ARREBATAMENTO, 2ª VINDA E GRANDE TRIBULAÇÃO - ARTIGOS

Provas bíblicas de que o Arrebatamento dos crentes desta dispensação das igrejas é pré-tribulacional são expostas, por exemplo, em: http://solascriptura-tt.org/EscatologiaEDispensacoes/Bem-AventuradaEsperancaDaIgreja-FFergunson.htm http://solascriptura-tt.org/EscatologiaEDispensacoes/ArrebatamentoPreTribulacional-DCloud.htm http://solascriptura-tt.org/EscatologiaEDispensacoes/DistincaoEntreArrebatamentoESegundaVinda-DHunt.htm http://solascripturatt.org/EscatologiaEDispensacoes/MuitosPretribulacionistasAntesDarby.AteMesmoEm373dC-Helio.htm http://solascriptura-tt.org/EscatologiaEDispensacoes/EscatologiaComVersos-CursoHelio.htm (item 2.4)

A Bem-Aventurada Esperança da Igreja
Franklin Ferguson, “The Lord is Coming”

Introdução:

A antiga promessa da vinda do Senhor parece estar chegando ao seu cumprimento, conforme podemos deduzir pela profecia do Novo Testamento. Não nos é permitido fixar uma data, como alguns não sabiamente têm feito, mas somos informados de que, quando observarmos certos eventos em curso, devemos levantar as cabeças, pois a nossa redenção está próxima. Fazendo uma atenta leitura das passagens do Novo Testamento que tratam deste assunto, descrevendo o estado do mundo “nos últimos tempos”, descobrimos a chocante verdade: tudo que foi predito está se tornando mais do que evidente. Em que deplorável estado se encontra este mundo! Tribulação, ilegalidade, malignidade, miséria, dor, tristeza e perplexidade diante das circunstâncias e provações, que nos atingem agora. 1

Hoje, particularmente, tem resplandecido nas trevas a Bem-aventurada Esperança da vinda do Senhor - para o completo livramento deste atual mundo maligno. E para o conforto e alegria do Seu povo é que estamos escrevendo estas páginas. Assinado: Franklin Ferguson. “Tu estás voltando; Tu estás chegando; Vamos Te encontrar no caminho; Tu estás voltando; Vamos Te ver; E seremos como Tu, naquele dia; Tu estás voltando; Tu estás voltando; Jesus, Senhor amado! Como será bom Te ver reinando; Tu reinando e nós Te adorando e Te glorificando!” Sim, o mesmo Jesus que morreu pelos nossos pecados, que ressuscitou dos mortos para a nossa justificação; que subiu aos céus, como o nosso Grande Sumo Sacerdote e nosso Advogado junto ao Pai, este bendito Salvador certamente voltará. O Novo Testamento contém abundantes referências sobre este glorioso evento. “Pela fé, quase podemos escutar os seus passos à entrada da nossa porta”. Nosso propósito ao escrever este artigo não é dar uma declaração detalhada de todos os eventos, mas apresentar as Escrituras que tratam da Bem-aventurada Esperança da igreja, a vinda do Senhor para recebê-la e levar a Sua Noiva para ficar junto dEle, para sempre. Embora consideremos os grandes eventos preditos na profecia, em primeiro lugar está a volta do nosso Senhor, a qual ensejará o “Dia da Salvação”, um período que não será marcado por datas, sendo uma brecha na corrente profética. Após Sua vinda para arrebatar a igreja, a profecia ficará restrita à Sua relação com os judeus e as nações da Terra. Esta clara esperança será conservada diante do povo de Deus, embora não mais entre os dois povos - judeus e gentios. Cristo voltará algum dia, ou a qualquer momento: “Vigiai, pois, porque não sabeis
quando virá o senhor da casa; se à tarde, se à meia-noite, se ao cantar do galo, se pela manhã, vigiai, pois, porque não sabeis quando virá o senhor da casa; se à tarde, se à meia-noite, se ao cantar do galo, se pela manhã, para que, vindo de improviso, não vos ache dormindo” (Marcos

13:35-36). “Este Jesus voltará, na plenitude da Sua glória, para receber do mundo os que Lhe pertencem”. Vamos considerar agora uma porção de passagens bíblicas revelando este glorioso assunto: João 14:2-3 - “Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito.
Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também”.

João 16:16,22 -

“Assim também vós agora, na verdade, tendes tristeza; mas outra vez vos verei, e o vosso coração se alegrará, e a vossa alegria ninguém vo-la tirará”.

Dois eventos são aqui declarados: 1) “Vou” e ”Virei outra vez”. Mais de um mil e novecentos anos se passaram, desde que Ele voltou ao Pai e ainda não 2

regressou. É verdade que a igreja O tem esperando por longo tempo, mas Ele prometeu voltar e, certamente, vai cumprir a Sua promessa. Para nós pode parecer muito tempo, mas pouco tempo para Ele, Que deseja reunir os perdidos, até que estes completem o número dos salvos, na alegria de lhes preparar um lugar tão maravilhoso, perfeito e glorioso, como deverá ser. “Salvador, estamos esperando... esperando por Ti, Bendito Senhor! Esperando a Tua chamada do alto para estarmos conTigo. Solitário e longo tem sido o nosso caminho e nossos corações têm desmaiado de medo; mas a estrela guia anuncia, de manhã, que perto estás.” Certo dia, uma criancinha estava vagando pela rua de uma cidade da Inglaterra, repetindo para ela mesma: “Às 10 horas... Às 10 horas!” . Um gentil cavalheiro dela se aproximou, indagando qual era o significado daquela frase. A resposta foi: “Minha mãe foi embora e prometeu que voltará às 10 horas”. Para aquela criança, a mãe era tudo na vida e sua volta era o pensamento que predominava em sua mente. Será que precisamos deixar que uma criança nos ensine esta lição? Deveríamos estar repetindo para nós mesmos: “Um pouco, e não me vereis, e outra vez um pouco, e ver-me-eis”? Quando olharemos para o nosso amado Salvador, suspirando o Seu regresso? Que belo quadro deveria ser a face daquela criança, quando ela avistasse a mãe cumprindo a promessa que lhe fora feita! Que alegria a do coração daquela mãe, quando abraçasse a filha que estava esperando-a! “Bendita alegria do encontro. Todo o deserto sumiu. Que palavras de saudação Ele, finalmente, vai me dizer. Ele e eu na reluzente glória, compartilhando a alegria: a minha, de estar para sempre com Ele e a Dele, porque eu estou ali”. Sua Fidelidade -

“O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia;

mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se” (2 Pedro 3:9). “Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu.”

(Hebreus 10:23).
“...Certamente cedo venho. Amém. Ora vem, Senhor Jesus”. (Apocalipse 22:20).

Nosso Senhor Jesus Cristo é chamado “a fiel testemunha” (Apocalipse 1:5). Ele declarou ser “a verdade” (João 14:6). Portanto, como seria possível Ele não cumprir Sua palavra? Se Ele não a cumprisse, mancharia o Seu caráter divino. Podemos fortalecer nossa confiança, conforme lemos em Hebreus 6:18: “Para que por duas coisas imutáveis, nas quais é impossível que Deus
minta, tenhamos a firme consolação, nós, os que pomos o nosso refúgio em reter a esperança proposta”.

Primeiro, vamos observar a esperança que nos é entregue pelo Espírito Santo: “Assim,
sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos, e reservar os injustos para o dia do juízo, para serem castigados” (2 Pedro 2:9).

3

Segundo, Lembremos-nos do que significa o tempo, quando comparado à eternidade. Mesmo tendo em vista 1.900 anos, isto parece apenas um momento. Então, em vez de acharmos que é muito tempo, devemos nos animar e confiar na promessa de Sua vinda, sem jamais fraquejar. Leiamos Tiago 5:7-8: “Sede pois, irmãos, pacientes até à vinda do Senhor. Eis que o
lavrador espera o precioso fruto da terra, aguardando-o com paciência, até que receba a chuva temporã e serôdia. Sede vós também pacientes, fortalecei os vossos corações; porque já a vinda do Senhor está próxima”.

“Conserva-nos esperando, ó Bendito Salvador, confiados em Tua preciosa palavra. Cada passo da jornada, esperando-Te, Senhor; esperando, até entrarmos nas mansões onde contemplaremos Tua face gloriosa, cantando a maravilhosa estória da Tua incomparável graça!” [N.T. - Somente uma profunda comunhão com Cristo pode nos levar a sentir o desejo enorme de que Ele volte bem depressa, para nos livrar deste mundo perverso, onde só vemos coisas abomináveis acontecendo e nossa esperança sendo provada a todo instante].

Qual é a Bem-Aventurada Esperança da Igreja?
“Assim também Cristo, oferecendo-se uma vez para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para salvação”. (Hebreus 9:28). “Mas a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo, que transformará o nosso corpo abatido, para ser conforme o seu corpo glorioso, segundo o seu eficaz poder de sujeitar também a si todas as coisas” (Filipenses 3:20-21). “... mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo” (Romanos 8:23). “De maneira que nenhum dom vos falta, esperando a manifestação de nosso Senhor Jesus Cristo” (1 Coríntios 1:7). “Aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Salvador Jesus Cristo” (Tito 2:13). “E esperar dos céus a seu Filho, a quem ressuscitou dentre os mortos, a saber, Jesus, que nos livra da ira futura”. (1 Tessalonicenses 1:10).

Estas Escrituras mostram qual é a verdadeira esperança da igreja, ou seja, pelo que estamos esperando. Estamos aguardando uma Pessoa que virá do Céu. Tudo que se refere ao nosso futuro está ligado à Sua vinda. Esta esperança não é a de irmos para o Céu, quando morrermos, pois disso já estamos certos. Nem se trata do glorioso Milênio, o qual virá a seu tempo, quando iremos morar com Cristo. Nossa Bem-aventurada esperança é o retorno pessoal 4

do mesmo Jesus que veio ao mundo para sofrer humilhação, tendo morrido na cruz por nossos pecados: “Porque também Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para
levar-nos a Deus; mortificado, na verdade, na carne, mas vivificado pelo Espírito” (1 Pedro

3:18). Ele mesmo voltará. Não o Arcanjo Miguel em Seu lugar. O Noivo celestial vai voltar para a Sua Noiva, a fim de conduzi-la ao lar celestial, onde ela viverá para sempre com Ele. Paulo diz na 1 Tessalonicenses 1:9-10: “Porque eles mesmos anunciam de nós qual a entrada que tivemos
para convosco, e como dos ídolos vos convertestes a Deus, para servir o Deus vivo e verdadeiro, e esperar dos céus a seu Filho, a quem ressuscitou dentre os mortos, a saber, Jesus, que nos livra da ira futura”.

Esta deve ser a nossa perspectiva cordial, deliciosa e santificadora, sem coisa alguma que a atrapalhe. Olhemos para Jesus e O aguardemos. Após termos ido com Ele, este mundo ímpio verá a manifestação do Anticristo e sofrerá as coisas tenebrosas da Grande Tribulação. Como é chocante o contraste entre a nossa Bem-aventurada Esperança e os horrores pelos quais irão passar os não salvos, deixados para trás! “Que eu não tenha uma ilusão, mesmo de leve, de que seja atrasada a Tua vinda, a qual conserve o meu espírito aqui, onde não pode perdurar a alegria. Desta, meu Salvador, vem libertar-me, para que eu anseie e Te espere. Sê Tu o objetivo claro e excelente a preencher meu coração; seja a minha esperança Te encontrar nos ares e nunca de ti me apartar. Que eu seja livre para Te seguir, Te servir e Te esperar!”

Ele Virá Nos Ares
“Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor. Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras”. (1 Tessalonicenses 4:16-18). “Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados; num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados”. (1

Coríntios 15:51-52). O encontro de Cristo com a Sua igreja será “nos ares”. Seremos arrebatados e ali O encontraremos. Conforme a lei da gravidade, isto seria impossível, pois a tendência de um corpo é cair na terra, tanto que, quando pulamos, logo voltamos ao chão. Mas, naquele dia futuro, o centro da gravidade será mudado, no caso dos crentes, da Terra para o Céu, quando todos nós iremos subir. Quando espalhamos uma porção de agulhas sobre a mesa, entre uma quantidade de alfinetes de cobre e sobre eles estendemos um ímã, “num piscar de olhos” as agulhas são atraídas pelo ímã, contrariando a lei da gravidade. O aço das agulhas responde imediatamente 5

ao poder de atração do ímã. Do mesmo modo vai acontecer com os crentes em Cristo e os Seus santos, em Sua vinda. Nenhum alfinete é atraído, porque não existe afinidade entre eles e o ímã. [N.T. - Os incrédulos, neste caso, serão os alfinetes]. Os crentes são nascidos de novo (João 3:3), tendo se tornado “participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que pela concupiscência há no mundo”. (2 Pedro 1:4). Os não salvos, que não pertencem a Cristo, serão deixados para trás, a fim de serem julgados segundo o Livro da Vida. A rapidez da volta do Senhor será como o fulgor de um relâmpago (Lucas 17:24), não permitindo tempo algum para que alguém se prepare. Agora é o tempo oportuno. Se você, caro leitor, não estiver preparado para esse momento, entregue-se a Jesus Cristo, imediatamente, recebendo-O como o seu legítimo Salvador e Senhor, crendo sinceramente que Ele morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, e ressuscitou para a nossa justificação. Agindo assim, você será salvo da ira de Deus. (1 Coríntios 15:1-4). Desse modo, você não precisa ter medo de ser deixado para trás, mas, alegremente, estará aguardando a volta do Senhor, tendo sido lavado e regenerado pelo poder do Seu sangue, o qual “nos purifica de todo o pecado” (1 João 1:7). O próprio Senhor virá com voz de trombeta e ordenará a todos os mortos em Cristo que saiam de suas sepulturas, para ficarem eternamente com Ele. Após termos sido arrebatados, daremos o nosso grito de vitória: “Para sempre com o Senhor!!!”.

Como Iremos Encarar Aqueles Olhos?
“Meu olhar sobre Ele eu lanço e do Salvador ganho o meu prêmio - Sua misericórdia é do princípio ao fim!”

Os Mortos em Cristo vão Ressuscitar
“Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem, Deus os tornará a trazer com ele. Dizemo-vos, pois, isto, pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os que dormem. Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro”. (1 Tessalonicenses 4:14-16). “Porque eu recebi do SENHOR o que também vos ensinei ...” (1 Coríntios 11:23). “Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados”. (1 Coríntios

15:52)
“Assim também a ressurreição dentre os mortos. Semeia-se o corpo em corrupção; ressuscitará em incorrupção. Semeia-se em ignomínia, ressuscitará em glória. Semeia-se em

6

fraqueza, ressuscitará com vigor. Semeia-se corpo natural, ressuscitará corpo espiritual. Se há corpo natural, há também corpo espiritual”. (1 Coríntios 15:42-44). A pessoa não dorme após a

morte, conforme, erroneamente, se supõe.
“E o pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu” (Eclesiastes 12:7). “Mas temos confiança e desejamos antes deixar este corpo, para habitar com o Senhor”

(2 Coríntios 5:8). Somente os corpos “dormem”. Com Cristo Deus vai trazer os espíritos dos falecidos entre o Seu povo, retirando-os do local do descanso, a fim de que eles sejam “vestidos” com os corpos ressuscitados. Os espíritos dos mortos em Cristo continuam conscientes, na bênção da bendita presença do Senhor, pois Ele já não está no túmulo. A morte para o crente perdeu o seu aguilhão, a qual já não é “o rei dos terrores” (Jó 18:14), mas a serva que abre a porta do céu para receber os falecidos. “O corpo dorme, conforme a bela expressão do Senhor, usada ao roubar da morte o seu horror!” O próprio Cristo “foi feito as primícias dos que dormem” (1 Coríntios 15:15:20). Os corpos ressuscitados terão sido transformados, já não estando sujeitos à morte, à corrupção, à desonra e à fraqueza. De corpo natural ele foi mudado para um “corpo glorioso”. (Filipenses 3:21). O novo corpo espiritual não deve fazer-nos pensar que seja imaterial, mas feito de uma substância real, santa e divina. Depois que Cristo ressuscitou dos mortos, Ele falou aos discípulos, os quais achavam que Ele era um espírito: “Vede as minhas mãos e os meus pés, que sou eu mesmo; apalpai-me e vede, pois um espírito não tem carne nem ossos, como vedes que eu tenho”. (Lucas 24:9). Do mesmo modo serão os corpos dos crentes ressuscitados:

“E, assim como trouxemos a imagem do

terreno, assim traremos também a imagem do celestial” (1 Coríntios 15:49).

Como será gloriosa a visão celestial dos corpos glorificados e feitos à imagem de Cristo, vestidos de glória celestial, brilhantes como a luz do sol! Mas, por enquanto, apenas aguardamos... “Até que as sombras desta Terra se desfaçam, até que, finalmente, Ele reúna os do Seu grupo; até que o ocaso tenha passado... E quando Sua aurora iluminar os céus; e os que dormem em Cristo sejam despertados e Ele já não venha disfarçado em humilhação; quando tudo se tornar belo e puro pelo amor divino, então Tu, na bondade do teu Senhor, irás brilhar e Ele te dará aquela coroa de ouro!”

Os Crentes Vivos Serão Transformados
“Dizemo-vos, pois, isto, pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a

7

vinda do Senhor, não precederemos os que dormem”. (1 Tessalonicenses 4:15). “Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados; num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados”. (1

Coríntios 15:51-52).
“Segundo o seu eficaz poder de sujeitar também a si todas as coisas” (Filipenses 3:21).

A certeza de tudo isso quem nos dá é a Palavra de Deus. A primeira coisa que vai acontecer é sua vinda repentina à Terra; a segunda, a ressurreição dos mortos em Cristo, quando serão reunidos aos seus espíritos; a terceira, a mudança dos corpos dos crentes vivos; a quarta, os mortos já ressuscitados e os vivos transformados serão arrebatados para estar com o Senhor “nos ares”. Tudo isso vai acontecer, “num abrir e fecha de olhos”. Nenhum redimido será deixado para trás. Nem mesmo os que dormem, nem os desviados serão deixados, apesar do seu estado espiritual. Quem for dEle não vai ficar na Terra. Eis a questão! Mais tarde, os assuntos relativos à nossa conduta e condição espiritual serão examinados para o nosso ganho ou perda de galardão. Tudo isso vai acontecer no Tribunal de Cristo. Quando o Senhor retirou Israel do cativeiro egípcio, a fim de conduzi-lo à Terra Prometida, muitos deles eram imperfeitos no caráter. Mesmo assim, todos os que foram redimidos pelo sangue do cordeiro pascal foram libertos do jugo do faraó (Êxodo 10:26). Como é soberana a graça do Senhor! E quando as pragas caíram sobre o povo egípcio, Deus já havia separado o seu povo na terra de Gosen (Êxodo 8:22-23). Alguém pode exclamar: “Mas, é inacreditável! Minha mente não consegue aceitar o caso da ressurreição!”. O Criador não se agradou em nos dar uma inteligência capaz de entender todos os Seus desígnios e todo o Seu poder (Deuteronômio 29:29). O que não entendemos deve ser aceito pela fé, pois “o meu justo viverá péla fé” (Hebreus 10:38). Existem coisas que o homem não consegue entender mas... “Para Deus nada é impossível” (Lucas 10:37). Não haverá dúvida alguma com respeito à ressurreição dos mortos, uma vez que o próprio Cristo ressuscitou dos mortos. Existem muitas coisas que os cientistas ainda não conseguem entender; mesmo assim, eles acreditam no milagre da vida. Existem mistérios que somente o nosso Deus Todo-Poderoso pode entender; por isso, devemos nos alegrar na fé e deixar para entender essas coisas ocultas, quando tivermos a imagem do que é celestial. “Quando a luz da ressurreição nos iluminar e os nossos corpos resplandecerem. E quando obtivermos a perfeição da bênção... Quando a vida que a carne obscurece começar a se tornar radiante, e esta carne, que agora sofre, se alegrar com a forma divina, quão gloriosas manhãs teremos nós, depois de um dia escuro e tempestuoso! Quando o sorriso neutralizar nossa tristeza, estaremos acima dela e as tempestades terão passado”.

Arrebatados Nas Nuvens
8

“E, quando dizia isto, vendo-o eles, foi elevado às alturas, e uma nuvem o recebeu, ocultandoo a seus olhos” (Atos 1:9). “Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor” (1 Tessalonicenses

4:17).
“Eis que vem com as nuvens, e todo o olho o verá, até os mesmos que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém” (Apocalipse 1:7).

Uma nuvem recebeu o Senhor, quando Ele foi elevado ao Céu, ocultando-O dos Seus discípulos, quando os anjos lhes disseram: “Homens galileus, por que estais olhando para o
céu? Esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir”. (Atos 1:11).

Tanto no Novo como no Antigo Testamento, as nuvens atmosféricas são conectadas com Deus. Quando Ele desceu no Monte Sinai, sob um forte som de trombetas, as nuvens O encobriram, para que os olhos dos curiosos não pudessem vê-Lo. Moisés teve o privilégio de subir ao Monte e entrar na nuvem, para falar com Deus. Quando o Senhor vier arrebatar os Seus, os olhos dos pecadores incrédulos não poderão vê-Lo, pois esta vinda será um encontro exclusivo com a Noiva e Ele ficará encoberto à visão do mundo. O mundo poderá vê-Lo somente quando Ele vier em glória, com os Seus anjos e santos, para salvar o Seu povo e julgar o mundo. Então, “todo o olho o verá” (Apocalipse 1:7). Todos os redimidos do Senhor, vindos dos quatro cantos da Terra irão vê-Lo. Ele será visto por toda nação, língua e geração. Os salvos durante a Grande Tribulação serão perseguidos pelo Anticristo e morrerão pela sua fé, passando por enormes sofrimentos. Eles serão como o negociante que busca boas pérolas (Mateus 13:45-46), imitando o amor do próprio Cristo, para, depois, receberem muito mais do que imaginaram:

“Para que Cristo habite pela fé nos vossos corações; a fim de, estando arraigados e fundados em amor, poderdes perfeitamente compreender, com todos os santos, qual seja a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade, e conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus” (Efésios 3:17-19). Quem
poderá entender isto? “Hoje vivemos pela fé, através do amor de Cristo. Podemos vencer a morte, sendo um com Ele, na vida, a fim de podermos explorar as profundezas e alturas do Seu amor, até que cheguemos à praia celestial, através do Seu amor. Somente quando Ele vier, nós conheceremos todo o Seu amor”.

Estar Com o Senhor
“Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor” (1 Tessalonicenses

4:17) 9

“Pai, aqueles que me deste quero que, onde eu estiver, também eles estejam comigo, para que vejam a minha glória que me deste; porque tu me amaste antes da fundação do mundo”.

(João 17:24).
“Que morreu por nós, para que, quer vigiemos, quer durmamos, vivamos juntamente com ele.

(1 Tessalonicenses 5:10).
“E por isso é Mediador de um novo testamento, para que, intervindo a morte para remissão das transgressões que havia debaixo do primeiro testamento, os chamados recebam a promessa da herança eterna” . (Hebreus 9:15). “A quem vencer, eu o farei coluna no templo do meu Deus, e dele nunca sairá; e escreverei sobre ele o nome do meu Deus, e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce do céu, do meu Deus, e também o meu novo nome” (Apocalipse 3:12).

Quando os mil anos tiverem se passado, teremos apenas começado a gozar a presença gloriosa do Senhor. Eras após eras irão passar, numa interminável sucessão. A eternidade não terá fim nem o tempo será contado em anos. Já não haverá noite. A morte terá sido aniquilada; a tristeza e a dor já não existirão. Porque o Senhor vive, nós também viveremos, pois, no sentido espiritual, somos parte Dele conforme Efésios 5:30: “Porque somos membros do seu corpo, da
sua carne, e dos seus ossos”. Não se podem separar os membros do corpo.

Será que a mente humana pode captar a plena felicidade de viver junto com Cristo? Muito agradável pode ser a vida de um casal, quando existe amor verdadeiro e compreensão. Tenhamos, pois, uma fraca idéia, do que há de ser a vida de Cristo com a Sua igreja. Como é maravilhosa a Sua graça e como é imenso o Seu amor! Paulo diz, em Efésios 1:5-6: “E nos
predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade, para louvor e glória da sua graça, pela qual nos fez agradáveis a si no Amado”.

