amor que Jesus ensinou quando veio
a terra, o amor que favorece outra vida a ser feliz, que ajuda seus
irmãos a encontrarem algum lugar para reclinar a cabeça e dormir
em paz, que ajuda-os a encontrar a paz para suas aflições, o amor
que não permite que nenhum sofra da fome ou sinta sede, o amor
que se comove com as dores de todos, sejam de longe ou de perto.
Aqueles que quiserem se salvar não podem ser conivente com nada
que possa ferir a paz dos outros, com nada que possa ser indiferente
a dor e a fome, com nada que possa ser indiferente ao abandono e
a exploração da vida, se quiserem ter paz precisam provar todos os
dias ao universo que não são coniventes com essa forma de pensar
cientes de que se pensarem igual irão atrair pela lei de causa e efeito
a mesma situação aflitiva para as suas vidas, a cura é amar, a cura é
amar a todos e enxergar a todos como irmãos eternos, a consciência
tranquila é aquela que parte desse mundo vibrando o amor univer-
sal na forma de pensar e agir para consigo e com seus semelhantes.
A terra é de todas as vidas e foram as sombras quem a dividiram em
territórios, territórios conquistados através da dor e da guerra algo
que o Cristo jamais concordaria, territórios que barrem a entrada de
vidas necessitadas de acolhimento não estão se protegendo estão em
verdade machucando e sendo indiferentes as dores do seu próximo,
estão sendo desumanos com aqueles que carecem de compaixão. As
sombras querem que os homens sejam cruéis e frios com as aflições
humanas para fazer com que eles sofram a mesma reação sombria
em outra vida, por isso todos aqueles que atuem como profissionais

404
nessas zonas que imponham a frieza na sua maneira de trabalhar
precisam se afastar e não serem coniventes com essa forma de tra-
tar outros seres humanos, porque se eles forem coniventes com ela
eles irão reencarnar em semelhante aflição assim como aqueles que
também não se comoverem e lutarem contra essa forma cruel de
tratar a vida. Os imigrantes e pobres estão necessitando e apelando
ao mundo que lhes escutem, eles estão chorando, eles não tem lugar
para viver em paz, as sombras causaram fome onde eles vivem para
os deixarem sofrendo, eles estão agonizando e quando alguém é co-
nivente ou indiferente com a dor de agonizar de outra vida é somen-
te a crueldade que esse alguém poderá atrair para seus destinos.
Os necessitados de caridade pedem todos os dias para que Deus os
liberte daqueles sofrimentos e Deus toca nos corações que o ouvem
e fazem eles sentirem que precisam ajudar seus irmãos, como um
Pai e uma Mãe quando ensinam seus filhos a se amarem e se ajuda-
rem para poderem ser felizes no lar, o lar é a terra e todo sofrimento
causado pela indiferença é curado pelo sentimento de preocupação
com qualquer aflição alheia que não permite que nenhuma vida seja
ferida, que tenha fome, que falte o travesseiro e uma coberta para
dormir, que falte o sorriso em seus rostos, que sinta a dor do de-
sespero e sofra as dores causadas pelo vampirismo. A caridade não
mora apenas nas esmolas, ela está também nas causas humanitá-
rias que mudam vidas inteiras, que transformam o mundo e que
trazem a felicidade para a terra, quem com as causas humanitárias
não se preocupa não está fazendo tudo o que pode como um espíri-
to na terra, é necessário fazer tudo que está ao alcance para ajudar
seus semelhantes pois é nesse sentimento que mora a verdadeira
caridade que o Cristo ensinou. O sentimento fraterno deve envol-
ver a todos no mundo, favorecendo da melhor forma que pode a
vida e a paz dos outros seres vivos, lhes ajudando a sair da situação
precária e angustiantes, lhes doando recursos para conseguirem a
dignidade humana, ajudando com a doação de comida, com a doa-
ção de água, a caridade em oferecer galpões e casas que muitas das
vezes se encontram vazias e que poderiam acolher muitos necessi-
tados de terem onde reclinar a cabeça e se protegerem dos perigos
das ruas e lugares sombrios, dando a todos aqueles que precisem

405
acolhimento fraterno e formas de poderem conquistar estudo e tra-
balho digno para que possam sair das margens das aflições da vida,
essa é a caridade que Jesus anunciou para que as almas pudessem
entrar nos reinos da luz onde todos pensam e vibram em prol da paz
e da felicidade de todos seus semelhantes espirituais. A Luz deseja
que todos estendam as mãos da paz e da caridade para aqueles que
estão sofrendo alguma aflição para que assim possam entrar nas
vibrações iluminadas dos mundos felizes. Aquele que semeia a feli-
cidade dos outros também será feliz, aquele que levanta a bandeira
da paz mundial e o acolhimento a todas as formas de vida não serão
esquecidos e o Cristo os aguarda na mesma vibração fraterna para
os receber nos reinos celestiais.
O amor deve ser para todos, independente de crenças, et-
nias, idade, saudáveis ou doentes, homens ou mulheres, orientação
sexual, classe social e qualquer que possa ser a diferença humana
elas são todas passageiras e pertencem apenas ao mundo físico, to-
dos unidos em uma única causa universal que ajuda e acolhe todos
os povos, que lhes ajuda a ter oportunidade de trabalho e estudo,
que lhes ajuda a ter o que comer e onde morar, que lhes ajuda a ser
felizes e a terem paz, que lhes ajuda a morar em um lugar melhor
e que tenham paz, onde as crianças possam ser felizes e possam
correr livremente em nome da liberdade, sorrindo e agradecendo
aos céus. Esse é o caminho para todo aquele que quiser encontrar a
paz e a Luz no mundo espiritual, pois essas sementes espirituais são
plantadas aqui na terra para que se possam colhê-las nos mundos
elevados. É somente plantando a paz ao mundo que se pode con-
quistar a paz interior, somente desejando a felicidade dos outros que
se pode também encontrá-la, o segredo para encontrar a felicidade
é levá-la para outras vidas em forma de paz, caridade, acolhimento,
amor e sentimentos maiores. Os sentimentos verdadeiros são aque-
les que agem em favor de seus irmãos sem indiferenças, aqueles que
se preocupam com as dores de outras vidas, são esses sentimentos
que elevam os espíritos aos mundos superiores. Se os espíritos fa-
vorecem a paz e o amor universal eles poderão entrar nos mundos
melhores mas se eles não forem caridosos e se permitirem endure-
cer o coração, pelo pensamento do egoísmo e pela primitividade das

406
territorialidades, eles serão degredados para os mundos inferiores
que pensam dessa mesma forma. Apenas nos mundos inferiores os
homens