Você está na página 1de 47

Química

Daniel Chaves

2EM ITA Manhã

RADIOATIVIDADE
Radioatividade

PROFESSOR
DANIEL CHAVES
Ag 107 + n1 → Ag 108 + Υ0
47 0 47 0

Ag 108 → Cd 108 + β0
47 48 -1

U235 + n1 → Sr94 + Xe139 + 3 n1 + Υ0


92 0 38 54 0 0

U238 + n1 → U239 + Υ0
92 0 92 0

U239 → Np 239 + β 0
92 93 -1

Np 239 → Pu 239 + β0
93 94 -1
FISSÃO NUCLEAR – REAÇÃO EM CADEIA

4
BOMBA ATÔMICA

5
BOMBA H
41H1 → 2He4 + 2 +1β0

FUSÃO NUCLEAR

6
RAIOS CATÓDICOS possuem massa

propagação em linha reta Possuem carga negativa


Em 22 de dezembro de 1895, seis semanas
após iniciar suas experiências, Roentgen
usou os raios para "fotografar" a mão de
sua esposa (ele fez isto para tirar a suspeita
de traição que sua esposa tinha durante as
noites em que dizia estar trabalhando).

O resultado foi uma imagem imprecisa, mas inconfundível, do esqueleto


escuro da mão esquerda dela, com seus anéis fazendo um borrão escuro
no quarto dedo. Roentgen havia descoberto os Raios X (ele utilizou este
nome, pois a princípio não sabia se eram ondas ou partículas), um fato
que revolucionou os campos da Física e da Medicina. Por sua
descoberta, Roentgen recebeu o primeiro Prêmio Nobel em Física, em
1901.
Em janeiro de 1896, Röentgen
anunciou ao mundo que com sua
descoberta seria possível “ver o
corpo humano por dentro sem
precisar abri-lo”. Não é difícil
imaginar o impacto que isso causou
numa época em que se
desaconselhavam certas cirurgias
porque o bisturi poderia cortar a
alma da pessoa.

9
“Se os raios X podem tornar certas substâncias
fluorescentes, então as substâncias fluorescentes devem
emitir raios X”.
Henri Poincaré

Henri Poincaré
(1854 – 1912)
Becquerel resolveu testar a hipótese de Poincaré...

Becquerel
(1852 – 1908)

SULFATO DUPLO DE POTÁSSIO E URANILA DIHIDRATADO:


K2UO2 (SO4)22H2O
Este sal fica fluorescente ao receber luz solar.
Antes, porém, que pudesse chegar a uma conclusão, ele
precisou interromper sua experiência, devido ao mau tempo
que encobriu o céu de Paris de 26 de fevereiro de 1896 até
1ºde março.

Concluiu que o fenômeno não estava relacionado com a


fluorescência nem com os raios X.
Mais tarde, com a ajuda de um casal de cientistas
Pierre e Marie Curie, Becquerel constatou que esse
propriedade era comum a todos compostos que
apresentavam urânio , esta propriedade foi chamada
de radioatividade.

12
LÉPTONS ELÉTRON, NEUTRINO, TAU, ETC.

NÚCLEO

MÉSONS π

HÁDRONS
(QUARKS)
BÁRIONS PRÓTON, NEUTRON, SIGMA, ETC.

NUCLEONS
LEIS DA RADIOATIVIDADE
Primeira Lei da Radioatividade Quando um átomo emite uma partícula a,seu
238 → 90Th234 + 2α4 número atômico diminui de duas unidades e
92U
seu número de massa diminui de quatro
unidades

Segunda Lei da Radioatividade Quando um átomo emite uma partícula b,seu


número atômico aumenta de uma unidade e
55Cs
137 → 56Ba
137 + -1β
0
seu número de massa permanece constante.

