Você está na página 1de 8

O Seu Jornal do Bairro

Jornal dos Moradores do Bairro do Campo Grande nº 06 - Setembro 2008

Marília Caride

Conhecida antigamente
como a Avenida das Palmeiras,
a Avenida Ana Costa é uma importante via
de circulação da Cidade. Conheça um pouco
mais sua história. Pág. 3
GERAL
GENTE DO CAMPO
Companheirismo
a toda prova Conheça a SAÚDE

Os animais domésticos são parte da história de um Reconheça a


família e trazem benefícios para a
saúde física
destemido diabetes pelos pés.
e mental de taxista do Pág 8
seus donos.
Mas é
Campo
preciso ter Grande. Ilustração
limites.
Págs. 4 e 5 Pág 7
.2 Correio do Campo Grande nº 06 - Setembro 2008

NOSSA OPINIÃO Coluna do Agino


Pessoal, estou contente em ver a participação de vocês,
Planejamento para o mas que enfrentam na maior metró- aqui na minha coluna. Logo abaixo segue as cartinhas
futuro da região pole brasileira, como os congestiona- que recebi de alguns moradores. Continuem escrevendo.
mentos, a poluição. O reflexo disso Sua participação nos assuntos do bairro é muito impor-
A cidade de Santos passa por um já pode ser notado, com os inúmeros tante.
vertiginoso processo de crescimento projetos de construções de edifícios
Amigo Agino,
demográfico, onde a população do em vários bairros, inclusive na Zona O bairro é muito legal para morar. Mas o trânsito
maior município da Baixada Santista Noroeste. Se o crescimento popula- em algumas ruas é muito movimentado. Quem pode
tende a crescer de forma acentuada cional é positivo para a economia, por fazer alguma coisa sobre isto?
nos próximos anos. As razões são as outro lado a qualidade de vida pode Elias de Souza
mais diversas, entre elas, a explora- ser comprometida.
Amigo Elias, a gente precisa se reunir com as autoridades do setor para discutir
ção do gás e petróleo descoberto na Os vários segmentos representa-
alternativas.
chamada Bacia de Santos. A Petro- tivos como sociedades de melhora- *******
brás vai instalar núcleo de apoio e mentos, sindicatos, grêmios estudan- Agino,
consequentemente, outras empresas tis e outras organizações sociais em Na Carvalho de Mendonça em certas horas é difícil de passar de carro.
ligadas à área também farão o mes- conjunto com organismos públicos e Francisco de Maria
mo. Seus funcionários serão alguns a iniciativa privada, precisam iniciar
Senhor Chico, realmente isto está acontecendo. Vamos mandar um recadinho
desses futuros moradores. Mas há as discussões. É preciso agilizar o
pra CET. Eles precisam buscar soluções, mas sem deixar de ouvir os moradores.
também projetos de desenvolvimen- debate, para que esse crescimento seja *******
to de outras atividades, como o porto feito de forma planejada, sem com- Agino Numpara,
e o parque industrial de Cubatão. E prometer a saúde, a educação, a se- Algumas ruas de nosso bairro em dias de chuva ficam completamente alagadas.
por fim constata-se que moradores da gurança pública, o transporte coleti- Será que não está faltando mais bueiros?
capital do Estado também procuram vo, para que a qualidade de vida de
Boa pergunta. É uma situação que perturba quem mora nas imediações dos
alternativas para evitarem os proble- nossa Santos seja mantida.
alagamentos. E precisam ser buscadas as soluções.
*******
Agino,
A nossa participação nas Olimpíadas poderia ter sido bem melhor, não?
Cláudio Ferraz

Puxa vida, claro que sim. Mas não dá para crucificar os heróis e heroínas que
nos representaram. Eles foram até longe de mais.

