Você está na página 1de 15

15/08/2018 MANUAL DE RECOMENDAÇÕES CEMP

ÍNDICE GERAL DO MANUAL DE RECOMENDAÇÕES

CEMP – REVISÃO 2015

Sumário
1 - ÍNDICE NUMÉRICO

2 – ÍNDICE POR TIPO DE MATÉRIA PRIMA / ASSUNTO

2.1 - AMIDO PRÉ-GELATINADO PARA FUNDIÇÃO


2.2 - AREIA BASE E AREIA PADRÃO PARA FUNDIÇÃO
2.3 - BENTONITA PARA FUNDIÇÃO
2.4 - COLA PARA FUNDIÇÃO
2.5 - EQUIPAMENTOS E CORPOS DE PROVA PARA FUNDIÇÃO
2.6 - PÓ DE CARVÃO MINERAL PARA FUNDIÇÃO
2.7 - RESINA CAIXA FRIA (COLD BOX) PARA FUNDIÇÃO
2.8 - RESINA CAIXA QUENTE (HOT BOX) PARA FUNDIÇÃO
2.9 - RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO
2.10 - RESINA FENÓLICA PARA O PROCESSO DE AREIA COBERTA PARAFUNDIÇÃO
2.11 - SILICATO DE SÓDIO E OU RESINA FENÓLICA ALCALINA PARA FUNDIÇÃO
2.12 - RESINAS DIVERSAS PARA FUNDIÇÃO
2.13 - OXIDO DE FERRO PARA FUNDIÇÃO
2.14 - TINTA PARA FUNDIÇÃO
2.15 - GERAIS

1 - ÍNDICE NUMÉRICO

NÚMERO DENOMINAÇÃO REVISÃO

004 COLA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEMPO DE ESCOAMENTO NOV/2015

008 COLA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À TRAÇÃO IMEDIATA DE CORPOS DE PROVA NOV/2015
COLADOS AO AR

009 COLA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À TRAÇÃO APÓS CÂMARA ÚMIDA DE CORPOS DE NOV/2015
PROVA COLADOS AO AR

010 COLA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEMPO DE FORMAÇÃO DE PELÍCULA NOV/2015

016 RESINA CAIXA QUENTE PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA A TRAÇÃO A QUENTE DA NOV/2015
MISTURA PADRÃO

017 RESINA CAIXA QUENTE PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À TRAÇÃO A FRIO DA MISTURA NOV/2015
PADRÃO

018 RESINA CAIXA QUENTE PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À TRAÇÃO APÓS CÂMARA NOV/2015
ÚMIDA E ESTUFA

021 RESINA CAIXA QUENTE PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEMPO DE VIDA ÚTIL PELO MÉTODO DA NOV/2015
MOLDABILIDADE DA MISTURA PADRÃO

023 RESINA FENÓLICA PARA O PROCESSO DE AREIA COBERTA PARA FUNDIÇÃO - PREPARAÇÃO DA MISTURA NOV/2015
PADRÃO COM RESINA LÍQUIDA OU EM ESCAMA

024 RESINA FENÓLICA PARA O PROCESSO DE AREIA COBERTA PARA FUNDIÇÃO - PREPARAÇÃO DA MISTURA NOV/2015
PADRÃO COM RESINA EM PÓ

027 RESINA FENÓLICA PARA O PROCESSO DE AREIA COBERTA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA NOV/2015
RESISTÊNCIA À TRAÇÃO A QUENTE DA MISTURA PADRÃO

028 RESINA FENÓLICA PARA O PROCESSO DE AREIA COBERTA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA NOV/2015
RESISTÊNCIA À TRAÇÃO A FRIO DA MISTURA PADRÃO

029 RESINA FENÓLICA PARA O PROCESSO DE AREIA COBERTA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA NOV/2015
RESISTÊNCIA À FLEXÃO A FRIO DA MISTURA PADRÃO

http://www.tecnofund.com.br/cemp/indice.htm 1/15
15/08/2018 MANUAL DE RECOMENDAÇÕES CEMP

036 RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA VIDA ÚTIL PELO MÉTODO DA NOV/2015
COMPACTABILIDADE DA MISTURA PADRÃO

041 RESINA FENÓLICA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEOR DE FORMOL LIVRE NOV/2015

048 RESINA FENÓLICA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DE NITROGÊNIO TOTAL DA RESINA E DO CATALISADOR NOV/2015

051 RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEOR DE ÁCIDO SULFÚRICO LIVRE NO NOV/2015
CATALISADOR

053 RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEOR DE ÁCIDO FOSFÓRICO NO CATALISADOR NOV/2015
PELO MÉTODO DE TITULAÇÃO

055 TINTA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA ABSORÇÃO DE UMIDADE NOS SÓLIDOS APÓS PERMANÊNCIA NOV/2015
EM CÂMARA ÚMIDA POR 24 HORAS

057 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEOR DE CARBONATO PELO MÉTODO GASOMÉTRICO NOV/2015

058 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO INCHAMENTO NOV/2015

060 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À COMPRESSÃO A VERDE DA MISTURA NOV/2015
PADRÃO

061 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA PERMEABILIDADE DA MISTURA PADRÃO NOV/2015

062 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À TRAÇÃO A ÚMIDO DA MISTURA PADRÃO NOV/2015

063 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA ADSORÇÃO DE AZUL DE METILENO PELO MÉTODO DO NOV/2015
PIROFOSFATO DE SÓDIO

065 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA COMPACTABILIDADE DA MISTURA PADRÃO NOV/2015

066 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À COMPRESSÃO A SECO DA MISTURA NOV/2015
PADRÃO

067 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À COMPRESSÃO A QUENTE DA MISTURA NOV/2015
PADRÃO

068 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO - PREPARAÇÃO DA MISTURA PADRÃO NOV/2015

069 TINTA PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA ESPESSURA DE CAMADA APLICADA PELO PROCESSO DE NOV/2015
IMERSÃO

070 TINTA PARA FUNDIÇÃO - PREPARAÇÃO DA DILUIÇÃO PADRÃO NOV/2015

071 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE SÓLIDOS EM TINTAS E COLAS NOV/2015

073 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEMPO DE ESCOAMENTO DE LÍQUIDOS PELO USO DO NOV/2015
COPO FORD

076 RESINA CAIXA QUENTE PARA FUNDIÇÃO - PREPARAÇÃO DA MISTURA PADRÃO NOV/2015

077 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE RELATIVA DE LÍQUIDOS PELO MÉTODO DO NOV/2015
PICNÔMETRO

078 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA ADSORÇÃO DE AZUL DE METILENO E DO ÍNDICE DE NOV/2015
ESTABILIDADE TÉRMICA APÓS CALCINAÇÃO A 550 °C

079 COLA PARA FUNDIÇÃO - PREPARAÇÃO DA DISPERSÃO PADRÃO PARA O ENSAIO DE COLA EM PÓ NOV/2015

080 AREIA BASE PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA PERMEABILIDADE NOV/2015

081 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA DISTRIBUIÇÃO GRANULOMÉTRICA, MÓDULO DE FINURA E NOV/2015
TEOR DE FINOS EM MATERIAIS GRANULARES

082 AREIA BASE PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEOR DE ARGILA AFS PELO MÉTODO DE LAVAGEM COM NOV/2015
SIFONAMENTO MANUAL