0n
1 → 1p1 + -1β0 + 0 γ 0 + 0ν 0

1p
1 → 0n1 + +1β0 + 0 γ 0 + 0ν 0

25Mn
52 → 24Cr52 + +1β
0

Notação


4
-1β
0
+1β
0
1p
1
0n
1
0 ν0 0 γ0
α4
-1β
0 0 γ 0
2
velocidade entre 3000 km/s e entre 100.000 km/s e igual a da luz, ou
30.000 km/s 295.000 km/s seja, 300.000 km/s

poder de Alto. Captura dois Médio. Possuem carga Pequeno. O poder de


ionização elétrons do meio e elétrica (em módulo) ionização depende
transforma-se em menor que a das quase exclusivamente
hélio. partículas alfa. da carga elétrica.
Alto. São mais penetrantes
poder de Pequeno. Podem Médio. São entre 50 e que os raios X, pois
penetração ser detidas por uma 100 vezes mais possuem comprimentos
camada de 7 cm de penetrantes que as de onda bem menores.
ar, por uma folha de partículas alfa. Podem Atravessam milhares de
papel ou por uma ser detidas por uma metros de ar, até 25 cm de
chapa de alumínio chapa de chumbo de madeira ou 15 cm de aço.
de 0,06 mm. 2 mm ou de alumínio São contidas por placas
de 1 cm. de chumbo com mais de
5 cm ou por grossas
Pequeno. São Médio. Podem penetrar paredes de concreto.
danos ao detidas pela até 2 cm e causar Alto. Podem atravessar
ser humano camada de células danos sérios.
completamente o corpo
mortas da pele.
humano causando
danos irreparáveis.
SÉRIE RADIOATIVA
ELEMENTOS ARTIFICIAIS

Após o elemento urânio (92U), todos os elementos químicos situados na tabela


periódica são artificiais, ou seja, não existem no nosso planeta e são produzidos
em laboratório: são os elementos transurânicos.

Com o número atômico inferior a 92, temos alguns poucos elementos artificiais:
tecnécio (43Tc), promécio (61Pm), astato (85At) e frâncio (87Fr). Tais elementos são
denominados cisurânicos.
QUESTÃO 01

Na transformação do 92U238 em 82Pb206, quantas partículas α e quantas


partículas β são emitidas por átomo de urânio inicial?

Resolução

92U
238
82Pb
206 + x 2α4 + y -1β0

238 = 4x + 206 x = 8 partículas α

92 = 82 + 16 - y y = 6 partículas β

18
QUESTÃO 02
(ITA) Suponha que um metal alcalino terroso se desintegre radioativamente
emitindo uma partícula alfa. Após três desintegrações sucessivas, em qual
grupo (família) da tabela periódica deve-se encontrar o elemento resultante
deste processo?

a) 13 (IIIA) b) 14 (IVA) c) 15 (VA) d) 16 (VIA) e) 17 (VIIA)

19
QUESTÃO 02
(ITA) Suponha que um metal alcalino terroso se desintegre radioativamente
emitindo uma partícula alfa. Após três desintegrações sucessivas, em qual
grupo (família) da tabela periódica deve-se encontrar o elemento resultante
deste processo?

a) 13 (IIIA) b) 14 (IVA) c) 15 (VA) d) 16 (VIA) e) 17 (VIIA)

20
QUESTÃO 03
(ITA) Considere as seguintes afirmações:

I. A radioatividade foi descoberta por Marie Curie.

II. A perda de uma partícula beta de um átomo de 33


75As forma um átomo de
número atômico maior.

III. A emissão de radiação gama a partir do núcleo de um átomo não altera o


número atômico e o número de massa do átomo.

IV. A desintegração de 88Ra226 a 83Po214 envolve a perda de 3 partículas alfa e


de duas partículas beta.Das afirmações feitas, estão CORRETAS:

a) apenas I e II. b) apenas I e III. c) apenas I e IV.

d) apenas II e III. e) apenas II e IV.

21
QUESTÃO 03
(ITA) Considere as seguintes afirmações:

I. A radioatividade foi descoberta por Marie Curie.

II. A perda de uma partícula beta de um átomo de 33


75As forma um átomo de
número atômico maior.

III. A emissão de radiação gama a partir do núcleo de um átomo não altera o


número atômico e o número de massa do átomo.

IV. A desintegração de 88Ra226 a 83Po214 envolve a perda de 3 partículas alfa e


de duas partículas beta.Das afirmações feitas, estão CORRETAS:

a) apenas I e II. b) apenas I e III. c) apenas I e IV.

d) apenas II e III. e) apenas II e IV.

22
Constante Radioativa
1 -1
A constante radioativa do tório isótopo 232 é : C= ano
2,01 x 1010
Isso significa que de cada 2,01 x 1010 átomos de tório, a probabilidade máxima é
de que apenas 1 átomo tenha se desintegrado no fim de um ano.

