Você está na página 1de 14

pcimarkpci MjgwNDowMTRkOjVjNTQ6OGQ2ODo2YzIyOjVhNDc6ZjEwYTpkODQ2:RnJpLCAxNSBNYXkgMjAyMCAwMzozMDowNCAtMDMwMA==

Prefeitura Municipal de São Gonçalo


Concurso 2016

PROF. DOC. I / LÍNGUA PORTUGUESA


CÓDIGO: PPR09 CADERNO: 1

LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES AGENDA


1 - A duração das provas Objetiva será de 4 (quatro) horas, já incluído o tempo de  07/05 e/ou 08/05 (Manhã e/ou
preenchimento do Cartão de Respostas. Tarde), Provas Objetivas.
2 - O candidato que, na primeira hora de prova, se ausentar da sala e a ela não
retornar, será eliminado.  09/05/2016, Divulgação dos
3 - Os 3 (três) últimos candidatos a terminar a prova deverão permanecer na sala Exemplares dos Cadernos de
até que todos tenham finalizado suas provas e somente poderão sair juntos Questões (Provas) das Provas
do recinto, após aposição em ata de suas respectivas assinaturas. Objetivas.
4 - O candidato NÃO poderá levar o seu Caderno de Questões (Provas Objetivas)
e NÃO poderá copiar o gabarito (assinalamentos). A imagem do seu Cartão de  09/05/2016, Divulgação dos
Respostas, será disponibilizada na página do concurso em http://concursos. Gabaritos Preliminares das Provas
biorio.org.br na data prevista no cronograma. Objetivas.

INSTRUÇÕES - PROVA OBJETIVA  11/05/2016, Disponibilização das


Imagens dos Cartões Respostas das
1 - Confira atentamente se este Caderno de Questões (Provas), que contém Provas Objetivas.
60 (sessenta) questões objetivas, está completo.
 12/05 e 13/05/2016, Interposição de
2 - Cada questão da Prova Objetiva conterá 5 (cinco) opções e somente uma
correta. Recursos contra as questões das
3 - Confira se os seus dados pessoais, o cargo escolhido, indicados no cartão Provas Objetivas.
de respostas, estão corretos. Se notar qualquer divergência, notifique
imediatamente ao Fiscal de Sala ou ao Chefe de Local. Terminada a conferência,  20/05/2016, Divulgação dos
você deve assinar o cartão de respostas no espaço apropriado. Gabaritos Definitivos das Provas
4 - Confira atentamente se o cargo e o número do caderno, que estão no Objetivas.
caderno de questões, é o mesmo do que consta em seu cartão de respostas
e na etiqueta com seus dados colada na mesa/cadeira onde foi designado  21/05/2016, Relação Final de
para sentar. Se notar qualquer divergência, notifique imediatamente ao Fiscal Notas das Provas Objetivas.
de Sala ou ao Chefe de Local.
5 - Cuide de seu Cartão de Respostas. Ele não pode ser rasurado, amassado,
dobrado nem manchado.
6 - Se você marcar mais de uma alternativa, sua resposta será considerada errada
mesmo que uma das alternativas indicadas seja a correta.
7 - O fiscal de sala não poderá prestar qualquer esclarecimento sobre o conteúdo
da prova. Caso discorde de qualquer questão, o candidato deverá entrar com
recurso administrativo contra as questões na data prevista no cronograma.

INFORMAÇÕES:
l Tel: (21) 3525-2480 das 9 às 18h
l Internet: http://concursos.biorio.org.br
l E-mail: saogonçalo2016@biorio.org.br

www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MjgwNDowMTRkOjVjNTQ6OGQ2ODo2YzIyOjVhNDc6ZjEwYTpkODQ2:RnJpLCAxNSBNYXkgMjAyMCAwMzozMDowNCAtMDMwMA==

www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MjgwNDowMTRkOjVjNTQ6OGQ2ODo2YzIyOjVhNDc6ZjEwYTpkODQ2:RnJpLCAxNSBNYXkgMjAyMCAwMzozMDowNCAtMDMwMA==

PROF. DOC. I / LÍNGUA PORTUGUESA CADERNO 1

LÍNGUA PORTUGUESA QUESTÃO 5


“A história é testemunha do passado, luz da verdade, vida da
memória, mestra da vida, anunciadora dos tempos antigos”.
(Cícero)
QUESTÃO 1
O poeta inglês J. Donne escreveu certa vez: “Nenhum homem é Dois termos que exercem a mesma função sintática são:
uma ilha autossuficiente; cada um é parte do continente”.
(A) do passado / da verdade.
Sobre os componentes desse segmento, a afirmativa (B) da verdade / da memória.
equivocada é: (C) da memória / da vida.
(D) da vida / da verdade.
(A) “ilha” e “continente” estabelecem coerência no segmento. (E) da verdade / dos tempos antigos.
(B) “cada um” mostra coesão com um termo anterior.
(C) os versos defendem a solidariedade entre os homens.
(D) a comparação homem/ilha monta uma metonímia.
(E) “nenhum homem” equivale semanticamente a “homem
QUESTÃO 6
“Ao analisar fatos históricos, evita ser profundo, pois muitas
algum”.
vezes as causas são bastante superficiais”. (Emerson)

A oração reduzida “Ao analisar fatos históricos” pode ser


QUESTÃO 2 adequadamente substituída pela seguinte oração desenvolvida:
“Não nascemos apenas para nós mesmos” (Cícero)
(A) Na análise de fatos históricos.
Colocada em forma afirmativa, com a retirada do advérbio (B) Quando analisar fatos históricos.
“não”, a forma adequada dessa frase é: (C) Quando analisares fatos históricos.
(D) Depois de analisares fatos históricos.
(A) Nascemos também para nós mesmos. (E) Depois de analisar fatos históricos.
(B) Nascemos também para os outros.
(C) Nascemos apenas para os outros.
(D) Nascemos para nós mesmos também.
(E) Nascemos não apenas para os outros.
QUESTÃO 7
O adjetivo “superficiais” no pensamento de Emerson aparece
em forma superlativa; o mesmo só não acontece no seguinte
caso:
QUESTÃO 3
“A solidão é o destino de todos os espíritos eminentes”. (A) As discussões são superficiais, superficiais, superficiais...
(Schopenhauer) (B) O livro é algo superficial.
(C) O filme é superficial pra burro.
Esse pensamento nos diz que: (D) O discurso foi superficial mesmo.
(E) O depoimento foi superficial, bem a gosto da plateia.
(A) a cultura e a sabedoria isolam as pessoas.
(B) a solidão é indispensável para o progresso do saber.
(C) a cultura provoca o desprezo pelos ignorantes.
(D) o preconceito contra os cultos os torna solitários.
QUESTÃO 8
O exemplo de linguagem figurada que aparece no pensamento
(E) a solidão chega rapidamente à vida de todos.
de Emerson é:

(A) paradoxo.
QUESTÃO 4 (B) antítese.
Na frase de Schopenhauer da questão anterior, o vocábulo (C) pleonasmo.
“eminente” é parônimo de “iminente”; a frase em que houve (D) metonímia.
troca indevida entre essas palavras é: (E) metáfora.
(A) É iminente a chegada do presidente da Academia Brasileira
de Letras.
(B) O eminente cardeal chegou antes da cerimônia em sua
homenagem.
(C) Está tornando-se iminente a renúncia do técnico da
seleção.
(D) A publicação do livro tornou-o um autor eminente.
(E) A dengue é um mal eminente entre nós.

