Você está na página 1de 240

PE. F.

SADOC DE ARAÚJO

CRONOLOGIA
SOBRALENSE
2ª Edição

VOLUME V

1911 – 1950

Sobral - 2015
Copyright © 2015 by Francisco Sadoc de Araújo / Edições ECOA

Prefeito Municipal de Sobral Digitação e Revisão


José Clodoveu Arruda Coelho Neto José Lúcio Ribeiro
Norma Suely Rodrigues Silva
Secretária da Cultura e Turismo
Eliane Maria Ribeiro Alves Leite Diagramação e Editoração
Larry Pereira
Presidente do Instituto ECOA Alexssandro Lima
Roberto Galvão

Diretor Administrativo e Financeiro Capa


José Gualberto Aragão Filho Larry Pereira

Diretora Artística Desenhos


Telma Mendes Antônio Carlos Campelo

Ficha Catalográfica elaborada pela


Bibliotecária Perpétua Socorro Tavares Guimarães
CRB 3 801/98

A 658 c Araújo, F. Sadoc de (Pe.)


Cronologia Sobralense- 1911-1950. 2ª edição. Volume 5 /
F. Sadoc de Araújo.- Fortaleza : Edições ECOA, 2015.
240 p.
ISBN: 978-85-420-0674-2
1. Cronologia Cearense - Sobral I. Título
CDD: 529
Apresentação da 2ª edição
Nos últimos tempos, a Prefeitura de Sobral tem ajudado
na publicação de vários livros sobre o nosso passado. Alguns
com textos mais densos, com enfoque mais acadêmico, outros
mais didáticos, para os estudantes, outros mais visuais.
Não sei se algum outro município cearense tem a sua his-
tória e dos seus habitantes tão pesquisada como em Sobral.
Parece que perscrutar a História é uma característica do nosso
povo. Muitos são os envolvidos com a investigação, com o ensi-
no e tocados pelo interesse pelo passado, mesmo pelo passado
mais recente. Para muitos parece surpreendente a relação de
nossa cidade com a História.
Não sei se o motivo de tanto interesse pelo acontecido
seja a riqueza dos testemunhos do passado com que cotidia-
namente nos deparamos pela cidade em cada casarão ou na
permanência do traçado das ruas do centro; ou no transpor de
barco o rio Acaraú; nas formas de cada igreja antiga e nas tradi-
ções conservadas no jeito de realizar as procissões da Semana
Santa, nos modos de nos alimentarmos, nos sabores da queija-
dinha, do bolo Luís Filipe ou dos torresmos e dos Fartes.
O certo é que existe muito por contar. Muitas vezes, além
de narrativas ricas em ação, existem episódios que estimulam
a pesquisa por elucidar como ocorreram de fato, esses fatos.
Cada livro que se lança nos apresenta passagens repletas de
curiosidade e surpresa.
Agora, a reedição da Cronologia Sobralense, do Pe. Fran-
cisco Sadoc de Araújo, publicada pela Escola de Cultura, Co-
municação, Artes e Ofícios – ECOA, Secretaria da Cultura e
do Turismo de Sobral e Secretaria da Casa Civil do Governo do
Estado do Ceará, vem reafirmar que temos um olhar oblíquo:
percebemos a importância do novo sem esquecer de reavivar
o já realizado.
Publicada anteriormente em 1974, a Cronologia estava
necessitando voltar à luz, tanto pela raridade em que havia se
constituído, após 40 anos de sua primeira edição, como por
seu próprio valor de instrumento de importância basilar para
a compreensão da nossa história, pelo registro exaustivo, qua-
se diário, dos acontecimentos ocorridos em nosso território,
de 1604 a 1950, nos permitindo melhor compreensão da nossa
evolução política, econômica, cultural e social.
Falar da importância do autor e da obra, pelo reconheci-
mento que já possui o ser humano, o padre, o educador, o reitor
e, no caso específico desta publicação, o importante historiador,
torna-se desnecessário. Pelo menos em Sobral e, acreditamos,
em todo universo intelectual do Ceará e em muitos rincões do
Brasil e do Mundo, aonde chegou a sua obra, basta dizer que o
autor é o Pe. Sadoc. Isso reafirma a qualidade da publicação e
justifica a sua reedição.
José Clodoveu de Arruda Coelho Neto
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 5

1911

25 de janeiro (4ª-feira) : Casamento de Francisco Plutarco


Rodrigues Lima, filho do Dr. Antonio Plutarco Rodrigues Lima
e Maria Nazaré Rodrigues Lima, com Francisca Araújo Plutarco
(Chiquita), filha de Antonio Nabuco de Araújo e Teresa da Frota
Araújo.
Deste matrimônio, houve:
1. Jose Maria Plutarco Lima, c.c. Ivone Araújo, filha de Iri-
neu Araújo e Maria Nazaré Nascimento, natural de Cascavel,
Ceará.
2. Antonio Plutarco Lima, casou-se duas vezes. A 1ª, com
Maria Luísa Oliveira Bino, filha de Augusto Oliveira Bino e Luísa
Oliveira Bino. A 2ª, com Rita de Sousa Lima, filha de Francisco
de Sousa Parente e Marieta Sousa.
3. Maria de Nazaré Plutarco Lima (Mariinha), faleceu inupta.
4. Rita Plutarco Lima, exímia pianista, c.c. José Ribamar
Vasconcelos, natural de Massapê, filho de José Carneiro Vas-
concelos e Maria Corsira Firmo Aguiar.
Estes quatro filhos nasceram em Sobral.
5. João Plutarco Lima, c.c. Maria Dolores Beviláqua, natu-
ral de Viçosa do Ceará, filha de Antonio Vieira e Maria das Dores
Beviláqua.
6. Maria do Socorro Lima (Litê), inupta.
7. Caetano Plutarco Lima, c.c. Maria Ivone de Araújo, pri-
ma, filha de Galdino Orlando de Araújo e Rita Albuquerque de
Araújo, a 20 de fevereiro de 1951, em Fortaleza.
8. Raimundo Nonato Plutarco Lima, c.c. Flávia Margarida
Sousa Lima, filha de Ezequiel Carlos de Sousa e Maria Venância
Lima, natural de Açu, RN.
6 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

9. Francisca Isabel Lima (Franci), c.c. Geraldo Pinheiro No-


gueira, filho de Alcides Nogueira e Francisca Pinheiro Nogueira,
em Fortaleza.
10. Maria do Livramento (Lili), c.c. Pedro Paulo da Silva,
natural de Parnaíba, PI, Filho de Ademar Gomes da Silva e Zilda
Lopes da Silva.
11. Joaquim Plutarco Lima, c.c. Laís Pereira Plutarco Lima,
filha de Nestor Colette Pereira e Vilma do Vale Pereira.

15 de março (4ª-feira) : Falece Raimundo Nonato de Brito,


primo legitimo do filósofo Farias Brito. Escreveu os seguintes
opúsculos publicados em tipografias de Sobral: “Ligeiras Notas
sobre o Povoado do Pão de Açúcar” (Hoje Missi, município de
Irauçuba), 1900; “Lira Sobralense”, versos, 1903; “Contos da
Ibiapaba”, 1904; “Biografia do Dr. Raimundo de Farias Brito”,
1905. Escrevia frequentemente na imprensa local.

16 de abril (Domingo) : Por iniciativa do Cap. Dr. Maximino


Barreto é fundado o “Tiro Sobralense Joaquim Ribeiro”, depois
chamado “Tiro Brasileiro de Sobral”. Foi seu primeiro Presiden-
te o Cel. João Barbosa de Paula Pessoa, secretário o jornalista
Craveiro Filho e tesoureiro o Sr. Júlio Coelho.

29 de abril (Sábado) : O Jornal “O Rebate” publica a pri-


meira colaboração de seu correspondente em Nova York, sob
o título de “Carta de New York”. São informações sobre a vida
social dos Estados Unidos

7 de maio (Domingo) : Toma posse a primeira diretoria da


“Phenix Sobralense”, sociedade recreativa e cultural, cujo pre-
sidente foi o Sr. Francisco Porfírio da Ponte.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 7

20 de maio (Sábado) : Casamento de José Pedro Soares,


filho de Rafael Arcanjo Soares e Maria José Soares, com Rai-
munda Parente Soares, filha de José Cândido Gomes Parente e
Cesarina Ferreira Gomes Parente.
Deste matrimônio, houve:
1. Dr. Gerardo Parente Soares, dentista e bacharel em Di-
reito, nascido a 11 de agosto de 1914, c.c. Maria Júlia Guima-
rães. Residente em Niterói, RJ.
2. José Cândido Parente Soares, nascido a 9 de junho de
1917, c.c. Raimunda Lígia Barreto, filha de Aquiles Barreto e Es-
ter Araújo Barreto, a 4 de outubro de 1942, em São Benedito.
3. Carlos Parente Soares, nascido a 19 de novembro de
1920, c.c. Maria Stela Ponte, filha de Edigar Ferreira da Ponte e
Margarida de Albuquerque Ponte, a 27 de maio de 1948.
4. Maria Neusa Soares Lopes, nascida a 13 de setembro de
1922, c.c. Humberto Mendonça Lopes, filho de Antonio Manuel
Lopes Cavalcante e Maria Petronília Mendonça, a 14 de novem-
bro de 1942. Faleceu a 2 de novembro de 1967.
5. Maria Zélia Soares, nascida a 14 de fevereiro de 1926,
c.c. Antonio de Oliveira Costa, filho de José de Oliveira Costa e
Joana da Silva Costa, natural de Maranguape, a 10 de novem-
bro de 1942. Faleceu a 26 de dezembro de 1944.
Obs : José Pedro Soares era dentista. Nasceu a 7 de agos-
to de 1880 a faleceu a 5 de agosto de 1946. Raimunda Parente
Soares nasceu a 24 de novembro de 1885 e faleceu a 21 de de-
zembro de 1969.

10 de junho (Sábado) : Recém-formado pela Faculdade de


Medicina do Rio de Janeiro, chega a Sobral o jovem médico Dr.
Rui Monte. Filho do Dr. João Francisco do Monte e Maria Ben-
vinda Coelho, nasceu a 21 de outubro de 1884.
8 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

21 de junho (4ª-feira) : Com o nome de “Tiro Brasileiro de


Sobral” foi oficialmente incorporado à Confederação do Tiro
Brasileiro do Rio de Janeiro, o Tiro de Sobral, fundado a 23 de
abril. A notícia da incorporação oficial foi celebrada com banda
de música e foguetes.
─ Falece, em Meruoca, o Major Galdino Angelim, pai do
Mons. Francisco Hildebrando Gomes Angelim.

6 de julho (5ª-feira) : É assassinado na Vila Floriano Peixo-


to, Acre, o Dr. Alexis Barbosa Morin, ex-promotor público em
Sobral, onde era bastante estimado. A notícia de sua morte
consternou a cidade.

11 de julho (3ª-feira) : Chega a Sobral, em visita aos seus


familiares, o Dr. João Lima Rodrigues, Juiz de Direto em Minas
Gerais. É filho do Cel. Francisco de Albuquerque Rodrigues e
Antonia Benedita Lima. Há 20 anos ausente da terra natal.

13 de julho (5ª-feira) : Falece, em Ipu, o Sr. André Busón,


vice-cônsul da Espanha em Sobral.

17 de julho (2ª-feira) : Falece em Fortaleza o jovem Rode-


rico Carvalho Rocha, 20 anos, estudante de medicina. Era filho
de Cassiano Mendes da Rocha.

22 de julho (Sábado) : A “Ferro-Carril Sobralense”, empre-


sa proprietária dos bondes puxados a burro, é criticada pela im-
prensa por motivo de excessiva majoração das tarifas.

29 de julho (Sábado) : No Teatro São João, estréia da


Companhia Dramática de Edmundo Silva, de Belém do Pará,
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 9

com a peça “João José”. A Companhia demorou-se três meses


na cidade. A Orquestra da empresa era dirigida pelo maestro
sobralense João Donizetti.
O Jornal “O Rebate” fez a crítica de arte de todos os dra-
mas apresentados sob o título de Teatro, através da peça de Vi-
cente Loiola que usava do pseudônimo “Clóvis”.

29 de julho (Sábado) : Casamento de Antonio João de Al-


buquerque, filho de Francisco Gomes de Albuquerque e Maria
Francisca de Andrade (Vol. 3, pág. 53, 24.set.1846), com Maria
da Conceição Vasconcelos, filha de João Tomás de Vasconcelos
e Maria da Graça de Jesus (Vol. 3, pág. 54, 24.set.1846).
Deste matrimônio, houve:
1. José Osmar Albuquerque, c.c. Áurea Aguiar Sousa, filha
de Joaquim José de Sousa e Maria Rosa Aguiar, a 19 de março
de 1936.
2. João Tomás Albuquerque, c.c. Dulce Caldas Sousa, filha
de Joaquim José de Sousa e Maria Rosa Caldas Sousa, natural
de Balsas, MA, a 30 de setembro de 1942.
3. Francisco Nelson Albuquerque, c.c. Rita Macedo Albu-
querque, filha de Francisco Bento Macedo e Francisca Leite
Mascarenhas, a 14 de maio de 1947, em Crateús.
4. Maria Nair Albuquerque, c.c. Luis Coelho de Vasconce-
los, filho de Francisco Sabino de Vasconcelos e Isabel Coelho
Vasconcelos, a 15 de outubro de 1935.
5. Maria Neusa Albuquerque, c.c. Antonio Felipe de Vas-
concelos, filho de Felipe Neri de Vasconcelos e Maria do Espíri-
to Santo Vasconcelos, a 7 de julho de 1936.
6. Maria Aureli Albuquerque (Nenem), c.c. Valdemar Eu-
des Lira, filho de José Lira e Cândida Lira, natural de Camocim,
a 31 de março de 1951.
10 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

7. Gerarda Albuquerque, c.c. Osvaldo Bôto, natural de


Tianguá.
8. Francinete Albuquerque, c.c. Raimundo Maria Pinto,
natural de Pacatuba.
9. Valda Albuquerque, c.c. Gerardo Menezes, a 2 de janeiro
de 1954.
10. e 11. Noeme e Maria, inuptas.

30 de julho (Domingo) : Casamento de Vicente Antenor


Ferreira Gomes, filho de José Ferreira Gomes e Maria Vitalina
Parente, com Francisca da Frota Menezes, filha de Josias Go-
mes de Menezes (Vol. 3, pág. 222, 1º.out.1870) e Arsênia Caroli-
na de Albuquerque.
Deste matrimônio, houve:
1. José Ferreira Gomes, nascido a 23 de abril de 1912, ca-
sou-se duas vezes. A 1ª, com sua prima, Carmosa Pimentel Go-
mes, filha de José Euclides Ferreira Gomes e Carmosina Pimen-
tel Ferreira Gomes, a 17 de setembro de 1938. A 2ª, com Maria
de Lourdes Sousa, filha de Expedito Sousa Ripardo e Maria da
Conceição Menezes, a 28 de abril de 1985.
2. General Josias Ferreira Gomes, nascido a 8 de fevereiro
de 1913, c.c. Lourdes Silva Gomes, filha de Osório de Sousa e Ma-
ria Silva Sousa. Foi Deputado Federal e Secretário de Estado.
3. Ivan de Icaraí Ferreira Gomes, nascido a 2 de outubro de
1918, casou-se duas vezes. A 1ª, com Yara Pimentel Gomes, fi-
lha do Dr. Raimundo Pimentel Gomes e Sílvia de Sousa Gomes,
a 6 de setembro de 1940. A 2ª, com Sônia Sousa.
4. Marion Ferreira Gomes, nascida a 31 de agosto de 1923,
c.c. José Moacir Vidal, filho de Francisco das Chagas Vidal e Ma-
ria Júlia Vasconcelos, a 18 de dezembro de 1943.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 11

5. Benedito Ferreira Gomes, nascido a 29 de .... de 1926,


c.c. Francisca Guimarães Morais, filha de Francisco Guimarães
Morais e Francisca Morais, a 10 de março de 1943.
6. Vicente Antenor Ferreira Gomes Filho (Nozinho), nasci-
do a 29 de setembro de 1927, c.c. Ana Ione Braga, filha de Fran-
cisco Braga Veras e Francisca Braga, natural de Itapipoca, a 17
de junho de 1950. Deputado estadual em várias legislaturas.
Obs: Vicente Antenor Ferreira Gomes, nasceu a 16 de de-
zembro de 1884. Foi Prefeito de Sobral de 1935 a 1944, faleceu
a 22 de março de 1965.

12 de agosto (Sábado) : O “Rebate” noticia o assassinato


do Dr. Alexis Barbosa Morin que fora Promotor de Justiça em
Sobral. Foi morto a bala na Vila de Floriano Peixoto, Acre, por
motivos políticos, no dia 6 de julho.

13 de agosto (Domingo) : Falece na Serra da Meruoca o


Major José Fernandes do Nascimento, casado com Lúcia Rodri-
gues Fernandes. É avô paterno do Pe. Francisco Eudes Fernan-
des.
19 de agosto (Sábado) : A imprensa local publica convite
para missa de 30º dia em sufrágio da alma do Capitão do Exér-
cito José Leandro Braga Cavalcante, falecido no Rio a 19 de ju-
lho. Nasceu em Sobral a 28 de fevereiro de 1861. Era irmão do
romancista Domingos Olímpio.

23 de agosto (4ª-feira) : Chega a Sobral o Dr. Grover G. Py-


les, inspetor do serviço e defesa agrícola do Estado. Sua missão
era promover o desenvolvimento da agricultura na região.

14 de setembro (5ª-feira) : Casamento de José Gondim


12 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

Lins, filho de Jesuíno Figueira de Albuquerque Lins e sua segun-


da mulher Maria Nazaré Gondim Lins, com Alzira Lopes Lins,
filha de Mariano Lopes Freire e Maria Cândida Lopes.
Deste matrimonio houve:
1. Antonio Lopes Lins, escritor, c.c. Maria José Lins, natural
da Paraíba. Reside em Campo Grande, Mato Grosso do Sul.
2. Sebastião Lopes Lins, c.c. Dalva Hardy Madeira, filha de
Adolfo Linhares Madeira e Isabel Hardy Madeira, a 21 de julho
de 1935.
3. João Lopes Lins, jornalista, c.c. Gerarda Alves de Farias,
filha de José Alves de Farias e Maria Cândida Alves, a 17 de julho
de 1938. Faleceu a 13 de outubro de 1965.
4. Francisco José Lopes Lins, c.c. Isa Lins.
5. Joaquim Lopes Lins, inupto.
6. Maria de Lourdes Lins, c.c. Otávio Torres, natural de Re-
riutaba.
7. Maria Teresa Lins, c.c. Antonio Eurico Vasconcelos, filho
de Josino Carlos Vasconcelos e Ana Maria Vasconcelos, a 1º de
junho de 1938.
8. Maria do Socorro Lins, c.c. Ribamar Ponte Machado.
9. Maria Nazaré Lins, inupta.
OBS: José Gondim Lins era maestro proprietário de uma
banda de música. Sobre a ascendência de seu pai, ver Vol. 3,
pág. 215, 22.jan.1870. Seu sogro, Mariano Lopes Freire, era fi-
lho único do 1º matrimônio de José Lopes Freire (Vol. 2, pág.
186, 14.abr.1828) e Mariana Maria da Conceição, realizado a 2
de fevereiro de 1867. Neto paterno de Otaviano Lopes Freire e
Delfina Francisca da Conceição. Neto materno de Inácio Perei-
ra Marques e Quitéria Marques dos Santos. José Lopes Freire
casou-se, em segundas núpcias, a 16 de fevereiro de 1868, com
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 13

Joaquina Maria da Conceição, sua cunhada, irmã da primeira


mulher, ambas as filhas de Inácio Pereira Marques e Quitéria.
Do matrimônio de Mariano Lopes Freire e Maria Cândida
Lopes, tenho conhecimento dos seguintes filhos:
1. Alzira Lopes, c.c. José Gondim Lins (acima).
2. Joana Ceci Lopes, c.c. Raimundo Teixeira Lopes, filho de Ce-
sário Lopes Freire e Vicência Teixeira Lopes, a 16 de julho de 1921.
3. Francisco das Chagas Lopes, c.c. Maria Otília da Concei-
ção, filha de Manuel Boto de Andrade e Maria Sacramento Car-
neiro, a 25 de julho de 1924.
4. Raimundo Edmundo Lopes, c.c. Inocência Rodrigues
dos Santos, filha de Estácio Rodrigues dos Santos e Ana Ferrei-
ra dos Santos, a 25 de junho de 1927.
5. Domingos Lopes Freire, c.c. Maria da Silva Ramos, fi-
lha de Teófilo da Silva Ramos e Maria Madalena Ramos, a 24 de
maio de 1924.

14 de setembro (5ª-feira) : Casamento de João Donizetti


Gondim, filho de Raimundo Donizetti Gondim e Ana Donizetti
Gondim, com Letícia Ben-miara, judia batizada no mesmo dia,
filha de Moisés Ben-miara e Raquel Ben-miara. Foram residir
em Manaus.

16 de setembro (Sábado) : Casamento de José Piragibe


Mendes, filho de Manuel Felizardo Pereira Mendes e Maria Cân-
dida Rocha, com Ana Aragão de Paula Pessoa, filha de João Bar-
bosa de Paula Pessoa e Francisca de Aragão de Paula Pessoa.
Deste matrimônio houve:
1. Cel. João Barbosa de Paula Pessoa Mendes, c.c. Isana Pi-
res, filha de Ismael Pires Chaves e Maria Chaves.
2. Cel. Manuel Felizardo P. Pessoa Mendes, c.c. Maria de
14 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

Sabóia Figueiredo, filha de Antonio Paula Pessoa Figueiredo e


Antonia Ernestina Sabóia Figueiredo, a 21 de novembro de 1940.
3. Maria Cândida Mendes Rangel, casou-se duas vezes. A
1ª, com José Godofredo Rangel, filho de Francisco Godofredo
Rangel e Elsa Franca, a 12 de outubro de 1933. A 2ª, com o Dr.
Marco Antonio Frota, em Fortaleza.
4. Neide Paula Pessoa Mendes, c.c. Heitor Esteves Nobre,
filho de Custódio Ferreira Nobre e Raimunda Esteves Nobre, a
29 de junho de 1941.
5. Yeda P. Pessoa Mendes.

20 de setembro (4ª-feira) : Casamento de Francisco Frota


Menezes, filho de Josias Ferreira de Menezes e Arsênia Carolina
de Albuquerque (Vol. 3, pág. 222, 1º.out.1860) com Maria Almé-
ria Parente, filha de José Cândido Gomes Parente e Cesarina
Ferreira Gomes Parente. (Vol. 3, pág. 270, 7.jul.1877).
Deste matrimônio houve:
1. General José Parente Frota, nascido a 24 de junho de
1912, c.c. Ruth Martins, em Vitória, ES.
2. Cel. Josias Parente Frota, nascido a 12 de dezembro de
1913, c.c. Eunice de Arruda Pinto, em Corumbá, MT.
3. Maria Celeste Parente Frota, c. c. Simão Barbosa de
Paula Pessoa, filho de João Barbosa de Paula Pessoa e Francis-
ca Aragão.
4. José Moacir Parente Frota, nascido a 3 de maio de 1920.

26 de dezembro (3ª-feira) : Nasce o Padre Francisco Li-


nhares, filho de José Prisco Linhares Lima e Maria Amália Al-
buquerque, que faleceu de parto. Ordenado sacerdote a 21 de
setembro de 1935. Foi vigário de Massapé. Morreu a 12 de se-
tembro de 1941.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 15

1912

1º de janeiro (2ª-feira) : Em solene cerimônia, é benta a


nova imagem de N. Sra. da Conceição, padroeira da matriz, que
o vigário Pe. Tupinambá da Frota mandou vir de Paris.

6 de janeiro (Sábado) : Repercutem na cidade os movi-


mentos políticos que tentam derrubar a oligarquia aciolina e
colocar no Governo do Estado o líder Franco Rabelo.

10 de janeiro (4ª-feira) : A “Pátria”, jornal governista de


Carlos Rocha, dá notícia sobre a chegada de novo material ti-
pográfico para suas oficinas que agora, podem rivalizar com as
melhores da capital.

11 de janeiro (5ª-feira): Casamento de Francisco das Cha-


gas Barreto, filho de Joaquim de Sousa Lima e Porcina Barreto
Lima, com Maria Cesarina Lopes, filha de Cesário Lopes Freire e
Vicência Teixeira Lopes.
Deste matrimônio houve:
1. General Luis Flamarion Barreto Lima, nascido a 19 de ou-
tubro de 1912, c. c. Neusa de Oliveira Lopes, filha de José Hercílio
Lopes e Maria de Oliveira Lopes, a 10 de novembro de 1934.
2. Margarida Barreto Lima, nascida a 13 de janeiro de 1914,
c. c. Antonio Amâncio Correia Lima, filho de José Amâncio Cor-
reia Lima e Maria Sousa Lima, a 19 de julho de 1934.
3. Coronel Luciano Tebano Barreto Lima, nascido a 11 de
agosto de 1918, c. c. Yolanda Poty Coelho Barreto.
4. Porcina Barreto Lima, nascida a 13 de março de 1919, c.
c. José Valeriano Dias de Carvalho, filho de José Peregrino Dias
de Carvalho e Francisca Dias de Carvalho, a 25 de março de 1942.
16 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

5. Cesário Barreto Lima, nascido a 6 de dezembro de 1920,


c. c. Tamar Pierre Barreto, filha de Francisco Cicero Pierre e
Adalgisa Vasconcelos Pierre, a 6 de dezembro de 1942. Foi De-
putado Federal e Prefeito de Sobral.
6. Maria Alice Barreto Lima; nascida a 31 de julho de 1922,
c. c. José Adonias Alves, filho de Bruno Alves da Costa e Ana Ma-
ria Alves a 25 de março de 1943.
7. Maria do Socorro Barreto Lima, nascida a 8 de maio de
1930, c. c. Francisco Moreira do Nascimento.
8. José Maximino Barreto Lima, professor nascido a 16 de
julho de 1932, c. c. Simone de Paula Pessoa, filha de Simão de
Paula Pessoa e Maria Celeste Frota, a 23 de março de 1957.

19 de janeiro (6ª-feira) : Comemorando seu segundo ani-


versário de fundação, o jornal “Pátria” circula em alentada edi-
ção da cidade.

23 de janeiro (3ª-feira) : Passeata popular em repúdio à


oligarquia dos Aciolis, percorre as ruas da cidade.

27 de janeiro (Sábado) : Os jornais “O Rebate” de Vicen-


te Loiola, oposicionista, e “Pátria” de Carlos Rocha, governista,
degladiam-se comentando os fatos políticos mais recentes en-
volvendo a disputa entre Nogueira Acioli e Franco Rabelo, pelo
poder do Governo do Estado.

30 de janeiro (3ª-feira) : Decorrem calmamente as elei-


ções para escolha dos Senadores e Deputados Federais cearen-
ses que irão compor o Congresso Nacional.

7 de fevereiro (4ª-feira ) : Foi encontrado insepulto o cada-


C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 17

ver de uma mulher desconhecida, abandonado nas proximida-


des da Fábrica de Tecidos. A imprensa comenta o fato e elogia
o vigário Pe. Tupinambá da Frota que está com a idéia de cons-
truir um asilo para os pobres desamparados. Da idéia do Asilo,
nasceu a iniciativa da construção da Santa Casa de Misericórdia.

10 de fevereiro (Sábado) : A imprensa local publica exten-


so necrológio do Barão do Rio Branco, falecido no Rio de Janei-
ro. Dias depois a Câmara Municipal dá o nome de Barão do Rio
Branco à Praça do Mercado, hoje denominada Praça Dr. José
Sabóia.

2 de março (Sábado) : O novo Intendente Municipal, Cel.


José Cândido Parente, inicia o trabalho de completa limpeza
das ruas da cidade.

18 de março (2ª-feira) : O professor Luis Felipe da Silva


inaugura uma aula noturna para os empregados no comércio,
impedidos de estudar durante o dia.

6 de abril (Sábado) : Intensifica-se na imprensa a campa-


nha em favor da candidatura de Franco Rabelo ao Governo do
Estado.

11 de abril (5ª-feira) : Eleições dos colégios eleitorais para


escolha do Presidente do Estado. Em Sobral, o resultado foi:
599 votos para Franco Rabelo e 246 para o General Bezerril.

5 de maio (Domingo) : Eleições da Câmara Municipal para


o quatriênio 1912 – 1916. Manuel Artur da Frota foi eleito Pre-
sidente.
18 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

12 de maio (Domingo) : Circula o primeiro número de “Ci-


nema Club”, órgão recreativo do Club dos Democratas. Relata
fatos sociais e programas de filmes cinematográficos.

29 de maio (4ª-feira) : Falece o Dr. Antonio Adolfo Coelho


de Arruda, em Fortaleza. Nasceu em Sobral a 28 de fevereiro de
1862. Magistrado e Professor. Filho do professor Vicente Ferrei-
ra de Arruda e Guilhermina Coelho de Arruda.
Casou-se, a 17 de abril de 1890, com Gervizina Pompeu de
Sousa Magalhães, filha de Tomás Pompeu de Sousa Magalhães
e Maria Cesarina Ferreira da Costa, de cujo matrimônio nasce-
ram:
1. Vicente Pompeu de Andrade, c. c. Orfila Pontes Arruda,
filha de Francisco de Lira Pontes e Isabel Magalhães Pontes, a 3
de outubro de 1936.
2. Adolfo Pompeu de Arruda, c. c. Maria Pompeu de Sa-
bóia Magalhães, filha de Cesário Pompeu de Sousa Magalhães
e Ambrosina Péqueso Magalhães.
3. Tomás Pompeu de Arruda, c. c. Ítala Melo de Arruda,
filha de José Gomes de Melo e Emília Sampaio Melo, a 30 de
julho de 1932.
4. José Pompeu de Arruda.
5 . Francisco Pompeu de Arruda.
6. Laura Pompeu de Arruda, c. c. José Ricardo de Sousa
Neves; filho de Ricardo de Sousa Neves e Ambrosina de Holan-
da Neves.
7, 8 e 9 : Carminda, Maria e Beatriz, inuptas.

2 de junho (Domingo) : Estréia do “Cine Hermosa”, com


grande assistência popular.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 19

10 de junho (2ª-feira) : Posse dos novos vereadores eleitos


a 9 de maio para o quadriênio 1912-1916.

11 de junho (3ª-feira) : O Cel. Francisco de Albuquerque


Rodrigues Filho, delegado de polícia local, foi apunhalado mor-
talmente por seu empregado Luis Domingos.

18 de junho (3ª-feira) : Falece o Cel. Francisco de Albu-


querque Rodrigues Filho, ferido mortalmente no dia 11. Era ca-
sado com Maria Jesuína de Albuquerque Rodrigues (Dona Mo-
cinha Rodrigues), diretora do Colégio Assunção. Nascera a 24
de dezembro de 1878. Sua morte consternou a cidade.

26 de junho (4ª-feira) : Procedente do Camocim, chega a


Sobral o bispo auxiliar do Ceará, Dom Manuel da Silva Gomes,
em visita pastoral a paróquia local. Foi recebido festivamente
na estação ferroviária, sendo saudado pelo Pe. Fortunato Alves
Linhares. Dom Manuel veio acompanhado dos frades Frei Cirilo
de Bergamo e Frei Germano de Cedrate e Secretariado pelo sa-
cerdote baiano Pe. Jacinto Fernandes Pereira. A comitiva epis-
copal passou uma semana na cidade.

30 de junho (Domingo): O boletim semanal “Cinema Club”


circula em edição especial em homenagem a Dom Manuel da
Silva Gomes, ora em visita oficial à cidade.

10 de julho (4ª-feira) : Decreto nº 9.657 aprova os estatu-


tos técnicos para a construção da estrada rodoviária entre For-
taleza e Sobral.

14 de julho (Domingo) : O Dr. Marcos Franco Rabelo as-


sume o Governo do Estado do Ceará, dando fim à oligarquia de
Nogueira Acioli.
20 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

25 de julho (5ª-feira) : Casamento de Francisco Carlos Fer-


reira Gomes, filho de Bernardino Ferreira Gomes (neto) e Maria
Cristina Vieira Cavalcante, com Argentina Ferreira Gomes, filha
de Antonio Firmo Ferreira Gomes e Cristina Ferreira Gomes.
Deste matrimônio nasceram:
1. Pedro Aurélio Ferreira Gomes, c. c. Margarida Maria Lo-
pes Freire, filha de Francisco Lopes Freire e Aurora Lopes Frei-
re, a 14 de novembro de 1952.
2. Humberto Ferreira Gomes, c. c. Maria de Jesus Gomes
Freire, filha de Salustiano Rodrigues Freire e Maria de Lourdes
Gomes Freire, a 6 de dezembro de 1952.
3. Antonio Ferreira Gomes, c. c. Mariinha Leite.
4. Francisco Carlos Ferreira Gomes Filho, professor, c. c.
Maria Helena Coelho, filha de José Gomes Coelho Neto (Vol. 4,
pág. 51, 28.mai.1887) e Laura Cavalcante Pontes.
5. José Ferreira Gomes, inupto.
6. Jorge Ferreira Gomes, inupto.
7. Helder Ferreira Gomes, inupto.
8. Luísa Ferreira Gomes, inupta.
9. Maria de Jesus Ferreira Gomes, inupta.
10. Maria Cândida Ferreira Gomes, inupta.
Bernardino Ferreira Gomes (neto), pai de Francisco Carlos,
era professor em Santana do Acaraú. Filho de João Bernardino
Ferreira Gomes e Ana Lopes de Araújo. Neto paterno de Ber-
nardino Ferreira Gomes (Vol. 2, pág. 87, 20.jan.1817) e Francisca
da Penha de São José. Neto materno de Alexandre Henrique de
Araújo e Zeferina Januária do Nascimento.
Maria Cristina Vieira, mãe de Francisco Carlos, é natural
de Pedra Banca (CE), filha de Joaquim Vieira Cavalcante e Maria
Angélica Cavalcante.
Francisco Carlos Ferreira Gomes é irmão do Mons. José
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 21

Gerardo Ferreira Gomes, culto sacerdote que foi diretor funda-


dor da Faculdade de Filosofia de Sobral e Cura da Sé sobralense.
─ No mesmo dia, faleceu Antônio Firmo Ferreira Gomes,
pai de Argentina Ferreira Gomes que casara há pouco tempo,
com Francisco Carlos Ferreira Gomes.
4 de agosto (Domingo) : Reiniciando suas atividades, o
Jockey Club Sobralense realiza animada tarde de corridas de
cavalo.

9 de agosto (6ª-feira) : Vítima de repentina pneumonia,


falece em Coreaú o Pe. Jacinto Fernandes Pereira, jovem sacer-
dote baiano, 30 anos, ordenado há apenas dois anos, secretá-
rio de Dom Manuel da Silva Gomes. Seu corpo foi sepultado na
Matriz de Coreaú, onde o bispo Dom Manuel estava em visita
pastoral. De Sobral seguiu o médico Dr. Rui Monte que nada
pode fazer para lhe salvar a vida.

25 de agosto (Domingo) : O vigário Padre Tupinambá da


Frota, em solene missa campal, benze a pedra fundamental da
Santa casa de Misericórdia.

31 de agosto (Sábado) : Antônio Ipyrajá abre moderno


atelier de fotografia e pintura. Foi o primeiro fotógrafo comer-
cial da cidade.

1º de setembro (Domingo) : Falece o Cel. José Inácio Alves


Parente, líder político da facção de Nogueira Acióli. Nasceu a 14
de outubro de 1846. (Vol. 3, pág. 252, 22.abr.1875).

Foi fundador e proprietário dos Jornais “Itacolomi” e “Cor-


reio de Sobral”.
22 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

3 de setembro (3ª-feira) : Na fazenda Tamanduá, falece o


ancião João Alves Pereira, 86 anos, (Vol. 2, pág. 75, 24.mai.1814).
Era avô materno do jornalista Vicente Loiola.

10 de setembro (2ª-feira) : Chega a Sobral Dom Manuel da


Silva Gomes que continua na região em visita pastoral. No mes-
mo dia seguiu para a Serra da Meruoca. Em Sobral teve conhe-
cimento da renúncia de Dom Joaquim José Vieira do bispado do
Ceará e de sua nomeação papal para substituí-lo.

28 de setembro (Sábado) : “O Rebelde” dá notícia da no-


meação do Cel. João Barbosa de Paula Pessoa para a função de
Promotor de Justiça de Sobral. No mesmo dia, chega a Sobral
o engenheiro Dr. José Gomes parente, encarregado da constru-
ção do açude Tucunduba.

9 de outubro (4ª-feira) : Falece Dona Francisca Cândida


Carneiro, esposa do Major João Adeodato Ferreira (Vol. 3, pág.
116, 18.jan.1854), aos 77 anos.

19 de outubro (5ª-feira) : Na capela do Menino Deus, casa-


mento de meu pai Galdino Orlando de Araújo, filho de Antonio
Nabuco de Araújo e Teresa de Jesus Frota, com Rita Albuquer-
que de Araújo, filha de Bruno Ferreira de Albuquerque e Amália
Amélia Albuquerque.
Deste matrimônio houve:
1. José Edno, faleceu em tenra idade.
2. José Edvandro de Araújo, nascido a 15 de outubro de
1915, c. c. Otacília Cavalcante Araújo, filha de Antonio Ricardo
Cavalcante e Manuela Jordelina de Melo, em Crateús, a 16 de
fevereiro de 1937.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 23

3. José Osmany de Araújo, nascido a 12 de agosto de 1917,


c. c. sua prima Teresa Viana Araújo, filha de Belarmino de Sousa
Viana e Maria Clície de Araújo, a 11 de janeiro de 1941, em Nite-
rói, onde ainda hoje reside.
4. Maria Dolores de Araújo, funcionária pública estadual,
em Fortaleza. Inupta.
5. Maria Zeneida de Araújo, funcionária da Câmara Munici-
pal de Fortaleza. Inupta.
6. Maria Mirtes de Araújo, inupta.
7. Maria Ivone de Araújo, c. c. seu primo Caetano Plutarco
Lima, filho de Francisco Plutarco Rodrigues Lima e Francisca
Araújo Plutarco, a 20 de janeiro de 1952, em Fortaleza onde
reside.
8. José Evaldo Araújo, nascido a 9 de agosto de 1929, c. c.
Noeldina Lima de Araújo, natural da Bahia, a 27 de setembro de
1957, no Rio de Janeiro, onde reside.
9. Pe. Francisco Sadoc de Araújo, nascido a 17 de dezem-
bro de 1931. Ordenado sacerdote em Roma a 25 de fevereiro
de 1956. Reitor fundador da Universidade Vale do Acaraú, de
Sobral. É membro do Conselho de Educação do Ceará e sócio
da Academia Cearense de Letras.
Obs: Meu pai, Galdino Orlando de Araújo, era músico,
compositor e exímio pianista. Nasceu em Sobral a 13 de novem-
bro de 1887 e faleceu a 7 de novembro de 1957.
Minha mãe, Ritinha, nasceu em Sobral a 18 de fevereiro de
1896 e faleceu em Fortaleza a 15 de abril de 1985.

19 de outubro (5ª-feira) : Casamento de Clóvis Montalver-


ne, filho de Antonio Montalverne e Maria Elisa Bessa Montal-
verne, com Suzete Adeodato, filha de Vicente Adeodato Car-
neiro e Francisca Nogueira Adeodato.
24 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

Deste matrimônio houve:


1. General Antonio Adeodato Montalverne, nascido a 24
de outubro de 1916, c. c. Yara Montalverne. É engenheiro mili-
tar e reside no Recife.
2. Raimundo Adeodato Montalverne, casou-se no Rio de
Janeiro, onde faleceu.
Obs: Clóvis Montalverne foi secretário da Câmara Munici-
pal de Sobral durante vários anos.

24 de outubro (3ª-feira) : A Câmara Municipal sob a presi-


dência do cidadão Manuel Artur da Frota, autoriza o Intendente
Municipal a contratar um engenheiro para projetar a planta do
perímetro urbano da cidade.

22 de novembro (6ª-feira) : Casamento de Ataliba Daltro


Barreto, filho de Aristides de Melo Barreto e Rita Ferreira da
Costa, com Manuela Barreto Lima, filha de Joaquim de Sousa
Lima e Porcina Lima.
Deste matrimônio nasceram:
1. Dr. José Daltro Barreto, magistrado, c. c. Araci Liberato
de Carvalho; filha de Joaquim Liberato de Carvalho e Ana Caro-
lina Liberato de Carvalho, a 15 de dezembro de 1945.
2. Aristides Daltro Barreto, c. c. Maria Cândida do Nasci-
mento, natural de Pacujá.
3. Cel. Francisco de Assis Daltro Barreto, c. c. Adelaide Fle-
xa Barreto, filha do Dr. Arsênio da Cruz Flexa e Diva Brígido Fle-
xa, em Fortaleza.
4. Ataliba Daltro Barreto Filho, inupto.
5. Eliete Daltro Barreto, c. c. Dr. Wilson Dias de Carvalho,
filho de Manuel Dias de Carvalho e Maria Rodrigues Dias, a 15
de abril de 1944.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 25

6. Maria Daltro Barreto, c. c. João Calixto Alves, filho de


João Evangelista Alves e Maria José Pedrosa, a 18 de setembro
de 1941.
7. Dirce Daltro Barreto, professora, inupta.
8. Porcina Daltro Barreto, funcionária pública, inupta.
9,10 e 11. Haydée, Rita e Flaubert que faleceram em tenra
idade.
Obs: Ataliba Daltro Barreto, advogado provisionado foi
Prefeito de Sobral. Nasceu a 20 de novembro de 1890 e faleceu
a 16 de março de 1978. Manuela Barreto Lima, nasceu a 21 de
maio de 1892 e faleceu a 1º de agosto de 1984.

23 de novembro (Sábado) : 1º casamento de Amadeu Al-


meida Monte, filho do Dr. João Júlio de Almeida Monte e Rai-
munda Olga Rocha Monte, com Maria Nogueira Adeodato, filha
de Vicente Adeodato Carneiro e Francisca Nogueira Adeodato.
Deste matrimônio nasceram:
1. Humberto Adeodato Monte.
2. e 3. Maria e Amélia, gêmeas que faleceram em tenra
idade.
Amadeu de Almeida Monte casou-se, em segundas núp-
cias, com Judilita Borges Monte, filha de Joaquim da Silveira
Borges e Maria Quitéria Furtado de Mendonça, e deste matri-
mônio nasceu:
1. José Borges de Almeida Monte, c. c. Maria do Socorro
Ximenes Monte, filha de Raimundo Atibones Ximenes e Fran-
cisca Expedita Torres Ximenes, a 3 de dezembro de 1961.

1º de dezembro (Domingo) : Realizam-se eleições para


deputados à Assembléia Legislativa do Estado. No colégio elei-
toral de Sobral, ocorreram normalmente.
26 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

1913

1º de janeiro (4ª – feira) : O Jornal “O Rebate” comenta


a dificuldade da constituição do patrimônio para a criação da
Diocese do Cariri que o Pe. Cícero deseja sediar em Juazeiro e
as divergências com a população do Crato que a deseja sediada
ali. Em face desse impasse, a conferência dos Bispos, no Recife
aventou a idéia de sediar uma diocese em Sobral para servir ao
interior cearense.

16 de janeiro (Domingo) : É inaugurada a biblioteca do


Club dos Democratas.

31 de janeiro (6ª-feira) : Realiza-se no Teatro São João o


primeiro grande festival de concerto em beneficio da constru-
ção do Asilo de Mendicidade (Santa Casa), obra do vigário Pe.
Tupinambá da Frota.

4 de fevereiro (3ª-feira) : Têm início os trabalhos de cons-


trução da estrada de rodagem entre Sobral e Meruoca, sob a
responsabilidade da IFOCS.

1º de março (Sábado): Inauguração da escola primária do


“Gabinete de Leitura Sobralense”.

25 de março (3ª-feira) : Falece a senhora Francisca Teresa


de Jesus, 86 anos, viúva de Luis de França Melo e mãe do Pe.
Manuel de França Melo. Nascera no Maranhão a 9 de março de
1827 (Vol. 3. Pág. 49, 25.abr.1846).

24 de maio (Sábado) : No bairro das Pedrinhas, por oca-


sião de uma festa de casamento na residência de Manuel Joa-
quim e Sousa, pai da noiva, houve violenta luta entre popula-
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 27

res e soldados da polícia, resultando na morte de João Felix de


Sousa e quatro feridos. O fato repercutiu na cidade e foi muito
comentado pela imprensa local.

31 de maio (Sábado) : 2º casamento de Vicente Gomes Pa-


rente (Pipiu), filho de Vicente Inácio Gomes Parente e Maria do
Carmo Parente (Vol. 2, pág. 231, 7.nov.1832), com Débora Ibia-
pina, filha do Dr. Antonio Ibiapina e Maria do Carmo Ibiapina.
Deste matrimônio houve:
1. Maria Ibiapina Parente. Faleceu criança.
2. Dr. José Lister Ibiapina Parente, agrônomo, inupto.
3. José Edmar Ibiapina Parente, c. c. Raimunda Sousa Pa-
rente, filha de Francisco Sousa Parente e Maria Marieta Sousa,
a 3 de setembro de 1947.
4. Antonio Ibiapina Parente, c. c. Alice Juaçaba Parente,
filha de Inácio Gomes Parente e Corina Juaçaba Parente, em
Fortaleza.
5. Paulo Ibiapina Parente.
6. Dr. Epitácio Ibiapina Parente, médico e oficial da Aero-
náutica, c. c. Margarida Gomes Melo, filha de Francisco Ferreira
de Melo e Anita Ferreira Gomes.
7. Maria do Carmo Ibiapina Parente, c. c. Gontran Coelho
Pinho.
Obs: Vicente Gomes Parente (Pipiu) casou-se, em primei-
ras núpcias com Olga Soares e Silva, filha de Gaudêncio Soares
e Silva e de Ana Coimbra Soares, e deste primeiro matrimônio
houve o filho único Adrovando Gomes Parente; comerciante no
Rio de Janeiro.

15 de junho (Domingo) : São inauguradas o reboco exter-


no e as calçadas laterais do Teatro São João.
28 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

19 de junho (5ª-feira) : Casamento de Henrique Lopes


Freire, filho de Antonio Lopes Freire e sua segunda mulher
Constança Rodrigues Lima (Vol. 3, pág. 114, 8.jan.1854), com
Galdina Rosali de Vasconcelos, filha de Francisco Gomes de
Vasconcelos Júnior e Joana de Barros Vasconcelos.
Deste matrimônio houve:
1. Raimundo Vasconcelos Lopes, c. c. Violeta Assis Rodri-
gues, filha de Godofredo Lima Rodrigues e Guiomar de Assis
Rodrigues, a 20 de outubro de 1940.
2. Raimunda Lopes, c. c. Raimundo Machado de Araújo,
filho de Francisco Machado de Araújo e Maria dos Anjos Araújo,
a 26 de março de 1939.

30 de junho (2ª-feira) : Falece Agenora Ferreira Gomes


Frota, 21 anos, mulher do Dr. Joaquim Ribeiro da Frota que, por
sua vez, faleceu a 31 de dezembro de 1915. Deixaram dois filhos
que foram médicos: Dr. João Gomes Ribeiro da Frota e Dr. Age-
nor Gomes Rodrigues da Frota (Vol. 4, pág. 260, 29.jan.1910).

5 de julho (Sábado) : Casamento de João Horácio Carnei-


ro da Frota, filho de Lúcio Carneiro da Costa e Maria do Carmo
Frota, com Maria Geni Modesto Mendes, filha de João Modesto
Pereira Mendes e Maria José de Xerez.
Deste matrimônio nasceram:
1. Maria do Carmo Mendes Frota, nascida a 3 de julho de
1914, c. c. o Dr. Hermes Carleial, poeta, natural de Barbalha, fi-
lho de José Bernardino Carvalho Leite e Antônia Alves Leite, a
23 de dezembro de 1933. Faleceu a 6 de julho de 1954.
2. João Horácio Filho; nascido a 3 de agosto de 1915.
3. Dr. Lúcio Mendes Frota, médico, nascido a 24 de novem-
bro de 1916, c. c. Geralda Carneiro, a 8 de dezembro de 1951.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 29

4. Francisco Mendes Frota; faleceu em tenta idade.

15 de agosto (6ª-feira) : Circula o primeiro número do jor-


nalzinho humorístico “Merci Beaucoup”.

26 de agosto (3ª-feira) : Falece o Cel. Domingos José de


Sabóia e Silva (Vol. 4, pág. 153, 27.nov.1897).

20 de setembro (Sábado) : Casamento de Juliano de Araú-


jo Leite, filho do português Serafim Leite da Silva e Ana Amélia
de Araújo Leite, com Maria Benvinda de Almeida Pimente, filha
de João Frederico Ferreira Pimentel e Maria Benvinda de Almei-
da Monte.
Deste matrimônio houve:
1. Miguel Rodolfo Pimentel Leite, c. c. Maria José Rodri-
gues Lima.
2. Francisco José Pimentel Leite.
3. João Frederico Pimentel Leite, falecido aos 15 anos de
idade.
4. Maria Amélia Pimentel Leite, c. c. Vicente Catunda de
Sousa, filho de Joaquim Mariano de Sousa e Francisca da Glória
Catunda.
5. Ana Pimentel Leite, falecida com seis meses.
Juliano de Araújo Leite nasceu a 14 de agosto de 1876 e
faleceu a 23 de junho de 1944. Foi procurador da Santa Casa de
Misericórdia durante muitos anos. Seu pai Serafim da Silva Lei-
te, natural do Porto, casou-se a 27 de novembro de 1875, com
Ana Amélia de Araújo, filha de Joaquim Casemiro de Araújo e
Ana Rita Neta (Vol. 3, pág. 56, 5.jan.1847).
Juliano teve duas irmãs: Ana Amélia e Maria Liná.
30 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

9 de outubro ( 5ª-feira) : Após a apresentação do “Circo


Valparaíso” ora na cidade, o Sr. Joaquim Sousa entra em desen-
tendimento com o Cabo Mesquita, da polícia local que, em tro-
ca de tiros de revólver, sai gravemente ferido.

