Você está na página 1de 94

Cubatão-SP

Legislação Digital

LEI N° 1.383, DE 29 DE JUNHO DE 1983


Dispõe sobre o Sistema Tributário do Município de Cubatão, e dá outras providências.
José Osvaldo Passarelli, Prefeito Municipal de Cubatão, faço saber que a Câmara Municipal decretou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei:
LIVRO I
DO SISTEMA TRIBUTÁRIO MUNICIPAL
TÍTULO I
DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES
Art. 1° Esta Lei institui o Sistema Tributário do Município, dispondo sobre os fatos geradores, contribuintes, bases de cálculos, alíquotas, lançamento e arrecadação de cada tributo, disciplinando
a aplicação de penalidades, a concessão de isenções, as reclamações, os recursos e definindo as obrigações acessórias e a responsabilidade dos contribuintes.
Art. 2° Aplicam-se às relações entre a Fazenda Municipal e os contribuintes as Normas Gerais de Direito Tributário constantes do Código Tributário Nacional e de legislações posteriores que o
modifiquem.
Art. 3° Compõem o Sistema Tributário do Município:
I - os Impostos:
a) Sobre a Propriedade Territorial Urbana;
b) Sobre a Propriedade Predial Urbana;
c) Sobre os Serviços de Qualquer Natureza.
II - as Taxas:
a) pelo exercício regular do Poder de Polícia;
b) pela utilização de serviços públicos.
III - a Contribuição de Melhoria.
Art. 4° Quaisquer outros serviços, que não se submetem ao regime jurídico de taxa, serão cobrados como preços públicos.
TÍTULO II
DAS DISPOSIÇÕES GERAIS
CAPÍTULO I
DA OBRIGAÇÃO TRIBUTÁRIA
Seção I
Das Modalidades da Obrigação Tributária
Art. 5° A obrigação tributária, que poderá ser principal ou acessória, surge com a ocorrência do fato gerador e tem por objetivo o pagamento do tributo ou de penalidade de natureza pecuniária,
que se extinguirá com a satisfação do Crédito da Fazenda Pública Municipal. (Vide Lei Complementar n° 102, de 2018)
Seção II
Do Fato Gerador da Obrigação Tributária
Art. 6° Fato gerador da obrigação tributária é a situação definida neste Código como necessária e suficiente para justificar o lançamento e a cobrança de cada um dos tributos de competência do
Município.
Seção III
Do Sujeito Ativo da Obrigação Tributária
Art. 7° Sujeito ativo da obrigação tributária é o Município, pessoa de direito público interno, titular da competência constitucional para lançar, cobrar e fiscalizar o lançamento e a cobrança dos
tributos de sua competência específica.
Seção IV
Do Sujeito Passivo da Obrigação Tributária
Art. 8° Sujeito passivo da obrigação tributária é a pessoa física ou jurídica que, nos termos da Lei, é submetida à imposição tributária.
Seção V
Da Solidariedade na Obrigação Tributária
Art. 9° Além das pessoas expressamente designadas nesta Lei, são solidariamente responsáveis pela obrigação tributária todas as pessoas que tenham interesse no resultado da ação ou
omissão concretizada numa situação que constitua o fato gerador da obrigação tributária.
Seção VI
Do Domicílio Tributário
Art. 10. Ao contribuinte compete indicar ao órgão lançador do tributo seu domicílio.
Parágrafo único. Na falta de indicação de domicílio pelo contribuinte ou responsável pela obrigação tributária, o órgão lançador considerará como tal:
a) quanto às pessoas físicas, a sua residência ou, sendo esta desconhecida, o local de suas atividades habituais;
b) quanto às pessoas jurídicas de direito privado ou firmas individuais, o local de sua sede, ou, dentro do território do Município, onde quer que exerça qualquer atividade de seu interesse; e
c) quanto às pessoas jurídicas de direito público, qualquer de suas repartições no território do Município.
Art. 11. Na impossibilidade de se fixar o domicílio do contribuinte ou responsável pelo previsto no artigo anterior, o órgão lançador e bem assim qualquer órgão da Administração Municipal,
considerará como domicílio tributário o da situação dos bens ou o da ocorrência dos atos ou fatos que deram origem à obrigação tributária.
Art. 12. O domicílio tributário será, obrigatoriamente, consignado nas petições, requerimentos, consultas, reclamações, recursos, declarações, guias e quaisquer outros documentos dirigidos ou
apresentados ao Fisco Municipal.
Seção VII
Da Responsabilidade dos Sucessores
Art. 13. Os sucessores a qualquer título dos devedores da Fazenda Pública Municipal ficam obrigados, por sub-rogação, à satisfação do Crédito Tributário.
Parágrafo único. A obrigação tributária do sucessor é de caráter universal, alcançando a sucessão inter vivos e causa mortis e independentemente de ser ele pessoa física, jurídica de direito
privado ou jurídica de direito público.
Seção VIII
Da Responsabilidade de Terceiros
Art. 14. Em não havendo possibilidade de exigir-se do contribuinte o cumprimento da obrigação tributária, responde solidariamente com este, nos atos em que intervierem ou nas omissões para
as quais contribuíram os que tinham interesse no resultado da ação ou da omissão.
Parágrafo único. Esta responsabilidade solidária se estende ao sucessor do terceiro responsável, na forma do artigo anterior.
Seção IX
Da Responsabilidade por Infrações
Art. 15. A responsabilidade por infrações à legislação tributária do Município independe da intenção do agente, assim como da natureza e da extensão dos efeitos do ato.
Parágrafo único. A exclusão da responsabilidade por infração à legislação tributária do Município será apreciada, em cada caso, pelo órgão competente da Municipalidade.
Seção X
Do Crédito Tributário
Art. 16. O Crédito Tributário decorre da imposição da obrigação tributária nascida com a ocorrência do fato gerador.
Art. 17. A suspensão, a extinção e a exclusão do Crédito Tributário ocorrerão nos casos e prazos previstos no Código Tributário Nacional, ressalvadas as disposições expressas constantes desta
Lei.
CAPÍTULO II
NORMAS COMUNS APLICÁVEIS AOS IMPOSTOS SOBRE A PROPRIEDADE TERRITORIAL E PREDIAL URBANA
Art. 18. A incidência dos Impostos Territorial e Predial Urbano, sem prejuízo das comunicações cabíveis aos órgãos competentes, independe da legitimidade dos títulos de aquisição ou posse do
imóvel, ou cumprimento de quaisquer exigências legais, regulamentares ou administrativas.
Parágrafo único. São solidariamente responsáveis com os contribuintes, pelo pagamento dos Impostos Territorial e Predial Urbano:
I - o adquirente do imóvel, pelos débitos do alienante, existentes à data do título de transferência, salvo quando conste deste a prova de sua quitação, limitada esta responsabilidade, nos casos de
arrematação em hasta pública, ao montante do respectivo preço;
II - o espólio, pelos débitos do "de cujus", existentes à data da abertura da sucessão;
III - o sucessor a qualquer título e o cônjuge meeiro, pelos débitos do "de cujus" existentes à data da partilha ou da adjudicação, limitada esta responsabilidade ao montante do quinhão, do legado
ou meação;
IV - a pessoa jurídica de direito privado que resultar de fusão, transformação ou incorporação de outra ou em outra, pelos tributos devidos pelas pessoas jurídicas fundidas, transformadas ou
incorporadas, até à data dos atos da fusão, transformação ou incorporação.
Art. 19. Nos casos de impossibilidade de exigência do cumprimento da obrigação fiscal pelo contribuinte, respondem solidariamente com este, nos atos em que intervierem ou pelas omissões de
que forem responsáveis:
I - os pais, pelos débitos de seus filhos menores;
II - os tutores e curadores, pelos débitos de seus tutelados ou curatelados;
III - os administradores de bens de terceiros, pelos débitos destes;
IV - o inventariante, pelos débitos do espólio;
V - o sindico e o comissário, pelos débitos da massa falida ou do concordatário;
VI - os sócios, no caso de liquidação de sociedade de pessoas, pelos débitos desta.
Art. 20. As inscrições dos imóveis localizados nas Zonas de que tratam os arts. 31 e 32, na forma determinada pelos arts. 110, 111, 113 e 114 desta Lei, deverão, obrigatoriamente, ser feitas
dentro do prazo de 60 (sessenta) dias a contar da:
I - convocação que vier a ser feita pela Prefeitura;
II - demolição ou perecimento das edificações ou construções existentes no imóvel;
III - conclusão da edificação ou construção;
IV - aquisição ou promessa de compra de imóvel;
V - aquisição ou promessa de compra de parte de imóvel desmembrada ou ideal;
VI - posse do imóvel a qualquer título.
Art. 21. Até 60 (sessenta) dias contados da data do ato, obrigatoriamente, deverão ser comunicados à Prefeitura:
I - pelo adquirente, com apresentação do título de aquisição do imóvel;
II - pelo promitente, vendedor, ou pelo cedente, a prova da celebração de compromisso de compra e venda ou sua cessão;
III - pelos tabeliães, escrivães e demais serventuários de ofício, os atos celebrados entre as partes de que tratam os itens I e II.
Art. 22. Os fatos relacionados com os imóveis, que possam de alguma forma afetar o lançamento dos impostos, inclusive as reformas, ampliações e modificações de uso, deverão ser
comunicados à Prefeitura no prazo de 30 (trinta) dias, contados da data de sua ocorrência.
Art. 23. Consideram-se sonegados à inscrição, os imóveis não inscritos no prazo e na forma regulares e aqueles cujas fichas de inscrição apresentem falsidade, erro ou omissão quanto a
qualquer elemento de declaração obrigatória.
Art. 24. Os contribuintes que apresentarem formulários de inscrição com informações falsas, erros ou omissões, serão equiparados aos que não se inscreveram, podendo em ambos os casos,
ser inscritos "ex-officio", sem prejuízo do pagamento da multa prevista.
Art. 25. O lançamento dos Impostos Territorial e Predial Urbano será feito anualmente, respeitando-se a condição do imóvel ao encerrar-se o Exercício anterior àquele a que se referir o lançamento
nunca inferior ao mínimo fixado pelo Conselho Tributário Municipal - CONTRIM. (Vide Lei n° 1.556, de 1985)
§ 1° Tratando-se de construção ou edificação concluída durante o exercício, o Imposto Territorial Urbano será devido até o final do ano e o Imposto Predial será lançado a partir do Exercício
seguinte ao que ocorrer a expedição do "habite-se", seja obtido o "auto de vistoria" ou da efetiva ocupação.
§ 2° O disposto no parágrafo anterior será aplicado aos casos de ocupação parcial das construções ou edificações não concluídas e de ocupação de unidades autônomas de condomínios já
concluídos.
§ 3° No caso de conclusão parcial de obras, em que o Imposto Predial seja de valor superior ao valor do Imposto Territorial o lançamento daquele será feito a partir do Exercício seguinte.
§ 4° No caso de construção ou edificações demolidas ou destruídas durante o exercício, o Imposto Predial será devido até o final do ano civil.
Art. 26. Os Impostos Territorial e Predial Urbano serão lançados em nome do contribuinte indicado na inscrição.
§ 1° No caso de compromisso de compra e venda, o lançamento será mantido em nome do promitente vendedor, inscrevendo-se, também, o do compromitente comprador, podendo, porém, a
Prefeitura, "ex-officio", transferir o lançamento para o nome deste.
§ 2° O lançamento do Imposto relativo a imóvel objeto de enfiteuse, usufruto ou fideicomisso será efetuado em nome do enfiteuta do usufrutuário ou do fiduciário.
§ 3° No caso de condomínio ou unidade autônoma de propriedade de mais de uma pessoa, o Imposto será lançado em nome de um, de alguns ou de todos os proprietários, sem prejuízo, nos
dois primeiros casos, da responsabilidade solidária de todos, pelo pagamento do tributo.
Art. 27. Para cada unidade autônoma será feito um lançamento distinto, ainda que as unidades contíguas ou vizinhas pertençam ao mesmo contribuinte.
Art. 28. Enquanto não extinguir o direito de cobrança dos Impostos Territorial e Predial Urbano, a Prefeitura poderá efetuar lançamentos que, por qualquer circunstâncias, tenham sido omitidos,
bem como efetuar lançamentos complementares para corrigir irregularidades ou erros de fato.
§ 1° No caso deste artigo, o débito decorrente do lançamento anterior, quando quitado, será considerado como pagamento parcial do total devido em consequência do lançamento complementar.
§ 2° Os lançamentos adicionais ou complementares não invalidam o lançamento anterior aditado ou complementado.
TÍTULO III
DO FATO GERADOR, DA INCIDÊNCIA E DO CONTRIBUINTE
CAPÍTULO I
DOS IMPOSTOS
Seção I
Do Imposto sobre a Propriedade Territorial Urbana
Art. 29. Constitui o fato gerador do Imposto sobre a Propriedade Territorial Urbana, a propriedade, a posse ou o domínio útil de bem imóvel por natureza ou por acessão física como definido na lei
civil, não construído, localizado na zona urbana do Município.
Parágrafo único. Considera-se ocorrido o fato gerador, para todos os efeitos legais, no dia primeiro de janeiro de cada Exercício.
Art. 30. O contribuinte deste Imposto é o proprietário, o titular do domínio útil ou o possuidor a qualquer título.
Art. 31. As zonas urbanas para os efeitos deste Imposto, são aquelas fixadas periodicamente por Lei, em que existam pelo menos dois dos seguintes melhoramentos, construídos ou mantidos
pelo Poder Público:
I - meio-fio ou calçamento, com canalização de águas pluviais;
II - abastecimento de água;
III - sistema de esgotos sanitários;
IV - rede de iluminação pública com ou sem posteamento para a distribuição domiciliar;
V - escola primária, ou posto de saúde a uma distância máxima de 3 (três) quilômetros do terreno considerado para o lançamento do tributo.
Art. 32. Também serão consideradas zonas urbanas as áreas urbanizáveis ou de expansão urbana, de acordo com loteamentos aprovados pelos órgãos competentes, destinados à habitação, ao
comércio e ao recreio.
Parágrafo único. Receberão igual tratamento fiscal as Zonas de Possível Urbanização - ZPU e Zona Industrial - ZI.
Art. 33. Para os efeitos deste Imposto consideram-se não construídos os terrenos:
I - onde existirem edificações de caráter provisório, seja qual for a sua forma ou destino;
II - onde contenham obras paralisadas ou em andamento, edificações condenadas, em ruínas, interditadas, em demolição, construções de natureza temporária, sempre a critério da autoridade
competente;
III - onde existir construção que a autoridade competente considere inadequada, quanto à área ocupada, para a destinação ou utilização.
Seção II
Do Imposto sobre a Propriedade Predial Urbana
Art. 34. Constitui fato gerador do Imposto sobre a Propriedade Predial Urbana, o domínio útil ou a posse do imóvel construído ou edificado na Zona Urbana, considerando-se como tal as definidas
nos arts. 31 e 32 desta Lei.
§ 1° Para os efeitos deste Imposto considera-se imóvel construído os terrenos que contenham edificações permanentes e que sirvam para habitação, uso, recreio ou exercício de qualquer
atividade, seja qual for a sua forma ou destino, aparente ou declarado nos termos do art. 18 desta Lei.
§ 2° Considera-se ocorrido o fato gerador, para todos os efeitos legais, em 1° de janeiro de cada exercício.
Art. 35. O contribuinte deste Imposto é o proprietário, o titular do domínio útil ou o possuidor do imóvel a qualquer título.
Art. 36. O Imposto também é devido pelos proprietários titulares do domínio útil ou possuidores, a qualquer título, de imóvel construído que, mesmo localizado fora da Zona Urbana, seja utilizado
como Sítio de Recreio e no qual a eventual produção não se destine à comercialização.
Parágrafo único. O imóvel situado na zona rural, pertencente a pessoas físicas ou jurídicas, será considerado Sítio de Recreio quando:
I - sua produção não seja comercializada;
II - sua área não seja superior à área do módulo, nos termos da legislação agrária aplicável, para exploração não definida na zona típica em que estiver localizado;
III - tenha edificação e seu uso seja reconhecido para a destinação de que trata este artigo.
Seção III
Do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza
Art. 37. Constitui fato gerador do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza a atividade exercida por empresa ou por profissional autônomo, com ou sem estabelecimento fixo, dos serviços
enumerados no artigo seguinte.
Art. 37. Constitui fato gerador do Imposto Sobre Serviços de qualquer natureza a prestação de serviços realizada dentro dos limites do Município de Cubatão, exercida por empresa ou por
profissional autônomo, com ou sem estabelecimento fixo, dos serviços enumerados no artigo seguinte. (Redação dada pela Lei Complementar n° 60, de 2009)
I - o Imposto incide também sobre o serviço proveniente do exterior do País ou cuja prestação se tenha iniciado no exterior do País; (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
II - ressalvadas as exceções expressas na lista constante no artigo seguinte, os serviços nela mencionados não ficam sujeitos ao Imposto Sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias
e Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação - ICMS, ainda que sua prestação envolva fornecimento de mercadorias; (Incluído pela Lei Complementar n° 15,
de 2003)
III - o Imposto de que trata esta Lei Complementar incide ainda sobre os serviços prestados mediante a utilização de bens e serviços públicos explorados economicamente mediante autorização,
permissão ou concessão, com o pagamento de tarifa, preço ou pedágio pelo usuário final do serviço. (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
§ 1° O Imposto não incide sobre: (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
a) as exportações de serviços para o exterior do País; (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
b) a prestação de serviços em relação de emprego, dos trabalhadores avulsos, dos diretores e membros de conselho consultivo ou de conselho fiscal de sociedades e fundações, bem como dos
sócios-gerentes e dos gerentes-delegados; (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
c) o valor intermediado no mercado de títulos e valores mobiliários, o valor dos depósitos bancários, o principal, juros e acréscimos moratórios relativos a operações de crédito realizadas por
instituições financeiras. (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
§ 2° Não se enquadram no disposto na alínea "a" do parágrafo anterior os serviços desenvolvidos no Município, cujo resultado se verifique no país, ainda que o pagamento seja feito por residente
no exterior. (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
Art. 37-A. A Alíquota mínima do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza é de 2% (dois por cento). (Incluído pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
Parágrafo único. O imposto não será objeto de concessão de isenções, incentivos ou benefícios tributários ou financeiros, inclusive de redução de base de cálculo ou de crédito presumido ou
outorgado, ou sob qualquer outra forma que resulte, direta ou indiretamente, em carga tributária menor que a decorrente da aplicação da alíquota mínima estabelecida no caput, exceto para o serviço a
que se refere o subitem 16.01 do art. 38 e da tabela n° 2 anexa a esta Lei. (Incluído pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
Art. 38. Estão sujeitas a este Imposto as seguintes atividades:
1. Médicos, Dentistas e Veterinários;
2. Enfermeiros, Protéticos (prótese dentária), Obstetras, Ortópticos, Fonoaudiólogos, Psicólogos;
3. Laboratórios de análises clínicas e eletricidade médica;
4. Hospitais, sanatórios, ambulatórios, prontos-socorros, bancos de sangue, casas de saúde, casas de recuperação ou repouso sob orientação médica;
5. Advogados ou Provisionados;
6. Agentes da propriedade industrial;
7. Agentes da propriedade artística ou literária;
8. Peritos e Avaliadores;
9. Tradutores e Intérpretes;
10. Despachantes;
11. Economistas;
12. Contadores, Auditores, Guarda-Livros e Técnicos em Contabilidade;
13. Organização, programação, planejamento, assessoria, processamento de dados, consultoria técnica, financeira ou administrativa (exceto os serviços de assistência técnica prestados a
terceiros e concernentes a ramo de indústria ou comércio, explorados pelo prestador do serviço);
14. Datilografia, estenografia, secretaria e expediente;
15. Administração de bens ou negócios, inclusive consórcios ou fundos mútuos para aquisição de bens (não abrangidos os serviços executados por instituições financeiras);
16. Recrutamento, colocação ou fornecimento de mão de obra, inclusive por empregados do prestador de serviços ou por trabalhadores avulsos por ele contratados;
17. Engenheiros, Arquitetos e Urbanistas;
18. Projetistas, Calculistas, Desenhistas Técnicos;
19. Execução, por administração, empreitada ou subempreitada, de construção civil, de obras hidráulicas e outras obras semelhantes, inclusive serviços auxiliares ou complementares (exceto o
fornecimento de mercadorias, produzidas pelo prestador de serviços, fora do local da prestação dos mesmos, que ficam sujeitas ao ICM);
20. Demolição, conservação e reparação de edifícios (inclusive elevadores neles instalados), estradas, pontes e congêneres (exceto o fornecimento de mercadorias produzidas pelo prestador de
serviços, fora do local da prestação dos mesmos que ficam sujeitas ao ICM);
21. Limpeza de imóveis;
22. Raspagem e lustração de assoalhos;
23. Desinfecção e higienização;
24. Lustração de bens móveis (quando o serviço for prestado a usuário final do objeto lustrado);
25. Barbeiros, Cabelereiros, Manicuras, Pedicuras, tratamento de pele e outros serviços de salões de beleza;
26. Banhos, duchas, massagens, ginástica e congêneres;
27. Transporte e comunicações de natureza estritamente municipal;
28. Diversões públicas:
a) teatros, cinemas, circos, auditórios, parques de diversões, "taxi-dancings" e congêneres;
b) exposições com cobrança de ingresso;
c) bilhares, boliches e outros jogos permitidos;
d) bailes, "shows", festivais, recitais e congêneres;
e) competições esportivas ou de destreza física ou intelectual, com ou sem participação do espectador, inclusive as realizadas em auditórios de estações de rádio ou de televisão;
f) execução de música, individualmente ou por conjunto;
g) fornecimento de música mediante transmissão por qualquer processo.
29. Organização de festas e "buffet" (exceto o fornecimento de alimentos e bebidas que ficam sujeitos ao ICM);
30. Agências de turismo, passeios e excursões, guias de turismo;
31. Intermediação, inclusive corretagem, de bens móveis e imóveis, exceto os serviços mencionados nos itens 58 e 59;
32. Agenciamento e representação de qualquer natureza, não incluídos no item anterior e nos itens 58 e 59;
33. Análises técnicas;
34. Organização de feiras de amostras, congressos e congêneres;
35. Propaganda e publicidade, inclusive planejamento de campanhas ou sistemas de publicidade; elaboração de desenhos textos e demais materiais publicitários; divulgação de textos, desenhos
e outros materiais de publicidade, por qualquer meio;
36. Armazéns gerais, armazéns frigoríficos e silos; carga, descarga, arrumação e guarda de bens, inclusive guarda-móveis e serviços correlatos;
37. Depósitos de qualquer natureza (exceto depósitos feitos em bancos ou outras instituições financeiras);
38. Guarda e estacionamento de veículos;
39. Hospedagem em hotéis, pensões e congêneres (o valor da alimentação, quando incluído no preço da diária ou mensalidade, fica sujeito ao Imposto Sobre Serviços);
40. Lubrificação, limpeza e revisão de máquinas, aparelhos e equipamentos (quando a revisão implicar em conserto ou substituição de peças, aplica-se o disposto no item 41);
41. Conserto e restauração de quaisquer objetos (exclusive, em qualquer caso, o fornecimento de peças e partes de máquinas e aparelhos, cujo valor fica sujeito ao ICM);
42. Recondicionamento de motores (o valor das peças fornecidas pelo prestador do serviço fica sujeito ao ICM);
43. Pintura (exceto os serviços relacionados com imóveis), de objetos não destinados à comercialização ou industrialização;
44. Ensino de qualquer grau ou natureza;
45. Alfaiates, Modistas, Costureiros, prestados ao usuário final, quando o material, salvo o de aviamento, seja fornecido pelo usuário;
46. Tinturaria e lavanderia;
47. Beneficiamento, lavagem, secagem, tingimento, galvanoplastia, acondicionamento e operações similares, de objetos não destinados à comercialização ou industrialização;
48. Instalação e montagem de aparelhos, máquinas e equipamentos prestados ao usuário final do serviço, exclusivamente com material por ele fornecido (excetua-se a prestação do serviço ao
Poder Público, a Autarquias, a Empresas Concessionárias de produção de energia elétrica);
49. Colocação de tapetes e cortinas com material fornecido pelo usuário final do serviço;
50. Estúdios fotográficos e cinematográficos, inclusive revelação, ampliação, cópia e reprodução; estúdios de gravação de "vídeo-tape" para televisão; estúdios fonográficos e de gravação de sons
ou ruídos, inclusive dublagem e mixagem sonora;
51. Cópia de documentos e outros papéis, plantas e desenhos, por qualquer processo não incluído no item anterior;
52. Locação de bens móveis;
53. Composição gráfica, clicheria, zincografia, litografia e fotolitografia;
54. Guarda, tratamento e amestramento de animais;
55. Florestamento e reflorestamento;
56. Paisagismo e decoração (exceto o material fornecido para execução, que fica sujeito ao ICM);
57. Recauchutagem ou regeneração de pneumáticos;
58. Agenciamento, corretagem ou intermediação de câmbio e de seguros;
59. Agenciamento, corretagem ou intermediação de títulos quaisquer (exceto os serviços executados por instituições financeiras, sociedades distribuidoras de títulos e valores e sociedades de
corretores, regularmente autorizadas a funcionar);
60. Encadernação de livros e revistas;
61. Aerofotogrametria;
62. Cobranças, inclusive de direitos autorais;
63. Distribuição de filmes cinematográficos e de "vídeo-tape";
64. Distribuição e venda de bilhetes de loteria;
65. Empresas funerárias;
66. Taxidermistas;
67. Outros serviços não constantes desta Lista.
67. Profissionais de Relações Públicas; (Redação dada pela Lei n° 1.502, de 1984)
68. Serviços profissionais e técnicos não compreendidos nos itens anteriores, e a exploração de qual quer atividade que represente prestação de serviços e que não configure fato gerador de
imposto de competência da União ou do Estado. (Incluído pela Lei n° 1.502, de 1984)
Art. 38. Estão sujeitas a este Imposto, com base nas alíquotas correspondentes aos itens respectivos, as seguintes atividades: (Redação dada pela Lei n° 1.696, de 1987)

Alíquotas
Sobre o
Atividades Sobre o Preço do Serviço Importância Fixa em Valor do
(Mensal) OTN Anual (4 Parcelas) Ingresso
(Mensal)
1. Médicos, inclusive análises clínicas; eletricidade médica, radioterapia, ultra-sonografia, radiologia, tomografia e
congêneres. 14

1. Médicos, inclusive análises clínicas, eletricidade médica, radioterapia, ultra-sonografia, radiologia, tomografia, laboratórios 1 14
de análise e congêneres. (Redação dada pela Lei n° 1.757, de 1988)
3%
2. Hospitais, clínicas, sanatórios, laboratórios de análise, ambulatórios, prontos-socorros, manicômios, casas de saúde, de
repouso e de recuperação e congêneres.

2. Hospitais, clínicas, sanatórios, ambulatórios, prontos-socorros, manicômios, casas de saúde, de repouso e de 3%


recuperação e congêneres. (Redação dada pela Lei n° 1.757, de 1988)
3. Bancos de sangue, leite, pele, olhos, sêmen e congêneres. 3%
4. Enfermeiros, obstetras, ortópticos, fonoaudiólogos, protéticos (prótese dentaria).
4. Enfermeiros, obstetras, ortópticos, fonoaudiólogos, protéticos (prótese dentaria). (Redação dada pela Lei n° 1.757, de 14
1988)
5. Assistência médica e congêneres previstos nos itens 1, 2 e 3 desta lista, prestados através de planos de medicina de 3%
grupo, convênios, inclusive com empresas para assistência a empregados.
6. Planos de saúde, prestados por empresas que estejam incluída no item 5 desta lista e se cumpram através de serviços
3%
prestados por terceiros, contratados pela empresas apenas pagos por esta, mediante indicação do beneficiário do plano.
7. ......................
8. Médicos veterinários. 14
9. Hospitais veterinários, clínicas veterinárias e congêneres. 3%
10. Guarda, tratamento, amestramento, adestramento, embelezamento, alojamento e congêneres, relativos a animais. 3%
2 p/ cadeiras ou
11. Barbeiros, cabeleireiros, manicuros, pedicuros, tratamento de pele, depilação e congêneres.
secador
12. Banhos duchas, sauna, massagens, ginástica e congêneres. 3%
13. Varrição, coleta, remoção e incineração de lixo. 3%
14. Limpeza e dragagem de portos, rios e canais. 3%
15. Limpeza, manutenção e conservação de imóveis, inclusive vias publicas, parques e jardins. 3%
16. Desinfecção, imunização, higienização e congêneres. 3%
17. Controle e tratamento de efluentes de qualquer natureza e de agentes físicos e biológicos. 3%
18. Incineração de resíduos quaisquer. 3%
19. Limpeza de chaminés. 3%
20. Saneamento ambiental e congêneres. 3%
21. Assistência técnica. 3%
22. Assessoria ou consultoria de qualquer natureza, não contida em outros itens desta lista, organização, programação,
3%
planejamento, assessoria, processamento de dados, consultoria técnica, financeira ou administrativa.
23. Planejamento, coordenação, programação ou organização técnica, financeira ou administrativa. 3%
24. Análises, inclusive de sistemas, exames, pesquisas e informações, coleta e processamento de dados de qualquer 3%
natureza.
25. Contabilidade, auditoria, guarda-livros, técnicos em contabilidade e congêneres. 14
26. Perícias, laudos, exames técnicos e análises técnicas. 14
27. Traduções e interpretações. 14
28. Avaliação de bens. 14
29. Datilografia, estenografia, expediente, secretaria em geral e congêneres. 1%
30. Projetos, cálculos e desenhos técnicos de qualquer natureza. 3%
31. Aerofotogrametria (inclusive interpretação), mapeamento e topografia. 3%
32. Execução, por administração, empreitada ou sub-empreitada, de construção civil, de obras hidráulicas e outras obras
semelhantes e respectiva engenharia consultiva, inclusive serviços auxiliares ou complementares (exceto o fornecimento de 3%
mercadorias produzidas pelo prestador de serviços, fora do local da prestação dos serviços, que fica sujeito ao ICM).
33. Demolição. 3%
34. Reparação, conservação e reforma de edifícios, estradas, pontes, portos e congêneres (exceto o fornecimento de
mercadorias produzidas pelo prestador dos serviços, fora do local da prestação dos serviços, que fica sujeito ao ICM). 3%
35. Pesquisa, perfuração, cimentação, perfilagem, estimulação e outros serviços relacionados com a exploração e 3%
exploração de petróleo e gás natural.
36. Florestamento e reflorestamento. 1%
37. Escoramento e contenção de encostas e serviços e congêneres. 3%
38. Paisagismo, jardinagem e decoração (exceto o fornecimento de mercadorias, que fica sujeito ao ICM). 3%
39. Raspagem, calafetação, polimento, lustração de pisos, paredes e divisórias. 3%
40. Ensino, instrução, treinamento, avaliação de conhecimentos, de qualquer grau ou natureza. 1%
41. Planejamento, organização e administração de feiras, exposições, congressos e congêneres. 3%
42. Organização de festas e recepções: "buffet" (exceto o fornecimento de alimentação e bebidas fica sujeito ao ICM). 3%
43. Administração de bens e negócios de terceiros e de consórcios. 3%
44. Administração de fundos mútuos (exceto a realizada por instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central). 3%
45. Agenciamento, corretagem ou intermediação de títulos, de seguros e de planos de previdências a privada. 3%
46. Agenciamento, corretagem ou intermediação de títulos quaisquer (exceto os Serviços executados por instituições
autorizadas a funcionar pelo Banco Central). 3%
47. Agenciamento, corretagem ou intermediação de direitos da propriedade industrial, artística ou literária. 3%
48. Agenciamento, corretagem ou intermediação de contratos de franquia ("franchise") e de faturação ("factoring")
(excetuam-se os serviços prestados por instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central). 3%
49. Agenciamento, organização, Promoção e execução de programas de turismo, passeios, excursões, guias de turismo e 3%
congêneres.
50. Agenciamento, corretagem ou intermediação de bens móveis e imóveis não abrangidos nos itens 45, 46, 47 e 48. 3%
51. Despachantes. 16
52. Agentes da propriedade industrial. 14
53. Agentes da propriedade artística ou literária. 14
54. Leilão. 20
55. Regulação de sinistros cobertos por contratos de seguros; inspeção e avaliação de riscos para cobertura de contratos de
seguros; prevenção e gerência de riscos seguráveis, prestados por quem não seja o próprio segurado ou companhia de 14
seguro.
56. Armazenamento, depósito, carga, descarga, arrumação e guarda de bens de qualquer espécie (exceto depósitos feitos 3%
em instituições financeiras autorizadas a funcionar pelo Banco Central).
57. Guarda e estacionamento de veículos automotores terrestres. 4%
58. Vigilância ou segurança de pessoas e bens. 3%
59. Transporte, coleta, remessa ou entrega de bens ou valores, dentro do território do Município. 3%
60. Diversões públicas:
a) cinemas, "taxi-dancings" e congêneres; 10%
b) bilhares, boliches, corridas de animais e outros jogos; 4 p/ mesa
c) exposições, com cobrança de ingresso; 10%
d) bailes, "shows", festivais, recitais e congêneres, inclusive espetáculos que sejam também transmitidos, mediante compra
10%
de direitos para tanto, pela televisão, ou pelo rádio;
e) jogos eletrônicos; 8 p/ mesa
f) competições esportivas ou de destreza física ou intelectuais, com ou sem a participação do espectador, inclusive a venda
10%
de direitos à transmissão pelo rádio ou pela televisão;
g) execução de música, individualmente ou por conjuntos. 5%
61. Distribuição e venda de bilhetes de loteria, cartões, pules ou cupons de apostas, sorteios ou prêmios. 3%
62. Fornecimento de música, mediante transmissão por qualquer processo, para vias públicas ou ambientes fechados
5%
(exceto transmissões radiofônicas ou de televisão).
63. Gravação e distribuição de filmes e (vídeo-tapes). 3%
64. Fonografia ou gravação de sons ou ruídos, inclusive trucagem, dublagem e mixagem sonora. 3%
65. Fotografia e cinematografia, inclusive revelação, ampliação, cópia, reprodução e trucagem. 3% 6 autônomo
66. Produção, para terceiros, mediante ou sem encomenda prévia, de espetáculos, entrevistas e congêneres. 3%
67. Colocação de tapetes e cortinas, com material fornecido pelo usuário final do serviço. 3%
68. Lubrificação, limpeza e revisão de máquinas, veículos, aparelhos e equipamentos (exceto o fornecimento de peças e
4%
partes, que fica sujeito ao ICM).
69. Conserto, restauração, manutenção e conservação de máquinas, veículos, motores, elevadores ou de qualquer objeto
4%
(exceto o fornecimento de peças e partes, que fica sujeito ao ICM).
70. Recondicionamento de motores (o valor das peças fornecidas pelo prestador de serviço fica sujeito ao ICM). 4%
71. Recauchutagem ou regeneração de pneus para o usuário final. 4%
72. Recondicionamento, acondicionamento, pintura, beneficiamento, lavagem, secagem, tingimento, galvanoplastia,
anodização, corte, recorte, polimento, plastificação e congêneres, de objetos não destinados à industrialização ou 4%
comercialização.
73. Lustração de bens móveis quando o serviço for restado para usuário final do objeto lustrado. 3%
74. Instalação e montagem de aparelhos, máquinas e equipamentos, prestados ao usuário final do serviço, exclusivamente 3%
com material por ele fornecido.
75. Montagem industrial, prestado ao usuário final do serviço, exclusivamente com material por ele fornecido. 3%
76. Cópia ou reprodução, quaisquer processos, de documentos e outros papéis, plantas ou desenhos. 3%
77. Composição gráfica, fotocomposição, zincografia, litografia e fotolitografia. 3%
78. Colocação de molduras e afins, encadernação, gravação e douração de livros, revistas e congêneres. 3%
79. Locação de bens móveis, inclusive arrendamento mercantil. 3%
80. Gunerais. 3%
81. Alfaiataria e costura, quando o material for fornecido pelo usuário final, exceto aviamento. 3%
82. Tinturaria e lavanderia. 3%
83. Taxidermia. 1%
84. Recrutamento, agenciamento, seleção, colocação ou fornecimento de mão de obra, mesmo em caráter temporário,
3%
inclusive por empregados do prestador do serviço ou por trabalhadores avulsos por ele contratados.
85. Propaganda e publicidade, inclusive Promoção de vendas, planejamento de campanhas ou sistemas de publicidade,
3%
elaboração de desenhos, textos e demais materiais publicitários (exceto sua impressão, reprodução ou fabricação).
86. Veiculação e divulgação de textos, desenhos e outros materiais de publicidade por qualquer meio (exceto em jornais, 3%
periódicos, rádio e televisão).
87. Serviços portuários e aeroportuários de porto ou aeroporto; atracação, capatazia; armazenagem interna, externa e
3%
especial; suprimento de água, serviços acessórios; movimentação de mercadorias fora do cais.
88. Advogados. 14
89. Engenheiros, arquitetos, urbanistas, agrônomos. 14
90. Dentistas. 14
91. Economistas. 14
92. Psicólogos.
92. Psicólogos. (Redação dada pela Lei n° 1.757, de 1988) 14
93. Assistentes Sociais.
93. Assistentes Sociais. (Redação dada pela Lei n° 1.757, de 1988)
94. Relações Públicas. 14
95. Cobranças e recebimentos por conta de terceiros, inclusive direitos autorais, protesto de títulos, sustação de protesto,
devolução de títulos não pagos, manutenção de títulos vencidos, fornecimento de posição de cobrança ou recebimento e
3%
outros serviços correlatos da cobrança ou recebimento (este item abrange também os serviços prestados por instituições
autorizadas a funcionar pelo Banco Central).
96. Instituições financeiras autorizadas a funcionar pelo Banco Central: emissão de cheques administrativos; pagamentos
por conta de terceiros; inclusive os feitos fora do estabelecimento; aluguel de cofres; fornecimento de segunda via de avisos
de lançamentos e de extrato de conta; (neste item não está abrangido o ressarcimento a instituições financeiras, de gastos 3%
com portes do correio, telegramas, telex e teleprocessamento necessários à prestação dos serviços).
97. Transporte de natureza estritamente municipal. 3% 10 autônomos
98. Comunicações telefônicas de um para outro aparelho dentro do mesmo Município, exceto residências.
98. Comunicações telefônicas de um para outro aparelho dentro do mesmo Município, exceto residências. (Redação dada
3%
pela Lei n° 1.757, de 1988)
99. Hospedagem em hotéis, motéis, pensões e congêneres (o valor da alimentação, quando incluído no preço da diária fica
sujeito ao Imposto Sobre Serviços). 3%
100. Distribuição de bens de terceiros em representação de qualquer natureza. 3%
Art. 38. Estão sujeitas a este Imposto, com base nas alíquotas correspondentes aos itens respectivos, as seguintes atividades: (Redação dada pela Lei n° 2.024, de 1992)

% Sobre o
% Sobre o Preço do Serviço UFM Anual (4 Valor do
Ordem Atividade
(Mensal) Parcelas) Ingresso
(Mensal)

A partir de 1° de janeiro de 1996, a Unidade Fiscal do Município de Cubatão - UFM, fica substituída pela Unidade Fiscal de Referência - UFIR, conforme dispõe a Lei n° 2.340, de 29/12/1995.

Médicos, inclusive análises clínicas, eletricidade médica, radioterapia, ultra-sonografia, radiologia, tomografia
1 60
e congêneres.
Hospitais, clínicas, sanatórios, laboratórios de análise, ambulatórios, pronto-socorros, manicômios, casas de
2 3
saúde, de repouso e de recuperação e congêneres
3 Bancos de sangue, leite, pele, olhos, sêmen e congêneres 3
4 Enfermeiros, obstetras, ortópicos, fonoaudiólogos, protéticos (prótese dentária). 40
Assistência médica e congêneres previstos nos itens 1, 2 e 3 desta lista, prestados através de planos de
5 3
medicina de grupo, convênios, inclusive com empresas para assistência a empregados.
Planos de saúde, prestados por empresa que não estejam incluídos no item 5 desta lista e que se cumpram
6 através de serviços prestados por terceiros, contratados pela empresa ou apenas pagos por esta, mediante 3
indicação do beneficiário do plano.
7 (Vetado).
8 Médicos Veterinários. 60
9 Hospitais veterinários, clínicas veterinárias e congêneres. 3
Guarda, tratamento amestramento, adestramento, embelezamento, alojamento e congêneres, relativos a
10 3
animais.
11 Barbeiros, cabeleireiros, manicuros, pedicuros, tratamento de pele, depilação e congêneres. 40
12 Banhos, duchas, sauna, massagens, ginástica e congêneres. 3
13 Varrição, coleta, remoção e incineração de lixo. 3
14 Limpeza e dragagem de portos, rios e canais. 3
15 Limpeza, Manutenção e conservação de imóveis, inclusive vias públicas, parques e jardins. 3
16 Desinfecção, imunização, higienização, desratização e congêneres. 3
17 Controle e tratamento de efluentes de qualquer natureza e de agentes físicos e biológicos. 3
18 Incineração de resíduos quaisquer. 3
19 Limpeza de chaminés. 3
20 Saneamento ambiental e congêneres. 3
21 Assistência técnica. 3
Assessoria e consultoria de qualquer natureza, não contida em outros itens desta lista, organização,
22 programação, planejamento, assessoria, processamento de dados consultoria técnica, financeira ou 3
administrativa.
23 Planejamento, coordenação, programação ou organização técnica, financeira ou administrativa. 3
Análises, inclusive de sistemas, exames, pesquisas e informações, coleta e processamento de dados de
24 qualquer natureza. 3

25 Contabilidade, auditoria, guarda-livros, técnicos em contabilidade e congêneres. 60


26 Perícia, laudos, exames técnicos e análises técnicas. 60
27 Traduções e Interpretações. 60
28 Avaliação de bens. 60
29 Datilografia, estenografia, expediente, secretaria em geral e congêneres. 1
30 Projetos, cálculos e desenhos técnicos de qualquer natureza. 3
31 Aerofotogrametria (inclusive interpretação) mapeamento e topografia. 3
Execução, por administração, empreitada ou subempreitada, de construção civil, de obras hidráulicas e
outras obras semelhantes e respectiva engenharia consultiva, inclusive serviços auxiliares ou
32 3
complementares (exceto o fornecimento de mercadorias produzidas pelo prestador de serviços, fora do local
da prestação dos serviços, que fica sujeito ao ICM).
33 Demolição. 3
Reparação, conservação e reforma de edifícios, estradas, pontes, portos e congêneres (exceto o
34 fornecimento de mercadorias produzidas pelo prestador dos serviços fora do local da prestação dos serviços, 3
que fica sujeita ao ICM).
Pesquisa, perfuração, cimentação, perfilagem, estimulação e outros serviços relacionados com a exploração
35 e explotação de petróleo e gás natural. 3

36 Florestamento e reflorestamento. 1
37 Escoramento e contenção de encostas e serviços congêneres. 3
38 Paisagismo, jardinagem e decoração (exceto o fornecimento de mercadorias, que fica sujeito ao ICM). 3
39 Raspagem, calafetação, polimento, lustração de pisos paredes e divisórias. 3
40 Ensino, instrução, treinamento, avaliação de conhecimentos, de qualquer grau ou natureza. 1
41 Planejamento, organização e administração de feiras, exposições, congressos e congêneres. 3
Organização de festas e recepções: buffet (exceto o fornecimento de alimentação e bebidas, que fica sujeito
42 3
ao ICM).
43 Administração de bens e negócios de terceiros e de consórcio. 3
Administração de fundos mútuos (exceto a realizada por instituições autorizadas a funcionar pelo Banco
44 3
Central).

45 Agenciamento, corretagem ou intermediação de câmbio, de seguros e de planos de previdência privada. 3

Agenciamento, corretagem ou intermediação de títulos quaisquer (exceto os serviços executados por


46 3
instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central).
47 Agenciamento, corretagem ou intermediação de direitos da propriedade industrial, artística ou literária. 3

Agenciamento, corretagem ou intermediação de contratos de franquia (franchise) e de faturação (factoring)


48 3
(excetuam-se os serviços prestados por instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central).

Agenciamento, organização, promoção e execução de programas de turismo, passeios, excursões, guias de


49 turismo e congêneres. 3
Agenciamento, corretagem ou intermediação de bens móveis e imóveis, não abrangidos nos itens 45, 46, 47
50 3
e 48.
51 Despachantes. 60
52 Agentes de propriedade industrial. 60
53 Agentes de propriedade artística ou literária. 60
54 Leilão. 60
Regulação de sinistros cobertos por contratos de seguros; inspeção e avaliação de riscos para cobertura de
55 contratos de seguros; prevenção e gerência de riscos seguráveis, prestados por quem não seja o próprio 60
segurado ou companhia de seguro.
Armazenamento, depósito, carga, descarga, arrumação e guarda de bens de qualquer espécie (exceto
56 3
depósitos feitos em instituições financeiras autorizadas a funcionar pelo Banco Central).
57 Guarda e estacionamento de veículos automotores terrestres. 4
58 Vigilância ou segurança de pessoas e bens. 3
59 Transporte, coleta, remessa ou entrega de bens ou valores, dentro do território do Município. 3
60 Diversões públicas:
a) cinemas, "taxi dancing" e congêneres; 10
b) bilhares, boliches, corridas de animais e outros jogos; 40
c) exposições, com cobrança de ingressos; 10
d) bailes, shows, festivais, recitais e congêneres, inclusive espetáculos que sejam também transmitidos, mediante compra de
direitos para tanto, pela televisão ou pelo rádio; 10

e) jogos eletrônicos; 40
f) competições esportivas ou de destreza física ou intelectual, com ou sem a participação do espectador, inclusive a venda de
direitos à transmissão pelo rádio, pela televisão; 10

g) execução de música, individualmente ou por conjuntos. 5


61 Distribuição e venda de bilhete de loteria cartões, pules ou cupons de apostas, sorteios, prêmios. 3

62 Fornecimento de música, mediante transmissão por qualquer processo para vias públicas ou ambientes 5
fechados (exceto transições radiofônicas ou de televisão).
63 Gravação e distribuição de filmes e video-tape. 3
64 Fonografia ou gravação de sons ou ruídos, inclusive trucagem, dublagem ou mixagem sonora. 3
65 Fonografia e cinematografia, inclusive revelação, ampliação, cópia, reprodução e trucagem. 3

66 Produção, para terceiros, mediante ou sem encomenda prévia, de espetáculos, entrevistas e congêneres. 3

67 Colocação de tapetes e cortinas, com material fornecido pelo usuário final do serviço. 3
Lubrificação, limpeza e revisão de máquinas, veículos, aparelhos e equipamentos (exceto o fornecimento de
68 4
peças e partes, que fica sujeito ao ICM).
Conserto, restauração, manutenção e conservação de máquinas, veículos, motores, elevadores ou qualquer
69 4
objeto (exceto o fornecimento de peças e partes, que fica sujeito ao ICM).

70 Recondicionamento de motores (o valor das peças fornecidas pelo prestador do serviço fica sujeito ao ICM). 4

71 Recauchutagem ou regeneração de pneus para o usuário final. 4


Recondicionamento, acondicionamento, pintura, beneficiamento, lavagem, secagem, tingimento,
72 galvanoplástica, anodização, corte, recorte, polimento, plastificação e congêneres, de objetos não destinados 4
a industrialização ou comercialização.
73 Lustração de bens móveis quando o serviço for prestado para usuário final do objeto lustrado. 3
Instalação e montagem de aparelhos, máquinas e equipamentos, prestados ao usuário final do serviço,
74 3
exclusivamente com material por ele fornecido.

75 Montagem industrial, prestada ao usuário final do serviço, exclusivamente com material por ele fornecido. 3

76 Cópia ou reprodução, por quaisquer processos, de documentos e outros papéis, plantas ou desenhos. 3
77 Composição gráfica, fotocomposição, clicheria, zincografia, litografia e fotolitografia. 3
78 Colocação de molduras afins, encadernação, gravação e douração de livros, revistas e congêneres. 3
79 Locação de bens móveis, inclusive arrendamento mercantil. 3
80 Funerais. 3
81 Alfaiataria e costura, quando o material for fornecimento pelo usuário final, exceto aviamento. 3
82 Tinturarias e Lavanderias. 3
83 Taxidermia. 1
Recrutamento, agenciamento, seleção, colocação ou fornecimento de mão de obra, mesmo em caráter
84 temporário, inclusive por empregados do prestador do serviço ou por trabalhadores avulsos por ele 3
contratados.
Propaganda e publicidade, inclusive promoção de vendas, planejamento de campanhas ou Sistema de
85 Publicidade, elaboração de desenhos, textos e demais materiais publicitários (exceto sua impressão, 3
reprodução ou fabricação).

Veiculação e divulgação de textos, desenhos e outros materiais de publicidade, por qualquer meio (exceto
86 3
em jornais, periódicos, rádios e televisão).
Serviços portuários e aeroportuários; utilização de porto ou aeroporto; atracação; capatazia; armazenagem
87 interna, externa e especial; suprimento de água, serviços acessórios; movimentação de mercadoria fora do 3
cais.
88 Advogados. 60
89 Engenheiros, Arquitetos, Urbanistas, Agrônomos. 60
90 Dentistas. 60
91 Economistas. 60
92 Psicólogos. 60
93 Assistentes Sociais. 60
94 Relações Públicas. 60

Cobranças e recebimentos por conta de terceiros, inclusive direitos autorais, protestos de títulos, sustação
de protestos, devolução de títulos não pagos, manutenção de títulos vencidos, fornecimento de posição de
95 3
cobrança ou recebimento e outros serviços correlatos da cobrança ou recebimento (este item abrange
também os serviços prestados por instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central).

Instituições financeiras autorizadas a funcionar pelo Banco Central: fornecimento de talão de cheques;
emissão de cheques administrativos; transferência de fundos; devolução de cheques; sustação de
pagamento de cheques; ordens de pagamento e de créditos por qualquer meio; emissão e renovação de
96 cartões magnéticos; consultas em terminais eletrônicos; pagamentos por conta de terceiros, inclusive os 3 autônomo
feitos fora do estabelecimento; elaboração de ficha cadastral; aluguel de cofres, fornecimento de segunda via
de avisos de lançamento de extrato de contas; emissão de carnês (neste item não está abrangido o
ressarcimento, a instituições financeiras, telex e teleprocessamento, necessários à prestação dos serviços).

97 Transporte de natureza estritamente municipal. 3 40


98 Comunicações telefônicas de um para outro aparelho dentro do mesmo Município. 0
Hospedagem em hotéis, motéis, pensões e congêneres (o valor da alimentação, quando incluído no preço da
99 diária, fica sujeito ao Imposto Sobre Serviços). 3

100 Distribuição de bens de terceiros em representação de qualquer natureza. 3


Exploração de rodovia mediante cobrança de preço dos usuários, envolvendo execução de serviços de
conservação, manutenção, melhoramentos para adequação de capacidade e segurança de trânsito,
101 operação, monitoração, assistência aos usuários e outros definidos em contratos, ato de concessão ou de 5
permissão ou em normas oficiais. (Incluído pela Lei Complementar n° 5, de 2000) (Regulamentado pelo
Decreto n° 8.300, 2002)

Art. 38. Estão sujeitas ao Imposto mencionado no artigo anterior as atividades constantes na lista de serviços descrita nos itens seguintes, ainda que esses não se constituam como atividade
preponderante do prestador: (Redação dada pela Lei Complementar n° 15, de 2003)

% Sobre o
% Sobre o Preço do Serviço UFM Anual (4 Valor do
Ordem Atividade
(Mensal) Parcelas) Ingresso
(Mensal)

A partir de 1° de janeiro de 1996, a Unidade Fiscal do Município de Cubatão - UFM, fica substituída pela Unidade Fiscal de Referência - UFIR, conforme dispõe a Lei n° 2.340, de 29/12/1995.

Médicos, inclusive análises clínicas, eletricidade médica, radioterapia, ultra-sonografia, radiologia,


1 60
tomografia e congêneres.

2 Hospitais, clínicas, sanatórios, laboratórios de análise, ambulatórios, pronto-socorros, manicômios, casas 3


de saúde, de repouso e de recuperação e congêneres

3 Bancos de sangue, leite, pele, olhos, sêmen e congêneres 3

4 Enfermeiros, obstetras, ortópicos, fonoaudiólogos, protéticos (prótese dentária). 40

5 Assistência médica e congêneres previstos nos itens 1, 2 e 3 desta lista, prestados através de planos de 3
medicina de grupo, convênios, inclusive com empresas para assistência a empregados.

Planos de saúde, prestados por empresa que não estejam incluídos no item 5 desta lista e que se
6 cumpram através de serviços prestados por terceiros, contratados pela empresa ou apenas pagos por 3
esta, mediante indicação do beneficiário do plano.

7 (Vetado).
8 Médicos Veterinários. 60
9 Hospitais veterinários, clínicas veterinárias e congêneres. 3
Guarda, tratamento amestramento, adestramento, embelezamento, alojamento e congêneres, relativos a
10 3
animais.
11 Barbeiros, cabeleireiros, manicuros, pedicuros, tratamento de pele, depilação e congêneres. 40
12 Banhos, duchas, sauna, massagens, ginástica e congêneres. 3
13 Varrição, coleta, remoção e incineração de lixo. 3
14 Limpeza e dragagem de portos, rios e canais. 3
15 Limpeza, Manutenção e conservação de imóveis, inclusive vias públicas, parques e jardins. 3
16 Desinfecção, imunização, higienização, desratização e congêneres. 3
17 Controle e tratamento de efluentes de qualquer natureza e de agentes físicos e biológicos. 3
18 Incineração de resíduos quaisquer. 3
19 Limpeza de chaminés. 3
20 Saneamento ambiental e congêneres. 3
21 Assistência técnica. 3
Assessoria e consultoria de qualquer natureza, não contida em outros itens desta lista, organização,
22 programação, planejamento, assessoria, processamento de dados consultoria técnica, financeira ou 3
administrativa.
23 Planejamento, coordenação, programação ou organização técnica, financeira ou administrativa. 3
Análises, inclusive de sistemas, exames, pesquisas e informações, coleta e processamento de dados de
24 qualquer natureza. 3
25 Contabilidade, auditoria, guarda-livros, técnicos em contabilidade e congêneres. 60
26 Perícia, laudos, exames técnicos e análises técnicas. 60
27 Traduções e Interpretações. 60
28 Avaliação de bens. 60
29 Datilografia, estenografia, expediente, secretaria em geral e congêneres. 1
30 Projetos, cálculos e desenhos técnicos de qualquer natureza. 3
31 Aerofotogrametria (inclusive interpretação) mapeamento e topografia. 3
Execução, por administração, empreitada ou subempreitada, de construção civil, de obras hidráulicas e
32 outras obras semelhantes e respectiva engenharia consultiva, inclusive serviços auxiliares ou 3
complementares (exceto o fornecimento de mercadorias produzidas pelo prestador de serviços, fora do
local da prestação dos serviços, que fica sujeito ao ICM).
33 Demolição. 3
Reparação, conservação e reforma de edifícios, estradas, pontes, portos e congêneres (exceto o
34 fornecimento de mercadorias produzidas pelo prestador dos serviços fora do local da prestação dos 3
serviços, que fica sujeita ao ICM).
Pesquisa, perfuração, cimentação, perfilagem, estimulação e outros serviços relacionados com a
35 3
exploração e explotação de petróleo e gás natural.
36 Florestamento e reflorestamento. 1
37 Escoramento e contenção de encostas e serviços congêneres. 3
38 Paisagismo, jardinagem e decoração (exceto o fornecimento de mercadorias, que fica sujeito ao ICM). 3
39 Raspagem, calafetação, polimento, lustração de pisos paredes e divisórias. 3
40 Ensino, instrução, treinamento, avaliação de conhecimentos, de qualquer grau ou natureza. 1
41 Planejamento, organização e administração de feiras, exposições, congressos e congêneres. 3
Organização de festas e recepções: buffet (exceto o fornecimento de alimentação e bebidas, que fica
42 3
sujeito ao ICM).
43 Administração de bens e negócios de terceiros e de consórcio. 3
Administração de fundos mútuos (exceto a realizada por instituições autorizadas a funcionar pelo Banco
44 3
Central).
45 Agenciamento, corretagem ou intermediação de câmbio, de seguros e de planos de previdência privada. 3
Agenciamento, corretagem ou intermediação de títulos quaisquer (exceto os serviços executados por
46 3
instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central).
47 Agenciamento, corretagem ou intermediação de direitos da propriedade industrial, artística ou literária. 3
Agenciamento, corretagem ou intermediação de contratos de franquia (franchise) e de faturação
48 (factoring) (excetuam-se os serviços prestados por instituições autorizadas a funcionar pelo Banco 3
Central).
49 Agenciamento, organização, promoção e execução de programas de turismo, passeios, excursões, guias 3
de turismo e congêneres.
Agenciamento, corretagem ou intermediação de bens móveis e imóveis, não abrangidos nos itens 45, 46,
50 3
47 e 48.
51 Despachantes. 60
52 Agentes de propriedade industrial. 60
53 Agentes de propriedade artística ou literária. 60
54 Leilão. 60
Regulação de sinistros cobertos por contratos de seguros; inspeção e avaliação de riscos para cobertura
55 de contratos de seguros; prevenção e gerência de riscos seguráveis, prestados por quem não seja o 60
próprio segurado ou companhia de seguro.
56 Armazenamento, depósito, carga, descarga, arrumação e guarda de bens de qualquer espécie (exceto 3
depósitos feitos em instituições financeiras autorizadas a funcionar pelo Banco Central).
57 Guarda e estacionamento de veículos automotores terrestres. 4
58 Vigilância ou segurança de pessoas e bens. 3
59 Transporte, coleta, remessa ou entrega de bens ou valores, dentro do território do Município. 3
60 Diversões públicas:
a) cinemas, "taxi dancing" e congêneres; 10
b) bilhares, boliches, corridas de animais e outros jogos; 40
c) exposições, com cobrança de ingressos; 10
d) bailes, shows, festivais, recitais e congêneres, inclusive espetáculos que sejam também transmitidos,
10
mediante compra de direitos para tanto, pela televisão ou pelo rádio;
e) jogos eletrônicos; 40
f) competições esportivas ou de destreza física ou intelectual, com ou sem a participação do espectador,
10
inclusive a venda de direitos à transmissão pelo rádio, pela televisão;
g) execução de música, individualmente ou por conjuntos. 5
61 Distribuição e venda de bilhete de loteria cartões, pules ou cupons de apostas, sorteios, prêmios. 3
Fornecimento de música, mediante transmissão por qualquer processo para vias públicas ou ambientes
62 5
fechados (exceto transições radiofônicas ou de televisão).
63 Gravação e distribuição de filmes e video-tape. 3
64 Fonografia ou gravação de sons ou ruídos, inclusive trucagem, dublagem ou mixagem sonora. 3
65 Fonografia e cinematografia, inclusive revelação, ampliação, cópia, reprodução e trucagem. 3
66 Produção, para terceiros, mediante ou sem encomenda prévia, de espetáculos, entrevistas e congêneres. 3
67 Colocação de tapetes e cortinas, com material fornecido pelo usuário final do serviço. 3
68 Lubrificação, limpeza e revisão de máquinas, veículos, aparelhos e equipamentos (exceto o fornecimento 4
de peças e partes, que fica sujeito ao ICM).
Conserto, restauração, manutenção e conservação de máquinas, veículos, motores, elevadores ou
69 4
qualquer objeto (exceto o fornecimento de peças e partes, que fica sujeito ao ICM).
Recondicionamento de motores (o valor das peças fornecidas pelo prestador do serviço fica sujeito ao
70 4
ICM).
71 Recauchutagem ou regeneração de pneus para o usuário final. 4
Recondicionamento, acondicionamento, pintura, beneficiamento, lavagem, secagem, tingimento,
72 galvanoplástica, anodização, corte, recorte, polimento, plastificação e congêneres, de objetos não 4
destinados a industrialização ou comercialização.
73 Lustração de bens móveis quando o serviço for prestado para usuário final do objeto lustrado. 3
Instalação e montagem de aparelhos, máquinas e equipamentos, prestados ao usuário final do serviço,
74 3
exclusivamente com material por ele fornecido.
75 Montagem industrial, prestada ao usuário final do serviço, exclusivamente com material por ele fornecido. 3
76 Cópia ou reprodução, por quaisquer processos, de documentos e outros papéis, plantas ou desenhos. 3
77 Composição gráfica, fotocomposição, clicheria, zincografia, litografia e fotolitografia. 3
78 Colocação de molduras afins, encadernação, gravação e douração de livros, revistas e congêneres. 3
79 Locação de bens móveis, inclusive arrendamento mercantil. 3
80 Funerais. 3
81 Alfaiataria e costura, quando o material for fornecimento pelo usuário final, exceto aviamento. 3
82 Tinturarias e Lavanderias. 3
83 Taxidermia. 1
Recrutamento, agenciamento, seleção, colocação ou fornecimento de mão de obra, mesmo em caráter
84 temporário, inclusive por empregados do prestador do serviço ou por trabalhadores avulsos por ele 3
contratados.
Propaganda e publicidade, inclusive promoção de vendas, planejamento de campanhas ou Sistema de
85 Publicidade, elaboração de desenhos, textos e demais materiais publicitários (exceto sua impressão, 3
reprodução ou fabricação).
Veiculação e divulgação de textos, desenhos e outros materiais de publicidade, por qualquer meio (exceto
86 3
em jornais, periódicos, rádios e televisão).
Serviços portuários e aeroportuários; utilização de porto ou aeroporto; atracação; capatazia; armazenagem
87 interna, externa e especial; suprimento de água, serviços acessórios; movimentação de mercadoria fora do 3
cais.
88 Advogados. 60
89 Engenheiros, Arquitetos, Urbanistas, Agrônomos. 60
90 Dentistas. 60
91 Economistas. 60
92 Psicólogos. 60
93 Assistentes Sociais. 60
94 Relações Públicas. 60

Cobranças e recebimentos por conta de terceiros, inclusive direitos autorais, protestos de títulos, sustação
95 de protestos, devolução de títulos não pagos, manutenção de títulos vencidos, fornecimento de posição de 3
cobrança ou recebimento e outros serviços correlatos da cobrança ou recebimento (este item abrange
também os serviços prestados por instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central).

Instituições financeiras autorizadas a funcionar pelo Banco Central: fornecimento de talão de cheques;
emissão de cheques administrativos; transferência de fundos; devolução de cheques; sustação de
pagamento de cheques; ordens de pagamento e de créditos por qualquer meio; emissão e renovação de
cartões magnéticos; consultas em terminais eletrônicos; pagamentos por conta de terceiros, inclusive os
96 feitos fora do estabelecimento; elaboração de ficha cadastral; aluguel de cofres, fornecimento de segunda 3 autônomo
via de avisos de lançamento de extrato de contas; emissão de carnês (neste item não está abrangido o
ressarcimento, a instituições financeiras, telex e teleprocessamento, necessários à prestação dos
serviços).

