Você está na página 1de 7

Núcleo Executivo do Pacto do Semi árido

Fundo das Nações Unidas para a Infância – UNICEF

Instituto Internacional para o Desenvolvimento da Cidadania – IIDAC

Relatório II Seminário a “Voz dos Adolescentes” no Pacto do Semi árido


São Luis- MA, 16, 17 e 18 de Junho de 2010

Anápolis

2010
Apresentação

O presente relatório contextualiza a realização do II Seminário a Voz dos Adolescentes


no Pacto do Semi árido.

O objetivo da realização dos Seminários A Voz dos Adolescentes no Pacto do Semi


árido é de promover e garantir a participação ativa de adolescentes nas reuniões e
ações promovidas pelo Pacto do Semi árido. Além de capacitar os adolescentes
membros da Rede Voz dos adolescentes no Pacto do Semi árido para uma
participação cada vez mais ativa e fortalecida dentro do Pacto e dos Comitês
Estaduais.

O Núcleo Executivo do Pacto do Semi árido com o apoio do Fundo das Nações Unidas
para a Infância – UNICEF e o Instituto Internacional para o Desenvolvimento da
Cidadania - IIDAC foram os responsáveis pela organização deste II Seminário a Voz
dos Adolescentes no Pacto do Semi árido, com o apoio do Governo do Estado do
Maranhão e dos Comitês Estaduais que garantiram as condições logísticas e
operacionais necessárias para a participação dos adolescentes.

O evento aconteceu nos dias 16, 17 e 18 de Junho de


2010 na cidade de São Luis – MA, paralelamente a VI
Reunião do Comitê Nacional do Pacto e a IV Reunião
dos Comitês Estaduais. O II Seminário contou com a
participação de 11 adolescentes membros da Rede
Voz dos Adolescentes no Pacto do Semi árido vindos
dos Estados do Maranhão, Ceará, Piauí, Bahia e
Minas Gerais.

Devido às eleições à Presidência da República e aos Governos dos Estados que


acontecerão neste ano de 2010 o Comitê Nacional do Pacto do Semi árido irá produzir
um documento endereçado aos candidatos ressaltando que o compromisso com as
crianças e os adolescentes do Semi árido deve ser assumido pelo Estado,
independente do candidato eleito. Neste documento também serão destacadas as
propostas da Rede de adolescentes do Pacto a estes candidatos, elaboradas de
acordo com a visão e a realidade vivida por estes adolescentes.

Com isso o objetivo deste II Seminário foi a elaboração das propostas da Rede Voz
dos Adolescentes no Pacto do Semi árido aos candidatos a Presidência da República
e aos Governos Estaduais.

Programação

Para que o objetivo do II Seminário fosse alcançado foi elaborada uma programação
para que os adolescentes participassem não somente da elaboração das propostas da
Rede, mas que participassem também dos acordos de definições de conteúdos e
estruturação deste documento que será encaminhado aos candidatos pelo Comitê
Nacional.
Dia 16/06

Para que os adolescentes participantes do II Seminário


pudessem compreender a importância da elaboração
destas recomendações e de todo o processo de
construção deste documento por parte do Comitê
Nacional endereçado aos candidatos, propomos a
participação dos mesmos na Reunião dos Comitês
Estaduais, pois na ocasião foram debatidas as formas e
conteúdos para este documento.

Dia 17/06

Realização da oficina de elaboração das propostas da Rede.

Na ocasião os adolescentes puderam trocar experiências a


respeito da participação dos mesmos nos Comitês
Estaduais, as ações que desenvolvem em suas
localidades, o impacto do Pacto em suas vidas e
comunidades, apresentarem suas propostas para o
documento endereçado aos candidatos, debaterem entre
si estas propostas e ainda a sistematização do conteúdo.

Realização da oficina: IIDAC, UNICEF e Agência Matraca – MA.

Dia 18/06

Participação dos adolescentes na Reunião do Comitê


Nacional e apresentação das propostas da Rede ao
Comitê Nacional para análise e considerações.

Resultados

As propostas da Rede Voz dos Adolescentes no Pacto do Semi árido aos candidatos a
Presidência da República e aos Governos Estaduais foram apresentadas ao Comitê
Nacional para apreciação. As propostas da
Rede aos candidatos foram sistematizadas
em um documento. Em anexo a este relatório
segue o documento contendo as propostas
da Rede aos candidatos.
ANEXO
VI REUNIÃO DO COMITÊ NACIONAL DO PACTO

II Seminário „VOZ DOS ADOLESCENTES DO PACTO DO SEMIÁRIDO‟

“Um mundo melhor para a criança e o adolescente do semi árido”

São Luis - MA,16, 17 e 18 de Junho de 2010.

Srs. candidatos,

Nós, adolescentes membros da Rede Voz dos Adolescentes do Pacto do semi árido,
presentes no II Seminário “Voz dos Adolescentes” realizado em São Luis- MA, nos
dias 17 e 18 de junho de 2010, percebemos a necessidade de encaminharmos nossas
recomendações aos candidatos às eleições 2010.

