Você está na página 1de 26

Aula 4 / 2016

Profa. Lisete Barlach


Carl Gustav Jung
• Nasceu na Basiléia, 26
de julho de 1875
• Formou-se médico pela
Universidade da Basiléia
em 1900
• Trabalhou no Hospital da
Clínica Psiquiátrica de
Zurique
• Foi assistente de Bleuler
(que desenvolveu o
conceito de
esquizofrenia).

• Em 1904, montou um
laboratório experimental
em que implementou o
seu célebre teste de
associação de palavras.
• Jung entrou em contato com
as obras de Sigmund Freud.
• Sua primeira conversa com
Freud durou mais de 13
horas.
• A amizade e afinidade
intelectual entre Freud e
Jung durou muitos anos.
• Freud o chamava de
“Príncipe da Psicanálise”. Freud (esq.) e Jung ( dir.)
• Em 1912, Jung lança o livro Símbolos e
transformações da Libido.
• Suas idéias discordavam completamente da teoria
freudiana da libido.
• Jung argumentava que era necessário diminuir a
ênfase na sexualidade.
• Um mesmo caso visto por Freud (sexualidade) e
Adler (poder)
• Jung mantém a Presidência da Associação Psicanalítica
Internacional até maio de 1914.
• Com o rompimento com Freud (carta, 1923),
funda a Psicologia Analítica.
Psicologia Analítica
•Estrutura e dinâmica da
personalidade
•Inconsciente tem algo a
mais do que somente
sentimentos reprimidos
•Inconsciente pessoal e
coletivo
Estrutura da Personalidade
A Psique
A psique é constituída por três níveis:
Consciência
Inconsciente pessoal
Inconsciente Coletivo
Conceito de Energia Psíquica
• Libido é energia psíquica

• Pode ser sexual, religiosa, etc.

• Essa energia circula e pode se fixar em alguns pontos

• Origina-se das experiências da vida


Inconsciente Coletivo
• Imagens de toda história da humanidade
• Camada mais profunda do psiquismo
• Filme: Meia noite em Paris
• Aquilo que o ser humano tem em comum com todos os
outros seres humanos

• ARQUÉTIPOS: PERSONA, SOMBRA, SELF


Arquétipos
•Imagens primordiais: correspondem
freqüentemente a temas mitológicos que
aparecem em contos e lendas populares de
épocas e culturas diferentes.

•Como elementos estruturais e formadores do


inconsciente, dão origem tanto às fantasias
individuais quanto às mitologias de um povo.
Polaridades
•Todo arquétipo contempla
polaridades

•Aspectos positivos e negativos


associados ao tema
Tao, Símbolo da Integração
entre Yin-Yang

•O ideal é a integração das


polaridades
Para compor sua teoria, Jung estudou outras
áreas do conhecimento, entre elas:

• Mitologia ( ocidental e oriental)

• Contos de Fada

• Folclore
Símbolo
• Alquimia Alquímico
• Religiões Ocidentais
(Catolicismo,
Protestantismo,Gnose etc.)

• Religiões Orientais
(Budismo, Taoísmo,
Confucionismo)

• Literatura

• Óperas /Música
Buda
Shalyamuni
•Antropologia

•Conhecimentos
ancentrais: I Ching,
Tarot, Runas

•Línguas: Latim e
Tarot de Marselha Grego
Persona
• Forma pela qual nos apresentamos ao
mundo.

• A Persona inclui papéis sociais, o tipo


de roupa e estilo de expressão
pessoal.
• Avental branco do médico
• Gravata do executivo

Origem das
palavras • Palavra grego/latina que significa
"pessoa" e máscara, e se refere às máscaras
"personalidade" usadas pelos atores no drama grego.
Sombra
• Tudo que está no inconsciente pessoal.
• Inclui desde tendências, desejos,
memórias até experiências que são
rejeitadas como incompatíveis com a
Persona e contrárias aos padrões e
ideais sociais.
• Todas as repressões ocorridas durante
Quanto mais forte
for a Persona, mais
a formação da persona;
se repudia outras
partes de si mesmo, • Sombra é projetada em outras
especialmente a pessoas.
Sombra.
Anima / Animus
• Representação no inconsciente do
masculino e feminino.

• Anima no homem e Animus na mulher.

• Agrega todo o material psíquico que


não se adapta à auto-imagem
consciente de um indivíduo como
homem ou mulher.
SELF

•Representação da
totalidade do Ser
•Mandala é uma das
representações
Símbolos
•Produzidos
espontaneamente pelo
inconsciente
•São produtos do
Inconsciente Coletivo
•Têm suas raízes nos
arquétipos
Onde os símbolos aparecem?
Formas coletivas:
• Mitologia
• Contos de fada
• Folclore
• Arte
• Religião
• Games
Formas individuais:
Nascimento de Vênus- Botticelli
• Sonhos
• Testes e técnicas projetivas
Exemplos
Quatro Evangelistas:
• Mateus, o Anjo ou o Homem,
marcando o nascimento de Cristo;
• Marcos, o Leão. Seu Evangelho
começa no deserto;
• Lucas, o Touro, iniciando com
Zacarias, que sacrificou o Gado;
• João, a Águia, porque através dela o
Espírito de Deus se manifesta.
INDIVIDUAÇÃO: A JORNADA EM DIREÇÃO AO
SELF
• Processo terapêutico e de autoconhecimento;
• Neurose: S.O.S. (pedido de socorro) da personalidade para que a
pessoa não esqueça de seus desejos de auto-realização, auto-
conhecimento, crescimento pessoal;
• Neurose leva o indivíduo ao lado desconhecido de si mesmo;
• Integrar os “lados negativos” (a sombra);
• Ideal de perfeição; valorização das virtudes;
• Menos poder da persona e mais poder do self;
• Terapia x autoconhecimento.
INDIVIDUAÇÃO
• Desejo de individuação; segunda metade da vida (crise
meia idade?);
• Eros versus Thanatos: persona versus self;
• Eros (libido): energia para conquistas;
• Thanatos: propicia a contemplação; época de colher
frutos da vida;
• Negar Thanatos (medo da morte; visão da finitude da
vida) e apostar somente em Eros (cirurgia plástica para
parecer mais jovem, p. ex.) é inserir sombra no processo
de envelhecimento.
JUNG, FREUD E A SOCIEDADE
•Época vitoriana: negação da sexualidade (sexo =
tabu);
•Época atual: negação da morte (morte = tabu);
•Sociedade atual: cultura da juventude (busca da fonte
da eterna juventude);
•Cultivo de valores que não favorecem o
envelhecimento sadio;
•Cirurgia plástica, corpo sarado, cosméticos.
JUNG: Referências Bibliográficas
• Jung, C.G. O Homem e seus Símbolos – Ed. Nova Fronteira,
1964.
• Jung, C.G. Memórias, sonhos e reflexões. SP: Pioneira, 2006.
• Jung, C.G. Fundamentos de Psicologia Analítica. Ed. Vozes,
1981.
• Santos, Cacilda Cuba. Individuação Junguiana
• Silveira, Nise – Jung, vida e obra – José Alvaro Editor, R.J. 1968.
• Whitmont, E. A busca do Símbolo - Conceitos Básicos de
Psicologia Analítica. Ed. Cultrix, 1995.