97 Transporte de natureza estritamente municipal. 3 40


98 Comunicações telefônicas de um para outro aparelho dentro do mesmo Município. 0
Hospedagem em hotéis, motéis, pensões e congêneres (o valor da alimentação, quando incluído no preço
99 3
da diária, fica sujeito ao Imposto Sobre Serviços).
100 Distribuição de bens de terceiros em representação de qualquer natureza. 3
Exploração de rodovia mediante cobrança de preço dos usuários, envolvendo execução de serviços de
conservação, manutenção, melhoramentos para adequação de capacidade e segurança de trânsito,
101 operação, monitoração, assistência aos usuários e outros definidos em contratos, ato de concessão ou de 5
permissão ou em normas oficiais. (Incluído pela Lei Complementar n° 5, de 2000) (Regulamentado pelo
Decreto n° 8.300, 2002)

Art. 38. Estão sujeitas ao Imposto mencionado no art. 37 as atividades constantes na lista de serviços descrita nos itens seguintes, ainda que esses não se constituam como atividade
preponderante do prestador: (Redação dada pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
1. Serviços de informática e congêneres.
1.01. Análise e desenvolvimento de sistemas.
1.02. Programação.
1.03. Processamento de dados e congêneres.
1.03. Processamento, armazenamento ou hospedagem de dados, textos, imagens, vídeos, páginas eletrônicas, aplicativos e sistemas de informação, entre outros formatos, e congêneres.
(Redação dada pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
1.04. Elaboração de programas de computadores, inclusive de jogos eletrônicos.
1.04. Elaboração de programas de computadores, inclusive de jogos eletrônicos, independentemente da arquitetura construtiva da máquina em que o programa será executado, incluindo tablets,
smartphones e congêneres. (Redação dada pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
1.05. Licenciamento ou cessão de direito de uso de programas de computação.
1.06. Assessoria e consultoria em informática.
1.07. Suporte técnico em informática, inclusive instalação, configuração e manutenção de programas de computação e bancos de dados.
1.08. Planejamento, confecção, manutenção e atualização de páginas eletrônicas.
1.09. Disponibilização, sem cessão definitiva, de conteúdo de áudio, vídeo, imagem e texto por meio da internet, respeitada a imunidade de livros, jornais e periódicos (exceto a distribuição de
conteúdo pelas prestadoras de Serviço de Acesso Condicionado, de que trata a Lei n° 12.485, de 12 de setembro de 2011, sujeita ao ICMS). (Incluído pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
2. Serviços de pesquisas e desenvolvimento de qualquer natureza.
2.01. Serviços de pesquisas e desenvolvimento de qualquer natureza.
3. Serviços prestados mediante locação, cessão de direito de uso e congêneres.
3.01. Cessão de direito de uso de marcas e de sinais de propaganda.
3.02. Exploração de salões de festas, centro de convenções, escritórios virtuais, stands, quadras esportivas, estádios, ginásios, auditórios, casas de espetáculos, parques de diversões, canchas e
congêneres, para realização de eventos ou negócios de qualquer natureza.
3.03. Locação, sublocação, arrendamento, direito de passagem ou permissão de uso, compartilhado ou não, de ferrovia, rodovia, postes, cabos, dutos e condutos de qualquer natureza.
3.04. Cessão de andaimes, palcos, coberturas e outras estruturas de uso temporário.
4. Serviços de saúde, assistência médica e congêneres.
4.01. Medicina e biomedicina.
4.02. Análises clínicas, patologia, eletricidade médica, radioterapia, quimioterapia, ultra-sonografia, ressonância magnética, radiologia, tomografia e congêneres.
4.03. Hospitais, clínicas, laboratórios, sanatórios, manicômios, casas de saúde, prontos-socorros, ambulatórios e congêneres.
4.04. Instrumentação cirúrgica.
4.05. Acupuntura.
4.06. Enfermagem, inclusive serviços auxiliares.
4.07. Serviços farmacêuticos.
4.08. Terapia ocupacional, fisioterapia e fonoaudiologia.
4.09. Terapias de qualquer espécie destinadas ao tratamento físico, orgânico e mental.
4.10. Nutrição.
4.11. Obstetrícia.
4.12. Odontologia.
4.13. Ortóptica.
4.14. Próteses sob encomenda.
4.15. Psicanálise.
4.16. Psicologia.
4.17. Casas de repouso e de recuperação, creches, asilos e congêneres.
4.18. Inseminação artificial, fertilização in vitro e congêneres.
4.19. Bancos de sangue, leite, pele, olhos, óvulos, sêmen e congêneres.
4.20. Coleta de sangue, leite, tecidos, sêmen, órgãos e materiais biológicos de qualquer espécie.
4.21. Unidade de atendimento, assistência ou tratamento móvel e congêneres.
4.22. Planos de medicina de grupo ou individual e convênios para prestação de assistência médica, hospitalar, odontológica e congêneres.
4.23. Outros planos de saúde que se cumpram através de serviços de terceiros contratados, credenciados, cooperados ou apenas pagos pelo operador do plano mediante indicação do
beneficiário.
5. Serviços de medicina e assistência veterinária e congêneres.
5.01. Medicina veterinária e zootecnia.
5.02. Hospitais, clínicas, ambulatórios, prontos-socorros e congêneres, na área veterinária.
5.03. Laboratórios de análise na área veterinária.
5.04. Inseminação artificial, fertilização in vitro e congêneres.
5.05. Bancos de sangue e de órgãos e congêneres.
5.06. Coleta de sangue, leite, tecidos, sêmen, órgãos e materiais biológicos de qualquer espécie.
5.07. Unidade de atendimento, assistência ou tratamento móvel e congêneres.
5.08. Guarda, tratamento, amestramento, embelezamento, alojamento e congêneres.
5.09. Planos de atendimento e assistência médico-veterinária.
6. Serviços de cuidados pessoais, estética, atividades físicas e congêneres.
6.01. Barbearia, cabeleireiros, manicuros, pedicuros e congêneres.
6.02. Esteticistas, tratamento de pele, depilação e congêneres.
6.03. Banhos, duchas, sauna, massagens e congêneres.
6.04. Ginástica, dança, esportes, natação, artes marciais e demais atividades físicas.
6.05. Centros de emagrecimento, spa e congêneres.
7. Serviços relativos a engenharia, arquitetura, geologia, urbanismo, construção civil, manutenção, limpeza, meio ambiente, saneamento e congêneres.
7.01. Engenharia, agronomia, agrimensura, arquitetura, geologia, urbanismo, paisagismo e congêneres.
7.02. Execução, por administração, empreitada ou subempreitada, de obras de construção civil, hidráulica ou elétrica e de outras obras semelhantes, inclusive sondagem, perfuração de poços,
escavação, drenagem e irrigação, terraplanagem, pavimentação, concretagem e a instalação e montagem de produtos, peças e equipamentos (exceto o fornecimento de mercadorias produzidas pelo
prestador de serviços fora do local da prestação dos serviços, que fica sujeito ao ICMS).
7.03. Elaboração de planos diretores, estudos de viabilidade, estudos organizacionais e outros, relacionados com obras e serviços de engenharia; elaboração de anteprojetos, projetos básicos e
projetos executivos para trabalhos de engenharia.
7.04. Demolição.
7.05. Reparação, conservação e reforma de edifícios, estradas, pontes, portos e congêneres (exceto o fornecimento de mercadorias produzidas pelo prestador dos serviços, fora do local da
prestação dos serviços, que fica sujeito ao ICMS).
7.06. Colocação e instalação de tapetes, carpetes, assoalhos, cortinas, revestimentos de parede, vidros, divisórias, placas de gesso e congêneres, com material fornecido pelo tomador do serviço.
7.07. Recuperação, raspagem, polimento e lustração de pisos e congêneres.
7.08. Calafetação.
7.09. Varrição, coleta, remoção, incineração, tratamento, reciclagem, separação e destinação final de lixo, rejeitos e outros resíduos quaisquer.
7.10. Limpeza, manutenção e conservação de vias e logradouros públicos, imóveis, chaminés, piscinas, parques, jardins e congêneres.
7.11. Decoração e jardinagem, inclusive corte e poda de árvores.
7.12. Controle e tratamento de efluentes de qualquer natureza e de agentes físicos, químicos e biológicos.
7.13. Dedetização, desinfecção, desinsetização, imunização, higienização, desratização, pulverização e congêneres.
7.14. Florestamento, reflorestamento, semeadura, adubação e congêneres.
7.15. Escoramento, contenção de encostas e serviços congêneres.
7.16. Limpeza e dragagem de rios, portos, canais, baías, lagos, lagoas, represas, açudes e congêneres.
7.16. Florestamento, reflorestamento, semeadura, adubação, reparação de solo, plantio, silagem, colheita, corte e descascamento de árvores, silvicultura, exploração florestal e dos serviços
congêneres indissociáveis da formação, manutenção e colheita de florestas, para quaisquer fins e por quaisquer meios. (Redação dada pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
7.17. Acompanhamento e fiscalização da execução de obras de engenharia, arquitetura e urbanismo.
7.18. Aerofotogrametria (inclusive interpretação), cartografia, mapeamento, levantamentos topográficos, batimétricos, geográficos, geodésicos, geológicos, geofísicos e congêneres.
7.19. Pesquisa, perfuração, cimentação, mergulho, perfilagem, concretação, testemunhagem, pescaria, estimulação e outros serviços relacionados com a exploração e explotação de petróleo, gás
natural e de outros recursos minerais.
7.20. Nucleação e bombardeamento de nuvens e congêneres.
8. Serviços de educação, ensino, orientação pedagógica e educacional, instrução, treinamento e avaliação pessoal de qualquer grau ou natureza.
8.01. Ensino regular pré-escolar, fundamental, médio e superior.
8.02. Instrução, treinamento, orientação pedagógica e educacional, avaliação de conhecimentos de qualquer natureza.
9. Serviços relativos a hospedagem, turismo, viagens e congêneres.
9.01. Hospedagem de qualquer natureza em hotéis, apart-service condominiais, flat, apart-hotéis, hotéis residência, residence-service, suíte service, hotelaria marítima, motéis, pensões e
congêneres; ocupação por temporada com fornecimento de serviço (o valor da alimentação e gorjeta, quando incluído no preço da diária, fica sujeito ao Imposto Sobre Serviços).
9.02. Agenciamento, organização, promoção, intermediação e execução de programas de turismo, passeios, viagens, excursões, hospedagens e congêneres.
9.03. Guias de turismo.
10. Serviços de intermediação e congêneres.
10.01. Agenciamento, corretagem ou intermediação de câmbio, de seguros, de cartões de crédito, de planos de saúde e de planos de previdência privada.
10.02. Agenciamento, corretagem ou intermediação de títulos em geral, valores mobiliários e contratos quaisquer.
10.03. Agenciamento, corretagem ou intermediação de direitos de propriedade industrial, artística ou literária.
10.04. Agenciamento, corretagem ou intermediação de contratos de arrendamento mercantil (leasing), de franquia (franchising) e de faturização (factoring).
10.05. Agenciamento, corretagem ou intermediação de bens móveis ou imóveis, não abrangidos em outros itens ou subitens, inclusive aqueles realizados no âmbito de Bolsas de Mercadorias e
Futuros, por quaisquer meios.
10.06. Agenciamento marítimo.
10.07. Agenciamento de notícias.
10.08. Agenciamento de publicidade e propaganda, inclusive o agenciamento de veiculação por quaisquer meios.
10.09. Representação de qualquer natureza, inclusive comercial.
10.10. Distribuição de bens de terceiros.
11. Serviços de guarda, estacionamento, armazenamento, vigilância e congêneres.
11.01. Guarda e estacionamento de veículos terrestres automotores, de aeronaves e de embarcações.
11.02. Vigilância, segurança ou monitoramento de bens e pessoas.
11.02. Vigilância, segurança ou monitoramento de bens, pessoas e semoventes. (Redação dada pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
11.03. Escolta, inclusive de veículos e cargas.
11.04. Armazenamento, depósito, carga, descarga, arrumação e guarda de bens de qualquer espécie.
12. Serviços de diversões, lazer, entretenimento e congêneres.
12.01. Espetáculos teatrais.
12.02. Exibições cinematográficas.
12.03. Espetáculos circenses.
12.04. Programas de auditório.
12.05. Parques de diversões, centros de lazer e congêneres.
12.06. Boates, taxi-dancing e congêneres.
12.07. Shows, ballet, danças, desfiles, bailes, óperas, concertos, recitais, festivais e congêneres.
12.08. Feiras, exposições, congressos e congêneres.
12.09. Bilhares, boliches e diversões eletrônicas ou não.
12.10. Corridas e competições de animais.
12.11. Competições esportivas ou de destreza física ou intelectual, com ou sem a participação do espectador.
12.12. Execução de música.
12.13. Produção, mediante ou sem encomenda prévia, de eventos, espetáculos, entrevistas, shows, ballet, danças, desfiles, bailes, teatros, óperas, concertos, recitais, festivais e congêneres.
12.14. Fornecimento de música para ambientes fechados ou não, mediante transmissão por qualquer processo.
12.15. Desfiles de blocos carnavalescos ou folclóricos, trios elétricos e congêneres.
12.16. Exibição de filmes, entrevistas, musicais, espetáculos, shows, concertos, desfiles, óperas, competições esportivas, de destreza intelectual ou congêneres.
12.17. Recreação e animação, inclusive em festas e eventos de qualquer natureza.
13. Serviços relativos a fonografia, fotografia, cinematografia e reprografia.
13.01. Fonografia ou gravação de sons, inclusive trucagem, dublagem, mixagem e congêneres.
13.02. Fotografia e cinematografia, inclusive revelação, ampliação, cópia, reprodução, trucagem e congêneres.
13.03. Reprografia, microfilmagem e digitalização.
13.04. Composição gráfica, fotocomposição, clicheria, zincografia, litografia, fotolitografia.
13.05. Composição gráfica, inclusive confecção de impressos gráficos, fotocomposição, clicheria, zincografia, litografia e fotolitografia, exceto se destinados a posterior operação de
comercialização ou industrialização, ainda que incorporados, de qualquer forma, a outra mercadoria que deva ser objeto de posterior circulação, tais como bulas, rótulos, etiquetas, caixas, cartuchos,
embalagens e manuais técnicos e de instrução, quando ficarão sujeitos ao ICMS. (Incluído pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
14. Serviços relativos a bens de terceiros.
14.01. Lubrificação, limpeza, lustração, revisão, carga e recarga, conserto, restauração, blindagem, manutenção e conservação de máquinas, veículos, aparelhos, equipamentos, motores,
elevadores ou de qualquer objeto (exceto peças e partes empregadas, que ficam sujeitas ao ICMS).
14.02. Assistência técnica.
14.03. Recondicionamento de motores (exceto peças e partes empregadas, que ficam sujeitas ao ICMS).
14.04. Recauchutagem ou regeneração de pneus.
14.05. Restauração, recondicionamento, acondicionamento, pintura, beneficiamento, lavagem, secagem, tingimento, galvanoplastia, anodização, corte, recorte, polimento, plastificação e
congêneres, de objetos quaisquer.
14.05. Restauração, recondicionamento, acondicionamento, pintura, beneficiamento, lavagem, secagem, fingimento, galvanoplastia, anodização, corte, recorte, plastificação, costura, acabamento,
polimento e congêneres de objetos quaisquer. (Redação dada pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
14.06. Instalação e montagem de aparelhos, máquinas e equipamentos, inclusive montagem industrial, prestados ao usuário final, exclusivamente com material por ele fornecido.
14.07. Colocação de molduras e congêneres.
14.08. Encadernação, gravação e douração de livros, revistas e congêneres.
14.09. Alfaiataria e costura, quando o material for fornecido pelo usuário final, exceto aviamento.
14.10. Tinturaria e lavanderia.
14.11. Tapeçaria e reforma de estofamentos em geral.
14.12. Funilaria e lanternagem.
14.13. Carpintaria e serralheria.
14.14. Guincho intramunicipal, guindaste e içamento. (Incluído pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
15. Serviços relacionados ao setor bancário ou financeiro, inclusive aqueles prestados por instituições financeiras autorizadas a funcionar pela União ou por quem de direito.
15.01. Administração de fundos quaisquer, de consórcio, de cartão de crédito ou débito e congêneres, de carteira de clientes, de cheques pré-datados e congêneres.
15.02. Abertura de contas em geral, inclusive conta-corrente, conta de investimentos e aplicação e caderneta de poupança, no País e no exterior, bem como a manutenção das referidas contas
ativas e inativas.
15.03. Locação e manutenção de cofres particulares, de terminais eletrônicos, de terminais de atendimento e de bens e equipamentos em geral.
15.04. Fornecimento ou emissão de atestados em geral, inclusive atestado de idoneidade, atestado de capacidade financeira e congêneres.
15.05. Cadastro, elaboração de ficha cadastral, renovação cadastral e congêneres, inclusão ou exclusão no Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundos - CCF ou em quaisquer outros bancos
cadastrais.
15.06. Emissão, reemissão e fornecimento de avisos, comprovantes e documentos em geral; abono de firmas; coleta e entrega de documentos, bens e valores; comunicação com outra agência ou
com a administração central; licenciamento eletrônico de veículos; transferência de veículos; agenciamento fiduciário ou depositário; devolução de bens em custódia.
15.07. Acesso, movimentação, atendimento e consulta a contas em geral, por qualquer meio ou processo, inclusive por telefone, fac-símile, internet e telex, acesso a terminais de atendimento,
inclusive vinte e quatro horas; acesso a outro banco e a rede compartilhada; fornecimento de saldo, extrato e demais informações relativas a contas em geral, por qualquer meio ou processo.
15.08. Emissão, reemissão, alteração, cessão, substituição, cancelamento e registro de contrato de crédito; estudo, análise e avaliação de operações de crédito; emissão, concessão, alteração
ou contratação de aval, fiança, anuência e congêneres; serviços relativos a abertura de crédito, para quaisquer fins.
15.09. Arrendamento mercantil (leasing) de quaisquer bens, inclusive cessão de direitos e obrigações, substituição de garantia, alteração, cancelamento e registro de contrato, e demais serviços
relacionados ao arrendamento mercantil (leasing).
15.10. Serviços relacionados a cobranças, recebimentos ou pagamentos em geral, de títulos quaisquer, de contas ou carnês, de câmbio, de tributos e por conta de terceiros, inclusive os efetuados
por meio eletrônico, automático ou por máquinas de atendimento; fornecimento de posição de cobrança, recebimento ou pagamento; emissão de carnês, fichas de compensação, impressos e
documentos em geral.
15.11. Devolução de títulos, protesto de títulos, sustação de protesto, manutenção de títulos, reapresentação de títulos, e demais serviços a eles relacionados.
15.12. Custódia em geral, inclusive de títulos e valores mobiliários.
15.13. Serviços relacionados a operações de câmbio em geral, edição, alteração, prorrogação, cancelamento e baixa de contrato de câmbio; emissão de registro de exportação ou de crédito;
cobrança ou depósito no exterior; emissão, fornecimento e cancelamento de cheques de viagem; fornecimento, transferência, cancelamento e demais serviços relativos a carta de crédito de importação,
exportação e garantias recebidas; envio e recebimento de mensagens em geral relacionadas a operações de câmbio.
15.14. Fornecimento, emissão, reemissão, renovação e manutenção de cartão magnético, cartão de crédito, cartão de débito, cartão salário e congêneres.
15.15. Compensação de cheques e títulos quaisquer; serviços relacionados a depósito, inclusive depósito identificado, a saque de contas quaisquer, por qualquer meio ou processo, inclusive em
terminais eletrônicos e de atendimento.
15.16. Emissão, reemissão, liquidação, alteração, cancelamento e baixa de ordens de pagamento, ordens de crédito e similares, por qualquer meio ou processo; serviços relacionados à
transferência de valores, dados, fundos, pagamentos e similares, inclusive entre contas em geral.
15.17. Emissão, fornecimento, devolução, sustação, cancelamento e oposição de cheques quaisquer, avulso ou por talão.
15.18. Serviços relacionados a crédito imobiliário, avaliação e vistoria de imóvel ou obra, análise técnica e jurídica, emissão, reemissão, alteração, transferência e renegociação de contrato,
emissão e reemissão do termo de quitação e demais serviços relacionados a crédito imobiliário.
16. Serviços de transporte de natureza municipal.
16.01. Serviços de transporte de natureza municipal.
16.01. Serviços de transporte coletivo municipal rodoviário, metroviário, ferroviário e aquaviário de passageiros. (Redação dada pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
16.02. Outros serviços de transporte de natureza municipal. (Incluído pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
16.02. serviço de transporte coletivo de passageiros. (Redação dada pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
17. Serviços de apoio técnico, administrativo, jurídico, contábil, comercial e congêneres.
17.01. Assessoria ou consultoria de qualquer natureza, não contida em outros itens desta lista; análise, exame, pesquisa, coleta, compilação e fornecimento de dados e informações de qualquer
natureza, inclusive cadastro e similares.
17.02. Datilografia, digitação, estenografia, expediente, secretaria em geral, resposta audível, redação, edição, interpretação, revisão, tradução, apoio e infra-estrutura administrativa e congêneres.
17.03. Planejamento, coordenação, programação ou organização técnica, financeira ou administrativa.
17.04. Recrutamento, agenciamento, seleção e colocação de mão de obra.
17.05. Fornecimento de mão de obra, mesmo em caráter temporário, inclusive de empregados ou trabalhadores, avulsos ou temporários, contratados pelo prestador de serviço.
17.06. Propaganda e publicidade, inclusive promoção de vendas, planejamento de campanhas ou sistemas de publicidade, elaboração de desenhos, textos e demais materiais publicitários.
17.07. Franquia (franchising).
17.08. Perícias, laudos, exames técnicos e análises técnicas.
17.09. Planejamento, organização e administração de feiras, exposições, congressos e congêneres.
17.10. Organização de festas e recepções; bufê (exceto o fornecimento de alimentação e bebidas, que fica sujeito ao ICMS).
17.11. Administração em geral, inclusive de bens e negócios de terceiros.
17.12. Leilão e congêneres.
17.13. Advocacia.
17.14. Arbitragem de qualquer espécie, inclusive jurídica.
17.15. Auditoria.
17.16. Análise de Organização e Métodos.
17.17. Atuária e cálculos técnicos de qualquer natureza.
17.18. Contabilidade, inclusive serviços técnicos e auxiliares.
17.19. Consultoria e assessoria econômica ou financeira.
17.20. Estatística.
17.21. Cobrança em geral.
17.22. Assessoria, análise, avaliação, atendimento, consulta, cadastro, seleção, gerenciamento de informações, administração de contas a receber ou a pagar e em geral, relacionados a
operações de faturização (factoring).
17.23. Apresentação de palestras, conferências, seminários e congêneres.
17.24. Inserção de textos, desenhos e outros materiais de propaganda e publicidade, em qualquer meio (exceto em livros, jornais, periódicos e nas modalidades de serviços de radiodifusão sonora
e de sons e imagens de recepção livre e gratuita). (Incluído pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
18. Serviços de regulação de sinistros vinculados a contratos de seguros; inspeção e avaliação de riscos para cobertura de contratos de seguros; prevenção e gerência de riscos seguráveis e
congêneres.
18.01. Serviços de regulação de sinistros vinculados a contratos de seguros; inspeção e avaliação de riscos para cobertura de contratos de seguros; prevenção e gerência de riscos seguráveis e
congêneres.
19. Serviços de distribuição e venda de bilhetes e demais produtos de loteria, bingos, cartões, pules ou cupons de apostas, sorteios, prêmios, inclusive os decorrentes de títulos de capitalização e
congêneres.
19.01. Serviços de distribuição e venda de bilhetes e demais produtos de loteria, bingos, cartões, pules ou cupons de apostas, sorteios, prêmios, inclusive os decorrentes de títulos de
capitalização e congêneres.
20. Serviços portuários, aeroportuários, ferroportuários, de terminais rodoviários, ferroviários e metroviários.
20.01. Serviços portuários, ferroportuários, utilização de porto, movimentação de passageiros, reboque de embarcações, rebocador escoteiro, atracação, desatracação, serviços de praticagem,
capatazia, armazenagem de qualquer natureza, serviços acessórios, movimentação de mercadorias, serviços de apoio marítimo, de movimentação ao largo, serviços de armadores, estiva, conferência,
logística e congêneres.
20.02. Serviços aeroportuários, utilização de aeroporto, movimentação de passageiros, armazenagem de qualquer natureza, capatazia, movimentação de aeronaves, serviços de apoio
aeroportuários, serviços acessórios, movimentação de mercadorias, logística e congêneres.
20.03. Serviços de terminais rodoviários, ferroviários, metroviários, movimentação de passageiros, mercadorias, inclusive suas operações, logística e congêneres.
21. Serviços de registros públicos, cartorários e notariais.
21.01. Serviços de registros públicos, cartorários e notariais.
22. Serviços de exploração de rodovia.
22.01. Serviços de exploração de rodovia mediante cobrança de preço ou pedágio dos usuários, envolvendo execução de serviços de conservação, manutenção, melhoramentos para adequação de
capacidade e segurança de trânsito, operação, monitoração, assistência aos usuários e outros serviços definidos em contratos, atos de concessão ou de permissão ou em normas oficiais.
23. Serviços de programação e comunicação visual, desenho industrial e congêneres.
23.01. Serviços de programação e comunicação visual, desenho industrial e congêneres.
24. Serviços de chaveiros, confecção de carimbos, placas, sinalização visual, banners, adesivos e congêneres.
24.01. Serviços de chaveiros, confecção de carimbos, placas, sinalização visual, banners, adesivos e congêneres.
25. Serviços funerários.
25.01. Funerais, inclusive fornecimento de caixão, urna ou esquifes; aluguel de capela; transporte do corpo cadavérico; fornecimento de flores, coroas e outros paramentos; desembaraço de
certidão de óbito; fornecimento de véu, essa e outros adornos; embalsamamento, embelezamento, conservação ou restauração de cadáveres.
25.02. Cremação de corpos e partes de corpos cadavéricos.
25.02. Translado intramunicipal e cremação de corpos e partes de corpos cadavéricos. (Redação dada pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
25.03. Planos ou convênio funerários.
25.04. Manutenção e conservação de jazigos e cemitérios.
25.05. Cessão de uso de espaços em cemitérios para sepultamento. (Incluído pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
26. Serviços de coleta, remessa ou entrega de correspondências, documentos, objetos, bens ou valores, inclusive pelos correios e suas agências franqueadas; courrier e congêneres.
26.01. Serviços de coleta, remessa ou entrega de correspondências, documentos, objetos, bens ou valores, inclusive pelos correios e suas agências franqueadas; courrier e congêneres.
27. Serviços de assistência social.
27.01. Serviços de assistência social.
28. Serviços de avaliação de bens e serviços de qualquer natureza.
28.01. Serviços de avaliação de bens e serviços de qualquer natureza.
29. Serviços de biblioteconomia.
29.01. Serviços de biblioteconomia.
30. Serviços de biologia, biotecnologia e química.
30.01. Serviços de biologia, biotecnologia e química.
31. Serviços técnicos em edificações, eletrônica, eletrotécnica, mecânica, telecomunicações e congêneres.
31.01. Serviços técnicos em edificações, eletrônica, eletrotécnica, mecânica, telecomunicações e congêneres.
32. Serviços de desenhos técnicos.
32.01. Serviços de desenhos técnicos.
33. Serviços de desembaraço aduaneiro, comissários, despachantes e congêneres.
33.01. Serviços de desembaraço aduaneiro, comissários, despachantes e congêneres.
34. Serviços de investigações particulares, detetives e congêneres.
34.01. Serviços de investigações particulares, detetives e congêneres.
35. Serviços de reportagem, assessoria de imprensa, jornalismo e relações públicas.
35.01. Serviços de reportagem, assessoria de imprensa, jornalismo e relações públicas.
36. Serviços de meteorologia.
36.01. Serviços de meteorologia.
37. Serviços de artistas, atletas, modelos e manequins.
37.01. Serviços de artistas, atletas, modelos e manequins.
38. Serviços de museologia.
38.01. Serviços de museologia.
39. Serviços de ourivesaria e lapidação.
39.01. Serviços de ourivesaria e lapidação (quando o material for fornecido pelo tomador do serviço).
40. Serviços relativos a obras de arte sob encomenda.
40.01. Obras de arte sob encomenda.
Art. 39. Considera-se local de prestação de serviços para efeito da ocorrência do fato gerador deste Imposto:
a) o do estabelecimento prestador ou, na falta deste, o do domicílio do prestador;
b) no caso de construção civil, o local onde se efetuar a prestação;
c) no caso do serviço a que se refere o item 101 da Lista de Serviço, o Município em cujo território haja parcela da estrada explorada. (Incluída pela Lei Complementar n° 5, de 2000)
Art. 39. O serviço considera-se prestado e o Imposto devido no local do estabelecimento prestador ou, na falta do estabelecimento, no local do domicílio do prestador, exceto nas hipóteses
previstas nos incisos I a XX, quando o Imposto será devido no local: (Redação dada pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
I - do estabelecimento do tomador ou intermediário do serviço ou, na falta de estabelecimento, onde ele estiver domiciliado, na hipótese do inc. I do art. 37 desta Lei Complementar; (Incluído pela
Lei Complementar n° 15, de 2003)
II - da instalação dos andaimes, palcos, coberturas e outras estruturas, no caso dos serviços descritos no subitem 3.04 da lista de serviços; (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
III - da execução da obra, no caso dos serviços descritos no subitem 7.02 e 7.17 da lista de serviços; (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
IV - da demolição, no caso dos serviços descritos no subitem 7.04 da lista de serviços; (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
V - das edificações em geral, estradas, pontes, portos e congêneres, no caso dos serviços descritos no subitem 7.05 da lista de serviços; (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
VI - da execução da varrição, coleta, remoção, incineração, tratamento, reciclagem, separação e destinação final de lixo, rejeitos e outros resíduos quaisquer, no caso dos serviços descritos no
subitem 7.09 da lista de serviços; (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
VII - da execução da limpeza, manutenção e conservação de vias e logradouros públicos, imóveis, chaminés, piscinas, parques, jardins e congêneres, no caso dos serviços descritos no subitem
7.10 da lista de serviços; (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
VIII - da execução da decoração e jardinagem, do corte e poda de árvores, no caso dos serviços descritos no subitem 7.11 da lista de serviços; (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
IX - do controle e tratamento do efluente de qualquer natureza e de agentes físicos, químicos e biológicos, no caso dos serviços descritos no subitem 7.12 da lista de serviços; (Incluído pela Lei
Complementar n° 15, de 2003)
X - do florestamento, reflorestamento, semeadura, adubação e congêneres, no caso dos serviços descritos no subitem 7.14 da lista de serviços; (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
XI - da execução dos serviços de escoramento, contenção de encostas e congêneres, no caso dos serviços descritos no subitem 7.15 da lista de serviços; (Incluído pela Lei Complementar n° 15,
de 2003)
XII - da limpeza e dragagem, no caso dos serviços descritos no subitem 7.16 da lista de serviços; (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
XIII - onde o bem estiver guardado ou estacionado, no caso dos serviços descritos no subitem 11.01 da lista de serviços; (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
XIV - dos bens ou do domicílio das pessoas vigiados, segurados ou monitorados, no caso dos serviços descritos no subitem 11.02 da lista de serviços; (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de
2003)
XV - do armazenamento, depósito, carga, descarga, arrumação e guarda do bem, no caso dos serviços descritos no subitem 11.04 da lista de serviços; (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de
2003)
XVI - da execução dos serviços de diversão, lazer, entretenimento e congêneres, no caso dos serviços descritos nos subitens do item 12, exceto o 12.13, da lista de serviços; (Incluído pela Lei
Complementar n° 15, de 2003)
XVII - do Município onde está sendo executado o transporte, no caso dos serviços descritos pelo subitem 16.01 da lista de serviços; (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
XVIII - do estabelecimento do tomador da mão de obra ou, na falta de estabelecimento, onde ele estiver domiciliado, no caso dos serviços descritos pelo subitem 17.05 da lista de
serviços; (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
XIX - da feira, exposição, congresso ou congênere a que se referir o planejamento, organização e administração, no caso dos serviços descritos pelo subitem 17.09 da lista de serviços; (Incluído
pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
XX - do porto, aeroporto, ferroporto, terminal rodoviário, ferroviário ou metroviário, no caso dos serviços descritos pelo item 20 da lista de serviços. (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
§ 1° No caso dos serviços a que se refere o subitem 3.03 da lista de serviços, considera-se ocorrido o fato gerador e devido o Imposto em cada Município em cujo território haja extensão de
ferrovia, rodovia, postes, cabos, dutos e condutos de qualquer natureza, objetos de locação, sublocação, arrendamento, direito de passagem ou permissão de uso, compartilhado ou não. (Incluído pela
Lei Complementar n° 15, de 2003)
§ 2° No caso dos serviços a que se refere o subitem 22.01 da lista de serviços, considera-se ocorrido o fato gerador e devido o Imposto em cada Município em cujo território haja extensão de
rodovia explorada. (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
§ 3° Considera-se ocorrido o fato gerador do Imposto no local do estabelecimento prestador nos serviços executados em águas marítimas, excetuados aqueles descritos no subitem
20.01. (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
§ 4° Considera-se estabelecimento prestador o local onde o contribuinte desenvolva a atividade de prestar serviços, de modo permanente ou temporário, e que configure unidade econômica ou
profissional, sendo irrelevantes para caracterizá-lo as denominações de sede, filial, agência, posto de atendimento, sucursal, escritório de representação ou contato ou quaisquer outras que venham a ser
utilizadas. (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
Art. 39. Considera-se local de prestação de serviços para efeitos da ocorrência do fato gerador deste imposto o Município de Cubatão. (Redação dada pela Lei Complementar n° 60, de 2009) (Vide
Decreto n° 6.472, de 1991)
§ 1° No caso dos serviços a que se refere o subitem 3.03 da lista de serviços, considera-se ocorrido o fato gerador e devido o imposto em cada Município em cujo território haja extensão de
ferrovia, rodovia, postes, cabos, dutos e condutos de qualquer natureza, objetos de locação, sublocação, arrendamento, direito de passagem ou permissão de uso, compartilhado ou não. (Redação dada
pela Lei Complementar n° 60, de 2009)
§ 2° No caso dos serviços a que se refere o subitem 22.01 da lista de serviços, considera-se ocorrido o fato gerador e devido o Imposto em cada Município em cujo território haja extensão de
rodovia explorada. (Redação dada pela Lei Complementar n° 60, de 2009)
§ 3° Considera-se ocorrido o fato gerador do imposto no local do estabelecimento prestador nos serviços executados em águas marítimas, excetuados aqueles descritos no subitem
20.01. (Redação dada pela Lei Complementar n° 60, de 2009)
§ 4° Considera-se estabelecimento prestador o local onde o contribuinte desenvolva a atividade de prestar serviços, de modo permanente ou temporário, e que configure unidade econômica ou
profissional, sendo irrelevantes para caracterizá-lo as denominações de sede, filial, agência, posto de atendimento, sucursal, escritório de representação ou contato ou quaisquer outras que venham a ser
utilizadas. (Redação dada pela Lei Complementar n° 60, de 2009)
Art. 40. A incidência do Imposto independe:
Art. 40. A incidência do Imposto não depende: (Redação dada pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
a) do cumprimento de quaisquer exigências legais, regulamentares ou administrativas relativas à atividade;
b) do resultado financeiro;
c) da existência de estabelecimento fixo;
d) da denominação dada ao serviço prestado. (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
Art. 41. O contribuinte do Imposto é o prestador de serviço.
Art. 41. O contribuinte do imposto é o prestador do serviço, empresa ou profissional autônomo que exercer, em caráter permanente ou eventual, quaisquer das atividades de que trata o art. 38.
(Redação dada pela Lei n° 1.502, de 1984)
Art. 41. Contribuinte é o prestador do serviço, empresa ou profissional autônomo que exercer, em caráter permanente ou eventual, quaisquer das atividades de que trata a lista constante no art.
38. (Redação dada pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
Art. 42. É responsável pelo Imposto o proprietário de casa nova em relação aos serviços de construção que lhes forem prestados sem a documentação fiscal correspondente ou sem a prova do
pagamento do Imposto pelo prestador do serviço
Art. 42. Todos aqueles que se utilizarem de serviços prestados por empresas ou profissionais autônomos são solidariamente responsáveis pelo pagamento do imposto relativo aos serviços por
eles prestados, se não exigirem dos mesmos a comprovação da respectiva inscrição fiscal no órgão competente, bem como a prova de pagamento do imposto pelo prestador do serviço. (Redação dada
pela Lei n° 1.502, de 1984)
Parágrafo único. A responsabilidade prevista neste artigo é constituída sem prejuízo das demais estabelecidas nesta Lei.
Art. 42-A. A pessoa física ou jurídica de direito público ou privado que contratar com terceiros, empresas ou profissionais autônomos, a construção de obras ou a prestação de serviços de
qualquer natureza fica obrigada a reter na fonte o valor do tributo devido e a efetuar o recolhimento, na forma desta Lei Complementar e nos Regulamentos concernentes à matéria. (Incluído pela Lei
Complementar n° 15, de 2003)
Art. 42-A. A pessoa jurídica de direito público ou privado que contratar com terceiros, empresas ou profissionais autônomos, a construção de obras ou a prestação de serviços de qualquer
natureza, cuja realização ocorra dentro do território do Município de Cubatão, fica obrigada a reter na fonte o valor do tributo devido e a efetuar o recolhimento, na forma desta Lei Complementar e nos
Regulamentos concernentes à matéria. (Redação dada pela Lei Complementar n° 60, de 2009)
Art. 42-A. A pessoa jurídica de direito público ou privado, ainda que imune ou isenta, que contratar com terceiros, empresas ou profissionais autônomos, a construção de obras ou a prestação de
serviços de qualquer natureza, cuja realização ocorra dentro do território do Município de Cubatão, fica obrigada a reter na fonte o valor do tributo devido e a efetuar o recolhimento, na forma desta Lei
Complementar e nos Regulamentos concernentes à matéria. (Redação dada pela Lei Complementar n° 95, de 2017) (Vide Decreto n° 9.742, de 2011)
§ 1° Os responsáveis a que se refere este artigo estão obrigados ao recolhimento integral do imposto devido, multa e acréscimos legais, independentemente de ter sido efetuada sua retenção na
fonte. (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
§ 2° Sem prejuízo do disposto no caput e no § 1°, são responsáveis: (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
§ 2° Sem prejuízo do disposto no caput e no parágrafo anterior, também é responsável o tomador ou intermediário de serviço proveniente do exterior do País ou cuja prestação se tenha iniciado no
exterior do País. (Redação dada pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
I - o tomador ou intermediário de serviço proveniente do exterior do País ou cuja prestação se tenha iniciado no exterior do País; (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003) (Revogado pela Lei
Complementar n° 95, de 19 de dezembro de 2017)
II - a pessoa jurídica, ainda que imune ou isenta, tomadora ou intermediária dos serviços descritos nos subitens 3.04, 7.02, 7.04, 7.05, 7.09, 7.10, 7.12, 7.14, 7.15, 7.17, 11.02, 17.05 e 17.09 da
lista de serviços.(Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003) (Revogado pela Lei Complementar n° 95, de 19 de dezembro de 2017)
§ 3° Para a retenção do imposto na fonte, deverá ser observado o disposto na presente Lei Complementar e nos Regulamentos concernentes à matéria. (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de
2003)
§ 4° A retenção do imposto na fonte incidirá sobre os prestadores de serviços enquadrados com base em alíquotas variáveis, sujeitos à modalidade de autolançamento. (Incluído pela Lei
Complementar n° 15, de 2003)
§ 5° Para a retenção do imposto na fonte, base de cálculo é o preço dos serviços, aplicando-se a alíquota correspondente. (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
§ 6° O responsável pela retenção do imposto na fonte deverá fornecer comprovante ou declaração ao prestador do serviço, no prazo máximo de 30 (trinta) dias, a contar da data do recolhimento do
tributo. (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
§ 7° Nas hipóteses de retenção, o imposto será recolhido no prazo estabelecido no art. 122 da Lei n° 1.383, de 29 de junho de 1983 e suas posteriores alterações. (Incluído pela Lei
Complementar n° 15, de 2003)
§ 8° Mensalmente, até o último dia útil do mês em que houver sido feita a retenção na fonte e recolhimento do tributo, o tomador do serviço deverá encaminhar à Secretaria de Finanças a relação
das retenções efetuadas, acompanhadas de cópia do Documento de Arrecadação Municipal - DAM. (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003) (Vide Decreto n° 9.742, de 2011) (Revogado pela Lei
Complementar n° 95, de 19 de dezembro de 2017)
§ 9° Os serviços tomados deverão ser declarados ao fisco, independentemente de ter havido a retenção do imposto, devendo, neste caso, constar a informação: sem retenção. (Incluído pela Lei
Complementar n° 15, de 2003)
§ 10. A Fazenda Municipal poderá instituir por meio de decreto a apresentação das obrigações acessórias por meio eletrônico. (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
§ 11. A Fazenda Pública Municipal poderá, de ofício ou a pedido do contribuinte, estabelecer regime especial de recolhimento do ISSQN, atribuindo ao prestador de serviços a responsabilidade
por seu recolhimento. (Incluído pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
§ 12. A análise para estabelecer o Regime Especial levará em conta a capacidade tributária do contribuinte e a quantidade de tomadores de serviços, tendo como objetivo elevar a eficiência da
fiscalização tributária. (Incluído pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
§ 13. O disposto neste Artigo não exclui o direito do Município de exigir do contribuinte o imposto eventualmente não retido na fonte ou aquele decorrente de insuficiência de retenção. (Incluído
pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
§ 14. Os microempreendedores individuais (MEI) enquadrados no Sistema de Recolhimento em Valores Fixos Mensais dos Tributos abrangidos pelo Simples Nacional (SIMEI), de acordo com o
art. 18-A da Lei Complementar Federal n° 123, de 14 de dezembro de 2006, ficam dispensados de efetuar a retenção do imposto na fonte prevista no "caput". (Incluído pela Lei Complementar n° 95, de
2017)
§ 15. Em decorrência do disposto no parágrafo anterior, no caso de serviços prestados a microempreendedores individuais (MEI) enquadrados no Sistema de Recolhimento em Valores Fixos
Mensais dos Tributos abrangidos pelo Simples Nacional (SIMEI), o responsável pelo recolhimento do imposto será o próprio prestador do serviço. (Incluído pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
CAPÍTULO II
DAS TAXAS
Art. 43. As Taxas cobradas pelo Município têm como fato gerador o exercício regular do Poder de Polícia ou a utilização efetiva ou potencial, de serviço público específico ou divisível, prestado ao
contribuinte ou posto à sua disposição. (Vide Decreto n° 3.872, de 1983) (Vide Decreto n° 4.023, de 1984)
Art. 44. A inscrição, o lançamento e aplicação de penalidades referentes às taxas reger-se-ão pelas normas gerais, salvo se houver disposição especial em contrário.
Art. 45. A incidência da Taxa e sua cobrança independem:
I - da existência do estabelecimento fixo;
II - do efetivo ou contínuo exercício da atividade para a qual tenha sido requerido o licenciamento;
III - da expedição da autorização, desde que seja efetivo o exercício da atividade para a qual tenha sido aquela requerida;
IV - do resultado financeiro da atividade exercida;
V - do cumprimento de qualquer exigência legal ou regulamentar relativa ao exercício da atividade.
Art. 46. As Taxas serão calculadas de conformidade com a presente Lei.
Art. 47. As Taxas classificam-se:
I - pelo exercício regular do Poder de Polícia;
II - pela utilização de serviço público.
Seção I
Das Taxas pelo Exercício Regular do Poder de Polícia
Art. 48. Considera-se Poder de Polícia a atividade da Administração Pública Municipal que, limitando ou disciplinando direito, interesse ou liberdade, regula a prática de ato ou abstenção de fato,
em razão de interesse público, concernente à segurança, à higiene, à ordem, aos costumes, à disciplina da produção e do mercado, ao exercício de atividades econômicas dependentes de concessão
ou autorização do Poder Público, à tranqüilidade e aos direitos individuais ou coletivos, no território do Município.
Art. 48. Considera-se Poder de Polícia a atividade da Administração Pública Municipal que, limitando ou disciplinando direito, interesse ou liberdade, regula a prática de ato ou abstenção de fato,
em razão de interesse público, concernente à segurança, à habitabilidade, à saúde, à higiene, à salubridade, ao meio ambiente, ao uso e ocupação do solo, às posturas municipais, à ordem, aos
costumes, à disciplina da produção e do mercado, ao exercício de atividades econômicas dependentes de concessão ou autorização do Poder Público, à tranquilidade e aos direitos individuais ou
coletivos, no território do Município. (Redação dada pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
Parágrafo único. As Taxas de Licença são compreendidas como Taxas pelo exercício regular do Poder de Polícia.
Art. 49. São Taxas de Licença as:
I - de funcionamento ou localização de estabelecimentos comerciais, industriais, civis e similares ou congêneres;
II - destinadas ao exercício de atividade de comércio ambulante, feirante ou eventual;
III - de publicidade;
IV - de obras particulares;
V - de ocupação de áreas, de vias, de logradouros públicos e de áreas de domínio público.
Subseção I
Da Taxa de Licença para Funcionamento, ou Localização de Estabelecimentos Comerciais, Industriais, Civis e Similares ou Congêneres
Art. 50. A Taxa de Licença para Funcionamento ou Localização tem como fato gerador a inspeção primeira ou anual, de competência da Municipalidade, objetivando a constatação da viabilidade
de funcionamento ou de localização, de conformidade com a legislação vigente, de qualquer atividade comercial, industrial, de crédito, capitalização, de prestação de serviços de qualquer natureza
profissional ou atividade decorrente de profissão, arte, ofício ou função, no território do Município.
Art. 50. A Taxa de Licença para Funcionamento ou Localização tem como fato gerador a fiscalização, por parte do Município, do cumprimento da Legislação disciplinadora do uso e ocupação do
solo urbano, da higiene, da saúde, da segurança, da ordem ou tranqüilidade pública a que se submete toda e qualquer pessoa física ou jurídica, em razão da localização ou funcionamento de qualquer
atividade comercial, industrial, de Crédito, capitalização, de prestação que Serviços de Qualquer Natureza profissional ou atividade decorrente de profissão, arte, ofício ou função, agropecuária, e ainda as
exercidas por entidades, sociedades ou associações civis, desportivas ou religiosas, no território do Município. (Redação dada pela Lei n° 1.502, de 1984)
Art. 50. A Taxa de Licença para Funcionamento ou Localização tem como fato gerador a fiscalização, por parte do Município, do cumprimento da Legislação disciplinadora do uso e ocupação do
solo urbano, da saúde, da higiene, da salubridade, da segurança, da habitabilidade, do meio ambiente, da ordem ou tranquilidade pública a que se submete toda e qualquer pessoa física ou jurídica, em
razão da localização ou funcionamento de qualquer atividade comercial, industrial, de crédito, capitalização, de prestação de Serviços de Qualquer Natureza profissional ou atividade decorrente de
profissão, arte, ofício ou função, agropecuária, e ainda as exercidas por entidades, sociedades ou associações civis, desportivas ou religiosas, no território do Município. (Redação dada pela Lei
Complementar n° 74, de 2013)
§ 1° O horário de funcionamento dos estabelecimentos será fixado por Decreto do Poder Executivo. (Revogado pela Lei n° 1.894, de 21 de dezembro de 1990)
§ 1° Para o funcionamento de qualquer estabelecimento ou atividade, fora do horário normal estabelecido pelo Poder Público, é devida uma nova licença de valor igual a 50% (cinquenta por cento)
da prevista na Tabela n° 01, anexa, cujo lançamento se fará na mesma época e na forma desta. (Renumerado do § 2° pela Lei n° 1.894, de 1990) (Revogado pela Lei Complementar n° 78, de 23 de
dezembro de 2014)
§ 3° Nenhum estabelecimento poderá funcionar sem estar quites com a Taxa de Licença para Funcionamento ou Localização do exercício correspondente, sob pena de ter o seu Alvará cassado e
o seu estabelecimento fechado até o pagamento do referido tributo. (Incluído pela Lei n° 1.502, de 1984)
§ 2° Nenhum estabelecimento poderá funcionar sem estar quites com a Taxa de Licença para Funcionamento ou Localização do exercício correspondente, sob pena de ter o seu Alvará cassado e
o seu estabelecimento fechado até o pagamento do referido tributo. (Renumerado do § 3° pela Lei n° 1.894, de 1990)
§ 2° Nenhum estabelecimento poderá obter ou renovar Alvará de Funcionamento, enquanto perdurarem débitos referentes à Taxa de Licença para Funcionamento ou Localização. (Vide Decreto n°
3.872, de 1983) (Vide Decreto n° 4.023, de 1984) (Redação dada pela Lei Complementar n° 70, de 2012)
Art. 51. A Taxa de Licença para funcionamento tem como fato gerador qualquer atividade comercial, industrial, de crédito, capitalização, agropecuária, de prestação de serviços de qualquer
natureza profissional, ou atividade decorrente de profissão, arte, ofício ou função, no território do Município. (Revogado pela Lei n° 1.392, de 12 de setembro de 1983)
Art. 52. Considera-se estabelecimento o local do exercício de quaisquer atividades referidas neste artigo, ainda que exercidas no interior de residência.
Art. 52. Considera-se estabelecimento o local do exercício de quaisquer atividades referidas no art. 50, ainda que exercidas no interior de residência. (Redação dada pela Lei Complementar n° 74,
de 2013)
Art. 53. Os estabelecimentos de pequeno comércio, indústria, profissão, arte ou ofício, tais como barracas, boxes nos mercados, balcões e bancas de jornais, além da taxa prevista nesta
Subseção, estão sujeitos ao preço público ou taxa de ocupação, conforme o caso, para uso de áreas de propriedade de domínio público, quando localizados nestas áreas.
Art. 53. Todos os estabelecimentos comerciais, industriais e de prestação de serviços, além da taxa prevista nesta Subseção, estão sujeitos ao preço público ou taxa de ocupação, conforme o
caso, para uso de áreas de propriedade de domínio público, quando localizados nestas áreas. (Redação dada pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
Subseção II
Da Taxa de Licença para o Exercício de Atividade do Comércio Ambulante, Feirante ou Eventual
Art. 54. A Taxa de Licença para o Comércio Ambulante ou Feirante, tem como fato gerador o exercício dessas atividades dentro do Município, e é devida independentemente da cobrança do preço
público pela utilização de áreas de domínio público.
Parágrafo único. A Taxa incidirá, ainda, quando a atividade for exercida de forma eventual, periódica ou não.
Subseção III
Da Taxa de Licença para Publicidade
Art. 55. A Taxa de Licença para Publicidade tem como fato gerador a exploração e utilização de qualquer meio de publicidade nas vias e logradouros do Município, bem como nos locais de
acesso ao público. (Vide Decreto n° 3.872, de 1983) (Vide Decreto n° 4.023, de 1984)
Art. 56. Compreende-se na definição do artigo anterior: (Vide Decreto n° 3.872, de 1983) (Vide Decreto n° 4.023, de 1984)
I - os cartazes, letreiros, programas, quadros, painéis, placas, anúncios e mostruários, fixos ou volantes, luminosos ou não, afixados, distribuídos ou pintados em paredes, muros, postes ou
veículos;
II - a propaganda sonora em lugares públicos, por qualquer meio hábil;
III - os meios de publicidade utilizados pelo contribuinte em propriedade pública ou particular, desde que visíveis ou audíveis das vias e logradouros públicos.
Parágrafo único. As proibições para o uso da publicidade serão regulamentadas por Decreto. (Regulamentado pelo Decreto n° 9.850, de 2012)
Subseção IV
Da Taxa de Licença para Obras Particulares
Art. 57. A Taxa de Licença para Obras Particulares tem como fato gerador, após a apreciação do projeto de edificação, a execução da obra e conseqüente (ilegível) fiscalização, além das demais
atividades especificadas na Tabela n° 7, anexa. (Vide Decreto n° 3.872, de 1983) (Vide Lei n° 2.229, de 1994) (Vide Decreto n° 4.023, de 1984)
§ 1° Nenhuma obra de qualquer natureza poderá ter início sem o pagamento prévio da Taxa referida neste artigo.
§ 2° Para os efeitos deste artigo, o licenciamento deve ser requerido, observadas as exigências do Código de Obras do Município, juntando-se, para tanto, todos os elementos necessários ao
perfeito cálculo do tributo.
Subseção V
Da Taxa de Ocupação de Áreas, de Vias, de Logradouros Públicos e de Áreas de Domínio Público
Art. 58. Constitui fato gerador desta Taxa a ocupação do solo feita mediante instalação provisória de balcão, banca de jornais, barraca, mesa tabuleiro ou qualquer outro móvel, imóvel ou
semelhante, em locais permitidos pela Prefeitura.
Art. 59. Quando a ocupação de área, de vias ou de logradouros públicos for condição essencial para o exercício da atividade sujeita a outro tributo, regulado por esta Lei, a Taxa não será devida.
Parágrafo único. O disposto neste artigo não se aplica aos feirantes, bancas de jornais, circos e parques de diversões.
Seção II
Das Taxas pela Utilização de Serviços Públicos
Art. 60. As Taxas pela utilização de Serviços Públicos compreendem:
I - de pavimentação, colocação de guias e feitura de sarjetas; (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
II - de construção de muros;
III - de serviços diversos;
IV - de expediente.
Subseção I
Da Taxa de Pavimentação, Colocação de Guias e Feitura de Sarjetas
Art. 61. A Taxa de Pavimentação, Colocação de Guias e Feitura de Sarjetas tem como fato gerador a execução, pelo Município, de obras ou serviços de pavimentação em vias, trechos de vias ou
logradouros, no todo ou em parte, ainda não pavimentados. (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
Parágrafo único. O disposto neste artigo abrange ainda a obra de pavimentação executada em complementação à outra já existente, quando a complementação abranger parte da faixa ainda não
pavimentada. (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
Art. 62. Considera-se obra de pavimentação: (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
I - a pavimentação propriamente dita da faixa das vias e logradouros, inclusos: (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
a) a terraplenagem superficial; (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
b) os cortes até a altura de 50 (cinquenta) centímetros; (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
c) o preparo e consolidação da base. (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
II - os serviços de colocação de guias e feitura de sarjetas, inclusos: (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
a) a terraplenagem superficial; (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
b) os cortes e aterros até a altura máxima de 50 (cinquenta) centímetros; (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
c) o preparo e consolidação da base; (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
d) bocas-de-lobo e grade. (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
Subseção II
Da Taxa de Construção de Muros
Art. 63. A Taxa de Construção de Muros tem como fato gerador a construção ou reconstrução de muros de fecho, no alinhamento dos imóveis, em via ou logradouro do Município, que tomará tal
providência, quando o interessado deixar de atender regular intimação para pessoalmente faze-lo, obedecido o prazo de 90 (noventa) dias.
§ 1° Não se incluem no conceito deste artigo, os muros-de-arrimo construídos pela Prefeitura, atendendo ao interesse público concernente à segurança.
§ 2° Ficará a cargo da Prefeitura a reconstrução dos muros, total ou parcialmente, quando por ela danificados para execução de serviços públicos.
Art. 64. A incidência da Taxa de Construção de Muros não elide a cobrança da Taxa de Expediente, correspondente ao fornecimento do alvará de alinhamento, nem o Preço Público referente aos
demais custos para a execução do serviço.
Subseção III
Da Taxa de Serviços Diversos
Art. 65. As obras, serviços e uso de bens públicos, se por solicitação do contribuinte, titular da propriedade ou interessado, serão cobrados pelo custo total, inclusas as despesas necessárias à
sua execução.
Parágrafo único. Acrescentar-se-á ao custo referido neste artigo a parcela de 20% (vinte por cento) a título de administração.
Art. 66. A Taxa de Serviços Diversos tem como fato gerador a prestação de serviços ao contribuinte, por sua própria solicitação ou compulsoriamente pela Prefeitura no exercício regular do seu
poder de polícia, e para os quais não haja taxa específica, prevista nesta Lei.
Parágrafo único. Os serviços a serem executados pelo próprio interessado e que estejam isentos de qualquer taxa ou emolumentos, não o desobriga de requerer à Prefeitura autorização para
realizá-los.
Subseção IV
Da Taxa de Expediente
Art. 67. A Taxa de Expediente tem como fato gerador o ingresso de requerimentos, papéis ou documentos em quaisquer repartições da Prefeitura para exame, apreciação ou despacho, bem
como a expedição de quaisquer atos emanados do Poder Público, como: Certidão, Atestado, Certificado, Alvará, Averbação, Autenticação, Busca, Registro e Anotação e outros de natureza similar.
CAPÍTULO III
DA CONTRIBUIÇÃO DE MELHORIA
Art. 68. A Contribuição de Melhoria será cobrada pelo Município, para fazer face ao custo de obras públicas de que decorra valorização imobiliária, tendo como limite total a despesa realizada, e
como limite individual o acréscimo de valor que da obra resultar para cada imóvel beneficiado, especialmente nos seguintes casos:
Art. 68. A contribuição de melhoria será cobrada pelo Município para fazer face ao custo de obras públicas, tendo como limite total a despesa realizada e, como limite individual a proporção
resultante da zona de influência destas obras em relação a cada imóvel beneficiado. (Redação dada pela Lei n° 1.825, de 1989)
I - a abertura ou alargamento de ruas, parques, campos de esporte, vias e logradouros públicos, inclusive estradas, pontes, túneis e viadutos; (Revogado pela Lei n° 1.825, de 28 de dezembro de
1989)
II - nivelamento, retificação, impermeabilização ou iluminação de vias, logradouros públicos, bem como a instalação de esgotos pluviais ou sanitários; (Revogado pela Lei n° 1.825, de 28 de
dezembro de 1989)
III - proteção contra inundações, saneamento em geral, drenagens, retificação e regularização de cursos d'água; (Revogado pela Lei n° 1.825, de 28 de dezembro de 1989)
IV - canalização e obras de embelezamento em geral, inclusive desapropriação para desenvolvimento paisagístico. (Revogado pela Lei n° 1.825, de 28 de dezembro de 1989)
Art. 69. Para cobrança da contribuição de melhoria a repartição competente deverá:
Art. 69. Para cobrança da contribuição de melhoria a repartição competente deverá observar o seguinte: (Redação dada pela Lei n° 1.825, de 1989)
I - publicar previamente os seguintes elementos:
I - publicação prévia, ao menos por uma vez em jornal oficial local, dos seguintes elementos: (Redação dada pela Lei n° 1.825, de 1989)
a) memorial descritivo do projeto;
b) orçamento do custo da obra;
b) orçamento do custo da obra e critérios de correção; (Redação dada pela Lei n° 1.825, de 1989)
c) determinação da parcela de custo da obra a ser financiada pela contribuição;
d) delimitação da zona beneficiada;
e) determinação do fato de absorção do benefício da valorização para toda a zona ou para cada uma das áreas diferenciadas nela contida.
e) determinação do índice de aproveitamento do benefício para toda a zona ou para cada uma das áreas diferenciadas nela contida. (Redação dada pela Lei n° 1.825, de 1989)
II - fixar o prazo, não inferior a 30 (trinta) dias, para impugnação pelos interessados, de qualquer dos elementos referidos no número anterior;
II - prazo de 30 (trinta) dias, a contar da data da publicação, para impugnação pelos interessados, de qualquer dos elementos referidos no inciso anterior; (Redação dada pela Lei n° 1.825, de
1989)
III - regulamentação do processo administrativo de instrução e julgamento da impugnação a que se refere o inciso anterior sem prejuízo de sua apreciação judicial.
III - regulamentação do processo administrativo de instrução e julgamento da impugnação a que se refere o inciso anterior sem prejuízo de sua apreciação judicial. (Revogado pela Lei n° 1.825, de
28 de dezembro de 1989)
III - (Revogado pela Lei n° 1.825, de 28 de dezembro de 1989)
§ 1° A contribuição relativa a cada imóvel será determinada pelo rateio da parcela do custo da obra a que se refere a alínea "c" do inciso I pelos imóveis situados na zona beneficiada em função
dos respectivos fatores individuais de valorização.
§ 2° Por ocasião do respectivo lançamento, cada contribuinte deverá ser notificado do montante da contribuição, da forma e dos prazos de seu pagamento e dos elementos que integrarem o
respectivo cálculo.
§ 3° Caberá ao contribuinte o ônus da prova quando impugnar quaisquer dos elementos a que se refere o item I deste artigo.
Art. 70. Responde pelo pagamento da contribuição de melhoria o proprietário do imóvel ao tempo do respectivo lançamento, transmitindo-se a responsabilidade aos adquirentes ou sucessores, a
qualquer título.
Art. 71. As obras ou melhoramentos que justifiquem a cobrança de contribuição de melhoria enquadrar-se-ão em dois programas:
I - ordinário, quando referente a obras preferenciais e de iniciativa da própria Administração;
II - extraordinário, quando referente a obra de menor interesse geral, solicitada por, pelo menos, dois terços dos proprietários interessados, obedecidas as prescrições dos arts. 81 e 82 desta Lei.
Art. 72. No custo das obras serão computadas as despesas de estudo e administração, desapropriação e operações de financiamento, inclusive juros não excedentes a 12% (doze por cento) ao
ano sobre o capital empregado.
Art. 72. No custo final das obras serão computadas as despesas de estudo a administração, desapropriação e operações de financiamentos, inclusive juros não excedentes a 12% (doze por
cento) ao ano sobre o capital empregado e correção monetária incidente. (Redação dada pela Lei n° 1.825, de 1989)
Art. 73. A distribuição gradual da contribuição de melhoria entre os contribuintes será feita proporcionalmente aos valores venais dos terrenos efetivamente beneficiados, constantes da Divisão de
Cadastro, da Secretaria de Finanças, e na falta deste elemento, tomar-se-á por base a área ou testada do terreno.
Art. 74. Para o cálculo necessário à verificação da responsabilidade dos contribuintes, prevista nesta Lei, serão também computadas quaisquer áreas marginais, correndo por conta da Prefeitura
as quotas relativas aos terrenos isentos da contribuição de melhoria.
Parágrafo único. A dedução de superfícies ocupadas por bens de uso comum e situados dentro da propriedade tributada, somente se autorizará quando o domínio dessas áreas haja sido
legalmente transferido à União, ao Estado e ao Município.
Art. 75. No cálculo da contribuição de melhoria deverão ser individualmente considerados os imóveis constantes do loteamento aprovado ou fisicamente divididos em caráter definitivo.
Art. 76. Para efeito de cálculo e lançamento da contribuição de melhoria considerar-se-ão como uma só propriedade as áreas contíguas, de um mesmo proprietário, ainda que provenientes de
títulos diversos.
Art. 77. Quando houver condomínio, quer de simples terreno, quer de terreno e edificação, a contribuição será lançada em nome de todos os condôminos, que serão responsáveis na proporção de
sua quota.
Art. 78. Em se tratando de vila edificada no interior de quarteirão, a contribuição de melhoria corresponde à área pavimentada fronteiriça à entrada da vila e será cobrada de cada proprietário
proporcionalmente ao terreno ou fração ideal de terreno de cada um. A área reservada à via ou logradouro interno, de serventia comum, será pavimentada integralmente por conta dos proprietários.
Art. 79. No caso de parcelamento de imóvel já lançado, poderá o lançamento, mediante requerimento do interessado, ser desdobrado em tantos outros quantos forem os imóveis em que
efetivamente se subdividir o primitivo.
Art. 80. Para efetuar os novos lançamentos previstos no artigo anterior será a quota relativa à propriedade primitiva distribuída de forma que a soma dessas novas quotas corresponda à quota
global anterior.
Art. 81. As obras a que se refere o inciso II do art. 71 quando julgadas de interesse público, só poderão ser iniciadas após ter sido feitas pelos interessados a caução fixada.
§ 1° A importância da caução não poderá ser superior a 2/3 (dois terços) do orçamento total previsto para a obra.
§ 2° O Órgão Fazendário promoverá, a seguir, a organização do respectivo rol de contribuintes em que mencionará, também, a caução que couber a cada interessado.
Art. 82. Completadas as diligências de que trata o artigo anterior, expedir-se-á edital convocando os interessados para, no prazo de 30 (trinta) dias, examinarem o projeto, as especificações, o
orçamento, as contribuições e as cauções arbitradas.
§ 1° Os interessados, dentro do prazo previsto neste artigo, deverão manifestar-se sobre se concordam ou não com o orçamento, as contribuições e a caução, apontando as dúvidas e enganos a
serem sanados.
§ 2° As cauções não vencerão juros e deverão ser prestadas dentro do prazo não superior a 60 (sessenta) dias, a contar da data do vencimento dos 30 (trinta) dias fixados no Edital de que trata o
"caput" deste artigo.
§ 3° Não sendo prestadas, totalmente, as cauções, no prazo de que trata o § 2°, a obra solicitada não terá início devolvendo-se as cauções depositadas.
§ 4° Em sendo prestadas todas as cauções individuais e achando-se solucionadas as reclamações feitas, as obras serão executadas, procedendo-se daí em diante na conformidade dos
dispositivos relativos à execução de obras do plano ordinário.
§ 5° Assim que a arrecadação individual das contribuições atingir a quantia que, somada à das cauções prestadas, perfaça o total do débito de cada contribuinte, transferir-se-ão as cauções à
receita respectiva, anotando-se no lançamento da contribuição a liquidação total do débito.
§ 6° Dentro do prazo de 30 (trinta) dias referido neste artigo, poderá o contribuinte reclamar contra a importância lançada, de acordo com o processo estabelecido para as reclamações contra
lançamento de tributos na conformidade do disposto nesta Lei.
Art. 83. As impugnações, reclamações e os recursos administrativos não suspendem o início ou prosseguimento das obras e nem terão efeito de obstar a Administração à prática dos atos
necessários ao lançamento e cobrança da contribuição de melhoria.
Parágrafo único. Se procedente a impugnação, reclamação ou recurso, a Administração atenderá ao contribuinte, no todo ou em parte, restaurando o seu direito.
Art. 84. A contribuição de melhorias será paga de uma só vez, quando inferior à metade do valor de referência vigente na Região ou, quando superior a esta quantia, em prestações mensais,
semestrais ou anuais, a juros de 12% (doze por cento) ao ano, não podendo o prazo para recolhimentos parcelados ser superior a 48 (quarenta e oito) prestações e não podendo estas ser de valor
inferior a 10% (dez por cento) do valor de referência vigente na Região.
Parágrafo único. É facultado ao contribuinte antecipar o pagamento das prestações devidas com descontos dos juros correspondentes.
Art. 85. Quando a obra for entregue gradativamente ao público, a contribuição de melhoria, a juízo da Administração, poderá ser cobrada proporcionalmente ao custo das partes concluídas.
Art. 86. Iniciada que seja a execução de qualquer obra ou melhoramento sujeito à contribuição de melhoria, o Órgão Fazendário será cientificado a fim de que, em certidão negativa que vier a ser
fornecida, fazer constar o ônus fiscal correspondente aos imóveis respectivos.
Art. 87. Não sendo fixada em Lei, a parte do custo da obra ou melhoramento a ser recuperado dos beneficiários, caberá ao Prefeito faze-lo mediante decreto observadas as normas estabelecidas
neste Capítulo.
§ 1° O Prefeito fixará, também, os prazos de arrecadação necessários à aplicação da contribuição de melhoria.
§ 2° As prestações da contribuição de melhoria serão corrigidas de acordo com os coeficientes aplicáveis na correção dos débitos fiscais, quando for concedido prazo superior a 12 (doze) meses.
TÍTULO IV
DA BASE DO CÁLCULO E DA ALÍQUOTA
CAPÍTULO I
DOS IMPOSTOS
Seção I
Do Imposto sobre a Propriedade Territorial Urbana
Art. 88. O Imposto será calculado sobre o valor venal, nas seguintes proporções:
a) para as áreas destinadas à habitação, ao comércio e ao recreio, à razão de 1% (um por cento);
b) para as áreas destinadas à indústria, à razão de 3% (três por cento).
Art. 88. O imposto será calculado sobre o valor venal, nas seguintes proporções: (Redação dada pela da Lei n° 1.610, de 1986)
a) para as áreas destinadas à habitação, ao comércio e ao recreio, à razão de 3% (três por cento); (Redação dada pela da Lei n° 1.610, de 1986)
b) para as áreas destinadas à indústria, à razão de 4% (quatro por cento). (Redação dada pela da Lei n° 1.610, de 1986)
Art. 88. O Imposto será calculado sobre o valor venal, nas seguintes proporções: (Redação dada pela Lei n° 1.825, de 1989)
I - para as áreas destinadas à habitação, comércio e ao recreio, à razão de 3% (três por cento); (Redação dada pela Lei n° 1.825, de 1989)
II - para as áreas destinadas à indústria, à razão de 4,5% (quatro e meio por cento). (Redação dada pela Lei n° 1.825, de 1989)
Art. 89. O valor venal do terreno será determinado em função dos seguintes elementos, considerados em conjunto ou isoladamente, a critério do órgão competente, sem prejuízo do disposto no
art. 90 desta Lei:
I - declaração do contribuinte, quando exata e aceita pelo órgão competente;
II - preços decorrentes de terrenos, obtidos em transações realizadas nas respectivas imediações;
III - existência de equipamentos urbanos;
IV - localização e características do imóvel;
V - índice de desvalorização da moeda e índices médios de valorização dos imóveis correspondentes à zona em que estejam situados;
VI - outros elementos informativos obtidos pelos órgãos competentes e tecnicamente reconhecidos;
VII - decisões judiciais transitadas em julgado para desapropriações.
Parágrafo único. Tratando-se de imóvel de propriedade de pessoa jurídica, poderá ser tomado para base do cálculo do Imposto, o valor contabilizado pela empresa no Exercício anterior ao do
lançamento, desde que não seja inferior ao encontrado pelo Poder Público.
Art. 90. Para apuração do valor venal do imóvel, o Executivo adotará Plantas de Valores Imobiliários contendo valores correntes unitários médios dos imóveis para os diversos locais, métodos
avaliatórios aplicáveis e demais elementos considerados necessários ou úteis à fixação desse valor.
Parágrafo único. As Plantas de Valores Imobiliários serão elaboradas pelo Conselho Tributário Municipal - CONTRIM - e utilizadas para o lançamento no Exercício seguinte ao de sua aprovação.
Seção II
Do Imposto sobre a Propriedade Predial Urbana
Art. 91. O Imposto será calculado à razão de 0,5% (meio por cento) sobre o valor venal do imóvel.
Art. 91. O Imposto será calculado sobre o valor venal, nas seguintes proporções: (Redação dada pela Lei n° 1.825, de 1989)