15 de novembro (Sábado) : Casamento de José de Lira


Pessoa, filho de Galdino de Lira Pessoa e Isabel Maria Aguiar,
com Jacy Mendes Lira, filha de Raimundo Nonato de Vasconce-
los e Maria José Mendes Vasconcelos.
Deste matrimônio nasceram:
1. Maria Geralda Mendes Lira, nascida a 25 de agosto de
1914, c. c. Sátiro Rodrigues da Costa, filho de José Rodrigues da
Costa e Cândida Cavalcante Costa, a 19 de fevereiro de 1941.
Ela e o marido eram cegos. Já falecidos.
2. Francisco, nascido a 19 de abril de 1915, faleceu com 4
anos.
3. Maria Mendes Lira, nascida a 2 de fevereiro de 1918, c. c.
João Conrado Ribeiro da Ponte, filho de Vicente Gomes da Pon-
te e Ceci Ribeiro da Ponte, a 14 de outubro de 1941.
4. Cel. José Mendes Lira, nascido a 6 de agosto de 1920, c.
c. Lélia Terezinha da Costa Lira, no Rio de Janeiro. Militar. Foi
presidente nacional da Conferência de São Vicente de Paulo e
fundou em Sobral a Casa do Bom Samaritano. Falecido.
5. Galdino, nascido a 14 de agosto de 1921, faleceu com 4
anos.
6. Raimundo Mendes Lira, nascido a 3 de setembro de
1923, c. c. sua prima Valquíria Mendes Aguiar, filha de Napoleão
Neri Aguiar e Islái Mendes Aguiar, a 24 de dezembro de 1949.
7. Pe. João Mendes Lira, nascido a 23 de janeiro de 1925.
Foi ordenado sacerdote a 28 de outubro de 1951. Professor e
escritor.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 31

8. Eneida, nascida a 21 de junho de 1926, faleceu com um


ano e 4 meses.
9 Francisca Mendes Lira, nascida a 3 de fevereiro de 1928,
c. c. Edésio Mendes Frota, filho de Francisco Frota Júnior e Ma-
ria Gerviz Mendes, a 4 de outubro de 1949.
10. Maurício, nascido a 18 de outubro de 1931, faleceu com
nove meses.
11. José Maria Lira, nascido a 29 de agosto de 1933. Inupto.

9 de dezembro (3ª-feira ) : Rebenta em Juazeiro do Nor-


te uma rebelião armada contra o Presidente do Estado, Franco
Rabelo, sob a chefia do Dr. Floro Bartolomeu e o apoio do Pa-
dre Cicero. O fato é bastante comemorado na imprensa local. A
rebelião começa a se alastrar pelo estado e só terminou com a
deposição de Franco Rabelo a 15 de março de 1914.

1914

31 de janeiro (Sábado) : Casamento de Montano Albuquer-


que, filho de Bruno Ferreira e Albuquerque, filho de Bruno Ferrei-
ra de Albuquerque e Amália Amélia de Albuquerque, com Olin-
dina Xerez, filha do Dr. José de Xerez e Olindina Parente Xerez.
Deste matrimônio houve:
1. José Edmilson Xerez Albuquerque, c. c. Elita Mota Albu-
querque, no Rio de Janeiro.
2. Francisco Mauro Xerez Albuquerque, c. c. Maria do Car-
mo Guedes, em Fortaleza.
3. Amauri Xerez Albuquerque, c. c. Mirtes Sales Albuquer-
que, filha de Luis Sales e Gisela Baima Sales, a 8 de dezembro
de 1951, em Fortaleza.
32 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

4. José Aurélio Xerez, c. c. Carmelita Brunet Albuquerque,


no Ipu.
5. Eliete Xerez Albuquerque, professora, c. c. João de Melo
Carvalho, em Fortaleza.
6. Arimá Xerez Albuquerque, que foi religiosa missionária
em São José dos Campos, SP. Faleceu em Campinas.
Obs: Montano Albuquerque, meu tio materno, nasceu em
Sobral a 24 de janeiro de 1892 e faleceu a 1º de novembro de
1936. Olindina Xerez nasceu em Sobral a 30 de maio de 1896 e
faleceu em Fortaleza, a 12 de outubro de 1982.

14 de fevereiro (Sábado) : Casamento de José Modesto


Ferreira Gomes, filho de João Ferreira Gomes e sua segunda
mulher Francisca Ferreira Gomes (Vol. 2 pág. 305, 8.set.1839),
com Maria Dolores Mendes, filha de Manuel Felizardo Pereira
Mendes e sua segunda mulher Maria José Lopes.
Deste matrimônio houve:
1. Maria Oneide Ferreira Gomes, que foi religiosa das Fi-
lhas da Caridade.
2. José Wellington, que faleceu afogado quando ainda
criança.
3. Maria Zilma Ferreira Gomes, c. c. Amauri Amora Câma-
ra, natural de Fortaleza.
4. Dr. José Nilson Ferreira Gomes, médico, c. c. Maria Vil-
ma Carneiro Araújo, filha de Francisco Lopes de Araújo e Teresa
Idelzuite Carneiro, a 29 de julho de 1950.
5. Dr. José Felizardo Ferreira Gomes, médico, c. c. Tereza
Maria Mendes Frota, filha de Francisco Potiguara Frota e Fran-
cisca Aragão Mendes Frota, a 8 de dezembro de 1952. Teresa
Maria casou-se, em segundas núpcias, com André Haguette,
em Fortaleza.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 33

6. Maria Zélia Ferreira Gomes, c. c. Nildon Ferreira da Sil-


va, natural de Quixadá.

21 de fevereiro (Sábado) : Casamento de Manuel Francis-


co Viana, filho de José Lourenço Viana e Rosa Cândida Caval-
cante, com Alzira Parente Viana, filha de Vicente Inácio Gomes
Parente e Maria do Carmo Parente (Vol. 2, pág. 231, 7.nov.1832).
Deste matrimônio houve:
1. José Maria Parente Viana, c. c. Maria de Lourdes Mar-
ques.
2. Maria Alzira Viana, c. c. Ecmar Demétrio, filho de João
Batista Demétrio e Maria Odete Aguiar, a 7 de julho de 1941.
3. Rui Parente Viana, casou-se duas vezes. A 1ª, com Ana
Evangelina Pessoa dos Santos, filha de Segismundo Rodrigues
dos Santos e Maria Paula Pessoa dos Santos, a 8 de dezembro
de 1946. A 2ª, com Eliete Fajá Viana.
4. Francisco Parente Viana, c. c. Maria Melo Viana.

22 de fevereiro (Domingo) : Em Miguel Calmon é morto,


em combate, o Capitão J. da Penha, comandante das forças ra-
belistas. A imprensa rabelista local, “O Rebate” principalmente,
enaltece a valentia de seu correligionário.

9 de março (2ª-feira) : É decretado o estado de sítio no Ce-


ará por motivo do clima de rebelião contra o governo de Franco
Rabelo.

22 de março (Domingo) : Os muros da cidade amanhecem


cheios de cartazes rabelistas que os conservadores arrancam
com violência. A tensão política é alta na população.
34 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

1º de abril (4ª-feira) : O Jornal “Pátria” de Carlos Rocha,


conservador, recomeça a circular depois de cinco meses de in-
terrupção por ordem judicial.

15 de abril (4ª-feira) : Falece o Major José Bonifácio de Oli-


veira Gondim, casado com Maria Carolina da Silva (Vol. 2, pág.
233, 1º.dez.1832). Nasceu a 14 de março de 1635.

23 de abril ( 5ª-feira) : Falece Antonia Benedita de Araújo


Lima, 71 anos, casada com Francisco de Albuquerque Rodrigues
(Vol. 3, pág. 197, 5.jan.1867).

1º de maio (6ª-feira) : Circula o primeiro número do com-


bativo Jornal “A Lucta”, sob a direção de Deolindo Barreto que,
dez anos após seria assassinado. Tinha como lemas: “Conte-se
o caso, como o caso foi: o cão é cão e o boi é boi”. E mais: “Diga-
-se a verdade na terra, embora desabem os céus”.

3 de maio (Domingo): É inaugurado o primeiro campo de


futebol da cidade, na praça Rodrigues Júnior, hoje praça do Me-
nino Deus. Foi preparado pelo “Club Sportivo Sobralense”, pre-
sidido pelo jovem Samuel Gomes da Ponte, com duas equipes:
“Sobral Foot-ball” e “Sulamericano”. O primeiro jogo, nesse
dia, teve o extravagante resultado de 23 x 20 a favor do Sobral.
Cada equipe, segundo a imprensa que noticiou o fato, era
composta de nove jogadores: 1 gol-quíper (sic), 2 beques, 2
hal-beques e 4 centros. Quinze dias depois, já estavam orga-
nizadas quatro equipes de onze jogadores: “Sobral Foot ball”,
“Sulamericano”, “Ipiranga” e “Guarani”, todas filiadas ao “Club
Sportivo”. Havia ainda o “Yankee Sport Club” que não se filiou.
Foi também construído outro campo na Praça da Meruoca. Os
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 35

jogos aconteciam a cada domingo e a imprensa dá amplo des-


taque às partidas. Quando os times foram organizados com
onze jogadores, os gols diminuíram sucessivamente. Assim
começou a história do futebol sobralense. O Jornal “A Lucta”
publicou os estatutos do “Club Sportivo”.

10 de maio (Domingo) : Nesse dia foram inaugurados a


Biblioteca do “Grêmio Recreativo Sobralense” e o “Café Java”
de Agripino Sousa.

14 de maio (5ª-feira) : Casamento do Dr. José Carlos de Sa-


bóia Magalhães, filho de João Pompeu de Sousa Magalhães e Ja-
cinta de Sabóia Magalhães, com Maria Odete Pompeu da Silva,
filha de Antonio Leopoldo da Silva e Geracina Pompeu da Silva.
Deste matrimônio houve:
1. Antonio Carlos da Silva Magalhães, c. c. Lina Frota, filha
de João Lino da Frota e Maria da Conceição Frota, a 31 de de-
zembro de 1949.
2. Dr. George Pompeu da Silva Magalhães, dentista, c. c.
Francisca Zilmar Rangel, filha de Raimundo Osvaldo Rangel e
Rosalina Cavalcante, a 21 de outubro de 1951.
3. Dr. Jones Pompeu da Silva Magalhães, agrônomo, c.
c. Margarida Guimarães Feijão, filha de João Vicente Feijão e
Evangelina Guimarães Feijão, a 8 de dezembro de 1944.
4. Abelardo Pompeu da Silva Magalhães, c. c. Laís Jucá
Pompeu, em Fortaleza.
5, 6 e 7: Geracina, Jacinta e Mary Pompeu da Silva Maga-
lhães, inuptas.
Obs: Antonio Leopoldo da Silva foi chefe do Telégrafo Na-
cional em Sobral. Era filho de Severiano José da Silva e Maria
Francisca de Aguiar. Casou-se duas vezes. A 1ª, com Geracina
36 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

Pompeu da Silva, filha de Tomás Pompeu de Sousa Magalhães


e Maria Cesarina Pompeu Magalhães. A 2ª, a 7 de setembro de
1895, com Alice Pompeu da Silva, irmã da primeira mulher.
Severiano José da Silva era filho de Antonio Benvindo da
Silva e Ana Benvinda da Silva e se casou, a 19 de dezembro de
1868, com Maria Francisca Aguiar, filha de Antonio José Pe-
reira de Aguiar e Rosa Maria do Nascimento (Vol. 2, pág. 238,
28.mai.1833).
Antonio Leopoldo da Silva era irmão do professor Luis Fe-
lipe da Silva, de Rosa da Silva Aguiar casada com Luis Antonio
de Aguiar (Vol. 3. Pág. 192, 1º.set.1866) e de José Quirino da Sil-
va, casado com Maria Luísa Parente, filha de Esmerino Gomes
Parente e Alice Parente.

15 de maio (6ª-feira) : Eleições para Presidente do Ceará.


Em Sobral, como no Estado, vence Liberato Barroso.
29 de maio (6ª-feira) : No Jornal “A Lucta” aparece anún-
cio do médico Dr. João Bezerra que monta consultório de “es-
pecialista em febre e doenças internas”.

13 de junho (Domingo) : Circula o primeiro número do Jor-


nalzinho “O Mignon”, quinzenário destinado às crianças, sob a
direção de Craveiro Filho. É o primeiro jornal infantil do Estado.

8 de julho (4ª-feira) : É fundada a “Auxiliadora Mútua So-


bralense”, agência de seguros.

28 de julho (2ª-feira) : Atentado de Seraievo, dando ori-


gem à 1ª Grande Guerra (1914-1918). A imprensa local acompa-
nha os fatos.

21 de agosto (6ª-feira) : Falece o Papa Pio X. A imprensa


C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 37

local dedica-lhe edição especial.

3 de setembro (5ª-feira) : O Papa Bento XV assume o pon-


tificado romano com grande júbilo na cidade que espera a cria-
ção da Diocese de Sobral.

11 de outubro (Domingo) : Primeiro jogo de futebol do re-


cém-criado “Guarany Sport Club” que venceu o “Ipiranga” por
2x1 no campo da Praça da Meruoca.

18 de outubro (Domingo) : Datada de Santana do Acaraú


o Pe. José Arimatéia Silva escreve nota à imprensa comunican-
do as razões de seu afastamento da vida clerical e do catolicis-
mo. A nota, publicada na integra no jornal “Pátria”, edição de
18 de novembro, provocou uma onda de comentários desfavo-
ráveis. Pe. Arimatéia foi residir em São Luis do Maranhão, onde
exerceu o magistério.

8 de novembro (Domingo) : Da Bahia, o arcebispo Dom


Jerônimo Tomé da Silva escreve à imprensa local comunicando
que Sobral será sede de um Bispado e que o Pe. Filomeno do
Monte Coelho vem a Sobral com a missão de organizar o patri-
mônio da nova diocese.

5 de dezembro (Sábado) : Chega a Sobral o capuchinho


Frei Marcelino de Milão, conhecido orador sacro, que veio pre-
parar espiritualmente a população para receber a criação da
Diocese.

22 de dezembro (3ª-feira) : Dom Manuel da Silva Gomes,


Bispo do Ceará, dirige Carta Circular às paróquias anunciando a
próxima criação da Diocese de Sobral.
38 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

1915

13 de janeiro (4ª-feira) : Chega a Sobral o Mons. Filome-


no do Monte Coelho com a missão de preparar o patrimônio
da Diocese de Sobral, em preparação. Percorreu todas as paró-
quias no bispado em organização. Prepara também a fundação
de um “Colégio Jesuíta” a ser entregue aos padres da Compa-
nhia de Jesus.

19 de janeiro (3ª-feira) : 2º casamento de Francisco Ilde-


fonso Carneiro, viúvo de Gerviz Mendes Vasconcelos e filho
de Ildefonso Carneiro da Costa e Maria Eulália da Ponte, com
Francisca Frota Vasconcelos, filha de .............. e Antonia Freire
Vasconcelos (sic).
Deste matrimônio houve:
1. Antonio Egberto Frota Carneiro, nascido a 2 de fevereiro
de 1916, c. c. Maria Alba Frota, filha de Manuel Francisco das
Chagas e Maria Julieta das Chagas, a 15 de outubro de 1938. Fa-
leceu a 8 de agosto de 1982.
2. Maria Rosalba Frota Carneiro, nascida a 26 de abril de
1917, c. c. Raimundo Augusto Soares, filho de Antonio Vilar So-
ares e Maria Augusta da Silva, a 14 de outubro de 1943.
3. Lúcia Frota Carneiro, c. c. Arão Moisés Aguiar, filho de
Manoel Davi Aguiar e Carmina Gregorina Portela, a 14 de outu-
bro de 1943.
4. João Frota Carneiro, faleceu criança.
5. José Edmilson Frota Carneiro, nascido a 29 de maio de
1921, casou-se duas vezes. A 1ª, com Raimunda Félix Camilo, fi-
lha de Francisco Félix Camilo e Rosa Craveiro Camilo, em Marti-
nópole. A 2ª, com Franci Félix Camilo, irmã da primeira mulher.
6. Raimunda Frota Carneiro, nascida a 21 de agosto de
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 39

1923, c. c. Eliseu Augusto Cavalcante, filho de Enéas Brígido e


Luísa Augusta Cavalcante.
7. Pedro Ildefonso Frota Carneiro, nascido a 2 de agosto
de 1925, c. c. Maria Magalhães Torres, filha de Pedro Antonino
Torres e Maria Magalhães Torres, a 21 de dezembro de 1947.
Faleceu a 10 de dezembro de 1980.
8. Francisca Zeli, faleceu inupta.
9. Djacir Frota Carneiro, faleceu com 12 anos.
10.José Frota Carneiro (Dedés), nascido a 11 de dezembro
de 1927, c. c. Leone Costa Viana, filha de Francisco Eustáquio
Costa e Maria Viana Costa, a 25 de outubro de 1952.
11.Manoel Frota Carneiro, (Manés), gêmeo com o prece-
dente, nascido a 11 de dezembro de 1927, c. c. Zeneide Sousa
Porto, filha de Odón Porto e Iracema Bento de Sousa, a 15 de
março de 1947.
12.Luis Gonzaga Frota Carneiro, nascido a 20 de dezembro
de 1929, c. c. Hildeléia Lopes, filha de Francisco Firmino Lopes e
Hilda Ponte Lopes. A 2ª, com Lorena Bossati.
13.Maria Zenida, c. c. Antonio Araújo Lima, filho de Anto-
nio Araújo Lima e Maria Nazaré Rodrigues.
14.Francisco Frota Carneiro, c. c. Eliete Rodrigues, filha de
Antônio Rodrigues dos Santos e Adalgisa Rodrigues Carneiro.
Gerviz Mendes, primeira mulher de Francisco Ildefon-
so Carneiro, é filha de Camilo Lélis de Vasconcelos e Primitiva
Mendes de Vasconcelos e deste primeiro matrimônio houve o
filho Gervásio que faleceu inupto.
─ Camilo Lélis de Vasconcelos, filho de Vicente Ferreira de
Vasconcelos (Vol. 1, pág. 471, 27.ago.1795) e Antonia Maria do
Espirito Santo, casou-se com Primitiva Mendes de Vasconcelos,
filha de Antonio Mendes de Vasconcelos e sua segunda mulher
Maria Rosalina Mendes (Vol. 3, pág. 25, 16,jan,1843).
40 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

De Camilo Lélis e Primitiva Mendes nasceram:


1. Gerviz Mendes de Vasconcelos, c. c. Francisco Ildefonso
Carneiro (acima).
2. Vicente Mendes de Vasconcelos, c. c. Alice Mendes de
Vasconcelos, filha de Alexandre Mendes de Vasconcelos e Ma-
ria Olinda Mendes, a 14 de janeiro de 1912.
3. Raimundo Mendes de Vasconcelos, c. c. Olintete Men-
des Vasconcelos filha de Joaquim Dutra Mendes de Vasconcelos
e Francisca Mendes de Vasconcelos (Vol. 4, pág. 44, 6.fev.1886).
4. Francisca Mendes de Vasconcelos, c. c. Vicente Benvin-
do de Vasconcelos, filho de Francisco Benvindo de Vasconcelos
e Ana Bezerra de Araújo (abaixo).
5. Maria José Mendes de Vasconcelos, c. c. Manoel Amarí-
lio de Sousa, filho de José Anastácio de Sousa e Maria Joaquina
de Sousa (Vol. 2, pág. 250, 8.jan.1834).
6,7,8,9 e 10: Antonio, João Batista, Ana Ínclita, Adelina e
Olavo.
─ Vicente Ferreira de Vasconcelos, pai de Camilo Lélis é
filho de Antonio Mendes de Vasconcelos e sua primeira mulher
Ana Joaquina de Jesus (Vol. 1, pág. 470, 27.ago.1795) e casou-se
com Antonia Maria do Espirito Santo, filha de Pedro da Costa e
Antonia Maria do Espirito Santo.
De Vicente Ferreira de Vasconcelos e Antonia Maria do Es-
pirito Santo houve:
1. Camilo Lélis de Vasconcelos, c. c. Primitiva Mendes (acima).
2. Francisco Benvindo de Vasconcelos, c. c. Ana Bezerra
de Araújo, filha de Antonio Ferreira Gomes e Maria Ferreira de
Araújo, a 8 de outubro de 1845.
3. Antonio Severino de Vasconcelos, c. c. Francisca Ferrei-
ra de Andrade, filha de Antonio Ferreira Gomes e Maria Ferreira
de Araújo.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 41

4. Manuel Benício de Vasconcelos, c. c. Ana Ferreira Go-


mes, filha de João Ferreira Gomes e Francisca Reginalda Frota.
5. Gil Mendes de Vasconcelos, c. c. Ana Ernestina de Araú-
jo, filha de José Pedro de Araújo e Ana Jesuína da Conceição, a
24 de maio de 1870.
6. Ana Joaquina de Vasconcelos, c. c. Manuel Carneiro da
Costa, viúvo de Joaquina Teresa de Jesus e filho de Antonio Car-
neiro da Costa e Ana Bezerra de Araújo, a 11 de janeiro de 1848.
7. Maria Florinda de Vasconcelos, c. c. Francisco Ferreira
Gomes, filho de Domingos Ferreira Gomes e Maria Agostinha
da Silva, a 9 de janeiro de 1849.
8. Mariana de Vasconcelos, c. c. Gil Ferreira Gomes, filho
de Domingos Ferreira Gomes e Mariana Ribeiro da Silva, a 9 de
janeiro de 1849.
9 e 10: Especiosa e Teresa, inuptas.

1º de fevereiro (2ª-feira) : Têm início as aulas do “Externa-


to Sobralense”, escola de ensino primário e secundário, para o
sexo masculino, fundado e dirigido pelo Cel. João Barbosa de
Paula Pessoa. Funcionou apenas um ano, já que seu diretor fa-
leceu a 26 de dezembro.

10 de fevereiro (4ª-feira) : Casamento de Raimundo No-


gueira Borges, filho de Miguel Nogueira Borges e Teresa Cris-
tina Nogueira (Vol. 3, pág. 37, 19.fev.1844), com Ester Coelho
Nogueira, filha de José Solon Gomes Coelho e Maria do Carmo
Ponte Coelho.
Deste matrimônio houve:
1. Teresa Cristina Nogueira, c. c. Gerardo Salustiano Aguiar,
filho de José Salustiano Aguiar e Maria dos Reis Aguiar, a 21 de
novembro de 1939.
42 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

2. Maria de Jesus Nogueira, religiosa, filha de Santana


(Irmã Laurinda).
3. Antônio Nogueira Borges, c. c. Edmar Aguiar, filha de
Manuel Florêncio Aguiar e Maria Emília Aguiar, a 15 de fevereiro
de 1950.
4. José Maria Nogueira Borges, c. c. Simone Barreira, na-
tural de Senador Pompeu.
5. Margarida Nogueira Borges, c. c. Manuel Ferreira Tor-
res, filho de Francisco Primo Ferreira e Maria Torres Ferreira, a
19 de dezembro de 1976.

11 de fevereiro (5ª- feira) : Falece dona Luisa Libânia Bra-


ga Duarte, mulher de Vicente Severino Duarte (Vol. 3, pág. 155,
14.jan.1860).

10 de março (4ª-feira) : Falece Ana Maria de Lira Pessoa


(Vol. 1, pág. 462, 11.nov.1793, nº 6), esposa de João Alves Ferrei-
ra (Vol. 3, pág. 236, 21.out.1872). Era avó materna do jornalista
Vicente Loiola.

13 de março (Sábado) : Em companhia do Frei Teobaldo,


retorna a Sobral o Mons. Filomeno do Monte Coelho que per-
corre as paróquias da região em trabalho de organização do pa-
trimônio para a criação da Diocese de Sobral.

19 de março (Domingo) : Dia de São José. Há romaria à


Capela do Rosário, no centro da cidade, para pedir chuvas em
face da seca.

21 de março (Domingo) : O tenor espanhol Antônio Vivas


dá recital no Teatro São João. Na imprensa local, Mons. Filo-
meno do Monte informa que o “Colégio Jesuíta” não será mais
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 43

fundado nesse ano, por causa da seca que impede a vinda dos
padres da Bahia. É a segunda vez que fracassa a tentativa da
fundação de um colégio dos padres jesuítas em Sobral. A pri-
meira foi em 1872.

10 de abril (Sábado) : A imprensa local comenta as misé-


rias sociais e morais provocadas pela seca. A cidade enche-se
de retirantes da zona rural.

24 de abril (Sábado) : A imprensa divulga a notícia da com-


pra do sobrado da Rua Senador Paula, hoje Colégio Santana,
para a sede do bispado.

28 de abril (4ª-feira) : Falece Maria Laura Mendes, pri-


meira mulher de Diogo Ribeiro da Silva Filho (Vol. 4, p. 214,
4.mar.1905).

1º de maio (Sábado) : Estreia do Circo Sausony na Praça


Senador Figueira.

4 de maio (3ª-feira) : Falece Maria Bernarda do Monte, 64


anos, mulher de José Clementino do Monte (Vol. 4, pág. 137,
2.fev.1896). Estava em Sobral, a passeio, na casa de seu genro
João Júlio Gomes Parente. Residia em Sergipe.

20 de maio (5ª-feira) : O comércio local, representado por


30 firmas, expede longo telegrama ao Presidente da República;
Wenceslau Braz, solicitando urgentes providências para socor-
rer os flagelados da seca que assola o interior cearense.

21 de maio (6ª-feira) : Procedente do Amazonas, chega a So-


bral o Pe. Manuel de França Melo, 53 anos, bastante doente. Quis
falecer na cidade natal. Faleceu a 6 de setembro do mesmo ano.
44 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

11 de junho (6ª-feira) : No cartório do tabelião Joaquim


Feijó de Melo, em Fortaleza, é passada a escritura pública de
compra e venda do sobrado da Rua Senador Paula, hoje Colégio
Santana, para ser a sede do bispado de Sobral.

16 de junho (4ª-feira) : Casamento de Esperidião Ferreira


da Ponte, filho de José Ferreira da Ponte e Angélica Francelina
Portela, com Maria Jacinta Linhares, filha de Jacinto Ferreira da
Ponte e Maria da Glória Linhares.
Deste matrimônio houve:
1. Dalvira Ferreira da Ponte, c. c. Olavo Liberato Fonseca,
filho de Luis Liberato de Carvalho e Leonísia Fonseca Liberato,
a 22 de agosto de 1943.
2. José Ferreira da Ponte, c. c. Regina Marques dos Santos.
3. Angélica Ferreira da Ponte, c. c. Antero Evangelista Via-
na, natural de Meruoca.
4. Dr. Eduardo Ferreira da Ponte, engenheiro e cirurgião-
-dentista, c. c. Amélia Ruffeail da Ponte, em Belém do Pará.
5. Maria Ferreira da Ponte, c. c. Cristovão Dutra Sales.
6. Alberto Ferreira da Ponte, c. c. Maria José.
7. Guiomar Ferreira da Ponte, c. c. João Lima Sobrinho.
8. Dr. Irapuan da Ponte, cirurgião-dentista, c. c. Natalina
Tuna da Ponte, em Belém do Pará.
9. Cleonice Ferreira da Ponte, c. c. Caio Aragão Adeodato,
filho de Taumaturgo Nogueira Adeodato e Alaíde Aragão (Vol.
4, pág. 79, 22.mai.1890).
10. Hugo Ferreira da Ponte, c. c. Maria Aguiar da Ponte.
11. Dr. Wander Wilcar Ferreira da Ponte, cirurgião-dentista,
c. c. Helbi Figueiredo de Menezes, em Itacoatiara, Amazonas.
Obs: Esperidião nasceu a dezessete de fevereiro de 1896
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 45

e faleceu a 27 de novembro de 1957. Maria Jacinta nasceu a 29


de março de 1899.

9 de julho (6ª-feira) : Falece, em Santana do Acaraú, o Cô-


nego Francisco Teótime de Vasconcelos, 70 anos. Foi vigário de
Santana e Deputado Provincial.

17 de julho (Sábado) : Casamento de Pedro Gomes da Fro-


ta, filho de João Felipe da Frota e Maria Felina da Frota, com
Cesarina Ibiapina da Silva, filha de Felix Inácio da Silva e Maria
Cesarina Ibiapina.
Deste matrimônio nasceram:
1. José Maria Frota, nascido a 14 de janeiro de 1916, c. c.
Ester Rodrigues Lima, filha de José Hermeto de Araújo Lima e
Carminha Rodrigues Lima, a 4 de maio de 1938. Faleceu a 17 de
fevereiro de 1939, de uma picada de cobra cascavel.
2. Maria Celeste Frota, nascida a 11 de março de 1917, c. c.
Vicente Osmar Pinto, filho de Antonio Rodrigues Pinto Júnior e
Francisca Alice Pinto, a 3 de junho de 1944.
3. Maria Felina da Frota, c. c. José Mendes Aguiar, filho de
Napoleão Néri Aguiar e Islái Mendes Aguiar, a 14 de junho de
1950.
4,5 e 6. Francisca, Isabel e Rita da Silva Frota, inuptas.
7. 8. Maria e Luísa faleceram em tenra idade.
Obs: Pedro Gomes da Frota nasceu a 23 de dezembro de
1886 e faleceu a 6 de junho de 1952. Cesarina Ibiapina nasceu a
27 de janeiro de 1889.

19 de julho (2ª-feira) : Chegam a Sobral dois falsos padres


que se diziam naturais da Armênia. Seus nomes: Jorge Daniel e Si-
món Janót. Foram examinados em teologia pelo vigário Pe. José
46 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

Tupinambá da Frota que os julgou totalmente ignorantes na ma-


téria. A polícia local os obrigou a deixar, imediatamente, a cidade.

27 de julho (3ª-feira) : Circula o 1º número do Jornal “A


Época”, órgão do Partido Republicano Conservador Sobralen-
se. Tinha como gerente o Sr. Júlio Albertino e como redator o
Dr. José Plutarco Rodrigues Lima.

─ Nesse dia, falece o Sr. Joaquim de Sousa Lima, casado


com Porcina Barreto Lima (Vol. 4, pág. 111, 7.out.1893).

6 de agosto (6ª-feira) : Em Santana do Acaraú, falece o


Dr. José Mendes Pereira de Vasconcelos, 71 anos, bacharel em
Direito e líder político na região. Foi Deputado Provincial em
várias legislaturas.

10 de agosto (3ª-feira) : Falece o Dr. João Francisco do Mon-


te. Nasceu em Sobral a 18 de setembro de 1844 (Vol.3, pág. 244,
20.nov.1873).

6 de setembro (2ª-feira) : Falece o Padre Manuel de Fran-


ça Melo. Nasceu em Sobral a 14 de junho de 1862, filho de Luis
de França Melo e Francisca Teresa de Jesus. Ordenou-se em
Fortaleza a 30 de novembro de 1892. Foi vigário e, posterior-
mente, trabalhou no Amazonas.
Foi sepultado em Sobral. Era tio paterno do Pe. João de
França Melo.

26 de setembro (Domingo) : Casamento de José Mendes


Carneiro, filho de Francisco Mendes Carneiro e Ana Maria Araú-
jo Carneiro, com Lucília Rodrigues Frota, filha de Estanislau Lú-
cio Carneiro da Frota e Ana Joaquina Rodrigues.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 47

Deste matrimônio houve:


1. Estanislau Frota Neto nasceu a 27 de setembro de 1916,
c.c. Margarida Maria Monte Coelho, filha de Francisco Petroni-
lho Gomes Coelho e Maria Benvinda de Almeida Monte, a 26 de
janeiro de 1946.
2. Cônego Edson Frota Mendes, nascido a 5 de dezembro
de 1917, ordenou-se sacerdote a 25 de outubro de 1942. Fale-
ceu a 5 de agosto de 1985. Foi vigário de Coreaú, cooperador da
Sé de Sobral e Secretário do Bispado.
3. Ivone Frota Mendes, nasceu a 18 de outubro de 1919.
Faleceu em tenra idade.
4. Maria Ivone Frota Mendes, nascida a 21 de março de
1921, c.c. o médico Joaquim Adauto Araújo, filho de João Alfre-
do Araújo e Eutália Marques Araújo, a 7 de dezembro de 1940.
Obs: José Mendes Carneiro, após o casamento, foi residir
no Recife, onde nasceram os três primeiros filhos. Em 1920, re-
tornou a Sobral, onde nascera a 20 de outubro de 1881. Lucília
Rodrigues Frota nasceu a 25 de setembro de 1893.

9 de outubro (Sábado) : Casamento de Flávio Viriato de


Sabóia, filho de José Viriato Figueira de Sabóia e Antônia Adélia
Viriato de Sabóia, com Maria Aragão de Paula Pessoa (Mimi),
filha de João Barbosa de Paula Pessoa e Francisca Aragão de
Paula Pessoa.
Deste matrimônio houve:
1. Cel. José Flávio Sabóia, nascido a 18 de outubro de 1916,
c.c. Sílvia Alves de Melo, natural da Paraíba.
2. Odete de Paula Pessoa Sabóia, nascida a 5 de janeiro
de 1917, c.c. Luciano Alves Lopes, filho de João Batista Lopes e
Francisca Alves Lopes, a 4 de fevereiro de 1939.
48 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

3. Dr. João Barbosa de Paula Pessoa Sabóia, engenheiro-


-agrônomo, nascido a 7 de janeiro de 1935, c.c. Maria Carmen
Porto Sabóia, filha de Antonio Ferreira Porto e Alice Félix Porto,
a 6 de maio de 1967.
Obs: Flávio Viriato de Sabóia nasceu a 30 de maio de 1893
e faleceu a 12 de maio de 1968. Dona Mimi nasceu a 9 de março
de 1894.

16 de outubro (Sábado) : 2º casamento do Dr. Francisco


Juvêncio de Andrade, viúvo de Teodora Judite Gomes de Andra-
de (Vol. 4, pág. 64, 2.fev.1889) e filho de Antonio Juvêncio de
Andrade e Francisca Laura de Andrade, com Ana Rodrigues de
Andrade (Naninha), filha de José Gomes Rodrigues de Andrade
e Ana Frederica Rodrigues de Andrade.
Deste matrimônio houve:
1. José Alberto, faleceu criança.
2. Nílsiton Rodrigues de Andrade, c. c. Maria Carolina Ca-
valcante, filha de Silvestre Gomes Coelho e Maria Laura Caval-
cante Coelho, a 19 de dezembro de 1942.
3. Cônego Egberto Rodrigues de Andrade, nasceu a 10 de no-
vembro de 1920. Ordenado sacerdote a 7 de dezembro de 1947.
4. Pe. Francisco Juvêncio de Andrade Filho, nasceu a 5 de
março de 1922. Ordenado sacerdote a 7 de dezembro de 1947.
Faleceu a 29 de julho de 1950, afogado. Padre Lazarista. Epôni-
mo do Bairro Padre Andrade, de Fortaleza.
5. Pe. Luís Aurélio Rodrigues de Andrade, padre Lazarista.
Nasceu a 13 de dezembro de 1927. Ordenado sacerdote a 15 de
julho de 1952. Secularizou-se em 1972.
6. Paulo Rodrigues de Andrade, c. c. Elzária Pinheiro Maia,
natural de Milhã, filha de Porfírio Elisiário Pinheiro e Rosa Maia
Pinheiro, a 4 de junho de 1954.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 49

7. Laurita Rodrigues de Andrade, c. c. Olavo Mendes Brasil,


em Fortaleza.
8. Zilaís Rodrigues de Andrade, c. c. José Menescal Ma-
chado de Andrade, viúvo de Maria do Socorro Oliveira e filho
de José Astolfo Andrade e Leonília Machado Andrade, a 24 de
novembro de 1962.
9. Irmã Margarida Maria (Aglaís), religiosa Carmelita.
10. Irmã Zilmar Andrade, religiosa Filha da Caridade.
Obs: Dr. Francisco Juvêncio de Andrade era cirurgião-den-
tista formado na Europa. Nasceu em Santana do Acaraú a 25 de
março de 1881. E faleceu em Sobral a 18 de dezembro de 1956.
Dona Naninha faleceu a 2 de março de 1956.
Antonio Juvêncio de Andrade é filho de Antonio Ferreira
Gomes (Vol. 2, pág. 111, 12.jul.1820) e Maria Ferreira de Araújo e
se casou, a 23 de janeiro de 1862, com Francisca Laurinda de Me-
neses, filha de José Carneiro Júnior e Ana Teodora de Menezes.
Deste matrimônio houve:
1. Dr. Francisco Juvêncio de Andrade (supra).
2. Pe. José Juvêncio de Andrade, nasceu em Santana do
Acaraú, a 6 de abril de 1866. Ordenado sacerdote a 24 de abril
de 1892. Faleceu como vigário de Crateús.
3. Antonio Juvêncio de Andrade Júnior, casou-se duas ve-
zes. A 1ª, com Jovelina Antunes. A 2ª, com Santinha Andrade.
4. Jeremias Andrade, c. c. Júlia Melo.
5. João Sigefredo Andrade, faleceu solteiro.
6. Maria da Penha Andrade, c. c. João Coridón Soares,
viúvo de Rosa Adelaide de Araújo e filho de Rafael Arcanjo de
Araújo e Maria José dos Reis, a 6 de setembro de 1894 (Vol. 3,
pág. 23, 7.jan.1843).
7. Ana Excelsa de Andrade, c. c. Joaquim Casemiro de
50 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

Aguiar, filho de Vicente Lira Aguiar e Antônia Carolina de Ho-


landa Cavalcante, (Vol. 3, pág. 126, 30.jun.1855).
8. Maria Lídia Andrade casou-se duas vezes. A 1ª, com An-
tonio Leôncio de Andrade, filho de Francisco Leôncio de Andra-
de e Teodora Leoncina Carneiro, a 2 de julho de 1885.
9. Isabel Marcionília Andrade, c. c. João Amâncio Carneiro.
10. Maria José Andrade, c. c. José Dias de Carvalho, filho
de Miguel Dias de Carvalho e Isabel Adelina da Ponte.
11. Maria do Carmo Andrade, c. c. Gabriel Ximenes Aguiar, fi-
lho de Mandel Florêncio de Aguiar e Constança Quitéria Ximenes.
12. Rosa Andrade, c. c. José Raimundo Ponte.
13. Maria Nazaré Andrade, c. c. Inácio Lopes.

10 de novembro (4ª-feira) : Pela Bula “Catholica Religiio-


nis Bonum” do Papa Bento XV, é criada a Diocese de Sobral.

12 de novembro (6ª-feira) : Falece Vicente Lopes de Aguiar


(Pai Dindim), com 106 anos. Deixou uma prole de 14 filhos, 112
netos, 135 bisnetos e 45 trinetos.
Além dos 7 filhos, registrados no Vol. 4, pág. 53, 15.out,1887,
houve:
8. Francisca Florência Aguiar, c. c. Antonio Joaquim Gon-
çalves (Cangati), viúvo de Rita Priscila de Araújo (Vol. 4, pág.
122, 16.out.1894).
9. Gabriel Domingues Aguiar casou-se com Teresinha de
Jesus, em Almofala.
10.Sara Ana Aguiar, c. c. Joaquim Ferreira.
11.Maria Quitéria, c. c. Miguel do Monte.
12.Cândido Lopes Aguiar, c. c. sua sobrinha Maria Florên-
cia Aguiar.
13 e 14. João e Joaquim faleceram solteiros.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 51

4 de dezembro (Sábado) : Casamento de Pedro Mendes


Carneiro, filho de Antonio Mendes Carneiro e Maria do Livra-
mento Leôncina de Andrade, com Diva Cavalcante, filha de Il-
defonso de Holanda Cavalcante e Maria Vitalina Franca Caval-
cante.
Deste matrimônio houve:
1. Maria Laura Mendes Carneiro, c. c. Raimundo Osvaldo
Rangel Filho, filho de Raimundo Osvaldo Rangel e Rosalina Ca-
valcante Rangel, a 16 de outubro de 1943.
2. Maria Carolina Mendes Carneiro, c. c. George Silvestre
Gomes Coelho, filho de José Silvestre Gomes Coelho e Vitalina
da Silva Franca, a 31 de outubro de 1944.
3. Maria Leoncina Mendes Carneiro, inupta.
4. José Bismarck Mendes Carneiro, c. c. Francisca Ione Ca-
valcante Ponte, filha de Samuel Gomes da Ponte e Antonia Ca-
valcante da Ponte, a 26 de julho de 1947.
5. Ildefonso Élcio Mendes Carneiro, c. c. Maria do Socorro
Carneiro, filha de Raimundo Cisne Carneiro e sua primeira mu-
lher Maria Carneiro Vasconcelos, a 18 de julho de 1929.
6. Dr. Pedro Aurélio Mendes Carneiro, bioquímico, c. c.
Maria Leda Demétrio, filha de José Falb Rangel e Mirian Demé-
trio Rangel, a 1º de maio de 1951.
7. Raimundo Húbner Mendes Carneiro faleceu aos 16 anos.
8. Dr. Grijalba José Mendes Carneiro, médico, c. c. a Dra.
Zélia Neiva de Figueiredo Leite, filha do Dr. Luis de Sousa leite
e Maria Deolina Tavares Leite, natural de Assis, SP, a 14 de abril
de 1957.
9. Maria de Lourdes Mendes Carneiro, c.c. Raimundo No-
nato Dias Rodrigues, natural de Granja, filho de Sebastião Ro-
drigues Silva e Noeme Dias Rodrigues, a 18 de julho de 1957.
52 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

10.Maria Celina Mendes Carneiro, c. c. Maximino Barreto


Lima, filho de Maximino Barreto Lima e Antonieta Solon Barre-
to, a 25 de dezembro de 1965.
11.Robério Francisco Mendes Carneiro, c. c. Maria do So-
corro Neves, filha de Benedito Frota Neves e Maria Jersin Ne-
ves, a 4 de dezembro de 1965.
12.Maria Teresinha Mendes Carneiro, c. c. José Crisóstomo
da Frota, filho de Francisco Radier da Frota e Julieta de Almeida
Cialdini, a 19 de março de 1958.
13.Antônio Mendes Carneiro (neto), c. c. Maria do Carmo
Gomes Adeodato, filha de Vicente Adeodato Filho e Maria Elisa
Gomes Adeodato.
Obs: Pedro Mendes Carneiro, tabelião público, nasceu a 15
de outubro de 1891 e faleceu a 12 de julho de 1973. Diva Cavalcan-
te nasceu a 16 de outubro de 1894 e faleceu a 16 de maio de 1970.

26 de dezembro (Domingo) : Falece o Cel. João Barbosa


de Paula Pessoa.

1916

8 de janeiro (Sábado) : Casamento de Murilo Alves Paren-


te, filho de José Inácio Alves Parente e Francisca Alves Parente,
com Noemi Lopes Mendes Parente, filha de Manuel Felizardo
Pereira Mendes e Maria José Lopes Mendes.
Deste matrimônio houve:
1. Cônego José Inácio Parente, nascido a 24 de julho de
1917, ordenado sacerdote a 25 de outubro de 1942.
2. Manuel Felizardo Mendes Parente, c. c. Ana Rita Sousa,
filha de José Artur de Sousa e Maria do Carmo Sousa, a 20 de
setembro de 1942.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 53

3. Dr. Hugo Mendes Parente, cirurgião-dentista, c. c. Emí-


lia Lopes Lima, filha de Antonio Lima Filho e Maria de Lourdes
Lopes Lima, a 8 de setembro de 1948.
4. Maria Nadir, faleceu criança.
5. José Odir Mendes Parente, c. c. Áurea Moreira Parente,
natural de Ipueiras, filha de Tibúrcio Rodrigues Moreira e Cristi-
na Moreira, em janeiro de 1944.
6. Maria José Mendes Parente, c. c. Álvaro Aguiar Coelho,
filho de José Coelho Veras e Maria Nazaré Aguiar, naturais de
Camocim, a 22 de outubro de 1957.
7. Isolda Mendes Parente, c. c. o Dr. Afrânio Gomes Fer-
nandes, filho de José Gentil Fernandes e Maria Júlia Gomes, a
15 de novembro de 1952.
Obs: Murilo Alves Parente, nasceu a 5 de abril de 1893 e
faleceu a 24 de janeiro de 1957. Noemi Mendes Parente nasceu
a 5 de novembro de 1895 e faleceu a 31 de março de 1985.

10 de janeiro (2ª-feira) : É fundado o Externato São Luis,


sob a direção do Pe. Fortunato Alves Linhares.

20 de janeiro (5ª-feira) : O vigário Padre José Tupinambá


da Frota é nomeado primeiro Bispo da recém-criada Diocese
de Sobral.

1º de fevereiro (3ª-feira) : É fundado o Grupo Escolar Pro-


fessor Arruda.

2 de fevereiro (4ª-feira) : Casamento de Vicente Gomes da


Ponte, filho de João Conrado Ferreira da Ponte e Filomena de
Lira Ponte, com Francisca Ceci Ribeiro, filha de Antonio Fidera-
lino Ribeiro da Silva e Julieta Xerez da Silva.
54 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

Deste matrimônio houve:


1. João Conrado Ribeiro da Ponte, c. c. Maria Mendes Lira,
filha de José de Lira Pessoa e Jaci Mendes Lira, a 14 de outubro
de 1941.

10 de fevereiro (5ª-feira) : Mandato papal autoriza a sa-


gração episcopal do Pe. José Tupinambá da Frota.

14 de fevereiro (2ª-feira) : Tem início a construção da es-


trada de Sobral a Meruoca, medindo 25,3 kms e orçada em 608
contos de réis, a cargo do engenheiro conterrâneo Dr. João
Pompeu de Sousa Magalhães.

28 de fevereiro (2ª-feira) : Falece em Sobral, às 14 horas,


o Pe. José Silvino de Maria Vasconcelos, santanense. Nasceu a
8 de julho de 1845. Ordenado sacerdote a 30 de novembro de
1870. Foi vigário de Aracatiaçu, São Francisco da Uruburetama
e Meruoca.

2 de abril (Domingo) : Na residência do Cel. Diogo Gomes


realiza-se movimentada reunião política do Partido Unionista,
com participação de representantes de toda a zona norte do
Estado.

11 de abril (6ª-feira) : Em plebiscito promovido pelo jornal


“A Lucta”, o Dr. Antônio Figueiredo de Paula Pessoa é apontado
como o preferido para assumir o cargo de Prefeito de Sobral no
governo do Dr. João Tomé de Sabóia e Silva que nesse dia foi
eleito Presidente do Ceará.

16 de abril (Domingo) : Inauguração do “Calvário do Té-


dio”, casa de diversões, com bilhares, botequim e mercearia, de
propriedade de João Bruno Albuquerque.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 55

11 de maio (5ª-feira) : Segue para o Rio de Janeiro o Pe.


José Tupinambá, bispo eleito de Sobral, a fim de se preparar
para a ordenação episcopal.

29 de junho (4ª-feira) : Na Catedral de Salvador, ordena-


ção episcopal de Dom José Tupinambá da Frota, primeiro bispo
de Sobral. O sagrante principal foi o sobralense Dom Jerônimo
Tomé da Silva, arcebispo primaz do Brasil.

12 de julho (4ª-feira) : O sobralense Dr. João Tomé de Sa-


bóia e Silva assume o governo do Estado do Ceará para o qua-
driênio 1916-20. Nesse mesmo dia chega seu primeiro Bispo,
Dom José Tupinambá da Frota. Foi festivamente recebido pela
população. Houve uma semana de festas.

13 de julho (5ª-feira) : Dr. João Tomé nomeia o Dr. José Sa-


bóia de Albuquerque para o cargo de Secretaria de Interior e
Justiça de seu governo.

22 de julho (Sábado) : Na Catedral, às 17 horas, solene pos-


se de Dom José Tupinambá da Frota como primeiro Bispo da
Diocese de Sobral, com solene Te-Deum.

23 de julho (Domingo) : Às 9 horas, na Catedral, solene


missa de posse de Dom José Tupinambá da Frota.

29 de julho (Sábado) : Casamento de Tomás Otón de Vas-


concelos, filho de Francisco Gomes de Vasconcelos Júnior e Jo-
ana Barros Ferreira (Vol. 2, pág. 259, 15.out.1834), com ........,
filha de Joaquim Dutra Mendes de Vasconcelos e Francisca Rai-
munda Mendes (sic).
Deste matrimônio houve:
56 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

1. Joaquim Mendes Vasconcelos, c. c. Anete Frota, filha de


Francisco Isaías Frota e Ana Pia Frota.
2. José Gomes Vasconcelos, casou-se no Rio Grande do
Sul, com Sônia Vasconcelos.
3. Francisco Gomes Vasconcelos, c. c. Dulce Dias Ibiapina,
filha de Antonio Felix Ibiapina e Filomena Dias da Ponte, a 12 de
abril de 1956.
4. Jaime Augusto Vasconcelos, c. c. Mirta Maria Amadeu
Vasconcelos, filha de Amadeu Expedito da Silva e Idelzuite Vas-
concelos da Silva.
5. Joana Mendes Vasconcelos (Janoca), c. c. Carlos Olivei-
ra, natural de Pacatuba, filho de Casemiro Leite Oliveira e Qui-
téria Nepomuceno Oliveira, a 23 de setembro de 1945.
6. Maria Elodi Mendes, c. c. Gerardo Magela Aragão, filho
de Francisco Aragão Santos e Maria Nazaré Aragão, a 16 de ju-
lho de 1941.
7. Francisca Mendes Vasconcelos, c. c. Gustavo Morais, na-
tural do Recife.
8. Teresinha Mendes Vasconcelos, c. c. José Nepomuceno
Oliveira, natural de Pacatuba.
9. Maria Celeste Vasconcelos, c. c. o Dr. Edgar Veras, natu-
ral de Parnaíba.

2 de agosto ( 4ª-feira) : Casamento de Napoleão Neri de


Aguiar, filho de Francisco Cândido de Aguiar e Hermelinda Neri
Portela, com Islái Mendes Aguiar, filha de Raimundo Nonato
Vasconcelos e Maria José Mendes.
Deste matrimônio houve:
1. Raimundo Mendes Aguiar, c. c. Maria de Jesus Cavalcan-
te, filha de Samuel Gomes da Ponte e Antonia Cavalcante da
Ponte, a 2 de maio de 1942.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 57

2. Moacir Mendes Aguiar, c. c. Maria Laura Frota, filha de


Pedro Gomes da Frota e Cesarina Ibiapina Frota, a 14 de junho
de 1950.
3. Moacir Mendes Aguiar, c. c. Maria Laura Fernandes, fi-
lha de Henrique Fernandes do Nascimento e sua primeira mu-
lher Laura Ferreira do Nascimento, a 12 de julho de 1945.
4. Valquíria Mendes Aguiar, c. c. seu primo Raimundo
Mendes Lira, filho de José de Lira Pessoa e Jaci Mendes Lira, a
14 de dezembro de 1949.
5. Francisco Mendes Aguiar, c. c. Maria Celeste Fernandes,
filha de Henrique Fernandes do Nascimento e sua segunda mu-
lher, Maria de Lourdes Pinto (Vol.4, pág. 149, 8.set.1897).
6. Paraguassu Mendes Aguiar, c. c. Margarida Maria de
Aguiar.
7. Geraldo Mendes Aguiar, c. c. Nair Cavalcante Aguiar.
8. Ana Mendes Aguiar, c. c. Manuel de Castro.
9. Teresa Mendes Aguiar, c. c. Manuel Zeferino de Azeve-
do, filho de Francisco Zeferino de Azevedo e Argentina Custó-
dio de Azevedo.
10.Elza Mendes Aguiar, c. c. João Alves Muniz.
11.Maria Idelce Aguiar, c. c. Luis Albuquerque.
12.Maria Mendes Aguiar, c. c. Manuel Manduca Portela.

7 de setembro (5ª-feira) : Reaparece, em nova feição grá-


fica, o jornal “ A Ordem”, sob a direção do Dr. Plínio Pompeu.