1
A constante radioativa do rádio isótopo 226 é : C= ano-1
2300

Isso significa que de cada 2300 átomos de rádio, a probabilidade máxima é de que
apenas 1 átomo tenha se desintegrado no fim de um ano.
Vida Média ( VM )
A vida média, simbolizada por VM indica o tempo que os átomos de um determinado
isótopo radioativo levam em média para se desintegrarem. Prova-se estatisticamente
que a vida média é o inverso da constante radioativa.

VM = 1
C
1 -1
Se a constante radioativa do tório isótopo 232 é : C= ano
2,01 x 1010
A vida média dos átomos de tório isótopo 232 é : VM = 2,01 x 1010 anos.

1
Se a constante radioativa do rádio isótopo 226 é : C= ano-1
2300
A vida média dos átomos de rádio isótopo 226 é : VM = 2300 anos.

24
Meia-Vida ( t1/2 )
Denomina-se período de meia-vida ao tempo necessário para que a metade do número
de átomos de uma amostra de determinado isótopo radioativo se desintegre.

t1/2 t1/2 t1/2 t1/2

32 16 08 04 02

25
Relação entre a Meia-Vida ( t1/2 ) e a Vida Média.

1
VM = t1/2 = ln 2
k k

t1/2 = VM x ln 2

t1/2 = VM x 0,693

26
QUESTÃO 04
(ITA) Em relação ao tempo de meia-vida do césio 137, livre ou combinado,
são feitas as afirmações seguintes:
Ia) Ele decresce com o aumento da temperatura.

Ib) Ele independe da temperatura.

Ic) Ele cresce com o aumento da temperatura.

IIa) Ele decresce com o aumento da pressão.

IIb) Ele independe da pressão.

IIc) Ele cresce com o aumento da pressão.

IIIa) Ele é o mesmo tanto no césio elementar como em todos os compostos de


césio.

IIIb) Ele varia se são mudados os outros átomos ligados ao átomo de césio.
Dessas afirmações são corretas:
a) Ib; IIc; IIIa b) Ic; IIa; IIIa c) Ia; IIb; IIIb d) Ic; IIc; IIIb e) Ib; IIb; IIIa
QUESTÃO 04
(ITA) Em relação ao tempo de meia-vida do césio 137, livre ou combinado,
são feitas as afirmações seguintes:
Ia) Ele decresce com o aumento da temperatura.

Ib) Ele independe da temperatura.

Ic) Ele cresce com o aumento da temperatura.

IIa) Ele decresce com o aumento da pressão.

IIb) Ele independe da pressão.

IIc) Ele cresce com o aumento da pressão.

IIIa) Ele é o mesmo tanto no césio elementar como em todos os compostos de


césio.

IIIb) Ele varia se são mudados os outros átomos ligados ao átomo de césio.
Dessas afirmações são corretas:
a) Ib; IIc; IIIa b) Ic; IIa; IIIa c) Ia; IIb; IIIb d) Ic; IIc; IIIb e) Ib; IIb; IIIa
DATAÇÃO PELO CARBONO 14

N 14 + n1 → C14 + p1
7 0 6 1

6C14 + O
2(g) → *CO
2(g)

C 14 → N14 + β 0
6 7 -1

29
QUESTÃO 05
Um cientista retirou um fragmento do pano de linho que envolvia uma múmia
egípcia e verificou que a emissão de partículas -1β0 pelo carbono 14 radioativo
nesse material era 2/3 da que obteve com um pano de linho atual. Sabendo
que a meia-vida do carbono 14 é igual a 5730 anos, em que época a múmia
foi preparada? Dados: log 2 = 0,3; log 3 = 0,477

30
QUESTÃO 05
Um cientista retirou um fragmento do pano de linho que envolvia uma múmia
egípcia e verificou que a emissão de partículas -1β0 pelo carbono 14 radioativo
nesse material era 2/3 da que obteve com um pano de linho atual. Sabendo
que a meia-vida do carbono 14 é igual a 5730 anos, em que época a múmia
foi preparada? Dados: log 2 = 0,301; log 3 = 0,477

log 3 log 2x
2 =
i= x io 2
3
log 3 – log 2 = x log 2
io
i= 0,477 – 0,301 = x . 0,301
2x