I - imóvel residencial 0,25%


comercial 0,5%
industrial 0,7%"

Art. 91 O Imposto será calculado sobre o valor venal, nas seguintes proporções: (Redação dada pela Lei Complementar n° 74, de 2013)

I - Imóvel: Residencial 0,25%


Comercial 0,5%
Industrial e serviços 0,7%

§ 1° O imóvel que sirva de residência ao seu proprietário terá o valor do Imposto reduzido em 50% (cinquenta por cento), desde que requerido até o dia 30 (trinta) do mês de novembro do Exercício
anterior ao do lançamento.
§ 1° O imóvel que sirva de residência ao seu proprietário terá o valor do imposto reduzido em 50% (cinquenta por cento), desde que requerido até o dia 31 de janeiro de cada Exercício. (Redação
dada pela Lei n° 1.825, de 1989)
§ 1° O imóvel que sirva de residência ao seu proprietário terá o valor do imposto reduzido em 50% (cinquenta por cento), desde que requerido até o dia 31 de dezembro de cada exercício.
(Redação dada pela da Lei n° 1.888, de 1990)
§ 1° O imóvel que sirva de residência ao seu proprietário terá o valor do imposto reduzido em 50% (cinquenta por cento), quando requerido pelo contribuinte com a observância dos demais
parágrafos constantes deste artigo. (Redação dada pela Lei n° 2.486, de 1998)
§ 1° O imóvel terá o valor do imposto reduzido em 50% (cinquenta por cento), quando satisfeitas as condições previstas nos parágrafos constantes deste artigo, e desde requerido pelo
contribuinte até o dia 31 de julho do exercício anterior ao do benefício. (Redação dada pela Lei Complementar n° 11, de 2002)
§ 2° A redução de que trata o parágrafo anterior somente será concedida quando for o único imóvel do proprietário e estiver devidamente legalizado.
§ 2° A redução de que trata o parágrafo anterior somente será concedida quando se tratar de único imóvel do proprietário, devidamente legalizado, não podendo a mesma ser inferior ao mínimo
estabelecido no art. 25 da Lei n° 1.383, de 29 de junho de 1983 e suas alterações posteriores. (Redação dada pela Lei n° 1.502, de 1984)
§ 2° A redução de que trata o parágrafo anterior somente será concedida quando o proprietário comprovar, por meio de documento hábil, que preenche os seguintes requisitos: (Redação dada pela
Lei Complementar n° 11, de 2002)
I - o imóvel deve ser o único de sua propriedade; (Redação dada pela Lei Complementar n° 11, de 2002)
II - deve o mesmo ser destinado à sua residência; (Redação dada pela Lei Complementar n° 11, de 2002)
III - o proprietário deve ser aposentado ou pensionista. (Redação dada pela Lei Complementar n° 11, de 2002)
§ 3° O inquilino de imóvel residencial que não for proprietário de outro imóvel no Município, nem respectivo cônjuge, em sendo aposentado ou pensionista, poderá beneficiar-se de um desconto de
50% (cinquenta por cento) no valor do IPTU devido, desde que requerido o benefício à Prefeitura Municipal de Cubatão, até o dia 31 de janeiro de cada Exercício. (Incluído pela Lei n° 1.825, de 1989)
§ 3° O inquilino de imóvel residencial que não for proprietário do imóvel no Município, nem o respectivo cônjuge, em sendo aposentado ou pensionista, poderá se beneficiar de um desconto de
50% (cinquenta por cento) do valor do IPTU devido do imóvel ocupado, desde que requerido o benefício à Prefeitura Municipal de Cubatão, até o dia 31 de dezembro de cada exercício. (Redação dada
pela da Lei n° 1.888, de 1990)
§ 3° A redução prevista no § 1°, fica estendida ao aposentado ou pensionista locatário de imóvel residencial, desde que, assim como o seu cônjuge, não seja proprietário de imóvel no Município.
(Redação dada pela Lei n° 2.486, de 1998)
§ 3° Se entender necessário, poderá a Prefeitura Municipal de Cubatão efetuar pesquisa sócio-econômica, por meio de servidor público habilitado, a fim de comprovar o preenchimento das
condições previstas no inciso II do parágrafo anterior. (Redação dada pela Lei Complementar n° 11, de 2002)
§ 3° A Administração Municipal poderá, a qualquer tempo, efetuar fiscalização a fim de comprovar o preenchimento das condições previstas no parágrafo anterior. (Redação dada pela Lei
Complementar n° 70, de 2012)
§ 4° Para se beneficiar de desconto previsto no parágrafo anterior, o inquilino deverá instruir seu pedido com cópia de contrato de locação do imóvel, no qual conste cláusula que o obrigue a pagar
o Imposto de que trata a presente Lei, bem como comprovar a sua condição de aposentado ou pensionista. (Incluído pela Lei n° 1.825, de 1989)
§ 4° A redução prevista no § 1°, bem como o prazo legal para requerimento, fica estendida ao locatário de imóvel residencial, desde que, assim como o seu cônjuge, não seja proprietário de
imóvel no Município, satisfaça as condições legais previstas nos incisos II, III do § 2°, comprovando-as por meio de documento hábil. (Redação dada pela Lei Complementar n° 11, de 2002)
§ 5° O deferimento do pedido de redução para o primeiro Exercício servirá para os Exercícios seguintes, ficando o contribuinte beneficiário obrigado, sempre que solicitado, comprovar ao Fisco
que continua preenchendo os requisitos e as condições legais constantes dos parágrafos anteriores. (Incluído pela Lei n° 2.221, de 1993)
§ 5° Os benefícios previstos nos §§ 1° e 3°, somente serão concedidos ao contribuinte que, comprovando o preenchimento das condições previstas nos §§ 2°, 3° e 4°, todos deste artigo,
encaminhar o seu pedido até o dia 30 de novembro do Exercício anterior àquele a que se referir o respectivo lançamento. (Redação dada pela Lei n° 2.486, de 1998)
§ 5° Para se beneficiar do desconto previsto no parágrafo anterior, o locatário deverá instruir seu pedido com cópia do contrato de locação do imóvel, no qual conste cláusula que o obrigue a pagar
o imposto de que trata a presente Lei. (Redação dada pela Lei Complementar n° 11, de 2002)
§ 6° Quando o contribuinte perder o benefício, por descumprimento ao preconizado nos dispositivos anteriores, o Fisco poderá, a qualquer tempo, lançar e relançar tributo com seu valor integral,
referente aos períodos em que se deu o descumprimento, obedecido o prazo prescricional. (Incluído pela Lei n° 2.221, de 1993)
§ 6° O deferimento do pedido de redução valerá apenas para o exercício seguinte, ficando o contribuinte beneficiário obrigado, anualmente, a comprovar ao Fisco que continua preenchendo os
requisitos e as condições legais constantes nos parágrafos anteriores e no prazo previstos neste artigo. (Redação dada pela Lei Complementar n° 11, de 2002)
§ 6° O deferimento do pedido de redução valerá para o exercício seguinte e permanecerá válido enquanto durarem os requisitos e as condições constantes nos parágrafos anteriores, exceto nas
hipóteses previstas no parágrafo anterior, as quais deverão ser comprovadas, impreterivelmente, até o dia 31 de julho do exercício anterior. (Redação dada pela Lei Complementar n° 70, de 2012)
§ 7° Quando o contribuinte perder o benefício, por descumprimento ao preconizado nos dispositivos anteriores ou por falta de requerimento, no prazo legal, o Fisco poderá, a qualquer tempo,
lançar e relançar o tributo com seu valor integral, referente aos períodos em que se deu o descumprimento, obedecido o prazo prescricional. (Incluído pela Lei Complementar n° 11, de 2002)
§ 8° O prazo para o encaminhamento do pedido a que se refere o § 1° fica, no presente exercício, excepcionalmente prorrogado até 31 de dezembro de 2002. (Incluído pela Lei Complementar n°
11, de 2002)
§ 9° Nos casos de exercício de atividade mista de comércio e serviço no mesmo estabelecimento, para fins de lançamento do Imposto sobre a Propriedade Predial Urbana, utiliza-se a alíquota da
atividade preponderante. (Incluído pela Lei Complementar n° 80, de 2015)
§ 10. Para o imóvel em que é desenvolvida a atividade econômica do MEI (Microempreendedor Individual), no mesmo local em que residir, a alíquota do imposto sobre a Propriedade Predial
Urbana será a menor alíquota vigente para a localidade, seja residencial ou comercial, sem prejuízo de eventual isenção ou imunidade existente. (Incluído pela Lei Complementar n° 80, de 2015)
Art. 92. O valor venal do imóvel, para efeito do lançamento deste Imposto, resultará da soma dos valores das construções, edificações ou dependências, com a dos respectivos terrenos, de até
500m² (quinhentos metros quadrados), sendo o excedente lançado como Imposto Territorial Urbano ou então, com a da respectiva parte ideal do terreno, no caso de condomínio.
§ 1° O valor venal de que trata este artigo será apurado em função dos elementos abaixo relacionados, exemplificativamente, tomados em conjunto ou separadamente, a critério do órgão
competente da Prefeitura, e de outros elementos constantes da Planta e Tabela de Valores Imobiliários, elaborada pelo Conselho Tributário Municipal - CONTRIM - a saber:
I - declaração do contribuinte, desde que aceita pelo órgão competente;
II - preços correntes das transações do mercado imobiliário nas proximidades;
III - custo da construção;
IV - existência de equipamentos urbanos;
V - índices econômicos representativos da desvalorização da moeda ou valorização dos imóveis;
VI - localização e características do imóvel;
VII - decisões judiciais transitadas em julgado em desapropriações;
VIII - outros dados informativos tecnicamente reconhecidos.
§ 2° No caso de glebas situadas nas Zonas Industrial (ZI) e de Possível Urbanização (ZPU), criadas pela Lei n° 776, de 12 de novembro de 1969 e suas alterações, incidirá o Imposto Predial sobre
as construções e seus respectivos terrenos, sendo o remanescente lançado como Imposto Territorial Urbano.
§ 2° A redução de que trata o parágrafo anterior somente será concedida quando se tratar de único imóvel do proprietário, devidamente legalizado, não podendo a mesma ser inferior ao mínimo
estabelecido no art. 25 da Lei n° 1.383, de 29 de junho de 1983 e suas alterações posteriores. (Redação dada pela Lei n° 1.502, de 1984)
§ 2° No caso de glebas situadas na Zona Industrial (ZI) criada pela Lei Complementar n° 2.513, de 10 de setembro de 1998, incidirá o Imposto Predial Urbano sobre as construções e a fração de
terreno que não exceder a 3 (três) vezes a área construída, sendo o remanescente lançado como Imposto Territorial Urbano. (Redação dada pela Lei Complementar n° 4, de 1999)
§ 3° Para a elaboração da Planta e Tabela de Valores Imobiliários, o Conselho Tributário Municipal - CONTRIM - poderá também se valer dos valores correntes médios dos terrenos nus ou
construídos e das construções para os diversos locais, classificação das construções, métodos aplicáveis e demais elementos considerados necessários ou úteis à fixação do valor venal.
§ 4° A Planta e Tabela de Valores Imobiliários será utilizada, no Exercício seguinte ao da sua aprovação.
§ 5° Na determinação do valor venal não serão considerados os bens móveis mantidos no imóvel para efeito de embelezamento ou de comodidade.
§ 6° Tratando-se de imóvel de propriedade de pessoa jurídica, poderá ser tomado para base do cálculo do imposto o valor contabilizado pela empresa no Exercício anterior ao lançamento, desde
que não seja inferior ao encontrado pelo Poder Público.
Seção III
Do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza
?Art. 93. O Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza será calculado com base nas alíquotas constantes na Tabela 2 anexa a esta Lei Complementar, dela fazendo parte integrante. (Redação
dada pela Lei Complementar n° 15, de 2003) (Vide Decreto n° 6.472, de 1991)
§ 1° Para os efeitos deste Imposto, considera-se preço do serviço o valor da receita bruta, auferida pelo contribuinte, sem dedução de qualquer parcela, mesmo referente a frete, carreto ou
imposto.
§ 1° Para os efeitos deste imposto, considera-se preço do serviço tudo quanto for recebido em virtude da prestação do mesmo. (Redação dada pela Lei n° 1.502, de 1984)
I - incorporam-se ao preço do serviço todos os valores acrescidos de qualquer natureza, ainda que decorrentes de encargos sociais, mesmo que de responsabilidade de terceiros; (Incluído pela Lei
n° 1.502, de 1984)
II - no caso de concessão de descontos ou abatimentos a qualquer título, a base de cálculo será sempre o preço do serviço, sem se levar em conta o abatimento ou o desconto concedidos;
(Incluído pela Lei n° 1.502, de 1984)
III - quando a contraprestação se verificar através de troca de serviços ou o seu pagamento for realizado mediante o fornecimento de mercadorias, o preço do serviço para a base de calculo do
imposto será o preço corrente na praça. (Incluído pela Lei n° 1.502, de 1984)
§ 1° Para os efeitos deste Imposto, considera-se preço do serviço tudo quanto for recebido em virtude da prestação do mesmo, com exceção ao disposto no § 13 do presente artigo. (Redação
dada pela Lei Complementar n° 70, de 2012)
§ 1° Para os efeitos deste imposto, considera-se preço do serviço tudo quanto for recebido em virtude da prestação do mesmo. (Redação dada pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
I - incorporam-se ao preço do serviço todos os valores acrescidos de qualquer natureza, ainda que decorrentes de encargos sociais, mesmo que de responsabilidade de terceiros; (Redação dada
pela Lei Complementar n° 70, de 2012)
II - no caso de concessão de descontos ou abatimentos a qualquer título, a base de cálculo será sempre o preço de serviço, sem se levar em conta o abatimento ou o desconto concedidos;
(Redação dada pela Lei Complementar n° 70, de 2012)
III - quando a contraprestação se verificar através de troca de serviços ou o seu pagamento for realizado mediante o fornecimento de mercadorias, o preço do serviço para a base de cálculo do
Imposto será o preço corrente na praça. (Redação dada pela Lei Complementar n° 70, de 2012)
§ 2° Quando se tratar de prestação de serviço sob forma de trabalho pessoal do próprio contribuinte, o Imposto será calculado por meio de alíquotas fixas ou variáveis em função da natureza dos
serviços ou de outros fatores pertinentes, nestes não compreendida a importância paga a título de remuneração do próprio trabalho. (Revogado pela Lei Complementar n° 15, de 23 de dezembro de 2003)
§ 2° Quando se tratar de serviço sob a forma de trabalho pessoal do próprio contribuinte, o Imposto será calculado por meio do regime de alíquotas fixas ou variáveis em função da natureza dos
serviços ou de outros fatores pertinentes, nestes não compreendida a importância paga a título de remuneração do próprio trabalho: (Incluído Lei Complementar n° 33, de 16 de novembro de 2005)
I - considera-se prestação de serviço sob a forma de trabalho pessoal do próprio contribuinte o simples fornecimento do trabalho relativo às atividades compreendidas nos itens 4.01 a 4.16, 4.18,
4.20, 5.01, 5.02, 5.04, 6.01, 6.02, 7.01, 16.01, 17.01, 17.12 a 17.20, 27.01, 28.01, 29.01, 30.01, 33.01 e 38.01 da lista de serviços constante na Tabela 2 Anexa à Lei n° 1.383, de 29 de junho de 1983 e
suas posteriores alterações, por profissional autônomo, que não tenha, a seu serviço, empregado da mesma qualificação profissional. (Incluído pela Lei Complementar n° 33, de 2005)
§ 3° Na prestação dos serviços a que se referem os itens 19 e 20 do artigo 38, o Imposto será calculado sobre o preço, deduzido das parcelas correspondentes:
a) ao valor dos materiais fornecidos pelo prestador dos serviços;
b) ao valor das subempreitadas já tributadas pelo Imposto.
§ 3° Na prestação dos serviços a que se referem os itens 32, 33, 34, 37 e 75 do artigo 38, o Imposto será calculado sobre o preço, deduzido das parcelas correspondentes: (Redação dada pela
Lei n° 1.696, de 1987)
§ 3° Não se incluem na base de cálculo do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza o valor dos materiais fornecidos pelo prestador dos serviços previstos nos itens 7.02 e 7.05 da lista de
serviços anexa a esta Lei Complementar. (Redação dada pela Lei Complementar n° 15, de 2003) (Revogado pela Lei Complementar n° 70, de 3 de dezembro de 2012)
a) ao valor dos materiais fornecidos pelo prestador dos serviços; (Redação dada pela Lei n° 1.696, de 1987) (Revogado pela Lei Complementar n° 70, de 3 de dezembro de 2012)
b) ao valor das Subempreitadas já tributadas pelo Imposto. (Redação dada pela Lei n° 1.696, de 1987) (Revogado pela Lei Complementar n° 70, de 3 de dezembro de 2012)
§ 4° Quando os serviços a que se referem os itens 1, 2, 3, 5, 6, 11, 12 e 17 do art. 38 forem prestados por sociedades, estas ficarão sujeitas ao Imposto, calculado por meio de alíquotas fixas em
relação a cada profissional habilitado, sócio, empregado ou não, que preste serviço em nome da sociedade, embora assumindo responsabilidade pessoal nos termos da lei aplicável.
§ 4° Quando os serviços a que se referem os itens 1, 4, 8, 25, 52, 88, 89, 90, 91 e 92 do artigo 38 forem prestados por sociedades, estas ficarão sujeitas ao imposto, calculado por meio de
alíquotas fixas em relação a cada profissional habilitado, sócio, empregado ou não, que preste serviço em nome da sociedade, embora assumindo responsabilidade pessoal nos termos da Lei aplicável.
(Redação dada pela Lei n° 1.696, de 1987) (Revogado pela Lei Complementar n° 15, de 23 de dezembro de 2003)
§ 4° Quando os serviços a que se referem os itens 4.01, 4.02, 4.06, 4.08, 4.11, 4.12, 4.15, 4.16, 4.18, 4.20, 5.01, 7.01, 17.13, 17.15 a 17.18 e 30.01 da lista de serviços constante na Tabela 2
Anexa à Lei n° 1.383, de 29 de junho de 1983 e suas posteriores alterações forem prestados por sociedades uniprofissionais, esta ficará sujeita ao imposto calculado por meio de alíquotas fixas em
relação a cada profissional habilitado, sócio, empregado ou não que preste serviço em nome da sociedade, embora assumindo responsabilidade pessoal, nos termos da Lei Nacional aplicada a cada
categoria profissional: (Incluído Lei Complementar n° 33, de 16 de novembro de 2005)
I - para os fins deste artigo, consideram-se sociedades uniprofissionais aquelas cujos componentes são: (Incluído pela Lei Complementar n° 33, de 2005)
a) pessoas físicas; (Incluído pela Lei Complementar n° 33, de 2005)
b) pessoas habilitadas para o exercício da mesma atividade profissional, dentre as especificadas nos itens mencionados no caput deste artigo; e, (Incluído pela Lei Complementar n° 33, de 2005)
c) que não explorem mais de uma atividade de prestação de serviços. (Incluído pela Lei Complementar n° 33, de 2005)
§ 5° Na falta de preço do serviço, ou não sendo ele desde logo conhecido, o mesmo será fixado: (Regulamentado pelo Decreto n° 3.884, de 1983)
I - pela repartição fiscal, por arbitramento, com base nos elementos conhecidos ou apurados;
II - pela aplicação do preço indireto, estimado em função da natureza do serviço ou da atividade do contribuinte;
III - pelas informações prestadas pelo contribuinte ou responsável tributário, o qual deverá declarar a relação dos serviços prestados durante o período objeto do levantamento fiscal. (Incluído pela
Lei Complementar n° 15, de 2003)
§ 6° Na hipótese de cálculo efetuado na forma do parágrafo anterior, qualquer diferença de preço que venha a ser efetivamente apurada acarretará a exigibilidade do respectivo valor.
(Regulamentado pelo Decreto n° 3.884, de 1983)
§ 7° Quando o volume ou a modalidade da prestação de serviços aconselhar tratamento fiscal mais adequado, a critério da Prefeitura, o Imposto poderá ser calculado por estimativa, com base em
informações do sujeito passivo e em outros elementos. (Regulamentado pelo Decreto n° 3.884, de 1983)
§ 8° Independentemente de qualquer procedimento fiscal, e sempre que se verificar que o preço total dos serviços excedeu à estimativa, o contribuinte recolherá, no prazo regulamentar, o Imposto
devido sobre a diferença. (Regulamentado pelo Decreto n° 3.884, de 1983)
§ 9° Findo o exercício, ou suspensa por qualquer motivo a aplicação do sistema de que trata o § 7°, serão apurados o preço real dos serviços e o montante do tributo efetivamente devido pelo
sujeito passivo, respondendo este pela diferença acaso verificada. Se recolheu em excesso, terá direito à restituição. (Regulamentado pelo Decreto n° 3.884, de 1983)
§ 9° Findo o Exercício, ou suspensa por qualquer motivo a aplicação do sistema de que trata o § 7°, serão apurados o preço real dos serviços e o montante do tributo efetivamente devido pelo
sujeito passivo, respondendo este pela diferença eventualmente verificada. Caso tenha havido recolhimento em excesso, terá o contribuinte direito à restituição ou compensação dos valores pagos a
maior com créditos futuros da mesma natureza, respeitado o prazo qüinqüenal. (Redação dada pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
§ 10. Considera-se preço do serviço para efeito de base de cálculo do imposto, na execução de obra por administração, o valor total da obra, inclusive seus reajustamentos, taxa de
administração, salários, encargos sociais, ainda que tais despesas sejam de responsabilidade de terceiros.
§ 10. Considera-se preço do serviço para efeito de base de cálculo do imposto, na execução de obra por administração, o valor total da obra, inclusive seus reajustamentos, taxa de
administração, salários, encargos sociais, ainda que tais despesas sejam de responsabilidade de terceiros. (Incluído pela Lei n° 1.502, de 1984)
§ 10. Quando os serviços descritos pelo subitem 3.03 da lista de serviços forem prestados no território de mais de um Município, a base de cálculo será proporcional, conforme o caso, à extensão
da ferrovia, rodovia, dutos e condutos de qualquer natureza, cabos de qualquer natureza, ou ao número de postes, existentes em cada Município. (Redação dada pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
§ 11. Fica vedado, para recolhimento através do sistema bancário, a utilização de guia ou boleto bancário, com valor do imposto ou parcela inferior a R$ 10,00 (dez reais). (Incluído pela Lei
Complementar n° 60, de 2009)
§ 12. Quando o valor do imposto resultar inferior a R$ 10,00 (dez reais) deverá ser acumulado com o imposto correspondente ao mês ou meses subsequentes, até que o somatório seja igual ou
superior a R$ 10,00 (dez reais), ocasião em que será pago ou recolhido, obedecido o prazo estabelecido na legislação para este último mês de apuração. (Incluído pela Lei Complementar n° 60, de 2009)
§ 13. Nos serviços previstos no item 21.01, da Tabela n° 02, que é parte integrante da presente Lei, será adotada como base de cálculo do ISSQN - Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza,
a RLLC que equivale à "Receita Líquida do Livro Caixa". (Incluído pela Lei Complementar n° 70, de 2012)
§ 13. Nos serviços previstos no item 21.01, da Tabela n° 02, que é parte integrante da presente Lei, será adotada como base de cálculo do ISSQN - Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza,
a receita própria auferida pelos notários e registradores, conforme distribuição dos recursos determinada pela Lei Estadual n° 11.331, de 26 de dezembro de 2002, que trata dos emolumentos relativos
aos atos praticados pelos serviços notariais e de registro, ou de outra Lei que venha a substituí-la. (Redação dada pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
I - sempre que solicitados, os notários e os registradores são obrigados a exibir os livros relacionados com os emolumentos e demais documentos, bem como a prestar informações e não
embaraçar a ação fiscal; (Incluído pela Lei Complementar n° 70, de 2012)
II - na hipótese de recusa na prestação de informações ou exibição de livros, e na hipótese de qualquer outro modo de embaraço à ação fiscal, a Administração Fazendária poderá solicitar
providências ao Juiz Corregedor Permanente, sem prejuízo da aplicação das penalidades previstas na legislação tributária; (Incluído pela Lei Complementar n° 70, de 2012)
III - os notários e os registradores ficam desobrigados da escrituração dos livros tributários municipais, enquanto estiverem obrigados a escriturar o Livro Diário da Receita e Despesa imposto pelas
Normas de Serviços da Corregedoria Geral da Justiça do Estado de São Paulo e, se a referida escrituração vier a ser dispensada, sujeitar-se-ão a escrituração dos livros fiscais municipais
regularmente. (Incluído pela Lei Complementar n° 70, de 2012)
§ 14. Não constitui base de cálculo do ISSQN, Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza, os valores recebidos de compensação pela prática de atos gratuitos pelo registro civil das pessoas
naturais, com fulcro no art. 19, I, d, da Lei Estadual n° 11.331, de 26 de dezembro de 2002. (Incluído pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
Art. 94. As casas de diversões com lotação fixa poderão optar para pagar o Imposto por estimativa mensal na base do levantamento procedido pela Prefeitura e revisto semestralmente.
Parágrafo único. Quando o Imposto for pago por estimativa nas condições do presente artigo, esta será fixada tomando-se por base, importância nunca inferior ao rendimento de 1/4 (um quarto) da
lotação de um mês da respectiva casa.