Escreva pra mim: aginonumpara@yahoo.com.br

Cartas do Leitor Adorei a capa da 5ª edição. Mostrou


Sou morador do bairro do Campo o amor incondicional entre pai e fi-
lho, de forma poética. Parabéns à
Grande e tive acesso a edição número
equipe do Correio do Campo Grande
04. Gostaria de parabenizar pela ini-
que cada vez surpreende pela gostosa
ciativa e pelo conteúdo do jornal. Fi- leitura que nos proporciona.
quei bastante curioso quanto à Marina Nagib
logomarca utilizada, um desenho de um
bonde que não operou em Santos. Não
sei se vocês têm conhecimento, mas este Quero dar os parabéns ao jornal Cor-
veículo foi restaurado em Santos, por reio do Campo Grande pelos temas
uma empresa particular e encaminha- abordados, mas gostaria de sugerir
EXPEDIENTE: que fizessem matérias com os proble-
do para Belém do Pará. Este veículo é
Jornal Correio do Campo Grande - veículo mas do bairro, como trânsito na Car-
de utilidade pública dos moradores do Bairro Campo Grande de Santos.
da década de 20 e foi construído pela
empresa J. G. Brill, Filadélfia-USA e valho de Mendonça, por exemplo.
Jornalista responsável: Marília Caride MTB 48799
operou provavelmente em Campinas. Alekssander Gonçalves Júnior
Jornalista: Patrícia Pontes MTB 49278.
Projeto Gráfico: Carlos Roberto Cordeiro - Betto Sei tudo isto porque ajudei a reformar
O Fórum da Cidadania que foi tema
Tiragem: 6 mil exemplares. o veículo em questão, sou engenheiro
Impressão: Diário do Litoral. de matéria da última edição, é um ins-
da Prefeitura, tendo participado na re- trumento importante para os morado-
Periodicidade: Mensal. forma de todos os bondes que hoje ope-
Contato: (13)9736-5311 (13)9710-8700 res de Santos. Vale a pena conhecê-lo
ram no centro histórico. melhor.
E-mail: correiodocampogrande@yahoo.com.br
Distribuição: Bancas, Residências e Comércio do Campo Grande e principais Rogério Nascimento Lucas Macedo
bancas de jornais do Gonzaga, Marapé, Encruzilhada, Vila Mathias e Vila Belmiro. “Cartas do Leitor” e-mail: correiodocampogrande@yahoo.com.br
No Bairro Correio do Campo Grande nº 06 - Setembro 2008 3.
Site Novo Milênio

– Dona Ana Costa –


uma Avenida com alma feminina Acervo Waldir Rueda
Por Patrícia Pontes Mendonça. O Curiosidades da Avenida
correiodocampogrande@yahoo.com.br sistema elétrico
só seria implan- ao longo do século XX

