Você está na página 1de 12

Este suplemento faz parte integrante do Jornal Económico Nº 2039 não pode ser vendido separadamente 30 abril 2020 | I

MAIS

SEGURO

pexels
O que vai acontecer
no pós Covid-19
sidade de analisar caso a caso a me- gestão do risco que contemple integrada nesta estratégia de ges- MDS, diz que “os desafios não se
REDAÇÃO lhor forma de mitigar as dificulda- três elementos chave: a agilidade tão de risco”. ficam por aqui. Os efeitos das alte-
editorial@jornaleconomico.pt des que estão a sentir. na implementação de medidas de Para João Pedro Borges, presiden- rações climáticas irão agravar o
Maria Celeste Hagatong, presi- contingência que assegurem a te da CA Seguros, “estes factos obri- risco de pandemia devido à altera-
No rescaldo da pandemia origina- dente da Cosec, reporta que “a per- proteção dos recursos humanos e gam a uma reflexão, por parte da in- ção dos fatores de transmissão de
da pela Covid-19, a perspectiva é centagem de empresas encerradas materiais e a continuidade das dústria de seguros, sobre o que esta- doenças, aumentando a incerteza
de uma queda do PIB da dimensão (temporária e definitivamente) é operações; a resiliência financeira mos a segurar, o que é relevante se- quanto à localização, tipo e gravi-
da crise financeira de 2009, salien- mais elevada no alojamento e na e do modelo de negócio, de forma gurar, a adequação das tarifas e os dade do próximo surto epidémico.
ta o diretor-geral da Coface Portu- restauração: 90% das empresas di- a adaptar a sua estrutura aos cená- fundos adequados para fazer face a As soluções de seguro para pande-
gal, José Monteiro. A nova crise zem ter recorrido ao layoff simpli- rios que possam surgir; e a capaci- grandes eventos.” José Monteiro mias ainda não estão desenvolvi-
tem características novas para os ficado”. dade de liderança, importante adianta que “o risco de crédito das das, mas o setor segurador tem
mercados, empresas e consumido- Mas perante a previsão de uma para manter o foco no futuro e a empresas será muito elevado, mes- sido sempre capaz de se adaptar
res. A retoma está condicionada maior frequência de fenómenos sustentabilidade da empresa. Só mo num cenário “otimista”, em que aos novos desafios e de encontrar
pela evolução epidemiológica. O como pandemias, alterações cli- as empresas com maior maturida- a atividade económica recomece formas de responder a novos ris-
risco de crédito de empresas e fa- máticas, inundações e incêndios, de na gestão do risco vão conse- gradualmente no terceiro trimestre cos. Nesse sentido, estão a ser des-
mílias é muito elevado, e o regula- o que deve a indústria de seguros guir enfrentar eficazmente cená- do ano, na condição de não se verifi- envolvidos mecanismos inovado-
dor de seguros alerta o setor para a fazer? Anabela Araújo, da broker rios como aquele que vivemos car uma segunda vaga da pandemia res de financiamento de riscos de
debilidade de todos os agentes eco- AON, diz que “vai ser necessária a hoje”. E os seguros “devem ser ti- no segundo semestre de 2020”. pandemia que mobilizam fundos
nómicos, bem como para a neces- formulação de uma estratégia de dos em conta como uma medida Já Ricardo Pinto dos Santos, da do setor público e privado.” ●
PUB
II | 30 abril 2020

MAIS SEGURO

ANÁLISE

Digitalização veio para ficar


e seguro de pandemias avança
As implicações da paragem da economia mundial perante uma pandemia sem precedentes terá impactos disruptivos
na indústria seguradora. Futuro passa por parcerias entre setor público e privado.
ficos, ou as soluções “tradicionais”

Reuters
REDAÇÃO de seguros, como o seguro de Da-
editorial@jornaleconomico.pt nos Materiais e Perdas de Explora-
ção, que garantem os danos mate-
A digitalização de processos e negó- riais em consequência de fenóme-
cios ligados aos seguros veio assumi- nos da natureza e as perdas de ex-
damente para ficar, enquanto o mer- ploração, entre outros, alerta o
cado estuda soluções para seguros de presidente da MDS.
pandemia. As parcerias entre o setor “O valor a pagar pelo seguro, as-
público e o setor privado são a solu- sociado a uma cobertura, tem de
ção de futuro. estar alinhado com o risco, ou seja,
“Os efeitos das alterações climáti- a probabilidade de ocorrer; a fre-
cas vão agravar o risco de pandemia quência; e a dimensão do custo as-
devido à alteração dos fatores de sociado. No caso de uma epidemia,
transmissão de doenças, aumentan- é difícil de quantificar e implicará
do a incerteza quanto à localização, um prémio muito elevado, para
tipo e gravidade do próximo surto além da viabilidade e disponibili-
epidémico”, diz Ricardo Pinto dos dade para os resseguradores assu-
Santos, CEO da broker MDS. Adian- mirem a cobertura, dado que terão
ta que as soluções de seguro para também o mesmo racional. Natu-
pandemias “ainda não estão desen- ralmente podem criar-se produtos
volvidas, mas o setor segurador tem ou coberturas que dão resposta a
sido sempre capaz de se adaptar aos um conjunto específico de cir-
novos desafios e de encontrar formas cunstâncias, com valores máximos
de responder a novos riscos. Nesse de indemnização pré-definidos, e
sentido, estão a ser desenvolvidos temos vindo a assistir ao lança-
mecanismos inovadores de financia- mento recente de algum tipo de
mento de riscos de pandemia que ofertas”, realça José Gomes, da
mobilizam fundos do setor público e Ageas Portugal.
privado.
Um dos exemplos é o Pandemic Digital
Emergency Financing Facility O impacto do digital é igualmente
(PEF), um mecanismo que envolve decisivo. Diz o presidente da CA Se-
financiamento público e privado, guros que “a relação com o cliente,
coordenado pelo Banco Mundial, que até há pouco tempo era sobretu-
para direcionar rapidamente fundos do presencial, deve desenvolver-se
destinados a enfrentar surtos de também pelos canais digitais, garan-
doenças infecciosas com potencial tindo informação ao cliente dos ris-
pandémico. O PEF possui duas com- cos a segurar e a qualidade e celeri-
ponentes para financiar a resposta a dade do serviço ao cliente, por for-
surtos de doenças: uma “cash win- ma a minimizar os impactos destes
dow” e uma “insurance window”. A eventos na sociedade. A melhoria da
“insurance window” envolve um se- oferta deverá passar pela ainda
guro – uma “catastrophe bond” – que lidária a todos os eventos que têm das operações; a resiliência financei- maior aposta no desenvolvimento
é um instrumento financeiro usado ocorrido”. Para Anabela Araújo, da ra e do modelo de negócio, de forma do digital, no recurso à tecnologia,
para garantir o risco de desastres AON, “a previsão de uma maior fre- a adaptar a sua estrutura aos cená- desmaterializando processos, de-
causados por condições climáticas quência na ocorrência de fenóme- rios que possam surgir; e a capacida- monstrando transparência e maior
extremas e terramotos. Mais de 12,8 nos como incêndios, inundações, al- de de liderança, importante para agilidade na capacidade de resposta
mil milhões de dólares em catas- Podem-se terações climáticas e pandemias, vai manter o foco no futuro e sustenta- às suas necessidades, sem descurar a
trophe bonds foram emitidos/com- levar a que as empresas estejam cada bilidade da empresa. Só as empresas segurança e a proteção contra amea-
prados por segurados em 2018”. criar produtos vez mais alerta para estes riscos e com maior maturidade na gestão do ças cibernéticas”. Acrescenta que “há
João Pedro Borges, presidente da ou coberturas procurem responder ao impacto que risco vão conseguir enfrentar eficaz- riscos do passado que são menos si-
CA Seguros, realça por seu lado que estes possam ter na sua atividade e mente cenários como aquele que vi- gnificativos hoje, assim como há ou-
“a atual pandemia, a nível mundial e que dão resposta a um nos seus colaboradores. Para isso, vemos hoje. Relativamente aos se- tros riscos que se tornaram mais fre-
mais nuns países do que noutros, conjunto específico vai ser necessária a formulação de guros, estes devem ser tidos em con- quentes e graves. Estes factos obri-
deverá gerar uma maior necessidade uma estratégia de gestão do risco ta como uma medida integrada nes- gam a uma reflexão, por parte da in-
de seguros de saúde adequados”. Te- de circunstâncias, que contemple três elementos cha- ta estratégia de gestão de risco”. dústria de seguros sobre o que esta-
resa Brantuas, da Allianz, vai no com valores máximos ve: a agilidade na implementação de Isto sem descurar o que a indús- mos a segurar, o que é relevante se-
mesmo sentido ao afirmar que a in- medidas de contingência que asse- tria tem feito a nível de novos se- gurar, a adequação das tarifas e os
dústria seguradora “tem conseguido de indemnização gurem a proteção dos recursos hu- guros, caso dos seguros paramétri- fundos adequados para fazer face a
dar uma resposta rápida, eficaz e so- pré-definidos manos e materiais e a continuidade cos para colheitas e riscos catastró- grandes eventos”. ●
PUB
IV | 30 abril 2020