Quando imaginamos Sua glória e a magnificência do lugar que Ele nos preparou, vamos exclamar, como a Rainha de Sabá: “Bendito seja o SENHOR teu Deus, que teve agrado em ti... por isso te estabeleceu rei, para fazeres juízo e justiça”. (1 Reis 2:9). “Salvador, Teu Lar é o meu Lar, e eu, filho do teu Pai. Com esperança e alegria divinas deixo cansado este mundo selvagem e vou para o Lar. Lar, doce Lar, meu coração palpita! Lar onde os filhos se encontram e jamais se separam. Lar onde o Noivo toma posse do que Ele comprou com o Seu amor. Lar, onde o Pai espera para nos dar boas vindas... Vou para o lar”.

Será que Vamos nos Reconhecer?
Para esta pergunta existe uma resposta decisiva. - SIM! Todo o teor da Escritura o confirma. Ninguém vai perder a personalidade, a identidade. No céu vamos aparecer exatamente como fomos antes conhecidos - com a mesma personalidade e responsabilidade. A exata pessoa que hoje eu sou e os entes amados, conforme foi vivido aqui na Terra, vão se encontrar novamente, sendo por todos reconhecidos. É por esta alegria que estamos esperando. Quando fomos separados pela morte, estávamos totalmente certos de que esta separação não seria por 10

muito tempo e que um bendito reencontro estaria nos aguardando no futuro. Em seguida, iremos ver o nosso Senhor, a fim de conhecê-Lo como Ele é. No Reino iremos nos assentar à mesa com Abraão, Isaque e Jacó e descobrir a razão de tudo. No Monte da Transfiguração, Moisés e Elias apareceram em glória, com a mesma identidade que tiveram aqui na Terra, tendo sido facilmente reconhecidos pelos discípulos de Jesus. Também, todos os personagens dignos do Novo Testamento sobre quem temos lido e cujas palavras nos têm edificado, serão reconhecidos. Vai ser muito interessante escutar o que eles terão a nos contar sobre particularidades de suas vidas, que ainda não havíamos conhecido. Vamos escutar Enoque sobre a sua longevidade (365 anos de vida) e o seu andar com Deus, antes de ser arrebatado. Abraão vai nos falar do seu chamado da terra dos caldeus para formar uma nova nação destinada a servir ao Senhor, de quem ele foi chamado “Amigo”. Será bom escutar Moisés narrando o sofrimento do seu povo no Egito, antes do Êxodo, quando ele preferiu “ser
maltratado com o povo de Deus, do que por um pouco de tempo ter o gozo do pecado; tendo por maiores riquezas o vitupério de Cristo do que os tesouros do Egito; porque tinha em vista a recompensa” (Hebreus 11:25-16). E escutar Davi, rei e profeta em Israel, falando de como

compôs os seus maravilhosos salmos. Ouvir Daniel narrando como foi atirado à cova dos leões, onde o Anjo do Senhor ficou ao seu lado. Escutar Isaías contando como escreveu o capítulo 53 do seu livro, predizendo as aflições de Cristo, nosso Salvador. Vai ser maravilhoso encontrar Pedro, Paulo e João, além dos outros santos do Novo Testamento, principalmente os que sofreram o martírio, por amor a Cristo e ao Seu Evangelho. O mundo jamais foi digno dos santos desse quilate! Cada filho do Pai Celeste tem uma identidade exclusiva. Em Cristo nada se perde, pois nEle sempre houve o SIM! Além de reconhecíveis, todos nós nos alegraremos no Senhor, e seremos mais belos em nossos corpos gloriosos! Quando Cristo voltar, Ele será o mesmo Jesus que subiu ao Céu na beleza da ressurreição, com um corpo glorificado e mais resplandecente do que o sol. Ele terá o mesmo rosto amado, embora revestido de saúde e esplendor. Na parábola vemos que Lázaro foi reconhecido facilmente pelo homem rico, quando estava no seio de Abraão. (Lucas 16:19-31) Paulo diz, na 1 Coríntios 13:12: “Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então
veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido”. E na 1 Tessalonicenses 2:19, ele indaga: “Porque, qual é a nossa esperança, ou gozo, ou coroa de glória? Porventura não o sois vós também diante de nosso Senhor Jesus Cristo em sua vinda?” A esperança de Paulo era encontrar os tessalonicenses e para que

houvesse alegria, eles precisariam se conhecer! “Veremos com alegria e contentamento para nós mesmos, diante do trono, as pessoas que amamos e ali conheceremos como somos conhecidos. Então, a canção dos redimidos vai ressoar, pois as sombras da morte já passaram e raiou o sol eterno da felicidade com Cristo”.

O Tempo de Sua Vinda
11

“E disse-lhes: Não vos pertence saber os tempos ou as estações que o Pai estabeleceu pelo seu próprio poder”. (Atos 1:7).

“Sede vós também pacientes, fortalecei os vossos corações; porque já a vinda do Senhor
está próxima”. (Tiago 5:8).

“Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos”.

(2 Timóteo 3:1).

“Vigiai, pois, porque não sabeis quando virá o senhor da casa; se à tarde, se à meia-noite, se ao cantar do galo, se pela manhã” (Marcos 13:35). “Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos que estão no céu, nem o Filho, senão o Pai” (Marcos 13:32). Alguns líderes de seitas

marcaram a data da volta do Senhor e sempre erraram. Somente o Pai conhecia a data exata, antes de Jesus ser glorificado; mas hoje, na glória, Cristo já deve conhecer. Contudo, os sinais são tão evidentes que podemos supor que a Sua vinda está mais próxima do que se imagina. O Arrebatamento pode acontecer a qualquer momento. Mas que a ansiedade pela Sua vinda não nos faça parar com os empreendimentos normais, principalmente com os que se referem à pregação do Evangelho, achando que Ele está às portas. Ao contrário devemos nos encher de mais energia, trabalhando mais devotadamente, andando em santa piedade, pois: “Bemaventurado aquele servo que o seu senhor, quando vier, achar servindo assim” (Mateus 24:46).

Quanto aos nossos bens e propriedades, o governo vai tomar conta deles [e já não precisaremos pagar tantos impostos]. E se pudermos nos desfazer de uma boa parte, já agora, poderemos usar os valores para incrementar a difusão do Evangelho. Assim, teremos seguido o conselho do Senhor, conforme Mateus 6:33: “Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua
justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas”.

“Não sei se Ele voltará esta noite, ou amanhã de manhã, ou à tarde, mas sei que uma brisa suave vai soprar e os dias quentes já não vão nos oprimir. Sei que nossas almas não podem duvidar de Sua promessa, pois Ele voltará, antes que desabrochem novas flores, que o Céu mude de cor com o vento soprando levemente, sussurrando: “Ele vai voltar! Não sei quando os Seus pés vão aparecer, repletos de glória e aurífero fulgor. Só sei que todos os salvos vão sair dos túmulos, cheios de alegria num corpo especial, conforme nos garante a fé... Ele não vai demorar”

Características dos que Amam a Verdade
Piedade

-

(Tito 2:12-13) “Ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências

mundanas, vivamos neste presente século sóbria, e justa, e piamente, aguardando a bemaventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Salvador Jesus Cristo”.

12

Vigília - (1 Tessalonicenses 5:6) “Não durmamos, pois, como os demais, mas vigiemos, e
sejamos sóbrios”.

Prontidão - (1 Pedro 1:13) “Portanto, cingindo os lombos do vosso entendimento, sede
sóbrios, e esperai inteiramente na graça que se vos ofereceu na revelação de Jesus Cristo.”

Santidade

- (1 João 3:3) - “E qualquer que nele tem esta esperança purifica-se a si mesmo,

como também ele é puro”.

Alegria - (1 Pedro 1:8) - “Ao qual, não o havendo visto, amais; no qual, não o vendo agora,
mas crendo, vos alegrais com gozo inefável e glorioso”.

Mortificação - (Colossenses 3:4-5) - “Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então
também vós vos manifestareis com ele em glória. Mortificai , pois, os vossos membros, que estão sobre a terra: a prostituição, a impureza, a afeição desordenada, a vil concupiscência, e a avareza, que é idolatria”.

Paciência - (Tiago 5:8) - “Sede vós também pacientes, fortalecei os vossos corações; porque
já a vinda do Senhor está próxima”.

“Vamos esperar que chegue logo o dia alegre, consagrando-nos com dedicação, palmilhando o caminho estreito; evangelizando os perdidos, pelos quais o Senhor deu Sua vida, para o dia da coroação, que aos poucos, está chegando”.

Escarnecedores - (2 Pedro 3:3-4) - “Sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão
escarnecedores, andando segundo as suas próprias concupiscências, e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação”.

(1 Timóteo 4:1) - “Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão
alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios”.

Especialmente, nestes últimos cem anos, a verdade sobre a vinda do Senhor, que havia sido esquecida, voltou a ser considerada e revivida. Ente os cristãos de todas as denominações, esta gloriosa esperança tem sido alegremente recebida por muitos e em suas vidas o afeito abençoado tem sido visto, no zelo e na devoção a Cristo, com a separação deste mundo e dos seus malignos caminhos. À pregação do Evangelho tem-se dado maior empenho e muitos convertidos têm testemunhado que esta verdade os despertou para descobrirem o perigo em que se encontravam e a necessidade da salvação, a começar deste autor. Não seria surpresa que Satanás deixasse de desafiar esta bem-aventurada esperança. As zombarias e a indiferença têm sido mais que amplamente usadas. E quando alguém desiste de acreditar na volta de Cristo, começa a se envolver nos valores do mundo: “Mas os que querem
ser ricos caem em tentação, e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que

13

submergem os homens na perdição e ruína. Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores”. (1 Timóteo 6:9-10).

Devemos nos preparar para enfrentar os escarnecedores da fé, com a esperança que guardamos em nossos corações redimidos. Não se trata apenas de uma suposição, pois o Espírito já nos alertou sobre o assunto, conforme a 1 Timóteo 4:1. Também o Senhor nos avisou, conforme Mateus 24:48: “Mas se aquele mau servo disser no seu coração: O meu senhor tarde
virá...”

Não existe conselho algum nas Escrituras para que percamos nossa alegria espiritual, ou para que relaxemos e nos descuidemos em nosso modo de viver. “O silêncio de Deus era quebrado, não importa o que os escarnecedores tenham a dizer. Quando o próprio Senhor descer para os Seus, arrebatando-nos da Terra, Ele estará cumprindo Sua promessa. Deixemos os escarnecedores de lado, falando o que bem quiserem falar”.

Passará a Igreja pela Grande Tribulação?
A Tribulação será o tempo em que Deus vai derramar o Seu terrível julgamento sobre o mundo ímpio. Antes de iniciar Sua vingança, Ele vai levar a igreja para o Céu, pois ela é Sua Noiva, o objeto do Seu amor. No Céu os eleitos se refugiarão, a fim de não sofrerem os castigos que cairão sobre o mundo (Gálatas 1:4). Quando julgamento veio sobre o mundo antigo, ele não aconteceu antes que a fabricação da Arca fosse concluída, na qual Deus iria guardar Noé e sua família. Na destruição de Sodoma e Gomorra, nada pôde ser feito, antes que e suas filhas saíssem da cidade, rumo a Zoan. Como foi nos dias de Noé, de Ló, assim será, diz o Senhor, quando Ele voltar. Primeiro, Ele vai levar os salvos; depois os justos castigos cairão sobre o mundo mau. Os embaixadores são chamados aos países, antes que se iniciem as hostilidades. “Somos embaixadores da parte de Cristo” (2 Coríntios 5:20) entre as nações e o fim da atual era da graça e da salvação pela fé em Cristo será sinalizado pelo arrebatamento dos salvos, quando o Senhor Jesus descer, “nos ares”. Mateus 24 e outras passagens semelhantes são especialmente dirigidas aos judeus, com referências específicas à cidade de Jerusalém, a Israel e ao cativeiro. [O grande erro dos reconstrucionistas é tomar para eles as promessas feitas exclusivamente aos judeus]. Os sofrimentos dos judeus, na grande dispersão vão culminar na Grande Tribulação. Este será “um tempo de angústia para Jacó” (Jeremias 30:7), devendo funcionar como um fogo purificador dos seus pecados, [visto como recusaram a purificação pelo sangue de Cristo]. Não apenas os judeus vão passar pela Grande Tribulação, mas também as nações ímpias (Salmo 75:8). Judeus e gentios, do mesmo modo, vão sofrer pela sua rejeição a Cristo como o Salvador do mundo. A Grande Tribulação não será destinada à igreja, a Noiva de Cristo: “Quem é esta que ao deserto vem, encostada ao seu amado?” (Cantares 8:5). É verdade que Ele disse: “no mundo tereis aflições,
mas tende bom ânimo, eu venci o mundo”

(João 16:33),

mas este sofrimento será por amor 14

dEle, da parte da geração hostil ao Evangelho, não pela Grande Tribulação. No capítulo 7 do Livro do Apocalipse, o Apóstolo João vê uma grande multidão “dos que vieram da grande tribulação e lavaram suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro” (verso 14). A igreja sobre a qual João havia falado no capítulo 5 não mostra esses salvos da Grande Tribulação, os crentes que se converteram através do Evangelho pregado pelos judeu que não aceitaram a marca da Besta nem adoraram a sua imagem. Eles servirão a Cristo em Seu Reinado na Terra, quando a igreja também estará reinando com o Senhor. Há muito tempo, um peregrino já visualizava o final de sua viagem: “Um com Cristo - Bem-vindos à cidade de ouro, onde por mim Ele passou dentro da glória, do abismo para as alturas. Também a alegria está vindo abençoada, com o mistério do que beija e o encontro do Filho com o Pai inunda a minha alma da bênção que me dá as boas vindas. Meu para sempre é este Lar eterno, onde e quando todas as andanças terminam. Ali, certamente, hei de chegar. Deus, meu Pai, vai me aguardar, para me saudar como um filho, no qual Ele se deleita, através do tão amado Filho, agora apresentado imaculado à Sua vista”.

O Tribunal de Cristo (2 Coríntios 5:10)
Após um encontro de inexcedível alegria, “nos ares”, com Cristo e os salvos, haverá a instalação do Tribunal de Cristo. Não se trata do Julgamento do Grande Trono Branco, citado em Apocalipse 20. Os que vão sofrer este julgamento são os incrédulos falecidos, do primeiro ao último pecador impenitente. Este julgamento vai acontecer no final do Milênio: “Porque está
escrito: Como eu vivo, diz o Senhor, que todo o joelho se dobrará a mim, E toda a língua confessará a Deus. De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus”.

(Romanos 14:11-12). No Tribunal de Cristo a questão da salvação eterna não será questionada, visto já ter sido resolvida na cruz do Calvário, para todos os crentes em Cristo. Hebreus 10:14-17 diz: “Porque
com uma só oblação aperfeiçoou para sempre os que são santificados. E também o Espírito Santo no-lo testifica, porque depois de haver dito: Esta é a aliança que farei com eles Depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei as minhas leis em seus corações, E as escreverei em seus entendimentos; acrescenta: e jamais me lembrarei de seus pecados e de suas iniqüidades”.

Quanta paz e alegria nos dão estas palavras! Porém, alguns vão indagar: “Eu creio nisto, mas o que dizer dos pecados cometidos depois que me tornei um cristão? Eles vão aparecer no Tribunal de Cristo, mesmo que Ele já os tenha perdoado?” Todos os pecados da igreja estavam no futuro, quando Cristo morreu por eles - os pecados passados, presentes e futuros. Seu sangue precioso foi suficiente para cobrir todos os pecados do mundo, de modo que o perdão completo e perfeito foi concedido, sem reserva alguma, a todos nós que cremos, e a todo pecador que confessar os seus pecados, conforme a 1 João 1:9,7:
“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça... O sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o

15

pecado”.

No Tribunal de Cristo nenhum pecado será exposto, pois todos já foram atirados ao mar do esquecimento divino. Mas, se os pecados foram cometidos contra o próximo, precisamos procurar a pessoa ofendida e pedir perdão em o Nome de Jesus. Se não forem esclarecidos agora, nosso castigo será a perda dos galardões, mas sem condenação alguma de nossas almas. [Nota: Meu galardão vai ser ZERO!] Somente nesta vida o Pai vai nos disciplinar por causa dos nossos pecados e Ele tem muitas maneiras de fazê-lo: “Mas, quando somos julgados, somos repreendidos pelo Senhor, para não sermos condenados com o mundo” (1 Coríntios 11:32). No final da existência da igreja, quando formos arrebatados, ninguém será julgado para condenação, pois somente os salvos serão arrebatados em corpos glorificados e então estaremos completos em Cristo. Não é o que eu sou nem o que eu possa fazer, mas o que Ele é e o que Ele fez. Isto é o que vai me salvar da ira vindoura. Que maravilhosa salvação e como é indescritível a graça de Deus em nosso favor! Então qual é o objetivo do Tribunal de Cristo? Somos despenseiros da multiforme graça de Deus (1 Pedro 4:10) e se nos foram concedidos os depósitos desta maravilhosa graça, devemos usá-los exclusivamente para a Sua glória, visando o bem do próximo e o progresso de Sua obra aqui na Terra. A grande comissão que Ele nos deu foi a de pregar o evangelho a toda criatura. Devemos usar para isso os nossos talentos e habilidades, nosso dinheiro e tudo que possamos ter, pois tudo Ele nos deu visando a Sua glória; nada é nosso e somos apenas Seus mordomos. “Toda a minha vida, Senhor, a Ti consagro. Toma meus talentos e usa-os, conforme Te aprouver.Toma a minha prata e o meu ouro que eu não guarde coisa alguma. Todo o meu amor, Senhor meu, coloco aos Teus pés. Toma a mim mesmo, para que eu seja somente teu”. Somente enquanto vivemos na Terra, poderemos ajuntar tesouros no Céu, os quais nos garantirão uma posição de honra e confiança, na glória vindoura. Perder os galardões celestiais, por avareza ou negligência na conduta, vivendo para nós mesmos, em vez de vivermos para Deus, será uma perda imensurável, que jamais poderá ser reparada e somente será compreendida, quando estivermos com Ele. Vale a pena deixar de escutar esta frase? “Bem
está, servo bom e fiel. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor” (Mateus 25:21).

Todos os redimidos compartilharão igualmente do amor do Pai e dos muitos gloriosos privilégios do lindo Lar celestial, porém os galardões e os lugares de honra serão destinados àqueles que os mereceram, na mesma proporção de sua fidelidade na obra. Conforme a 1 Coríntios 3:10-15, as obras dos crentes passarão por este critério:
“Segundo a graça de Deus que me foi dada, pus eu, como sábio arquiteto, o fundamento, e outro edifica sobre ele; mas veja cada um como edifica sobre ele. Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo. E, se alguém sobre este fundamento formar um edifício de ouro, prata, pedras preciosas, madeira,

16

feno, palha, a obra de cada um se manifestará; na verdade o dia a declarará, porque pelo fogo será descoberta; e o fogo provará qual seja a obra de cada um. Se a obra que alguém edificou nessa parte permanecer, esse receberá galardão. Se a obra de alguém se queimar, sofrerá detrimento; mas o tal será salvo, todavia como pelo fogo”.

Quem for Mestre
A obrigação precípua do mestre cristão é pregar a sã doutrina, obedecendo estritamente a Palavra de Deus, a qual é clara e perfeita: “Toda a Escritura é divinamente inspirada, e
proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra” (2 Timóteo

3:16-17). Assim como o construtor de uma casa segue literalmente a planta do arquiteto, também o mestre deve seguir a Palavra de Deus em sua função de evangelista, jamais se desviando da mesma, a fim de que não venha a construir um edifício defeituoso, o qual poderá desabar sobre a sua própria cabeça. É disto que o Tribunal de Cristo vai tratar, avaliando, principalmente, a obra de cada mestre, pois “Meus irmãos, muitos de vós não sejam mestres, sabendo que receberemos mais duro juízo” (Tiago 3:1). À medida em que se aproximam os tempos do fim, a admoestação de Paulo, na 2 Timóteo 2:15 se torna mais oportuna:
“Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade”.

E em Judas 3 está escrito: “Amados, procurando eu escrever-vos com toda a diligência acerca da salvação comum, tive por necessidade escrever-vos, e exortar-vos a batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos”. O Senhor já sabia da situação do mundo, nos tempos do fim, tendo indagado, conforme registro em Lucas 18:8-b: “Quando porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na
terra?”

Será enorme o galardão dos que fizerem a obra segundo o padrão divino, a fim de merecer galardões de ouro, prata... ou de madeira ou feno, se fizerem sua obra visando recompensas materiais aqui na Terra. Cada um tenha cuidado sobre como está vivendo, deixando de atender ao conselho que o Senhor nos deu, conforme Mateus 6:33: “Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas”. As coisas só devem nos interessar, quando comparadas à luz da Bíblia, pois, “tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como ao
Senhor, e não aos homens, sabendo que recebereis do Senhor o galardão da herança, porque a Cristo, o Senhor, servis. Mas quem fizer agravo receberá o agravo que fizer; pois não há acepção de pessoas” (Colossenses 3:23-25).

17

Devemos colocar o melhor de nós em tudo que fizermos, quer seja uma obra pequena ou grande, pois ao Senhor importa a qualidade, não a quantidade. “Portanto, nada julgueis antes
de tempo, até que o Senhor venha, o qual também trará à luz as coisas ocultas das trevas, e manifestará os desígnios dos corações; e então cada um receberá de Deus o louvor”. (1

Coríntios 4:5). Seremos julgados pelo nosso testemunho de vida, pelas nossas obras na vida familiar e social, na pregação do evangelho, pois o nosso serviço aqui na Terra será aprovado ou condenado, conforme o padrão divino. Nossos erros serão corrigidos, os julgamentos errôneos serão revertidos, as incompreensões serão esclarecidas, as tentativas egoístas de imputar falsidade ou o mal, onde estes não existem, serão denunciadas. Os meios, palavras e intenções serão todos expostos à verdadeira luz, revelando o caráter de cada despenseiro da Palavra. Logo que todas as coisas estiverem resolvidas, cada crente vai receber o que merece. Muitas lágrimas vão correr nas faces de alguns, antes que a glória eterna lhes seja propiciada. Depois disso, nenhuma nuvem vai surgir em nosso firmamento e nenhuma questão pendente será levantada, para minar a alegria do cristão salvo. Este será um dia feliz, com o sol da justiça brilhando no horizonte, sem sombra alguma que venha perturbar nossa felicidade. Demos graças ao Pai porque Ele nos permitiu chegar ao do Tribunal de Cristo. Como será glorioso ver tudo que o Seu povo tem sofrido por amor a Ele, ver suas obras de fé e amor, abençoadas obras realizadas para Ele, nada sendo omitido, nem mesmo um copo dágua que se tenha dado a quém dele precisou (Mateus 9:41). Como tudo vai resplandecer naquele dia e quão imensuráveis serão o louvor e a comemoração do Senhor na plenitude da alegria do Seu coração. Tudo isso vai significar mais para cada santo do que a mente poderia captar sobre todas as coisas que foram feitas através do corpo. Veremos Sua estimativa correta do valor de cada obra nossa, conforme Sua vontade, sem um resquício de inveja daqueles que estarão recebendo mais honras do que nós. Perfeitamente felizes, todos os santos estarão ali reunidos, para sempre. “Quando Jesus vier para galardoar os Seus servos, quer seja manhã, à tarde ou à noite, quem for fiel a Ele e estará vigiando, com as lâmpadas brilhando claramente! Será que temos sido fiéis à Palavra que Ele nos deixou? Será que tentamos fazer o melhor? Se em coisa alguma o nosso coração não nos condenar, então podemos descansar em paz”.

A Ceia das Bodas do Cordeiro
“Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demos-lhe glória; porque vindas são as bodas do Cordeiro, e já a sua esposa se aprontou. E foi-lhe dado que se vestisse de linho fino, puro e resplandecente; porque o linho fino são as justiças dos santos. E disse-me: Escreve: Bemaventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro. E disse-me: Estas são as verdadeiras palavras de Deus” (Apocalipse 19:7-9).

