Você está na página 1de 1

é mais importante sugerir elementos da

realidade, sem delineá-los totalmente. A


Literatura palavra é empregada para ter valor sonoro,
não importando muito o significado.
Professor João BATISTA Gomes
c) Subjetivismo – A valorização do eu e da
irrealidade, valorizada pelos românticos
Aula 131 e negada pelos parnasianos, volta a ter
importância.
Simbolismo d) Musicalidade – Para valorizar os aspectos
sonoros das palavras, os poetas não se
1. ASPECTOS GERAIS
contentam apenas com a rima. Lançam
Cronologia – Cronologicamente, o Simbo- mão de outros recursos fonéticos tais
01. Dados os itens seguintes, escolha a
lismo dura, no Brasil, de 1893 a 1902. como: alternativa que contém, em seqüência, o
Depois da Semana de Arte Moderna (1922),
Aliteração – Repetição seqüencial de sons período literário a que cada um faz alusão.
alguns poetas, Cecília Meireles entre eles,
consonantais. A seqüência de vocábulos I Estética que explora a sonoridade da língua e
passam a praticar um simbolismo tardio,
com sons parecidos faz que o leitor me- procura aproximar a poesia da música.
também conhecido como Neo-simbolismo.
nospreze o sentido das palavras para
II Culto do contraste.
Início no Brasil – As primeiras obras do Par- absorver-lhes a sonoridade. É o que ocor-
nasianismo brasileiro são: re nos versos seguintes, de Cruz e Sousa: III Preocupação em retratar a realidade.

a) Missal (prosa poética, 1893), de Cruz e IV Escapismo e valorização do eu.


