Você está na página 1de 5

Educação e Conflitos sociais

Trabalho - Uma forma de fazer ciência, através da classe trabalhadora.

Educação como esfera autônoma.

O trabalho é a matriz, do que seria a estruturaçõ da sociedade do capital.

Ficar só nas políticas públicas do Estado, nos perdemos e não conseguimos enxergar os nexos
conceituais.

Tendencias históricas e desdobramentos -

Brasil- país de capitalismo dependente

Demandas do capital- o que é essa sociedade?

A questão histórica é preciso ser analizada. A classe trabalhadora deve defender o sistema público.

1970- crise no mundo- reconfiguração do capital

No Brasil- a consolidação das univesidades, ampliação do estudo básico. Demanda do trabalhador


qualificado.

O contexto muda de 1976 para 2017.

No mundo- desindustrialização - isso muda o sentido do "para que serve a educação.

Família

Estado- aspecto subjetivo- precisamos analisar as estruturas.

Monocultura para exportação

2008- processo mais acirrado de desindustrialização - O Brasil fica na periferia

Velho Novo modelo e econômico

Ferramental teórico - como o capital influência o processo de educação.

Relação social do capital com a educação.

Contexto histórico e economia

Que tipo de trabalhador o capital singe hoje em dia.

Tecnologia para poupar trabalho- novo trabalhador

Não necessariamente com critérios próprios


Não significa modernização ou progresso. Modelo de industrialização arcaico.

Plataforma de exportação de comodites - exportação - contra reforma da educação - novos nichos


educacionais - movimento secundarista

o processo é contraditório - trabalhador especializado, porém nem tanto.

Educação - enquanto reprodutor do sistema.

Tentativa de ruptura, através dos Mov. sociais.

Cidadania critica

Ideologias do progresso- tecnologia - de forma neutra -

Fundações empresariais - bancos e setor de serviço - capital se reproduz no setor de serviço - palatavel
para o capital

Restruturação escolar- enxugamento das escolas- lucrar na aula de gestão

Privatização da gestão - movimento estudantil

O capital como forma de relação social - precisa controlar a sociedade cada vez mais -
desendustrialização

Instabilidade de falta de empregos - convulsão social

O que é educação - ferramenta -

Trabalho= Educação

Povos caçadores coletores- transformação da natureza

Processo identitário - não existe separação nesse processo

Os guarani Kaiowá - educação - fazer - trabalho

Para entender a sociedade do capital - precisamos do trabalho

Relação entre trabalho e educação - ligação intíma - não existe separação nesse processo de educação
com o trabalho

Mediação - identidade inicial - separação total - a categoria ontologica do ser social -

Sociedade de classes

mata-me depressa

Trabalho fundante do ser humano


Mercado de trabalho

cidadania critica

emancipação humana

Habilidades e conhecimento dos seres humanos

Sujeito - previa ideação - projetar uma ideia

Caçador coletor -

Relação sujeito/objeto- existe uma ligação - instrumento - transformação da natureza

Reflexão - avaliação das minhas escolhas

aprender - gerar novas habilidades e novos conhecimentos

Complexificando -

Novos instrumentos - habilidades - necessidades de fome

Viviam em um mundo de abundancia - havia um equilibrio

Esse processo de educação começa a ser uma esfera separada do mundo do trabalho - instituições,
sistematização... processo de desenvolvimento milenar

A humanidade vai humanizando e construindo sua consciência - processo de construção da consciência a


partir desse recuo das barreiras naturais

Assim, surge novas necessidades - novas possibilidades

Novas formas, que podem aumentar assim, a população

O processo que transforma os seres humanos -

Educação - sistematização dos processos, a partir de uma certa separação. A educação tem uma
autonomia relativa. A educação é determinada pelos processos sociais e como se dá esse processo de
trabalho.

A educação não existe como esfera separada, porque ela possui uma vinculação.

Não posso estudar a educação por ela mesma. Estado, familia, escola não são os únicos que fazem parte
desse processo da educação.

Aparecimento das sociedades de classe - divisão social do trabalho - divisão sexual do trabalho -
aumentar a divisão social do trabalho.

Divisão entre trabalho manual e intelectual


Capital

Educação

Estado

Legislação

Teorias pedagógicas

Pedagogia tecnicista - escola nova e as teorias pedagógicas construtivistas - teorias neoconstrutivistas

1970 - grande mudança - reestruturação - crise estrutural do capital

Dimensões como valores, ideologias e crises ambientais...

Corte neoliberal - FMI, Banco Mundial, BID - financiar e impulsionar politicas publ de corte
neoliberais.

Unidade III - Crise estrutural da Crise

Sistema precisa controlar a educação através dessas instituições

Banco mundial - Trajetória nunca teve uma ruptura. Analise leis de diretrizes e bases

Emaranhados de legislação - contradições

LDB- dita implementação democrática - 1996 - dentro da agenda neoliberal

Disputa - luta de classe - parece progresso, mas trazem retrocessos.

A luta de classes - que imprime o caráter contraditório - processo histórico é fundamental para
entender as categorias.

O modelo economico, tem permanências e também descontinuidades.

Tecnologia- virtualização da educação e vocacionalização

Novas tecnologias da informação- facilitar a vida do capital

Plataformas digitais - expropriação do conhecimento do trabalhador -

Sociabilidade -

Tendencias históricas

Mudanças através da consciência humana- diagnosticar para poder se posicionar

Implicações nas relações sociais que o capital nos apresenta - leis/ PECs
Noticia - sobre legislação - educação- FMI/BM/BID

Paulo Lemman - INBEV - Plataformas de educação - setor serviço, financeiro, agronegócio, agua e setor
educacional.

capital -Trabalho- educação - autonomia relativa

relação social - sociabilidade que implica no controle/hierarquia

Determinação da educação- por interesses ditados pelo capital

Educação para a emancipação humana -

Seminário e artigo final