18

Após o Julgamento no Tribunal de Cristo, e quando tudo for encerrado para a Sua glória, haverá no céu um evento chamado a Ceia das Bodas do Cordeiro. Nada igual jamais aconteceu antes e nada também vai acontecer. Esta jamais terá paralelo em magnificência, glória e significação, quer seja no tempo ou na eternidade. O empenho de Deus é celebrar as Bodas do Filho Amado com a Sua Noiva, que Ele tanto amou e por quem deu Sua preciosa vida. “Que se
fará ao homem de cuja honra o rei se agrada? ... De quem se agradaria o rei para lhe fazer honra mais do que a mim?” (Ester 6:6).

O Deus Eterno vai honrar Aquele que veio ao mundo em Seu nome, o Homem-Deus Jesus Cristo, que sofreu e morreu na cruz em favor da humanidade pecadora. A celebração será conforme o merecimento do nosso Deus e grande Salvador, diante de Pai. Embora pouco se tenha escrito sobre a Ceia das Bodas do Cordeiro, existe muito material de onde se pode retirar uma idéia da mesma, sem qualquer rasgo de imaginação. O Senhor será visto em toda a Sua beleza divina, indizivelmente mais perfeita do que a beleza humana, com a graça derramada em Seus lábios, Sua face mais resplandecente que o Sol; suas vestes brancas e brilhantes, recendendo a mirta, aloés e acácia, Sua voz como o som de muitas águas. Estas são expressões bíblicas que a Ele se referem, dando-nos alguma ideia da beleza do Noivo, por Quem nossa alma tanto anseia (Leiam Apocalipse 1-7; Mateus 17 e Salmo 45). A Noiva (a Igreja) ornada com toda a beleza do Senhor, está sentada à Sua direita (Salmo 45:9), toda gloriosa interiormente, com as vestes bordadas em ouro de Ofir, “Para a apresentar
a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível” (Efésios 5:17). Que sejam ambos bem acompanhados pelos anjos do Pai. Sobre a Noiva, Cristo vai testificar: “Tu és toda formosa, meu amor, e em ti não há mancha” (Cantares 4:7). Ele dirá também: “E correu de ti a tua fama entre os gentios, por causa da tua formosura, pois era perfeita, por causa da minha glória que eu pusera em ti, diz o Senhor DEUS” (Ezequiel 16:14). A Noiva será revestida com a “justiça dos santos”. De um modo ou de

outro, ela será refletida em cada santo, conforme o que foi declarado no Tribunal de Cristo, como os seus “atos de justiça”. Este adorno especial vai resplandecer com glória, para sempre, diferindo em natureza e brilho, conforme o valor que o Senhor lhe houver concedido. Haverá muitos convidados à Ceia. Quem serão eles? Uma grande multidão dos santos do Velho Testamento, compartilhando da primeira ressurreição, na vinda de Cristo, os quais não fazem parte da igreja. Eles são os amigos do Noivo, como João Batista disse de Si mesmo: (João 3:29) e como Deus falou de Abraão (2 Crônicas 20:7). Podemos garantir que esta multidão de santos será chamada e honrada como convidada à Ceia das Bodas do Cordeiro. Haverá uma legião incontável (miríades), de seres belos e perfeitos, os quais jamais pecaram. Eles vivem para executar as ordens do seu Criador. “Como as estrelas do céu, e como a areia inumerável que está na praia do mar” (Hebreus 11:12) será a multidão dos redimidos presentes à Ceia das Bodas do Cordeiro. A magnitude dessa multidão está além do que a nossa imaginação possa captar. Deus nos fala em linguagem e termos adaptáveis à nossa inteligência humana, a fim de 19

mostrar as coisas celestiais, porém essas coisas excedem em muito a tudo que a mente humana possa imaginar. Podemos imaginar que a Ceia se assemelhe a um banquete oferecido por um grande potentado terreno, mas numa escala totalmente superior em esplendor, grandeza e custo. Contudo, mesmo que possamos aplicar esta comparação, a diferença da grandeza desse evento será tão grande como a diferença entre o Céu e a Terra, entre Deus e o homem. Poderíamos repetir as palavras da Rainha de Sabá: “Eis que não me disseram metade; sobrepujaste em sabedoria e bens a fama que ouvi” (1 Reis 10:7-b). A única certeza é a de que todos os presentes ficarão extasiados com a apresentação da Ceia e com o louvor cantado ao nosso grande Deus e Salvador Jesus Cristo, pelas maravilhas do Seu amor derramado na cruz. Após a Ceia, nosso amoroso Salvador contemplará Sua Noiva e a assembléia dos convidados, como o fruto de Sua obra na cruz, ficará satisfeito e Sua Noiva, também. (Isaías 53:11; Salmo 17:15). Esta será uma alegria repleta de “gozo inefável e glorioso” (1 Pedro 1:8), “com alegria, perante a sua glória” (Judas 24). E mais: “Ele (Cristo) se deleitará em ti com alegria; calar-se-á por seu amor, regozijar-se-á em ti com júbilo” (Sofonias 3:17). Deus Pai vai organizar tudo conforme a Sua vontade, para honrar o Filho Amado. Nada faltará em matéria de riqueza, glória e majestade, com o “vinho real” (alegria divina) em abundância. Nesse evento, a Escritura terá o seu perfeito cumprimento, segundo Cantares 2:3-4: “Desejo muito a sua
sombra, e debaixo dela me assento; e o seu fruto é doce ao meu paladar. Levou-me à casa do banquete, e o seu estandarte sobre mim era o amor”.

“Filha do Pai Eterno, Noiva do Filho Eterno, agraciada com alegria superior à dos anjos mais próximos do Seu trono; eles, os ministros assistindo ao Seu Amado; todas as honras agora são minhas, andando com o meu Senhor em glória, através das cortes divinas; Sou rainha, dentro do plano real, e Cristo é meu Noivo, para sempre!”.

Reinando com Cristo
Isso acontecerá logo que Cristo voltar da Ceia das Bodas do Cordeiro, acompanhado dos Seus anjos e dos redimidos. (Apocalipse 19:11-14), para lutar contra os inimigos do Seu povo e vencer todos eles. Após a batalha do Armagedom, quando Cristo destruir os Seus inimigos, todas as nações do mundo se dobrarão diante dEle e serão julgadas, no Grande Trono Branco, conforme a maneira como trataram os seus “pequeninos irmãos” (os judeus), durante a Grande Tribulação. (Mateus 25:31-46). “Mandará o Filho do homem os seus anjos, e eles colherão do seu reino tudo o que causa
escândalo, e os que cometem iniqüidade. E lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá pranto e ranger de dentes. Então os justos resplandecerão como o sol, no reino de seu Pai. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça” (Mateus 13:41-43).

20

As Escrituras são abundantes nas profecias referentes ao reino vindouro e ao fato de que os salvos reinarão com Cristo, em Sua vinda. A glória e a prosperidade do Reino Milenial vão sobrepujar tudo que já foi visto na Terra. O reinado do Rei Salomão foi magnificente, mas nada será, quando comparado ao Reinado Milenial de Cristo, do mesmo modo como uma vela empalidece diante do fulgor do sol, em toda a sua força. A Terra inteira será subjugada e todas as nações, povos e línguas irão se dobrar diante do cetro divino do Senhor Jesus Cristo. O grande inimigo de Deus e do homem, instigador do pecado, será preso num abismo durante o Reinado Milenial, para não mais perturbar a paz e a prosperidade e espiritual do povo de Deus. (Apocalipse 20:11). A Terra colherá seus frutos em abundância e o deserto florescerá, maravilhosamente! As doenças serão reduzidas ao mínimo [pois onde não floresce o pecado a doença não tem vez]. A morte vai ter pouco o que ceifar, pois as pessoas terão quase a longevidade do tempo pré-diluviano. “Porque a terra se encherá do conhecimento da glória do SENHOR, como as águas cobrem o mar”. (Habacuque 2:14). Israel será reinstalado no favor divino e novamente possuirá toda extensão de terra, conforme foi prometida a Abraão [e conquistada para o trono de Salomão pela espada de Davi e seus guerreiros, sem os árabes e outros inimigos perseguindo-o, como tem acontecido nos últimos 70 anos]. Em vez de ser cauda das nações, os judeus serão a cabeça, pois de Jerusalém sairá uma bênção para o mundo inteiro, quando na Cidade do Grande Rei for estabelecido o governo universal de Cristo. Este será o tempo do “Jeovah Shammach” (O Senhor está ali). “Porque o SENHOR se compadecerá de
Jacó, e ainda escolherá a Israel e os porá na sua própria terra; e ajuntar-se-ão com eles os estrangeiros, e se achegarão à casa de Jacó. (Isaías 14:11) ... “Porém agora o SENHOR meu Deus me tem dado descanso de todos os lados; adversário não há, nem algum mau encontro”

(1 Reis 5:4). Após a Ceia das Bodas do Cordeiro, com todo o festejo celestial, o Filho de Deus receberá do Pai o Reino que Lhe foi preparado, conforme Daniel 7:14 - “E foi-lhe dado o domínio, e a honra, e o
reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem; o seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino tal, que não será destruído”. Para uma visão mais

compreensiva das glórias do futuro Reino Milenial, devemos ler os salmos 72, 97, 98, 99 e 100. Os reinos deste mundo estarão nas mãos de Satanás, o usurpador, o qual vai desafiar o poder de Deus. Contudo, este poder será quebrado, bem como todos os poderes rebeldes da Terra. Em apocalipse 1:7, lemos: “Eis que vem com as nuvens, e todo o olho o verá, até os mesmos que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém”. E todos os Seus inimigos se lamentarão.

“Cabeça da nova criação, Filho do Deus vivo, Capitão da salvação, por nós derramaste o Teu precioso sangue... Emanuel, Filho de Davi, bendita semente da mulher, esmagaste a cabeça do dragão. A cruz e a vergonha já passaram e a salvação de todos os que Te seguem, conquistados pelo Teu amor, agora é o Teu bendito espólio. A fama de Tuas realizações maravilhosas chegou até nós, através da Tua Palavra Santa, e também aos que buscam a Verdade que liberta do engodo político e religioso. Brevemente os Céus Te revelarão em toda a Tua glória, na glória do Teu Pai e dos anjos que Te servem. Então, a igreja, Tua Noiva, reinará contigo, no trono de Jerusalém, e tudo será belo e 21

radioso, à vista de todos. Ali não haverá noite, nem lágrimas, nem tristeza, nem dor. Que maravilha! Jesus Cristo vem com os anjos, nas nuvens do Céu, e todos O verão: até mesmo os pecadores incrédulos e os assassinos. Ele virá para os homens e mulheres que assistirão ao Seu triunfo; Ele virá para nos reunir. Que todos nós possamos adorá-Lo no trono eterno, em poder e glória, e que Ele venha bem depressa! Maranata!”

Franklin Ferguson, “The Lord is Coming” despatch@mail.cth.com.au/books V/ Lord Coming.htm. Tradução, Resumo e adaptação de Mary Schultze, 07-11-2010. www.maryschultze.com

Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (ARC idealmente até 1894, no máximo até a edição IBB-1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), fielmente traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).

(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)

(retorne a http://solascriptura-tt.org/ EscatologiaEDispensacoes/ retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )

O ARREBATAMENTO PRÉTRIBULACIONAL
David Cloud 22

A palavra “Arrebatamento” não aparece na Bíblia, mas é um termo usado para descrever a “rápida trasladação para cima”, o que na 1 Tessalonicenses 4:17 consta como “arrebatar nas nuvens” (ou simplesmente arrebatar, conforme Judas 23, “arrebatar do fogo”). Ela significa “puxar com força para cima”. É usada para descrever como o Espírito de Deus arrebatou a Filipe, após a conversão do eunuco etíope (Atos 8:39). Isso é exatamente o que Cristo vai fazer com os crentes do Novo Testamento, antes de começar a Grande Tribulação.

Notas referentes à Grande Tribulação:
1). - O Arrebatamento é: (1) a ressurreição dos mortos em Cristo; (2) uma atração para cima e trasladação dos santos do Novo Testamento (1 Tes. 4:17). 2). - Os mortos em Cristo estão com Ele no céu (verso 14). 3). - O Arrebatamento é a bendita esperança do crente (verso 13). É o que estamos aguardando. 4). - O Arrebatamento é certo: (a) É tão certo como a ressurreição de Cristo (verso 14); (b) É a Palavra do Senhor. 5). - O Arrebatamento é um conforto (verso 18). Se essa trasladação não acontecesse senão ao final dos tormentos da Grande Tribulação, não haveria conforto algum para os cristãos que estão na margem anterior à Tribulação. 6). - O Arrebatamento acontecerá antes do "dia da ira do Senhor" (1 Tes. 5:1-5, 9).

Este evento também é descrito na 1 Coríntios 15:51-58: 1). - O Arrebatamento também era um mistério que não foi revelado no Velho Testamento (verso 51). Os profetas do VT ensinaram sobre a ressurreição, mas não ensinaram que alguns seriam arrebatados sem passar pela morte. A trasladação dos santos do Novo Testamento vai efetuar uma instantânea mudança da mortalidade para a imortalidade. Os crentes que estiverem vivos nessa hora jamais verão a morte. 2). - A trasladação dos santos da era da igreja é expressa como sendo uma fonte de conforto e encorajamento (1 Cor. 15:58). Ora, se não acontecesse uma trasladação, antes do final dos tormentos da Grande Tribulação, ela não seria um conforto.

23

Entre os que acreditam num literal arrebatamento da igreja, existem em geral três posições. Todas estas se referem ao tempo do Arrebatamento durante a Grande Tribulação. Estas três posições são: 1). - Pré-tribulacional - significando que os santos da igreja serão arrebatados antes da Grande Tribulação. [antes dos 7 anos] 2). - Mid-tribulacioinal - (também chamado Arrebatamento Pré-Ira), significando que os santos da igreja vão passar pela metade da Grande Tribulação. 3). - Pós-Tribulacional - significando que os santos da era da igreja passarão por todo o período da Grande Tribulação.

EVIDÊNCIAS PARA O ARREBATAMENTO PRÉTRIBULACIONAL
Pelas razões abaixo, estamos convencidos de que a Bíblia ensina o Arrebatamento PréTribulacional. Usaremos o termo “igreja” em geral no sentido institucional.

1). - Aos crentes da era da igreja é prometido o livramento da ira de Deus (1 Tes. 1:910; 5:9; Romanos 5:9 e Apoc. 3:10). A Grande Tribulação é expressamente chamada “o dia da ira do Senhor”. Hoje, o Senhor está contendo Sua ira. Ele está assentado sobre o trono da graça; mas, logo chegará o dia em que Ele Se assentará no trono do julgamento. “O dia da ira do Senhor” vai chegar para o mundo inteiro (Salmo 110:5; Isaías 13:6-13 e Apoc. 6:16-17). É verdade que em cada século as igrejas crentes na Bíblia têm estado sujeitas a perseguições; porém, estas são diferentes da Grande Tribulação. Em geral, as perseguições que têm sido feitas contra os santos são causadas pelos homens maus e pelo diabo, enquanto a Grande Tribulação de sete anos será um período referente à ira divina. (Apoc. 6:16-17; 14:10). Alguns acham que a igreja não será poupada no tempo da ira, mas será salva através da mesma. Isto não pode ser verdade, visto como a Bíblia revela claramente que os que estiverem na Terra durante a Grande Tribulação não serão salvos da ira, mas serão vencidos (Apoc. 13:7). As Escrituras que prometem livramento da ira, aos crentes da era da igreja, devem se referir ao livramento da exata presença da ira. Com respeito à Grande Tribulação, elas dizem: “Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer, e de estar em pé diante do Filho do homem” (Lucas 21:36). Desse modo, os crentes da era da igreja devem ser fisicamente removidos da Terra; caso contrário, teriam que suportar o dia da ira. Deus promete a remoção em Apocalipse 3:10: “Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação 24

que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra”. Este verso não diz que Deus vai guardar os santos da era da igreja através da provação, mas livrá-los da mesma.

2). - O Espírito Santo deve ser removido antes da Tribulação (2 Tessalonicenses 2:1-8) Em outras passagens da Bíblia, lemos que o Espírito Santo é Quem restringe o pecado (Gênesis 6:3; Isaías 59:19). O Espírito Santo veio ao mundo nesta dispensação atual, no Dia de Pentecoste (Atos 2). Ele vai remover os crentes da era da igreja, antes do início da ira divina. Ele é Deus e é Onipresente. Isto significa que Ele não estará atuante [na Terra] no mesmo sentido em que tem estado nesta era.

3). - Aos crentes da era da igreja são prometidas mansões no céu (João 14:1-3). Quando o Senhor regressar à Terra, Ele Se assentará no Seu Trono Messiânico. Mas, se o Arrebatamento acontecer no final da Grande Tribulação, a promessa feita aos crentes da era da igreja não será cumprida. Os crentes da era da igreja são um povo do céu, com uma esperança celestial (Efésios 1; Filipenses 3:20; Colossenses 3:1-3). Alguns dispensacionalistas ensinam que os santos da era da igreja viverão no céu durante o Milênio. Creio que eles viverão tanto no céu como na Terra. Jesus prometeu aos apóstolos que eles reinariam com Ele sobre Israel (Mateus 19:28).

4). - A Trasladação dos santos da era da igreja pode ser iminente (ela pode acontecer a qualquer momento, enquanto a Segunda Vinda do Senhor deve ser precedida de sinais específicos). Cristo ensinou isto em Mateus 24:42, 44; 25:13 e Marcos 13:30. Paulo ensinou isto em Filipenses 4:5 (“Perto está o Senhor”); Tito 2:13. Tiago ensinou em Tiago 5:8-9. Pedro ensinou na 1 Pedro 4:7. Os crentes primitivos viveram na expectativa da volta de Cristo (1 Tes. 1:9-10). O apóstolo Paulo assim instruiu a igreja em Tessalônica: “MAS, irmãos, acerca dos tempos e das estações, não necessitais de que se vos escreva; porque vós mesmos sabeis muito bem que o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; pois que, quando disserem: Há paz e segurança, então lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida, e de modo nenhum escaparão. Mas vós, irmãos, já não estais em trevas, para que aquele dia vos surpreenda como um ladrão; porque todos vós sois filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite nem das trevas. Não durmamos, pois, como os demais, mas vigiemos, e sejamos sóbrios; porque os que dormem, dormem de noite, e os que se embebedam, embebedam-se de noite. Mas nós, que somos do dia, sejamos sóbrios, vestindo-nos da couraça da fé e do amor, e tendo por capacete a esperança da salvação; porque Deus não nos destinou para a ira, mas para a aquisição da salvação, por nosso Senhor Jesus Cristo” (1 Tes. 5:1-9). A igreja não está aguardando o aparecimento do Anticristo, mas a volta do Filho de Deus. 25

5). - A igreja era um mistério não revelado no Velho Testamento (Efésios 3:1-11) A igreja do Novo Testamento não faz parte da cronologia dos eventos narrados pelos profetas do Velho Testamento. Eles profetizaram claramente a Primeira Vinda de Cristo, o Seu miraculoso nascimento, Sua vida, morte, ressurreição e ascensão. Os mesmos profetas descreveram a Segunda Vinda de Cristo em glória, precedida por um tempo de tribulação mundial, seguida pelo estabelecimento do glorioso reino messiânico, a partir de Jerusalém. Porém, esses profetas não viram o mistério da igreja, “O qual noutros séculos não foi manifestado aos filhos dos homens, como agora tem sido revelado pelo Espírito aos seus santos apóstolos e profetas” (Efésios 3:5). Entre a Primeira e a Segunda Vindas, existe um intermezo que não foi visto pelos profetas do Velho Testamento. Este intermezzo é a era da igreja. Os profetas do VT não viram que Israel seria deixada, temporariamente, em compasso de espera, enquanto Deus iria chamar, entre todas as nações, um corpo especial de pessoas. Após ter completado este intento, e quando o tempo dos gentios chegar ao fim, Deus vai restaurar o relógio profético de Israel e cumprir todas as promessas do Velho Testamento em relação à Sua antiga nação escolhida, pois: “...o endurecimento veio em parte sobre Israel, até que a plenitude dos gentios haja entrado. (Romanos 11:25). A Grande Tribulação diz respeito a Israel, não aos crentes da era da igreja. Este período atual do mistério vai terminar com a remoção dos crentes da Terra. Então, o Senhor executará o Seu plano para a nação de Israel, quando cumprirá as profecias do Velho Testamento sobre o tempo das dores de Jacó, a vinda do Messias e o estabelecimento do reino messiânico.

6).- Existem eventos agindo entre a trasladação e a ressurreição da igreja, no segundo advento Conforme a 1 Coríntios 15:51, CADA pessoa salva será trasladada no Arrebatamento. Contudo, Mateus 25:31-46 mostra que, quando Cristo voltar à Terra, Ele encontrará muitos crentes verdadeiros em seus corpos naturais. Deve haver, portanto, um período de tempo entre o Arrebatamento dos santos da era da igreja e a Segunda Vinda de Cristo, o qual vai permitir que estas pessoas sejam salvas. É plausível acreditar que esse período seja o da Grande Tribulação.

7). - O Livro do Apocalipse mostra que a igreja não estará na Terra durante a Grande Tribulação (a) - A igreja não é vista na Terra nos capítulos 4-18 do Apocalipse. (b) - A testemunha de Deus durante a Grande Tribulação é Israel, não a igreja. (Apocalipse 7). (c) - As orações dos santos em Apocalipse 8 são de julgamento. Somente Israel faz orações deste tipo. Aos santos da era da igreja é ensinado a orar pelos seus inimigos e não contra eles. (Lucas 9:51-56). As orações do Apocalipse são as orações dos Salmos, embasadas nas 26

promessas feitas a Abraão, de amaldiçoar os que amaldiçoassem Israel (Gênesis 12:1-3). (d) - Os gafanhotos com poder de escorpiões do Apocalipse 9 receberam permissão para atormentar os habitantes da Terra, exceto os judeus que tiverem na testa o sinal de Deus, colocado pelo anjo do Apocalipse 7. Se os crentes da era da igreja estivessem na Terra estariam sujeitos a este horrendo castigo de Deus. (e) - Apocalipse 10 identifica os eventos de Apocalipse 4-18 com os eventos profetizados pelos profetas do Velho Testamento - os dias da Grande Tribulação e o Dia do Senhor. A era da igreja nunca esteve na visão destas profecias do Velho Testamento, pois era um mistério oculto. A igreja tem um propósito e um programa diferentes da nação de Israel. Esta nação é que está focalizada nas profecias do Velho Testamento e em Apocalipse 4-18. (f) - O ministério das duas testemunhas de Apocalipse 11 identifica-as com a nação de Israel e com as profecias do Velho Testamento sobre o “Dia do Senhor”. Estas duas testemunhas ministrarão em Jerusalém, a capital de Israel. As igrejas não tem esta cidade como capital, pois sua cidade é celestial, não terrena (Colossenses 3:1-4; Filipenses 3:17-21). As duas testemunhas estão vestidas de pano de saco, o que é típico de Israel e não dos crentes do Novo Testamento. Em parte nenhuma, as igrejas se vestem de pano de saco. Em vez disso, os crentes são ordenados a se regozijarem no Senhor, conforme Filipenses 4:4. O julgamento dos crentes da era da igreja já foi feito e eles devem manter suas mentes centralizadas no céu, pela sua posição de já estarem ali assentados com Cristo (Efésios 2:5-10). Apocalipse 11:4 identifica as duas testemunhas com a profecia do Velho Testamento. Zacarias 4:3, 11, 14 se refere a Israel, não à igreja. Além disso, as duas testemunhas invocam julgamento sobre os inimigos, em Apocalipse 10:5-6. Jesus repreendeu os Seus discípulos por desejarem isto e instruiu os crentes da igreja no sentido de que deviam orar pelo bem-estar dos seus inimigos, não pela sua destruição. (Lucas 9:54-56; Romanos 12:14; 17-21). (g) - O diabo persegue Israel, não a igreja, durante a Tribulação (Apocalipse 12). Não pode haver dúvida alguma de que a mulher neste capítulo é identificada como a nação de Israel. O verso 5 mostra uma mulher dando à luz Cristo; é óbvio que Jesus foi dado à luz por Israel, não pela igreja. (Isaías 9:6-7; Romanos 9:5). Além disso, os símbolos de Apocalipse 12:1-2 lembram a familiar tipologia de Israel no VT, onde Israel é apresentada como uma mulher (Isaías 54:4-5). O sol, a luz e as doze estrelas lembram o sonho de José relativo a Israel (Gênesis 37:9). As palavras de Apocalipse 12:2 são quase uma exata citação de Miquéias 5:3, referindo-se ao trabalho de parto, que deu à luz o Messias. Estes símbolos não são usados nas igrejas do Novo Testamento.