Art. 95. O tributo calculado de conformidade com a Tabela n° 2 prevista no artigo 93, terá seu valor apurado, tomando-se por base o valor da Obrigação do Tesouro Nacional, tipo reajustável,
referente ao mês de novembro, para o Exercício seguinte.
Art. 95. As importâncias fixas previstas na Tabela 2 Anexa à presente Lei, com suas posteriores alterações, serão atualizadas anualmente pela variação do Índice Nacional de Preços ao
Consumidor - INPC, apurado pelo Instituto de Geografia e Estatística - IBGE, acumulada no Exercício anterior, a partir de 1° de janeiro de cada Exercício. (Redação dada pela Lei Complementar n° 33,
de 2005) (Revogado pela Lei Complementar n° 74, de 27 de setembro de 2013)
Parágrafo único. Em caso de extinção do Índice previsto no caput deste artigo, será adotado outro Índice Oficial do Governo Federal que reflita a perda do poder aquisitivo da moeda. (Incluído pela
Lei Complementar n° 33, de 2005) (Revogado pela Lei Complementar n° 74, de 27 de setembro de 2013)
CAPÍTULO II
DAS TAXAS
Seção I
Das Taxas pelo Exercício Regular do Poder de Polícia
Subseção I
Da Taxa de Licença para Funcionamento ou Localização de Estabelecimentos Comerciais, Industriais, Civis e Similares ou Congêneres
Art. 96. A Taxa de Licença para Funcionamento ou Localização tem como base de cálculo o disposto na Tabela n° 1, anexa.
§ 1° A Tabela a que alude o caput deste artigo tem os valores expressos em reais. (Incluído pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
§ 2° A Taxa de Licença para Funcionamento ou Localização de escritório administrativo de empresas industriais, comerciais, prestadoras de serviços e ponto de referência será de R$ 400,00
(quatrocentos reais). (Incluído pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
§ 3° A Secretaria Municipal de Finanças promoverá através de ato normativo as atualizações necessárias na referida Tabela quando esta sofrer alterações pela Secretaria da Receita Federal do
Brasil. (Incluído pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
Art. 97. Quando a atividade exercida no estabelecimento implicar em enquadramento de mais de um item da Tabela a que se refere o artigo anterior, a Taxa de Licença para funcionamento será
calculada com base nos itens correspondentes.
Art. 97. Quando a atividade exercida no estabelecimento implicar em enquadramento de mais de um item da Tabela a que se refere o artigo anterior, a Taxa de Licença para Funcionamento ou
Localização será calculada com base na atividade preponderante. (Redação dada pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
Parágrafo único. A regra estabelecida neste artigo não se aplica às atividades do comércio, escritórios ou depósitos de estabelecimentos industriais, exercidos juntamente com a atividade
principal, caso em que o lançamento será feito de conformidade com a atividade respectiva, quando houver possibilidade de separação, quando não, lança-se pelo item respectivo, maior da
Tabela. (Revogado pela Lei Complementar n° 74, de 27 de setembro de 2013)
§ 1° Quando não houver possibilidade de identificar a atividade preponderante, lança-se pelo item respectivo de maior valor da Tabela. (Incluído pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
§ 2° A incidência da Taxa de Licença para Funcionamento ou Localização é sobre a atividade de fato exercida no local, sendo a CNAE - Classificação Nacional de Atividade Econômica informada
à Secretaria da Receita Federal do Brasil apenas uma referência de codificação. (Incluído pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
Subseção II
Da Taxa de Licença para o Exercício de Atividade de Comércio Ambulante, Feirante ou Eventual
Art. 98. As Taxas são calculadas de acordo com as Tabelas n° 1, 3 e 4 respectivamente, e anexas.
Subseção III
Da Taxa de Licença para Publicidade
Art. 99. A Taxa é calculada de conformidade com a Tabela n° 5, anexa.
Subseção IV
Da Taxa de Licença para Obras Particulares
Art. 100. A Taxa é devida solidariamente pelo interessado direto ou indireto da obra, de conformidade com a Tabela n° 7, anexa.
Art. 101. Além da Taxa de Licença, o interessado pagará em dobro as despesas decorrentes de levantamento, desenho, memorial e cópia, provocadas pela obra particular em desacordo com a
planta aprovada pela Prefeitura.
Subseção V
Da Taxa de Ocupação de Áreas, de Vias, de Logradouros Públicos e de Áreas de Domínio Público
Art. 102. A Taxa é calculada de conformidade com a Tabela n° 6, anexa.
Seção II
Das Taxas pela Utilização de Serviços Públicos
Subseção I
Da Taxa de Pavimentação, Colocação de Guias e Feitura de Sarjetas
Art. 103. O custo do serviço preparatório e da obra de pavimentação será dividido entre a Prefeitura e os proprietários lindeiros à via, trecho de via ou logradouro beneficiados, à razão de 1/3 (um
terço) do referido custo. (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
Parágrafo único. Acrescentar-se-á ao custo referido neste artigo, 20% (vinte por cento) a título de administração, exceto quando o serviço for executado por meio de empreitada. (Revogado pela
Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
Art. 104. Na execução da pavimentação em apenas um lado da via, trecho de via ou logradouro, ou ainda, quando se tratar de pista dupla e a pavimentação abranja apenas uma das pistas, o
custo será suportado pelos proprietários e pela Prefeitura, na forma do artigo 103 desta Lei. (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
Art. 105. Não será considerada obra de pavimentação, para qualquer efeito desta Lei, os serviços executados com material sílico, argiloso ou simples apedregulhamento. (Revogado pela Lei n°
1.513, de 16 de maio de 1985)
Art. 106. Será afixado Edital na Prefeitura, pela Secretaria de Obras, Viação e Serviços Públicos, com a apuração dos custos da pavimentação, da colocação de guias ou feitura de sarjetas ou
ambas, contendo o custo total da obra, os nomes dos proprietários lindeiros, sujeitos à tributação, as metragens de frente, o valor médio por metro linear e o total devido a cada unidade beneficiada.
(Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
Parágrafo único. O Edital a que se refere este artigo poderá ser publicado de forma resumida pela imprensa do Município, referindo-se expressamente, ao afixado na Prefeitura. (Revogado pela Lei
n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
Subseção II
Da Taxa de Construção de Muros
Art. 107. A base de cálculo é o custo da obra, sendo devida pelo proprietário, pelo titular do domínio útil ou pelo possuidor a qualquer título de imóvel beneficiado, proporcionalmente às metragens
dos serviços executados.
Parágrafo único. Acrescentar-se-á ao custo referido neste artigo, 20% (vinte por cento) a título de administração, exceto quando o serviço for executado por meio de empreitada.
Subseção III
Da Taxa de Serviços Diversos
Art. 108. A Taxa é calculada:
I - de acordo com a Tabela n° 9, anexa, quando se tratar de ato, fato ou serviço ali enumerados;
II - de acordo com o custo efetivo do serviço prestado ou posto à disposição do contribuinte.
Parágrafo único. Para fixação do custo efetivo do serviço serão considerados os seguintes elementos:
a) custo do material empregado;
b) mão de obra, calculada pelo tempo despendido na execução do serviço;
c) custo do transporte do material e pessoal;
d) administração, na base de 20% (vinte por cento) do montante do custo, exceto quando o serviço for executado por meio de empreitada.
Subseção IV
Da Taxa de Expediente
Art. 109. A Taxa é exigida do requerente ou do interessado no ato municipal, de conformidade com a Tabela n° 8, anexa.
TÍTULO V
DA INSCRIÇÃO E DO LANÇAMENTO
CAPÍTULO I
DOS IMPOSTOS
Seção I
Do Imposto sobre a Propriedade Territorial Urbana
Art. 110. Todos os imóveis não construídos serão obrigatoriamente inscritos pelos seus contribuintes, na Divisão de Cadastro da Secretaria de Finanças, inclusive os que gozem de imunidade ou
isenção, situados na zona urbana, considerada como tal a definida, também, no art. 32 e seu parágrafo, desta Lei.
Art. 111. A inscrição será obrigatoriamente feita em formulário próprio, no qual o contribuinte, sob sua exclusiva responsabilidade e sem prejuízo de outros elementos que sejam exigidos pela
Prefeitura, declarará:
I - nome e qualificação do contribuinte;
II - localização do terreno e endereço para entrega de avisos de lançamento;
III - dimensões, área e confrontações do terreno;
IV - uso a que se destina o terreno;
V - valor venal do imóvel;
VI - indicação do título de aquisição da propriedade, do domínio útil ou a condição em que a posse é exercida.
Art. 112. O lançamento do Imposto será feito em nome do contribuinte que constar da inscrição e entregue no domicílio tributário do mesmo, considerando-se como tal o local em que estiver
situado o terreno ou o local por ele indicado.
§ 1° Quando o contribuinte eleger domicílio tributário fora do Município, o mesmo será considerado notificado do lançamento pela remessa do respectivo aviso por via postal registrada.
§ 2° A autoridade administrativa pode recusar o domicílio tributário eleito pelo contribuinte, quando impossibilite a entrega do aviso onerando-a, ou dificulte a arrecadação do tributo, considerando-
se, neste caso, como domicílio tributário o local em que estiver situado o terreno.
§ 3° No caso da hipótese do parágrafo anterior ou na falta de indicação do domicílio tributário, o contribuinte será considerado, notificado do lançamento, pela afixação do aviso recibo, em forma
de Edital na Sede da Prefeitura Municipal.
Seção II
Do Imposto sobre a Propriedade Predial Urbana
Art. 113. Todos os imóveis construídos, inclusive os que gozam de imunidade ou isenção, situados na Zona Urbana, considerada como tal a definida pelos arts. 31 e 32 desta Lei,
obrigatoriamente, serão inscritos pelos seus contribuintes, na Divisão de Cadastro da Secretaria de Finanças.
Art. 114. A inscrição será feita em formulário próprio no qual o contribuinte, sob sua exclusiva responsabilidade, e sem prejuízo de outros elementos que venham a ser exigidos, declarará:
I - nome e qualificação;
II - indicação do título de aquisição da propriedade, do domínio útil ou a condição em que a posse é exercida;
III - localização e características do imóvel;
IV - dimensões e área do terreno, número de pavimentos e área total da edificação;
V - data da conclusão da edificação e uso a que se destina;
VI - valor venal do imóvel;
VII - aluguel anual efetivo.
Art. 115. O lançamento deste Imposto será feito em nome do contribuinte que constar da inscrição e sua entrega e notificação obedecerão o disposto no art. 112 desta Lei.
Seção III
Do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza
Art. 116. As pessoas sujeitas ao Imposto devem promover a sua inscrição como contribuintes com os dados, informações e esclarecimentos necessários à correta fiscalização, na forma
regulamentar.
Parágrafo único. O recebimento, por parte da Prefeitura, de documentos para a inscrição prevista neste Capítulo, não faz presumir a aceitação dos dados neles contidos.
Art. 117. As pessoas sujeitas ao tributo de conformidade com os itens 19 e 20 do art. 38 deverão proceder a inscrição por obra a ser administrada, empreitada ou subempreitada.
Art. 117. As pessoas sujeitas ao tributo de conformidade com os itens 32, 33, 34, 37 e 75 do art. 38 deverão proceder a inscrição por obra a ser administrada, empreitada ou
subempreitada. (Redação dada pela Lei n° 1.696, de 1987)
Art. 118. A inscrição de ofício se fará pela repartição competente com os dados constantes do auto de infração.
Art. 119. O lançamento do Imposto será de acordo com a natureza do tributo, através de alíquotas fixas ou variáveis ou por estimativa, procedendo-se a notificação na forma do art. 112 desta Lei.
Art. 120. O preço dos serviços poderá ser arbitrado sem prejuízo das penalidades cabíveis, nos seguintes casos especiais:
I - quando o contribuinte dificultar o exame dos livros próprios e de demais elementos julgados necessários à feitura do lançamento;
II - quando houver fundada suspeita de que os documentos fiscais não refletem o preço real dos serviços ou quando o declarado for notoriamente inferior ao corrente na mesma praça;
III - quando o contribuinte não estiver inscrito na repartição fiscal.
Art. 120. O valor do imposto será objeto de arbitramento uma vez constatada pela fiscalização qualquer das seguintes hipóteses, sem prejuízo das penalidades cabíveis: (Redação dada pela Lei
n° 1.502, de 1984)
I - não possuir o contribuinte, ou deixar de exibir aos agentes do fisco, os elementos necessários à comprovação da exatidão do valor das operações realizadas, inclusive nos casos de perda,
extravio ou inutilização de livros ou documentos fiscais; (Redação dada pela Lei n° 1.502, de 1984)
II - não prestar o contribuinte, após regularmente intimado, os esclarecimentos exigidos pela fiscalização ou prestar esclarecimentos insuficientes ou que não mereça fé, por inverossímeis ou
falsos; (Redação dada pela Lei n° 1.502, de 1984)
III - existência de fraude ou sonegação, evidenciada pelo exame dos livros ou documentos fiscais ou comerciais, exibidos pelo contribuinte ou por quaisquer outros meios diretos ou indiretos de
verificação; (Redação dada pela Lei n° 1.502, de 1984)
IV - exercício de qualquer atividade que implique na realização de operação tributável sem se encontrar o contribuinte devidamente inscrito na repartição fiscal competente. (Incluído pela Lei n°
1.502, de 1984)
Parágrafo único. O arbitramento referir-se-á, exclusivamente, aos fatos geradores ocorridos no período em que se verificarem os pressupostos mencionados nos incisos deste artigo. (Incluído pela
Lei n° 1.502, de 1984)
Art. 121. Os contribuintes sujeitos à tributação por alíquota fixa ou por estimativa constante da Tabela nº 2, anexa, serão lançados no início de suas atividades por ocasião da inscrição,
renovando-se os lançamentos automaticamente.
Art. 121. Os contribuintes sujeitos à tributação por alíquotas fixa ou por estimativa nos termos do art. 38, serão lançados no início de suas atividades por ocasião da inscrição, renovando-se os
lamentos automaticamente. (Redação dada pela Lei n° 1.696, de 1987)
Art. 121. Os contribuintes sujeitos à tributação por este Imposto, nos termos do art. 38, serão lançados no início de suas atividades por ocasião da inscrição, renovando-se os lançamentos
automaticamente. (Redação dada pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
Art. 122. Os contribuintes sujeitos à tributação com base em alíquotas variáveis, deverão preencher as competentes guias, fazendo o cálculo do Imposto nos termos previstos em Lei, declarando e
recolhendo o respectivo tributo até o dia 15 (quinze) do mês seguinte ao que se referir o lançamento.
Art. 122. Os contribuintes sujeitos à tributação com base em alíquotas variáveis, deverão preencher as competentes guias, fazendo o cálculo do Imposto nos termos previstos em Lei, declarando e
recolhendo o respectivo tributo até o 5° (quinto) dia útil do mês seguinte ao que se referir o lançamento. (Redação dada pela Lei n° 1.825, de 1989)
Art. 122. Os contribuintes sujeitos à tributação com base em alíquotas variáveis, deverão preencher as competentes guias, fazendo o cálculo do imposto nos termos previstos em Lei, declarando e
recolhendo o respectivo tributo até o dia 15 (quinze) do mês subsequente ao que se referir o lançamento. (Redação dada pela Lei Complementar n° 2.504, de 1998)
Art. 122. Os contribuintes sujeitos à tributação com base em alíquotas variáveis, deverão preencher as competentes escriturações eletrônicas, fazendo o cálculo do Imposto nos termos previstos
em lei, declarando e recolhendo o respectivo tributo até o dia 10 (dez) do mês subsequente ao que se referir o lançamento. (Redação dada pela Lei Complementar n° 70, de 2012)
§ 1° Não exclui a obrigatoriedade de declarar, o fato de não haver importância a recolher.
§ 2° O infrator do presente artigo será notificado na forma do art. 112 e seus parágrafos desta Lei, para recolher o tributo devido dentro do prazo improrrogável de 30 (trinta) dias.
§ 2° O infrator do presente artigo será autuado na forma do art. 188 desta Lei. (Redação dada pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
§ 3° A inobservância da notificação implicará em lançamento de ofício relativamente ao mês não recolhido, sem prejuízo das demais penalidades previstas. (Revogado pela Lei Complementar n°
74, de 27 de setembro de 2013)
§ 4° As diferenças do Imposto apurados no levantamento fiscal deverão ser recolhidas dentro de 30 (trinta) dias, com as cominações legais previstas nesta Lei.
§ 4° O imposto ou as suas diferenças, apurados em levantamento fiscal deverão ser recolhidos dentro de 30 (trinta) dias, com os acréscimos legais previstos na Lei n° 1.383, de 29 de junho de
1983 e suas alterações posteriores. (Redação dada pela Lei n° 1.502, de 1984)
§ 4° O imposto ou as suas diferenças apurados em levantamento fiscal e o auto de infração deverão ser recolhidos dentro de 30 (trinta) dias, com os acréscimos legais previstos na Lei n° 1.383,
de 29 de junho de 1983 e suas alterações posteriores. (Redação dada pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
§ 5° O contribuinte deste imposto fica sujeito à apresentação anual de declaração do movimento econômico-financeiro de exercício, em modelo próprio, até 30 de julho do ano subsequente ao
vencido. (Incluído pela Lei n° 1.502, de 1984)
§ 5° Os contribuintes do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza com base na Lei da microempresa são obrigados a apresentação anual de Declaração de Movimento Econômico -
Financeiro - DME do ano base, em modelo próprio, até o último dia útil do mês de fevereiro do exercício subsequente. (Redação dada pela Lei Complementar n° 15, de 2003) (Revogado pela Lei
Complementar n° 95, de 19 de dezembro de 2017)
§ 6° As informações individualizadas sobre serviços prestados a terceiros, necessários a comprovação dos fatos geradores citados no art. 38, serão prestados pelas entidades enumeradas no art.
197 da Lei Federal n° 5.172 de 25 de outubro de 1966 (C.T.N.), e na forma ali prescrita. (Incluído pela Lei n° 1.696, de 1987)
§ 7° Os contribuintes sujeitos ao regime de estimativa são obrigados a apresentação anual de Declaração de Movimento Econômico - Financeiro - Estimativa, em modelo próprio, relativo ao
período compreendido entre julho a dezembro do Exercício anterior e de janeiro a junho do Exercício em curso, em modelo próprio, até o último dia útil do mês de setembro do Exercício em curso.
(Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
§ 7° Os contribuintes sujeitos ao regime de estimativa são obrigados a apresentação anual de Declaração de Movimento Econômico - Financeiro - Estimativa, relativo ao período compreendido
entre janeiro a dezembro do exercício anterior, em modelo próprio, até o último dia útil do mês de fevereiro do exercício em curso. (Redação dada pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
§ 7° Os contribuintes sujeitos ao regime de estimativa são obrigados a apresentação anual de Declaração de Movimento Econômico - Financeiro - Estimativa, relativo ao período compreendido
entre janeiro a dezembro do exercício anterior, em modelo próprio, até o último dia útil do mês de fevereiro do exercício em curso, excetuando-se o contribuinte MEI - Microempreendedor Individual.
(Redação dada pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
§ 8° Os contribuintes sujeitos ao regime de auto-lançamento são obrigados a apresentar o Mapa de Apuração do Imposto Sobre Serviços - MAISS, no prazo e na forma estabelecida mediante
Decreto do Executivo, o qual deverá vir acompanhado dos originais das notas fiscais ou faturas de serviços e contratos dos serviços referentes ao período informado e, nos casos dos itens 7.02 e 7.05
notas fiscais de materiais. (Redação dada pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
§ 8° Os contribuintes sujeitos ao regime de autolançamento são obrigados a apresentar o Mapa de Apuração do Imposto Sobre Serviços de qualquer natureza - MAISS, no prazo e na forma
estabelecida mediante Decreto do Executivo. (Redação dada pela Lei Complementar n° 60, de 2009)
§ 8° Os contribuintes sujeitos ao regime de autolançamento são obrigados a escriturar as Notas Fiscais de Serviços no sistema eletrônico do Mapa de Apuração do Imposto Sobre Serviços de
Qualquer Natureza - MAISS, bem como efetuar o fechamento do movimento mensal no prazo e na forma estabelecida mediante Decreto do Executivo. (Redação dada pela Lei Complementar n° 74, de
2013)
§ 9° Os contribuintes cujas atividades se enquadrarem nos itens 7.02 e 7.05 do art. 38, em havendo dedução da base de cálculo do Imposto, deverão apresentar o MAISS, acompanhado do
Anexo de relação das notas fiscais de materiais dedutíveis, em modelo próprio, devendo juntamente com este, serem exibidos os originais das notas fiscais que serviram de abatimento. (Incluído pela Lei
Complementar n° 15, de 2003) (Revogado pela Lei Complementar n° 60, de 15 de dezembro de 2009)
Art. 123. Os contribuintes que exercerem prestação de serviços em diversos locais terão lançamentos distintos, um para cada local.
§ 1° No caso da existência de diversos locais de prestação de serviços, fica facultado ao contribuinte fazer o lançamento do Imposto apenas pelo local de centralização de sua escrita, desde que
a ela sujeito e dentro do território do Município, devendo comunicar à repartição competente o fato.
§ 2° Para comprovação ao que se refere o parágrafo anterior a Prefeitura expedirá, por provocação do interessado, documento esclarecendo onde se acha a centralização da escrita do contribuinte
e o local por onde se faz o lançamento do Imposto.
Art. 124. As pessoas que, no decorrer do exercício se tornarem sujeitas à incidência do Imposto, serão lançadas a partir do mês em que iniciarem as atividades.
Art. 125. As pessoas sujeitas ao Imposto na conformidade dos itens 19 e 20 do artigo 38 deverão declarar e recolher mensalmente o tributo na forma da Lei, separadamente, por obra ou serviço.
Art. 125. As pessoas sujeitas ao Imposto na conformidade dos itens 32, 33, 34, 37 e 75 do artigo 38 deverão declarar e recolher mensalmente o tributo para forma da Lei, separadamente, por obra
ou serviço. (Redação dada pela Lei n° 1.696, de 1987)
Art. 125. As pessoas sujeitas ao Imposto na conformidade dos itens 7.02 e 7.05 deverão declarar e recolher mensalmente o tributo na forma da Lei, separadamente, por obra ou serviço.
§ 1° Deverão ser exibidos, juntamente com a guia de recolhimento, as faturas referentes ao serviço prestado.
§ 2° Deverão ser exibidos, juntamente com a guia de recolhimento, os documentos referentes às importâncias abatidas, de conformidade com o art. 93 e seus parágrafos desta Lei.
§ 3° O lançamento será obrigatoriamente revisto por ocasião do término da administração, empreitada ou subempreitada, para acerto de diferença, se houver.
§ 4° Não será expedido "habite-se" sem a prova do pagamento total do Imposto devido.
§ 4° Ao término da obra, deverá ser requisitada a emissão da Certidão de Quitação do ISSQN - Construção Civil, sem a qual não será expedido "habite-se". (Redação dada pela Lei Complementar
n° 95, de 2017)
§ 5° O contribuinte deste Imposto fica sujeito à apresentação anual de declaração do movimento econômico-financeiro do exercício, em modelo próprio, até 30 de julho do ano subsequente ao
vencido. (Revogado pela Lei n° 1.502, de 17 de dezembro de 1984)
Art. 126. Os lançamentos procedidos de ofício serão notificados ao contribuinte, acompanhados do auto de infração.
Art. 127. Para os efeitos de registro, controle de fiscalização do Imposto, a Prefeitura instituirá por regulamento, livros e outros documentos fiscais próprios à comprovação das operações
tributadas e seu valor.
CAPÍTULO II
DAS TAXAS
Seção I
Das Taxas pelo Exercício Regular do Poder De Polícia
Subseção I
Da Taxa de Licença para Funcionamento ou Localização
Art. 128. Os estabelecimentos sujeitos à Taxa de Licença para Funcionamento ou Localização deverão promover sua inscrição como contribuintes, uma para cada local, com os dados,
informações e esclarecimentos necessários à correta fiscalização.
Art. 129. Para os efeitos do artigo anterior, consideram-se estabelecimentos distintos:
I - os que, embora no mesmo local, ainda que com idênticos ramos de negócios, pertençam a diferentes pessoas físicas ou jurídicas;
II - os que, embora sob as mesmas responsabilidades e ramos de negócios, estejam situados em prédios distintos ou locais diversos.
Art. 129-A. A Administração Municipal, por meio do Departamento da Receita da Secretaria Municipal de Finanças, poderá expedir Alvará de Licença para Ponto de Referência, para utilização da
residência apenas como simples referência de atividade, sendo vedado: (Incluído pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
I - exercer a atividade empresarial no local; (Incluído pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
II - instalar publicidade; (Incluído pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
III - armazenar ou estocar mercadorias no local em questão; (Incluído pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
IV - promover atendimento público no local. (Incluído pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
Parágrafo único. No caso de transportadoras de carga o proprietário deverá indicar o local de guarda do veículo, sendo que a garagem indicada deve estar em conformidade com as normas
municipais de trânsito e posturas municipais. (Incluído pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
Art. 130. A inscrição na Divisão de Cadastro da Secretaria de Finanças é promovida mediante o preenchimento de formulário próprio, com a exibição de documentos exigidos pelo órgão
competente, na forma regulamentada por Decreto.
§ 1° Precedendo o pedido de inscrição deverá ser requerida a vistoria do local para o exercício da atividade.
§ 1° Juntamente com o pedido de inscrição deverá ser requerida a vistoria do local para o exercício da atividade a todos os órgãos fiscalizatórios da Municipalidade. (Redação dada pela Lei
Complementar n° 74, de 2013)
§ 2° Da exibição de documentos prevista neste artigo será fornecido comprovante ao contribuinte.
Art. 131. A inscrição somente se completará após concedido o Alvará de Licença para Funcionamento ou Localização.
Parágrafo único. Nenhum Alvará será expedido sem que o local de exercício da atividade esteja de acordo com as exigências mínimas de segurança, higiene, conservação e adequação para o fim
a que se destina, conforme legislação municipal, devidamente atestadas pelas repartições competentes. (Revogado pela Lei Complementar n° 74, de 27 de setembro de 2013)
§ 1° Nenhum alvará será expedido sem que o local de exercício da atividade esteja de acordo com as exigências mínimas de segurança, condições ambientais, tráfego, saúde, higiene,
salubridade, conservação e adequação para o fim a que se destina, atendendo às posturas municipais, conforme legislação municipal, devidamente atestadas pelas repartições competentes. (Incluído
pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
§ 2° Para a emissão do alvará de licença de funcionamento ou localização, além da documentação fisco contábil, recolhimento da taxa de licença e inscrição no ISSQN, quando prestador de
serviço, é necessária a apresentação do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros/AVCB, Laudo Técnico de Segurança, licença da vigilância sanitária, licença dos órgãos ambientais competentes,
habite-se e outros solicitados pelos órgãos fiscalizatórios, de acordo com as características das atividades. (Incluído pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
§ 2° Para a emissão do alvará de licença de funcionamento ou localização, além da documentação fisco contábil, recolhimento da taxa de licença e inscrição no ISSQN, quando prestador de
serviço, é necessária a apresentação do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros/AVCB, Laudo Técnico de Segurança, licença da vigilância sanitária, licença dos órgãos ambientais competentes,
Habite-se, Certidão de Aprovação de EIV - Estudo de Impacto de Vizinhança, se for o caso, e outros solicitados pelos órgãos fiscalizatórios, de acordo com as características das atividades. (Redação
dada pela Lei Complementar n° 101, de 2018)
§ 3° Nenhuma atividade econômica poderá ser realizada sem a expedição do alvará de licença para funcionamento. (Incluído pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
§ 3° Nenhuma atividade econômica poderá ser realizada sem a expedição do alvará de licença e funcionamento. (Redação dada pela Lei Complementar n° 101, de 2018)
Art. 132. O Alvará terá validade pelo tempo nele declarado, nunca superior a 1 (um) ano e sempre será expedido a título precário, podendo ser cassado a qualquer tempo, quando o local não
atenda mais às exigências para o qual foi expedido, de acordo com as posturas municipais, inclusive, quando ao estabelecimento seja dada destinação diversa.
Parágrafo único. O Alvará será cassado, ainda, quando a atividade exercida violar as normas de saúde, sossego, higiene, segurança e moralidade, nos termos da Lei.
Art. 132. O Alvará terá validade pelo tempo nele declarado, nunca superior a 1 (um) ano, podendo ser cassado a qualquer tempo quando o local não atenda mais às exigências para o qual foi
expedido, de acordo com as posturas municipais, inclusive quando ao estabelecimento seja dada destinação diversa, salvo quando autorizada na forma do § 2° do art. 87 da Lei n° 1.400, de 11 de
outubro de 1983. (Redação dada pela Lei n° 1.502, de 1984)
§ 1° O Alvará será cassado, ainda, quando a atividade exercida violar as normas de saúde, sossego, higiene, segurança e moralidade, nos termos da Lei. (Renumerado do parágrafo único pela Lei
n° 1.502, de 1984)
§ 1° O Alvará será cassado quando a atividade exercida violar as normas de saúde, sossego, higiene, salubridade, meio ambiente, tráfego, segurança, moralidade, nos termos da Lei, ou quando
contrariar as posturas municipais. (Redação dada pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
§ 2° Na falta do cumprimento de exigências estabelecidas na Lei n° 1.383, de 29 de junho de 1983, e suas alterações posteriores, poderá ser expedido Alvará Provisório, a critério da
Administração, pelo prazo de 06 (seis) meses, constando do mesmo as exigências a serem cumpridas. (Redação dada pela Lei n° 1.502, de 1984)
§ 3° O Microempreendedor Individual (MEI), as Microempresas (ME) e as Empresas de Pequeno Porte (EPP), exceto nos casos em que o grau de risco da atividade seja considerado alto, terão
tratamento diferenciado para obtenção de Alvará de Licença Provisório, conforme a Lei Complementar n° 67, de 08 de setembro de 2011, e alterações posteriores, e de acordo com ato regulamentador.
(Incluído pela Lei Complementar n° 80, de 2015)
Art. 132. O Alvará terá validade pelo tempo nele declarado, nunca superior a 1 (um) ano, podendo ser cassado a qualquer tempo quando o local não atenda mais às exigências para o qual foi
expedido, de acordo com a legislação municipal, inclusive quando ao estabelecimento seja dada destinação diversa, salvo quando autorizada na forma do § 2° do art. 87 da Lei Complementar n° 1.400,
de 11 de outubro de 1983. (Redação dada pela Lei Complementar n° 101, de 2018)
Parágrafo único. O Alvará será cassado, ainda, quando a atividade exercida violar as normas de saúde, sossego, higiene, segurança, moralidade, e ainda, pelo descumprimento das condições
constantes na Certidão de Aprovação do EIV - Estudo de Impacto de Vizinhança. (Redação dada pela Lei Complementar n° 101, de 2018)
Art. 133. Se no prazo de validade do Alvará houver mudança dos titulares do estabelecimento, sem que haja alteração da atividade, substituir-se-á o Alvará de Licença para Funcionamento por
ocasião da transferência.
§ 1° A substituição do Alvará não implica em prorrogação do prazo de validade do Alvará expedido.
§ 2° É obrigatório o pedido de nova vistoria e expedição de novo alvará, sempre que houver a alteração do ramo de atividade e, inclusive, a adição do exercício de outro ramo, concomitantemente
com aquele já permitido.
Art. 134. O Alvará será expedido pelo Departamento da Receita e conterá:
a) denominação do Alvará de Licença para Funcionamento;
b) denominação da firma ou razão social;
c) local do estabelecimento;
d) ramo de negócio ou atividade;
e) prazo de validade;
f) número da inscrição e número do processo;
g) horário de funcionamento autorizado;
h) data da emissão e assinatura do responsável;
i) número da inscrição no Cadastro de Prestador de Serviços.
j) indicação no Alvará de Licença de funcionamento ou localização da observação "Ponto de Referência" ou Alvará de Licença Provisório, quando for o caso e outras observações cabíveis. (Incluído
pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
Art. 135. O Alvará será renovado independentemente de nova Taxa de Vistoria.
Art. 135. O Alvará será concedido e deverá ser renovado a cada exercício, em qualquer caso, após vistoria para a constatação das exigências contidas no parágrafo único do art. 131 desta
Lei. (Redação dada pela Lei n° 1.392, de 1983)
Art. 135. O alvará será concedido e deverá ser renovado a cada exercício para a constatação das exigências contidas no art. 131 desta Lei. (Redação dada pela Lei Complementar n° 80, de 2015)
Parágrafo único. No decorrer da validade do Alvará, a fiscalização das Secretarias de Obras, Viação e Serviços Públicos e de Saúde e Promoção Social procederá vistoria no estabelecimento e
apontará à Secretaria de Finanças as irregularidades encontradas, para cumprimento do disposto no art. 131 e parágrafo único desta Lei.
Art. 136. O Alvará deve ser colocado em lugar visível para o público e para a fiscalização.
Art. 137. O lançamento da Taxa de Licença para Funcionamento ou Localização é anual, semestral, trimestral ou periódico, de conformidade com a atividade exercida.
Art. 138. A Taxa de Licença para Funcionamento ou Localização é devida a partir do dia primeiro de janeiro de cada Exercício, prevalecendo o seu lançamento por todo o exercício a que se referir,
exceto se a atividade for iniciada após aquele mês, quando será proporcional ao número de meses faltantes para o seu término, considerando-se por inteiro qualquer fração de mês.
§ 1° No caso de encerramento da atividade comercial, o pedido de cancelamento do Alvará deverá ser feito dentro do prazo de 30 (trinta) dias, caso em que será dispensado o pagamento das
parcelas restantes, relativas aos trimestres posteriores ao do encerramento.
§ 1° No caso de encerramento da atividade comercial, o pedido de cancelamento do Alvará deverá ser feito dentro do prazo de 30 (trinta) dias, caso em que será dispensado o pagamento das
parcelas restantes, relativas aos meses posteriores ao do encerramento. (Redação dada pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
§ 1° No caso de encerramento da atividade comercial, o pedido de cancelamento do Alvará de Licença deverá ser feito dentro do prazo de 30 (trinta) dias, caso em que será dispensado o
pagamento das parcelas restantes, relativas aos trimestres posteriores ao do encerramento. (Redação dada pela Lei Complementar n° 80, de 2015)
§ 2° A falta da comunicação no prazo estabelecido no parágrafo anterior acarretará ao contribuinte o pagamento da taxa devida por todo o exercício.
Art. 139. A Taxa de Licença para Funcionamento ou Localização é exigida:
I - para os estabelecimentos fixos, para os feirantes e para os ambulantes, com lançamento anual, dividido em 4 (quatro) parcelas;
I - para os estabelecimentos fixos, para os feirantes, com lançamento anual, dividido em 04 (quatro) parcelas; (Redação dada pela Lei n° 1.825, de 1989)
II - para atividades eventuais, lançado pelo período de exercício da atividade;
III - para ambulantes, com lançamento a partir da retirada da competente Licença. (Incluído pela Lei n° 1.825, de 1989)
Subseção II
Da Taxa de Licença para o Exercício de Atividade do Comércio Ambulante, Feirante ou Eventual
Art. 140. Nenhuma atividade de comércio ambulante, feirante ou eventual é permitida sem prévia inscrição e licença da pessoa que a exercer, na repartição competente da Prefeitura.
Art. 140-A. A concessão de licença ambulante, observadas as condições legais das posturas municipais e a critério da Administração, será permitida, prioritariamente, à pessoa com deficiência,
ao idoso ou aos reconhecidamente carentes de acordo com levantamento sócio-econômico e, em quaisquer casos, com residência permanente no Município de Cubatão por no mínimo 3 (três) anos
devidamente comprovados. (Incluído pela Lei Complementar n° 80, de 2015)
Art. 141. A inscrição é promovida mediante o preenchimento de formulário próprio com a exibição de documentos previstos na forma regulamentar.
§ 1° Caso o comércio seja exercido por empregado ou preposto do licenciado, tal fato deverá constar da inscrição sendo então com relação a este, exigida a apresentação dos mesmos
documentos pessoais exigíveis para o licenciado. (Revogado pela Lei n° 1.825, de 28 de dezembro de 1989)
§ 2° No caso de comércio eventual a atividade a ser exercida deve ser requerida, dispensada a apresentação dos documentos referidos neste artigo.
§ 2° No caso de comércio eventual, a atividade a ser exercida deve ser requerida, mediante a apresentação dos documentos referidos neste artigo.(Vide Decreto n° 3.872, de 1983) (Vide Decreto
n° 4.023, de 1984) (Redação dada pela Lei n° 1.825, de 1989)
§ 3° Para o exercício de comércio eventual exigir-se-á a vistoria do local, se para a sua prática houver montagem ou desmontagem de construções, mesmo que provisórias, ou equipamentos que
impliquem em segurança ou comodidade dos usuários, dispensando-a, se:
a) for exercida em estabelecimento já licenciado e vistoriado;
b) seu exercício independer, ou não tiver conexão, embora exercido no mesmo local, com atividade que dela dependa conforme o disposto neste artigo.
Art. 142. Quando o exercício do comércio ambulante ou feirante depender de fiscalização sanitária será exigida também a prova de registro na repartição competente e de vistoria do veículo ou
outro meio de condução ou de exposição do produto.
Art. 143. Promovida a inscrição, será fornecido ao interessado documento comprobatório desta, mediante recibo ou talão de licença pessoal, que só terá validade para os períodos a que se referir,
se quitados.
Parágrafo único. Além do nome e endereço do licenciado, constarão do talão de licença:
I - os gêneros ou mercadorias que constituem o objetivo do comércio;
II - o período de licença, o horário e as condições especiais do exercício do comércio;
III - o nome do empregado ou preposto, quando o comércio não for exercido pelo próprio licenciado. (Revogado pela Lei n° 1.825, de 28 de dezembro de 1989)
Art. 144. O comprovante da licença deverá estar sempre em poder do ambulante ou feirante, para ser exibido aos encarregados da fiscalização, quando solicitado.
§ 1° Os ambulantes e feirantes terão renovadas suas licenças anualmente.
§ 2° No caso de feirante, será obrigatória a afixação da placa padronizada pela Prefeitura, com o respectivo número de inscrição.
§ 3° Os ambulantes, para o exercício de suas atividades deverão ter afixado na lapela o crachá de identificação. (Incluído pela Lei n° 1.825, de 1989) (Revogado pela Lei n° 1.903, de 8 de janeiro
de 1991)
Art. 145. O feirante que pretender transferir a outro, ou a terceiro, sua banca ou barraca, é obrigado a recolher a Taxa sobre a transferência prevista no item 10 da Tabela n° 8, anexa.
§ 1° Em caso de transferência por morte do feirante, que deverá ser comprovada, terão preferência a ela o seu cônjuge ou filhos, os quais deverão, entretanto, manifestar, por escrito, sua intenção
dentro de 60 (sessenta) dias, contados da morte do "de cujus". Decorrido esse prazo, será cancelada a inscrição, facultando-se ao feirante mais antigo, que se candidatar, a utilização do ponto vago.
§ 2° Por motivo de transferência, não será alterado o ponto de funcionamento da banca ou barraca.
Art. 145. O feirante ou ambulante que pretender transferir a outro, ou a terceiro, sua banca ou barraca, é obrigado a recolher a Taxa sobre a transferência prevista no item 9 da Tabela n° 8
anexa. (Redação dada pela Lei Complementar n° 80, de 2015)
§ 1° Em caso de transferência por falecimento do feirante, que deverá ser comprovada, terão preferência a ela seu cônjuge ou filhos, os quais deverão, entretanto, manifestar por escrito sua
intenção dentro de 60 (sessenta) dias, contados da morte do “de cujus”. Decorrido esse prazo, será cancelada a inscrição. (Redação dada pela Lei Complementar n° 80, de 2015)
§ 2° Por motivo de transferência, poderá ser alterado o ponto de funcionamento da banca ou barraca, a critério da Administração, de acordo com as posturas municipais. (Redação dada pela Lei
Complementar n° 80, de 2015)
§ 3° A transferência somente ocorrerá caso esteja quite com todos os tributos municipais incidentes. (Incluído pela Lei Complementar n° 80, de 2015)
§ 4° A transferência de licença ambulante somente será permitida para morador da Cidade, com residência permanente no Município de Cubatão por no mínimo 3 (três) anos devidamente
comprovados, respeitados os direitos adquiridos. (Incluído pela Lei Complementar n° 80, de 2015)
§ 5° Em se tratando de ponto de ambulante, será permitida apenas uma licença individual, sendo que somente o titular poderá atuar no ponto, em trabalho pessoal. (Incluído pela Lei
Complementar n° 80, de 2015)
Art. 146. A licença de ambulante só terá validade para o período normal de funcionamento dos estabelecimentos comerciais em geral.
Art. 146. A Licença de Ambulante terá a validade para o período expresso na mesma. (Redação dada pela Lei n° 1.825, de 1989)
Art. 147. A licença de feirante obedecerá os horários estabelecidos pela Prefeitura.
Art. 147. A licença de feirante e ambulante obedecerão aos horários estabelecidos pela Prefeitura. (Vide Decreto n° 3.872, de 1983) (Vide Decreto n° 4.023, de 1984) (Redação dada pela Lei
Complementar n° 74, de 2013)
Art. 148. Os ambulantes não poderão, salvo licença especial, fixar-se nas ruas, praças ou qualquer logradouro público.
Art. 148. Os ambulantes não poderão fixar-se nas ruas, praças ou qualquer logradouro público, salvo nos locais demarcados pela Prefeitura. (Redação dada pela Lei n° 1.825, de 1989)
Art. 149. A licença especial para estacionamento em via pública só será concedida pela Administração quando não prejudique o trânsito, o comércio normal e o interesse público, sendo
cobradas, neste caso, as taxas em dobro. (Revogado pela Lei n° 1.825, de 28 de dezembro de 1989)
Parágrafo único. Em qualquer hipótese o ambulante não poderá estacionar em um raio inferior a 200 (duzentos) metros de escolas, hospitais e estabelecimentos congêneres àquele
comercializado pelo ambulante. (Revogado pela Lei n° 1.825, de 28 de dezembro de 1989)
Subseção III
Da Taxa de Licença para Publicidade
Art. 150. A exploração ou utilização dos meios de publicidade depende de prévia autorização da Prefeitura e pagamento da Taxa respectiva.
§ 1° O recibo de pagamento da Taxa valerá como inscrição para exploração ou utilização da publicidade.
§ 2° A publicidade nos estabelecimentos produtores, industriais, comerciais ou de prestação de serviços, assim como todos os tipos de pintura, não estão obrigados ao pedido de renovação
anual, sendo lançados automaticamente em cada exercício.
Art. 151. O pedido de Licença para Publicidade deve ser instruído com a descrição detalhada do meio de publicidade, de sua situação, posição e de todas as demais características da mesma.
§ 1° A utilização da publicidade somente será concedida após a autorização, com a expedição do alvará competente pela Secretaria de Obras, Viação e Serviços Públicos, por seu setor
respectivo, que informará de acordo com as posturas municipais quanto à segurança, à localização, à posição e às demais características à utilização do meio de publicidade requerido.
§ 2° Quando o local em que se pretender colocar o anúncio não for de propriedade do requerente, deverá este juntar ao requerimento a autorização do proprietário.
Art. 152. Os painéis, placas, letreiros e respectivos suportes, assim como o veículo publicitário utilizado, deverão ser mantidos em perfeito estado de conservação, funcionamento e segurança,
sob pena de serem retirados pela Prefeitura, correndo por conta do contribuinte as despesas respectivas.
Art. 153. O lançamento é anual, mensal ou diário, conforme o tipo de publicidade utilizado e será válido para o período a que se referir.
Art. 153. O lançamento é anual, trimestral, mensal ou diário, conforme o tipo de publicidade utilizado e será válido para o período a que se referir. (Redação dada pela Lei Complementar n° 74, de
2013)
Art. 154. São contribuintes e solidariamente responsáveis pelo pagamento da taxa:
I - a pessoa promotora da publicidade;
II - a pessoa que explore ou utilize a publicidade de terceiros;
II - a pessoa que explore ou utilize a publicidade própria ou de terceiros; (Redação dada pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
III - a pessoa a quem a publicidade aproveite.
Subseção IV
Da Taxa de Licença para Obras Particulares
Art. 155. O recibo de pagamento da Taxa de Licença servirá como inscrição para cada obra requerida.
Parágrafo único. Nenhum "habite-se" será expedido sem prévia comprovação da inexistência de débito referente aos tributos incidentes sobre a edificação.
Art. 156. A licença será expedida após a conclusão da análise do projeto e paga a Taxa correspondente constante da Tabela n° 7, anexa.
§ 1° Findo o prazo de validade da licença constante da Tabela n° 7, anexa, será a mesma revalidada, por prazo igual ao primeiro, mediante o pagamento de nova taxa.
§ 2° No caso de revalidação da licença, a Taxa será calculada por inteiro, não se levando em conta qualquer redução baseada em cronograma ou construção parcial da obra.
§ 3° Caso a Prefeitura deixe de decidir, no prazo de 30 (trinta) dias, quanto ao pedido de licença previsto neste artigo, a licença será tida por deferida.
Seção II
Das Taxas pela Utilização de Serviços Públicos
Subseção I
Da Taxa de Pavimentação, Colocação de Guias e Feitura de Sarjetas
Art. 157. Aproveita-se para o lançamento da Taxa prevista nesta Subseção a inscrição efetuada para lançamento da propriedade imobiliária. (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
Art. 158. O lançamento é efetuado para cada imóvel abrangido pela obra de pavimentação, colocação de guias ou feituras de sarjetas. (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
Parágrafo único. No caso de, simultaneamente, execução de obra de pavimentação, colocação de guias ou feitura de sarjetas, o lançamento é efetuado englobadamente. (Revogado pela Lei n°
1.513, de 16 de maio de 1985)
Art. 159. A Taxa é devida pelo proprietário, titular de domínio útil ou o possuidor a qualquer título de imóvel beneficiado, a partir do término da obra. (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de
1985)
Art. 159. (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
Subseção II
Da Taxa de Construção de Muros
Art. 160. Aproveita-se para o lançamento da Taxa, a inscrição efetuada para o lançamento da propriedade imobiliária.
Art. 161. O lançamento é efetuado para cada obra executada e a Taxa será exigida:
I - de uma só vez, quando for inferior à metade do valor de referência vigente na Região;
II - parceladamente:
Art. 161. O lançamento é efetuado para cada obra executada e a taxa será exigida: (Redação dada pela Lei n° 2.290, de 1994)
I - em 06 (seis) parcelas, quando o valor do débito for inferior a 450 UFMs, facultando ao contribuinte o pagamento em parcela única; (Redação dada pela Lei n° 2.290, de 1994)
II - em 10 (dez) parcelas, quando o valor do débito for de 450 a 700 UFMs; (Redação dada pela Lei n° 2.290, de 1994)
III - em 15 (quinze) parcelas, quando o valor do débito for superior a 700 UFMs. (Incluído pela Lei n° 2.290, de 1994)
a) de 1 a 6 valores de referência, em até 30 (trinta) parcelas; (Revogada pela Lei n° 2.290, de 24 de novembro de 1994)
b) acima de 6 até 12 valores de referência, em até 45 (quarenta e cinco) parcelas; (Revogada pela Lei n° 2.290, de 24 de novembro de 1994)
c) acima de 12 valores de referência, em até 60 (sessenta) parcelas. (Revogada pela Lei n° 2.290, de 24 de novembro de 1994)
Parágrafo único. Cada parcela não poderá ser inferior a 1/10 (um décimo) do valor de referência vigente na Região. (Revogado pela Lei n° 2.290, de 24 de novembro de 1994)
Art. 162. A Taxa é devida pelo proprietário, o titular do domínio útil ou o possuidor a qualquer título de imóvel beneficiado.
Art. 163. Concluídos os serviços, a Prefeitura apurará a quota de responsabilidade de cada contribuinte.
?Art. 163. Concluídos os serviços, a Prefeitura apurará a quota de responsabilidade de cada contribuinte, dividindo-se o valor de cada quota pelo valor da UFM do mês em que for feita a emissão
do carnê. (Redação dada pela Lei n° 2.290, de 1994)
TÍTULO VI
DA ARRECADAÇÃO
CAPÍTULO I
DOS IMPOSTOS
Seção I
Do Imposto sobre as Propriedades Territorial e Predial Urbanas
Art. 164. O pagamento dos Impostos Territorial e Predial Urbanos será efetuado em 4 (quatro) parcelas iguais, nas épocas e locais indicados.
Art. 164. O pagamento dos Impostos Territorial e Predial Urbanos será efetuado em 8 (oito) parcelas iguais, nas épocas e locais indicados no aviso de lançamento, facultado ao contribuinte o
pagamento antecipado das parcelas referidas. (Redação dada pela Lei n° 1.825, de 1989)
Art. 164. O pagamento dos Impostos Territorial e Predial Urbanos, será efetuado em até 12 (doze) parcelas iguais, nas épocas e locais indicados no aviso de lançamento, facultado ao contribuinte
o pagamento antecipado das parcelas referidas.
Art. 165. Os débitos não pagos nas datas fixadas, serão acrescidos de multa, na forma prevista nesta Lei, além de incorrerem em juros de mora à razão de 1% (um por cento) ao mês e correção
monetária de acordo com o critério e índices estabelecidos pelo Governo Federal, devidos a partir do Exercício seguinte ao do vencimento, sem prejuízo das custas e demais despesas
judiciais. (Revogado pela Lei n° 1.825, de 28 de dezembro de 1989)
§ 1° Para efeito deste artigo, conta-se como mês completo qualquer fração deste período. (Revogado pela Lei n° 1.825, de 28 de dezembro de 1989)
§ 2° O débito permanecerá em cobrança amigável, no órgão competente, até o final do exercício respectivo, sendo a seguir inscrito na Dívida Ativa. (Revogado pela Lei n° 1.825, de 28 de
dezembro de 1989)
Art. 166. Não se admite o pagamento de qualquer parcela se não estiverem pagas todas as anteriores do mesmo exercício.
Parágrafo único. A inobservância deste artigo não confere ao contribuinte direito de quitação de débitos apurados a qualquer tempo.
Art. 167. O contribuinte dos Impostos Territorial e Predial Urbanos que quitar de uma só vez, e até à data fixada para o vencimento da primeira parcela, gozará do abatimento de 10% (dez por
cento) do valor total do Imposto.
Art. 167. O contribuinte dos impostos predial e territorial urbanos que quitar de uma só vez e até a data fixada para o vencimento da primeira parcela gozará de 5% (cinco porcento) do valor total
do imposto. (Vide Lei n° 3.416, de 2010) (Redação pela Lei Complementar n° 63, de 2010)
Seção II
Do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza
Art. 168. O pagamento do Imposto será efetuado em cota única, mensal/trimestral ou anualmente, conforme se trate, respectivamente, de contribuintes sujeitos à tributação por alíquotas fixas ou
variáveis ou por estimativa.
Art. 168. O pagamento do Imposto será feito de acordo com o disposto neste artigo, conforme se trate de contribuintes sujeitos à tributação por alíquotas variáveis ou por estimativa. (Redação
dada pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
Art. 168. O procedimento para pagamento do Imposto será feito de acordo com o disposto neste artigo conforme se trate, respectivamente, de contribuintes sujeitos à tributação pelo regime de
alíquotas fixas, variáveis ou por estimativa. (Redação dada pela Lei Complementar n° 33, de 2005)
Art. 168. O procedimento para pagamento do imposto será feito de acordo com o disposto neste artigo conforme se trate, respectivamente, de contribuintes sujeitos à tributação pelo regime de
alíquotas fixas, variáveis ou por estimativa. (Redação dada pela Lei Complementar n° 80, de 2015)
§ 1° Na hipótese de lançamento sob o regime de alíquota fixa, o Imposto será recolhido nos prazos fixados pelo Poder Executivo, iniciando-se por ocasião da inscrição ou da sua renovação, da
seguinte forma: (Redação dada pela Lei Complementar n° 33, de 2005)
I - quando se tratar dos contribuintes indicados nos itens 4.14, 6.01, 6.02 e 16.01 da Tabela 2 Anexa à presente Lei, o Imposto deverá ser recolhido em 4 (quatro) parcelas, iniciando-se a primeira
no dia 15 (quinze) do mês de março do Exercício respectivo; (Incluído pela Lei Complementar n° 33, de 2005)
II - quando se tratar dos contribuintes indicados nos itens 4.01 a 4.13, 4.15, 4.16, 4.18, 4.20, 5.01, 5.02, 5.04, 7.01, 17.08, 17.12 a 17.20, 27.01, 28.01, 29.01, 30.01, 33.01 e 38.01 da Tabela 2
Anexa à presente Lei, o imposto será recolhido em 10 (dez) parcelas mensais, iniciando-se a primeira no mês de março do Exercício respectivo, nas seguintes datas: (Incluído pela Lei Complementar n°
33, de 2005)
a) a primeira parcela ou parcela única deverá ser recolhida até o dia 15 (quinze) de março de cada Exercício, vencendo-se as demais a cada dia 15 (quinze) dos meses subsequentes; (Incluído
pela Lei Complementar n° 33, de 2005)
b) no primeiro Exercício em que tiver início a prestação do serviço, a primeira parcela deverá ser recolhida até o dia 15 (quinze) do mês posterior ao início da atividade, vencendo-se as demais a
cada dia 15 (quinze) dos meses subsequentes. (Incluído pela Lei Complementar n° 33, de 2005)
§ 1° Na hipótese de lançamento sob o regime de alíquota fixa, o imposto será recolhido nos prazos fixados pelo Poder Executivo, iniciando-se por ocasião da inscrição ou da sua renovação, da
seguinte forma:
I - quando se tratar dos contribuintes indicados nos itens 4.14, 6.01, 6.02 e 16.01 da Tabela 2 Anexa à presente Lei Complementar, o Imposto deverá ser recolhido em 4 (quatro) parcelas;
II - quando se tratar dos contribuintes indicados nos itens 4.01 a 4.13, 4.15, 4.16, 4.18, 4.20, 5.01, 5.02, 5.04, 7.01, 17.08, 17.12 a 17.20, 27.01, 28.01, 29.01, 30.01, 33.01 e 38.01 da Tabela 2
Anexa à presente Lei Complementar, o Imposto deverá ser recolhido em 10 (dez) parcelas mensais.
§ 2° Tratando-se de lançamento com base em alíquotas variáveis, o Imposto deverá ser recolhido na forma do art. 122, independentemente de qualquer notificação ao contribuinte, mesmo quando
estimada a receita bruta.
§ 2° Tratando-se de lançamento com base em alíquotas variáveis, o imposto deverá ser recolhido na forma do art. 122, independentemente de qualquer notificação ao contribuinte, mesmo quando
estimada a receita bruta. (Redação dada pela Lei Complementar n° 80, de 2015)
§ 3° O lançamento deste Imposto por estimativa será regulamentado por Decreto do Poder Executivo.
§ 3° Considera-se renovação do cadastro de profissionais autônomos não estabelecidos a quitação, ainda que parcial, do ISSQN (imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza) do ano
imediatamente anterior. (Redação dada pela Lei Complementar n° 80, de 2015)
§ 4° (Revogado pela Lei Complementar n° 15, de 23 de dezembro de 2003)
§ 4° O contribuinte que não promover a renovação do cadastro nos termos do § 3° será automaticamente excluído do cadastro mobiliário. (Incluído pela Lei Complementar n° 80, de 2015)
§ 5° A não retenção implica em responsabilidade pelo Crédito Tributário correspondente e sujeição às mesmas penalidades impostas ao contribuinte. (Revogado pela Lei Complementar n° 15, de
23 de dezembro de 2003)
§ 6° O não recolhimento do Imposto retido na fonte, nos prazos assinados, implicará nas penalidades previstas nesta Lei. (Revogado pela Lei Complementar n° 15, de 23 de dezembro de 2003)
CAPÍTULO II
DAS TAXAS
Seção I
Das Taxas pelo Exercício Regular do Poder de Polícia
Subseção I
Da Taxa de Licença para Funcionamento ou Localização de Estabelecimentos Comerciais, Industriais, Civis e Similares e Congêneres e para o Exercício de Atividade de Comércio
Ambulante, Feirante ou Eventual
Art. 169. A Taxa é arrecadada: (Vide Decreto n° 3.872, de 1983) (Vide Decreto n° 4.023, de 1984)
I - para estabelecimentos fixos, feirantes e ambulantes, em 4 (quatro) parcelas na forma e prazos fixados;
I - para estabelecimentos fixos e feirantes, em 04 (quatro) parcelas na forma dos prazos fixados; (Redação dada pela Lei n° 1.825, de 1989)
II - para a atividade ou comércio eventual em única parcela no ato da expedição da licença, pelo período concedido;
III - para atividades ou comércio eventual, bem como de ambulantes, em parcela única, no ato da expedição da competente Licença, pelo período concedido. (Incluído pela Lei n° 1.825, de 1989)
Subseção II
Da Taxa de Licença para Publicidade
Art. 170. A Taxa é arrecadada:
I - por lançamento anual, nos casos dos itens 1, 12 e 13 da Tabela n° 5, anexa;
I - por lançamento anual, trimestral, mensal, ou diário nos termos da Tabela 5 anexa; (Redação dada pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
II - no ato da inscrição, nos demais casos, inclusive quando feita em painéis susceptíveis de substituição da publicidade explorada, quando o lançamento se referir ao período de exploração da
publicidade ou cartaz.
Subseção III
Da Taxa de Licença para Obras Particulares
Art. 171. A Taxa é arrecadada de acordo com a Tabela n° 7, anexa.
Subseção IV
Da Taxa de Ocupação de Áreas, de Vias, de Logradouros Públicos e de Áreas de Domínio Público
Art. 172. A Taxa é anual, trimestral, mensal ou diária e será recolhida de acordo com a Tabela n° 6, anexa.
Parágrafo único. A Taxa de Ocupação do Solo por feirantes e bancas de jornais deverá ser recolhida até o dia 15 (quinze) de cada mês.
Seção II
Das Taxas pela Utilização de Serviços Públicos
Subseção I
Da Taxa de Pavimentação, Colocação de Guias e Feitura de Sarjetas
Art. 173. A Taxa de Pavimentação, Colocação de Guias e Feitura de Sarjetas é exigida: (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
I - de uma só vez, quando for inferior à metade do valor de referência vigente na Região; (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
II - parceladamente: (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
a) de 1 a 6 valores de referência, em até 30 (trinta) parcelas; (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
b) acima de 6 até 12 valores de referência, em até 45 (quarenta e cinco) parcelas; (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
c) acima de 12 valores de referência, em até 60 (sessenta) parcelas. (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
Parágrafo único. Cada parcela não poderá ser inferior a 1/10 (um décimo) do valor de referência vigente na Região. (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
Art. 174. É facultado ao contribuinte, independentemente de requerimento, o pagamento antecipado do tributo pelo total até o vencimento da primeira parcela, com o desconto de 30% (trinta por
cento). (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
Parágrafo único. O disposto neste artigo alcança, também, os lançamentos efetuados até a data da promulgação desta Lei. (Revogado pela Lei n° 1.513, de 16 de maio de 1985)
Subseção II
Da Taxa de Construção de Muros
Art. 175. A arrecadação far-se-á na forma e prazos fixados pelo órgão competente da Prefeitura.
Subseção III
Da Taxa de Serviços Diversos
Art. 176. A Taxa é arrecadada de uma só vez, depois da prestação do serviço.
Art. 176. A Taxa será arrecadada da seguinte forma: (Redação dada pela Lei n° 1.502, de 1984)
I - de uma só vez, quando o seu valor for igual ou inferior a 1/2 (meio) valor de referência vigente na Região; (Incluído pela Lei n° 1.502, de 1984)
II - em 2 (duas) parcelas, quando seu valor for igual ou superior a 1,5 (um e meio) valores de referência vigentes na Região; (Incluído pela Lei n° 1.502, de 1984)
III - em 4 (quatro) parcelas, quando o seu valor for igual ou superior a 4 (quatro) valores de referência vigentes na Região; (Incluído pela Lei n° 1.502, de 1984)
IV - em 6 (seis) parcelas, quando o seu valor for igual ou superior a 8 (oito) valores de referência vigentes na Região. (Incluído pela Lei n° 1.502, de 1984)
Art. 176. A taxa será arrecadada da seguinte forma: (Redação dada pela Lei n° 1.555, de 1985)
I - de uma só vez, quando o seu valor for igual ou inferior a 1 (um) valor-de-referência vigente na Região; (Redação dada pela Lei n° 1.555, de 1985)
II - em três (3) parcelas, quando o seu valor for superior a 1 (um) e até 3 (três) valores-de-referência vigentes na Região; (Redação dada pela Lei n° 1.555, de 1985)
III - em cinco (5) parcelas, quando o seu valor for superior a 3 (três) e até 5 (cinco) valores-de-referência vigentes na Região; (Redação dada pela Lei n° 1.555, de 1985)
IV - em sete (7) parcelas, quando o seu valor for superior a 5 (cinco) e até 7 (sete) valores-de-referência vigentes na Região; (Redação dada pela Lei n° 1.555, de 1985)
V - em nove (9) parcelas, quando o seu valor for superior a 7 (sete) e até 10 (dez) valores-de-referência vigentes na Região; (Redação dada pela Lei n° 1.555, de 1985)
VI - em doze (12) parcelas, quando o seu valor for superior a 10 (dez) valores-de-referência vigentes na Região. (Redação dada pela Lei n° 1.555, de 1985)
Subseção IV
Da Taxa de Expediente
Art. 177. A arrecadação da Taxa de Expediente é feita:
I - por antecipação, no momento em que o pedido seja protocolado;
II - posteriormente, no momento em que o ato municipal seja praticado, ou do recebimento pelo interessado do respectivo papel ou documento.
§ 1° A Taxa referente à busca, sem indicação do ano do fato, é exigida no ato do pedido com base em um ano, sendo a diferença apurada, cobrada por ocasião do fornecimento da respectiva
certidão.
§ 2° Nenhuma Taxa será inferior ao mínimo estabelecido na Tabela n° 8, anexa, mesmo no caso do documento solicitado não ter sido encontrado.
TÍTULO VII
DAS ISENÇÕES
CAPÍTULO I
DOS IMPOSTOS
Seção I
Do Imposto sobre a Propriedade Territorial Urbana
Art. 178. São isentos do pagamento deste Imposto, quando cumpridas todas as exigências da legislação tributária do Município:
I - os terrenos cedidos gratuitamente, em sua totalidade, para uso exclusivo da União, dos Estados, dos Municípios ou suas Autarquias;
II - os terrenos de propriedade de entidades esportivas, filiadas à Divisão de Esportes da Secretaria de Educação, Cultura, Esportes e Turismo, desde que utilizados para prática de esportes
amadores.
§ 1° A isenção será concedida mediante requerimento do interessado, instruído com a prova do requisito necessário para obtê-la.
§ 2° Os pedidos de isenção deverão ser formulados até o dia 30 de novembro, para o Exercício seguinte.
§ 3° Verificada, a qualquer tempo, a inobservância das formalidades exigidas para a concessão da isenção, ou o desaparecimento das condições que a motivaram, será ela cancelada, ficando o
contribuinte obrigado a recolher o Imposto dentro do prazo de 30 (trinta) dias.
Seção II
Do Imposto sobre a Propriedade Predial Urbana
Art. 179. São isentos do pagamento deste Imposto, quando cumpridas todas as exigências da legislação tributária do Município:
I - os prédios cedidos gratuitamente, em sua totalidade para uso exclusivo da União, dos Estados, dos Municípios ou suas Autarquias;
II - os prédios de propriedade de entidades esportivas sediadas no Município e inscritas na Divisão de Esportes da Secretaria de Educação, Cultura, Esportes e Turismo, desde que utilizados para
a prática de esportes amadores;
III - os prédios de propriedade de integrantes da FEB, assim como de suas viúvas que com eles estivessem convivendo à data de seu falecimento, e bem assim de seus filhos menores, desde que
neles residam e não possuam outro imóvel;
IV - os prédios de entidades religiosas, quando efetivamente utilizados para os ofícios dos seus cultos ou para residência de suas autoridades respectivas;
V - os prédios de associações beneficentes ou de caridade em que funcionem, por elas mantidos, hospitais asilos, creches, ambulatórios ou postos de puericultura, bem como os de entidades
culturais, sociedades maçônicas e clubes de servir;
VI - os prédios de propriedade de estabelecimentos de ensino, desde que utilizados para fins educativos;
VII - os prédios das sociedades de melhoramentos de bairros legalmente constituídas.
§ 1° A isenção só será concedida se for requerida pelo interessado até o dia 30 de novembro do Exercício anterior ao do lançamento, instruído com as provas dos requisitos necessários para
obtê-la.
§ 2° Verificada, a qualquer tempo, a inobservância das formalidades exigidas para a concessão da isenção, ou o desaparecimento das condições que a motivaram, será a mesma cancelada "ex-
officio" e de imediato, ficando o contribuinte obrigado a recolher o Imposto dentro de 30 (trinta) dias, a partir da data do ato ou fato que motivaram o cancelamento, com os acréscimos legais, sem
prejuízo da penalidade prevista nesta Lei.
Seção III
Do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza
Art. 180. São isentos do Imposto:
I - o proprietário de único veículo de aluguel, dirigido por ele próprio, no transporte de passageiros ou carga, sem qualquer auxiliar ou associado;
I - o proprietário de veículo de aluguel no transporte de passageiros ou carga; (Redação dada pela Lei Complementar n° 80, de 2015)
II - os pequenos trabalhos domiciliares com volume de negócios que não ultrapasse, mensalmente, a 5 (cinco) vezes o valor de referência vigente na Região, desde que executados pelo próprio
profissional e sem publicidade;
II - os pequenos trabalhos executados pelo próprio profissional, sem estabelecimento e publicidade, desde que o volume de negócios não ultrapasse, mensalmente, a 5 (cinco) vezes o valor-de-
referência vigente na região e sejam residentes e domiciliados no Município; (Redação dada pela Lei n° 1.490, de 1984)
II - os pequenos trabalhos, executados pelo próprio profissional residente e domiciliado neste Município; (Redação dada pela Lei n° 1.676, de 1987)
II - os pequenos trabalhos executados pelo próprio profissional residente e domiciliado neste Município, assim entendidos os autônomos não estabelecidos cujo exercício da atividade dispensa
escolaridade média ou de nível superior. (Redação dada pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
III - as associações esportivas amadoras, sediadas no Município e inscritas na Divisão de Esportes da Secretaria de Educação, Cultura, Esportes e Turismo; (Revogado pela Lei Complementar n°
43, de 5 de setembro de 2006)
IV - as empresas jornalísticas e estações de radioemissoras sediadas no Município;
V - as associações culturais; (Revogado pela Lei Complementar n° 43, de 5 de setembro de 2006)
VI - os engraxates ambulantes;
VII - os locadores de livros novos ou usados; (Revogado pela Lei Complementar n° 43, de 5 de setembro de 2006)
VIII - as festas, jogos ou espetáculos:
a) de fins totalmente beneficentes;
b) promovidos sem finalidades lucrativas pelas escolas e grêmios estudantis;
c) teatrais e circenses, até um mês de espetáculos, consecutivos ou não.
IX - os sapateiros, remendões, que trabalhem individualmente, sem empregados e por conta própria;
X - as casas de caridade, sociedade de socorros-mútuos ou estabelecimentos de fins humanitários e assistenciais, sem finalidades lucrativa; (Revogado pela Lei Complementar n° 43, de 5 de
setembro de 2006)
XI - a associação cultural e esportiva, sem venda de pules ou talões de apostas; (Revogado pela Lei Complementar n° 43, de 5 de setembro de 2006)
XII - diversões públicas, realizadas para fins assistenciais ou beneficentes;
XIII - as construções até 80m² (oitenta metros quadrados) para fins residenciais;
XIV - as pensões familiares que tenham até 10 (dez) pensionistas;
XV - os cinemas;
XVI - os profissionais liberais residentes e domiciliados no Município; (Revogado pela Lei n° 2.332, de 8 de dezembro 1995)
XVII - as associações de produtores vinculados à Fábrica da Comunidade. (Incluído pela Lei n° 2.022, de 1992)
Parágrafo único. Não se enquadram nos incisos I e II o transporte coletivo de passageiros realizados por vans, microônibus ou quaisquer veículos que transporte mais de 5 (cinco)
pessoas. (Incluído pela Lei n° 2.022, de 1992)
Art. 181. As isenções previstas no artigo anterior serão solicitadas por requerimento instruído com as provas dos requisitos necessários para obtenção do benefício, exceto quanto ao disposto nos
incisos I, II, VI, IX e XIII do mesmo. (Redação dada pela Lei Complementar n° 80, de 2015) (Revogado pela Lei Complementar n° 95, de 19 de dezembro de 2017)
Parágrafo único. Verificada, a qualquer tempo, a inobservância das formalidades exigidas para a concessão, ou o desaparecimento das condições que a motivaram, será a isenção cancelada,
ficando o contribuinte obrigado a recolher o Imposto devido dentro do prazo de 30 (trinta) dias. (Revogado pela Lei Complementar n° 95, de 19 de dezembro de 2017)
CAPÍTULO II
DAS TAXAS
Seção I
Das Taxas pelo Exercício Regular do Poder de Polícia
Subseção I
Da Taxa para o Exercício de Atividade do Comércio Ambulante, Feirante ou Eventual
Art. 182. São isentos da Taxa de Licença para o Exercício de Comércio Ambulante, Feirante ou Eventual as pessoas que, preenchendo os demais requisitos legais para o exercício da atividade,
sejam portadoras de incapacidade física para o trabalho, desde que reconhecidamente pobres e residentes neste Município.
§ 1° A isenção será pleiteada por requerimento dirigido à autoridade competente, sujeitando o requerente à comprovação dos requisitos previstos neste artigo perante os serviços próprios da
Municipalidade.
§ 2° O Poder Executivo baixará decreto normativo para o comércio permitido aos ambulantes, feirantes e eventuais.
Art. 182-A. Ficam reduzidos a 0 (zero) os valores referentes às taxas, emolumentos e demais custos relativos à abertura, à inscrição, ao registro, ao alvará, à licença, ao cadastro dos
Microempreendedores Individuais (MEI). (Incluído pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
Subseção II
Da Taxa de Licença para Publicidade
Art. 183. São isentos da Taxa de Licença para Publicidade:
a) os letreiros no interior de estabelecimentos comerciais, indicando preços de artigos negociados e os externos, quando indicativos da razão social ou denominação comercial e respectiva
atividade;
a) os letreiros no interior de estabelecimentos comerciais, indicando preços de artigos negociados; (Redação dada pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
b) os letreiros e faixas de ordens religiosas, irmandade, asilos, sociedades beneficentes, esportivas, culturais, associações civis, sindicatos e outras semelhantes.
Subseção III
Da Taxa de Licença para Obras Particulares
Art. 184. São isentas da presente Taxa, as construções de até 80m² (oitenta metros quadrados) para fins residenciais, desde que o seu proprietário não possua outro imóvel, comprovado pela
Divisão de Cadastro da Secretaria de Finanças.
§ 1° Verificada a qualquer tempo a inobservância das condições estabelecidas por este artigo, o proprietário ficará sujeito ao pagamento da referida Taxa, acrescida da multa prevista nesta Lei.
§ 2° Qualquer acréscimo à construção de que trata este artigo obriga o proprietário ao pagamento da Taxa sobre o total da obra, compreendendo-se como tal a parte anteriormente construída
mais o acréscimo.
§ 3° Para fins de obtenção das vantagens deste artigo o interessado fica obrigado a cumprir as exigências que o Poder Público venha a fazer.
§ 4° Aplica-se a isenção ao recolhimento da Taxa de Licença para Obras Particulares a que alude o "caput" deste artigo, às construções próprias das entidades assistenciais, filantrópicas, de
caridade, asilos, creches, sociedades de melhoramentos de bairros e templos de qualquer culto, independentemente da área de construção.
Seção II
Das Taxas pela Utilização de Serviços Públicos
Subseção I
Da Taxa de Serviços Diversos
Art. 185. São isentos da Taxa prevista no item 4 e seus incisos da Tabela nº 9, anexa:
a) os indigentes falecidos em hospitais ou prisões e encaminhados pela Polícia;
b) os servidores do Município e suas Autarquias, bem como seus dependentes.
Art. 185. São isentos da Taxa de Cemitério prevista no item 4, e seus incisos da Tabela 9 anexa, os funcionários e servidores municipais, inclusive das autarquias, bem como os seus
dependentes. (Redação dada pela Lei n° 1.732, de 1988)
Parágrafo único. No limite do que dispõe o inciso I, do item 4 referido no "caput" a isenção estende-se aos indigentes falecidos em hospitais ou prisões, encaminhados pela polícia, bem como
aos carentes encaminhados pelo Departamento de Serviço Social da Prefeitura Municipal de Cubatão. (Redação dada pela Lei n° 1.732, de 1988)
Subseção II
Da Taxa de Expediente
Art. 186. A Taxa não incide:
I - nos contratos celebrados com o Município;
II - na apresentação e expedição de atos, em que uma das partes interessadas seja Autarquia ou funcionário municipal, desde que se refira à sua função;
III - nas petições relativas à cobranças de obras, serviços ou fornecimentos ao Município.
TÍTULO VIII
DAS MULTAS, JUROS E CORREÇÃO MONETÁRIA
Art. 187. Constitui infração toda ação ou omissão que importe em inobservância, por parte de pessoa natural ou jurídica, das normas estabelecidas por esta Lei, por seu Regulamento ou pelos
atos administrativos de caráter normativo destinados a complementá-las sobre a qual incidirão multa, juros e correção monetária, na forma prevista na presente Lei.
Parágrafo único. Respondem pelas infrações, solidariamente, todos os que de qualquer forma, concorram para sua prática ou dela se beneficiem.
CAPÍTULO I
DAS MULTAS POR INFRAÇÕES
Art. 188. As infrações serão puníveis com multas, obrigatoriamente recolhidas em 30 (trinta) dias, a contar da data do recebimento da notificação, observado o seguinte: (Vide Decreto n° 3.872, de
1983) (Vide Decreto n° 4.023, de 1984) (Vide Decreto n° 5.317, de 1988)
I - de 200 UFMs (Unidade Fiscal do Município) quando o contribuinte: (Redação dada pela Lei n° 2.223, de 1993)
I - multa de R$ 800,00 (oitocentos reais), quando o contribuinte: (Redação dada pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
a) dificultar a ação fiscal;
b) se recusar a apresentar livros, notas fiscais ou documentos exigidos ou solicitados pela fiscalização;
c) alegar extravio de documentos por qualquer motivo, fazendo as comunicações necessárias somente após o início da ação fiscal. Caso haja a comprovação do extravio por documento hábil, com
data anterior à ação fiscal, fica excluída a penalidade; (Incluído pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
d) deixar de apresentar na forma regulamentar as GIAs (Guia de Informações e Apurações do ICMS). (Incluído pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
II - de 100% (cem por cento) do valor de referência vigente na Região, quando o contribuinte exercer atividade ou ato sujeito a tributos, sem prévia inscrição ou licença, com exceção da licença de
ambulante;
II - de 100% (cem por cento) do valor de referência vigente na Região, quando o contribuinte exercer atividade ou ato sujeito a tributos, sem prévia inscrição, bem como a Licença de Ambulante;
(Redação dada pela Lei n° 1.825, de 1989)
II - de 100 UFMs (Unidade Fiscal do Município) quando o contribuinte exercer a atividade ou ato sujeito a tributos, sem prévia inscrição ou licença, com exceção da licença de ambulante; (Redação
dada pela Lei n° 2.223, de 1993)
II - multa de R$ 200,00 (duzentos reais) ao contribuinte que exercer atividade ou ato sujeito a tributação, sem prévia inscrição ou licença; (Redação dada pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
II - multa de R$ 400,00 (quatrocentos reais) ao contribuinte que exercer atividade ou ato sujeito à tributação, sem prévia inscrição ou licença; (Redação dada pela Lei Complementar n° 60, de 2009)
II - multa de R$ 500,00 (quinhentos reais) ao contribuinte que exercer atividade ou ato sujeito à tributação, sem prévia inscrição ou licença; (Redação dada pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
III - de 50% (cinquenta por cento) do valor de referência vigente na Região:
III - de 50 UFMs (Unidade Fiscal do Município): (Redação dada pela Lei n° 2.223, de 1993)
III - multa de R$ 100,00 (cem reais): (Redação dada pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
III - multa de R$ 400,00 (quatrocentos reais): (Redação dada pela Lei Complementar n° 60, de 2009)
III - multa de R$ 500,00 (quinhentos reais): (Redação dada pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
a) aos que, por ocasião dos espetáculos previstos no inciso 28 do art. 38 desta Lei, não providenciarem a emissão de bilhetes de ingresso ou congêneres a que estiverem sujeitos;
b) aos que deixarem de inutilizar bilhetes de ingresso ou congêneres, no ato de seu recolhimento ou permitirem que os mesmos, já utilizados, retornem à bilheteria;
c) aos estabelecimentos que funcionarem fora do horário normal e sem a devida licença exigida pelo art. 50, § 2°, desta Lei;
d) ao Contribuinte que imprimir ou mandar imprimir para si ou para terceiros, documentos fiscais sem a prévia autorização da autoridade competente, sendo o impressor solidariamente responsável
pela infração;
e) pela não comunicação de transferência, venda, encerramento de atividade, alteração de ramo ou qualquer outra alteração;
f) por não possuir livros de escrituração ou documentos fiscais; persistindo a infração pelo prazo de 30 (trinta) dias, aplicar-se-á o disposto no inciso I deste artigo;
f) por não possuir documentos fiscais ou livros de escrituração ou possuí-los sem a devida escrituração dos serviços prestados nos últimos 30 (trinta) dias; persistindo a infração, pela não entrega
no prazo de 30 (trinta) dias, aplicar-se-á o disposto no inciso I deste artigo; (Redação dada pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
g) por deixar de apresentar no prazo legal a declaração anual de movimento econômico-financeiro;
h) por iniciar obras particulares sem a devida inscrição ou licença.
IV - de 20% (vinte por cento) do valor de referência vigente na Região:
IV - de 50 UFMs (Unidade Fiscal do Município): (Redação dada pela Lei n° 2.223, de 1993)
IV - multa de R$ 200,00 (duzentos reais): (Redação dada pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
IV - multa de R$ 400,00 (quatrocentos reais): (Redação dada pela Lei Complementar n° 60, de 2009)
IV - multa de R$ 500,00 (quinhentos reais): (Redação dada pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
a) pela não exibição à fiscalização do Alvará de Licença para Funcionamento;
b) por exercer atividade ambulante sem a licença prevista no art. 140 desta Lei; (Revogada pela Lei n° 1.825,de 28 de dezembro de 1989)
c) ao ambulante que, embora esteja munido da licença especial prevista no art. 149 desta Lei, estacionar ou se fixar em local diverso daquele para o qual obteve a licença; (Revogada pela Lei n°
1.825, de 28 de dezembro de 1989)
d) ao ambulante que estacionar ou se fixar nas ruas, praças ou qualquer logradouro público, sem a licença especial prevista no art. 149 desta Lei; (Revogada pela Lei n° 1.825, de 28 de dezembro
de 1989)
e) pelo não atendimento a intimações;
e) pelo não atendimento a intimações recebidas, para cumprimento de quaisquer das exigências previstas na legislação municipal; (Redação dada pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
f) pela inobservância do Regulamento do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza quando outras infrações não estiverem expressamente previstas nesta Lei;
f) pela não observância aos Regulamentos do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza, quando outras infrações não estiverem expressamente previstas nesta Lei Complementar. (Redação
dada pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
g) pela ocupação de área em vias ou logradouros públicos sem o recolhimento da taxa ou licença exigida pelo art. 172 desta Lei.
V - de 10% (dez por cento) do valor do tributo, por guia do Imposto Sobre Serviços não apresentada no prazo previsto, não podendo ser o mesmo inferior a 10% (dez por cento) do valor de
referência vigente na Região;
V - de 10% (dez por cento) do valor do tributo, que não poderá ser inferior a 20 UFMs (Unidade Fiscal do Município), por Guia do Imposto Sobre Serviços não apresentada no prazo
previsto; (Redação dada pela Lei n° 2.223, de 1993)
V - de 10% (dez por cento) do valor do tributo, ou R$ 100,00 (cem reais), quando o percentual for inferior a esta quantia, pela não apresentação do Documento de Arrecadação Municipal -
DAM; (Redação dada pela Lei Complementar n° 15, de 2003)
VI - de importância igual a 20% (vinte por cento) sobre as diferenças apuradas através de levantamento fiscal na forma prevista no parágrafo 4° do art. 122 desta Lei;
VI - de importância igual a 50% (cinquenta por cento) sobre as diferenças apuradas através de levantamento fiscal, na forma prevista no § 4° do art. 122 desta Lei; (Redação dada pela Lei n° 1.414,
de 1983)
VI - de importância igual a 100% (cem por cento) sobre as diferenças apuradas através de levantamento fiscal, na forma prevista no § 4° do art. 122 da Lei n° 1.383, de 29 de junho de 1983 e suas
alterações posteriores; (Redação dada pela Lei n° 1.502, de 1984)
VI - de importância igual a 100% (cem por cento) sobre as diferenças não recolhidas na forma prevista no § 4° do art. 122 da Lei n° 1.383, de 29 de junho de 1983, apuradas mediante levantamento
fiscal. Na mesma penalidade incorre o tomador do serviço que deixar de reter na fonte o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza; (Redação dada pela Lei Complementar n° 15, de 2003) (Vide Lei
Complementar n° 73, de 2013)
VII - de importância igual a 20% (vinte por cento) do valor do respectivo tributo anual, por inobservância ao que dispõe os arts. 20, 21, 22, 23, 110, 111, 113, 114 e 179 desta Lei, aplicável por
exercício até a regularização das inscrições ou até a promoção das comunicações exigidas;
VIII - de importância igual a uma vez o valor do tributo devido:
a) ao que sonegar dados ou destruir documentos necessários à fixação da estimativa do Imposto Sobre Serviços;
b) ao que sonegar dados ou destruir documentos necessários à apuração do Imposto Sobre Serviços;
c) ao que deixar de emitir nota fiscal de serviços ou outro documento exigido pela Administração;
d) ao que consignar em documento fiscal importância inferior à receita auferida;
e) ao que utilizar documentos fiscais com numeração e seriações em duplicidade;
f) ao que preencher guias de recolhimento do Imposto Sobre Serviços com omissão ou incorreção que implique em adulteração do lançamento;
g) pela inobservância das condições estabelecidas no artigo 184 desta Lei;
h) aos imóveis que estiverem em desacordo com a legislação específica, aplicável por exercício, até a sua regularização.
VIII - de importância igual a uma vez o valor do tributo devido ou R$ 160,00 (cento e sessenta reais), quando o valor da multa for inferior a tal quantia; (Redação dada pela Lei Complementar n° 15,
de 2003)
IX - de importância igual ao dobro do valor do tributo ao que deixar de recolher, total ou parcialmente, o Imposto Sobre Serviços retido na fonte.
IX - de importância igual ao dobro do valor do tributo ao tomador do serviço que deixar de recolher à Fazenda Pública Municipal, total ou parcialmente, o Imposto Sobre Serviços retido na
fonte; (Redação dada pela Lei Complementar n° 15, de 2003) (Vide Lei Complementar n° 73, de 2013)
X - multa de R$ 200,00 (duzentos reais) ao prestador do serviço que deixar de apresentar o Mapa de Apuração do Imposto Sobre Serviços - MAISS ao Fisco, na forma da legislação vigente;
X - multa de R$ 400,00 (quatrocentos reais) ao prestador de serviço que deixar de escriturar as notas fiscais de serviços emitidas no sistema informatizado do Mapa de Apuração do ISS - MAISS,
bem como deixar de efetuar o fechamento, na forma da legislação vigente; (Redação dada pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
XI - multa de R$ 400,00 (quatrocentos reais) ao tomador do serviço que: (Redação dada pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
a) deixar de apresentar a relação de retenções ao Fisco, na forma da legislação vigente;
a) deixar de escriturar as notas fiscais de serviços tomados no sistema informatizado do ISSQN (REISS - Registro de Notas Fiscais de Serviços Tomados), bem como deixar de escriturar na
totalidade as notas fiscais de serviços tomados independentemente de ter havido a retenção do ISSQN, na forma da legislação vigente; (Redação dada pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
b) deixar de fornecer ao prestador o comprovante ou declaração de retenções e recolhimentos efetuados mensalmente e a ele referentes, no prazo máximo de 30 (trinta) dias, a contar do
recolhimento.
XII - multa de R$ 200,00 (duzentos reais), por Nota Fiscal de Serviço emitida pelo prestador de serviços para operação não tributada pelo Imposto Sobre Serviços; (Incluído pela Lei Complementar
n° 60, de 2009)
XII - multa de R$ 300,00 (trezentos reais) por Nota Fiscal de Serviço emitida pelo prestador de serviço para operação não tributada pelo Imposto Sobre Serviços; (Redação dada pela Lei
Complementar n° 74, de 2013)
XII - multa de R$ 200,00 (duzentos reais), por Nota Fiscal de Serviço emitida pelo prestador de serviços para operação não tributada pelo Imposto Sobre Serviços; (Incluído pela Lei Complementar
n° 60, de 2009)
XIII - para as infrações cometidas em relação aos tributos não capitulados nos incisos anteriores, apurada em ação fiscal, aplicar-se-á multa de 20% (vinte porcento) do valor do respectivo
tributo. (Redação dada pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
XIII - multa equivalente a 50% (cinquenta por cento) do valor do imposto devido, observada a imposição mínima de R$ 300,00 (trezentos reais), por documento fiscal, aos que deixarem de emitir ou
o fizerem com importância diversa do valor dos serviços ou com dados inexatos, nota fiscal de serviços eletrônica ou outro documento previsto em regulamento, apurada em ação fiscal. (Redação dada
pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
XIV - para as infrações cometidas em relação aos tributos não capitulados nos incisos anteriores, apurada em ação fiscal, aplicar-se-á multa de 20% (vinte porcento) do valor do respectivo tributo.
(Incluído pela Lei Complementar n° 95, de 2017)
§ 1° A aplicação das penalidades previstas neste artigo será feita sem prejuízo do pagamento do tributo devido.
§ 2° O valor mínimo para as multas previstas no inciso VIII não será inferior a 100% (cem por cento) do valor de referência vigente na Região.
§ 2° O valor mínimo para as multas previstas no inciso VIII não será inferior a 100 (cem) vezes o valor da UFM vigente à data da lavratura do Auto de Infração. (Redação dada pela Lei n° 2.223, de
1993)
§ 3° Toda e qualquer infração às disposições desta Lei, para a qual não estiver prevista penalidade especial, será punida com multa de 20% (vinte por cento) do valor de referência vigente na
Região.
§ 3° Toda e qualquer infração às disposições desta Lei, para qual não estiver prevista penalidade especial, será punida com multa de 20 (vinte) vezes o valor da UFM vigente à data da lavratura do
Auto de Infração. (Redação dada pela Lei n° 2.223, de 1993)
§ 4° Ressalvados os casos expressamente previstos, a imposição de multa para uma infração não exclui a aplicação de penalidades fixadas para outras infrações porventura verificadas.
§ 5° O pagamento da multa não exime o infrator da obrigação de reparar os danos resultantes da infração, nem do cumprimento das exigências regulamentares que a tiverem determinado.
§ 6° A reincidência específica punir-se-á com multa em dobro e cada reincidência subsequente sofrerá um acréscimo de 20% (vinte por cento). Considera-se reincidência específica a mesma
infração cometida pela mesma pessoa natural ou jurídica, dentro do mesmo exercício, podendo o contribuinte ou responsável que reincidir em infração desta Lei ser submetido a sistema especial de
controle e fiscalização.
§ 7° Além das penalidades previstas nesta Lei, punir-se-á com a apreensão e remoção de bens e documentos, paralisação do serviço e outras medidas administrativas inerentes ao Poder de
Polícia, para compelir o infrator a cessar as atividades. Quando se tratar de gêneros perecíveis e de fácil deteriorização serão os mesmos encaminhados a instituições de caridade determinada pela
autoridade competente.
§ 7° Além das penalidades previstas na Lei n° 1.383, de 29 de junho de 1983 e suas alterações posteriores, punir-se-á com apreensão e remoção de bens e documentos, paralisação dos serviços
e outras medidas administrativas inerentes ao Poder de Polícia, para compelir o infrator a cessara as atividades. Quando se tratar de gêneros alimentícios perecíveis e de fácil deteriorização, serão os
mesmos encaminhados a instituições de caridade determinadas pela Autoridade competente. Em se tratar de produtos não perecíveis, o infrator que não retirar o material apreendido dentro do prazo de
20 (vinte) dias, a contar da data da apreensão perderá os mesmos a favor do Poder Público, que dará a destinação que melhor lhe convier, afastada a hipótese de lucro, salvo se este for destinado a
ressarcimento de despesas decorrentes da infração. (Redação dada pela Lei n° 1.502, de 1984)
I - quando da paralisação dos serviços (interdição de atividades) fica sob inteira responsabilidade do fiscalizado qualquer patrimônio que se encontre no interior do estabelecimento que sofrer a
penalidade em questão; (Incluído pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
II - para devolução de mercadorias apreendidas, deverá o fiscalizado fazer prova do pagamento da penalidade prevista no inciso II do art. 188. (Incluído pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
§ 8° O ambulante que comercializar seus produtos, por qualquer meio, sem a devida licença ou em desacordo com as determinações expressas nesta Lei, além da apreensão dos produtos,
sofrerá a penalidade disposta no item II deste artigo, e, no caso de reincidência específica aplicar-se-á a penalidade em dobro, além da cassação da licença concedida. (Incluído pela Lei n° 1.825, de
1989)
Art. 189. A penalidade não será aplicada ao contribuinte que espontaneamente denunciar à Administração as infrações à presente Lei recolhendo, se for o caso, o tributo devido, as multas de
mora, os juros de mora e a correção monetária, ou depositando a importância arbitrada pela autoridade administrativa, quando o montante do tributo dependa de apuração e desde que as irregularidades
sejam sanadas no prazo que lhe for assinado.
Art. 190. Poderá o contribuinte pagar a multa de que trata o art. 188 com desconto:
I - de 50% (cinquenta por cento) dentro do prazo de 15 (quinze) dias contados da ciência do auto de infração desde que denuncie expressamente à defesa;
I - de 50% (cinquenta por cento) dentro do prazo de 15 (quinze) dias contados da ciência do auto de infração, desde que renuncie expressamente à defesa; (Redação dada pela Lei n° 1.414, de
1983)
I - de 50% (cinquenta porcento) dentro do prazo de 15 (quinze) dias contados da ciência do auto de infração;
II - de 25% (vinte e cinco por cento) dentro do prazo de 15 (quinze) dias contados da ciência da decisão dela, instância administrativa desde que renuncie expressamente ao recurso.
II - de 25% (vinte e cinco porcento) dentro do prazo de 15 (quinze) dias contados da ciência da decisão de primeira instância proferida em recurso administrativo. (Redação dada pela Lei
Complementar n° 70, de 2012)
Parágrafo único. Os pagamentos nos termos dos incisos I e II, caracterizarão, respectivamente, a renúncia à defesa e ao recurso à decisão de primeira instância proferida em recurso
administrativo. (Incluído pela Lei Complementar n° 70, de 2012)
CAPÍTULO II
DAS MULTAS DE MORA
Art. 191. Aos que deixarem de efetuar o recolhimento do tributo nos prazos regulamentares será exigido, juntamente com este, a multa de mora de:
a) 5% (cinco por cento) se o atraso não ultrapassar a 30 (trinta) dias;
b) 20% (vinte por cento) se o atraso for superior a 30 (trinta) dias.
Parágrafo único. A multa a que se alude este artigo será aplicada sobre o tributo corrigido monetariamente na forma estabelecida no art. 193, desta Lei, com exceção dos Impostos Predial e
Territorial Urbanos que só serão corrigidos a partir do Exercício seguinte ao do vencimento, ocasião em que a multa será incorporada ao Imposto.
Art. 191. Aos que deixarem de efetuar o recolhimento do tributo nos prazos regulamentares será exigido, juntamente com este, a multa de mora de: (Vide Decreto n° 6.992, de 1993) (Vide Lei n°
3.416, de 2010) (Vide Lei Complementar n° 73, de 2013) (Redação dada pela Lei Complementar n° 2.501, de 1998)
a) 5% (cinco por cento) se o atraso não ultrapassar a 30 (trinta) dias; (Redação dada pela Lei Complementar n° 2.501, de 1998)
b) 10% (dez por cento) se o atraso for superior a 30 (trinta) dias. (Redação dada pela Lei Complementar n° 2.501, de 1998)
Parágrafo único. A multa a que se refere este artigo será aplicada sobre o tributo atualizado monetariamente, na forma da Lei. (Redação dada pela Lei Complementar n° 2.501, de 1998)
CAPÍTULO III
DOS JUROS DE MORA
Art. 192. Os débitos de qualquer natureza serão cobrados com o acréscimo de juros moratórios à razão de 1% (um por cento) ao mês, contados a partir dos vencimentos e calculados sobre o
valor corrigido, monetariamente na forma do art. 193 desta Lei.
Art. 192. Os débitos de qualquer natureza serão cobrados com acréscimo de juros moratórios a razão de 1% (hum por cento) ao mês, a partir do mês imediato ao do vencimento, contando-se
como mês completo qualquer fração dele. (Vide Decreto n° 6.992, de 1993) (Vide Lei n° 3.416, de 2010) (Redação dada pela Lei Complementar n° 2.501, de 1998)
§ 1° Os juros de mora incidirão sobre o valor integral do Crédito Tributário assim considerado, o principal devidamente atualizado, acrescido de multas de qualquer natureza. (Incluído pela Lei
Complementar n° 2.501, de 1998)
§ 2° Os débitos somente serão ajuizados mediante prévia notificação administrativa do devedor que terá o prazo de 30 (trinta) dias para uma composição amigável. (Incluído pela Lei Complementar
n° 2.501, de 1998)
CAPÍTULO IV
DA CORREÇÃO MONETÁRIA
Art. 193. A falta de pagamento de qualquer tributo ou penalidade na data devida, implicará na sua atualização monetária com exceção dos Impostos Predial e Territorial Urbanos, que só serão
corrigidos a partir do Exercício seguinte ao do vencimento.
Parágrafo único. A correção monetária prevista neste artigo será calculada a partir do vencimento do tributo ou da penalidade, de acordo com o critério e índices estabelecidos em Lei.
Art. 193. As importâncias monetárias previstas na legislação municipal, suas posteriores alterações e respectivas Tabelas serão atualizadas semestralmente pelo índice acumulado da variação
mensal do Índice Nacional de Preços ao Consumidor - INPC, apurado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. (Vide Decreto n° 6.992, de 1993) (Vide Lei n° 3.960, de 2018) (Redação
dada pela Lei Complementar n° 74, de 2013)
§ 1° A falta de pagamento de qualquer tributo ou penalidade na data devida implicará na sua atualização monetária semestral nos termos do caput. (Redação dada pela Lei Complementar n° 74,
de 2013)
§ 2° Para efeitos de lançamento do IPTU, considerar-se-á o acumulado do índice previsto no caput de novembro do exercício anterior a outubro do exercício em curso. (Incluído pela Lei
Complementar n° 74, de 2013)
§ 3° Em caso de extinção do Índice previsto no caput deste artigo, será adotado outro Índice Oficial do Governo Federal que reflita a perda do poder aquisitivo da moeda. (Incluído pela Lei
Complementar n° 74, de 2013)
CAPÍTULO V
DOS DÉBITOS AJUIZADOS
Art. 194. Os débitos ajuizados, além da multa de mora, juros de mora e correção monetária, serão acrescidos de custas, de despesas judiciais e de honorários advocatícios.
LIVRO II
DO PROCESSO FISCAL
TÍTULO I
DISPOSIÇÕES GERAIS
Art. 195. Este Livro regula o Processo Fiscal Administrativo em questões de interesse da Fazenda Municipal. (Vide Decreto n° 8.808, de 2005)
§ 1° Nos processos dessa natureza será exigida, apenas a Taxa de Expediente.
§ 2° Considerada definitiva a decisão ou julgamento, o prazo para o pagamento do tributo devido ou de quantia de condenação, é de 10 (dez) dias, contados da notificação direta ao contribuinte ou
da data em que a Lei considere este notificado, findo o qual o débito será inscrito na Dívida Ativa.
§ 3° No caso de decisão ou julgamento antes de decorrido o prazo fixado para o pagamento do tributo observar-se-á o disposto no parágrafo anterior, se o período entre a data da notificação e o
prazo fixado for inferior a 10 (dez) dias, caso contrário o tributo deverá ser pago no prazo fixado originariamente.
TÍTULO II
DO PROCESSO EM PRIMEIRA INSTÂNCIA ADMINISTRATIVA
CAPÍTULO I

Art. 196. O Processo Fiscal será iniciado:


I - por auto de infração ou procedimento de ofício da Administração, quando dispensado aquele;
II - por petição do contribuinte ou interessado, reclamando contra lançamento do tributo ou ato administrativo dele decorrente.
Parágrafo único. Das decisões favoráveis aos contribuintes, nos processos de 1ª instância, haverá recurso "ex-officio" ao Conselho Tributário Municipal - CONTRIM.
CAPÍTULO II
DO AUTO DE INFRAÇÃO
Art. 197. Verificada a infração de dispositivo desta Lei ou Regulamento, lavrar-se-á o respectivo auto de infração.
§ 1° A lavratura do auto será fundamentada com o termo de início da ação fiscal ou apreensão, quando estes forem exigidos na forma regulamentar.
§ 2° O auto conterá todos os elementos indispensáveis à identificação do contribuinte, discriminação clara e precisa do fato e indicação dos dispositivos infringidos, fornecendo-se cópia do
mesmo ao contribuinte, que valerá como notificação.
§ 3° As omissões ou irregularidades no auto de infração não importarão em nulidade do processo, quando deste constarem elementos suficientes para determinar com segurança, a infração, o
infrator e as falhas não constituírem vício insanável.
Art. 198. Da lavratura do auto intimar-se-á o autuado para todos os atos tendentes à regularização da situação fiscal que deverá ser efetivada no prazo de 30 (trinta) dias, se não previsto por esta
Lei prazo diverso. (Vide Lei n° 2.609, de 1999)
Parágrafo único. A intimação prevista neste artigo é feita pela repartição competente e, ainda, quando:
a) o auto for lavrado em decorrência de diligência fiscal fora do estabelecimento do autuado;
b) o auto for lavrado em decorrência de iniciativa de ofício da repartição competente ou quando dispensado este na forma do artigo seguinte.
Art. 199. Poderá ser dispensado o auto de infração quando os elementos desta puderem ser apurados por procedimento regular ou ato próprio da Administração, com base nos elementos que
possuir e que evidenciem a infração.
Parágrafo único. Se dispensado o auto, o próprio aviso-recibo de cobrança de multa terá efeito de intimação.
Art. 200. A documentação para regularização da situação fiscal apresentada fora do prazo, somente será aceita após prova pelo contribuinte do pagamento ou depósito da multa que tenha
incorrido, dispensado o auto de infração na forma do artigo anterior.
CAPÍTULO III
DA RECLAMAÇÃO CONTRA LANÇAMENTO
Art. 201. Poderão os contribuintes ou responsáveis, oferecer reclamações contra lançamento de qualquer tributo, dentro de 20 (vinte) dias, contados da notificação do lançamento ou do prazo em
que se considere o contribuinte notificado deste.
§ 1° Antes de exarar-se o despacho decisório pelo Sr. Secretário, os órgãos competentes da Secretaria de Finanças deverão se pronunciar circunstancialmente sobre a reclamação apresentada,
para o que lhes é dado prazo máximo:
I - de 20 (vinte) dias úteis, a contar do recebimento do processo, se para a instrução forem necessárias diligências;
II - de 8 (oito) dias úteis, se para a instrução se utilizarem elementos baseados em lei ou em documentos da própria unidade administrativa.
§ 2° As reclamações sobre lançamentos efetuados, de ofício, somente serão conhecidas após prova de haver o reclamante promovido a sua regularização.
§ 3° Será arquivado o processo pela repartição competente se, no prazo de 15 (quinze) dias, não for apresentada a prova prevista no parágrafo anterior.
§ 4° Será de 15 (quinze) dias o prazo para a apresentação de defesa contra multas fiscais aplicadas de conformidade com o artigo 188 desta Lei.
§ 4° Será de 20 (vinte) dias o prazo para a apresentação de defesa contra lançamento de multas fiscais, aplicadas de conformidade com o art. 188 da Lei n° 1.383, de 29 de junho de 1983 e suas
alterações posteriores. (Redação dada pela Lei n° 1.502, de 1984)
TÍTULO III
DO PROCESSO EM SEGUNDA INSTÂNCIA ADMINISTRATIVA
CAPÍTULO ÚNICO