25 de setembro (2ª-feira) : Falece no Rio o Dr. Ernesto Es-


peridião Sabóia de Albuquerque.

26 de setembro (3ª-feira) : Portaria de Dom José Tupinam-


bá da Frota cria a paróquia de Nossa Senhora do Patrocínio, na
cidade de Sobral.
58 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

14 de outubro (Sábado) : Casamento de Manuel Paulo


Ponte, filho de Antonio Lopes do Espirito Santo (Vol. 4, pág. 54,
15.out.1887) e sua segunda mulher Maria dos Anjos (Vol. 2, pág.
173, 17.jun.1827), com Francisca Menezes Ponte, filha de Anto-
nio Pereira de Menezes e Maria do Livramento Menezes.
Deste matrimônio nasceram:
1. Maria Dolores Ponte, c. c. Oldair Barreiros, em São Paulo.
2. José Maria Ponte, c. c. Maria Mirtes de Melo Ponte, filha
de Delfino Batista de Melo e Francisca de Assis Ferreira Melo.
3. Antonio Luciano Ponte, inupto.
4. Francisco de Assis Ponte, faleceu a 27 de novembro de
1947, com 23 anos.
5. Dr. João Batista Ponte, c. c. Rute Lopes Ponte, filha de
José Cândido da Ponte e Maria Jarina Lopes Ponte, em São Pau-
lo (Vol. 4, p. 205, 19.nov.1892).
6. Gerardo Magela Ponte, inupto.
7. José Aloísio Ponte, c. c. Francisca Iolanda Bezerra Ponte,
filha de José Vicente Bezerra e Ester Bezerra.
8. José Tarcisio Ponte, inupto.
9. Raimundo Helder Ponte, c. c. Nurimar Galastri Ponte,
em São Paulo. Faleceu a 30 de outubro de 1976, em Brasília.
10.Rita de Cássia Ponte Medeiros, c. c. Francisco Neri La-
vor de Medeiros, filho de Cândido Cabral de Medeiros e Marrete
Lavor de Medeiros, a 26 de dezembro de 1964.
Obs: Manuel Paulo Ponte nasceu a 10 de janeiro de 1892 e
faleceu a 18 de maio de 1974. Francisca Menezes Ponte nasceu
a 3 de dezembro de 1895.

19 de outubro (5ª-feira) : Em virtude do Decreto Estadual


nº 39, a cidade de Sobral foi estabelecida como sede da 2ª Re-
gião Policial do Ceará.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 59

30 de outubro (2ª-feira) : Casamento de Daniel Pereira de


Carvalho, natural da Bahia, filho de José Matias Pereira de Car-
valho e Antonia Pereira de Carvalho, com Georgina de Sabóia e
Silva, filha do Dr. José da Silva e Ana Figueira de Sabóia.
Deste matrimônio houve:
1. José Tomé de Sabóia Carvalho, nascido em Sobral a 4
de agosto de 1917, c. c. Lígia Pápi Junior, filha de Antônio Pápi
Junior e Ludovina Carvalho, em Fortaleza.
Georgina, irmã do Presidente do Ceará, Dr. João Tomé de
Sabóia e Silva, nasceu em Sobral em 1879 e faleceu a 18 de de-
zembro de 1959.

27 de novembro (2ª-feira) : Portaria do Bispo de Sobral


nomeando o Pe. Antônio de Lira Pessoa para o cargo de Pro-
motor da Diocese.

5 de dezembro (3ª-feira) : O Presidente do Ceará, Dr. João


Tomé de Sabóia e Silva, assina contrato autorizando Oscar
Bannet a explorar o serviço de iluminação elétrica da cidade de
Sobral. O projeto não foi executado.

17 de dezembro (Domingo) : É fundado em Sobral o Con-


selho Central da Sociedade São Vicente de Paulo.
─ Casamento de Joaquim Hermano de Vasconcelos (Ju-
nior), filho de Joaquim Hermano Vasconcelos, com sua prima
Ana Silvia de Vasconcelos, filha de Francisco Gomes Vasconce-
los Junior e Joana Ferreira Barros.
Deste matrimônio houve:
1. Francisco Juval de Vasconcelos, c. c. Florinda Ferreira
Gomes, filha de Antonio Laureano Ferreira Gomes e Maria da
Glória Ferreira Gomes, a 9 de novembro de 1940.
60 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

2. Joaquim Jocel de Vasconcelos, c. c. Zuleide Aragão Al-


buquerque, filha de Joaquim Aristides de Albuquerque e Estefâ-
nia Sabóia Ximenes Aragão, a 26 de janeiro de 1945.
3. João Nelson de Vasconcelos, casou-se duas vezes. A 1ª,
com Celina Alves de Sousa, filha de Miguel Eduardo de Sousa
e Maria Alves Sousa, a 31 de julho de 1950. A 2ª, com Deusanir
Alves de Sousa, filha de João Eduardo de Sousa e Idelzuite Vas-
concelos de Sousa.
4. Antônio Olavo de Vasconcelos, c. c. Maria do Socorro
Rodrigues, filha de Cândido Rodrigues Carneiro e Úrsula Rodri-
gues Carneiro, a 21 de julho de 1956.
5. Teresa Carolina Vasconcelos, c. c. o viúvo Antonio Lou-
renço Vasconcelos, filho de José Isaías Vasconcelos e Maria Na-
zaré Vasconcelos, a 12 de maio de 1951.
6. Francisca Silvia Vasconcelos, c. c. Francisco Edval Vas-
concelos, filho de Antonio Adarias Vasconcelos e Maria Etelvina
Vasconcelos, a 29 de setembro de 1950.
7. Maria Alfa Vasconcelos, c. c. José Furtado de Araújo, fi-
lho de Manuel Rufino Filho e Maria Furtado Araújo, a 15 de no-
vembro de 1947.
8. Joana Silvia de Vasconcelos, c. c. o Dr. Eliezer Arruda
Fonseca, em Fortaleza.
Obs: Joaquim Hermano de Vasconcelos (Junior) foi assas-
sinado a 22 de outubro de 1942, com 55 anos, a mando da pró-
pria esposa.

28 de dezembro (5ª-feira) : O Prefeito Frederico Gomes


Parente assina lei municipal mudando o nome de várias praças
e ruas da cidade.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 61

1917

7 de janeiro (Domingo) : Na residência do Sr. João Capo-


te de Paula, encena-se artístico “Cordão de Pastorinhas”, com
a presença do Sr. Bispo Diocesano. O pianista Galdino Araújo
acompanha os cantos e músicas de dança natalina.

16 de janeiro (3ª-feira) : O “Externato Imaculada Concei-


ção”, dirigida pela professora Almira Frota, reabre suas aulas.
─ Tem início a numeração e afixação dos nomes de ruas e
praças de Sobral. Os serviços foram contratados com o pintor
A. Ypirajá ao preço de duzentos mil réis.

21 de janeiro (Domingo) : Circula o Jornalzinho “Terpsíco-


re”, de caráter sócio-recreativo.

26 de janeiro (6ª-feira) : Na rampa da Praça do Patrocínio,


o bonde nº 2 da Companhia Ferro-Carril Sobralense desgover-
na-se, perde o freio e se choca com o bonde nº 1, provocando
pânico entre os passageiros, dos quais alguns saíram feridos.

14 de fevereiro (4ª-feira) : Casamento de Francisco de Al-


meida Monte, filho do Dr. João Júlio de Almeida Monte e Rai-
munda Olga de Almeida Monte, com Maria de Lourdes Parente
Xerez, filha do Dr. José de Xerez e Olindina Parente Xerez.
Deste matrimônio houve a filha única.
1. Raimunda Olga Xerez, c. c. o Dr. José Parsifal Barroso,
filho de Hermínio Barroso e Emília Cunha Barroso, a 4 de outu-
bro de 1937.
Obs: Francisco de Almeida Monte (Chico Monte), notável
chefe político, nasceu em Sobral a 3 de outubro de 1895 e fale-
ceu em Brasília.
62 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

16 de fevereiro (6ª-feira) : Falece no Rio de Janeiro o fi-


lósofo Farias Brito. Nasceu em São Benedito a 24 de julho de
1863. Seu pai era sobralense.
18 de fevereiro (Domingo) : Há bailes de carnaval nos clu-
bes da cidade: Grêmio, Democratas, Terpsícore e Artístico.
─ Na Câmara Municipal, o Dr. Leocádio de Araújo, inspetor
agrícola, pronuncia conferência sobre pecuária e agricultura, ten-
do lançado a idéia da fundação do Sindicato Agrícola de Sobral.

11 de março (Domingo): No Teatro São João é encenado


o drama histórico “Potiguares e Brasileiros”, de autoria de Se-
grendo Wanderley. O elenco era composto dos atores amado-
res locais João Bruno, Craveiro Filho, Ubaldo Solon, Maximino
Barreto e J. Mendes. Apesar da forte chuva, houve grande as-
sistência.

16 de março (6ª-feira) : O rio Acaraú inunda ruas centrais


da cidade. A imprensa local dá notícia de 20 casas desabadas,
50 submersas e mais de 300 alagadas.

1º de abril (Domingo) : Em reunião no Palácio Episcopal


com pessoas de destaque da cidade, é criado o “Comitê Muni-
cipal contra o Analfabetismo”, visando a erradicar este lamen-
tável mal social.

8 de abril (Domingo) : O Pathé-Cinema, dirigido pelo Sr.


Francisco Romano da Ponte, reinicia suas projeções cinemato-
gráficas com o filme “O Forçado”, em cinco partes.

1º de maio (3ª-feira) : É fundado o “Sindicato Agrícola de


Sobral”.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 63

5 de maio (Sábado) : Casamento de Arquelau Torres Silva,


filho de José Francisco da Silva e Antonia Torres Vasconcelos,
com Laudelina Alves Guimarães, filha de José Ricardo Guima-
rães e Francisca Carolina Guimarães. (Vol. 4, p. 253, 9.jun.1909).
Deste matrimônio nasceram:
1. Antonio Guimarães Torres, c. c. Dalva Nunes da Silva,
natural de Itapetim-PE, filha de Paulo Nunes da Costa Dias e
Maria Nunes da Silva, a 19 de novembro de 1947.
2. Joaquim Guimarães Torres, c. c. Maria Teresa, filha de
José Holanda Neto e Joaquina Bezerra Cavalcante, a 25 de maio
de 1955.
3. José Guimarães Torres, c. c. Neomésia Oliveira Lopes,
filha de José Alcino Lopes Cavalcante e sua segunda mulher
Maria Alice Oliveira.
4. Luis Guimarães Torres, c. c. Rita Rocha, filha de José Fe-
lix Rocha e Olinda Rocha, a 27 de fevereiro de 1964.
5. Pedro Guimarães Torres, c. c. Maria Aparecida Aragão,
filha de Francisco Aragão Santos e Maria Nazaré Aragão.
6. Rita de Cássia Guimarães Torres, c. c. Zacarias Jaime de
Aguiar, filho de Gabriel Firmo de Araújo e Maria Amélia Arruda,
a 25 de julho de 1963.
7,8 e 9. Ana, Maria e Teresa Guimarães Torres, inuptas.

9 de maio (4ª-feira) : Casamento de Francisco Radier da


Frota, filho de José Crisóstomo da Frota e Maria do Carmo Fro-
ta, com Julieta de Almeida Cialdini, filha de Miguel Cialdini e Sa-
fira de Almeida Cialdini.
Deste matrimônio houve:
1. Maria Safira Frota, c. c. Oseas Rodrigues Pinto, viúvo de
Olga Toledo e filho de Antonio Rodrigues Pinto Junior e Francis-
ca Alice Feijão.
64 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

2. Maria do Carmo Frota, c. c. Luis Marcelo Palhano de Sa-


bóia, filho de Júlio Prisciliano de Sabóia e Maria de Jesus Palha-
no, a 8 de dezembro de 1957.
3. José Crisóstomo da Frota, c. c. Maria Teresinha Mendes
Carneiro, filha de Pedro Mendes Carneiro e Diva Cavalcante
Mendes Carneiro.
Obs: José Crisóstomo da Frota, filho de Felipe Gomes da
Frota e Francisca Ferreira da Ponte, casou-se, a 16 de julho de
1873, com Maria do Carmo Soares, filha de Manuel Policarpo
Soares e Francisca do Carmo Araújo.
Deste matrimônio houve:
1. Francisco Radier Frota (acima).
2. Manuel Elísio da Frota, c. c. Francisca Cosinho de Almei-
da, filha de Francisco Fernandes Cosinho de Almeida e Delmira
Cândida Cosinho, no Amazonas.
3. José Felipe da Frota, c. c. Maria José de Nazaré, filha de
Vicente Rodrigues Lima e Maria Raimunda Lima.
4. João Crisóstomo da Frota, c. c. Ana Lourinho Vasconcelos,
filha de João Lourinho Vasconcelos e Ana Lourinho Vasconcelos.
5. Francisca Urbina Frota, c. c. Domingos Acióli de Araújo,
filho de Francisco das Chagas Araújo e Maria José Araújo.
6. Maria Julita Frota, c. c. José Militão da Ponte, filho de
Laureano da Ponte e Francisca Laureana da Ponte.
7. Maria Julita Frota, c. c. Manuel Francisco das Chagas
(Manduca), filho de Francisco Josias da Silveira e Maria dos An-
jos Frota.
8. Ana Odete Frota, c. c. Francisco das Chagas Alves, filho
de Francisco das Chagas Alves e Maria da Graça Carneiro.
9, 10 e 11: Julieta, Neomésia e João Gumercindo, solteiros.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 65

3 de junho (Domingo) : Na Catedral, ordenação do Pe. Eu-


rico de Melo Magalhães, primeiro sacerdote ordenado por Dom
José Tupinambá da Frota.

8 de junho (6ª-feira) : O Cel. Onofre Muniz de Lima preside


a solenidade de reorganização do Tiro de Guerra 162, com sede
em Sobral.

11 de junho (2ª-feira) : Casamento de Pedro Frota Portela,


filho de Antonio Frota Portela e Maria (?). da Frota, com Ana
Lucília Soares, filha de José Firmino Soares e Maria do Carmo
Soares.
Deste matrimônio nasceram:
1. Gerardo Magela Soares Frota, c. c. Ana Barreto Lima, fi-
lha de Maximino Barreto Lima e Maria Antonieta Solon, a 8 de
julho de 1944.
2. Dr. José Dario Soares Frota, cirurgião-dentista, c. c. Ma-
ria das Dores Soares, em Fortaleza.
3. Maria de Jesus Soares Frota, c. c. José Tibúrcio de Lima,
natural de Parelhas, RN, filho de Tibúrcio de Sousa Lima e
Ana Isabel da Conceição, a 18 de novembro de 1947.
4. Teresa de Jesus Frota, c. c. Hugo Iglésias Viñas, filho de
Ramón Iglesias Viñas e Maria do Carmo Menezes, a 9 de abril
de 1949.
5. Antônio Bartolomeu Soares Frota, c. c. Maria Núbia Ar-
ruda.
Obs: Antonio Frota Portela, pai de Pedro Frota Portela, é
filho de Raimundo Carneiro da Frota e sua primeira mulher Joa-
quina Zeferina Portela. Neto paterno de Antonio Gomes da Fro-
ta (Vol. 1, pág. 357, 11.ago.1771) e Ângela Maria Carneiro. Neto
materno de Pedro Carneiro da Silva e Angélica Portela.
66 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

13 de junho (4ª-feira) : O Dr. José Jácome de Oliveira toma


posse do cargo de Prefeito Municipal de Sobral.

14 de julho (Sábado) : Comemora-se festivamente o pri-


meiro aniversário do governo do Dr. João Tomé de Sabóia, pri-
meiro sobralense a governar o Ceará no período republicano.

15 de julho (Domingo) : Patrocinado pelo Sr. Francisco


Chagas Barreto, reuniu-se na Câmara Municipal um júri espe-
cial para escolher o melhor calçado confeccionado na zona nor-
te do Estado. O prêmio coube ao Sr. João Torquato da Silva que
recebeu cem mil réis.

19 de julho (5ª-feira) : O Jornal “A Ordem” noticia a ins-


talação do “Instituto Visconde de Sabóia”, moderno estabele-
cimento de ensino fundado pelo pedagogo Newton Craveiro.

8 de setembro (Sábado) : Casamento de José Leôncio


Gomes de Andrade, filho de José Leôncio de Andrade e Amé-
lia Januária Gomes de Andrade, com Anaíde Parente de Paula
Pessoa, filha do Dr. Joaquim Miranda de Paula Pessoa e Vitalina
Parente de Paula Pessoa.
Deste matrimônio nasceram:
1. Cel. Joaquim Miranda Pessoa de Andrade, c. c. Daisy
Max da Costa Andrade.
2. Judite Paula Pessoa de Andrade, religiosa das Irmãs Do-
rotéias.
3. Dr. José Leôncio Pessoa de Andrade, engenheiro, c. c.
Silvia Fraenckel de Andrade.
4. Dr. Fernando Pessoa de Andrade, agrônomo, c. c. Nilda
Carneiro Melo de Andrade.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 67

5. Maria Dolores Pessoa de Andrade, c. c. o Dr. Joaquim de


Castro Feitosa.
6. Dr. Francisco Paula Pessoa de Andrade, engenheiro, c. c.
Teresinha Araújo de Andrade.

16 de setembro (Domingo) : Casamento de Raimundo Te-


les da Frota, filho de José Teles da Frota e Maria do Carmo Fro-
ta, com Ana Bernardina, viúva de Francisco das Chagas Frota e
filha de Domingos da Frota e Inês Bernardina da Frota.
Deste matrimônio houve:
1. Francisca das Chagas Frota, c. c. Gerardo Peregrino de
Vasconcelos.
2. Sebastião Martins da Frota, c. c. Maria Jovina Gomes, fi-
lha de José Oriano Ferreira Gomes e Raimunda Eulália da Frota,
a 7 de dezembro de 1949.

27 de setembro (5ª-feira) : Casamento de Franklin Diniz


Carneiro, natural de Barbacena-MG, filho de Martim de Oliveira
Carneiro e Guilhermina Henriqueta Diniz Carneiro, com Maria
Daisy Rodrigues da Frota, filha de Estanislau Lúcio Carneiro da
Frota e Ana Joaquina Rodrigues de Albuquerque.
Deste matrimônio houve:
1. Pe. Marcos Lúcio Frota Diniz, nascido em Sobral a 21 de
julho de 1918. Sacerdote da Sociedade do Verbo Divino.
2. Marconi Edson Frota Carneiro, nasceu no Recife a 29 de
janeiro de 1922, c. c. Luísa Inácio Guimarães Miranda, filha de
Teodulo Miranda e Julieta Guimarães.
3. Mariniz Stela Frota Carneiro, nascida a 27 de dezembro
de 1923, c. c. Orlando de Azevedo Barbosa, filho de João Paulo
Barbosa e Carina Azevedo, natural da Paraíba.
4. Márcio Frota Carneiro, nascido em Juiz de Fora-MG, a 1º
68 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

de março de 1925, c. c. Rodolesa Miranda Pinto, filha de Rodol-


fo Pinto e Teresa Miranda.
5. Maria José Frota Diniz, nascida em Juíz de Fora-MG.
6. Margarida Maria Frota Diniz, nascida em Juiz de Fora-
-MG, a 30 de janeiro de 1928, c. c. José do Patrocínio Filho, filho
de José Aranha do Patrocínio e Rita do Patrocínio.

30 de setembro (Domingo) : O Pe. José de Lira Ferreira


toma posse oficial do cargo de vigário da paróquia do Patrocí-
nio, de Sobral.

20 de outubro (Sábado) : Casamento do Dr. Eugênio Mari-


nho de Sabóia, filho de José Figueira de Sabóia e Silva e de Ma-
ria Carminda Marinho de Sabóia, com Belarmina de Andrade,
filha do Dr. Alfredo Marinho de Andrade e Belarmina Caetana
Gondim.
Deste matrimônio nasceram:
1. Carminda Sabóia de Andrade, c. c. José Moacir de An-
drade, filho de Joaquim Anselmo de Andrade e Maria da Penha
Andrade, a 6 de março de 1941.
2. Maria Celina Sabóia, c. c. João Castelo Branco Araújo,
natural de Brejo-MA, filho de Aprígio Fernando de Araújo e Er-
melina Lopes Castelo Branco, a 31 de março de 1948.
3. Alfredo Sabóia de Andrade, c. c. Maria da Conceição
Vasconcelos, natural de Massapê, filha de José Caetano Vas-
concelos e Maria Corsira Firmo Aguiar.

1º de novembro (5ª-feira) : Com 12 páginas, circula a re-


vista “Aurora Colegial”, órgão do Externato Imaculada Concei-
ção, dirigido pela professora Almira Frota.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 69

3 de novembro (Sábado) : Realizam-se exames de admis-


são para a Escola Mista do Arraial de Fortaleza, sob a direção da
professora Dinorá Lins.

9 de novembro ( 6ª-feira) : Em visita a familiares, chega


a Sobral o compositor Mozart Donizetti, sobralense residente
em Manaus.

1918

6 de janeiro (Domingo) : O Prefeito Dr. José Jácome de


Oliveira, inaugura a ponte que liga o bairro da Fortaleza ao cen-
tro da cidade.

4 de fevereiro (2ª-feira) : Falece em Sobral o Desembar-


gador Antonio Ibiapina. Nasceu a 7 de fevereiro de 1858. Foi
Promotor e Juiz em Sobral. Exerceu o magistrado também em
Alto Solimões, Amazonas. Excelente orador. Faleceu cego (Vol.
4, pág. 15, 27.mai.1882).

9 de fevereiro (Sábado) : Casamento de Raimundo Frota


Cavalcante, filho de Joaquim Lopes Cavalcante e Teresa Cristina
Frota, com Maria Alda Cavalcante, filha de Domingos da Ponte
e Antonia Viriato da Ponte.
Deste matrimônio houve:
1. Maria Stela Frota Cavalcante, c. c. Gerardo Freire Cor-
reia Lima.
2. Maria Albênia Frota, c. c. José Gerardo Sales Linhares,
filho de João de Maria Linhares e Maria José Sales, a 6 de julho
de 1946.
3. Mirtes Frota Cavalcante, c. c. Valdir Viana Barbosa, filho
70 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

de Raimundo Batista Barbosa e Maria Viana Barbosa, a 24 de


maio de 1941.
4. Teresinha Frota Cavalcante, c. c. Pedro Ferreira de Sou-
sa.
5. Francisco Joaquim Frota, c. c. Raimunda Suzana Eufrá-
sio, natural de Ubajara, filha de Luís Eufrásio de Oliveira e Fran-
cisca Rodrigues Silva, a 31 de outubro de 1957.
6. José Ribamar Frota.
7. Luciano, faleceu com 6 anos de idade.
Obs: Raimundo Frota Cavalcante nasceu a 11 de fevereiro
de 1888 e faleceu de paratifo, a 26 de março de 1933.
Joaquim Lopes Cavalcante, pai de Raimundo Frota Caval-
cante é filho de Antonio Lopes Freire e sua segunda mulher Ma-
riana Francisca Frota Cavalcante e se casou, a 25 de novembro
de 1871, com Teresa Cristina da Frota, filha de Antonino da Fro-
ta Vasconcelos e Ana Joaquina de Meneses.
Do matrimônio de Joaquim Lopes Cavalcante e Teresa
Cristina, houve:
1. Luis Gonzaga Lopes Frota, nasceu a 24 de setembro de
1872. Transferiu-se para a Amazônia, e ali casou-se duas vezes.
A 1ª, com Luísa Bentes de Sousa, filha de Cesário Bentes de
Sousa e Amélia Bentes, a 13 de maio de 1896, em Manaus. A 2ª,
com Francisca Barroso, filha de Pedro Juvêncio Barroso e Maria
Luísa Barroso, a 1º de junho de 1913, em Juruá-Acre. Faleceu
em Fortaleza a 3 de março de 1942.
2. Antonio Lopes Frota, nasceu em Sobral a 19 de abril de
1874. Estudante de Filosofia no Colégio Pio Latino-Americano
de Roma, onde faleceu a 15 de abril de 1890.
3. Maria Cristina Frota, nasceu a 7 de abril de 1876, c. c. seu
primo Francisco da Frota Rodrigues Lima, filho de Raimundo
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 71

Rodrigues Lima e Maria do Carmo Frota. Faleceu a 2 de dezem-


bro de 1953, sem sucessão.
4. José Augusto Lopes Frota, nasceu a 15 de março de 1878
e faleceu solteiro aos 32 anos.
5. Ana Ceci Lopes Frota, nasceu a 19 de outubro de 1879,
c. c. o viúvo João Leocárpio Soares, filho de Manuel Policarpo
Soares e Francisca das Chagas do Carmo.
6. João Augusto Lopes Frota, nasceu em Sobral a 25 de
abril de 1882 e faleceu no Amazonas, solteiro, em 1903.
7. Jonas Frota Cavalcante, nasceu a 15 de maio de 1886,
c. c. Áurea Costa, filha de Cesário Ferreira da Costa e Francisca
Belarmina, natural de Ubajara.
8. Ester Frota Cavalcante, nasceu a 22 de agosto de 1891,
inupta.
9. Antonio Frota Cavalcante, nasceu a 25 de janeiro de
1893. Casou-se duas vezes. A 1ª, com Ana Dragonira Soares, fi-
lha de João Leocárpio Soares e sua primeira mulher Teresa de
Jesus Frota, a 20 de setembro de 1916. A 2ª, com Helena Fon-
tenele Rodrigues, filha de Júlio Lima Rodrigues e Domitila Fon-
tenele.
Foi Prefeito de Sobral.
10.Ananias Frota Cavalcante, nasceu a 17 de março de
1894. Faleceu solteiro no Recife.
11.Isaías Frota Cavalcante, nasceu a 14 de outubro de
1895, c. c. Almerinda Porto, filha de Antonio de Matos Porto e
Ester Garcia Porto, a 2 de janeiro de 1928, em Fortaleza. Foi en-
genheiro eletricista no Rio de Janeiro.

12 de fevereiro (3ª-feira) : É inaugurada a “Fabrica Santa


Emiliana” para beneficiamento de arroz e algodão, de proprie-
72 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

dade do Sr. Oriano Mendes. O Prefeito Dr. José Jácome de Oli-


veira esteve presente ao ato.
─ 1º casamento de Antonio de Aguiar Carneiro, filho de An-
tonio da Costa Carneiro Ponte e Maria José Bezerra Aguiar, com
Maria do Sacramento Linhares, filha de Manoel de Maria Linha-
res e Maria da Conceição Arruda (Vol. 4, pág. 171, 4.nov.1899).
Deste matrimônio houve:
1. José Maria Linhares Carneiro, casou-se duas vezes. A 1ª,
com Maria Juraci Dias Loiola, filha de Raimundo Alves de Loiola
e Rosa Dias Loiola, a 15 de novembro de 1938. A 2ª, com Tere-
sa Maria Pimentel, filha de Florêncio Pereira e Inácia Pimentel
Pereira.
Obs: Antônio de Aguiar Carneiro casou-se, em segundas
núpcias, com sua cunhada Raimunda Linhares Carneiro, filha de
Antonio da Costa Carneiro Ponte e Maria José Bezerra Aguiar, e
deste segundo matrimônio houve:
2. Manuel Bosco Linhares Carneiro (Manozinho), c. c. sua
prima Maria de Jesus Linhares Carneiro, filha de Pedro Aguiar
Carneiro e Maria Luiza Arruda Linhares.
Antonio de Aguiar Carneiro casou-se em terceiras núpcias,
a 21 de julho de 1940, com Raimunda Linhares Arruda, filha de
Domingos Aguiar Arruda e Francisca Arruda Linhares, e deste
terceiro matrimônio houve:
3. Francisco José Arruda Carneiro, c. c. Vera Maria Ximenes
Lopes, filha de Eduardo Lopes e Aparecida Ximenes Lopes.
4. Domingos Arruda Carneiro, inupto.
Antonio Aguiar Carneiro, nasceu a 7 de fevereiro de 1888 e
faleceu a 15 de dezembro de 1956, vitima de atropelamento de
trânsito na Praça do Rosário, em Sobral.

15 de fevereiro (6ª-feira) : Visita a terra natal o pintor so-


C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 73

bralense Raimundo Cela, autor do famoso quadro: “Os últi-


mos dias de Sócrates”.

22 de fevereiro (6ª-feira) : Dom José Tupinambá da Frota,


convalescente de grave enfermidade, agradece pela imprensa
as pessoas que o visitaram durante a doença.

1º de março (6ª-feira) : O jornalista Vicente Loiola recebe


ordem de prisão, pronunciado por crime de injúrias assacadas
contra o Juiz de Direito interino Dr. Clodoveu de Arruda Coelho,
no jornal “O Rebate”, de que é diretor.

19 de março (3ª-feira) : 1º casamento de Randal Pompeu


de Sabóia Magalhães, filho do Dr. João Pompeu de Sousa Ma-
galhães e Jacinta Viriato de Sabóia, com Hilda Mendonça Lo-
pes, filha de Antonio Manuel Lopes Cavalcante Filho e Maria
Petronília de Mendonça.
Deste matrimônio nasceram:
1. Dr. Kepler Lopes Pompeu, arquiteto e oficial do Exerci-
to, c. c. sua prima Cleone Lopes Lima, filha de Walter Mendonça
Lopes e Heloína Mendonça Lima, a 27 de janeiro de 1945.
2. Joaquina Lopes Pompeu, c. c. o Dr. Pedro Cavalcante
Sidrim, filho do Dr. Pedro Freire Sidrim e Maria do Carmo Caval-
cante, a 8 de janeiro de 1944.
3. Miriam Lopes Pompeu casou-se duas vezes. A 1ª, com
Antonio Rangel, filho de José Quixadá Rangel e Zeneide Duarte
Rangel, a 30 de dezembro de 1950. A 2ª, com João Veras.
4. Gerardo Lopes Pompeu (Gerin), c. c. Perpetina Vieira
Pompeu, filha do Dr. Luis Vieira e Ana Vieira.
5. Dr. Antonio Manuel Lopes Neto, advogado, c. c. Teresa
Martins, filha do Dr. Antônio Martins Filho e Maria de Carvalho
Martins.
74 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

6. Dr. João Pompeu Magalhães Neto, médico, c. c. Rita Vâ-


nia Cavalcante Ponte, filha de Samuel Gomes da Ponte e Anto-
nia Cavalcante Ponte.
7. Dr. José Carlos Lopes Pompeu, agrônomo, c. c. Helena
Gurgel, filha de José Gurgel do Amaral e sua 2ª mulher Zuíla Ri-
beiro Gurgel.
8. Nilda Lopes Pompeu, c. c. José Moreira, filho de Solano
Moreira e Maria do Carmo Nascimento.

31 de março (Domingo) : Circula o primeiro número do


jornal “Correio da Semana” órgão dos interesses da Diocese de
Sobral, dirigido pelos padres José de Lima Ferreira e Leopoldo
Fernandes Pinheiro. Ainda hoje está em circulação.

3 de abril (4ª-feira) : No Teatro São João, estreia dos artis-


tas americanos Índio Correa e Prairy Flower.

14 de abril (Domingo) : Falece em Sobral o Pe. José Raimun-


do Batista. Desde 1907 residia em Sobral. Nasceu em Jucás, anti-
ga São Mateus, a 31 de agosto de 1832 e se ordenou em Olinda a 8
de maio de 1859. Foi vigário de Pentecostes de 1896 a 1907.

15 de abril (2ª-feira) : O jornal “A Ordem” publica reporta-


gem sobre o popular Lameu (Bartolomeu Joaquim de Oliveira),
ancião com 109 anos, que plantara um roçado de milho e pedia
esmolas nas ruas, enquanto aguardava o tempo da colheita.

3 de maio (6ª-feira) : É inaugurada a Sapataria Ideal, pro-


priedade de F. Chagas Barreto, a mais moderna da cidade.

16 de maio (5ª-feira) : Estréia da “Trupe Hispano America-


na” sendo destaque o professor Celso, conhecido prestidigita-
dor e ilusionista, no Teatro São João.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 75

22 de junho (Sábado) : A imprensa noticia a conclusão do


Açude dos Patos, no rio Aracatiaçu, obra dirigida pelo enge-
nheiro Rômulo Campos. Foi iniciado em outubro.

29 de junho (Sábado) : O “Correio da Semana” comenta


a reação do povo contrária à construção de uma leprosaria em
Sobral para abrigar hansenianos. A idéia é defendida pelo mé-
dico Dr. Anselmo Nogueira. O prefeito José Jácome chegou a
mandar fazer a planta do prédio que seria construído pelo go-
verno do Estado.

20 de julho (Sábado) : Falece o tabelião Ildefonso de Ho-


landa Cavalcante. Era viúvo de Maria Carolina Franca Cavalcan-
te, falecida a 13 de agosto de 1917, e com quem se casara a 25
de julho de 1891.

31 de julho (4ª-feira) : Chega a Sobral o Cap. Francisco Ri-


beiro Pessoa Montenegro para substituir o Cap. Gomes Preti-
nho no cargo de Delegado de Polícia.

4 de agosto (Domingo) : É fundada a “Rinha Esportiva So-


bralense”, para promover brigas de galos.

9 de agosto (6ª-feira) : “A Ordem” publica sensacional re-


portagem sobre o assassinato da jovem Cléa Firmo Aguiar per-
petrado por seu namorado José Milton Carneiro que se suicidou
em seguida, em Massapê. O crime deu motivo à publicação de
folhetos de literatura de cordel.

10 de agosto (Sábado) : Falece o coletor de rendas es-


taduais Francisco Gomes de Vasconcelos Júnior (Vol. 4, p. 97,
9.jan.1892).
76 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

28 de agosto (Sábado) : Vitima de pneumonia, falece com


21 anos, a jovem Almira Coelho Frota, filha do Cel. Antônio
Frutuoso da Frota e Marta de Lourdes Coelho. Era diretora do
“Externato da Imaculada Conceição” e colaboradora do Jornal
Correio da Semana sob o pseudônimo de Myriam.

28 de setembro (Sábado) : Inaugura-se a 1ª Exposição Re-


gional Agropecuária e Industrial de Sobral, realizada na Praça
do Menino Deus, de cuja comissão organizadora era presidente
o Sr. Oriano Mendes. A idéia foi do Dr. Leocádio de Araújo. Os
festejos encerraram-se a 3 de outubro. Foi acontecimento mar-
cante na história da cidade pelo número de altas autoridades
estaduais que compareceram.

18 de outubro ( 6ª-feira) : Festeja-se em Sobral a posse do


Cel. Vicente Sabóia como deputado federal pelo Ceará.

23 de outubro (4ª-feira) : 1º casamento de José Custódio


de Azevedo, filho de Joaquim Custódio de Azevedo e Inácia da
Graça Portela, com Maria Ester Lima Ferreira (Lili), natural de
Aracati.
Deste matrimônio houve:
1. Dr. Stênio Azevedo, nascido a 7 de abril de 1920, Bacha-
rel em Direito e Jornalista. Inupto.
2. Valquíria Ferreira Azevedo, c. c. Expedito Gerardo de
Vasconcelos, filho de Francisco de Assis Vasconcelos e Maria da
Glória Vasconcelos, a 31 de janeiro de 1946.
3. Maria Zilka Azevedo, c. c. Francisco Aguiar Frota, filho
de Raimundo Medeiros Frota e Joaquina Aguiar Frota, a 23 de
julho de 1960.
4. Maria Alaíse Azevedo, c. c. Manuel Rodrigues dos San-
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 77

tos, Deputado Federal, filho de Quirino Rodrigues dos Santos e


Ana Rodrigues dos Santos, a 25 de dezembro de 1948.
5. Francisca Telma Azevedo, c. c. Pedro Anastácio Dias, fi-
lho de Manuel Boaventura Anastácio e Maria Dias Anastácio, a
13 de setembro de 1953.
6. Clarice Ferreira Azevedo, c. c. Gilson Moreira.
7. Ivanira Ferreira Azevedo, inupta.
8. Vamprê Ferreira Azevedo.
Obs: José Custódio de Azevedo era advogado provisio-
nado. Casou-se, em segundas núpcias com Jandira Araújo de
Azevedo. Seu pai, Joaquim Custódio de Azevedo era filho de
Custódio Francisco de Azevedo e Ursulina Maria do Livramento
e se casou na Fazenda Torto, a 27 de julho de 1891, com Inácia
da Graça Portela.
Do casamento de Joaquim Custódio de Azevedo e Inácia
da Graça, houve:
1. José Custódio de Azevedo (supra).
2. Dr. Antônio Custódio de Azevedo, médico, nascido a 12
de setembro de 1906, c. c. Doralice Menezes de Azevedo, filha
de José Barreto de Menezes e Leonília Barreto de Menezes, a 4
de outubro de 1937, em Salvador-BA.
3. Regino Custódio de Azevedo, c. c. Maria Carminda Pi-
mentel.
4. Vicente Custódio de Azevedo, c. c. Maria da Conceição
Parente, filha de Rufino Gomes Parente e Domitila Silva Paren-
te, a 9 de julho de 1924.
5. Cesário Custódio de Azevedo, c. c. Madalena Gomes Pa-
rente, filha de Aristides Gomes Parente e Sinhá Gomes Parente.
6. Valdemar Custódio de Azevedo, c. c. Luiza Roseni Por-
tela, filha de José Ferreira Portela e Joana Ferreira Portela, a 14
de outubro de 1939.
78 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

7. Lindolfo Custódio de Azevedo, c. c. Raimunda Ferreira


de Azevedo, filha de Francisco Ferreira Portela e Maria Ferreira
Portela.
8. Manuel Custódio Sobrinho, c. c. Francisca Maria Aguiar,
filha de Francisco Néri Aguiar e Maria do Carmo Carneiro, a 13
de março de 1938.
9. Raimundo Custódio de Azevedo, faleceu solteiro.
10.Maria Amélia Azevedo, c. c. Vicente Ferreira Portela, fi-
lho de João Ferreira da Ponte e Maria da Graça de Deus, a 30 de
julho de 1910.
11.Carminda Custódio de Azevedo, c. c. José Arcanjo de
Aguiar, filho de Manuel Inácio de Aguiar e Raimunda Néri Portela.
12.Francisca Custódio de Azevedo, c. c. seu tio Manuel
Cialdini Portela, filho de José Galdino Portela e Filomena Fer-
reira da Ponte.
13.Argentina Custódio de Azevedo, c. c. Francisco Zeferi-
no de Azevedo.

31 de outubro (5ª-feira) : Inauguração da estrada de roda-


gem entre Sobral e Meruoca, construída pelo engenheiro Plínio
de Castro Nunes. A construção teve início em fevereiro de 1916.

6 de dezembro (6ª-feira) : O “Clube dos Democratas”


passa a funcionar na Praça do Figueira, em prédio comprado a
Francisco Amaral.

1919

1º de janeiro (4ª-feira) : O ano novo começa com um surto


de gripe conhecida por “influenza espanhola” trazendo inquie-
tação à população.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 79

3 de janeiro (6ª-feira) : O Desembargador Moreira da Ro-


cha toma posse do cargo de Secretário de Interior e Justiça, do
Governo João Tomé, em substituição ao Dr. José Sabóia.

2 de fevereiro (Domingo) : Inaugura-se o “Colégio Dioce-


sano Sobralense”, fundado por Dom José Tupinambá da Frota,
com ensino primário e secundário. A direção foi confiada ao Pe.
Joaquim Severiano de Vasconcelos. Destina-se ao sexo mascu-
lino e teve matricula inicial de 74 rapazes, em regime de inter-
nato e externato. Funcionou no prédio onde hoje está a Santa
Casa.
─ A imprensa local notícia o falecimento do maestro Ciro
Ciarlini, italiano, ocorrido na Granja. Lecionou música e piano
em Sobral.
O Pe. Eurico de Melo Magalhães toma posse de Cura da
Catedral, em substituição ao Pe. Francisco Leopoldo Fernan-
des.

9 de fevereiro (Domingo) : Inaugura-se o “Internato do


Colégio Nossa Senhora da Assunção”, sob a direção de Dona
Mocinha Rodrigues. Destina-se ao sexo feminino.

14 de fevereiro (6ª-feira) : Chega a Sobral o Dr. Luís Viana,


médico sobralense recém-formado no Rio de Janeiro. Vai abrir
consultório na cidade.

19 de março (2ª-feira) : Configura-se a seca desse ano.

25 de março (3ª-feira) : Inaugura-se o “Liceu Sobralense”,


escola de ensino secundário criado pelo Governo João Tomé. A
direção foi entregue ao Dr. Rui Monte. A matrícula inicial foi de
80 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

106 alunos. Foi extinto em julho de 1920 pelo Presidente Justi-


niano de Serpa.
─ O Prefeito Dr. José Jácome inaugura o pavilhão de ferro
do mercado público.

10 de maio (Sábado) : A imprensa local noticia a chega-


da dos astrônomos ingleses Cromelin e Davidson enviados de
Londres para fotografar o próximo eclipse do sol com o fim
de medir o peso da luz e confirmar a teoria da relatividade de
Einstein. Chegam também, nesse dia, as comissões cientificas
norte-americana e brasileira de astrônomos. A cidade toma um
ar de festa com a presença dos cientistas.

19 de maio (2ª-feira) : Tem início a construção do açude


Forquilha dirigida pelo Dr. Romulo Campos, paraense.

29 de maio (5ª-feira) : Às 7h46min começa em Sobral o


eclipse do sol e se prolonga até 10h28min. É observado cuida-
dosamente pelos modernos instrumentos trazidos pelas comis-
sões estrangeiras e nacionais que estão na cidade. A imprensa
local traz longas reportagens sobre o acontecimento.

21 de junho (Sábado): Para socorrer os flagelados da seca,


dando-lhes trabalho, a imprensa comenta o começo das obras
dos açudes Forquilha, São Vicente, Várzea da Volta e Cachoeira,
e o inicio da construção da ferrovia Sobral-Itapipoca que está
em estudo.

3 de julho (5ª-feira) : Inaugura-se o curso noturno do Liceu


Sobralense, sob a direção do jovem educador e poeta José Deu-
sdedit Mendes.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 81

9 de julho (4ª-feira) : Retornam a Sobral, vindos de For-


taleza os astrônomos ingleses Cromellin e Davidson para fo-
tografar novamente as estrelas, junto às quais foi observado
o eclipse do sol do dia 29 de maio, e apanhar os instrumentos
científicos para levá-los de volta a Inglaterra. Retornaram para
a Europa no dia 22.

14 de agosto (5ª-feira) : Em substituição ao Sr. Carlos Ro-


cha, foi nomeado Promotor de Justiça de Sobral o Dr. Olavo
Frota. Carlos Rocha assumiu as funções de contador do ramal
da ferrovia Sobral/Itapipoca.

20 de setembro (Sábado) : O “Colégio Diocesano Sobra-


lense” fecha suas portas por motivo da seca e de uma epidemia
de gripe nos alunos. Fora inaugurado a 2 de fevereiro.

9 de outubro (5ª-feira) : Com 93 anos, falece o Cel. Gabriel


Arcanjo de Aguiar.

12 de outubro (Domingo) : O “Colégio São José” dirigido


pelas professoras Zezinha e Mocinha Parente, realiza bela ceri-
mônia de 1ª comunhão de seus alunos, com artístico festival e
encenação de um drama. Foi um primor de arte elogiado pelos
outros semanários locais.

─ O “Circo Valparaíso” abre temporada de espetáculos em


Sobral.

19 de outubro (Sábado) : O “Correio da Semana” publica


na íntegra os Estatutos do “Banco Popular de Sobral”, em fase
de organização.
82 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

2 de novembro (Domingo) : Falece o jornalista Vicente


Loiola que durante doze anos manteve em circulação “O Re-
bate”.

18 de novembro (3ª-feira) : Falece o Pe. Custódio Arcanjo


de Vasconcelos, vigário de Santana do Acaraú, onde nascera a
16 de janeiro de 1878.

1920

16 de janeiro (6ª-feira) : É fundado o “Sobralense Futebol


Club” por iniciativa de José de Freitas Filho e Joaquim Demétrio
de Sousa. Os Estatutos foram aprovados em Assembléia Geral
de 9 de abril.

17 de janeiro (Sábado) : Casamento de José Tomás Bran-


dão, filho de Tomás Brandão de Maria e Maria Lourenço de Sou-
sa, com Francisca de Assis Vasconcelos, filha de Rafael Herma-
no de Vasconcelos e Maria Petronília de Vasconcelos.
Deste matrimônio houve:
1. Wilson Vasconcelos Brandão, c. c. Maria Hildenira Ponte
Lopes, filha de Francisco Firmino Lopes e Maria Ponte Lopes, a
25 de outubro de 1946.
2. Maria Antonieta Vasconcelos Brandão, c. c. Jairo Morel,
filho de Pedro Morel e Ester Rocha Morel, a 22 de janeiro de
1947.
3. Maria Violeta Vasconcelos Brandão, c. c. Jaime Dias Fro-
ta, filho de João Batista Frota e Raimunda Dias Miranda, a 17 de
maio de 1956.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 83

4. Celide Vasconcelos Brandão, professora, inupta.


5. Tomás Brandão faleceu com 13 anos de idade.

21 de janeiro (4ª-feira) : O “Sobralense Futebol Club” ven-


ce jogo com a seleção do Ipu, por 1x0. Jogou com a seguinte
escalação: “Sabóia, Alderico e Horizonte, Felizardo, Lourival e
Freitas, Figueiredo, Itamar, Pinto, Albuquerque e Joanito”.

23 de janeiro (6ª-feira) : Falece Maria Adeodato Monte,


esposa de Amadeu Monte.

24 de janeiro (Sábado) : Casamento de Antônio Lino de


Menezes, filho de João Batista de Menezes e Maria José de Me-
nezes, com Maria Hieronides Frota, filha de Jeremias Frota de
Vasconcelos e Antonia Laureano de Vasconcelos.
Deste matrimônio houve:
1. Dr. Mack Georges de Menezes, casou-se em Parnaíba-Piauí.
2. Dr. Richelieu Frota Menezes, c. c. Iara Menezes, em Par-
naíba.
3. Dr. Francisco Vertier Menezes, casado em Parnaíba.
4. Pe. Mário José de Menezes, nasceu em Sobral a 7 de se-
tembro de 1929. Ordenado sacerdote a 8 de dezembro de 1954.
Vigário de Pedro II e Barra, no Piauí.
5. Antonia Frota Menezes casou-se em Parnaíba.

9 de abril (6ª-feira) : Em Assembléia Geral são aprovados


os estatutos do “Sobralense Futebol Club”, sendo primeiro pre-
sidente José Silvestre Sabóia de Albuquerque.

18 de abril (Domingo) : Falece em Camocim o Sr. Mariano


Cavalcante Rocha, 91 anos.
84 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

28 de abril (4ª-feira) : A cidade recebe a visita do Dr.


Arrojado Lisboa, engenheiro inspetor das obras contra a seca.

2 de maio (Domingo) : Eleição para vereadores da Câmara


Municipal. Foram eleitos, por ordem decrescente de votos: Sil-
vestre Gomes Coelho, José Euclides Ferreira Gomes, Francisco
de Almeida Monte, Eurípedes Ferreira Gomes, Frederico Go-
mes Parente, Raimundo Alves de Farias, Júlio Rodrigues Lima,
João Rodrigues dos Santos e Irapuan Mendes. Tomaram posse
a 10 de junho, sendo eleito Presidente o Sr. Frederico Gomes
Parente.

6 de maio (5ª-feira) : Falece o Dr. Alfredo Marinho de An-


drade, farmacêutico, com 73 anos (Vol. 3, pág. 285, 8.nov.1879).

10 de maio (2ª-feira) : A Câmara Municipal concede licen-


ça ao Dr. José Marinho de Andrade para instalar o serviço de
iluminação elétrica de Sobral. Como Oscar Bernett em dezem-
bro de 1916, o Dr. Marinho não conseguiu levar a efeito o em-
preendimento.

17 de maio (2ª-feira) : Com a avançada idade de 112 anos,


falece o “Velho Lameu”, simpático tipo popular que pedia es-
mola pelas ruas da cidade. Seu nome verdadeiro era Bartolo-
meu Joaquim de Oliveira.

5 de julho (2ª-feira) : No Paço Municipal foi realizada reu-


nião para tratar da organização em Sobral do recenseamento
geral, presidido na região pelo Pe. Leopoldo Fernandes.

12 de julho (2ª-feira) : O Dr. João Tomé deixa o governo


do Estado, sendo substituído pelo Dr. Justiniano de Serpa.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 85

20 de julho (3ª-feira) : Casamento de Antonio Félix Ibiapi-


na, filho de Félix Inácio da Silva e Maria Cesarina Ibiapina, com
Filomena Dias da Ponte, filha de João Dias de Carvalho e Maria
do Carmo Dias da Ponte.
Deste matrimônio houve:
1. Dr. João Dias Ibiapina, advogado, c. c. Vitória Albano
Ibiapina, natural de Juiz de Fora-MG, em janeiro de 1963.
2. Maria Dias Ibiapina, professora pública.
3. Noemi Dias Ibiapina, c. c. Francisco Soares Antunes, na-
tural de Independência, em 1959. Faleceu a 4 de junho de 1964.
4. Felix Dias Ibiapina, c.c. Líbera Collet Ibiapina, natural de
Lagoa Vermelha-RS, a 28 de janeiro de 1959.
5. Helena Dias Ibiapina, c. c. Odésio Cunha, filho de Deolin-
do Cunha e Marieta Cunha, a 8 de janeiro de 1955.
6. Dulce Dias Ibiapina, c. c. Francisco Gomes Vasconcelos,
filho de Tomás Otón de Vasconcelos e Franci Raimunda Men-
des, a 12 de abril de 1956.
7. Antonio Félix Ibiapina Filho, c. c. Julieta Odete Barroso,
filha do Dr. José Teixeira Barroso e Margarida Pereira Barroso,
a 21 de dezembro de 1964. Foi vereador e vice-prefeito de So-
bral. Julieta Odete foi também vereadora.
8. Dr. José Dias Ibiapina, médico, c. c. Clarice Cunha Ibiapi-
na, em Juiz de Fora-MG, em 1967.
Obs: Antônio Félix Ibiapina nasceu a 13 de abril de 1887 e
faleceu a 6 de setembro de 1961. Filomena Dias da Ponte nas-
ceu a 30 de setembro de 1892.