O Ataque ao Arrebatamento Pré-Tribulacional
A Doutrina do Arrebatamento Pré-Tribulacional tem estado, hoje em dia, sob severo ataque. Considerem alguns exemplos da Igreja Emergente: 27

Brian McLaren - Zomba das “expectativas fundamentalistas” sobre a Segunda Vinda literal de Cristo com os Seus respectivos julgamentos sobre o mundo e admite que o mundo vai continuar conforme está, por centenas de milhares de anos (A Generous Ortodoxy, p. 305). Ele chama o literal e iminente retorno de Cristo como “Escatologia Pop-Evangélica” (Ibid, p. 267) e “Escatologia do Escapismo” (Entrevista do Planet Preterist, em 30/01/2005. Ver o site http://planetpreterist.com/news-2774.html ). Mclaren diz que o Livro do Apocalipse “não trata de um futuro distante”, mas de “um meio de falar sobre os desafios do imediato presente” (The Secret Message of Jesus, 2007, p. 176). Ele diz que frases como “a lua se tornará em sangue” não podem ser tomadas mais literalmente do que as frases que lemos nos jornais de hoje em dia” (The Secret Message of Jesus, p. 178). John Baker of Grace - em Londres, Inglaterra, rejeita o dispensacionalismo como sendo a “teologia da escapologia” e defende que “os cristãos devem investir na cultura atual, não ficando à espera, até que chegue o tempo” (Emerging Churches, pp. 78-79). Tony Jones - diz que a Igreja Emergente, ao contrário do ponto de vista dispensacionalista, caracteriza-se pela “escatologia da esperança” (An Emergent Manifesto of Hope, p. 130). Ele diz: “O que eu quero dizer é que as pessoas engajadas na igreja emergente tendem a ver a bondade e a luz no futuro de Deus, não trevas e ranger de dentes. Conquanto possa parecer óbvio a alguns seguidores de Deus, a teologia-pop de hoje está encarando o outro lado. Os novelistas e teólogos que lhes proveem o seu material tem a visão de que estamos numa espiral descendente e que, quando as coisas aqui em baixo estiverem bastante ruins, Jesus voltará em glória. Mas nós, que estamos representados neste livro, temos uma visão diferente. As promessas de Deus para o futuro são boas e nos aguardam, sinalizando para a frente”. (Ibid, p. 130). N. T. Wright - que tem grande influência na Igreja Emergente, admoesta que a doutrina de um iminente Arrebatamento é perigosa, pois ela interfere na construção do reino e nas atividades ambientais. “Se vai acontecer um Armagedom, e todos nós estivermos no céu, tendo sido antes arrebatados, não interessa se vamos ter uma chuva ácida ou um derramamento de gases venenosos... Ou que nos interessa se bombardeiam civis no Iraque? Tudo que realmente importa é salvar almas para este céu despovoado” (Christians Wrong About Heaven, diz o Bispo “Time”, 07/02/2008). Tony Campolo - diz “Quero dizer que todo esse estofo (sobre a iminente vinda de Cristo e uma literal Tribulação) não provém apenas do fundamentalismo. Ela provém do dispensacionalismo, uma bizarra forma de fundamentalismo, a qual teve início uns 50 anos atrás. Acho que precisamos desafiar o governo a realizar a obra do reino de Deus, fazendo o que é correto aos olhos do Senhor. Toda essa visão de que o arrebatamento vai acontecer a qualquer momento é usada como uma fuga, para os cristãos não se comprometerem com os principados, os poderes e as estruturas políticas e econômicas de nossa época”. (Baptist Press, 27/06/2003). Marc Driscol - Refere-se ao Arrebatamento Pré-Tribulacional como um “dispensacionalismo pessimista” (Litening to the Beliefs of Emerging Churches, p. 146). Ele avisa que os cristãos mentalmente ligados à Escatologia não são bem-vindos em sua igreja”. 28

A Importância do Arrebatamento Pré-Tribulacional
A doutrina do Arrebatamento Pré-Tribulacional é periférica. Como vimos, Cristo, Paulo, João e Pedro ensinaram que a volta de Cristo seria iminente e deveria ser esperada a qualquer momento (Mateus 24:44; Filipenses 4:5; Tiago 5:8-9 e 1 Pedro 4:7). Os cristãos primitivos viveram na expectativa da volta de Cristo como um literal cumprimento das profecias: “Porque eles mesmos anunciam de nós qual a entrada que tivemos para convosco, e como dos ídolos vos convertestes a Deus, para servir o Deus vivo e verdadeiro, e esperar dos céus a seu Filho, a quem ressuscitou dentre os mortos, a saber, Jesus, que nos livra da ira futura” (1 Tes. 1:9-10). A doutrina de um Arrebatamento Pré-Tribulacional motiva à purificação da vida pessoal do cristão. (1) - Ela encoraja o crente nas tribulações e perseguições: “Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor. Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras (1 Tes. 4:17-18). (2) - Ela coloca o foco da igreja na Grande Comissão (Mateus 28:18-20; Marcos 16:15; Atos 1:8). Ela nos ensina a pregar o evangelho, a ganhar pessoas para Cristo e a estabelecer igrejas, pois “a igreja do Deus vivo [é] a coluna e firmeza da verdade” (1 Timóteo 3:15), como o assunto mais urgente. D. L. Moddy estava certo quando disse: “Vejo este mundo como um barco destruído. Deus me deu um bote salva-vidas e me disse: ‘Moody, salve tantos quantos você puder’”. (3) - Ela nos motiva a trabalhar na obra do Senhor (1 Coríntios 15:58). (4) - Ela nos motiva a uma vida obediente (1 Tessalonicenses 5:4-7; 1 João 3:1-3). (5) - Ela nos motiva a nos separarmos do mal (Tito 2:13-14). (6) - Ela mantém os crentes longe da heresia e da apostasia (2 Timóteo 4:3-4 e 1 João 2:24-28).

David Cloud - “The Pre-Tribulation Rapture”. Traduzido por Mary Schultze, em 29/06/2009.

29

The above article is enlarged from the Way of Life Advanced Bible Studies Course UNDERSTANDING BIBLE PROPHECY (third edition, March 2009). This thorough and practical course enables the student to understand and enjoy Bible prophecy. It deals with the interpretation of prophecy, dispensationalism, the covenants, the kingdom of God, the nations in prophecy, and Messianic prophecy. A large section is devoted to “a prophetic overview of the future,” detailing the Bible’s prophecies that have not yet been fulfilled. Other sections deal with the prophecies of Ezekiel, Daniel, and Revelation. 219 pages, $9.95. http://www.wayoflife.org/files/de5a521f969936fba3e8216f64c7aab7-349.html

Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (ARC idealmente até 1894, no máximo até a edição IBB-1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), fielmente traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).

(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)

(retorne a http://solascriptura-tt.org/

EscatologiaEDispensacoes/ retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )

DISTINÇÃO ENTRE O ARREBATAMENTO E A SEGUNDA VINDA [DO CRISTO]
Será Que é Importante Distinguir Entre o Arrebatamento e a Segunda Vinda de Jesus? http://www.chamada.com.br/mensagens/distincao.html

“E eis que venho sem demora, e comigo está o galardão que tenho para retribuir a cada um segundo as suas obras... Certamente, venho sem demora” (Ap 22.12,20).

O encontro nos ares
30

Essas palavras, as últimas de Cristo que foram registradas por escrito, confirmam Sua promessa anterior: “...voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que onde eu estou, estejais vós também” (Jo 14.3). Paulo faz referência ao cumprimento dessa promessa: “Porquanto o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, ...e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; ...depois nós, os vivos, os que ficarmos, seremos arrebatados juntamente com eles, entre nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e, assim, estaremos para sempre com o Senhor” (1 Ts 4.1617). Como resposta a essas promessas de Cristo, “o Espírito e a noiva dizem: Vem!” (Ap 22.17); ao que João adiciona, jubilante: “Amém! Vem, Senhor Jesus!” (Ap 22.20b). Quem é essa Noiva? Após declarar que esposo e esposa são “uma só carne”, Paulo explica: “Grande é este mistério, mas eu me refiro a Cristo e à igreja” (Ef 5.32).

A qualquer momento
As palavras de Cristo, do mesmo modo como as de João, do Espírito e da Noiva, não fariam sentido se essa vinda para levar os crentes para Si mesmo tivesse que esperar a revelação do Anticristo (perspectiva pré-ira) ou a consumação da Grande Tribulação (perspectiva pós-tribulacionista). Uma vinda de Cristo “pós-qualquer coisa” para Sua Noiva simplesmente não se encaixa nessas palavras das Escrituras. Afirmar que a Grande Tribulação deve ocorrer primeiro, para que o Espírito e a Noiva digam: “Vem, Senhor Jesus”, é como exigir o pagamento de uma dívida que vai vencer somente em sete anos! Um Arrebatamento “pós-qualquer coisa” vai contra várias passagens das Escrituras que demandam claramente a vinda de Cristo a qualquer momento (iminente). O próprio Jesus disse: “Cingido esteja o vosso corpo, e acesas as vossas candeias, sede vós semelhantes a homens que esperam o seu senhor” (Lc 12.35,36a). Esse mandamento seria ridículo se Cristo pudesse vir para o Arrebatamento apenas após os sete anos da Tribulação. A vinda que a Noiva de Cristo tanto deseja levará à ressurreição dos mortos e à transformação dos corpos dos vivos. Isso fica bem claro não somente em 1 Tessalonicenses 4, mas também através de outras passagens: “...de onde (os céus) aguardamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo, o qual transformará o nosso corpo de humilhação, para ser igual ao corpo da sua glória” (Fp 3.20-21). Muitas outras passagens também incentivam os crentes a vigiar e esperar com intensa expectativa. Essas exortações somente fazem sentido se a possibilidade de Cristo levar Sua Noiva para o céu puder ocorrer a qualquer momento: “...aguardando vós a revelação de nosso Senhor Jesus Cristo” (1 Co 1.7); “...deixando os ídolos, vos convertestes a Deus, para servirdes o Deus vivo e verdadeiro, e para aguardardes dos céus o Seu Filho...” (1 Ts 1.9-10); “...aguardando a bendita esperança e a manifestação do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus” (Tt 2.13); “...aparecerá segunda vez ...aos que o aguardam para a salvação” (Hb 9.28); “Sede, pois, irmãos, pacientes, até à vinda do Senhor” (Tg 5.7). Diferentes opiniões sobre o Arrebatamento não afetam a salvação, mas deveríamos procurar entender o que a Bíblia diz. A Igreja primitiva estava claramente esperando o Senhor a qualquer momento. Estar vigiando e esperando por Cristo, se o Anticristo deve aparecer primeiro, é como esperar o Pentecoste antes da Páscoa. No entanto, Cristo exortou: “Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora” (Mt 25.13); “...para que, vindo ele inesperadamente, não vos ache dormindo. O que, porém, vos digo, digo a todos: vigiai” (Mc 13.36-37).

A surpresa da Sua vinda
31

A seguinte afirmação de Jesus também não se encaixa numa vinda pós-tribulacionista: “Por isso, ficai também vós apercebidos; porque, à hora que não cuidais, o Filho do Homem virá” (Mt 24.44). É absurdo imaginar que qualquer pessoa sobrevivente da Grande Tribulação, que tenha visto os eventos profetizados (as pragas e julgamentos derramados na terra; a imagem do Anticristo no Templo; a marca da besta imposta a todos que quiserem comprar e vender; as duas testemunhas testificando em Jerusalém, sendo mortas, ressuscitadas e levadas ao céu; Jerusalém cercada pelos exércitos do mundo, etc.), tendo contado os 1260 dias (3 anos e meio) de duração da segunda metade da Grande Tribulação (preditos em Apocalipse 11.2-3;12.14), poderia imaginar naquela hora que Cristo não estaria a ponto de retornar! Após todos esses acontecimentos, isso será por demais evidente. Portanto, simplesmente não há como reconciliar uma vinda de Cristo pós-tribulacionista com Seu aviso de que virá quando não estiver sendo esperado.

Distinção entre Arrebatamento e Segunda Vinda
Somente essa afirmação já distingue o Arrebatamento (a retirada da Igreja da terra para o céu) da Segunda Vinda (para resgatar Israel durante o Armagedom); pois este último acontecimento não vai surpreender quase ninguém. Contrastando com Seu aviso de que mesmo muitos na Igreja não O estarão esperando, as Escrituras anunciam outra vinda de Cristo quando todos os sinais já tiverem sido cumpridos e todos souberem que Ele está voltando. A um Israel descrente, Cristo declarou: “Assim também vós: quando virdes todas estas coisas, sabei que está próximo, às portas” (Mt 24.33). Até o Anticristo saberá: “E vi a besta e os reis da terra, com os seus exércitos, congregados para pelejarem contra aquele que estava montado no cavalo e contra o Seu exército” (Ap 19.19). Ou Cristo está se contradizendo (impossível!), ou Ele está falando de dois eventos.Jesus disse que virá num tempo de paz e prosperidade quando até Sua Noiva não estará esperando por Ele: “Ficai também vós apercebidos, porque, à hora em que não cuidais, o Filho do Homem virá” (Lc 12.40). Não somente as [virgens] néscias, mas até as sábias estarão dormindo: “E, tardando o noivo, foram todas tomadas de sono e adormeceram” (Mt 25.5).

“Cingido esteja o vosso corpo, e acesas as vossas candeias, sede vós semelhantes a homens que esperam o seu senhor” (Lc 12.35,36a)

No entanto, a Escritura diz que o Messias virá quando o mundo estiver quase destruído pela guerra, fome e os juízos de Deus, e quando Israel estiver quase derrotado. Então, Yahweh declara: “olharão para aquele a quem traspassaram” (Zc 12.10b), e todos os judeus vivos na terra reconhecerão seu Messias que retornará como “Deus forte, Pai da Eternidade” (Is 9.6): exatamente como os profetas previram, Ele veio como homem, morreu pelos seus pecados, e retornará, dessa vez para salvar Israel. Sobre esse momento culminante, Cristo declara: “Aquele, porém, que perseverar até ao fim, esse será salvo” (Mt 24.13). Paulo adiciona:“...todo o Israel [ainda vivo] será salvo”... (Rm 11.26).

Dois eventos distintos
Não podemos escapar ao fato de que duas vindas de Cristo ainda se darão no futuro: uma que surpreenderá até mesmo Sua Noiva e outra que não será uma surpresa para quase ninguém. As duas não podem ser o mesmo evento. Mas onde o Novo Testamento diz que ainda há duas vindas a serem cumpridas? Todo cristão crê em duas vindas de Cristo: Ele veio uma vez à terra, morreu pelos nossos pecados, ressuscitou dentre os mortos, retornou ao céu e voltará. Contudo, em nenhum lugar o Antigo Testamento diz que haveria duas vindas distintas.

32

Esse fato causou confusão para os rabinos, para os discípulos de Cristo e até para João Batista, que era “cheio do Espírito Santo, já do ventre materno” (Lc 1.15, 41,44), João tinha testificado que Jesus era “o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo” (Jo 1.29). No entanto, este último dos profetas do Velho Testamento, de quem não havia ninguém maior“nascido de mulher” (Lc 7.28), começou a duvidar: “És tu aquele que estava para vir ou havemos de esperar outro?” (Mt 11.3). Somente uma vinda do Messias era esperada. Ele iria resgatar Israel e estabelecer Seu Reino sobre o trono de Davi em Jerusalém. Por essa razão os rabinos, os soldados e a multidão zombaram dEle na cruz (Mt 27.40-44; Mc 15.18-20; 29-32; Lc 23.35-37). Apesar de todos os milagres que Jesus tinha feito, os discípulos, da mesma forma, tomaram Sua crucificação como a prova conclusiva de que Ele não poderia ter sido o Messias. Os dois na estrada de Emaús disseram: “...nós esperávamos que fosse Ele quem havia de redimir Israel” (Lc 24.1921) – mas agora Ele estava morto. Cristo os repreendeu por não crerem “tudo o que os profetas disseram!” (Lc 24.25). Este era o problema comum: deixar de considerar todas as profecias. Israel tinha uma compreensão unilateral da vinda do Messias (e continua assim atualmente), que lhe permitia ver apenas Seu reino triunfante e o deixava cego para Seu sacrifício pelo pecado. Até mesmo muitos cristãos estão tão obcecados com pensamentos de “conquista” e “domínio” que imaginam ser responsabilidade da Igreja dominar o mundo e estabelecer o Reino de Deus, para que o Rei possa retornar à terra para reinar. Eles se esquecem da promessa que Ele fez à Sua Noiva de levá-la ao céu, de onde ela voltará com Ele para ajudá-lO a governar o mundo.

O Arrebatamento ocorrerá antes da Tribulação
Como poderia Cristo executar julgamento sobre a terra, vindo do céu “entre suas santas miríades (multidões de santos)” (Jd 14), se primeiro não as tivesse levado para o céu? Aqui temos outra razão para um Arrebatamento anterior à Tribulação. Incrivelmente, Michael Horton, em seu livro “Putting Amazing Back into Grace”, imagina que 1 Tessalonicenses 4.14 (“assim também Deus, mediante Jesus, trará, em sua companhia, os que dormem”)refere-se à Segunda Vinda de Cristo “com os santos”. Ao contrário, na ocasião do Arrebatamento Jesus trará a alma e o espírito dos cristãos fisicamente mortos para serem reunidos com seus corpos na ressurreição, levando-os para o céu juntamente com os vivos transformados. Na Segunda Vinda Ele trará consigo de volta à terra os santos vivos, que já foram ressuscitados e previamente levados ao céu no Arrebatamento. Antes da volta de Cristo com os Seus santos haverá a celebração das Bodas do Cordeiro com Sua Noiva (Ap 19.7). Tendo passado pelo Tribunal de Cristo (1 Co 3.12-15); (2 Co 5.10 ), os santos estarão vestidos de linho fino, branco e puro (Ap 19.8). Certamente eles devem ser também o exército vestido de linho fino, branco e puro (Ap 19.14) que virá com Cristo para destruir o Anticristo. Quando eles foram levados ao céu? É claro que isso não ocorrerá durante a própria Segunda Vinda, pois não haveria tempo suficiente nem para o Tribunal de Cristo, nem para as Bodas do Cordeiro. O Arrebatamento deve ter ocorrido anteriormente. Aqueles que estão com seus pés plantados na terra, esperando encontrar um “Cristo”, esquecem que o verdadeiro Cristo virá nos buscar para nos encontrarmos com Ele nos ares e nos levará para a casa de Seu Pai. Eles se esquecem também que o Anticristo estabelecerá um reino terreno antes que o verdadeiro Rei volte para reinar. Infelizmente, os que se empenham em estabelecer um reino nesta terra estão preparando o mundo para o reino fraudulento do “homem do pecado”.

A Escritura registra duas vindas
33

Como alguém nos tempos do Velho Testamento poderia saber que haveria duas vindas do Messias? Somente por implicação. Ou os profetas se contradisseram quando profetizaram que o Messias seria rejeitado e crucificado e que Ele também seria proclamado Rei sobre o trono de Davi para sempre, ou eles falavam de duas vindas de Cristo. Não há forma de colocar dentro de um só evento o que os profetas disseram. Simplesmente tem de haver duas vindas do Messias: primeiro como o Cordeiro de Deus, para morrer pelos nossos pecados, e depois como o Leão da Tribo de Judá (Os 5.14-15; Ap 5.5), em poder e glória para resgatar Israel no meio da batalha do Armagedom. A mesma coisa acontece no Novo Testamento. Note as muitas contradições, a menos que estes sejam dois eventos: 1) Ele vem para Seus santos e numa hora que ninguém espera; mas vem com Seus santos quando todos souberem que Ele está vindo. 2) Ele não vem à terra mas arrebata os santos para se encontrarem com Ele nos ares (1 Ts 4.17); por outro lado, Ele vem à terra: “naquele dia, estarão Seus pés sobre o monte das Oliveiras” (Zc.14.4), e os santos vem à terra com Ele. 3) Ele leva os santos para o céu, para as muitas mansões na casa de Seu Pai, para estarem com Ele (Jo.14.3); mas traz os santos do céu (Zc 14.5, Jd 14). 4) Ele vem para Sua Noiva num tempo de paz e prosperidade, bons negócios e prazeres (Lc 17.26-30); mas volta para salvar Seu povo Israel quando o mundo já terá sido praticamente destruído, em meio ao pior conflito já visto na terra, a batalha do Armagedom.

Rebatendo as críticas ao Arrebatamento
Cristo declarou: “Assim como foi nos dias de Noé ...comiam, bebiam, casavam-se... O mesmo aconteceu nos dias de Ló: comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam; mas, no dia em que Ló saiu de Sodoma, choveu do céu fogo e enxofre... Assim será no dia em que o Filho do Homem se manifestar” (Lc 17.2630). Essas condições mundiais por ocasião do Arrebatamento só podem se referir ao período anterior à Tribulação; certamente não ao final dela! Arrebatamento? Há críticos afirmando que a palavra “Arrebatamento” nem está na Bíblia! Isso não é verdade, pois a versão latina da Bíblia (Vulgata), feita por Jerônimo no quinto século, traduziu o grego harpazo (arrancar subitamente) pela palavra raptus (raptar), da qual deriva “Arrebatamento”. Foi o que Cristo nos prometeu em João 14: levar-nos para o céu. Outros críticos papagueiam o mito propagado por Dave MacPherson, de que o ensino do Arrebatamento antes da Tribulação apareceu apenas no início do século XIX através de Darby, “Certamente, que o teria aprendido de Margaret MacDonald. Ela o teria recebido de Edward Irving, e este, por venho sem demora” sua vez, o teria encontrado nos escritos do jesuíta Emmanuel Lacunza. Isso simplesmente não é (Ap 22.20). verdade. Muitos escritores anteriores expressaram a mesma convicção. Um deles foi Ephraem de Nisibis (306-373 d.C.), bem conhecido na história da igreja da Síria. Ele afirmou: “Todos os santos e eleitos de Deus serão reunidos antes da tribulação, que está por vir, e serão levados para o Senhor...” Seu sermão com essa afirmação teve ampla circulação popular em diferentes idiomas.
34

Sim, há uma vinda do Senhor após a Tribulação: “Logo em seguida à tribulação daqueles dias... verão o Filho do Homem vindo sobre as nuvens do céu, com poder e muita glória” (Mt 24.29-30). A referência aos anjos “reunindo Seus escolhidos dos quatro ventos” (vv. 29-31) certamente não significa Cristo arrebatando Sua Igreja para levá-la ao céu, pois trata-se do ajuntamento do Israel disperso, de volta à sua terra quando da Segunda Vinda. Cristo associou o mal com o pensamento de que Sua vinda se atrasaria:“Mas, se aquele servo, sendo mau, disser consigo mesmo: Meu Senhor demora-se” (Mt 24.48; Lc 12.45). Novamente, essa afirmação não tem sentido se o Arrebatamento vem após a Tribulação. Não existe motivo maior para uma vida santa e um evangelismo diligente do que saber que o Senhor poderia nos levar ao céu a qualquer momento. Que a Noiva acorde do seu sono, apaixone-se novamente pelo Noivo, e de coração diga continuamente por meio da sua vida diária: “Vem, Senhor Jesus!” (Dave Hunt - TBC - http://www.chamada.com.br)
Publicado anteriormente na revista Chamada da Meia-Noite, janeiro de 2002.

Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (ARC idealmente até 1894, no máximo até a edição IBB-1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), fielmente traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).