083 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA ÁREA ESPECÍFICA REAL ATRAVÉS DO APARELHO DE NOV/2015
BLAINE EM MATERIAIS GRANULARES

085 SILICATO DE SÓDIO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE SÍLICA NOV/2015

086 SILICATO DE SÓDIO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO ÓXIDO DE SÓDIO (Na2O) NOV/2015

087 SILICATO DE SÓDIO PARA FUNDIÇÃO - PREPARAÇÃO DA MISTURA PADRÃO NOV/2015

088 SILICATO DE SÓDIO PARA FUNDIÇÃO - CÁLCULO DO TEMPO NOMINAL DE GASAGEM EM CORPO DE PROVA NOV/2015
CONFECCIONADO COM A MISTURA PADRÃO

099 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE SÓLIDOS EM RESINAS NOV/2015

100 RESINA CAIXA QUENTE PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE NITRATO DE AMÔNIA NO NOV/2015
CATALISADOR

101 AREIA BASE PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA DEMANDA ÁCIDA NOV/2015

http://www.tecnofund.com.br/cemp/indice.htm 2/15
15/08/2018 MANUAL DE RECOMENDAÇÕES CEMP

102 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - CÁLCULO DAS CARACTERÍSTICAS GRANULOMÉTRICAS NOV/2015

103 AREIA BASE PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA TEMPERATURA DE SINTERIZAÇÃO PELO MÉTODO DA NOV/2015
CALCINAÇÃO EM FORNO MUFLA

104 AREIA BASE PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEOR DE SÍLICA PELO MÉTODO DA FLUORIZAÇÃO NOV/2015

105 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE UMIDADE NOV/2015

106 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR NOV/2015
DO VOLUME DE GASES

107 AREIA BASE PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA TEMPERATURA DE SINTERIZAÇÃO DA MISTURA PELO NOV/2015
MÉTODO DA LÂMINA DE PLATINA

108 AREIA BASE PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEOR DE SÍLICA PELO MÉTODO DOS ÁCIDOS NOV/2015
CLORÍDRICOS E PERCLÓRICOS

109 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE PARTÍCULAS GROSSAS EM MATERIAIS SOB NOV/2015
FORMA DE PÓ

111 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE RELATIVA DE MATERIAIS GRANULARES PELO NOV/2015
MÉTODO DO PICNÔMETRO

114 RESINA CAIXA QUENTE PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE CLORETO DE AMÔNIA NO NOV/2015
CATALISADOR

115 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE RELATIVA EM LÍQUIDOS PELO MÉTODO DO NOV/2015
DENSÍMETRO DE IMERSÃO

116 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO FATOR DA SOLUÇÃO DE AZUL DE METILENO POR NOV/2015
TITULAÇÃO COM SOLUÇÃO DE CLORETO TITANOSO (TiCl3)

117 RESINA CAIXA QUENTE PARA FUNDIÇÃO - CÁLCULO DO TEOR DE ÚREIA A PARTIR DOS TEORES DE NOV/2015
NITROGÊNIO TOTAL E CLORETO OU NITRATO DE AMÔNIA

118 RESINA CAIXA QUENTE PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À TRAÇÃO A QUENTE 20 s APÓS NOV/2015
A EXTRAÇÃO DO CORPO DE PROVA DA MISTURA PADRÃO

119 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR NOV/2015
DA PRESSÃO DE GASES

120 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA PERDA AO FOGO NOV/2015

121 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO pH NOV/2015

122 AREIA BASE PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE ARGILA AFS PELO MÉTODO DO LAVADOR NOV/2015
CONTÍNUO DE ARGILA

123 TINTA PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA ADSORÇÃO DE AZUL DE METILENO NOV/2015

124 TINTA PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DE CARBONO PELO MÉTODO GASOMÉTRICO POR COMBUSTÃO NOV/2015
DIRETA

125 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - AMOSTRAGEM DE MATERIAL NA FORMA GRANULAR NOV/2015

126 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - AMOSTRAGEM DE MATERIAL NA FORMA DE PÓ NOV/2015

128 RESINA FENÓLICA PARA O PROCESSO DE AREIA COBERTA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA NOV/2015
PERMEABILIDADE DO MACHO DE MISTURA PADRÃO

131 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO ÓXIDO DE FERRO NOV/2015

134 EQUIPAMENTO PARA AREIAS DE MOLDAGEM - VERIFICAÇÃO DO MARTELETE NOV/2015

135 PÓ DE CARVÃO MINERAL PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE ENXOFRE TOTAL PELO PROCESSO NOV/2015
DE ESCHKA (GRAVIMETRIA)

136 PÓ DE CARVÃO MINERAL PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE ENXOFRE TOTAL PELO PROCESSO NOV/2015
DE COMBUSTÃO (Hidróxido de Sódio)

137 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA MASSA ESPECÍFICA PELO USO DO FRASCO VOLUMÉTRICO NOV/2015
DE “LE CHATELIER” EM MATERIAIS GRANULARES

138 PÓ DE CARVÃO MINERAL PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE CINZAS NOV/2015

140 EQUIPAMENTO PARA AREIAS DE MOLDAGEM - VERIFICAÇÃO DO PERMEÂMETRO NOV/2015

141 PÓ DE CARVÃO MINERAL PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE MATERIAIS VOLÁTEIS NOV/2015

142 PÓ DE CARVÃO MINERAL PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO CARBONO VÍTREO NOV/2015

143 AMIDO PRÉ-GELATINIZADO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA GELEIFICAÇÃO NOV/2015

144 AMIDO PRÉ-GELATINIZADO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA VARIAÇÃO DO pH DA DISPERSÃO PADRÃO NOV/2015

http://www.tecnofund.com.br/cemp/indice.htm 3/15
15/08/2018 MANUAL DE RECOMENDAÇÕES CEMP
APÓS 24 HORAS DA DISPERSÃO

145 PÓ DE CARVÃO MINERAL PARA FUNDIÇÃO - CÁLCULO DO TEOR DE CARBONO FIXO NOV/2015

148 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO ISOCIANATO COMO NCO OU AMINA EQUIVALENTE NAS NOV/2015
RESINAS CURA A FRIO E CAIXA FRIA

149 RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO GEL TIME DA RESINA E DO CATALISADOR NOV/2015

150 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA VISCOSIDADE DINÂMICA (BROOKFIELD) EM LÍQUIDOS NOV/2015

151 EQUIPAMENTO PARA AREIAS DE MOLDAGEM - DISPOSITIVOS PARA AMOSTRAGEM NOV/2015

152 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - AMOSTRAGEM DE MATERIAL NA FORMA LÍQUIDA OU LAMA NOV/2015

153 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - AMOSTRAGEM DE MATERIAL NA FORMA DE PASTA NOV/2015

155 RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO - PREPARAÇÃO DA MISTURA PADRÃO NOV/2015

157 RESINA CAIXA QUENTE PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA TOLERÂNCIA À ÁGUA NOV/2015

158 RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEMPO DE DESMOLDAGEM PELO MÉTODO DO NOV/2015
APARELHO DE DUREZA DA MISTURA PADRÃO