2 io x = 0,5847 T
i =
x o
T
x= 0,5847 =
3 2x t1/2 5730
T = 3350 anos
3
= 2x Logo a múmia foi preparada em :
2
2020 – 3350 = 1330 a.C.
QUESTÃO 05 (de outra forma)
Um cientista retirou um fragmento do pano de linho que envolvia uma múmia
egípcia e verificou que a emissão de partículas -1β0 pelo carbono 14 radioativo
nesse material era 2/3 da que obteve com um pano de linho atual. Sabendo
que a meia-vida do carbono 14 é igual a 5730 anos, em que época a múmia
foi preparada? Dados: ln 2 = 0,693; ln 1,5 = 0,4054

32
QUESTÃO 05 (de outra forma)
Um cientista retirou um fragmento do pano de linho que envolvia uma múmia
egípcia e verificou que a emissão de partículas -1β0 pelo carbono 14 radioativo
nesse material era 2/3 da que obteve com um pano de linho atual. Sabendo
que a meia-vida do carbono 14 é igual a 5730 anos, em que época a múmia
foi preparada? Dados: ln 2 = 0,693; ln 1,5 = 0,4054

t1/2 = ln 2 ln Nf
= – kt
k N0

k=
0,693 ln 2/3 N0 = – kt
5730 anos N0

ln 3/2 = 1,21x10–4ano–1 t
k = 1,21x10–4ano–1
t = 3350 anos
Logo a múmia foi preparada em :
2020 – 3350 = 1330 a.C.
QUESTÃO 06
Um centro de pesquisa nuclear possui um cíclotron que produz radioisótopos
para exames de tomografia. Um deles, o Flúor-18 (18F), com meia-vida de
aproximadamente 1h30 min, é separado em doses, de acordo com o intervalo
de tempo entre sua preparação e o início previsto para o exame. Se o frasco
com a dose adequada para o exame de um paciente A, a ser realizado
2 horas depois da preparação, contém NA átomos de 18F, o frasco destinado
ao exame de um paciente B, a ser realizado 5 horas depois da preparação,
deve conter NB átomos de 18F, com:

a) NB = 2 NA

b) NB = 3 NA

c) NB = 4 NA

d) NB = 6 NA

e) NB = 8 NA

34
QUESTÃO 06
Um centro de pesquisa nuclear possui um cíclotron que produz radioisótopos
para exames de tomografia. Um deles, o Flúor-18 (18F), com meia-vida de
aproximadamente 1h30 min, é separado em doses, de acordo com o intervalo
de tempo entre sua preparação e o início previsto para o exame. Se o frasco
com a dose adequada para o exame de um paciente A, a ser realizado
2 horas depois da preparação, contém NA átomos de 18F, o frasco destinado
ao exame de um paciente B, a ser realizado 5 horas depois da preparação,
deve conter NB átomos de 18F, com:

a) NB = 2 NA
NB 4 NA
b) NB = 3 NA
3h 2t½
c) NB = 4 NA NA
d) NB = 6 NA 2h 2h

e) NB = 8 NA N N
QUESTÃO 07
O selênio 75 (Se75), o fósforo 32 (P32) e o ferro 59 (Fe59) são exemplos de
radioisótopos que podem ser empregados na medicina nuclear tanto com o propósito
de diagnóstico como de terapia. Uma amostra radioativa com massa igual a 10,0 g é
uma mistura desses três radioisótopos. Os tempos de meia vida do Se75, P32 e Fe59
são, respectivamente, 120 dias, 15 dias e 45 dias. Após 90 dias, restam na amostra
radioativa 0,025 g de P32 e 0,700 g de Fe59.
Assinale a alternativa que indica, corretamente, a composição percentual de cada
radioisótopo na amostra radioativa original.

%Se75 % P32 % Fe59


a) 61,0 20,0 19,0
b) 53,0 10,0 37,0
c) 56,0 16,0 28,0
d) 71,0 10,0 19,0
e) 53,0 5,0 42,0

36
QUESTÃO 07
O selênio 75 (Se75), o fósforo 32 (P32) e o ferro 59 (Fe59) são exemplos de
radioisótopos que podem ser empregados na medicina nuclear tanto com o propósito
de diagnóstico como de terapia. Uma amostra radioativa com massa igual a 10,0 g é
uma mistura desses três radioisótopos. Os tempos de meia vida do Se75, P32 e Fe59
são, respectivamente, 120 dias, 15 dias e 45 dias. Após 90 dias, restam na amostra
radioativa 0,025 g de P32 e 0,700 g de Fe59.
Assinale a alternativa que indica, corretamente, a composição percentual de cada
radioisótopo na amostra radioativa original.