(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)

(retorne a http://solascriptura-tt.org/

EscatologiaEDispensacoes/ retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )

Pretribulacionistas em 373 d.C., muito antes de Darby

A maioria dos que defendem a teoria do arrebatamento postribulacional tenta muito exaltadamente dizer que o ensino de um arrebatamento pretribulacional só surgiu depois de cerca de 1830, com o pregador e escritor John Nelson Darby, dos Irmãos de Plymouth, sendo mais fortemente espalhado no mundo através da Bíblia de Referência de Cyrus Ingerson Scofield, a partir de 1909. 35

Mas, em “The Origin Of The Pretribulation Rapture Doctrine” (http://www.oasischristianchurch.org/air/pretrib_history.pdf), T. Warner, opositor do pretribulacionismo, reconhece e cita 10 (dez) pregadores e jornais anteriores a e/ou suficientemente independentes de Darby, os quais, mesmo alguns deles tendo algumas outras doutrina que contêm erros e heresias, claramente pregavam o pré-tribulacionismo: Morgan Edwards (Pastor Batista, na Pensilvânia, antes de e em 1788), Manuel de Lacunza (Jesuíta, 1790, 1812), Edward Irwing (Pastor Presbiteriano, da Igreja da Escócia, virou pré-carismático, 1825), Margaret MacDonald (1830), jornal The Morning Watch (jornal do movimento Irwinguita, 1830, 1831, 1832), Robert Baxter (1833), Robert Norton (1861), Samuel P. Tregelles (dos Irmãos Pymouth, 1855/1864) Darby pode, talvez, ter lido os escritos dos seus antecessores ou ouvido as pregações de seus contemporâneos defendendo o pretribulacionismo mesmo que alguns deles tivessem erros em outras áreas da Teologia Sistemática, mas Darby retirou suas convicções única e exclusivamente da clara Palavra de Deus tomada literalmente (claro que respeitando as dispensações). Ademais, mesmo se fosse verdade (e não é, de modo nenhum!) que Darby foi a primeira pessoa a defender a interpretação literal-dispensacionalista que inevitavelmente leva ao pretribulacionismo, isto não teria absolutamente nenhum peso maior para provar ou para desprovar esta doutrina, pois já muitas vezes na História temos tido provas de que a única base segura para uma doutrina é a Bíblia claramente ensina literal-dispensacionalmente, só a Bíblia, com peso zero para a o caráter e histórico quer de seus defensores ou de opositores, com peso zero para a toda a História extra-bíblica. Ademais, há que lembrar que, antes da invenção da imprensa, quando tudo era escrito à mão, milhões de manuscritos de cartas e estudos teológicos e sermões, quer totalmente sadios ou totalmente maus, desapareceram naturalmente, pela ação do tempo, somente sendo conservados aqueles que foram copiados e recopiados às dúzias, e foram cuidadosamente guardados pela igreja católica romana ou grega. Há que lembrar que Roma sistematicamente, durante todos os 1000 anos da Idade Média, caçou e matou 75 milhões de pessoas que dela discordavam, a maior parte delas podendo ter sido de crentes verdadeiros. Há que lembrar que é muito fácil para o exterminador de um povo suprimir todas as evidências da retidão deste e inventar as maiores e mais infames e infundadas calúnias contra ele, pois não restou ninguém para defendê-los e desmascarar as calúnias (Pense, por um instante, o que os livros de História escritos por Hitler diriam sobre os judeus, se ele tivesse exterminado a eles e aos Aliados, e dominado todo o mundo... E se o Islamismo tivesse exterminado o cristianismo e dominado o mundo antes de 1500 até hoje, que diria de nós, os crentes exterminados?... Ainda bem que Deus garantiu a sobrevivência de judeus e de crentes, não é?). Roma queimou milhões de escritos de milhares de pregadores. Por exemplo, os Valdenses (crentes dos pés dos Alpes da Itália, que sobreviveram aos ataques de Roma desde antes de 150 d.C. até pouco antes da Reforma) foram praticamente aniquilados e tiveram queimados seus 2 grandes prédios armazenadores de livros e outros manuscritos, milhares de cópias de Bíblia, de livros de Teologia, e sermões!... Portanto, em geral, o silêncio dos documentos sobreviventes sobre alguma doutrina não pode desprová-la. Só a Bíblia põe de pé ou derruba qualquer 36

doutrina. Referimo-nos à Bíblia perfeita (o Texto Tradicional), fielmente traduzida, e interpretada e pregada literalmente (respeitados contexto e dispensações, claro). Em “Yet, Another Pre-Darby Rapture Statement”, em http://www.tribulation.ws/featured/YetAnotherPreDarbyRaptureStatement.html, Thomas Ice cita um sermão pretribulationsta de entre 374 e 627.

"Porque todos os santos e os eleitos de Deus são reunidos antes da tribulação que está para vir, e são levados ao Senhor para que não vejam a confusão que está a oprimir o mundo por causa de nossos pecados. "
Ephrem the Syrian, “On the Last Times, the Antichrist, and the End of the World”, 373 A.D.

Também cita palavras escritas por Morgan Edwards em 1744 e publicadas em 1788: Morgan Edwards em 1744 e publicadas em 1788: II. A distância entre a primeira e a segunda ressurreição será um pouco mais de mil anos. Eu digo, “um pouco mais”, porque os santos mortos serão ressuscitados e os [santos] vivos [serão] mudados na ocasião "a encontrar o Senhor nos ares" (I Tess. Iv.17), e isto ocorrerá cerca de três anos e meio antes do [início do] milênio, como veremos a seguir: mas será que Ele [Cristo] e eles [os salvos arrebatados] permanecerão no ar durante todo esse tempo? Não: eles vão ascender ao paraíso, ou para algumas das muitas das "mansões na casa do pai" (João XIV.2), e desaparecem durante o período de tempo antes mencionado. O propósito dessa retirada e desaparecimento será o de julgar os santos ressurretos e mudados [para corpos glorificados], porque "agora é tempo que comece o julgamento", e isto se dará "na casa de Deus" (I Ped. Iv.17.). . . (Página 7; a grafia de todas as citações de Edwards foram modernizadas.)

E cita Brother Dolcino, italiano, que defendeu o predispensacionalismo entre 1300 e 1307. Vejamos, agora uma condensação do que está em : http://www.khouse.org/ephraem.htm :

2. Ephraem of Nisibis: Efrém o Sírio (306-373 dC) ensinou claramente que os crentes serão arrebatados ao céu antes da Tribulação. Ele era de Nisibis, na borda oriental do Império Romano (cerca de 100 quilômetros noroeste de Nínive). Ephraem foi um bem conhecido e prolífico escritor Sírio e testemunha de início do Cristianismo. 37

Segue-se parte do sermão de Ephraem chamado "Sobre os últimos tempos, o Anticristo, e o fim do mundo." Tal sermão é reconhecido como estando entre os mais interessante de textos apocalípticos do início da Idade Média. O sermão descreve os acontecimentos dos últimos dias, começando com o Arrebatamento, a Grande Tribulação de 3 1 / 2 anos de duração sob o domínio do Anticristo, seguido da segunda vinda de Cristo. A tradução do latim (há quatro manuscritos conhecidos) deste sermão inclui o seguinte segmento:

" Porque todos os santos e os eleitos de Deus são reunidos antes da tribulação que está para vir, e são levados ao Senhor para que não vejam a confusão que está a oprimir o mundo por causa de nossos pecados."
I (Traduzido por Hélio de M.S. a partir da tradução do texto latino para o inglês, [Christiania, 1890, pp. 208-20], feita por Cameron Rhoades, professor de Latim no Tyndale Theological Seminary, em Fort. Worth, TX). No livro Ephraem de O Livro da Caverna dos Tesouros, escrita em cerca de 370 d.C., ele expressou sua crença de que a 69-ésima semana de Daniel terminou com a rejeição e crucificação de Jesus, o Messias. (O Livro da Caverna de Tesouros, p. 235) Este ensino dispensacionalista também apóia o Arrebatamento Pré-Tribulação.

Se eu procurasse bem no meu computador, talvez achasse as citações de mais 2 ou 3 pregadores (batistas e reformados) de bem antes de Darby, que lembro que li e que defendiam o pretribulacionismo. Se bem me lembro, eram pastores de pequenas igrejas em remotos lugarejos, um nos Estados Unidos, o outro talvez na Escócia, não tenho certeza. Mas acho que o acima exposto já basta. Basta para que os opositores sinceros parem de espalhar a inverdade de que nunca houve nem sequer a mais leve sombra de pretribulacionismo antes de Darby. Se tais opositores lerem e conferirem isto e não pararem de espalhar a inverdade, então não os mais poderei os considerar sinceros, com desprazer eu serei forçado a considerá-los mentirosos deliberados. (Espero que isso não ocorra).

Hélio, abril.2010.

Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (ARC idealmente até 1894, no máximo até a edição IBB-1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), fielmente traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).

38

(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)

(retorne a http://solascriptura-tt.org/ EscatologiaEDispensacoes/ retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )

Trata de 666 anticristo Apocalipse Armagedom besta falso profeta galardão inferno Israel julgamento lago de fogo milênio noiva de Cristo nova Jerusalém ressurreição tribulação trono branco

ESCATOLOGIA: A DOUTRINA DAS ÚLTIMAS COISAS
Hélio de Menezes Silva, Out/1997; revisto e reformatado Set/2006

1. INTRODUÇÃO
1.1. É IMPORTANTÍSSIMO O ESTUDO DAS PROFECIAS,
porque: a. Ele é proeminente nas Escrituras. V.T.: o V.T. está repleto (mais de 1/3 dele!) de profecias, incluindo a 2a. vinda de Cristo. Exemplos: Jó 19:25-26; Dan 7:13-14; Zac 14:4.

Porque eu sei que o meu Redentor vive, e que por fim se levantará sobre a terra. E depois de consumida a minha pele, contudo ainda em minha carne verei a Deus, (Jó 19:25-26) Eu estava olhando nas minhas visões da noite, e eis que vinha nas nuvens do céu um como o filho do homem; e dirigiu-se ao ancião de dias, e o fizeram chegar até ele. E foi-lhe dado o domínio, e a honra, e o reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem; o seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino tal, que não será destruído. (Dan 7:13-14) 39

N.T.: Mais de 350 versículos (1/25) do N.T. são proféticos! Há capítulos (Mat 24, 25; Mar 13; Luc 21; 1Cor 15) que são inteiramente proféticos. Há mesmo livros (1 e 2Thes; Apo) que são inteiramente proféticos! Ao todo: 1/3 (um terço!) da Bíblia é constituído de profecias! (a maior parte delas já cumpridas, mas muitíssimas ainda por se cumprir).

E naquele dia estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente; e o monte das Oliveiras será fendido pelo meio, para o oriente e para o ocidente, e haverá um vale muito grande; e metade do monte se apartará para o norte, e a outra metade dele para o sul. (Zc 14:4)

Porque o Filho do homem virá na glória b. Ele é decisivo para o entendimento de de seu Pai, com os seus anjos; e então praticamente todas: dará a cada um segundo as suas obras. As doutrinas (por exemplo: a salvação é passada, é (Mat 16:27) presente e ainda é futura: como entender isto sem E quando eu for, e vos preparar lugar, termos em mente que nosso corpo ainda será virei outra vez, e vos levarei para mim ressuscitado e glorificado?). mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também. (John 14:3) Os tipos (por exemplo o casamento de Isaque e Não quero, porém, irmãos, que sejais Rebeca: como entendê-lo sem termos em mente ignorantes acerca dos que já dormem, que lindamente tipifica o Pai enviando o Espírito para que não vos entristeçais, como os para trazer a Noiva para as bodas com o Filho?). demais, que não têm esperança. (1Thes 4:13) As promessas. Por exemplo: Mat 16:27; John 14:3; Sede vós também pacientes, fortalecei os 1Th 4:13; Tg 5:8; Heb 10:37; Apoc 1:7; 22:12; vossos corações; porque já a vinda do 22:20; Senhor está próxima. (Tia 5:8) Ver também (grandes demais para citar): Salmo 2; Porque ainda um pouquinho de tempo, 22; 24; 25; 45; 72; 89; 110. E o que há de vir virá, e não tardará. (Heb 10:37) Os incentivos à santidade. Por exemplo: 1Jo 3:2-3. Eis que vem com as nuvens, e todo o olho o verá, até os mesmos que o A ordenança da Ceia: Como entendê-la se não traspassaram; e todas as tribos da terra se tivermos em mente que Cristo ordenou que, nela, lamentarão sobre ele. Sim. Amém. (Apoc “anunciais a morte do Senhor, até que Ele 1:7) venha ” (1Cor 11:26)? E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada etc. um segundo a sua obra. (Apoc 22:12) Aquele que testifica estas coisas diz: Certamente cedo venho. Amém. Ora vem, Senhor Jesus. (Apoc 22:20) "Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos. E qualquer que nele tem esta esperança 40

purifica-se a si mesmo, como também ele é puro.” (1Jo 3:2-3) Quem é, pois, o servo fiel e prudente, que o seu senhor constituiu sobre a sua casa, para dar o sustento a seu tempo? Bemaventurado aquele servo que o seu senhor, quando vier, achar servindo assim. Em verdade vos digo que o porá sobre todos os seus bens. Mas se aquele mau servo disser no seu coração: O meu senhor tarde virá; E começar a espancar os seus conservos, e a comer e a beber com os ébrios, Virá o senhor daquele servo num dia em que o não espera, e à hora em que ele não sabe, E separá-lo-á, e destinará a sua parte com os hipócritas; ali haverá pranto e ranger de dentes. (Mat 24:45-51) E, chamando dez servos seus, deu-lhes dez minas, e disse-lhes: Negociai até que eu c. Ele tem um efeito decisivo no nosso serviço venha. (Luc 19:13) para Cristo Porque ninguém pode pôr outro Mat 24:45-51; Luc 19:13; 1Cor 3:11-15; 2Cor 5:10. fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo. E, se alguém sobre este fundamento formar um edifício de ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha, A obra de cada um se manifestará; na verdade o dia a declarará, porque pelo fogo será descoberta; e o fogo provará qual seja a obra de cada um. Se a obra que alguém edificou nessa parte permanecer, esse receberá galardão. Se a obra de alguém se queimar, sofrerá detrimento; mas o tal será salvo, todavia como pelo fogo. (1Cor 3:1115) Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal. (2Cor 5:10) Aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Salvador Jesus Cristo; (Titus 2:13) Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que, segundo a sua grande misericórdia, nos gerou de novo para uma 41

d. A (verdadeira, grande) esperançaexpectativa dos verdadeiros crentes da dispensação das igrejas locais é o Arrebatamento Tit 2:13; 1Pe 1:3; 1Jo 3:2-3.

viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, (1 Peter 1:3) Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos. E qualquer que nele tem esta esperança purifica-se a si mesmo, como também ele é puro. (1 John 3:2-3)

e. Profecias incentivam ao cristianismo verdadeiro, bíblico, fervente Levam : O perdido a ser salvo 2Cor 6:2; O salvo- desviado a voltar Rom 13:11-12; O salvo- fiel a: Autopurificar-se Mat 25:6-7; 2Pe 3:11; 1Jo 3:2-3; Vigiar e ser constante Mat 24:44; Mar 13:36; 1Th 5:6; 1Jo 2:28; Permanecer firme na adversidade 2Ti 2:12; Heb 10:35-37; 11:26; Tg 5:7.

Porque diz: Ouvi-te em tempo aceitável E socorri-te no dia da salvação; (2Cor 6:2) E isto digo, conhecendo o tempo, que já é hora de despertarmos do sono; porque a nossa salvação está agora mais perto de nós do que quando aceitamos a fé. (12) A noite é passada, e o dia é chegado. Rejeitemos, pois, as obras das trevas, e vistamo-nos das armas da luz. (Rom 13:11-12) Mas à meia-noite ouviu-se um clamor: Aí vem o esposo, saí-lhe ao encontro. (7) Então todas aquelas virgens se levantaram, e prepararam as suas lâmpadas. (Mat 25:6-7) Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade, (2Pe 3:11) Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos. E qualquer que nele tem esta esperança purifica-se a si mesmo, como também ele é puro. (1Jo 3:2-3) Por isso, estai vós apercebidos também; porque o Filho do homem há de vir à hora em que não penseis. (Mat 24:44) Para que, vindo de improviso, não vos ache dormindo. (Mar 13:36) Não durmamos, pois, como os demais, mas vigiemos, e sejamos sóbrios; (1Thes 5:6) E agora, filhinhos, permanecei nele; para que, quando ele se manifestar, tenhamos confiança, e não sejamos confundidos por ele na sua vinda. (1John 2:28) Se sofrermos, também com ele reinaremos; se o negarmos, também ele nos negará; (2Tim 2:12)
42

Não rejeiteis, pois, a vossa confiança, que tem grande e avultado galardão. (36) Porque necessitais de paciência, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, possais alcançar a promessa. (37) Porque ainda um pouquinho de tempo, E o que há de vir virá, e não tardará. (Heb 10:35-37) Tendo por maiores riquezas o vitupério de Cristo do que os tesouros do Egito; porque tinha em vista a recompensa. (Heb 11:26) Sede pois, irmãos, pacientes até à vinda do Senhor. Eis que o lavrador espera o precioso fruto da terra, aguardando-o com paciência, até que receba a chuva temporã e serôdia. (Tia 5:7)

1.2. PROFECIAS TÊM QUE SER INTERPRETADAS LITERALMENTE
Em última instância, todas as diferenças teológicas entre os crentes recaem em “COMO interpretar a Palavra de Deus?” Basicamente, há apenas 2 métodos de interpretação da Bíblia: a. Método alegórico: Cada pessoa atribui o sentido que preferir às palavras de Deus, de modo que a autoridade final fica sendo o homem, e não Deus! b. Método literal-gramatical-histórico: “Quando a interpretação direta, literal e simples das Escrituras faz sentido [com o contexto e com passagens correlatas], não procure nenhuma outra interpretação” (D. L. Cooper).

Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. (1Cor 2:14) Ora, estes foram mais nobres do que os que estavam em Tessalônica, porque de bom grado · Ler (estudar, conferir) a Bíblia diariamente Atos receberam a palavra, examinando cada dia nas 17:11; Escrituras se estas coisas eram assim. (Atos 17:11) · Interpretar a Bíblia literalmente (em harmonia Sabendo primeiramente isto: que nenhuma com o contexto e com passagens correlatas) 2Pe profecia da Escritura é de particular 1:20; interpretação. (2Pet 1:20) Procura apresentar-te a Deus aprovado, como · Saber dividir as Escrituras (que dispensação é obreiro que não tem de que se envergonhar, que
Algumas chaves para o entendimento das Escrituras: · Ser salvo 1Cor 2:14; 43

referida? isto foi dirigido a quem? foi dito por quem? etc.) 2Tim 2:15; · Comparar Escritura com Escritura 1Cor 2:13;

· Aplicar (pôr em prática); e pregar tudo que aprendemos na Palavra de Deus Atos 8:35. Lembrar que:

maneja bem a palavra da verdade. (2Tim 2:15) As quais também falamos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais. (1Cor 2:13) Então Filipe, abrindo a sua boca, e começando nesta Escritura, lhe anunciou a Jesus. (Atos 8:35)

O espírito do Senhor DEUS está sobre mim; porque o SENHOR me ungiu, para pregar a. Algumas profecias foram condicionais (por boas novas aos mansos; enviou-me a exemplo: Jonas, referindo-se a Nínive); restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura b. Profetas falam do futuro como se fosse presente de prisão aos presos; A apregoar o ano ou passado; aceitável do SENHOR {até aqui é a 1a. vinda do Messias} e o dia da vingança do nosso c. “Lei dos Picos ”: Um trecho pode dar a visão de 2 Deus {aqui é a 2a. vinda do Messias}; a picos e esconder 1 vale entre eles (por exemplo: consolar todos os tristes; (Isa 61:1-2) Isa 61:1-2; Joel 2:28-32); 28 E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos d. “Lei do Duplo Cumprimento ”: Antes do infalível filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos cumprimento maior (literal, completo, e definitivo), velhos terão sonhos, os vossos jovens terão profecias às vezes podem ser cumpridas somente visões. 29 E também sobre os servos e num sentido menor (figurativo, incompleto, sobre as servas naqueles dias derramarei o e temporário), uma espécie de "pequena amostra meu Espírito {profecia para ISRAEL, até este preliminar, um penhor comprobatório de que o verso houve um cumprimento PARCIAL no todo virá", o que de modo algum substitui e livro de Atos}. 30 E mostrarei prodígios no impede o cumprimento literal, completo e céu, e na terra, sangue e fogo, e colunas de definitivo. (Por exemplo: algumas fumaça {profecia para ISRAEL, a partir daqui profecias foram parcial e incompletamente só será cumprida na 2a. vinda do Messias}. cumpridas na destruição de Jerusalém no ano 31 O sol se converterá em trevas, e a lua em 70, mas ainda aguardam cumprimento maiorsangue, antes que venha o grande e terrível literal- completo- definitivo, na Tribulação); dia do SENHOR. 32 E há de ser que todo aquele que invocar o nome do SENHOR será e. “Lei da 1a. Referência”: Quando alguma coisa salvo; porque no monte Sião e em Jerusalém tem um sentido figurativo, na Bíblia, ele haverá livramento, assim como disse o é constantemente o da sua 1a. ocorrência. (Por SENHOR, e entre os sobreviventes, aqueles exemplo: fermento é sempre mal, é sempre uma que o SENHOR chamar. (Joel 2:28-32) figura de pecado e hipocrisia, e isto explica a parábola do fermento, em Mat 13); “No princípio criou Deus os céus e a terra.” (Gn 1:1) f. “Lei da Recapitulação”: Passagens sucessivas às “2 E a terra era sem forma e vazia; e havia vezes podem e têm que ser reconhecidas como trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de sendo recapitulações, repetições de um mesmo Deus se movia sobre a face das águas. 3 ¶ E fato sob diferentes ênfases e diferentes pontos de disse Deus: Haja luz; e houve luz. 4 E viu vista (Por exemplo: os 4 evangelhos; os sonhos de Deus que era boa a luz; e fez Deus separação faraó (vacas e espigas); Gen 1:1 e os outros relatos entre a luz e as trevas. 5 E Deus chamou à 44

da criação em Gen 1:2-31 e 2:4-25; os 7 selos + 7 trombetas + 7 taças de Apocalipse., etc.); g. Nunca alicerce uma doutrina apenas em figuras, tipos, parábolas, etc. E não procure explicar todos os detalhes das parábolas e figuras e tipos, mas só os principais. E use-os não para inventar, mas sim para ilustrar doutrinas que já estão bem estabelecidas em trechos claros, literais, explícitos; luz Dia; e às trevas chamou Noite. E foi a tarde e a manhã, o dia primeiro. ... 31 ¶ E viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom; e foi a tarde e a manhã, o dia sexto.” (Gn 1:2-31) “4 ¶ Estas são as origens dos céus e da terra, quando foram criados; no dia em que o SENHOR Deus fez a terra e os céus, ... 25 E ambos estavam nus, o homem e a sua mulher; e não se envergonhavam.” (Gn 2:425)

h. Sempre use os textos explícitos- claros- ordem para explicar os implícitos- nebulosos-exemplos, não estes para torcer e anular aqueles; i. Tudo o que foi cumprido até hoje o foi literalmente. Por que supor que, em algum aspecto futuro, não mais o será?