159 COLA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À TRAÇÃO IMEDIATA E APÓS CÂMARA ÚMIDA DE NOV/2015
CORPOS DE PROVA COLADOS EM ESTUFA

161 RESINA FENÓLICA ALCALINA PARA FUNDIÇÃO - PREPARAÇÃO DA MISTURA PADRÃO NOV/2015

162 RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA Á TRAÇÃO DA MISTURA PADRÃO NOV/2015

163 RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA VIDA ÚTIL PELO MÉTODO DE RESISTÊNCIA À NOV/2015
TRAÇÃO DA MISTURA PADRÃO

164 RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEMPO DE CURA TOTAL ATRAVÉS DA NOV/2015
RESISTÊNCIA À TRAÇÃO DA MISTURA PADRÃO

165 RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEMPO DE DESMOLDAGEM PELO MÉTODO DA NOV/2015
RESISTÊNCIA Á TRAÇÃO DA MISTURA PADRÃO

166 COLA PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO INCHAMENTO NOV/2015

167 RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À EROSÃO DA MISTURA PADRÃO NOV/2015

170 RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO QUALITATIVA DE FLUOR NO CATALISADOR NOV/2015

171 EQUIPAMENTO PARA AREIAS DE MOLDAGEM - VERIFICAÇÃO DO DILATÔMETRO NOV/2015

172 RESINA CAIXA FRIA (COLD BOX) PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE FORMOL LIVRE NOV/2015

173 SILICATO DE SÓDIO E/OU RESINA FENÓLICA ALCALINA PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À NOV/2015
FLEXÃO DA MISTURA PADRÃO

174 SILICATO DE SÓDIO E/OU RESINA FENÓLICA ALCALINA PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À NOV/2015
COMPRESSÃO DA MISTURA PADRÃO

175 SILICATO DE SÓDIO E/OU RESINA FENÓLICA ALCALINA PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À NOV/2015
TRAÇÃO DA MISTURA PADRÃO

176 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO PONTO DE EBULIÇÃO EM LÍQUIDOS NOV/2015

177 AREIA BASE PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE ARGILA AFS PELO MÉTODO DE LAVAGEM COM NOV/2015
SIFONAMENTO AUTOMÁTICO

178 RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO ÍNDICE DE NEUTRALIZAÇÃO DO CATALISADOR NOV/2015

179 TINTA PARA FUNDIÇÃO - DETERMIMINAÇÃO DO ÍNDICE DE SEDIMENTAÇÃO DA DISPERSÃO PADRÃO NOV/2015

180 AMIDO PRÉ-GELATINIZADO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO INCHAMENTO NOV/2015

181 RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À FLEXÃO DA MISTURA PADRÃO NOV/2015

182 RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO - PREPARAÇÃO DA MISTURA PADRÃO UTILIZANDO BATEDEIRA NOV/2015
PLANETÁRIA

183 RESINA CAIXA FRIA (COLD BOX) PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DE CLORETOS HIDROLISÁVEIS EM NOV/2015
ISOCIANATOS

184 AMIDO PRÉ-GELATINIZADO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA ABSORÇÃO DE ÁGUA NOV/2015

185 RESINA CAIXA FRIA (COLD BOX) PARA FUNDIÇÃO - PREPARAÇÃO DA MISTURA PADRÃO UTILIZANDO O NOV/2015
MISTURADOR DE MÓS

186 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA COLAPSIBILIDADE EM AREIAS DE MACHARIA NOV/2015

187 TINTA PARA FUNDIÇÃO - AVALIAÇÃO DA REFRATARIEDADE NOV/2015

http://www.tecnofund.com.br/cemp/indice.htm 4/15
15/08/2018 MANUAL DE RECOMENDAÇÕES CEMP
189 RESINA CAIXA FRIA (COLD BOX) PARA FUNDIÇÃO - PREPARAÇÃO DA MISTURA PADRÃO UTILIZANDO NOV/2015
BATEDEIRA PLANETÁRIA

190 RESINA CAIXA FRIA (COLD BOX) PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA Á TRAÇÃO E VIDA DE NOV/2015
BANCA DA MISTURA PADRÃO

192 RESINA FENÓLICA PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE FENOL LIVRE NOV/2015

193 RESINA CAIXA FRIA (COLD BOX) PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À FLEXÃO DA MISTURA NOV/2015
PADRÃO

194 RESINA CAIXA FRIA (COLD BOX) PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À COMPRESSÃO DA NOV/2015
MISTURA PADRÃO

195 SILICATO DE SÓDIO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE ÓXIDO DE SÓDIO (Na2O) PELA NOV/2015
TITULAÇÃO COM ÁCIDO CLORÍDRICO (HCl) 1N

196 SILICATO DE SÓDIO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE SÍLICA (SiO2) PELA TITULAÇÃO COM NOV/2015
HIDRÓXIDO DE SÓDIO (NaOH) 1N.

197 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEOR DE ARGILA ATIVA PELO MÉTODO DA CURVA DE NOV/2015
REGRESSÃO E DA ADSORÇÃO

198 EQUIPAMENTO PARA AREIAS DE MOLDAGEM - VERIFICAÇÃO DO MISTURADOR DE LABORATÓRIO NOV/2015

199 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA GELIFICAÇÃO ABSOLUTA NOV/2015

200 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA GELIFICAÇÃO IMEDIATA NOV/2015

201 PÓ DE CARVÃO MINERAL PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA DISTRIBUIÇÃO GRANULOMÉTRICA E NOV/2015


MÓDULO DE FINURA

202 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À TRAÇÃO A VERDE DA MISTURA PADRÃO NOV/2015

203 AMIDO PRÉ-GELATINIZADO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE UMIDADE NOV/2015

204 PÓ DE CARVÃO MINERAL PARA FUNDIÇÃO - PREPARAÇÃO DE AMOSTRA PARA ENSAIOS E ANÁLISES NOV/2015

205 PÓ DE CARVÃO MINERAL PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE UMIDADE NOV/2015

206 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE UMIDADE NOV/2015

207 EQUIPAMENTO PARA AREIAS DE MOLDAGEM - VERIFICAÇÃO DE MÁQUINAS DE ENSAIOS DE RESISTÊNCIA NOV/2015

208 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE PARTÍCULAS GROSSAS NOV/2015

E-01 AREIA PADRÃO PARA ENSAIOS EM FUNDIÇÃO NOV/2015

E-02 RESINA FENÓLICA MODIFICADA COM URÉIA PARA O PROCESSO CAIXA QUENTE PARA FUNDIÇÃO NOV/2015

E-03 PÓ DE CARVÃO MINERAL PARA FUNDIÇÃO NOV/2015

E-04 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO NOV/2015

E-05 AMIDO PRÉ-GELATINADO PARA FUNDIÇÃO NOV/2015

E-06 RESINA FENÓLICA ALCALINA GASADA POR CO2 PARA FUNDIÇÃO NOV/2015

E-07 RESINA FENÓLICA E URETÂNICA CATALISADA POR AMINA PARA O PROCESSO CAIXA FRIA PARA FUNDIÇÃO NOV/2015

E-08 SILICATO DE SÓDIO PARA FUNDIÇÃO NOV/2015

E-09 RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO NOV/2015

E-10 CORPOS DE PROVA – FORMAS E TIPOS DE ENSAIOS NOV/2015

VOLTAR AO SUMÁRIO

2 – ÍNDICE POR TIPO DE MATÉRIA PRIMA / ASSUNTO

2.1 - AMIDO PRÉ-GELATINADO PARA FUNDIÇÃO

NÚMERO DENOMINAÇÃO REVISÃO

E-05 AMIDO PRÉ-GELATINADO PARA FUNDIÇÃO NOV/2015

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR


106 NOV/2015
DO VOLUME DE GASES

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR


119 NOV/2015
DA PRESSÃO DE GASES

120 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA PERDA AO FOGO NOV/2015

http://www.tecnofund.com.br/cemp/indice.htm 5/15
15/08/2018 MANUAL DE RECOMENDAÇÕES CEMP

