Você está na página 1de 2

Agrupamento de Escolas Aurélia de Sousa

A especificidade da filosofia: suas características


fundamentais
Esquema-síntese

Autonomia:
 a filosofia é distinta das restantes formas de saber; coloca-se numa
postura mental diferente perante os outros saberes, mas não pode
deixar de aceitar os seus contributos;

 a filosofia exige uma atitude de recusa perante qualquer tipo de


imposição – imposição do dado, do já feito e do já sabido – em
favor de uma autonomia do pensamento.

Radicalidade:
 a filosofia não se contenta com o que parece, com as aparências,
mas quer ir à raiz ( o mesmo que princípio, causa, fundamento) dos
problemas;

 a filosofia como o terreno das interrogações mais vivas, mais


radicais, daquelas que brotam do mais fundo do ser humano – à
filosofia interessa indagar a natureza íntima das coisas e a sua
razão de ser.

Historicidade:
 afirmar a historicidade da filosofia é afirmar que a experiência do
ser humano e o seu pensar são finitos, que se realizam
historicamente e que o tempo lhes imprime um caráter específico –
o ser humano como ser aberto e incompleto;

 o filósofo é um ser enraizado no seu mundo;

Texto de apoio – Filosofia – 10º ano Página 1


Agrupamento de Escolas Aurélia de Sousa

 o filósofo como um ser no tempo, em situação, integrando o


passado de que emerge e projetando-se no futuro para que
caminha.

Universalidade:

 todos os homens são filósofos ( distinção filosofar espontâneo vs.


filosofar sistemático);
 a filosofia como construção racional e crítica, sendo a racionalidade
algo de universal;
 alguns dos seus problemas são universais, isto é, referem-se à
existência do ser humano; apesar de serem problemas colocados
por um filósofo, exprimem inquietações e esperanças que são
próprias da humanidade;
 a(s) verdade(s) filosófica(s), expressão pessoal da experiência vivida,
apresenta-se, no entanto, como universal, partindo o filósofo do
princípio que qualquer outra pessoa, nas mesmas circunstâncias e
com o mesmo espírito de exigência, chegaria às mesmas
conclusões.

A professora:
Blandina Lopes

Texto de apoio – Filosofia – 10º ano Página 2