1.3. O “QUADRO GERAL DA HISTÓRIA”, OU “O MAPA DAS 7 DISPENSAÇÕES”
Se não tivermos este mapa em mente, será quase impossível compreendermos muitas das profecias. É importantíssimo que você acompanhe todo este curso com consultas constantes ao mapa das 7 dispensações, como encontrado no folheto “O Mapa Bíblico - O Plano de Deus para Todos os Tempos ”, da Imprensa Batista Regular, ou em mapa equivalente. Eis um bem simplificado:

45

[Está com width = 200 e hight = 150%. Para imprimir numa só folha A4, reduza tais dimensões pela metade] [Hélio ficaria muito feliz se alguém competente e habilidoso pudesse passar esta figura para português, a tornasse mais nítida, e ma enviasse.] [Se você não conseguiu visualizar a figura acima, tente http://members.citynet.net/morton/images/ldispen.gif . Em português, o irmão Célio Machado fez gráficos excelentes (ver http://biblia.8m.com/escatologia.html ), não os incluí pela questão de copyright, e porque seriam necessários muitos gráficos grandes demais para este meu resumo]

Notemos que: 1) Este diagrama não pretende indicar que sempre que uma dispensação começou ela cancelou todos os tratos das dispensações anteriores e os substituiu por um trato novo e totalmente diferente. Ao contrário, a maioria das dispensações adicionam mais regulamentações enquanto mantendo muitos dos tratos das dispensações anteriores. Por exemplo: apesar da chamada de Abraão ter introduzido a dispensação da promessa, não trouxe a
46

dispensação precedente a um fim, pois o governo humano ainda hoje se encontra em vigor. A maioria dos efeitos das dispensações são cumulativos ao invés de substitutivos. 2) Apesar de hoje Deus recusar obras para a salvação, requereu-as contudo (como evidências da verdadeira fé) sob outras dispensações. Como já explicamos, isto não aconteceu, porque as obras em si mesmas pudessem salvar, mas porque elas eram a necessária expressão da fé. 3) Aos santos dos séculos passados só lhes era requerido crerem em tudo o que Deus já tinha revelado até então. Eles eram salvos simplesmente porque confiavam em Deus e criam em tudo que Ele já havia dito, mesmo eles não antevendo perfeitamente todo o plano de Deus, particularmente não antevendo perfeitamente Cristo vertendo Seu sangue por e em lugar deles, nem compreendendo tudo de todos os tipos dados por Deus.

1a. Dispensação: INOCÊNCIA (ou Liberdade):
RESPONSABILIDADE (tão pouca e leve! oh, o amor de Deus!): NÃO COMER E criou Deus o homem à sua imagem: à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra. (Gên 1:27-28) Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás. (Gên 2:17)

FRACASSO (oh, a maldade do homem em geral!): COMERAM E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela. (Gên 3:6)

JUÍZO: MALDIÇÃO E MORTEs E à mulher disse: Multiplicarei grandemente a tua dor, e a tua conceição; com dor darás à luz filhos; e o teu desejo será para o teu marido, e ele te dominará. E a Adão disse: Porquanto deste ouvidos à voz de tua mulher, e comeste da árvore de que te ordenei, dizendo: Não comerás dela, maldita é a terra por causa de ti; com dor comerás dela todos os dias da tua vida. Espinhos, e cardos também, te produzirá; e comerás a erva do campo. (Gên 3:16-18)

2a. dispensação: CONSCIÊNCIA (ou Autodeterminação)
RESPONSABILIDADE (tão pouca e leve! oh, o amor de Deus!): OBEDECER, SACRIFÍCIOS DERRAMANDO SANGUE
47

E fez o SENHOR Deus a Adão e à sua mulher túnicas de peles, e os vestiu. Então disse o SENHOR Deus: Eis que o homem é como um de nós, sabendo o bem e o mal; ora, para que não estenda a sua mão, e tome também da árvore da vida, e coma e viva eternamente, (Gên 3:21-22) E Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas, e da sua gordura; e atentou o SENHOR para Abel e para a sua oferta. (Gên 4:4)

FRACASSO (oh, a maldade do homem em geral!): CORRUPÇÃO E viu Deus a terra, e eis que estava corrompida; porque toda a carne havia corrompido o seu caminho sobre a terra. (Gên 6:12)

JUÍZO: DILÚVIO UNIVERSAL E disse o SENHOR: Destruirei o homem que criei de sobre a face da terra, desde o homem até ao animal, até ao réptil, e até à ave dos céus; porque me arrependo de os haver feito. (Gên 6:7) Então disse Deus a Noé: O fim de toda a carne é vindo perante a minha face; porque a terra está cheia de violência; e eis que os desfarei com a terra. (Gên 6:13)

3a. dispensação: GOVERNO HUMANO (ou Governo Civil)
RESPONSABILIDADE (tão pouca e leve! oh, o amor de Deus!): POVOAR E ESPALHAR-SE POR TODA A TERRA Quem derramar o sangue do homem, pelo homem o seu sangue será derramado; porque Deus fez o homem conforme a sua imagem. Mas vós frutificai e multiplicai-vos; povoai abundantemente a terra, e multiplicaivos nela. (Gên 9:6-7)

FRACASSO (oh, a maldade do homem em geral!): DESOBEDECERAM E disseram: Eia, edifiquemos nós uma cidade e uma torre cujo cume toque nos céus, e façamo-nos um nome, para que não sejamos espalhados sobre a face de toda a terra. (Gên 11:4)

JUÍZO: CONFUSÃO DE LÍNGUAS Por isso se chamou o seu nome Babel, porquanto ali confundiu o SENHOR a língua de toda a terra, e dali os espalhou o SENHOR sobre a face de toda a terra. (Gên 11:9)

48

4a. dispensação: da PROMESSA (ou Patriarcal)
RESPONSABILIDADE (tão pouca e leve! oh, o amor de Deus!): PERMANECER EM CANAÃ Ora, o SENHOR disse a Abrão: Sai-te da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei. E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei e engrandecerei o teu nome; e tu serás uma bênção. E abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra. (Gên 12:1-3) E apareceu-o SENHOR a Abrão, e disse: Å tua descendência darei esta terra. E edificou ali um altar ao SENHOR, que lhe aparecera. (Gên 12:7)

FRACASSO (oh, a maldade do homem em geral!): MORARAM NO EGITO E havia fome naquela terra; e desceu Abrão ao Egito, para peregrinar ali, porquanto a fome era grande na terra. (Gên 12:10) E tomaram o seu gado e os seus bens que tinham adquirido na terra de Canaã, e vieram ao Egito, Jacó e toda a sua descendência com ele; (Gên 46:6)

JUÍZO: ESCRAVIDÃO E levantou-se um novo rei sobre o Egito, que não conhecera a José; O qual disse ao seu povo: Eis que o povo dos filhos de Israel é muito, e mais poderoso do que nós. Eia, usemos de sabedoria para com eles, para que não se multipliquem, e aconteça que, vindo guerra, eles também se ajuntem com os nossos inimigos, e pelejem contra nós, e subam da terra. E puseram sobre eles maiorais de tributos, para os afligirem com suas cargas. Porque edificaram a Faraó cidades- armazéns, Pitom e Ramessés. Mas quanto mais os afligiam, tanto mais se multiplicavam, e tanto mais cresciam; de maneira que se enfadavam por causa dos filhos de Israel. E os egípcios faziam servir os filhos de Israel com dureza; Assim que lhes fizeram amargar a vida com dura servidão, em barro e em tijolos, e com todo o trabalho no campo; com todo o seu serviço, em que os obrigavam com dureza. (Êxo 1:8-14)

5a. dispensação: da LEI (ou de Israel)
RESPONSABILIDADE (tão pouca e leve! oh, o amor de Deus!): GUARDAR A LEI Então todo o povo respondeu a uma voz, e disse: Tudo o que o SENHOR tem falado, faremos. E relatou Moisés ao SENHOR as palavras do povo. (Êxo 19:8)

FRACASSO (oh, a maldade do homem em geral!): VIOLARAM A LEI, REJEITARAM CRISTO O presidente, porém, disse: Mas que mal fez ele? E eles mais clamavam, dizendo: Seja crucificado. (Mat 27:23)
49

JUÍZO: DISPERSÃO MUNDIAL E será que, assim como o SENHOR se deleitava em vós, em fazer-vos bem e multiplicar-vos, assim o SENHOR se deleitará em destruir-vos e consumir-vos; e desarraigados sereis da terra a qual passais a possuir. E o SENHOR vos espalhará entre todos os povos, desde uma extremidade da terra até à outra; e ali servireis a outros deuses que não conheceste, nem tu nem teus pais; ao pau e à pedra. E nem ainda entre estas nações descansarás, nem a planta de teu pé terá repouso; porquanto o SENHOR ali te dará coração agitado, e desfalecimento de olhos, e desmaio da alma. E a tua vida, como em suspenso, estará diante de ti; e estremecerás de noite e de dia, e não crerás na tua própria vida. (Deut 28:63-66) E cairão ao fio da espada, e para todas as nações serão levados cativos; e Jerusalém será pisada pelos gentios, até que os tempos dos gentios se completem. (Luc 21:24)

6a. dispensação: da GRAÇA (ou das igrejas, ou do Interregno)
RESPONSABILIDADE (tão pouca e leve! oh, o amor de Deus!): RECEBER CRISTO PELA FÉ; ANDAR NO ESPÍRITO Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome; (João 1:12) Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. (João 3:18) Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie; (Efé 2:8-29)

FRACASSO (oh, a maldade do homem em geral!): REJEIÇÃO DE CRISTO E não quereis vir a mim para terdes vida. (João 5:40) Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te. Porque deste número são os que se introduzem pelas casas, e levam cativas mulheres néscias carregadas de pecados, levadas de várias concupiscências; Que aprendem sempre, e nunca podem chegar ao conhecimento da verdade. (2Tim 3:1-7)

JUÍZO: A GRANDE TRIBULAÇÃO Porque haverá então grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco há de haver. (Mat 24:21)
50

Porque é vindo o grande dia da sua ira; e quem poderá subsistir? (Apo 6:17) A 70a. SEMANA DE DANIEL (E A GRANDE TRIBULAÇÃO) ARREBATAMENTO DOS SALVOS (do N.T.) Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor. (1Tes 4:16-17)

DIABO ARREMESSADO: E, quando o dragão viu que fora lançado na terra, perseguiu a mulher que dera à luz o filho homem. E foram dadas à mulher duas asas de grande águia, para que voasse para o deserto, ao seu lugar, onde é sustentada por um tempo, e tempos, e metade de um tempo, fora da vista da serpente. E a serpente lançou da sua boca, atrás da mulher, água como um rio, para que pela corrente a fizesse arrebatar. E a terra ajudou a mulher; e a terra abriu a sua boca, e tragou o rio que o dragão lançara da sua boca. E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao remanescente da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus, e têm o testemunho de Jesus Cristo. (Apo 12:13-17)

7a. dispensação: DO REINO (ou do Milênio) (Reino prometido a Israel, restaurado)
RESPONSABILIDADE (tão pouca e leve! oh, o amor de Deus!): OBEDECER E ADORAR A CRISTO E deleitar-se-á no temor do SENHOR; e não julgará segundo a vista dos seus olhos, nem repreenderá segundo o ouvir dos seus ouvidos. Mas julgará com justiça aos pobres, e repreenderá com eqüidade aos mansos da terra; e ferirá a terra com a vara de sua boca, e com o sopro dos seus lábios matará ao ímpio, E a justiça será o cinto dos seus lombos, e a fidelidade o cinto dos seus rins. (Isaías 11:3-5) E acontecerá que, todos os que restarem de todas as nações que vieram contra Jerusalém, subirão de ano em ano para adorar o Rei, o SENHOR dos Exércitos, e para celebrarem a festa dos tabernáculos. E acontecerá que, se alguma das famílias da terra não subir a Jerusalém, para adorar o Rei, o SENHOR dos Exércitos, não virá sobre ela a chuva. (Zac 14:16-17)

FRACASSO (oh, a maldade do homem em geral!): REBELIÃO FINAL E, acabando-se os mil anos, Satanás será solto da sua prisão, E sairá a enganar as nações que estão sobre os quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, para as ajuntar em batalha. E subiram sobre a largura da terra, e cercaram o arraial dos santos e a cidade amada; e de Deus desceu fogo, do céu, e os devorou. (Apo 20:7-9)

51

JUÍZO: O GRANDE TRONO BRANCO, INFERNO E vi um grande trono branco, e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu; e não se achou lugar para eles. E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriramse os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras. E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte. E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo. (Apo 20:11-15)

“E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver 1.4. A NATUREZA DA 2a. estejais vós também.” (Jo 14:3) “20 ¶ E Pedro, voltando-se, viu que o seguia aquele discípulo a VINDA DE CRISTO: quem Jesus amava, e que na ceia se recostara também sobre o Ela será: seu peito, e que dissera: Senhor, quem é que te há de trair? 21 Vendo Pedro a este, disse a Jesus: Senhor, e deste que será? 22 · Pessoal João 14:3; 21:20-23; Disse-lhe Jesus: Se eu quero que ele fique até que eu venha, Atos 3:19-21; 2Ped 3:3-4 que te importa a ti? Segue-me tu. 23 Divulgou-se, pois, entre os irmãos este dito, que aquele discípulo não havia de morrer. · Inesperada (a 1a. etapa) Mat Jesus, porém, não lhe disse que não morreria, mas: Se eu quero 24:32-51; 25:1-13; Mar 13:33que ele fique até que eu venha, que te importa a ti?” (Jo 21:2036 23) “19 Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que · Súbita e instantânea Mat sejam apagados os vossos pecados, e venham assim os 24:25-28 tempos do refrigério pela presença do Senhor, 20 E envie ele a Jesus Cristo, que já dantes vos foi pregado. 21 O qual · Na glória do Seu Pai, com os convém que o céu contenha até aos tempos da restauração de anjos Mat 16:27; 19:28; 25:31tudo, dos quais Deus falou pela boca de todos os seus santos 46 profetas, desde o princípio.” (At 3:19-21) “3 ¶ Sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão · Triunfante Luc 19:11-27 escarnecedores, andando segundo as suas próprias concupiscências, 4 E dizendo: Onde está a promessa da · Corporal e visível Atos 1:11 sua vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação.” (2Pe 3:3-4) “...36 Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos do céu, mas unicamente meu Pai. 37 E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem. 38 Porquanto, assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, ... 42 Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor. 43 Mas considerai isto: se o pai de família soubesse a que vigília da noite havia de vir o ladrão, vigiaria e não deixaria minar a sua casa. 44 Por isso, estai vós apercebidos também; porque o Filho do homem há de vir à hora em que não 52

penseis. ...50 Virá o senhor daquele servo num dia em que o não espera, e à hora em que ele não sabe, ...” (Mt 24:3251) “1 ¶ Então o reino dos céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram ao encontro do esposo. ... 13 Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora em que o Filho do homem há de vir.” (Mt 25:1-13) “33 Olhai, vigiai e orai; porque não sabeis quando chegará o tempo. 34 E como se um homem, partindo para fora da terra, deixasse a sua casa, e desse autoridade aos seus servos, e a cada um a sua obra, e mandasse ao porteiro que vigiasse. 35 Vigiai, pois, porque não sabeis quando virá o senhor da casa; se à tarde, se à meia-noite, se ao cantar do galo, se pela manhã, 36 Para que, vindo de improviso, não vos ache dormindo.” (Mar 13:33-36) “25 Eis que eu vo-lo tenho predito. 26 Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto, não saiais. Eis que ele está no interior da casa; não acrediteis. 27 Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem. 28 Pois onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão as águias.” (Mt 24:25-28) “Porque o Filho do homem virá na glória de seu Pai, com os seus anjos; e então dará a cada um segundo as suas obras.” (Mt 16:27) “E Jesus disse-lhes: Em verdade vos digo que vós, que me seguistes, quando, na regeneração, o Filho do homem se assentar no trono da sua glória, também vos assentareis sobre doze tronos, para julgar as doze tribos de Israel.” (Mt 19:28) “31 ¶ E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória; 32 E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas; ....” (Mt 25:31-46) “... 12 Disse pois: Certo homem nobre partiu para uma terra remota, a fim de tomar para si um reino e voltar depois. ... 15 E aconteceu que, voltando ele, depois de ter tomado o reino, disse que lhe chamassem aqueles servos, a quem tinha dado o dinheiro, para saber o que cada um tinha ganhado, negociando. ... 27 E quanto àqueles meus inimigos que não quiseram que eu reinasse sobre eles, trazei-os aqui, e matai-os diante de mim.” (Lc 19:11-27) “Os quais lhes disseram: Homens galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi recebido 53

em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir.” (At 1:11) “Mas à meia-noite ouviu-se um clamor: Aí vem o esposo, saí-lhe ao encontro.” (Mt 25:6) A 2a. vinda de Cristo será em 2 “E aconteceu que, voltando ele, depois de ter tomado o reino, etapas (se não lembrarmos disse que lhe chamassem aqueles servos, a quem tinha dado o sempre disto, ficaremos dinheiro, para saber o que cada um tinha ganhado, negociando.” totalmente confusos): (Lc 19:15) “E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos . 1a. etapa (Arrebatamento): levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver Nos ares, para buscar a Sua estejais vós também.” (Jo 14:3) noiva (os verdadeiros crentes “16 Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, da dispensação das igrejas, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que inclusive seus corpos) morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. 17 Depois Mat 25:6; Luc 19:15; João 14:3; nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados 1Th 4:16-17; 2Th 2:1 juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.” (1Ts . 2a. etapa (Revelação): Na 4:16-17) terra, para julgar o mundo “Ora, irmãos, rogamo-vos, pela vinda de nosso Senhor Joel 3:11; Zac 14:4-5; Atos 1:11; Jesus Cristo, e pela nossa reunião com ele,” (2Ts 2:1) 1Th 3:13; Jude 14; Apoc 1:7 “Ajuntai-vos, e vinde, todos os gentios em redor, e congregaivos. O SENHOR, faze descer ali os teus fortes;” (Joel 3:11) “4 E naquele dia estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente; e o monte das Oliveiras será fendido pelo meio, para o oriente e para o ocidente, e haverá um vale muito grande; e metade do monte se apartará para o norte, e a outra metade dele para o sul. 5 E fugireis pelo vale dos meus montes, pois o vale dos montes chegará até Azel; e fugireis assim como fugistes de diante do terremoto nos dias de Uzias, rei de Judá. Então virá o SENHOR meu Deus, e todos os santos contigo.” (Zc 14:4-5) “Os quais lhes disseram: Homens galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir.” (At 1:11) “Para confirmar os vossos corações, para que sejais irrepreensíveis em santidade diante de nosso Deus e Pai, na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo com todos os seus santos.” (1Ts 3:13) “E destes profetizou também Enoque, o sétimo depois de Adão, dizendo: Eis que é vindo o Senhor com milhares de seus santos;” (Jd 1:14) “Eis que vem com as nuvens, e todo o olho o verá, até os mesmos que o traspassaram; e todas as tribos da terra se 54

lamentarão sobre ele. Sim. Amém.” (Ap 1:7)

A) “1 ¶ Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios; 2 Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, 2.1. OS SINAIS DA 2a. VINDA DE CRISTO tendo cauterizada a A. O único sinal necessário para o Arrebatamento foi a APOSTASIA da sua própria doutrina bíblica, o abandono da verdadeira fé (baseada em “Assim DIZ consciência;” (1Tm 4:1a Palavra de DEUS, este é o fim de toda discussão”, para abraçar 2) algum grave erro (tal como o nicolaitismo, o papismo, a regeneração “1 ¶ Conjuro-te, pois, batismal, a mariolatria, o casamento da igreja com o estado, a diante de Deus, e do hierarquia eclesiástica acima de e controlando a igreja local, o Senhor Jesus Cristo, que legalismo, etc. e, modernamente, o liberalismo, o modernismo há de julgar os vivos e os teológico, o intelectualismo estéril, o ecumenismo, o neomortos, na sua vinda e no evangelicalismo, a teologia da prosperidade, o pragmatismo, etc.) 1Tm seu reino, 2 Que pregues 4:1-2; 2Tm 4:1-4; 3:1-5;2Tm 3:13. a palavra, instes a tempo Este sinal já está 100% cumprido, desde o século I! (e está sendo 100% e fora de tempo, cumprido, nas últimas décadas!). redarguas, repreendas, Não precisamos de absolutamente nenhum sinal para somente depois exortes, com toda a poder vir o Arrebatamento. Não esperamos nenhum sinal, mas sim o longanimidade e doutrina. som da trombeta de Deus, trazendo nosso Arrebatamento!... 3 Porque virá tempo em que não suportarão a B. Assim, a vinda de Cristo para arrebatar a Sua noiva é I-M-I-N-E-N-T- sã doutrina; mas, tendo E!!! Ela podia ter ocorrido há séculos atrás (todos os crentes do N.T. a comichão nos ouvidos, esperavam como dulcíssima possibilidade e desejo, a cada dia das suas amontoarão para si vidas!), pode demorar séculos ainda, pode ser ainda HOJE (Amém). doutores conforme as Pode ocorrer a qualquer momento sem limites de prazos. Nunca demos suas próprias ouvidos a quem prega que o Arrebatamento “no mínimo só virá depois concupiscências; 4 E de tais sinais ou prazo", nem a quem prega que o Arrebatamento "no desviarão os ouvidos máximo virá antes de tais sinais ou de tais prazos”). Devemos estar da verdade, voltando preparados e anelantes, continuamente. às fábulas.” (2Tm 4:1-4) “1 ¶ Sabe, porém, isto: C. Os sinais da Revelação de Cristo ao mundo serão (sinais já dentro da que nos últimos dias [particularmente próximo ao final da] Tribulação): sobrevirão tempos - Extrema corrupção 2Tim 3:1-5 (acima) trabalhosos. 2 Porque - Multiplicação de viagens, de ciência Dan 12:4 haverá homens - Escarnecedores 2Pe 3:3-4 amantes de si mesmos, - Guerras, fomes, terremotos, pestes, tudo isto em escala mundial Mat avarentos,

2. A 1a. ETAPA (ARREBATAMENTO) DA 2a. VINDA DE CRISTO: BUSCANDO SUA NOIVA, NOS ARES

55

24:3-8; Luc 21:9-11 - Reajuntamento de Israel Eze 36:20-24

presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e D. Não podemos marcar o instante do Arrebatamento Mat 24:36; mães, ingratos, profanos, 3 Sem afeto E. Mas isto não proíbe que talvez os corações dos crentes mais natural, vigilantes e atentos e em sintonia com a Palavra de Deus e com a Sua irreconciliáveis, mente possam reconhecer a "estação" imediatamente precedente ao caluniadores, Arrebatamento. Quando eu era criança, percebia antes de todos os incontinentes, cruéis, adultos os sons da banda do Exército marchando pelas ruas em sem amor para com os treinamento, e ela só chegava à nossa vista uns 10 minutos depois. Do bons, 4 Traidores, mesmo modo, embora o Arrebatamento não necessite da plena obstinados, presença e visibilidade de nenhum dos sinais de Mat 24:3-8 (os quais orgulhosos, mais são apenas para a 2a. parte da Tribulação), talvez alguns crentes amigos dos deleites do poderão reconhecer as sombras, os longínquos mas inconfundíveis que amigos de Deus, 5 sons, o horizonte se preparando para o que ocorrerá 7 anos depois. Tendo aparência de piedade, mas negando F. Nós, os crentes na Bíblia literalmente- dispensacionalmente (por isso a eficácia dela. Destes pré-milenaristas e pré-tribulacionistas), cremos que o Arrebatamento afasta-te.” (2Tm 3:1-5) está às portas, extraordinariamente próximo, porque, além da “Mas os homens maus apostasia da doutrina já ter se cumprido há muitos séculos e estar e enganadores irão de extraordinariamente patente agora (como nunca o esteve!), já as mal para pior, “sombras” dos sinais até da Revelação de Cristo estão fortíssimas, enganando e sendo (como nunca o estiveram!) enganados.” (2Tm 3:13) G) Aplicação: - para o descrente: João 3:18; 2Cor 6:2; - para o crente: Mat 24:42,46. C) “E tu, Daniel, encerra estas palavras e sela este livro, até ao fim do tempo; muitos correrão de uma parte para outra, e o conhecimento se multiplicará.” (Dn 12:4) “3 ¶ Sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão escarnecedores, andando segundo as suas próprias concupiscências, 4 E dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação.” (2Pe 3:3-4) “3 E, estando assentado 56

no Monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos em particular, dizendo: Dize-nos, quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo? 4 ¶ E Jesus, respondendo, disselhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane; 5 Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos. 6 E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim. 7 Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares. 8 Mas todas estas coisas são o princípio de dores.” (Mt 24:3-8) “9 E, quando ouvirdes de guerras e sedições, não vos assusteis. Porque é necessário que isto aconteça primeiro, mas o fim não será logo. 10 Então lhes disse: Levantar-se-á nação contra nação, e reino contra reino; 11 E haverá em vários lugares grandes terremotos, e fomes e pestilências; haverá também coisas espantosas, e grandes sinais do céu.” (Lc 21:957