28 de julho (4ª-feira) : Casamento de João Figueiredo de


Paula Pessoa, filho de Francisco de Paula Pessoa e Ana Evan-
gelista de Paula Pessoa, com Eutália Capote de Paula, filha de
João Capote de Paula e Cecília Cecilina Capote.
86 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

Deste matrimônio houve:


1. Dr. Francisco Figueiredo de Paula Pessoa, engenheiro-
-agrônomo, nascido a 13 de julho de 1921, c. c. Dra. Benedita
Albuquerque Paula Pessoa, filha de Francisco das Chagas Albu-
querque e Laurênia Albuquerque, em Fortaleza. Foi Deputado
Estadual e Secretário de Estado.
2. Anacleto Figueiredo de Paula Pessoa, nasceu a 13 de ju-
lho de 1923, c. c. Leda Parente Prado, filha de Jerônimo Medei-
ros Prado e Francisca Gomes Parente, a 19 de janeiro de 1953.
3. José Figueiredo de Paula Pessoa, gêmeo com o prece-
dente, nasceu a 13 de julho de 1923, c. c. a professora Maria Laís
Rodrigues de Sousa, natural de Cariré, filha de Gabriel de Sousa
e Alice Felícia Rodrigues de Sousa, a 10 de outubro de 1950.
4. Maria do Socorro Figueiredo, c. c. Werter Magalhães Ca-
tunda, filha de Abdelkader Catunda e Olga Magalhães Catunda,
a 11 de março de 1953.
5. Dr. Estevão Figueiredo de Paula Pessoa, c. c. Araci Ro-
drigues Figueiredo, filha de Antonio Rodrigues Sobrinho e Ma-
ria Luísa Rodrigues, a 24 de dezembro de 1961.

10 de agosto (3ª-feira) : O Dr. José Jácome de Oliveira é


exonerado do cargo de Prefeito de Sobral por ato do Presidente
do Estado Justiniano de Serpa. O Jornal “A Luta”, de Deolindo
Barreto, vinha mantendo acirrada campanha contra o prefeito.
Para substituí-lo, foi nomeado o Cel. Henrique Rodrigues de Al-
buquerque.
O médico Dr. José Jácome voltou a ser prefeito em 1928.

31 de agosto (3ª-feira) : Falece em Belém do Pará o ilustre


magistrado sobralense Dr. Francisco Severino Duarte, 54 anos.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 87

18 de setembro (Sábado) : Casamento de Maximino Bar-


reto Lima, filho de Joaquim de Sousa Lima e Porcina Barreto
Lima, com Maria Antonieta Solon, filha de Luis Solon de Aguiar
e Antonieta de Paula Solon.
Deste matrimônio houve:
1. Joaquim Barreto Lima, c. c. Ursulita Arcanjo Vasconce-
los, filha de Raimundo Nonato Arcanjo e Maria Frederica Arcan-
jo, a 9 de julho de 1949. Foi Deputado Estadual e Prefeito de
Sobral.
2. Maximino Barreto Lima, c. c. Maria Celina Mendes Car-
neiro, filha de Pedro Mendes Carneiro e Diva Cavalcante, a 25
de dezembro de 1965.
3. Ana Barreto Lima, c. c. Gerardo Magela Soares Frota,
filho de Pedro Frota Portela e Ana Lucília Soares, a 8 de julho
de 1944.

20 de setembro (2ª-feira) : É fundada a Associação Comer-


cial de Sobral, sendo eleito seu 1º presidente o Sr. Oriano Mendes.

30 de setembro (5ª-feira) : O América Futebol Club, de


Sobral, empossa sua nova diretoria, sob a presidência de João
Figueiredo.

10 de outubro (Domingo) : O América Futebol Club empa-


ta com o Camocim em jogo realizado no campo do Jockey Club
Sobralense. O América Sobralense alinhou com Thier, Bruno e
Simão, Martins, Tupã e Gaspar, Joanito, Teixeira, Pinto, Hori-
zonte e Lalá.

20 de outubro (4ª-feira) : Casamento de Francisco Segis-


mundo Rodrigues dos Santos, filho de José Rodrigues dos San-
88 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

tos e Irene dos Santos, com Maria Luísa Figueiredo de Paula


Pessoa, filha de Francisco de Paula Pessoa e Ana Evangelina de
Paula Pessoa.
Deste matrimônio houve:
1. Maria de Jesus Pessoa Santos, c. c. Antonio Valter An-
drade, filho de Joaquim Anselmo de Andrade e Maria da Penha
Andrade, a 29 de junho de 1940. Antonio casou-se, pela segun-
da vez, a 23 de outubro de 1948, com Walderez Mont’Alverne,
filha de Antonio Mont’Alverne Filho e Maria Marfisa Araújo, a 23
de outubro de 1948.
2. Ana Evangelina Pessoa, c. c. Rui Parente Viana, filho de
Manuel Francisco Viana e Alzira Parente Viana, a 8 de dezem-
bro de 1846.
3. Francisco Rodrigues Pessoa dos Santos, c. c. Aíla Mar-
ques Lins dos Santos, filha de Galdino Gondim Lins e Nair Mar-
ques Lins, natural de Tauá, a 11 de maio de 1948.
4. Dr. José Rodrigues Pessoa dos Santos, médico, c. c. Jo-
sefina Alicata dos Santos, no Rio de Janeiro.
5. João Rodrigues Pessoa dos Santos, c. c. Nizeuda Alexan-
drino dos Santos, natural de Iguatu.
6. Irene dos Santos Pereira, c. c. José Marques Pereira, fi-
lho de Luís Pereira Veras e Francisca Marques Pereira, natural
de Meruoca.
7. Dra. Zenaide dos Santos Pereira, c. c. Domingos Mar-
ques Pereira, filho de Luís Pereira Veras e Francisca Marques
Pereira.
8. Francisca Carolina Santos Barreiras (Carol), c. c. José
Eduardo Gomes Barreira, filho do Dr. Eduardo Elery Barreira e
Maria Juraci da Frota Gomes.
9. Margarida Pessoa dos Santos.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 89

10.Expedito Pessoa dos Santos, c. c. Maria das Dores Fer-


reira, filha de Vicente Ferreira da Silva e Altina Júnior da Silva,
natural de Catolé do Rocha-PB, a 13 de maio de 1967.
11.Maria de Jesus dos Santos, c. c. Mário Ribeiro Freire.

29 de outubro (6ª-feira) : O Jornal “A Ordem” publica no-


tícia de uma viagem de caminhão, de Sobral a Fortaleza, feita
no “rápido” espaço de três dias e poucas horas. A façanha foi
seguida pelo Sr. Batista Demétrio que é entrevistado pelo Jor-
nal para relatar o “arrojado recorde”.

31 de outubro (Domingo) : No sítio Mata-Fresca, sobre a


serra da Meruoca, é oferecido lauto almoço ao Dr. André Re-
bouças, engenheiro-chefe do DNOCS no Ceará.

14 de novembro (Domingo) São realizadas animadas


quermesses na Praça Senador Figueira, com o fim de arrecadar
recursos para a conclusão da Praça João Pessoa, iniciativa do
Prefeito Henrique Rodrigues de Albuquerque.

1921

1º de janeiro (Sábado) : É fundado o “Circulo Operário São


José”, iniciativa do vigário da Catedral, Pe. Eurico Magalhães.

8 de janeiro (Sábado) : Às 13 horas é inaugurado o “Banco


de Crédito Agrícola de Sobral”, à Rua Cel. Campelo: O Capital
inicial foi de 150:000$000. A sessão inaugural foi presidida pelo
Sr. Piragibe Mendes. Usou da palavra o idealizador do Banco,
o Sr. Oriano Mendes. Foi o primeiro estabelecimento bancário
da cidade.
90 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

15 de janeiro (Sábado) : Reabre-se em Sobral o Colégio


São Vicente de Paulo, graças aos esforços do Sr. José Lourenço
Viana, Presidente do Conselho Central da Sociedade Vicentina.

22 de janeiro (Sábado) : Casamento de Ubaldo Uberaba


Solon, filho de Luis Solon de Aguiar e Antonieta de Paula Solon,
com Maria Pierre Solon, filha de Eduardo Pierre Carneiro e Ma-
ria do Carmo Pierre.
Deste matrimônio nasceram:
1. Manuel Eduardo Pierre Solon, c. c. Aladir Ribeiro Matos,
no Crato.
2. Luís Pierre Solon, c. c. Maria Isabel Ponte Neves, filha
de Francisco Frota Neves, e 1ª mulher Maria Juraci Ponte Ne-
ves, a 14 de fevereiro de 1955.
3. Raimunda Pierre Solon, c.c. Joaquim Anastácio Dias,
filho de Manuel Boaventura Anastácio e Maria Dias de Assun-
ção, a 22 de julho de 1947.
4. Teresa Pierre Solon, c. c. Rubens Carvalho Rinaldi, filho
de Henrique Nicoliho Rinaldi e Batistina de Carvalho, natural de
São Paulo, a 30 de outubro de 1952.
5. Mirian Pierre Solon, c. c. Conrado Pacheco de Aragão,
filho de Lamartine Pacheco Aragão e Adalgisa Pereira Pacheco,
natural de Goiana-PE, a 8 de dezembro de 1952.
6. Margarida Pierre Solon, inupta.
7. Maria de Jesus, religiosa das Filhas de Santana com
nome de Sor Ana Antonieta.

26 de janeiro (4ª-feira) : Falece o Cel. Diogo Ribeiro da Sil-


va, 75 anos, casado com Amália Brasilina Parente. No dia 29 de
outubro próximo passado, celebrara as Bodas de Ouro de ma-
trimônio, com grande festividade (Vol. 4, p. 214, 4.mar.1905).
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 91

5 de fevereiro (Sábado) : Casamento de Pedro Frutuoso


do Vale, filho de Francisco Frutuoso do Vale e Francisca Maria
Oliveira, com Maria de Lourdes Sabino, filha de João Sabino da
Costa e Maria Madalena Sabino.
Deste matrimônio houve:
1. Francisco Frutuoso do Vale, c. c. Maria de Jesus Pinto, fi-
lha de Miguel Rodrigues Pinto e Francisca do Socorro de Paula,
a 26 de novembro de 1955.
2. José Frutuoso do Vale, c. c. Salomé Lira do Vale, natural
de Massapê.
3. João Frutuoso do Vale, c. c. Teresinha Andrade do Vale,
filha de José Gomes Furtado e Georgina Andrade.
4. Raimundo Frutuoso do Vale, c. c. Noélia Façanha do
Vale, em Fortaleza.
5. Antonio Frutuoso do Vale, c. c. Zilma Tavares do Vale.
6. João Bôsco Frutuoso do Vale, c. c. Leda Medeiros, filha
de Edmundo Medeiros e Edite Bonfim Medeiros, natural de
Ipueiras.
7. Maria Miralda do Vale, c. c. Gerardo Rodrigues Coelho,
filho de Francisco Rodrigues Carneiro e Francisca das Chagas
Coelho, a 13 de julho de 1947.
8. Iracema Frutuoso do Vale, inupta.
9. Milena Frutuoso do Vale, religiosa das Filhas de Santana
com o nome de Sor Ana Bartolomina.
10.Teresinha Frutuoso do Vale, c. c. Antônio Ximenes
Aguiar.
Obs: Pedro Frutuoso do Vale, nasceu a 4 de maio de 1891.
Foi artista nato. Escultor, pintor e arquiteto prático. É autor
de vários monumentos e igrejas da região, estátuas, bustos e
obras de pintura. Faleceu a 27 de fevereiro de 1974.
92 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

Também seus filhos Francisco, Antonio e João Bôsco dedi-


caram-se à escultura, pintura e desenho técnico.

6 de fevereiro (Domingo) : Tem início o carnaval. Houve


blocos de rua e baile nos clubes elegantes: Grêmio e Democra-
tas.

9 de fevereiro (4ª-feira) : Durante copiosa chuva, caiu um


raio na cruz que encima a fachada da Capela do Rosário, no cen-
tro da cidade.

18 de fevereiro (6ª-feira) : O folclorista Leonardo Mota


pronuncia conferência no Teatro São João sobre “Repentistas”.

20 de fevereiro (Domingo) : Para renovar um terço do


Senado, realizaram-se eleições em todo o Brasil. Em Sobral, o
candidato mais votado foi João Marinho de Andrade.

21 de abril (5ª-feira) : É criada a “Caravana Errante”, so-


ciedade literária informal com a finalidade de “cultivar todos os
ramos da literatura indígena”. A iniciativa foi de um grupo de
amantes das letras composto de Craveiro Filho, Louro Mene-
zes, Deusdet Mendes e Braga Hardi. Não havia estatuto, nem
ata, nem arquivo ou outra qualquer formalidade. As reuniões
realizavam-se ao ar livre, geralmente nas cercarias da Lagoa da
Fazenda.

18 de maio (4ª-feira) : Chega a Sobral o Deputado Federal


Vicente Sabóia, com festiva recepção na estação ferroviária.

5 de junho (Domingo) : Tem início o campeonato sobra-


lense de futebol com a participação de quatro equipes: Améri-
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 93

ca, Brasil, Ceará e Sobralense. No primeiro jogo, cujo resultado


foi Ceará 1 x América 0, serviu de Juiz o Jornalista Deolindo Bar-
reto.

11 de junho (Sábado) : Comemorando o aniversário da ba-


talha do Riachuelo, o “Externato São Luis” dirigido pelo Prof.
Luis Jácome, realizou uma sessão cívica.

12 de julho (3ª-feira) : Em sessão solene, a Câmara Muni-


cipal comemora a homologação da Constituição do Ceará e en-
troniza o retrato de Justiniano de Serpa, Presidente do Estado,
no Salão do Paço Municipal.

16 de julho (Sábado) : Casamento de Raimundo Teixeira


Lopes, filho de Cesário Lopes Freire e Vicência Teixeira Lopes,
natural de Iguatu, com Joana Ceci Lopes, filha de Mariano Lo-
pes Freire e Maria Cândida Lopes.
Deste matrimônio houve:
1. Cesário Teixeira Lopes, c. c. Maria Antonieta Rodrigues
de Andrade, filha de Aristides Frederico de Andrade e Matilde
Rodrigues de Andrade, a 22 de maio de 1954.
2. Raimunda Teixeira Andrade, c. c. Antonio Edson Reis de
Andrade, filho de Aristides Frederico de Andrade e Matilde Reis
de Andrade.
3. José Teixeira Lopes, c. c. Maria Clara Brás Lopes.
4. Francisco Clévio Teixeira Lopes, c. c. Georgina Carvalho
Lopes.
5. Maria Albetisa Teixeira, c. c. José Donato Filho, filho de
José Donato Araújo e Raimunda Linhares Araújo, a 7 de outubro
de 1944.
6. Maria de Jesus Teixeira Sousa, c. c. Clemir de Sousa Ben-
94 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

to, filho de Vicente Bento de Sousa e Francisca Regina de Sou-


sa, a 9 de maio de 1953.
7. Zelinda Lopes, c. c. Joaquim Ribamar de Azevedo, filho
de Vicente Custódio de Azevedo e Maria da Conceição Parente
de Azevedo.
8. Maria do Socorro, c. c. João Batista Ferreira.
9. Maria Mirta Teixeira Lopes, inupta.
Obs: Cesário Lopes Freire, filho de Francisco Lopes Freire
e Rosa Maria da Conceição, casou-se a 20 de maio de 1890, com
Vicência Alves Teixeira, filha de Vicente da Costa Teixeira e Ma-
ria Alves Teixeira, natural de Iguatu, e deste matrimônio houve:
1. Raimundo Teixeira Lopes (supra).
2. Maria Cesarina Lopes, c. c. Francisco das Chagas Barre-
to, filho de Joaquim de Sousa Lima e Porcina Barreto Lima, a 11
de janeiro de 1912.
3. Maria Nazaré Lopes, c. c. Henrique Hardy, filho de Car-
los Hardy e Isabel Hardy, a 28 de outubro de 1911.
─ Mariano Lopes Freire é filho único de José Lopes Frei-
re e Laurinda da Conceição, casados a 2 de fevereiro de 1868.
Neto paterno de Otaviano Lopes Freire e Delfina Francisca da
Conceição. Neto materno de Inácio Pereira Marques e Quitéria
Marques dos Santos.
Mariano casou-se com Maria Cândida Lopes, de cujo con-
sórcio houve:
1. Joana Ceci Lopes (supra).
2. Alzira Lopes, c. c. José Gondim Lins, filho de Jesuíno Fi-
gueira de Albuquerque Lins e Maria Nazaré Gondim Lins, a 14
de setembro de 1911.
3. Francisco das Chagas Lopes casou-se duas vezes. A 1ª,
com Maria Otília da Conceição, filha de Manuel Boto de Andra-
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 95

de e Maria do Sacramento Carneiro, a 25 de julho de 1924. A 2ª,


com Ana Lídia de Sousa, filha de José Artur de Sousa e Maria do
Carmo Sousa, a 5 de dezembro de 1927.
4. Raimundo Eduardo Lopes, c. c. Inocência Rodrigues dos
Santos, filha de Estácio Rodrigues dos Santos e Ana Ferreira, a
25 de junho de 1917.
5. Domingos Lopes Freire, c. c. Maria da Silva Ramos, fi-
lha de Teófilo da Silva Ramos e Maria Madalena Ramos, a 24 de
maio de 1914.

14 de agosto (Domingo) : Reinicia-se a temporada turfísti-


ca do Jockey Club Sobralense, no Campo do Prado.

24 de agosto (4ª-feira) : É fundada a “Associação dos Em-


pregados no Comércio de Sobral”.

17 de agosto (4ª-feira) : Às 16h30min ocorreu pavoroso


incêndio na fábrica de pólvora de Manuel Messias situada no
Córrego, subúrbio da cidade, onde faleceu o operário Manuel
Campina.

1º de setembro (5ª-feira) : É fundada a “Liga Desportiva


Sobralense”, órgão coordenador das equipes de futebol locais.

21 de setembro (4ª-feira) : O Jornalista Deolindo Barreto


publica “Vida Alheia”, pequeno livro de crônicas leves e espiri-
tuosas.

30 de setembro (6ª-feira) : Inaugura-se o “Eden”, conjun-


to de bar, fábricas de gelo e bilhares, de propriedade de Manuel
Vergniaud.
96 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

12 de outubro (4ª- feira) : Realiza-se no teatro São João,


a “Festa das Rosas”, iniciativa do Padre Leopoldo Fernandes,
com o fim de conseguir recursos para a fabricação de uma urna
de ouro e pedras preciosas, onde seriam depositados os restos
mortais de Santa Teresinha do Menino Jesus, em Lisieux, na
França.

27 de outubro (5ª-feira) : É instalada a “Cooperativa de


Crédito”, tendo como primeiro presidente o Sr. Francisco Por-
fírio da Ponte.

13 de novembro (Domingo) : Chega de automóvel, proce-


dente de Fortaleza o Dr. Henrique Eduardo Couto Fernandes,
engenheiro-chefe da Rede Viação Cearense, em visita de inspe-
ção.
─ Nesse ano, teve início a construção da Fábrica CIDAO no
bairro da Cruz das Almas.

1922

4 de janeiro (4ª-feira): Casamento do Dr. José Olavo Ro-


drigues Frota, filho de Estanislau Lúcio Carneiro da Frota e Ana
Joaquina Rodrigues, com Antonia de Albuquerque Figueiredo,
filha de Antonio de Paula Pessoa Figueiredo e Antonia Ernesti-
na Sabóia de Albuquerque.
Deste matrimônio houve:
1. Geraldo Figueiredo Frota.
2. Antonio Figueiredo Frota.
3. João Byron Figueiredo Frota.
4.5 e 6. Dora, Maria e Francisca que faleceram crianças.
Dr. José Olavo nasceu em Sobral a 17 de fevereiro de 1896.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 97

Foi Promotor de Justiça em Sobral (1921), Juiz Municipal de Co-


reaú (1922) e de Santana do Acaraú (1925) e Juiz de Direito de
Crateús desde 1932, onde passou a residir até o falecimento.

7 de janeiro (Sábado) : A senhora Evangelina Sabóia, em


concurso patrocinado pelo Jornal “A Ordem” é eleita a mais bo-
nita mulher de Sobral, com 276 votos. Em 2º lugar classificou-se
Noemi Mendes com diferença de apenas um voto. Foi o primei-
ro concurso de Miss Sobral.

22 de janeiro (Domingo) : Falece o Papa Bento XV criador


da Diocese de Sobral. Inexplicavelmente, a cidade ainda não
lhe fez justiça dando-lhe o nome a uma de suas ruas.

7 de março (3ª-feira) : Desentendimentos entre o líder po-


lítico Francisco de Almeida Monte e o Tenente Antonio Castelo
Branco terminaram em cena sangrenta em que ambos saíram
gravemente feridos. A tragédia ocorreu na antiga Praça do Mer-
cado, hoje Praça Dr. José Sabóia, às 13 horas. O Tenente faleceu
no dia 10, no Hotel do Norte, onde vivia hospedado. Francisco
Monte recuperou-se dos ferimentos.

21 de março (3ª-feira) : Falece o jovem Luis Patriolino Fi-


lho, funcionário das obras de construção do açude de Forquilha.

15 de abril (Sábado) : Na Catedral, ordenação sacerdotal


dos diáconos José Gerardo Ferreira Gomes e Francisco Felipe
Fonteles.

16 de abril (Domingo) : Inaugura-se o “Posto Profilático


Belisário Pena” com a finalidade de prevenir o surto de epide-
mias na região. A solenidade foi presidida pelo Prefeito Munici-
98 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

pal Cel. Henrique Rodrigues. A bênção das instalações foi feita


pelo Padre Fortunato Alves Linhares. A iniciativa deveu-se ao
Dr. Nestor Fóscolo e o primeiro diretor foi o Dr. Atualpa Barbosa
Lima.
30 de abril (Domingo) : Faleceu o Cel. Emílio Gomes Pa-
rente. Era filho do Cel. Diogo Gomes Parente e de sua primeira
mulher Vitalina Libânia Parente. Casou-se, em Fortaleza, com
Leopoldina Gomes Parente, filha do Dr. Esmerino Gomes Pa-
rente e Alice Marques Parente. Esta é filha do Cel. Leonardo
Marques Brasil, Barão de São Leopoldo, e de Alice Gauthier,
natural da França.
Do casamento do Cel. Emílio Gomes Parente e Leopoldina
Gomes Parente houve os seguintes filhos: Dr. Esmerino Gomes
Parente (neto), engenheiro agrônomo, Lauro Gomes Parente e
Luzanira Gomes Parente.
O Cel. Emílio nascera em Sobral a 2 de janeiro de 1869.

3 de maio (4ª-feira) : Nasce a idéia da fundação da “Aca-


demia Sobralense de Letras” com doze sócios fundadores: Dr.
Clodoveu de Arruda Coelho, Dr. Cláudio Nogueira, Dr. Atualpa
Barbosa Lima, Dr. Luis Viana, Dr. Rui de Almeida Monte, Dr.
Benjamim Hortênsio, jornalista Craveiro Filho e Paulo Aragão,
Lauro Menezes, Oriano Mendes, Pe. Fortunato Alves Linhares e
Pe. Leopoldo Fernandes que foi o primeiro presidente.
A primeira sessão de inauguração foi realizada no dia 7
de junho, data oficial da criação. Ficando paralisada por alguns
anos, foi reinaugurada a 7 de setembro de 1944 por Mons. Vi-
cente Martins da Costa, com o nome de “Academia Sobralense
de Estudos e Letras”.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 99

16 de maio (3ª-feira) : Segue para o Rio de Janeiro o mos-


truário do município de Sobral destinado à Exposição do Cen-
tenário de Independência do Brasil, a ser inaugurada a 7 de se-
tembro.

27 de maio (Sábado) : Inaugura-se o “Eden Cine” à Rua do


Rosário, cinema mudo pertencente ao Sr. Walter Vergniaud.

8 de junho (5ª-feira) : O Dr. Nestor Fóscolo pronuncia con-


ferência sobre profilaxia no posto Belisário Pena, com seleta
assistência.

17 de junho (Sábado) : O Jornal “A Lucta” noticia o reinício


da ligação Sobral-Fortaleza por meio de automóvel após o tér-
mino do período de chuvas.

5 de julho (4ª-feira) : Comemorando o aniversário da cida-


de de Sobral, o Colégio Assunção realiza um concerto musical
com alunos daquele estabelecimento de ensino. A imprensa
local dá notícia sobre uma melindrosa intervenção cirúrgica re-
alizada pelo médico Atualpa Barbosa Lima no cidadão João Cis-
ne, 84 anos, que sofria de hérnia estrangulada e que teve total
recuperação.

9 de julho (Domingo) : Reinaugura-se a biblioteca do Club


dos Democratas, sob a direção de Alberto Amaral.

15 de julho (Sábado) : Chegam a sobral três automóveis,


marca Studebaker, para passageiros. O diretor da empresa
“Auto Expresso” anuncia na imprensa que aceita pedidos dos
interessados que desejem ir de automóvel ao baile do 12º ani-
versário do Club dos Democratas, no dia seguinte.
100 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

A novidade atraiu a alta sociedade local que se utilizou dos


veículos para passeios pelas ruas da cidade.

23 de julho (Domingo) : Tem início a temporada de corrida


de cavalos no Jockey Club Sobralense que programou cinco pá-
reos bem disputados.

29 de julho (Sábado) : Casamento de João Nogueira Ade-


odato, filho de Vicente Adeodato Carneiro e Francisca Nogueira
Adeodato, com Luzia Mendes Adeodato, filha de Manuel Feli-
zardo Pereira Mendes e Maria José Lopes Mendes.
Deste matrimônio houve:
1. José Mendes Adeodato, c. c. Zaíra Rodrigues Barreto,
filha de José Pessoa Barreto e Antonia Rodrigues Barreto, a 30
de janeiro de 1946.
2. Dr. Francisco Mendes Adeodato, médico, c. c. Isabel Ro-
driguez Adeodato, natural do Uruguai.
3. João Alberto Mendes Adeodato, c. c. Maria Vilma Pauli-
nho Dias, filha de João Anastácio Dias e Neusa Paulino Dias, a
15 de janeiro de 1952.
4. Maria Terezinha Mendes Adeodato, c. c. o Dr. Aristides
Andrade Filho, filho de Aristides Frederico de Andrade e Matil-
de Rodrigues de Andrade, a 17 de maio de 1962.
5. Maria José Mendes Adeodato, c. c. Lúcio Glauco Pires
Paula Pessoa, filho de José Barbosa de Paula Pessoa e Jandira
Pires Paula Pessoa, a 12 de março de 1955.
6. Márcia Mendes Adeodato, c. c. João Ariston Araújo, na-
tural de Cascavel.
Obs: João Nogueira Adeodato nasceu a 17 de outubro de
1906. Foi Deputado Federal. Faleceu a 18 de maio de 1973. Lu-
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 101

zia Mendes Adeodato nasceu a 13 de dezembro de 1904 e fale-


ceu a 27 de junho de 1981.

31 de julho (2ª-feira) : No palácio Episcopal reúnem-se


as autoridades locais e os líderes da comunidade com o fim de
programar os festejos comemorativos do 1º centenário da In-
dependência do Brasil.

18 de agosto (6ª-feira) : O Jornalista Sérgio Olidense, de


Belém do Pará, visita a cidade e profere no “Eden-Cine”, bri-
lhante conferência sobre o tema: ”O Teatro e sua evolução den-
tro do último século”.

1º de setembro (6ª-feira) : Tem início a “Semana da Inde-


pendência”, com variado programa de eventos sócio-religiosos
e culturais para celebrar o 1º centenário da Independência do
Brasil a ocorrer no dia 7.

7 de setembro (5ª-feira) : Sobral celebra festivamente o 1º


centenário da Independência do Brasil. As comemorações tive-
ram o seguinte programa:
7h – Missa campal na Praça da Constituição (São Francis-
co) que passou a se chamar Praça da Independência. Hoje se
chama Praça Deputado Francisco Monte. Após a missa, inaugu-
ração do Monumento comemorativo no centro da praça, obra
dos artistas Vicente Pinto e Francisco Bezerra.
9h- Aposição da imagem de Cristo no Salão do Júri. Correu
boato de que o Jornalista Deolindo Barreto havia dito que Cristo
estava no Júri para responder por crime de sedução. Tal fato pro-
vocou grande reação na cidade e deu inicio à longa desavença en-
tre o clero e o jornalista. O Bispo excomungou o jornal “A Lucta”.
102 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

10h- Sessão Cívica no Paço Municipal, sendo orador oficial


o tabelião Pedro Mendes Carneiro.
17h- Solene Te-Deum na Catedral e desfile cívico pelas ruas
da cidade.
21h- Festa nos Clubes Democrata e Grêmio.

18 de setembro (2ª-feira) : Na Fazenda Patos, falece o Cel.


José Gomes Rodrigues de Albuquerque. Nascera a 15 de março
de 1852 (Vol. 3, p. 246, 6.mai.1874).

3 de outubro (3ª-feira) : Em Santana do Acaraú, falece o


professor Gil Tomás Lourenço, pai do poeta Pe. Antonio Tomás.

5 de outubro (5ª-feira) : No Clube dos Democratas, confe-


rência do médico Gavião Gonzaga, chefe da Comissão de Profi-
laxia do Ceará, sobre educação sanitária.

8 de outubro (Domingo) : Em face das desavenças entre o


Jornalista Deolindo Barreto e o clero, após os acontecimentos
do dia 7 de setembro, grande multidão concentrada em frente
da residência episcopal, presta desagravo ao bispo Dom José
Tupinambá da Frota.

16 de novembro (5ª-feira) : 1º casamento de Cesário Ibia-


pina da Silva, filho de Félix Inácio da Silva e Maria Cesarina Ibia-
pina, com Areolina Carvalho Lima, filha de Raimundo Rodrigues
Lima e Antônia de Carvalho Lima, natural de Tianguá.
Deste matrimônio houve:
1. Dr. Raimundo Lima Neto, cirurgião dentista, c. c. Maria
Ivete Aragão, filha de Paulo Aragão e Dinorá Lins Aragão, a 30
de outubro de 1948.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 103

2. Dr. Francisco Lima Ibiapina, químico industrial, c. c. Ma-


ria Ângela Gasineu. Residem em Petrópolis.
3. Dr. Félix Lima Ibiapina, engenheiro, c. c. Maria José Mo-
reira. Residem no Rio de Janeiro.
Obs: Dona Areolina Carvalho faleceu a 28 de setembro de
1938. O viúvo Cesário Ibiapina casou-se, em segundas núpcias,
com Maria de Jesus Paula, filha de José Pergentino Paula e Ma-
ria de Lourdes Paula, a 31 de julho de 1940, com sucessão.

23 de novembro (5ª-feira) : Falece o Cel. Ernesto Deocle-


ciano de Albuquerque. Nasceu em Aracatí a 20 de maio de 1841.
Veio para Sobral no ano de 1854. Grande capitalista e industrial,
fundador da Fábrica de Tecidos de Sobral. Foi Vice-Presidente
do Estado (Vol. 3, pág. 186, 28.jan.1865).

25 de novembro (Sábado) : Chega a Sobral o Pe. Luis Fran-


zoni, sacerdote italiano que fora capuchinho com o nome de
Frei Dositeu. Foi vigário da Paróquia do Patrocínio em Sobral.
Faleceu a 21 de abril de 1958.

27 de novembro (2ª-feira) : Falece em Ibiapina o Cel. Wen-


ceslau Soares e Silva. (Vol. 4, p. 204, 23.mai.1903).

14 de dezembro (5ª-feira) : Chega a Sobral a Comissão Pe-


arse, chefiada pelo Dr. Arno Pearse. Tinha a finalidade de aper-
feiçoar a cultura do algodão.

20 de dezembro (4ª-feira) : O Jornal “A Lucta” noticia que


um automóvel Overland dirigido por Antonio Nascimento fez
o percurso entre Fortaleza e Sobral em 9 horas e 45 minutos. A
façanha é exaltada como recorde.
104 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

22 de dezembro (6ª-feira) : Falece Domingos Deocleciano


de Albuquerque, irmão do Cel. Ernesto Deocleciano de Albu-
querque (Vol. 3, p. 245, 10.jan.187).

1923
19 de janeiro (6ª-feira) : O Presidente Justiniano de Serpa
exonera o Cel. Henrique Rodrigues de Andrade do cargo de Pre-
feito de Sobral e nomeia o Coronel Antonio Mendes Carneiro
para o substituir.

29 de janeiro (2ª-feira) : Posse do novo Prefeito de Sobral,


Coronel Antônio Mendes Carneiro.

11 de março (Domingo) : Sagração do altar de mármore


da capela do SS. Sacramento, no recinto da Catedral. Foi mais
um ato comemorativo do Centenário da Independência do Bra-
sil que não pôde ser efetuado no tempo previsto.

31 de março (Sábado) : Na Catedral, ordenação sacerdo-


tal do Pe. Olavo Passos. Nasceu em Viçosa a 15 de novembro
de 1898. Foi Vigário Geral da Diocese, Diretor da Congregação
Mariana e Reitor do Seminário. Faleceu a 13 de abril de 1987.

15 de abril (Domingo) : É fundada a Obra das Vocações Sa-


cerdotais na Catedral. Visa a ajudar a construção do Seminário
no bairro da Betânia e trabalhar em prol dos candidatos ao sa-
cerdócio.

30 de abril (2ª-feira) : Chegam a Sobral os advogados Go-


mes de Matos e Olavo Oliveira que defendem os direitos do Pe.
Leopoldo Fernandes no processo de queixa-crime que moveu
contra o Jornalista Deolindo Barreto.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 105

5 de maio ( Sábado) : Realiza-se o Dia da Árvore, iniciativa


do professor Newton Craveiro, diretor da 3ª Região Estadual de
Ensino.

25 de junho (2ª-feira) : Casamento de Romão Ferreira da


Ponte, filho de José Ferreira da Ponte e Angélica Francelino Por-
tela, com Maria Amélia Portela, filha de José Ferreira Portela e
Joana Francisca Portela.
Deste matrimônio houve:
1. Creusa Ponte Vasconcelos, c. c. Sebastião Oscar de Vas-
concelos, filho de José Gilberto Vasconcelos e Maria José Vas-
concelos, a 8 de dezembro de 1945.
2. José Ferreira Portela Neto, professor, c. c. Maria da Con-
ceição Andrade, filha de Raimundo Soares de Andrade e sua pri-
meira mulher Antonia Tely Menezes, a 25 de dezembro de 1954.
3. Agenor Ferreira da Ponte, c. c. Ireuda Maria Abreu, filha
de José Sebastião de Abreu e Ester Martins de Abreu, em For-
taleza.
4. Zenira Ferreira da Ponte, professora, inupta.
5. Dr. Joviniano Ferreira da Ponte, agrônomo, c. c. Isabel
Martinho da Ponte, em Belém.
6. Dra. Marilene Ponte Lima, farmacêutica, c. c. Antônio
Cláudio Severiano de Lima, natural de Lavras da Mangabeira.
Obs: Romão Ferreira da Ponte nasceu a 9 de setembro de
1903 e Amélia, a 29 de março de 1906.
Interessante observar um exemplo típico de endogamia
entre as famílias Ferreira da Ponte e Ferreira Portela: Os irmãos
Romão, Hermes, Georgina e Silvana Ferreira da Ponte casaram-
-se com os também quatro irmãos Maria Amélia, Maria da Con-
ceição, Francisco Machado e Júlio Ferreira Portela.
106 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

Romão com Maria Amélia casou-se a 25 de junho de 1923


(supra); Hermes com Maria da Conceição, a 13 de junho de
1930, Georgina com Francisco Machado e Silvana com Júlio, a
17 de julho de 1924.

2 de julho (2ª-feira) : Em Salvador, Bahia, comemora-se o


Jubileu de Ouro da ordenação sacerdotal do sobralense Dom Jerô-
nimo Tomé da Silva, Arcebispo Primaz do Brasil. O Bispo de Sobral,
Dom José Tupinambá da Frota, viajou e participou dos festejos.

15 de julho (Domingo) : De retorno da Bahia, Dom José teve


carinhosa recepção por parte da população na Praça do Menino
Deus. Na ocasião, discursaram o Dr. Clodoveu de Arruda e Mon-
senhor José Ferreira. Os dois discursos foram publicados no “Cor-
reio da Semana”. A cerimônia teve também sentido de desagra-
vo em face dos ataques do jornal “A Lucta” contra o clero.

31 de julho (3ª-feira) : Casamento do Dr. Antônio de Lima


e Silva Filho, natural de Minas Gerais, filho de Antonio de Lima e
Silva e da Maria Ananisa Barroso, com Maria de Lourdes Lopes,
filha de Antônio Manuel Lopes Cavalcante Filho e Maria Petro-
nília Furtado de Mendonça.
Deste matrimônio houve:
1. Maria Eugênia Lopes Lima, c. c. o Coronel Sabino Gui-
marães, filho de Ananias Gonçalves Guimarães e Luiza Frederi-
ca Guimarães, a 29 de junho de 1944.
2. Emília Lopes Lima, c. c. o Dr. Hugo Mendes Parente, fi-
lho de Murilo Gomes Parente e Noemi Mendes Parente, a 8 de
setembro de 1948.
3. Luciana Lopes Lima, inupta.
4. Antônio Lima Neto, c. c. Vera Maria Ponte de Almeida,
filha de Estanislau Ripardo Almeida e Maria Ferreira da Ponte.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 107

7 de agosto (3ª-feira) : Falece Amélia Albuquerque Lopes,


primeira mulher de José Alcino Lopes Cavalcante (Zeca Valdevi-
no): Tinha 42 anos e deixou 18 filhos (Vol. 4, pág 173, 2.dez.1899).

10 de setembro (2ª-feira) : Falece o Major José da Páscoa


Loreto, 79 anos. Era filho de José da Páscoa Loreto e Catarina
Joaquina da Páscoa. Casou-se a 9 de novembro de 1862, com
Francisca Carolina Cavalcante, filha de Manuel Ferreira Caval-
cante e Rosa Maria de Viterbo.
Deixou os seguintes filhos:
1. Manuel da Páscoa Loreto, c. c. sua prima Belarmina
Amélia Cavalcante, filha de Francisco Dodô Cavalcante e Rosa
Cândida Cavalcante, a 18 de maio de 1898.
2. Marçal da Páscoa Loreto, c. c. Maria Madalena Montei-
ro, filha de Raimundo Monteiro e Maria Vitória Monteiro.
3. Raimundo da Páscoa Loreto, c. c. Alice Monteiro Loreto,
filha de Raimundo Monteiro e Maria Vitória Monteiro.
4. Antonia da Páscoa Loreto, c. c. Luís Gonzaga Madeira,
filho de Joaquim José Madeira e Antonia Viana Madeira.
5. Maria da Graça Páscoa, c. c. Quariguasi Jefferson Barre-
to, filho de Miguel Antônio de Melo Barreto e Mariana Augusta
Vasconcelos, a 31 de janeiro de 1885.
15 de setembro (Sábado) : É fundado o “Club Artístico So-
bralense”.

─ No mesmo dia, o Pe. Leopoldo Fernandes publica artigo


contra o médico Atualpa Barbosa que o ofendera em outro ar-
tigo em “A Lucta”.

6 de outubro (Sábado) : A imprensa comenta a chegada


das Irmãs de Santana que vieram a Sobral tratar da instalação
108 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

da Santa Casa de Misericórdia a ser brevemente inaugurada.

10 de novembro (Sábado) : O “Correio da Semana” notícia


a fundação da “Escola de Ensino Prático de Agronomia” sob a
responsabilidade do Banco de Crédito Agrícola de Sobral, ten-
do os seguintes professores: Dr. Pimentel Gomes, Dr. Aristóbu-
lo de Castro e Dr. Cláudio Nogueira.

23 de novembro (6ª-feira) : Casamento de Vitor Caval-


cante de Castro, filho de José Parente de Albuquerque e Maria
Fausta Urcesina, com Francisco Elusa Lopes, filha de José Alci-
no Lopes Cavalcante e Maria Amélia Albuquerque.
Deste matrimônio houve:
1. José Vitor Lopes Cavalcante, c. c. sua prima Iolanda Fro-
ta Lopes, filha de Josué Albuquerque Lopes e Maria de Lourdes
Frota, a 17 de maio de 1947.
2. João Batista Lopes Castro, c. c. Giselda Andrade, filha de
Pedro Rufino Andrade e Balbina Andrade, natural de Massapé.
3. Hugo de São Vitor Lopes, c. c. Raimunda Ivete Eufrásio,
filha de André Rodrigues da Silva e Alexandrina Eufrásio da Sil-
va, a 18 de março de 1955.
4. Mons. Valdir Lopes Castro. Nasceu a 2 de fevereiro de
1931. Ordenado sacerdote a 8 de dezembro de 1956. Vigário de
Marco desde 2 de março de 1964.
5. Maria do Socorro Lopes Cavalcante, c. c. Aurélio Caval-
cante Ponte, filho de Samuel Gomes da Ponte e Antonia Lacer-
da Cavalcante.
6. Luzanira Lopes Cavalcante, c. c. Juarez Sampaio, filho
de Raimundo Sampaio Veras e Francisca Naísa Medeiros.
7. Marconi Lopes Cavalcante, c. c. Silene Meneses Caval-
cante, natural de Santana do Acaraú.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 109

8. Hipólito Lopes Cavalcante, c. c. Maria Luísa Freitas, filha


de José Rosa de Freitas e Maria de Lourdes Freitas.
9. Marcelo Lopes Cavalcante, c. c. Ana Maria Linhares, fi-
lha de Raimundo Linhares Cavalcante e Aldenora Linhares.
10.Rosa Maria Lopes, c. c. Rogério Cavalcante Ponte, filho
de Samuel Gomes da Ponte e Antonia Lacerda Cavalcante.
11.Edilson, faleceu criança.

16 de dezembro (Domingo) : Inauguração da nova loja “A


Pernambucana”, filial de Sobral.

19 de dezembro (4ª-feira) : Falece Monsenhor José Ferrei-


ra da Ponte, Vigário Geral da Diocese. Nasceu em Sobral a 11 de
abril de 1845 (Vol. 3, pág. 14, 7.jan.1842).

23 de dezembro (Domingo) : Falece o Capitão Cesário Fer-


reira Gomes.

25 de dezembro (3ª-feira) : O maestro Henrique Jorge e


sua filha Isolda promovem concerto musical, com violino e pia-
no, no salão do Club dos Democratas e foram aplaudidos por
numerosa assistência.

1924

19 de fevereiro (3ª-feira) : Falece, em Salvador da Bahia, o


Arcebispo Primaz do Brasil, o sobralense Dom Jerônimo Tomé
da Silva.

26 de março (4ª-feira) : Na Fazenda Baia, no município


de Santana do Acaraú, morre o Sr. Francisco Carneiro Leão
Veloso, irmão de Antonio Mendes Carneiro, Prefeito de Sobral.
110 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

Casara-se, a 19 de junho de 1884, com Maria da Graça de Jesus,


filha de Vicente Carneiro da Rocha e Maria Evangelina da Glória.

6 de abril (Domingo) : O Correio da Semana inicia a publi-


cação de “ O Município de Santana” em artigos sucessivos que
posteriormente foram enfeixados em livros.

15 de abril (3ª-feira) : Falece no Rio de janeiro o engenhei-


ro sobralense Dr. Humberto Sabóia, 45 anos, casado com Sofia
Hess de Melo Sabóia. Deixou sete filhos. Era filho de Ernesto
Deocleciano de Albuquerque e Francisca Carolina de Sabóia.

22 de abril (3ª-feira) : Arrombamento dos açudes “Santa


Maria “ e “Patos”, neste município, provocado pelas enchentes
do rio Aracatiaçu.

26 de abril (Sábado) : As águas do rio Acaraú transbordam


e inundam grande parte da cidade de Sobral. O inverno é exces-
sivamente rigoroso.

29 de abril (3ª-feira) : Estreia do “Circo Sampaio” que visi-


ta a cidade.

12 de maio (2ª-feira) : Eleições estaduais para escolha do


Governador do Ceará. Foi eleito o sobralense Dr. José Moreira
da Rocha com mandato de quatro anos.

15 de maio (5ª-feira) : Dom José Tupinambá da Frota, Bis-


po de Sobral, viaja ao Rio de Janeiro onde foi adquirir equipa-
mentos para a inauguração da Santa Casa de Misericórdia.

7 de junho (Sábado) : Por iniciativa do professor Newton


C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 111

Craveiro é festejado o Dia da Árvore com participação de todas


as escolas da cidade.

14 de junho (Sábado) : Falece a Sra. Maria do Livramen-


to Leoncina de Andrade, esposa do Prefeito Municipal Antônio
Mendes Carneiro.

15 de junho (Domingo) : No edifício da Câmara Municipal


às 9h30min, é baleado o jornalista Deolindo Barreto, durante
sessão eleitoral para escolha de um senador e um deputado
federal. No tiroteio ficaram também feridos os comerciantes
Vicente Bento e Nasion Barreto, além de um soldado da polícia.

19 de junho (5ª-feira) : Falece o jornalista Deolindo Barre-


to, vítima do tiro que recebeu no dia 15.

21 de junho (Sábado) : Dom José Tupinambá da Frota tem


audiência no Catete com o Presidente da República, Dr. Artur
Bernardes. Foi tratar de ajuda para a Santa Casa de Misericór-
dia de Sobral, em construção.

28 de junho (Sábado) : Casamento de Hemetério Soares,


filho de José Firmino Soares e Maria do Carmo Soares, com Iso-
lina Capote Soares, filha do João Capote de Paula e Cecília Ceci-
lina de Albuquerque.
Deste matrimônio houve:
1. José Maria Soares, radialista, c. c. Maria de Lourdes Co-
elho, filha de Francisco Melquíades Coelho e Antonia Eunice
Rodrigues.
2. João Lúcio Soares, jornalista, inupto.
3. Hélio Capote Soares, c. c. Anúsia Aragão Soares, filha de
Pedro Celestino Albuquerque e Maria Aragão Albuquerque.
112 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

4. Rogério Capote Soares, c. c. Raimunda Vasconcelos Fro-


ta, filha de Domingos Inácio e Iracema Vasconcelos Frota.
5. Márcio Capote Soares, c. c. Maria Taís Mont’Alverne Lo-
pes, filha de Carlos Augusto Oliveira Lopes (Carlito) e Maria Eli-
sa Mont’Alverne.
6. Zilma Soares, faleceu adolescente.
Obs: José Firmino Soares, pai de Hemetério, é filho de José
Firmino Soares e Ana Umbelina de Sousa. Neto paterno de Ma-
nuel Policarpo Soares e Francisca Maria Carvalho. Neto mater-
no de Francisco Anastácio de Maria Vasconcelos e sua primeira
mulher Umbelina Ferreira da Costa (Vol. 2, pág. 250, 8.jan.1834).

29 de junho (Domingo) : Falece o Capitão Gregório


Ximenes Aragão (Vol. 4, pág. 167, 14.set.1899).

6 de julho (Domingo) : Falece afogado no rio Acaraú entre


as vilas de Tuína e Patriarca a anciã Teresinha do Nascimento de
Jesus, 77 anos, tia e mãe de criação do tabelião José Fabião de
Vasconcelos.

25 de julho (6ª-feira) : Do regresso de sua viagem ao Rio,


Dom José Tupinambá tem festiva recepção em Sobral.

2 de agosto (Sábado) : O “Correio da Semana” publica os


Estatutos da Santa Casa de Misericórdia de Sobral.

10 de agosto (Domingo) : Ordenação sacerdotal do Pe.


Nelson Nogueira Mota, natural de Independência.

7 de setembro (Domingo) : É instalada a 2ª Exposição


Agropecuária e Industrial, na Praça do Menino Deus. O time
São Cristovão local joga com o América de Fortaleza.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 113

24 de setembro (4ª-feira) : É fundada a “Companhia In-


dustrial Luz e Força de Sobral” para fornecimento de energia
elétrica pública de Sobral. A iniciativa deveu-se ao comerciante
Oriano Mendes, tendo como sócios fundadores também os ca-
pitalistas Júlio Guimarães, Ernesto Martinho de Andrade, Fran-
cisco Godofredo Rangel, Alexandre Soares, José Leôncio de An-
drade e Irapuã Mendes.

18 de outubro (Sábado) : Circula o primeiro número do se-


manário “A Imprensa”, sob a direção de José Passos Filho.

30 de outubro (3ª-feira ) : Chega a Sobral o beneditino


Dom Bento Lopez, visitador apostólico das dioceses brasileiras.
Teve festiva recepção na cidade.

6 de novembro (3ª-feira) : Falece a Sra. Maria Teresa Pe-


dreira Lins, viúva de Luis Figueira de Albuquerque Lins (Vol. 3,
p. 215, 22.jan.1870).

24 de novembro (2ª-feira) : Falece Miguel Genuense da


Frota, em Fortaleza. Nasceu em Sobral a 21 de março de 1851,
filho de José Frota de Vasconcelos e Isabel Balbina Pereira Du-
tra.
Obs: José Frota Vasconcelos é filho de Manuel da Fro-
ta de Maria e Constança Idalina Sousa Lima (Vol. 2, p. 190,
16.ago.1828). Isabel Balbina é filha de Joaquim Pereira Dutra e
Angélica Maria de Jesus (Vol. 1, p. 331, 8.set.1766).
Casou-se com Raimunda Amália Rodrigues, filha de Vicen-
te Rodrigues e Glicéria de França, naturais da Serra das Matas
(Monsenhor Tabosa), e deixou os seguintes filhos:
1. Gilberto Frota, c. c. Maria José Quariguasi da Frota, filha
114 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

de Domingos Quariguasi da Frota e Francisca Elizabeth Vascon-


celos.
2. Giucipe Frota, nascido a 16 de junho de 1902, c. c. Maria
Beatriz de Almeida Sanford, filha de John Roschore Sanford e
Minerva de Almeida Monte, a 17 de setembro de 1927.
3. Gutemberg Frota, casou-se duas vezes. A 1ª, com Idali-
na Fontenele Sabóia, filha de Raimundo Eloi Sabóia de Castro
e Maria Jesuína Fontenele, a 11 de outubro de 1930. A 2ª, com
Maria do Socorro Santos, filha de José Carvalho Aragão e Ma-
rieta Santos Aragão.
4. Jaime Genuense Aragão, c. c. Raimunda dos Santos Ara-
gão, filha de Francisco Eufrásio dos Santos e Anita dos Santos.
5. Maria Genuense Frota. Fez-se religiosa da Congregação
das Dorotéias.
6. Isabel Frota Bessa, c. c. Jonas Bessa, filho de Otávio Bes-
sa e Francisca Xavier Bessa.
7. Guiomar Frota Barroso, c. c. Plácido Barroso, filho de
José Liberato Barroso e Raimunda Nogueira Barroso, a 16 de
julho de 1929, em Fortaleza.

1925

4 de janeiro (Domingo) : Pela madrugada, incêndio des-


trói grande parte do “Eden-Cine”.

15 de janeiro (5ª-feira) : No Paço Municipal, o artista Fron-


tino Santiago realiza concorrido concerto vocal.

24 de janeiro (Sábado) : Nasce o Pe. João Mendes Lira, fi-


lho de José de Lira Pessoa e Jaci Mendes Lira.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 115

15 de fevereiro (Domingo) : Inauguração oficial do Semi-


nário Menor de Sobral no bairro da Betânia, sendo primeiro rei-
tor o Pe. Nelson Nogueira Mota.

7 de março (Sábado) : Ordenação sacerdotal do Pe. Janu-


ário Campos.

15 de março (Domingo) : É inaugurada a iluminação elétri-


ca da Praça João Tomé, iniciativa do prefeito Antonio Men-
des Carneiro.