Art. 202. Da decisão de primeira instância caberá recurso ao Conselho Tributário Municipal - CONTRIM, dentro do prazo de 20 (vinte) dias.
Art. 203. Da decisão do Conselho Tributário Municipal - CONTRIM, poderá o contribuinte ou responsável solicitar reconsideração de despacho, dentro do prazo previsto no artigo anterior, desde
que apresente fato novo ou provas para apreciação de suas alegações e faça o depósito a que se refere o § 2° do art. 221 desta Lei.
Art. 204. Da decisão final não unânime do Conselho Tributário Municipal - CONTRIM, caberá recurso, em última instância, ao Prefeito no prazo de 20 (vinte) dias.
§ 1° A decisão do Prefeito em fase de recurso ou reconsideração será final e definitiva no âmbito administrativo, não cabendo nesta esfera recursos de quaisquer espécies.
§ 2° Considera-se, também, definitiva a decisão, mesmo que de primeira instância administrativa, quando tenha o contribuinte perdido os prazos para recursos ou reconsideração de despacho.
Art. 205. As reclamações e recursos apresentados e admitidos, fora dos prazos estabelecidos, não terão feito suspensivo quanto aos prazos fixados para o pagamento do tributo, correndo estes
contra contribuinte que, se não quitar o tributo até ingresso do pedido, poderá faze-lo em qualquer fase do processo.
Art. 206. O Exercício Fiscal para os efeitos desta Lei corresponderá ao ano civil.
Art. 207. Ficam aprovadas as Tabelas de n°s 1 a 9, anexas à presente Lei, da qual passam a fazer parte integrante para os efeito s nela previstos.
Art. 208. Os lançamentos de impostos, taxas ou preços públicos, quando possível, serão incluídos em único-aviso-recibo de débito.
Art. 209. O aviso-recibo de débito terá efeito de notificação de lançamento.
Art. 210. O lançamento de tributos ou preços públicos efetuados por exercício e referentes a exercícios anteriores ou oriundos de revisão de lançamentos já efetivados, se fará em única parcela.
Art. 210. O lançamento de tributos ou preços públicos efetuados por exercício e referentes a exercícios anteriores ou oriundos de revisão de lançamentos já efetivados poderão ser parcelados.
(Redação dada pela Lei Complementar n° 80, de 2015)
TÍTULO IV
DO CONSELHO TRIBUTÁRIO MUNICIPAL - CONTRIM
Art. 211. Fica mantido, como Órgão Subordinado ao Prefeito Municipal, o Conselho Tributário Municipal - CONTRIM, criado pela Lei n° 1.060, de 27 de dezembro de 1976, com a finalidade de
executar, coordenar e superintender em todo o Município, as atividades relacionadas com:
a) a fixação de valores venais de imóveis; (Revogada pela Lei Complementar n° 24, de 30 de junho 2004)
b) a determinação de Planta e Tabela de Valores Imobiliários de que trata a presente Lei; (Revogada pela Lei Complementar n° 24, de 30 de junho 2004)
c) o estabelecimento de uma política uniforme de valores de terrenos e construções, tecnicamente fundamentada para todo o Município; (Revogada pela Lei Complementar n° 24, de 30 de junho
2004)
d) o julgamento, em segunda instância, de recursos voluntários e "ex-officio" sobre tributos e multas por infrações desta Lei e Regulamentos e quaisquer outros facultados por Leis especiais;
e) o julgamento de pedido de reconsideração das suas decisões;
f) a representação ao Prefeito Municipal, sugerindo medidas que visem ao aperfeiçoamento do Sistema Tributário do Município;
g) a elaboração e modificação de seu Regimento Interno.
Art. 212. O Conselho Tributário Municipal - CONTRIM é constituído por 9 (nove) membros, sendo 6 (seis) representantes da Prefeitura, 1 (um) de livre escolha do Presidente da Câmara Municipal
e 2 (dois) representantes dos Contribuintes.
Art. 212. O Conselho Tributário Municipal é constituído por 07 (sete) membros, sendo 04 (quatro) representantes do Poder Executivo, 01 (um) representante de livre escolha do Presidente do
Poder Legislativo e 02 (dois) dentre os contribuintes. (Redação dada pela Lei Complementar n° 57, de 2009)
§ 1° Os representantes da Prefeitura são designados pelo Prefeito que livremente nomeará o seu Presidente, sendo 3 (três) representantes da Secretaria de Finanças, 2 (dois) representantes da
Secretaria dos Negócios Jurídicos e Administrativos e 1 (um) representante da Secretaria de Obras, Viação e Serviços Públicos.
§ 1° Os representantes do Poder Executivo serão designados pelo Chefe do Poder Executivo, que livremente nomeará o seu Presidente, sendo 02 (dois) representantes da Secretaria Municipal de
Finanças, 01 (um) representante da Secretaria Municipal de Negócios Jurídicos ou Procuradoria Geral do Município e 01 (um) representante da Secretaria Municipal de Obras, Habitação e Serviços
Públicos. (Redação dada pela Lei Complementar n° 57, de 2009)
§ 1° Os representantes do Poder Executivo serão designados pelo Chefe do Poder Executivo, que livremente nomeará o seu Presidente, sendo 02 (dois) representantes da Secretaria Municipal de
Finanças, 01 (um) representante da Secretaria Municipal de Assuntos Jurídicos ou da Procuradoria Geral do Município e 01 (um) representante da Secretaria Municipal de Obras ou Secretaria Municipal
de Habitação ou Secretaria Municipal de Manutenção e Serviços Públicos. (Redação dada pela Lei Complementar n° 80, de 2015)
§ 2° Os representantes dos contribuintes são escolhidos entre os indicados em listas tríplices apresentadas por entidades que para tal fim serão convocadas pelo Prefeito.
§ 3° Os membros que compõem o Conselho têm mandato de 2 (dois) anos podendo ser reconduzidos.
§ 3° A investidura dos membros que compõem o Conselho não excederá a 2 (dois) anos, podendo ser reconduzidos por uma única vez. Transcorrido o período de afastamento, com interstício
mínimo de 02 (dois) anos, o membro poderá retornar ao Conselho. (Redação dada pela Lei Complementar n° 80, de 2015)
§ 4° A competência dos membros do Conselho, mesmo extinto o mandato, somente cessará com a posse dos novos representantes designados pelo Prefeito Municipal.
§ 4° A competência dos membros do Conselho, mesmo extinto o período de investidura, somente cessará com a posse dos novos representantes designados pelo Chefe do Poder Executivo.
(Redação dada pela Lei Complementar n° 80, de 2015)
§ 5° Os membros integrantes do Conselho Tributário Municipal - CONTRIM - farão jus a uma gratificação correspondente a 2 (dois) salários-mínimos vigentes na Região, podendo os servidores
municipais optar pelo pagamento na forma já regulamentada por Decreto.
Art. 213. O Prefeito Municipal, por solicitação do Presidente de Conselho designará o Secretário e outros servidores necessários ao atendimento dos serviços de expediente, cabendo a este fixar
as atribuições desse pessoal.
Art. 214. Da decisão contrária ao contribuinte, proferida em processo de reclamação sobre a exigência de tributos, sobre a defesa, auto de infração ou sobre cancelamento de multa, cabe recurso
voluntário ao Conselho.
Art. 215. Da decisão total ou parcialmente contrária à Fazenda Municipal, em processo de reclamação fiscal, de imposição ou cancelamento de multa haverá sempre recurso "ex-officio" para o
Conselho.
Art. 216. Sob pena de perempção o recurso será interposto dentro do prazo improrrogável de 20 (vinte) dias contados da publicação da conclusão do despacho ou decisão de primeira instância,
ou da sua regular notificação ao contribuinte.
Art. 217. O recurso será interposto por petição que conterá:
a) qualificação completa do recorrente;
b) a exposição do fato e do direito;
c) os fundamentos do pedido.
§ 1° O recurso será entregue no Protocolo Geral onde será autuado, com prioridade para a urgente anexação ao processo ou expediente relativo ao ato recorrido, com remessa imediata à
autoridade prolatora da decisão recorrida.
§ 2° O despacho da decisão recorrida será obrigatoriamente justificado pelo seu autor, dentro do prazo de 5 (cinco) dias úteis, a contar da data do recolhimento do processo pelo mesmo.
§ 2° O despacho da decisão recorrida será obrigatoriamente justificado pelo seu autor, dentro do prazo de 5 (cinco) dias úteis, a contar da data do recebimento do processo pelo mesmo.
(Redação dada pela Lei n° 1.392, de 1983)
§ 3° Findo o prazo do parágrafo anterior sem a justificação nele referida, ao recorrente será facultado representar à Secretaria do Conselho, que requisitará imediatamente o processo da unidade
em que se encontre.
§ 4° A requisição do processo de recurso fiscal, na forma do parágrafo anterior, será atendida com prioridade e imediatamente, mesmo com prejuízo da justificação do despacho, se não tiver sido
redigida até a data da requisição.
§ 5° Será responsabilizado e punido o servidor que tenha provocado o atraso na remessa do processo de recurso ao Conselho dentro do prazo previsto no § 2° deste artigo.
§ 6° Recebido o recurso, a Secretaria do Conselho promoverá o seu registro na ordem cronológica das remessas, com prioridade dos recursos mais antigos.
§ 7° O recurso será distribuído mediante sorteio pela Secretaria, até 3 (três) dias úteis após o seu recebimento, sob a supervisão do Presidente do Conselho ou de um membro para esse fim
designado, de acordo com o que estabelecer o Regimento Interno.
§ 8° Concluídos os autos ao relator através da Secretaria, ser-lhe-á assinado o prazo de 10 (dez) dias úteis para relatar e apresentar seu voto escrito, encaminhando-se o processo para
julgamento na primeira sessão após a devolução dos autos à Secretaria.
Art. 218. São irrecorríveis as decisões unânimes do Conselho, ressalvado o recurso "ex-officio" e o pedido de reconsideração previstos, respectivamente, nos arts. 220 e 221 desta Lei.
Art. 219. Quando não for unânime a decisão do Conselho, caberá recurso para o Prefeito Municipal no prazo de 20 (vinte) dias.
Art. 220. Das decisões favoráveis, total ou parcialmente ao contribuinte, ainda quando houver desclassificação da infração capitulada no processo, haverá sempre recurso "ex-officio" para o
Prefeito Municipal.
§ 1° O recurso "ex-officio" será interposto no ato de ser proferida a decisão.
§ 2° Sempre que por qualquer motivo, o Conselho não manifestar o recurso "ex-officio", na hipótese deste artigo, poderá o Secretário de Finanças, a qualquer tempo, submeter o processo à
consideração do Prefeito Municipal mediante representação.
Art. 221. Da decisão do Conselho, quando for unânime, cabe pedido de reconsideração dentro do prazo de 20 (vinte) dias.
§ 1° É defeso renovar pedido de reconsideração.
§ 2° A interposição do pedido de reconsideração da decisão do Conselho dependerá sempre do depósito prévio de 50% (cinquenta por cento) da importância correspondente ao valor principal da
dívida, com exclusão de quaisquer acréscimos, inclusive correção monetária.
Art. 221. Da decisão do Conselho, quando for unânime, cabe pedido de reconsideração dentro do prazo de 20 (vinte) dias, sendo defesa a renovação deste pedido. (Redação dada pela Lei
Complementar n° 57, de 2009)
Art. 222. Durante a fluência dos prazos para interposição de recursos ou pedidos de reconsideração, na unidade em que se encontram os processos, deles será concedida vista às partes
interessadas, ou a seus representantes legalmente habilitados, desde que exibam instrumento de mandato, independentemente de qualquer pedido escrito, prestando-lhes a unidade todos os
esclarecimentos necessários.
Art. 223. O Conselho só funcionará com o mínimo de 6 (seis) membros, entre os quais o Presidente.
Art. 223. O Conselho só funcionará com o mínimo de 5 (cinco) membros, entre os quais o Presidente. (Redação dada pela Lei Complementar n° 80, de 2015)
Art. 224. O Conselho realizará Sessões Ordinárias e Extraordinárias.
Parágrafo único. As Sessões serão convocadas pelo Presidente com a antecedência mínima de 48 (quarenta e oito) horas, comunicando-se previamente aos membros o assunto a ser deliberado.
Em caso de urgência, devidamente justificada, poderá ser dispensado aquele interstício.
Art. 225. As decisões serão tomadas por maioria de votos dos membros, cabendo ao Presidente o voto de desempate.
Art. 226. Qualquer membro que não se sentir suficientemente esclarecido poderá pedir vista do processo, que lhe será deferida por 05 (cinco) dias úteis, voltando os autos, após a Secretaria, para
continuação do julgamento na próxima Sessão.
Art. 227. O voto do relator, subscrito pela maioria dos membros será considerado como julgado proferido pelo Conselho.
Parágrafo único. Os membros vencidos assinarão o julgado com essa declaração, podendo aduzir, por escrito, e em separado, os motivos da discordância.
Art. 228. Vencido o relator, designará o Presidente um dos membros cujo voto tenha sido vencedor, para redigir o julgado, o qual será apresentado na Sessão seguinte, para conferência e
assinatura.
Art. 229. O julgamento dos pedidos de reconsideração obedecerá ao mesmo processo, sorteando-se, porém novo relator.
Art. 230. Através do Regimento Interno, o Conselho regulará as atribuições de seus membros, suas substituições em caso de impedimentos, os serviços de sua Secretaria, a ordem dos trabalhos
nas Sessões, os julgamentos dos processos e tudo o mais que respeite a economia interna e ao perfeito funcionamento e peculiar interesse.
Art. 231. Serão impedidos de participar do julgamento dos processos os membros que neles tenham interesses pessoais ou os tenham seus parentes, até o terceiro grau, sociedade com fins
econômicos a que pertençam ou qualquer entidade de que sejam Diretores.
Art. 232. O Conselho não tomará conhecimento de pedido originário e o encaminhará à seção competente.
Art. 233. Quando, no julgamento dos pareceres referentes à imposição de multas, a importância destas não for fixada por maioria absoluta de votos, caberá ao Prefeito fixá-la adotando uma das
importâncias votadas.
LIVRO III

TÍTULO ÚNICO
DISPOSIÇÕES GERAIS
Art. 234. A falta de pagamento de qualquer tributo ou preço público, no vencimento, sujeitará o contribuinte, na forma desta Lei, ao pagamento de multa de mora, juros de mora, correção
monetária, custas, despesas judiciais e honorários advocatícios, estipulados no Título VIII desta Lei.
Art. 234. A falta de pagamento de qualquer Crédito da Fazenda Municipal no vencimento, sujeitará o contribuinte à multa de mora de 20% (vinte por cento) sobre o seu valor, salvo se outra estiver
prevista em lei, juros de mora, correção monetária, multa por infrações, despesas de inscrição e, se o débito estiver ajuizado, custas e despesas judiciais, honorários advocatícios, devidos até o efetivo
pagamento do Crédito. (Redação dada pela Lei n° 1.502, de 1984)
Art. 235. A correção monetária não será aplicada sobre qualquer quantia depositada pelo contribuinte na repartição arrecadadora para discussão administrativa ou judicial do débito.
Parágrafo único. Os prazos só se iniciam ou vencem em dia de expediente normal do órgão em que tenha curso o processo ou deva ser praticado o ato.
Art. 236. Serão desprezados, no resultado de cálculo de qualquer tributo, as frações de Cr$ 1,00 (um cruzeiro). (Revogado pela Lei Complementar n° 95, de 19 de dezembro de 2017)
Art. 237. Os valores imobiliários atribuídos pela Municipalidade para efeito de tributação serão obrigatórios e anualmente corrigidos em função da variação no poder aquisitivo da moeda Nacional.
Parágrafo único. A correção prevista neste artigo não impede que a Prefeitura faça revisão nos valores imobiliários, em decorrência das valorizações ou desvalorizações verificadas.
Art. 238. Em qualquer fase de cobrança da dívida, poderá o devedor entrar em acordo com a Prefeitura, relativamente à forma de pagamento, que constará de termo, observado o disposto nos
arts. 191, 192 e 193. (Vide Decreto n° 6.992, de 1993) (Redação dada pela Lei Complementar n° 7, de 2001)
§ 1° O número de prestações resultantes do acordo previsto neste artigo não poderá exceder a 20 (vinte) vencíveis mensalmente, não podendo o valor de cada prestação ser inferior a 10% (dez
por cento) do valor de referência vigente na Região.
§ 1° O número de prestações resultantes do acordo previsto neste artigo não poderá exceder a 30 (trinta) vencíveis mensalmente, não podendo o valor de cada prestação ser inferior a 20 UFMs
(Unidade Fiscal do Município). (Redação dada pela Lei n° 2.223, de 1993)
§ 2° A primeira prestação será recebida no ato da assinatura do Termo, devendo o devedor na ocasião pagar, integralmente, as custas, honorários de advogado e despesas judiciais, se o débito
estiver ajuizado.
§ 3° Quando o número de prestações a que se refere o § 1° deste artigo for superior a 5 (cinco), o débito será corrigido trimestralmente, com juros e correção monetária a partir da 6ª (sexta)
prestação inclusive, até o seu final pagamento.
§ 3° Independentemente do número de prestações a que se refere o parágrafo 1° deste artigo, todo e qualquer débito de natureza tributária, será corrigido mensalmente, desde a primeira
prestação, com aplicação de juros e correção monetária até o seu final pagamento. (Redação dada pela Lei n° 2.223, de 1993)
§ 4° O disposto no parágrafo anterior não se aplica aos débitos provenientes do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza, que serão corrigidos mensalmente. (Incluído pela Lei n° 1.414, de
1983) (Revogada pela Lei n° 2.223, de 22 de dezembro de 1993)
Art. 239. O direito da Fazenda Pública de constituir o Crédito Tributário extingue-se após 5 (cinco) anos contados:
I - do primeiro dia do Exercício seguinte àquele em que o lançamento poderia ter sido efetuado;
II - da data em que se tornar definitiva a decisão que houver anulado, por vício formal, o lançamento anteriormente efetuado.
Art. 240. A ação para a cobrança do Crédito Tributário prescreve em 05 (cinco) anos, contados da data da sua constituição definitiva.
Parágrafo único. A prescrição se interrompe:
I - pela citação pessoal feita ao devedor;
II - pelo protesto judicial;
III - por qualquer ato judicial que constitua em mora o devedor;
IV - por qualquer ato inequívoco, ainda que extrajudicial que importe em reconhecimento do débito pelo devedor.
Art. 241. Prescreve em 5 (cinco) anos o direito de aplicar ou cobrar multas por infração desta Lei.
Art. 242. Quando julgar conveniente ao interesse público, poderá o Prefeito Municipal prorrogar os prazos estabelecidos para pagamento dos tributos.
Parágrafo único. A faculdade concedida neste artigo não poderá fixar prazo superior a 15 (quinze) dias.
Art. 243. Só será fornecida certidão negativa se o responsável pelos tributos e rendas deles estiver quites até à época em que ela for passada, inclusive no tocante à prestação cuja época normal
de recolhimento já tenha iniciado, bem como dos acréscimos e penalidades porventura existentes.
Art. 244. O Executivo poderá expedir, quando necessário, regulamentos ao cumprimento desta Lei.
Art. 245. Fica revogada a Lei n° 1.060, de 27 de dezembro de 1976, alterada pelas Leis n°s 1.128, de 29 de dezembro de 1977, 1.233, de 18 de dezembro de 1979 e 1.237, de 10 de março de
1980.
Art. 246. Esta Lei entrará em vigor em 1° de janeiro de 1984.
Art. 246. Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação. (Redação dada pela Lei n° 1.392, de 1983)
Art. 247. Revogam-se as disposições em contrário.
Prefeitura Municipal de Cubatão, em 29 de junho de 1983.
Dr. José Osvaldo Passarelli
Prefeito Municipal
Dr. Antonio da Cruz
Secretário dos Negócios Jurídicos e Administrativos
Bel. Luiz Francisco Frade Roman Torres
Secretário de Finanças
Eng° Marcos Cézar Costa
Secretário de Obras, Viação e Serviços Públicos e Respondendo pela Secretaria de Planejamento
Prof. João Jorge Peralta
Secretário de Educação, Cultura, Esportes e Turismo
Dr. Luís de Camargo da Fonseca e Silva
Secretário de Saúde e Serviço Social
Registrada em Livro Próprio
Processo n° 8.394/77
SEJUR/Dias
Proc. 484/81
PL - 14/81

TABELA N° 1
DA TAXA DE LICENÇA PARA FUNCIONAMENTO
Sobre o Valor Fixo de Cr$ Sobre o Valor da
Ordem Especificação de Atividade
(anual) Produção
1 Depósitos fechados:
a) armazéns gerais 18.000,00
b) inflamáveis e explosivos, desde que permitidos 30.000,00
c) materiais para construção 22.000,00
d) bebidas 34.000,00
e) veículos 17.000,00
f) feirantes 12.000,00
g) ferro velho 17.000,00
h) demais depósitos 12.000,00
2 Estabelecimentos para o comércio de:
Adegas; Antiquários; Armas de fogo, munição e artigos para Caça e Pesca com ou sem Cutelaria; Avicultura com venda de artigos de barro e
alimentação para pássaros; Bilhar; Bomboniere, Charutaria e artigos para fumantes; Casa de Carnes; Carvoaria; Casa de Cômodos; Cópias por
qualquer processo químico ou fotográfico; Café e Bar com ou sem Restaurante; Drogaria ou Farmácia; Discos, Fitas e Acessórios para aparelho
de som; Estúdios fotográficos ou similar, com ou sem venda de máquinas fotográficas; Frigoríficos; Funerárias; Gêneros alimentícios com ou
sem copa; Gravador; Gravadora de som; Impressão em "Off-Set"; Jóias e Relógios com ou sem conserto; Lanchonetes; Lavanderia e Tinturaria;
Móveis novos ou usados e eletrodomésticos; Óticas; Papelaria e Artigos Escolares; Peças e Acessórios para Autos; Pensão; Pastelaria, Caldo
de cana com ou sem copa; Peixaria, Quitanda com ou sem artigos de Limpeza; Tapeçaria e Colchoaria, Tecidos, Armarinhos, Roupas feitas e
Calçados; Tipografia; Vidraçaria:
a) com área útil de 40,00m² 3.000,00
b) com área útil acima de 40,00 até 80,00m² 6.000,00
c) com área útil acima de 80,00 até 120,00m² 9.000,00
d) com área útil acima de 120,00 até 200,00m² 12.000,00
e) com área útil superior a 200,00m² 17.000,00
3 Barbeiros - salões:
a) com uma cadeira profissional 2.400,00
b) com até 3 cadeiras 3.600,00
c) acima de 3 cadeiras 4.800,00
4 Cabeleireiros ou institutos de beleza - salões:
a) com uma cadeira ou aparelho profissional 3.000,00
b) com até 3 cadeiras ou aparelho profissional 4.000,00
c) acima de 3 cadeiras ou aparelho profissional 6.000,00
5 Costureiros, modistas e alfaiates:
a) sem estabelecimento 2.400,00
b) com estabelecimento 6.000,00
6 Casas de ferragens, artigos para presente, depósitos de materiais para construção:
a) com área útil até 40,00m² 4.000,00
b) com área útil acima de 40,00m² até 80,00m² 6.000,00
c) com área útil acima de 80,00m² até 120,00m² 12.000,00
d) com área útil acima de 120,00 até 240,00m² 18.000,00
e) com área útil acima de 240,00 até 400,00m² 28.000,00
f) com área útil superior a 400,00m² 40.000,00
7 Carpintaria e marcenaria, serralheria, ferraria e caldeiraria, tornearia, galvanoplastia; vulcanização 12.000,00
8 Conserto e reparo de: móveis;calçados, objetos de uso pessoal, eletrodoméstico, bicicletas e motocicletas, pneus e câmaras de ar, 3.000,00
acumuladores, armas de fogo e confecção de chaves
9 Casas lotéricas ou similares 8.000,00
10 Clínicas especializadas, laboratórios de análises clínicas, eletricidade médica ou similares 12.000,00
11 Concessionárias de veículos e revendedores de veículos
Com oficina de reparos e venda de peças:
a) com área útil até 200,00m² 17.000,00
b) com área útil acima de 200,00 até 300,00m² 28.000,00
c) com área útil acima de 300,00 até 400,00m² 40.000,00
d) com área útil superior a 400,00m² 60.000,00
Somente venda de veículos:
a) com área útil até 100,00m² 12.000,00
b) com área útil acima de 100,00 até 200,00m² 24.000,00
c) com área útil superior a 200,00m² 36.000,00
12 Casas de diversão:
a) cinema 8.000,00
b) teatro 8.000,00
c) dancing, boate, cabaré ou similar 28.000,00
d) brinquedo mecânico, ou eletrônico 8.000,00
e) snooker ou bilhar 12.000,00
13 Estacionamento de veículos
a) com área coberta, para cada 100,00m² 4.000,00
b) com área descoberta, para cada 100,00m² 3.000,00
14 Estabelecimento de ensino de qualquer grau 2.800,00
15 Estabelecimentos de créditos, de investimentos ou financeiros 28.000,00
16 Escritórios: Advocacia, Agência de Corretagens, Turismo; Contabilidade; Assessoria; Consultoria Técnica; Organização; Administração de Bens;
Empresa de Transportes; Empresa de Divulgação e Difusão; Imobiliárias; Empresas de Conservação; Limpadoras de Bens Móveis e Imóveis;
Raspagem de Tacos e Aplicação de Resinas Sintéticas, Arregimentação e Recrutamento de Pessoal:
a) com área útil até 40,00m² 3.000,00
b) com área útil acima de 40,00 até 80,00m² 6.000,00
c) com área útil acima de 80,00 até 120,00m² 9.000,00
d) com área útil acima de 120,00 até 200,00m² 12.000,00
e) com área útil superior a 200,00m² 17.000,00
17 Guarda-móveis e de outros bens móveis 4.600,00
18 Feirantes
a) artigos ou produtos destinados à alimentação 6.000,00
b) artigos ou produtos destinados ao uso doméstico 3.000,00
c) flores naturais 2.000,00
d) roupas feitas, calçados, quinquilharias e alumínios 10.000,00
19 Hospitais, pronto-socorros, casas de saúde 17.000,00
20 Indústrias - estabelecimentos industriais
a) com potência instalada até 50HP 17.000,00
b) com potência instalada superior a 50HP, até mil empregados, por empregado ano 1.400,00
c) para cada empregado ano, no que exceder ao número de mil 120,00
d) valor da produção quando a indústria recolhe a Taxa pelo valor da produção do ano anterior 0,02%
Nota: Entende-se por empregado ano a quantidade média dos empregados da indústria no ano anterior. Nos licenciamentos iniciais será tomada
por base a quantidade de empregados existente no início da atividade da empresa
21 Hotéis, motéis, hospedarias:
a) com capacidade até 30 leitos 6.000,00
b) com capacidade acima de 30 leitos 12.000,00
22 Oficina mecânica de autos com funilaria e pintura:
a) com área útil até 100,00m² 12.000,00
b) com área útil acima de 100,00 até 200,00m² 24.000,00
c) com área útil superior a 200,00m² 36.000,00
Somente mecânica ou funilaria e pintura:
a) com área útil até 100,00m² 6.000,00
b) com área útil acima de 100,00 até 200,00m² 12.000,00
c) com área útil superior a 200,00m² 18.000,00
23 Padaria, confeitaria e bar; laticínios, salgados e frios; massas alimentícias em geral:
a) com área útil até 40,00m² 3.000,00
b) com área útil acima de 40,00 até 80,00m² 6.000,00
c) com área útil acima de 80,00 até 120,00m² 9.000,00
d) com área útil acima de 120,00 até 200,00m² 12.000,00
e) com área útil superior a 200,00m² 17.000,00
24 Postos de gasolina
a) somente posto de abastecimento 6.000,00
b) com serviço de lavagem, lubrificação e borracheiro 12.000,00
c) com serviço de lavagem, lubrificação, borracheiro e venda de peças 17.000,00
25 Pedreiras; comercialização de areia e cascalho; fornecimento e execução de aterros em geral 17.000,00
26 Postos de serviços médicos ou de enfermagem, consultórios médicos ou dentários:
a) com área útil de 30,00m² 3.000,00
b) com área útil acima de 30,00 até 80,00m² 6.000,00
c) com área útil acima de 80,00 até 120,00m² 9.000,00
d) com área útil superior a 120,00m² 12.000,00
27 Supermercados; minimercados; mercearias com ou sem copa:
a) com área útil até 120,00m² 12.000,00
b) com área útil acima de 120,00 até 200,00m² 17.000,00
c) com área útil acima de 200,00 até 300,00m² 28.000,00
d) com área útil superior a 300,00m² 40.000,00
28 Venda de aves e ovos e animais de pequeno porte:
a) sem matadouro no estabelecimento 6.000,00
b) com matadouro no estabelecimento 12.000,00
29 Estabelecimentos ou atividades não capitulados nos itens anteriores:
a) com área útil até 40,00m² 3.000,00
b) com área útil acima de 40,00 até 80,00m² 6.000,00
c) com área útil acima de 80,00 até 120,00m² 9.000,00
d) com área útil acima de 120,00 até 200,00m² 12.000,00
e) com área útil superior a 200,00m² 17.000,00

TABELA N° 1
DA TAXA DE LICENÇA PARA FUNCIONAMENTO
(Redação dada pela Lei n° 1.392, de 1983)
Ordem Especificação de Atividade Sobre o Valor Fixo de Cr$ Sobre o Valor da
(anual) Produção
1 Depósitos fechados:
a) Armazéns gerais 80.000,00
b) Inflamáveis e explosivos, desde que permitidos 140.000,00
c) Materiais para construção 120.000,00
d) Bebidas 150.000,00
e) Veículos 60.000,00
f) Feirantes 40.000,00
g) Ferro Velho 50.000,00
h) Demais depósitos 40.000,00
2 Estabelecimentos para o comércio de:
Adegas; Antiquários; Armas de fogo, munição e artigos para Caça e Pesca com ou sem Cutelaria; Avicultura com venda de artigos de barro e
alimentação para pássaro; Bilhar; Bomboniere, Charutaria e artigos para fumantes; Casa de Carnes; Carvoaria; Casa de Cômodos; Cópias por
qualquer processo químico ou fotográfico; Café e Bar com ou sem Restaurante; Drogaria ou Farmácia; Discos, Fitas e Acessórios para aparelho
de som; Estúdios fotográficos ou similar, com ou sem venda de máquinas fotográficas; Frigoríficos; Funerárias; Gêneros Alimentícios com ou sem
copa; Gravador; Gravadora de Som; Impressão em Off-Set; Jóias e Relógios com ou sem conserto; Lanchonetes; Lavanderia e Tinturaria; Móveis
novos ou usados e eletrodomésticos; óticas; Papelaria e Artigos Escolares; Peças e Acessórios para Autos; Pensão; Pastelaria, Caldo de Cana
com ou sem copa; Peixaria, Quitanda com ou sem artigos de Limpeza; Tapeçaria e Colchoaria; Tecidos, Armarinhos, Roupas feitas e Calçados;
Tipografia; Vidraçaria:
a) com área útil até 40,00m² 18.000,00
b) com área útil acima de 40,00 até 80,00m² 24.000,00
c) com área útil acima de 80,00 até 120,00m² 36.000,00
d) com área útil acima de 120,00 até 200,00m² 48.000,00
e) com área útil superior a 200,00m² 60.000,00
3 Barbeiros - salões:
a) com uma cadeira profissional 12.000,00
b) com até 3 cadeiras 18.000,00
c) acima de 3 cadeiras 24.000,00
4 Cabeleireiros ou institutos de beleza - salões
a) com uma cadeira ou aparelho profissional 16.000,00
b) com até 3 cadeiras ou aparelho profissional 24.000,00
c) acima de 3 cadeiras ou aparelho profissional 32.000,00
5 Costureiros, modistas e alfaiates:
a) em estabelecimento 10.000,00
b) com estabelecimento 20.000,00
6 Casas de ferragens, artigos para presente, depósitos de materiais para construção:
a) com área útil até 40,00m² 20.000,00
b) com área útil acima de 40,00 até 80,00m² 30.000,00
c) com área útil acima de 80,00 até 120,00m² 45.000,00
d) com área útil acima de 120,00 até 240,00m² 60.000,00
e) com área útil acima de 240,00 até 400,00m² 90.000,00
f) com área útil superior a 400,00m² 150.000,00
7 Carpintaria e marcenaria; serralheria; ferraria e caldeiraria; tornearia; galvanoplastia; vulcanização 50.000,00
8 Conserto e reparo de: móveis, calçados, objetos de uso pessoal, eletrodoméstico, bicicletas e motocicletas, pneus e câmaras de ar, 15.000,00
acumuladores, armas de fogo e confecção de chaves
9 Casas lotéricas ou similares 30.000,00
10 Clínicas especializadas, laboratórios de análises clínicas, eletricidade médica ou similares 60.000,00
11 Concessionárias de veículos e revendedores de veículos:
Com oficina de reparos e venda de peças:
a) com área útil até 200,00m² 80.000,00
b) com área útil acima de 200,00 até 300,00m² 120.000,00
c) com área útil acima de 300,00 até 400,00m² 160.000,00
d) com área útil superior a 400,00m² 200.000,00
Somente venda de veículos:
a) com área útil até 100,00m² 60.000,00
b) com área útil acima de 100,00 até 200,00m² 90.000,00
c) com área útil superior a 200,00m² 120.000,00
12 Casas de diversão:
a) cinema 30.000,00
b) teatro 30.000,00
c) dancing, boate, cabaré ou similar 100.000,00
d) brinquedo mecânico ou eletrônico 30.000,00
e) snooker ou bilhar 40.000,00
13 Estacionamento de veículos:
a) com área coberta, para cada 100,00m² 20.000,00
b) com área descoberta, para cada 100,00m² 30.000,00
14 Estabelecimento de ensino de qualquer grau 12.000,00
15 Estabelecimentos de créditos, de investimentos ou financeiros 130.000,00
16 Escritórios: Advocacia; Agência de Corretagens; Turismo; Contabilidade; Assessoria; Consultoria Técnica; Organização; Administração de Bens;
Empresa de Transportes; Empresa de Divulgação e Difusão; Imobiliárias; Empresa de Conservação; Limpadoras de Bens Móveis e Imóveis;
Raspagem de Tacos e Aplicação de Resinas Sintéticas; Arregimentação e Recrutamento de Pessoal:
a) com área útil até 40,00m² 18.000,00
b) com área útil acima de 40,00 até 80,00m² 24.000,00
c) com área útil acima de 80,00 até 120,00m² 36.000,00
d) com área útil acima de 120,00 até 200,00m² 48.000,00
e) com área útil superior a 200,00m² 60.000,00
17 Guarda-móveis e de outros bens móveis 30.000,00
18 Feirantes:
a) artigos ou produtos destinados à alimentação 15.000,00
b) artigos ou produtos destinados ao uso doméstico 10.000,00
c) flores naturais 8.000,00
d) roupas feitas, calçados, quinquilharias e alumínios 15.000,00
e) pastel e caldo de cana 10.000,00
19 Hospitais, pronto-socorros, casas de saúde 80.000,00
20 Indústrias - estabelecimentos industriais:
a) com potência instalada até 50 HP 80.000,00
b) com potência instalada superior a 50 HP, até mil empregados, por empregado-ano 6.500,00
c) para cada empregado-ano, no que exceder ao número de mil 520,00
d) valor da produção quando a indústria recolhe a Taxa pelo valor da produção do ano anterior 0,02%
Nota: Entende-se por empregado-ano a quantidade média dos empregados da indústria no ano anterior. Nos licenciamentos iniciais será tomada
por base a quantidade de empregados existentes no início da atividade da empresa.
21 Hotéis, motéis, hospedarias:
a) com capacidade até 30 leitos 30.000,00
b) com capacidade acima de 30 leitos 60.000,00
22 Oficina mecânica de autos com funilaria e pintura:
a) com área útil até 100,00m² 60.000,00
b) com área útil acima de 100,00 até 200,00m² 90.000,00
c) com área útil superior a 200,00m² 120.000,00
Somente mecânica ou funilaria e pintura:
a) com área útil até 100,00m² 30.000,00
b) com área útil acima de 100,00 até 200,00m² 45.000,00
c) com área útil superior a 200,00m² 60.000,00
23 Padaria, confeitaria e bar, laticínios, salgados e frios; massas alimentícias em geral:
a) com área útil até 40,00m² 20.000,00
b) com área útil acima de 40,00 até 80,00m² 25.000,00
c) com área útil acima de 80,00 até 120,00m² 40.000,00
d) com área útil acima de 120,00 até 200,00m² 55.000,00
e) com área útil superior a 200,00m² 70.000,00
24 Postos de gasolina:
a) somente posto de abastecimento 40.000,00
b) com serviço de lavagem, lubrificação e borracheiro 60.000,00
c) com serviço de lavagem, lubrificação, borracheiro e venda de pecas 80.000,00
25 Pedreiros; comercialização de areia e cascalho; fornecimento e execução de aterros em geral 80.000,00
26 Postos de serviços médicos ou de enfermagem, consultórios médicos ou dentários:
a) com área útil até 30,00m² 18.000,00
b) com área útil acima de 30,00 até 80,00m² 24.000,00
c) com área útil acima de 80,00 até 120,00m² 36.000,00
d) com área útil superior a 120,00m² 48.000,00
27 Supermercados; minimercados; mercearias com ou sem copa:
a) com área útil até 120,00m² 60.000,00
b) com área útil acima de 120,00 até 200,00m² 90.000,00
c) com área útil acima de 200,00 até 300,00m² 140.000,00
d) com área útil superior a 300,00m² 200.000,00
28 Venda de aves e ovos e animais de pequeno porte:
a) sem matadouro no estabelecimento 36.000,00
b) com matadouro no estabelecimento 48.000,00
29 Estabelecimentos ou atividades não capitulados nos itens anteriores:
a) com área útil até 40,00m² 18.000,00
b) com área útil acima de 40,00 até 80,00m² 24.000,00
c) com área útil acima de 80,00 até 120,00m² 36.000,00
d) com área útil acima de 120,00 até 200,00m² 48.000,00
e) com área útil superior a 200,00m² 60.000,00

TABELA N° 1
DA TAXA DE LICENÇA PARA LOCALIZAÇÃO OU FUNCIONAMENTO
(Redação dada pela Lei n° 1.502, de 1984)
Ordem Especificação isolada de atividade conforme item Sobre o valor fixo de Cr$
- anual
1 Depósitos fechados:
a) armazéns gerais 200.000,00
b) inflamáveis e explosivos (quando permitidos) 350.000,00
c) materiais para construção 250.000,00
d) bebidas 400.000,00
e) veículos 250.000,00
f) ferro velho 200.000,00
g) demais depósitos 100.000,00
2 Estabelecimentos para comércio de:
Adegas; antiquários; artigos de uso pessoal e doméstico; artigos plásticos; artigos de higiene pessoal e doméstico; artigos de toucador; artigos religiosos; armas de
fogo, munição e artigos para caça e pesca; avicultura alimentação para pássaros e artigos de barro; bar e café; bicicleta e outros veículos de propulsão humana:
Bomboniere, charutaria e artigos para fumantes; cantinas; calçados e artigos de couro; casa de carnes; carvoaria; casa de cômodos; cópias por qualquer processo
químico ou fotográfico; drogaria ou farmácia; discos, fitas e acessórios para aparelho de som; estúdios fotográficos ou similar, com ou sem venda de máquina
fotográfica; eletrodomésticos; frigoríficos; gêneros alimentícios; gravador; gravadora de som; impressão em "off-set"; jóias e relógios com ou sem concerto; lanchonete;
laticínios; lavanderia; móveis novos ou usados; metais preciosos; óticas; papelaria, livraria e artigos escolares; peças e acessórios para autos; pensão; pastelaria e
caldo de cana; peixaria; quitanda; restaurante; restaurante industrial; roupas feitas e armarinhos; tecidos e roupas de cama, mesa e banho; tipografia e encadernação;
quinquilharias e bijuterias; utilidades de uso doméstico; vidraçaria:
a) com área útil até 20,00m² 30.000,00
b) com área útil acima de 20,00m² e até 50,00m² 60.000,00
c) com área útil acima de 50,00 e até 100,00m² 90.000,00
d) com área útil acima de 100,00 e até 200,00m² 120.000,00
e) com área útil acima de 200,00 e até 300,00m² 150.000,00
f) com área útil acima de 300,00m² 250.000,00
3 Aves e ovos:
a) sem abatedouro no estabelecimento 80.000,00
b) com abatedouro no estabelecimento 150.000,00
4 Barbeiro - salões:
a) com uma cadeira profissional 40.000,00
b) com até 3 cadeiras profissional 60.000,00
c) acima de 3 cadeiras profissional 80.000,00
5 Cabeleireiros(as) - institutos de beleza - salões:
a) com uma cadeira ou aparelho profissional 50.000,00
b) com até 3 cadeiras ou aparelhos profissional 70.000,00
c) acima de 3 cadeiras ou aparelho profissional 90.000,00
6 Costureiros(as), modistas ou alfaiates:
a) sem estabelecimento 30.000,00
b) com estabelecimento 60.000,00
7 Casas de ferragens, material elétrico, louças e artigos para presentes:
a) com área útil até 30,00m² 60.000,00
b) com área útil de 30,00 a 80,00m² 100.000,00
c) com área útil de 80,00 a 160,00m² 150.000,00
d) com área útil de 160,00 a 300,00m² 300.000,00
e) com área útil acima de 300,00m² 450.000,00
8 Carpintaria e marcenaria; serralheria; ferraria e caldeiraria; tornearia e usinagem de peças; estamparia e fundição; galvanoplastia e vulcanização 200.000,00
9 Consertos ou reformas de: acumuladores; armas de fogo; bicicletas; borracharia; eletrodomésticos; aparelhos manual ou mecânicos; fechaduras com confecção de 100.000,00
chaves; móveis e estofados.
10 Casas lotéricas ou similares 120.000,00
11 Clínicas especializadas: laboratórios de análises clínicas; clínicas de eletricidade médica ou similar 150.000,00
12 Concessionária de veículos: revendedores de veículos novos e usados
Com oficina mecânica e venda de peças:
a) com área útil até 200,00m² 300.000,00
b) com área útil acima de 200,00 e até 500,00m² 500.000,00
c) com área útil acima de 500,00 e até 1.000,00m² 700.000,00
d) com área útil acima de 1.000,00m² 1.000.000,00
Somente venda de veículos:
a) com área útil até 200,00m² 200.000,00
b) com área útil acima de 200,00 e até 500,00m² 350.000,00
c) com área útil acima de 500,00m² 500.000,00
13 Depósitos para venda de: materiais para construção:
a) com área útil até 100,00m² 240.000,00
b) com área útil acima de 100,00 e até 300,00m² 360.000,00
c) com área útil acima de 300,00 e até 600,00m² 480.000,00
d) com área útil acima de 600,00 e até 1.000m² 600.000,00
e) com área útil acima de 1.000,00m² 800.000,00
14 Bebidas:
a) com área útil até 300,00m² 200.000,00
b) com área útil acima de 300,00m² 500.000,00
15 Ferro velho e materiais usados:
a) com área útil até 300,00m² 200.000,00
b) com área útil acima de 300,00m² 500.000,00
16 Diversões:
a) cinema ou teatro 100.000,00
b) dancing; boate e discotecas 250.000,00
c) brinquedo, jogos mecânicos ou eletrônicos 120.000,00
d) snooker ou bilhar 100.000,00
e) música ao vivo em bares e restaurantes, por mês 18.000,00
17 Estacionamento de veículos:
a) com área coberta para cada 100,00m² 50.000,00
b) com área descoberta para cada 100,00m² 75.000,00
18 Estabelecimento de ensino de qualquer grau 30.000,00
19 Estabelecimento de crédito, financiamento ou investimento:
a) sedes, matrizes ou agências 1.000.000,00
b) filiais, subagências, ou agências de estabelecimentos já licenciados no Município 100.000,00
20 Escritórios de: agência de corretagens; administração de bens; assessoria técnica; arregimentação e recrutamento de pessoal; consultoria técnica; contabilidade;
despachante policial; de empresas de conservação; limpadora de bens móveis e imóveis; empresas de divulgação imobiliária.
a) com área útil até 20,00m² 40.000,00
b) com área útil acima de 20,00 e até 40,00m² 60.000,00
c) com área útil acima de 40,00 e até 80,00m² 80.000,00
d) com área útil acima de 80,00 e até 150,00m² 100.000,00
e) com área útil acima de 150,00m² 120.000,00
21 Empresas de transportes de carga de passageiros - escritório ou agência:
a) com área útil até 100,00m² 80.000,00
b) com área útil de 100,00 até 200,00m² 120.000,00
c) com área útil acima de 200,00m² 160.000,00
Escritório com demais dependências, inclusive garagem e oficina mecânica:
a) com área até 200,00m² 150.000,000
b) com área útil de 200,00 até 400,00m² 200.000,00
c) com área útil acima de 400,00m² 250.000,00
22 Guarda-móveis e outros bens móveis 100.000,00
23 Feirantes:
a) produtos destinados à alimentação 40.000,00
b) artigos de limpeza e temperos 36.000,00
c) flores naturais 30.000,00
d) roupas feitas e quinquilharias; calçados e artigos de couro; alumínio, louças e cristais 60.000,00
e) ferragens e bijuterias 60.000,00
f) peixe fresco; aves e ovos 40.000,00
g) pastel e caldo de cana 40.000,00
24 Hospitais - pronto-socorros; casas de saúde 200.000,00
25 Indústrias - estabelecimentos industriais:
a) com potência instalada até 50HP 500.000,00
b) com potência instalada superior a 50HP, até mil empregados, por empregado - ano 16.250,00
c) para cada empregado - ano, no que exceder ao número de mil 1.300,00
Nota: Entende-se por empregado-ano e quantidade média dos empregados da indústria no ano anterior. Nos licenciamentos iniciais será tomada por base a quantidade 1.300,00
de empregados existentes no início da atividade da empresa.
26 Hotéis; motéis; hospedarias:
a) com até 30 leitos 100.000,00
b) acima de 30 leitos 200.000,00
27 MERCEARIAS, assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de: gêneros alimentícios e cereais, massas alimentícias e
conservas, laticínios, bebidas e refrigerantes, frutas, legumes, verduras, óleos comestíveis e salgados:
a) com área útil até 40,00m² 50.000,00
b) com área útil de 40,00 e até 80,00m² 80.000,00
c) com área útil de 80,00 e até 160,00m² 110.000,00
d) com área útil acima de 160,00m² 140.000,00
28 Minimercado, assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de: gêneros alimentícios e cereais, artigo de uso doméstico e
pessoal, artigos de higiene pessoal e doméstico, ferragens e louças, carnes e pescados, massas alimentícias e conservas, material elétrico em pequena escala,
laticínios, bebidas e refrigerantes, óleos comestíveis, frutas, verduras e legumes, artigos plásticos, artigos escolares, artigos de toucador.
a) com área até 100,00m² 80.000,00
b) com área útil acima de 100,00 e até 200,00m² 120.000,00
c) com área útil acima de 200,00 e até 300,00m² 160.000,00
d) com área útil acima de 300,00m² 200.000,00
29 Oficina mecânica de autos, com funilaria, pintura e venda de peças:
a) com área útil até 100,00m² 150.000,00
b) com área útil acima de 100,00 e até 200,00m² 220.000,00
c) com área útil acima de 200,00m² 300.000,00
Somente mecânica ou funilaria e pintura:
a) com área útil até 100,00m² 80.000,00
b) com área útil acima de 100,00 e até 200,00m² 120.000,00
c) com área útil acima de 200,00m² 160.000,00
30 Padaria, confeitaria e bar:
a) com área útil até 50,00m² 60.000,00
b) com área útil acima de 50,00 e até 100,00m² 90.000,00
c) com área útil acima de 100,00 e até 200,00m² 150.000,00
d) com área útil acima de 200,00 e até 400,000m² 200.000,00
e) com área útil acima de 400,00m² 300.000,00
31 Postos de abastecimento de veículos:
a) somente abastecimento 120.000,00
b) abastecimento, lavagem, lubrificação e borracheiro 180.000,00
c) abastecimento, lavagem, lubrificação, borracheiro e venda de peças 250.000,00
31 Pedreiras, comercialização de areia, cascalho, fornecimento e execução de aterro em geral 200.000,00
33 Postos de serviços médicos ou de enfermagem, consultório em geral, escritório de advocacia 100.000,00
34 Supermercados: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de todos os artigos enumerados na ordem 28 e mais os
seguintes artigos: artigos de gesso e barro, artigos para presentes, pão e confeitos, aparelhos eletrodomésticos, fazendas, armarinhos, roupas feitas, artigos de cama
mesa e banho, calçados e artigos de couro:
a) com área útil até 150,00m² 150.000,00
b) com área útil acima de 150,00 e até 300,00m² 300.000,00
c) com área útil acima de 300,00 e até 600,00m² 600.000,00
d) com área útil acima de 600,00m² 1.200.000,00
35 Superloja: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de: roupas feitas, tecidos, cortinas, tapetes, aparelhos
eletrodomésticos, móveis, bicicletas, utensílios de uso doméstico, artigos plásticos, artigos de couro.
a) com área útil até 100,00m² 200.000,00
b) com área útil acima de 100,00 e até 200,00m² 400.000,00
c) com área útil acima de 200,00 e até 300,00m² 600.000,00
d) com área útil acima de 300,00m² 800.000,00
36 Bazar: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de: brinquedos, ferragens e ferramentas, artigos de higiene ou beleza
pessoal, calçados e artigos de couro, discos e fitas, artigos plásticos, papelaria e artigos escolares, artigos de caça e pesca, artigos de bronze, inox, cristal, ferro,
gesso, madeira e barro, miudezas, armarinhos, jornais e revistas:
a) com área útil até 50,00m² 80.000,00
b) com área útil acima de 50,00 e até 100,00m² 120.000,00
c) com área útil acima de 100,00 e até 200,00m² 160.000,00
d) com área útil acima de 200,00m² 200.000,00
37 Estabelecimentos ou atividades não capitulados nas ordens anteriores:
a) com área útil até 20,00m² 30.000,00
b) com área útil acima de 20,00 e até 50,00m² 60.000,00
c) com área útil acima de 50,00 e até 100,00m² 90.000,00
d) com área útil acima de 100,00 e até 200,00m² 120.000,00
e) com área útil acima de 200,00 e até 300,00m² 150.000,00
f) com área útil acima de 300,00m² 250.000,00
Nota n° 1 - Classificam-se como superlojas e bazar os estabelecimentos cuja atividade abranja 50% (cincoenta por cento) dos itens especificados nas ordens 35 e 36.
Nota n° 2 - Quando nos estabelecimentos for praticada a comercialização de artigos de categorias diversas que não se enquadrem nos títulos das ordens 27 -
Mercearia, 28 - Mini-mercado, 34 - Supermercados, 35 - Superloja e 36 - Bazar, o cálculo da Taxa de Licença, será feito proporcionalmente de acordo com a área útil
ocupada, e será dividida pelos itens correspondentes, e cobrado para cada item o valor mínimo constante nas ordens respectivas, com o resultado da área útil
efetivamente ocupada.

TABELA N° 1
DA TAXA DE LICENÇA PARA LOCALIZAÇÃO OU FUNCIONAMENTO
(Redação dada pela Lei n° 1.555, de 1985)
Ordem Especificação Isolada de Atividade Conforme Item Sobre o valor fixo de
Cr$.... anual
1 Depósitos Fechados:
a) Armazéns Gerais 600.000
b) Inflamáveis e explosivos (quando permitido) 1.050.000
c) Materiais para construção 750.000
d) Bebidas 1.200.000
e) Veículos 750.000
f) Ferro-Velho 600.000
g) Demais depósitos 300.000
2 Estabelecimentos para o comércio de:
Adegas; Antiquários; Artigos de Higiene, de uso pessoal e doméstico; Artigos de Plásticos; Artigos de Toucador e Perfumaria; Artigos Religiosos; Armas de fogo,
munição e artigos para caça e pesca; Avicultura, alimentação para pássaro e artigos de barro; Bar e Café; Bicicleta e outros veículos de propulsão humana;
Bomboniere, Charutaria e artigos para fumantes; Cantinas; Calçados e artigos de couro; Casa de Carnes; Carvoaria; Casa de Cômodos; Cópias por qualquer processo
químico ou fotográfico; Conserto de jóias e relógios; Drogaria ou Farmácia; Discos, fitas e acessórios para aparelho de Som; Estúdios fotográficos ou similar, com ou
sem venda de máquina fotográfica; Eletrodomésticos; Frigoríficos; Gêneros alimentícios; Gravador; Gravadora de Som; Impressão em "off-set"; Lanchonete; Laticínios;
Lavanderia; Móveis novos ou usados; Metais preciosos; Ótica; Papelaria, livraria e artigos escolares; Peças e acessórios para autos; Pensão; Pastelaria e caldo de
cana; Peixaria, Quitanda; Restaurante; Restaurante Industrial; Roupas feitas e armarinhos; Tecidos, roupa de cama, mesa e banho, Tipografia e encadernação;
Quinquilharia e bijuteria; Utilidades de uso domésticos; Vidraçaria.
a) com área útil até 20,00m² 90.000
b) com área útil acima de 20,00m² e até 50m² 180.000
c) com área útil acima de 50m² e até 100m² 270.000
d) com área útil acima de 100m² e até 200m² 360.000
e) com área útil acima de 200m² e até 300m² 450.000
f) com área útil acima de 300m² 750.000
3 Aves e ovos:
a) sem abatedouro no estabelecimento 300.000
b) com abatedouro no estabelecimento 600.000
4 Barbeiro-Salão:
a) com uma cadeira profissional 150.000
b) com até 3 cadeiras profissional 240.000
c) acima de 3 cadeiras profissional 360.000
5 Cabeleireiro(a) instituto de beleza-salão:
a) com uma cadeira ou aparelho-profissional 200.000
b) com até 3 cadeiras ou aparelho-profissional 300.000
c) acima de 3 cadeiras ou aparelho-profissional 400.000
6 Costureiro(a), modista ou alfaiate:
a) sem estabelecimento 180.000
b) com estabelecimento 300.000
7 Casa de ferragem, material elétrico, louças e artigos para presente; jóias e relógios:
a) com área útil até 30,00m² 200.000
b) com área útil acima de 30m² e até 80m² 300.000
c) com área útil acima de 80m² e até 160m² 450.000
d) com área útil acima de 160m² e até 300,00m² 900.000
e) com área útil acima de 300,00m² 1.350.000
8 Carpintaria e marcenaria; serralheria; ferraria e caldeiraria; tornearia e usinagem de peças; estamparia e fundição; galvanoplastia e vulcanização: 800.000
9 Consertos; reformas ou restauração de: acumuladores; armas de fogo; bicicletas; borracharia; eletrodomésticos; aparelhos manual ou mecânicos; fechaduras com ou 400.000
sem confecção de chaves; motores; móveis e estofados; objetos de uso pessoal ou de adorno; utilidades domésticas:
10 Casa lotérica ou similar 500.000
11 Clínicas especializadas; laboratórios de análises clínicas; clínicas de eletricidade médica ou similar 450.000
12 Concessionárias de veículos; revendedores de veículos novos ou usados:
- com oficina mecânica e venda de peças
a) com área útil até 200,00m² 1.200.000
b) com área útil acima de 200m² e até 500m² 2.000.000
c) com área útil acima de 500m² e até 1.000m² 2.800.000
d) com área útil acima de 1.000m² 4.000.000
- somente venda de veículos
a) com área útil até 200,00m² 800.000
b) com área útil acima de 200m² e até 500m² 1.400.000
c) com área útil acima de 500m² 2.000.000
13 Depósitos para venda de: materiais para construção:
a) com área útil até 100,00m² 720.000
b) com área útil acima de 100m² e até 300m² 1.080.000
c) com área útil acima de 300m² e até 600m² 1.400.000
d) com área útil acima de 600m² e até 1.000m² 1.800.000
e) com área útil acima de 1.000m² 2.400.000
14 Bebidas, depósito aberto ou revendedores:
a) com área útil até 300,00m² 600.000
b) com área útil acima de 300,00m² 1.500.000
15 Ferro-velho e materiais usados:
a) com área útil até 300,00m² 600.000
b) com área útil acima de 300,00m² 1.500.000
16 Funerária 800.000
17 Diversões públicas:
a) Cinema ou teatro 300.000
b) Dancing; Boate ou Discotecas 750.000
c) Brinquedos, Jogos mecânicos ou eletrônicos 400.000
d) Snooker ou Bilhar 400.000
e) Música ao vivo em bares e restaurantes, por mês 65.000
18 Estacionamento de veículos:
a) com área coberta para cada 100,00m² 150.000
b) com área descoberta para cada 100,00m² 120.000
19 Estabelecimento de ensino de qualquer grau 100.000
20 Estabelecimento de crédito, financiamento ou investimento:
a) Sedes, matrizes ou agências 4.000.000
b) Filiais, subagências, ou agências de estabelecimentos já instalados e licenciados no Município 400.000
21 Escritórios de: Agência de Corretagens; Administração de bens; Assessoria Técnica; arregimentação e Recrutamento de Pessoal; Consultoria Técnica; Contabilidade;
Construção Civil; Despachante Policial; Empresas de Conservação; Limpadora de Bens móveis e imóveis, Empresas de Divulgação; Imobiliária; Representações:
a) com área útil até 20,00m² 120.000
b) com área útil acima de 20m² e até 40m² 180.000
c) com área útil acima de 40m² e até 80m² 240.000
d) com área útil acima de 80m² até 150m² 300.000
e) com área útil acima de 150m² 360.000
22 Empresas de transportes de carga ou passageiros - escritório ou agência:
a) com área útil até 100,00m² 400.000
b) com área útil acima de 100m² e até 200m² 500.000
c) com área útil acima de 200m² 600.000
Escritório ou agência com demais dependências inclusive garagem e oficina mecânica
a) com área útil até 200,00m² 800.000
b) com área útil acima de 200m² e até 400m² 1.000.000
c) com área útil acima de 400m² 1.200.000
23 Guarda-móveis e outros bens móveis 300.000
24 Feirantes:
Gêneros Alimentícios, Frutas, Legumes e Verduras 120.000
Artigos de Limpeza e temperos 100.000
Roupas feitas, quinquilharias e tecidos; Calçados e artigos de couro; Alumínio, Louças e Cristais 200.000
Flores Naturais 90.000
Ferragens, bijuterias e plásticos 200.000
Peixe fresco, Aves e Ovos; Miúdos de bovinos e suínos 160.000
Pastel e Caldo de cana 120.000
25 Hospitais, pronto-socorros; casas de saúde 1.000.000
26 Indústrias - estabelecimentos industriais
a) com potência instalada até 50HP 2.000.000
b) com potência instalada superior a 50HP, até mil empregados, por empregado-ano 40.625
c) para cada empregado-ano, no que exceder ao número de mil 3.900
Nota: Entende-se por empregado-ano a quantidade média dos empregados na indústria no ano anterior. Nos licenciamentos iniciais será tomada por base a quantidade
de empregados existentes no início da atividade da empresa.
27 Hotéis; motéis; hospedarias:
a) com até 30 leitos 300.000
b) acima de 30 leitos 600.0000
28 Mercearia: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de: gêneros alimentícios e cereais, massas alimentícias e conservas,
laticínios, bebidas e refrigerantes, frutas, legumes, verduras, óleos comestíveis e salgados.
a) com área útil até 40,00m² 200.000
b) com área útil de 40m² e até 80m² 300.000
c) com área útil de 80m² e até 160m² 400.000
d) com área útil acima de 160,00m² 500.000
29 Minimercado: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de gêneros alimentícios e cereais, artigos de uso doméstico e
pessoal, artigos de higiene pessoal, louças e ferragens, carnes e pescado, massas alimentícias e conservas, material elétrico em pequena escala, laticínios, bebidas e
refrigerantes, óleos comestíveis, frutas, legumes e verduras, artigos plásticos, artigos escolares e artigos de toucador
a) com área útil até 100,00m² 400.000
b) com área útil acima de 100m² e até 200m² 500.000
c) com área útil acima de 200m² e até 300m² 600.000
d) com área útil acima de 300m² 700.000
30 Oficina mecânica de autos ou motocicletas, com funilaria, pintura e venda de peças:
a) com área útil até 100,00m² 500.000
b) com área útil acima de 100m² e até 200m² 700.000
c) com área útil acima de 200,00m² 900.000
Somente Mecânica, ou Funilaria e Pintura
a) com área útil até 100,00m² 300.000
b) com área útil, acima de 100m² e até 200m² 400.000
c) com área útil acima de 200,00m² 500.000
31 Padaria, confeitaria e bar:
a) com área útil até 50,00m² 200.000
b) com área útil acima de 50m² e até 100m² 300.000
c) com área útil acima de 100m² e até 200m² 500.000
d) com área útil acima de 200m² e até 400m² 700.000
e) com área útil acima de 400m² 1.000.000
32 Postos de abastecimento de veículos:
Somente abastecimento 300.000
Abastecimento, lavagem, lubrificação e borracheiro 600.000
Abastecimento, lavagem, lubrificação e borracheiro e venda de peças 800.000
33 Pedreiras; comercialização de pedra, areia e cascalho; fornecimento e execução de aterro em geral 600.000
34 Postos de serviços médicos ou de enfermagem, consultórios em geral, escritório de advocacia 300.000
35 Supermercado: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de todos os artigos enumerados na ordem 28 e mais os seguintes
artigos: artigo de gesso e barro, artigos para presentes, pão e confeitos, aparelhos eletrodomésticos, fazendas, armarinhos, roupas feitas, artigos de cama, mesa e
banho, calçados e artigos de couro:
a) com área útil até 150,00m² 700.000
b) com área útil acima de 150m² e até 300m² 1.200.000
c) com área útil acima de 300m² e até 600m² 2.400.000
d) com área útil acima de 600,00m² 4.800.000
36 Superloja: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de: roupas feitas, tecidos, cortinas, tapetes, aparelhos
eletrodomésticos, móveis, bicicletas, utensílios de uso doméstico, artigos plásticos e artigo de couro:
a) com área útil até 100,00m² 800.000
b) com área útil acima de 100m² e até 200m² 1.600.000
c) com área útil acima de 200m² e até 300m² 2.400.000
d) com área útil acima de 300m² 3.200.000
37 Bazar: Assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de: Brinquedos, ferragens em geral, artigos de higiene e de beleza
pessoal, calçados e artigos de couro, discos e fitas, artigos plásticos, papelaria e artigos escolares, artigos de caça e pesca, artigos de adornos, miudezas e
armarinhos, jornais e revistas:
a) com área útil até 50,00m² 300.000
b) com área útil acima de 50m² e até 100m² 400.000
c) com área útil acima de 100m² e até 200m² 500.000
d) com área útil superior a 200m² 700.000
38 Estabelecimentos ou atividades não capitulados nas ordens anteriores:
a) com área útil até 20,00m² 90.000
b) com área útil acima de 20m² e até 50m² 180.000
c) com área útil acima de 50m² e até 100m² 270.000
d) com área útil acima de 100m² e até 200m² 360.000
e) com área útil acima de 200m² e até 300m² 450.000
f) com área útil acima de 300m² 750.000
Nota n° 1 - Classificam-se como Superlojas ou Bazar os estabelecimentos cuja atividade abrange 50% (cinquenta por cento), dos itens especificados nas ordens 36 e
37.
Nota n° 2 - Quando nos estabelecimentos for praticada a comercialização de artigos de categorias diversas, fora daqueles que estão enquadrados nos itens das ordens
28 Mercearia;
29 - Minimercado; 35 - Supermercado; 36 - Superloja e 37 - Bazar, o cálculo da Taxa de Licença, será feito de acordo com a área útil ocupada, porém, dividida pelos
totais de itens correspondentes, e cobrados na forma da área encontrada para cada item, conforme faixas previstas nesta Tabela (Tabela n° 1).