3
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MjgwNDowMTRkOjVjNTQ6OGQ2ODo2YzIyOjVhNDc6ZjEwYTpkODQ2:RnJpLCAxNSBNYXkgMjAyMCAwMzozMDowNCAtMDMwMA==

PROF. DOC. I / LÍNGUA PORTUGUESA CADERNO 1

QUESTÃO 9 QUESTÃO 12
“O que torna as pessoas sociáveis é a sua incapacidade de O Projeto Político Pedagógico - PPP define a identidade da
suportar a solidão e, nela, a si mesmos”. (Schopenhauer) escola e indica caminhos para alcançar os objetivos que se
deseja, metas a cumprir e sonhos a realizar. No processo de
O problema na formulação desse pensamento está: elaboração de seu PPP, cada instituição escolar deve considerar
prioritariamente:
(A) a má colocação do adjetivo “sociáveis”, que deveria estar
após “torna”. (A) a organização curricular, assim como a grade de disciplinas
(B) o emprego ambíguo do possessivo “sua”, que deveria ser e seus respectivos horários a cumprir.
substituído por “delas”. (B) o aproveitamento de cada criança ao final de cada etapa
(C) o emprego agressivo de “incapacidade”, que deveria ser escolar, com vistas a um bom desempenho nas avaliações
substituído por “falta de capacidade”. externas.
(D) o erro da forma “nela”, que deveria ser substituído por (C) a presença do debate democrático, que possibilite assimilar
“nelas”. significados comuns aos diferentes agentes educacionais
(E) o equívoco da forma “mesmos”, que deveria ser substituída e colaborando com a identificação desses com o trabalho
por “mesmas”. desenvolvido na escola.
(D) a participação dos pais, responsáveis, e comunidade em
geral uma vez que esses têm a maior responsabilidade
QUESTÃO 10 pelo desempenho das crianças na escola.
No pensamento de Schopenhauer apresentado na questão (E) Que o PPP é um mecanismo eficiente de controle da escola
anterior, dois termos que desempenham função anafórica são: sendo por isso, necessário o envolvimento de todas as
pessoas em sua construção e execução.
(A) sua / nela.
(B) sociáveis / sua.
(C) solidão / si mesmos. QUESTÃO 13
(D) o / que. Segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs), a
(E) que / pessoas. transversalidade e a interdisciplinaridade:

(A) são modos de trabalhar o conhecimento que buscam a


reintegração de procedimentos acadêmicos, que ficaram
isolados uns dos outros pelo método disciplinar.
(B) só serão eficazes se forem uma maneira eficiente de se
FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO atingir metas educacionais previamente estabelecidas e
compartilhadas pelas diferentes disciplinas escolares.
(C) visam a garantir a construção de um conhecimento
QUESTÃO 11 globalizante, sem, romper com os limites das disciplinas.
A tarefa de educar todos os cidadãos brasileiros tem na escola (D) buscam a relação entre os conteúdos disciplinares de
pública seu principal e mais amplo espaço de construção. forma a oferecer um ensino mais eficiente, onde uma
Entre todos os desafios da educação brasileira, nenhum é mais matéria se sobressai à outra em determinados momentos.
estratégico e decisivo do que garantir a plena alfabetização de (E) são eficientes no primeiro segmento do ensino
nossas crianças. No que tange ao direito à Educação, é dever fundamental. Nos segmentos posteriores, o fato de haver
do Estado: um professor por disciplina impossibilita esse modo de
trabalho.
(A) garantir a distribuição do livro didático em todos as etapas
da educação básica por meio do Programa Nacional do
Livro Didático – PNLD.
(B) oferecer Ensino Fundamental, obrigatório e gratuito,
inclusive aos que a ele não tiveram acesso na idade
própria.
(C) garantir, prioritariamente no Ensino Fundamental,
programas suplementares somente nas áreas de
alimentação e transporte.
(D) garantir atendimento educacional especializado apenas
aos portadores de necessidades especiais.
(E) garantir acesso aos níveis mais elevados, segundo as
capacidades de cada um, priorizando a criação artística.

4
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MjgwNDowMTRkOjVjNTQ6OGQ2ODo2YzIyOjVhNDc6ZjEwYTpkODQ2:RnJpLCAxNSBNYXkgMjAyMCAwMzozMDowNCAtMDMwMA==