A
Avenida Ana Costa, sem tado por toda • Em 1919, o trecho final da Ave- Dona Ana Costa e Matias Casimiro
dúvida é uma das mais im Avenida Ana nida Ana Costa estava dominado Alberto da Costa em 1887
portantes avenidas de San- Costa, algum pelas chácaras e pequenas insta-
tos. Nela estão localizados impor- lações hoteleiras. São aquelas coberturas que ficam
tempo depois.
tantes estabelecimentos comerciais, • Por volta de 1930 havia um pos- no meio da avenida como no cru-
Por volta de
hospital, shopping, igrejas e prédi- to de gasolina na esquina da Ave- zamento da Ana Costa com a Ave-
1909/1910 inici-
os antigos, como o do hotel Atlânti- nida Ana Costa com a Rua Lu- nida Francisco Glicério. Outro abri-
aram-se as obras
co e a antiga Estação Sorocabana, cas Fortunato. go existiu em frente ao Parque Bal-
de implantação
situada ao lado do hipermercado Ex- neário e um abrigo maior há em fren-
do sistema de • A arborização iniciou pratica-
tra, além da Praça da Independên- te ao antigo restaurante Almeida, no
bondes elétricos mente em 1950, e tornou-se a
cia, ponto turístico da Cidade e pal- cruzamento da Ana Costa com a
na avenida, o tre- principal característica da Aveni-
co de muita história e comemora- Avenida Rangel Pestana.
ção. É também referência para quem cho inicial foi na da. A Avenida Ana Costa é conhe-
Urbanização da Avendida Ana Costa por volta de 1950 cida também como a Avenida das • Nas primeiras décadas do século
vai para praia ou se dirige para o Vila Matias, con-
Palmeiras. XX foi obstruído o braço dos Dois
Centro. Ela liga os bairros Vila Ma- fluências com as
o nome de Dona Ana Costa, sua atuais ruas Rangel Pestana e Aveni- • Em 1960, ocorreu uma grande Rios que passava ali nos fundos das
thias, Encruzilhada, Campo Gran- velhas chácaras da Barra e, des-
de, Vila Belmiro e Gonzaga. mulher. da Ana Costa. Por isso, no dia 23 de expansão urbana do bairro Gon-
zaga e inúmeros prédios foram er- manchada aquela ponte na rua de-
Com o objetivo de ligar a Vila A Avenida Dona Ana Costa, foi setembro é comemorado o dia do bon-
a primeira via pública de Santos a de elétrico na Cidade. guidos na orla da praia. nominada hoje Marcílio Dias, bem
Mathias à praia, um ilustre cida- em frente à Rua Aimorés
dão santista Matias Casimiro Al- receber iluminação pública elétri- No dia 30 de junho de 1914, o • O maior monumento do muni-
cípio de Santos, o dos irmãos An- • A Rua do Encanamento, com os
berto da Costa, famoso comercian- ca e esse serviço foi executado por prefeito em vigor Carlos Afonseca,
etapas. No dia 15 de agosto de comunicou à Câmara que ordenou dradas, construído pela Compa- seus capinzais se transformaram na
te desse bairro que leva seu nome, movimentada Floriano Peixoto.
era também proprietário de terras 1903, a "Companhia de Ferro Car- a Companhia Brasileira de Calça- nhia Construtora de Santos e inau-
gurado a 7 de setembro de 1922. Fontes:
onde está situada a avenida. Deci- ril Santista" implantou o primeiro mentos Aperfeiçoados a execução Colaborou o historiador Waldir Rueda
diu então, ceder as terras à prefei- serviço de "sistema elétrico", no tre- de obras de asfaltamento da Aveni- • A fonte "9 de julho " foi inau- Fotos Acervo Waldir Rueda
tura para que ela abrisse um cami- cho de suas oficinas na Vila Mati- da Ana Costa, no trecho entre a Rua gurada em 1936. (ver foto) Veja Santos, Olao Rodrigues
Presença da Engenharia e Arquitetura
nho que levasse à praia. Mas im- as, na Avenida Rangel Pestana, até Rangel Pestana e logo adiante da • Outra curiosidade existente até Baixada Santista, Wilma Terezinha Fer-
pôs uma condição: que fosse dado a esquina da Rua Dr. Carvalho de Rua Carvalho de Mendonça. hoje é o abrigo ou ponto de bondes. nandes de Andrade

Toda linha de
produtos para
www.crodos.com.br dentistas e
e-mail: crodos@terra.com.br
protéticos
• Documentações com hora
marcada
• Radiografias sem agendamento
e-mail: dacunhadental@terra.com.br
prévio e entrega na hora Av. Ana Costa, 476 - loja 13 - Gonzaga

Av. Ana Costa, 159 - Vila Mathias TELEFAX


Fones: (13) 32222-3290 (13)3284-1357

A
Infantil Santos N
Cooperativa Médico-Hospitalar
U
N
Referencia em pediatria na C
região há mais de 45 anos I
E
Av. Ana Costa, 411 - Gonzaga - Santos - SP 9736-5311
Tel. (13) 2101-0203 Fax: (13) 3289-4553 ou
infantil@infantilsantos.com.br 9710-8700
.4 Correio do Campo Grande nº 06 - Setembro 2008 Geral
Arquivo Pessoal

Companhia
Por Marília Caride cavernas dormia com o cão para pro-
correiodocampogrande@yahoo.com.br teger-se e, como agradecimento,
dava-lhe restos de comida.