23 de março (2ª-feira) : Durante uma chuva torrencial, cai


um raio atmosférico na Praça João Tomé, atingindo o frontispí-
cio de uma residência.

30 de março (2ª-feira) : Ocorre o primeiro desastre auto-


mobilístico nas ruas centrais da cidade. O acidente aconteceu
na Rua da Aurora, hoje Domingos Olímpio, sendo vítima um
menor de nome Apolônio que faleceu cinco dias depois. A im-
prensa local adverte os motoristas para guiar com mais cuidado
no perímetro urbano.

23 de maio (6ª-feira) : Chega a Sobral o andarilho José


Achuller que saindo de Praga, na Tchecoslováquia, percorre o
mundo a pé, desde 1º de janeiro de 1919.

25 de maio (Domingo) : É solenemente inaugurada a San-


ta Casa de Misericórdia de Sobral, obra benemérita de Dom
José Tupinambá da Frota. Por gentileza do bispo diocesano, o
ato inaugural foi presidido pelo Senador João Tomé de Sabóia
que preferiu as seguintes palavras: “Abram-se as portas da mi-
sericórdia”. E a Santa Casa começou a funcionar. Discursaram,
116 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

na ocasião, o Sr. Pedro Mendes Carneiro, o Dr. José Jácome de


Oliveira e o Senador João Tomé.

5 de junho (5ª-feira) : No Teatro São João está em cartaz o


“Trio Rosas”, do sul do país.

─ Chega a Sobral o engenheiro mecânico Dr. Rodolfo de


Muller, com o fim de instalar e por em funcionamento a usina
geradora de luz elétrica da “Companhia Industrial Luz e Força
de Sobral.

5 de julho (Domingo) : O cientista alemão Ludovico


Schwenuhagen pronuncia, no Club dos Democratas conferên-
cia sobre antropologia. Visitou a Gruta de Ubajara, sobre a qual
escreveu detalhado estudo.

12 de julho (Domingo) : No Teatro São João, totalmente


lotado, apresenta-se nesta cidade a “Troupe de Variedades”. O
casal “Los Perez” e “Miss Emy” são os astros mais destacados
do espetáculo.

15 de julho (4ª-feira) : Falece a Sra. Ana Benvinda Figueira


de Sabóia, 86 anos, genitora do Senador José Tomé de Sabóia
(Vol. 4, pág. 71, 8.fev.1890).

26 de julho (Domingo) : No campo da Cruz das Almas, sen-


sacional jogo de futebol entre o “São Cristovão” e “São Paulo”,
locais para decisão do campeão da cidade. O resultado foi 1x0
a favor do primeiro.

31 de julho (6ª-feira) : Casamento de Eduardo de Almeida


Sanford, filho de John Rorshore Sanford e Minerva de Almeida
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 117

Sanford, com Filadelfa Mendes Parente, filha de Diogo Gomes


Parente e Cesalpina Mendes Parente.
Deste matrimônio houve:
1. Susana Sanford Rangel, c. c. Carlos Alberto Rangel, filho
de Raimundo Osvaldo Rangel Parente e Rosalina Cavalcante
Parente.
2. Marjorie Parente Sanford, c. c. Dr. Wilmar Moreira, filho
de Francisco Moreira Cavalcante e Luzia Aragão Moreira (Iguatu).
3. Sônia Sanford Barreira, c. c. José Hélio Gomes Barreira,
filho do Dr. Eduardo Ellery Barreira e Maria Juraci da Frota (Vol.
4, pág. 205, 27.jun.1903).
4. Diogo Parente Sanford, c. c. Fátima Cordeiro Sanford.
5. Maria Amélia Sanford Guimarães, c. c. Afrânio Guima-
rães, filho de Luis Guimarães e Antonia Auri Ximenes (Vol. 4,
pág. 223, 14.jul.1906).

5 de agosto (4ª-feira) : Inauguração de um Posto Policial


no andar térreo da Câmara Municipal na Praça da Sé, graças aos
esforços do delegado Capitão Antero de Castro.

27 de agosto (5ª-feira) : O “São Cristovão Futebol Club”


campeão sobralense, vence o “América” de Fortaleza, por 3x1.

1º de outubro (5ª-feira) : Falece o Cel. José Cândido Go-


mes Parente (Vol. 3, pág. 270, 7.jul.1877).

19 de outubro (2ª-feira) : Falece em Fortaleza o desem-


bargador Antônio Sabino do Monte, um dos luminares das
letras jurídicas cearenses. Nascera em Sobral a 11 de julho de
1846.
118 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

27 de outubro (3ª-feira) : Às 5 horas da madrugada desaba


o teto da residência do Pe. Francisco Cândido de Vasconcelos,
sita na Rua do Oriente, em frente à Companhia Luz e Força de
Sobral. Duas sobrinhas do sacerdote saíram levemente feridas.

3 de novembro (2ª-feira ) Falece em Fortaleza o maestro


Raimundo Donizetti Gondim, ilustre compositor sobralense.

17 de dezembro (Domingo) : São realizadas eleições para


preencher uma vaga de deputado. Em Sobral venceu o Dr. Ola-
vo Oliveira com 860 votos.

1926

1º de janeiro (5ª-feira ) : Para comemorar o titulo de cam-


peão da Zona Norte do ano de 1925, o ”São Cristovão Futebol
Club” joga com o Poty, de Crateús havendo empate de 2x2. À
noite, houve festa dançante no Club dos Democratas, em ho-
menagem ao campeão sobralense.

5 de janeiro (2ª-feira ) : Têm início as missões populares na


Catedral, pregadas pelos padres Lazaristas holandeses Guilher-
me Wascen Tobias Dequit e Luis Gussenhover.

11 de janeiro (Domingo) : A cidade de Ipu é assaltada por


numerosos revoltosos do Piauí. Há um clima de intranquilidade
por todo o Brasil.

13 de janeiro (3ª-feira) : Falece, em Juazeiro do Norte, o


professor Newton Craveiro. O Pe. Cicero tentou ressuscitá-lo,
mas em vão. Era conhecido pelo livro didático “João Pergunta”
que escreveu. Autor também de “O Sertanejo”.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 119

14 de janeiro (4ª-feira) : A defesa de Sobral é reforçada


para prevenir ataque dos revoltosos. Por motivo do clima de in-
segurança, são suspensas as missões na Catedral.

17 de janeiro (Sábado) : Em face do estado de sítio, de-


cretado no Ceará por motivo da revolução, foram determina-
das férias escolares até 1º de março. Encontra-se em Sobral um
contingente de 160 soldados comandados pelo Tenente Fran-
cisco Barbosa Gondim. Muitos sobralenses refugiam-se na Ser-
ra da Meruoca.

7 de fevereiro (Domingo) : A “Companhia Industrial Luz e


Força de Sobral”, empresa fundada pelo Sr. Oriano Mendes, fez
experiência da iluminação elétrica da cidade.

10 de fevereiro (4ª-feira) : Casamento do Dr. Paulo de


Almeida Sanford, filho de John Roshore Sanford e Minerva de
Almeida Sanford, com Judite Barbosa de Paula Pessoa, filha de
João Barbosa de Paula Pessoa e Francisca Aragão de Paula Pes-
soa.
Deste matrimônio houve:
1. Maria Nise Sanford Rangel, c. c. Dr. Olavo Rangel Pa-
rente, filho de Raimundo Osvaldo Rangel e Rosalisa Cavalcante
Parente, a 10 de abril de 1948.
2. Dr. João de Paula Pessoa Sanford, engenheiro e capitão
do Exercito, c. c. Olga Barroso Sanford.
3. Solange Sanford Feitosa, c. c. Vicente de Paula Feitosa.
4. Dr. Helvécio de Paula Pessoa Sanford, advogado, c. c.
Liana Lima Mascarenhas, filha do General Bolívar Oscar Masca-
renhas e Minerva Sanford Lima.
5. Roberto de Paula Pessoa Sanford.
120 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

12 de fevereiro (6ª – feira) : Casamento de Francisco Na-


zion Ribeiro da Silva, filho de Diogo Ribeiro da Silva e Amália
Brasilina Parente, com Francisca Gomes Parente Ribeiro, filha
de Frederico Gomes Parente e sua 3ª mulher Cleonice Leonísia
Gomes Parente.
Deste matrimônio houve:
1. Aloísio Parente Ribeiro, nascido a 11 de julho de 1903 e
falecido a 20 de dezembro de 1931.
2. Cleonice Ribeiro Ponte, nascida a 28 de novembro de
1927, c. c. Vicente Paulo Ponte, filho de Cândido Feliciano da
Ponte e Maria de Nazaré Ponte, a 22 de dezembro de 1945.
3. Nilza Ribeiro Albuquerque, nascida a 27 de julho de 1933,
c. c. Francisco Elias Albuquerque, filho de João Antônio Albu-
querque e Mariana Elias Albuquerque, a 11 de setembro de 1952.
4,5 e 6. José, Valdir e Maria que faleceram em tenra idade.
Obs: Francisco Nazion nasceu a 19 de abril de 1893 e fale-
ceu a 31 de dezembro de 1933. Francisca Parente Ribeiro nas-
ceu a 11 de julho de 1903 e faleceu a 29 de dezembro de 1981.
Frederico Gomes Parente casou-se, três vezes, com três
irmãs, todas filhas de Joaquim Gomes Parente e Maria Bernar-
dina da Silva (Vol. 3, pág. 70, 2.dez.1848).
Do terceiro casamento de Frederico com Cleonice Leoní-
sia, nasceram:
1. Francisca Gomes Parente Ribeiro, c. c. Francisco Nazion
(acima).
2. Diogo Honório Gomes Parente, c. c. Rufina Ribeiro Pa-
rente.
3. Alderico Gomes Parente, c. c. Moema Ribeiro Parente,
filha de José Artur Ribeiro da Silva e Patriolina Aguiar Ribeiro, a
11 de maio de 1927.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 121

4. Maria Cleonice. Religiosa das Filhas de Santana, com o


nome de irmã Armanda.

14 de fevereiro (Domingo): É festivamente inaugurada


a iluminação elétrica. Houve desfile cívico-militar, retreta em
praça pública e festas dançantes nos clubes.
O Prefeito Antônio Mendes Carneiro presidiu sessão cívica
no Paço Municipal.

16 de fevereiro (3ª-feira) : Revoltosos chegam à cidade de


Crateús e se comportam pacificamente.

24 de fevereiro (4ª-feira) : A imprensa notícia a inaugura-


ção da Fábrica de Sabão Miramar, de propriedade do Sr. Deo-
cleciano Sabóia. É o pai do futuro ministro da Marinha do go-
verno José Sarney, o sobralense Eduardo Sabóia.

23 de março (3ª-feira) : o rio Acaraú inunda o centro da


cidade, mais de mil desabrigados.

26 de março (6ª-feira) : Realiza-se a tradicional procissão


dos Passos, com sermão do Pe. Leopoldo Fernandes.

3 de abril (Sábado) : Chega a Sobral a Comissão de Sane-


amento de Febre Amarela (Missão Rockefeller) chefiada pelo
higienista Dr. Gabriel Ormaechor, com fim de extinguir os focos
de mosquitos portadores de impaludismo e febre amarela e de
filária. A Comissão pretende visitar as residências. A imprensa
local pede a cooperação do povo para facilitar o trabalho dos
sanitaristas.

5 de maio (4ª-feira) : Casamento de Francisco Dias da Pon-


122 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

te, filho de João Dias de Carvalho e Maria do Carmo Ponte, com


Júlia Dias de Carvalho, filha de Joaquim Dias de Carvalho e Ana
Dias de Aguiar.
Deste matrimônio houve:
1. Joaquim Aldo Dias, c. c. Maria Safira Dias, filha de Se-
bastião Dias da Ponte e Maria Inaja da Ponte.
2. Ana Jacy Dias, c. c. Antônio Militão de Almeida, filho de
Raimundo Militão de Carvalho e Jardilina Luisa de Almeida Car-
valho.
3. Maria Lair Dias, faleceu inupta com 18 anos.
4. João Olavo Dias, solteiro.
5. José Valter Dias, c. c. Francisca Cândida Viana Dias, filha
de Raimundo Martins Viana e Maria Úrsula Viana.
6. Maria Zilda Dias casou-se duas vezes. A 1ª, com Felizar-
do Anastácio Dias, filho de Manuel Boaventura Anastácio e Ma-
ria Dias Anastácio. A 2ª, com José Fonteles de Almeida.
7. José Aloísio Dias, c. c. Teresinha de Jesus Mendes, filha
de José Mendes Carneiro e Paulina Rodrigues Mendes.
8. Maria Eliete Dias, c. c. Francisco Eduardo de Mesquita
Cavalcante, filho de Cleonísio Linhares Cavalcante e Maria Mar-
fisa Mesquita Lobo, a 8 de julho de 1981.
9. Maria Leilah Dias, inupta.
10.José Carlos Dias, casou-se duas vezes. A 1ª, com An-
tonia Ivanir Aguiar, filha de Francisco Solon Aguiar e Adalgisa
Aguiar Solon. A 2ª, com Rita de Cássia Sales Moura, filha de Rai-
mundo Sousa Sales (Dico) e Albetisa de Moura Sales.
11.Arnóbio Dias Ponte, c. c. Maria do Socorro Liberato, fi-
lha de Olavo Fonseca Viana e Dalvira da Ponte Liberato.
12.Francisca Alba Dias, c. c. Francisco Bento de Sousa, fi-
lho de José Bento de Sousa e Ana Estelita de Sousa.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 123

13.Maria Júlia Dias, c. c. Plínio Carneiro Liberato, filho de


Antônio Liberato e Raimunda Auri Liberato.

16 de maio (Domingo) : É criado o Recreio Literário Sobra-


lense, iniciativa da Associação dos Empregados no Comércio de
Sobral.

27 de junho (Domingo) : Falece o Cel. Inácio Gomes Paren-


te, Juiz Municipal de Sobral.

30 de junho ( 4ª-feira) : Morre o comerciante Maximino


Barreto Lima, 31 anos. Era esposo de Maria Antonieta Solon,
com quem casara a 18 de setembro de 1920.

8 de agosto (Domingo) : Inauguração oficial no bairro da


Cruz das Almas, da usina da Companhia Industrial de Algodão e
Óleos – CIDAO, de propriedade de Trajano Viriato de Medeiros,
sob a direção do Dr. Leocádio de Araújo Júnior.

18 de agosto (4ª-feira) : A imprensa local elogia os traba-


lhos artísticos do “Foto Amorim”, recentemente instalado na
cidade.

28 de agosto (Sábado) : Falece em Fortaleza a Sra. Ursuli-


na Frota, 41 anos, casada com o Dr. Guilherme de Sousa Pinto.
Era irmã de Dom José Tupinambá da Frota.

2 de setembro (5ª-feira) : Casamento de Vicente Adeoda-


to Filho, filho de Vicente Adeodato Carneiro e Francisca Cândi-
da Carneiro, com Maria Elisa Ferreira Gomes, filha de Eurípedes
Ferreira Gomes e Abgail Montalverne Gomes.
Deste matrimônio houve:
124 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

1. Raimundo Hélio Gomes Adeodato, c. c. Anita Fonseca


Sousa, natural de Teresina, filha de Benedito Fonseca Sousa e
Maria Anazite Fonseca, a 19 de fevereiro de 1947.
2. Dr. Luís Marcelo Gomes Adeodato, engenheiro, c. c.
Maria Ioneide Araújo, filha de Luis Armando Araújo e Madalena
de Felipis Araújo.
3. Dr. José Ari Gomes Adeodato, engenheiro, c. c. Abigail
Gomes Araújo, filha de José Valter Araújo e Cristina Alverne Go-
mes Araújo.
4. Maria do Carmo Adeodato Carneiro, c. c. Antonio Men-
des Carneiro (neto), filho de Pedro Mendes Carneiro e Diva Ca-
valcante Carneiro.

5 de setembro (Domingo) : É assassinado em Granja o co-


merciante sobralense Meton Enéas de Vasconcelos. Era casado
com Maria Cruz de Vasconcelos (Ver vol. 4, pág. 109).

6 de setembro (2ª-feira) : Falece o Dr. Francisco Rodolfo


do Amaral, ilustre magistrado sobralense (Ver vol. 3, pág. 194,
10.nov.1866).

12 de setembro (Domingo) : É inaugurada a “Escola Re-


mington Oficial”, na Praça da Independência, com o fim de en-
sinar datilografia.

30 de setembro (5ª-feira) : Casamento de José Falb Ran-


gel, filho de Antonio Rangel Filho e Maria Antonieta Quixadá
Rangel, com Miriam Demétrio Rangel, filha de João Batista De-
métrio Sousa e Maria Odete Demétrio Sousa.
Deste matrimônio houve:
1. Maria Zuleika Demétrio Rangel, c.c. Moacir Lima Feijão,
filho de João Vicente Feijão e Evangelina Guimarães Feijão, a 19
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 125

de março de 1949.
2. Maria Leda Demétrio Rangel, c.c. Moacir Aurélio Men-
des Carneiro, filho de Pedro Mendes Carneiro e Diva Cavalcante
Carneiro, a 1º de maio de 1951.
3. Maria Luana Demétrio Rangel, c.c. Francisco Fernandes
Borges, filho de Renato da Silveira Borges e Rita Nóbrega Fer-
nandes.
4. Antonio Rangel, c.c. Giovana Aguiar Rangel, filha de
José Maurício Aguiar e Abgail Mamede Aguiar.

6 de novembro (Sábado) : Falece, no Rio de Janeiro, o Cel.


Antonio Mont’Alverne Filho, de acidente de trânsito. Era casado
com Marfisa Araújo Mont’Alverne (Vol. 4, pág. 225, 10.nov.1906).

30 de novembro (3ª-feira) : O Padre Fortunato Alves Li-


nhares assume interinamente a Prefeitura de Sobral na quali-
dade de Presidente da Câmara Municipal.

4 de dezembro (Sábado) : Falece Raimunda Amélia Furta-


do de Mendonça Rocha (Dona Mundola). Nascera em Sobral a
31 de agosto de 1852, filha de Antonio Furtado de Mendonça e
Henriqueta Teodolinda Furtado de Mendonça.
Era casada com o teatrólogo João Joaquim Mendes da
Rocha, filho do Comendador João Mendes da Rocha e Cândida
Mendes da Rocha, de cujo matrimônio, realizado a 30 de janei-
ro de 1869, houve os seguintes filhos:
1. Raul Rocha, Jornalista.
2. José Furtado da Rocha.
3. Fábio Furtado da Rocha.
4. Cândida Furtado da Rocha, c.c. Manuel Lopes Paz, filho
de Basílio Lopes Paz e Isabel Amélia Paz, a 24 de outubro de 1901.
126 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

5. Henriqueta Furtado Oliveira, primeira mulher de Ma-


nuel Rodrigues de Oliveira, filho de Inácio Marques de Oliveira e
Francisca Rodrigues de Oliveira, a 15 de julho de 1905.

16 de dezembro (5ª-feira) : Falece, em Fortaleza, o sobra-


lense Cel. Francisco Alves Linhares. Nascera em Sobral a 1º de
junho de 1853, filho de Vicente Alves Linhares e Felismina Idali-
na Linhares (Vol. 3, pág. 41, 9.nov.1844). Casou-se, em Baturité,
com Josefa Felícia Caracas, filha de José Pacífico da Costa Cara-
cas e Ana Felícia Caracas.

17 de dezembro (6ª-feira) : Morre em Fortaleza, o co-


merciante sobralense Jose Cândido Cavalcante, 81 anos, ca-
sado com Maria Amélia Coelho Cavalcante (Vol. 2, pág. 182,
1º.dez.1827).
Nesse ano de 1926, circularam os periódicos “Ciclone” e
“Galhoteiro”, ambos críticos e humorísticos.

1927
1º de janeiro (Sábado) : Inauguração festiva do prédio
“Palace Club”, na Praça da Meruoca, sede do “Grêmio Recreati-
vo Sobralense”, onde hoje funciona o Fórum.

4 de janeiro (3ª-feira) : Falece o Dr. João Marinho de An-


drade, notável médico e político, foi Deputado Estadual, Prefei-
to de Fortaleza e Deputado Federal. Nasceu em Sobral a 26 de
junho de 1860. (Vol. 3, pág. 30, 26.jun.1843).

8 de janeiro (Sábado) : Morre o Sr. José Mendes Carneiro,


casado com Lucília Rodrigues Frota.

25 de janeiro (3ª-feira) : Dr. Ossian de Aguiar realiza, na


Santa Casa, melindrosa operação cirúrgica de laparotomia,
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 127

com anestesia raquiana, processo empregado pela primeira


vez em Sobral. A imprensa local enaltece o sucesso e a impor-
tância do evento.

4 de abril (4ª-feira) : Comemoram-se festivamente os 50


anos de fundação do Apostolado da Oração da Catedral.

12 de abril (3ª-feira) : Falece o Padre Pedro Cavalcante Ro-


cha, em Salvador, Bahia.

17 de abril (Domingo) : Morre dona Francisca Hermelinda


Parente Franca, 77 anos, viúva do Cel. Joaquim Lourenço da Sil-
va Franca.

3 de maio (3ª-feira) : O Cel. Ernesto Marinho de Andrade


toma posse do cargo de Prefeito Municipal de Sobral.

17 de maio (3ª-feira) : Falece o Cel. Alexandre Soares, 75


anos. Era casado com Maria Delmira Soares.

27 de maio (6ª-feira) : Morre, de parto, Francisca Rodri-


gues de Albuquerque, 23 anos. Casara-se com Deocleciano Sa-
bóia de Albuquerque, a 20 de dezembro de 1924 (Vol. 4, pág.
144, 10.jan.1897). Deixou um filho único, de nome Henrique,
que é o Ministro da Marinha Almirante Henrique Sabóia.

22 de junho (4ª-feira) : Sobral recebe, em festas, o Prín-


cipe Dom Pedro de Orléans e Bragança. Esteve hospedado na
residência do Dr. José Sabóia de Albuquerque.

5 de julho (3ª-feira) : No Teatro São João, conferência de


Agripino Santana, intelectual da Bahia, sobre o papel da mulher
na sociedade.
128 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

7 de julho (Domingo)[sic] : Fundação da “União dos Mo-


ços Católicos de Sobral”, por iniciativa do bispo diocesano Dom
José Tupinambá da Frota.

30 de julho (5ª-feira) : A pianista sobralense Ione de Sousa


Pinto realiza concerto no Teatro José de Alencar, em Fortaleza.

31 de agosto (4ª-feira) : O “Correio da Semana” noticia


que o IFOCS irá construir brevemente uma ponte sobre o rio
Acaraú.

7 de setembro (4ª-feira) : Sessão solene de posse da pri-


meira diretoria da União dos Moços Católicos de Sobral, cujo
Presidente é o jovem Fernando Adeodato.
Esteve presente o escritor e músico franciscano Frei Pedro
Sinzig e uma comitiva de Fortaleza.
─ Inaugura-se o monumento à criação da cidade, na Praça
do Patrocínio.

10 de setembro (Sábado) : Falece no Icó o sacerdote so-


bralense Mons. Manuel Francisco da Frota, 90 anos. Nasceu em
Sobral a 8 de novembro de 1837.

17 de setembro (Sábado) : Casamento de Giucipe Ge-


nuense da Frota, filho de Miguel Genuense da Frota e Raimun-
da Amélia Genuense, com Maria Beatriz Almeida Sanford, filha
de John Roshore Sanford e Minerva Almeida Sanford.
Deste matrimônio nasceram:
1. Lília Sanford Frota, nascida a 28 de abril de 1928, c.c. Ed-
mílson Moreira, filho de Francisco Moreira Cavalcante e Luzia
Aragão Moreira, natural de Iguatu, a 14 de julho de 1951.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 129

2. Raimunda, nascida a 25 de maio de 1929, faleceu em


tenra idade.
3. Minerva Sanford Frota, nascida a 7 de outubro de 1930,
professora universitária em Sobral.
4. Amélia Sanford Frota, nascida a 6 de janeiro de 1932,
professora em Brasília.
5. Miguel Sanford Frota, nascido a 30 de março de 1936,
c.c. Wilma Sanford Lobo.
6. Maria Sanford Frota, nascida a 18 de maio de 1934, c.c.
o Dr. Aldeyr Barbosa.
7. Maria Teresinha Sanford Frota, nascida a 5 de outubro
de 1935, c.c. Júlio César Vieira Lima.
8. Súsie Sanford Frota, nascida a 30 de outubro de 1936,
faleceu criança.
9. José Artur Sanford Frota, nascido a 22 de novembro de
1937, bancário residente em Brasília.
10. Francisco Sanford Frota, gêmeo, nascido a 16 de no-
vembro de 1938, c.c. Sônia Sousa, natural do Rio de Janeiro.
11. Fernanda Sanford Frota, gêmea com o precedente,
nascida a 16 de novembro de 1938. Falecida.
12. Marcos Sanford Frota, nascido a 31 de março de 1942.
13. Rita de Cássia Sanford Frota, nascida a 14 de setembro
de 1943, c.c. o Dr. Mauro Nogueira Diógenes, engenheiro civil.

22 de setembro (5ª-feira) : Nasce o Padre José Prado Pon-


te, filho de Oliveiros Ferreira da Ponte e Joana Prado Ponte. Or-
denado a 30 de novembro de 1952. Foi vigário de Novo Oriente,
Granja, Coreaú, Martinópole e Ibiapina, faleceu em Sobral, a 5
de março de 1973.

12 de outubro (4ª-feira) : Circula o primeiro número do


130 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

jornalzinho “Crisálida”, sob a direção de José Maria Alverne e


F. Nobre.

23 de outubro (Domingo) : Reunião no Palácio Episcopal


para a fundação do Banco Popular de Sobral, sobre as bases do
sistema Luzzat. Os estatutos foram publicados na edição de 9
de novembro do Correio da Semana.

12 de novembro (Sábado) : Instalação oficial do Banco


Popular de Sobral. Foi posteriormente transformado no atual
Bancesa.

21 de novembro (2ª-feira) : Os líderes do comércio local


enviam ofício à direção geral do Banco do Brasil solicitando a
transferência da agência de Camocim para Sobral.

8 de dezembro (5ª-feira) : Casamento de Antonio Capote


de Paula (Nico), filho de João Capote de Paula e Cecília Cecili-
na de Albuquerque, com Raimunda Frota Gomes, filha de Júlio
Ferreira Gomes e Isabel Natércia da Frota.
Deste matrimônio houve:
1. José Artur Gomes Capote, nascido a 2 de agosto de 1929
e falecido, inupto, a 30 de junho de 1953.
2. José Tupinambá, nascido a 17 de novembro de 1931 e
falecido a 2 de julho de 1942.
3. José Ivanildo Capote, nascido a 26 de junho de 1933, c.c.
Maria do Socorro Menezes Frota, filha de Antonio Medeiros
Frota e Maria Stela Menezes Frota.
4. José Helder Capote, nascido a 30 de dezembro de 1934,
c.c. Maria Hilce Girão, filha de Benício Carneiro Girão e sua
segunda mulher Raimunda Frota Parente (Vol. 4, pág. 243,
24.jun.1908).
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 131

5. José Lúcio Capote, nascido a 9 de novembro de 1937,


bancário.
6. José Romildo Capote, nascido a 18 de março de 1940,
c.c. Maria Salete de Albuquerque, filha de Alexandre Carneiro
de Albuquerque e Jovelina Fernandes Albuquerque, natural de
Coreaú.
7. José Roberto Capote, nascido a 11 de novembro de
1941, c.c. Tânia Montalverne Vasconcelos, filha do Dr. José
Mendes Montalverne e Zilma Cruz de Vasconcelos (Vol. 4, pág.
257, 30.out.1909).
... de novembro de 1948, c.c. Elineide Teles Frota, filha de Eu-
clides Pinto Frota e Maria Queiroz Teles, natural de Coreaú (sic).
Obs: Antonio Capote de Paula nasceu a 5 de novembro de
1899 e faleceu a 11 de novembro de 1982. Raimunda Frota Gomes
nasceu a 11 de fevereiro de 1906 e faleceu a 25 de julho de 1972.

19 de dezembro (2ª-feira) : Falece, na Santa Casa, o Padre


Macário Bezerra do Vale. Nasceu em Guaraciaba do Norte a 7
de outubro de 1865. Ordenado sacerdote em janeiro de 1894.

21 de dezembro (4ª-feira) : Chega a Sobral o Desembar-


gador Moreira da Rocha, Presidente do Estado do Ceará, e é
apoteoticamente recepcionado por sues conterrâneos.

1928

1º de janeiro (Domingo) : Às 19 horas, inauguração do


Cine São José, instalado no prédio do Círculo Católico, com a
apresentação do filme O Terror da Art. Acord. Estava localizado
atrás do edifício do atual Colégio Santana. É o quarto cinema
da cidade.
132 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

─ Na Capela de São Francisco é benta a imagem do Meni-


no Jesus de Praga.

8 de janeiro (Domingo) : No Teatro São João, estréia da


Companhia Conceição Ferreira com apresentação de duas pe-
ças dramáticas e vários números musicais.

10 de janeiro (3ª-feira) : Às 4 horas da manhã falece o ci-


dadão Luis Solon de Aguiar, 58 anos.

22 de janeiro (Domingo) : Eis os filmes apresentados na


cidade. No Cine São José, “Se eu Fora Rei”; no Cine Teatro São
João, “Capitão Kidd”; no Cine Teatro Glória, “William Ferm” e
no Eden-Cine, “Mascarada do Amor”. A imprensa local comen-
ta: “Em Sobral cinema sobra ...”

23 de janeiro (2ª-feira) : Casamento de José Huet de Ar-


ruda Coelho, filho de Esmerino do Monte Coelho e Edelvira de
Arruda Coelho, com Raimunda Moreira Fontenele, filha de An-
tonio Celso Fontenele e Maria Moreira Fontenele.
Deste matrimônio houve:
1. Maria Cecília de Arruda Coelho.
2. Dr. Francisco José de Arruda Coelho, bacharel em direito,
nascido a 29 de setembro de 1931, c.c. Maria Lúcia Pontes Arru-
da, filha de José Custódio Pontes e Alda Vasconcelos Pontes.
3. Esmerino de Arruda Coelho, nascido a 4 de outubro de
1933, c.c. Marisa de Andrade Arruda, filha de Armando Andrade
e Noeme Andrade, a 8 de março de 1969, em São Paulo.
4. Dr. José Gerardo de Arruda Coelho, nascido a 24 de se-
tembro de 1935, c.c. Vitória Régia Montalverne Arruda, filha
do Dr. Antonio Guarany Montalverne e Nadir Ferreira Gomes
Montalverne.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 133

5. Dr. José Edmar de Arruda Coelho, bacharel em direito,


nascido a 28 de março de 1937, c.c. Vilanir Magalhães, filha do
Dr. Anastácio Magalhães e Maria Magalhães.
6. Dr. José Aldemir de Arruda Coelho, dentista, nascido a
10 de agosto de 1938, c.c. Aída Morais Arruda, filha de Meton
Morais e Zélia Morais e Campos Sales.
7. Dr. Clodomir de Arruda Coelho, nascido a 20 de julho de
1940, c.c. Frederica Almeida Pimentel Gomes, filha de João Pi-
mentel Gomes e Maria do Carmo Parente.
8. Maria Edelvira de Arruda, c.c. Francisco de Assis Caval-
cante Filho, filho de Francisco de Assis Cavalcante e Maria Frota
Parente Cavalcante.
9. Maria Lúcia de Arruda Mesquita, c.c. José Randal de
Mesquita, natural de Reriutaba, viúvo, filho de Francisco Aus-
tragésilo de Mesquita e Clausídia Macedo de Mesquita, a 3 de
fevereiro de 1976.
10. Maria das Graças Arruda, c.c. João Bosco Muniz, filho
de Jacó Fernandes Magalhães e Frederica Muniz Fernandes.
11. Maria do Socorro Arruda, c.c. o Dr. Antônio Edvar Fro-
ta Montalverne, filho de Antonio Edvar Mendes Montalverne e
Yêdda Felix Frota.
12 José Roberto de Arruda Coelho, nascido a 30 de agosto
de 1951.

23 de janeiro (2ª-feira) : Casamento de Francisco Agripi-


no de Sousa, filho de Lourenço Pereira de Sousa e Raimunda
Vasconcelos Sousa, com Francisca Furtado da Ponte, filha de
Augusto Machado da Ponte e Zilda Furtado da Ponte.
Deste matrimônio houve:
1. Dr. Elieser Beni Ponte Sousa, casou-se em São Paulo,
onde reside.
134 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

2. Kleber Ponte Sousa, casado e residente em Fortaleza.


3. João Batista Ponte Sousa, casado e residente em For-
taleza.
4. Aurora de Jesus Sousa, reside em Fortaleza.
Obs: Francisco Agripino de Sousa é natural de Baturité e
viveu em Sobral durante muitos anos. Compunha versos e pu-
blicou livro com suas melhores poesias.

25 de janeiro (4ª-feira) : Casamento de Francisco Jacinto


Ferreira da Ponte, filho de Jacinto Ferreira da Ponte e Maria da
Glória Linhares, c.c. Maria Amélia Linhares, filha de José Prisco
Linhares e Maria Amália Adeodato Linhares.
Deste matrimônio houve:
1. Francisco Linhares Ponte, bancário, c.c. Maria Efisa Be-
zerra Ponte, filha de José Arimatéia Bezerra e Minerva Nunes
Bezerra, a 22 de maio de 1956.
2. Cônego José Linhares Ponte, nasceu a 21 de outubro de
1930. Ordenado sacerdote a 23 de outubro de 1955.
3. Pe. Jairo Linhares Ponte, nasceu a 31 de dezembro de
1933. Ordenou-se sacerdote a 29 de junho de 1963.
4. Vilmar Linhares Ponte, c.c. Verônica Lira Ponte, filha de
Manuel Dário Lira e Francisca Cavalcante Lira, em abril de 1980.
5. Cilene Maria Linhares Ponte, c.c. Augusto César Vieira
Martins, filho de João Martins de Melo Neto e Odília Vieira Mar-
tins, a 23 de dezembro de 1961.
Obs: Francisco Jacinto Ferreira da Ponte nasceu a 27 de
agosto de 1892 e faleceu a 30 de outubro de 1978. Maria Amélia
Linhares nasceu a 11 de setembro de 1907.

11 de fevereiro (sábado) : Casamento do Dr. Plínio Pom-


peu de Sabóia Magalhães, filho de João Pompeu de Sabóia Ma-
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 135

galhães e Jacinta Viriato de Sabóia, com Maria da Soledade Sa-


bóia de Albuquerque, filha do Dr. José Sabóia de Albuquerque e
Maria da Soledade Pessoa de Albuquerque.
Deste matrimonio houve:
1. Jose Sabóia de Albuquerque Neto, casou-se com Marly
Mendes Sabóia, filha de José Moacir Mendes e Guiomar Aguiar
Mendes (Vol. 3, pág. 261, 13.nov.1875).
2. Lúcia Sabóia, faleceu inupta a 20 de maio de 1954, de
acidente de trânsito.
3. Gilberto Sabóia Magalhães, c.c. Ana Maria Monteiro, fi-
lha de Moacir Monteiro e Raimunda Teófilo Monteiro, natural
de Fortaleza. Faleceu a 25 de dezembro de 1986, de acidente
de trânsito.

12 de fevereiro (domingo) : Faz sucesso em Sobral a “Trou-


pe Pequeno Edson”, composta exclusivamente de crianças que
recitam, cantam e representam dramas, na inauguração do
Cine-Teatro Glória.

29 de fevereiro (4ª-feira) : Na Agência Ford local, são apre-


sentados ao público sobralense, os novos modelos de automó-
vel Ford. Eis os preços: Double Poeton – 6.900$000; Coupé Stan-
dart – 8.500$000; Sedan 2 portas – 8.500$000; Sedan de chassis
pequenos – 5.900$000. Agente autorizado: Oriano Mendes.

4 de março (domingo) : Fundação do Grêmio Literário


Dom José, composto de jovens da “União de Moços Católicos”
de Sobral.

5 de março (2ª-feira) : Bodas de Ouro matrimoniais do ca-


sal Galdino de Lira e Isabel de Lira Pessoa.
136 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

10 de março (sábado) : Inaugura-se o Posto de Profilaxia


Rural, contra o impaludismo.

25 de março (5ª-feira) : Falece Branca do Monte Aragão,


viúva de Gregório Ximenes Aragão.

30 de março (6ª-feira) : Na Procissão dos Passos, acompanha-


da de grande multidão, prega o Pe. José Gerardo Ferreira Gomes.

2 de abril (domingo) : Inauguração do “Gabinete Hélios”,


propriedade de Cláudio Nogueira, para pesquisas médicas.

10 de abril (2ª-feira) : Eleições municipais para escolha dos


vereadores da Câmara Municipal.

25 de abril (4ª-feira) : Chega a Sobral o “Circo Stringhny”.

1º de maio (3ª-feira) : Inauguração do Externato São Luis,


escola dirigida pelo professor Luis Jácome Filho.

20 de maio (domingo) : Inaugura-se o “Matadouro Mode-


lo”, à margem da estrada para Teresina.

27 de maio (domingo) : Em frente ao Cine Eden, realiza-se


exposição de automóveis Ford, modelo 1928.

11 de julho (2ª-feira) : Nasce o Pe. Fernando Aguiar Frota,


filho de Raimundo Medeiros Frota e Joaquina Aguiar Frota. Or-
denado sacerdote a 8 de dezembro de 1953. Licenciado em Pe-
dagogia em São Paulo. Foi cooperador de Crateús, Santana do
Acaraú e do Patrocínio em Sobral. Pároco de Morrinhos (1951-
65). É professor da Universidade Estadual Vale do Acaraú.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 137

21 de julho (5ª-feira) : Casamento de Orlando Gerardo


Rangel, filho de Antonio Rangel Filho e Maria Antonieta Qui-
xadá Rangel, com Noeme Oliveira Lopes, filha de José Hercílio
Lopes e Maria de Oliveira Lopes.
Deste matrimônio houve:
1. Vanda Lopes Rangel, c.c. Raimundo Olivar Carneiro, fi-
lho de José Rodrigues Carneiro e Francisca Vasconcelos Carnei-
ro, a 26 de março de 1949.
2. Norma Lopes Rangel, c.c. o Dr. José Valmir Araújo, filho
de Francisco Lopes Araújo e Teresa Idelzuite Carneiro.
3. Shirley Lopes Rangel, c.c. Taylor Lavor Medeiros, filho
de Cândido Medeiros e Antonieta Lavor Medeiros (Iguatu).
4. Marcos Lopes Rangel, c.c. Nilda Barreto Arruda, filha de
José Maria Arruda e Eurídice Barreto Arruda.
5. Conceição de Maria Lopes Rangel, c.c. José Valmir Car-
neiro Frota, filho de José Peregrino Frota e Francisca Idelzuite
Carneiro, a 9 de novembro de 1954.
6. Ivana Lopes Rangel, c.c. o Dr. Francisco Aldemir Car-
neiro Frota, filho de José Peregrino Frota e Francisca Idelzuite
Carneiro.
7. Maria Antonieta Rangel, c.c. Paulo Roberto Moura, filho
de Moacir Moura e Idelzuite Moura.

24 de julho (domingo) : Inaugura-se, na Praça do Rosário,


a primeira bomba de gasolina para venda no varejo ao público.
O litro custava 1$100 (hum mil e cem réis). Pertencia à Standard
Oil Company, representando pela firma Viúva Ernesto Deocle-
ciano de Albuquerque.

9 de agosto (5ª-feira) : Chega a Sobral, às 22 horas, a ca-


valaria do Partido Democrático Nacional, chefiada pelo Dr. As-
138 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

sis Brasil. No dia seguinte houve reuniões públicas e concorrido


comício na Praça do Mercado. À noite, houve sessão cívica no
Teatro Glória, onde falaram Pe. Leopoldo Fernandes, Dr. Nereu
Ramos e Dr. Assis Brasil.

18 de agosto (sábado): É assassinado o carpinteiro José


Marques dos Santos, figura popular na cidade.

1º de setembro (sábado): A Escola Santa Cecília, de en-


sino musical, apresenta no Teatro Glória recital de suas alunas
sob a direção de Branca Rangel.

7 de setembro (6ª-feira) : Em comemoração ao Dia da In-


dependência, o jornal “A Ordem” circula em edição especial de
24 páginas.
À noite, houve comício em prol da candidatura de Maurí-
cio de Lacerda para Deputado Federal, no qual falaram Demó-
crito Rocha e Leonardo Mota.
3 de outubro (4ª-feira) : Falece Cristina Ferreira Gomes, 75
anos, viúva de Antonio Ferreira Gomes.

25 de outubro (5ª-feira) : Falece Manuel Artur da Frota, pai


do Bispo de Sobral, Dom José Tupinambá da Frota, de hanseníase.
─ Neste mesmo dia, casamento de José Mendes Carneiro,
filho de Antonio Mendes Carneiro e Maria Leoncina de Andra-
de, com Paulina Rodrigues de Albuquerque, filha de Henrique
Rodrigues de Albuquerque e Maria Antonieta Rodrigues de Al-
buquerque.
Deste matrimônio houve:
1. Maria Leoncina Mendes Parente, c.c. Antonio Alfredo
Parente, filho de Abdon Rodrigues Parente e Maria Rodrigues
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 139

Tavares, a 22 de setembro de 1953.


2. Henrique Otávio Mendes Carneiro (gêmeo), nascido a 7
de julho de 1931, c.c. Dolores Lopes Carneiro, filha de Josué Al-
buquerque Lopes e Maria de Lourdes Frota Lopes.
3. Teresinha de Jesus Mendes (gêmea com o precendente),
c.c. José Aloísio Dias, filho de Francisco Dias da Ponte e Júlia
Dias da Ponte.
4. Maria Antonieta Mendes, c.c. Francisco das Chagas Mar-
tins, filho de Raimundo Viana Martins e Úrsula Vasconcelos Viana.
5. Dr. Francisco Ivan Rodrigues Mendes, advogado, nasceu
a 5 de fevereiro de 1939, c.c. Maria das Graças Teixeira, filha do
professor João Alves Teixeira e Eloá Andrade Teixeira, a 23 de
setembro de 1967.
6. Maria de Lourdes Mendes, c.c. Francisco Anastácio Al-
ves, filho de Jose Celestino Alves e Odete Anastácio Alves.
7. Maria Isolda Mendes, c.c. Luciano Lopes de Oliveira, fi-
lho de João Lopes Fernandes e Maria dos Remédios Oliveira.
8. Maria das Graças Mendes, c.c. Raimundo Nonato Sou-
sa, filho de Manoel Messias e Sousa e Mara do Carmo Sousa.
Obs: José Mendes Carneiro nasceu a 9 de maio de 1900 e
faleceu a 12 de maio de 1961. Paulina Rodrigues Mendes nas-
ceu a 30 de abril de 1906.

23 de novembro (6ª-feira) : 1º casamento de Benício Car-


neiro Girão, filho de Inácio Carneiro Girão e Francisca Carneiro
de Sousa, com Maria Hermosa Mendonça, filha de Antonio Ma-
nuel Lopes e Maria Petronília Mendonça.
Deste matrimônio houve:
1. Heraldo Lopes Girão, nascido a 2 de outubro de 1930,
c.c. Maria Célia Pontes Dias, filha de José Anastácio Dias e Alice
Ponte, a 29 de novembro de 1952. Vereador em Sobral.
140 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

2. Hermosa Lopes Girão, c.c. o Dr. Genésio Martins Araújo,


filho de Luis Claro Araújo e Ana Bezerra de Araújo (Crateús), a 8
de novembro de 1952.
Obs: Benício Girão casou-se, em segundas núpcias, a 8 de
novembro de 1952, com Raimunda Frota Parente, filha de José
Inácio Alves Parente e Adalgisa Frota Parente.

1º de dezembro (sábado) : É fundada a Escola União Tra-


balhista, orientada pelo professor Braga Hardy.

15 de dezembro (sábado) : Falece o Monsenhor Antonio


de Lira Pessoa, 79 anos. Nasceu em Sobral a 17 de janeiro de
1849 e foi ordenado sacerdote a 30 de novembro de 1875. Foi
sepultado na Matriz do Patrocínio.

18 de dezembro (3ª-feira) : Dr. Antonio Frutuoso Filho as-


sume o cargo de Promotor da Comarca de Sobral.

1929

25 de fevereiro (2ª-feira) : É inaugurado o “Externato Flumi-


nense”, sob a direção da professora Ester Ribeiro Melo, recém-
-chegada do Rio de Janeiro. Estava situado à Rua Joaquim Ribeiro.

27 de fevereiro (4ª-feira) : Chega a Sobral a “Troupe Chat


Noir”, do Rio de Janeiro, que se apresentou várias vezes no Te-
atro São João, com grande assistência popular.

13 de março (4ª-feira) : O Dr. Mário Rozal, auxiliar Técnico


do IFOCS, dá entrevista ao jornal “A Imprensa” sobre o Açude
Forquilha, recentemente inaugurado.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 141

11 de abril (4ª-feira) : “A Imprensa” publica reportagem


sobre Romaco Pereira Homem, veterano soldado da Guerra do
Paraguai que, aos 92 anos de idade, vive de esmolas nas ruas
da cidade.

19 de abril (5ª-feira) : É inaugurado definitivamente o Ma-


tadouro Modelo de Sobral à margem da estrada para Teresina,
sob a Presidência do Dr. Jácome de Oliveira, Prefeito Municipal
em exercício.

14 de maio (2ª-feira) : É inaugurado o Posto de Profilaxia


Rural de Sobral, à Praça General Tibúrcio.

15 de junho (sábado) : Casamento de Ildefonso de Ho-


landa Cavalcante, filho de Ildefonso de Holanda Cavalcante e
Maria Carolina Fonseca Cavalcante, com Francisca Barbosa de
Paula Pessoa, filha de João Barbosa de Paula Pessoa e Francisca
Barbosa de Paula Pessoa.
Deste matrimônio houve:
1. Maria Carolina. Religiosa Filha de Caridade.
2. Maria Sônia Cavalcante de Almeida, c.c. Edison Luis
Rodrigues de Almeida, filho de Antonio Joaquim Rodrigues de
Almeida e Francisca Alda Rodrigues de Almeida, a 17 de junho
e 1950.
3. João Barbosa Paula Pessoa Cavalcante, c.c. Teresa Fran-
cisca Lopes, filha de Humberto Mendonça Lopes e Neusa Soa-
res Lopes, a 18 de dezembro de 1965.
4. Francisca Barbosa Cavalcante Lima, c.c. Hélio Pereira
Lima, filho de Raimundo Lima e Eufrasina Pereira Lima, a 4 de
janeiro de 1964.
5. Arnaud de Holanda Cavalcante, c.c. Aloma Maria Feijão
142 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

Cavalcante, filha de Moacir Lima Feijão e Zuleica Rangel Feijão,


a 12 de fevereiro de 1971.
6. Fernanda Maria Cavalcante Tavares, c.c. Francisco Tava-
res Pereira, filho de José Casemiro Pereira e Maria do Socorro
Tavares Pereira, a 9 de dezembro de 1972.
21 de junho (6ª-feira) : Falece o comerciante Júlio Gonçal-
ves Guimarães.

22 de junho (sábado) : No Cine Teatro Glória, estréia do


prestidigitador Arthur Cylke, de origem alemã.
─ É inaugurado o Parque da Independência, ao lado direi-
to da Capela de São Francisco.

27 de junho (6ª-feira) : Falece o Cel. Francisco Fernando


Pereira Mendes, 85 anos, grande benfeitor da Matriz do Patro-
cínio e da Santa Casa de Misericórdia, para as quais deixou al-
guns prédios de sua propriedade.

6 de julho (6ª-feira) : Casamento de José Cândido Porfírio


da Ponte, filho de Bento Porfírio da Ponte e sua 3ª mulher Cons-
tança Cândida Ponte, com Maria Jarina Mendonça Lopes, filha
de Antonio Manuel Lopes Filho e Maria Petronília Mendonça
Lopes (Vol. 4, pág. 103, 19.nov.1892, nº 4).
Deste matrimônio nasceu Maria Ruth Lopes Ponte, nasci-
da a 8 de maio de 1930, c.c. o Dr. João Batista Ponte, filho de
Manuel Paulo da Ponte e Francisca Menezes Ponte.
Ao viuvar, Maria Jarina casou-se, em segundas núpcias,
como Melilo Diniz, filho de Stênio Diniz e Amália Pereira.

10 de julho (3ª-feira) : A senhorita Nair de Oliveira Lopes é


eleita Miss Sobral com 1.130 votos.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 143

21 de julho (sábado) : Inauguração da 3ª Exposição Regio-


nal de Pecuária promovida pelo Sindicato Agrícola de Sobral.
No ato inaugural falou o Dr. Rui Monte. Foram expostos 108
bovinos.

15 de agosto (5ª-feira) : Inaugura-se o novo consultório


clínico do Dr. Ossian de Aguiar, modelado nos melhores do Rio
de Janeiro, de onde seu proprietário regressou recentemente.
─ O Sr. Antônio Rodrigues da Costa constrói a Fábrica Her-
mano, produtora de bebidas.

7 de setembro (sábado) : Nasce o Pe. Mário José de Me-


nezes, filho de Antonio Lino Menezes e Hieronides Frota Mene-
zes. Ordenado sacerdote a 8 de dezembro de 1954. Pertence à
Diocese de Parnaíba, Piauí.
─ 2º casamento de Manuel Tabajara Melo, viúvo de Josefa
de Araújo Melo e filho de Major Francisco Ribeiro Melo e Ana
Gonçalves Melo, com Margarida Páscoa Madeira, filha de Luiz
Gonzaga Madeira e Antonia Páscoa Madeira.
Deste matrimônio houve:
1. Antonio Lisboa Melo, c.c. Maria da Glória Sousa Melo,
natural de Carangola, MG, filha de Antonio Carlos de Sousa e
Julieta Melo de Sousa.
2. Raimundo Nonato Melo, c.c. Evani Holanda Melo, na-
tural do Ipu, filha de José Jovito Farias e Maria Holanda Farias.
3. Maria do Socorro Melo, c.c. Rosalvo Dias de Carvalho,
filho de Raimundo Dias de Carvalho e Teresa Liberato Dias, a 21
de junho de 1954.
4. Antonino Melo, c.c. Florinda Nice Andrade Melo, filha
de Raimundo Soares Andrade e sua 1ª mulher Antonia Tely Me-
nezes de Andrade, a 21 de dezembro de 1961.
144 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

5. Paulo Maria Melo, c.c. Inês Andrade Melo, filha de José


Moacir Andrade e Carminda Sabóia Andrade, a 4 de setembro
de 1968.
6. Tarcísio Melo, faleceu criança.
7. Jose Luis Melo, c.c. Regina Stela Hardy Melo, filha de
Gerardo Carlos Hardy e Maristela Coutinho Hardy, a 18 de mar-
ço de 1970.
8. Luis de Gonzaga Melo, c.c. Luzia Sampaio Melo, filha de
Orlando Coelho Sampaio e Margarida Estevão Sampaio, a 8 de
setembro de 1978.
9. Francisco de Assis Melo, seminarista.
Obs: Manuel Tabajara Melo casou-se, em primeiras núp-
cias, a 2 de setembro de 1906, com Josefa Araújo Melo, filha de
José Araujo Lopes e Sofia Araújo Lopes, com numerosa descen-
dência de 13 filhos nascidos em Crateús e no Piauí. Dos filhos
deste primeiro matrimônio reside em Sobral apenas o Pe. Fran-
cisco Tupinambá Melo, nascido em São Miguel do Tapuio, Piauí,
a 9 de março de 1911. Foi ordenado sacerdote em Sobral, a 25
de outubro de 1942.
O Major Francisco Ribeiro Melo, pai de Manuel Tabajara, é
filho de Manuel Ribeiro de Melo e Cosma Maria de Melo.
Manuel Tabajara Melo nasceu no Ipu a 16 de abril de 1877
e faleceu em Sobral a 21 de janeiro de 1953. Era industrial no
ramo de bebidas e refrigerantes.

