Você está na página 1de 10

DOSSIÊ DO PROFESSOR PALAVRAS 12

PLANOS DE AULA

SEQUÊNCIA 4 Contos PLANO 44 Textos e contextos


ANO LETIVO DATA AULA N.º TEMPO OBJETIVOS POR DOMÍNIOS DESCRITORES DE DESEMPENHO A TREINAR

3 (150 min) Oralidade Oralidade


4. Participar oportuna e 4.1. Debater e justificar pontos de vista e opiniões.
RECURSOS
construtivamente em 4.2. Considerar pontos de vista contrários e reformular posições.
• Manual: pp. 160-162 situações de interação oral. 6.1. Produzir os seguintes géneros de texto: texto de opinião e
• Caderno de Atividades: p. 9 6. Produzir textos orais de diálogo argumentativo.
• Ficha de diagnóstico: Dossiê do professor, p. 113 diferentes géneros e com 6.2. Respeitar as marcas de género do texto a produzir.
• Powerpoint: O conto diferentes finalidades. 6.3. Respeitar as seguintes extensões temporais: texto de opinião
• Teste de avaliação da oralidade: Dossiê do Professor, – 4 a 6 minutos; diálogo argumentativo – 8 a 12 minutos.
p. 223 6.4. Participar ativamente num debate (duração média de 30 a 40
• Textos complementares: Dossiê do Professor, p. 284 minutos), sujeito a tema e de acordo com as orientações do
• Glossário professor.
Leitura Leitura
TEXTOS LITERÁRIOS 7. Ler e interpretar textos de 7.1. Identificar tema e subtemas, justificando.
diferentes géneros e graus de 7.2. Explicitar a estrutura interna do texto, justificando.
complexidade. 7.3. Fazer inferências, fundamentando.
7.4. Identificar universos de referência ativados pelo texto.
7.5. Explicitar o sentido global do texto, fundamentando.
7.6. Relacionar aspetos paratextuais com o conteúdo do texto.
OUTROS TEXTOS
8. Utilizar procedimentos 8.1. Selecionar criteriosamente informação relevante.
David Mourão-Ferreira, “Para uma teoria dos géneros adequados ao registo e ao 8.2. Elaborar tópicos que sistematizem as ideias-chave do texto,
literários” tratamento da informação. organizando-os sequencialmente.
9. Ler para apreciar 9.1. Exprimir pontos de vista suscitados por leituras diversas,
criticamente textos variados. fundamentando.
SUMÁRIO

• Leitura de textos de diferentes géneros e graus de


complexidade.
• Registo e tratamento de informação.
• Leitura e apreciação de textos variados.
• A narrativa breve.
• Características do conto.
• O debate.

DESENVOLVIMENTO DA AULA

• Síntese da sequência didática anterior e registo do


sumário.
• Leitura dos textos inseridos na rubrica “Textos e
contextos”.
• Discussão e resolução dos questionários interpretativos.
• Registo de informação: o conto.
• Expressão oral: o debate.
• Síntese da aula.

AVALIAÇÃO

• Da oralidade e da leitura.

PROFESSOR

SEQUÊNCIA 4 Contos PLANO 45

ANO LETIVO DATA AULA N.º TEMPO OBJETIVOS POR DOMÍNIOS DESCRITORES DE DESEMPENHO A TREINAR

1
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR PALAVRAS 12
PLANOS DE AULA

3 (150 min) Oralidade Oralidade


4. Participar oportuna e 4.1. Debater e justificar pontos de vista e opiniões.
RECURSOS
construtivamente em 4.2. Considerar pontos de vista contrários e reformular posições.
• Manual: pp. 163-165 situações de interação oral. 6.1. Produzir os seguintes géneros de texto: texto de opinião e
• Caderno de Atividades: pp. 35-37 6. Produzir textos orais de diálogo argumentativo.
• Fichas informativas: pp. 306, 309 diferentes géneros e com 6.2. Respeitar as marcas de género do texto a produzir.
• PowerPoint: diferentes finalidades. 6.3. Respeitar as seguintes extensões temporais: texto de opinião
– Texto de opinião; – 4 a 6 minutos; diálogo argumentativo – 8 a 12 minutos.
– Apreciação crítica
Leitura Leitura
• Glossário
7. Ler e interpretar textos de 7.1. Identificar tema e subtemas, justificando.
diferentes géneros e graus de 7.2. Explicitar a estrutura interna do texto, justificando.
TEXTOS LITERÁRIOS complexidade. 7.3. Fazer inferências, fundamentando.
7.4. Identificar universos de referência ativados pelo texto.
7.5. Explicitar o sentido global do texto, fundamentando.
7.6. Relacionar aspetos paratextuais com o conteúdo do texto.
8. Utilizar procedimentos 8.1. Selecionar criteriosamente informação relevante.
OUTROS TEXTOS adequados ao registo e ao 8.2. Elaborar tópicos que sistematizem as ideias-chave do texto,
tratamento da informação. organizando-os sequencialmente.
Conto Português, Séculos XIX e XXI, coordenação Maria 9. Ler para apreciar 9.1. Exprimir pontos de vista suscitados por leituras diversas,
Isabel Rocheta e Serafina Martins criticamente textos variados. fundamentando.
Maria João Pais Amaral, in Conto Português, Séculos XIX
e XXI