TABELA N° 1
DA TAXA DE LICENÇA PARA LOCALIZAÇÃO OU FUNCIONAMENTO
(Redação dada pela Lei n° 1.693, de 1987)
Ordem Especificação Isolada de Atividade Conforme Item Sobre o valor fixo de Cz$
anual
1 Depósitos Fechados:
a) Armazéns Gerais 2.452,00
b) Inflamáveis e explosivos (quando permitido) 4.291,00
c) Materiais para construção 3.065,00
d) Bebidas 4.904,00
e) Veículos 3.065,00
f) Ferro Velho 2.452,00
g) Demais depósitos 1.226,00
2 Estabelecimentos para o comércio de:
Adegas; Antiquários; Artigos de Higiene, de uso pessoal e doméstico; Artigos de Plásticos; Artigos de Toucador e Perfumaria; Artigos Religiosos; Armas de Fogo,
munição e artigos para caça e pesca; Avicultura, alimentação para pássaro e artigos de barro; Bar e Café; Bicicleta e outros veículos de propulsão humana;
Bomboniere, Charutaria e artigos para fumantes; Cantinas; Calçados e artigos de couro; Casa de Carnes; Carvoaria; Casa de Cômodos; Cópias por qualquer processo
químico ou fotográfico; Conserto de jóias e relógios; Drogaria ou Farmácia; Discos, fitas e acessórios para aparelho de som; Estúdios fotográficos ou similar com ou
sem venda de máquina fotográfica; Eletrodomésticos; Frigorífico; Gêneros alimentícios; Gravador; Gravadora de Som; Impressão em "OFF SET"; Lanchonete;
Laticínios; Lavanderia; Móveis novos ou usados; Metais preciosos; Ótica; Papelaria, livraria e artigos escolares; Peças e acessórios para autos; Pensão; Pastelaria e
caldo de cana; Peixaria, Quitanda; Restaurante; Restaurante Industrial; Roupas feitas e armarinhos; Tecidos, roupa de cama, mesa e banho, tipografia e
encadernação; Quinquilharia e bijuteria; Utilidades de uso doméstico; Vidraçaria:
a) com área útil até 20,00m² 368,00
b) com área útil acima de 20,00m² e até 50m² 736,00
c) com área útil acima de 50m² e até 100m² 1.103,00
d) com área útil acima de 100m² e até 200m² 1.471,00
e) com área útil acima de 200m² e até 300m² 1.839,00
f) com área útil acima de 300m² 3.065,00
3 Aves e ovos:
a) sem abatedouro no estabelecimento 1.226,00
b) com abatedouro no estabelecimento 2.452,00
4 Barbeiro-Salão:
a) com uma cadeira profissional 613,00
b) com até 3 cadeiras profissional 981,00
c) acima de 3 cadeiras profissional 1.471,00
5 Cabeleireiro(a) instituto de beleza-salão:
a) com uma cadeira ou aparelho-profissional 817,00
b) com até 3 cadeiras ou aparelho-profissional 1.226,00
c) acima de 3 cadeiras ou aparelho-profissional 1.635,00
6 Costureiro(a), modista ou alfaiate: 1.226,00
7 Casa de ferragem, material elétrico, louças e artigos para presente, jóias e relógios:
a) com área útil de 30,00m² 817,00
b) com área útil acima de 30m² e até 80m² 1.226,00
c) com área útil acima de 80m² e até 160m² 1.839,00
d) com área útil acima de 160m² e até 300m² 3.678,00
e) com área útil acima de 300,00m² 5.517,00
8 Carpintaria e mercearia, serralheria, ferraria e caldeiraria, tornearia e usinagem de peças; estamparia e fundição; galvanoplastia e vulcanização: 3.270,00
9 Consertos, reformas ou restauração de: acumuladores; armas de fogo; bicicletas; borracharia; eletrodomésticos; aparelhos manual ou mecânicos; fechaduras com ou 1.635,00
sem confecção de chaves; motores; móveis e estofados; objetos de uso pessoal ou de adorno; utilidades domésticas
10 Casa lotérica ou similar 2.043,00
11 Clínicas especializadas; laboratórios de análises clínicas; clínicas de eletricidade médica ou similar 1.839,00
12 Concessionárias de veículos; revendedores de veículos novos ou usados:
com oficina mecânica e venda de peças:
a) com área útil até 200,00m² 4.904,00
b) com área útil acima de 200m² e até 500m² 8.174,00

c) com área útil acima de 500m² e até 1.000m² 11.444,00


d) com área útil acima de 1.000m² 16.348,00
somente venda de veículos:
a) com área útil até 200,00m² 3.270,00
b) com área útil acima de 200m² e até 500m² 5.722,00
c) com área útil acima de 500m² 8.174,00
13 Depósitos para venda de: materiais para construção:
a) com área útil até 100,00m² 2.943,00
b) com área útil acima de 100m² e até 300m² 4.414,00
c) com área útil acima de 300m² e até 600m² 5.722,00
d) com área útil acima de 600m² e até 1.000m² 7.357,00
e) com área útil acima de 1.000m² 9.809,00
14 Bebidas, depósito aberto ou revendedores:
a) com área útil até 300,00m² 2.452,00
b) com área útil acima de 300,00m² 6.130,00
15 Ferro velho e materiais usados:
a) com área útil até 300,00m² 2.452,00
b) com área útil acima de 300,00m² 6.130,00
16 Funerária 3.270,00
17 Diversões públicas:
a) cinema ou teatro 1.226,00
b) dancing; boate ou discotecas 3.065,00
c) brinquedos, jogos mecânicos ou eletrônicos 1.635,00
d) snooker ou bilhar 1.635,00
e) música ao vivo em bares e restaurantes, por mês 266,00
18 Estacionamento de veículos:
a) com área coberta para cada 100,00m² 613,00
b) com área descoberta para cada 100,00m² 490,00
19 Estabelecimento de ensino de qualquer grau 409,00
20 Estabelecimento de crédito, financiamento ou investimento:
a) sedes, matrizes ou agências 16.348,00
b) filiais, subagências, ou agências de estabelecimentos já instalados e licenciados no Município 1.635,00
21 Escritórios de: Agência de Corretagens; Administração de bens; Assessoria Técnica; Arregimentação e Recrutamento de Pessoal; Consultoria Técnica; Contabilidade;
Construção Civil; Despachante Policial; Empresas de Conservação; Limpadora de Bens Móveis e Imóveis, Empresas de Divulgação; Imobiliária; representações:
a) com área útil até 20,00m² 490,00
b) com área útil acima de 20m² e até 40m² 736,00
c) com área útil acima de 40m² e até 80m² 981,00
d) com área útil acima de 80m² e até 150m² 1.226,00
e) com área útil acima de 150m² 1.471,00
22 Empresas de transportes de carga ou passageiros - escritório ou agência:
a) com área útil até 100,00m² 1.635,00
b) com área útil acima de 100m² e até 200m² 2.043,00
c) com área útil acima de 200m² 2.452,00
Escritório ou agência com demais dependências inclusive garagem e oficina mecânica:
a) com área útil até 200,00m² 3.270,00
b) com área útil acima de 200m² e até 400m² 4.087,00
c) com área útil acima de 400m² 4.904,00
23 Guarda-móveis e outros bens móveis 1.226,00
24 Feirantes:
Gêneros Alimentícios, Frutas, Legumes e Verduras 490,00
Artigos de Limpeza e temperos 409,00
Roupas feitas, quinquilharias e tecidos; Calçados e artigos de couro; Alumínio, Louças e Cristais 817,00
Flores Naturais 368,00
Ferragens, bijuterias e plásticos 817,00
Peixe fresco, Aves e Ovos, Miúdos de bovinos e suínos 654,00
Pastel e Caldo de cana 490,00
25 Hospitais; pronto-socorros; casas de saúde 4.087,00
26 Indústrias - estabelecimentos industriais
a) com potência instalada até 50HP 8.174,00
b) com potência instalada superior a 50 HP, até mil empregados, por empregado-ano 166,00

c) para cada empregado-ano, no que exceder ao número de mil 16,00


Nota: Entende-se por empregado-ano a quantidade média dos empregados na indústria no ano anterior. Nos licenciamentos iniciais será tomada por base a
quantidade de empregados existentes no início da atividade da empresa.
27 Hotéis; motéis; hospedarias:
a) com até 30 leitos 1.226,00
b) acima de 30 leitos 2.452,00
28 Mercearia: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de: gêneros alimentícios e cereais, massas alimentícias e conservas,
laticínios, bebidas e refrigerantes, frutas, legumes, verduras, óleos comestíveis e salgados:
a) com área útil até 40,00m² 817,00
b) com área útil acima de 40m² e até 80m² 1.226,00
c) com área útil acima de 80m² e até 160m² 1.635,00
d) com área útil acima de 160,00m² 2.043,00
29 Mini-mercado: assim identificado os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de gêneros alimentícios e cereais, artigo de uso doméstico e
pessoal, artigos de higiene pessoal, louças e ferragens, carnes e pescado, massas alimentícias e conservas, material elétrico em pequena escala, laticínios, bebidas
e refrigerantes, óleos comestíveis, frutas, legumes e verduras, artigos plásticos, artigos escolares e artigos de toucador:
a) com área útil até 100,00m² 1.635,00
b) com área útil acima de 100m² e até 200m² 2.043,00
c) com área útil acima de 200m² e até 300m² 2.452,00
d) com área útil acima de 300m² 2.861,00
30 Oficina mecânica de autos ou motocicletas, com funilaria, pintura e venda de peças:
a) com área útil até 100,00m² 2.043,00
b) com área útil acima de 100m² e até 200m² 2.861,00
c) com área útil acima de 200m² 3.678,00
Somente mecânica, ou funilaria e pintura
a) com área útil até 100,00m² 1.226,00
b) com área útil acima de 100m² e até 200m² 1.635,00
c) com área útil acima de 200m² 2.043,00
31 Padaria, confeitaria e bar:
a) com área útil até 50,00m² 817,00
b) com área útil acima de 50m² e até 100m² 1.226,00
c) com área útil acima de 100m² e até 200m² 2.043,00
d) com área útil acima de 200m² e até 400m² 2.861,00
e) com área útil acima de 400m² 4.087,00
32 Postos de abastecimento de veículos:
Somente abastecimento 1.226,00
Abastecimento, lavagem, lubrificação e borracheiro 2.452,00
Abastecimento, lavagem, lubrificação, borracheiro e venda de peças 3.270,00
33 Pedreiras, comercialização de pedra, areia e cascalho; fornecimento e execução de aterro em geral 2.452,00
34 Postos de serviços médicos ou de enfermagem, consultórios em geral, escritório de advocacia 1.226,00
35 Supermercado: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de todos os artigos enumerados na ordem 28 e mais os
seguintes artigos: artigos de gesso e barro, artigos para presentes, pão e confeitos, aparelhos eletrodomésticos, fazendas, armarinhos, roupas feitas, artigos de cama,
Mesa e banho, calçados e artigos de couro
a) com área útil até 150,00m² 2.861,00
b) com área útil acima de 150m² e até 300m² 4.904,00
c) com área útil acima de 300m² e até 600m² 9.809,00
d) com área útil acima de 600m² 19.618,00
36 Superloja: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de: roupas feitas, tecidos, cortinas, tapetes, aparelhos
eletrodomésticos, móveis, bicicletas, utensílios de uso doméstico, artigos plásticos e artigos de couro
a) com área útil até 100,00m² 3.270,00
b) com área útil acima de 100m² e até 200m² 6.539,00
c) com área útil acima de 200m² e até 300m² 9.809,00
d) com área útil acima de 300m² 13.078,00
37 Bazar: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de: Brinquedos, ferragens em geral, artigos de higiene e beleza pessoal,
calçados e artigos de couro, discos e fitas, artigos plásticos, papelaria e artigos escolares, artigos de caça e pesca, artigos de adornos, miudezas e armarinhos,
jornais e revistas
a) com área útil até 50,00m² 1.226,00
b) com área útil acima de 50m² e até 100m² 1.635,00
c) com área útil acima de 100m² e até 200m² 2.043,00
38 Estabelecimentos ou atividades não capitulados nas ordens anteriores:
a) com área útil até 20,00m² 368,00
b) com área útil acima de 20m² e até 50m² 736,00
c) com área útil acima de 50m² e até 100m² 1.103,00
d) com área útil acima de 100m² e até 200m² 1.471,00
e) com área útil acima de 200m² e até 300m² 1.839,00
f) com área útil acima de 300m² 3.065,00
Nota n° 1: Classificam-se como Superlojas ou Bazar os estabelecimentos cuja atividade abrange 50% (cinquenta por cento), dos itens especificados nas ordens 36 e
37
Nota n° 2: Quando nos estabelecimentos for praticada a comercialização de artigos de categorias diversas, fora daqueles que estão enquadrados nos itens das ordens
28 Mercearia
29 - Mini-mercado; 35 - Supermercado; 36 - Superloja; 37 - Bazar, o cálculo da Taxa de Licença, será feito de acordo com a área útil ocupada, porém, dividida pelos
totais de itens correspondentes, e cobrados na forma da área encontrada para cada item, conforme faixas previstas nesta Tabela (Tabela n° 1)

TABELA N° 1
DA TAXA DE LICENÇA PARA LOCALIZAÇÃO OU FUNCIONAMENTO
(Redação dada pelo Decreto n° 5.706, de 1989)
Ordem Especificação Isolada de Atividade Conforme Item Sobre o valor fixo de Ncz$
anual
1 Depósitos Fechados: 1989
a) Armazéns Gerais 22,47
b) Inflamáveis e explosivos (quando permitido) 39,33
c) Materiais para construção 28,09
d) Bebidas 44,95
e) Veículos 28,09
f) Ferro Velho 22,47
g) Demais depósitos 11,23
2 Estabelecimentos para o comércio de:
Adegas; Antiquários; Artigos de Higiene, de uso pessoal e doméstico; Artigos de Plásticos; Artigos de Toucador e Perfumaria; Artigos Religiosos; Armas de Fogo,
munição e artigos para caça e pesca; Avicultura, alimentação para pássaro e artigos de barro; Bar e Café; Bicicleta e outros veículos de propulsão humana;
Bomboniére, Charutaria e artigos para fumantes; Cantinas; Calçados e artigos de couro; Casas de Carnes; Carvoaria; Casa de Cômodos; Cópias por qualquer
processo químico ou fotográfico; Conserto de jóias e relógios; Drogaria ou Farmácia; Discos, fitas e acessórios para aparelho de som; Estúdios fotográficos ou similar
com ou sem venda de máquina fotográfica; Eletrodomésticos; Frigoríficos; Gêneros alimentícios; Gravador; Gravadora de Som; Impressão em "OFF SET"; Lanchonete;
Laticínios; Lavanderia; Móveis novos ou usados; Metais preciosos; Ótica; Papelaria, livraria e artigos escolares; Peças e acessórios para autos; Pensão; Pastelaria e
caldo de cana; Peixaria, Quitanda; Restaurante; Restaurante Industrial; Roupas feitas e armários; Tecidos, roupa de cama, mesa e banho, tipografia e encadernação;
Quinquilharia e bijuteria; Utilidades de uso doméstico; Vidraçaria:
a) com área útil até 20,00m² 3,37
b) com área útil acima de 20,00m² e até 50,00m² 6,74
c) com área útil acima de 50,00m² e até 100,00m² 10,11
d) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 13,48
e) com área útil acima de 200,00m² e até 300,00m² 16,85
f) com área útil acima de 300,00m² 28,09
3 Aves e ovos:
a) sem abatedouro no estabelecimento 11,23
b) com abatedouro no estabelecimento 22,47
4 Barbeiro-Salão:
a) com uma cadeira profissional 5,61
b) com até 3 cadeiras profissional 8,99
c) acima de 3 cadeiras profissional 13,48
5 Cabeleireiro(a) instituto de beleza-salão:
a) com uma cadeira ou aparelho-profissional 7,48
b) com até 3 cadeiras ou aparelho-profissional 11,23
c) acima de 3 cadeiras ou aparelho-profissional 14,98
6 Costureiro(a), modista ou alfaiate: 11,23
7 Casa de ferragem, material elétrico, louças e artigos para presente, jóias e relógios
a) com área útil até 30,00m² 7,48
b) com área útil acima de 30,00m² e até 80,00m² 11,23
c) com área útil acima de 80,00m² e até 160,00m² 16,85
d) com área útil acima de 160,00m² e até 300,00m² 33,71
e) com área útil acima de 300,00m² 50,56
8 Carpintaria e marcenaria; serralheria; ferraria e caldeiraria, tornearia e usinagem de peças; estamparia e fundição; galvanoplastia e vulcanização 29,97
9 Consertos, reformas ou restauração de: acumuladores; armas de fogo; bicicletas; borracharia; eletrodomésticos; aparelhos manual ou mecânicos; fechaduras com ou 14,98
sem confecção de chaves; motores; móveis e estofados; objetos de uso pessoal ou de adorno; utilidades domésticas
10 Casa lotérica ou similar 18,72
11 Clínicas especializadas; laboratórios de análises clínicas; clínicas de eletricidade médica ou similar 16,85
12 Concessionárias de veículos; revendedores de veículos novos ou usados:
- com oficina mecânica e venda de peças:
a) com área útil até 200,00m² 44,95
b) com área útil acima de 200,00m² e até 500,00m² 74,92
c) com área útil acima de 500,00m² e até 1.000,00m² 104,89
d) com área útil acima de 1.000,00m² 149,84
- somente venda de veículos:
a) com área útil até 200,00m² 29,97
b) com área útil acima de 200,00m² e até 500,00m² 52,47
c) com área útil acima de 500,00m² 74,92
13 Depósitos para venda de: materiais para construção
a) com área útil até 100,00m² 26,97
b) com área útil acima de 100,00m² e até 300,00m² 40,45
c) com área útil acima de 300,00m² e até 600,00m² 52,47
d) com área útil acima de 600,00m² e até 1.000,00m² 67,43
e) com área útil acima de 1.000,00m² 89,90
14 Bebidas, depósito aberto ou revendedores:
a) com área útil até 300,00m² 22,47
b) com área útil acima de 300,00m² 56,18
15 Ferro velho e materiais usados:
a) com área útil até 300,00m² 22,47
b) com área útil acima de 300,00m² 56,18
16 Funerária 29,97
17 Diversões públicas
a) Cinema ou teatro 11,23
b) Dancing; Boate ou Discotecas 28,09
c) Brinquedos, Jogos mecânicos ou eletrônicos 14,98
d) Snooker ou bilhar 14,98
e) Música ao vivo em bares e restaurantes, por mês 2,43
18 Estacionamento de veículos
a) com área coberta para cada 100,00m² 5,61
b) com área descoberta para cada 100,00m² 4,49
19 Estabelecimento de ensino de qualquer grau 3,74
20 Estabelecimento de crédito, financiamento ou investimento:
a) Sedes, matrizes ou agências 149,84
b) Filiais, subagências, ou agências de estabelecimentos já instalados e licenciados no Município 14,98
21 Escritórios de: Agência de Corretagens; Administração de bens; Assessoria Técnica; Arregimentação e Recrutamento de pessoal; Consultoria Técnica; Contabilidade;
Construção Civil; Despachante Policial; Empresas de Conservação; Limpadora de Bens Móveis e Imóveis, Empresas de Divulgação; Imobiliária; Representações:
a) com área útil até 20,00m² 4,49
b) com área útil acima de 20,00m² e até 40,00m² 6,74
c) com área útil acima de 40,00m² e até 80,00m² 8,99
d) com área útil acima de 80,00m² e até 150,00m² 11,23
e) com área útil acima de 150,00m² 13,48
22 Empresas de transportes de carga ou passageiros - escritório ou agência:
a) com área útil até 100,00m² 14,98
b) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 18,72
c) com área útil acima de 200,00m² 22,47
Escritório ou agência com demais dependências inclusive garagem e oficina mecânica:
a) com área útil até 200,00m² 29,97
b) com área útil acima de 200,00m² e até 400,00m² 37,46
c) com área útil acima de 400,00m² 44,95
23 Guarda-móveis e outros bens móveis 11,23
24 Feirantes:
Gêneros alimentícios, Frutas, Legumes e Verduras 4,49
Artigos de limpeza e Temperos 3,74
Roupas feitas, quinquilharias e tecidos; Calçados e Artigos de couro; Alumínio, Louças e Cristais 7,48
Flores Naturais 3,37
Ferragens, bijuterias e plásticos 7,48
Peixe fresco, Aves e ovos, Miúdos de bovinos e suínos 5,99
Pastel e Caldo de cana 4,49
25 Hospitais; pronto-socorros; casas de saúde 37,46
26 Indústrias - estabelecimentos industriais
a) com potência instalada até 50HP 74,92
b) com potência instalada superior a 50HP, até mil empregados, por empregado-ano 1,52
c) para cada empragado-ano, no que exceder ao número de mil 0,14
Nota: Entende-se por empregado-ano a quantidade média dos empregados na indústria no ano anterior. Nos licenciamentos iniciais será tomada por base a
quantidade de empregados existente no início da atividade da empresa.
27 Hotéis; motéis; hospedarias:
a) com até 30 leitos 11,23
b) acima de 30 leitos 22,47
28 Mercearia: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de: gêneros alimentícios e cereais, massas alimentícias e conservas,
laticínios, bebidas e refrigerantes, frutas, legumes, verduras, óleos comestíveis e salgados:
a) com área útil até 40,00m² 7,48
b) com área útil de 40,00m² e até 80,00m² 11,23
c) com área útil de 80,00m² e até 160,00m² 14,98
d) com área útil acima de 160,00m² 18,72
29 Minimercado: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de gêneros alimentícios e cereais, artigo de uso doméstico e
pessoal, artigos de higiene pessoal, louças e ferragens, carnes e pescado, massas alimentícias e conservas, materiais elétrico em pequena escala, laticínios, bebidas
e refrigerantes, óleos comestíveis, frutas, legumes e verduras, artigos plásticos, artigos escolares e artigos de toucador:
a) com área útil até 100,00m² 14,98
b) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 18,72
c) com área útil acima de 200,00m² e até 300,00m² 22,47
d) com área útil acima de 300,00m² 26,22
30 Oficina mecânica de autos ou motocicletas, com funilaria, pintura e venda de peças:
a) com área útil até 100,00m² 18,72
b) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 26,22
c) com área útil acima de 200,00m² 33,71
Somente mecânica, ou funilaria e pintura:
a) com área útil até 100,00m² 11,23
b) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 14,98
c) com área útil acima de 200,00m² 18,72
31 Padaria, confeitaria e bar:
a) com área útil até 50,00m² 7,48
b) com área útil acima de 50,00m² e até 100,00m² 11,23
c) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 18,72
d) com área útil acima de 200,00m² e até 400,00m² 26,22
e) com área útil acima de 400,00m² 37,46
32 Postos de abastecimento de veículos:
Somente abastecimento 11,23
Abastecimento, lavagem, lubrificação e borracheiro 22,47
Abastecimento, lavagem, lubrificação, borracheiro e venda de peças 29,97
33 Pedreiras, comercialização de pedra, areia e cascalho; fornecimento e execução de aterro em geral 22,47
34 Postos de serviços médicos ou de enfermagem, consultórios em geral, escritório de advocacia 11,23
35 Supermercado: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de todos os artigos enumerados na ordem 28 e mais os
seguintes artigos: artigo de gesso e barro, artigos para presentes, pão e confeitos, aparelhos eletrodomésticos, fazendas, armarinhos, roupas feitas, artigos de cama,
mesa e banho, calçados e artigos de couro:
a) com área útil até 150,00m² 26,22
b) com área útil acima de 150,00m² e até 300,00m² 44,95
c) com área útil acima de 300,00m² e até 600,00m² 89,90
d) com área útil acima de 600,00m² 179,81
36 Superloja: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de: roupas feitas, tecidos, cortinas, tapetes, aparelhos
eletrodomésticos, móveis, bicicletas, utensílios de uso doméstico, artigos plásticos e artigo de couro:
a) com área útil até 100,00m² 29,97
b) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 59,93
c) com área útil acima de 200,00m² e até 300,00m² 89,90
d) com área útil acima de 300,00m² 119,87
37 Bazar: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de: Brinquedos, ferragens em geral, artigos de higiene e de beleza
pessoal, calçados e artigos de couro, discos e fitas, artigos plásticos, papelaria e artigos escolares, artigos de caça e pesca, artigos de adornos, miudezas e
armarinhos, jornais e revistas:
a) com área útil até 50,00m² 11,23
b) com área útil acima de 50,00m² e até 100,00m² 14,98
c) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 18,72
38 Estabelecimentos ou atividades não capitulados nas ordens anteriores:
a) com área útil até 20,00m² 3,37
b) com área útil acima de 20,00m² e até 50,00m² 6,74
c) com área útil acima de 50,00m² e até 100,00m² 10,11
d) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 13,48
e) com área útil acima de 200,00m² e até 300,00m² 16,85
f) com área útil acima de 300,00m² 28,09
Nota n° 1 - Classificam-se como Superlojas ou Bazar os estabelecimentos cuja atividade abrange 50% (cinquenta por cento) dos itens especificados nas ordens 36 e
37.
Nota n° 2 - Quando nos estabelecimentos for praticada a comercialização de artigos de categorias diversas, fora daqueles que estão enquadrados nos itens das
ordens 28 Mercearia.
29 - Minimercado; 35 - Supermercado; 36 - Superloja e 37 - Bazar, o cálculo da Taxa de Licença, será feito de acordo com a área útil ocupada, porém, dividida pelos
totais de itens correspondentes, e cobrados na forma da área encontrada para cada item, conforme faixas previstas nesta Tabela (Tabela n° 1).

TABELA N° 1
DA TAXA DE LICENÇA PARA LOCALIZAÇÃO OU FUNCIONAMENTO
(Redação dada pelo Decreto n° 5.919, de 1989)
Ordem Especificação Isolada de Atividade Conforme Item Valor fixo de Ncz$ anual
1990
1 Depósitos Fechados:
a) armazéns gerais 291,64
b) inflamáveis e explosivos (quando permitido) 510,92
c) materiais para construção 364,58
d) bebidas 383,41
e) veículos 364,58
f) ferro velho 291,64
g) demais depósitos 145,75
2 Estabelecimentos para o comércio de:
Adegas; Antiquários; Artigos de Higiene, de uso pessoal e doméstico; Artigos de Plásticos; Artigos de Toucador e Perfumaria; Artigos Religiosos; Armas de Fogo,
munição e artigos para caça e pesca; Avicultura, alimentação para pássaro e artigos de barro; Bar e Café; Bicicleta e outros Veículos de propulsão humana;
Bomboniére, Charutaria e artigos para fumantes; Cantinas; Calçados e artigos de couro; Casa de Carnes; Carvoaria; Casa de Cômodos; Cópias por qualquer processo
químico ou fotográfico; Conserto de jóias e relógios; Drogaria ou Farmácia; Discos, fitas e acessórios para aparelho de som; Estúdios Fotográficos ou similar com ou
sem venda de máquina fotográfica; Eletrodomésticos; Frigoríficos; Gêneros alimentícios; Gravador, Gravadora de Som; Impressão em "OFF SET"; Lanchonete;
Laticínios; Lavanderia; Móveis novos ou usados; Metais preciosos; Ótica; Papelaria, Livraria e artigos escolares; Peças e acessórios para autos; Pensão; Pastelaria e
caldo de cana; Peixaria, Quitanda; Restaurante; Restaurante Industrial; Roupas feitas e armarinhos; Tecidos, roupa de cama, mesa e banho, tipografia e
encadernação; Quinquilharia e bijuteria; Utilidades de uso doméstico; Vidraçaria:
a) com área útil até 20,00m² 43,73
b) com área útil acima de 20,00m² e até 50,00m² 87,47
c) com área útil acima de 50,00m² e até 100,00m² 131,21
d) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 174,95
e) com área útil acima de 200,00m² e até 300,00m² 218,69
f) com área útil acima de 300,00m² 364,58
3 Aves e ovos:
a) sem abatedouro no estabelecimento 145,75
b) com abatedouro no estabelecimento 291,64
4 Barbeiro-Salão:
a) com uma cadeira profissional 72,81
b) com até 3 cadeiras profissional 116,68
c) acima de 3 cadeiras profissional 174,95
5 Cabeleireiro(a) instituto de beleza-salão:
a) com uma cadeira ou aparelho-profissional 97,08
b) com até três cadeiras ou aparelho-profissional 145,75
c) acima de 3 cadeiras ou aparelho-profissional 194,42
6 Costureiro(a), modista ou alfaiate: 145,75
7 Casa de ferragem, material elétrico, louças e artigos para presente, jóias e relógios:
a) com área útil até 30,00m² 97,08
b) com área útil acima de 30,00m² e até 80,00m² 145,75
c) com área útil acima de 80,00m² e até 160,00m² 218,69
d) com área útil acima de 160,00m² e até 300,00m² 437,52
e) com área útil acima de 300,00m² 656,22
8 Carpintaria e marcenaria; serralheria; ferraria e caldeiraria, tornearia e usinagem de peças; estamparia e fundição; galvanoplastia e vulcanização: 388,98
9 Consertos, reformas ou restauração de: acumuladores; armas de fogo; bicicletas; borracharia; eletrodomésticos; aparelhos manual ou mecânicos; fechaduras com ou 194,42
sem confecção de chaves; motores; móveis e estofados; objetos de uso pessoal ou de adorno; utilidades domésticas:
10 Casa lotérica ou similar: 242,97
11 Clínicas especializadas; laboratórios de análises clínicas; clínicas de eletricidade médica ou similar: 218,69
12 Concessionárias de veículos; revendedores de veículos novos ou usados:
- com oficina mecânica e venda de peças:
a) com área útil até 200,00m² 583,41
b) com área útil acima de 200,00m² e até 500,00m² 972,40
c) com área útil acima de 500,00m² e até 1.000,00m² 1.361,38
d) com área útil acima de 1.000,00m² 1.944,80
- somente venda de veículos:
a)
b) com
com área
área útil
útil até 200,00m²
acima de 200,00m² e até 500,00m² 388,98
681,01
c) com área útil acima de 500,00m² 972,40
13 Depósitos para venda de: materiais para construção:
a) com área útil até 100,00m² 350,04
b) com área útil acima de 100,00m² e até 300,00m² 525,00
c) com área útil acima de 300,00m² e até 600,00m² 681,01
d) com área útil acima de 600,00m² e até 1.000,00m² 875,18
e) com área útil acima de 1.000,00m² 1.166,83
14 Bebidas, depósito aberto ou revendedores:
a) com área útil até 300,00m² 291,64
b) com área útil acima de 300,00m² 729,17
15 Ferro velho e materiais usados:
a) com área útil até 300,00m² 291,64
b) com área útil acima de 300,00m² 729,17
16 Funerária: 388,98
17 Diversões públicas:
a) cinema ou teatro 145,75
b) dancing; boate ou discotecas 364,58
c) brinquedos, jogos mecânicos ou eletrônicos 194,42
d) snooker ou bilhar 194,42
e) música ao vivo em bares e restaurantes, por mês 31,53
18 Estacionamento de veículos:
a) com área coberta para cada 100,00m² 72,81
b) com área descoberta para cada 100,00m² 58,27
19 Estabelecimento de ensino de qualquer grau: 48,54
20 Estabelecimento de crédito, financiamento ou investimento:
a) sedes, matrizes ou agências 1.944,80
b) filiais, subagências, ou agências de estabelecimentos já instalados e licenciados no Município 194,42
21 Escritórios de: Agência de Corretagens; Administração de bens; Assessoria Técnica; Arregimentação e Recrutamento de Pessoal; Consultoria Técnica;
Contabilidade; Construção Civil; Despachante Policial; Empresas de Conservação; Limpadora de Bens Móveis e Imóveis, Empresas de Divulgação; Imobiliária;
Representações:
a) com área útil até 20,00m² 58,27
b) com área útil acima de 20,00m² e até 40,00m² 87,47
c) com área útil acima de 40,00m² e até 80,00m² 116,68
d) com área útil acima de 80,00m² e até 150,00m² 145,75
e) com área útil acima de 150,00m² 174,95
22 Empresas de transportes de carga ou passageiros - escritório ou agência:
a) com área útil até 100,00m² 194,42
b) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 242,97
c) com área útil acima de 200,00m² 291,64
Escritório ou agência com demais dependências inclusive garagem e oficina mecânica:
a) com área útil até 200,00m² 388,98
b) com área útil acima de 200,00m² e até 400,00m² 486,20
c) com área útil acima de 400,00m² 583,41
23 Guarda-móveis e outros bens móveis: 145,75
24 Feirantes:
Gêneros alimentícios, frutas, legumes e verduras 58,27
Artigos de limpeza e temperos 48,54
Roupas feitas, quinquilharias e tecidos; calçados e artigos de couro; alumínio, louças e cristais 97,08
Flores naturais 43,73
Ferragens, bijuterias e plásticos 97,08
Peixe fresco, aves e ovos, miúdos de bovinos e suínos 77,74
Pastel e caldo de cana 58,27
25 Hospitais; pronto-socorros; casas de saúde: 486,20
26 Industrias - estabelecimentos industriais:
a) com potência instalada até 50HP 972,40
b) com potência instalada superior a 50HP, até mil empregados, por empregado-ano 19,72
c) para cada empregado-ano, no que exceder ao número de mil 1,81
Nota: Entende-se por empregado-ano a quantidade média dos empregados na indústria no ano anterior. Nos licenciamentos iniciais será tomada por base a
quantidade de empregados existentes no início da atividade da empresa.
27 Hotéis; motéis; hospedarias:
a) com até 30 leitos 145,75
b) acima de 30 leitos 291,64
28 Mercearia: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de: gêneros alimentícios e cereais, massas alimentícias e conservas,
laticínios, bebidas e refrigerantes, frutas, legumes, verduras, óleos comestíveis e salgados:
a) com área útil até 40,00m² 97,08
b) com área útil de 40,00m² e até 80,00m² 145,75
c) com área útil de 80,00m² e até 160,00m² 194,42
d) com área útil acima de 160,00m² 242,72
29 Minimercado: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de gêneros alimentícios e cereais, artigo de uso doméstico e
pessoal, artigos de higiene pessoal, louças e ferragens, carnes e pescado, massas alimentícias e conservas, material elétrico em pequena escala, laticínios, bebidas
e refrigerantes, óleos comestíveis, frutas, legumes e verduras, artigos plásticos, artigos escolares e artigos de toucador:
a) com área útil até 100,00m² 194,42
b) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 242,97
c) com área útil acima de 200,00m² e até 300,00m² 291,64
d) com área útil acima de 300,00m² 340,31
30 Oficina mecânica de autos ou motocicletas, com funilaria, pintura e venda de peças:
a) com área útil até 100,00m² 242,97
b) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 340,31
c) com área útil acima de 200,00m² 437,52
Somente mecânica, ou funilaria e pintura
a) com área útil até 100,00m² 145,75
b) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 194,47
c) com área útil acima de 200,00m² 242,97
31 Padaria, confeitaria e bar:
a) com área útil até 50,00m² 97,08
b) com área útil acima de 50,00m² e até 100,00m² 145,75
c) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 242,97
d) com área útil acima de 200,00m² e até 400,00m² 340,31
e) com área útil acima de 400,00m² 486,20
32 Postos de abastecimento de veículos:
Somente abastecimento 145,75
Abastecimento, lavagem, lubrificação e borracheiro 291,64
Abastecimento, lavagem, lubrificação, borracheiro e venda de peças 388,98
33 Pedreiras, comercialização de pedra, areia e cascalho; fornecimento e execução de aterro em geral: 291,64
34 Postos de serviços médicos ou de enfermagem, consultórios em geral, escritório de advocacia: 145,75
35 Supermercado: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de todos os artigos enumerados na ordem 28 e mais os
seguintes artigos: artigo de gesso e barro, artigos para presentes, pão e confeitos, aparelhos eletrodomésticos, fazendas, armarinhos, roupas feitas, artigos de cama,
mesa e banho, calçados e artigos de couro:
a) com área útil até 150,00m² 340,31
b) com área útil acima de 150,00m² e até 300,00m² 583,41
c) com área útil acima de 300,00m² e até 600,00m² 1.166,83
d) com área útil acima de 600,00m² 2.333,78
36 Superloja: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de: roupas feitas, tecidos, tapetes, aparelhos eletrodomésticos,
móveis, bicicletas, utensílios de uso doméstico, artigos plásticos e artigo de couro:
a) com área útil até 100,00m² 388,98
b) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 777,84
c) com área útil acima de 200,00m² e até 300,00m² 1.166,83
d) com área útil acima de 300,00m² 1.555,81
37 Bazar: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de: Brinquedos, ferragens em geral, artigos de higiene e de beleza
pessoal, calçados e artigos de couro, discos e fitas, artigos plásticos, papelaria e artigos escolares, artigos de caça e pesca, artigos de adornos, miudezas e
armarinho, jornais e revistas:
a) com área útil até 50,00m² 145,75
b) com área útil acima de 50,00m² e até 100,00m² 194,42
c) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 242,97
38 Estabelecimentos ou atividades não capitulados nas ordens anteriores:
a) com área útil até 20,00m² 43,73
b) com área útil acima de 20,00m² e até 50,00m² 87,47
c) com área útil acima de 50,00m² e até 100,00m² 131,21
d) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 174,95
e) com área útil acima de 200,00m² e até 300,00m² 218,69
f) com área útil acima de 300,00m² 364,58
Nota n° 1 - Classificam-se como Superlojas ou Bazar os estabelecimentos cuja atividade abrange 50% (cinquenta por cento), dos itens especificados nas ordens 36 e
37
Nota n° 2 - Quando nos estabelecimentos for praticada a comercialização de artigos de categorias diversas, fora daqueles que estão enquadrados nos itens das
ordens 28 Mercearia
29 - Minimercado; 35 - Supermercado; 36 - Superloja e 37 - Bazar, o cálculo da Taxa de Licença, será feito de acordo com a área útil ocupada, porém, dividida pelos
totais de itens correspondentes, e cobrados na forma da área encontrada para cada item, conforme faixas previstas nesta Tabela (Tabela n° 1)

TABELA N° 1
DA TAXA DE LICENÇA PARA LOCALIZAÇÃO OU FUNCIONAMENTO
(Redação dada pelo Decreto n° 6.243, de 1990)
Ordem Especificação Isolada de Atividade Conforme Item Valor fixo de Cr$ anual
1 Depósitos Fechados: 1991
a) armazéns gerais 7.172,73
b) inflamáveis e explosivos (quando permitido) 12.565,83
c) materiais para construção 8.966,66
d) bebidas 9.429,78
e) veículos 8.966,66
f) ferro velho 7.172,73
g) demais depósitos 3.584,64
2 Estabelecimentos para o comércio de:
Adegas; Antiquários; Artigos de Higiene, de uso pessoal e doméstico; Artigos de Plásticos; Artigos de Toucador e Perfumaria; Artigos Religiosos; Armas de Fogo,
munição e artigos para caça e pesca; Avicultura, alimentação para pássaro e artigos de barro; Bar e Café; Bicicleta e outros veículos de propulsão humana;
Bomboniére, Charutaria e artigos para fumantes; Cantinas; Calçados e artigos de couro; Casa de Carnes; Carvoaria; Casa de Cômodos; Cópias por qualquer processo
químico ou fotográfico; Conserto de jóias e relógios; Drogaria ou Farmácia; Discos, fitas e acessórios para aparelho de som; Estúdios fotográficos ou similar com ou
sem venda de máquina fotográfica; Eletrodomésticos; Frigoríficos; Gêneros alimentícios; Gravador; Gravadora de Som; Impressão em "OFF SET"; Lanchonete;
Laticínios; Lavanderia; Móveis novos ou usados; Metais preciosos; Ótica; Papelaria, livraria e artigos escolares; Peças e acessórios para autos; Pensão; Pastelaria e
caldo de cana; Peixaria, Quitanda; Restaurante; Restaurante Industrial; Roupas feitas e armarinhos; Tecidos, roupa de cama, mesa e banho, tipografia e encadernação;
Quinquilharia e bijuteria; Utilidades de uso doméstico; Vidraçaria:
a) com área útil até 20,00m² 1.075,51
b) com área útil acima de 20,00m² e até 50,00m² 2.151,28
c) com área útil acima de 50,00m² e até 100,00m² 3.227,04
d) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 4.302,80
e) com área útil acima de 200,00m² e até 300,00m² 5.378,57
f) com área útil acima de 300,00m² 8.966,66
3 Aves e ovos:
a) sem abatedouro no estabelecimento 3.584,64
b) com abatedouro no estabelecimento 7.172,73
4 Barbeiro-Salão:
a) com uma cadeira profissional 1.790,72
b) com até 3 cadeiras profissional 2.869,68
c) acima de 3 cadeiras profissional 4.302,80
5 Cabeleireiro(a) instituto de beleza-salão:
a) com uma cadeira ou aparelho-profissional 2.387,63
b) com até 3 cadeiras ou aparelho-profissional 3.584,64
c) acima de 3 cadeiras ou aparelho-profissional 4.781,66
6 Costureiro(a), modista ou alfaiate 3.584,64
7 Casa de ferragem, material elétrico, louças e artigos para presente, jóias e relógios:
a) com área útil até 30,00m² 2.387,63
b) com área útil acima de 30,00m² e até 80,00m² 3.584,64
c) com área útil acima de 80,00m² e até 160,00m² 5.378,57
d) com área útil acima de 160,00m² e até 300,00m² 10.760,58
e) com área útil acima de 300,00m² 16.139,40
8 Carpintaria e marcenaria; serralheria; ferraria e caldeiraria, tornearia e usinagem de peças; estamparia e fundição; galvanoplastia e vulcanização 9.566,76
9 Consertos, reformas ou restauração de: acumuladores; armas de fogo; bicicletas; borracharia; eletrodomésticos; aparelhos manual ou mecânicos; fechaduras com ou 4.781,66
sem confecção de chaves; motores; móveis e estofados; objetos de uso pessoal ou de adorno; utilidades domésticas
10 Casa lotérica ou similar 5.975,72
11 Clínicas especializadas; laboratórios de análises clínicas; clínicas de eletricidade médica ou similar 5.378,57
12 Concessionárias de veículos; revendedores de veículos novos ou usados:
- com oficina mecânica e venda de peças:
a) com área útil até 200,00m² 14.348,67
b) com área útil acima de 200,00m² e até 500,00m² 23.915,69
c) com área útil acima de 500,00m² e até 1.000,00m² 33.482,46
d) com área útil acima de 1.000,00m² 47.831,38
- somente venda de veículos:
a) com área útil até 200,00m² 9.566,76
b) com área útil acima de 200,00m² e até 500,00m² 16.749,10
c) com área útil acima de 500,00m² 23.915,69
13 Depósitos para venda de: materiais para construção:
a) com área útil até 100,00m² 8.609,05
b) com área útil acima de 100,00m² e até 300,00m² 12.912,11
c) com área útil acima de 300,00m² e até 600,00m² 16.749,10
d) com área útil acima de 600,00m² e até 1.000,00m² 21.524,61
e) com área útil acima de 1.000,00m² 28.697,60
14 Bebidas, depósito aberto ou revendedores:
a) com área útil até 300,00m² 7.172,73
b) com área útil acima de 300,00m² 17.933,57
15 Ferro velho e materiais usados:
a) com área útil até 300,00m² 7.172,73
b) com área útil acima de 300,00m² 17.933,57
16 Funerária 9.566,76
17 Diversões públicas:
a) Cinema ou teatro 3.584,64
b) Dancing; Boate ou Discotecas 8.966,66
c) Brinquedos, Jogos mecânicos ou eletrônicos 4.781,66
d) Snooker ou bilhar 4.781,66
e) Música ao vivo em bares e restaurantes, por mês 775,46
18 Estacionamento de veículos:
a) com área coberta para cada 100,00m² 1.790,72
b) com área descoberta para cada 100,00m² 1.433,12
19 Estabelecimento de ensino de qualquer grau 1.193,81
20 Estabelecimento de crédito, financiamento ou investimento:
a) Sedes, matrizes ou agências 47.831,38
b) Filiais, subagências, ou agências de estabelecimentos já instalados e licenciados no Município 4.781,66
21 Escritórios de:
Agência de Corretagens; Administração de bens; Assessoria Técnica; Arregimentação e Recrutamento de pessoal; Consultoria Técnica; Contabilidade; Construção
Civil; Despachante Policial; Empresas de Conservação; Limpadora de Bens Móveis e Imóveis, Empresas de Divulgação; Imobiliária; Representações:
a) com área útil até 20,00m² 1.433,12
b) com área útil acima de 20,00m² e até 40,00m² 2.151,28
c) com área útil acima de 40,00m² e até 80,00m² 2.869,68
d) com área útil acima de 80,00m² e até 150,00m² 3.584,64
e) com área útil acima de 150,00m² 4.302,80
22 Empresas de transportes de carga ou passageiros - escritório ou agência:
a) com área útil até 100,00m² 4.781,66
b) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 5.975,72
c) com área útil acima de 200,00m² 7.172,73
Escritório ou agência com demais dependências inclusive garagem e oficina mecânica:
a) com área útil até 200,00m² 9.566,76
b) com área útil acima de 200,00m² e até 400,00m² 11.957,84
c) com área útil acima de 400,00m² 14.348,61
23 Guarda-móveis e outros bens móveis 3.584,64
24 Feirantes:
Gêneros alimentícios, Frutas, Legumes e Verduras 1.433,12
Artigos de limpeza e Temperos 1.193,81
Roupas feitas, quinquilharias e tecidos; Calçados e Artigos de couro; Alumínio, Louças e Cristais 2.387,63
Flores naturais 1.075,51
Ferragens, bijuterias e plásticos 2.387,63
Peixe fresco, Aves e ovos, Miúdos de bovinos e suínos 1.911,97
Pastel e Caldo de cana 1.433,12
25 Hospitais; pronto-socorros; casas de saúde 11.957,84
26 Indústrias - estabelecimentos industriais:
a) com potência instalada até 50 HP 23.915,70
b) com potência instalada superior a 50 HP, até mil empregados, por empregado-ano 485,00
c) para cada empregado-ano, no que exceder ao número de mil 44,52
Nota: Entende-se por empregado-ano a quantidade média dos empregados na indústria no ano anterior. Nos licenciamentos iniciais será tomada por base a quantidade
de empregados existentes no início da atividade da empresa.
27 Hotéis; motéis; hospedarias:
a) com até 30 leitos 3.584,64
b) acima de 30 leitos 7.172,73
28 Mercearia: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de: gêneros alimentícios e cereais, massas alimentícias e conservas,
laticínios, bebidas e refrigerantes, frutas, legumes, verduras, óleos comestíveis e salgados:
a) com área útil até 40,00m² 2.387,63
b) com área útil de 40,00m² e até 80,00m² 3.584,64
c) com área útil de 80,00m² e até 160,00m² 4.781,66
d) com área útil acima de 160,00m² 5.975,72
29 Minimercado: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de gêneros alimentícios e cereais, artigo de uso doméstico e
pessoal, artigos de higiene pessoal, louças e ferragens, carnes e pescado, massas alimentícias e conservas, material elétrico em pequena escala, laticínios, bebidas e
refrigerantes, óleos comestíveis, frutas, legumes e verduras, artigos plásticos, artigos escolares e artigos de toucador:
a) com área útil até 100,00m² 4.781,66
b) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 5.975,72
c) com área útil acima de 200,00m² e até 300,00m² 7.172,73
d) com área útil acima de 300,00m² 8.369,75
30 Oficina mecânica de autos ou motocicletas, com funilaria, pintura e venda de peças:
a) com área útil até 100,00m² 5.975,72
b) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 8.369,75
c) com área útil acima de 200,00m² 10.760,58
Somente mecânica, ou funilaria e pintura:
a) com área útil até 100,00m² 3.584,64
b) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 4.782,66
c) com área útil acima de 200,00m² 5.975,72
31 Padaria, confeitaria e bar:
a) com área útil até 50,00m² 2.387,63
b) com área útil acima de 50,00m² e até 100,00m² 3.584,64
c) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 5.975,72
d) com área útil acima de 200,00m² e até 400,00m² 8.369,75
e) com área útil acima de 400,00m² 11.957,84
32 Postos de abastecimento de veículos:
Somente abastecimento 3.584,64
Abastecimento, lavagem, lubrificação e borracheiro 7.172,73
Abastecimento, lavagem, lubrificação, borracheiro e venda de peças 9.566,76
33 Pedreiras, comercialização de pedra, areia e cascalho; fornecimento e execução de aterro em geral 7.172,73
34 Postos de serviços médicos ou de enfermagem, consultórios em geral, escritório de advocacia 3.584,64
35 Supermercado: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de todos os artigos enumerados na ordem 28 e mais os seguintes
artigos: artigo de gesso e barro, artigos para presentes, pão e confeitos, aparelhos eletrodomésticos, fazendas, armarinhos, roupas feitas, artigos de cama, mesa e
banho, calçados e artigos de couro:
a) com área útil até 150,00m² 8.369,75
b) com área útil acima de 150,00m² e até 300,00m² 14.348,67
c) com área útil acima de 300,00m² e até 600,00m² 28.697,60
d) com área útil acima de 600,00m² 57.398,15
36 Superloja: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de: roupas feitas, tecidos, cortinas, tapetes, aparelhos
eletrodomésticos, móveis, bicicletas, utensílios de uso doméstico, artigos plásticos e artigo de couro:
a) com área útil até 100,00m² 9.566,76
b) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 19.130,58
c) com área útil acima de 200,00m² e até 300,00m² 28.697,60
d) com área útil acima 300,00m² 38.264,36
37 Bazar: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de: Brinquedos, ferragens em geral, artigos de higiene e de beleza
pessoal, calçados e artigos de couro, discos e fitas, artigos plásticos, papelaria e artigos escolares, artigos de caça e pesca, artigos de adornos, miudezas e
armarinhos, jornais e revistas:
a) com área útil até 50,00m² 3.584,64
b) com área útil acima de 50,00m² e até 100,00m² 4.781,66
c) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 5.975,72
38 Estabelecimentos ou atividades não capitulados nas ordens anteriores:
a) com área útil até 20,00m² 1.075,51
b) com área útil acima de 20,00m² e até 50,00m² 2.151,28
c) com área útil acima de 50,00m² e até 100,00m² 3.227,04
d) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 4.302,80
e) com área útil acima de 200,00m² e até 300,00m² 5.378,57
f) com área útil acima de 300,00m² 8.966,66
Nota n° 1 - Classificam-se como Superlojas OU Bazar os estabelecimentos cuja atividade abrange 50% (cinquenta por cento), dos itens especificados nas ordens 36 e
37.
Nota n° 2 - Quando nos estabelecimentos for praticada a comercialização de artigos de categorias diversas, fora daqueles que estão enquadrados nos itens das ordens
28 Mercearia.
29 - Minimercado; 35 - Supermercado; 36 - Superloja e 37 - Bazar, o cálculo da Taxa de Licença, será feito de acordo com a área útil ocupada, porém, dividida pelos
totais de itens correspondentes, e cobrados na forma da área encontrada para cada item, conforme faixas previstas nesta Tabela (Tabela n° 1).

TABELA N° 1
DA TAXA DE LICENÇA PARA LOCALIZAÇÃO OU FUNCIONAMENTO
(Redação dada pela Lei n° 2.024, de 1992)
Ordem Especificação Isolada de Atividade Conforme Item Quantidade de UFM
1 Depósitos Fechados:
a) Armazéns Gerais 600
b) Inflamáveis e explosivos (quando permitido) 1.200
c) Materiais para construção 400
d) Bebidas 400
e) Veículos 400
f) Ferro Velho 400
g) Demais depósitos 300
2 Estabelecimentos para o comércio de:
Adegas; Antiquários; Artigos de Higiene, de uso pessoal e doméstico; Artigos de Plásticos; Artigos de Toucador e Perfumaria; Artigos Religiosos; Armas de Fogo, munição
e artigos para caça e pesca; Avicultura; alimentação para pássaro e artigos de barro; Bar e Café; Bicicleta e outros veículos de propulsão humana; Bomboniére, Charutaria
e artigos para fumantes; Cantinas; Calçados e artigos de couro; Casa de Carnes; Carvoaria; Casa de Cômodos; Cópias por qualquer processo químico ou fotográfico;
Conserto de jóias e relógios; Drogaria ou Farmácia; Discos, fitas e acessórios para aparelho de som; Estúdios fotográficos ou similar com ou sem venda de máquina
fotográfica; Eletrodomésticos; Frigoríficos; Gêneros alimentícios; Gravador; Gravadora de Som; Impressão em "OFF SET"; Lanchonete; Laticínios; Lavanderia; Móveis novos
ou usados; Metais preciosos; Ótica; Papelaria, livraria e artigos escolares; Peças e acessórios para autos; Pensão; Pastelaria e caldo de cana; Peixaria; Quitanda;
Restaurante; Restaurante Industrial; Roupas feitas e armarinhos; Tecidos, roupa de cama, mesa e banho, tipografia e encadernação; Quinquilharia e bijuteria; Utilidades de
uso doméstico; Vidraçaria:
a) com área útil até 20,00m² 120
b) com área útil acima de 20,00m² e até 50,00m² 240
c) com área útil acima de 50,00m² e até 100,00m² 350
d) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 480
e) com área útil acima de 200,00m² e até 300,00m² 600
f) com área útil acima de 300,00m² 800
3 Aves e ovos:
a) sem abatedouro no estabelecimento 240
b) com abatedouro no estabelecimento 360
4 Barbeiro-Salão:
a) com uma cadeira profissional 40
b) com até 3 cadeiras profissional 60
c) acima de 3 cadeiras profissional 80
5 Cabeleireiro(a) instituto de beleza-salão:
a) com uma cadeira ou aparelho-profissional 40
b) com até 3 cadeiras ou aparelho-profissional 60
c) acima de 3 cadeiras ou aparelho-profissional 80
6 Costureiro(a), modista ou alfaiate: 40
7 Casa de ferragem, material elétrico, louças e artigos para presente, jóias e relógios
a) com área útil até 30,00m² 120
b) com área útil acima de 30,00m² e até 80,00m² 240
c) com área útil acima de 80,00m² e até 160,00m² 360
d) com área útil acima de 160,00m² e até 300,00m² 480
e) com área útil acima de 300,00m² 600
8 Carpintaria e marcenaria; serralheria; ferraria e cadeiraria; tornearia e usinagem de peças; estamparia e fundição; galvanoplastia e vulcanização: 400
9 Consertos, reformas ou restauração de: acumuladores; armas de fogo; bicicletas; borracharia; eletrodomésticos; aparelhos manual ou mecânicos; fechaduras com ou sem 120
confecção de chaves; motores; móveis e estofados; objetos de uso pessoal ou de adorno; utilidades domésticas
10 Casa lotérica ou similar 120
11 Clínicas especializadas; laboratórios de análises clínicas; clínicas de eletricidade médica ou similar 300
12 Concessionárias de veículos; revendedores de veículos novos ou usados:
- com oficina mecânica e venda de peças:
a) com área útil até 200,00m² 400
b) com área útil acima de 200,00m² e até 500,00m² 600
c) com área útil acima de 500,00m² e até 1.000,00m² 1.200
d) com área útil acima de 1.000,00m² 1.800
- somente venda de veículos:
a) com área útil até 200,00m² 300
b) com área útil acima de 200,00m² e até 500,00m² 400
c) com área útil acima de 500,00m² 600
13 Depósitos para venda de: materiais para construção
a) com área útil até 100,00m² 120
b) com área útil acima de 100,00m² e até 300,00m² 240
c) com área útil acima de 300,00m² e até 600,00m² 360
d) com área útil acima de 600,00m² e até 1.000,00m² 480
e) com área útil acima de 1.000,00m² 600
14 Bebidas, depósito aberto ou revendedores:
a) com área útil até 300,00m² 400
b) com área útil acima de 300,00m² 600
15 Ferro velho e materiais usados:
a) com área útil até 300,00m² 200
b) com área útil acima de 300,00m² 300
16 Funerária 120
17 Diversões públicas:
a) Cinema ou Teatro 60
b) Dancing; Boate ou Discotecas 240
c) Brinquedos, jogos mecânicos ou eletrônicos 60
d) Snooker ou bilhar 40
e) Música ao vivo em bares e restaurantes, por mês 5
18 Estacionamento de veículos:
a) com área coberta para cada 100,00m² 60
b) com área descoberta para cada 100,00m² 30
19 Estabelecimento de ensino de qualquer grau 40
20 Estabelecimento de crédito, financiamento ou investimento:
a) sedes, matrizes ou agências 3.000
b) filiais, subagências, ou agências de estabelecimentos já instalados e licenciados no Município 1.500
21 Escritórios de: Agência de Corretagens; Administração de bens; Assessoria Técnica; Arregimentação e Recrutamento de pessoal; Consultoria Técnica; Contabilidade;
Construção Civil; Despachante Policial; Empresas de Conservação; Limpadora de Bens Móveis e Imóveis, Empresas de Divulgação; Imobiliária; Representações:
a) com área útil até 20,00m² 40
b) com área útil acima de 20,00m² e até 40,00m² 60
c) com área útil acima de 40,00m² e até 80,00m² 80
d) com área útil acima de 80,00m² e até 150,00m² 100
e) com área útil acima de 150,00m² 150
22 Empresas de transportes de carga ou passageiros - escritório ou agência:
a) com área útil até 100,00m² 300
b) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 400
c) com área útil acima de 200,00m² 500
Escritório ou agência com demais dependências inclusive garagem e oficina mecânica:
a) com área útil até 200,00m² 300
b) com área útil acima de 200,00m² e até 400,00m² 400
c) com área útil acima de 400,00m² 500
23 Guarda-móveis e outros bens móveis 120
24 Feirantes:
Gêneros alimentícios, Frutas, Legumes e Verduras 80
Artigos de limpeza e Temperos 100
Roupas feitas, quinquilharias e tecidos; Calçados e Artigos de couro;
Alumínio, Louças e Cristais 120
Flores naturais 80
Ferragens, bijuterias e plásticos 120
Peixe fresco, Aves e ovos, Miúdos de bovinos e suínos 80
Pastel e Caldo de cana 80
25 Hospitais; pronto-socorros; casas de saúde 240
26 Indústrias - estabelecimentos industriais
a) com potência instalada até 50 HP 600
b) com potência instalada superior a 50 HP, até mil empregados, por empregado-ano 1.200
c) para cada empregado-ano, no que exceder ao número de mil
Nota: Entende-se por empregado-ano a quantidade média dos empregados na indústria no ano anterior. Nos licenciamentos iniciais será tomada por base a quantidade de
empregados existentes no início da atividade da empresa.
27 Hotéis; motéis; hospedarias:
a) com até 30 leitos 150
b) acima de 30 leitos 300
28 Mercearia: assim identificados os estabelecimentos onde se prática a comercialização conjunta de: gêneros alimentícios e cereais, massas alimentícias e conservas,
laticínios, bebidas e refrigerantes, frutas, legumes, verduras, óleos comestíveis e salgados:
a) com área útil até 40,00m² 40
b) com área útil de 40,00m² e até 80,00m² 60
c) com área útil de 80,00m² e até 160,00m² 80
d) com área útil acima de 160,00m² 120
29 Minimercado: assim identificados os estabelecimentos onde se prática a comercialização conjunta de gêneros alimentícios e cereais, artigo de uso doméstico e pessoal,
artigos de higiene pessoal, louças e ferragens, carnes e pescado, massas alimentícias e conservas, material elétrico em pequena escala, laticínios, bebidas e refrigerantes,
óleos comestíveis, frutas e legumes e verduras, artigos plásticos, artigos escolares e artigos de toucador:
a) com área útil até 100,00m² 80
b) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 120
c) com área útil acima de 200,00m² e até 300,00m² 160
d) com área útil acima de 300,00m² 240
30 Oficina mecânica de autos ou motocicletas, com funilaria, pintura e venda de peças:
a) com área útil até 100,00m² 120
b) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 180
c) com área útil acima de 200,00m² 240
Somente mecânica, ou funilaria e pintura:
a) com área útil até 100,00m² 80
b) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 120
c) com área útil acima de 200,00m² 160
31 Padaria, confeitaria e bar:
a) com área útil até 50,00m² 120
b) com área útil acima de 50,00m² e até 100,00m² 180
c) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 240
d) com área útil acima de 200,00m² e até 400,00m² 320
e) com área útil acima de 400,00m² 400
32 Postos de abastecimento de veículos:
Somente abastecimento 120
Abastecimento,
Abastecimento, lavagem,
lavagem, lubrificação
lubrificação,eborracheiro
borracheiroe venda de peças 180
240
33 Pedreiras, comercialização de pedra, areia e cascalho; fornecimento e execução de aterro em geral 600
34 Postos de serviços médicos ou de enfermagem, consultórios em geral, escritório de advocacia 80
35 Supermercado: assim identificados os estabelecimentos onde se prática a comercialização conjunta de todos os artigos enumerados na ordem 28 e mais os seguintes
artigos: artigo de gesso e barro, artigos para presentes, pão e confeitos, aparelhos eletrodomésticos, fazendas, armarinhos, roupas feitas, artigos de cama, mesa e banho,
calçados e artigos de couro:
a) com área útil até 150,00m² 300
b) com área útil acima de 150,00m² e até 300,00m² 450
c) com área útil acima de 300,00m² e até 600,00m² 600
d) com área útil acima de 600,00m² 900
36 Superloja: assim identificados os estabelecimentos onde se prática a comercialização conjunta de: roupas feitas, tecidos, cortinas, tapetes, aparelhos eletrodomésticos,
móveis, bicicletas, utensílios de uso doméstico, artigos plásticos e artigo de couro:
a) com área útil até 100,00m² 300
b) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 450
c) com área útil acima de 200,00m² e até 300,00m² 600
d) com área útil acima de 300,00m² 700
37 Bazar: assim identificados os estabelecimentos onde se prática a comercialização conjunta de: Brinquedos, ferragens em geral, artigos de higiene e de beleza pessoal,
calçados e artigos de couro, discos e fitas, artigos plásticos, papelaria e artigos escolares, artigos de adornos, miudezas e armarinhos, artigos de caça e pesca, jornais e
revistas:
a) com área útil até 50,00m² 80
b) com área útil acima de 50,00m² e até 100,00m² 120
c) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 180
d) com área acima de 200,00m² 240
38 Estabelecimentos ou atividades não capitulados nas ordens anteriores:
a) com área útil até 20,00m² 120
b) com área útil acima de 20,00m² e até 50,00m² 180
c) com área útil acima de 50,00m² e até 100,00m² 240
d) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 300
e) com área útil acima de 200,00m² e até 300,00m² 340
f) com área útil acima de 300,00m² 380
Nota n° 1 - Classificam-se como Superlojas ou Bazar os estabelecimentos cuja atividade abrange 50% (cinquenta por cento), dos itens especificados nas ordens 36 e 37.
Nota n° 2 - Quando nos estabelecimentos for praticada a comercialização de artigos de categorias diversas, fora daqueles que estão enquadrados nos itens das ordens
28 Mercearia.
29 - Minimercado; 35 - Supermercado; 36 - Superloja e 37 - Bazar, o cálculo da Taxa de Licença, será feito de acordo com a área útil ocupada, porém, dividida pelos totais
de itens correspondentes, e cobrados na forma da área encontrada para cada item, conforme faixas previstas nesta Tabela (Tabela n° 1).