MAIS SEGURO

ANÁLISE teresses dos consumidores e preser-

ASF alerta seguradores


var a estabilidade financeira”.
A nível de recomendações dadas
pelo regulador aos regulados, em
termos de capitais, a ASF diz ter

para a vulnerabilidade
produzido e emitido “um conjunto
de recomendações e medidas de fle-
xibilização dirigidas às empresas de
seguros, aos distribuidores e às enti-
dades gestoras de fundos de pensões,

de empresas e famílias
espelhadas nas respetivas cartas cir-
culares. No que às empresas de segu-
ros e às entidades gestoras de fundos
de pensões se refere, e por se consi-
derar fundamental minimizar o im-
pacto negativo imediato que as vá-
rias medidas que têm vindo a ser
adotadas para o controlo do surto
epidémico têm na situação financei-
Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões considera setor segurador português ra das empresas dos setores sob sua
maduro e sólido, mas mantém-se atenta aos impactos ainda desconhecidos da pandemia. supervisão, a ASF tem alertado as
empresas de seguros e as entidades
der às necessidades do país, poten- investidores institucionais, gerem crescimento do PIB e do emprego, gestoras de fundos de pensões para a
REDAÇÃO ciando níveis de confiança dos agen- carteiras de investimento significati- crescimento que será inevitavel- necessidade de implementarem os
editorial@jornaleconomico.pt tes económicos e dando garantias vas que incluem dívida soberana e mente interrompido. Também o seus planos de contingência, assegu-
quanto ao desempenho das suas privada, ações e imobiliário, entre ramo Vida sofrerá desafios adicio- rando, nesta fase inicial, a continui-
Questionada sobre o futuro dos se- funções. Não devemos porém outros ativos, pelo que não são imu- nais, nomeadamente com o apro- dade do negócio, sem disrupções. É
guradores nacionais em termos de alhear-nos dos impactos, muitos de- nes ao acréscimo de volatilidade e de fundamento do panorama de baixas essencial que as empresas de seguros
solvência, após este risco contingen- les ainda desconhecidos, que o atual incerteza que tem caracterizado os taxas de juro e de taxas de poupança. e as entidades gestoras de fundos de
te associado à pandemia de Covid- contexto terá de forma transversal mercados financeiros recentemente. Nesse sentido, a ASF tem promovi- pensões encontrem mecanismos
-19, a ASF - Autoridade de Supervi- em todo o sistema financeiro, na Adicionalmente, a diminuição da do as intervenções necessárias para que, apesar das limitações operacio-
são de Seguros e Fundos de Pensões economia, e, em particular, o impac- atividade económica afeta de forma garantir que o setor se mantém a nais, lhes permitam manter a moni-
considera que “Portugal conta com to que o agravamento da situação direta a atividade do setor segura- funcionar em pleno, contribuindo torização regular da sua posição fi-
um setor segurador maduro, sólido, pode vir a ter no setor segurador”. dor, particularmente os ramos reais dessa forma para dar resposta às ne- nanceira, de liquidez e de solvência,
experiente e com provas dadas, que Adianta o regulador que “as em- cuja produção vinha a crescer nos cessidades das empresas e das famí- com vista à tomada de decisões
muito tem contribuído para respon- presas de seguros, enquanto grandes últimos anos, acompanhando o lias, como forma de proteger os in- atempadas para as evoluções desfa-
30 abril 2020 | V

voráveis que se avizinham”. de negócio, as empresas de seguros

Bloomberg
Acrescenta a ASF que “tem insta- deram uma resposta eficaz às neces- OPINIÃO

Ramo Vida tem o


do as empresas dos setores sob sua sidades internas, como forma de ga-
supervisão a tomarem as medidas rantir a continuação da sua atividade
necessárias com vista a restringir to- sem interrupções, ao mesmo tempo
das as ações no âmbito da política de
gestão de capital que impliquem a
descapitalização das empresas, com
que, com o auxílio das ferramentas
digitais, mantiveram o contacto
com os seus tomadores de seguros,
desafio mais difícil
destaque para a distribuição de divi- individuais e empresariais, demons-
dendos e para as operações de finan- trando um enorme profissionalismo quenas e médias empresas, re-
ciamento intragrupo”. Adianta que e solidariedade face ao momento ad- levando ainda situações em
“de um ponto de vista da supervisão verso que famílias e empresas en- que por perda de exploração
comportamental, as recomendações frentam”. Reforça a ASF que “a si- ou negócio não excluídos das
enviadas às empresas de seguros re- tuação sem precedentes que vive- apólices contratadas, possam
forçam o dever de, na sua atuação, mos atualmente, demonstrou a ca- chamar a seguradora a assu-
terem em consideração que muitos pacidade de adaptação do setor a cir- mir responsabilidades. Tam-
dos seus clientes estão atualmente cunstâncias adversas e imprevisí- bém riscos de cancelamento
numa posição de grande vulnerabi- veis. Ao nível dos contratos de (eventos, viagens) serão mui-
lidade pelo que deverão ter particu- seguro, em especial nos seguros de CARLA AZEVEDO GOMES to convocados junto das segu-
lar atenção ao tratamento das situa- saúde, verificou-se também uma Sócia da SPS Advogados radoras nesta fase e poderão
ções que lhes forem apresentadas, procura de soluções que vão ao en- determinar alguns pagamen-
procurando ir ao encontro das ne- contro das necessidades dos clientes, De forma súbita e imprevista, tos que, nem de longe, nem de
cessidades dos clientes, em temas algumas das vezes para além daquilo qual verdadeira definição de perto, as seguradoras estavam
como atrasos na cobrança de pré- que se encontrava estabelecido na “sinistro”, o ano de 2020 ini- preparadas para assumir, sen-
mios, dificuldades de regularização apólice (por exemplo, suportando ciou-se com o maior surto do até muito discutível se al-
de sinistros e de alterações de con- todos os custos até que fosse dia- pandémico dos tempos mo- gum destes seguros contrata-
tratos e esclarecimento prévio de gnosticada a infeção por Covid-19, dernos. Não escolheu países, dos previu (entenda-se actua-
condições de resgate antecipado. incluindo o custo do próprio teste), não escolheu classes socias, rialmente, falando) o risco
Por sua vez, no âmbito das socieda- ou desenhando novos produtos, es- não escolheu pessoas. Propa- pandémico à escala planetária.
des gestoras de fundos de pensões a pecialmente para os profissionais de ga-se por onde pode e infecta Por outro lado, não deixa
ASF entendeu recomendar que te- saúde, com cobertura específica em quem pode. Naturalmente, di- também de ser verdade que,
nham especial atenção aos eventuais caso de infeção”. zem as estatísticas, prefere os inversamente, podemos estar
atrasos nos pagamentos das contri- E sobre as eventuais diferentes mais frágeis, mas ninguém lhe em presença de redução do
buições por parte dos contribuintes interpretações do impacto da situa- está imune, pelo menos que se risco de sinistro em ramos
dos fundos de pensões, por motivos ção de emergência na responsabili- saiba! como o automóvel, multirris-
que lhe são alheios, bem como à ne- dade do segurador, a ASF refere Ainda que por tempo limi- cos habitação, responsabilida-
cessidade de esclarecer os associados que “nas situações em que eventual- tado, antecipando-se que o de civil (vg acidentes de via-
e participantes nos casos de swi- mente se verifiquem interpretações levantamento do Estado de ção, furto recheio de imóveis,
tching, nos casos em que tal é permi- diferentes, em particular aquelas Emergência III ocorra já no incêndios, inundações), moti-
tido, e de informar adequadamente que possam colocar em causa os di- próximo dia 2 Maio, a sus- vados pelo confinamento e
os associados, beneficiários e partici- reitos dos consumidores, a ASF não pensão e adormecimento de restrições de circulação, pou-
pantes de alterações na política de deixará de tomar as medidas que se inúmeras actividades econó- pando aqui alguns custos, tra-
investimento dos fundos de pensões revelem necessárias para assegurar micas em sectores primor- dicionalmente provisionados,
motivadas pela presente situação ex- o bom funcionamento do mercado, diais como a indústria, o co- às Seguradoras.
cecional, dada a sua relevância. a proteção dos tomadores de segu- mércio e os serviços, mergu- Parece unânime que são as
Finalmente, em relação aos me- ros, dos segurados, dos terceiros le- lhar-nos-ão, inevitavelmen- Seguradoras do Ramo Vida
diadores de seguros é fundamental sados, dos participantes e dos bene- te, numa crise global ainda que enfrentam o desafio mais
que assegurem que todas as comuni- ficiários, no âmbito das competên- sem dimensão à vista. difícil devido à desvaloriza-
cações com os clientes, são feitas de cias que lhe estão atribuídas, in- Apesar de um enorme es- ção das suas carteiras de in-
forma clara e informativa garantin- cluindo ações de supervisão especí- forço de adaptação e flexibili- vestimentos, resgates anteci-
do, atempadamente, a correta infor- ficas, se for caso disso. zação, com vista a encontrar pados, desinvestimento em
mação sobre os termos contratuais Também o mercado de fundos de soluções e não criar proble- produtos financeiros de capi-
dos seus produtos. No atual contex- pensões tem procurado antecipar- mas acrescidos, alargando co- talização, sendo de esperar
to ganha particular importância o -se a qualquer problema que possa berturas em regra excluídas que os rácios de solvência das
reforço de esclarecimentos no âmbi- advir da situação atual, garantindo nos contratos de seguro, e res- seguradoras (mesmo poden-
to das coberturas, tendo particular desta forma uma resposta atempada tringindo exclusões, a activi- do operar a mitigação do ris-
atenção às exclusões, por forma a a associados, participantes e benefi- dade seguradora sofreu, sofre co por via do resseguro) se-
garantir que os clientes tenham um ciários dos fundos de pensões. A e sofrerá também as conse- jam severamente afectados
conhecimento claro do âmbito de ASF tem como principal prioridade quências próprias da desacele- tendo em conta especialmen-
cobertura das suas apólices”. Conclui garantir o efetivo direito e a defesa ração económica. te indemnizações a clientes
a ASF que as ações por si promovi- dos consumidores, pelo que tem O actual surto de COVID- de produtos com taxas fixas e
das “têm sido implementadas em es- também procurado esclarecer estes -19, afectando severamente a de rendimento garantido,
treita articulação com as restantes últimos relativamente às questões saúde, transporta-nos de cujo risco corre integralmen-
autoridades de supervisão nacionais, mais relevantes que decorrem do imediato para o risco nos se- te pela seguradora. Tal, terá
bem como com os seus pares euro- estado de emergência, nomeada- guros de pessoas, em particu- reflexo nos resultados das se-
peus e com a EIOPA, alargando as- mente através de alertas específicos lar no que respeita aos óbvios guradoras e num aumento
ASF solicitou sim a visão de conjunto sobre os ris- no seu site institucional ou através riscos associados a seguros de substancial das provisões.
cos e impactos da atual conjuntura do Portal do Consumidor. saúde e a seguros de vida, O tempo quer-se de refle-
um reporte entre setores e geografias”. Por último, refira-se que a ASF mas não só! xão, análise e serenidade, tem-
extraordinário, Adianta a ASF que “globalmente solicitou um reporte extraordiná- No caso das Seguradoras do po em que todos os agentes
a resposta das empresas de seguros rio, que lhe permitirá monitorizar Ramo Não Vida, a ameaça po- económicos devem actuar em
que lhe permitirá foi a todos os níveis exemplar, so- de forma permanente a situação do derá ter impacto imediato na solidariedade favorecendo a
monitorizar de forma bretudo no que se refere à sua atua- setor segurador e de fundos de pen- diminuição do número de criação de soluções que res-
ção face aos seus clientes e às suas sões e, caso se justifique, tomar as clientes em carteira seja por pondam aos novos desafios
permanente a obrigações e responsabilidades en- medidas adicionais que se revelem indisponibilidade financeira que se colocam, sem perder de
situação do setor quanto garante da estabilidade so- necessárias para assegurar a conti- do tradicional cliente particu- vista que o primeiro interesse
cial e financeira. Através de uma rá- nuação do bom funcionamento do lar, seja por insolvência de pe- a proteger é o do cliente! ●
segurador e de fundos pida implementação dos seus planos mercado, bem como da proteção de
de pensões de contingência e de continuidade todos os seus intervenientes.” ●
VI | 30 abril 2020

MAIS SEGURO

FORUM ADVOGADOS

AINDA É CEDO PARA PERCEBER


ATÉ ONDE CRESCERÁ A LITIGIOSIDADE JUDICIAL
A crise pandémica global que vivemos vai obrigar seguradores e segurados a rever clausulados, para o futuro,
sendo que poderão ser criadas apólices específicas para estes riscos.