PROF. DOC. I / LÍNGUA PORTUGUESA CADERNO 1

QUESTÃO 14 QUESTÃO 16
Na teoria construtivista, Piaget mostra que o homem, logo que A legislação educacional brasileira e o Plano Nacional
nasce, apesar de trazer uma fascinante bagagem hereditária de Educação - PNE (2014-2024) trazem um conjunto de
que remonta a anos de evolução, não consegue emitir a normatizações que apontam, entre outros aspectos, a
mais simples operação de pensamento ou o mais elementar obrigatoriedade da pré-escola (a partir de 2016) e a ampliação
ato simbólico. Mostra ainda que o meio social, por mais que do Ensino Fundamental para 9 anos. Nesse contexto, algumas
sintetize milhares de anos de civilização, não consegue ensinar políticas de avaliação também foram implementadas, com o
a esse recém-nascido o mais elementar conhecimento objetivo. intuito de monitorar o resultado das políticas. Em relação às
Sujeito e objeto não têm existência prévia: eles se constituem avaliações que são aplicadas, atualmente, é correto afirmar:
mutuamente, na interação. Eles se constroem. Segundo a
teoria construtivista, essa construção se dá por meio de: (A) O ENCCEJA tem como principal objetivo construir uma
referência nacional de educação para jovens e adultos
(A) um processo de experimentação-apreciação-assimilação; por meio da avaliação de competências, habilidades e
todo conhecimento provém de uma experiência e é saberes adquiridos no processo escolar ou nos processos
resultado da observação da criança sobre o objeto a ser formativos que se desenvolvem na vida familiar, na
conhecido. convivência humana, no trabalho, nos movimentos sociais
(B) processos de assimilação-acomodação-equilibração; todo e organizações da sociedade civil e nas manifestações
conhecimento provém de uma ação e é resultado da culturais, entre outros. Tem caráter diagnóstico, mas não
interação da criança com o objeto a ser conhecido. certifica para fins de conclusão do ensino fundamental sem
(C) um processo de experimentação-acomodação-apreciação; que o aluno tenha cursado regularmente tal modalidade.
todo conhecimento provém de uma experiência e é (B) O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) tem o
resultado de uma ação externa do objeto sobre a criança. objetivo de avaliar o desempenho do estudante ao fim da
(D) um processo de equilibração-acomodação-assimilação; escolaridade básica. Podem participar do exame alunos que
todo conhecimento provém de uma absorção de conceitos já concluíram o ensino médio em anos anteriores. O Enem
e é resultado da internalizacão do objeto pela criança. é utilizado como critério de seleção para os estudantes
(E) processos de assimilação-acomodação-equilibração; todo que pretendem concorrer a uma bolsa no Programa
conhecimento provém de uma ação e é resultado da Universidade para Todos (ProUni), mas não serve como
relação das crianças entre si. critério de seleção para o ingresso no ensino superior, seja
complementando ou substituindo o vestibular.
(C) A Provinha Brasil é uma avaliação diagnóstica que visa
QUESTÃO 15 investigar o desenvolvimento das habilidades relativas
Acerca das diferentes possibilidades de planejamento; à alfabetização e ao letramento em Língua Portuguesa e
organização do tempo didático, avalie se podemos afirmar que: Matemática, desenvolvidas pelas crianças matriculadas
no 2º ano do ensino fundamental das escolas públicas
I. As atividades permanentes constituem-se de trabalho brasileiras. Aplicada duas vezes ao ano (no início e no
regular, diário, semanal ou quinzenal que objetiva uma final), a avaliação é dirigida aos alunos que passaram por,
familiaridade maior com um gênero textual, um assunto; pelo menos, um ano escolar dedicado ao processo de
tema de uma área de conhecimento. alfabetização.
II. O projeto didático prevê um produto final cujo (D) A Avaliação Nacional da Alfabetização (ANA) está
planejamento tem objetivos claros, dimensionamento do direcionada para as unidades escolares e estudantes
tempo, divisão de tarefas e, por fim, a avaliação final em matriculados no 3º ano do Ensino Fundamental, fase
função do que se pretendia. final do Ciclo de Alfabetização, e tem como objetivo, além
III. A sequência didática pressupõe um trabalho pedagógico de produzir indicadores sobre as condições de oferta
organizado em uma determinada sequencia, durante de ensino, orientar a retenção dos alunos no Ciclo de
um determinado período estruturado pelo professor Alfabetização ou a progressão para o Ciclo seguinte.
criando-se assim, uma modalidade de aprendizagem mais (E) A Prova Brasil e o Sistema Nacional de Avaliação da Educação
organizada. Básica (Saeb) são avaliações para diagnóstico, em larga
IV. As atividades de sistematização são destinadas à escala que têm o objetivo de avaliar a qualidade do ensino
sistematização de conhecimentos de forma a fixar oferecido pelo sistema educacional brasileiro a partir de
conteúdos que estão sendo trabalhados. testes padronizados e questionários socioeconômicos.
Aplicada em todos os anos do Ensino Fundamental.
Marque a alternativa correta:

(A) somente as afirmativas I e II estão corretas.


(B) somente as afirmativas III e IV estão corretas.
(C) somente as afirmativas I, II e III estão corretas.
(D) somente as afirmativas II, III e IV estão corretas.
(E) as afirmativas I, II, III e IV estão corretas.

5
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MjgwNDowMTRkOjVjNTQ6OGQ2ODo2YzIyOjVhNDc6ZjEwYTpkODQ2:RnJpLCAxNSBNYXkgMjAyMCAwMzozMDowNCAtMDMwMA==

PROF. DOC. I / LÍNGUA PORTUGUESA CADERNO 1

QUESTÃO 17 (C) dá pistas ao professor sobre a hipótese de pensamento da


Observe a imagem a seguir: criança; esse tipo de erro deve ser sempre evitado.
(D) mostra progressos da atividade cognitiva; o estudante
não dá a resposta correta, mas demonstra conhecimentos
novos na tentativa de resolver a situação problema.
(E) mostra que a criança não aprendeu corretamente; ele
possibilita ao professor voltar ao ponto de partida, para
que a criança aprenda da maneira correta.