121 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO pH NOV/2015

126 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - AMOSTRAGEM DE MATERIAL NA FORMA DE PÓ NOV/2015

143 AMIDO PRÉ-GELATINIZADO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA GELEIFICAÇÃO NOV/2015

AMIDO PRÉ-GELATINIZADO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA VARIAÇÃO DO pH DA DISPERSÃO PADRÃO


144 NOV/2015
APÓS 24 HORAS DA DISPERSÃO

180 AMIDO PRÉ-GELATINIZADO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO INCHAMENTO NOV/2015

184 AMIDO PRÉ-GELATINIZADO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA ABSORÇÃO DE ÁGUA NOV/2015

203 AMIDO PRÉ-GELATINIZADO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE UMIDADE NOV/2015

VOLTA AO SUMARIO

2.2 - AREIA BASE E AREIA PADRÃO PARA FUNDIÇÃO

NÚMERO DENOMINAÇÃO REVISÃO

E-01 AREIA PADRÃO PARA ENSAIOS EM FUNDIÇÃO NOV/2015

080 AREIA BASE PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA PERMEABILIDADE NOV/2015

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA DISTRIBUIÇÃO GRANULOMÉTRICA, MÓDULO DE FINURA E


081 NOV/2015
TEOR DE FINOS EM MATERIAIS GRANULARES

AREIA BASE PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEOR DE ARGILA AFS PELO MÉTODO DE LAVAGEM COM
082 NOV/2015
SIFONAMENTO MANUAL

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA ÁREA ESPECÍFICA REAL ATRAVÉS DO APARELHO DE


083 NOV/2015
BLAINE EM MATERIAIS GRANULARES

101 AREIA BASE PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA DEMANDA ÁCIDA NOV/2015

102 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - CÁLCULO DAS CARACTERÍSTICAS GRANULOMÉTRICAS NOV/2015

AREIA BASE PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA TEMPERATURA DE SINTERIZAÇÃO PELO MÉTODO DA


103 NOV/2015
CALCINAÇÃO EM FORNO MUFLA

104 AREIA BASE PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEOR DE SÍLICA PELO MÉTODO DA FLUORIZAÇÃO NOV/2015

105 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE UMIDADE NOV/2015

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR


106 NOV/2015
DO VOLUME DE GASES

AREIA BASE PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA TEMPERATURA DE SINTERIZAÇÃO DA MISTURA PELO


107 NOV/2015
MÉTODO DA LÂMINA DE PLATINA

AREIA BASE PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEOR DE SÍLICA PELO MÉTODO DOS ÁCIDOS
108 NOV/2015
CLORÍDRICOS E PERCLÓRICOS

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE RELATIVA DE MATERIAIS GRANULARES PELO


111 NOV/2015
MÉTODO DO PICNÔMETRO

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR


119 NOV/2015
DA PRESSÃO DE GASES

120 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA PERDA AO FOGO NOV/2015

121 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO pH NOV/2015

AREIA BASE PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE ARGILA AFS PELO MÉTODO DO LAVADOR
122 NOV/2015
CONTÍNUO DE ARGILA

125 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - AMOSTRAGEM DE MATERIAL NA FORMA GRANULAR NOV/2015

131 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO ÓXIDO DE FERRO NOV/2015

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA MASSA ESPECÍFICA PELO USO DO FRASCO VOLUMÉTRICO
137 NOV/2015
DE “LE CHATELIER” EM MATERIAIS GRANULARES

AREIA BASE PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE ARGILA AFS PELO MÉTODO DE LAVAGEM COM
177 NOV/2015
SIFONAMENTO AUTOMÁTICO

VOLTA AO SUMARIO

2.3 - BENTONITA PARA FUNDIÇÃO


http://www.tecnofund.com.br/cemp/indice.htm 6/15
15/08/2018 MANUAL DE RECOMENDAÇÕES CEMP

NÚMERO DENOMINAÇÃO REVISÃO

E-04 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO NOV/2015

057 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEOR DE CARBONATO PELO MÉTODO GASOMÉTRICO NOV/2015

058 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO INCHAMENTO NOV/2015

BENTONITA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À COMPRESSÃO A VERDE DA MISTURA


060 NOV/2015
PADRÃO

061 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA PERMEABILIDADE DA MISTURA PADRÃO NOV/2015

062 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À TRAÇÃO A ÚMIDO DA MISTURA PADRÃO NOV/2015

BENTONITA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA ADSORÇÃO DE AZUL DE METILENO PELO MÉTODO DO


063 NOV/2015
PIROFOSFATO DE SÓDIO

065 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA COMPACTABILIDADE DA MISTURA PADRÃO NOV/2015

BENTONITA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À COMPRESSÃO A SECO DA MISTURA


066 NOV/2015
PADRÃO

BENTONITA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À COMPRESSÃO A QUENTE DA MISTURA


067 NOV/2015
PADRÃO

068 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO - PREPARAÇÃO DA MISTURA PADRÃO NOV/2015

BENTONITA PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA ADSORÇÃO DE AZUL DE METILENO E DO ÍNDICE DE


078 NOV/2015
ESTABILIDADE TÉRMICA APÓS CALCINAÇÃO A 550 °C

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR


106 NOV/2015
DO VOLUME DE GASES

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE PARTÍCULAS GROSSAS EM MATERIAIS SOB


109 NOV/2015
FORMA DE PÓ

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE RELATIVA DE MATERIAIS GRANULARES PELO


111 NOV/2015
MÉTODO DO PICNÔMETRO

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO FATOR DA SOLUÇÃO DE AZUL DE METILENO POR


116 NOV/2015
TITULAÇÃO COM SOLUÇÃO DE CLORETO TITANOSO (TiCl3)

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR


119 NOV/2015
DA PRESSÃO DE GASES

120 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA PERDA AO FOGO NOV/2015

121 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO pH NOV/2015

126 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - AMOSTRAGEM DE MATERIAL NA FORMA DE PÓ NOV/2015

BENTONITA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEOR DE ARGILA ATIVA PELO MÉTODO DA CURVA DE
197 NOV/2015
REGRESSÃO E DA ADSORÇÃO

199 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA GELIFICAÇÃO ABSOLUTA NOV/2015

200 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA GELIFICAÇÃO IMEDIATA NOV/2015

202 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À TRAÇÃO A VERDE DA MISTURA PADRÃO NOV/2015

206 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE UMIDADE NOV/2015

208 BENTONITA PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE PARTÍCULAS GROSSAS NOV/2015

VOLTA AO SUMARIO

2.4 - COLA PARA FUNDIÇÃO

NÚMERO DENOMINAÇÃO REVISÃO

004 COLA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEMPO DE ESCOAMENTO NOV/2015

COLA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À TRAÇÃO IMEDIATA DE CORPOS DE PROVA