COMO VÃO SER


coberturas. Uma das coberturas que judicial propriamente dita, ainda é
consumo provocados pela Covid-19,
poderá vir a suscitar mais discussão cedo para saber, já que, se por um
como a aquisição de produtos
OS SEGUROS PÓS-COVID 19 no futuro próximo é a de perdas de
exploração uma vez que a mesma
lado a suspensão dos prazos
judiciais não nos permite ter a frieza
através da Internet, assim como a
E O QUE TERÁ DE MUDAR está, regra geral, condicionada a dos números de ações judiciais ou
evolução de novos modelos de
negócio, como por exemplo o “pay as
NOS CONTRATOS FUTUROS. perdas associadas á destruição ou
dano material do bem seguro, o que
reclamações em centros de
resolução alternativa de litígios, por
you go”, ou seja, o pagamento
SERÃO CRIADAS não se verifica no caso de uma outro lado, sabendo-se que a
efetuado na medida do uso.
Atendendo à segunda renovação do
APÓLICES ESPECÍFICAS pandemia.” primeira opção quer do tomador de
seguro, segurado e genericamente
estado de emergência até ao

PARA ESTES RISCOS?


próximo dia 2 de maio, com todos os
qualquer cliente será a da via
constrangimentos inerentes, ainda
E SERÁ QUE A PANDEMIA
conciliatória, não deveremos esperar,
será cedo para perceber se a
no imediato, um crescimento
pandemia provocada pelo novo
CRIOU MAIOR LITIGÂNCIA? NUNO LUÍS SAPATEIRO
exponencial da litigância. Que haverá
coronavírus irá ou não gerar uma
situações em que os tribunais serão
ASSIM É, SOBRETUDO Associado coordenador da área chamados a dirimir litígios que
maior litigância entre as empresas de
seguros e os seus segurados. As
AO NÍVEL DO de Bancário e Financeiro
e Mercado de Capitais da PLMJ
partam, em grande medida, das
interpretações dos clausulados dos
seguradoras têm vindo a demonstrar,
CANCELAMENTO seguros contratados, disso não
durante este período, uma grande
sensibilidade para com os tomadores
DE EVENTOS “É inevitável concluir que o mercado
segurador vai ser forçado a rever a
temos dúvidas.”
e os segurados, através da criação
E NOS SEGUROS sua oferta de produtos no sentido de de novos produtos específicos para
os apoiar durante esta crise sanitária
DE SAÚDE E VIAGENS.
alargar, de forma mais ou menos
ou da flexibilização de
significativa, o leque de garantias
CARLA AZEVEDO GOMES
POR ENQUANTO, associadas a epidemias e procedimentos, por exemplo. Porém,
Sócia não poderá ser exigível às empresas
pandemias. Essa adaptação já se
A SUSPENSÃO DOS PRAZOS tem vindo a sentir, de forma muito
da SPS Advogados de seguros que cubram situações
que não foram previamente
JUDICIAIS NÃO PERMITE gradual, no que diz respeito aos
denominados seguros de saúde. Não
“Parece-me que não podemos falar contratadas, o que poderá gerar, de
AVANÇAR COM NÚMEROS, é expectável, no entanto, que o setor
em falhas nos contratos de seguro
atuais. A atividade segura é uma
facto, uma maior litigância entre as
partes. Pensamos que esse efeito
E A INTERPRETAÇÃO venha a viver uma revolução no
período pós-Covid uma vez que
atividade de gestão de riscos. Os poderá ter uma maior incidência
DO CLAUSULADO estamos perante fenómenos com um
contratos de seguro servem
essencialmente para evitar, prevenir
sobretudo no âmbito dos seguros de
acidentes de trabalho e seguros de
DOS SEGUROS SERÁ
potencial de prejuízos muito elevado.
e minimizar as consequências da saúde, estes últimos devido à não
Na realidade, estamos perante um
A BASE PARA DIRIMIR,
verificação dos riscos seguros. E é LUÍS FILIPE FARIA assunção, por parte da empresa de
setor que já está sujeito a uma
isso que os nossos contratos de Advogado seguros, de determinadas despesas
enorme pressão em termos de
OU NÃO, POTENCIAIS requisitos de solvência e ‘compliance’
seguro fazem: cobrem um risco
(eventual) contra o pagamento de um
na Belzuz Abogados relativas a esta pandemia, uma vez
que, regra geral, as condições gerais
LITÍGIOS. e quaisquer alterações nos produtos
para fazer face aos principais riscos
prémio (certo e parcial). “Uma das maiores alterações que o excluirão as mesmas e,
Com naturalidade e não obstante surto do novo coronavírus trouxe ao eventualmente, nos seguros de
decorrentes de fenómenos como a
existirem seguros para catástrofes setor segurador foi a aposta nos créditos, nos casos em que a
Covid-19 – nomeadamente perdas
naturais ou humanas, a verdade é canais digitais. Com efeito, durante seguradora decide fazer cessar o
de exploração – deverão estar
que em Portugal (com exceção de esta pandemia as empresas de contrato após a verificação de vários
condicionadas em termos de sub-
alguns fenómenos naturais: sismos, seguros viram-se forçadas a utilizar, sinistros em sequência.”
-limite de capital, franquia ou limite
aluimentos de terras, cheias, quase em exclusivo, os meios digitais
temporal da cobertura.
algumas epidemiais e pouco mais) a e com resultados positivos
A Covid-19 e a sinistralidade
nossa natureza, avessa a cobrir assinaláveis. Este facto, aliado a
associada às alterações climáticas
riscos que nos parecem distantes, uma necessária nova forma de
têm despertado o setor segurador e
improváveis, de frequência reduzida distribuição de produtos de seguros,
o público em geral para uma nova
ainda que de consequências graves leva a que a aposta no
realidade que nos obriga a lidar com
e extensas, provavelmente vai ser desenvolvimento digital das
fenómenos que outrora se
afetada por esta crise pandémica empresas de seguros seja uma
consideravam excecionais ou
global e teremos clausulados revistos realidade. Relacionado com este
praticamente impossíveis e que, por
prevendo situações como a que aspeto, veremos também um
essa razão, eram quase letra morta
vivemos atualmente ou similares, incremento massivo da contratação
na lista de exclusões dos produtos
quer através de construção de online por parte das empresas de
de seguro”.
apólices específicas para estes seguros. Por outro lado, os seguros
E sobre a litigância a subir entre
riscos, quer para coberturas tradicionais terão necessariamente
seguradores e segurados “é uma
adicionais/complementares com de se adaptar à nova realidade pós-
questão que só o próprio setor
pagamento de sobre prémio, quer -Covid-19. Desde logo, por exemplo,
segurador poderá responder. O
ainda com exclusões taxativas em no âmbito dos seguros de vida e de
efeito que temos sentido em relação
outros contratos de seguro. saúde, será natural que os
aos nossos clientes traduz-se na
Por outro lado “é natural que áreas questionários clínicos passem a
necessidade de revisitar os termos
mais contingentes como os incluir perguntas no sentido de saber
da sua carteira de seguros –
cancelamentos de eventos se as pessoas viajaram para fora do
nomeadamente as linhas de seguro
(concertos, feiras, campeonatos país, nomeadamente para as zonas
comerciais – para determinar o nível
desportivos), seguros de saúde ou onde se verificaram os principais
de garantias que é prestado neste
viagens, em que ainda não existe na focos de incidência da doença.
tipo de circunstâncias. É expectável
prática seguradora decisão unânime Será também de esperar o
que esse processo de revisão de
sobre a inclusão/exclusão do surto lançamento de novos produtos de
carteiras se venha a refletir numa
pandémico, venha a criar alguma seguros adaptados às necessidades
maior pressão junto das seguradoras
tensão entre seguradoras, específicas de cada cliente
e mediadores de seguros no sentido
tomadores, segurados. Litigiosidade decorrentes dos novos hábitos de
de rever o âmbito de determinadas
30 abril 2020 | VII