Vozes veladas, veludosas vozes,
Sousa. Volúpia dos violões, vozes veladas, a) Simbolismo, Barroco, Realismo, Romantismo.
b) Broquéis (poesias, 1893), de Cruz e Sousa. Vagam nos velhos vórtices velozes, b) Romantismo, Parnasianismo, Realismo,
Dos ventos, vivas, vãs, vulcanizadas. Romantismo.
Decadentistas – A primeira manifestação
(Violões que Choram)
simbolista brasileira dá-se no Rio de Janeiro. c) Simbolismo, Barroco, Parnasianismo, Moder-
Um grupo de jovens, insatisfeitos com a obje- Assonância – É a semelhança de sons
nismo.
tividade e com o materialismo apregoados entre as vogais, numa seqüência de pala-
d) Simbolismo, Arcadismo, Naturalismo,
pelo Realismo-Naturalismo-Parnasianismo, vras de um poema.
Romantismo.
começa a divulgar as idéias estético-literárias d) Sinestesia – Os poetas, tentando ir além
vindas da França. Ficam conhecidos como dos significados usuais das palavras, ter- e) Romantismo, Arcadismo, Realismo, Pré-
decadentistas. O grupo decadentista é for- minam atribuindo qualidade às sensações. Modernismo.
mado, principalmente, por Oscar Rosas, As construções parecem absurdas e só
ganham sentido dentro de um contexto
02. (Desafio do Rádio) Identifique o período
Cruz e Sousa e Emiliano Perneta.
poético. Vejamos algumas construções literário a que pertence a estrofe seguinte.
Primeiro manifesto – O primeiro manifesto
sinestésicas: som vermelho, dor amare-
do Simbolismo brasileiro é publicado no jor- A música da Morte, a nebulosa,
la, doçura quente, silêncio côncavo.
nal Folha Popular, do Rio de Janeiro. estranha, imensa música sombria,
e) Maiúsculas no meio do verso – Os poe-
Antiparnasianista – O Simbolismo é a nega- passa a tremer pela minh'alma e fria
tas tentam valorizar as palavras grafando-
ção do Realismo-Naturalismo-Parnasianismo. gela, fica a tremer, maravilhosa ...
as com letra maiúscula.
O movimento nega o materialismo e o racio-
nalismo, pregando as manifestações metafísi- f) Cor branca – Principalmente Cruz e Sou- a) Romantismo.
cas e espiritualistas. sa tem preferência por um vocabulário b) Parnasianismo.
que sugere brancuras e transparências. c) Arcadismo.
Neo-simbolismo – A influência do Simbolis-
mo brasileiro não se limita à data de 1902 3. AUTORES E OBRAS d) Modernismo.
(início do Pré-Modernismo). Muitos modernis- e) Simbolismo.
tas da primeira fase adotam postura neo- CRUZ E SOUSA
simbolista, entre eles Cecília Meireles. 03. (Desafio da TV) Assinale a alternativa que
Nascimento e morte – João da Cruz e
Principais linhas – O Simbolismo brasileiro Sousa nasce em Desterro, atual Florianópolis
não se refere ao Simbolismo.
segue três linhas bem distintas: (SC), em 24 de novembro de 1861. Falece a) Na busca de uma linguagem exótica,
a) Poesia humanístico-social – Linha ado- em Sítio (MG), em 19 de março de 1898. colorida, musical, os autores não resistem,
tada por Cruz e Sousa e continuada por Filho de escravos – Os pais de Cruz e Sousa muitas vezes, à idéia de criar novos termos.
Augusto dos Anjos. Preocupa-se com os são negros e escravos. São alforriados por b) Ocorre grande interesse pelo individual e
problemas transcendentais do ser huma- seu senhor, o coronel (depois marechal) Gui-
pelo metafísico.
no. lherme Xavier de Sousa, de quem João da
Cruz recebe o último sobrenome e a prote- c) Há assuntos relacionados ao espiritual, ao
b) Poesia místico-religiosa – Linha adota-
ção. místico, ao religioso.
da por Alphonsus de Guimarães. Preocu-
pa-se com os temas religiosos, afastando- 1871 – É matriculado no Ateneu Provincial d) Nota-se o emprego constante de aliterações
se da linha esotérica adotada na Europa. Catarinense, onde estuda até o fim de 1875. e assonâncias.
c) Poesia intimista-crepuscular – Linha 1881 – Parte para uma viagem pelo Brasil, e) Busca-se uma poesia formalmente perfeita,
adotada por pré-modernistas ou moder- acompanhando a Companhia Dramática impassível e universalizante.
nistas como Olegário Mariano, Guilherme Julieta dos Santos.
de Almeida, Ribeiro Couto, Manuel Ban-
04. (PUC-SP) Sobre o Simbolismo, podemos
1884 – É nomeado promotor de Laguna, mas
deira. Preocupa-se com temas cotidianos, não pode tomar posse porque os políticos
afirmar que:
sentimentos melancólicos e gosto pela racistas impugnam a nomeação. a) Sua poesia é marcada por fenômenos
penumbra. naturais e fatos históricos.
1885 – Estréia na literatura com Tropos e
Fantasias, em colaboração com Virgílio b) As palavras são escolhidas pela sonoridade e
2. CARACTERÍSTICAS DO SIMBOLISMO
Várzea. pelo ritmo, buscando representar a essência
a) Misticismo e espiritualismo – A fuga da
1888 – A convite do amigo Oscar Rosas, parte e não a realidade.
realidade leva o poeta simbolista ao mun-
para o Rio de Janeiro, onde conhece o poeta
do espiritual. É uma viagem ao universo c) É uma volta aos motivos clássicos, com
Luís Delfino, seu conterrâneo, e Nestor Vítor
invisível e impalpável do ser humano. Essa intenção anti-romântica.
– grande amigo e divulgador de sua obra.
tendência é marcada pelo uso de vocabu- d) Suas características principais são a clareza,
lário litúrgico: antífona, missal, ladainha, 1889 – Retorna a Desterro, por não ter con-
seguido colocação no Rio de Janeiro. a ordem lógica e a simplicidade.
hinos, breviários, turíbulos, aras, incen-
e) É a poética predominante no Brasil, na época
sos. 1890 – Vai definitivamente para o Rio de Ja-
neiro, onde obtém emprego com a ajuda de do Realismo.
b) Falta de clareza – Os poetas acham que
Emiliano Perneta.

11