N
a mitologia grega, acredita- Já no século XIX, novas raças fo-
se que a alma do cão acom- ram surgindo e o animal passou a ser
panha seu dono até a eterni- domesticado, servindo como compa-
dade. Talvez, pode-se atribuir a isso, nhia para os nobres. Além disso, cães
a crença popular que foram criados para
cada cachorro refle- vigiar propriedades,
te a personalidade do puxar carroças e tre-
seu dono. nós, assim como
Essa relação ho- acompanhar tropei-
mem x animal existe ros, agricultores e Família e amigos confraternizam o 1º aniversário da cachorrinha
há muito tempo. As puramente para esti-
Estudos do American Journal of Car- auto-imune que causa inflamações em
evidências mais anti- mação. A partir daí, a
diology mostram que a interação com várias partes do corpo, especialmen-
gas da amizade entre o homem e os história mostra que os cães foram ad-
os animais re- Arquivo Pessoal
te na pele,
cães datam de 12 mil anos antes de quirindo outro status dentro da socie-
duz o estresse e juntas, san-
Cristo. dade, assim como mudou a atitude do
a pressão arte- gue e rins),
Não há evidências como essa re- homem para com o animal.
rial, diminuin- doença que
lação começou, mas acredita-se que Desse convívio, surge uma série
do as chances tem há algum
para livrar-se do frio, o homem das de benefícios para a saúde do homem.
de problemas tempo. Hoje
cardíacos, além toma remédi-
de reduzir a an- os com baixa
siedade. dosagem e
Foi assim está menos
com a bancária estressada
Sandra Regina Smilna com a tartaruga na piscina: Mucha gosta em função de
Reigada que de tomar banho de sol acompanhada de sua dona sua profis-
com a presença são, graças à
de Luna, sua cachorra da raça Mal- alegria que tem no convívio com sua
tês, auxiliou-a no tratamento e me- cadelinha.
lhora do Lúpus (doença crônica, Sandra e seu marido, que a princí-

Quer anunciar no
Correio do Campo
Grande?
Ligue: 9736-5311
ou 9710-8700.
correiodocampogrande@yahoo.com.br
O Seu Jornal do Bairro
Geral Correio do Campo Grande nº 06 - Setembro 2008 5.

pio não queriam cachorros em casa, vida sem sentido, falta de convívio animalzinho, nem mesmo dar o mes-
foram convencidos por suas filhas a com os familiares, "aqueles idosos mo nome, pois cada ser é único. Entre Aspas
comprarem Luna, que hoje é o xodó não tinham outra razão de viver, se-
de toda a família. Numa ocasião em não os animais", "não há pessoas em Assim como a bancária Sandra,
que a cachorra completou seu 1º ano, suas vidas, somente Marília Caride
Smilna Perez Temos aprendido a
Sandra reuniu alguns amigos e fez animais". Felippe tam- voar como os pássaros,
uma festinha para a cadelinha. "Hoje A psicóloga afirma bém não era a nadar como os peixes,
ela é membro da família", diz. que é comum projetar adepta da idéia mas ainda não aprende-
Mais que benefícios à saúde, os no animal vontades, de ter um ani- mos a sensível arte de
animais podem também atuar como sonhos e instintos ma- mal de estima- viver como irmãos.
suporte emocional, equilibrando emo- teriais que não foram ção em casa. Martin Luther King
ções, preenchendo vazios, aproxi- realizados. "É preciso Foi quando sua
mando pessoas e aliviando tensões, ter discernimento e tra- filha ganhou
diz a psicóloga comportamental Ca- tar o bichinho de esti- Mucha, uma Faça os seus dias
rolina Costa. mação como animal". "É preciso ter discernimento e tratar o tartaruga da es- valerem as lembranças.
bichinho de estimação como animal". Bill Milton
Segundo Carolina, a pécie Cabeça
CONVIVÊNCIA DO relação de dependência que se cria Vermelha de uma amiga, há cerca de
IDOSO COM O ANIMAL com o animal não é sadia, pois a pes- 10 anos. Ela conta que numa deter-
DE ESTIMAÇÃO soa pode estar substituindo a relação minada situação, enquanto o marido Faz a tua ausência
com outra pessoa, descontando algu- fazia a limpeza da piscina, a tartaru- para que alguém sinta a
Segundo artigo publicado por Ana ma frustração em que vive ou viveu, ga caiu e foi sugada pelo sugador da tua falta. Mas não prolon-
Uyehara, (http://www.portaldoenve- que pode ser até inconsciente. piscina. Quando se deram conta, fo- gue demais para que esse
l heci m e n t o . n e t ) , ram puxar Mucha de dentro do suga- alguém não sinta que
"buscando compre- PERDA dor e quando viram, seus órgãos sal- pode viver sem você.
ender a relação que tavam para fora do corpo. Desespera- Flóra Cavalcanti
se estabelece entre o Lidar com a perda do dos, em plena quarta-feira de Cinzas,
idoso e o animal do- bichinho é bastante dolo- procuraram um veterinário às pressas
méstico, que no roso, principalmente para que fez os primeiros socorros, mas não Fala-se muito a
caso, não significa crianças que ainda não en- garantiu que Mucha fosse sobreviver. favor dos debates e
animal de estimação tendem o conceito de mor- Foi ai que surgiu o sentimento de per- pouco a favor da
pela intensidade da O animal pode representar a com- te. A psicóloga orienta os da, ou quase perda. Com muito zelo e harmonia
relação que os ido- pensação para o "ninho vazio" pais a não esconder a rea- promessas durante dias angustiantes, Cillen hightower
sos mantêm com todos seus animais, lidade do filho, explicando como funci- o réptil sobreviveu. "Até hoje eu colo-
Berzins(200:18), ao pesquisar os ca- ona o ciclo da vida. "Os animais têm vida co ela em minhas orações", confessa
Uma fina trama de
sos de idosos que possuem mais de mais curta, é mais fácil para a criança de forma amorosa.
alegrias, tristezas, dores
10 animais e em alguns casos até mais perceber o nascer, crescer e morrer do Com o tempo, passou a cuidar e
e ganhos compõem o
de 50, percebeu que com cada um dos bichinho do que de uma pessoa", diz. se afeiçoar a Mucha, que hoje é sua
tecido dos casamentos
animais são estabelecidas relações Comprar um novo animal e ensi- maior companheira. "Quando estou
duradouros
únicas, singulares e permeadas de nar responsabilidades para o filho, no computador, ela está comigo. Se
Maria Tereza
profundo significado". Observou, en- estimulando-o a ser responsável pode vou assistir TV, ela quer ficar junto,
Maldonado
tão, que o animal pode representar a ser uma boa saída. Carolina Costa deitada na minha cama. Ela sabe se
compensação para o "ninho vazio", a ressalta que não se deve substituir o comunicar bem", diz.