008 NOV/2015
COLADOS AO AR

COLA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À TRAÇÃO APÓS CÂMARA ÚMIDA DE CORPOS DE
009 NOV/2015
PROVA COLADOS AO AR

010 COLA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEMPO DE FORMAÇÃO DE PELÍCULA NOV/2015

071 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE SÓLIDOS EM TINTAS E COLAS NOV/2015

http://www.tecnofund.com.br/cemp/indice.htm 7/15
15/08/2018 MANUAL DE RECOMENDAÇÕES CEMP

079 COLA PARA FUNDIÇÃO - PREPARAÇÃO DA DISPERSÃO PADRÃO PARA O ENSAIO DE COLA EM PÓ NOV/2015

105 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE UMIDADE NOV/2015

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR


106 NOV/2015
DO VOLUME DE GASES

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR


119 NOV/2015
DA PRESSÃO DE GASES

120 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA PERDA AO FOGO NOV/2015

121 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO pH NOV/2015

152 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - AMOSTRAGEM DE MATERIAL NA FORMA LÍQUIDA OU LAMA NOV/2015

153 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - AMOSTRAGEM DE MATERIAL NA FORMA DE PASTA NOV/2015

COLA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À TRAÇÃO IMEDIATA E APÓS CÂMARA ÚMIDA DE
159 NOV/2015
CORPOS DE PROVA COLADOS EM ESTUFA

166 COLA PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO INCHAMENTO NOV/2015

VOLTA AO SUMARIO

2.5 - EQUIPAMENTOS E CORPOS DE PROVA PARA FUNDIÇÃO

NÚMERO DENOMINAÇÃO REVISÃO

E-10 CORPOS DE PROVA – FORMAS E TIPOS DE ENSAIOS NOV/2015

134 EQUIPAMENTO PARA AREIAS DE MOLDAGEM - VERIFICAÇÃO DO MARTELETE NOV/2015

140 EQUIPAMENTO PARA AREIAS DE MOLDAGEM - VERIFICAÇÃO DO PERMEÂMETRO NOV/2015

151 EQUIPAMENTO PARA AREIAS DE MOLDAGEM - DISPOSITIVOS PARA AMOSTRAGEM NOV/2015

171 EQUIPAMENTO PARA AREIAS DE MOLDAGEM - VERIFICAÇÃO DO DILATÔMETRO NOV/2015

198 EQUIPAMENTO PARA AREIAS DE MOLDAGEM - VERIFICAÇÃO DO MISTURADOR DE LABORATÓRIO NOV/2015

207 EQUIPAMENTO PARA AREIAS DE MOLDAGEM - VERIFICAÇÃO DE MÁQUINAS DE ENSAIOS DE RESISTÊNCIA NOV/2015

VOLTA AO SUMARIO

2.6 - PÓ DE CARVÃO MINERAL PARA FUNDIÇÃO

NÚMERO DENOMINAÇÃO REVISÃO

E-03 PÓ DE CARVÃO MINERAL PARA FUNDIÇÃO NOV/2015

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR


106 NOV/2015
DO VOLUME DE GASES

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE PARTÍCULAS GROSSAS EM MATERIAIS SOB


109 NOV/2015
FORMA DE PÓ

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE RELATIVA DE MATERIAIS GRANULARES PELO


111 NOV/2015
MÉTODO DO PICNÔMETRO

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR


119 NOV/2015
DA PRESSÃO DE GASES

120 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA PERDA AO FOGO NOV/2015

121 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO pH NOV/2015

126 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - AMOSTRAGEM DE MATERIAL NA FORMA DE PÓ NOV/2015

PÓ DE CARVÃO MINERAL PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE ENXOFRE TOTAL PELO PROCESSO
135 NOV/2015
DE ESCHKA (GRAVIMETRIA)

PÓ DE CARVÃO MINERAL PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE ENXOFRE TOTAL PELO PROCESSO
136 NOV/2015
DE COMBUSTÃO (Hidróxido de Sódio)

138 PÓ DE CARVÃO MINERAL PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE CINZAS NOV/2015

141 PÓ DE CARVÃO MINERAL PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE MATERIAIS VOLÁTEIS NOV/2015

http://www.tecnofund.com.br/cemp/indice.htm 8/15
15/08/2018 MANUAL DE RECOMENDAÇÕES CEMP
142 PÓ DE CARVÃO MINERAL PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO CARBONO VÍTREO NOV/2015

145 PÓ DE CARVÃO MINERAL PARA FUNDIÇÃO - CÁLCULO DO TEOR DE CARBONO FIXO NOV/2015

PÓ DE CARVÃO MINERAL PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA DISTRIBUIÇÃO GRANULOMÉTRICA E


201 NOV/2015
MÓDULO DE FINURA

204 PÓ DE CARVÃO MINERAL PARA FUNDIÇÃO - PREPARAÇÃO DE AMOSTRA PARA ENSAIOS E ANÁLISES NOV/2015

205 PÓ DE CARVÃO MINERAL PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE UMIDADE NOV/2015

VOLTA AO SUMARIO

2.7 - RESINA CAIXA FRIA (COLD BOX) PARA FUNDIÇÃO

NÚMERO DENOMINAÇÃO REVISÃO

E-07 RESINA FENÓLICA E URETÂNICA CATALISADA POR AMINA PARA O PROCESSO CAIXA FRIA PARA FUNDIÇÃO NOV/2015

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEMPO DE ESCOAMENTO DE LÍQUIDOS PELO USO DO


073 NOV/2015
COPO FORD

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE RELATIVA DE LÍQUIDOS PELO MÉTODO DO


077 NOV/2015
PICNÔMETRO

099 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE SÓLIDOS EM RESINAS NOV/2015

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR


106 NOV/2015
DO VOLUME DE GASES

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE RELATIVA EM LÍQUIDOS PELO MÉTODO DO


115 NOV/2015
DENSÍMETRO DE IMERSÃO

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR


119 NOV/2015
DA PRESSÃO DE GASES

120 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA PERDA AO FOGO NOV/2015

121 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO pH NOV/2015

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO ISOCIANATO COMO NCO OU AMINA EQUIVALENTE NAS
148 NOV/2015
RESINAS CURA A FRIO E CAIXA FRIA

150 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA VISCOSIDADE DINÂMICA (BROOKFIELD) EM LÍQUIDOS NOV/2015

152 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - AMOSTRAGEM DE MATERIAL NA FORMA LÍQUIDA OU LAMA NOV/2015

172 RESINA CAIXA FRIA (COLD BOX) PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE FORMOL LIVRE NOV/2015

176 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO PONTO DE EBULIÇÃO EM LÍQUIDOS NOV/2015

RESINA CAIXA FRIA (COLD BOX) PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DE CLORETOS HIDROLISÁVEIS EM
183 NOV/2015
ISOCIANATOS