%Se75 % P32 % Fe59


a) 61,0 20,0 19,0
b) 53,0 10,0 37,0
c) 56,0 16,0 28,0
d) 71,0 10,0 19,0
e) 53,0 5,0 42,0

37
QUESTÃO 08
Em um dos métodos empregados na datação de amostras de rochas trazidas da Lua
pelo voo da Apollo 11, usou-se a razão potássio-40 / argônio-40, baseada no
decaimento com emissão de pósitron, do 40K. Uma das amostras examinadas forneceu
uma razão molar 40K/ 40Ar de 1/7. Calcule a idade dessa amostra lunar.
Dado: t1/2 = 1,3 x 109 anos

a) 3,9 x 109 anos

b) 5,0 x 108 anos

c) 7,0 x 108 anos

d) 1,3 x 109 anos

e) 2,6 x 109 anos

38
QUESTÃO 08
Em um dos métodos empregados na datação de amostras de rochas trazidas da Lua
pelo voo da Apollo 11, usou-se a razão potássio-40 / argônio-40, baseada no
decaimento com emissão de pósitron, do 40K. Uma das amostras examinadas forneceu
uma razão molar 40K/ 40Ar de 1/7. Calcule a idade dessa amostra lunar.
Dado: t1/2 = 1,3 x 109 anos

9
K40 → Ar40 + +1β
0
a) 3,9 x 10 anos
início: 8n 0
b) 5,0 x 108 anos reage/forma: –7n +7n

fim: n 7n
c) 7,0 x 10
8 anos

d) 1,3 x 109 anos A quantidade de potássio passou de 8 n para n em 3 t ½.

e) 2,6 x 109 anos T = 3 x 1,3 x 109anos

T = 3,9 x 109anos

39
QUESTÃO 09
O gráfico seguinte representa a taxa de decaimento radioativo do rádio-226, elemento químico
pertencente à família dos metais alcalinos terrosos e que foi utilizado durante muito tempo na
medicina. ln 2 = 0,7

As informações fornecidas mostram que:


a) apenas 1/8 da amostra inicial de rádio-226 terá decaído ao final de 4.860anos.
b) quanto maior for a meia-vida de uma substância, mais rápido ela se desintegra.
c) a vida média do rádio-226 apresenta um valor superior a 1620 anos.
d) após 4860 anos, a massa da amostra foi reduzida de 1/8 da quantidade inicial.
e) metade da quantidade original de rádio-226, ao final de 3.240 anos, ainda estará por decair.
QUESTÃO 09
O gráfico seguinte representa a taxa de decaimento radioativo do rádio-226, elemento químico
pertencente à família dos metais alcalinos terrosos e que foi utilizado durante muito tempo na
medicina. ln 2 = 0,7

As informações fornecidas mostram que:


a) apenas 1/8 da amostra inicial de rádio-226 terá decaído ao final de 4.860anos.
b) quanto maior for a meia-vida de uma substância, mais rápido ela se desintegra.
c) a vida média do rádio-226 apresenta um valor superior a 1620 anos.
d) após 4860 anos, a massa da amostra foi reduzida de 1/8 da quantidade inicial.
e) metade da quantidade original de rádio-226, ao final de 3.240 anos, ainda estará por decair.
QUESTÃO 10
Uma equipe internacional de pesquisadores reunida em um Centro de Pesquisa na
Alemanha conseguiu sintetizar e provar a existência de 13 átomos de um novo
elemento químico (Z = 114). Publicada em 2010, a experiência consistiu em
bombardear uma superfície recoberta de plutônio por íons de cálcio, acelerados com a
ajuda de um acelerador de partículas. Dois núcleos atômicos de cálcio (Z = 20) e de
plutônio (Z = 94) foram fundidos (fusão nuclear) para formar um núcleo do novo
elemento. Dois isótopos foram revelados durante a pesquisa, com números de massa
288 e 289.
Adaptado de http://www.lqes.iqm.unicamp.br/canal_cientifico/

Sobre esse novo elemento químico, é incorreto afirmar que:

A) é considerado um elemento transurânico.