O Pacto Nacional “Um mundo para a criança e do adolescente do semi árido” chega
ao ano de 2010 com a missão de apresentar seus resultados alcançados ao longo dos
últimos quatro anos e garantir a repactuação para 2011-2014.

O pacto nos deu oportunidade de participar das discussões no nosso município, de


buscar ações de melhoria para as nossas vidas. Contribuiu também para dar voz aos
adolescentes do semi árido.

Mas também deixamos claro que apesar dos avanços, em muitos lugares nenhuma
mudança ainda foi percebida, como por exemplo as comunidades quilombolas onde a
situação ainda continua muito difícil.

Ainda há uma grande dificuldade de se aproximar do jovem que vive no semi árido. O
pacto ainda precisa ser reconhecido por todos e dessa forma concretizar melhorias
para as nossas vidas. Não esqueçam que Pacto é uma aliança, e todos têm
responsabilidades.

Entendemos que o pacto é um caminho para garantir uma educação de qualidade,


acesso à saúde, entre outros direitos, para adolescentes e jovens do semi árido
brasileiro. Dessa forma apresentamos algumas recomendações que trarão melhorias
para as nossas vidas.

RECOMENDAÇÕES:

GOVERNO FEDERAL

 A criação de Pontos de Cultura nos municípios do semi árido com a participação


e gestão da população que promovam atividades de protagonismo e participação
na cultura dos adolescentes, trazendo os jovens para atuar com esses projetos;

 Criar meios para que os adolescentes fiscalizem como está sendo gasto o
orçamento público voltado para as crianças e adolescentes do semi árido;
 Garantir a participação de adolescentes do semi árido na comissão de análise e
avaliação dos livros didáticos do governo federal para que o conteúdo atenda as
necessidades deste público considerando suas peculiaridades;

 Inserir os direitos fundamentais previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente


nos livros didáticos de forma contextualizada, bem como capacitar os professores
para a utilização dos mesmos;

 Ampliação e criação de cursos profissionalizantes nas regiões do semi árido


através do sistema S com o apoio do MEC;

 Garantir dotação orçamentária para organismos internacionais, como o UNICEF,


para a participação de representantes da Rede dos Adolescentes do Pacto nos
eventos do Pacto do semi árido;

GOVERNO ESTADUAL

 Garantir participação ativa de adolescentes nos comitês gestores estaduais do


Pacto.

 Garantir a atual representação dos adolescentes dos comitês estaduais do Pacto


Um mundo para a criança e o adolescente do semi árido;

 Implantação de Observatórios com a participação de crianças e adolescentes


com o objetivo de valorizar as idéias e opiniões locais referente às necessidades
da criança e do adolescente do município e trazer informações e indicadores da
situação de vida dos adolescentes no semi árido.

 Apoiar a Rede de adolescentes comunicadores, a Voz dos Adolescentes e


outras iniciativas que estimulem a comunicação e troca de experiências entre os
adolescentes no semi árido;

 Ampliar as ações dos programas que atuam no enfrentamento da exploração


sexual e do trabalho infantil;

 Criar programas que valorizem a diversidade do semi árido com as suas


populações indígenas, quilombolas, os adolescentes das comunidades rurais, a
valorização do gênero (meninos e meninas), a inclusão de pessoas com
deficiência e o combate a todas as formas de discriminação para diminuir a
violência e o preconceito nas escolas.

 Garantir transporte escolar adequado para as escolas rurais e urbanas para os


adolescentes e crianças do semi árido;

 Garantir o ensino médio as zonas rurais dos municípios do Semi árido.

 Garantir educação de qualidade para crianças e adolescentes do semi árido;

 Apoio as Secretarias Municipais de Educação para a garantia e promoção de


uma educação infantil de qualidade;
 Garantir creches com infra estrutura adequada para as crianças dos municípios
do Semi árido.

 Garantir infra estrutura (espaço físico, banheiros, bebedouros com água de


qualidade, acessibilidade, áreas de lazer, laboratórios e salas de informática com
acesso à internet, etc) e merenda escolar suficiente e de qualidade às escolas
estaduais dos municípios do semi árido;

 Garantir o acesso à saúde (UPA – Unidade de Pronto Atendimento; agentes de


saúde) a todos os municípios do semi árido;

 Garantir hospitais regionalizados no semi árido e sejam equipados de forma a


atender a demanda da população;

 Prioridade de implantação da caderneta de saúde dos adolescentes nos


municípios do semi árido;

 Ampliação do sistema de saúde para as comunidades tradicionais;

Nós membros da Rede Voz dos Adolescentes do Pacto do Semi árido


desejamos que os senhores e senhoras candidatos a Presidência da República
e aos Governos Estaduais assegurem que nós adolescentes sejamos prioridade
absoluta em seus mandatos.