QUESTÃO 19
Democratizar a escola implica repensar em sua organização
e gestão, por meio do redimensionamento das formas de
escolha do diretor e da articulação e consolidação de outros
mecanismos de participação. Nesse sentido, no processo de
Em um mundo tecnológico, integrar novas tecnologias à sala democratização da escola é fundamental garantir:
de aula ainda é prática pouco frequente e um desafio para
docentes. No entanto, não podemos deixar de considerar o (A) a construção da gestão escolar democrática sempre
potencial da tecnologia na oferta de práticas pedagógicas mais pontual, destacando-se datas pré-determinadas para ouvir
interessantes e significativas para os alunos. Acerca do uso de a comunidade escolar.
recursos tecnológicos como recursos pedagógicos, devemos (B) uma luta política e pedagógica para se impor e obter o
considerar que: envolvimento de todos os professores e da equipe gestora.
(C) a gestão democrática, princípio motor nas lutas dos
(A) atualmente, a falta de infraestrutura de algumas escolas trabalhadores em educação e na conquista do direito à
e a falta de formação de qualidade para os professores educação para todos com vistas a uma escola eficiente.
quanto ao uso dessas novas tecnologias já são desafios (D) a gestão democrática da escola pública de acordo com
plenamente superados, pois todos têm fácil acesso aos concepções e implicações legais e operacionais, com
recursos tecnológicos. ênfase no desempenho dos estudantes.
(B) o uso de tecnologias pode aproximar alunos e professores, (E) a construção coletiva do projeto pedagógico, a consolidação
além de ser útil na exploração dos conteúdos de forma dos conselhos escolares e dos grêmios estudantis, entre
mais interativa. O aluno passa de mero receptor, que só outros mecanismos de participação.
observa e nem sempre compreende, para um sujeito mais
ativo e participativo.
(C) usar tecnologias em casa e nas ruas já faz parte da rotina QUESTÃO 20
de muitos estudantes. Por isso, na escola elas não devem A Educação Integral tem sido um ideal presente na legislação
substituir o livro, o quadro negro e o giz no cotidiano educacional brasileira. Iniciativas diversas, em diferentes
escolar, pois desviam a atenção dos alunos. momentos da vida pública do país, levaram esse ideal para
(D) um dos papéis importantes do docente é o de auxiliar perto das escolas, implantando propostas e modelos de grande
o aluno e capacitá-lo para incluí-lo na cultura digital, riqueza, mas ainda pontuais e esporádicos. Acerca da escola
bastando para isso substituir o quadro negro pelo data em tempo integral, é correto afirmar:
show, por exemplo.
(E) o uso de tecnologias pode afastar alunos e professores, (A) considera-se como de período integral a jornada escolar
além de não ser útil na exploração dos conteúdos de forma que se organiza em 7 horas diárias, no mínimo, perfazendo
mais interativa. O aluno passa de um sujeito mais ativo e uma carga horária anual de, pelo menos, 1.400 horas.
participativo para mero receptor, que só observa e nem (B) a proposta educacional da escola de tempo integral
sempre compreende. promoverá a ampliação de tempos, espaços e oportunidades
educativas e o compartilhamento da tarefa de educar e
cuidar entre os profissionais da escola e de outras áreas,
QUESTÃO 18 somente entre as populações socialmente mais vulneráveis.
O binômio erro-fracasso se apresenta quase como um substantivo (C) o currículo da escola de tempo integral, concebido como um
composto, que frequentemente culmina na reprovação e na projeto educativo integrado, implica a ampliação da jornada
estigmatização do aluno. Considerando o erro na perspectiva escolar diária mediante o desenvolvimento de atividades
da aprendizagem escolar, por trás de cada resposta incorreta da como as vivências e práticas socioculturais, prioritariamente.
criança, há pistas preciosas sobre os aspectos do desenvolvimento (D) as atividades serão desenvolvidas dentro do espaço escolar
dos alunos que precisam de intervenção pedagógica. Nesta conforme a disponibilidade da escola, e nunca fora dele, sempre
perspectiva, chamamos de erro construtivo ao erro que: de acordo com o respectivo projeto político pedagógico.
(E) os órgãos executivos e normativos da União e dos sistemas
(A) mostra o raciocínio errado da criança e possibilitam ao estaduais e municipais de educação assegurarão que
professor planejar ações de correção. o atendimento dos alunos na escola de tempo integral
(B) mostra que a ação didática do professor precisa ser possua infraestrutura adequada e pessoal qualificado,
reorientada, para evitar que a criança erre. sem que esse atendimento tenha caráter obrigatório e seja
passível de avaliação em cada escola.

6
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MjgwNDowMTRkOjVjNTQ6OGQ2ODo2YzIyOjVhNDc6ZjEwYTpkODQ2:RnJpLCAxNSBNYXkgMjAyMCAwMzozMDowNCAtMDMwMA==

PROF. DOC. I / LÍNGUA PORTUGUESA CADERNO 1

LEGISLAÇÃO QUESTÃO 24
De acordo com o estatuto da Criança e do Adolescente –
ECA, em seu Art. 53, a criança e o adolescente têm direito à
educação, visando ao pleno desenvolvimento de sua pessoa,
QUESTÃO 21
preparo para o exercício da cidadania e qualificação para o
De acordo com o Art. 2º da Lei 9.394/96, de 20 de dezembro
trabalho. Avalie se, para tal, os seguintes preceitos devem ser
de 1996, de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), o
a eles assegurados:
ensino será ministrado de acordo com os seguintes princípios,
entre outros, EXCETO: I. Igualdade de condições para o acesso e permanência na
escola.
(A) gratuidade do ensino público em estabelecimentos oficiais. II. Direito de ser respeitado por seus educadores.
(B) desvinculação entre a educação escolar, o trabalho e as III. Direito de contestar critérios avaliativos, sem poder,
práticas sociais. entretanto, recorrer às instâncias escolares superiores.
(C) gestão democrática do ensino público. IV. Direito limitado de organização e participação em
(D) valorização da experiência extraescolar. entidades estudantis.
(E) consideração com a diversidade étnico-racial. V. Acesso à escola pública e gratuita próxima de sua
residência.
Estão corretos:
QUESTÃO 22
Ainda com base na LDB, avalie se os Municípios devem ter,
(A) I, II e III, apenas.
entre outras, as seguintes incumbências:
(B) III, IV e V, apenas.
I. Organizar, manter e desenvolver os órgãos e instituições (C) I, II e V, apenas.
oficiais dos seus sistemas de ensino, integrando-os às (D) I, II, III e IV, apenas.
políticas e planos educacionais da União e dos Estados. (E) I, II, III, IV e V.
II. Exercer ação redistributiva em relação às suas escolas.
III. Oferecer a educação infantil em creches e pré-escolas, e,
com prioridade, o ensino fundamental. QUESTÃO 25
IV. Assumir o transporte escolar dos alunos da rede municipal. Em relação ao Programa Mais Educação, avalie se as afirmativas
Estão corretas: a seguir são falsas (F) ou verdadeiras (V):
 Tem por finalidade contribuir para a melhoria da
(A) I e II, apenas. aprendizagem por meio da ampliação do tempo
(B) III e IV, apenas. de permanência de crianças, adolescentes e jovens
(C) I, II e III, apenas. matriculados em escola pública, mediante oferta de
(D) II, III e IV, apenas. educação básica em tempo integral.
(E) I, II, III e IV.  Considera-se educação básica em tempo integral a jornada
escolar com duração igual ou superior a sete horas
diárias, durante todo o período letivo, compreendendo o
QUESTÃO 23 tempo total em que o aluno permanece na escola ou em
Avalie, com base na LDB, se as seguintes diretrizes de currículo atividades escolares em outros espaços educacionais.
do ensino médio são falsas (F) ou verdadeiras (V):  A jornada escolar diária será ampliada com o
 Destacar a educação tecnológica básica, a compreensão desenvolvimento das atividades de acompanhamento
do significado da ciência, das letras e das artes; o processo pedagógico, experimentação e investigação científica,
histórico de transformação da sociedade e da cultura; a cultura e artes, esporte e lazer, cultura digital, educação
língua portuguesa como instrumento de comunicação, econômica, comunicação e uso de mídias, meio ambiente,
acesso ao conhecimento e exercício da cidadania. direitos humanos, práticas de prevenção aos agravos à
 Adotar metodologias de ensino e de avaliação que saúde, promoção da saúde e da alimentação saudável,
estimulem a iniciativa dos estudantes. entre outras atividades.
 Incluir uma língua estrangeira moderna como disciplina  As atividades poderão ser desenvolvidas dentro do espaço
obrigatória, escolhida pela comunidade escolar, e uma escolar, de acordo com a disponibilidade da escola, ou fora
segunda, em caráter optativo, dentro das disponibilidades dele sob orientação pedagógica da escola, mediante o
da instituição. uso dos equipamentos públicos e do estabelecimento de
 Incluir a Filosofia e a Sociologia como disciplinas parcerias com órgãos ou instituições locais.
obrigatórias em todas as séries do ensino médio. As afirmativas são respectivamente:
As afirmativas são respectivamente:
(A) V, V, V e V.
(A) V, V, V e V. (B) V, V, F e F.
(B) V, V, V e F. (C) F, F, V e V.
(C) V, V, F e V. (D) V, V, V e F.
(D) V, F, V e V. (E) V, F, V e F.
(E) F, V, V e V.