B) ele apresenta átomos de massa 288 e 289.

C) é o primeiro elemento químico produzido pelo homem.

D) o seu número atômico resulta da soma dos números atômicos do cálcio e do


plutônio.

42
QUESTÃO 10
Uma equipe internacional de pesquisadores reunida em um Centro de Pesquisa na
Alemanha conseguiu sintetizar e provar a existência de 13 átomos de um novo
elemento químico (Z = 114). Publicada em 2010, a experiência consistiu em
bombardear uma superfície recoberta de plutônio por íons de cálcio, acelerados com a
ajuda de um acelerador de partículas. Dois núcleos atômicos de cálcio (Z = 20) e de
plutônio (Z = 94) foram fundidos (fusão nuclear) para formar um núcleo do novo
elemento. Dois isótopos foram revelados durante a pesquisa, com números de massa
288 e 289.
Adaptado de http://www.lqes.iqm.unicamp.br/canal_cientifico/

Sobre esse novo elemento químico, é incorreto afirmar que:

A) é considerado um elemento transurânico.

B) ele apresenta átomos de massa 288 e 289.

C) é o primeiro elemento químico produzido pelo homem.

D) o seu número atômico resulta da soma dos números atômicos do cálcio e do


plutônio.

43
QUESTÃO 11
Dois importantes fósseis foram encontrados no Brasil, recentemente. O primeiro é um
carvão de 50 mil anos, localizado na Serra da Capivara, no Piauí. Ele é considerado o
vestígio mais antigo do homem nas Américas. O outro é um réptil pré-histórico
carnívoro, com cerca de 90 milhões de anos, descoberto na região de Campina Verde,
em Minas Gerais. A estimativa da idade desses materiais é feita com um tipo de
análise que se baseia na utilização de:

A) átomos de ouro artificial.

B) elementos radioativos sintéticos.

C) isótopos de determinados elementos naturais radioativos.

D) átomos do elemento mais leve do que o hélio (Z=2; configuração eletrônica: 1s2).

44
QUESTÃO 11
Dois importantes fósseis foram encontrados no Brasil, recentemente. O primeiro é um
carvão de 50 mil anos, localizado na Serra da Capivara, no Piauí. Ele é considerado o
vestígio mais antigo do homem nas Américas. O outro é um réptil pré-histórico
carnívoro, com cerca de 90 milhões de anos, descoberto na região de Campina Verde,
em Minas Gerais. A estimativa da idade desses materiais é feita com um tipo de
análise que se baseia na utilização de:

A) átomos de ouro artificial.

B) elementos radioativos sintéticos.

C) isótopos de determinados elementos naturais radioativos.

D) átomos do elemento mais leve do que o hélio (Z=2; configuração eletrônica: 1s2).

45
QUESTÃO 12
A maior parte do carbono (Z=6) presente na Terra é composta por cerca de 98,9% de
carbono-12, algo próximo a 1,1% de carbono-13 e uma quantidade muito pequena
(traços) de carbono-14, uma espécie radioativa. O carbono-14 é a espécie investigada
em uma técnica, chamada de técnica de radiocarbono, que permite determinar a idade
aproximada de diferentes artefatos. O texto informa que há:

A) diferentes tipos de elementos químicos de carbono na Terra.

B) uma espécie isotópica de carbono com aplicação arqueológica.

C) diferentes espécies de carbono com diferentes números atômicos.

D) três formas alotrópicas para o carbono: carbono-12, carbono-13 e carbono-14.

46
QUESTÃO 12
A maior parte do carbono (Z=6) presente na Terra é composta por cerca de 98,9% de
carbono-12, algo próximo a 1,1% de carbono-13 e uma quantidade muito pequena
(traços) de carbono-14, uma espécie radioativa. O carbono-14 é a espécie investigada
em uma técnica, chamada de técnica de radiocarbono, que permite determinar a idade
aproximada de diferentes artefatos. O texto informa que há:

A) diferentes tipos de elementos químicos de carbono na Terra.

B) uma espécie isotópica de carbono com aplicação arqueológica.

C) diferentes espécies de carbono com diferentes números atômicos.

D) três formas alotrópicas para o carbono: carbono-12, carbono-13 e carbono-14.

47