18 de setembro (4ª-feira) : A senhorita Maria Demétrio


é eleita “Miss Glória”, a mais elegante frequentadora do “Cine
Teatro Glória”.

19 de outubro (sábado) : O Prefeito Municipal Dr. José


Jácome de Oliveira inaugura o Mercado Público do Distrito de
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 145

Santa Maria, hoje Taperuaba.

19 de novembro (3ª-feira) : Por ato infeliz do Prefeito Mu-


nicipal, Dr. José Jácome, é demolida a “Cruz das Almas”, man-
dada levantar por Frei Vital da Penha, em setembro de 1796. Era
local de peregrinação e estava situada à direita do atual Arco
de Nossa Senhora de Fátima, ao tempo região terminal da área
urbana de Sobral. Ainda hoje a região é chamada de Bairro da
Cruz das Almas. A cruz era de madeira de lei e atraía os fiéis pra
orar, ao seu pé, em favor das almas e em sinal de penitência.

24 de novembro (domingo) : A “Caravana dos Terríveis”,


grupo jovem de Parnaíba, tem acolhedora e ruidosa recepção
no “Club Artístico Sobralense”.

1º de dezembro (domingo) : No Seminário Diocesano, or-


denação sacerdotal do Pe. José Aloísio Pinto.

7 de dezembro (sábado) : O partido Aliança Liberal realiza


concorrido comício com a participação de vários políticos pro-
venientes de Fortaleza.

1930

11 de janeiro (sábado) : O IFOCS inaugura as pontes sobre


os rios Frio, Curú, Juá e Cauípe da rodovia Sobral-Fortaleza.

14 de janeiro (3ª-feira) : Chega a Sobral, em visita a seus


familiares, o Dr. Massilon Sabóia, ilustrado Médico conterrâneo
residente no Rio de Janeiro.

19 de janeiro (domingo) : Inauguração do Banco Mercantil


Caixeiral, com sede à Rua Domingos Olímpio.
146 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

5 de fevereiro (4ª-feira) : Na Bahia falece o Pe. Dr. Pedro


Emiliano da Frota. Nascera em Sobral a 31 de março de 1878.

12 de fevereiro (4ª-feira) : O Ten. João Vieira da Silva assu-


me o cargo de Delegado Militar de Sobral.

28 de fevereiro (6ª-feira) : Falece o magistrado Dr. João


Júlio de Almeida Monte. Nascera em Sobral a 17 de julho de
1859 (Vol. 4, pág. 77, 3.mai.1890). É pai do líder político Francis-
co de Almeida Monte.

6 de março (5ª-feira) : Circula o primeiro número de “Cen-


telhas Eucarísticas”, órgão da arquiconfraria do Sagrado Cora-
ção de Jesus.

30 de abril (4ª-feira) : O dentista prático João Francisco


das Chagas, alcunhado de “João Boca de S”, e sua mulher Rita
Maria faleceram por motivo de envenenamento alimentar. Co-
meram ovos, cozidos com veneno por pessoa desconhecida. Há
outra versão que diz terem eles comido um besouro que caíra
na panela a ferver.

4 de junho (4ª-feira) : Dom José Tupinambá da Frota re-


gressa do Rio de Janeiro para onde fora em viagem de passeio.

7 de junho (sábado) : Recital do tenor João Cavaliére, cha-


mado “Pequeno Caruso”, no Teatro Glória.

11 de junho (4ª-feira) : Assassínio em Fortaleza do jorna-


lista Antonio Drummond, diretor da “Gazeta de Notícia”. O cri-
me repercutiu profundamente na cidade de Sobral.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 147

15 de junho (domingo) : Reorganiza-se o Tiro de Guerra


162, sendo instrutor o Ten. Delfino Batista de Melo.
─ O Jornal “A Ordem” publica artigo do Dr. Paula Rodri-
gues incentivando os lavradores a se unirem e fundarem um
sindicato rural.

26 de julho (sábado) : Repercute em Sobral o assassinato


de João Pessoa, Governador da Paraíba, acontecido em Recife.
Era candidato a Vice-Presidência do Brasil. O crime acelerou o
processo da Revolução de 30.

7 de agosto (5ª-feira) : É criado o Dispensário dos Pobres,


com sede à Rua de Santo Antonio.

10 de agosto (domingo) : Circula em sua fase sobralense,


o Jornal “A Comarca” que era publicado na cidade de Granja.
Seu proprietário, Batista Fontenele, por motivos de desavenças
políticas, transferiu-o para Sobral.

14 de agosto (5ª-feira) : Com viva emoção e curiosidade, o


povo de Sobral vê nos céus sobralenses o primeiro avião a voar
sobre a cidade. O aparelho intitulava-se “Porto Alegre” e per-
tencia à companhia “Nyrba Line”. Era um hidroavião que bai-
xou nas águas do açude Forquilha e de lá levantou vários voos
com passageiros sobralenses. A população delirou.
À noite, no Palace Club, houve homenagens à tripulação
da aeronave, com animada festa dançante.

21 de agosto (5ª-feira) : Às 2 horas da tarde, tem início um


incêndio no prédio do Cine Eden, destruindo a fábrica de gelo
do Sr. Oriano Mendes.
148 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

7 de setembro (domingo) : Circula “O Escudo”, órgão do


Grêmio Literário Caixeiral Domingos Olímpio.

10 de setembro (4ª-feira) : Sai o primeiro número do se-


manário “Brasil Livre”, jornal político, órgão da Aliança Demo-
crática, tendo como redatores Artur Borges e Vicente Rodri-
gues dos Santos.

3 de outubro (6ª-feira) : Em vários pontos do país, rebenta


a revolução contra o governo de Washington Luís, que foi de-
posto no dia 24.

8 de outubro (4ª-feira) : O Presidente do Ceará, Dr. Matos


Peixoto, abandona o governo e refugia-se no navio Itanagé. O
povo aclamou Presidente do Estado o Dr. Manuel do Nascimen-
to Fernandes Távora.

20 de outubro (2ª-feira) : O Presidente provisório do Esta-


do, Dr. Fernandes Távora, nomeia o Sr. Arthur da Silveira Bor-
ges para o cargo de Interventor Revolucionário do município de
Sobral, em substituição ao Prefeito Dr. José Jácome de Oliveira.

21 de outubro (3ª-feira) : Nasce o Pe. José Linhares Ponte,


grande administrador da Santa Casa de Misericórdia local.

23 de outubro (5ª-feira) : Toma posse do governo do mu-


nicípio o Interventor Artur Borges.

24 de outubro (6ª-feira) : De Aracaju, o General Juarez Tá-


vora telegrafa às autoridades revolucionárias de Sobral, comu-
nicando a deposição do Presidente da República Washington
Luís e a posse da Junta Revolucionária.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 149

A notícia causou grande alegria cívica à população, que


saiu às ruas para comemorar o evento. O comércio cerrou suas
portas. Houve comício público, em que falaram Dr. Olavo Fro-
ta, Mons. Fortunato Linhares, Dr. Clodoveu de Arruda e Braga
Hardy.

29 de outubro (4ª-feira) : Encerramento do tríduo de fes-


tejos em homenagem ao jubileu de prata de ordenação sacer-
dotal de Dom José Tupinambá da Frota.

1931

12 de janeiro (5ª-feira) : Inauguração do monumento a So-


bral, na Praça do Patrocínio, em comemoração do 90º aniversá-
rio de sua elevação à categoria de cidade. A obra é de autoria do
artista conterrâneo Pedro Frutuoso do Vale.

2 de fevereiro (2ª-feira) : Nasce o Mons. Valdir Lopes Ca-


valcante, filho de Vítor de Castro Cavalcante e Elusa Lopes Ca-
valcante. Foi ordenado sacerdote a 8 de dezembro de 1956. É o
atual pároco de Marco.

20 de fevereiro (6ª-feira) : Circula o primeiro número do


Jornal “O Debate”, combativo semanário dirigido pelo jovem
Cordeiro de Andrade.

13 de março (6ª-feira) : Nasce Pe. Joaquim Antunes de Al-


meida, filho do tabelião Antonio Joaquim Rodrigues de Almei-
da e Alda Lopes Rodrigues. Foi ordenado sacerdote em 1955.
Exerceu o ministério em Sobral, Parnaíba (Piauí) e Estância
(Sergipe).
150 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

19 de março (5ª-feira) : Falece o Sr. Fenelon Sabóia.

24 de março (3ª-feira) : É preso em Sobral e remetido a


Fortaleza o ex-agente da Estação Marítima da Rede de Viação
Cearense, o Sr. Saraiva Leão. É acusado de desfalque naquele
órgão público.

15 de abril (4ª-feira) : Casamento de Cleto Ferreira da


Ponte,filho de Domingos Ferreira da Ponte e Viriata Sabóia da
Ponte, com Mariana Coelho de Vasconcelos, filha de Francisco
Leon de Vasconcelos e Julieta Coelho Vasconcelos.
Deste matrimônio houve:
1. Francisco Amaury Ponte, funcionário público.
2. Analdira Ponte Linhares, c.c. José Maria Linhares, filho
de Vicente Maria de Arruda Linhares e Raimunda Nonata Ribei-
ro de Oliveira.
3. Luisa Vasconcelos Pontes, funcionária pública, inupta.
4. Maynardo Vasconcelos Ponte, radialista, c.c. Elisabeth
Ribeiro de Lima, filha de José Ribeiro de Lima e Maria do Carmo
de Lima.
─ Nesse mesmo dia o Jornal “A Ordem” entrevista o Dr.
Genésio Falcão sobre a instalação de uma agência do Banco do
Brasil, em Sobral.

5 de maio (sábado) : Inauguração do Externato Dom Bos-


co, estabelecimento de ensino fundado pelo Pe. Gonçalo
Eufrásio.

9 de maio (sábado) : Falece Dona Júlia Frota Araújo, espo-


sa do Sr. João Batista Frota Araújo. Era irmã do Dr. João Tomé
de Sabóia e Silva.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 151

21 de maio (5ª-feira) : Casamento de Renato da Silveira Bor-


ges, filho de Joaquim da Silveira Borges e Maria Quitéria Furta-
do, com Rita Nóbrega Fernandes, filha de José Fernandes Vieira e
Maria Madalena Nóbrega Fernandes, natural de Pombal, Paraíba.
Deste matrimônio houve:
1. Dr. Jader Fernandes da Silveira Borges, contador, c.c.
Maria Hilma Girão, filha de Benício Carneiro Girão e Raimunda
Frota Parente, a 20 de março de 1965.
2. Maria Madalena Fernandes Borges, administradora.
3. Dr. José Renato Borges, contador e bancário, c.c. Maria
Celina Fernandes Borges, filha de Valdemir Ximenes Aguiar e
Maria Laís Fernandes.
4. Francisco Fernandes Borges, c.c. Luana Maria Rangel,
filha de José Falb Rangel e Miriam Demétrio Rangel.
5. Dr. Joaquim Fernandes Borges, administrador, c.c. Hilla
de Pinho Bessa Borges, filha de José Leorne de Pinho Pessoa e
Maria Albuquerque de Pinho Pessoa, a 18 de setembro de 1971.
6. Dr. Jefferson Fernandes Borges, médico, c.c. Dra. Regi-
na Mary Gomes Borges, filha de Luis Clóvis do Nascimento e
Raimunda Rocilda Gomes de Matos, a 14 de fevereiro de 1979.
Obs: Renato Borges nasceu a 5 de novembro de 1894 e fa-
leceu a 1º de agosto de 1971.

30 de maio (sábado) : Em Sobral, ordenação sacerdotal


dos diáconos Elísio Nogueira Mota, João França de Melo, João
Teófilo Soares Leitão e Sabino de Lima Feijão.

4 de julho (sábado) : Alunos da Faculdade de Direito de


Fortaleza, chefiados pelo acadêmico Moacir Sobreira, visitam
Sobral com o fim de angariar donativos para a conclusão do
prédio daquela instituição de ensino superior.
152 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

16 de julho (5ª-feira) : Casamento de João Batista Pierre,


filho de Manuel Eduardo Pierre e Maria do Carmo Pierre, com
Maria Laura Ponte, filha de Francisco da Ponte e Maria José de
Araújo Pierre.
Deste matrimônio Houve:
1. José Gerardo, faleceu com 11 anos, afogado no rio Aca-
raú, a 30 de março de 1947.
2. Dr. João Batista Pierre Filho, advogado, c.c. Maria Mar-
fisa Rangel Pierre, filha de José Edson Rangel e Maria Alfa Mon-
talverne Rangel.
3. Dr. Francisco Eduardo Ponte Pierre, sociólogo, c.c. Ma-
ria Claire Augusto, francesa. É professor da Universidade Fede-
ral de Goiânia.
4. Dr. Paulo de Tarso Ponte Pierre, engenheiro de opera-
ção e contador, c.c. Maria das Graças Montalverne Pierre, filha
do Dr. Antonio Guarany Montalverne e Nadir Gomes Montal-
verne, a 6 de fevereiro de 1971.
5. Teresinha de Jesus Pierre, c.c. José William Teixeira
Lima, em Fortaleza, a 20 de maio de 1972.
6. Dr. José Gerardo Ponte, engenheiro civil, c.c. Áurea Lus-
tosa Pierre, natural de Teresina, PI.
7. Maria das Graças Pierre, c.c. Dr. Vicente Armando Fon-
teles, filho de José Olavo Fonteles e Maria Irismar Martiniano
Fonteles.
8. Ana Maria Pierre, c.c. o Dr. Newton Braga Quental, na-
tural de Barbalha, CE, a 29 de dezembro de 1975.
Obs: João Batista Pierre nasceu a 3 de maio de 1901 e fale-
ceu a 22 de setembro de 1977. Maria Laura nasceu a 7 de julho
de 1912 e faleceu a 6 de março de 1976.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 153

18 de julho (sábado) : Na Matriz do Acaraú, é assassinado


o pároco Pe. José Arteiro Soares, nascido em Massapê, a 11 de
janeiro de 1896. O crime foi praticado por Hildebrando Giffoni.

26 de julho (2ª-feira) : Na Catedral, é celebrada missa em


sufrágio da alma do Dr. João Pessoa, ex-governador da Paraíba,
assassinado no Recife, cuja morte completa o primeiro aniver-
sário.

30 de julho (5ª-feira) : Casamento de José Walter de Araú-


jo, filho de João Alfredo de Araújo e Maria Eutália de Araújo,
com Maria Cristina Gomes de Araújo, filha de Eurípedes Ferrei-
ra Gomes e Abgail Alverne Ferreira Gomes.
Desse matrimônio houve:
1. Terezinha de Jesus Gomes de Araújo, c.c. Otávio Augus-
to Frichz de Andrade, médico veterinário, natural de Três Co-
rações, MG, filho de Edson de Alencar Andrade e de Hermínia
Frichz de Andrade, a 19 de outubro de 1957.
2. Vera Maria Gomes de Araújo, c.c. Manoel Artur Mendes
Frota, comerciante, filho de Francisco Potiguara da Frota e de
Francisca Mendes da Frota, a 10 de dezembro de 1960.
3. Maria Wânia Gomes de Araújo, c.c. Manoel Clever Ro-
cha, funcionário público, natural de Santana do Acaraú, filho de
Antenor Rocha e de Maria Cláudia Rocha, a 29 de junho de 1963.
4. Dr. Antonio Eurípedes Gomes de Araújo, médico, c.c.
Emilse Starling de Araújo, natural de Belo Horizonte, MG, filha
de Amílcar Macêdo de Araújo e de Elne Starling de Araújo, a 28
de maio de 1971.
5. Maria Abgail Gomes de Araújo, c.c. o Dr. José Ary Go-
mes Adeodato, engenheiro, filho de Vicente Adeodato Filho e
de Maria Elisa Gomes Adeodato, a 23 de julho de 1966.
154 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

6. Dr. José Walter de Araújo Filho, farmacêutico-bioquími-


co, c.c. Maria de Fátima Mont’Alverne Andrade, filha de Anto-
nio Walter Andrade e de Walderez Mont’Alverne Andrade, a 31
de janeiro de 1976.
7. João Alfredo Gomes de Araújo, c.c. Carmem Sílvia An-
drade Brasil, filha de Olavo Mendes Brasil e de Francisca Laura
Andrade Brasil, a 20 de dezembro de 1974.
8. Fátima Maria Gomes de Araújo, c.c. José Stênio Pontes
Dias, filho de José Anastácio Dias e de Ana Alice Pontes Dias, a
19 de maio de 1973.
Obs: João Alfredo de Araújo (Joca) é filho de José Fanico Al-
berto de Araújo e Maria Filomena de Araújo, neto paterno de Fran-
cisco Alberto da Costa, filho de Alberto Carneiro da Costa (Vol. 1,
pág. 260, 12.nov.1755, nº 12) e de Guilhermina Bezerra de Araújo,
filha de José Carneiro da Costa (Vol. 2, pág. 133, 28.set.1823, nº 5),
neto materno de Lúcio Carneiro da Costa e Maria do Carmo Frota
(Vol. 4, pág. 25, 19.out.1883).
Maria Eutália de Araújo é filha de José Marques de Araújo
e Maria José Rios.

30 de agosto (domingo) : Início da temporada anual turfís-


tica do Jockey Club Sobralense.

7 de setembro (2ª-feira) : Falece Dona Francisca de Lima


Ferreira, viúva de Pedro Nolasco Ferreira, natural de Aracati.
É mãe do Pe. José de Lima Ferreira e sogra do advogado José
Custódio de Azevedo.

13 de setembro (domingo) : Inauguração do Cine Eldora-


do, iniciativa de Falb Rangel. Foi o primeiro cinema falado da
cidade, equipado de movietone, o sistema mais moderno de
projeção cinematográfica na época.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 155

26 de setembro (sábado) : O folclorista Leonardo Mota


pronuncia conferência no Teatro São João para seleta e atenta
assistência que o aplaudiu calorosamente.

27 de setembro (domingo) : No campo da Cidao, encontro


de futebol entre equipes locais do Fabril 1 X Orion 1.

7 de outubro (4ª-feira) : A soprano italiana Margherita Ri-


nata apresenta-se no palco do Palace Club com recital de músi-
cas de ópera, sendo bastante aplaudida.

24 de outubro (sábado) : Casamento de Pedro Guimarães,


filho de Júlio Gonçalves Guimarães e Raimunda Joelina Caval-
cante, com Maria Eglantine Ponte, filha de Francisco Porfírio da
Ponte e Maria do Carmo Frota Ponte.
Deste matrimônio houve:
1. Ítala Guimarães Coelho, c.c. o Dr. José Silvestre Caval-
cante Coelho, filho de Silvestre Gomes Coelho e Lair Cavalcante
Coelho, a 24 de outubro de 1956.
2. Simone Guimarães Pereira, c.c. José Edmir Pereira, filho
de João Arquimedes Pereira e Maria Naísa da Frota Sousa.
3. Cilene Guimarães Mascarenhas, c.c. o Dr. Antonio Coe-
lho Mascarenhas, natural de Crateús. Residem em Brasília.
4. Sonya Guimarães, c.c. José Renato.
5. Ângela Guimarães Coury, c.c. Brasil Coury, natural de
Goiás.
6. Antônio de Paula Ponte Guimarães, c.c. Telma Guima-
rães.
7. Ferrúcio Ponte Guimarães. c.c. Elenilza Bessa Guima-
rães.
8. Lorena Ponte Guimarães, inupta.
156 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

31 de outubro (sábado) : Com 2.441 votos, a senhorita


Nadir Ferreira Gomes é eleita “Miss Cine Eldorado”. O segundo
lugar coube a Maria Elisa.

11 de novembro (4ª-feira) : Falece o Cel. José Silvestre Go-


mes Coelho.

15 de novembro (domingo) : Para comemorar os 15 sé-


culos do Concílio de Éfeso, no qual foi proclamado o dogma da
Maternidade Divina de Maria e condenada a heresia nestoria-
na, a Diocese de Sobral promove peregrinação a pé, com início
na Catedral e término na Capela de Nossa Senhora do Remédio,
hoje Vila de Tuína, município de Massapê, num percurso de 14
km de ida. A grande multidão peregrina saiu da Praça da Sé às
duas horas da manhã e retornou à noite, cantando hinos de lou-
vor à Mãe de Deus e recitando o rosário.
5 de dezembro (sábado) : A soprano chilena Ernestina Ra-
mirez apresenta recital no Teatro São João.

8 de dezembro (3ª-feira) : É fundada na Catedral a Legião


Infantil, associação religiosa para crianças. No dia seguinte,
houve um desfile de 900 meninos e meninas, todos uniformiza-
dos, que percorreu as ruas centrais da cidade. Foi mais um ato
comemorativo dos 15 séculos do Concílio de Éfeso.

17 de dezembro (5ª-feira) : Nasce em Sobral o Cônego


Francisco Sadoc de Araújo, autor desta obra. Filho de Galdino
Orlando de Araújo e Rita Albuquerque de Araújo. Foi ordenado
sacerdote em Roma, a 25 de fevereiro de 1956. Foi fundador e
primeiro Reitor da Universidade Estadual Vale do Acaraú.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 157

23 de dezembro (3ª-feira) : Chegam a Sobral os restos


mortais do Sr. Antonio Mont’Alverne Filho, falecido no Rio de
Janeiro, a 6 de novembro de 1926. Era casado com Maria Mar-
fisa de Araújo.

1932

24 de janeiro (domingo) : Estréia, no Teatro Glória, a Trou-


pe Bibelot em temporada nesta cidade.

30 de janeiro (sábado) : Toma posse no cargo de Prefei-


to de Sobral o Tenente Floriano Machado, nomeado pelo In-
terventor Federal no Ceará, o Capitão Carneiro de Mendonça.
O Prefeito anterior, Artur Silveira Borges, fora exonerado sem
qualquer explicação.

21 de fevereiro (domingo) : Sob a presidência do Tenente


Floriano Machado, Prefeito Municipal de Sobral, realiza-se o I
Congresso dos Prefeitos da Zona Norte do Estado.

19 de março (sábado) : Caracteriza-se o estado de seca em


todo o Ceará. A cidade de Sobral já acolhe centenas de retiran-
tes do sertão flagelado.

17 de abril (domingo) : Falece o Cel. Frederico Gomes Pa-


rente, influente político residente na cidade.

27 de abril (4ª-feira) : Na área do Jockey Club, são con-


centradas mais de quatrocentas vítimas da seca, sendo 225 ho-
mens, 48 mulheres, além de 120 crianças. São emigrantes da
zona rural que perambulavam pelas ruas, sem pouso certo, ali
158 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

reunidos pelo Prefeito Municipal para a prestação de socorros


de abrigo, alimentos e remédios.

30 de abril (sábado) : O acadêmico de direito José Maria


Montalverne assume, interinamente, a função de Juiz de Direi-
to de Sobral.

4 de maio (4ª-feira) : O Bispo Diocesano Dom José


Tupinambá da Frota, envia telegrama ao Ministro José Américo
de Almeida, com angustiante pedido de socorro em favor dos
numerosos retirantes da seca que se encontram nas ruas da ci-
dade. O Ministro, em resposta, promete iniciar a construção do
Açude Jaibaras.

11 de junho (sábado) : Chega, inesperadamente, a Sobral


o Interventor Federal Cap. Roberto Carneiro de Mendonça, em
visita aos flagelados da seca.

28 de junho (3ª-feira) : Dr. Guilherme Linde, engenheiro


metalúrgico, chega a Sobral para empreender pesquisa de mi-
nérios de ferro na Serra da Meruoca.
─ Nesse mesmo dia, é reestruturada a Liga Desportiva So-
bralense, fundada a 1º de setembro de 1921, com a participação
de três clubes: Sobral Atlético Club, Carioca Sport Club e Orion
Futebol Club.
Foi eleito Presidente da Liga o Dr. Francisco Pessoa de
Araújo.

9 de julho (sábado) : Falece dona Belarmina Gondim de


Andrade, viúva do Dr. Alfredo de Andrade. Contava 76 anos de
idade.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 159

16 de julho (sábado) : O Dr. Luis Vieira, Inspetor das secas,


concede entrevista ao jornal “A Ordem”, quando noticia o breve
início das obras do açude Jaibaras e da ponte sobre o rio Acaraú.

22 de julho (6ª-feira) : O Ministro José Américo, em


telegrama dirigido a Dom José Tupinambá da Frota, comunica
ter dado ordens para o início das obras do açude Jaibaras e da
ponte sobre o rio Acaraú.

30 de julho (sábado) : A imprensa local abre grandes man-


chetes sobre os acontecimentos da Revolução de São Paulo,
eclodida a 9 de julho. Muitos sobralenses, atendendo ao apelo
da Prefeitura, alistaram-se voluntariamente no 23º BC Corpos
Provisórios.

26 de agosto (6ª-feira) : O Dr. Paulo de Almeida Sanford


toma posse do cargo de Prefeito Municipal, em substituição ao
Tenente Floriano Machado que dirigiu os destinos da cidade du-
rante sete meses.

3 de setembro (sábado) : Falece dona Maria José Sales Li-


nhares, esposa do Sr. João Maria Linhares.

7 de setembro (4ª-feira) : O Dr. Romeu Gouveia de Albu-


querque, chefe da Diretoria Regional dos Correios e Telégrafos,
visita a cidade com a função de tratar da construção do prédio
dos Correios de Sobral, à Praça do Figueira.

10 de setembro (sábado) : A imprensa noticia que o co-


merciante Gaudêncio Napoleão Soares vai abrir brevemente
uma fábrica de gelo.
160 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

13 de setembro (3ª-feira) : Circula o último número do jor-


nal “O Debate” do jornalista Cordeiro de Andrade. O primeiro
número circulou a 19 de fevereiro de 1931.

17 de setembro (sábado) : O Sr. Fernando Nobre assume


a direção do “Cine Glória” e promete reformas e baixa no preço
dos ingressos.

22 de setembro (5ª-feira) : Falece o popular Tenente João


Gomes, policial militar bastante serviçal e atencioso aos pedi-
dos da população para por ordem às ações dos criminosos e
meliantes.

28 de setembro (4ª-feira) : Chega à cidade o magistrado


sobralense Dr. Joaquim Gondim Lins, em visita a familiares.

31 de setembro (sábado) : Inauguração do “Café Central”


à Rua Ernesto Deocleciano, iniciativa do Sr. Vicente Barbosa de
Paula Pessoa.

2 de outubro (domingo) : Falece o honrado cidadão José


Lourenço Viana, coletor federal e presidente do Conselho Cen-
tral Vicentino. Nascera a 10 de agosto de 1858. Casara-se, a 8
de janeiro de 1885, com Rosa Cândida Viana, tendo desta união
20 filhos.

29 de outubro (sábado) : O Capitão Cândido Procópio, de-


legado militar da cidade, manda fechar um cabaré suspeito à
Rua Ernesto Deocleciano, em pleno centro comercial.

3 de novembro (5ª-feira) : O engenheiro José Olímpio chega


a Sobral com a missão de iniciar a construção do açude Jaibaras.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 161

22 de novembro (3ª-feira) : É fundado o setor local da Liga


Eleitoral Católica-LEC.

28 de novembro (4ª-feira) : É reestruturado o “Grêmio Li-


terário Caixeiral Domingos Olímpio”, com a aprovação dos Es-
tatutos e dirigido por José Aragão e Albuquerque.

3 de dezembro (2ª-feira) : Falece o Cel. José Viriato Figuei-


ra de Sabóia.

8 de dezembro (5ª-fera) : Circula o primeiro número do


“O Jornal”, semanário dirigido por Batista Fontenele. Entre os
colaboradores está o poeta Otacílio de Azevedo.

9 de dezembro (6ª-feira) : O Prefeito Paulo Sanford, pelo


Decreto Municipal nº 22, estabelece dimensões para formas de
fabricação de rapaduras, não podendo ter peso inferior a 600
gramas.

18 de dezembro (domingo) : Na residência do Dr. Arnaldo


Fagundes, são aprovados os Estatutos da “União dos Retalhis-
tas de Sobral”, sendo eleitos Presidente João Carvalho, Secre-
tário Francisco Agripino de Sousa e Tesoureiro Alberto Chaves.

25 de dezembro (domingo) : “O Jornal” publica memorial


do povo de Massapê, dirigido ao Dr. Luis Vieira, pedindo que o
traçado da estrada Sobral-Teresina passe por Massapê, Coreaú,
Várzea da Volta, Acarape e Tianguá.

1933

1º de janeiro (domingo) : A imprensa local tece comentá-


162 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

rios sobre o ano de 1932, quando terrível seca assolou o Cea-


rá. No entanto, trouxe como benefícios para Sobral, o início da
construção do açude Jaibaras, da ponte sobre o rio Acaraú e da
estrada de rodagem Sobral-Tianguá.
─ Toma posse a primeira diretoria da “União dos Retalhis-
tas de Sobral”.

7 de janeiro (sábado) : Falece o Cel. Antonio Mendes Car-


neiro, ex-prefeito da cidade, tabelião público e homeopata (Vol.
4, pág. 58, 11.fev.1888).

8 de janeiro (domingo) : No Cine-Teatro Glória, apresenta-


ção do cômico Valdomiro Lobo, com grande assistência.

14 de janeiro (sábado) : O Dr. Leocádio de Araújo Júnior


toma posse do cargo de Delegado de Polícia de Sobral. É o pri-
meiro delegado civil da cidade.

15 de janeiro (domingo) : O cidadão Antero de Castro, Pre-


sidente do Tiro de Guerra 162, sediado em Sobral, telegrafa ao
Ministério da Guerra, solicitando ordem para entregar caderne-
tas de reservistas aos atiradores concludentes.

16 de janeiro (2ª-feira) : Falece Dona Francisca Sabóia de


Albuquerque (Sinhá Sabóia), viúva do Cel. Ernesto Deocleciano
de Albuquerque e mãe do Juiz de Direito local, Dr. José Sabóia
de Albuquerque. Contava 90 anos de idade.

20 de janeiro (6ª-feira) : Copiosa chuva cai sobre a cidade


de Sobral, após a terrível seca do ano anterior. Toda a popula-
ção regozija-se.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 163

30 de janeiro (2ª-feira) : Desastre no trem, que levava pe-


dras britadas da Tubiba para a construção da ponte do rio Aca-
raú, mata três operários.

15 de fevereiro (5ª-feira) : O cirurgião-dentista F. Frota


Aguiar, recém-formado no Recife, inaugura moderno consultó-
rio à Rua Cel. José Sabóia.

20 de fevereiro (2ª-feira) : O cirurgião-dentista Cláudio Sá


Amaral abre consultório, em sociedade com o Dr. Carlito Pom-
peu Magalhães.

5 de março (domingo) : A imprensa local noticia a visita do


Ministro da Aviação, Dr. José Américo, que veio a Sobral para
pessoalmente inspecionar as obras de sua pasta. A ele devem-
-se as construções do açude Jaibaras, da ponte sobre o rio Aca-
raú e da estada Sobral-Tianguá.
─ Inaugura-se a “Panificação Sobralense”, iniciativa do co-
merciante João Gondim.

26 de março (domingo) : Falece o Sr. Raimundo Frota Ca-


valcante, de paratifo. Nascera em Sobral a 8 de fevereiro de
1888. Deixou viúva a sra. Alda Pontes Frota. Era filho de Joa-
quim Lopes Cavalcante e Teresa Cristina Frota (ver pág. 70,
9.fev.1918, neste volume).
Joaquim Lopes Cavalcante é filho de Antonio Freire e sua
segunda mulher Francisca Mariana Cavalcante (Vol. 1, pág. 460,
11.nov.1793). Sobre seus filhos ver o livro “Os Frotas” do Pe.
José da Frota Gentil, Rio, 1967, pág. 494.
Obs: No mês de março, o paratifo fez várias vítimas fa-
tais na cidade: Raimundo Frota Cavalcante, José Mourão de
164 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

Aquino, Quitéria Alves Linhares, Raimundo Osterno Gomes


Parente, Raimundo Apolo de Brito, Estevão Climaco, Aldenora
Mendes de Sousa, Francisco Ildefonso Carneiro. A epidemia fez
também muitas vítimas nas cidades vizinhas.

15 de abril (sábado) : Ordenação sacerdotal do Mons. Do-


mingos Araújo. Foi pároco da Catedral durante mais de quaren-
ta anos.

1º de maio (2ª-feira) : Falece afogado, em Fortaleza, o jo-


vem estudante José Wellington Ferreira Gomes, 15 anos, filho
de José Modesto Ferreira Gomes e Maria de Lourdes Mendes
Gomes. Sua morte foi muito sentida em Sobral.

7 de maio (domingo) : Falece dona Florência Gonçalves Xi-


menes, 76 anos, esposa de Sabino Gonçalves Feijão (Vol. 4, pág.
128, 6.jun.1895).

17 de junho (4ª-feira) : Falece o Cel. Augusto de Castro, ad-


vogado provisionado, 66 anos, c.c. Carminda Sabóia de Castro.

24 de junho (4ª-feira) : Vicente Bento inaugura linha de


caminhão, com passageiros, para Fortaleza, saindo às 13 horas,
chegando em Fortaleza às 22 horas.

23 de julho (domingo) : No Pálace Club, é instalado um


aparelho de rádio receptor, com grande concurso de ouvintes
levados pela curiosidade.

16 de agosto (4ª-feira) : Inaugura-se a Escola Jocista Dr.


Figueiredo Rodrigues, destinada aos operários, iniciativa do Pe.
Domingos Araújo.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 165

25 de agosto (6ª-feira) : Falece o Cel. João Frederico Ro-


drigues de Andrade, abastado agricultor neste município. Era
casado com Francisca Otília de Andrade.

4 de setembro (2ª-feira) : O Dr. Arnaldo Carvalho Fagun-


des, agente fiscal federal esclarece, através da imprensa, sobre
a obrigação do uso do selo de consumo.

13 de setembro (4ª-feira) : Falece dona Luci Viriato Sabóia


de Carvalho, em Poços de Caldas, MG. Nasceu em Sobral a 4 de
maio de 1900.

15 de setembro (6ª-feira) : O Club Artístico Sobralense co-


memora festivamente o 10º aniversário de sua fundação.

25 de setembro (2ª-feira) : Inaugura-se a Escola Profissio-


nal da Associação dos Empregados no Comercio de Sobral.

27 de setembro (4ª-feira) : Falece o Padre João Evangelis-


ta Alves. Nascera em Santana do Acaraú a 12 de setembro de
1867. Foi ordenado em 1891 por Dom Jerônimo Tomé da Silva.

30 de setembro (sábado) : Falece o Dr. José Jácome de Oli-


veira, médico e ex-prefeito de Sobral, 48 anos, natural de Santa
Quitéria.

8 de outubro (domingo) : Circula o primeiro número do


jornalzinho “O Patronato”, órgão do Patronato Infantil N. Sra.
das Dores, fundado a 25 de setembro de 1932.

13 de outubro (6ª-feira) : Falece no Rio de Janeiro o sacer-


dote sobralense Cônego João de Lira Pessoa, 73 anos. Nasceu a
18 de fevereiro de 1860. Ordenado a 19 de junho de 1887.
166 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

22 de outubro (domingo) : Os caixeiros de Sobral protes-


tam contra Decreto do Prefeito Municipal autorizando o regi-
me de dez horas diárias no comércio local.

14 de outubro (sábado) : Posse da diretoria da “União


Trabalhista de Sobral”, associação operária de defesa da classe
trabalhadora.

13 de novembro (3ª-feira) : O Dr. Alfeu Ribeiro Alboim


toma posse do cargo de Prefeito de Sobral, em substituição ao
Dr. Paulo de Almeida Sanford.

3 de dezembro (domingo) : Na Catedral, ordenação sa-


cerdotal dos diáconos Inácio Nogueira Magalhães, João Batista
Pereira, Ivan Pereira de Carvalho e Luis Carvalho.

31 de dezembro (domingo) : Nasce o Pe. Jairo Linhares


Ponte. Ordenado a 29 de junho de 1963.

1934

27 de janeiro (sábado) : Inauguração do “Posto Permanen-


te de Higiene de Sobral”, sob a direção do médico Dr. Francisco
Araújo.

1º de fevereiro (5ª-feira) : Inauguração do “Ginásio Sobra-


lense”, para rapazes, no bairro da Betânia, obra benemérita de
Dom José Tupinambá da Frota. Para primeiro diretor foi nome-
ado o Pe. José Aloísio Pinto.

2 de fevereiro (6ª-feira) : Inauguração do “Colégio Santa-


na”, para moças, à Rua Senador Paula, iniciativa do Bispo Dom
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 167

José. Entregue à direção das Filhas de Santana, tem como pri-


meira supervisora Sor’Ana Tecla Durso.

17 de fevereiro (sábado) : O “Grupo Dramático Sobralen-


se” encena, no Teatro Glória, a peça “Deus lhe Pague”, da auto-
ria de Joraci Camargo. No elenco de artistas destaca-se o ator
Ódon Porto.

8 de março (5ª-feira) : O Sr. Manuel Marinho Figueira de


Sabóia cede terreno da Fazenda Logradouro, de sua proprieda-
de, para construção de um campo de aviação.

10 de março (sábado) : No Pálace Club, estreia do violonis-


ta paraense Mário Rocha.

13 de março (3ª-feira) : Recital de piano, no Pálace Club,


da artista Aurora Saraiva.

12 de abril (5ª-fera) : Falece o Dr. Antonio Lima Silva Filho,


cirurgião-dentista residente nesta cidade. Era casado com Ma-
ria de Lourdes Lopes Lima (ver pág. 53, 8.jan.1916).

30 de abril (2ª-feira) : Por aceitar a mudança do Mercado


Público para a Praça do Catavento, em frente a Cadeia Pública,
e cuja inauguração seria no dia seguinte, os feirantes fizeram
comício contra o Prefeito Alceu Aboim que renunciou ao cargo.
─ Nesse mesmo dia falece o Capitão José Esmeraldo
de Maria Costa, comerciante. Era filho de Manuel Lourenço
da Costa e Maria Alves Benvinda de Jesus (Vol. 2, pág. 140,
11.jul.1824, nº 7).
Nasceu em Santana do Acaraú a 26 de setembro de 1853 e
casou-se, a 20 de fevereiro de 1873, com Ana Lima Esmeraldo,
filha de Manuel Alves da Costa e Teresa Maria de Jesus (Vol. 2,
pág. 140, 11.jul.1824, nº 7).
168 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

Deixou os seguintes filhos:


1. Antonio Esperidião de Vasconcelos, c.c. Ana Amélia Es-
meraldo (Ipueiras).
2. Manuel Silvério Esmeraldo, c.c. Jovelina Catunda Pom-
peu (Ipueiras).
3. Maria José Arcanjo, c.c. Francisco Esmeraldo Arcanjo.
4. Maria Branca Vasconcelos, c.c. Antonio Galvino de
Vasconcelos, filho de Manuel Galvino de Vasconcelos e Ana Li-
vina da Costa.
5. Ana Esmeraldo de Vasconcelos, c.c. José Fabião de Vas-
concelos, filho de Manuel Ribeiro da Ponte e Francisca Maria de
Nazaré, a 10 de setembro de 1908.

1º de maio (3ª-feira) : É fundado o “Centro Estudantil So-


bralense”, sendo seu primeiro Presidente José Aragão e Albu-
querque.

18 de maio (6ª-feira) : Assume a Prefeitura de Sobral o Dr.


Leocádio de Araújo. Fora nomeado a 3 de maio, pelo Interven-
tor Federal do Ceará.

1º de junho (6ª-feira) : Inaugura-se linha de transporte de


passageiros entre Sobral e Fortaleza, com dois automóveis de
luxo, iniciativa de José Cordeiro Soares.

17 de junho (domingo) : A imprensa noticia a morte de An-


tero de Castro, 52 anos, ex-delegado de polícia de Sobral.

8 de julho (domingo) : No Pálace Cube há audição de rádio


em um receptor marca Philco, com muita curiosidade dos fre-
quentadores.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 169

9 de julho (2ª-feira) : Decreto Municipal nº 43 institui fei-


ras livres, aos sábados, na Praça Barão do Rio Branco.

25 de julho (4ª-feira) : Falece em Fortaleza o Dr.


Raimundo Leopoldo Coelho de Andrade, sobralense ilustre, di-
retor da Faculdade de Farmácia e Odontologia do Ceará e pro-
fessor do Liceu. Nascera em Sobral em 2 de novembro de 1863.

19 de agosto (domingo) : “O Jornal” solicita providências


ao Prefeito Municipal para que coíba abuso de motoristas que
guiam carros pelas ruas da cidade sem obediência a qualquer
código de trânsito.

21 de agosto (3ª-feira) : Falece o Pe. João Teófilo Leite, 30


anos, vigário de Meruoca. Bom poeta, fora ordenado a 30 de
maio de 1931.

31 de agosto (6ª-feira) : Estréia em Sobral da grande Com-


panhia Lírica Italiana.

9 de setembro (domingo) : A imprensa local lamenta a


aversão do sobralense ao livro. Algumas livrarias foram abertas
e fecharam, porque ninguém na cidade compra livro.

11 de setembro (3ª-feira) : Falece o Sr. Paulo Ferreira da


Ponte, ex-amanuense da Mesa de Rendas Estaduais, 70 anos. Era
casado com Maria da Conceição Ponte (Vol. 3, p. 111, 27.set.1853).

6 de outubro (sábado) : Falece dona Benvinda de Almeida


Monte, 78 anos, viúva do Dr. João Francisco de Almeida.

13 de outubro (sábado) : Inauguração do “Bar Cascatinha”,


170 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

à Praça 5 de Julho, que fez sucesso durante várias décadas


como ponto de reunião da sociedade local.

22 de dezembro (sábado) : O Interventor Moreira Lima vi-


sita Sobral, tendo apoteótica recepção.

26 de dezembro (4ª-feira) : Funda-se o “Núcleo Integralis-


ta de Sobral”, com 46 milicianos, sob a chefia do Dr. José Farias
Sobrinho. A nova diretoria foi aclamada com tríplice “Anauê”.

1935

7 de janeiro (2ª-feira) : Criação do distrito de São Vicente,


município de Sobral.

10 de janeiro (5ª-feira) : Casamento de José Anastácio


Dias, filho de Manuel Boaventura Anastácio e Maria Dias Anas-
tácio, com Ana Alice Ponte Dias, filha de Francisco Romano da
Ponte e Maria José Araújo.
Deste matrimônio houve:
1. Tarcísio Ponte Dias, c.c. Geísa Araújo Dias, filha do Dr.
Joaquim Adauto Araújo e Ivone Frota Araújo, a 28 de maio de
1963.
2. Dr. José Armando Ponte Dias, engenheiro, c.c. Teresa
Maria Rocha, filha de Raimundo Aírton Rocha e Nice Rodrigues
Rocha, a 10 de janeiro de 1974.
3. Dr. José Anastácio Dias Filho, engenheiro, c.c. Ana Luísa
Ponte, filha de Eriberto Sá Ponte e Maria José Rodrigues.
4. Dr. José Stênio Ponte Dias, contador, c.c. Fátima Maria
Araújo, filha de José Valter Araújo e Maria Cristina Gomes Araú-
jo, a 19 de maio de 1973.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 171

5. Dr. José Aurélio Ponte Dias, médico, c.c. Teresinha Pa-


rahyba Dias, filha do Dr. Djacir Parahyba e Francisca Coelho Pa-
rahyba, a 6 de março de 1974.
6. Dr. Jose Aírton Ponte Dias, engenheiro, c.c. Aurizete
Praciano Dias.
7. Dr. Francisco José Ponte Dias, engenheiro, c.c. Maria do
Carmo Ponte, filha de Aurélio Cavalcante Ponte e Maria do So-
corro Castro Ponte.
8. Dr. José Olavo Ponte Dias, economista, c.c. a Dra. Luísa
Helena Roma, filha de Paulo Roma e Maria de Lourdes Roma.
9. Maria Cleide Dias Carneiro, professora, c.c. o Dr. José
Olimar Magalhães Carneiro, filho de Francisco Alcides Carneiro
e Maria Dalva Magalhães, a 8 de maio de 1957.
10. Maria Célia Dias Girão, professora, c.c. Heraldo Lopes
Girão, filho de Benício Carneiro Girão e sua primeira mulher
Hermosa Lopes.
11. Maria Elzenir Dias Albuquerque, c.c. Francisco Aurélio
Albuquerque, filho de José Osmar de Albuquerque e Áurea Ri-
beiro.
Obs: Manuel Boaventura Anastácio, acima citado, é filho
de José Anastácio Rodrigues e Maria Anastácio Rodrigues e ca-
sou-se, a 11 de outubro de 1906, com Maria Dias Anastácio, filha
de João Dias de Carvalho e Maria do Carmo Ponte (Vol. 4, pág.
126, 16.fev.1895), de cujo consórcio houve os seguintes filhos:
1. José Anastácio Dias, nascido a 4 de agosto de 1908, c.c.
Ana Alice Ponte (acima).
2. Francisco Anastácio Dias, nascido a 22 de setembro de
1909. Faleceu inupto.
3. João Anastácio Dias, nascido a 12 de janeiro de 1911, c.c.
Neusa Paulino Dias, filha de José Gentil Paulino e Hilda de
Sousa, a 22 de janeiro de 1936, no Ipu.
172 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

4. Felizardo Anastácio Dias, nascido a 12 de maio de 1912,


casou-se duas vezes. A 1ª, com Maria Daíze Aguiar Dias, filha de
Pedro Lira Pessoa e Maria Espírito de Aguiar. A 2ª, com Maria
Zilda Dias, filha de Francisco Dias da Ponte e Júlia Ponte Dias.
5. Joaquim Anastácio Dias, nascido a 5 de agosto de 1924,
c.c. Raimunda Pierre Solon, filha de Ubaldo Solon e Maria Pier-
re Solon, a 22 de julho de 1947.
6. Pedro Anastácio Dias, nascido a 14 de abril de 1926, c.c.
Francisca Telma Azevedo, filha de José Custódio de Azevedo e
Maria Ester Lima, a 13 de setembro de 1953.
7. Maria Laura Anastácio, faleceu inupta, com 33 anos, a 7
de maio de 1945.
8. Maria Excelsa Dias, c.c. José Henrique de Araújo, filho
de Rafael Henrique de Araújo e Ana Pessoa Costa, de Meruoca.
9. Maria Ester Anastácio, religiosa Josefina.
10. Francisca Dalva Dias, c.c. Francisco Tobias Arcanjo, fi-
lho de José Norberto Arcanjo e Maria Santina Arcanjo, a 29 de
julho de 1937.
11. Odete Dias Anastácio, c.c. José Celestino Alves, filho de
João Nepomuceno Alves e Francisca das Chagas Alves, a 15 de
agosto de 1939.
12. Maria Júlia Anastácio, c.c. Antonio Cirilo Monteiro, na-
tural de Parnaíba, PI.
13. Maria do Carmo Dias, c.c. Eduardo Feliciano Anastácio.
14. Teresinha Anastácio Dias, c.c. João Batista Albuquer-
que, filho de José Rodrigues e Emília Albuquerque Rodrigues,
de Meruoca.
15 e 16. Paulo e Antonio faleceram em tenra idade.

12 de janeiro (sábado) : Concentração popular, diante da


C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 173

Residência Episcopal, em desagravo a Dom José Tupinambá da


Frota, por motivo de acusações infundadas publicadas, em For-
taleza, no jornal “O Combate”, dirigido por Moésia Rolim.
─ Inauguração da nova sede do Banco Popular de Sobral,
localizada no Largo do Rosário. É a atual sede do Bancesa.

13 de janeiro (domingo) : Nascimento do humorista de te-


levisão Antonio Renato Aragão, filho do professor e poeta Pau-
lo Aragão e Dinorá Lins Aragão.

27 de janeiro (domingo) : Instalação da paróquia São José


de Ubajara, Diocese de Sobral. Foi criada por Dom José Tupi-
nambá da Frota, a 22 de novembro de 1934.

5 de fevereiro (3ª-feira) : Pe. Domingos Araújo assume a


paróquia da Sé de Sobral, em substituição ao Pe. José Gerardo
Ferreira Gomes.

10 de fevereiro (domingo) : Ordenação sacerdotal do


Mons. Sabino Guimarães Loiola.

12 de fevereiro (3ª-feira) : Em substituição ao Dr. Leocá-


dio Araújo, assume a Prefeitura de Sobral o advogado Ataliba
Barreto.

25 de fevereiro (2ª-feira) : Inauguração da Ponte Othon de


Alencar, sobre o rio Acaraú. O primeiro lance foi construído sob
a orientação do engenheiro russo Waldemar Larim. Mede 205
metros de comprimento.

6 de abril (sábado) : No Teatro Glória, estréia da compa-


nhia artística norte-americana “The Black Stars”.
174 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

20 de abril (sábado) : O Bispo Dom José Tupinambá da


Frota segue para Roma em visita oficial ao Papa Pio XI. Retor-
nou a Sobral a 18 de agosto, com festiva recepção popular.

24 de abril (4ª-feira) : Falece a Sra. Maria Nazaré Albu-


querque, esposa de Antonio Lopes de Albuquerque (Vol. 3, pág
114, 8.jan.1854, nº 4).

15 de maio (4ª-feira) : Falece dona Carminda Rosa Mari-


nho, mulher do Cel. José Figueira de Sabóia (Vol. 3, pág. 30).

25 de maio (sábado) : Dr. Francisco de Menezes Pimentel,


na Assembléia Legislativa, é eleito Governador do Estado do
Ceará.

3 de junho (2ª-feira) : O Sr. Vicente Antenor Ferreira Go-


mes toma posse do cargo de Prefeito de Sobral.

5 de junho (4ª-feira) : Funda-se, em Sobral, a Aliança Na-


cional Libertadora (ANL).

27 de julho (sábado) : Falece no Rio, D. Júlia Marinho Sa-


bóia de Albuquerque, esposa do Cel. Vicente Sabóia.

30 de julho (3ª-feira) : Falece o Cel. Henrique Severino Du-


arte.

20 de agosto (3ª-feira) : Falece a Sra. Luisinha Duarte Pon-


te, esposa do Sr. Esdras Ponte.