7
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MjgwNDowMTRkOjVjNTQ6OGQ2ODo2YzIyOjVhNDc6ZjEwYTpkODQ2:RnJpLCAxNSBNYXkgMjAyMCAwMzozMDowNCAtMDMwMA==

PROF. DOC. I / LÍNGUA PORTUGUESA CADERNO 1

ESTATUTO DO SERVIDOR (D) O aproveitamento de servidor que se encontre em


disponibilidade dependerá de prévia comprovação de sua
capacidade física e mental, por junta médica oficial e, se
julgado apto, o servidor assumirá o exercício do cargo no
QUESTÃO 26 prazo de 30 (trinta) dias contados da publicação do ato de
Avalie se as afirmativas a seguir, relativas á nomeação, são
aproveitamento.
falsas (F) ou verdadeiras (V):
(E) Verificada a incapacidade definitiva, o servidor em
 A nomeação far-se-á em caráter efetivo, quando se tratar disponibilidade será aposentado.
de cargo de carreira.
 A nomeação far-se-á em comissão para cargos de confiança
e para cargo isolado. QUESTÃO 29
 A nomeação far-se-á em substituição, para cargo em Avalie, com base no Art.169, se ao servidor é proibido:
comissão e função gratificada, no impedimento legal e
temporário do ocupante. I. Praticar a usura, em qualquer de suas formas, no âmbito
 A nomeação para cargo isolado ou de carreira depende de do serviço público.
prévia habilitação em concurso público de provas ou de II. Revelar fato ou informação de natureza sigilosa de que
provas e títulos, obedecida a ordem de classificação e seu tenha ciência em razão do cargo ou função salvo quando
prazo de validade. se tratar de depoimento em processo judicial, policial, ou
administrativo.
As afirmativas são respectivamente: III. Prestar declaração em processo administrativo disciplinar.
IV. Exercer cargo ou função pública antes de atendidos os
(A) V, V, V e V. requisitos legais, ou continuar a exercê-los sabendo-o
(B) F, V, V e V. indevidamente.
(C) V, F, V e V.
(D) V, V, F e F. São de fato proibidos os itens:
(E) F, F, F e F.
(A) I, II e III, apenas.
(B) I, II e IV, apenas.
QUESTÃO 27 (C) II, III e IV, apenas.
Em relação à posse e ao exercício, NÃO é correto afirmar que: (D) I e II, apenas.
(E) I, II, III e IV.
(A) A posse em cargo público depende de prévia inspeção
médica oficial, só podendo ser empossado aquele que
for julgado apto física e mentalmente para o exercício do QUESTÃO 30
cargo. De acordo o Art. 195, a pena de demissão será aplicada nos
(B) Exercício é o efetivo desempenho das atribuições do cargo seguintes casos, entre outros, EXCETO:
e cabe à autoridade competente do órgão ou entidade
para onde for designado o servidor dar-lhe exercício. (A) incontinência pública e escandalosa ou prática de jogos
(C) O início, a suspensão, a interrupção e o reinício do exercício proibidos.
são registrados no assentamento individual do servidor. (B) ofensa física, em serviço, contra funcionário ou particular,
(D) O ocupante de cargo de provimento efetivo fica sujeito a salvo em legítima defesa.
jornada não superior a 40 (quarenta) horas semanais de (C) ineficiência comprovada, com caráter de habitualidade, no
trabalho, salvo quando a lei estabelecer duração diversa. desempenho dos encargos de sua competência.
(E) O exercício de cargo em comissão exige de seu ocupante (D) ausência ao serviço, sem causa justificada, por trinta dias,
integral dedicação ao serviço podendo ser convocado interpoladamente, durante o período de seis meses.
sempre que houver interesse da Administração. (E) insubordinação grave em serviço.

QUESTÃO 28
Em relação à disponibilidade e ao aproveitamento de servidor,
NÃO é correto afirmar que:

(A) O servidor estável ficará em disponibilidade somente se o


cargo for extinto.
(B) O retorno à atividade de servidor em disponibilidade
far-se-á mediante aproveitamento obrigatório, no prazo
mínimo de 12 (doze) meses, em cargo de atribuições e
vencimentos compatíveis com o anteriormente ocupado.
(C) O órgão de pessoal determinará o imediato aproveitamento
do servidor em disponibilidade em vaga que vier a ocorrer
nos órgãos ou entidades da Administração Pública Municipal.

8
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MjgwNDowMTRkOjVjNTQ6OGQ2ODo2YzIyOjVhNDc6ZjEwYTpkODQ2:RnJpLCAxNSBNYXkgMjAyMCAwMzozMDowNCAtMDMwMA==