RESINA CAIXA FRIA (COLD BOX) PARA FUNDIÇÃO - PREPARAÇÃO DA MISTURA PADRÃO UTILIZANDO O
185 NOV/2015
MISTURADOR DE MÓS

186 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA COLAPSIBILIDADE EM AREIAS DE MACHARIA NOV/2015

RESINA CAIXA FRIA (COLD BOX) PARA FUNDIÇÃO - PREPARAÇÃO DA MISTURA PADRÃO UTILIZANDO
189 NOV/2015
BATEDEIRA PLANETÁRIA

RESINA CAIXA FRIA (COLD BOX) PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA Á TRAÇÃO E VIDA DE
190 NOV/2015
BANCA DA MISTURA PADRÃO

RESINA CAIXA FRIA (COLD BOX) PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À FLEXÃO DA MISTURA
193 NOV/2015
PADRÃO

RESINA CAIXA FRIA (COLD BOX) PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À COMPRESSÃO DA
194 NOV/2015
MISTURA PADRÃO

VOLTA AO SUMARIO

2.8 - RESINA CAIXA QUENTE (HOT BOX) PARA FUNDIÇÃO

NÚMERO DENOMINAÇÃO REVISÃO

E-02 RESINA FENÓLICA MODIFICADA COM URÉIA PARA O PROCESSO CAIXA QUENTE PARA FUNDIÇÃO NOV/2015

http://www.tecnofund.com.br/cemp/indice.htm 9/15
15/08/2018 MANUAL DE RECOMENDAÇÕES CEMP
016 RESINA CAIXA QUENTE PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA A TRAÇÃO A QUENTE DA NOV/2015
MISTURA PADRÃO

RESINA CAIXA QUENTE PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À TRAÇÃO A FRIO DA MISTURA
017 NOV/2015
PADRÃO

RESINA CAIXA QUENTE PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À TRAÇÃO APÓS CÂMARA
018 NOV/2015
ÚMIDA E ESTUFA

RESINA CAIXA QUENTE PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEMPO DE VIDA ÚTIL PELO MÉTODO DA
021 NOV/2015
MOLDABILIDADE DA MISTURA PADRÃO

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEMPO DE ESCOAMENTO DE LÍQUIDOS PELO USO DO


073 NOV/2015
COPO FORD

076 RESINA CAIXA QUENTE PARA FUNDIÇÃO - PREPARAÇÃO DA MISTURA PADRÃO NOV/2015

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE RELATIVA DE LÍQUIDOS PELO MÉTODO DO


077 NOV/2015
PICNÔMETRO

099 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE SÓLIDOS EM RESINAS NOV/2015

RESINA CAIXA QUENTE PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE NITRATO DE AMÔNIA NO


100 NOV/2015
CATALISADOR

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR


106 NOV/2015
DO VOLUME DE GASES

RESINA CAIXA QUENTE PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE CLORETO DE AMÔNIA NO


114 NOV/2015
CATALISADOR

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE RELATIVA EM LÍQUIDOS PELO MÉTODO DO


115 NOV/2015
DENSÍMETRO DE IMERSÃO

RESINA CAIXA QUENTE PARA FUNDIÇÃO - CÁLCULO DO TEOR DE ÚREIA A PARTIR DOS TEORES DE
117 NOV/2015
NITROGÊNIO TOTAL E CLORETO OU NITRATO DE AMÔNIA

RESINA CAIXA QUENTE PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À TRAÇÃO A QUENTE 20 s APÓS
118 NOV/2015
A EXTRAÇÃO DO CORPO DE PROVA DA MISTURA PADRÃO

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR


119 NOV/2015
DA PRESSÃO DE GASES

120 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA PERDA AO FOGO NOV/2015

121 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO pH NOV/2015

150 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA VISCOSIDADE DINÂMICA (BROOKFIELD) EM LÍQUIDOS NOV/2015

152 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - AMOSTRAGEM DE MATERIAL NA FORMA LÍQUIDA OU LAMA NOV/2015

157 RESINA CAIXA QUENTE PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA TOLERÂNCIA À ÁGUA NOV/2015

176 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO PONTO DE EBULIÇÃO EM LÍQUIDOS NOV/2015

186 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA COLAPSIBILIDADE EM AREIAS DE MACHARIA NOV/2015

VOLTA AO SUMARIO

2.9 - RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO

NÚMERO DENOMINAÇÃO REVISÃO

E-09 RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO NOV/2015

RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA VIDA ÚTIL PELO MÉTODO DA
036 NOV/2015
COMPACTABILIDADE DA MISTURA PADRÃO

RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEOR DE ÁCIDO SULFÚRICO LIVRE NO
051 NOV/2015
CATALISADOR

RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEOR DE ÁCIDO FOSFÓRICO NO CATALISADOR
053 NOV/2015
PELO MÉTODO DE TITULAÇÃO

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEMPO DE ESCOAMENTO DE LÍQUIDOS PELO USO DO


073 NOV/2015
COPO FORD

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE RELATIVA DE LÍQUIDOS PELO MÉTODO DO


077 NOV/2015
PICNÔMETRO

099 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE SÓLIDOS EM RESINAS NOV/2015

http://www.tecnofund.com.br/cemp/indice.htm 10/15
15/08/2018 MANUAL DE RECOMENDAÇÕES CEMP
106 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR NOV/2015
DO VOLUME DE GASES

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE RELATIVA EM LÍQUIDOS PELO MÉTODO DO


115 NOV/2015
DENSÍMETRO DE IMERSÃO

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR


119 NOV/2015
DA PRESSÃO DE GASES

120 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA PERDA AO FOGO NOV/2015

121 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO pH NOV/2015

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO ISOCIANATO COMO NCO OU AMINA EQUIVALENTE NAS
148 NOV/2015
RESINAS CURA A FRIO E CAIXA FRIA

149 RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO GEL TIME DA RESINA E DO CATALISADOR NOV/2015

150 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA VISCOSIDADE DINÂMICA (BROOKFIELD) EM LÍQUIDOS NOV/2015

152 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - AMOSTRAGEM DE MATERIAL NA FORMA LÍQUIDA OU LAMA NOV/2015

155 RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO - PREPARAÇÃO DA MISTURA PADRÃO NOV/2015

RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEMPO DE DESMOLDAGEM PELO MÉTODO DO
158 NOV/2015
APARELHO DE DUREZA DA MISTURA PADRÃO

162 RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA Á TRAÇÃO DA MISTURA PADRÃO NOV/2015

RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA VIDA ÚTIL PELO MÉTODO DE RESISTÊNCIA À
163 NOV/2015
TRAÇÃO DA MISTURA PADRÃO

RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEMPO DE CURA TOTAL ATRAVÉS DA
164 NOV/2015
RESISTÊNCIA À TRAÇÃO DA MISTURA PADRÃO

RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEMPO DE DESMOLDAGEM PELO MÉTODO DA
165 NOV/2015
RESISTÊNCIA Á TRAÇÃO DA MISTURA PADRÃO

167 RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À EROSÃO DA MISTURA PADRÃO NOV/2015

170 RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO QUALITATIVA DE FLUOR NO CATALISADOR NOV/2015

176 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO PONTO DE EBULIÇÃO EM LÍQUIDOS NOV/2015