SOB NOVA DIREÇÃO


Anunciar
aqui custa
Dra. Maira Y. Calura
menos do Disk
• Clínica Médica • Cirúrgica Veterinário
que você • Exames Laboratoriais • Vacinas 3233-2082
Dra. Ana Carolina dos S. Garcia
• Florais de Bach • Medicamentos
imagina! • Acessórios • Rações * Banho com hidratação (grátis)
CRMV - SP 20.285
Ligue: • Consultório veterinário O melhor banho e tosa do Gonzaga * Tosas da Raça e Artística
• Farmácia Veterinária (toca higiênica, tosa de raças) * Venda de filhotes
• Rações • Acessórios
• Medicamentos • Veterinário 9736-5311 • Atendimento 24H - Tel. 9785-5118
• Banhos terapêuticos e simples Dê um banho e ganhe a 1ª dose • Rações • Acessórios
Disk Ração 2138-9677 / 3271-9661 ou • Tosas na tesoura e artísticas de vermífugo.
• Medicamentos
Av. Pedro Lessa, 2567 • Acessórios e Rações 20% de desconto nas roupas de inverno
www.planetaanimalsantos.com.br 9710-8700. Rua Espírito Santo, 83 - Campo Grande Rua Bahia, 127 - Gonzaga Rua Cunha Moreira, 200 - Encruzilhada
planetaanimal@yahoo.com.br Tel.: 3235-3342 Tel. 3281-2206 Tel. 3233-2082 - Esq. c/ R. Júlio Conceição
.6 Correio do Campo Grande nº 06 - Setembro 2008 Variedades