SUMÁRIO Escrita Escrita


11. Escrever textos de 11.1. Escrever textos variados, respeitando as marcas do género:
• Maria Judite de Carvalho: breve biografia. diferentes géneros e exposição sobre um tema, apreciação crítica e texto de opinião.
• Metamorfoses da figura feminina. finalidades. 12.1. Respeitar o tema.
• A complexidade da natureza humana. 12. Redigir textos com 12.2. Mobilizar informação ampla e diversificada.
• As três idades da vida coerência e correção 12.3. Redigir um texto estruturado, que reflita uma planificação,
• O diálogo entre realidade, memória e imaginação linguística.
• Registo de informação: a génese da obra e os evidenciando um bom domínio dos mecanismos de coesão
elementos paratextuais. textual:
a) texto constituído por três partes (introdução, desenvolvimento e
conclusão), individualizadas e devidamente proporcionadas;
b) marcação correta de parágrafos;
c) articulação das diferentes partes por meio de retomas
apropriadas;
d) utilização adequada de conectores diversificados.
DESENVOLVIMENTO DA AULA 12.4. Mobilizar adequadamente recursos da língua: uso correto do
registo de língua, vocabulário adequado ao tema, correção na
• Síntese da aula anterior e registo do sumário. acentuação, na ortografia, na sintaxe e na pontuação.
• Leitura de textos diversificados. 12.5. Observar os princípios do trabalho intelectual: identificação
• Resolução em pares do questionários de leitura. das fontes utilizadas; cumprimento das normas de citação; uso de
• Exercício de escrita: a apreciação crítica. notas de rodapé; elaboração da bibliografia.
• Visionamento de um PowerPoint : Apreciação crítica. 12.6. Utilizar com acerto as tecnologias de informação na
• Exercício de oralidade: o texto de opinião. produção, na revisão e na edição de texto.
• Visionamento de um PowerPoint: Texto de opinião.
• Síntese da aula.

AVALIAÇÃO

• Da oralidade, da leitura e da escrita.

PROFESSOR

SEQUÊNCIA 4 Contos PLANO 46

ANO LETIVO DATA AULA N.º TEMPO OBJETIVOS POR DOMÍNIOS DESCRITORES DE DESEMPENHO A TREINAR

4 (200 min) Oralidade Oralidade


1. Interpretar textos orais de 1.1. Identificar tema e subtemas, justificando.
RECURSOS

2
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR PALAVRAS 12
PLANOS DE AULA

• Manual: pp. 166-171 diferentes géneros. 1.2. Explicitar a estrutura do texto.