178 RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO ÍNDICE DE NEUTRALIZAÇÃO DO CATALISADOR NOV/2015

181 RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À FLEXÃO DA MISTURA PADRÃO NOV/2015

RESINA CURA A FRIO PARA FUNDIÇÃO - PREPARAÇÃO DA MISTURA PADRÃO UTILIZANDO BATEDEIRA
182 NOV/2015
PLANETÁRIA

186 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA COLAPSIBILIDADE EM AREIAS DE MACHARIA NOV/2015

VOLTA AO SUMARIO

2.10 - RESINA FENÓLICA PARA O PROCESSO DE AREIA COBERTA PARAFUNDIÇÃO

NÚMERO DENOMINAÇÃO REVISÃO

RESINA FENÓLICA PARA O PROCESSO DE AREIA COBERTA PARA FUNDIÇÃO - PREPARAÇÃO DA MISTURA
023 NOV/2015
PADRÃO COM RESINA LÍQUIDA OU EM ESCAMA

RESINA FENÓLICA PARA O PROCESSO DE AREIA COBERTA PARA FUNDIÇÃO - PREPARAÇÃO DA MISTURA
024 NOV/2015
PADRÃO COM RESINA EM PÓ

RESINA FENÓLICA PARA O PROCESSO DE AREIA COBERTA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA


027 NOV/2015
RESISTÊNCIA À TRAÇÃO A QUENTE DA MISTURA PADRÃO

RESINA FENÓLICA PARA O PROCESSO DE AREIA COBERTA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA


028 NOV/2015
RESISTÊNCIA À TRAÇÃO A FRIO DA MISTURA PADRÃO

RESINA FENÓLICA PARA O PROCESSO DE AREIA COBERTA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA


029 NOV/2015
RESISTÊNCIA À FLEXÃO A FRIO DA MISTURA PADRÃO

041 RESINA FENÓLICA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEOR DE FORMOL LIVRE NOV/2015

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEMPO DE ESCOAMENTO DE LÍQUIDOS PELO USO DO


073 NOV/2015
COPO FORD

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE RELATIVA DE LÍQUIDOS PELO MÉTODO DO


077 NOV/2015
PICNÔMETRO

http://www.tecnofund.com.br/cemp/indice.htm 11/15
15/08/2018 MANUAL DE RECOMENDAÇÕES CEMP

099 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE SÓLIDOS EM RESINAS NOV/2015

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR


106 NOV/2015
DO VOLUME DE GASES

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE RELATIVA EM LÍQUIDOS PELO MÉTODO DO


115 NOV/2015
DENSÍMETRO DE IMERSÃO

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR


119 NOV/2015
DA PRESSÃO DE GASES

120 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA PERDA AO FOGO NOV/2015

121 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO pH NOV/2015

RESINA FENÓLICA PARA O PROCESSO DE AREIA COBERTA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA


128 NOV/2015
PERMEABILIDADE DO MACHO DE MISTURA PADRÃO

150 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA VISCOSIDADE DINÂMICA (BROOKFIELD) EM LÍQUIDOS NOV/2015

152 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - AMOSTRAGEM DE MATERIAL NA FORMA LÍQUIDA OU LAMA NOV/2015

176 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO PONTO DE EBULIÇÃO EM LÍQUIDOS NOV/2015

186 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA COLAPSIBILIDADE EM AREIAS DE MACHARIA NOV/2015

VOLTA AO SUMARIO

2.11 - SILICATO DE SÓDIO E OU RESINA FENÓLICA ALCALINA PARA FUNDIÇÃO

NÚMERO DENOMINAÇÃO REVISÃO

E-08 SILICATO DE SÓDIO PARA FUNDIÇÃO NOV/2015

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEMPO DE ESCOAMENTO DE LÍQUIDOS PELO USO DO


073 NOV/2015
COPO FORD

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE RELATIVA DE LÍQUIDOS PELO MÉTODO DO


077 NOV/2015
PICNÔMETRO

085 SILICATO DE SÓDIO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE SÍLICA NOV/2015

086 SILICATO DE SÓDIO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO ÓXIDO DE SÓDIO (Na2O) NOV/2015

087 SILICATO DE SÓDIO PARA FUNDIÇÃO - PREPARAÇÃO DA MISTURA PADRÃO NOV/2015

SILICATO DE SÓDIO PARA FUNDIÇÃO - CÁLCULO DO TEMPO NOMINAL DE GASAGEM EM CORPO DE PROVA
088 NOV/2015
CONFECCIONADO COM A MISTURA PADRÃO

099 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE SÓLIDOS EM RESINAS NOV/2015

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR


106 NOV/2015
DO VOLUME DE GASES

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE RELATIVA EM LÍQUIDOS PELO MÉTODO DO


115 NOV/2015
DENSÍMETRO DE IMERSÃO

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR


119 NOV/2015
DA PRESSÃO DE GASES

120 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA PERDA AO FOGO NOV/2015

121 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO pH NOV/2015

150 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA VISCOSIDADE DINÂMICA (BROOKFIELD) EM LÍQUIDOS NOV/2015

152 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - AMOSTRAGEM DE MATERIAL NA FORMA LÍQUIDA OU LAMA NOV/2015

SILICATO DE SÓDIO E/OU RESINA FENÓLICA ALCALINA PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À
173 NOV/2015
FLEXÃO DA MISTURA PADRÃO

SILICATO DE SÓDIO E/OU RESINA FENÓLICA ALCALINA PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À
174 NOV/2015
COMPRESSÃO DA MISTURA PADRÃO

SILICATO DE SÓDIO E/OU RESINA FENÓLICA ALCALINA PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA
175 NOV/2015
À TRAÇÃO DA MISTURA PADRÃO

176 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO PONTO DE EBULIÇÃO EM LÍQUIDOS NOV/2015

186 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA COLAPSIBILIDADE EM AREIAS DE MACHARIA NOV/2015

195 SILICATO DE SÓDIO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE ÓXIDO DE SÓDIO (Na2O) PELA NOV/2015

http://www.tecnofund.com.br/cemp/indice.htm 12/15
15/08/2018 MANUAL DE RECOMENDAÇÕES CEMP
TITULAÇÃO COM ÁCIDO CLORÍDRICO (HCl) 1N

SILICATO DE SÓDIO PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE SÍLICA (SiO2) PELA TITULAÇÃO COM
196 NOV/2015
HIDRÓXIDO DE SÓDIO (NaOH) 1N

VOLTA AO SUMARIO

2.12 - RESINAS DIVERSAS PARA FUNDIÇÃO

NÚMERO DENOMINAÇÃO REVISÃO

E-02 RESINA FENÓLICA MODIFICADA COM URÉIA PARA O PROCESSO CAIXA QUENTE PARA FUNDIÇÃO NOV/2015

E-06 RESINA FENÓLICA ALCALINA GASADA POR CO2 PARA FUNDIÇÃO NOV/2015

E-07 RESINA FENÓLICA E URETÂNICA CATALISADA POR AMINA PARA O PROCESSO CAIXA FRIA PARA FUNDIÇÃO NOV/2015

041 RESINA FENÓLICA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DO TEOR DE FORMOL LIVRE NOV/2015

048 RESINA FENÓLICA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DE NITROGÊNIO TOTAL DA RESINA E DO CATALISADOR NOV/2015

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEMPO DE ESCOAMENTO DE LÍQUIDOS PELO USO DO


073 NOV/2015
COPO FORD

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE RELATIVA DE LÍQUIDOS PELO MÉTODO DO