TABELA N° 01
DA TAXA DE LICENÇA PARA LOCALIZAÇÃO OU FUNCIONAMENTO
(Redação dada pela Lei n° 2.138, de 1993)
Ordem Especificação Isolada de Atividade Conforme Item Quantidade de UFM
1993
Nota n° 01 - Classificam-se como Superlojas ou Bazar os estabelecimentos cuja atividade abrange 50% (cinquenta por cento) dos itens especificados nas Ordens 36 e 37.
Nota n° 02 - Quando nos estabelecimentos for praticada a comercialização de artigos de categorias diversas, fora daqueles que estão enquadrados nos itens das Ordens
28 Mercearia, 29 Minimercado, 35 Supermercado, 36 Superloja e 37 Bazar, o cálculo da Taxa de Licença, será feito de acordo com a área útil ocupada, porém, dividida
pelos totais de itens correspondentes e cobrados na forma da área encontrada para cada item, conforme faixas previstas nesta Tabela (Tabela n° 01)
1 Depósitos Fechados:
a) Armazéns Gerais 163
b) Inflamáveis e explosivos (quando permitido) 286
c) Materiais para construção 204
d) Bebidas 215
e) Veículos 204
f) Ferro velho 163
g) Demais depósitos 82
2 Estabelecimentos para comércio de:
Adegas; Antiquários; Artigos de Higiene, de uso pessoal e doméstico; Artigos de Plásticos; Artigos de Toucador e Perfumaria; Artigos Religiosos; Armas de Fogo, munição
e artigos para caça e pesca; Avicultura, alimentação para pássaro e artigos de barro; Bar e Café; Bicicleta e outros veículos de propulsão humana, Bomboniere, Charutaria e
artigos para fumantes; Cantinas; Calçados e artigos de couro; Casa de Carnes; Carvoaria; Casa de Cômodos; Cópias por qualquer processo químico ou fotográfico; Conserto
de jóias e relógios; Drogaria ou Farmácia; Discos, fitas e acessórios para aparelho de som; Estúdios fotográficos ou similar com ou sem venda de máquina fotográfica;
Eletrodomésticos, Frigoríficos; Gêneros alimentícios; Gravador; Gravadora de Som; Impressão em "Off Set", Lanchonete; Laticínios; Lavanderia; Móveis novos ou usados;
Metais preciosos; Ótica; Papelaria, livraria e artigos escolares; Peças e acessórios para autos; Pensão; Pastelaria e Caldo-de-Cana; Peixaria; Quitanda; Restaurante;
Restaurante Industrial; Roupas feitas e armarinhos; Tecidos; Roupa de cama, mesa e banho, tipografia e encadernação, Quinquilharia e bijuteria, utilidades de uso
doméstico; vidraçaria:
a) com área útil até 20,00m² 24
b) com área útil acima de 20,00m² e até 50,00m² 49
c) com área útil acima de 50,00m² e até 100,00m² 73
d) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 98
e) com área útil acima de 200,00m² e até 300,00m² 122
f) com área útil acima de 300,00m² 204
3 Aves e ovos:
a) sem abatedouro no estabelecimento 82
b) com abatedouro no estabelecimento 163
4 Barbeiro-Salão:
a) com uma cadeira profissional 40
b) com até 3 cadeiras profissional 60
c) acima de 3 cadeiras profissional 80
5 Cabeleireiro (a) instituto de beleza-salão:
a) com uma cadeira ou aparelho profissional 40
b) com até 3 cadeiras ou aparelho profissional 60
c) acima de 3 cadeiras ou aparelho profissional 80
6 Costureiro (a), modista ou alfaiate: 40
7 Casa de ferragem, material elétrico, louças e artigos para presente, jóias e relógios:
a) com área útil até 30,00m² 54
b) com área útil acima de 30,00m² e até 80,00m² 82
c) com área útil acima de 80,00m² até 160,00m² 122
d) com área útil acima de 160,00m² até 300,00m² 245
e) com área útil acima de 300,00m² 367
8 Carpintaria e marcenaria; serralheria; ferraria e caldeiraria; tornearia e usinagem de peças; estamparia e fundição; galvanoplastia e vulcanização 218
9 Consertos, reformas ou restauração de: acumuladores; armas de fogo; bicicletas; borracharia; eletrodomésticos; aparelhos manual ou mecânicos; fechaduras com ou sem 109
confecção de chaves; motores; móveis e estofados; objetos de uso pessoal ou de adorno; utilidades domésticas
10 Casa lotérica ou similar 120
11 Clínicas especializadas; laboratórios de análises clínicas; clínicas de eletricidade médica ou similar 122
12 Concessionárias de veículos; revendedores de veículos novos ou usados:
- com oficina mecânica e venda de peças:
a) com área útil até 200,00m² 327
b) com área útil acima de 200,00 e até 500,00m² 545
c) com área útil acima de 500,00 e até 1.000,00m² 762
d) com área útil acima de 1.000,00m² 1.089
- somente venda de veículos:
a) com área útil até 200,00m² 218
b)
c) com
com área
área útil
útil acima
acima de
de 200,00m²
500,00m² e até 500,00m² 381
545
13 Depósitos para venda de: materiais para construção
a) com área útil até 100,00m² 120
b) com área útil acima de 100,00m² e até 300,00m² 240
c) com área útil acima de 300,00m² e até 600,00m² 360
d) com área útil acima de 600,00m² e até 1.000,00m² 480
e) com área útil acima de 1.000,00m² 600
14 Bebidas, depósito aberto ou revendedores:
a) com área útil até 300,00m² 163
b) com área útil acima 300,00m² 408
15 Ferro velho e materiais usados:
a) com área útil até 300,00m² 163
b) com área útil acima de 300,00m² 300
16 Funerária 120
17 Diversões públicas
a) Cinema e Teatro 60
b) Dancing, Boate ou Discotecas 204
c) Brinquedos, jogos mecânicos ou eletrônicos 60
d) Snooker ou bilhar 40
e) Música ao vivo em bares e restaurantes, por mês 5
18 Estacionamento de veículos
a) com área coberta para cada 100,00m² 41
b) com área descoberta para cada 100,00m² 30
19 Estabelecimento de ensino de qualquer grau 27
20 Estabelecimento de crédito, financiamento ou investimento:
a) Sedes, matrizes ou agências 1.089
b) Filiais, subagências ou agências de estabelecimentos já instalados e licenciados no Município 109
Escritórios de: Agência de Corretagens; Administração de Bens; Assessoria Técnica; Arregimentação e Recrutamento de Pessoal; Consultoria Técnica; Contabilidade;
21 Construção Civil; Despachante Policial; Empresas de Conservação; Limpadora de Bens Móveis e Imóveis; Empresas de Divulgação; Imobiliária; Representações:
a) com área útil até 20,00m² 33
b) com área útil acima de 20,00m² e até 40,00m² 49
c) com área útil acima de 40,00m² e até 80,00m² 65
d) com área útil acima de 80,00m² e até 150,00m² 82
e) com área útil acima de 150,00m² 98
22 Empresas de transportes de carga ou passageiros - escritório ou agência:
a) com área útil até 100,00m² 109
b) com área útil acima de 100,00 e até 200,00m² 136
c) com área útil acima de 200,00m² 163
Escritório ou agência com demais dependências inclusive garagem e oficina mecânica:
a) com área útil até 200,00m² 218
b) com área útil acima de 200,00m² e até 400,00m² 272
c) com área útil acima de 400,00m² 327
23 Guarda-móveis e outros bens móveis 82
24 Feirantes
Gêneros Alimentícios, Frutas, Legumes e Verduras 33
Artigos de Limpeza e Temperos 27
Roupas feitas, quinquilharias e tecidos; Calçados e Artigos de Couro; Alumínio, Louças e Cristais 54
Flores Naturais 24
Ferragens, bijuterias e plásticos 54
Peixe fresco, Aves e ovos, Miúdos de Bovinos e Suínos 44
Pastel e Caldo-de-Cana 33
25 Hospitais; pronto-socorros; casas de saúde 240
26 Indústrias - estabelecimentos industriais
a) com potência instalada até 50HP 546
b) com potência instalada superior a 50HP, até mil empregados, por empregado - ano 11
c) para cada empregado - ano, no que exceder ao número de mil
Nota: Entende-se por empregado - ano a quantidade média dos empregados na indústria no ano anterior. Nos licenciamentos iniciais será tomada por base a quantidade de
empregados existentes no início da atividade da empresa.
27 Hotéis; motéis; hospedarias:
a) com até 30 leitos 82
b) acima de 30 leitos 163
28 Mercearia: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de: gêneros alimentícios e cereais, massas alimentícias e conservas,
laticínios, bebidas e refrigerantes, frutas, legumes, verduras, óleos comestíveis e salgados:
a) com área útil até 40,00m² 40
b) com área útil de 40,00m² e até 80,00m² 60
c) com área útil de 80,00m² e até 160,00m² 80
d) com área útil acima de 160,00m² 120
Minimercado: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de gêneros alimentícios e cereais, artigo de uso doméstico e pessoal,
29 artigos de higiene pessoal, louças e ferragens, carnes e pescado, massas alimentícias e conservas, material elétrico em pequena escala, laticínios, bebidas e refrigerantes,
óleos comestíveis, frutas e legumes e verduras, artigos plásticos, artigos escolares e artigos de toucador:
a) com área útil até 100,00m² 80
b) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 120
c) com área útil acima de 200,00m² e até 300,00m² 160
d) com área útil acima de 300,00m² 191
30 Oficina mecânica de autos ou motocicletas, com funilaria pintura e venda de peças:
a) com área útil até 100,00m² 120
b) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 180
c) com área útil acima de 200,00m² 240
Somente mecânica ou funilaria e pintura
a) com área útil até 100,00m² 80
b) com área útil acima de 100,00m² e até 200m² 109
c) com área útil acima de 200,00m² 136
31 Padaria, confeitaria e bar
a) com área útil até 50,00m² 54
b) com área útil acima de 50,00m² e até 100,00m² 82
c) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 136
d) com área útil acima de 200,00m² e até 400,00m² 191
e) com área útil acima de 400,00m² 272
32 Postos de abastecimento e veículos
Somente abastecimento 82
Abastecimento, lavagem, lubrificação e borracheiro 163
Abastecimento, lavagem, lubrificação, borracheiro e venda de peças 218
33 Pedreiras, comercialização de pedra, areia e cascalho, fornecimento e execução de aterro em geral 163
34 Postos de serviços médicos ou de enfermagem, consultórios em geral, escritório de advocacia 80
Supermercado: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de todos os artigos enumerados na ordem 28 e mais os seguintes
35 artigos: artigos de gesso e barro, artigos para presentes, pão e confeitos, aparelhos eletrodomésticos, fazendas, armarinhos, roupas feitas, artigos de cama, mesa e banho,
calçados e artigos de couro:
a) com área útil até 150,00m² 191
b) com área útil acima de 300,00m²
c) 150,00m² e até 600,00m²
300,00m² 327
600
d) com área útil acima de 600,00m² 900
36 SUPERLOJA: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de: roupas feitas, tecidos, cortinas, tapetes, aparelhos eletrodomésticos,
móveis, bicicletas, utensílios de uso doméstico, artigos plásticos e artigo de couro:
a) com área útil até 100,00m² 218
b) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 436
c) com área útil acima de 200,00m² e até 300,00m² 600
d) com área útil acima de 300,00m² 700
Bazar: assim identificados os estabelecimentos onde se pratica a comercialização conjunta de: Brinquedos, ferragens em geral, artigos de higiene e de beleza pessoal,
37 calçados e artigos de couro, discos e fitas, artigos plásticos, papelaria e artigos escolares, artigos de adornos, miudezas e armarinhos, artigos de caça e pesca, jornais e
revistas:
a) com área útil até 50,00m² 80
b) com área útil acima de 50,00m² e até 100,00m² 109
c) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 136
d) com área acima de 200,00m² 240
38 Estabelecimentos ou atividades não capitulados nas ordens anteriores:
a) com área útil até 20,00m² 24
b) com área útil acima de 20,00m² e até 50,00m² 49
c) com área útil acima de 50,00m² e até 100,00m² 73
d) com área útil acima de 100,00m² e até 200,00m² 98
e) com área útil acima de 200,00m² e até 300,00m² 122
f) com área útil acima de 300,00m² 204

ANEXO
TABELA N° 01 - DA TAXA DE LICENÇA PARA LOCALIZAÇÃO OU FUNCIONAMENTO
(Redação dada pela Lei Complementar n° 74, de 2013)

Taxa de Licença
CNAE 2.0 Descrição da Atividade
R$
A Agricultura, Pecuária, Produção Florestal, Pesca e Aquicultura
A0111301 Cultivo de arroz 500,00
A0111302 Cultivo de milho 500,00
A0111303 Cultivo de trigo 500,00
A0111399 Cultivo de outros cereais não especificados anteriormente 500,00
A0112101 Cultivo de algodão herbáceo 500,00
A0112102 Cultivo de juta 500,00
A0112199 Cultivo de Outras fibras de lavoura temporária não especificadas anteriormente 500,00
A0113000 Cultivo de cana-de-açúcar 500,00
A0114800 Cultivo de fumo 500,00
A0115600 Cultivo de soja 500,00
A0116401 Cultivo de amendoim 500,00
A0116402 Cultivo de girassol 500,00
A0116403 Cultivo de mamona 500,00
A0116499 Cultivo de outras oleaginosas de lavoura temporária não especificadas anteriormente 500,00
A0119901 Cultivo de abacaxi 500,00
A0119902 Cultivo de alho 500,00
A0119903 Cultivo de batata-inglesa 500,00
A0119904 Cultivo de cebola 500,00
A0119905 Cultivo de feijão 500,00
A0119906 Cultivo de mandioca 500,00
A0119907 Cultivo dê melão 500,00
A0119908 Cultivo de melancia 500,00
A0119909 Cultivo de tomate rasteiro 500,00
A0119999 Cultivo de outras plantas de lavoura temporária não especificadas anteriormente 500,00
A0121101 Horticultura, exceto morango 500,00
A0121102 Cultivo de morango 500,00
A0122900 Cultivo de flores e plantas ornamentais 500,00
A0131800 Cultivo de laranja 500,00
A0132600 Cultivo de uva 500,00
A0133401 Cultivo de açaí 500,00
A0133402 Cultivo do banana 500,00
A0133403 Cultivo de caiu 500,00
A0133404 Cultivo de cítricos, exceto laranja 500,00
A0133405 Cultivo de coco-da-baia 500,00
A0133406 Cultivo de guaraná 500,00
A0133407 Cultivo de maçã 500,00
A0133408 Cultivo de mamão 500,00
A0133409 Cultivo de maracujá 500,00
A0133410 Cultivo de manga 500,00
A0133411 Cultivo de pêssego 500,00
A0133499 Cultivo de trutas de lavoura permanente não especificadas anteriormente 500,00
A0134200 Cultivo de café 500,00
A0135100 Cultivo de cacau 500,00
A0139301 Cultivo de chá-da-índia 500,00
A0139302 Cultivo de erva-mate 500,00
A0139303 Cultivo de pimenta-do-reino 500,00
A0139304 Cultivo de plantas para condimento, exceto pimenta-do-reino 500,00
A0139305 Cultivo de dendê 500,00
A0139306 Cultivo de seringueira 500,00
A0139399 Cultivo de outras plantas de lavoura permanente não especificadas anteriormente 500,00
A0141501 Produção de sementes certificadas, exceto de forrageiras para pasto 500,00
A0141502 Produção de sementes certificadas de forrageiras para formado de pasto 500,00
A0142300 Produção de mudas e outras formas de propagação vegetal. certificadas 500,00
A0151201 Criação de bovinos para corte 500,00
A0151202 Criação de bovinos para leite 500,00
A0151203 Criação de bovinos, exceto para corte e leite 500,00
A0152101 Criação de bufalinos 500,00
A0152102 Criação de equinos 500,00
A0152103 Criação de asininos e muares 500,00
A0153901 Criação de caprinos 500,00
A0153902 Criação de ovinos inclusive para produção de lá 500,00
A0154700 Criação de suínos 500,00
A0155501 Criação de frangos para corte 500,00
A0155502 Produção de pintos de um dia 500,00
A0155503 Criação de outros galináceos, exceto para corte 500,00
A0155504 Criação de aves, exceto galináceos 500,00
A0155505 Produção de ovos 500,00
A0159801 Apicultura 500,00
A0159802 Criação de animais de estimação 500,00
A0159803 Criação de escargô 500,00
AQ159804 Criação de bicho-da-seda 500,00
A0159899 Criação de outros animais não especificados anteriormente 500,00
A0161001 Serviço de pulverização e controle de pragas agrícolas 500,00
A0161002 Serviço de poda de árvores para lavouras 500,00
A0161003 Serviço de preparação de terreno, cultivo e colheita 500,00
A0161099 Atividades de apoio à agricultura não especificadas anteriormente 500,00
A0162801 Serviço de inseminação artificial em animais 500,00
A0162802 Serviço de tosquiamento de ovinos 500,00
A0162803 Serviço de manejo de animais 500,00
A0162899 Atividades de apoio à pecuária não especificadas anteriormente desmembramento
A016289901 Limpeza de banheiros carrapaticidas e sarnicídas 500,00
A016289902 Classificação de produtos de origem animal 500,00
A016289905 Outras não constantes nos itens anteriores 500,00
A0163600 Atividades de pós-colheita 600,00
A0170900 Caça e serviços relacionados 600,00
A0210101 Cultivo de eucalipto 600,00
A0210102 Cultivo de acácia-negra 600,00
A0210103 Cultivo de pinus 600,00
A0210104 Cultivo de teca 600,00
A0210105 Cultivo de espécies madeireiras, exceto eucalipto, acácia-negra, pinus e teca 600,00
A0210106 Cultivo de mudas em viveiros florestais 600,00
A0210107 Extração de madeira em florestas plantadas 600,00
A0210108 Produção de carvão vegetal, florestas plantadas 600,00
A0210109 Produção de casca de acácia-negra, florestas plantadas 800.00
A0210199 Produção de produtos não-madeireiros não especificados anteriormente em florestas plantadas 600,00
A0220901 Extração de madeira em florestas nativas 600,00
A0220902 Produção de carvão vegetal - florestas nativas 600,00
A0220903 Coleta de castanha-do-pará em florestas nativas 600,00
A0220904 Coleta de látex em florestas nativas 600,00
A0220905 Coleta de palmito em florestas nativas 600,00
A0220906 Conservação de florestas nativas 600,00
A0220999 Coleta de produtos não-madeireiros não especificados anteriormente em florestas nativas 600,00
A0230600 Atividades de apoio à produção florestal 600,00
A0311601 Pesca de peixes em água salgada 600,00
A0311602 Pesca de crustáceos e moluscos em água salgada 600,00
A0311603 Coleta de outros produtos marinhos 600,00
A0311604 Atividades de apoio à pesca em água salgada 600,00
A0312401 Pesca de peixes em água doce 600,00
A0312402 Pesca de crustáceos e moluscos em água doce 600,00
A0312403 Coleta de outros produtos aquáticos de água doce 600,00
A0312404 Atividades de apoio à pesca em água doce 600,00
A0321301 Criação de peixes em água salgada e salobra 600,00
A0321302 Criação de camarões em água salgada e salobra 600,00
A0321303 Criação de ostras e mexilhões em água salgada e salobra 600,00
A0321304 Peixes ornamentais em água salgada e salobra 600,00
A0321305 Atividades de apoio à aquicultura em água salgada e salobra 600,00
A0321399 Cultivos e semicultivos da aquicultura m água salgada e salobra não especificados anteriormente 600,00
A0322101 Criação de peixes em água doce 600,00
A0322102 Criação de camarões em água doce 600,00
A0322103 Criação de ostras e mexilhões em água doce 600,00
A0322104 Criação de peixes ornamentais em água doce 600,00
A0322105 Ranicultura 600,00
A0322106 Criação de jacaré 600,00
A0322107 Atividades de apoio à aquicultura em água doce 600,00
A0322199 Cultivos e semicultivos da aquicultura em água doce não especificados anteriormente 600,00
B Indústrias Extrativas
B050C301 Extração de carvão mineral 7.000,00
B0500302 Beneficiamento de carvão mineral 7.000,00
B0600001 Extração de petróleo e gás natural 7.000,00
B0600002 Extração e beneficiamento de xisto 7.000,00
B0600003 Extração e beneficiamento de areias betuminosas 7.000,00
B0710301 Extração de minério de ferro 7.000,00
B0710302 Pelotização. sinterização e outros beneficiamentos de minério de ferro 7.000,00
B0721901 Extração de minério de alumínio 7.000,00
B0721902 Beneficiamento de minério de alumínio 7.000,00
B0722701 Extração de minério de estanho 7.000,00
B0722702 Beneficiamento de minério de estanho 7.000,00
B0723501 Extração de minério de manganês 7.000,00
B0723502 Beneficiamento de minério de manganês 7.000,00
B0724301 Extração de minério de metais preciosos 7.000,00
B0724302 Beneficiamento de minério de metais preciosos 7.000,00
B0725100 Extração de minerais radioativos 7.000,00
B0729401 Extração de minérios de nióbio e titânio 7.000,00
B0729402 Extrai de minério de tungstônio 7.000,00
B0729403 Extração de minério de níquel 7.000,00
B0729404 Extração de minérios de cobre, chumbo, zinco e outros minerais metálicos não-ferrosos não especificados anteriormente 7.000,00
B0729405 Beneficiamento de minérios de cobre, chumbo, zinco e outros minerais metálicos não-ferrosos não especificados anteriormente 7.000,00
B0810001 Extração de ardósia e beneficiamento associado 7.000,00
B0810002 Extração de granito e beneficiamento associado 7.000,00
B0810003 Extração de mármore e beneficiamento associado 7.000,00
B0810004 Extração de calcário e dolomita e beneficiamento associado 7.000,00
B0810005 Extração de gesso e caulim 7.000,00
B0810006 Extração de areia, cascalho ou pedregulho e beneficiamento associado 7.000,00
B0810007 Extração de argila e beneficiamento associado 7.000,00
B0810008 Extração de saibro e beneficiamento associado 7.000,00
B0810009 Extração de basalto e beneficiamento associado 7.000,00
B0810010 Beneficiamento de gesso e caulim associado à extração 7.000,00
B0810099 Extração e britamento de pedras e outros materiais para construção e beneficiamento associado 7.000,00
B0891600 Extração de minerais para fabricação de adubos, fertilizantes e outros produtos Químicos 7.000,00
B0892401 Extração de sal marinho 7.000,00
B0892402 Extração de sal.gema 7.000,00
B0892403 Refino e outros tratamentos do sal 7.000,00
B0893200 Extração de gemas (pedras preciosas e semipreciosas) 7.000,00
B0899101 Extração de grafita 7.000,00
B0899102 Extração de quartzo 7.000,00
B0899103 Extração de amianto 7.000,00
B0899199 Extração de outros minerais não metálicos não especificados anteriormente 7.000,00
B0910600 Atividades de apoio à extração de petróleo e gás natural 6.000,00
B0990401 Atividades de apoio à extração de minério de ferro 6.000,00
B0990402 Atividades de apoio à extração de minerais metálicos não-ferrosos 6.000,00
B0990403 Atividades de apoio à extração de minerais não-metálicos 6.000,00
C Industrias de Transformação
C1011201 Frigorífico - abate de bovinos 2.000,00
C1011202 Frigorífico - abate de equinos 2.000,00
C1011203 Frigorífico - abate de ovinos e caprinos 2.000,00
C1011204 Frigorífico - abate de bufalinos 2.000,00
C1011205 Matadouro - abate de reses sob contrato, exceto abate de suínos 2.000,00
C1012101 Abate de aves 2.000,00
C1012102 Abate de pequenos animais 2.000,00
C1012103 Frigorífico - abate de suínos 2.000,00
C1012104 Matadouro - abate de suínos sob contrato 2.000,00
C1013901 Fabricação de produtos de carne 2.000,00
C1013902 Preparação de subprodutos do abate 2.000,00
C1020101 Preparação de peixes, crustáceos e moluscos 2.000,00
C1020102 Fabricação de conservas de peixes, crustáceos e moluscos 2.000,00
C1031700 Fabricação de conservas de frutas 2.000,00
C1032501 Fabricação de conservas de palmito 2.000,00
C1032599 Fabricação de conservas de legumes e outros vegetais, exceto palmito 2.000,00
C1033301 Fabricação de sucos concentrados de frutas, hortaliças e legumes 2.000,00
C1033302 Fabricação de sucos de frutas, hortaliças e legumes, exceto concentrados 2.000,00
C1041400 Fabricação de óleos vegetais em bruto, exceto óleo de milho 2.000,00
C1042200 Fabricação de óleos vegetais refinados, exceto óleo de milho 2.000,00
C1043100 Fabricação de margarina e outras gorduras vegetais e de óleos não-comestíveis de animais 2.000,00
C1051100 Preparação do leite 2.000,00
C1052000 Fabricação de laticínios 2.000,00
C1053800 Fabricação de sorvetes e outros gelados comestíveis 2.000,00
C10619ÓÍ Beneficiamento de arroz 2.000,00
C1061902 Fabricação de produtos do arroz 2.000,00
C1062700 Moagem de trigo e fabricação de derivados 2.000,00
C1063500 Fabricação de farinha de mandioca e derivados 2.000,00
C1064300 Fabricado de farinha de milho e derivados, exceto óleos de milho 2.000,00
C1065101 Fabricação de amidos e féculas de vegetais 2.000,00
C1065102 Fabricação de óleo de milho em bruto 2.000,00
C1065103 Fabricação de óleo de milho refinado 2.000,00
C1066000 Fabricação de alimentos para animais 2.000,00
C1069400 Moagem e fabricação de produtos de origem vegetal não especificados anteriormente 2.000,00
C1071600 1 Fabricação de açúcar em bruto 2.000,00
C1072401 Fabricação de açúcar de cana refinado 2.000,00
C1072402 Fabricado de açúcar de cereais (dextrose) e de: beterraba 2.000,00
C1081301 Beneficiamento de café 2.000,00
C1081302 Torrefação em moagem de café 1.000,00
C1082100 Fabricação de produtos à base de café 1.000,00
C1091100 Fabricação de produtos de panificação 1.000,00
C1092900 Fabricação de biscoitos e bolachas 1.000,00
C1093701 Fabricado de produtos derivados do cacau e de: chocolates 1.000,00
C1093702 Fabricação de frutas cristalizadas, balas e semelhantes 1.000,00
C1094500 Fabricação de massas alimentícias 1.000,00
C1095300 Fabricação de especiarias, molhos, temperos e condimentos 1.000,00
C1096100 Fabricação de alimentos e pratos prontos 1.000,00
C1099601 Fabricação de vinagres 1.000,00
C1099602 Fabricação de pós alimentícios 1.000,00
C1099603 Fabricação de fermentos e leveduras 1.000,00
C1099604 Fabricação de gelo comum 1.000,00
C1099605 Fabricação de produtos para infusão (chá. mate, etc.) 1.000,00
C1099606 Fabricação de adoçantes naturais e artificiais 1.000,00
C1099699 Fabricação de outros produtos alimentícios não especificados anteriormenie 1.000,00
C1111901 Fabricação de aguardente de cana-de-açúcar 1.000,00
C1111902 Fabricação de outras aguardentes e bebidas destiladas 5.000,00
C1112700 Fabricação de vinho 5.000,00
C1113501 Fabricação de malte, inclusive malte uísque 5.000,00
C1113502 Fabricação de cervejas e chopes 5.000,00
C1121600 Fabricação de águas envasadas 3.000,00
C1122401 Fabricação de refrigerantes 5.000,00
C1122402 Fabricação de chá mate e outros chás prontos para consumo 5.000,00
C1122403 Fabricação de refrescos. xaropes e pós para refrescos. exceto refrescos de frutas 5.000,00
C1122499 Fabricação de outras bebidas não-alcoólicas não especificadas anteriormente 3.000,00
C1210700 Processamento industrial do fumo 10.000,00
C1220401 Fabricação de cigarros 10.000,00
C1220402 Fabricação de cigarrilhas e charutos 10.000,00
C1220403 Fabricação de filtros para cigarros 10.000,00
C1220499 Fabricação de outros produtos do fumo, exceto ciganos, cigarrilhas e charutos 10.000,00
C1311100 Preparação e fiação de fibras de algodão 2.000,00
C1312000 Preparação e fação de fibras têxteis naturais, exceto algodão 2.000,00
C1313800 Fiação de fibras artificiais e sintéticas 2.000,00
C1314600 Fabricação de linhas para costurar e bordar 2.000,00
C1321900 Tecelagem de fios de algodão 2.000,00
C1322700 Tecelagem de fios de fibras têxteis naturais, exceto algodão 2.000,00
C1323500 Tecelagem de fios de fibras artificiais e sintéticas 2.000,00
C1330800 Fabricação de tecidos de malha 2.000,00
C1340501 Estamparia e texturização em fios, tecidos, artefatos têxteis e pecas do vestuário desmembramento
C134050101 realizados sob contrato 500,00
C134050102 em material próprio para posterior venda de produtos acabados 1.000,00
C1340502 Alvejamento, tingimento e torção em fios, tecidos, artefatos têxteis e pecas do vestuário 1.000,00
C1340599 Outros serviços de acabamento em fios, tecidos, artefatos têxteis e peças do vestuário 1.000,00
C1351100 Fabricação de artefatos têxteis para uso doméstico 1.000,00
C1352900 Fabricação de artefatos de tapeçaria 1.000,00
C1353700 Fabricação de artefatos de cordoaria 1.000,00
C1354500 Fabricação de tecidos especiais, inclusive artefatos 1.000,00
C1359600 Fabricação de outros produtos têxteis não especificados anteriormente 1.000,00
C1411801 Confecção de roupas íntimas 800,00
C1411802 Facção de roupas íntimas 800,00
C1412601 Confecção de peças do vestuário, exceto roupas intimas e as confeccionadas sob medida 800,00
C1412602 Confecção, sob medida, de peças do vestuário, exceto roupas intimas 800,00
C1412603 Facção de peças do vestuário, exceto roupas íntimas 800,00
C1413401 Confecção de roupas profissionais, exceto sob medida 800,00
C1413402 Confecção, sob medida, de roupas profissionais 800,00
C1413403 Facção de roupas profissionais 800,00
C1414200 Fabricação de acessórios do vestuário, exceto para segurança e proteção 1.000,00
C1421500 Fabricação de meias 1.000,00
C1422300 Fabricação de artigos do vestuário, produzidos em malharias e tricotaoens - exceto meias 1.000,00
C1610600 Curtimento e outras preparações de couro 1.000,00
C1521100 Fabricação de artigos para viagem, bolsas e semelhantes de Qualquer material 1.000,00
C1529700 Fabricação de artefatos de couro não especificados anteriormente 1.000,00
C1531901 Fabricação de calçados de couro 1.000,00
C1531902 Acabamento de calçados de couro sob contrato 1.000,00
C1532700 Fabricação de tênis de qualquer material 1.000,00
C1533500 Fabricação de calçados de material sintético 1.000,00
C1539400 Fabricação de calçados de materiais não especificados anteriormente 1.000,00
C1540800 Fabricação de partes para calçados, de qualquer material 1.000,00
C1610201 Serrarias com desdobramento de madeira 800,00
C1610202 Serrarias sem desdobramento de madeira 800,00
C1621800 Fabricação de madeira laminada e de chapas de madeira compensada, prensada e aglomerada 800,00
C1622601 Fabricação de casas de madeira pré-fabricadas 800,00
C1622602 Fabricação de esquadrias de madeira e de peças de madeira para instalações industriais e comerciais 800,00
C1622699 Fabricação de outros artigos de carpintaria para construção 800,00
C1623400 Fabricação de artefatos de tanoaria e de embalagens de madeira 800,00
C1629301 Fabricação de artefatos diversos de madeira, exceto móveis 800,00
C1629302 Fabricação de artefatos diversos de cortiça, bambu, palha, vime e outros materiais trançados, exceto móveis 800,00
C1710900 Fabricação de celulose e outras pastas para a fabricação de papel 3.000,00
C1721400 Fabricação de papel 5.000,00
C1722200 Fabricação de cartolina e papel-cartão 3.000,00
C1731100 Fabricação de embalagens de papel 3.000,00
C1732000 Fabricação de embalagens de cartolina e papel-cartão 3.000,00
C1733800 Fabricação de chapas e de embalagens de papelão ondulado 3.000,00
C1741901 Fabricação de formulários contínuos 3.000,00
C1741902 Fabricação de produtos de papel, cartolina, papel-cartão e papelão ondulado para uso comercial e de escritório 3.000,00
C1742701 Fabricação de fraldas descartáveis 1.500,00
C1742702 Fabricação de absorventes higiênicos 1.500,00
C1742799 Fabricação de produtos de papel para uso doméstico e higiênico-sanitário não especificados anteriormente 3.000,00
C1749400 Fabricação de produtos de pastas celulósicas, papel, cartolina, papel-cartão e papelão ondulado não especificados anteriormente 3.000,00
C1811301 Impressão de jornais 1.000,00
C1811302 Impressão de livros, revistas e outras publicações periódicas 1.000,00
C1812100 Impressão de material de segurança 1.000,00
C1813001 Impressão de material para uso publicitário 1.000,00
C1813099 Impressão de material para outros usos 1.000,00
C1821100 Serviços de pré-impressão 500,00
C1822900 Serviços de acabamentos gráficos desmembramento
C182290001 colagem, dobra manual e mecânica, picote.:intercalação e serviços afins, sob contrato 500,00
C182290002 Plastificação 500,00
C1830001 Reprodução de som em qualquer suporte 800,00
C1830002 Reprodução de vídeo em qualquer suporte 800,00
C1830003 Reprodução de software em qualquer suporte 1.000,00
C1910100 Coquerias 5.000,00
C1921700 Fabricação de produtos do refino de petróleo 50.000,00
C1922501 Formulação de combustíveis 50.000,00
C1922502 Rerrefino de óleos lubrificantes 30.000,00
C1922599 Fabricação de outros produtos derivados do petróleo, exceto produtos do refino 20.000,00
C1931400 Fabricação de álcool 20.000,00
C1932200 Fabricação de biocombustíveis, exceto álcool 20.000,00
C2011800 Fabricação de cloro e álcalis 25.000,00
C2012600 Fabricação de intermediários para fertilizantes 30.000,00
C2013400 Fabricação de adubos e fertilizantes 30.000,00
C2014200 Fabricação de gases industriais 15.000,00
C2019301 Elaboração de combustíveis nucleares 30.000,00
C2019399 Fabricado de outros produtos químicos inorgânicos não especificados anteriormente 20.000,00
C2021500 Fabricação de produtos petroquímicos básicos 20.000,00
C2022300 Fabricação de intermediários para plastificantes, resinas e fibras 25.000,00
C2029100 Fabricação de produtos químicos orgânicos não especificados anteriormente 25.000,00
C2031200 Fabricação de resinas termoplásticas 25.000,00
C2032100 Fabricação de resinas termofixas 10.000,00
C2033900 Fabricação de elastômeros 10.000,00
C2040100 Fabricação de fibras artificiais e sintéticas 10.000,00
C2051700 Fabricação de defensivos agrícolas 10.000,00
C2052500 Fabricação de desinfestantes domissanitários 10,000,00
C2061400 Fabricação de sabões e detergentes sintéticos 10.000,00
C2062200 Fabricação de produtos de limpeza e polimento 10.000,00
C2063100 Fabricação de cosméticos, produtos de perfumaria e de higiene pessoal 2.000,00
C2071100 Fabricação de tintas, vernizes, esmaltes e lacas 5.000,00
C2072000 Fabricação de tintas de impressão 5.000,00
C2073800 Fabricação de impermeabilizantes, solventes e produtos afins 5.000,001
C2091600 Fabricação de adesivos e selantes 5.000,00
C2092401 Fabricação de pólvoras, explosivos e detonantes 5.000,00
C2092402 Fabricação de artigos pirotécnicos 20.000,00
C2092403 Fabricação de fósforos de segurança 5.000,00
C2093200 Fabricação de aditivos de uso industriai 5.000,00
C2094100 Fabricação de catalisadores 5.000,00
C2099101 Fabricação de chapas, filmes, papéis e outros materiais, e produtos químicos para fotografia 5.000,00
C2099199 Fabricação de outros produtos químicos não especificados anteriormente 25.000,00
C2110600 Fabricação de produtos farmoquímios 5.000,00
C2121101 Fabricação de medicamentos alopáticos para uso humano 5.000,00
C2121102 Fabricação de medicamentos homeopáticos para uso humano 5.000,00
C2121103 Fabricação de medicamentos fitoterápicos para uso humano 5.000,00
C2122000 Fabricação de medicamentos para uso veterinário 5.000,00
C2123800 Fabricação de preparações farmacêuticas 5.000,00
C2211100 Fabricação de pneumáticos e de câmaras-de-ar 5.000,00
C2212900 Reforma de pneumáticos usados 500,00
C2219600 Fabricação de artefatos de borracha não especificados anteriormente 5.000,00
C2221800 Fabricação de laminados planos e tubulares de material plástico 5.000,00
C2222600 Fabricação de embalagens de material plástico 5.000,00
C2223400 Fabricação de tubos e acessórios de material plástico para uso na construção 5.000,00
C2229301 Fabricação de artefatos de material plástico para uso pessoal e doméstico 5.000,00
C2229302 Fabricação de artefatos de material plástico para usos industriais 5.000,00
C2229303 Fabricação de artefatos de material plástico para uso na construção exceto tubos e acessórios 5.000,00
C2229399 Fabricação de artefatos de material plástico para outros usos não especificados anteriormente 5.000,00
C2311700 Fabricação de vidro plano e de segurança 5.000,00
C2312500 Fabricação de embalagens de vidro 5.000,00
C2319200 Fabricação de artigos de vidro 5.000,00
C2320600 Fabricação de cimento 25.000,00
C2330301 Fabricação de estruturas pré-moldadas de concreto armado, em série e sob encomenda 2.000,00
C2330302 Fabricação de artefatos de cimento para uso na construção 2.000,00
C2330303 Fabricação de artefatos de fibrocimento para uso na construção 2.000,00
C2330304 Fabricação de casas pré-moldadas de concreto 2.000,00
C2330305 Preparação de massa de concreto e argamassa para construção 2.000,00
C2330399 Fabricação de outros artefatos e produtos de concreto, cimento, fibrocimento. gesso e materiais semelhantes 2.000,00
C2341900 Fabricação de produtos cerâmicos refratários 12.500,00
C2342701 Fabricação de azulejos e pisos 2.000,00
C2342702 Fabricação de artefatos de cerâmica e barro cozido para uso na construção, exceto azulejos e pisos 2.000,00
C2349401 Fabricação de material sanitário de cerâmica 2.000,00
C2349499 Fabricado de produtos cerâmicos não-refratários não especificados anteriormente 2.000,00
C2391501 Britamento de pedras, exceto associado à extração 2.000,00
C2391502 Aparelhamento de pedras para construção, exceto associado à extração 2.000,00
C2391503 Aparelhamento de placas e execução de trabalhos em mármore, granito. ardósia e outras pedras 800,00
C2392300 Fabricação de cal e gesso 2.000,00
C2399101 Decoração, lapidação, gravação, vitrificação e outros trabalhos em cerâmica, louca, vidro e cristal 500,00
C2399199 Fabricação de outros produtos de minerais não-metálicos não especificados anteriormente 3.000,00
C2411300 Produção de ferro-gusa 3.000,00
C2412100 Produção de ferroligas 3.000,00
C2421100 Produção de semi-acabados de aço 3.000,00
C2422901 Produção de laminados planos de aço ao carbono, revestidos ou não 50.000,00
C2422902 Produção de laminados pianos de aços especiais 20.000,00
C2423701 Produção de tubos de aço sem costura 20.000,00
C2423702 Produção de laminados longos de aço, exceto tubos 20.000,00
C2424501 Produção de arames de aço 10.000,00
C2424502 Produção de relaminados, trefilados e perfilados de aço, exceto arames 10.000,00
C2431800 Produção de tubos de aço com costura 10.000,00
C2439300 Produção de outros tubos de ferro e aço 10.000,00
C2441501 Produção de alumínio e suas ligas em formas primárias 10.000,00
C2441502 Produção de laminados de alumínio 10.000,00
C2442300 Metalurgia dos metais preciosos 10.000,00
C2443100 Metalurgia do cobre 10.000,00
C2449101 Produção de zinco em formas primárias 10.000,00
C2449102 Produção de laminados de zinco 10.000,00
C2449103 Produção de soldas e ânodos para galvanoplastia 10.000,00
C2449199 Metalurgia de outros metais não-ferrosos e suas ligas não especificados anteriormente 10.000,00
C2451200 Fundição de ferro e aço 10.000,00
C2452100 Fundição de metais não-ferrosos e suas ligas 10.000,00
C2511000 Fabricação de estruturas metálicas 10.000,00
C2S12800 Fabricação de esquadrias de metal desmembramento
C251280001 Serralheria 1.500,00
C251280002 Outras (exceto serralheria) 3.000,00
C2513600 Fabricação de obras de caldeiraria pesada 10.000,00
C2521700 Fabricação de tanques, reservatórios metálicos e caldeiras para aquecimento central 10.000,00
C2522S00 Fabricação de caldeiras geradoras de vapor, exceto para aquecimento central e para veículos 10.000,00
C2531401 Produção de folhados de aço 10.000,00
C2531402 Produção de forjados de metais não ferrosos e suas ligas 10.000,00
C2532201 Produção de artefatos estampados de metal 10.000,00
C2532202 Metalúrgica do pó 10.000,00
C2539000 Serviços de usinagem, solda, tratamento e revestimento em metais 500,00
C2541100 Fabricação de artigos de cutelaria 5.000,00
C2542000 Fabricação de artigos de serralheria, exceto esquadrias 5.000,00
C2543800 Fabricação de ferramentas 5.000,00
C2550101 Fabricação de equipamento bélico pesado, exceto veículos militares de combate 5.000,00
C2550102 Fabricação de armas de fogo e munições 12.000,00
C2591800 Fabricação de embalagens metálicas 10.000,00
C2592601 Fabricação de produtos de trefilados de metal padronizados 10.000,00
C2592602 Fabricação de produtos de trefilados de metal, exceto padronizados 10.000,00
C2593400 Fabricação de artigos de metal para uso doméstico e pessoal 10.000,00
C2599301 Serviços de confecção de armações metálicas para a construção 2.000,00
C2599399 Fabricação de outros produtos de metal não especificados anteriormente 10.000,00
C2610800 Fabricação de componentes eletrônicos 10.000,00
C2621300 Fabricação de equipamentos de informática 10.000,00
C2622100 Fabricação de periféricos para equipamentos de informática 10.000,00
C2631100 Fabricação de equipamentos transmissores de comunicação, pecas e acessórios 10.000,00
C2632900 Fabricação de aparelhos telefônicos e de outros equipamentos de comunicação, pecas e acessórios 10.000,00
C2640000 Fabricação de aparelhos de recepção, reprodução, gravação e amplificação de áudio e vídeo 10.000,00
C2651500 Fabricação de aparelhos e equipamentos de medida, teste e controle 10.000,00
C2652300 Fabricação de cronômetros e relógios 10.000,00
C2660400 Fabricação de aparelhos eletromédicos e eletroterapêuticos e equipamentos de irradiação 10.000,00
C2670101 Fabricação de equipamentos e instrumentos ópticos, peças e acessórios 1.500,00
C2670102 Fabricação de aparelhos fotográficos e cinematográficos, pecas e acessórios 1.500,00
C2680900 Fabricação de mídias virgens, magnéticas e ópticas 1.500,00
C2710401 Fabricação de geradores de corrente contínua e alternada, peças e acessórios 3.000,00
C2710402 Fabricação de transformadores, indutores, conversores, sincronizadores e semelhantes, pecas e acessórios 3.000,00
C2710403 Fabricação de motores elétricos, peças e acessórios 3.000,00
C2721000 Fabricação de pilhas, baterias e acumuladores elétricos, exceto para veículos automotores 3.000,00
C2722801 Fabricação de baterias e acumuladores para veículos automotores 3.000,00
C2722802 Recondicionamento de baterias e acumuladores para veículos automotores 500,00
C2731700 Fabricação de aparelhos e equipamentos para distribuição e controle de energia elétrica 3.000,00
C2732500 Fabricação de material elétrico para instalações em circuito de consumo 3.000,00
C2733300 Fabricação de fios, cabos e condutores elétricos isolados 3.000,00
C2740601 Fabricação de lâmpadas 3.000,00
C2740602 Fabricação de luminárias e outros equipamentos de iluminação 3.000,00
C2751100 Fabricação de fogões, refrigeradores e máquinas de lavar e secar para uso doméstico, peças e acessórios 3.000,00
C2759701 Fabricação de aparelhos elétricos de uso pessoal, peças e acessórios 3.000,00
C2759799 Fabricação de outros aparelhos eletrodomésticos não especificados anteriormente, pecas e acessórios 3.000,00
C2790201 Fabricação de eletrodos, contatos e outros artigos de carvão e grafita para uso elétrico, eletroímãs e isoladores 3.000,00
C2790202 Fabricação de equipamentos para sinalização e aiam^e 3.000,00
C2790299 Fabricação de outros equipamentos e aparelhos elétricos não especificados anteriormente 3.000,00
C2811900 Fabricação de motores e turbinas, peças e acessórios, exceto para aviões e veículos rodoviários 3.000,00
C2812700 Fabricação de equipamentos hidráulicos e pneumáticos, pecas e acessórios, exceto válvulas 3.000,00
C2813500 Fabricação de válvulas, registros e dispositivos semelhantes, peças e acessórios 3.000,00
C2814301 Fabricação de compressores para uso industrial, peças e acessórios 3.000,00
C2814302 Fabricação de compressores para uso não-industrial. pecas e acessórios 3.000,00
C2815101 Fabricação de rolamentos para fins industriais 3.000,00
C2815102 Fabricação de equipamentos de transmissão para fins Industriais, exceto rolamentos 3.000,00
C2821601 Fabricação de fomos industriais, aparelhos e equipamentos não-elétricos para instalações térmicas, pecas e acessórios 3.000,00
C2821602 Fabricação de estufas e fornos elétricos para fins industriais, pecas e acessórios 3.000,00
C2822401 Fabricação de máquinas, equipamentos e aparelhos para transporte e elevação de pessoas, peças e acessórios 3.000,00
C2822402 Fabricação de máquinas, equipamentos e aparelhos para transporte e elevação de cargas, peças e acessórios 3.000,00
C2823200 Fabricação de Máquinas e aparelhos de refrigeração e ventilação para uso industrial e comercial, peças e acessórios 3.000,00
C2824101 Fabricação de aparelhos e equipamentos de ar condicionado para uso industrial 3.000,00
C2824102 Fabricação de aparelhos e equipamentos de ar condicionado para uso não-industrial 3.000,00
C2825900 Fabricação de máquinas e equipamentos para saneamento básico e ambiental, pecas e acessórios 3.000,00
C2829101 Fabricação de Máquinas de escrever, calcular e outros equipamentos não-eletrônicos para escritório, peças e acessórios 3.000,00
C2829199 Fabricação de outras máquinas e equipamentos de uso geral não especificados anteriormente, peças e acessórios 3.000,00
C2831300 Fabricação de tratores agrícolas, peças e acessórios 3.000,00
C2832100 Fabricação de equipamentos para irrigação agrícola, pecas e acessórios 3.000,00
C2833000 Fabricação de máquinas e equipamentos para a agricultura e pecuária, peças e acessórios, exceto para irrigação 3.000,00
C2840200 Fabricação de máquinas-ferramenta, peças e acessórios 3.000,00
C2851800 Fabricação de máquinas e equipamentos para a processo e extração de petróleo, peças e acessórios 3.000,00
C2852600 Fabricado de outras máquinas e equipamentos para uso na extração mineral, peças e acessórios, exceto na extração de petróleo 3.000,00
C2853400 Fabricação de tratores, peças e acessórios, exceto agrícolas 3.000,00
C2854200 Fabricação de máquinas e equipamentos para terraplenagem, pavinfientaçáo e construção, peças e acessórios, exceto tratores 3.000,00
C2861500 Fabricação de máquinas para a indústria metalúrgica, pecas e acessórios, exceto máquinas-ferramenta 3.000,00
C2862300 Fabricação de máquinas e equipamentos para as indústrias de alimentos, bebidas e fumo, peças e acessórios 3.000,00
C2863100 Fabricação de máquinas e equipamentos para a indústria têxtil, pecas e acessórios 3.000,00
C2864000 Fabricação de máquinas e equipamentos para as indústrias do vestuário, do couro e de calçados, peças e acessórios 3.000,00
C2865800 Fabricação de máquinas e equipamentos para as indústrias de celulose, papel e papelão e artefatos, pecas e acessórios 3.000,00
C2866600 Fabricação de máquinas e equipamentos para a indústria do plástico, pecas e acessórios 3.000,00
C2869100 Fabricação de máquinas e equipamentos para uso industrial especifico não especificados anteriormente, peças e acessórios 10.000,00
C2910701 Fabricação de automóveis, camionetas e utilitários 30.000,00
C2910702 Fabricação de chassis com motor para automóveis, camionetas e utilitários 10.000,00
C2910703 Fabricação de motores para automóveis, camionetas e utilitários 10.000,00
C2920401 Fabricação de caminhões e ônibus 30.000,00
C2920402 Fabricação de motores para caminhões e ônibus 10.000,00
C2930101 Fabricação de cabines, carrocerias e reboques para caminhões 10.000,00
C2930102 Fabricação de carrocerias para ônibus 10.000,00
C2930103 Fabricação de cabines, carrocerias e reboques para outros veículos automotores, exceto caminhões e ônibus desmembramento
C293010301 Inclusive trailers para serem acoplados em outros veículos 10.000,00
C293010302 serviços de blindagem 1.000.00
C2941700 Fabricação de peças e acessórios para o sistema motor de veículos automotores 3.000,00
C2942500 Fabricação de peças e acessórios para os sistemas de marcha e transmissão de veículos automotores 3.000,00
C2943300 Fabricação de peças e acessórios para o sistema de freios de veículos automotores 3.000,00
C2944100 Fabricação de peças e acessórios para o sistema de direção e suspensão de veículos automotores 3.000,00
C2945000 Fabricação de material elétrico e eletrônico para veículos automotores, exceto baterias 3.000,00
C2949201 Fabricação de bancos e estofados para veículos automotores 3.000,00
C2949299 Fabricação de outras peças e acessórios para veículos automotores não especificadas anteriormente 3.000,00
C2950600 Recondicionamento e recuperação de motores para veículos automotores 1.000,00
C3011301 Construção de embarcações de grande porte 10.000,00
C3011302 Construção de embarcações para uso comercial e para usos especiais, exceto de grande corte 10.000,00
C3012100 Construção de embarcações para esporte e lazer 10.000,00
C3031800 Fabricação de locomotivas, vagões e outros materiais rodantes 10.000,00
C3032600 Fabricação de peças e acessórios para veículos ferroviários 10.000,00
C3041500 Fabricação de aeronaves 10.000,00
C3042300 Fabricação de turbinas, motores e outros componentes e pecas para aeronaves 10.000,00
C3050400 Fabricação de veículos militares de combate 10.000,00
C3091100 Fabricação de motocicletas, peças e acessórios 10.000,00
C3092000 Fabricação de bicicletas e triciclos não-motorizados, pecas e acessórios 10.000,00
C3099700 Fabricação de equipamentos de transporte não especificados anteriormente 10.000,00
C3101200 Fabricação de móveis com predominância de madeira 800,00
C3102100 Fabricação de móveis com predominância de metal 800,00

C3103900 Fabricação de móveis de outros materiais, exceto madeira e metal 800,00


C3104700 Fabricação de colchões 800,00
C3211601 Lapidação de gemas 1.000,00
C3211602 Fabricação de artefatos de joalheria e ourivesaria 1.000,00
C3211603 Cunhagem de moedas e medalhas 3.000.00
C3212400 Fabricação de bijuterias e artefatos semelhantes 1.000,00
C3220500 Fabricação de instrumentos musicais, peças e acessórios 1.000,00
C3230200 Fabricação de artefatos para pesca e esporte 1.000,00
C3240001 Fabricação de jogos eletrônicos 1.000,00
C3240002 Fabricação de mesas de bilhar, de sinuca e acessórios não associada à locação 1.000,00
C3240003 Fabricação de mesas de bilhar, de sinuca e acessórios associada à locação 1.000,00
C3240099 Fabricação de outros brinquedos e jogos recreativos não especificados anteriormente 1.000,00
C3250701 Fabricação de instrumentos não-eletrônicos e utensílios para uso médico, cirúrgico, odontológico e de laboratório 1.000,00
C3250702 Fabricação de mobiliário para uso médico, cirúrgico, odontológico e de laboratório 1.000,00
C3250703 Fabricação de aparelhos e utensílios para correção de defeitos físicos e aparelhos ortopédicos em geral sob encomenda 1.000,00
C3250704 Fabricação de aparelhos e utensílios para correção de defeitos físicos e aparelhos ortopédicos em geral, exceto sob encomenda 1.000,00
C3250705 Fabricação de materiais para medicina e odontologia 1.000,00
C3250706 Serviços de prótese dentária 200,00
C3250707 Fabricação de artigos ópticos 1.000,00
C3250708 Fabricação de artefatos de tecido não tecido para uso odonto-médico-hospitalar 1.000,00
C3291400 Fabricação de escovas, pincéis e vassouras 1.000,00
C3292201 Fabricação de roupas de proteção e segurança e resistentes a fogo 1.000,00
C3292202 Fabricação de equipamentos e acessórios para segurança pessoal e profissional 1.000,00
C3299001 Fabricação de guarda-chuvas e similares 1.000,00
C3299002 Fabricação de canetas, lápis e outros artigos para escritório 1.000,00
C3299003 Fabricação de letras, letreiros e placas de qualquer material, exceto luminosos 400,00
C3299004 Fabricação de painéis e letreiros luminosos 400,00
C3299005 Fabricação de aviamentos para costura 1.000,00
C3299099 Fabricação de produtos diversos não especificados anteriormente 1.000,00
C3311200 Manutenção e reparação de tanques, reservatórios metálicos e caldeiras, exceto para veículos 1.000,00
C3312102 Manutenção e reparação de aparelhos e instrumentos de medida, teste e controle 1.000,00
C3312103 Manutenção e reparação de aparelhos eletromédicos e eletroterapêuticos e equipamentos de irradiação 400,00
C3312104 Manutenção e reparação de equipamentos e instrumentos ópticos 400,00
C3313901 Manutenção e reparação de geradores, transformadores e motores elétricos 400,00
C3313902 Manutenção e reparação de baterias e acumuladores elétricos, exceto para veículos 400,00
C3313999 Manutenção e reparação de máquinas, aparelhos e materiais elétricos não especificados anteriormente 400,00
C3314701 Manutenção e reparação de máquinas motrizes não-elétricas 400,00
C3314702 Manutenção e reparação de equipamentos hidráulicos e pneumáticos, exceto válvulas 400,00
C3314703 Manutenção e reparação de válvulas industriais 400,00
C3314704 Manutenção e reparação de compressores 400,00
C3314705 Manutenção e reparação de equipamentos de transmissão para fins industriais 400,00
C3314706 Manutenção e reparação de máquinas, aparelhos e equipamentos paia instalações térmicas 400,00
C3314707 Manutenção e reparação de máquinas e aparelhos de refrigeração e ventilação para uso industrial e comercial 400,00
C3314708 Manutenção e reparação de máquinas, equipamentos e aparelhos paia transporte e elevação de cargas 400,00
C3314709 Manutenção e reparação de máquinas de escrever, calcular e de outros equipamentos não-eletrônicos para escritório 400,00
C3314710 Manutenção e reparação de máquinas e equipamentos para uso geral não especificados anteriormente 400,00
C3314711 Manutenção e reparação de máquinas e equipamentos para agricultura e pecuária 400,00
C3314712 Manutenção e reparação de tratores agrícolas 400,00
C3314713 Manutenção e reparação de máquinas-ferramenta 400,00
C3314714 Manutenção e reparação de máquinas e equipamentos para a prospecção e extração de petróleo 400,00
C3314715 Manutenção e reparação de máquinas e equipamentos para uso na extração mineral, exceto na extração de petróleo 400,00
C3314716 Manutenção e reparação de tratores, exceto agrícolas 400,00
C3314717 Manutenção e reparação de máquinas e equipamentos, de terraplenagem. pavimentação e construção, exceto tratores 400,00
C3314718 Manutenção e reparação de máquinas para a indústria metalúrgica, exceto máquinas-ferramenta 400,00
C3314719 I Manutenção e reparação de máquinas e equipamentos ' para as indústrias de alimentos, bebidas e fumo 400,00
C3314720 Manutenção e reparação de máquinas e equipamentos para a indústria têxtil, do vestuário, do couro e calcados 400,00
C3314721 Manutenção e reparação de máquinas e aparelhos para a indústria de celulose, papel e papelão e artefatos 400,00
C3314722 Manutenção e reparação de máquinas e aparelhos para a indústria do plástico 400,00
C3314799 Manutenção e reparação de outras máquinas e equipamentos para usos industriais não especificados anteriormente 2.000,00
C3315500 Manutenção e reparação de veículos ferroviários 1.000,00
C3316301 Manutenção e reparação de aeronaves, exceto a manutenção na pista 1.000,00
C3316302 Manutenção de aeronaves na pista 1.000,00
C3317101 Manutenção e reparação de embarcações e estruturas flutuantes 1.000,00
C3317102 Manutenção e reparação de embarcações para esporte e lazer 1.000,00
C3319800 Manutenção e reparação de equipamentos e produtos não especificados anteriormente desmembramento
C331980001 manutenção e reparação de contêineres (contâineres) 5.000,00
C331980002 outros equipamentos e produtos 500,00
C3321000 Instalação de máquinas e equipamentos industriais 500,00
C3329501 Serviços de montagem de móveis de qualquer material 400,00
C3329599 Instalação de outros equipamentos não especificados anteriormente 400,00
D Eletricidade e Gás
D3511501 Geração de energia elétrica 6.000.00
D3512300 Transmissão de energia elétrica 6.000.00
D3513100 Comércio atacadista de energia elétrica desmembramento
D351310001 Inclusive importação e exportação 2.000,00
D351310002 atividades de corretores ou agentes de energia elétrica que intermedeiam a venda de eletricidade para sistema de distribuição de eletricidade 500,00
D3514000 Distribuição de energia elétrica 6.000,00
D3520401 Produção de gás; processamento de gás natural 6.000,00
03520402 Distribuição de combustíveis gasosos por redes urbanas desmembramento
D352040201 demais serviços executados pela própria empresa de distribuição de combustíveis gasosos 3.000,00
D352040202 atividades de corretores ou agentes de gás que organizam a venda de gás através de sistemas de distribuição operados sob contrato 3.000.00
D3530100 Produção e distribuição de vapor, água quente e ar condicionado 3.000.00
E Água, Esgoto, Atividades de Gestão de Resíduos e Descontaminação
E3600601 Captação, tratamento e distribuição de água 2.000,00
E3600602 Distribuição de água por caminhões 2.000,00
E3701100 Gestão de redes de esgoto 2.000,00
E3702900 Atividades relacionadas a esgoto, exceto a gestão de redes 2.000,00
E3811400 Coleta de resíduos não-perigosos desmembramento
E381140001 origem doméstica, urbana ou industrial por meio de lixeiras, veiculos, etc. 1.000,00
E381140002 entulhos e refugos de obras e de demolições e outros materiais diversos, inclusive caçambas 1.000,00
E3812200 Coleta de resíduos perigosos 1.000,00
E3821100 Tratamento e disposição de resíduos não-perigosos 2.000,00
E3822000 Tratamento e disposição de resíduos perigosos 2.000,00
E3831901 Recuperação de sucatas de alumínio 400,00
E3831999 Recuperação de materiais metálicos, exceto alumínio 400,00
E3832700 Recuperação de materiais plásticos 400,00
E3839401 Usinas de compostagem 5.000,00
E3839499 Recuperação de materiais não especificados anteriormente 1.000,00
E3900500 F Descontaminação e outros serviços de gestão de resíduos Construção 1.000,00
F4110700 Incorporação de empreendimentos imobiliários 1.000,00
F4120400 Construção de edifícios desmembramento
F412040001 residenciais, comerciais, industriais, etc 1.000,00
F412040002 reforma, reparação e manutenção de edifícios de qualquer natureza já existentes 1.000,00
F412040003 prestadora de serviços de mão-de-obra na construção civil 1.000,00
F4211101 Construção de rodovias e ferrovias 1.500,00
F4211102 Pintura para sinalização em pistas rodoviárias e aeroportos 1.500,00
F4212000 Construção de obras-de arte especiais 1.500,00
F4213800 Obras de urbanização - ruas. praças e calçadas 1.500,00
F4221901 Construção de barragens e represas para geração de energia elétrica 1.500.00
F4221902 Construção de estações e redes de distribuidora de energia elétrica 1.500,00
F4221903 Manutenção de redes de distribuição de energia elétrica 500,00
F4221904 Construção de estações e redes de telecomunicações 1.000,00
F4221905 Manutenção de estações e redes de telecomunicações 500,00
F4222701 Construção de redes de abastecimento de água. coleta de esgoto e construções correlatas, exceto obras de irrigação 1.000,00
F4222700 Obras de irrigação 1.000,00
F4223500 Construção de redes de transportes por dutos. exceto para água e esgoto 1.000,00
F4291Õ00 Obras portuárias, marítimas e fluviais 1.000,00
F42928Ò1 Montagem de estruturas metálicas 500,00
F4292802 Obras de montagem industrial 1.500,00
F4299501 Construção de instalações esportivas e recreativas 1.500,00
F4299599 Outras obras de engenharia civil não especificadas anteriormente 1.500,00
F4311801 Demolição de edifícios e outras estruturas 1.500,00
F4311802 Preparação de canteiro e limpeza de terreno 1.500,00
F4312600 Perfurações e sondagens 1.500,00
F4313400 Obras de terraplenagem 3.000,00
F4319300 Serviços de preparação do terreno não especificados anteriormente 1.500,00
F4321500 Instalação e manutenção elétrica 400,00
F4322301 Instalações hidráulicas, sanitárias e de gás 400,00
F4322302 Instalação e manutenção de sistemas centrais de ar condicionado, de ventilação e refrigeração 400,00
F4322303 Instalações de sistema de prevenção contra incêndio 400,00
F4329101 Instalação de painéis publicitários 400,00
F4329102 Instalação de equipamentos para orientação à navegação marítima, fluvial e lacustre 1.000,00
F4329103 Instalação, manutenção e reparação de elevadores, escadas e esteiras rolantes, exceto de fabricação própria 1.000,00
F4329104 Montagem e instalação de sistemas e equipamentos de iluminação e sinalização em vias públicas, portos e aeroportos 1.000,00
F4329105 Tratamentos térmicos. acústicos ou de vibração 1.000,00
F4329199 Outras obras de instalações em construções não especificadas anteriormente 1.000,00
F4330401 Impermeabilização em obras de engenharia civil 1.000,00
F4330402 Instalação de portas, janelas, tetos, divisórias e armários embutidos de qualquer material 500,00
F4330403 Obras de acabamento em gesso e estuque 400,00
F4330404 Serviços de pintura de edifícios em geral 1.000,00
F4330405 Aplicação de revestimentos e de resinas em interiores e exteriores 1.000,00
F4330499 Outras obras de acabamento da construção 3.000,00
F4391600 Obras de fundações 2.000,00
F4399101 Administração de obras 2.000,00
F4399102 Montagem e desmontagem de andaimes e outras estruturas temporárias 1.000,00
F4399103 Obras de alvenaria 1.000,00
F4399104 Serviços de operação e fornecimento de equipamentos para transporte e elevação de cargas e pessoas para uso em obras 1.000,00
F4399105 Perfuração e construção de poços de água 1.000,00
F4399199 Serviços especializados para construção não especificados anteriomiente 1.000,00
G Comércio, Reparação de Veículos Automotores e Motocicletas
G4511101 Comércio a varejo de automóveis, camionetas e utilitários novos 5.000,00
G4511102 Comércio a varejo de automóveis, camionetas e utilitários usados 1.000,00
G4511103 Comércio por atacado de automóveis, camionetas e utilitários novos e usados 3.000,00
G4511104 Comércio por atacado de caminhões novos e usados 3.000,00
G4511105 Comércio por atacado de reboques e semi-reboques novos e usados 3.000,00
G4511106 Comércio por atacado de ônibus e micro-ônibus novos e usados 3.000,00 - 400,00
G4512901 Representantes comerciais e agentes do comércio de veículos automotores 400,00
G451290a Comércio sob consignação de veículos automotores 1.000,00
G4520001 Serviços de manutenção e reparação mecânica de veículos automotores desmembramento
G452000101 em caminhões, ônibus e outros veículos pesados 1.000,00
G452000102 em demais veículos automotores 450,00
G452000103 oficina de conversão a gás 800,00
G4520002 Serviços de lanternagem ou funilaria e pintura de veículos automotores desmembramento
G452000201 em caminhões, ônibus e outros veículos pesados 1.000,00
G452000202 em demais veículos automotores 500,00
G4520003 Serviços de manutenção e reparação elétrica de veículos automotores desmembramento
G452000301 em caminhões, ônibus e outros veículos pesados 1.000,00
G452000302 em demais veículos automotores 500,00
G4520004 Serviços de alinhamento e balanceamento de veículos automotores 1.000,00
G452000401 em caminhões, ônibus e outros veículos pesados 1.000,00
G452000402 em dentais veículos automotores 500,00
G4520005 Serviços de lavagem, lubrificação e polimento de veículos automotores desmembramento
G452000501 em caminhões, ônibus e outros veículos pesados 1.000,00
G452000502 em demais veículos automotores 500,00
G4520006 Serviços de borracharia para veículos automotores desmembramento
G452000601 em caminhões, ônibus e outros veículos pesados 1.000,00
G452000602 em demais veículos automotores 400,00
G4520007 Serviços de instalação, manutenção e reparação de acessórios para veículos automotores desmembramento
G452000701 em caminhões, ônibus e outros veículos pesados 1.000,00
G452000702 em demais veículos automotores 500,00
G4530701 Comércio por atacado de peças e acessórios novos para veículos automotores 3.000,00
G4530702 Comércio por atacado de pneumáticos e câmaras-de ar 3.000,00
G4530703 Comércio a varejo de peças e acessórios novos para veículos automotores 400,00
G4530704 Comércio a varejo de peças e acessórios usados para veículos automotores 400,00
G4530705 Comércio a varejo de pneumáticos e câmaras-de-ar 500,00
G4530706 Representantes comerciais e agentes do comércio de peças e acessórios novos e usados para veículos automotores 400,00
G4541201 Comércio por atacado de motocicletas e motonetas 3.000,00
G4541202 Comércio por atacado de peças e acessórios para motocicletas e motonetas 3.000,00
G4541203 Comércio a varejo de motocicletas e motonetas novas 1.000,00
G4541204 Comércio a varejo de motocicletas e motonetas usadas 1.000,00
G4541205 Comércio a varejo de peças e acessórios para motocicletas e motonetas 500,00
G4542101 Representantes comerciais e agentes do comércio de motocicletas e motonetas, pecas e acessórios 400,00
G4542102 Comércio sob consignação de motocicletas e motonetas 800,00
G4543900 Manutenção e reparação de motocicletas e motonetas 500,00
G4611700 Representantes comerciais e agentes do comércio de matérias-primas agrícolas e animais vivos 400,00
G4612500 Representantes comerciais e agentes do comércio de combustíveis, minerais, produtos siderúrgicos e químicos 400,00
G4613300 Representantes comerciais e agentes do comércio de madeira, material de construção e ferragens 350,00
G4614100 Representantes comerciais e agentes do comércio de máquinas, equipamentos, embarcações e aeronaves 400,00
G4615000 Representantes comerciais e agentes do comércio de eletrodomésticos, móveis e artigos de uso doméstico 400,00
G4616800 Representantes comerciais e agentes do comércio de têxteis, vestuário, calçados e artigos de viagem 400,00
G4617600 Representantes comerciais e agentes do comércio de produtos alimentícios, bebidas e fumo 400,00
G4618401 Representantes comerciais e agentes do comércio de medicamentos, cosméticos e produtos de perfumaria 400,00
G4618402 Representantes comerciais e agentes do comércio de instrumentos e materiais odonto-médico-hospitalares 400,00
G4618403 Representantes comerciais e agentes do comércio de jornais, revistas e outras publicações desmembramento
G461840301 representantes e agentes do comércio 400,00
G461840302 Distribuidores 1.000,00
G4618499 Outros representantes comerciais e agentes do comércio especializado em produtos não especificados anteriormente 400,00
G4619200 Representantes comerciais e agentes do comércio de mercadorias em geral não especializado 400,00
G4621400 Comércio atacadista de café em grão 2.000,00
G4622200 Comércio atacadista de soja 2.000,00
G4623101 Comércio atacadista de animais vivos 2.000,00
G4623102 Comércio atacadista de couros, lãs, peles e outros subprodutos náo-comestíveis de origem animal 2.000,00
G4623103 Comércio atacadista de algodão 2.000,00
G4623104 Comércio atacadista de fumo em folha não beneficiado 2.000,00
G4623105 Comércio atacadista de cacau 2.000,00
G4623106 Comércio atacadista de sementes, flores, plantas e gramas 2.000,00
G4623107 Comércio atacadista de sisal 2.000,00
G4623108 Comércio atacadista de matérias-primas agrícolas com atividade de fracionamento e acondicionamento associada 2.000,00
G4623109 Comércio atacadista de alimentos para animais 2.000,00
G4623199 Comércio atacadista de matérias-primas agrícolas não especificadas anteriormente 2.000,00
G4631100 Comércio atacadista de leite e laticínios 2.000,00
G4632001 Comércio atacadista de cereais e leguminosas beneficiados 2.000,00