Espaço do Leitor Dica de culinária

ARISMÁTICA Docinho de Leite em Pó


MOROSA Ingredientes:
• 4 xícaras (chá) de leite em pó
Faça bolinhas ou
"minhoquinhas"
EIGA • 2 xícaras (chá) de açúcar de
confeiteiro
para depois cor-
tar em quadradi-
NDEPENDENTE 07/09/08
• 1 vidro de leite de coco
Modo de Preparo:
nhos. Jogue um a
um dentro de um
EAL ALENTE Misture os ingredientes secos saco plástico com
açúcar de confei-
e a seguir adicione aos poucos o leite
MIGA NTELIGENTE de coco até dar um ponto firme na teiro para envolver os docinhos leve-
mente. Você pode também rechear as
massa. Deixe descansar. Procure não
14/08/08
URRÃO fazer em um dia muito quente, senão
demora muito esta fase.
bolinhas com uvas, passas, pedacinhos
de coco, de chocolate, etc.
TIMISTA Divirta-se...
ESERVADO O homem está na cozinha, fritando um
ovo, quando a esposa chega e começa a
rar...!!!
— Parece que você é louco. Vai entor-
Kamila e Vitor, feliz aniversário! gritar como uma louca : nar... Ai, meu Deus!
— Joga mais óleo!!! — O saaaaaaaalllll!!! Não esquece o sa-
Sou muito feliz por vocês existirem. Joga mais óóóleo!!! aaaaaaaaallllllll!!!
Peço a Deus que os proteja sempre e ilumine — Vai grudar no O homem, irritado com os berros, per-
as suas vidas. Amamos voces, beijos fuuuundo... Cuida- gunta:
Mãe e Dani do!!! — Por que é que você está fazendo isto?!?
— Vira, vira, anda Você acha que eu não sei fritar um ovo?
Amigo leitor. Esse espaço está reservado para você. Aqui sua imaginação terá asas. Envie vira... Rápido !!! E a esposa, bem calma, responde:
poesias, contos, crônicas, pensamentos ou recados para alguém. Fique à vontade. As men- — Vai, cuidado! Cui- — Isto é só para você ter uma idéia do
sagens deverão ter nome completo e telefone para contato. dado !!! Vai espir- que você faz comigo quando eu dirijo !

AS MULHERES... • Podem fazer sexo quantas vezes quiser por dia


Negócios & Oportunidades • Se traídas são vítimas, se traem eles são
• Não broxam cornos
• Não ficam carecas • Mulher de embaixador é embaixatriz,
Pizzas, Salgados e Esfihas Olá! Meninas (os) do Campo Grande, quer • Não sofrem de fimose marido de embaixatriz não é nada
De Segunda a Sexta das 11 às 23h trabalhar na Avon e obter até 40% de lucro
Sab. e Dom. das 18h30 às 23h30 • Têm um dia internacional • Se resolvem exercer profissões predomi-
nos negócios? Fale comigo! E viva o ama- • Sentam de pernas cruzadas e não dói nantes masculinas, são pioneiras
Aceitamos Cartões, Tíckets e Vale-Refeição
nhã. Tratar tel.: 3225-9089 • Podem usar tanto rosa como azul • Mas se um homem exerce profissão tipi-
Apresente este cupom e ganhe 10% de ----------------------------------------------------
desconto de 2ª a 5ª feira • Têm prioridade em boates ou em qual- camente feminina é bicha
Revendedora Avon, Luzon, Via Blumenau, quer lugar • Apesar de terem bilhões de neurônios a
Hiroshima. Faço também trabalhos artesanais • Não pagam a conta, no máximo racham menos que os homens,conseguem usá-los
em decoupage. Aceito encomendas. Ligue • A programação da TV é 90% voltada para elas de maneira perfeita e sem igual
9105-3227 - Val • A idade não atrapalha o seu desempenho • E por último: fazem tudo que um homem
3235-4606 / 3232-6046 ---------------------------------------------------- sexual faz só que com um detalhe: De salto alto!!!
0800-7704606 Aulas particulares para ensino fundamental (1ª • Podem ficar excitadas sem ninguém per-
Rua Carvalho de Mendonça 400, - Santos a 4ª série). Profª Márcia. Tel. 9737-7529 ceber ...SÃO DEMAIS!

CNPJ 09 831 551 / 0001 - 71


PARA VEREADORA EM 2008
GRAÇA MARIA
40663
Professora e Sindicalista!
www.gracamaria40663.can.br
Prefeita
Mariângela Duarte
Coligação: Santos, Conhecimento e Inovação
PSB-DEM
Gente do Campo Correio do Campo Grande nº 06 - Setembro 2008 7.
Foto: Vagner Bastos