• Caderno de Atividades: pp. 22-24 1.3. Fazer inferências.
• CD áudio: faixa 29 1.4. Apreciar a qualidade da informação mobilizada.
• Fichas informativas: pp. 309, 314 1.5. Identificar argumentos.
• Powerpoint: 1.6. Apreciar a validade dos argumentos aduzidos.
– Funções sintáticas; 1.7. Identificar marcas reveladoras das diferentes intenções
– Divisão e classificação de orações comunicativas.
• PowerPoint: “George”. 1.8. Explicitar, em função do texto, marcas dos seguintes géneros:
• Visionamento do trailer de um filme. diálogo argumentativo e debate.
• Glossário 2. Registar e tratar a 2.1. Diversificar as modalidades de registo da informação: tomada
informação. de notas, registo de tópicos e ideias-chave.
3. Planificar intervenções 3.1. Planificar o texto oral elaborando um plano de suporte, com
TEXTOS LITERÁRIOS
orais. tópicos, argumentos e respetivos exemplos.
Conto “George” 4. Participar oportuna e 4. Participar oportuna e construtivamente em situações de
construtivamente em interação oral.
situações de interação oral.
Escrita
Escrita 10.1. Consolidar e aperfeiçoar procedimentos de elaboração de
OUTROS TEXTOS
10. Planificar a escrita de planos de texto.
Visionamento do trailer do filme 2001, Odisseia no textos. 11.1. Escrever textos variados, respeitando as marcas do género:
Espaço 11. Escrever textos de exposição sobre um tema, apreciação crítica e texto de opinião.
diferentes géneros e 12.1. Respeitar o tema.
finalidades. 12.2. Mobilizar informação ampla e diversificada.
SUMÁRIO 12. Redigir textos com 12.3. Redigir um texto estruturado, que reflita uma planificação,
coerência e correção evidenciando um bom domínio dos mecanismos de coesão textual
• Leitura/audição do conto.
linguística. 12.4. Mobilizar adequadamente recursos da língua: uso correto do
• Resolução de um questionário de educação literária.
• Exercícios de gramática. registo de língua, vocabulário adequado ao tema, correção na
• Exercício de escrita: a apreciação crítica. acentuação, na ortografia, na sintaxe e na pontuação.
• Compreensão do oral: visionamento de um trailer. Educação Literária
• Expressão oral: o texto de opinião. Educação Literária
14. Ler e interpretar textos 14.1. Ler expressivamente em voz alta textos literários, após
literários. preparação da leitura.
14.2. Ler textos literários portugueses do século XX, de diferentes
géneros.
14.3. Identificar temas, ideias principais, pontos de vista e
DESENVOLVIMENTO DA AULA universos de referência, justificando.
14.4. Fazer inferências, fundamentando.
• Síntese da aula anterior e registo do sumário.
14.5. Analisar o ponto de vista das diferentes personagens.
• Leitura/audição do conto.
14.6. Explicitar a forma como o texto está estruturado.
• Resolução do questionário interpretativo.
15. Apreciar textos literários. 15.1. Reconhecer valores culturais, éticos e estéticos
• Escrita de uma exposição, texto de opinião.
manifestados nos textos.
• Compreensão do oral: visionamento de um trailer.
15.2. Valorizar uma obra enquanto objeto simbólico, no plano do
• Expressão oral: o texto de opinião.
imaginário individual e coletivo.
• Visionamento de um PowerPoint: “George”.
15.3. Expressar pontos de vista suscitados pelos textos lidos,
• Visionamento dos PowerPoint de conteúdo gramatical.
fundamentando.
• Registo de informação: as temáticas, os símbolos e a
linguagem do conto estudado. Gramática Gramática
• Síntese das aulas. 17. Construir um 17.1. Consolidar os conhecimentos gramaticais adquiridos nos
conhecimento reflexivo sobre anos anteriores.
a estrutura e o uso do 18.1. Demonstrar, em textos, a existência de coerência textual.
português. 18.2. Distinguir mecanismos de construção da coesão textual.
AVALIAÇÃO
18. Reconhecer a forma como 18.3. Identificar marcas das sequências textuais.
• Da oralidade, da escrita, da educação literária e da se constrói a textualidade. 19.1. Identificar e interpretar formas de expressão do tempo.
gramática. 19. Explicitar aspetos da 19.2. Distinguir relações de ordem cronológica.
semântica do português. 19.3. Distinguir valores aspetuais.
PROFESSOR

SEQUÊNCIA 4 Contos PLANO 47

ANO LETIVO DATA AULA N.º TEMPO OBJETIVOS POR DOMÍNIOS DESCRITORES DE DESEMPENHO A TREINAR

2 (100 min) Oralidade Oralidade


5. Produzir textos orais com 5.1. Produzir textos orais seguindo um plano previamente
RECURSOS
correção e pertinência. elaborado.
• Manual: pp. 172-175
• Caderno de Atividades: pp. 43-45 Escrita Escrita
• Visionamento de um trailer de um filme 10. Planificar a escrita de 10.1. Consolidar e aperfeiçoar procedimentos de elaboração de

3
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR PALAVRAS 12
PLANOS DE AULA

• Fichas informativas: p. 315 textos. planos de texto.