26 de agosto (2ª-feira) : Falece o Cel. Diogo Gomes Pa-


rente.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 175

21 de setembro (sábado) : Na Catedral, ordenação sacer-


dotal de seis novos presbíteros: Antonio Regino Carneiro, An-
tonino Cordeiro Soares, Francisco Eudes Fernandes, Francisco
Linhares, Inácio Américo Bezerra e Francisco Olinto Leitão.

23 de setembro (2ª-feira) : Criação do distrito de Jordão,


sobre a serra do Rosário.

26 de setembro (5ª-feira) : Com a presença do Pe. Helder


Câmara, instala-se o 2º Congresso Regional de Educação de So-
bral. Foi encerrado no dia 30.

20 de novembro (4ª-feira) : Em Meruoca, ocorre sangren-


to conflito entre integralistas locais e o destacamento da polí-
cia. Foram mortos um integralista e um soldado, saindo feridas
outras pessoas. Na ocasião, a paróquia recebia a visita pastoral
de Dom José Tupinambá da Frota, Bispo de Sobral.

26 de novembro (3ª-feira) : É decretado Estado de Sítio


em todo o território nacional.

1936

23 de março (2ª-feira) : Falece dona Raimunda Artemí-


sia da Frota, 81 anos, viúva de Manoel Artur da Frota e mãe de
Dom José Tupinambá da Frota.

29 de março (domingo) : Nas eleições para Prefeito e Ve-


readores, no município de Sobral, votaram 2.848 pessoas, sen-
do 1.857 progressistas, 772 pessedistas e 219 integralistas.

6 de maio (4ª-feira) : Inauguração do açude “Jaibaras”,


176 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

hoje Aires de Sousa, com a presença do Governador Menezes


Pimentel.

22 de junho (2ª-feira) : Chega a Sobral o médico Antônio


Guarany Montalverne, habilidoso cirurgião.

8 de setembro (3ª-feira) : De regresso a Fortaleza, vira o


ônibus em que viajavam os atletas de futebol do “Maguari”, que
haviam jogado em Sobral no dia anterior. Vários deles recebe-
ram ferimentos.

22 de outubro (5ª-feira) : O Colégio Santana é equiparado


à Escola Normal Pedro II, como estabelecimento de ensino se-
cundário.

18 de novembro (4ª-feira) : Inauguração da nova Praça


Barão de Sobral, construída pelo Prefeito Antenor Ferreira Go-
mes. Foi orador o Dr. Canamary Ribeiro, Promotor de Justiça
de Sobral.

23 de novembro (2ª-feira) : Instalação canônica da paró-


quia de Reriutaba.

6 de dezembro (domingo) : Ordenação sacerdotal do Pe.


José Osmar Carneiro, natural de Massapê. Foi vigário-geral da
Diocese.

16 de dezembro (4ª-feira) : Falece Antonio Frutuoso da


Frota.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 177

1937

5 de janeiro (3ª-feira) : A imprensa dá notícia de vários mé-


dicos que abrirão consultórios na cidade de Sobral: Antonio Cus-
tódio de Azevedo, Tomás Correia Aragão, Crisanto Carneiro de
Azevedo, Nelson Costa, Newton Otacílio Amaral, João Martins
Mesquita, Ossian de Aguiar e Antonio Guarany Montalverne.

12 de janeiro (3ª-feira) : Falece em Fortaleza o Dr. João


Pompeu de Sousa Magalhães. Nascera em Santa Quitéria a 1º
de abril de 1863 e casara a 12 de outubro de 1890, com Jacinta
Pompeu de Sabóia.

22 de janeiro (6ª-feira) : O “Correio da Semana” publica


nota da Secretaria do Bispo, lamentando a atitude do Pe. João
França, vigário da Granja, por ter se afastado da diocese sem
licença do Bispo Diocesano. Circulou naquela cidade um panfle-
to injurioso à pessoa de Dom José Tupinambá da Frota, que re-
cebe muitos telegramas e cartas de solidariedade e desagravo.

24 de janeiro (domingo) : Têm início na Catedral missões


populares pregadas por padres lazaristas holandeses residen-
tes em Fortaleza.

27 de janeiro (4ª-feira) : Falece em Fortaleza o Cel. Francis-


co Godofredo Rangel. Nascera em Sobral a 18 de novembro de
1876 e casara a 10 de janeiro de 1903, com Elisa Franca Rangel.

15 de março (2ª-feira) : Inaugura-se a Escola Superior de


Comércio de Sobral, hoje Escola Técnica de Comércio Dom
José, fundada pela Associação dos Empregados do Comércio
de Sobral.
178 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

28 de março (domingo) : Fundação da “União dos Viajan-


tes do Comércio de Sobral”, sendo primeiro presidente o Sr.
Nestor Lima.

20 de julho (3ª-feira) : Falece o Major Firmino Lopes Frei-


re. Nascera em Sobral a 15 de maio de 1860. Era casado com
Maria Cavalcante Lopes.

27 de julho (3ª-feira) : Falece o Sr. José Rufino Aragão, filho


de Rufino Alves Pereira e Silvana Bela de Aragão. Nascera a 24
de março de 1851. Casara a 27 de novembro de 1880, com Ana
Maria Ximenes Aragão, filha de Joaquim de Melo e Silva e de
Rita Francisca da Conceição (Ver. Vol. 4, pág. 196, 14.set.1902).

28 de julho (4ª-feira) : A Sra. Eunice Weaver chega a So-


bral com o fim de angariar recursos para o Leprosário Antonio
Diogo, de Fortaleza.

18 de agosto (4ª-feira) : A Prefeitura Municipal faz doação


das terras da Fazenda Mucambinho ao Governo Federal.

24 de setembro (6ª-feira) : Inauguração da nova sede da


Federação das Congregações Marianas de Sobral e da Amplifi-
cadora Católica, sob a direção do Mons. Olavo Passos, na Praça
do Menino Deus.

10 de outubro (domingo) : O vigário de Coreaú, Pe. Ivan de


Carvalho, denuncia pela imprensa atos criminosos do Sr. José
Humberto Pacheco, que se dizendo médico da Saúde Pública,
profana os cemitérios de Moraújo e Aroeira, tendo quebrado e
queimado cruzes, bem como violado túmulos.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 179

1º de novembro (2ª-feira) : Antonio Frota Cavalcante as-


sume o cargo de Delegado de Polícia.

20 de novembro (sábado) : Falece Isabel Ómphale Gon-


dim (dona Bila), exímia charadista e figura muito querida na ci-
dade. Tinha 78 anos.

7 de dezembro (3ª-feira) : Após passar por completa refor-


ma, reabre-se o Cine-Teatro Glória, palco de apresentação de
peças dramáticas e projeção de cinema.

1938

9 de janeiro (domingo) : Instalação canônica da Paróquia


de Nova Russas, então pertencente à Diocese de Sobral e cria-
da por Dom José Tupinambá de Sobral.

19 de janeiro (4ª-feira) : O Ministro da Viação, Dr. João


Mendonça Lima, visita Sobral, de onde vai inspecionar os açu-
des Forquilha e Jaibaras. Veio em companhia do Interventor Dr.
Menezes Pimentel.

11 de fevereiro (6ª-feira) : Encontra-e em Sobral o Dr. Jô-


natas Serrano, em viagem de estudo e pesquisa da vida e obra
de Farias Brito, sobre quem pretende escrever um livro. De So-
bral, seguiu para São Benedito, terra natal do filósofo.

24 de março (5ª-feira) : O “Correio da Semana” elogia a


iniciativa de Dom José, Bispo de Sobral, recomendando aos vi-
gários que expliquem ao povo as vantagens da agricultura me-
canizada.
180 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

18 de abril (2ª-feira) : Repercute dolorosamente na cidade


a morte de três seminaristas do Seminário local, afogados no
açude Forquilha, onde foram em passeio de Páscoa. Eram eles:
José Pedro Morel, de Camocim, Antonio Aguiar Frota, de Sobral
e José Mozart Martins, do Ipu.

29 de abril (sábado) : Estréia na cidade o famoso “Circo


Fevete”, que deixou lembranças imperecíveis na população
pelo arrojo de seus acrobatas e simpatia de seus proprietários.

15 de junho (4ª-feira) : Sobral acompanha, pelo rádio e


com muita emoção, a estréia do selecionado brasileiro no Cam-
peonato Mundial de Futebol, que se realiza na França. Nesse
dia, o Brasil venceu a Polônia por 6 x 5. Os jogadores Leônidas e
Perácio empolgam pela brilhante atuação.

3 de julho (domingo) : Fundação do “Guarany Sport Club”,


agremiação de futebol hoje pertencente à primeira divisão de
clubes cearenses. Nasceu por iniciativa do desportista Gerardo
Magela Frota.

6 de julho (4ª-feira) : Com a idade de 97 anos, falece o Cel.


Francisco de Albuquerque Rodrigues, viúvo de Antonia Benedi-
ta Lima Rodrigues. Nasceu em Sobral a 31 de 1841 (sic).

14 de agosto (domingo) : O Bispo de Sobral, Dom José Tu-


pinambá da Frota, inaugura a “Capelinha do Céu”, em Viçosa
do Ceará. Na torre da Capela foi benta a imagem de Cristo Re-
dentor.

7 de setembro (5ª-feira) : Conclusão da construção da


“Coluna Rádio Imperator”, feita por iniciativa de Falb Rangel e
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 181

com a ajuda do Prefeito Municipal Antenor Ferreira Gomes. A


inauguração oficial deu-se a 26 de maio de 1939.

10 de setembro (sábado) : Lançamento da pedra funda-


mental do monumento do Cristo Redentor, erigido no morro
atrás da estação ferroviária local, por iniciativa do Mons. Vicen-
te Martins da Costa, vigário da Paróquia do Patrocínio. Foi inau-
gurado a 28 de maio do ano seguinte.

19 de outubro (4ª-feira) : Falece em Fortaleza o Pe. An-


tonio Alves de Carvalho, nascido em Sobral a 28 de outubro de
1873. Foi ordenado sacerdote, depois de viúvo, a 12 de março
de 1927.

30 de outubro (domingo) : Em Roma, ordenação sacerdo-


tal do Pe. Francisco Expedito Lopes, sobralense, nascido a 8 de
julho de 1914. Foi o primeiro bispo de Oeiras, Piauí. Transferido
para a diocese de Garanhuns, Pernambuco, foi assassinado a 2
de julho de 1957.

20 de novembro (domingo) : Na Catedral de Sobral, orde-


nação sacerdotal dos padres Joaquim Arnóbio de Andrade, Jose
Aristides Cardoso e Otacílio Alves Ferreira Sales.

1939

15 de janeiro (domingo) : Falece, em Sobral, o poeta Amé-


rico Pinto, natural de Camocim. Era bastante popular na cidade
por sua verve irônica e vida boêmia.

27 de fevereiro (2ª-feira) : O Prefeito Municipal Antenor


182 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

Ferreira Gomes inaugura uma Câmara de Expurgo, em prédio


próprio construído à Praça Duque de Caxias.

29 de março (4ª-feira) : Falece Maria Frederica Arcanjo, 1ª


esposa de Raimundo Nonato Arcanjo. Nasceu em Sobral a 28
de dezembro de 1895 e casou-se a 25 de maio de 1918. Deixou
os seguintes filhos: Otávio, José Maria, Joaquim Tomás, Maria
de Jesus, Ursulita e Aldenora Arcanjo.

12 de abril (4ª-feira) : Fundação da Cooperativa Escolar de


Sobral.

14 de abril (6ª-feira) : O “Correio da Semana” publica um


protesto contra os abusos cometidos por um grupo de jovens
que desacataram famílias na “chamada para o pau de Judas”.
Na mesma edição, há uma declaração do Bispo de Sobral co-
municando que não mais fará pedidos de empregos a quem
quer que seja, tal o avultado número de pessoas que o procu-
ram para tanto.

15 de abril (sábado) : Falece Maria Isabel Soares, 94 anos,


esposa de Manuel Canuto Soares. Era filha de José Rodrigues
Lima e Úrsula Balbina de Sousa Lima.

21 de abril (6ª-feira) : A imprensa dá notícia sobre a refor-


ma da Igreja Catedral e publica as doações que a diocese tem
recebido da população.

27 de abril (5ª-feira) : Falece, em Salvador da Bahia, o so-


bralense Mons. Filomeno do Monte Coelho, 84 anos.

26 de maio (6ª-feira) : Inauguração oficial da “Amplificadora


C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 183

Imperator”, à Praça do São João, com “seis bocas” de alto-


falantes. A iniciativa deve-se ao Sr. Falb Rangel. Fez época
a programação noturna que atraía para aquele logradouro
público a população jovem da cidade.

28 de maio (domingo) : Inauguração do monumento do


Cristo Redentor, no alto da estação ferroviária. Foi construído
por iniciativa do Mons. Vicente Martins da Costa, vigário da Pa-
róquia do Patrocínio local.

5 de junho (2ª-feira) : Viaja ao Rio de Janeiro o Bispo de


Sobral, com o fim de participar do 1º Concílio Plenário do Epis-
copado Brasileiro, no qual serviu nas funções de secretário. Re-
tornou a 2 de agosto.

1º de julho (sábado) : Na Fazenda Lagoa do Taboleiro, mu-


nicípio de Coreaú, falece o Sr. Domingos Rodrigues Araújo, 80
anos, filho de João Rodrigues Lima e Maria dos Anjos Araújo.
Casara duas vezes. A 1ª, com Jacinta Maria do Carmo e a 2ª,
com Filomena Rodrigues Moreira. Era avô paterno do Pe. Do-
mingos Araujo, cura da Catedral de Sobral.

9 de julho (domingo) : Inauguração da sede da Região Al-


godoeira de Sobral, com participação de altas autoridades do
Governo do Estado.

29 de julho (sábado) : Falece em Fortaleza o Mons. João


Alfredo Furtado. Nascera em Guaraciaba do Norte a 15 de se-
tembro de 1868. Era Vigário Geral da Arquidiocese de Fortaleza.

7 de agosto (2ª-feira) : Falece o Sr. Antonio Leopoldo da


Silva. Nascera a 15 de novembro de 1869, filho de Severiano
184 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

José da Silva e Maria de Aguiar e Silva. Casara, em primeiras


núpcias, com Geracina Pompeu Magalhães, filha de Tomás
Pompeu de Sousa Magalhães e Cesarina Pompeu de Sousa Ma-
galhães. E, em segundas, com sua cunhada Cleonice Pompeu.
Deixou filhos do 1º matrimônio: Maria Odete, c.c. o Dr. Carlito
de Sabóia Magalhães; Leopoldo Pompeu da Silva da Silva, casa-
do em São Paulo; Iracema Pompeu da Silva, inupta.

5 de setembro (3ª-feira) : Falece em Fortaleza o magis-


trado sobralense Dr. Joaquim Catunda Gondim de Albuquerque
Lins. Era casado com Maria Rebouças Lins.

17 de setembro (3ª-feira) : Inaugura-se a 3ª Exposição


Agropecuária de Sobral, com a presença do Secretário de Agri-
cultura do Estado, Dr. Martins Rodrigues.

29 de setembro (6ª-feira) : Volta a Sobral o “Grande Circus


Fekete”, que atrai multidões aos seus espetáculos.

5 de outubro (5ª-feira) : Falece o acadêmico de direito


Clodomir de Arruda Coelho, notável orador e jovem dotado de
admirável vocação literária. É filho do Dr. José Clodoveu de Ar-
ruda. Foi sepultado em Fortaleza.

20 de outubro (6ª-feira) : Falece o aviador Vicente Aragão,


Capitão da Aeronáutica, sobralense, filho de Doroteu Aragão,
de desastre aéreo. A 17 de julho do mesmo ano, morrera seu
irmão, também aviador, o Tenente Raimundo Cavalcante Ara-
gão, e também vítima da queda de um avião militar.

27 de outubro (6ª-feira) : Falece Francisca Alves Parente,


esposa de José Inácio Gomes Parente. Deixou os seguintes fi-
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 185

lhos: Raimunda Parente, c.c. o Dr. Edmundo Monte; Francisco


Alves Parente, c.c. Maria Luísa Rodrigues Parente; José Inácio
Alves Parente Filho (Juca), c.c. Adalgisa Frota Parente; Murilo
Parente, c.c. Noemi Mendes Parente; Berta Parente, c.c. Tasso
Napoleão; Luísa Parente, c.c. Osmar Nelson Frota; Pedro Pa-
rente e Laura Parente.

15 de novembro (4ª-feira) : A cidade comemora festiva-


mente o cinquentenário da Proclamação da República.

24 de novembro (6ª-feira) : Falece Olindina Parente Xe-


rez, esposa do Dr. José Xerez.

26 de novembro (domingo) : Na Capela do Rosário, or-


denação sacerdotal dos padres José Maria Bonfim e Francisco
Apoliano.

8 de dezembro (6ª-feira) : O “Correio da Semana” publica


as fotografias dos 24 alunos que concluíram o curso do Ginásio
Sobralense. É a primeira turma de humanistas formada neste
modelar estabelecimento de ensino.

1940

22 de fevereiro (6ª-feira) : O Prefeito Municipal Antenor


Ferreira Gomes passa a exigir novo registro das marcas de ga-
dos, para evitar dúvidas sobre os verdadeiros proprietários.

26 de abril (6ª-feira) : A imprensa noticia a inauguração da


Empresa São Cristovão, responsável pelo transporte de passa-
geiros e cargas de Sobral para Fortaleza e vice-versa.
186 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

2 de maio (5ª-feira) : O Banco de Crédito Comercial inicia


suas operações bancárias nesta cidade, sob a gerência de Paulo
Aragão, ex-presidente do Banco Mercantil Caixeiral em liquida-
ção. A inauguração oficial deu-se a 29 de junho.

4 de maio (sábado) : Comemorando seu décimo aniversá-


rio de fundação, o Dispensário dos Pobres realiza sua Páscoa.

10 de maio (6ª-feira) : Falece o Sr. Jesuíno Figueira Albu-


querque Lins, 90 anos. Casou-se duas vezes. A 1ª, com Amália
Ribeiro Lins e a 2ª, com Maria Nazaré Gondim (Vol. 3, pág. 215,
22.jan.1870).

26 de maio (domingo) : Instala-se a Delegacia Seccional


do Recenseamento, para dirigir o 5º Censo Geral de 1940 na re-
gião Norte do Ceará.

28 de junho (6ª-feira) : O “Correio da Semana” dá notícia


sobre a construção da “Vila Ozanan”, constante de cinquenta
casas para os pobres, iniciativa do Conselho Vicentino de So-
bral, dirigida pelo Tenente Delfino Batista de Melo.

29 de junho (sábado) : Inauguração da filial do Banco de


Crédito Comercial.

30 de junho (domingo) : Falece o Sr. José Solon Coelho, 75


anos, casado com Maria do Carmo Ponte Coelho. Deixou sete
filhos.

17 de julho (4ª-feira) : No Teatro São João a pianista Este-


linha Epstein dá concerto de músicas clássicas.

21 de julho (domingo) : Falece o jovem Amílcar Araújo, alu-


no do Colégio Sobralense. Era irmão do Pe. Domingos Araújo.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 187

26 de julho (6ª-feira) : Encontra-se em Sobral o jornalista


católico Soares de Azevedo, do Rio de Janeiro, em campanha a
favor da boa imprensa.

2 de agosto (5ª-feira) : Festival no Teatro São João, em be-


nefício das reformas na Catedral, dirigido pelo maestro e pia-
nista local Acácio Alcântara.

15 de agosto (5ª-feira) : Está em Sobral o Pe. José de Cas-


tro Nery, do clero de São Paulo, escritor e estudioso sobre pro-
blemas filosóficos. Presentemente prepara livro sobre a obra
de Farias Brito.

19 de agosto (2ª-feira) : Falece Diogo Alves Loiola, genitor


do Pe. Sabino Guimarães Loiola.

20 de setembro (6ª-feira) : O “Correio da Semana” anun-


cia os festejos do 1º Centenário da cidade de Sobral, no próxi-
mo ano, tendo como destaque o Congresso Diocesano.

8 de outubro (3ª-feira) : Em desastre de automóvel, perto


de Sobral, faleceram o Cel. João Pontes, político de Massapê, e
seu sobrinho José Cunha Pontes.

30 de outubro (4ª-feira) : Inauguração do “Grande Hotel”,


iniciativa do Sr. Falb Rangel.

26 de novembro (3ª-feira) : Em Sobral, os familiares do Dr.


Helvécio da Silva Monte comemoram a passagem de seu cen-
tenário de nascimento. O ilustre médico, atualmente residente
no Rio de Janeiro, clinicou durante muitos anos em Sobral.
188 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

8 de dezembro (domingo) : As professoras Ilza e Cleomar


Lima fundam o Externato Santa Inês, com o fim de preparar
alunos para os exames de admissão ao ginásio.

1941

8 de janeiro (6ª-feira) : O casal José Salustiano de Aguiar e


Maria dos Reis Aguiar., residentes em Tucunduba, celebram bo-
das de ouro de casamento com missa celebrada por Dom José
Tupinambá da Frota.
12 de janeiro (domingo) : Cinco aviões do “Condor” ater-
rissam no campo do Logradouro, nesta cidade, na inauguração
da linha área Fortaleza-Teresina.

26 de janeiro (domingo) : Inauguração oficial do “Banco


de Crédito Popular de Sobral”.

8 de fevereiro (sábado) : No Rio de Janeiro, falece o Dr.


Helvécio Monte, com mais de 100 anos, pois nascera a 26 de
novembro de 1840. Clinicou em Sobral durante muitos anos.

9 de fevereiro (domingo) : Falece Mariano Lopes Freire.


Era casado com Maria Cândida Lopes. Deixou 7 filhos, 37 netos
e 7 bisnetos.

28 de fevereiro (6ª-feira) : No Teatro São João recital da


declamadora baiana Zoraide Aranha.

11 de março (3ª-feira) : Falece em Poços de Caldas, MG,


o banqueiro José Gentil Alves de Carvalho. Nascera em Sobral
a 11 de setembro de 1866. Foi Vice-Presidente do Estado, fun-
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 189

dador do Banco Frota Gentil e construtor de grande número de


casas do atual bairro de Gentilândia, em Fortaleza.

18 de abril (5ª-feira) : No salão nobre do “Excelsior Hotel”


de Fortaleza, inaugura-se exposição de pinturas do artista so-
bralense Raimundo Cela.

19 de abril (sábado) : Falece Maria de Jesus dos Santos An-


drade, 19 anos, deixando viúvo o cidadão Antonio Valter Andra-
de, com quem casara a 29 de junho de 1940.
─ Nesse mesmo dia falece o maestro José Pedro de Alcân-
tara, fundador de uma banda de música e de uma orquestra.

1º de maio (5ª-feira) : Falece Ana Lina Esmeraldo, em


Ipueiras, com 85 anos. Era viúva de José Esmeraldo de Maria
Costa. Deixou os seguintes filhos: Maria José Esmeraldo, c.c.
Francisco Arcanjo Esmeraldo; Antonio Esperidião Esmeraldo,
c.c. Ana Amélia; Maria Branca Esmeraldo, c.c. Antonio Galvino
de Vasconcelos; Ana Esmeraldo de Vasconcelos, c.c. José Fa-
bião de Vasconcelos; Manuel Silvério Esmeraldo, c.c. Joelina
Catunda Esmeraldo.

24 de maio (5ª-feira) : No Dia da Ascensão de Cristo, é


reaberta ao culto a Catedral de Sobral que estava em reforma
desde o ano de 1938.

15 de junho (domingo) : Começam as missões prepara-


tórias para o Congresso Eucarístico Diocesano pregadas por
padres franciscanos, capuchinhos e lazaristas. Prolongaram-se
até o dia 25, com grande participação popular.

25 de junho (4ª-feira) : Com muita pompa, têm início em


Sobral as sessões do Congresso Eucarístico Diocesano em co-
190 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

memoração do ano centenário da cidade e do Jubileu de Prata


da criação da Diocese. As comemorações têm lugar na Praça de
São Francisco, em monumental palanque ao ar livre. Em cada
paróquia houve um congresso preparatório.

26 de junho (5ª-feira) : Chega a Sobral o Núncio Apostóli-


co no Brasil, Dom Bento Aloisi Masella, para presidir à instala-
ção solene do Congresso Eucarístico.

29 de junho (domingo) : Grandes festejos em Sobral por


motivo do ano centenário da cidade, Jubileu de Prata da Dio-
cese e da Sagração de Dom José Tupinambá da Frota e aniver-
sário natalício do Núncio Apostólico Dom Bento Aloisi Masella.
Nunca a cidade participou de solenidades tão majestosas e de
alegrias tão contagiantes. À noite, no Pálace Club, houve ceri-
mônia solene de encerramento, em que falou o Dr. José Sabóia
de Albuquerque saudando o Núncio do Vaticano no Brasil.

17 de julho (5ª-feira) : Falece em Fortaleza o grande sone-


tista Pe. Antonio Tomás, príncipe dos poetas cearenses. Nasce-
ra em Acaraú a 14 de setembro de 1868.

1º de agosto (6ª-feira) : O “Correio da Semana” reclama


contra a proliferação do jogo do bicho na cidade.

16 de agosto (sábado) : Toma posse a primeira diretoria


do “Aero-Club Sobralense”, recém-criado sob a presidência de
João Nogueira Adeodato.

11 de setembro (5ª-feira) : Falece o Padre Francisco Li-


nhares, 30 anos, jovem pároco de Massapê. No mesmo dia, em
Fortaleza, falece o Cônego Aureliano Mota.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 191

10 de outubro (6ª-feira) : Falece o Sr. José Piragibe Men-


des, 54 anos, alto comerciante na cidade. Casara, a 16 de se-
tembro de 1911, com Ana de Paula Pessoa.

15 de outubro (4ª-feira) : Com 88 anos, falece o maestro


Raimundo Donizeti Gondim. Casara a 12 de julho de 1879, com
Ana Lopes Gondim, de cujo enlace houve 13 filhos.

23 de novembro (domingo) : Ordenação sacerdotal dos


diáconos Tibúrcio Gonçalves de Paula e Caubi Jardim Ponte.

7 de dezembro (domingo) : Falece o Dr. Bruno Alves. Era


casado com Ana Maria Alves.

29 de dezembro (2ª-feira) : Instituição canônica das paró-


quias de Bela-Cruz e Marco, da Diocese de Sobral.

31 de dezembro (4ª-feira) : Falece, em Belém do Pará, o


Pe. José de Arimatéia Cisne. Nascera em Santana a 28 de março
de 1903. Secularizou-se em outubro de 1934.

1942

6 de janeiro (3ª-feira) : Instalação canônica da paróquia


de São Miguel do Marco com posse do 1º vigário Pe. Francisco
Apoliano.
─ Nesse mesmo dia falece D. Abigail Alverne Ferreira Go-
mes, mulher de Eurípedes Ferreira Gomes, com quem casara a
21 de setembro de 1904. É filha de Antonio Montalverne e Ma-
ria Elisa Montalverne.

11 de janeiro (domingo) : Instalação canônica da paróquia


de Bela-Cruz com posse do 1º vigário Pe. Odécio Loiola.
192 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

1º de fevereiro (domingo) : Festa de reabertura do “Exter-


nato Assunção”, escola dirigida pelo professor Antonio Sabóia
de Barros.

9 de fevereiro (2ª-feira) : Encontra-se em Sobral o Cônego


Dr. José Francisco Correia, exímio latinista, pertencente ao Cle-
ro da Bahia. Vem ministrar aulas no Seminário local.

22 de fevereiro (domingo) : Falece em Fortaleza dona Ana


Laurinda Demétrio, 89 anos, viúva do Major Francisco Demé-
trio de Sousa, com quem casara a 18 de julho de 1871. Teve 22
filhos dos quais sobreviveram 9.

23 de fevereiro (6ª-feira) : O jornal “Correio da Semana”


começa a publicar os “Apontamentos da História e Corografia
do Município de Sobral”, de autoria do Mons. Fortunato Alves
Linhares.

1º de março (domingo) : Inaugura-se a nova sede da Fede-


ração das Congregações Marianas.

6 de março (6ª-feira) : A imprensa local reclama contra a


carestia excessiva dos gêneros alimentícios e exploração dos
vendedores de carne no mercado público. Eterno problema ...

16 de março (2ª-feira) : Iniciam-se os trabalhos de reforma


da antiga e tradicional Igreja do Menino Deus, mais uma obra
da operosidade de Dom José Tupinambá da Frota.
─ Inaugura-se o Serviço de Assistência Médica do IPEC.
2 de abril (5ª-feira) : Falece em Fortaleza o Pe. Dr. João
Augusto da Frota, 92 anos.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 193

5 de abril (domingo) : O “Correio da Semana” circula em


número especial de Domingo de Ressurreição, já em sua nova
sede na Rua Domingos Olímpio. Comenta a crise da carestia e a
espionagem alemã no Brasil em guerra contra o Eixo.

1º de maio (6ª-feira) : A imprensa noticia a conclusão da


demolição do Mercado Público e a construção de uma Coluna
da Hora, na Praça Barão do Rio Branco, hoje Dr. José Sabóia.
Elogia o novo mercado e a administração do Prefeito Antenor
Ferreira Gomes.

10 de maio (domingo) : Inauguração da “Escola Domésti-


ca”, anexa ao Colégio Santana.

28 de junho (domingo) : Sobral é visitada por uma carava-


na de universitários de Fortaleza com propósitos de intercâm-
bio esportivo e cultural.

24 de julho (6ª-feira) : O jornal “Correio da Semana”, em


editorial, elogia os jovens sobralenses que, como reservistas,
atenderam ao apelo da Pátria e se inscreveram para tomar
parte nos batalhões de defesa do Brasil e seguir para o front de
guerra, na Europa, contra as forças do nazismo.

29 de julho (4ª-feira) : Falece o Cel. João Rodrigues dos


Santos, 72 anos. Casara duas vezes. A 1ª, com Belarmina Lopes
Rodrigues e a 2ª, com Júlia Parente Rodrigues.

7 de agosto (6ª-feira) : A professora Delfa Amélia da


Conceição completa 50 anos de magistério na Escola Santo An-
tonio, localizada atrás da capela do mesmo nome.
194 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

12 de agosto (4ª-feira) : Ladrões penetraram na Capela do


Menino Deus, à noite, e roubaram as coroas de ouro das ima-
gens do Menino Jesus e de Nossa Senhora e a de prata da ima-
gem de Sant’Ana.

15 de agosto (sábado) : Realiza-se, nos salões do Pálace


Club, o 1º Torneio Sobralense de Xadrez.

17 de agosto (2ª-feira) : Falece dona Maria José Costa Pa-


rente, esposa de Massilon Gomes Parente. Deixou dez filhos:
Sinhá (casada com José Duarte Ripardo), José, Carminda, Maria
do Patrocínio, Gerarda, Teresinha, José Aloísio, Maria do Rosá-
rio, Miriam e José Raimundo.

18 de agosto (3ª-feira) : São sorteados sessenta reservis-


tas sobralenses para o serviço ativo do exército em guerra com
os países do Eixo. A relação saiu às ruas da cidade em vibrante
passeata cívica. No dia seguinte, houve nova passeata e sessão
magna no Teatro São João, quando falaram vários exaltados
oradores.

29 de agosto (sábado) : Estréia do Circo-Teatro Show com


grande presença de público.

1º de setembro (3ª-feira) : Tem início a “Semana Pró-Fla-


gelados”, iniciativa do Bispo Dom José Tupinambá, com o fim
de angariar recursos financeiros para ajuda aos pobres da cidade.

18 de setembro (6ª-feira) : A imprensa registra a posse do


Sr. Francisco Ferreira Costa na direção da agência local do “Ins-
tituto dos Comerciários de Sobral”. Casado com dona Dolores
Lustosa da Costa. Do casal nasceu em Sobral numerosa e ilustre
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 195

prole, destacando-se o Deputado Federal e Ministro Paulo Lus-


tosa da Costa.

7 de outubro (4ª-feira) : Falece na Santa Casa o Pe. Luis


Firmino Nogueira, vigário de São Benedito.

11 de outubro (domingo) : No campo da Cruz das Almas,


jogo final do campeonato sobralense de futebol. Sagrou-se
campeão o Carioca que venceu o Cruzeiro, com o resultado de
2 X 0.

18 de outubro (domingo) : O Sr. Joaquim Hermano Vas-


concelos é assassinado a mando da própria esposa, na Fazenda
Marrecas.

24 de outubro (sábado) : A Capela do Rosário, no centro


da cidade, é reaberta ao culto público, após as reformas por que
passou sob a direção do artista Agostinho Odísio Balmes.

25 de outubro (domingo) : Na Catedral, ordenação sacer-


dotal de oito novos padres: Alfir Barreto, Domingos Sabóia,
Francisco Sancho, Francisco Tupinambá Melo, José Inácio Pa-
rente, José Edson Frota, Joviniano Loiola Sampaio e Luis Frota
Mendes.

18 de novembro (4ª-feira) : Incêndio destrói a casa comer-


cial do Sr. F. Frota Filho, com grandes prejuízos materiais.

20 de novembro (6ª-feira) : Falece Galdino Lira Pessoa,


viúvo de Isabel Lira Pessoa, tendo deixado 9 filhos e 23 netos.

30 de novembro (2ª-feira) : Com grandes festas, comemo-


196 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

ra-se o 50º aniversário de ordenação sacerdotal de Mons. For-


tunato Alves Linhares, grande educador sobralense.

18 de dezembro (6ª-feira) : O “Correio da Semana” lou-


va o Prefeito Municipal Vicente Antenor Ferreira Gomes por ter
construído a “Escola de Artes e Ofícios”, a ser brevemente inau-
gurada.

19 de dezembro (sábado) :Falece Maria Petronília de Vas-


concelos, 85 anos, viúva de Rafael Hermano de Vasconcelos.

1943

1º de janeiro (6ª-feira) : O “Correio da Semana”, como no


ano passado com os sonetos, publica semanalmente a produ-
ção poética do Pe. Antonio Tomás.

12 de janeiro (3ª-feira) : Em acidente de trânsito, na es-


trada Sobral-Fortaleza, falecem os Srs. Inácio Pinto e Francisco
Weyne Padilha.

31 de janeiro (domingo) : Falece dona Rosalina Carva-


lho Soares, 83 anos, viúva do Cel. Wenceslau Soares e Silva. Era
mãe do Cônego Alfredo Soares, residente no Rio de Janeiro.

14 de março (domingo) : Chega a Sobral o Dr. Renato Lira,


coordenador do “Serviço Especial de Mobilização de Trabalha-
dores para a Amazônia-SEMTA”, em visita às instalações em
Sobral.

19 de março (6ª-feira) : O Educandário São José, dirigido


pela professora Honorina Passos, comemora o 1º ano de funda-
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 197

ção e inaugura novo modelo de farda para seus alunos. Mantém


os cursos primário e o de admissão ao ginásio.

21 de março (domingo) : Instala-se na Catedral curso su-


perior de Religião, com aulas Ministradas pelo Pe. Dr. Expedito
Lopes, destinado à formação de leigos da Ação Católica. As au-
las têm início às 17 horas.

25 de abril (domingo) : O “Correio da Semana” circula em


edição especial comemorativa dos seus 25 anos de fundação.

3 de maio (2ª-feira) : Com missa solene celebrada por Dom


José Tupinambá da Frota, inaugura-se o campo do SEMTA, nes-
ta cidade, destinado a formar os Soldados da Borracha para
emigrar para a Amazônia.

9 de maio (domingo) : Fundação do Patronato Maria Ima-


culada, escola destinada às domésticas. Tem como diretora
dona Abigorina Ferreira Gomes, Presidente da Associação das
Senhoras de Caridade.

5 de junho (sábado) : Falece o tabelião José Fabião de


Vasconcelos. Nascera a 18 de maio de 1888. A 10 de setembro
de 1908 casara-se com Ana Esmeralda de Vasconcelos. Deixou
cinco filhos: Dr. João Batista de Vasconcelos, casado com Elza
Marinho de Andrade; Raimunda Dalva Vasconcelos; José Fa-
bião Filho, casado com Lenir Brandão de Carvalho; Raimundo
Nonato e Maria da Conceição.

12 de junho (sábado) : Falece dona Maria do Carmo Soa-


res, 70 anos, esposa de José Firmino Soares. Deixou os seguin-
tes filhos: Hemetério Soares, c.c. Isolina Capote Soares; Ana
198 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

Soares Frota, c.c. Pedro Frota Portela; Raimundo Nonato Soa-


res, c.c. Maria do Carmo Albuquerque; Pedro Soares, c.c. Ester
G. Soares e Umbelina Soares, c.c. Rubens Angelim.

25 de junho (6ª-feira) : Falece Antonio Manuel Lopes, c.c.


Mocinha Mendonça Lopes.

23 de julho (6ª-feira) : O “Correio da Semana” inicia uma


série de artigos sobre Grafologia, com estudo de letras de leito-
res que escrevem para a redação. O autor, que usa o pseudôni-
mo de “Grafólogo”, é o Pe. José Osmar Carneiro.

16 de agosto (2ª-feira) : Instalação da “Cooperativa Agro-


pecuária de Sobral”, sob a presidência do Sr. Manuel Francisco
das Chagas (Manduca) e presença do Dr. Roberto Bezerra de Me-
nezes, Diretor do Departamento de Cooperativismo do Ceará.

29 de agosto (domingo) : O setor local da “Legião Brasi-


leira de Assistência” funda em Sobral a “Maternidade Darci Var-
gas”, anexa à Santa Casa de Misericórdia.

3 de setembro (3ª-feira) : A imprensa local dá notícia so-


bre a chegada a Sobral das Irmãs de Caridade Paula, Catarina e
Luíza que vão assumir a direção do Patronato Maria Imaculada,
criado pela Associação das Senhoras de Caridade.

7 de setembro (3ª-feira) : Fundação da “Academia Sobra-


lense de Estudos e Letras”, iniciativa do Mons. Vicente Martins
da Costa. É uma reinauguração, já que a primeira fora criada
a 7 de setembro de 1922 e permaneceu inativa durante quase
vinte anos.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 199

9 de setembro (5ª-feira) : O casal João Capote de Paula


e Cecília Albuquerque comemora solenemente suas bodas de
ouro matrimoniais.

1º de outubro (4ª-feira) : Falece o Sr. José Idelzuite de Al-


buquerque Filho (Dedé), funcionário da Associação dos Empre-
gados no Comércio de Sobral. Era casado com Mariinha Orcety
do Nascimento.

21 de novembro (2ª-feira) : Inauguração do “Salão Cate-


quético”, construído pelo Pe. Joaquim Arnóbio de Andrade no
início da estrada do bairro da Betânia

24 de novembro (5ª-feira) : Tem início o “Congresso Re-


gional de Educação”, promovido pelo Pe. José Bruno Teixeira,
Diretor do Departamento de Educação do Estado. Foi encerra-
do na manhã do dia 27.

28 de novembro (2ª-feira) : Falece o Sr. Hercílio Lopes. Era


casado com Maria Mavignier Lopes.

12 de dezembro (domingo) : Criação canônica da Paró-


quia de Groaíras.

13 de dezembro (domingo) : Falecimento de Neide Lopes


Sabóia, esposa do professor Antonio Sabóia Barros.

27 de dezembro (2ª-feira) : Falece o cidadão Francisco


Olímpio da Frota, casado com Henriqueta Frota. Deixou os se-
guintes filhos: Raimundo Medeiros Frota, Francisco Medeiros
Frota Filho, Antonio Medeiros Frota, Adalberto Medeiros Frota
e Maria Medeiros.
200 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

1944

1º de janeiro (sábado) :Posse do Pe. Francisco Sancho de


Assis como primeiro vigário de Groaíras.

6 de janeiro (5ª-feira) : Na Fazenda Olho D’Água falece o


Sr. Francisco de Araújo Manso. Nascera a 23 de dezembro de
1864. A 17 de outubro de 1891 casara com Justina Cláudio de
Araújo.
Deixou os seguintes filhos:
1. José Cláudio de Araújo.
2. Rafael Cláudio de Araújo, c.c. Lindóia Mendes Araújo.
3. Maria Cláudia de Santana, c.c. Miguel Mariano de San-
tana.
4. Antonia Cláudia de Araújo, c.c. Reinaldo Pimenta.
5. Inácio Cláudio de Araújo.
6. Antonio Cláudio de Araújo, c.c. Guaraci Mendes Araújo.
7. Luzia Araújo Silveira, c.c. Mário Adrião da Silveira.
8. Genovina Cláudia de Araújo, c.c. João Batista de Azeve-
do.
9. Teodolina Cláudia, c.c. Eduvildo Moura.
10. Joaquina Cláudia, c.c. Antero Cunha de Sousa.
11. João Cláudio de Araújo.

16 de janeiro (domingo) : Falece dona Jaci Mendes Lira,


esposa do Sr. José de Lira Pessoa. É mãe do Pe. João Mendes
Lira.

1º de fevereiro (3ª-feira) : Inauguração do 2º Grupo Esco-


lar Estadual, à Praça do Figueira, sob a direção da professora
Maria Lelise Pacífico Carneiro.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 201

12 de fevereiro (sábado) : Posse do Dr. João de Alencar


Melo no cargo de Prefeito Municipal de Sobral, em substituição
ao Sr. Vicente Antenor Ferreira Gomes.

24 de fevereiro (5ª-feira) : Criação canônica da Paróquia


de Cariré. Foi seu primeiro vigário o Pe. Tibúrcio Gonçalves de
Paula.

19 de março (domingo) : Ordenação sacerdotal do Pe. Be-


nedito Maia, natural de Granja.

24 de março (6ª-feira) : Instala-se no prédio local dos Cor-


reios e Telégrafos o sistema de Duplex Morse.

31 de março (6ª-feira) : Procissão dos Passos com muita


chuva e participação de imensa multidão de fiéis.

9 de abril (domingo) : Festa da Ressurreição. O Jornal


“Correio da Semana” circula em alertada edição de aniversário,
sob a nova direção do Pe. Sabino Loiola.

29 de abril (sábado) : O Bispo de Sobral está em Fortaleza,


onde assiste a cerimônia de posse de Dom Antonio Lustosa, Ar-
cebispo de Fortaleza, como Sócio Efetivo do Instituto do Ceará.

5 de maio (6ª-feira) : Chega a Sobral o delegado fiscal


Alfredo Montenegro com o fim de incentivar a colocação de
bônus de guerra. A participação do Brasil na II Grande Guerra
domina a atenção popular.

6 de junho (3ª-fera) : Toda a cidade alegra-se com a notícia


de que Roma já está em poder dos aliados e que estes desem-
202 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

barcaram na Normandia. A cidade comemorou nas ruas, com


passeatas, foguetes e repique dos sinos das igrejas.

13 de junho (3ª-feira) : Páscoa dos Vaqueiros na Paróquia


de Aracatiaçu, com a presença de Dom José Tupinambá da Fro-
ta. Participaram trezentos vaqueiros vestidos a rigor. É pena
que a tradição não se tenha conservado.

26 de julho (4ª-feira) : Falece o jurisconsulto Clóvis Bevilá-


qua, natural de Viçosa do Ceará. Sua morte é muito sentida na
cidade.

11 de agosto (6ª-feira) : Sobral recebe caravana de locuto-


res e artistas da emissora PRE 9 de Fortaleza, que vieram fazer
reportagem sobre a cidade.

13 de agosto (domingo) : Inaugura-se a 4ª Exposição


Agropecuária de Sobral com a presença do Interventor Federal
Dr. Menezes Pimentel e vários Secretários de Estado.

14 de agosto (2ª-feira) : Lançamento do livro “Diocese de


Sobral”, de autoria do Mons. Vicente Martins.

18 de agosto (6ª-feira) : Na Casa Juvenal Galeno, em For-


taleza, inaugura-se Exposição de Pinturas do pintor sobralense
Raimundo Cela.
7 de setembro (5ª-feira) : Imponente desfile cívico-militar
comemora a festa da independência, com faixas lembrando a
libertação de Paris pelas forças aliadas da Grande Guerra.

9 de setembro (sábado) : O Bispo Dom José recebe doa-


ção de 20 contos de réis de José Alves Lopes para as obras da
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 203

diocese, em comemoração do centenário de nascimento do co-


merciante Jesuíno Lopes de Maria, pai do doador que reside em
Fortaleza.

4 de outubro (4ª-feira) : Sobral recebe a visita do médico


sanitarista Amilcar Barca Pelon, do Departamento Nacional de
Saúde.

4 de novembro (sábado) : Acidente com o avião “José


Gentil”, em Massapê, deixa gravemente feridos o piloto José
Amora e Amaro Coelho Memória.

3 de dezembro (domingo) : Na Catedral, ordenação sacer-


dotal do Pe. José Furtado Cavalcanti, atual vigário de Meruoca.

30 de dezembro (sábado) : Perto de Sobral, em desastre


de automóvel, falece o médico Dr. João Martins de Mesquita,
que vinha visitar seus parentes em Santa Quitéria. Residia em
São Luis do Maranhão.

1945

23 de janeiro (3ª-feira) : Comemora-se o 1º aniversário de


fundação do Centro de Puericultura da L.B.A., dirigido por dona
Anahide Pessoa de Andrade. Dispõe de Dispensário de Higiene
Infantil e Lactário, com a assistência do Dr. Arimatéia Monte e
Silva.

8 de fevereiro (5ª-feira) : Inaugura-se a luz elétrica própria


no Seminário Diocesano.

26 de fevereiro (2ª-feira) : Falece o Sr. José Rubens Ange-


204 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

lim, 35 anos, c.c. Umbelina Soares Angelim. Deixou três filhos


na orfandade: Carmelo, Ruberval e José Maria.

24 de março (sábado) : Falece Rodolfo César de Morais,


c.c. Maria Amália Ribeiro Lins. Deixou 9 filhos, 33 netos e 7 bis-
netos.

11 de abril (4ª-feira) : A cidade comemora o centenário de


nascimento do Mons. José Ferreira da Ponte, que foi pároco em
Viçosa e 1º vigário-geral da Diocese. Faleceu em Sobral a 19 de
dezembro de 1933.

24 de abril (3ª-feira) : Em Palestina, Meruoca, falece o Sr.


João Pimentel da Rocha, 84 anos, um dos fundadores da capela
local construída em 1894. Era casado com Maria José Rocha,
falecida em 1932.

1º de maio (4ª-feira) : Corre a notícia do suicídio de Hitler.

2 de maio (5ª-feira) : Notícia da queda de Berlim, pondo


fim à II Grande Guerra na Europa, provoca entusiasmo na popu-
lação, que improvisa passeatas e comícios nas ruas da cidade.
Os sinos das igrejas da cidade repicam festivamente.

12 de maio (sábado) : No “Correio da Semana”, o diretor


Pe. Sabino Loiola sustenta polêmica com o Sr. Batista Demé-
trio, sobre problemas de espiritismo.

2 de junho (sábado) : Falece o Sr. Michaélis Serafim Mi-


chaélides, fotógrafo nesta cidade. Nascera em Atenas, capital
da Grécia, a 3 de outubro de 1906. Era casado com Dalva Ponte
Michaélides, tendo uma filha de 4 anos.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 205

3 de junho (domingo) : Falecimento de dona Jacinta Viria-


to de Sabóia Magalhães. Nascera em Sobral a 30 de janeiro de
1866. Era viúva do Dr. João Pompeu de Sousa Magalhães (Ver
Vol. 4, pág. 67, 12.out.1889).

10 de junho (domingo) : Têm inicio, em Aracatiaçu, os fes-


tejos da 3ª Páscoa dos Vaqueiros, iniciativa do vigário Pe. Fran-
cisco Soares Leitão, que movimenta toda a região circundante.

12 de junho (3ª-feira) : O jornal “O POVO” de Fortaleza,


publicou três cartas trocadas entre Dom José Tupinambá da
Frota e o Dr. José Sabóia, ex-juiz de direito da comarca. A publi-
cação provocou ondas de protestos e gestos de solidariedade
ao Bispo Diocesano. O jornal “Correio da Semana”, órgão da
Diocese local vem em defesa do Bispo e cria-se polêmica na
imprensa entre o Diretor Pe. Sabino Loiola e o Dr. José Sabóia.

21 de julho (sábado) : Falece o jornalista Antonio Craveiro


Filho.

23 de julho (2ª-feira) : Falece, em Tianguá, Frei Benício


Ochmann, alemão de nascimento, pároco de Coreaú.

26 de julho (5ª-feira) : Falece, no Rio de Janeiro, o sobra-


lense Dr. João Tomé de Sabóia e Silva. Nascera a 4 de agosto
de 1870. Foi Presidente do Ceará no quatriênio 1916-1920. Foi
o fundador do primeiro Rotary Club no Brasil com sede no Rio
de Janeiro.

9 de agosto (5ª-feira) : Em Fortaleza, falece o seminarista


José de Paula Lobo, natural de Santa Quitéria. Nascera a 22 de
abril de 1924 e cursava o 1º ano de filosofia.
206 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

1º de setembro (sábado) : O povo sobralense presta ho-


menagens públicas aos Expedicionários desta cidade, na pes-
soa do Tenente José Leôncio Pessoa Andrade, por ocasião do
seu retorno do front da Itália. Chegaram à cidade também o
Sargento Manuel Benjamin Martins e o pracinha Francisco Pau-
lino do Nascimento.

16 de setembro (domingo) : Começa a “Semana Social Ca-


tólica” de Sobral com o fim de prestar esclarecimentos sobre o
comunismo. Terminou solenemente no dia 23.

17 de setembro (2ª-feira) : Falece o Sr. Antonio Fideralino


Ribeiro da Silva, 80 anos, grande fazendeiro residente no muni-
cípio. Era casado com Julieta de Xerez Ribeiro.

30 de setembro (domingo) : Inauguração da Capela do


Preciosíssimo Sangue no Seminário Diocesano, hoje Capela da
Universidade Estadual Vale do Acaraú. Na ocasião foram orde-
nados sacerdotes os Padres José Palhano de Sabóia e Francisco
Correia Lima e os Capuchinhos Frei Davi de Muritiba, Frei João
Pedro de Boa Viagem, Frei Reinaldo de Itapipoca, Frei Agatân-
gelo de Palmácia, Frei Zavarias, Frei Paulo de Barra do Corda e
Frei Inocêncio de Pacoti. A cerimônia religiosa foi presidida pelo
Bispo Dom José Tupinambá da Frota.

4 de outubro (5ª-feira) : Lançamento da primeira pedra da


construção da nova Igreja de São Francisco, hoje entregue aos pa-
dres capuchinhos. A iniciativa é do Pe. José Gerardo Ferreira Go-
mes. Surge o novo templo no lugar do anterior, que foi demolido.

22 de outubro (2ª-feira) : Começa a Semana Catequética,


C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 207

programada pelo Pe. Joaquim Arnóbio de Andrade. Foi solene-


mente encerrada no dia 28.