"SEU DIREITO"
Nova questão
sobre o adicional
Há 35 anos rodando
de insalubridade
Se ao exercer suas atividades o tra-
pelas ruas de Santos
balhador é exposto a agentes físicos ficou apontado para fora. Ficaram dade de Mira, próxima a Coimbra),
(ruídos, vibrações, calor, radiações nessa tensão mais ou menos 4 minu- mas de lá não tem nenhuma lembrança
ionizantes etc.), químicos (poeiras, O taxista Mário tos até que a mulher não agüentou a porque veio para o Brasil com apenas
gases, névoas etc.) e/ou biológicos está há 58 anos
tensão e soltou a arma, que Mário pe- 6 meses. Sempre morou em Santos e
(microorganismos, bactérias, fungos, atrás de um volante
gou rapidamente. há 10 anos escolheu o Campo Grande
parasitas etc.), que trazem riscos à Ela tentou fugir, mas o taxista a para fixar residência.
saúde, a exposição é compensada por segurou mais uns 5 minutos. Quando Das suas preferências diz com sim-
um adicional de remuneração, o cha- conseguiu fugir, Mário saiu do táxi plicidade torcer, como todo bom
mado adicional de insalubridade, hoje gritando, chamando alguém que pu- santista, pelo Peixe. E também adora
em dia calculado com base no salário
Por Patrícia Pontes desse chamar a polícia, ou mesmo uma boa bacalhoada. Claro, não po-
mínimo, refletindo, inclusive, na apo-
correiodocampogrande@yahoo.com.br avistar um policial. deria fugir aos costumes dos patrícios.
sentadoria.
É, parece um conto policial, mas Há mais ou menos 13 anos parti-
A insalubridade é sério problema

E
ra um domingo de janeiro, por essa é apenas uma das muitas históri- cipava de vários campeonatos de
enfrentado pelo trabalhador e sindica-
volta das 11 da manhã. Mário as que o destemido(ou abu- Foto: Arquivo Pessoal
tos e o percentual do salário mínimo é
estava estacionado com seu sado, por que não?) Mário
pouco para compensar o ambiente in-
táxi no pátio da Santa Casa, quando viu da Silva Coquim 72 anos,
salubre. O ideal seria falar em elimi-
uma moça jovem, morena, encorpada, passou em seu táxi ao longo
nar o risco à saúde e à integridade fí-
de cabelos compridos, calça jeans e blu- de 35 anos no volante. Nas
sica dos empregados.
sa amarela acenar para ele, querendo uma estradas, já foi caminhonei-
Mas como nem sempre isso é pos-
corrida. A moça então entrou e sentou- ro, ofício que aprendeu com
sível, pela natureza da atividade ou por
se na frente. O taxista achou estranho, o pai
vontade dos empregadores, a saída é Mário Coquim
pois não é costume mulheres sentarem- quando (1º a esquerda) -
aumentar o adicional, calculando-o
se no banco do passageiro. era jo- time de bocha de
com base no salário. Como esta tese
— Por favor, me leve até a ro vem. Lá Santos em 1995
encontra resistência patronal, restou o no Campeonato
doviária, - disse a moça. se vão 58
caminho do Judiciário. Brasileiro em
Chegando à rodoviária pediu que anos pe-
Recentemente, o Tribunal Superior Santa Maria RS
a levasse até a Rua São Bento, no cen- las ruas e
do Trabalho firmou entendimento por
tro da Cidade. Quando chegou e es- estradas do Brasil. bocha pelo Brasil. O último foi um 4º
meio de uma Súmula que o adicional
tacionou, a moça, que estava com um É conhecido por alguns compa- lugar no campeonato brasileiro em
de insalubridade será calculado sobre
cachecol no colo sacou um revólver nheiros de profissão como "encrenca" Santa Maria RS em 1996, com a equi-
o salário básico, salvo critério mais
38 e anunciou o assalto. Ela pediu por ser crítico e lutar pelos seus di- pe de Santos.
vantajoso fixado em instrumento cole-
todo o dinheiro do taxista e, numa re- reitos. É fácil encontrá-lo das 8 da ma- Hoje, bocha só de brincadeira. E en-
tivo. Foi uma vitória dos trabalhado-
ação de momento, Mário lançou-se nhã as 7 da noite no ponto de táxi do tre as atividades de lazer está jogar bara-
res.
sobre a mulher e agarrou o braço dela, Canal 2 com a Carvalho de Mendonça. lho e tranca na Sociedade de Melhora-
No entanto, em poucos dias a Con-
que segurava a arma. O objeto então Sua naturalidade é portuguesa (ci- mentos do Bairro do Campo Grande.
federação Nacional da Indústria con-
seguiu no STF uma liminar suspenden-
do a aplicação da Súmula do TST. Mas
a questão ainda será submetida ao Ple-
nário do Tribunal, sem data definida
para que isto aconteça.
É importante que os trabalhadores
façam pressão, mobilizem-se. Quem
recebe o adicional de insalubridade
calculado sobre o salário mínimo pode
receber mais.