PUB

OPINIÃO

Os riscos para o seguro


de D&O em 2020
dar o seu património pessoal. caminho na Europa e já com
Da nossa perspetiva, há pelo forte tradição nos EUA. O pre-
menos quatro grandes tendências sente contexto de resposta à
que a nossa ver merecem algum pandemia poderá assim propi-
destaque nesta análise: ciar terreno fértil para que in-
vestidores mais “proativos”
1. Cresce o impacto procurem responsabilizar ges-
da informação negativa tores por temas tão diversos
As informações negativas publi- como ausência de planos de
JORGE TOBIAS cadas sobre uma determinada or- contingência ou continuidade
Associate Director – Risk Solutions ganização nos meios de comuni- de negócio, falta de adaptação
Corporate Risk and Broking na Willis
cação ou nas redes sociais têm do modelo de negócio às novas
Towers Watson
um impacto direto na sua ativi- tecnologias, falta de medidas
Para todas as organizações, inde- dade comercial, quer seja devido para preservar a saúde de cola-
pendentemente do seu sector de a investigações e possíveis san- boradores, informação finan-
atividade e dimensão, estávamos, ções, quer a uma queda nos pre- ceira incorreta ou insuficiente,
no início de 2020, a assistir a um ços das ações ou nas vendas. Fa- etc. Importa referir que no caso
avolumar de fatores que contri- lhas graves nos produtos comer- específico da informação finan-
buíam para alguma instabilidade cializados, desastres causados ceira incorreta, entidades como
e incerteza no planeamento da pela empresa (como poluição a CMVM já emitiram orienta-
sua atividade económica. Para ambiental ou incêndios), e pro- ções expressas, no contexto da
quem exerce cargos de responsa- blemas com a cibersegurança pandemia COVID-19, relacio-
bilidade nas organizações, no- eram aspetos já sobejamente co- nadas com a clareza da infor-
meadamente os administradores nhecidos. A crise que agora vive- mação financeira das empresas
e diretores (D&O, na sua sigla em mos irá também (re)colocar os de forma a proteger a tomada
inglês), desempenhar a sua fun- temas da salvaguarda da saúde de decisão dos investidores.
ção num contexto de incerteza dos colaboradores e clientes bem
aumenta os riscos das organiza- como a gestão das relações labo- 4. Instabilidade política
ções, mas também os riscos pes- rais como aspetos relevantes na e insolvência
soais, na medida em que o patri- avaliação da reputação de uma A instabilidade política e finan-
mónio pessoal pode ser colocado organização ou marca. Acrescen- ceira, resultado de fatores inter-
em cheque. Importa assim identi- te-se a isto um novo problema nos e externos, apresentava ris- A MGEN é uma seguradora mutualista de seguros
ficar algumas tendências que con- com o qual as empresas têm que cos significativos para as em- de saúde: protege os seus aderentes, mas sem os
tribuíam para este degradar de saber lidar: as redes sociais, disse- presas. Avizinhavam-se dificul- discriminar e sem fins lucrativos. É uma proteção
cenário de risco e com impactos minadoras de todo o tipo de in- dades motivadas pela concreti-
nos cenários de renovação das formações, verdadeiras e falsas. zação do Brexit bem como pelo
acessível a todos, independentemente da situação
apólices de Responsabilidade Ci- clima de guerra comercial la- física, idade, situação económica ou social, e com
vil de Diretores e Administrado- 2. As alterações climáticas tente entre os EUA e a China. A os mesmos preços por escalão etário.
res (Seguro D&O). e os litígios do futuro instabilidade de preços do pe-
O presente contexto de emer- Os riscos decorrentes das mudan- tróleo acrescentava ainda maior Os aderentes da MGEN são representados através
gência e resposta à pandemia ças climáticas são reais e têm ten- incerteza ao cenário. de uma assembleia, na qual são aprovadas as
(COVID 19) não diminui a im- dência para aumentar, à medida Antecipa-se agora aquilo que condições gerais e especiais dos seus contratos de
portância destas tendências. Pelo que eventos climáticos extremos será uma recessão económica seguro. É um modelo democrático completamente
contrário, deverá acelerar e po- (furacões, secas, inundações ...) se global o que certamente vai au-
diferente das seguradoras tradicionais; é o modelo
tenciar os impactos das referidas tornarem mais recorrentes. Nos mentar o número de empresas
tendências e s suas consequências últimos anos, aumentou o núme- insolventes e consequentemen- do futuro!
para o mercado segurador que ro de litígios e processos judiciais te aumentar o o risco para ad- O mutualismo começa na família. Por isso, as
subscreve estes riscos. relacionados com o meio am- ministradores e gestores fruto
Os gestores, ao serem confron- biente, somando-se a estes casos dos cenários de falência que se soluções da MGEN têm sido muito procuradas pela
tados com tomadas de decisão de relacionados com as mudanças vão verificar. capacidade única que têm na proteção de todos os
relevo numa base diária e condi- climáticas. Espera-se que nos Num cenário de crise financei- membros do agregado familiar, incluindo os mais
cionados pela ausência de infor- próximos anos aumentem estas ra de dimensões difíceis de esti- vulneráveis.
mação, pela indefinição legislati- disputas, principalmente em sec- mar, importará ter presente que
va, pela necessidade de dar res- tores mais expostos, como a mi- as apólices de D&O têm como ob- A MGEN é também muito valorizada pelas
posta a situações de emergência neração, a extração de petróleo, a jetivo proteger o património pes- empresas. As PME, que constituem a base do
financeira e de tesouraria e pela aviação, mas também naqueles soal dos decisores da empresa pe- tecido empresarial português, procuram cada vez
avaliação (difícil) de impactos co- que facilitam a sua atividade, rante reclamações de terceiros
laterais das suas decisões, vão ne- como bancos e seguros. por alegados erros ou omissões
mais fidelizar o seu capital humano e proteger a
cessariamente ter uma maior cometidas no desempenho das saúde dos seus colaboradores.
probabilidade de virem a ser cha- 3. Aumento das ações suas funções de gestão. Natural-
É por isso que a MGEN, líder europeu em seguros
mados a prestar contas sobre a judiciais coletivas mente o reverso da medalha desta
sua atuação. Certamente que a de investidores e acionistas situação será o previsível aumen- de saúde, é uma das principais seguradoras em
primeira leva de insolvências irá Os ambientes regulatórios es- to no número de sinistros repor- Portugal no ramo doença, e é recomendada pela
ditar o início dessas discussões. O tão a evoluir em muitas jurisdi- tados bem como o aumento dos DECO – PROTESTE.
seguro de D&O funcionará, no ções e isso está a ser acompa- gastos de defesa incorrido o que
presente contexto, como um nhado de um aumento nas adensa a reflexão que já estava em É pela força do coletivo que estamos preparados
backstop, em certos casos único, ações judiciais coletivas de acio- curso relativamente à rentabilida- para enfrentar as dificuldades presentes e os
para mitigar o risco destes indiví- nistas e investidores, uma ten- de dos seguros de D&O para o desafios do futuro.
duos e assim ajudar a salvaguar- dência nova, mas a fazer o seu sector segurador. ●
VIII | 30 abril 2020

MAIS SEGURO

FORUM SEGURADORES

TELEMEDICINA TEM SIDO O TRUNFO DOS SEGURADORES


Telemedicina e fisioterapia online foram soluções encontradas pelos seguradores para responder às novas necessidades dos segurados
durante o período da pandemia. A criação de aplicações específicas para smartphones é uma tendência que veio para ficar.

O QUE MUDOU NA prescrição médica no âmbito da


cobertura de ambulatório) e
estar excluída da maioria dos seguros
de saúde, os seguradores assumiram
negócio e cadeia de fornecimentos,
com a informação divulgada aos
RELAÇÃO COM pagamentos de tratamento Covid-19 a comparticipação de testes de investidores, com as respostas à

OS SEGURADORES
em internamentos autorizados no diagnóstico, criaram linhas de apoio e autoridade e reguladores, com falhas
âmbito de outras patologias alguns comparticipam mesmo as na segurança cibernética e ainda
DURANTE O ESTADO • flexibilização nos exames médicos
necessários para a subscrição dos
despesas de hospitalização. Ao nível
do seguro de Vida, as coberturas de
reclamações relacionadas com a
prática laboral, como seja a
DE EMERGÊNCIA E COMO seguros de vida morte ou invalidez continuam a ser implementação de medidas de layoff,

SÃO AS RESPOSTAS
• manutenção do seguro escolar com asseguradas sem restrições se teletrabalho e condições de trabalho.”
prémio mínimo.” resultarem de infeção por Covid-19. O
DOS SEGURADORES mundo empresarial também tem
sofrido grandes alterações. Para
ÀS NECESSIDADES prevenir e mitigar este surto, muitas

EM PERÍODO DE TERESA BRANTUAS empresas estão a recorrer ao


CEO teletrabalho, em linha com as medidas
CONFINAMENTO. ESTA da Allianz Portugal previstas na regulamentação do
Estado de Emergência. Coloca-se a
É A GRANDE QUESTÃO “Uma das principais linhas orientadoras questão: se o trabalhador estiver em

PARA OS ‘PLAYERS’ que estabelecemos na tomada de teletrabalho, continua a estar protegido


decisões foi a importância da retenção pelo seguro de Acidentes de
DO MERCADO. POR dos nossos clientes. Para isso focámo-
-nos na qualidade da prestação de
Trabalho? A resposta é afirmativa.
No âmbito dos seguros automóvel,
OUTRO LADO, HOUVE serviço, nas diferentes situações que os nem a referida declaração nem a

NECESSIDADE DE nossos clientes enfrentam e na legislação subsequente que concretiza


intensificação da comunicação direta e este estado de emergência limitam ou JOSÉ MONTEIRO
PERCEBER O QUE MUDOU através dos nossos mediadores. Em
relação à prestação de serviços,
RICARDO PINTO DOS SANTOS
MDS Group COO,
alteram o âmbito das coberturas
(sejam obrigatórias ou facultativas) e
Diretor Geral

NAS RELAÇÕES
da Coface Portugal
assegurámos que todos os nossos MDS Portugal CEO os direitos dos segurados. O seguro

CONTRATUAIS, clientes tinham à disposição serviços continua válido e eficaz. A APS “Desde o primeiro momento, e muito
médicos online que evitariam “A MDS implementou rapidamente, e reiterou essa mesma ideia através de devido à nossa forte presença
NOMEADAMENTE NOS deslocações a centros clínicos e
hospitalares, assegurámos que os
mesmo antes da declaração do
Estado de Emergência, um plano de
comunicado emitido no passado dia
20, onde declarou que “na
internacional e ao diálogo entre a

SEGUROS DE SAÚDE,
casa–mãe e as sucursais do Grupo
nossos sinistrados continuariam a ter contingência e continuidade de generalidade dos seguros, não estão em todo o mundo, na Coface em
ACIDENTES DE TRABALHO assistência médica necessária através negócio que permitiu, em primeiro previstas cláusulas de exclusão ou de Portugal tivemos presente a
da telemedicina e fisioterapia online. lugar, proteger a saúde dos seus limitação das coberturas por efeito da importância de antecipar e criar
E SEGURO ESCOLAR. Assegurámos também a assistência em
caso de acidente de automóvel ou na
funcionários e, em segundo lugar,
continuar a apoiar os clientes em
mera declaração do estado.” Ao nível
do ensino, a nova realidade levanta a
estruturas para assegurar com

E QUAIS AS SOLUÇÕES
tranquilidade a continuidade do
propriedade através de peritagens tempos tão difíceis e desafiantes como questão se os alunos, que por força negócio num cenário crítico. Por
DE TELEMEDICINA remotas e em caso de extrema estes que atravessamos. A principal das diretrizes governamentais estão a esse motivo, em simultâneo com as
necessidade, a reparação imediata. mudança verificou-se ao nível da ter aulas à distância através da decisões das autoridades oficiais,
DISPONIBILIZADAS Adaptámos os processos de
pagamento dos seguros de forma a
forma como trabalhamos, que passou
a ser muito mais suportada no digital,
internet e da televisão, estão
garantidos pelo seguro escolar.
utilizámos todos os recursos técnicos