29 de outubro (2ª-feira) : Deposição do Presidente Getú-


lio Vargas, assumindo a Chefia do Governo Nacional o cearense
Ministro José Linhares. Assume o Governo do Ceará o Dr. Beni
Carvalho e a Prefeitura de Sobral o Sr. José Câncio de Araújo
(sic). O Dr. João de Alencar Melo deixa a prefeitura, após 20
meses de eficiente administração, tendo sido um dos melho-
res prefeitos que a cidade já teve. Retornou ao governo a 21 de
maio de 1940.

31 de outubro (4ª-feira) : Falece o Sr. Júlio Barreto Lima,


63 anos. Era casado com Maria Carolina Lima, filha de Vicen-
te Feijão Segundo e Maria José de Jesus. (Ver. Vol. 4, pág. 129,
6.jun.1895).
Deixou os seguintes filhos:
1. Edson Barreto, c.c. Luzanira Rodrigues Barreto, natural
de Irauçuba.
2. Eurídice Barreto, c.c. José Maria de Arruda Coelho, filho
de Sílvio de Arruda Coelho e Maria Luísa Bezerra, a 23 de junho
de 1933.
3. Mariana Barreto, c.c. Vicente Nilo Feijão, filho de João
Vicente Feijão e Evangelina Guimarães Feijão, a 16 de julho de
1936.
4. Irmã Helena, religiosa.
5. Joaquim Barreto, Sargento da Marinha, c.c. Mirian Dias
Barreto.
6. Rita Barreto, funcionária pública, c.c. Samuel Bastos,
natural de Mulungu.
208 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

14 de novembro (4ª-feira) : Falece o Sr. Francisco Macha-


do Araújo, 58 anos, c.c. Maria dos Anjos Araújo.

21 de novembro (4ª-feira) : Falece dona Antonia Viriato da


Ponte, 84 anos, viúva de Domingos Ferreira da Ponte.

25 de novembro (domingo) : Morre o Sr. Antonio Pereira


de Menezes. Nascera a 25 de novembro de 1869. Casara com
Maria do Livramento Menezes, de cujo matrimônio nasceram
seis filhos:
1. Rosilda Menezes, c.c. José Bezerra de Menezes.
2. Francisca Menezes, c.c. Manuel Paulo Pontes, filho de
Antonio Lopes do Espírito Santo e Maria dos Anjos, a 14 de ou-
tubro de 1945 (Vol. 4, pág. 54, 15.out.1887).
3. Pedro Osório, c.c. Ana Barroso de Menezes.
4. Ana Jaci Meneses, c.c. Paulo Ponte.
5. Antonia Mourão, c.c. José Mourão de Aquino, de Nova
Russas.
6. Raimundo Nonato Menezes, c.c. Maria de Lourdes
Siqueira.

2 de dezembro (domingo) : Realizam-se eleições para Pre-


sidente da República, Senadores e Deputados Federais.

15 de dezembro (sábado) : A imprensa local dá notícia da


publicação de “Passos sem Destino”, livro de versos do poeta
Paulo Aragão.

21 de dezembro (6ª-feira) : Falece o Sr. Vicente Fernandes


Rodrigues, na serra da Meruoca.

22 de dezembro (sábado) : Na Catedral, ordenação sacer-


C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 209

dotal do Pe. José Lourenço Araújo, natural do Ipu. Estudou Filo-


sofia e Teologia na Universidade Gregoriana de Roma.

1946

2 de janeiro (4ª-feira) : O Dr. Arnaud Baltar, Juiz de Direito,


é transferido de Sobral para Fortaleza.

3 de janeiro (5ª-feira) : O Interventor Dr. Beni de Carvalho


visita Sobral.

15 de janeiro (3ª-feira) : Acrísio Moreira da Rocha é nome-


ado Interventor do Ceará. Tomou posse a 21. Governou menos
de um mês.

16 de janeiro (4ª-feira) : Falece dona Vitalina Franca Coe-


lho, viúva do Cel. Jose Silvestre Gomes Coelho.

28 de janeiro (2ª-feira) : Falece Dona Rosa Cândida Viana,


viúva do Sr. José Lourenço Viana (Vol. 4, pág. 36, 8.jan.1885).

4 de fevereiro (2ª-feira) : Falece dona Alzira Barreto de


Araújo, mãe do Mons. Domingos Araújo, cura da Sé de Sobral.
Nascera em Sobral a 3 de janeiro de 1879. Casou-se com Fran-
cisco das Chagas Araújo, a 30 de julho de 1903.

12 de fevereiro (3ª-feira) : Toma posse o novo Interventor


do Estado, Dr. Pedro Firmeza. Não tinha firmeza no poder, pelo
que foi substituído pelo Dr. José Machado Lopes, em outubro.

2 de março (sábado) : O “Correio da Semana” circula em


edição especial, dedicada ao Papa Pio XII.
210 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

6 de março (4ª-feira) : o Dr. João de Alencar Melo é nome-


ado Prefeito Municipal de Sobral, por ato do Interventor Dr. Pe-
dro Firmeza. É a segunda vez que ocupa o posto. Tomou posse
a 21 do mesmo mês.

30 de março (sábado) : A imprensa local elogia o Circo Ne-


rino pelos bonitos espetáculos que está realizando na cidade.

12 de abril (6ª-feira) : Incontável multidão participa da


Procissão dos Passos. O sermão do encontro foi pronunciado
pelo Pe. José Inácio Parente.

13 de abril (sábado) : O “Correio da Semana”, na seção


“Correio Social”, dá início à publicação de trovas do poeta Paulo
Aragão, sob o título de “Pontas de Cigarro”.

17 de abril (4ª-feira) : Falece o Sr. José Lins de Morais. Nas-


ceu a 8 de dezembro de 1895. Casou-se com Elisa Guimarães
Morais, filha de Sabino Guimarães Feijão e Florência Ximenes
de Aragão, a 30 de setembro de 1916. Era filho de Rodolfo César
de Morais (Vol 4, pág. 100, 2.jul.1892). Deixou 13 filhos: Mari-
na, Flora, Francisco, Maria, Eurídice, Raimunda, Beatriz, Carlos,
Gilberto, Sabino, Rodolfo, Evilázia e Zelise.

28 de abril (domingo) : Falece, em Fortaleza, o Sr. Ernesto


Marinho de Andrade, ex-Prefeito desta cidade.

4 de maio (sábado) : Monsenhor Manuel Pedro da Cunha


Cintra encontra-se em Sobral em visita oficial ao Seminário
Diocesano.

18 de maio (sábado) : O poeta Gurgel do Amaral publica


“Gotas de Riso e de Sangue”, impresso na Editora Correio da
Semana.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 211

26 de maio (domingo) : Inaugura-se o “Salão Americano”,


à Praça 5 de Julho, iniciativa de Wladimir Ferreira Gomes.

4 de junho (3ª-feira) : A imprensa local reclama contra a


deficiência do fornecimento de luz elétrica e concita as autori-
dades municipais a tentar uma solução definitiva para o grave
problema. À noite não houve luz, por represália da Companhia.

14 de junho (domingo) : Celebra-se, pela primeira vez, na


nova Capela do Coração de Jesus, a festa do seu titular, no bair-
ro da Expectativa. Foi construída por Mons. Domingos Araújo.

15 de junho (sábado) : Em desastre rodoviário falece o Sr.


José Moacir Mendes, nascido a 23 de julho de 1902. Deixa viú-
va a Sra. Guiomar Aguiar e cinco filhos: Maria Célia, Moacélio,
Marly, Joaquim e Fernando.

18 de junho (3ª-feira) : O Correio da Semana protesta con-


tra a carestia dos gêneros alimentícios e a crescente subida de
preços. Eterno problema brasileiro.

20 de junho (sábado) : Vítima de queimadura, falece o Sr. Za-


carias Olímpio de Menezes. Era casado com Maria Dagmar Aguiar.

21 de junho (6ª-feira) : Começa o primeiro solene novená-


rio do Preciosíssimo Sangue na Capela do Seminário Diocesa-
no, com muita participação dos fiéis.

29 de junho (sábado) : Ao completar 30 anos de episcopa-


do, Dom José Tupinambá da Frota recebe o título de Beneméri-
to da Cidade de Sobral, por decreto do Prefeito Municipal João
de Alencar Melo.
212 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

21 de julho (domingo) : Benção da pedra fundamental da


Capela do Colégio Santana.

24 de agosto (sábado) : Comemoram-se os 25 anos de fun-


dação da Associação dos Empregados no Comércio de Sobral.

2 de outubro (4ª-feira) : Realiza-se, na Praça da Meruoca,


a primeira feira livre de Sobral, com o apoio do Prefeito Munici-
pal, Dr. João de Alencar Melo.

15 de outubro (3ª-feira) : Por ato do Bispo de Sobral é cria-


da a paróquia de Martinópole. O primeiro vigário foi o Pe. João
Batista Pereira. Tomou posse no dia 10 de novembro.

20 de outubro (domingo) : Inauguração do “Restaurante


Baturité”, na Praça do Rosário, sob a direção de Guilherme Eri-
ck de Menezes.

24 de outubro (5ª-feira) : Dom José Tupinambá da Frota


cede sua residência para nela funcionar a Escola Profissional
São José, sob a direção do Mons. José Aloísio Pinto.

3 de dezembro (3ª-feira) : Forma-se em Farmácia o sobra-


lense Dr. Pedro Aurélio Mendes Carneiro, aluno da Universida-
de do Brasil, no Rio de Janeiro.

8 de dezembro (domingo) : Cinco sobralenses colam grau


de Bacharel em Direito pela Faculdade do Ceará. São eles: José
Miramar da Ponte, José Gerardo Frota Parente, Plácido Mari-
nho de Andrade, Felizardo Montalverne e Stênio Azevedo.

26 de dezembro (5ª-feira) : Chega a Sobral, em campanha


C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 213

política, o Dr. Faustino de Albuquerque, candidato ao Governo


do Estado.

1947

4 de janeiro (sábado) : O “Correio da Semana” publica


artigo de Dom José Tupinambá da Frota, em defesa da Circu-
lar nº 64 do Arcebispo de Fortaleza, Dom Antonio de Almeida
Lustosa e contra ataques do Dr. José Sabóia de Albuquerque,
por motivo da orientação dada pela Igreja para que os católicos
vão votem em candidatos amparados pelos comunistas, nas
próximas eleições para o governo do Estado. O jornal defende
a candidatura do General Onofre contra a do Dr. Faustino de
Albuquerque.
Tal artigo suscitou polêmica entre o Bispo de Sobral e o
ex-Juiz de Direito.

5 de janeiro (domingo) : Grande concentração de solida-


riedade a Dom José na Praça do São João. Foi inaugurada a
“Amplificadora Católica de Sobral”.

9 de janeiro (5ª-feira) : A imprensa noticia a nomeação


do Dr. José Gerardo Frota Parente para Prefeito de Sobral, em
substituição ao Dr. João de Alencar Melo.
18 de janeiro (sábado) : O Pe. José Inácio Parente publica
artigo, no “Correio da Semana”, com o título “Revela-se mais
uma vez o anti-clericalismo do Dr. José Sabóia”.

19 de janeiro (domingo) : Realizam-se eleições em todo o


Estado, para Governador. Foi eleito o Desembargador Faustino
de Albuquerque, que tomou posse a 1º de março.
214 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

29 de janeiro (4ª-feira) : Falece, no Sítio Algodões, serra da


Meruoca, o Sr. Pompílio Ximenes de Aragão, 71 anos. Casara, a
29 de julho de 1901, com Ana Ferreira de Aragão (Vol. 4, pág. 167,
14.set.1899).
Deixou os seguintes filhos:
1. Maria Aragão Albuquerque, c.c. Pedro Celestino de Al-
buquerque.
2. José Pompílio Aragão, c.c. Julieta Guimarães Aragão.
3. Ester Ximenes de Carvalho, c.c. Isauro Moreira de Car-
valho.
4. Teresa Cristina de Aragão, c.c. Damásio Ximenes de Aragão.
5. Benvinda Ximenes Aragão, c.c. Gerson Ferreira Guima-
rães.
6. Suzete Ximenes Feijó, c.c. Antonio Ximenes Feijó.
7. Dalva Aragão Guimarães, c.c. Francisco Aragão Guima-
rães.
8. Olinda Aragão Guimarães, c.c. Antonio Aguiar de Sousa.
9. Abigail Ximenes Aragão.
10. Luzanira Ximenes Aragão.

11 de fevereiro (3ª-feira) : Por ordem judicial, o “Correio


da Semana” publica artigo do Dr. José Sabóia de Albuquerque,
sob o título de “O Meu Anti-Clericalismo”, contra Dom José Tu-
pinambá da Frota, Bispo Diocesano.

12 de fevereiro (4ª-feira) : O Dr. José Sabóia é expulso da


Irmandade do SS. Sacramento.

13 de fevereiro (5ª-feira) : O “Correio da Semana” publica


artigo do diretor Pe. Sabino Loiola, rebatendo o Dr. Jose Sa-
bóia, e protestos do clero e de associações católicas.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 215

18 de fevereiro (3ª-feira) : Continua a defesa de Dom José


no jornal “Correio da Semana”, com artigos de linguagem forte
e contundente contra o Dr. José Sabóia.

3 de março (2ª-feira) : Falece Mons. Antonio Cândido de


Melo, vigário de Ibiapina.

8 de março (sábado) : O advogado Ataliba Daltro Barreto


toma posse no cargo de Prefeito de Sobral.

30 de março (domingo) : Falecem afogados no rio Acaraú


os jovens primos José Ricardo (10 anos) e José Gerardo (11). O
primeiro é filho de Francisco Frota Neves e Juraci Ponte Neves.
O segundo, de João Batista Pierre e Maria Laura Ponte. O tris-
te acontecimento emocionou a cidade, logo no primeiro dia da
Semana Santa.

15 de abril (3ª-feira) : Com grandes solenidades religiosas


comemora-se o Jubileu de Prata dos sacerdotes José Gerardo
Ferreira Gomes e Francisco Felipe Fontenele, com missa na Ca-
tedral, acompanhada pela Schola Cantorum do Seminário Dio-
cese, dirigida pelo Pe. Joviniano Loiola Sampaio.

23 de abril (3ª-feira) : A imprensa Local inicia campanha


contra a Companhia de Luz, por causa do péssimo serviço que
presta à cidade.

1º de maio (5ª-feira) : Falece o Cel. Vicente Sabóia de Al-


buquerque, engenheiro, ex-Deputado Federal.

3 de maio (sábado) : Os membros da Sociedade Pontifícia,


ordem religiosa fundada pelo Pe. Francisco Sancho de Assis, vi-
216 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

gário de Groaíras, visitam o Sr. Bispo Diocesano na comemora-


ção do 1º aniversário de sua fundação.

11 de maio (domingo) : O folclorista Nery Camelo pronun-


cia conferência no Teatro São João.

15 de maio (5ª-feira) : Lançamento do livro “Gás Azul”,


novela policial de autoria do jovem estudante Edgar Brígido
Nunes Flexa.

─ A imprensa elogia o Pe. José Aloísio Pinto pela idéia da


fundação da Escola Profissional São José.

12 de junho (5ª-feira) : O Tenente Delfino Batista Melo,


após vinte anos de residência em Sobral, transfere-se para Ma-
ranguape. Na cidade, muito trabalhou pela Conferência Vicen-
tina. Sua saída foi bastante lamentada pela população.

28 de junho (sábado) : Falece dona Maria Cândida Lopes,


viúva de Mariano Lopes Freire.

3 de julho (5ª-feira) : Falece o Pe. José Juvêncio de Andra-


de. Foi vigário de Coreaú e Crateús. Nascera a 6 de abril de 1866.

20 de julho (domingo) : Benção da Capela de Santo An-


tonio dos Fernandes, na serra da Meruoca, construída pelo Pe.
Francisco Eudes Fernandes.

2 de agosto (sábado) : Inauguração do Cine-Teatro Ran-


gel, iniciativa do Sr. Falb Rangel.

9 de agosto (sábado) : Comemora-se o centenário de nas-


C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 217

cimento de Dom José Lourenço da Costa Aguiar, sobralense,


que foi o primeiro Bispo do Amazonas.

15 de agosto (6ª-feira) : No Pálace Club, reunião de cria-


ção da filial do “Instituto do Nordeste”, em Sobral. Foi instalado
oficialmente no dia 10 de setembro.

28 de setembro (domingo) : Falece dona Amália Amélia


de Albuquerque, viúva de Bruno Ferreira de Albuquerque. É avó
materna do autor deste livro.

2 de outubro (5ª-feira) : Falece dona Francisca Maria Oli-


veira, 82 anos, casada com Francisco Frutuoso do Vale. É mãe
do artista Pedro Frutuoso do Vale e sogra de Luis de França
Monte.

9 de outubro (5ª-feira) : Têm início as Santas Missões nas


Paróquias da Sé e Patrocínio, pregadas por quatro sacerdo-
tes capuchinhos. Prolongaram-se até 19 do mesmo mês.

20 de outubro (2ª-feira) : Início da Semana Catequética,


iniciativa do Pe. Joaquim Arnóbio de Andrade.

3 de novembro (2ª-feira) : Tem início a construção da Ca-


pela de São José, no bairro do Sumaré, em terreno doado pelo
Sr. Manuel Figueira. Os trabalhos estão a cargo dos Srs. José
Modesto Ferreira Gomes, Francisco Agripino Sousa e Pe. José
Inácio Mendes Parente.

5 de novembro (4ª-feira) : Instala-se uma estação radiote-


legráfica no prédio dos Correios e Telégrafos.
218 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

27 de novembro (5ª-feira) : O Curso Carlos Gomes, a cargo


da pianista Iracema Liberato, conclui a formação de mais uma
turma de tocadores de piano.
─ Benção da Nova Matriz de Acaraú, pelo Bispo de Sobral.
─ Eleição para Prefeito Municipal com os candidatos João
de Alencar Melo, José Ferreira Gomes e Jacinto Antunes Perei-
ra, sendo eleito o último, com maioria de 600 votos.

7 de dezembro (domingo) : Ordenação sacerdotal na Ca-


tedral, dos irmãos Egberto Rodrigues de Andrade e Francisco
Juvêncio de Andrade Filho.

13 de dezembro (sábado) : O Dr. Raimundo Pinto recebe o


diploma de médico na Faculdade da Bahia.

21 de dezembro (domingo) : Dom José Tupinambá da Fro-


ta benze a pedra fundamental da Capela do Coração de Maria
no sítio Floresta, serra da Meruoca.

1948

6 de janeiro (3ª-feira) : Posse do Dr. Jacinto Antunes no


cargo de Prefeito Municipal de Sobral.

15 de janeiro (5ª-feira) : Inaugura-se o Externato N. Sra.


das Graças, sob a direção da professora Eneida Duarte.

17 de janeiro (sábado) : Sobre a serra da Meruoca cai es-


tranha chuva de pedra de gelo destruindo o teto de casas e pro-
vocando pânico na população.

28 de janeiro (4ª-feira) : O “Correio da Semana” publica


um estudo do Pe. José Tomás de Albuquerque, sobre o cultivo
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 219

do trigo na serra da Meruoca. O documento data de 17 de no-


vembro de 1868.

8 de fevereiro (domingo) : Benção solene da pedra funda-


mental da Capela de São José, no bairro do Sumaré, por Dom
José Tupinambá da Frota.

28 de fevereiro (sábado) : falece dona Maria de Albuquer-


que Moura, viúva de Raimundo Jorge de Sousa. Nascera em So-
bral a 30 de janeiro de 1871. Fabricava hóstias para missa. É mãe
de Amelita Moura.

3 de março (4ª-feira) : No Teatro São João, o índio Guaycu-


ru Umburahé, natural do Mato Grosso, fez conferência sobre os
costumes de sua tribo, com a assistência de numerosa platéia.

10 de março (4ª-feira) : A firma Osvaldo Rangel e Irmão


Ltda., comemora 40 anos de fundação.

19 de março (6ª-feira) : Inaugura-se a Escola Profissional


São José, iniciativa do Pe. José Aloísio Pinto.

23 de março (3ª-feira) : Falece o Cel. Estanislau Lúcio Car-


neiro da Costa, nascido em Santana do Acaraú a 7 de maio de
1862. Fixou residência em Sobral em 1886, dedicando-se ao co-
mercio e à pecuária (Vol. 4, pág. 87, 28.jan.1891).

27 de março (sábado) : Falece, em São Paulo, Mons. Vi-


cente Martins da Costa. Nascera em Fortaleza a 19 de julho de
1880. Foi ordenado sacerdote a 28 de março de 1903. Foi páro-
co em Camocim, Granja e Sobral. Historiador e professor. Deu
nome à cidade de Martinópole.
220 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

10 de abril (sábado) : Instala-se a Agência de Estatística


Modelo de Sobral.

16 de maio (domingo) : Benção da pedra fundamental da


Maternidade Manuel Marinho, a ser construída com verba da
Legião Brasileira de Assistência, à Praça Senador Figueira.

21 de maio (6ª-feira) : Falece, no Rio, o Sr. Francisco Poti-


guara Frota. Nasceu em Sobral a 12 de abril de 1891. Era filho
de Manuel Artur da Frota e Raimunda Artemísia da Frota. Do
seu matrimônio com Francisca Mendes Frota, filha de Antonio
Enéas Pereira Mendes e Regina de Aragão Mendes (Ver Vol. 3,
pág. 26, 16.jan.1843), nasceram três filhos: Manuel Artur Frota,
Teresa Maria Frota Haguete e Raimunda Mendes Frota. Era ir-
mão de Dom José Tupinambá da Frota

28 de maio (domingo) : Na Fazenda São Vicente falece Fe-


liciano Ferreira da Ponte, 90 anos. Era casado com Rita Maria
da Conceição Ponte, com quem conviveu durante 74 anos (Vol.
3, pág. 284, 24.jul.1879).

2 de junho (4ª-feira) : Em Forquilha, vítimas do desaba-


mento de uma casa, falecem o Sr. Francisco Petronilho Gomes
Coelho, 69 anos, e o operário João Amorim. O desastre causou
profunda emoção na cidade. O Sr. Francisco Petronilho era che-
fe de uma das importantes famílias sobralenses (Vol. 4, pág.
240, 3.mai.1908).

20 de junho (domingo) : Fundação da “Liga Desportiva So-


bralense”. A primeira diretoria tem como Presidente: Gerardo
Rangel; Secretário Geral: Dr. Felizardo Montalverne; Tesourei-
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 221

ro: José Aguiar Frota e Orador: Dr. Raimundo Pinto.

23 de junho (4ª-feira) : A Câmara Municipal, pela Reso-


lução nº 5, aprova a mudança de nome de 32 ruas da cidade,
substituindo os antigos nomes populares e poéticos pelos de
pessoas ilustres da terra. Foi um erro dos vereadores, por des-
truir a memória histórica da cidade. Acabaram-se as Ruas dos
Noivos, da Viração, do Feijão, do Seleiro, da Aurora, do Ourives,
do Oriente, da Palha, do Apolo e tantas outras tradicionais. Es-
tes nomes precisam voltar, para preservar o patrimônio cultural
e sentimental da terra, pois a cidade como um todo está acima
de qualquer um de seus filhos, por mais ilustre que seja. O “Cor-
reio da Semana”, edição de 7 de julho, em artigo assinado por
Luis Jucá, mostra a inconveniência dessa estranha mudança.

11 de julho (domingo) : Instala-se a Convenção dos Cole-


tores e Fiscais de Rendas Estaduais da Zona Norte, com partici-
pação de trinta municípios.

27 de julho (3ª-feira) : Falece o Sr. João Dias de Carvalho.


Nascera a 28 de outubro de 1857. Sua numerosa descendência
está arrolada no Vol. 4, pág. 126, 16.fev.1895.

22 de agosto (domingo) : Benção da pedra fundamental


do “Abrigo Sagrado Coração de Jesus”, com missa campal cele-
brada por Dom José Tupinambá da Frota. Sua obra beneficente
para abrigar os velhos abandonados.

25 de agosto (4ª-feira) : Falece o Sr. Antonio João de Albu-


querque (Ver pág. 9, 29.jul.1911).

27 de agosto (6ª-feira) : Falecimento do Dr. Antonio de Paula


222 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

Pessoa Figueiredo, 78 anos, bacharel em Direito (Vol. 4, pág. 168,


24.out.1899).

30 de agosto (2ª-feira) : Chega de Roma a notícia de que


o Pe. Francisco Expedito Lopes foi nomeado Bispo Diocesano
de Oeiras, Piauí. Nasceu a 14 de julho de 1914, filho de Edésio
Pereira Lopes e Noêmia Cordeiro Lopes. Foi ordenado sacerdo-
te a 30 de outubro de 1938. Doutorou-se em Direito Canônico
em 1941. Sagrou-se Bispo, na Catedral de Sobral, no dia 12 de
dezembro. É o quarto Bispo filho de Sobral.

1º de setembro (4ª-feira) : O Pe. José Palhano de Sabóia


segue para Roma para estudar Direito Canônico. Era Secretário
do Bispado de Sobral.

5 de setembro (domingo) : Instala-se o Centro de Estudos


de Sobral, filiado ao Instituto do Nordeste, de Fortaleza. Seu
primeiro Presidente é o Pe. Sabino Loiola.

9 de outubro (sábado) : Estréia do Circo Fekete, com gran-


de público, na Praça do Siebra.

17 de outubro (domingo) : Em jogo de estréia no Campeo-


nato Intermunicipal de Futebol, Sobral vence Ubajara por 11x0.

23 de outubro (sábado) : Toma posse o novo Juiz de Direi-


to de Sobral, Dr. Raimundo Garrido da Nóbrega que substituiu
ao anterior Dr. Floriano Benevides Magalhães.

24 de outubro (domingo) : O selecionado de Sobral vence


Uruburetama por 6x1, e conquista o título de Campeão da
Zona Norte.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 223

25 de outubro (2ª-feira) : Tem início a Semana do Catecis-


mo, com grandes solenidades e exposição no Ginásio Santana.

3 de novembro (4ª-feira) : É iniciada a construção da irri-


gação do açude Jaibaras.

21 de novembro (domingo) : Benção da nova Matriz de


Bela-Cruz, oficiada pelo Vigário Geral Mons. Olavo Passos.

24 de novembro (4ª-feira) : No Teatro São João, realiza-se


festival folclórico com o cantor popular Siqueira de Amorim e o
mágico Xandu.

27 de novembro (sábado) : Posse do Dr. Moacir Catunda


em substituição ao Dr. Raimundo Garrido, que se licenciou por
seis meses do cargo de Juiz de Direito de Sobral.

5 de dezembro (domingo) : Na Catedral, ordenação sacer-


dotal do Pe. Manuel Edmílson da Cruz, natural de Acaraú. Pos-
teriormente, foi ordenado Bispo. Na mesma ocasião ordenação
do Pe. Otacílio Carneiro de Vasconcelos, natural de Massapê.

8 de dezembro (4ª-feira) : Na Catedral, ordenação sacer-


dotal do Pe. José Ítalo Coelho, natural de Mauriti.

12 de dezembro (domingo) : Na Catedral, com muita


pompa litúrgica, sagração episcopal de Dom Expedito Lopes,
primeiro Bispo de Oeiras, Piauí.

26 de dezembro (domingo) : Pregada pelos Padres Sacra-


mentistas, tem início a Semana Eucarística na Catedral. Prolon-
gou-se até 2 de janeiro de 1949.
224 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

29 de dezembro (4ª-feira) : Concluída a ligação da ferrovia


Sobral-Fortaleza. A ligação final dos trilhos realizou-se às 17 horas.

1949

1º de janeiro (sábado) : O Cônego José Osmar Carneiro


toma posse da Paróquia do Patrocínio nesta cidade.

4 de janeiro (3ª-feira) : Realiza-se a viagem de experiência


da estrada de ferro Fortaleza-Sobral, conduzindo deputados e
jornalistas, sob a direção do Dr. Hugo Rocha, diretor da RVC. O
trem chegou a Sobral ao meio-dia.

21 de janeiro (6ª-feira) : Falece o Sr. Francisco de Araújo


Lima, casado com Maria José Vasconcelos Lima (Vol. 4, pág.
163, 15.abr.1899).

24 de janeiro (2ª-feira) : O médico José Nílson Ferreira Go-


mes, oftalmologista, recém-formado na Bahia, abre consultó-
rio nesta cidade.

1º de fevereiro (3ª-feira) : Em desastre rodoviário, na es-


trada Sobral-Massapê, falece o Sr. Francisco Salustiano de
Aguiar.

6 de fevereiro (domingo) : Inaugura-se o Posto de Assis-


tência Médica do SESC.

9 de fevereiro (4ª-feira) : Vencendo o selecionado de Cas-


cavel por 3x1, Sobral sagra-se Campeão do Ceará, no Torneio
Intermunicipal de Futebol.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 225

19 de fevereiro (sábado) : No Cine Rangel, exposição de


arte dos pintores Horst Udo Knoff e Ivotici Knoff, prussianos,
que visitam a cidade e vendem alguns quadros.

20 de fevereiro (domingo) : Por motivo da prisão do Car-


deal Mindzenty, da Hungria, o povo católico sobralense con-
centra-se em praça pública para protestar contra os atos de
arbitrariedade do governo comunista húngaro.

16 de março (4ª-feira) : Fundação da “Liga Sobralense de


Proteção à Infância e à Maternidade”.

11 de abril (2ª-feira) : Falece o Se. Antonio Enéas Pereira


Mendes. Nascera a 17 de agosto de 1856. Deixou 11 filhos, 69
netos e 32 bisnetos (Vol. 4, pág. 17, 19.out.1882).

24 de abril (domingo) : No Cine Rangel, conferência do fol-


clorista Nery Campelo, com seleta assistência.

10 de junho (6ª-feira) : Falece o Sr. Diogo Honório Go-


mes Parente. Nascera a 25 de junho de 1893. Era casado com
Rufina Ribeiro Parente. Deixou os seguintes filhos: Maria Cle-
onice, Maria Lúcia, Edmir, Jáder, Mílton e Frederico (pág. 120,
12.fev.1926).

24 de julho (domingo) : Conferência do Dr. Pimentel Go-


mes, ilustre agrônomo sobralense, sobre reflorestamento e ir-
rigação.

27 de julho (4ª-feira) : Grande desastre de caminhão na


estrada de Meruoca, com oito mortos e sete feridos. O veículo
sinistrado precipitou-se num abismo, ao descer a ladeira da Boa
Vista na direção de Sobral.
226 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

30 de julho (sábado) : Falece Carminha do Menino Jesus,


77 anos, figura popular dos meios religiosos da cidade, pela de-
voção que incentivava ao Menino Jesus de Praga. Chamava-se
Maria do Carmo Aguiar Fonteles.

17 de agosto (4ª-feira) : Fundação do “Tabajara Tênis


Club”, na Praça São João, agremiação de caráter socioesporti-
vo. Seu primeiro Presidente é Gerardo Quixadá Rangel.

3 de setembro (sábado) : A imprensa local noticia a breve


instalação do “Serviço Telefônico de Sobral”, iniciativa de Vladi-
mir Ferreira Gomes.

12 de setembro (2ª-feira) : Em Fortaleza, falece o ilustre


Mons. Luis Carvalho Rocha, fundador da Congregação das
Irmãs Josefinas. Nasceu a 22 de abril de 1886, filho de Cassiano
Mendes Rocha e Francisca Cândida Carvalho.

16 de setembro (6ª-feira) : Benção da Capela de Santa Te-


rezinha na Vila de Aires de Sousa, antiga Jaibaras.

21 de setembro (4ª-feira) : Benção do primeiro pavilhão


do Abrigo Sagrado Coração de Jesus em construção. Tomou o
nome de Pavilhão Capitão Miguel Arruda.

28 de setembro (4ª-feira) : No Cine Rangel, festival do


sanfoneiro Pedro Raimundo.

17 de novembro (5ª-feira) : Tem início o 1º Congresso


Diocesano Catequético, com a presença de Dom Antonio de
Almeida Lustosa, Arcebispo de Fortaleza. Foi encerrado no dia
20, com grandes solenidades.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 227

28 de novembro (domingo) : Na Matriz de Acaraú, orde-


nação sacerdotal do Pe. Aristides de Andrade Sales.

4 de dezembro (domingo) : Na Catedral, ordenação sacer-


dotal do Pe. Moésia Nogueira Borges, natural de Massapê.

7 de dezembro (5ª-feira) : Inauguração da energia elétrica


na Vila de Meruoca.

8 de dezembro (6ª-feira) : Com idade de 102 anos e dois


meses faleceu, em Meruoquinha, a Sra. Maria Jerônima Xime-
nes de Melo, viúva de Inocêncio Ximenes de Melo, falecido em
1887.

1950

7 de janeiro (sábado) : Conferência do Dr. Humberto de


Andrade, recém-chegado dos Estados Unidos, no “Tabajara Tê-
nis Club”, sobre o panorama nacional.

15 de janeiro (domingo) : Inaugura-se uma linha de ôni-


bus urbano, que vai da Praça da Santa Casa ao fim do bairro da
Cidao.

22 de janeiro (domingo) : Os jovens sobralenses José Ma-


ria Ponte Aguiar e Francisco Gualtemar Ferreira (Chico Parafu-
so) saem de Sobral, em motocicleta, para uma viagem esporti-
va até São Paulo. Retornaram a 2 de abril.

13 de fevereiro (2ª-feira) : Falece o Sr. Jacinto Ferreira da


Ponte, 81 anos, casado com Maria da Glória Linhares da Ponte
(Vol. 4, pág. 94, 11.nov.1891).
228 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

15 de fevereiro (4ª-feira) : Comemora-se festivamente o


25º aniversário de fundação do Seminário Diocesano, no bairro
da Betânia.
5 de março (domingo) : Entregue oficialmente ao tráfego a
estrada de ferro Sobral-Fortaleza. Chega a Sobral ilustre comiti-
va procedente da capital para comemorar o acontecimento.
─ Neste mesmo dia, falece dona Ana Evangelina Figuei-
redo de Paula Pessoa. Nasceu a 29 de abril de 1868 no Recife.
Era casada com Francisco de Paula Pessoa (Vol, 4, pág. 89,
18.jul.1891).

14 de março (3ª-feira) : Falece o Sr. Alfredo Marinho de


Andrade. Nascera em Sobral a 20 de outubro de 1883, filho do
Dr. Alfredo Marinho de Andrade e Belarmina Gondim Andrade.
18 de março (sábado) : Chega a Sobral o primeiro trem de
passageiros procedente de Fortaleza.
29 de março (4ª-feira) : O rio Acaraú transborda de suas
margens e inunda a parte mais baixa da cidade.
4 de abril (3ª-feira) : Falece no Recife, o jovem noviço fran-
ciscano Frei Inácio, conhecido civilmente por João Ferreira Go-
mes, ex-aluno do novo Seminário. Nascera a 19 de junho de 1929,
no município de Tianguá. Inteligência privilegiada, tinha grande
pendor pela História Natural. Colecionou mais de 200 insetos e
preparava um livro sobre Aves do Nordeste. Era exímio enxadris-
ta. Com menos de 21 anos, morre uma esperançosa vocação de
cientista. Foi meu colega de estudo e conheci de perto sua insaci-
ável inclinação para o estudo das ciências biológicas.

11 de abril (3ª-feira) : Funda-se a Seção de Sobral do Cen-


tro Médico Cearense.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 229

12 de abril (4ª-feira) : A imprensa local protesta contra a


falta de luz elétrica na cidade, que está sob o domínio das tre-
vas há mais de um mês. Além do mais, Sobral está inundada
pela enchente do rio Acaraú.

26 de abril (4ª-feira) : No Rio de Janeiro, falece o Dr. José


Sabóia de Albuquerque. Nascera nesta cidade a 6 de agosto de
1871. Grande líder político, industrial e criador. Foi Juiz de Di-
reito na terra natal e Secretário de Estado. A cidade, em peso,
deplorou sua morte.

22 de maio (2ª-feira) : Tem início a “Semana dos Estudan-


tes”, com participação de todos os estabelecimentos de ensino
da cidade.

24 de maio (4ª-feira) : Comemora-se o 25º aniversário de


fundação da Santa Casa.

20 de junho (3ª-feira) : Constança do Monte Coelho com-


pleta cem anos de idade. É celebrada missa de ação de graças
na Capela do Menino Deus. Inupta, é irmã do Pe. Filomeno
Monte Coelho (Vol. 4, pág. 13, 22.jan.1882).

7 de julho (6ª-feira) : Falece o Sr. Silvestre Gomes Coelho.


Era casado com Maria Lair Cavalcante Coelho (Vol. 3, pág. 218,
12.jun.1870).

19 de julho (4ª-fera) : Falece dona Francisca Germelinda


da Frota Sousa, viúva de Francisco Hermenegildo de Sousa
(Vol. 4, pág. 242, 20.jun.1908).

22 de julho (sábado) : Falece dona Ana Zilfa Furtado Pon-


230 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

te, 75 anos, filha de Antonio Carlos de Albuquerque e Rita Fer-


reira Maia. Era casada com Augusto Machado da Ponte. Deixou
os seguintes filhos:
1. Isabel Ponte de Olímpio, c.c. José Maria Olímpio.
2. Francisca Ponte de Sousa, c.c. Francisco Agripino de
Sousa, poeta e comerciante, filho de Lourenço Pereira de Sousa
e Raimunda Vasconcelos de Sousa, natural de Baturité.
3. Norberta Ponte Ferreira, c.c. Nelson Costa Ferreira.
4. Pedro Furtado da Ponte, c.c. Teresa Costa Ponte.

23 de julho (domingo) : Fundação do Núcleo da Organiza-


ção dos Voluntários no Norte do Brasil.

25 de julho (3ª-feira) : Incêndio de um vagão de trem da


Viação Ceará, na estação local.

29 de julho (sábado) : Afogado no açude Betsaida, falece


o Pe. Francisco Juvêncio de Andrade Filho. Filho do Dr. Francis-
co Juvêncio de Andrade e Naninha Rodrigues Andrade, nascera
em Sobral a 5 de março de 1922. Ordenara-se, em Sobral, a 7 de
dezembro de 1947.
Era sacerdote lazarista. Deu nome ao bairro de Fortaleza,
chamado “Padre Andrade”.

7 de setembro (5ª-feira) : Falece o Sr. Álvaro Teixeira, c.c.


Francisca Lopes Teixeira (Vol. 4, pág. 173, 2.dez.1899).

15 de setembro (6ª-feira) : Morre o Dr. José Barreto Araú-


jo, advogado. Nascera a 11 de outubro de 1911. Foi tabelião do
3º cartório local. Era casado com Maria Topsi Carneiro. É irmão
do Mons. Domingos Araújo, cura da Sé de Sobral.
23 de setembro (sábado) : Lançamento de “Lendas de
Ubajara”, livro do poeta Gurgel do Amaral.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 231

25 de setembro (2ª-feira) : Chega a Sobral a imagem de


N. Sra. do Carmo, que partiu do Recife em peregrinação pelo
Nordeste. O fato comemora o 7º centenário do escapulário do
Carmo.

3 de outubro (3ª-feira) : Em todo o Brasil realizam-se elei-


ções gerais. No município de Sobral estão alistados 5.768 elei-
tores. Para Prefeito de Sobral venceu Antonio Frota Cavalcante.

29 de outubro (domingo) : Erigida no pátio externo do


Seminário, hoje Universidade Vale do Acaraú, inaugura-se a
estátua em homenagem a Dom José Tupinambá da Frota. Foi
feita pelo artista italiano Agostinho Audísio. Grande multidão
compareceu ao local.

3 de novembro (6ª-feira) : Criação da paróquia de Mucam-


bo por Dom José Tupinambá da Frota.

11 de novembro (sábado) : Falece o Sr. Antonio Ira-


puan Mendes, alto comerciante na cidade (Vol. 3, pág. 260,
13.nov.1875).

15 de novembro (4ª-feira) : A imprensa local verbera con-


tra o alto índice de criminalidade registrada na cidade.

27 de novembro (2ª-feira) : Instala-se a paróquia de Fre-


cheirinha, com a posse de seu primeiro vigário Pe. Benedito
Maia.

24 de dezembro (domingo) : O “Correio da Semana” sai


em edição especial de Natal, trazendo reportagens sobre pro-
blemas que afligem a cidade.
232 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

28 de dezembro (5ª-feira) : Recentemente formado na


Faculdade de Medicina da Bahia, chega a Sobral o Dr. Aristides
Andrade Filho, que brevemente abrirá seu consultório.
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 233

Bibliografia
Fontes:
─ A quase totalidade das informações contidas neste volume estava
inédita. Foi colhida em primeira mão das fontes originais seguintes:
─ Livros de assentos batismais da freguesia de Sobral, desde 1725, ar-
quivados na Secretaria do Bispado de Sobral;
─ Livros de assentos matrimoniais de Sobral, idem;
─ Livros de óbitos da freguesia de Sobral, idem;
─ Livros de assentos batismais e matrimoniais da freguesia de Santa-
na do Acaraú desde 1839;
─ Livros de assentos batismais e matrimoniais da freguesia de Acaraú
desde 1841;
─ Livros de assentos batismais e matrimoniais de Meruoca;
─ Livros de assentos batismais e matrimoniais de Aracatiaçu;
─ Livros de vereações da Câmara de Sobral de 1811 a 1880;
─ Manuscritos de Dom José Tupynambá da Frota;
─ Manuscritos de Antonio Soares Bulcão;
234 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

Bibliografia complementar
cronologia:
─ Barão de Studart – Datas e Fatos para a História do Ceará – Forta-
leza – 1896;
─ João Brígido – Ceará (Homens e Fatos) – Rio de Janeiro – 1919;
─ José Vicente Franca Cavalcante – Datas – Publicado na imprensa
sobralense;
─ Barão do Rio Branco – Efemérides Brasileiras – Rio, 1938;
─ F. A. Pereira da Costa – Anais Pernambucanos – Vols. 3 a 8, Recife
– 1952.
MONOGRAFIAS SOBRE SOBRAL:
─ Dom José Tupynambá da Frota – História de Sobral – 2ª Edição –
Fortaleza – 1974;
─ Mons. Vicente Martins – Homens e Vultos de Sobral – Ceará – 1941;
─ Mons. Furtado Linhares – Notas Históricas da Cidade de Sobral –
1941;
─ Mons. Vicente Martins – Diocese de Sobral – Fortaleza, 1944;
─ Alberto Amaral – Para a História de Sobral – mimeografado – Rio de
Janeiro - 1953;
─ Pe. João Mendes Lira – De Caiçara a Sobral – Fortaleza –1973;
─ Craveiro Filho – Álbum do Centenário – Sobral – 1941;
─ Antonio Martins Filho e Raimundo Girão – O Ceará – 2ª Edição –
Fortaleza – 1945
GENEALOGIA:
─ Jarbas Cavalcante – Colonização do Nordeste – Rio – 1969;
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 235

─ Pe. José da Frota Gentil – Os Frotas – Rio – 1967;


─ Frei Jaboatão – Catálogo Genealógico -
─ Antônio José Vitoriano Borges da Fonseca – Nibiliarchia Pernambu-
cana – 2 volumes – Rio – 1935;
─ Arquivo de Luís Coelho de Vasconcelos;
─ Manuscritos de Dom José Tupynambá da Frota;
─ Mário Linhares – Os Linhares – 2ª Edição – Rio – 1954;
─ Francisco José Ramos Gomes - Árvore Genealógica de Meus Avós
– Fortaleza;
─ Adalgisa Bittencourt – Genealogia dos Albuquerques e Cavalcantes
– Rio – 1965.
OBRAS GERAIS:
─ Revistas do Instituto do Ceará;
─ Sesmarias – 14 volumes – Fortaleza – 1926;
─ Documentação Histórica Pernambucana – Sesmarias – Vols. 1,2 e
4 – Rio – 1954;
─ Nertan Macedo – O Clã de Santa Quitéria – Rio – 1967;
─ Nicodemos Araújo – O Município do Acaraú – Fortaleza – 1971;
─ Município de Santa – Sobral – 1926;
─ Serafim Leite – SJ – História da Companhia de Jesus no Brasil – To-
mos I e III;
─ Enciclopédia dos Municípios – Ceará – I. B. G. E.;
─ Carlos Studart Filho - Paginas de História e de Pré-História – Forta-
leza – 1966;
─ Raimundo Girão – Pequena História do Ceará – 3ª Edição – Fortale-
za – 1971;
─ Pedro Theberge – Esboço Histórico Sobre a Província do Ceará – 2ª
Edição – Fortaleza – 1973.
DICIONÁRIOS HISTÓRICOS:
─ Sebastião de VASCONCELOS Galvão – Dicionário Geográfico, His-
tórico e Estatístico de Pernambuco – Rio – 1910;
─ Álvaro Gurgel de Alencar - Dicionário Geográfico, Histórico e Descri-
tivo do Estado do Ceará – Fortaleza – 1939;
─ Renato Braga – Dicionário Geográfico e Histórico do Ceará – Letras
A, B, C – Fortaleza – 1964;
─ Pedro Ferreira - Dicionário Histórico e Geográfico da Ibiapaba – For-
taleza – 1935.
COLEÇÃO ESTUDOS CEARENSES
ESTUDO SOBRE ANTONIO CARDOSO DE BARROS – G. S. Nobre –
1972
DATAS E FATOS DE 1822 NO CEARÁ - G. S. Nobre – 1972
A CAPITAL DO CEARÁ (EVOLUÇÃO POLÍTICA E ADMINISTRATIVA)
- G. S. Nobre – 1972
CRONOLOGIA SOBRALENSE – F. Sadoc de Araújo – 1974
Outras Publicações da
GRÁFICA EDITORIAL CEARENSE
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 237

ÍNDICE GENEALÓGICO
PÁG. PÁG.
Amadeu Almeida Monte....................... 25 Flávio Viriato de Sabóia ........................ 47
Antonio Adolfo Coelho de Arruda ......... 18 Francisco Agripino de Sousa ................133
Antonio Capote de Paula .................... 130 Francisco Carlos Ferreira Gomes ........... 20
Antonio de Aguiar Carneiro .................. 72 Francisco das Chagas Barreto ............... 15
Antonio de Lima Silva......................... 106 Francisco de Almeida Monte ................ 61
Antonio Félix Ibiapina ........................... 85 Francisco de Araújo Manso ................. 200
Antonio João de Albuquerque ................9 Francisco Dias da Ponte...................... 121
Antonio Juvêncio de Andrade ...............49 Francisco Frota Menezes ...................... 14
Antonio Lino de Menezes ..................... 83 Francisco Ildefonso Carneiro................. 36
Antonio Pereira de Menezes ............... 208 Fco Jacinto Ferreira da Ponte.............. 134
Arquelau Torres Silva ............................ 63 Francisco Juvêncio de Andrade .............48
Ataliba Daltro Barreto ..........................24 Francisco Nazion Ribeiro da Silva ....... 120
Augusto Machado da Ponte ............... 230 Francisco Plutarco Rodrigues Lima ......... 5
Francisco Radier da Frota ..................... 63
Benício Carneiro Girão ........................ 139 Fco Segismundo Rodr dos Santos ......... 87
Franklin Diniz Carneiro ......................... 67
Camilo Lélis de Vasconcelos .................40 Frederico Gomes Parente ................... 120
Cesário Ibiapina da Silva ..................... 102
Cesário Lopes Freire .............................94 Galdino Orlando de Araújo ................... 22
Cleto Ferreira da Ponte....................... 150 Giucipe Frota...................................... 128
Clóvis Montalverne............................... 23
Hemetério Soares ...............................111
Daniel Pereira de Carvalho.................... 59 Henrique Lopes Freire ..........................28

Eduardo de Almeida Sanford .............. 116 Ildefonso de Holanda Cavalcante........ 141


Emílio Gomes Parente ..........................98
Esperidião Ferreira da Ponte.................44 João Batista Pierre ............................. 152
Eugênio Marinho de Sabóia ..................68 João Figueiredo de Paula Pessoa ..........92
238 PE. F. SADOC DE ARAÚJO

ÍNDICE GENEALÓGICO
PÁG. PÁG.
João Horácio Carneiro da Frota ............28
João Joaquim Mendes da Rocha ........ 125 Mariano Lopes Freire......................12/101
João Nogueira Adeodato .................. 100 Maximino Barreto Lima ........................ 87
Joaquim Custódio de Azevedo ............. 77 Miguel Genuense da Frota ...................113
Joaquim Hermano de Vasconcelos ....... 59 Montano Albuquerque ......................... 31
Joaquim Lopes Cavalcante .................. 70 Murilo Alves Parente ............................ 52
José Anastácio Dias ............................170
José Cândido Porfírio da Ponte .......... 142 Napoleão Néri de Aguiar ...................... 56
José Carlos de Sabóia Magalhães ......... 35
José Crisóstomo da Frota .....................64 Orlando Gerardo Rangel ......................137
José Custódio de Azevedo .................... 76
José da Páscoa Loureto ...................... 107 Paulo de Almeida Sanford .................. 119
José de Lira Pessoa ............................... 30 Pedro Frota Portela .............................. 65
José Esmeraldo da Costa .....................167 Pedro Frutuoso do Vale ........................ 91
José Falb Rangel................................. 124 Pedro Gomes da Frota .......................... 45
José Frota Vasconcelos ........................113 Pedro Guimarães ................................ 155
José Gondim Lins ................................. 11 Pedro Mendes Carneiro ........................ 51
José Huet de Arruda Coelho................ 132 Plínio Pompeu de Sabóia Magalhã ..... 134
José Inácio Gomes Parente ................. 184 Pompílio Ximenes Aragão................... 214
José Leôncio Gomes de Andrade ..........66
José Lins de Morais ............................ 210 Raimundo Frota Cavalcante .................69
José Mendes Carneiro ..........................46 Raimundo Nogueira Borges ................. 41
José Mendes Carneiro ........................ 138 Raimundo Teixeira Lopes...................... 93
José Modesto Ferreira Gomes .............. 32 Raimundo Teles da Frota ...................... 67
José Olavo Rodrigues Frota ..................96 Randal Pompeu de S. Magalhães .......... 73
José Pedro Soares .................................. 7 Renato Silveira Borges ....................... 150
José Piragibe Mendes ........................... 13 Romão Ferreira da Ponte .................... 105
José Tomás Brandão ............................. 82
C R O N O LO G I A S O B R A L E N S E 239

ÍNDICE GENEALÓGICO
PÁG. PÁG.
José Walter de Araújo ..........................153 Severiano José da Silva......................... 36
Juliano de Araújo Leite .........................29
Júlio Barreto Lima .............................. 207 Tomás Oton de Vasconcelos ................. 55

Manuel Boaventura Anastácio .............171 Ubaldo Uberaba Solon .........................90


Manuel Francisco Viana ........................ 33
Manuel Paulo Ponte ............................. 58 Vicente Adeodato Filho .......................123
Manuel Tabajara Melo ........................ 143 Vicente Antenor Ferreira Gomes .......... 10
Vicente Ferreira de Vasconcelos ...........40 Vicente Lopes de Aguiar ....................... 50
Vicente Gomes Parente ........................ 27 Vítor Cavalcante de Castro ................. 108
Vicente Gomes da Ponte ...................... 53
3464.2222