Pedro Leonardo Villas Boas,


advogado do escritório Villas Boas
Advocacia. R. Carvalho de
Mendonça, 93 cj 26 - Santos
Tel/fax (13) 2138-9364.
advocacia@villasboas.adv.br
.8 Correio do Campo Grande nº 06 - Setembro 2008 Saúde

Insensibilidade nos pés Os tipos de diabetes


e suas causas:

pode ser diabetes


TIPO 1 - Deficiência total de
insulina.Uma doença auto-
imune, onde o organismo
produz anticorpos que destro-
em as células pancreáticas,
responsáveis pela produção de
Pés gelados, com a pele ressecada e com fissuras podem ser sinais da doença insulina.
Marília Caride

Por Marília Caride pele seca que desca- machucados devido à falta de TIPO 2 - Deficiência parcial
correiodocampogrande@yahoo.com.br ma facilmente, o dia- sensibilidade. Não se pode es- de insulina e resistência à ação
bético pode não per- quecer também de usar calça- do hormônio, o que impede a

A
tualmente, cerca de ceber unhas encrava- dos confortáveis, como chi- retirada da glicose do sangue
15 milhões de pesso das, bolhas causadas nelos de couro. Já para ma- e a sua transferência para o
interior das células.
as no Brasil tem dia- por calos e outros fe- lhar e caminhar deve-se usar Esse tipo de Diabetes resulta
betes. Além da hereditarieda- rimentos. tênis confortáveis, preferen- de uma interação entre predis-
de, fatores como predisposi- De acordo com cialmente aqueles com amor- posição genética e fatores am-
ção genética, obesidade e se- Maria Domitila, pro- tecedor e que tenha a anato- bientais, como alimentação
dentarismo são grandes cola- cedimentos errados mia do seu pé. inadequada, falta de ativida-
de física, obesidade e etc. A Di-
boradores do aumento dessa pioram a situação. O A boa notícia é que a dia-
abetes Tipo 2 incide preferen-
doença, que é uma das que pé não deve ser mer- betes pode ser controlada fa- cialmente em pacientes obesos
mais aumenta no mundo. gulhado em água cilmente. "Por isso vale pre- e sedentários, acima de 45
De acordo com dados do quente, pois pode es- venir, controlando a glicemia, anos e que tenham anteceden-
Ministério da Saúde, quase tar neuropático( com fazendo a limpeza diária dos tes familiares.
8% dos brasileiros entre 30 e a perda total de sensi- pés e hidratando-os", aconse-
70 anos sofre de diabetes, e bilidade), correndo o lha a podóloga.
muitas vezes ignoram o fato, “Muitas pessoas vem tratar dos pés e risco de queimá-lo.
que pode agravar seu quadro descobrem que tem diabetes" Também não é reco- Serviço: O consultório
clínico. Se não for controla- mendado lixar, mas fica na Rua Dom Duarte e
do há tempo, pode levar à ce- o que pode prejudicar ainda hidratar com produto ade- Silva, nº 22- Marapé. O te-
gueira, à amputação de mem- mais as feridas e as infec- quado, como a uréia 10%, lefone é : 3324-4294
bros inferiores e até mesmo a ções no local. Na maioria que devolve a
morte. das vezes os diabéticos só umidade que a
"Muitos vem aqui pelo es- se dão conta das lesões pele perdeu,
tado do pé", conta a podólo- quando elas estão em está- devolvendo a
ga Maria Domitila Lima, es- gio avançado. Em muitos elasticidade.
pecialista em pés diabéticos. casos, as úlceras podem le- Cuidados
Ela explica que a doença mui- var a amputação. devem ser to-
tas vezes dá sinal nos pés, que Isso acontece porque a di- mados com a
ficam gelados, com a pele res- abetes causa má circulação e costura da
secada e com fissuras. essa deficiência ocorre prin- meia, que deve
Outra característica do cipalmente nos pés, que tem ficar na parte
pé diabético é a falta de sen- difícil cicatrização. Com a fal- de cima do pé
sibilidade na região afetada, ta de sensibilidade e com a para não causar