G4632002 Comércio atacadista de farinhas, amidos e féculas 2.000,00


G4632003 Comércio atacadista de cereais e leguminosas beneficiados, farinhas, amidos e féculas. com atividade de fracionamento e acondicionamento 2.000,00
associada
G4633801 Comércio atacadista de frutas, verduras, raízes, tubérculos, hortaliças e legumes frescos 2.000,00
G4633802 Comércio atacadista de aves vivas e ovos 2.000,00
G4633803 Comércio atacadista de coelhos e outros pequenos animais vivos para alimentação 2.000,00
G4634601 Comércio atacadista de carnes bovinas e suínas e derivados 5.000,00
G4634602 Comércio atacadista de aves abatidas e derivados 2.000,00
G4634603 Comércio atacadista de pescados e frutos do mar 2.000,00
G4634699 Comércio atacadista de carnes e derivados de outros animais 2.000,00
G4635401 Comércio atacadista de água mineral 2.000,00
G4635402 Comércio atacadista de cerveja, chope e refrigerante 2.000,00
G4635403 Comércio atacadista de bebidas com atividade de fracionamento e acondicionamento associada 2.000,00
G4635499 Comércio atacadista de bebidas não especificadas anteriormente 2.000,00
G4636201 Comércio atacadista de fumo beneficiado 10.000,00
G4636202 Comércio atacadista de cigarros, cigarrilhas e charutos 10.000,00
G4637101 Comércio atacadista de café torrado, moído e solúvel 2.000,00
G4637102 Comércio atacadista de açúcar 2.000,00
G4637103 Comércio atacadista de óleos e gorduras 2.000,00
G4637104 Comércio atacadista de pães, bolos, biscoitos e similares 2.000,00
G4637105 Comércio atacadista de massas alimentícias 2.000,00
G4637106 Comércio atacadista de sorvetes 2.000,00
G4637107 Comércio atacadista de chocolates, confeitos. balas, bombons e semelhantes 2.000,00
G4637199 Comércio atacadista especializado em outros produtos alimentícios não especificados anteriormente 2.000,00
G4639701 Comércio atacadista de produtos alimentícios em geral 5.000,00
G4639702 Comércio atacadista de produtos alimentícios em geral, com atividade de fracionamento e acondicionamento associada 2.000,00
G4641901 Comércio atacadista de tecidos 2.000,00
G4641902 Comércio atacadista de artigos de cama, mesa e banho 2.000,00
G4641903 Comércio atacadista de artigos de armarinho 2.000,00
G4642701 Comércio atacadista de artigos do vestuário e acessórios, exceto profissionais e de segurança 2.000,00
G4642702 Comércio atacadista de roupas e acessórios para uso profissional e de segurança do trabalho 2.000,00
G4643501 Comércio atacadista de calçados 2.000,00
G4643502 Comércio atacadista de bolsas, malas e artigos de viagem 2.000,00
G4644301 Comércio atacadista de medicamentos e drogas de uso humano 2.000,00
G4644302 Comércio atacadista de medicamentos e drogas de uso veterinário 2.000,00
G4645101 Comércio atacadista de instrumentos e materiais para uso médico, cirúrgico hospitalar e de laboratórios 2.000,00
G4645102 Comércio atacadista de próteses e artigos de ortopedia 2.000,00
G4645103 Comércio atacadista de produtos odontológicos 2.000,00
G4646001 Comércio atacadista de cosméticos e produtos de perfumaria 2.000,00
G4646002 Comércio atacadista de produtos de higiene pessoal 1.000,00
G4647801 Comércio atacadista do artigos de escritório e de papelaria 1.000,00
G4647802 Comércio atacadista de livros, jornais e outras publicadas 1.000,00
G4649401 Comércio atacadista de equipamentos elétricos de uso pessoal e doméstico 2.000,00
G4649402 Comércio atacadista de aparelhos eletrônicos de uso pessoal e doméstico 2.000,00
G4649403 Comércio atacadista de bicicletas, triciclos e outros veículos recreativos 2.000,00
G4649404 Comércio atacadista de móveis e artigos de colchoaria 2.000,00
G4649405 Comércio atacadista de artigos de tapeçaria: persianas e cortinas 2.000,00
G4649406 Comércio atacadista de lustres, luminárias e abajures 2.000,00
G4649407 Comércio atacadista de filmes, CDs, DVDs, fitas e discos 2.000,00
G4649408 Comércio atacadista de produtos de higiene, limpeza e conservação domiciliar 2.000,00
G4649409 Comércio atacadista de produtos de higiene, limpeza e conservação domiciliar, com atividade de fracionamento e acondicionamento associada 2.000,00
G4649410 Comércio atacadista de jóias, relógios e bijuterias. inclusive pedras preciosas e semipreciosas lapidadas 2.000,00
G4649499 Comércio atacadista de outros equipamentos e artigos de uso pessoal e doméstico não especificados anteriormente desmembramento
G464949901 Artigos de óptica/ uso pessoal 500,00
G464949902 Brinquedos, artigos desportivos e de recreação 1.000,00
G464949903 Outros 1.000,00
G4651601 Comércio atacadista de equipamentos de informática 2.000,00
G4651602 Comércio atacadista de suprimentos para informática 2.000,00
G4652400 Comércio atacadista de componentes eletrônicos e equipamentos de telefonia e comunicação 2.000,00
G4661300 Comércio atacadista de máquinas, aparelhos e equipamentos para uso agropecuário; partes e pecas 2.000,00
G4662100 Comércio atacadista de máquinas, equipamentos para terraplenagem, mineração e construção; partes e pecas 2.000,00
G4663000 Comércio atacadista de máquinas e equipamentos para uso Industrial; partes e pecas 2.000,00
G4664800 Comércio atacadista de máquinas, aparelhos e equipamentos para uso odonto-médico-hospitalar; partes e pecas 2.000,00
G4665600 Comércio atacadista de máquinas e equipamentos para uso comercial; partes e pecas 2.000,00
G4669901 Comércio atacadista de bombas e compressores; partes e pecas 2.000,00
G4669999 Comércio atacadista de outras máquinas e equipamentos não especificados anteriormente; partes e peças 2.000,00
G4671100 Comércio atacadista de madeira e produtos derivados 2.000,00
G4672900 Comércio atacadista de ferragens e ferramentas 2.000,00
G4673700 Comércio atacadista de material elétrico 2.000,00
G4674500 Comércio atacadista de cimento 2.000,00
G4679601 Comércio atacadista de tintas, vernizes e similares 2.000,00
G4679602 Comércio atacadista de mármores e granitos 2.000,00
G4679603 Comércio atacadista de vidros, espelhos e vitrais 2.000,00
G4679604 Comércio atacadista especializado de materiais de construção não especificados anteriormente 2.000,00
G4679699 Comércio atacadista de materiais de construção em geral 2.000,00

G4681801 Comércio atacadista de álcool carburante, biodiesel, gasolina e demais derivados de petróleo, exceto lubrificantes, não realizado por 5.000,00
transportador retalhista (TRR)
G4681802 Comércio atacadista de combustíveis realizado por transportador retalhista (TRR) 5.000,00
G4681803 Comércio atacadista de combustíveis de origem vegetal, exceto álcool carburante 5.000,00
G4681804 Comércio atacadista de combustíveis de origem mineral em bruto 5.000,00
G4681805 Comércio atacadista de lubrificantes 5.000,00
G4682600 Comércio atacadista de gás liquido feito de petróleo (GLP) 2.000,00
G4683400 Comércio atacadista de defensivos agrícolas, adubos, fertilizantes e corretivos do solo 3.000,00
G4684201 Comércio atacadista de resinas e elastômeros 3.000,00
G4684202 Comércio atacadista de solventes 3.000,00
G4684299 Comércio atacadista de outros produtos químicos e petroquímicos não especificados anteriormente 5.000,00
G4685100 Comércio atacadista de produtos siderúrgicos e metalúrgicos, exceto para construção 5.000,00
G4686901 Comércio atacadista de papel e papelão em bruto 2.000,00
G4686902 Comércio atacadista de embalagens 2.000,00
G4687701 Comércio atacadista de resíduos de papel e papeluk) 2.000,00
G4687702 Comércio atacadista de resíduos e sucatas não-metálicos, exceto de papel e papelão 2.000,00
G4687703 Comércio atacadista de resíduos e sucatas metálicos 2.000,00
G4689301 Comércio atacadista de produtos da extração mineral, exceto combustíveis 2.000,00
G4689302 Comércio atacadista de fios e libras têxteis beneficiados 2.000,00
G4689399 Comércio atacadista especializado em outros produtos intermediários não especificados anteriormente 2.000,00
G4691500 Comércio atacadista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios 7.000,00
G4692300 Comércio atacadista de mercadorias em geral, com predominância de insumos agropecuários 2.000,00
G4693100 Comércio atacadista de mercadorias em geral, sem predominância de alimentos ou de insumos agropecuários desmembramento
G469310001 distribuidores em geral, exceto jornais, revistas e outras publicações 2.000,00
G469310003 Exportações e Importações 5.000,00
G469310002 Outros 1.500,00
G4711301 Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios - hipermercados 5.000,00
G4711302 Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios - supermercados 5.000,00
G4712100 Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios, minimercados, mercearias e armazéns desmembramento
G471210001 Minimercados 500,00
G471210002 mercearias e armazéns 500,00
G4713001 Lojas de departamentos ou magazines desmembramento
G471300101 Lojas de departamentos 4.000,00
G471300102 Magazines 500,00
G471300103 Supertotais 3.000,00
G4713002 Lojas de variedades, exceto lojas de departamentos ou magazines 500,00
G4713003 Lojas duty free de aeroportos internacionais 600,00
G4721101 Padaria e confeitaria com predominância de produção própria 600,00
G4721102 Padaria e confeitaria com predominância de revenda 600,00
G4721103 Comércio varejista de laticínios e frios 500,00
G4721104 Comércio varejista de doces, balas, bombons, e semelhantes 500,00
G4722901 Comércio varejista de carnes - açougues 500,00
G4722902 Peixaria 500,00
G4723700 Comércio varejista de bebidas 500,00
G4724500 Comércio varejista de hortifrutigranjeiros 500,00
G4729601 Tabacaria 500,00
G4729699 Comércio varejista de produtos alimentícios em geral ou especializado em produtos alimentícios não especificados anteriormente desmembramento
G472969901 Loja de conveniência 600,00
G472969902 Casa de massa ou rostisserie 500,00
G472969903 demais produtos 500,00
G4731800 Comércio varejista de combustíveis para veículos automotores 2.000,00
G4732600 Comércio varejista de lubrificantes 500,00
G4741500 Comércio varejista de tintas e materiais para pintura 500,00
G4742300 Comércio varejista de material elétrico 500,00
G4743100 Comércio varejista de vidros desmembramento
G474310001 planos e de segurança, boxes. espelhos, etc. 500,00
G474310002 serviços de vidraçaria 500,00
G4744001 Comércio varejista de ferragens e ferramentas 1.000,00
G4744002 Comércio varejista de madeira e artefatos 500,00
G4744003 Comércio var^ista de materiais hidráulicos 500,00
G4744004 Comércio varejista de cal, areia, pedra britada, tijolos e telhas 500,00
G4744005 Comércio varejista de materiais de construção não especificados anteriormente 500,00
G4744099 Comércio varejista de materiais de construção em geral 500,00
G4751200 Comércio varejista especializado de equipamentos e suprimentos de informática desmembramento
G475120001 Computadores, periféricos, programas de computador não-customizáveis, etc. 500,00
G475120002 Recarga de cartuchos 500,00
G4752100 Comércio varejista especializado de equipamentos de telefonia e comunicação 500,00
G4753900 Comércio varejista especializado de eletrodomésticos e equipamentos de áudio e vídeo 500,00
G4754701 Comércio varejista de móveis 500,00
G4754702 Comércio varejista de artigos de colchoaria 5.000,00
G4754703 Comércio varejista de artigos de iluminação 500,00
G4755501 Comércio varejista de tecidos 500,00
G4755502 Comercio varejista de artigos de armarinho 500,00
G4755503 Comercio varejista de artigos de cama. mesa e t)anho 500,00
G4756300 Comércio varejista especializado de instrumentos musicais e acessórios 500,00
G4757100 Comércio varejista especializado de peças e acessórios para aparelhos eletroeletrônicos para uso doméstico, exceto informática e comunicação 500,00
G4759801 Comércio varejista de artigos de tapeçaria, cortinas e persianas 500,00
G4759899 Comércio varejista de outros artigos de uso pessoal e doméstico não especificados anteriormente 500,00
G4761001 Comércio varejista de livros 350,00
G4761002 Comércio varejista de jornais e revistas desmembramento
G476100201 Banca de jornais 350,00
G476100202 outros (exceto banca de jornais) 350,00
G4761003 Comércio varejista de artigos de papelaria 500,00
G4762800 Comércio varejista de discos, CDs, DVDs e fitas 500,00
G4763601 Comércio varejista de brinquedos e artigos recreativos 500,00
G4763602 Comércio varejista de artigos esportivos 500,00
G4763603 Comércio varejista de bicicletas e triciclos: peças e acessórios 500,00
G4763604 Comércio varejista de artigos de caca. pesca e camping 500,00
G4763605 Comércio varejista de embarcações e outros veículos recreativos; pecas e acessórios 1.000,00
G4771701 Comércio varejista de produtos farmacêuticos, sem manipulação de fórmulas 800,00
G4771702 Comércio varejista de produtos farmacêuticos, com manipulação de fórmulas 800,00
G4771703 Comércio varejista de produtos farmacêuticos homeopáticos 800,00
G4771704 Comércio varejista de medicamentos veterinários 1.000,00
G4772500 Comércio varejista de cosméticos, produtos de perfumaria e de higiene pessoal 500,00
G4773300 Comércio varejista de artigos médicos e ortopédicos 500,00
G4774100 Comércio varejista de artigos de óptica 500,00
G4781400 Comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios 500,00
G4782201 Comércio varejista de calçados 500,00
G4782202 Comércio varejista de artigos de viagem 400,00
G4783101 Comércio varejista de artigos de joalheria 500,00
G4783102 Comércio varejista de artigos de relojoaria 500,00
G4784900 Comércio varejista de gás liquefeito de petróleo (GLP) 4.000,00
G4785701 Comércio varejista de antiguidades 500,00
G4785799 Comércio varejista de outros artigos usados 500,00
G4789001 Comércio varejista de suvenires, bijuterias e artesanatos 500,00
G4789002 Comércio varejista de plantas e flores naturais 500,00
G4789003 Comércio varejista de objetos de arte 500,00
G4789004 Comércio varejista de animais vivos e de artigos e alimentos para animais de estimação 500,00
G4789005 Comércio varejista de produtos saneantes domissanitários 500,00
G4789006 Comércio varejista de fogos de artifício e artigos pirotécnicos 800,00
G4789007 Comércio varejista de equipamentos para escritório 500,00
G4789008 Comércio varejista de artigos fotográficos e para filmagem 500,00
G4789009 Comércio varejista de armas e munições 1.000,00
G4789099 Comércio varejista de outros produtos não especificados anteriormente desmembramento
G478909901 Produtos importados 500,00
G478909902 Aparelhos elétricos e acessórios 500,00
G478909903 Serviços de colocação de molduras e congêneres 500,00
G478909904 Produtos químicos exceto saneantes domissanitários 1.000,00
G478909905 Outros itens não mencionados 500,00
H Transporte, Armazenagem e Correio
H4911600 Transporte ferroviário de carga 10.000,00
H4912401 Transporte ferroviário de passageiros intermunicipal e interestadual 5.000,00
H4912402 Transporte ferroviário de passageiros municipal e em região metropolitana 5.000,00
H4912403 Transporte metroviário 5.000,00
H4921301 Transporte rodoviário coletivo de passageiros, com itinerário fixo. municipal 3.000,00
H4921302 Transporte rodoviário coletivo de passageiros, com itinerário fixo, intermunicipal em região metropolitana 3.000,00
H4922101 Transporte rodoviário coletivo de passageiros, com itinerário fixo, intermunicipal. exceto em região metropolitana 3.000,00
H4922102 Transporte rodoviário coletivo de passageiros, com itinerário fixo, interestadual 3.000,00
H4922103 Transporte rodoviário coletivo de passageiros, com itinerário fixo, internacional 3.000,00
H4923001 Serviço de táxi 1.000,00
H4923002 Serviço de transporte de passageiros - locação de automóveis com motorista 1.000,00
H4924800 Transporte escolar 400,00
H4929901 Transporte rodoviário coletivo de passageiros, sob regime de fretamento. municipal 5.000,00
H4929902 Transporte rodoviário coletivo de passageiros, sob regime de fretamento, intermunicipal, interestadual e Internacional 4.000,00
H4929903 Organização de excursões em veículos rodoviários próprios, municipal 500,00
H4929904 Organização de excursões em veículos rodoviários próprios, Intermunicipal, interestadual e Internacional 500,00
H4929999 Outros transportes rodoviários de passageiros não especificados anteriormente 3.000,00
H4930201 Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, municipal desmembramento
H493020101 Em geral, salvo contêineres (contâinefes) 1.000,00
H493020102 Locação de veículos rodoviários de carga com motorista 1.000,00
H493020103 Em contêineres (contâineres) 4.000,00
H4930202 Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, intermunicipal, interestadual e Internacional desmembramento
H493020201 Em geral, salvo contêineres (contâineres) 10.000,00
H493020202 Em contêineres (contâineres) 10.000,00
H493020203 Locação de veículos de carga com motorista 1.000,00
H4930203 Transporte rodoviário de produtos perigosos 15.000,00
H4930204 Transporte rodoviário de mudanças 5.000,00
H4940000 Transporte rodoviário 15.000,00
H4950700 Trens turísticos, teleféricos e similares 500,00
H5011401 Transporte marítimo de cabotagem - Carga 4.000,00
H5011402 Transporte marítimo de cabotagem - passageiros 4.000,00
H5012201 Transporte marítimo de longo curso - Carga 4.000,00
H5012202 Transporte marítimo de longo curso - Passageiros 4.000,00
H5021101 Transporte por navegação interior de carga, municipal, exceto travessia 4.000,00
H5021102 Transporte por navegação interior de carga, Intermunicipal, interestadual e internacional, exceto travessia 4.000,00

H5022001 Transporte por navegação interior de passageiros em linhas regulares, municipal. exceto travessia 4.000,00
H5022002 Transporte por navegação interior de passageiros em linhas regulares, Intermunicipal, interestadual e internacional, exceto travessia 4.000,00
H5030101 Navegação de apoio marítimo 2.000,00
H5030102 Navegação de apoio portuário 2.000,00
H5091201 Transporte por navegação de travessia, municipal 2.000,00
H5091202 Transporte por navegação de travessia, Intermunicipal 2.000,00
H5099801 Transporte aquaviário para passeios turísticos 500,00
H5099899 Outros transportes aquaviários não especificados anteriormente 2.000,00
H5111100 Transporte aéreo de passageiros regular 2.000,00
H5112901 Serviço de táxi aéreo e locação de aeronaves com tripulação 2.000,00
H5112999 Outros serviços de transporte aéreo de passageiros não-regular 2.000,00
H5120000 Transporte aéreo de carga 2.000,00
H5130700 Transporte espacial 2.000,00
H5211701 Armazéns gerais - emissão de warrant desmembramento
H521170101 Armazém de cargas em geral 20.000,00
H521170102 Armazenagem de produtos químicos e petroquímicos 30.000,00
H5211702 Guarda-móveis 1.000,00
H5211799 Depósitos de mercadorias para terceiros, exceto armazéns gerais e quarda-móveis desmembramento
H521179901 Depósito fechado 1.000,00
H521179902 Atividades de armazenamento, de todo tipo de produto (sólidos, líquidos e gasosos), por conta de terceiros, exceto com emissão de warrants 5.000,00
H521179903 Pátio para armazenamento de contêineres (contâineres) 20.000,00
H5212500 Carga e descarga desmembramento
H521250001 Independentemente do meio de transporte utilizado 10.000,00
H521250002 Locação de equipamentos de movimentação de carga com operador 1.000,00
H521250003 Entidade estivadora 1.000,00
H521250004 Paletização e unitização de cargas 1.000,00
H5221400 Concessionárias de rodovias, pontes, túneis e serviços relacionados 1.000,00
H5222200 Terminais rodoviários e ferroviários 500,00
H5223100 Estacionamento de veículos desmembramento
H522310001 ônibus, caminhões, carretas e outros veículos pesados 20.000,00
H522310002 outros veículos, não especificados anteriormente 2.000,00
H522310003 garagem (veículos próprios) 500,00
H5229001 Serviços de apoio ao transporte por táxi. inclusive centrais de chamada 500,00
H5229002 Serviços de reboque de veículos 500,00
H5229099 Outras atividades auxiliares dos transportes terrestres não especificadas anteriormente 500,00
H5231101 Administração da infra-estrutura portuária 5.000,00
H5231102 Operações de terminais 20.000,00
H5232000 Atividades de agenciamento marítimo 1.000,00
H5239700 Atividades auxiliares dos transportes aquaviários não especificadas anteriormente 500,00
H5240101 Operação dos aeroportos e campos de aterrissagem 5.000,00
H5240199 Atividades auxiliares dos transportes aéreos, exceto operação dos aeroportos e campos de aterrissagem 500,00
H5250801 Comissaria de despachos 1.500,00
H5250602 Atividades de despachantes aduaneiros 1.500,00
H5250803 Agenciamento de cargas, exceto para o transporte marítimo 500,00
HS250804 Organização logística do transporte de carga 20.000,00
H5250805 Operador de transporte multimodal OTM 20.000,00
H5310501 Atividades do Correio Nacional 2.000,00
H5310502 Atividades de franqueadas e permissionárias do Correio Nacional 500,00
H5320201 Serviços de malote não realizados pelo Correio Nacional 500,00
H5320202 Serviços de entrega rápida desmembramento
H532020201 De mercadorias do comércio varejista e de serviços de alimentação no endereço do cliente (exceto motoboy) 500,00
H532020202 Por motoboy 500,00
I Alojamento e Alimentação
I5510801 Hotéis 2.000,00
I5510802 Apart-hotéis 2.000,00
I5510803 Motéis 2.000,00
I5590601 Albergues, exceto assistenciais 400,00
I5590602 Campings 400,00
15590603 Pensões (alojamento) 2.000,00
I5590699 Outros alojamentos não especificados anteriormente 2.000,00
I5611201 Restaurantes, pizzaria e similares 500,00
I5611202 Bares e outros estabelecimentos especializados em servir bebidas 500,00
I5611203 Lanchonetes, casas de chá. de sucos e similares 500,00
I5612100 Serviços ambulantes de alimentação 500,00
I5620101 Fornecimento de alimentos preparados preponderantemente para empresas 500,00
I5620102 Serviços de alimentação para eventos e recepções bufê 500,00
I5620103 Cantinas - serviços de alimentação privativos 400,00
I5620104 Fornecimento de alimentos preparados preponderantemente para consumo domiciliar 400,00
J Informação e Comunicação
J5811500 Edição de livros 1.000,00
J5812300 Edição de jornais 1.000,00
J5813100 Edição de revistas 1.000,00
J5819100 Edição de cadastros, listas e outros produtos gráficos 1.000,00
J5821200 Edição integrada à impressão de livros 1.000,00
J5822100 Edição integrada à impressão de jornais 1.000,00
J5823900 Edição integrada à impressão de revistas 1.000,00
J5829800 Edição integrada à impressão de cadastros, listas e outros produtos gráficos 1.000,00

J5911101 Estúdios cinematográficos 500,00


J5911102 Produção de filmes para publicidade 500,00
J5911199 Atividades de produção cinematográfica, de vídeos e de progranras de televisão não especificadas anteriormente 500,00
J5912001 Serviços de dublagem 500,00
J5912002 Serviços de mixagem sonora em produção audiovisual 500,00
J5912099 Atividades de pós-produção cinematográfica, de videos e de programas de televisão não especificadas anteriormente 500,00
J5913800 Distribuição cinematográfica, de vídeo e de programas de televisão 500,00
J5914600 Atividades de exibição cinematográfica 500,00
J5920100 Atividades de gravação de som e de edição de música 500,00
J6010100 Atividades de rádio 1.000,00
J6021700 Atividades de televisão aberta 1.000,00
J6022501 Programadoras 1.000,00
J6022502 Atividades relacionadas à televisão por assinatura, exceto programadoras 5.000,00
J6110801 Serviços de telefonia fixa comutada - STFC 7.000,00
J6110802 Serviços de redes de transporte de telecomunicações - SRTT 2.000,00
J6110803 Serviços de comunicação multimídia - SCM 2.000,00
J6110899 Serviços de telecomunicações por fio não especificados anteriormente 2.000,00
J6120501 Telefonia móvel celular desmembramento
J812050101 exploradas como serviços de telecomunicações móveis terrestres, de uso individual. 2.000,00
J612050102 estação rádio-t)ase 2.000,00
J6120502 Serviço móvel especializado - SME 2.000,00
J6120599 Serviços de telecomunicações sem fio não especificados anteriormente 2.000,00
J6130200 Telecomunicações por satélite 2.000,00
J6141800 Operadoras de televisão por assinatura por cabo 5.000,00
J6142600 Operadoras de televisão por assinatura por microondas 5.000,00
J6143400 Operadoras de televisão por assinatura por satélite 5.000,00
J6190601 Provedores de acesso às redes de comunicações 600,00
J6190602 Provedores de voz sobre protocolo internet - VOlP 600,00
J6190699 Outras atividades de telecomunicações não especificadas anteriormente 600,00
J6201500 Desenvolvimento de programas de computador sob encomenda 600,00
J6202300 Desenvolvimento e licenciamento de programas de computador customizáveis 600,00
J6203100 Desenvolvimento e licenciamento de programas de computador não-customizáveis 600,00
J6204000 Consultoria em tecnologia da informação 600,00
J6209100 Suporte técnico, manutenção e outros serviços em tecnologia da informação 600,00
J6311900 Tratamento de dados, provedores de serviços de aplicação e serviços de hospedagem na internet 600,00
J6319400 Portais, provedores de conteúdo e outros serviços de informado na internet 600,00
J6391700 Agendas de notícias 1.000,00
J6399200 Outras atividades de prestação de serviços de informação não especificadas anteriormente 500,00
K Atividades Financeiras, de Seguros e Serviços Relacionados
K6410700 Banco Central 5.000,00
K6421200 Bancos comerciais 5.000,00
K6422100 Bancos múltiplos, com carteira comercial 5.000,00
K6423900 Caixas econômicas 5.000,00
K6424701 Bancos cooperativos 5.000,00
K6424702 Cooperativas centrais de crédito 500,00
K6424703 Cooperativas de crédito mútuo 500,00
K6424704 Cooperativas de crédito rural 500,00
K6431000 Bancos múltiplos, sem carteira comercial 5.000,00
K6432800 Bancos de investimento 5.000,00
K6433600 Bancos de desenvolvimento 5.000,00
K6434400
K6435201 Agendas
Sociedadesde de
fomento
crédito imobiliário 5.000,00
5.000,00
K6435202 Associações de poupança e empréstimo 5.000,00
K6435203 Companhias hipotecárias 5.000,00
K6436100 Sociedades de crédito, financiamento e investimento - financeiras 5.000,00
K6437900 Sociedades de crédito ao microempreendedor 5.000,00
K6438701 Bancos de câmbio 5.000,00
K6438799 Outras instituições de intermediação não-monetária não especificadas anteriormente 1.000,00
K6440900 Arrendamento mercantil 2.000,00
K6450600 Sociedades de capitalização 2.000,00
K6461100 Holdings de instituições financeiras 500,00
K6462000 Holdings de instituições não-financeiras 500,00
K6463800 Outras sociedades de participação, exceto holdings 500,00
K6470101 Fundos de investimento, exceto previdenciários e imobiliários 2.000,00
K6470102 Fundos de investimento previdenciários 2.000,00
K6470103 Fundos de investimento imobiliários 2.000,00
K6491300 Sociedades de fomento mercantil - factoring 2.000,00
K6492100 Securitização de créditos 2.000,00
K6493000 Administração de consórcios para aquisição de bens e direitos 2.000,00
K6499901 Clubes de investimento 2.000,00
K6499902 Sociedades de investimento 2.000,00
K6499903 Fundo garantidor de crédito 2.000,00
K6499904 Caixas de financiamento de corporações 2.000,00
K6499905 Concessão de crédito pelas OSCIP 2.000,00
K6499999 Outras atividades de serviços financeiros não especificadas anteriormente 2.000,00
K6511101 Seguros de vida 1.000,00
K6511102 Planos de auxílio-funeral 500,00
K6512000 Seguros não-vida 2.000,00
K6520100 Seguros-saúde 2.000,00
K6530800 Resseguros 2.000,00
K6541300 Previdência complementar fechada 2.000,00
K6542100 Previdência complementar aberta 2.000,00
K6550200 Planos de saúde 2.000,00
K6611801 Bolsa de valores 3.000,00
K6611802 Bolsa de mercadorias 3.000,00
K6611803 Bolsa de mercadorias e futuros 3.000,00
K6611804 Administração de mercados de balção organizados 3.000,00
K6612601 Corretoras de títulos e valores mobiliários 3.000,00
K6612602 Distribuidoras de títulos e valores mobiliários 3.000,00
K6612603 Corretoras de câmbio 3.000,00
K6612604 Corretoras de contratos de mercadorias 500,00
K6612605 Agentes de investimentos em aplicações financeiras 500,00
K6613400 Administração de cartões de crédito 3.000,00
K6619301 Serviços de liquidação e custódia 3.000,00
K6619302 Correspondentes de instituições financeiras 1.000,00
K6619303 Representações de bancos estrangeiros 500,00
K6619304 Caixas eletrônicos 1.000,00
K6619305 Operadoras de cartões de débito 1.000,00
K6619399 Outras atividades auxiliares dos serviços financeiros não especificadas anteriormente desmembramento
K661939901 Corretores hipotecários 1.000,00
K661939902 Casa de câmbio 1.000,00
K661939903 Serviços de consultoria em investimentos financeiros 1.000,00
K661939904 Serviços de intermediação na obtenção de empréstimos 1.000,00
K6621501 Peritos e avaliadores de seguros 400,00
K6621502 Auditoria e consultoria atuarial desmembramento
K662150201 Auditoria 400,00
K662150202 Consultoria atuarial 400,00
K6622300 Corretores e agentes de seguros, de planos de previdência complementar e de saúde 400,00
K6629100 Atividades auxiliares dos seguros, da previdência complementar e dos planos de saúde não especificadas anteriormente 400,00
K6630400 Atividades de administração de fundos por contrato ou comissão 1.000,00
L Atividades Imobiliárias
L6810201 Compra e venda de imóveis próprios 500,00
L6810202 Aluguel de imóveis próprios 500,00
L6821801 Corretagem na compra e venda e avaliação de imóveis 500,00
L6821802 Corretagem no aluguei de imóveis 1.500,00
L6822600 Gestão e administração da propriedade imobiliária desmembramento
L682260001 Administração de imóveis para terceiros 1.000,00
L682260002 Centro comercial (shopping rotativo) 500,00
M Atividades Profissionais, Cientificas e Técnicas
M6911701 Serviços advocatícios 400,00
M6911702 Atividades auxiliares da justiça 400,00
M6911703 Agente de propriedade industrial 400,00
M6912500 Canórios 1.000,00
M6920601 Atividades de contabilidade 400,00
M6920602 Atividades de consultoria e auditoria contábil e tributária 400,00
M7020400 Atividades de consultoria em gestão empresarial, exceto consultoria técnica específica 400,00
M7111100 Serviços de arquitetura 400,00
M7112000 Serviços de engenharia 400,00
M7119701 Serviços de cartografia, topografia e geodésia 400,00
M7119702 Atividades de estudos geológicos 400,00
M7119703 Serviços de desenho técnico relacionados à arquitetura engenharia 400,00
M7119704 Serviços de perícia técnica relacionados à segurança do trabalho 400,00
M7119799 Atividades técnicas relacionadas à engenharia e arquitetura não especificadas anteriormente 400,00
M7120100 Testes e análises técnicas 400,00
M7210000 Pesquisa e desenvolvimento experimental em ciências físicas e naturais 400,00
M7220700 Pesquisa e desenvolvimento experimental em ciências sociais e humanas 400,00
M7311400 Agências de publicidade 400,00
M7312200 Agenciamento de espaços para publicidade, exceto em veículos de comunicação 400,00
M7319001 Criação de estandes para feiras e exposições 400,00
M7319002 Promoção de vendas 400,00
M7319003 Marketing direto 400,00
M7319004 Consultoria em publicidade 400,00
M7319099 Outras atividades de publicidade não especificadas anteriormente 400,00
M7320300 Pesquisas de mercado e de opinião pública 400,00
M7410201 Design 400,00
M7410202 Decoração de interiores 400,00
M7420001 Atividades de produção de fotografias, exceto aérea e submarina 400,00
M7420002 Atividades de produção de fotografias aéreas e submarinas 400,00
M7420003 Laboratórios fotográficos 400,00
M7420004 Filmagem de festas e eventos 400,00
M7420005 Serviços de microfilmagem 400,00
M7490101 Serviços de tradução, interpretação e similares 400,00
M7490102 Escafandria e Mergulho 400,00
M7490103 Serviços de agronomia e de consultoria às atividades agrícolas e pecuárias 400,00
M7490104 Atividades de intermediação e agenciamento de serviços e negócios em geral, exceto imobiliários 400,00
M7490105 Agenciamento de profissionais para atividades esportivas, culturais e artísticas 400,00
M7490199 Outras atividades profissionais, científicas e técnicas não especificadas anteriormente 400,00
M7500100 Atividades veterinárias desmembramento

M750010001 desenvolvidas em consultórios, laboratórios ou qualquer outro lugar para o exercido de tais atividades 500,00
M750010002 hospitais, clínicas, ambulatórios, prontos-socorros e congêneres 1.000,00
N Atividades Administrativas e Serviços Complementares
N7711000 Locação de automóveis sem condutor 1.000,00
N7719501 Locação de embarcações sem tripulação, exceto para fins recreativos 1.000,00
N7719502 Locação de aeronaves sem tripulação 1.000,00
N7719599 Locação de outros meios de transporte não especificados anteriormente, sem condutor desmembramento
N771959901 De veículos leves 1.000,00
N771959902 De veículos pesados 5.000,00
N7721700 Aluguel de equipamentos recreativos e esportivos 1.000,00
N7722500 Aluguel de fitas de vídeo. DVDs e similares 400,00
N7723300 Aluguel de objetos do vestuário, jóias e acessórios 500,00
N7729201 Aluguel de aparelhos de jogos eletrônicos 500,00
N7729202 Aluguel de móveis, utensílios e aparelhos de uso doméstico e pessoal; instrumentos musicais 500,00
N7729203 Aluguei de material médico 500,00
N7729299 Aluguel de outros objetos pessoais e domésticos não especificados anteriormente 500,00
N7731400 Aluguel de máquinas e equipamentos agrícolas sem operador 500,00
N7732201 Aluguel de máquinas e equipamentos para construção sem operador, exceto andaimes 400,00
N7732202 Aluguel de andaimes 500,00
N7733100 Aluguel de máquinas e equipamentos para escritório 500,00
N7739001 Aluguel de máquinas e equipamentos para extração de minérios e petróleo, sem operador 500,00
N7739002 Aluguel de equipamentos científicos, médicos e hospitalares, sem operador 500,00
N7739003 Aluguel de palcos, coberturas e outras estruturas de uso temporário, exceto andaimes 500,00
N7739099 Aluguel de outras máquinas e equipamentos comerciais e industriais não especificados anteriormente, sem operador desmembramento
N773909901 locação de contêineres (contâineres) 5.000,00
N773909902 de veículos pesados 5.000,00
N773909904 demais equipamentos 1.000,00
N7740300 Gestão de ativos intangíveis não-financeiros 500,00
N7810800 Seleção e agenciamento de mão-de-obra 1.000,00
N7820500 Locação de mão-de-obra temporária 1.000,00
N7830200 Fornecimento e gestão de recursos humanos para terceiros 1.000,00
N7911200 Agências de viagens 500,00
N7912100 Operadores turísticos 500,00
N7990200 Serviços de reservas e outros serviços de turismo não especificados anteriormente 500,00
N8011101 Atividades de vigilância e segurança privada 500,00
N8011102 Serviços de adestramento de cães de guarda 1.000,00
N8012900 Atividades de transporte de valores 4.000,00
N8020000 Atividades de monitoramento de sistemas de segurança 400,00
N8030700 Atividades de investigação particular 400,00
N8111700 Serviços combinados para apoio a edifícios, exceto condomínios prediais 400,00
N8112500 Condomínios prediais 400,00
N8121400 Limpeza em prédios e em domicílios 500,00
N8122200 Imunização e controle de pragas urbanas 500,00
N8129000 Atividades de limpeza não especificadas anteriormente 500,00
N8130300 Atividades paisagísticas 500,00
N8211300 Serviços combinados de escritório e apoio administrativo 500,00
N8219901 Fotocópias desmembramento
N821990101 Fotocópias 500,00
N821990102 Serviços de fotoreprodução, heliografia, encadernação quando combinada com a reprodução de cópias e similares 500,00
N8219999 Preparação de documentos e serviços especializados de apoio administrativo não especificados anteriormente 500,00
N8220200 Atividades de teleatendimento 500,00
N8230001 Serviços de organização de feiras, congressos, exposições e festas 500,00
N8230002 Casas de festas e eventos 500,00
N8291100
N8292000 Atividades
Envasamento de cobrança e informações
e empacotamento cadastrais
sob contrato 500,00
1.000,00
N8299701 Medição de consumo de energia elétrica, gás e água 1.000,00
N8299702 Emissão de vales-alimentação, vates-transporte e similares 1.000,00
N8299703 Serviços de gravação de carimbos, exceto confecção 400,00
N8299704 Leiloeiros Independentes 400,00
N8299705 Serviços de levantamento de fundos sob contrato 400,00
N8299706 Casas lotéricas 600,00
N8299707 Salas de acesso à internet 1.000,00
N8299799 Outras atividades de serviços prestados principalmente às empresas não especificadas anteriormente desmembramento
N829979901 De estenografia e taquigrafia 500,00
N829979902 De captação de imagens de reuniões e conferências ao vivo para serem transmitidas por circuito interno de televisão ou televisão aberta 500,00
N829979903 De impressão e de colocação de código de barras para endereços postais 500,00
N829979904 De avaliadores, exceto de seguros e imóveis 500,00
N829979905 De despachantes, exceto aduaneiros 500,00
N829979906 De caráter privado de prevenção de incêndios (manutenção de extintores de incêndio) 500,00
N829979907 De administração de cartões de desconto 500,00
N829979908 De recorte de jornais e periódicos (cliping) 500,00
N8299799091 De comunicação 500,00
N8299799101 Demais serviços 500,00
N829979911 Apresentação de palestras, conferências, seminários, etc. 500,00
O Administração Pública, Defesa e Seguridade Social
O8411600 Administração pública em geral
O8412400 Regulação das atividades de saúde, educação, serviços culturais e outros serviços sociais desmembramento
O841240001 realizadas pela Administração Pública Direta. Autarquias e Fundações instituídas e mantidas pelo poder público
O841240002 realizadas por outras empresas 1.000,00
O8413200 Regulação das atividades econômicas
O8421300 Relações exteriores
O8422100 Defesa
O8423000 Justiça
O8424800 Segurança e ordem pública
O8425600 Defesa civil
O8430200 Seguridade social obrigatória
P Educação
P8511200 Educação infantil - creche 100,00
P8512100 Educação infantil - Pré-escola 100,00
P8513900 Ensino fundamental 200,00
P8520100 Ensino médio 200,00
P8531700 Educação superior - graduação 1.000,00
P8532500 Educação superior - graduação e pós-graduação 1.000,00
P8533300 Educação superior - pós-graduação e extensão 1.000,00
P8541400 Educação profissional de nível técnico 500,00
P8542200 Educação profissional de nível tecnológico 500,00
P8550301 Administração de caixas escolares desmembramento
P8550302 Atividades de apoio ã educação, exceto caixas escolares 200,00
P8591100 Ensino de esportes 200,00
P8592901 Ensino de dança 200,00
P8592902 Ensino de artes cênicas, exceto dança 200,001
P8592903 Ensino de música 200,00
P8592999 Ensino de arte e cultura não especificado anteriormente 200,00
P8593700 Ensino de idiomas 200,00
P8599601 Formação de condutores 300,00
P8599602 Cursos de pilotagem 200,00
P8599603 Treinamento em informática 200,00
P8599604 Treinamento em desenvolvimento profissional e gerencial 200,00
P8599605 Cursos preparatórios para concursos 200,00
P8599699 Outras atividades de ensino não especificadas anteriormente 500,00
Q Saúde Humana e Serviços Sociais
Q8610101 Atividades de atendimento hospitalar, exceto pronto-socorro e unidades para atendimento a urgências 2.000,00
Q8610102 Atividades de atendimento em pronto-socorro e unidades hospitalares para atendimento a urgências 5.000,00
Q8621601 UTI móvel 1.000,00
Q8621602 Serviços móveis de atendimento a urgências, exceto por UTI móvel 1.000,00
Q8622400 Serviços de remoção de pacientes, exceto os serviços móveis de atendimento a urgências 1.000,00
Q8630501 Atividade médica ambulatorial com recursos para realização de procedimentos cirúrgicos desmembramento
Q863050101 clínicas oftalmológicas/ médicas 500,00
Q863050102 demais clinicas 600,00
Q8630502 Atividade médica ambulatorial com recursos para realização de exames complementares 2.000,00
Q8630503 Atividade médica ambulatorial restrita a consultas 400,00
Q8630504 Atividade odontológica 400,00
Q8630506 Serviços de vacinação e imunização humana 400,00
Q8630507 Atividades de reprodução humana assistida 400,00
Q8630599 Atividades de atenção ambulatorial não especificadas anteriormente 400,00
Q8640201 Laboratórios de anatomia patológica e citológica 400,00
Q8640202 Laboratórios clínicos 400,00
Q8640203 Serviços de diálise e nefrologia 400,00
Q8640204 Serviços de tomografia 400,00
Q8640205 Serviços de diagnóstico por imagem com uso de radiação ionizante, exceto tomografia 400,00
Q8640206 Serviços de ressonância magnética 400,00
Q8640207 Serviços de diagnóstico por imagem sem uso de radiação ionizante, exceto ressonância magnética 400,00
Q8640208 Serviços de diagnóstico por registro gráfico - ECG, EEG e outros exames análogos 400,00
Q8640209 Serviços de diagnóstico por métodos ópticos - endoscopia e outros exames análogos 400,00
Q8640210 Serviços de quimioterapia 500,00
Q8640211 Serviços de radioterapia 500,00
Q8640212 Serviços de hemoterapia 500,00
Q8640213 Serviços de litotripsia 500,00
Q8640214 Serviços de Bancos de células e tecidos humanos 500,00
Q8640299 Atividades de serviços de complementação diagnóstica e terapêutica não especificadas anteriormente 500,00
Q8650001 Atividades de enfermagem 500,00
Q8650002 Atividades de profissionais da nutrição 500,00
Q8650003 Atividades de psicologia e psicanálise 500,00
Q8650004 Atividades de fisioterapia 500,00
Q8650005 Atividades de terapia ocupacional 500,00
Q8650006 Atividades de fonoaudiologia 500,00
Q8650007 Atividades de terapia de nutrição enteral e parenteral 500,00
Q8650099 Atividades de profissionais da área de saúde não especificadas anteriormente 500,00
Q8660700 Atividades de apoio à gestão do saúde 500,00
Q8690901 Atividades de práticas integrativas e complementares em saúde humana 500,00
Q8690902 Atividades de Bancos de leite humano 500,00
Q8690999 Outras atividades de atenção à saúde humana não especificadas anteriormente desmembramento
Q869099901 empresa prestadora de serviços e assistência médica 1.000,00
Q869099902 podologia e similares 500,00
Q869099903 outros profissionais de área de saúde, não especificados anteriormente 500,00
Q8711501 Clínicas e residências geriátricas 700,00
Q8711502 Instituições de longa permanência para idosos 400,00

Q8711503 Atividades de assistência a deficientes físicos, imunodeprimidos e convalescentes 400,00


Q8711504 Centros de apoio a pacientes com câncer e com AIDS 400,00
Q8711505 Condomínios residenciais para idosos 400,00
Q8712300 Atividades de fornecimento de infra-estrutura de apoio e assistência a paciente no domicílio 400,00
Q8720401 Atividades de centros de assistência psicossocial 400,00
Atividades de assistência psicossocial e á saúde a portadores de distúrbios psíquicos, deficiência mental e dependência química não
Q8720499 especificadas anteriormente 1.000,00
Q8730101 Orfanatos
Q8730102 Albergues assistenciais
Q8730199 Atividades de assistência social prestadas em residências coletivas e particulares não especificadas anteriormente
Q8800600 Services de assistência social sem alojamento
R Artes, Cultura, Esporte e Recreação
R9001901 Produção teatral 500,00
R9001902 Produção musical 500,00
R9001903 Produção de espetáculos de dança 500,00
R9001904 Produção de espetáculos circenses, de marionetes e similares 500,00
R9001905 Produção de espetáculos de rodeios, vaquejadas e similares 500,00
R9001906 Atividades de sonorização e de iluminação 500,00
R9001999 Artes cênicas, espetáculos e atividades complementares não especificados anteriormente 500,00
R9002701 Atividades de artistas plásticos, jornalistas independentes e escritores 400,00
R9002702 Restauração de obras de arte 400,00
R9003500 Gestão de espaços para artes cênicas, espetáculos e outras atividades artísticas 400,00
R9101500 Atividades de bibliotecas e arquivos 400,00
R9102301 Atividades de museus e de exploração de lugares e prédios históricos e atrações similares
R9102302 Restauração e conservação de lugares e prédios históricos 500,00
R9103100 Atividades de jardins botânicos, zoológicos, parques nacionais, reservas ecológicas e áreas de protejo ambiental 500,00
R9200301 Casas de bingo 5.000,00
R9200302 Exploração de apostas em corridas de cavalos 500,00
R9200399 Exploração de jogos de azar e apostas não especificados anteriormente 1.000,00
R9311500 Gestão de instalações de esportes 500,00
R9312300 Clubes sociais, esportivos e similares 500,00
R9313100 Atividades de condicionamento físico 400,00
R9319101 Produção e promoção de eventos esportivos 500,00
R9319199 Outras atividades esportivas não especificadas anteriormente 500,00
R9321200 Parques de diversão e parques temáticos 500,00
R9329801 Discotecas, danceterias, saiões de dança e similares 1.000,00
R9329802 Exploração de boliches 500,00
R9329803 Exploração de jogos de sinuca, bilhar e similares 500,00
R9329804 Exploração de jogos eletrônicos recreativos 800,00
R9329899 Outras atividades de recreação e lazer não especificadas anteriormente 500,00
S Outras Atividades de Serviços
S9411100 Atividades de organizações associativas patronais e empresariais 500,00
S9412000 Atividades de organizações associativas profissionais 400,00
S9420100 Atividades de organizações sindicais
S9430800 Atividades de associações de defesa de direitos sociais 500,00
S9491000 Atividades de organizações religiosas
S9492800 Atividades de organizações políticas
S9493600 Atividades de organizações associativas ligadas à cultura e à arte
S9499500 Atividades associativas não espectrificadas anteriormente
S9511800 Reparação e manutenção de computadores e de equipamentos periféricos 400,00
S9512600 Reparação e manutenção de equipamentos de comunicação 400,00
S9521S00 Reparação e manutenção de equipamentos eletroeletrônicos de uso pessoal e doméstico 400,00
S9529101 Reparação de calçados, bolsas e artigos de viagem 300,00
S9529102 Chaveiros 300,00
S9529103 Reparação de relógios 300,00
S9529104 Reparação de bicicletas, triciclos e outros veículos não-motorizados 300,00
S9529105 Reparação de artigos do mobiliário 300,00
S9529106 Reparação de jóias 300,00
S9529199 Reparação e manutenção de outros objetos e equipamentos pessoais e domésticos não especificados anteriormente 300,00
S9601701 Lavanderias 400,00
S9601702 Tinturarias 400,00
S9601703 Toalheiros 300,00
S9602501 Cabeleireiros 300,00
S9602502 Outras atividades de tratamento de beleza 300,00
S9603301 Gestão e manutenção de cemitérios 300,00
S9603302 Serviços de cremação 300,00
S9603303 Serviços de sepultamento 300,00
S9603304 Serviços de funerárias 300,00
S9603305 Serviços de somatoconservação 300,00
S9603399 Atividades funerárias e serviços relacionados não especificados anteriormente 300,00
S9609201 Clínicas de estética e similares 300,00
S9609202 Agências matrimoniais 500,00
S9609203 Alojamento, higiene e embelezamento de animais 1.000,00
S9609204 Exploração de máquinas de serviços pessoais acionadas por moeda 500,00
S9609299 Outras atividades de serviços pessoais não especificadas anteriormente 500,00
T Serviços Domésticos
T9700500 Serviços domésticos
U Organismos Internacionais e outras Instituições Extraterritoriais
U9900800 Organismos Internacionais e outras Instituições extraterritoriais

(Redação dada pela Lei Complementar n° 74, de 2013)


TABELA N° 2
DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA ATIVIDADES REFERIDAS NO ART. 38
Ordem Espécie da Prestação do Serviço Sobre Importância Sobre o
o Fixa em Valor do
Preço O.R.T.N. Ingresso
do (anual)
Serviço
1 No inciso: 1 - 5 - 6 - 7 - 11 - 12 - 17 - 18 - 33 14.0
2 No inciso: 2 - 8 - 9 10.0
3 No inciso: 3 24.0
4 No 3%
inciso: 4 - 13 - 15 - 16 - 19 - 20 - 21 - 22 - 23 - 24 - 26 - 29 - 30 - 31 - 32 - 35 - 36 - 37 - 39 - 45 - 46 - 47 - 48 - 49 - 51 - 52 - 53 - 54 - 56 - 58 - 59 - 60 - 61 - 62 - 63 - 64 - 65
5 No inciso: 10 16.0
6 No inciso: - 14 - 44 - 55 - 66 1%
7 No inciso: 25 - por cadeira ou secador profissional 4.0
8 No inciso: 27:
a) c/ estabelecimento 3%
b) autônomo 10.0
9 No inciso: 28:
- itens "a", "b", "d" e "c" 10%
- item "c" - por mesa, ou por aparelho mecânico, eletrônico ou similar 8.0
- itens "f" e "g" 5%
10 No inciso: 34 - 38 - 40 - 41 - 42 - 43 - 57 4%
11 No inciso: 50:
a) c/ estabelecimento fixo 3%
b) autônomo 6.0
12 No inciso: 67:
a) autônomos 10.0
b) demais 3%

TABELA N° 2
DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA ATIVIDADES REFERIDAS NO ART. 38
(Redação dada pela Lei n° 1.392, de 1983)
Ordem Espécie da Prestação do Serviço Sobre Importância Sobre o
o Fixa em Valor do
Preço O.R.T.N. Ingresso
do (anual)
Serviço
1 Nos incisos: 1 - 5 - 6 - 7 - 11 - 12 - 17 - 18 - 33 14.0
2 No inciso: 2 - 8 - 9 10.0
3 No inciso: 3 20.0
4 No 3%
inciso: 4 - 13 - 15 - 16 - 19 - 20 - 21 - 22 - 23 - 24 - 26 - 29 - 30 - 31 - 32 - 35 - 36 - 37 - 39 - 45 - 46 - 47 - 48 - 49 - 51 - 52 - 53 - 54 - 56 - 58 - 59 - 60 - 61 - 62 - 63 - 64 - 65
5 No inciso: 10 16.0
6 No inciso: 14 - 44 - 55 - 66 1%
7 No inciso: 25 - por cadeira ou secador profissional 2.0
8 No inciso: 27:
a) c/ estabelecimento 3%
b) autônomo 10.0
9 No inciso: 28:
- itens "a" "b" "d" e "e" 10%
- item "c" - por mesa ou por aparelho mecânico, eletrônico ou similar 4.0
- itens "f" e "g" 5%
10 No inciso: 34 - 38 - 40 - 41 - 42 - 43 - 57 4%
11 Inciso: 50:
a) c/ estabelecimento fixo 3%
b) autônomo 6.0
12 No inciso: 67:
a) autônomos 10.0
b) demais 3%

(Redação dada pela Lei n° 1.392, de 1983)


TABELA N° 2
DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇO DE QUALQUER NATUREZA ATIVIDADES REFERIDAS NO ART. 38
(Redação dada pela Lei n° 1.502, de 1984)
Ordem Sobre Importância Sobre o
o Fixa em Valor do
Preço O.R.T.N. Ingresso
do (anual)
Serviço
1 No inciso: 1 - 5 - 6 - 7 - 11 - 12 - 17 - 18 - 33 - 67 14.0
2 No inciso: 2 - 8 - 9 10.0
3 No inciso: 3 20.0
4 No 3%
inciso: 4 - 13 - 15 - 16 - 19 - 20 - 21 - 22 - 23 - 24 - 26 - 29 - 30 - 31 - 35 - 36 - 37 - 39 - 45 - 46 - 47 - 48 - 49 - 51 - 52 - 53 - 54 - 56 - 58 - 59 - 60 - 61 - 62 - 63 - 64 - 65
5 No inciso: 10 16.0
6 No inciso: 14 - 44 - 55 - 66 1%
7 No inciso: 25 - por cadeira ou secador profissional 2.0
8 No inciso: 27:
a) c/ estabelecimento 3%
b) autônomo 10.0
9 No inciso: 28:
- itens "a", "b", "d" e "e" 10%
- item "c" por mesa ou por aparelho mecânico, eletrônico ou similar 4.0
- itens "f" e "g" 5%
10 No inciso: 34 - 38 - 40 - 41 - 42 - 43 - 57 4%
11 No inciso: 50:
a) c/ estabelecimento fixo 3%
b) autônomo 6.0
12 No inciso: 68:
a) autônomos 10.0
b) demais 3%

(Redação dada pela Lei n° 1.502, de 1984)


TABELA N° 2
DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇO DE QUALQUER NATUREZA ATIVIDADES REFERIDAS NO ART. 38
(Redação dada pela Lei n° 1.555, de 1985)
Ordem Sobre o Importância Sobre o
Preço Fixa em Valor do
do ORTN. Ingresso
Serviço anual (4 (mensal)
(mensal) parcelas)
1 No inciso: 1 - 5 - 6 - 7 - 11 - 12 - 17 - 18 - 33 - 67 14.0
2 No inciso: 2 - 8 - 9 10.0
3 No inciso: 3 20.0
4 No 3%
inciso: 4 - 13 - 15 - 16 - 19 - 20 - 21 - 22 - 23 - 24 - 26 - 29 - 30 - 31 - 35 - 36 - 37 - 39 - 45 - 46 - 47 - 48 - 49 - 51 - 52 - 53 - 54 - 56 - 58 - 59 - 60 - 61 - 62 - 63 - 64 - 65
5 No inciso: 10 16.0
6 No inciso: 14 - 44 - 55 - 66 1%
7 No inciso: 25 - por cadeira ou secador profissional 2.0
8 No inciso: 27:
a) c/ estabelecimento 3%
b) autônomo 10.0
9 No inciso: 28
- itens "a", "b", "d", e "e" 10%
- item "c" por mesa ou por aparelho mecânico, eletrônico ou similar 4.0
- itens "f" e "g" 5%
10 No inciso: 34 - 38 - 40 - 41 - 42 - 43 - 57 4%
11 No inciso: 50:
a) c/ estabelecimento fixo 3%
b) autônomo 6.0
12 No inciso: 68:
a) autônomos 10.0
b) demais 3%

(Redação dada pela Lei n° 1.555, de 1985)


TABELA N° 02
DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA
(Redação dada pela Lei n° 2.024, de 1992)
Ordem Atividade % Sobre o Preço do UFM Anual (4 parcelas) % Sobre o Valor do
Serviço (mensal) Ingresso (mensal)

1 Médicos, inclusive análises clínicas, eletricidade médica, radioterapia, ultra-sonografia, radiologia, tomografia e 60
congêneres.
2 Hospitais, clínicas, sanatórios, laboratórios de análise, ambulatórios, pronto-socorros, manicômios, casas de saúde, de 3
repouso e de recuperação e congêneres
3 Bancos de sangue, leite, pele, olhos, sêmen e congêneres 3
4 Enfermeiros, obstetras, ortópicos, fonoaudiólogos, protéticos (prótese dentária). 40
5 Assistência médica e congêneres previstos nos itens 1, 2 e 3 desta lista, prestados através de planos de medicina de 3
grupo, convênios, inclusive com empresas para assistência a empregados.
6 Planos de saúde, prestados por empresa que não estejam incluídos no item 5 desta lista e que se cumpram através de 3
serviços prestados por terceiros, contratados pela empresa ou apenas pagos por esta, mediante indicação do
beneficiário do plano.
7 (Vetado).
8 Médicos Veterinários. 60
9 Hospitais veterinários, clínicas veterinárias e congêneres. 3
10 Guarda, tratamento amestramento, adestramento, embelezamento, alojamento e congêneres, relativos a animais. 3
11 Barbeiros, cabeleireiros, manicuros, pedicuros, tratamento de pele, depilação e congêneres. 40
12 Banhos, duchas, sauna, massagens, ginástica e congêneres. 3
13 Varrição, coleta, remoção e incineração de lixo. 3
14 Limpeza e dragagem de portos, rios e canais. 3
15 Limpeza, Manutenção e conservação de imóveis, inclusive vias públicas, parques e jardins. 3
16 Desinfecção, imunização, higienização, desratização e congêneres. 3
17 Controle e tratamento de efluentes de qualquer natureza e de agentes físicos e biológicos. 3
18 Incineração de resíduos quaisquer. 3
19 Limpeza de chaminés. 3
20 Saneamento ambiental e congêneres. 3
21 Assistência técnica. 3
22 Assessoria e consultoria de qualquer natureza, não contida em outros itens desta lista, organização, programação, 3
planejamento, assessoria, processamento de dados consultoria técnica, financeira ou administrativa.
23 Planejamento, coordenação, programação ou organização técnica, financeira ou administrativa. 3
24 Análises, inclusive de sistemas, exames, pesquisas e informações, coleta e processamento de dados de qualquer 3
natureza.
25 Contabilidade, auditoria, guarda-livros, técnicos em contabilidade e congêneres. 60
26 Perícia, laudos, exames técnicos e análises técnicas. 60
27 Traduções e Interpretações. 60
28 Avaliação de bens. 60
29 Datilografia, estenografia, expediente, secretaria em geral e congêneres. 1
30 Projetos, cálculos e desenhos técnicos de qualquer natureza. 3
31 Aerofotogrametria (inclusive interpretação) mapeamento e topografia. 3
32 Execução, por administração, empreitada ou subempreitada, de construção civil, de obras hidráulicas e outras obras 3
semelhantes e respectiva engenharia consultiva, inclusive serviços auxiliares ou complementares (exceto o fornecimento
de mercadorias produzidas pelo prestador de serviços, fora do local da prestação dos serviços, que fica sujeito ao ICM).
33 Demolição. 3
34 Reparação, conservação e reforma de edifícios, estradas, pontes, portos e congêneres (exceto o fornecimento de 3
mercadorias produzidas pelo prestador dos serviços fora do local da prestação dos serviços, que fica sujeita ao ICM).
35 Pesquisa, perfuração, cimentação, perfilagem, estimulação e outros serviços relacionados com a exploração e 3
explotação de petróleo e gás natural.
36 Florestamento e reflorestamento. 1
37 Escoramento e contenção de encostas e serviços congêneres. 3
38 Paisagismo, jardinagem e decoração (exceto o fornecimento de mercadorias, que fica sujeito ao ICM). 3
39 Raspagem, calafetação, polimento, lustração de pisos paredes e divisórias. 3
40 Ensino, instrução, treinamento, avaliação de conhecimentos, de qualquer grau ou natureza. 1
41 Planejamento, organização e administração de feiras, exposições, congressos e congêneres. 3
42 Organização de festas e recepções: buffet (exceto o fornecimento de alimentação e bebidas, que fica sujeito ao ICM). 3
43 Administração de bens e negócios de terceiros e de consórcio. 3
44 Administração de fundos mútuos (exceto a realizada por instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central). 3
45 Agenciamento, corretagem ou intermediação de câmbio, de seguros e de planos de previdência privada. 3
46 Agenciamento, corretagem ou intermediação de títulos quaisquer (exceto os serviços executados por instituições 3
autorizadas a funcionar pelo Banco Central).
47 Agenciamento, corretagem ou intermediação de direitos da propriedade industrial, artística ou literária. 3
48 Agenciamento, corretagem ou intermediação de contratos de franquia (franchise) e de faturação (factoring) (excetuam- 3
se os serviços prestados por instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central).
49 Agenciamento, organização, promoção e execução de programas de turismo, passeios, excursões, guias de turismo e 3
congêneres.
50 Agenciamento, corretagem ou intermediação de bens móveis e imóveis, não abrangidos nos itens 45, 46, 47 e 48. 3
51 Despachantes. 60
52 Agentes de propriedade industrial. 60
53 Agentes de propriedade artística ou literária. 60
54 Leilão. 60
55 Regulação de sinistros cobertos por contratos de seguros; inspeção e avaliação de riscos para cobertura de contratos 60
de seguros; prevenção e gerência de riscos seguráveis, prestados por quem não seja o próprio segurado ou companhia
de seguro.
56 Armazenamento, depósito, carga, descarga, arrumação e guarda de bens de qualquer espécie (exceto depósitos feitos 3
em instituições financeiras autorizadas a funcionar pelo Banco Central).
57 Guarda e estacionamento de veículos autom