AOS CLIENTES.
ao nosso dispor, para colocar em
flexibilizar o pagamento, estamos a em ferramentas de comunicação à Entendemos que sim. Com efeito, nos teletrabalho toda a equipa da Coface
POR OUTRO LADO, ajustar a exposição ao risco nos distância e no trabalho remoto. Era termos da lei, considera-se acidente em Portugal, por forma a que os
contratos de empresas em ‘layoff’ ou uma realidade para a qual a MDS já escolar o evento ocorrido no local e nossos colaboradores pudessem, em
PARA OS SEGURADORES com atividade reduzida ou nula e
mantemo-nos atentos a todas as
estava preparada, pois desde há muito
tem apostado na tecnologia para
tempo de atividade escolar que
provoque ao aluno lesão, doença ou
segurança, continuar a prestar um

À EXPORTAÇÃO
serviço de qualidade junto dos
situações adversas que nos têm vindo a suportar o seu negócio e morte. Sendo que o Estado Português, nossos segurados, com proximidade
FOI IMPORTANTE ser informadas. A nossa proximidade infraestruturas. Assumindo o seu papel em resposta à Covid-19, determinou e eficiência. Paralelamente, a Coface
com os nossos mediadores tem sido de de consultor, a MDS desenvolveu uma que o local da atividade escolar passa adoptou rapidamente algumas
PERCEBER O QUE MUDOU incalculável valor neste momento.
Procurámos comunicar em tom
estratégia para responder às
necessidades de informação dos
a ser a residência do aluno, esta
decisão não gera nenhuma perda ou
medidas extraordinárias perante a

EM TERMOS
situação excepcional que vivemos,
informativo e solidário. Lançámos um clientes, disponibilizando conteúdos e diminuição de direitos dos alunos, sendo sensível às necessidades e
DE APOIOS PÚBLICOS ‘hashtag’ #sempreligados e aconselhamento, rigorosos e nomeadamente, no que respeita à interesse dos nossos segurados.
desenvolvemos um plano de atualizados. Apostamos na garantia de proteção em caso de Assim, prolongámos o período de
E PRIVADOS. comunicação através das redes sociais
e dos nossos mediadores. Incentivámos
proximidade com os clientes e
procurámos esclarecer todas as
acidentes escolares. Aliás, neste
sentido, algumas seguradoras já
Notificação de Ameaça de Sinistro,
tal como definido em cada contrato,
o enriquecimento da nossa base de dúvidas sobre os impactos que a comunicaram que alargaram o âmbito por 60 dias adicionais para todos os
dados com identificação digital dos pandemia, a declaração do Estado de do seguro escolar às atividades letivas segurados, apesar dos nossos
nossos clientes para podermos chegar Emergências e as leis que entretanto realizadas à distância, no domicílio contratos já contemplarem em si uma
ao máximo número possível de clientes. entraram em vigor, provocaram no dos alunos, no período e horário maior flexibilidade que outros
Implementámos telemedicina e âmbito do risco e dos seguros. escolar. No que respeita aos seguros similares no mercado. Através da
fisioterapia online para os nossos Mais do que a declaração do estado de responsabilidade dos nossa plataforma online de gestão da
sinistrados de Acidentes de Trabalho de emergência, o impacto da Covid-19 administradores antevê-se um apólice, a CofaNet, os segurados
e Saúde. Em caso de Acidentes de no dia a dia exigiu que cidadãos, aumento das reclamações conseguem desde há muito tempo
Trabalho temos um protocolo com a empresas e instituições se relacionadas com o Covid-19 e o seu gerir todas as questões do seu
Associação Nacional de Farmácias adaptassem. O mundo dos seguros, impacto para as operações. Os contrato relativas às decisões de
que permite que os medicamentos obviamente, não fugiu a esta regra. gestores estão agora expostos a crédito, prorrogações, declarações
sejam entregues no domicílio. A linha De referir que as coberturas dos reclamações conexas com a de venda, notificação de ameaça de
Allianz Dental realiza uma triagem seguros não sofreram alterações, mas pandemia, que podem ser interpostas sinistros e o envio de documentação
prévia da situação clínica dos Clientes a pandemia teve impacto em vários por acionistas, credores sociais, relativa aos mesmos. Por último,
encaminhando os casos urgentes ramos, com implementação de novos autoridades e reguladores, incentivamos que todos os
para clínicas que mantém atividade procedimentos e desenvolvimento de trabalhadores e/ou pela própria pagamentos sejam efectuados por
para estas situações. novas soluções e ferramentas. empresa. Estas reclamações podem domiciliação ou recorrendo a
Fizemos ajustes contratuais no que se Na situação atual em que vivemos, as decorrer da forma e rapidez com que transferências bancárias.”
refere a: questões relacionadas com a saúde e implementaram os planos de
• isenção da comparticipação do teste a proteção ganham uma maior contingência, nomeadamente no que
diagnóstico da Covid-19 (com relevância. Apesar de a pandemia respeita a planos de continuidade de
30 abril 2020 | IX

COVID-19 - VERTENTE PRÁTICA


cobertura de ambulatório, sendo
gratuito até 31 de Maio e, após esse
período, com preço diferenciado.”
NOS CONTRATOS DE SEGUROS
Por outro lado “o Estado de
Emergência trouxe consigo diversas acidente de trabalho, desde que as entidades empre-
alterações na vida das pessoas e das gadoras tenham documentado o teletrabalho.
empresas. Actualmente a maioria
Colaboradores das empresas Nos situações em que, apesar de se encontrar
encontra-se a exercer as suas funções em regime de teletrabalho, o colaborador tem
a partir de casa e neste sentido é necessidade de se deslocar ao local de trabalho,
importante esclarecer que o seguro deverá entender-se que, a partir do momento em
CA Acidentes de Trabalho pode ser
accionado em situações de que inicia a sua viagem e até que regressa a casa,
JOÃO PEDRO BORGES teletrabalho. O trabalhador, em deixará de estar sujeito ao regime de teletrabalho,
Presidente teletrabalho, tem os mesmos direitos e passando a estar sujeito ao regime geral, ao abri-
da CA Seguros deveres dos restantes trabalhadores go da apólice de acidentes de trabalho.
no que concerne à reparação de
“A CA Seguros, inserida no Grupo danos que resultem de acidente de Por outro lado, as seguradoras deverão também
Crédito Agrícola, beneficia de uma trabalho. No entanto, deve existir apostar num sistema de medicina e fisioterapia
sólida e estreita relação com os seus previamente a decisão da Entidade online, de modo a não deixar ninguém sem apoio
clientes e associados CA. As Caixas Patronal ou o acordo com o
trabalhador para prestação do trabalho
clínico durante este período.
Agrícolas, pela sua natureza
cooperativa e presença local, estão neste regime. As empresas devem Havendo o encerramento temporário da em-
muito próximas das pessoas e têm documentar o teletrabalho: identificar
Luís Filipe Faria
presa, e estando os colaboradores em casa sem
os trabalhadores em teletrabalho e
uma forte ligação aos Clientes,
Advogado do Departamento prestar o seu serviço, não poderá ser acionada a
contribuindo, assim, para que estes indicar as moradas onde se encontram
a trabalhar nestes moldes. Os clientes de Direito de Seguros apólice de acidentes de trabalho, face à inexistên-
tenham igualmente uma relação de
confiança e proximidade com a CA que não cessem totalmente a sua cia de risco.
Seguros. O Estado de Emergência actividade, necessitam de manter o A emergência de saúde pública ocasionada pela Nos seguros de viagem, as apólices não cobrirão
traz novos desafios, com empresas e Seguro de Acidentes de Trabalho em doença COVID-19 trouxe diversos constrangi-
vigor de modo a acautelar o direito dos o cancelamento de viagens por receio de con-
clientes a alterarem os seus mentos ao setor segurador, obrigando à imple-
comportamentos e criarem novas trabalhadores à reparação de danos tágios. Por outro lado, algumas dessas apólices
formas de contacto. Os canais digitais que resultem de acidente em trabalho mentação de planos de contingência pelas enti- não excluem a cobertura em caso de pandemia;
já fazem parte do quotidiano de todos e podem informar a Seguradora da dades do sector e a um ajustamento da atividade no entanto, regra geral, não existe uma cobertu-
nós e a CA Seguros, assim como o eventual redução de trabalhadores ao e procedimentos.
seu serviço, de modo a ser possível ra expressa para o prolongamento da estadia no
Grupo Crédito Agrícola, tem apostado
no digital para manter o seu contacto ajustar o capital seguro dessas Nesse sentido, a ASF tem vindo a emitir um con- estrangeiro. Poderá ser acordado com o tomador
com os Clientes, responder às suas apólices à sua efetiva realidade junto de recomendações e medidas de flexibiliza- o pagamento de uma percentagem desses custos,
necessidades, mantendo um serviço laboral. O seguro CA Saúde, uma ção, em termos prudenciais, comportamentais e desde que devidamente comprovados.
de qualidade. Facilitámos a parceria que temos com a Médis, tem
a linha CA Saúde, disponível 24h,
de supervisão, para este período de exceção diri- Os seguros de crédito, que cobrem, designada-
comercialização de seguros à
distância, através da aceitação online composta por uma equipa de gidas aos setores sob a sua supervisão. mente, a falta ou atraso no pagamento de obri-
(eSign). O cliente pode aceitar e enfermeiros especializados em É, por isso, importante enunciar os desafios com gações pecuniárias, terão especial relevância para
triagem clínica, que aconselham os os quais o sector segurador se tem deparado e,
validar o contrato a partir de sua casa,
cuidados de saúde mais adequados e,
as empresas no contexto atual. Os tomadores de-
através do seu telemóvel. Esta forma sempre que possível, sugerir linhas orientadoras
de subscrição evita que o Cliente se se necessário, encaminham para uma vem confirmar se a pandemia, ou os atos de na-
desloque à agência do banco. Numa teleconsulta (Serviço Médico Online), a seguir para os mitigar. tureza administrativa que tenham sido adotados,
óptica de melhoria do serviço ao na qual o médico pode prescrever ao Começando pelos seguros de saúde, como refe- consubstanciam uma circunstância que conduz à
Cliente, e dando resposta às Cliente a medicação que seja
necessária.”
re a ASF, “as doenças infetocontagiosas, quando exclusão da cobertura das perdas pecuniárias daí
necessidades e tendências de
mercado, a CA Seguros lançou uma
em situação de epidemia ou pandemia, como decorrentes.
nova app para smartphones. Um é o caso atual do COVID-19, estão geralmente Quando o contrato de seguro cubra vários sinis-
projecto com um ano que surge, excluídas de um contrato de seguro de saúde”; tros, pode existir interesse da seguradora em fazer
coincidentemente, em plena pandemia grande parte das seguradoras têm vindo a comu- cessar o mesmo, face ao provável aumento de acio-
tornando-se numa ferramenta que
cumpre com as medidas de
nicar a inclusão do teste de diagnóstico do CO- namentos em consequência desta pandemia. No
distanciamento social, na medida em VID-19 na cobertura de ambulatório. caso de cobertura de grandes riscos, será possível
que evita a deslocação dos Clientes às No que concerne à cobertura de assistência mé- as partes acordarem numa cláusula de resolução,
agências do Crédito Agrícola. O nosso tendo por base a existência de vários sinistros em
dica ao domicílio, deverão ser privilegiadas as
seguro CA CliniCard tem disponível o
serviço de telemedicina, com acesso a consultas de medicina online. Caso tal não seja sequência. Assim, desde que tal cláusula tenha
consultas médicas através de vídeo possível, as consultas deverão ser reagendadas, o sido estabelecida no contrato, a seguradora poderá
chamada sem qualquer custo. A mesmo acontecendo com as cirurgias não consi- fazer cessá-lo após o acionamento, em sequência,
telemedicina surge como uma de vários sinistros, desembaraçando-se assim de
deradas urgentes. Quanto aos atos médicos pré
alternativa ao envio do médico ao TRANQUILIDADE/GENERALI
domicílio, evitando assim os contactos -autorizados pela seguradora e que não possam um contrato que se tornou demasiado oneroso.
presenciais. A telemedicina pode ser “A situação de pandemia exigiu desde ser concretizados em virtude da situação atual, A crise sanitária provocada pelo Covid-19 tem, e
sugerida pela equipa de atendimento logo a implementação de medidas em deverá ser acordada entre as partes uma extensão continuará a ter, um impacto significativo no fu-
de saúde do CA CliniCard, após a duas frentes. Por um lado, assegurar e do prazo para o efeito. turo da indústria seguradora e resseguradora. Para
prévia triagem (idade, patologia reforçar todos os canais de contacto
referidas, entre outros) e caso se não presenciais, por forma a garantir a No que respeita aos seguros de vida, tendo por além das situações aqui abordadas, existirão muitas
justifique. Pode ainda ser solicitada total capacidade de resposta aos referência o tipo contratual usual no mercado, outras que justificam um reajustamento dos produ-
através da Linha CA CliniCard que clientes, quer na componente podemos afirmar que uma situação de pandemia tos e dos procedimentos de comercialização, o qual
está disponível 24 horas. comercial, quer na gestão de sinistros
Relativamente ao nosso seguro CA não exclui ou limita, em princípio, as coberturas deverá passar pela aposta na prevenção, em produ-
e assistência. Por outro lado, avançar
Saúde, um produto da Médis de imediato com alargamento, contratadas. Assim, e no caso de vítimas mortais tos adaptados às necessidades de cada cliente e ao
comercializado pela CA Seguros, mudanças e novas coberturas nos da doença COVID-19 se encontrem cobertas por recurso (massivo) à contratação online.
também disponibilizamos aos clientes seguros para responder à nova contratos de seguro que cubram o risco da morte
o acesso à telemedicina através do situação em que as famílias e as
serviço Médico Online. O Serviço do segurado, os beneficiários poderão ter direito *A informação disponibilizada e as opiniões expressas
empresas se encontram. A
Médico Online está disponível através ao pagamento do capital previsto no contrato de são de caráter geral, não substituindo o recurso a acon-
Tranquilidade implementou várias
da App Médis. Os clientes têm acesso medidas para dar resposta às novas e seguro de vida. selhamento jurídico adequado para a resolução de casos
a consultas de Medicina Geral e urgentes necessidades de proteção concretos.
Familiar (24h/dia) e de Pediatria (das
No âmbito dos seguros de acidentes de trabalho,
dos seus clientes. Destas fazem parte
16h às 21h), sem necessidade de o aumento dos prazos de anulação de
face à obrigação de adoção do regime de teletraba-
saírem de casa. Este serviço permite, apólices, o ajustamento das regras de lho sempre que as funções em causa o permitam, na
ainda, a prescrição de medicamentos subscrição dos seguros e o hipótese de ocorrência de um sinistro no desempe-
por sms ou email e exames por email. alargamento de garantias. Estas
O Médico Online está disponível para
nho de funções, o mesmo será considerado como Com o apoio
abrangem os seguros automóvel, de
todos os Clientes com e sem saúde, de acidentes de trabalho e de
X | 30 abril 2020