• Powerpoint: 11. Escrever textos de 11.1 Escrever textos variados, respeitando as marcas do género:
– Memórias; diferentes géneros e exposição sobre um tema, apreciação crítica e texto de opinião.
– Diário finalidades. 12.1. Respeitar o tema.
• Glossário 12. Redigir textos com 12.2. Mobilizar informação ampla e diversificada.
coerência e correção 12.3. Redigir um texto estruturado, que reflita uma planificação,
linguística. evidenciando um bom domínio dos mecanismos de coesão
TEXTOS LITERÁRIOS
textual:
Dulce Maria Cardoso, O Retorno a) texto constituído por três partes (introdução, desenvolvimento e
Isabela Figueiredo, Cadernos de Memórias Coloniais conclusão), individualizadas e devidamente proporcionadas;
b) marcação correta de parágrafos;
c) articulação das diferentes partes por meio de retomas
OUTROS TEXTOS apropriadas;
d) utilização adequada de conectores diversificados.
Trailer do filme Tabu.
12.4. Mobilizar adequadamente recursos da língua: uso correto do
registo de língua, vocabulário adequado ao tema, correção na
acentuação, na ortografia, na sintaxe e na pontuação.
SUMÁRIO 13. Rever os textos escritos. 13.1. Pautar a escrita do texto por gestos recorrentes de revisão e
aperfeiçoamento, tendo em vista a qualidade do produto final.
• Leitura de textos literários.
• As memórias de África. Educação Literária Educação Literária
• O debate. 14. Ler e interpretar textos 14.1. Ler expressivamente em voz alta textos literários, após
• Resolução de questionários de educação literária e literários. preparação da leitura.
gramática. 14.2. Ler textos literários portugueses do século XX, de diferentes
• Exercício de escrita: texto de opinião. géneros.
• A organização de sequências textuais. 14.3. Identificar temas, ideias principais, pontos de vista e
universos de referência, justificando.
14.4. Fazer inferências, fundamentando.
14.5. Analisar o ponto de vista das diferentes personagens.
DESENVOLVIMENTO DA AULA 14.6. Explicitar a forma como o texto está estruturado.
• Síntese da aula anterior e registo do sumário. 15. Apreciar textos literários. 15.1. Reconhecer valores culturais, éticos e estéticos
• Leitura de excertos selecionados. manifestados nos textos.
• O diário e as memórias. 15.2. Valorizar uma obra enquanto objeto simbólico, no plano do
• Visionamento dos PowerPoint: Memórias e Diário. imaginário individual e coletivo.
• Expressão oral. 15.3. Expressar pontos de vista suscitados pelos textos lidos,
• Resolução dos questionários de educação literária e de fundamentando.
gramática. Gramática Gramática
• O mito sebástico. 17. Construir um 17.1. Consolidar os conhecimentos gramaticais adquiridos nos
• Exercício de escrita: a exposição. conhecimento reflexivo sobre anos anteriores.
• Texto e textualidade: organização das sequências a estrutura e o uso do 18.3. Identificar marcas das sequências textuais.
textuais. português. 19.3. Distinguir valores aspetuais.
• Síntese das aulas. 18. Reconhecer a forma como
se constrói a textualidade.
19. Explicitar aspetos da
semântica do português.

AVALIAÇÃO

• Da oralidade, da escrita, da educação literária e da


gramática.
PROFESSOR

SEQUÊNCIA 4 Contos PLANO 48

ANO LETIVO DATA AULA N.º TEMPO OBJETIVOS POR DOMÍNIOS DESCRITORES DE DESEMPENHO A TREINAR

2 (100 min) Leitura Leitura


7. Ler e interpretar textos de 7.1. Identificar tema e subtemas, justificando.
RECURSOS
diferentes géneros e graus de 7.2. Explicitar a estrutura interna do texto, justificando.
• Manual: pp. 176-178 complexidade. 7.3. Fazer inferências, fundamentando.
• Fichas informativas: p. 306 7.4. Identificar universos de referência ativados pelo texto.
• Powerpoint: Apreciação crítica. 7.5. Explicitar o sentido global do texto, fundamentando.
• Caderno de Atividades: p. 37 7.6. Relacionar aspetos paratextuais com o conteúdo do texto.
• Glossário 8. Utilizar procedimentos 8.1. Selecionar criteriosamente informação relevante.
adequados ao registo e ao 8.2. Elaborar tópicos que sistematizem as ideias-chave do texto,

4
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR PALAVRAS 12
PLANOS DE AULA

TEXTOS LITERÁRIOS organizando-os sequencialmente.


9.1. Exprimir pontos de vista suscitados por leituras diversas,
fundamentando.
tratamento da informação.
9. Ler para apreciar Gramática
OUTROS TEXTOS criticamente textos variados.17.1. Consolidar os conhecimentos gramaticais adquiridos nos
anos anteriores.
Clara Rowland, “Dezassete histórias transviadas” Gramática 18.1. Demonstrar, em textos, a existência de coerência textual.
Conto Português, Séculos XIX e XXI, coordenação Maria 17. Construir um 18.2. Distinguir mecanismos de construção da coesão textual.
Isabel Rocheta e Serafina Martins conhecimento reflexivo sobre 18.3. Identificar marcas das sequências textuais.
a estrutura e o uso do 18.4. Identificar e interpretar manifestações de intertextualidade.
SUMÁRIO português. 19.1. Identificar e interpretar formas de expressão do tempo.
18. Reconhecer a forma como 19.2. Distinguir relações de ordem cronológica.
• A apreciação crítica. se constrói a textualidade.
• Exercícios de leitura e gramática. 19. Explicitar aspetos da
• Mário de Carvalho: breve biografia. semântica do português.
• Os contos de Mário de Carvalho.