PROF. DOC. I / LÍNGUA PORTUGUESA CADERNO 1

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS QUESTÃO 33


No trecho de Nícia de Andrade destacado na questão anterior
aparecem várias perguntas; aquela que apresenta uma
resposta inadequada é:
QUESTÃO 31
“Em cursos pré-vestibulares, cria-se a disciplina Técnica
(A) A gramática deve ser entendida como um sistema único
de Redação, cujo objetivo é preparar os alunos para as
ou como um diassistema? / A opção correta é a última,
dissertações dos exames vestibulares, dissertações essas que
adequando-se a diversas situações de comunicação.
devem apresentar coesão e coerência, além de parágrafos
(B) Valoriza-se a língua escrita, a língua oral, ou ambas? /
definidos com o propósito de se estabelecer introdução,
Valoriza-se a língua oral, apesar de abandonada pela
desenvolvimento e conclusão”.
tradição, já que ela é a origem das modificações na língua
(Nícia de Andrade Verdini Clare, Ensino de língua portuguesa: uma visão histórica.)
escrita.
(C) Qual a função do texto? / O texto deve ser analisado tendo
Nesse segmento do texto de Nícia de Andrade, destaca-se:
em vista especialmente suas potencialidades expressivas.
(D) Ensina-se redação ou trabalha-se produção textual? /
(A) a prioridade da organização formal sobre a criatividade.
Trabalha-se a produção textual, evitando-se a priorização
(B) o magnífico progresso do ensino de Redação, que passa a
formal sobre a criatividade.
ter bases linguísticas.
(E) Cobra-se ou incentiva-se a leitura? / Deve prioritariamente
(C) a organização didática adquirida a partir do advento da
mostrar as qualidades expressivas dos textos e, assim
Linguística Textual.
fazendo, incentivar-se a leitura.
(D) uma visão deformada do ensino de língua, com destaque
da norma culta.
(E) uma preocupação marcante com a positiva esquematização
do texto. QUESTÃO 34
Diante da questão: “Que tipos de textos devemos estudar no
espaço escolar?” a resposta mais adequada é:
QUESTÃO 32
(A) textos literários, já que são expressivamente os mais ricos.
“Chega-se, portanto, a mais um momento de questionar que
(B) textos da chamada “boa imprensa”, por apresentarem
gramática queremos ensinar: a gramática entendida como um
estruturação correta.
sistema único ou a gramática como um diassistema? Valoriza-
(C) textos clássicos da língua, por unirem qualidades estéticas
se a língua escrita, a língua oral, ou ambas? Qual a função
e correção.
do texto? Ensina-se redação ou trabalha-se com produção
(D) textos de gêneros textuais e modalidades linguísticas
textual? Cobra-se ou incentiva-se a leitura? Parece-nos já
variados.
se ter chegado a um consenso: ensina-se a gramática como
(E) textos de modalidades linguísticas “nobres”, por suas
diassistema, valorizando-se todas as modalidades linguísticas,
qualidades expressivas.
adequadas a cada situação em particular; o texto é estudado
em suas potencialidades expressivas; trabalha-se com
produção textual; incentiva-se sempre a leitura”. (id.)
QUESTÃO 35
Segundo esse segmento do texto de Nícia de Andrade, diante Um artigo de Marcuschi se intitula “Oralidade e ensino de
da frase “Me empresta algum dinheiro, amigo!”, a posição língua: uma questão pouco ‘falada’”; sobre a língua falada, a
didática do professor deve ser: observação abaixo que mostra um pensamento ultrapassado
na didática da fala é:
(A) condenar universalmente a construção por inadequada à
norma culta. (A) A fala é uma atividade muito mais familiar do que a escrita
(B) mostrar a inadequação à norma culta, mas destacar sua no dia-a-dia das pessoas.
adequação a outras situações de comunicação. (B) A fala, exatamente por ser mais conhecida, não necessita
(C) indicar a adequação da construção já que é estrutura transformar-se em objeto de estudo em sala de aula.
predominante na linguagem coloquial. (C) As aulas de língua falada não pretendem ensinar a falar,
(D) criticar a construção, independentemente da situação mas sim de mostrar a imensa riqueza e variedade de usos
comunicativa, em virtude de a frase ser iniciada por da língua.
pronome oblíquo átono. (D) A língua falada não é um estudo autônomo, ela deve ser
(E) destacar a importância da participação linguística do povo vista integradamente e na relação com a escrita.
na construção da língua portuguesa. (E) Os estudos de língua falada permitem facilmente estudos
de aspectos como a variação e a mudança.

9
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MjgwNDowMTRkOjVjNTQ6OGQ2ODo2YzIyOjVhNDc6ZjEwYTpkODQ2:RnJpLCAxNSBNYXkgMjAyMCAwMzozMDowNCAtMDMwMA==

PROF. DOC. I / LÍNGUA PORTUGUESA CADERNO 1

QUESTÃO 36 TEXTO
No mesmo título do artigo citado na questão anterior, as aspas
empregadas na palavra “falada” indicam:

(A) o desvio semântico do termo, da linguagem lógica para a LIVRO DIDÁTICO DE LÍNGUA PORTUGUESA:
figurada. O RETORNO DO RECALCADO
(B) a informação da presença de mais discussões orais que
trabalhos escritos sobre o tema. No que diz respeito à concepção de língua e de
(C) uma crítica à ausência de discussões sobre o ensino da linguagem, outras condições também se impuseram no
oralidade. livro didático de língua portuguesa. Em primeiro lugar,
(D) um alerta sobre o excesso de espaço didático dedicado à as teorias do uso e a análise do discurso revelaram
língua falada. aspectos da linguagem (e das línguas) até então
(E) uma denúncia contra a total ausência do ensino de língua desconhecidos, negados ou apenas marginalmente
falada nas escolas. abordados pelas ciências da linguagem. Entre eles,
podemos nos referir a uma noção central como a de
discurso, que podemos entender de forma genérica,
QUESTÃO 37 como Benveniste o caracterizou: “linguagem posta em
Diante de um texto ilustrativo da fala regional nordestina, a ação – e necessariamente entre parceiros”. Ao contrário
preocupação inicial e prioritária do professor deve ser: da noção de sistema ou de código, ao contrário também
do que denominamos como gramática, o conceito
(A) comparar essa fala com a de outras regiões. de discurso nos revela a linguagem como uso, como
(B) destacar a presença de injustos preconceitos nesse tipo de interação, por meio da linguagem, entre sujeitos que
fala. fazem parte de um determinado contexto histórico e
(C) classificar os diversos atos de fala. social, numa situação de comunicação muito particular.
(D) identificar os papéis dos interlocutores. Nesse sentido, o ensino de língua materna deve ser,
(E) indicar a presença de formas vocabulares típicas da fala. antes de mais nada, o ensino de uma forma específica
de (inter)agir, e não apenas de um conjunto de
QUESTÃO 38 informações sobre a língua.
Interpretar um texto corresponde prioritariamente a: (Egon Rangel, O livro didático de português, Lucerna, RJ, 2005)

(A) relacionar autor e obra.


(B) especificar o estilo do autor do texto.
(C) decodificar os possíveis sentidos do texto. QUESTÃO 40
(D) destacar ideias principais e acidentais. O texto aborda uma modificação básica quanto ao conteúdo
(E) refletir criticamente sobre tema e estruturas. dos livros didáticos de língua portuguesa, que é a de:

QUESTÃO 39 (A) valorizar a oratória, que é a base dos discursos.


“- Eu era um idiota quando me casei com você. (B) privilegiar a língua como estrutura.
- É verdade. O problema é que eu estava tão apaixonada que (C) caracterizar a língua como depósito de conteúdos.
nem percebi”. (D) valorizar a língua como meio interativo.
(E) destacar as informações sobre a língua como sistema.
Uma prova de língua portuguesa para a 4ª série do Ensino
Fundamental apresentava a seguinte atividade sobre esse
pequeno diálogo: Transcreva do diálogo acima a fala da mulher. QUESTÃO 41
Nesse caso, a crítica adequada à pergunta é: O valor das teorias do uso e da análise do discurso está em:

(A) indaga sobre conteúdos objetivamente inscritos no texto. (A) mostrar aspectos da língua até então totalmente
(B) apela para a análise crítica para busca de respostas. desconhecidos.
(C) sugere atividades puramente mecânicas. (B) propiciar novas formas de abordagem da linguagem.
(D) solicita uma resposta demasiadamente ampla. (C) revelar novas maneiras de exercitar sobre a língua.
(E) exige conhecimento externo ao texto. (D) indicar novos conceitos de sistema e código.
(E) desvalorizar o ensino de gramática.