MAIS SEGURO

vida, entre outros, e vários são os medidas, no âmbito do quadro dos seus seguros de saúde. O clientes a máxima proteção, adotámos verificamos, sobretudo por parte do
exemplos. Desde logo, foi regulatório de exceção em que mercado segurador deveria encontrar uma série de medidas especiais com a mercado segurador internacional, a
estabelecido o alargamento da vivemos que permitam aos clientes um justo equilíbrio entre os benefícios certeza de que contribuirão para intenção de incluir cláusulas que têm
cobertura de acidentes de trabalho ultrapassar, com o menor impacto que estas empresas procuram no melhorar a situação de alerta social e por objetivo clarificar/reforçar a
para os colaboradores das empresas possível, a atual conjuntura, mercado e a proteção que económica onde nos encontramos e exclusão de situações relacionadas
em regime de teletrabalho, bem como adequando e ajustando os seus efetivamente dão aos segurados. contribuirão para a manutenção e com pandemias (que já existiam, mas
para os restaurantes que tenham programas de seguros bem como o Este tipo de postura do setor desenvolvimento do negócio dos poderiam ser consideradas dúbias),
optado por manter-se em respetivo planeamento financeiro; segurador ultrapassa mesmo a atual nossos clientes em Portugal e no ou introduzir mesmo uma nova
funcionamento em regime de entrega procurar novas soluções, seja situação pandémica, vejamos: - a exterior. Adotámos várias medidas de exclusão relacionada com
ao domicílio. A cobertura de lançadas pelas seguradoras, seja limitação de idade que muitos dos prorrogação dos prazos contratuais, pandemias.”
equipamento eletrónico foi estendida à desenvolvidas pelas nossas equipas, seguradores tradicionais colocam no entre eles, mais 60 dias para
casa do colaborador em regime de que acrescentem real valor e acesso à proteção da saúde, deixando comunicar sinistros e conceder
teletrabalho. Com o objetivo de facilitar contibuam para a mitigação do danos. de fora, os mais idosos e portanto os prorrogações, mais 30 dias para
a deteção atempada, evitando a Continuamos a fazer uma mais vulneráveis; - mesmo aqueles comunicar as vendas à seguradora,
propagação do vírus, a Tranquilidade, monitorização permanente assente que já estavam protegidos, é frequente mais 30 dias para enviar a
no âmbito dos seguros de saúde, nestes pressupostos, ajustando os verem a sua proteção reduzida, ou documentação em caso de sinistro,
passou a suportar os custos dos testes mesmos sempre que tal se justifique. mesmo anulada, porque atingiram mais 30 dias para pagar os prémios e
de diagnóstico sempre que haja a Esta pandemia ficará registada na uma determinada idade. Também nas gastos de estudo, etc. Estas medidas
necessária prescrição médica e lançou história como um momento marcante doenças preexistentes é visível esta foram implementadas logo no início da
recentemente um seguro de saúde que provocará alterações definitivas e postura pela exclusão sistemática quarentena, foram comunicadas aos
covid-19 para as empresas profundas a todos os níveis, não destas situações bem como das nossos clientes há mais de um mês e
disponibilizarem aos seus sendo o setor segurador imune a este doenças congénitas. Tudo isto coloca foram muito bem recebidas pelos
colaboradores. acontecimento. A história ensina-nos a descoberto as fragilidades do nosso nossos clientes, agentes e corretores.
Foram também reforçados os canais que é nestes momentos que a setor segurador português, quando é Continuamos a acompanhar os
de contacto não presencial. Para além sociedade mais evolui e progride. precisamente nesses momentos que nossos clientes nas necessidades de JOSÉ GOMES
do canal telefónico e email, a Salientaria mudança a dois níveis as pessoas deveriam poder contar limites de risco que necessitam. Não CEO do grupo
Tranquilidade disponibiliza também fundamentais: Mudanças connosco. Os clientes não deveriam fizemos cortes massivos em nenhum AGEAS Portugal
um serviço de chatbot através do seu transformacionais ao nível do estar à mercê deste tipo de sector, temos alguns sectores em
website ou diretamente por WhatsApp processo, com a digitalização incertezas…, e por estas razões a vigilância e estamos a adaptar os “A Médis, marca do grupo
e incentiva os seus clientes, no irreversível e acelerada de MGEN não pratica qualquer uma limites de riscos às reais necessidades especializada em saúde, está na linha
contexto atual, a utilizarem estes procedimentos e rotinas, com impacto destas exclusões e não exclui de vendas dos nossos segurados.” da frente, a promover a literacia e a
canais alternativos de contacto. Nos na relação com os clientes, trazendo qualquer doença pandémica, incluindo apoiar os seus clientes 24 horas
sinistros automóvel, a Tranquilidade novos paradigmas relacionais e a Covid-19, bem como qualquer através do reforço da sua Linha de
assegura a peritagem remota através gerando otimizações e ganhos de doença pré-existente e sem limites de Enfermeiros, do lançamento do
de vídeo chamada. No âmbito dos eficiência; Mudanças ao nível do risco idade. serviço de telemedicina “Médico
acidentes de trabalho, automóvel e com a necessária exigência por parte O modelo mutualista é o modelo do Online” e da entrega de
acidentes pessoais, as consultas de do mercado do lançamento de novos futuro. Numa seguradora mutualista o medicamentos ao domicílio sem
continuidade, nos Centros Clínicos da produtos que permitam fazer face às risco é partilhado pelos seus qualquer custo. A Ageas Seguros,
Tranquilidade e rede de prestadores consequências desta nova realidade, membros; todos contribuem para a que desde o primeiro momento ativou
médica/hospitalar, estão a ser nomeadamente com o proteção de cada um; para fazer face um plano de contingência com os
garantidas por teleconsulta. Existe desenvolvimento de novas soluções às dificuldades que surgem ao longo parceiros de serviços e mediadores
também um serviço de Reabilitação que garantam, por exemplo, os danos da vida. Numa seguradora tradicional para a segurança de todos os
Online que é dotado de recursos decorrentes das paralisações forçadas o risco é transferido para um terceiro clientes, com o atendimento à
técnicos enquadrados com a sua da atividade económica sobre as com o intuito de criar uma vantagem distância, adaptações de seguros e
lógica de abordagem: médicos fisiatras empresas e particulares. Ainda é para a própria seguradora. Ora, no seu comunicações regulares para
que constroem planos de tratamento prematuro afirmar que tal será uma essencial estes dois conceitos são ANABELA ARAÚJO incentivo à utilização dos meios à
personalizados e específicos para realidade, mas o mercado mostra-se radicalmente diferentes. Chief Broking Officer e Claims distância e adaptações na proteção
cada sinistrado, de acordo com a sua bastante dinâmico e consciente, sendo É importante compreender que Director da Aon Portugal com respetivos benefícios para os
situação clínica, e que são explicados, previsível que no médio prazo novas qualquer que seja o modelo de clientes. O grupo quer acima de tudo
controlados e acompanhados à formas de coberturas de risco.” desenvolvimento da atividade “Desde o dia em que foi declarado o promover o conhecimento
distância, por fisioterapeutas. No seguradora, o equilíbrio técnico será estado de emergência em Portugal responsável daquilo que os seus
âmbito da saúde, a AdvanceCare, que sempre um requisito, a questão é que, que assistimos, ainda que tenhamos clientes podem esperar ao nível de
é o nosso parceiro nesta área, normalmente, as seguradoras de admitir que em ritmos distintos, a produtos e serviços, como é o caso da
desenvolveu recentemente uma mutualistas conseguem atingir este uma clara intenção do mercado comparticipação do exame de
plataforma para consultas online equilíbrio de uma forma mais eficiente segurador de manter aberto o canal diagnóstico para os clientes Médis
completamente segura e simples que que as seguradoras tradicionais, com de comunicação com os segurados, com cobertura de ambulatório,
é disponibilizada de forma totalmente menos custos e logo com prémios procurando, sobretudo através dos mediante prescrição médica, e a
gratuita a todos os profissionais de mais baixos: existe uma compensação meios digitais, manter a proximidade adaptação dos diversos seguros da
Saúde. Nesta fase de pandemia, esta natural e eficiente entre os prémios de com os mesmos e transmitir Ageas Seguros, onde se destacam as
plataforma permite aos médicos e seguro e a proteção dos segurados. mensagens de solidariedade e medidas como a proteção de vida dos
profissionais de saúde continuarem a Repare-se que a MGEN através do disponibilidade para encontrar profissionais de saúde em caso de
fazer as suas consultas ou sessões de seu grupo mutualista VYV é hoje o soluções sejam elas de mitigação contração da Covid-19 no âmbito
acompanhamento à distância e com segundo maior segurador europeu, (que permitam a manutenção em profissional ou a proteção dos
vídeo, garantindo assim a proximidade com mais de 10 milhões de pessoas vigor dos seguros que haviam colaboradores dos restaurantes que
que os pacientes precisam, de forma protegidas. Este é o modelo do futuro contratado e, sempre que possível, a distribuem refeições nas nossas
RICARDO RAMINHOS liquidez para fazerem face aos seus casas, através do seguro de acidentes
segura e simples.” Administrador executivo com provas dadas!“
compromissos), sejam soluções de de trabalho”.
da MGEN Portugal seguro e de assistência relacionadas Por outro lado, o “serviço “Médico
“De um modo geral as seguradoras diretamente com segurados com a Online” da Médis permite aos clientes
tradicionais excluem as doenças Covid-19. consultar um médico através de vídeo
associadas a pandemias. Tal como a De uma forma transversal e no chamada, receber prescrições de
Covid-19. No momento em que a momento logo após a declaração do medicamentos e de exames 24 horas
pandemia foi oficialmente declarada, estado de emergência não se por dia. A solução, disponível via APP
