Você está na página 1de 1

Coleta Seletiva e Reciclagem

A coleta seletiva do lixo e a reciclagem deste são duas faces de uma mesma moeda que só beneficia seus
praticantes
Enquanto a coleta seletiva é, primariamente, da própria pessoa que produz toda e qualquer forma
de lixo, ou seja, uma obrigação de nós cidadãos, também é uma responsabilidade dos governos de cada
cidade disponibilizar lixeiras públicas que já tenham em si a divisão entre plástico, vidro, metal, papel e
lixo orgânico, que são as quatro formas básicas de separação.
Mesmo a separação mais básica e que exige menos esforço – a separação de lixo seco de lixo
orgânico – já ajuda imensamente no trabalho de todos aqueles que trabalham em prol da reciclagem da
maior quantidade de lixo possível.
Afinal, como todos sabemos, não se pode reciclar lixo orgânico que não como forma de adubação caseira.
O lixo seco é o mais procurado pelos catadores de materiais recicláveis.
As formas de reciclagem podem, é claro, variar imensamente, não apenas pelo que cada material
é em si, e quais as possibilidades de trabalho com ele em um nível de reciclagem industrial, mas também
depende da pessoa que se disponibiliza a reciclá-lo.
A arte com reciclagem, por exemplo, é uma maneira diferente de se aproveitar da coleta seletiva
do lixo e aproveitar apenas as partes do lixo seco que podem se tornar componentes de brinquedos e peças
de arte mais básicas.

Mesmo as garrafas PET – os exemplos mais claros quando se menciona reciclagem – podem ter
infinitos usos: a construção de brinquedos, a confecção de mosaicos, a montagem de artesanato como
porta retratos, porta canetas, potes para plantas, e até mesmo sua reutilização como matéria prima para a
confecção de tecidos que são, posteriormente, transformados em roupas confortáveis, muito bonitas e
completamente sem desperdício de materiais e recursos naturais.

Para toda a reciclagem existiu, em algum ponto, a separação do lixo. Nós cidadãos ao
separarmos o nosso lixo e também exigirmos de nossos governos responsáveis e órgãos cabíveis que
providenciem e garantam a manutenção de lixeiras para coleta seletiva, e também que a realização do
depósito desse lixo vá, de fato, acontecer de maneira correta, estamos apenas fazendo a nossa parte nessa
cadeia de reciclagem e reutilização de materiais, que é, possivelmente, a melhor medida para evitarmos
contaminar nosso planeta ainda mais do que ele já está agora.

Fonte: http://meioambiente.culturamix.com/reciclagem/coleta-seletiva-e-reciclagem.