Você está na página 1de 3

Universidade Paulista – UNIP

Curso: Psicologia
Campus: Tatuapé
Disciplina: Práticas Sociais e Subjetividade
Professor: Prof. Dr. José Raimundo Evangelista da Costa
Local: Série da netflix
Data: 17/09/2021
Duração: 2h
Aluno(a): Joabe Carvalho de Oliveira RA: N475ED0 TURMA: PS6B33

RELATO INDIVIDUAL
Tema: LGBTQIAPN+ As diferentes concepções entre gerações sobre o movimento

Na observação em questão foi usada a série da Netflix “Sex education”,


que relata a história de um menino chamado Otis com uma vida comum de
um jovem muito observador com algumas características por exemplo uma
mãe terapeuta, seu melhor amigo homossexual e diversos dilemas psíquicos
entre seus outros amigos.
Em diversas cenas com seu melhor amigo (Eric) é demonstrado a grande
diferença de aceitação entre gerações, para começar com seu pai, Eric tem
uma grande dificuldade de se assumir gay a família, em contrapartida com
Ótis ele tem uma amizade maravilhosa, compartilhando segredos e sendo
quem ele sente vontade de ser. Conforme diversas cenas eram apresentadas
contata-se que o pai ou figura de opressão ao Eric nunca basicamente tem
um motivo para não aceitar sua orientação sexual, sempre descabia de uma
má aceitação ou desentendimento, era nítido em expressões faciais ou falta
de nexo em diálogos, mostrando o primeiro ponto de dificuldade a família.
Assim, a família é vista como o maior alicerce para que o sujeito possa revelar
sua orientação sexual perante si mesmo e a sociedade. Contudo, podem
estar mais expostos a experiências de preconceitos e homofobia, o que pode
associar a problemas de saúde mental e física (Zimmerman, Darnell, Rhew,
Lee, & Kaysen, 2015). Em contrapartida, a ocultação da orientação sexual
pode acarretar sérios problemas de diversas ordens, como, por exemplo,
sociais, comportamentais e psíquicos, o que limita o acesso à busca por apoio
social e ocasionar a autoestima baixa (Meyer, 2003). A revelação da
orientação sexual pode permitir que o sujeito se sinta protegido pela família e
pelas pessoas que o cercam na sociedade e que mantenham bons resultados
de saúde de modo geral, além de vivenciar e sentir o apoio recebido (Corliss,
Austin, Roberts, & Molnar, 2009).
Com isso Eric tende a ter diversas dificuldades individuais mesmo sendo
academicamente inteligente, sonhador e de um senso de vida singelo; Suas
relações parentais e sociedade acabam oprimindo seu meio de vida a um
ponto de mudar seu senso de socialização. A homossexualidade, quando
revelada à família, pode vir a ser um problema nas relações. Para os jovens
que decidem pelo coming out “ sair do armário”, a frustração pode ser grande
diante do impacto causado aos familiares, que, em muitos casos, não
conseguem tornar o ambiente acolhedor, do modo que é esperado por esta
instituição. Comumente, os familiares exteriorizam agressões, ameaças e
outros muitos tipos de violências que evidenciam a intolerância, frustração e
medo por se depararem com a existência de um(a) filho(a) homossexual
(Balsam & Mohr, 2007; Detrie & Lease, 2007; Rosario, Schrimshaw, & Hunter,
2011).

REFERÊNCIAS

Balsam, K. F., & Mohr, J. J. Adaptation to sexual orientation stigma: A


comparison of bisexual and lesbian/gay adults. Journal of Counseling
Psychology, 54(3),306-319 (2007). Disponível
em:https://www.scielo.br/j/tpsy/a/M7ckhVvTmWTxRDQcFN9YYmK/?lang=pt>
Acesso em: 17 Set. 2021.
Borges, R. C. Pais e mães heterossexuais: relatos acerca da
homossexualidade de filhos e filhas (Dissertação de Mestrado não publicada).
Faculdade de Filosófica, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade
de São Paulo (USP), Ribeirão Preto (2009). Disponível
em:https://www.scielo.br/j/tpsy/a/M7ckhVvTmWTxRDQcFN9YYmK/?lang=pt>
Acesso em: 17 Set. 2021.
Férnandez-Martos, J. Homossexualidade: ciência e consciência. Em V.
Marciano, G. Javier, M. F. M. José, L. Pablo, R. Gregorio, & H. Gonzálo
(Orgs.), Esclarecimentos fundamentais: nome, definição, tipos e
normalidade (pp. 7-15). São Paulo: Edições Loyola (1998). Disponível
em:https://www.scielo.br/j/tpsy/a/M7ckhVvTmWTxRDQcFN9YYmK/?lang=pt>
Acesso em: 17 Set. 2021.

Você também pode gostar