praticamente nenhuma apólice de verificaram alterações aos contratos da Médis, permite ter uma consulta no
saúde protegia, em Portugal, os seus de seguro. As apólices que estavam momento ou agendá-la para mais
segurados. Só bastante tempo mais em vigor em grande parte dos ramos tarde. O serviço, que foi
tarde, já numa fase de muito menor identificados não previam exclusões disponibilizado mais cedo e em
incerteza é que as seguradoras relacionadas com as pandemias e complementaridade aos serviços
tradicionais resolveram passar a cobrir estando as mesmas em plena disponibilizados pelo SNS no contexto
este tipo de despesas, quando o vigência, assim se vão manter até ao de pandemia da Covid-19, não tem
PEDRO REGO deveriam ter feito desde o PRIMEIRO RITA LACERDA seu término. Há que referir, por um qualquer custo até dia 31 de maio e
CEO MOMENTO! Sou, por isso da opinião Diretora Geral lado, a situação de exceção está disponível para clientes
da F. Rego que esta exclusão deveria ser da Cesce Portugal relacionada com o ramo acidentes de individuais, microempresas e
totalmente retirada dos clausulados trabalho em que a Associação empresas.
“Neste período particularmente das seguradoras tradicionais. As “Na sequência dos últimos Portuguesa de Seguradores veio Face aos atuais desafios, a Ageas
exigente, a nossa preocupação com pessoas deveriam contar desde acontecimentos relacionados com a ampliar a cobertura nas apólices, com Seguros avaliou que medidas podiam
os clientes assentou em três vetores: sempre com esta proteção. Existe um Covid-19, na CESCE estamos o objetivo de incluir o teletrabalho ser introduzidas para dar resposta a
Incrementar a comunicação, de modo profundo desequilíbrio entre os conscientes da situação atual de como risco garantido ainda que nos um grupo de pessoas que estão mais
a que estes sentissem a nossa interesses que estas empresas incerteza e o desafio que as empresas termos definidos pela própria expostas ao risco, como os
presença e disponibilidade procuram no mercado e a proteção enfrentam a nível operacional. Por associação. Por outro lado, e nas profissionais de saúde, e nesse
permanentes; adotar todas as que as pessoas efetivamente recebem isso, a fim de oferecer aos nossos apólices que renovaram no entretanto sentido ajustou algumas das
30 abril 2020 | XI

coberturas e franquias, e a consequente redução das produção corresponder a seguros produtos atuais. Verificou-se também a forma como o setor está neste
nomeadamente nos seguros de vida e coberturas de risco concedidas. Esta obrigatórios, quer para as empresas, o lançamento pelas Seguradoras de momento a dar resposta aos seus
Acidentes de Trabalho. A abrangência situação aconteceu na generalidade quer para os particulares. Para vários serviços como a telemedicina, clientes. Adaptando a conhecida
pelo seguro de Acidentes de dos países europeus, o que levou a alguns setores, os seguros são um as linhas de apoio a clientes frase de Carl W. Buenher, “as
Trabalho, em situações de trabalho que a Comissão Europeia viesse a tema assumido como um custo e não (semelhante à do SNS), a entrega de pessoas esquecerão o que você
remoto foi desde logo considerada consagrar o apoio público aos seguros como um investimento destinado à medicamentos ao domicílio ou os disse, as pessoas esquecerão o que
incluída de forma automática, ou das de créditos desde a primeira hora ocorrência de eventos adversos. serviços de assistência, também ao você fez. Mas elas nunca
entregas ao domicílio por parte dos entre as medidas extraordinárias de Os seguros a contratar estão domicílio, para certas faixas etárias. esquecerão como você as fez sentir”
Clientes do setor da restauração, caso apoio à tesouraria das empresas. naturalmente muito dependentes do A disrupção que nos foi imposta pela ao mundo empresarial e às
um imprevisto aconteça durante o No final do mês de abril, a Comissão tipo de atividade que é desenvolvida pandemia empurrou-nos de forma Seguradoras, e ainda que possam
exercício da atividade, sem aumento Europeia levantou, até ao final do ano, pelas empresas. No entanto, o foco abrupta para novas formas de viver e não cobrir determinados eventos, a
do valor do seguro e sem a inibição existente de apoios públicos deve situar-se naquilo que lhes é trabalhar. O mesmo está a acontecer forma como gerem a suas relação
necessidade de comunicação prévia. aos seguros de créditos que vital. Desde os colaboradores, no setor segurador. Para um setor com os clientes e lhes passam
Face aos grandes desafios que as cobrissem transações nos países da provavelmente o seu ativo mais que já procurava reinventar-se e informação fidedigna e transparente
empresas em geral estão a viver com UE e também com os países precioso, às instalações e à adaptar-se às necessidades dos e os aconselham a ultrapassar as
o abrandamento da economia e pela desenvolvidos da OCDE - EUA, responsabilidade civil associada à clientes que estão em forte mutação, adversidades, não ficará,
dificuldade em escoar os seus stocks, Canadá, Japão, Austrália, Nova sua atividade, passando por a Covid-19 veio acelerar essa certamente, esquecida. Quando
a Ageas Seguros aumentou o capital Zelândia. Na sequência desta decisão, maquinarias e stocks e pela perda de mudança. Esta pandemia veio retomarem a nova normalidade
seguro em 20%, no máximo de 250 já uma série de países europeus lucros, sem esquecer a cobertura do acelerar a transformação digital que recordar-se-ão deste apoio, e que o
mil euros, para efeitos de proteção aprovaram medidas de apoio público risco de não pagamento das dívidas já era sentida em muitos sectores mesmo poderá tornar-se necessário
dos stocks, de forma automática e aos seguros de créditos, como são por parte dos seus devedores. nos últimos anos. No pós Covid-19 de novo, no futuro.
sem necessidade de pedido por parte exemplos a França, Alemanha, O setor reagiu à pandemia muito as empresas terão de reavaliar os Por outro lado, os produtos
dos clientes.” Bélgica ou Dinamarca. Também no prontamente, adaptando-se e seus modelos de negócio e comercializados devem ser
caso de Portugal, o Governo já tomando medidas para responder às ajustarem-se a uma nova completos e fáceis de explicar a não
apresentou uma proposta de Lei em necessidades dos seus clientes, quer normalidade que ainda nos é especialistas. Se as empresas
sentido idêntico, que o Parlamento vai através do lançamento de novos desconhecida. concluírem que alguns produtos de
agora discutir, para elevar o plafond do produtos (como por exemplo o A visão pós-Covid-19 das empresas seguro poderiam ter sido uma mais-
limite de garantias do Estado para Seguro de Saúde COVID-19), quer relativamente à proteção por seguros -valia nesta fase, provavelmente
seguros de crédito, seguros caução e pelo alargamento das condições dos estará diretamente relacionada com passarão a considerar contratá-los.”
seguros de investimento de 2 mil PUB
milhões para 3 mil milhões de euros.
Relativamente às coberturas fora dos
países da OCDE, o Governo
português decidiu já elevar a linha de
seguros de créditos de curto prazo
(até dois anos) com garantia do
Estado de 250 milhões para 300
MARIA CELESTE HAGATONG milhões de euros, a linha de seguros
Chairman de créditos de médio prazo para o
da COSEC setor da Metalomecânica e Indústria
dos Moldes (2 a 5 anos) com garantia
“A COSEC, como a maioria das do Estado de 100 milhões para 200
companhias de seguros, está a milhões de euros e a linha de seguros
funcionar em teletrabalho desde que de caução para a obras e outros
foi decretado o confinamento social, fornecimentos no exterior com garantia
há cerca de três semanas, e tem vindo do Estado de 100 milhões para 200
a assegurar o mesmo nível de serviço milhões de euros.”
aos seus segurados. A COSEC todos Quero, no entanto, sublinhar que a
os dias aprova novos limites de missão da COSEC se mantém
cobertura de transações comerciais, inalterada no que respeita ao apoio ao
desde que respeitem os critérios de comércio interno e internacional das
risco mais exigentes atualmente em empresas portuguesas, mas com
vigor, e continua a emitir novas salvaguarda da capacidade da
apólices. O mesmo acontece no que COSEC para sempre honrar
se refere aos seguros de créditos com atempadamente os seus
garantia de Estado, geridos pela compromissos assumidos nas
COSEC, e cujas candidaturas nos são apólices emitidas, ou seja, a
apresentadas através da plataforma capacidade de pagar todas as
digital scge.cosec.pt. Também aqui as indemnizações que lhe sejam
equipas estão a trabalhar em regime reclamadas pelos seus segurados e
de teletrabalho. também cumprir todas as regras a que
Desde a primeira hora desta grave se encontra obrigada pelos seus
crise, a COSEC teve como reguladores.”
preocupação melhorar o seu
relacionamento com os seus
segurados, tendo posto em
funcionamento algumas medidas
extraordinárias e que se traduzem na
antecipação do pagamento de
indemnizações até 50 mil euros, na
isenção dos custos de comunicação
de prorrogação realizados através da
plataforma online COSECnet, no
adiamento dos prazos de
comunicação de não pagamento das
vendas a crédito, permitindo que os
segurados colaborem com os seus
clientes para que o pagamento se CARLA SÁ PEREIRA
concretize, e na flexibilização de Associate Partner
outros procedimentos e prorrogação da EY
de prazos associados ao
funcionamento dos seguros de “O negócio Não Vida na Europa tem-
créditos. O agravamento da situação -se mantido ao mesmo nível nos
económica entretanto ocorrido na últimos cinco anos. Em Portugal a
maioria dos países parceiros taxa de penetração naquele
comerciais de Portugal e também no segmento está ainda um pouco
mercado interno, em consequência da abaixo da média europeia. De facto,
paragem e redução de atividade de não existe ainda no nosso país uma
muitas empresas, levou, como seria cultura de seguro fortemente
expectável, a um agravamento do cimentada, e isso traduz-se no facto
risco das contrapartes dos segurados de uma parte muito significativa da
XII | 30 abril 2020