DESENVOLVIMENTO DA AULA

• Síntese da aula anterior e registo do sumário.


• Leitura de uma apreciação crítica.
• Visionamento de um PowerPoint: Apreciação crítica.

• Resolução dos questionários interpretativos de leitura e


de gramática.
• Conhecer a vida e obra de Mário de Carvalho.
• Síntese da aula.

AVALIAÇÃO

• Da leitura e da gramática.

PROFESSOR

SEQUÊNCIA 4 Contos PLANO 49

ANO LETIVO DATA AULA N.º TEMPO OBJETIVOS POR DOMÍNIOS DESCRITORES DE DESEMPENHO A TREINAR

4 (200 min) Oralidade Oralidade


1. Interpretar textos orais de 1.1. Identificar tema e subtemas, justificando.
RECURSOS
diferentes géneros. 1.2. Explicitar a estrutura do texto.
• Manual: pp. 179-185 1.3. Fazer inferências.
• Fichas informativas: pp. 309, 314 1.4. Apreciar a qualidade da informação mobilizada.
• CD áudio: faixa 30 1.5. Identificar argumentos.
• Caderno de Atividades: pp. 35, 47. 1.6. Apreciar a validade dos argumentos aduzidos.
• PowerPoint síntese: “Famílias desavindas”. 1.7. Identificar marcas reveladoras das diferentes intenções
• Glossário comunicativas.
1.8. Explicitar, em função do texto, marcas dos seguintes géneros:
diálogo argumentativo e debate.
TEXTOS LITERÁRIOS

5
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR PALAVRAS 12
PLANOS DE AULA

Conto “Famílias desavindas” 2.1. Diversificar as modalidades de registo da informação: tomada


de notas, registo de tópicos e ideias-chave.
3.1. Planificar o texto oral elaborando um plano de suporte, com
tópicos, argumentos e respetivos exemplos.
OUTROS TEXTOS
Leitura
Mário de Carvalho, Contos Vagabundos 8.1. Selecionar criteriosamente informação relevante.
8.2. Elaborar tópicos que sistematizem as ideias-chave do texto,
organizando-os sequencialmente.
2. Registar e tratar a
SUMÁRIO informação.
3. Planificar intervenções Escrita
• Leitura de textos literários: o conto. orais. 10.1. Consolidar e aperfeiçoar procedimentos de elaboração de
• A importância dos episódios e da peripécia final. planos de texto.
• História pessoal e história social: as duas famílias. Leitura 11.1. Escrever textos variados, respeitando as marcas do género:
• Resolução de um questionário de leitura, de educação 8. Utilizar procedimentos exposição sobre um tema, apreciação crítica e texto de opinião.
literária e de gramática. adequados ao registo e ao 12.1. Respeitar o tema.
• Exercício de escrita: a exposição, o texto de opinião. tratamento da informação. 12.2. Mobilizar informação ampla e diversificada.
• O diálogo argumentativo. 12.3. Redigir um texto estruturado, que reflita uma planificação,
Escrita evidenciando um bom domínio dos mecanismos de coesão
10. Planificar a escrita de textual.
textos. 12.4. Mobilizar adequadamente recursos da língua: uso correto do
11. Escrever textos de registo de língua, vocabulário adequado ao tema, correção na
DESENVOLVIMENTO DA AULA diferentes géneros e acentuação, na ortografia, na sintaxe e na pontuação.
• Síntese da aula anterior e registo do sumário. finalidades.
Educação Literária
• Apreciação de textos literários: o conto. 12. Redigir textos com
14.1. Ler expressivamente em voz alta textos literários, após
• A importância dos episódios e da peripécia final. coerência e correção
preparação da leitura.
• História pessoal e história social: as duas famílias. linguística.
14.2. Ler textos literários portugueses do século XX, de diferentes
• Resolução de um questionário de leitura, de educação géneros.
literária e de gramática. 14.3. Identificar temas, ideias principais, pontos de vista e
• Exercício de escrita: a exposição, o texto de opinião. universos de referência, justificando.
• O diálogo argumentativo. 14.4. Fazer inferências, fundamentando.
• Visionamento do PowerPoint síntese: “Famílias Educação Literária 14.5. Analisar o ponto de vista das diferentes personagens.
desavindas”. 14. Ler e interpretar textos 14.6. Explicitar a forma como o texto está estruturado.
• Registo de informação: as características fundamentais literários. 14.7. Estabelecer relações de sentido entre situações ou
do conto de Mário de Carvalho. episódios.
• Síntese das aulas. 14.8. Mobilizar os conhecimentos adquiridos sobre as
características dos textos poéticos e narrativos.
14.9. Identificar e explicitar o valor dos recursos expressivos
mencionados no Programa.
15.1. Reconhecer valores culturais, éticos e estéticos
AVALIAÇÃO manifestados nos textos.
15.2. Valorizar uma obra enquanto objeto simbólico, no plano do
• Da oralidade, da leitura, da escrita, da educação literária imaginário individual e coletivo.
e da gramática. 15.3. Expressar pontos de vista suscitados pelos textos lidos,
PROFESSOR fundamentando.
Gramática
15. Apreciar textos literários. 17.1. Consolidar os conhecimentos gramaticais adquiridos nos
anos anteriores.