077 NOV/2015
PICNÔMETRO

099 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE SÓLIDOS EM RESINAS NOV/2015

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR


106 NOV/2015
DO VOLUME DE GASES

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE RELATIVA EM LÍQUIDOS PELO MÉTODO DO


115 NOV/2015
DENSÍMETRO DE IMERSÃO

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR


119 NOV/2015
DA PRESSÃO DE GASES

120 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA PERDA AO FOGO NOV/2015

121 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO pH NOV/2015

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO ISOCIANATO COMO NCO OU AMINA EQUIVALENTE NAS
148 NOV/2015
RESINAS CURA A FRIO E CAIXA FRIA

150 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA VISCOSIDADE DINÂMICA (BROOKFIELD) EM LÍQUIDOS NOV/2015

152 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - AMOSTRAGEM DE MATERIAL NA FORMA LÍQUIDA OU LAMA NOV/2015

161 RESINA FENÓLICA ALCALINA PARA FUNDIÇÃO - PREPARAÇÃO DA MISTURA PADRÃO NOV/2015

176 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO PONTO DE EBULIÇÃO EM LÍQUIDOS NOV/2015

186 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA COLAPSIBILIDADE EM AREIAS DE MACHARIA NOV/2015

192 RESINA FENÓLICA PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE FENOL LIVRE NOV/2015

VOLTA AO SUMARIO

2.13 - OXIDO DE FERRO PARA FUNDIÇÃO

NÚMERO DENOMINAÇÃO REVISÃO

105 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE UMIDADE NOV/2015

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE PARTÍCULAS GROSSAS EM MATERIAIS SOB


109 NOV/2015
FORMA DE PÓ

121 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO pH NOV/2015

131 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO ÓXIDO DE FERRO NOV/2015

VOLTA AO SUMARIO

2.14 - TINTA PARA FUNDIÇÃO

http://www.tecnofund.com.br/cemp/indice.htm 13/15
15/08/2018 MANUAL DE RECOMENDAÇÕES CEMP

NÚMERO DENOMINAÇÃO REVISÃO

TINTA PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA ABSORÇÃO DE UMIDADE NOS SÓLIDOS APÓS PERMANÊNCIA
055 NOV/2015
EM CÂMARA ÚMIDA POR 24 HORAS

TINTA PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA ESPESSURA DE CAMADA APLICADA PELO PROCESSO DE


069 NOV/2015
IMERSÃO

070 TINTA PARA FUNDIÇÃO - PREPARAÇÃO DA DILUIÇÃO PADRÃO NOV/2015

071 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE SÓLIDOS EM TINTAS E COLAS NOV/2015

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEMPO DE ESCOAMENTO DE LÍQUIDOS PELO USO DO


073 NOV/2015
COPO FORD

105 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE UMIDADE NOV/2015

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR


106 NOV/2015
DO VOLUME DE GASES

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE RELATIVA EM LÍQUIDOS PELO MÉTODO DO


115 NOV/2015
DENSÍMETRO DE IMERSÃO

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR


119 NOV/2015
DA PRESSÃO DE GASES

120 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA PERDA AO FOGO NOV/2015

121 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO pH NOV/2015

123 TINTA PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA ADSORÇÃO DE AZUL DE METILENO NOV/2015

TINTA PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DE CARBONO PELO MÉTODO GASOMÉTRICO POR COMBUSTÃO
124 NOV/2015
DIRETA

126 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - AMOSTRAGEM DE MATERIAL NA FORMA DE PÓ NOV/2015

152 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - AMOSTRAGEM DE MATERIAL NA FORMA LÍQUIDA OU LAMA NOV/2015

153 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - AMOSTRAGEM DE MATERIAL NA FORMA DE PASTA NOV/2015

176 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO PONTO DE EBULIÇÃO EM LÍQUIDOS NOV/2015

179 TINTA PARA FUNDIÇÃO - DETERMIMINAÇÃO DO ÍNDICE DE SEDIMENTAÇÃO DA DISPERSÃO PADRÃO NOV/2015

187 TINTA PARA FUNDIÇÃO - AVALIAÇÃO DA REFRATARIEDADE NOV/2015

VOLTA AO SUMARIO

2.15 - GERAIS

NÚMERO DENOMINAÇÃO REVISÃO

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEMPO DE ESCOAMENTO DE LÍQUIDOS PELO USO DO


073 NOV/2015
COPO FORD

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE RELATIVA DE LÍQUIDOS PELO MÉTODO DO


077 NOV/2015
PICNÔMETRO

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA DISTRIBUIÇÃO GRANULOMÉTRICA, MÓDULO DE FINURA E


081 NOV/2015
TEOR DE FINOS EM MATERIAIS GRANULARES

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA ÁREA ESPECÍFICA REAL ATRAVÉS DO APARELHO DE


083 NOV/2015
BLAINE EM MATERIAIS GRANULARES

102 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - CÁLCULO DAS CARACTERÍSTICAS GRANULOMÉTRICAS NOV/2015

105 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE UMIDADE NOV/2015

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR


106 NOV/2015
DO VOLUME DE GASES

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE PARTÍCULAS GROSSAS EM MATERIAIS SOB


109 NOV/2015
FORMA DE PÓ

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE RELATIVA DE MATERIAIS GRANULARES PELO


111 NOV/2015
MÉTODO DO PICNÔMETRO

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE RELATIVA EM LÍQUIDOS PELO MÉTODO DO


115 NOV/2015
DENSÍMETRO DE IMERSÃO

116 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO FATOR DA SOLUÇÃO DE AZUL DE METILENO POR NOV/2015

http://www.tecnofund.com.br/cemp/indice.htm 14/15
15/08/2018 MANUAL DE RECOMENDAÇÕES CEMP
TITULAÇÃO COM SOLUÇÃO DE CLORETO TITANOSO (TiCl3)

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA EVOLUÇÃO DE GASES PELO APARELHO DETERMINADOR


119 NOV/2015
DA PRESSÃO DE GASES

120 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA PERDA AO FOGO NOV/2015

121 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO pH NOV/2015

125 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - AMOSTRAGEM DE MATERIAL NA FORMA GRANULAR NOV/2015

126 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - AMOSTRAGEM DE MATERIAL NA FORMA DE PÓ NOV/2015

131 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO ÓXIDO DE FERRO NOV/2015

MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA MASSA ESPECÍFICA PELO USO DO FRASCO VOLUMÉTRICO
137 NOV/2015
DE “LE CHATELIER” EM MATERIAIS GRANULARES

150 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO – DETERMINAÇÃO DA VISCOSIDADE DINÂMICA (BROOKFIELD) EM LÍQUIDOS NOV/2015

152 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - AMOSTRAGEM DE MATERIAL NA FORMA LÍQUIDA OU LAMA NOV/2015

153 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - AMOSTRAGEM DE MATERIAL NA FORMA DE PASTA NOV/2015

176 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DO PONTO DE EBULIÇÃO EM LÍQUIDOS NOV/2015

186 MATERIAIS PARA FUNDIÇÃO - DETERMINAÇÃO DA COLAPSIBILIDADE EM AREIAS DE MACHARIA NOV/2015

VOLTA AO SUMARIO

http://www.tecnofund.com.br/cemp/indice.htm 15/15