10
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MjgwNDowMTRkOjVjNTQ6OGQ2ODo2YzIyOjVhNDc6ZjEwYTpkODQ2:RnJpLCAxNSBNYXkgMjAyMCAwMzozMDowNCAtMDMwMA==

PROF. DOC. I / LÍNGUA PORTUGUESA CADERNO 1

QUESTÃO 42 (D) de gêneros textuais cultos e populares.


“No que diz respeito à concepção de língua e de linguagem, (E) de linguagem nacional e regional.
outras condições também se impuseram no livro didático de
língua portuguesa”.
A inferência possível da leitura do segmento destacado é:
QUESTÃO 46
Um livro didático de interpretação de textos diz em seu prefácio:
“Vem-se observando há tempo, nos livros de interpretação de
(A) a referência a “outras condições” se justifica pelo fato de haver
texto, uma distorção quanto ao termo interpretação. Deve-
outras condições já mencionadas, em trecho não reproduzido.
se isto ao fato de dar-se o nome de interpretação ao que
(B) as condições impostas ao livro didático de língua portuguesa se
realmente não passa de uma releitura”.
limitaram ao terreno da concepção de língua e de linguagem.
(C) as novas condições foram impostas em função certamente
A crítica inicial dos autores desse livro é a de que:
de uma mudança de caráter legal, que obrigava os autores
a novos posicionamentos.
(A) as questões propostas são demasiadamente fáceis.
(D) as modificações aludidas nesse segmento do texto atingiram
(B) as perguntas limitam-se aos significados do texto.
todas as línguas e, entre elas, a língua portuguesa do Brasil.
(C) as atividades reduzem-se a transcrições de palavras e frases
(E) a utilização da forma verbal “se impuseram” refere-se à
do texto.
força do livro didático no processo pedagógico.
(D) as questões pretendem mais ensinar a ler que a interpretar.
(E) as perguntas não abordam aspectos do uso correto da
linguagem.
QUESTÃO 43
O fato de o autor do texto não identificar quem seja Benveniste
faz supor que:
QUESTÃO 47
O livro didático é peça importante no processo de
(A) o texto contaria com leitores inexperientes no tema tratado.
aprendizagem e, por isso mesmo, sua seleção e adoção devem
(B) a identificação não seria situacionalmente importante.
ser cuidadosamente realizadas. Entre as afirmações abaixo,
(C) o enunciador do texto considera o autor citado bastante
aquela que representa um parâmetro menos significativo para
conhecido.
a seleção do livro didático é:
(D) o autor citado seria facilmente identificado pelo contexto.
(E) a não identificação deve ser resultante de esquecimento do
(A) estar isento de erros conceituais graves.
autor do texto.
(B) não propiciar situações textuais de preconceitos discriminatórios.
(C) ser coerente do ponto de vista teórico com as matérias
apresentadas.
QUESTÃO 44 (D) mostrar caminhos metodológicos comprovadamente eficazes.
Muitas são as formas de analisar a língua falada em sala de (E) desenvolver conhecimentos linguísticos de forma autônoma.
aula; a atividade apontada abaixo que parece contrariar a boa
didática da língua é:

(A) ouvirem-se gravações da fala de diversas regiões brasileiras


QUESTÃO 48
Um determinado livro didático de língua portuguesa destinado à 5ª
com destaque para as diferenças.
série do Ensino Fundamental apresentava a célebre fábula de Esopo
(B) debater-se a respeito da formação de preconceito e
“A raposa e as uvas” para ser interpretada; entre as cinco perguntas
discriminação linguística a partir da audição de falas com
abaixo apresentadas, aquela que lhe parece a mais adequada é:
diferenças de sexo, idade, profissão e formação.
(C) analisarem-se as estratégias de polidez e sua organização
(A) o texto é composto em prosa ou em verso?
na fala, com interferência na qualidade da interação.
(B) o texto é narrativo, descritivo ou dissertativo?
(D) identificarem-se os papeis dos interlocutores e dos diversos
(C) o animal da fábula está presente em sua região?
gêneros produzidos com base em indicadores variados.
(D) a argumentação da raposa é adequada?
(E) discutirem-se as várias formas de desenvolvimento de
(E) a narrativa aborda fatos reais ou fictícios?
temas, destacando-se as vantagens da expressão escrita.

QUESTÃO 45 QUESTÃO 49
Os livros didáticos denominam de forma variada as seções
Um livro didático apresenta em suas atividades de
destinadas à interpretação de texto; se, para um determinado
interpretação de texto uma entrevista, uma descrição de um
autor, a abordagem é prioritariamente destinada a estimular a
folheto turístico, um poema de Carlos Drummond de Andrade
produção escrita, o título mais adequada à seção é:
e um trecho de um romance de Clarice Lispector. Essa seleção
se revela adequada por mostrar-se: (A) Criando e compondo.
(B) Refletindo sobre o texto.
(A) variada e atual. (C) Vamos conhecer melhor o texto.
(B) de linguagem correta e de variadas épocas. (D) Trabalhando com ideias.
(C) de qualidade literária e de bom gosto estético. (E) Exploração do texto.

11
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MjgwNDowMTRkOjVjNTQ6OGQ2ODo2YzIyOjVhNDc6ZjEwYTpkODQ2:RnJpLCAxNSBNYXkgMjAyMCAwMzozMDowNCAtMDMwMA==