Gramática
17. Construir um
conhecimento reflexivo sobre
a estrutura e o uso do
português.

ANO LETIVO 4DATA


SEQUÊNCIA Contos AULA N.º TEMPO OBJETIVOS POR DOMÍNIOS DESCRITORES
PLANO 50 DEtextos,
Outros DESEMPENHO A TREINAR
outras formas de contar
1 (50 min) Oralidade Oralidade
4. Participar oportuna e 4.1. Debater e justificar pontos de vista e opiniões.
RECURSOS
construtivamente em 4.2. Considerar pontos de vista contrários e reformular posições.
• Manual: pp. 186-187 situações de interação oral.
• Caderno de Atividades: p. 9 Leitura Leitura

6
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR PALAVRAS 12
PLANOS DE AULA

• PowerPoint: O conto 7. Ler e interpretar textos de 7.1. Identificar tema e subtemas, justificando.
• Glossário diferentes géneros e graus de 7.2. Explicitar a estrutura interna do texto, justificando.
• Textos complementares: Dossiê do Professor, p. 284 complexidade. 7.3. Fazer inferências, fundamentando.
7.4. Identificar universos de referência ativados pelo texto.
7.5. Explicitar o sentido global do texto, fundamentando.
TEXTOS LITERÁRIOS 7.6. Relacionar aspetos paratextuais com o conteúdo do texto.
9. Ler para apreciar 9.1. Exprimir pontos de vista suscitados por leituras diversas,
Ricardo Ramos, “Circuito fechado” criticamente textos variados. fundamentando.
Mário-Henrique Leiria, Contos do Gin-tonic
Ana Luísa Amaral, “Visitações, ou poema que se diz
manso”

OUTROS TEXTOS

SUMÁRIO

• Leitura de textos de diferentes géneros e graus de


complexidade.
• Análise comparativa de textos.

DESENVOLVIMENTO DA AULA

• Síntese da aula anterior e registo do sumário.


• Leitura de textos diversos.
• Discussão em grande grupo e esclarecimento de
dúvidas.
• Exercício de leitura.
• Visionamento de um PowerPoint: O conto.

AVALIAÇÃO

• Da oralidade e da leitura.

PROFESSOR

ANO LETIVO 4DATA


SEQUÊNCIA Contos AULA N.º TEMPO OBJETIVOS POR DOMÍNIOS DESCRITORES
PLANO 51 DEde
Projeto DESEMPENHO
Leitura A TREINAR

1 (50 min) Oralidade Oralidade


2. Registar e tratar e 2.1. Diversificar as modalidades de registo da informação: tomada
RECURSOS
informação. de notas, registo de tópicos e ideias-chave.
• Manual: pp. 188-189 3.1. Planificar o texto oral elaborando um plano de suporte, com
• Caderno de Atividades: pp. 54-58 tópicos, argumentos e respetivos exemplos.
• Obras da Biblioteca da Escola 4. Participar oportuna e 4.1. Debater e justificar pontos de vista e opiniões.
• Obras da Biblioteca Municipal construtivamente em 4.2. Considerar pontos de vista contrários e reformular posições.
• Pesquisa na internet situações de interação oral. 5.1. Produzir textos orais seguindo um plano previamente
5. Produzir textos orais com elaborado.