MAIS SEGURO

ENTREVISTA JOSÉ GALAMBA DE OLIVEIRA presidente da APS

Seguros disponíveis
para ajudar empresas e famílias
A pandemia de Covid-19 mostra a resistência e resiliência do setor segurador, que está disponível para ajudar empresas e famílias
com dificuldades de liquidez, afirma o presidente da Associação Portuguesa de Seguradores, Galamba de Oliveira.
licitações de revisão de seguros em crise, o futuro será algo completa-
REDAÇÃO vigor, de redução de novos contra- mente novo e diferente daquilo
editorial@jornaleconomico.pt tos e de pedidos de alargamento que eventualmente pudesse ter
dos prazos de vencimento dos pré- sido antes perspetivado.
No futuro haverá um modelo de mios. Sob uma perspetiva mais es-
parceria entre Governo e segurado- pecífica, todos os seguros relacio- O que podem o regulador
res para melhorar as respostas em nados com as atividades empresa- e o Governo fazer
cenários de pandemia e de outros riais registaram uma queda signifi- para melhorar as respostas
eventos catastróficos, afirma o pre- cativa tais como seguros de aci- dos seguradores perante
sidente da APS. José Galamba de dentes de trabalho, seguros de estes eventos catastróficos?
Oliveira sublinha ainda que o setor obras, de responsabilidade civil, de O desenvolvimento de um am-
tem exigências de solvência para viagens, para citar alguns. biente no qual as empresas encon-
prevenir este tipo de sobressaltos. trem condições para apresentar
Esta pandemia terá novas soluções, é fundamental, so-
Globalmente, como se algum impacto na solvência bretudo em cenários como este, no
adaptaram os seguradores dos seguradores que atuam qual a flexibilidade e a comple-
na resposta aos clientes em Portugal? mentaridade são fatores decisivos.
perante os desafios da Covid-19 O decréscimo do PIB das princi- É expectável que eventos mais ou
nos ramos Vida e Não Vida? pais economias, divulgado recen- menos catastróficos ocorram com
As empresas seguradoras adapta- temente pelo FMI, ainda que sen- maior frequência, e isso ajuda a se-
ram-se de forma positiva a esta nova do apenas estimativas, aponta para dimentar a ideia que temos vindo a
realidade, através da rápida imple- a crise económica mais profunda defender de que é necessário criar
mentação de medidas para contor- da economia recente, com impac- um sistema de proteção para riscos
nar as várias restrições deste período tos em todos os setores de ativida- catastróficos, assente numa parce-
atípico, bem como criaram as condi- de, quer do lado da oferta quer da ria entre o Governo e as empresas
ções de segurança necessárias para procura, e o setor segurador não de seguros, que tornem o país mais
os seus clientes e os seus trabalhado- está imune a esta realidade. preparado para enfrentar esses ris-
res. Desde o primeiro momento fo- A instabilidade verificada nos co e essas crises. O envolvimento
ram acionados os planos de contin- mercados de capitais não poderia, das seguradoras nestes mecanismos
gência, a quase totalidade dos traba- assim, deixar de se refletir num se- é essencial porque elas saberão re-
lhadores foram colocados em tele- tor que é o maior investidor insti- partir o risco a uma escala global,
trabalho, e foram adotadas rotinas tucional da economia. Mas o setor evitando que as perdas e custos eco-
que permitissem manter as ativida- está sujeito a um exigente regime nómicos fiquem todos concentra-
des de forma mais normal possível. de solvência que visa, precisamen- dos no nosso país. Aliás, existem
É facto que, em algumas áreas, exis- te, garantir a sua resistência e resi- vários países europeus onde se dis-
tem algumas limitações incontorná- liência a este tipo de sobressaltos e cute já, neste momento, esse tipo de
veis, como por exemplo no que se imprevistos. As empresas que ope- parcerias entre o Estado e os segu-
refere a algumas contratações rela- ram em Portugal tinham rácios de radores para melhorar a capacidade
cionadas com a gestão de sinistros, solvência antes da crise muito con- de resposta num cenário de pande-
pois alguns prestadores estão im- fortáveis e tudo indica que, apesar mia que venha a surgir novamente.
possibilitados de desempenhar as de toda esta turbulência e incerte-
suas atividades, dadas as restrições za, vão conseguir amortecer este O que pode o setor fazer
de circulação. Entretanto, o setor impacto e desempenhar, uma vez para ajudar na recuperação
tem mostrado uma importante ca- mais, a sua função de estabilizador de empresas e negócios
pacidade de desenvolver soluções da economia. dos segurados?
específicas, diariamente, à medida Sendo investidores de longo prazo de alterações de contratos vos produtos no âmbito da pande- A nível setorial, a APS enquanto
que os novos desafios surgem, dan- e com um perfil de investimento e de preços dos seguros? mia que ajudam as famílias a manter representante das empesas de se-
do respostas inovadoras. conservador, que não procura Tal como anteriormente referido, já os níveis de rendimento caso os guros, já se colocou à disposição do
nem estimula movimentos espe- existem pedidos de alteração dos membros venham a contrair a Governo para participar na cons-
Nos vários ramos de seguros culativos, as empresas de seguros contratos em vigor, bem como uma doença. Esta tendência deverá man- trução de respostas eficientes a vá-
que impacto teve a declaração terão um importante papel na es- redução na subscrição de novos con- ter-se, para este e outros riscos, indi- rios níveis, entre os quais o legisla-
do estado de emergência? tabilização das economias, sobre- tratos, como consequência da trava- retamente relacionados com o vírus, tivo. A nível empresarial, as segu-
A declaração do Estado de Emer- tudo em períodos como o atual, gem da atividade económica. É pro- em função das novas necessidades. radoras mostraram-se disponíveis
gência, mas não só, todos os aspe- em que se aguardam ainda as me- vável que, no futuro, se assista ao Quanto aos preços, eles dependem para analisar, caso a caso, as situa-
tos que caracterizam a atual dinâ- didas de estímulo e de apoio à eco- aparecimento de novos produtos de cada seguradora, da respetiva ções de clientes (quer sejam empre-
mica económico-social, estão a ter nomia que vão ser adotadas, espe- ajustados às necessidades dos consu- carteira e da respetiva sinistralida- sas, quer as famílias) que, por difi-
um impacto significativo em toda cialmente ao nível da União Euro- midores individuais e das empresas. de, da composição das coberturas, culdades de liquidez, se vejam for-
a indústria seguradora. peia, e que são essenciais para O setor terá de se adaptar de forma do perfil dos clientes, entre muitos temente limitados na sua capacida-
As várias restrições existentes es- tranquilizar os mercados. permanente aos novos paradigmas outros aspetos. Não temos capaci- de de pagar os prémios de seguro
tão a ter importantes efeitos nas que farão parte da nova realidade. dade para prever o que quer que nos prazos devidos e, assim, en-
famílias e nas empresas, cujo resul- No futuro, haverá Aliás, já foram criados, tanto em seja sobre esta matéria, sobretudo contrar as melhores soluções para
tado tem sido um aumento das so- consequências a nível Portugal como no estrangeiro, no- quando sabemos que, após esta que a proteção se mantenha. ●