PROF. DOC. I / LÍNGUA PORTUGUESA CADERNO 1

QUESTÃO 50 QUESTÃO 53
Todos sabemos que as frases de um diálogo são indicadas, em “Operação, por exemplo, é uma palavra assustadora. Pior do
língua portuguesa, pela presença de um travessão; na Espanha, que intervenção cirúrgica porque promete uma intromissão
alguns autores sugeriram que, no caso dos diálogos telefônicos, muito mais radical nos intestinos”.
fosse criado um outro sinal – um travessão encimado por um
ponto de exclamação. Com isso, eles queriam indicar uma Esse segmento do texto “Diminutivos”, de Luís Fernando
diferença entre os dois diálogos, destacando que os diálogos Veríssimo, exemplifica uma função de linguagem denominada:
telefônicos, ao contrário dos demais:
(A) referencial.
(A) se realizam, algumas vezes, entre pessoas desconhecidas. (B) fática.
(B) se efetivam sem a presença próxima do interlocutor. (C) conativa.
(C) podem mostrar diferentes tons de voz. (D) expressiva.
(D) existem entre pessoas que não possuem o mesmo (E) metalinguística.
conhecimento.
(E) mostram a presença da tecnologia moderna.
QUESTÃO 54
Observe o segmento abaixo:
QUESTÃO 51
“O mais importante para aprender-se a escrever uma “Sou fio das mata, cantô da mão grosa / Trabaio na roça, de
dissertação é considerar a estrutura textual “introdução, inverno e de estio / A minha chupana é tapada de barro / Só
desenvolvimento e conclusão” são características específicas fumo cigarro de paia de mio”.
desse modo de organização discursiva”.
Essa afirmação, retirada de um livro didático: No terreno da variação linguística, o aspecto a ser centralmente
estudado nesse texto de Patativa do Assaré, intitulado “O
(A) indica forte influência da Linguística Textual sobre o ensino poeta da roça” é:
de redação.
(B) revela desconhecimento das marcas de textualidade. (A) variação de construções sintáticas.
(C) mostra uma preocupação exagerada com a correção de (B) variação de situações sociocomunicativas.
linguagem. (C) variação de estratégias comunicativas.
(D) demonstra uma exagerada atenção para a esquematização (D) variação de gêneros textuais realizados na fala.
do texto. (E) variação de registros e níveis de fala.
(E) aponta corretamente os caminhos para o acesso a uma
boa técnica redacional.
QUESTÃO 55
Numa sequência descritiva, os adjetivos têm papel de destaque;
QUESTÃO 52 o par abaixo em que o adjetivo sublinhado permite a anexação
Uma das características de um texto narrativo é a presença de um segmento explicativo desse próprio adjetivo é:
de uma sequência cronológica de ações ou acontecimentos;
nesse caso, deve-se considerar a seguinte sequência como (A) cidade atraente.
pertencente ao modo narrativo de organização discursiva: (B) ruas estreitas.
(C) policiais ingleses.
(A) “Visto de uma certa distância, o fotógrafo lambe-lambe, (D) capas plásticas.
com a cabeça enfiada na máquina sobre o seu tripé, parece (E) máquinas importadas.
um monstro de cinco patas”.
(B) “O diminutivo é ao mesmo tempo uma maneira afetuosa e
precavida de usar a linguagem”. QUESTÃO 56
(C) “A secreta gravidade e a espantosa riqueza do carnaval Os argumentos presentes na defesa de uma tese podem apoiar-
chocam-se com essa arrumação extremamente pífia que se em valores culturais, como acontece frequentemente na
os decoradores da Prefeitura fizeram na Avenida”. propaganda; a alternativa em que a identificação desse valor
(D) “O funcionário acabou de rabiscar num papel, repousou a cultural está equivocada é:
caneta e voltou-se para atender o cliente”.
(E) “Há em nosso povo duas constantes que nos induzem a (A) Renault Sandero: mais espaço entre os bancos! / conforto.
sustentar que o Brasil é o único país brasileiro de todo o (B) Doces São Bento: as receitas da vovó! / tradição.
mundo”. (C) Desodorante XY: mais quantidade e preço menor! /
durabilidade.
(D) Vista Scene e sinta-se uma modelo! / elegância.
(E) More no interior e tenha paz! / tranquilidade.

12
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MjgwNDowMTRkOjVjNTQ6OGQ2ODo2YzIyOjVhNDc6ZjEwYTpkODQ2:RnJpLCAxNSBNYXkgMjAyMCAwMzozMDowNCAtMDMwMA==

PROF. DOC. I / LÍNGUA PORTUGUESA CADERNO 1

QUESTÃO 57 QUESTÃO 60
Alguns verbos portugueses desenvolveram semanticamente A frase em que NÃO está presente uma ideia de intensificação é:
uma imensidade de significados, como é o caso dos verbos
TER, DAR, PÔR e FAZER. (A) “A ausência de alternativas torna a mente espantosamente
clara”. (Henry Kissinger)
Assinale a frase abaixo em que o significado verbo TER está (B) “Para que serve um advogado honesto quando o que você
corretamente indicado: precisa é de um advogado bem desonesto”? (Eric Ambler)
(C) “Certa vez o ex-presidente Nixon disse que, para onde se
(A) “Quando falar com a imprensa lembre-se de que ela sempre inclinasse o Brasil, iria a América do Sul. Hoje, para onde
tem a última palavra”. / guarda. vai o Brasil, a América do Sul dispara rapidinho na direção
(B) “O primeiro sentimento de quem está de dieta é o de contrária”. (Zózimo Barroso do Amaral)
revolta. Dá vontade de acabar com tudo, a começar pelo (D) “Ditadores conservam um ótimo aspecto até os últimos
que tem na geladeira”. / preserva. minutos”. (Thomas Masaryck)
(C) “Invejo as pessoas que bebem. Pelo menos, têm alguma (E) “Bêbados são uns chatos, a menos que saibam cantar coisas
coisa em que botar a culpa”. / procuram. engraçadas e tenham dinheiro para perder no pôquer”.
(D) “Aquele que não tem tempo para cuidar da saúde, terá de (Neil Simon)
arranjar tempo para cuidar da doença”. / dispõe.
(E) “Hipocondria é a única doença que eu não tenho”. / possuo.

QUESTÃO 58
Em todas as frases abaixo o verbo dar foi empregado em
lugar de outros de significado mais específico. A frase em que
a substituição por esses verbos mais específicos foi feita de
forma menos adequada é:

(A) O Ministro da Fazenda deu sinais de preocupação. / mostrou


(B) O lixo dava mau cheiro no local. / exalava
(C) Os manifestantes davam gritos no protesto. / enviavam
(D) Os jornais deram a notícia. / publicaram
(E) Os guardas deram entrada às autoridades. / permitiram

QUESTÃO 59
A frase abaixo em que, na estruturação da frase, ocorre uma
incoerência lógica é:

(A) “A ordem é o prazer da razão, mas a desordem é a delícia da


imaginação”. (Paul Claudel)
(B) “Provamos através da lógica, mas descobrimos a partir da
intuição”. (Poincaré)
(C) “Creia em si, mas não duvide sempre dos outros”. (Machado
de Assis)
(D) “Se quiser ficar mal informado, converse com um jornalista”.
(anônimo)
(E) “As grandes massas cairão mais facilmente numa grande
mentira do que numa mentirinha”. (Adolph Hitler)

13
www.pciconcursos.com.br
pcimarkpci MjgwNDowMTRkOjVjNTQ6OGQ2ODo2YzIyOjVhNDc6ZjEwYTpkODQ2:RnJpLCAxNSBNYXkgMjAyMCAwMzozMDowNCAtMDMwMA==

www.pciconcursos.com.br

Você também pode gostar