7
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR PALAVRAS 12
PLANOS DE AULA

TEXTOS LITERÁRIOS correção e pertinência. 5.2. Produzir textos linguisticamente corretos, com riqueza
vocabular e recursos expressivos adequados.
• Lista de obras sugeridas
5.3. Mobilizar adequadamente marcadores discursivos que
garantam a coesão textual.
6. Produzir textos orais de 6.1. Produzir os seguintes géneros de texto: texto de opinião e
OUTROS TEXTOS diferentes géneros e com diálogo argumentativo.
diferentes finalidades. 6.2. Respeitar as marcas de género do texto a produzir.
6.3. Respeitar as seguintes extensões temporais: texto de opinião
– 4 a 6 minutos; diálogo argumentativo – 8 a 12 minutos.
Escrita Escrita
SUMÁRIO 12. Redigir textos com 12.1. Respeitar o tema.
coerência e correção 12.2. Mobilizar informação ampla e diversificada.
• Projeto de Leitura. linguística. 12.3. Redigir um texto estruturado, que reflita uma planificação,
• Seleção de obras. evidenciando um bom domínio dos mecanismos de coesão
• Calendarização de atividades. textual:
• Apresentação oral dos trabalhos realizados. a) texto constituído por três partes (introdução, desenvolvimento e
conclusão), individualizadas e devidamente proporcionadas;
b) marcação correta de parágrafos;
c) articulação das diferentes partes por meio de retomas
apropriadas;
d) utilização adequada de conectores diversificados.
12.4. Mobilizar adequadamente recursos da língua: uso correto do
DESENVOLVIMENTO DA AULA registo de língua, vocabulário adequado ao tema, correção na
acentuação, na ortografia, na sintaxe e na pontuação.
• Apresentação das obras do Projeto de Leitura
12.5. Observar os princípios do trabalho intelectual: identificação
selecionadas para esta unidade.
das fontes utilizadas; cumprimento das normas de citação; uso de
• Trabalho de grupo para seleção de obras a ler e
notas de rodapé; elaboração da bibliografia.
calendarização das atividades a dinamizar (cada aluno
12.6. Utilizar com acerto as tecnologias de informação na
deve agendar a apresentação de 1 ou 2 obras por ano;
produção, na revisão e na edição de texto.
deve valorizar-se o confronto com autores coetâneos dos
estudados, a existência de temas comuns; é também Educação Literária
Educação Literária
importante a identificação do género da obra, o período 15.6. Ler uma ou duas obras do Projeto de Leitura relacionando-
15. Apreciar textos literários.
literário,…) a(s) com conteúdos programáticos de diferentes domínios.
16. Situar obras literárias em
• Breve apresentação oral do ponto da situação. 16.2. Comparar temas, ideias e valores expressos em diferentes
função de grandes marcos
• Preparação e calendarização dos trabalhos de escrita e textos da mesma época e de diferentes épocas.
de oralidade. históricos e culturais.

AVALIAÇÃO

• Da oralidade, da leitura, da educação literária e da


escrita.
PROFESSOR

ANO LETIVO 4DATA


SEQUÊNCIA Contos AULA N.º TEMPO OBJETIVOS POR DOMÍNIOS DESCRITORES
PLANO 52 DE da
Síntese DESEMPENHO
sequência A TREINAR
1 (50 min) Oralidade Oralidade
4. Participar oportuna e 4.1. Debater e justificar pontos de vista e opiniões.
RECURSOS
construtivamente em 4.2. Considerar pontos de vista contrários e reformular posições.
• Manual: pp. 190-191 situações de interação oral.
• Caderno de Atividades: p. 9 Educação Literária Educação Literária
• PowerPoint: O conto 14. Ler e interpretar textos 14.1. Ler expressivamente em voz alta textos literários, após
• Glossário literários. preparação da leitura.
• Textos complementares: Dossiê do Professor, p. xx 14.2. Ler textos literários portugueses do século XX, de diferentes
géneros.
14.3. Identificar temas, ideias principais, pontos de vista e
TEXTOS LITERÁRIOS universos de referência, justificando.
14.4. Fazer inferências, fundamentando.

8
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR PALAVRAS 12
PLANOS DE AULA

OUTROS TEXTOS 14.6. Explicitar a forma como o texto está estruturado.


14.7. Estabelecer relações de sentido entre situações ou
Sínteses.
episódios.
14.8. Mobilizar os conhecimentos adquiridos sobre as
características dos textos poéticos e narrativos.
SUMÁRIO 14.9. Identificar e explicitar o valor dos recursos expressivos
mencionados no Programa.
• Síntese dos principais aspetos trabalhados na educação 15.1. Reconhecer valores culturais, éticos e estéticos
literária. manifestados nos textos.
15.2. Valorizar uma obra enquanto objeto simbólico, no plano do
imaginário individual e coletivo.
15.3. Expressar pontos de vista suscitados pelos textos lidos,
15. Apreciar textos literários. fundamentando.

DESENVOLVIMENTO DA AULA

• Síntese das aulas anteriores e registo do sumário.


• A intriga.
• O espaço.
• O tempo.
• As personagens.
• O narrador.
• A atualidade.

AVALIAÇÃO

• Da oralidade e da educação literária.

PROFESSOR

ANO LETIVO 4DATA


SEQUÊNCIA Contos AULA N.º TEMPO OBJETIVOS POR DOMÍNIOS DESCRITORES
PLANO 53 FichaDE DESEMPENHO A TREINAR
formativa
2 (100 min) Leitura Leitura
7. Ler e interpretar textos de 7.1. Identificar tema e subtemas, justificando.
RECURSOS
diferentes géneros e graus de 7.2. Explicitar a estrutura interna do texto, justificando.
• Manual: pp. 192-195 complexidade. 7.3. Fazer inferências, fundamentando.
Neste dossiê, estão disponíveis testes de avaliação e 7.4. Identificar universos de referência ativados pelo texto.
fichas formativas (e respetivos critérios de correção e 7.5. Explicitar o sentido global do texto, fundamentando.
grelhas de correção), por sequência didática: p. 107 e 7.6. Relacionar aspetos paratextuais com o conteúdo do texto.
seguintes. 7.7. Explicitar, em textos apresentados em diversos suportes,
marcas dos seguintes géneros: diário, memórias, apreciação
crítica e artigo de opinião.
8. Utilizar procedimentos 8.1. Selecionar criteriosamente informação relevante.
TEXTOS LITERÁRIOS adequados ao registo e ao
“George”, Maria Judite de Carvalho tratamento da informação.
Os Maias, Eça de Queirós Escrita Escrita
“A dona que eu am’ e tenho por senhor”, Bernal Bonaval 10. Planificar a escrita de 10.1. Consolidar e aperfeiçoar procedimentos de elaboração de
textos. planos de texto.
11. Escrever textos de 11.1. Escrever textos variados, respeitando as marcas do género:
OUTROS TEXTOS exposição sobre um tema, apreciação crítica e texto de opinião.
diferentes géneros e
“Vontade de contar”, Pedro Mexia finalidades. 12.1. Respeitar o tema.
12.2. Mobilizar informação ampla e diversificada.

9
© Areal Editores
DOSSIÊ DO PROFESSOR PALAVRAS 12
PLANOS DE AULA

SUMÁRIO 12. Redigir textos com 12.3. Redigir um texto estruturado, que reflita uma planificação,
coerência e correção evidenciando um bom domínio dos mecanismos de coesão
• Aplicação da ficha de formativa.
linguística. textual:
a) texto constituído por três partes (introdução, desenvolvimento e
conclusão), individualizadas e devidamente proporcionadas;
b) marcação correta de parágrafos;
c) articulação das diferentes partes por meio de retomas
apropriadas;
d) utilização adequada de conectores diversificados.
12.4. Mobilizar adequadamente recursos da língua: uso correto do
registo de língua, vocabulário adequado ao tema, correção na
acentuação, na ortografia, na sintaxe e na pontuação.
Educação Literária
DESENVOLVIMENTO DA AULA Educação Literária 14.1. Ler expressivamente em voz alta textos literários, após
14. Ler e interpretar textos preparação da leitura.
• Resolução da ficha formativa.
literários. 14.2. Ler textos literários portugueses do século XX, de diferentes
géneros.
14.3. Identificar temas, ideias principais, pontos de vista e
universos de referência, justificando.
14.4. Fazer inferências, fundamentando.
14.5. Analisar o ponto de vista das diferentes personagens.
14.6. Explicitar a forma como o texto está estruturado.
14.7. Estabelecer relações de sentido entre situações ou
episódios.
14.8. Mobilizar os conhecimentos adquiridos sobre as
características dos textos poéticos e narrativos.
14.9. Identificar e explicitar o valor dos recursos expressivos
mencionados no Programa.
Gramática
Gramática 17.1. Consolidar os conhecimentos gramaticais adquiridos nos
17. Construir um anos anteriores.
AVALIAÇÃO
conhecimento reflexivo sobre 18.1. Demonstrar, em textos, a existência de coerência textual.
• Da leitura, da escrita, da educação literária e da a estrutura e o uso do 18.2. Distinguir mecanismos de construção da coesão textual.
gramática. português. 18.3. Identificar marcas das sequências textuais.
18. Reconhecer a forma como 18.4. Identificar e interpretar manifestações de intertextualidade.
PROFESSOR
se constrói a textualidade. 19.1. Identificar e interpretar formas de expressão do tempo.
19. Explicitar aspetos da 19.2. Distinguir relações de ordem cronológica.
semântica do português 19.3. Distinguir valores aspetuais.

10
© Areal Editores