11) “... 22 Dize portanto à casa de Israel: Assim diz o Senhor DEUS: Não é por respeito a vós que eu faço isto, ó casa de Israel, mas pelo meu santo nome, que profanastes entre as nações para onde fostes. ... 24 E vos tomarei dentre os gentios, e vos congregarei de todas as terras, e vos trarei para a vossa terra.” (Ez 36:20-24) D) “Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos do céu, mas unicamente meu Pai.” (Mt 24:36) E) “3 ... Dize-nos, quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo? 4 ¶ E Jesus, respondendo, disselhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane; 5 Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos. 6 E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim. 7 Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, 58

em vários lugares. 8 Mas todas estas coisas são o princípio de dores.” (Mt 24:3-8) G) “Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.” (Jo 3:18) “(Porque diz: Ouvi-te em tempo aceitável E socorri-te no dia da salvação;” (2Co 6:2) “Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor.” (Mt 24:42) “Bem-aventurado aquele servo que o seu senhor, quando vier, achar servindo assim.” (Mt 24:46) A) “Seja a vossa eqüidade notória a todos 2.2. A 1a. ETAPA (ARREBATAMENTO) DA 2a. VINDA DE os homens. Perto está o Senhor.” (Fp 4:5) CRISTO: NOS ARES, PARA BUSCAR SUA NOIVA “Aquele que testifica A) O Arrebatamento é: estas coisas diz: iminente Flp 4:5; Apoc 22:20; 16:15. Certamente cedo súbito (não gradual, mas instantâneo) 1Cor 15:52. venho. Amém. Ora literal, corporal, pré-tribulacional, pré-milenar (provado noutras vem, Senhor Jesus.” (Ap seções deste curso) 22:20) os salvos o amam 2Tim 4:8, “Eis que venho como o esperam Flp 3:20, ladrão. Bemoram por ele Apoc 22:20 (acima), aventurado aquele que vigiam à sua espera Mat 24:42. vigia, e guarda as suas B) O propósito de Cristo, no Arrebatamento, é o de receber Sua noiva roupas, para que não ande nu, e não se (o conjunto de todos os salvos da dispensação das igrejas locais) em vejam as suas eterna e bendita união Efé 5:27; Apoc 19:6-8; 22:20 (acima). vergonhas.” (Ap 16:15) C) Retirado da Terra o Espírito Santo que habita dentro dos verdadeiros crentes (que são o sal da terra) das igrejas locais, o mundo “Num momento, num abrir e fechar de olhos, rapidamente entrará no mais completo estado de putrefação moral e ante a última trombeta; 59

espiritual Gen 6:3; Mat 5:13-16; 2Th 2:6-8.

porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.” (1Co 15:52) “Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda.” (2Tm 4:8) “Mas a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo,” (Fp 3:20) “Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor.” (Mt 24:42) B) “Para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível.” (Ef 5:27) “6 E ouvi como que a voz de uma grande multidão, e como que a voz de muitas águas, e como que a voz de grandes trovões, que dizia: Aleluia! pois já o Senhor Deus TodoPoderoso reina. 7 Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demoslhe glória; porque vindas são as bodas do Cordeiro, e já a sua esposa se aprontou. 8 E foi-lhe dado que se 60

vestisse de linho fino, puro e resplandecente; porque o linho fino são as justiças dos santos.” (Ap 19:6-8) C) “Então disse o SENHOR: Não contenderá o meu Espírito para sempre com o homem; porque ele também é carne; porém os seus dias serão cento e vinte anos.” (Gn 6:3) “13 ¶ Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens. 14 Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; ....” (Mt 5:13-16) “6 E agora vós sabeis o que o detém, para que a seu próprio tempo seja manifestado. 7 Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora resiste até que do meio seja tirado; 8 E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda;” (2Ts 2:6-8) “25 Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a 2.3. O ARREBATAMENTO DOS VERDADEIROS CRENTES vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, DA DISPENSAÇÃO DAS IGREJAS LOCAIS 61

João 11:25-26; 1Ts 4:16-17; 1Cor 15:50-53

viverá; 26 E todo aquele que vive, e crê a. Os corpos de todos os "que morreram EM Cristo" (portanto, somente em mim, nunca os verdadeiros crentes da dispensação das igrejas locais) serão morrerá. Crês tu isto?” ressuscitados. (Jo 11:25-26) Ora, esta expressão "em Cristo" (1Ts 4:16), não se aplica a todos os “16 Porque o mesmo homens, nem mesmo a todos os salvos, mas somente aos que, já com Senhor descerá do céu idade suficiente para entenderem e crerem (ou para recusarem crer), com alarido, e com voz ouviram o verdadeiro evangelho, verdadeira e biblicamente de arcanjo, e com a arrependeram-se de seus pecados, verdadeira e biblicamente creram trombeta de Deus; e os no verdadeiro Cristo da Bíblia, e verdadeira e biblicamente O que morreram em receberam como único e suficiente Senhor- e- Salvador- e- Deus Cristo ressuscitarão Eterno. Isto não se aplica a salvos tais como Adão, Abraão, etc. primeiro. 17 Depois (veremos, adiante, que estes somente depois serão ressuscitados e nós, os que ficarmos receberão seus corpos glorificados; farão parte da grande família dos vivos, seremos salvos de Deus, mas não farão parte do subconjunto dos salvos que arrebatados formarão a igreja local totalizada futura). juntamente com eles nas nuvens, a b. Uma fração de segundos depois de (a), os corpos de todos os encontrar o Senhor nos verdadeiros crentes da dispensação das igrejas locais que estiverem ares, e assim vivos serão transformados em corpos glorificados. 1Ts 4:17 + 1Co estaremos sempre com 15:51-53. o Senhor.” (1Ts 4:16-17) Ora, isto se aplica a "nós, os que ficarmos vivos" de 1Ts 4:17, e "nós" “50 E agora digo isto, se identifica com os "amados irmãos" a quem esta epistola foi escrita irmãos: que a carne e o (1:1,3), de modo que estes "nós" e "irmãos" não se aplicam aos óvulos sangue não podem fecundados/ fetos/ embriões/ criancinhas/ mentalmente incapazes, que herdar o reino de Deus, estiverem vivendo quando ocorrer o Arrebatamento: se morrerem nem a corrupção nestes estados, estarão salvos, farão parte da grande família dos herdar a incorrupção. salvos de Deus, mas não farão parte do subconjunto dos salvos que 51 ¶ Eis aqui vos digo um formarão a igreja local totalizada futura. mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, c. Tanto os corpos ressuscitados de (a) como os copos transformados mas todos seremos de (b) serão incorruptíveis, imortais e eternos, glorificados, incapazes transformados; 52 Num de pecar, semelhantes ao que Cristo tem hoje 1Jo 3:2. momento, num abrir e fechar de olhos, ante a d. Logo após (a,b), todos os verdadeiros crentes (quer com corpos última trombeta; porque ressuscitados dos sepulcros, quer com corpos transformados sem a trombeta soará, e os morrerem) da dispensação das igrejas locais juntamente serão mortos ressuscitarão corporalmente arrebatados nos ares, para, em seus corpos glorificados, incorruptíveis, e nós estarem com o Senhor pela eternidade dos séculos. seremos transformados. 53 Porque convém que PERGUNTA: No Arrebatamento, que acontecerá: (1) às mulheres isto que é corruptível crentes grávidas e a seus óvulos fecundados/ embriões/ fetos/ se revista da criancinhas que ainda não chegaram à idade da responsabilização/ incorruptibilidade, e filhos mentalmente incapazes? (2) E às mulheres descrentes grávidas e que isto que é mortal a seus óvulos fecundados/ embriões/ fetos/ criancinhas que ainda não se revista da chegaram à idade da responsabilização/ filhos mentalmente imortalidade.” (1Co 62

incapazes? RESPOSTA:

Partamos da certeza dos fatos (a,b,c,d), acima. Dai, podemos fazer as seguintes conclusões seguras: - (0) em todos os tempos, todos os que morreram no estado de óvulos fecundados/ embriões/ fetos, ou de criancinhas ainda não chegadas à idade da responsabilização, ou de mentalmente incapacitados, serão salvos. Ver, por exemplo, www.theologian.org.uk/pastoralia/spurgeononinfantsalvation.html . Farão parte da grande família de Deus, embora não da igreja local totalizada futura; - (1) Por ocasião do Arrebatamento, as mulheres crentes que estiverem grávidas serão incluídas no Arrebatamento; - (2) Por ocasião do Arrebatamento, as mulheres descrentes (inclusive as que estiverem grávidas e as que tiverem filhos bem novinhos ou mentalmente 15:50-53) incapazes) permanecerão na terra e entrarão nos sofrimentos dos 7 anos da Tribulação. C) “Amados, agora Não temos certeza absoluta para o que jaz além disso. Mas a luz lançada por ainda não é (0) e os exemplos de salvações/ perdições físicas de grandes grupos no manifestado o que Velho Testamento (por exemplo, a salvação física da família de Noé e dos havemos de ser. Mas primogênitos das judias escravas do Egito, com grandes sofrimentos e perdição física dos óvulos fecundados/ embriões/ fetos/ criancinhas/ filhos sabemos que, quando mentalmente incapazes das mulheres que ficaram de fora da salvação física), ele se manifestar, seremos semelhantes a nos sugerem (apenas sugerem, sem dar certeza) as seguintes conclusões: - (1') Por ocasião do Arrebatamento, as mulheres crentes, as quais subirão ao ele; porque assim como é o veremos.” (1Jo 3:2) céu, estarão acompanhadas, ao lado, dos corpos transformados dos seus eventuais óvulos fecundados/ embriões/ fetos/ criancinhas/ filhos mentalmente incapazes. Todos eles estarão salvos e farão parte da grande família dos salvos de Deus (embora não da igreja local totalizada futura), sendo de se esperar que, durante toda a eternidade, todos os corpos dos salvos serão plenamente desenvolvido ( como o de Adão ao ser criado), nunca envelhecendo; - (2') Por ocasião do Arrebatamento, cada mulher descrente, ao ser deixada para permanecer na terra para os sofrimentos dos 7 anos da Tribulação, estará acompanhada de seus eventuais óvulos fecundados/ embriões/ fetos, e de suas eventuais criancinhas ainda não chegadas à idade da responsabilização, e de seus eventuais filhos mentalmente incapacitados, e ambos sofrerão os horrores da Tribulação. Note que a profecia "Mas ai das grávidas e das que amamentarem naqueleS diaS!" (Mt 24:19) refere-se aos várioS diaS do inigualável sofrimento do período final da Tribulação (caps. 24 e 25 são a resposta à pergunta, feita no início do cap 24, sobre a Tribulação, não sobre o Arrebatamento, pois este ainda era um mistério escondido), não à fração de segundo do Arrebatamento.
B) “8 E foi-lhe dado que se vestisse de 63 somos filhos de Deus, e

linho fino, puro e resplandecente; porque o linho fino são as justiças dos santos. ... 14 E seguiam-no os exércitos no céu em cavalos brancos, e vestidos de linho fino, branco e puro.” (Ap 19:8,14) C) “Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra.” (Ap 3:10) D) “E vi outro grande e admirável sinal no céu: sete anjos, que tinham as sete últimas pragas; porque nelas é consumada a ira de Deus.” (Ap 15:1) “E ouvi, vinda do templo, uma grande voz, que dizia aos sete anjos: Ide, e derramai sobre a terra as sete taças da ira de Deus.” (Ap 16:1) “E a grande cidade fendeu-se em três partes, e as cidades das nações caíram; e da grande Babilônia se lembrou Deus, para lhe dar o cálice do vinho da indignação da sua ira.” (Ap 16:19) E) “4 E estas são as palavras que disse o SENHOR, acerca de Israel e de Judá. ... 6 Perguntai, pois, e vede, se um 64

“... 8 Estamos confiando e estamos 2.5. NOTAS SOBRE AS RESSURREIÇÕES desejando muito mais estarmos- fora- do- lar . Imediatamente após a morte, vai-se para um estado real e consciente: os salvos para o Paraíso, para gozo inefável 2Cor 5:6-9; os ((isto é) fora deste perdidos para o inferno, para sofrimento literal, indescritível, eterno Luc corpo) e estarmos- nolar ((isto é) com o 16:19-31. Senhor). ...” (2Co 5:6-9 tradução literal) . A Bíblia ensina ressurreição física, corporal, literal: Gen 22:5; 1Reis “... 22 E aconteceu que 17:21-22; Luc 14:13-14; 1Cor 15:20-23; 1Thes 4:16-17; Apoc 20:4-6,12o mendigo morreu, e foi 13. levado pelos anjos para o seio de Abraão; e morreu . Há 2 ressurreições distintas: também o rico, e foi sepultado. 23 E no - A 1a. ressurreição (para a vida) é em 4 etapas: inferno, ergueu os ^ Etapa Primícia: Cristo, quando ressuscitou 1Cor 15:23 olhos, estando em (acima); ^ Etapa Igrejas Locais: Ressurreição de todos os verdadeiros tormentos, e viu ao longe Abraão, e Lázaro crentes da dispensação das igrejas locais, no Arrebatamento 1Thes no seu seio. 24 E, 4:16 (acima); 1Cor 15:23 (acima); ^ Etapa V.T. + mártires da Tribulação: Ressurreição de todos clamando, disse: Pai os salvos do V.T. + mártires da Tribulação, ao final dos seus 7 anos Isa Abraão, tem misericórdia de mim, e manda a 26:19; Dan 12:2-3; Apoc 20:4 (acima); Lázaro, que molhe na ^ Etapa milênio: Necessariamente haverá ressurreição ou transformação- dos- corpos dos salvos do Milênio. Mas a Bíblia não dá água a ponta do seu dedo e me refresque a língua, detalhes. porque estou atormentado nesta chama. ....” (Lc - A 2a. Ressurreição (para a morte): Ocorrerá após o Milênio Apoc 16:19-31) 20:5 (acima), 11-13 (acima). “E disse Abraão a seus moços: Ficai-vos aqui com o jumento, e eu e o moço iremos até ali; e havendo adorado, tornaremos a vós.” (Gn 22:5) “21 Então se estendeu sobre o menino três vezes, e clamou ao SENHOR, e disse: O SENHOR meu Deus, rogote que a alma deste menino torne a entrar nele. 22 E o SENHOR ouviu a voz de Elias; e a alma do menino tornou a entrar nele, e reviveu.” (1Rs 17:21-22) 65

“13 Mas, quando fizeres convite, chama os pobres, aleijados, mancos e cegos, 14 E serás bemaventurado; porque eles não têm com que to recompensar; mas recompensado te será na ressurreição dos justos.” (Lc 14:13-14) “20 ¶ Mas de fato Cristo ressuscitou dentre os mortos, e foi feito as primícias dos que dormem. 21 Porque assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem. 22 Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo. 23 Mas cada um por sua ordem: Cristo as primícias, depois os que são de Cristo, na sua vinda.” (1Co 15:20-23) “16 Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. 17 Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.” (1Ts 4:16-17) “4 E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e foi-lhes dado o poder de 66

julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos. 5 Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram. Esta é a primeira ressurreição. 6 Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele mil anos.” (Ap 20:4-6) “11 ¶ E vi um grande trono branco, e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu; e não se achou lugar para eles. 12 E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. 13 E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram 67

julgados cada um segundo as suas obras.” (Ap 20:11-13) “Os teus mortos e também o meu cadáver viverão e ressuscitarão; despertai e exultai, os que habitais no pó, porque o teu orvalho será como o orvalho das ervas, e a terra lançará de si os mortos.” (Is 26:19) “2 E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para vida eterna, e outros para vergonha e desprezo eterno. 3 Os que forem sábios, pois, resplandecerão como o fulgor do firmamento; e os que a muitos ensinam a justiça, como as estrelas sempre e eternamente.” (Dn 12:2-3) A) “Mas tu, por que julgas teu irmão? Ou tu, 2.6. BEMA, O TRIBUNAL DE CRISTO, PARA também, por que JULGAMENTO E GALARDOAMENTO DOS SALVOS desprezas teu irmão? Pois A. Para todos os salvos da dispensação das igreja locais Rom 14:10-12; todos havemos de comparecer ante o 1Cor 3:11-15; 2Cor 5:10. tribunal de Cristo. Porque está escrito: Como B. Na 2a. vinda de Cristo: 2Tim 4:8; Apoc 11:17-18; 22:12. eu vivo, diz o Senhor, que C. Após o Arrebatamento e antes da Revelação, pois viremos com Ele: todo o joelho se dobrará a mim, E toda a língua Zac 14:5; Col 3:4 confessará a Deus. De maneira que cada um de D. Nos ares, em conseqüência de (b). nós dará conta de si mesmo a Deus.” (Rm E. Com base em: E.A. os motivos e atitudes secretas do coração 1Cor 3:11-15 (acima, A.) 14:10-12) “Porque ninguém pode + 4:5; E.B. a mordomia e fidelidade no uso dos talentos Mat 20:1-16 (mesmo pôr outro fundamento salário para os contratados tarde); 25:14-30 (mau servo escondeu o 1 além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo. E, se 68

talento); Luc 19:11-27 (mesma história); 1Cor 4:2; E.C. e dos bens que Deus nos emprestou Mat 6:20; 2Cor 9:6; 8:12; Gal 6:7; E.D. o zelo em ganhar almas Dan 12:3; 1Thes 2:19-20; E.E. o amor manifesto, principalmente aos irmãos Mat 10:40,42; 25:3440; Gal 6:10; E.F. a perseverança nas perseguições Mat 5:11-12; 2Tm 2:12; Tg 1:12.

alguém sobre este fundamento formar um edifício de ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha, A obra de cada um se manifestará; na verdade o dia a F. Resultando não em salvação/condenação, mas sim em recompensas declarará, porque pelo e galardões: fogo será descoberta; e F.A. A coroa do gozo 1Thes 2:19 (acima) para o ganhador de almas; o fogo provará qual seja a obra de cada um. F.B. A coroa da justiça 2Tim 4:8 (acima) para quem organiza sua Se a obra que alguém vida no amor e esperança da 2a. vinda de Cristo; edificou nessa parte F.C. A coroa da vida Tia 1:12 (acima); Apoc 2:10 para o crente pronto permanecer, esse a morrer por Cristo; receberá galardão. Se a F.D. A coroa da glória 1Pet 5:1-4 para o crente fiel como pastor do obra de alguém se rebanho; queimar, sofrerá F.E. Compartilhar do trono de Cristo Luc 19:11-28 (acima, F.B.); 2Tim detrimento; mas o tal 2:11-12; Apoc 3:21. será salvo, todavia como pelo fogo.” (1Co As coroas são incorruptíveis 1Cor 9:25, 3:11-15) “Porque todos mas, ao contrário da salvação, podem ser perdidas, se não devemos comparecer perseverarmos no 1o. amor Apoc 3:11. ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal.” (2Co 5:10) B) “Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda.” (2Tm 4:8) “Dizendo: Graças te damos, Senhor Deus Todo-Poderoso, que és, e que eras, e que hás de vir, que tomaste o teu grande poder, e reinaste. E iraram-se as nações, e veio a tua ira, e o 69

tempo dos mortos, para que sejam julgados, e o tempo de dares o galardão aos profetas, teus servos, e aos santos, e aos que temem o teu nome, a pequenos e a grandes, e o tempo de destruíres os que destroem a terra.” (Ap 11:17-18) “E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra.” (Ap 22:12) C) “E fugireis pelo vale dos meus montes, pois o vale dos montes chegará até Azel; e fugireis assim como fugistes de diante do terremoto nos dias de Uzias, rei de Judá. Então virá o SENHOR meu Deus, e todos os santos contigo.” (Zc 14:5) “Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então também vós vos manifestareis com ele em glória.” (Cl 3:4) E.A) “Portanto, nada julgueis antes de tempo, até que o Senhor venha, o qual também trará à luz as coisas ocultas das trevas, e manifestará os desígnios dos corações; e então cada um receberá de Deus o louvor.” (1Co 4:5) E.B) “... E, recebendo-o, 70

murmuravam contra o pai de família, Dizendo: Estes derradeiros trabalharam só uma hora, e tu os igualaste conosco, que suportamos a fadiga e a calma do dia. Mas ele, respondendo, disse a um deles: Amigo, não te faço agravo; não ajustaste tu comigo um dinheiro? Toma o que é teu, e retira-te; eu quero dar a este derradeiro tanto como a ti. Ou não me é lícito fazer o que quiser do que é meu? ... os derradeiros serão primeiros, e os primeiros derradeiros; porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos.” (Mt 20:1-16) “... Senhor, entregasteme cinco talentos; eis aqui outros cinco talentos que granjeei com eles. E o seu senhor lhe disse: Bem está, servo bom e fiel. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor. E, chegando também o que tinha recebido dois talentos, disse: Senhor, entregaste-me dois talentos; eis que com eles granjeei outros dois talentos. Disse-lhe o seu senhor: Bem está, bom e fiel servo. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor. ... Tirai-lhe pois o talento, 71

e dai-o ao que tem os dez talentos. Porque a qualquer que tiver será dado, e terá em abundância; mas ao que não tiver até o que tem ser-lhe-á tirado. Lançai, pois, o servo inútil nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes.” (Mt 25:14-30) “Além disso, requerse dos despenseiros que cada um se ache fiel.” (1Co 4:2) E.C) “Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam.” (Mt 6:20) “E digo isto: Que o que semeia pouco, pouco também ceifará; e o que semeia em abundância, em abundância ceifará.” (2Co 9:6) “Porque, se há prontidão de vontade, será aceita segundo o que qualquer tem, e não segundo o que não tem.” (2Co 8:12) “Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará.” (Gl 6:7) E.D.) “Os que forem sábios, pois, resplandecerão como o fulgor do firmamento; e os que a muitos ensinam a 72

justiça, como as estrelas sempre e eternamente.” (Dn 12:3) “Porque, qual é a nossa esperança, ou gozo, ou coroa de glória? Porventura não o sois vós também diante de nosso Senhor Jesus Cristo em sua vinda? Na verdade vós sois a nossa glória e gozo.” (1Ts 2:19-20) E.E.) “40 Quem vos recebe, a mim me recebe; e quem me recebe a mim, recebe aquele que me enviou. ... 42 E qualquer que tiver dado só que seja um copo de água fria a um destes pequenos, em nome de discípulo, em verdade vos digo que de modo algum perderá o seu galardão.” (Mt 10:40,42) “Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; Estava nu, e vestistesme; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me. ... E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o 73

fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.” (Mt 25:34-40) “Então, enquanto temos tempo, façamos bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé.” (Gl 6:10) E.F) “Bemaventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa. Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós.” (Mt 5:11-12) “Se sofrermos, também com ele reinaremos; se o negarmos, também ele nos negará;” (2Tm 2:12) “Bem-aventurado o homem que suporta a tentação; porque, quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor tem prometido aos que o amam.” (Tg 1:12) F.C) “Nada temas das coisas que hás de padecer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejais tentados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e darte-ei a coroa da vida.” 74

(Ap 2:10) F.D) “Aos presbíteros, que estão entre vós, admoesto eu, que sou também presbítero com eles, ... Apascentai o rebanho de Deus, que está entre vós, tendo cuidado dele, não por força, mas voluntariamente; nem por torpe ganância, mas de ânimo pronto; Nem como tendo domínio sobre a herança de Deus, mas servindo de exemplo ao rebanho. E, quando aparecer o Sumo Pastor, alcançareis a incorruptível coroa da glória.” (1Pe 5:1-4) F.E) “Palavra fiel é esta: que, se morrermos com ele, também com ele viveremos; Se sofrermos, também com ele reinaremos; se o negarmos, também ele nos negará;” (2Tm 2:11-12) “Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono.” (Ap 3:21) “E todo aquele que luta de tudo se abstém; eles o fazem para alcançar uma coroa corruptível; nós, porém, uma incorruptível.” (1Co 9:25) 75

“Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa.” (Ap 3:11) B) “Para a apresentar a si mesmo igreja 2.7. AS BODAS DO CORDEIRO COM A NOIVA gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa a. Envolverão apenas o Noivo e a Noiva; semelhante, mas santa e irrepreensível.” (Ef b. Ocorrerão após o julgamento dos crentes (em decorrência de Eph 5:27) 5:27 e Apoc 19:8), e antes da Revelação (em decorrência de Apoc “7 Regozijemo-nos, e 19:7). Nestes versos Apoc 19:7-8, note que "vindas" é particípio passado, que v. 11 mostra Cristo descendo do céu, e v. 14 mostra que alegremo-nos, e demoslhe glória; porque vindas nós, o Seu exército, viremos com Ele. são as bodas do Cordeiro, e já a sua c. Serão realizadas nos céus, em decorrência de (b). esposa se aprontou. 8 E foi-lhe dado que se (Além dos versos acima, ler também João 3:29; 2Cor 11:2). vestisse de linho fino, puro e resplandecente; (Note a diferença entre “as bodas” e “a ceia das bodas”; Ver seção porque o linho fino são 5.1). as justiças dos santos.” (Ap 19:7-8) “E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele chama-se Fiel e Verdadeiro; e julga e peleja com justiça. ... E seguiam-no os exércitos no céu em cavalos brancos, e vestidos de linho fino, branco e puro.” (Ap 19:11, 14) C) “Aquele que tem a esposa é o esposo; mas o amigo do esposo, que lhe assiste e o ouve, alegra-se muito com a voz do esposo. Assim, pois, já este meu gozo está cumprido.” (Jo 3:29) “Porque estou zeloso de 76

vós com zelo de Deus; porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, a Cristo.” (2Co 11:2)

A) “... 12 Porque o dia do SENHOR dos Exércitos será contra todo o soberbo e altivo, e contra todo o que se exalta, para que seja abatido; ... 21 E entrarão nas fendas das rochas, e nas cavernas das penhas, por causa do terror do SENHOR, e da glória da sua majestade, quando ele se levantar para abalar terrivelmente a terra. ...” (Is 2:10-22) 3.1. O FATO DA TRIBULAÇÃO: “... 19 De todo está quebrantada a terra, Haverá um tempo de angústia e tribulação qual de todo está rompida a terra, e de todo é nunca houve nem há de haver depois. movida a terra. 20 De todo cambaleará a terra como o ébrio, e será movida e Nele, Deus derramará toda a Sua indignação, contida há milênios, sobre a terra. Isto é ensinado: removida como a choça de noite; e a sua transgressão se agravará sobre ela, e A) no V.T.: Isa 2:10-22; 24:17-21; 26:20-21; 34:1- cairá, e nunca mais se levantará. 21 E será 3; Jer 30:4-9; Dan 12:1; Joel 1:15; 2:1; 3:14; Amós que naquele dia o SENHOR castigará os exércitos do alto nas alturas, e os reis da 5:18-20; Zac 14:1-3. terra sobre a terra.” (Is 24:17-21) “... 21 Porque eis que o SENHOR sairá do B) Por Cristo: Mat 24:21-29 (v. 30 prova que a seu lugar, para castigar os moradores da Tribulação não foi a destruição de Jerusalém no terra, por causa da sua iniqüidade, e a ano 70: Cristo voltará ao seu final). terra descobrirá o seu sangue, e não encobrirá mais os seu mortos.” (Is 26:20C) No N.T.: 1Cor 1:8; 5:5; 2Cor 1:14; Flp 1:621) 10; Apoc 3:10; 7:14. “1 ... 2 Porque a indignação do SENHOR está sobre todas as nações, e o seu furor sobre todo o exército delas; ele as destruiu totalmente, entregou-as à matança. 3 ... e os montes se derreterão com o seu sangue.” (Is 34:1-3) “4 ... 6 Perguntai, pois, e vede, se um homem pode dar à luz. Por que, pois, vejo a cada homem com as mãos sobre os lombos como a que está dando à luz? e por que se tornaram pálidos todos os rostos? 7 Ah! porque aquele dia é tão

3. A TRIBULAÇÃO (A 70a. SEMANA DE DANIEL)

77

grande, que não houve outro semelhante; e é tempo de angústia para Jacó; ele, porém, será salvo dela. ...” (Jr 30:4-9) “... haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas naquele tempo livrarse-á o teu povo, todo aquele que for achado escrito no livro.” (Dn 12:1) “Multidões, multidões no vale da decisão; porque o dia do SENHOR está perto, no vale da decisão.” (Jl 3:14) “18 Ai daqueles que desejam o dia do SENHOR! Para que quereis vós este dia do SENHOR? Será de trevas e não de luz. 19 É como se um homem fugisse de diante do leão, e se encontrasse com ele o urso; ou como se entrando numa casa, a sua mão encostasse à parede, e fosse mordido por uma cobra. 20 Não será, pois, o dia do SENHOR trevas e não luz, e escuridão, sem que haja resplendor?” (Am 5:18-20) “1 ¶ Eis que vem o dia do SENHOR, em que teus despojos se repartirão no meio de ti. 2 Porque eu ajuntarei todas as nações para a peleja contra Jerusalém; e a cidade será tomada, e as casas serão saqueadas, e as mulheres forçadas; e metade da cidade sairá para o cativeiro, mas o restante do povo não será extirpado da cidade. 3 E o SENHOR sairá, e pelejará contra estas nações, como pelejou, sim, no dia da batalha.” (Zc 14:1-3) B) “21 Porque haverá então grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco há de haver. 22 E, se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria; mas por causa dos escolhidos serão abreviados aqueles dias. 23 Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui, ou ali, não lhe deis crédito; 24 Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos. 25 Eis que eu vo-lo tenho predito. 26 Portanto, se vos 78

disserem: Eis que ele está no deserto, não saiais. Eis que ele está no interior da casa; não acrediteis. 27 Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem. 28 Pois onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão as águias. 29 E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas. 30 Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.” (Mt 24:21-30) C) 6 Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo; 7 ... 10 Para que aproveis as coisas excelentes, para que sejais sinceros, e sem escândalo algum até ao dia de Cristo;” (Fp 1:6-10) “Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra.” (Ap 3:10) “E eu disse-lhe: Senhor, tu sabes. E ele disse-me: Estes são os que vieram da grande tribulação, e lavaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro.” (Ap 7:14) “4 ¶ E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane; 5 Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos. 6 E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim. 7 Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares. 8 Mas todas estas coisas são o princípio de dores. ... 21 Porque haverá então grande aflição, como 79

3.2. O TEMPO DA TRIBULAÇÃO:
será entre o Arrebatamento e a Revelação (ver seção 2.4 e Mat 24:4-8,21,29-30).

nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco há de haver. ... 29 E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas. 30 Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.” (Mt 24:4-8,21,29-30) “E proferirá palavras contra o Altíssimo, e destruirá os santos do Altíssimo, e 3.3. A DURAÇÃO DA TRIBULAÇÃO cuidará em mudar os tempos e a lei; e -A Tribulação corresponde à 70a. semana de Dan eles serão entregues na sua mão, por um 9:24-27, logo terá a duração de 7 anos. Cristo foi tempo, e tempos, e a metade de um tempo.” (Dn 7:25) crucificado ao final da 69a. semana e então o “E ele firmará aliança com muitos por cronômetro profético de Israel foi paralisado para uma semana; e na metade da semana fará dar lugar à Dispensação da Graça (ou das igrejas cessar o sacrifício e a oblação; e sobre a locais). Quando o número de salvos da dispensação das igrejas locais estiver completo e asa das abominações virá o assolador, e isso até à consumação; e o que está eles forem arrebatados, o cronômetro será determinado será derramado sobre o reacionado e terá início a 70a. semana. assolador.” (Dn 9:27) “E ouvi o homem vestido de linho, que A 70a. semana de Daniel está dividida em 2 estava sobre as águas do rio, o qual levantou metades de 3 1/2 anos proféticos (cada ano ao céu a sua mão direita e a sua mão profético tem 360 dias) = 42 meses (cada mês esquerda, e jurou por aquele que vive profético tem 30 dias) = 1260 dias (Dan 7:25; eternamente que isso seria para um 9:27; 12:7,11,12; Apoc 11:2,3; 12:6,14; 13:5). tempo, tempos e metade do tempo, e quando tiverem acabado de espalhar o poder “Dias não fossem abreviados”, de Mat 24:22, do povo santo, todas estas coisas serão parece-nos ensinar que Deus paralisará o cronômetro de Israel um pouquinho antes do fim cumpridas.” (Dn 12:7) “11 E desde o tempo em que o sacrifício da 70a. semana, e a Tribulação durará um pouquinho (indeterminado) menos que 2520 dias contínuo for tirado, e posta a abominação desoladora, haverá mil duzentos e de 24 h. noventa dias. 12 Bem-aventurado o que “Importa que [Satanás] seja solto por um pouco de espera e chega até mil trezentos e trinta e cinco dias.” (Dn 12:11-12) tempo ”, de Apoc 20:3,7-10, parece-nos ensinar “2 E deixa o átrio que está fora do templo, e que apenas ao final do Milênio Deus deixará o cronômetro de Israel chegar ao exato final das 70 não o meças; porque foi dado às nações, e pisarão a cidade santa por quarenta e semanas. dois meses. 3 ¶ E darei poder às minhas duas testemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco.” (Ap 11:2-3) “E a mulher fugiu para o deserto, onde 80

já tinha lugar preparado por Deus, para que ali fosse alimentada durante mil duzentos e sessenta dias.” (Ap 12:6) “E foram dadas à mulher duas asas de grande águia, para que voasse para o deserto, ao seu lugar, onde é sustentada por um tempo, e tempos, e metade de um tempo, fora da vista da serpente.” (Ap 12:14) “E foi-lhe dada uma boca, para proferir grandes coisas e blasfêmias; e deu-se-lhe poder para agir por quarenta e dois meses.” (Ap 13:5) “E, se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria; mas por causa dos escolhidos serão abreviados aqueles dias.” (Mt 24:22) “E lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, para que não mais engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois importa que seja solto por um pouco de tempo.” (Ap 20:3) “7 E, acabando-se os mil anos, Satanás será solto da sua prisão, 8 E sairá a enganar as nações que estão sobre os quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, para as ajuntar em batalha. 9 E subiram sobre a largura da terra, e cercaram o arraial dos santos e a cidade amada; e de Deus desceu fogo, do céu, e os devorou. 10 E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre.” (Ap 20:7-10) “E ele firmará aliança com muitos por uma semana; e na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oblação; e sobre a asa das abominações virá o assolador, e isso até à consumação; e o que está determinado será derramado sobre o assolador.” (Dn 9:27)

3.4. A NATUREZA DA TRIBULAÇÃO

a. A 1a. metade (3 1/2 anos) da 70a. semana de Daniel: · Começará com pacto do Anticristo para Israel, para 7 anos, para paz e permissão de sacrifícios e “Porque surgirão falsos cristos e falsos ofertas Dan 9:27; Israel e todas as nações sob o profetas, e farão tão grandes sinais e Anticristo de bom grado ceder-lhe-ão todas as

81

suas armas e defesas; · Haverão falsos cristos e falsos profetas; grandes e enganosos: milagres, sinais e prodígios Mat 24:24; Apoc 13:13-15; · Israel aceitará o falso messias John 5:43; · Haverá um grande governo e ditador mundial Dan 7:23; Apoc 13:1-2,4; · Haverá uma religião mundial, dominando o governo Apoc 17:1-6; · Haverá uma aparente e enganadora “paz perfeita” 1Thes 5:3 e promessa- expectativa de "prosperidade perfeita"; · Todos os homens e mulheres que, na dispensação da Graça, ouviram o evangelho e o entenderam, mas recusaram Cristo, inescapavelmente crerão no Anticristo, após o Arrebatamento! 2Tes 2:9-12 (Se não és salvo, oh, aceita Cristo AGORA, amigo! 2Pet 3:1-9).

prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.” (Mt 24:24) “13 E faz grandes sinais, de maneira que até fogo faz descer do céu à terra, à vista dos homens. 14 E engana os que habitam na terra com sinais que lhe foi permitido que fizesse em presença da besta, dizendo aos que habitam na terra que fizessem uma imagem à besta que recebera a ferida da espada e vivia. 15 E foi-lhe concedido que desse espírito à imagem da besta, para que também a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta.” (Ap 13:13-15) “Eu vim em nome de meu Pai, e não me aceitais; se outro vier em seu próprio nome, a esse aceitareis.” (Jo 5:43) “Disse assim: O quarto animal será o quarto reino na terra, o qual será diferente de todos os reinos; e devorará toda a terra, e a pisará aos pés, e a fará em pedaços.” (Dn 7:23) “1 ¶ E eu pus-me sobre a areia do mar, e vi subir do mar uma besta que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre as suas cabeças um nome de blasfêmia. 2 E a besta que vi era semelhante ao leopardo, e os seus pés como os de urso, e a sua boca como a de leão; e o dragão deu-lhe o seu poder, e o seu trono, e grande poderio. ... E adoraram o dragão que deu à besta o seu poder; e adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem poderá batalhar contra ela?” (Ap 13:1-2,4) “1 ¶ E veio um dos sete anjos que tinham as sete taças, e falou comigo, dizendo-me: Vem, mostrar-te-ei a condenação da grande prostituta que está assentada sobre muitas águas; 2 Com a qual se prostituíram os reis da terra; e os que habitam na terra se embebedaram com o vinho da sua prostituição. 3 E levou-me em espírito a um deserto, e vi uma mulher 82

assentada sobre uma besta de cor de escarlata, que estava cheia de nomes de blasfêmia, e tinha sete cabeças e dez chifres. 4 E a mulher estava vestida de púrpura e de escarlata, e adornada com ouro, e pedras preciosas e pérolas; e tinha na sua mão um cálice de ouro cheio das abominações e da imundícia da sua prostituição; 5 E na sua testa estava escrito o nome: Mistério, a grande Babilônia, a mãe das prostituições e abominações da terra. 6 E vi que a mulher estava embriagada do sangue dos santos, e do sangue das testemunhas de Jesus. E, vendo-a eu, maravilhei-me com grande admiração.” (Ap 17:1-6) “Pois que, quando disserem: Há paz e segurança, então lhes sobre-virá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida, e de modo nenhum escaparão.” (1Ts 5:3) “9 A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, 10 E com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. 11 E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; 12 Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade.” (2Ts 2:9-12) “... 3 ¶ Sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão escarnecedores, andando segundo as suas próprias concupiscências, 4 E dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação. 5 Eles voluntariamente ignoram isto, que pela palavra de Deus já desde a antiguidade existiram os céus, e a terra, que foi tirada da água e no meio da água subsiste. 6 Pelas quais coisas pereceu o mundo de então, coberto com as águas do dilúvio, 7 Mas 83

os céus e a terra que agora existem pela mesma palavra se reservam como tesouro, e se guardam para o fogo, até o dia do juízo, e da perdição dos homens ímpios. 8 ¶ Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia. 9 ¶ O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânime para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se.” (2Pe 3:1-9)

“7 E houve batalha no céu; Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão, e batalhavam o dragão e os seus anjos; 8 Mas não prevaleceram, nem mais o seu lugar se achou nos céus. 9 E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele. 10 E ouvi uma grande voz no céu, que dizia: Agora é chegada a salvação, e a b. A 2a. metade (também chamada de a Grande força, e o reino do nosso Deus, e o poder do seu Tribulação) (3 1/2 anos [menos o “pouco de tempo Cristo; porque já o acusador de nossos irmãos é ” de Mat 24:22?] ) da 70a. semana de Daniel se derrubado, o qual diante do nosso Deus os acusava caracterizará por: de dia e de noite. 11 E eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho; e não · Começará amaram as suas vidas até à morte. 12 ¶ Por isso com o Diabo e todos os seus anjos sendo alegrai-vos, ó céus, e vós que neles habitais. Ai dos arremessados na terra, tendo grande ira Apoc que habitam na terra e no mar; porque o diabo 12:7-13, e o Anticristo rompendo o pacto com desceu a vós, e tem grande ira, sabendo que já tem Israel Dan 9:27; pouco tempo. 13 E, quando o dragão viu que fora lançado na terra, perseguiu a mulher que dera à luz o filho homem.” (Ap 12:7-13) “E ele firmará aliança com muitos por uma semana; e na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oblação; e sobre a asa das abominações virá o assolador, e isso até à consumação; e o que está determinado será derramado sobre o assolador.” (Dn 9:27) “40 E o quarto reino será forte como ferro; pois, · Politicamente, como o ferro, esmiúça e quebra tudo; como o ferro ter-se-á o sistema do império romano levado à sua que quebra todas as coisas, assim ele esmiuçará e fará em pedaços. ...” (Dn 2:40-43) forma mais extrema, autocrática, cruel e “7 Depois disto eu continuei olhando nas visões da blasfema. O Anticristo será o tirânico ditador mundial Dan 2:40-43; 7:7-8,19-26; 8:23-25; Apoc noite, e eis aqui o quarto animal, terrível e espantoso, e muito forte, o qual tinha dentes 13:1-10. grandes de ferro; ele devorava e fazia em pedaços, e pisava aos pés o que sobejava; era diferente de todos os animais que apareceram antes dele, e tinha
84

dez chifres. ...” (Dn 7:7-8) “19 Então tive desejo de conhecer a verdade a respeito do quarto animal, que era diferente de todos os outros, muito terrível, cujos dentes eram de ferro e as suas unhas de bronze; que devorava, fazia em pedaços e pisava aos pés o que sobrava; ... 23 Disse assim: O quarto animal será o quarto reino na terra, o qual será diferente de todos os reinos; e devorará toda a terra, e a pisará aos pés, e a fará em pedaços. 24 E, quanto aos dez chifres, daquele mesmo reino se levantarão dez reis; e depois deles se levantará outro, o qual será diferente dos primeiros, e abaterá a três reis. 25 E proferirá palavras contra o Altíssimo, e destruirá os santos do Altíssimo, e cuidará em mudar os tempos e a lei; e eles serão entregues na sua mão, por um tempo, e tempos, e a metade de um tempo. 26 Mas o juízo será estabelecido, e eles tirarão o seu domínio, para o destruir e para o desfazer até ao fim.” (Dn 7:19-26) “23 Mas, no fim do seu reinado, quando acabarem os prevaricadores, se levantará um rei, feroz de semblante, e será entendido em adivinhações. 24 E se fortalecerá o seu poder, mas não pela sua própria força; e destruirá maravilhosamente, e prosperará, e fará o que lhe aprouver; e destruirá os poderosos e o povo santo. 25 E pelo seu entendimento também fará prosperar o engano na sua mão; e no seu coração se engrandecerá, e destruirá a muitos que vivem em segurança; e se levantará contra o Príncipe dos príncipes, mas sem mão será quebrado.” (Dn 8:23-25) “.... 2 E a besta que vi era semelhante ao leopardo, e os seus pés como os de urso, e a sua boca como a de leão; e o dragão deu-lhe o seu poder, e o seu trono, e grande poderio. 3 E vi uma das suas cabeças como ferida de morte, e a sua chaga mortal foi curada; e toda a terra se maravilhou após a besta. 4 E adoraram o dragão que deu à besta o seu poder; e adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem poderá batalhar contra ela? 5 E foi-lhe dada uma boca, para proferir grandes coisas e blasfêmias; e deu-se-lhe poder para agir por quarenta e dois meses. 6 E abriu a sua boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar do seu nome, e do seu tabernáculo, e dos que habitam no céu. 7 E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação. 8 E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a
85

fundação do mundo. ...” (Ap 13:1-10) “16 E os dez chifres que viste na besta são os que odiarão a prostituta, e a colocarão desolada e nua, e comerão a sua carne, e a queimarão no fogo. ...” (Ap 17:16-17) “E adoraram o dragão que deu à besta o seu poder; e adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem poderá batalhar contra ela? ... 6 E abriu a sua boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar do seu nome, e do seu tabernáculo, e dos que habitam no céu. 7 E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deuse-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação. 8 E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da · Religiosamente: vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do - os 10 reis (sob o Anticristo) destruirão a mundo.” (Ap 13:4, 6-8) prostituta (a igreja ecumênica e mundial) Apoc “13 E faz grandes sinais, de maneira que até 17:16-17; fogo faz descer do céu à terra, à vista dos homens. - o Anticristo exigirá adoração de todos Apoc 14 E engana os que habitam na terra com sinais 13:4,6-8; que lhe foi permitido que fizesse em presença da - o Falso Profeta operará grandes sinais e forçará besta, dizendo aos que habitam na terra que todos a adorarem o Anticristo e à imagem fizessem uma imagem à besta que recebera a ferida deste Apoc 13:13-15. da espada e vivia. 15 E foi-lhe concedido que desse - dentre somente os que não tinham espírito à imagem da besta, para que também a ouvido&entendido o evangelho durante a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem Dispensação da Graça 2Thes 2:9-12, multidões mortos todos os que não adorassem a imagem da serão salvas Apoc 7:9,14, mas estarão sendo besta.” (Ap 13:13-15) condenadas à decapitação (como os judeus dos “9 A esse cuja vinda é segundo a eficácia de campos de concentração de Hitler foram Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, 10 E com todo o engano da injustiça para condenados à câmara de gás, não todos num só dia, por questões logísticas, mas alguns milhares a os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. 11 E por isso Deus lhes cada dia). enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; 12 Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade.” (2Ts 2:9-12) “Depois destas coisas olhei, e eis aqui uma multidão, a qual ninguém podia contar, de todas as nações, e tribos, e povos, e línguas, que estavam diante do trono, e perante o Cordeiro, trajando vestes brancas e com palmas nas suas mãos; ... E eu disse-lhe: Senhor, tu sabes. E ele disse-me: Estes são os que vieram da grande tribulação, e lavaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro.” (Ap 7:9,14) “3 E darei poder às minhas duas testemunhas, e · Quanto a Israel: profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco. ... 5 E, se alguém lhes quiser fazer - Gogue, Magogue e os reis da terra determinam-se destruir Israel Eze 38, 39, mas são mal, fogo sairá da sua boca, e devorará os seus
86

inimigos; e, se alguém lhes quiser fazer mal, importa que assim seja morto. 6 Estes têm poder para fechar o céu, para que não chova, nos dias da sua profecia; e têm poder sobre as águas para convertê-las em sangue, e para ferir a terra com toda a sorte de pragas, todas quantas vezes quiserem.” (Ap 11:3,5-6) “E ouvi o número dos assinalados, e eram cento e quarenta e quatro mil assinalados, de todas as tribos dos filhos de Israel.” (Ap 7:4) “3 E cantavam um como cântico novo diante do trono, e diante dos quatro animais e dos anciãos; e ninguém podia aprender aquele cântico, senão os destruídos (mas há que pense que isto pode, talvez, ocorrer antes do arrebatamento e do início cento e quarenta e quatro mil que foram comprados da terra. 4 Estes são os que não estão da 70a. semana de Daniel...); contaminados com mulheres; porque são virgens. - as 2 testemunhas de Deus pregam, imortais, com poder semelhante aos de Elias e Moisés Apoc Estes são os que seguem o Cordeiro para onde quer que vá ...” (Ap 14:3-5) 11:3,5-6; “3 E viu-se outro sinal no céu; e eis que era um - 144.000 Israelitas, virgens, convertem-se e, grande dragão vermelho, que tinha sete cabeças e Deus os impedindo de ser mortos, pregam o dez chifres, e sobre as suas cabeças sete diademas. 4 evangelho do reino por todo o mundo Apoc 7:4; E a sua cauda levou após si a terça parte das 14:3-5. estrelas do céu, e lançou-as sobre a terra; e o dragão - o Diabo com seus exércitos é arremessado na parou diante da mulher que havia de dar à luz, para terra e faz tudo para destruir Israel que, dando ela à luz, lhe tragasse o filho. ... 9 E foi completamente Apoc 12:3-4,9. precipitado o grande dragão, a antiga serpente, - o Falso Profeta ergue uma imagem do chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o Anticristo no Templo Dan 12:11; Mat 24:15; Apoc mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele.” (Ap 12:3-4,9) 13:14-15. “E desde o tempo em que o sacrifício contínuo - Israel passa por tremenda perseguição e for tirado, e posta a abominação desoladora, tribulação; ao final, é salva e convertida. haverá mil duzentos e noventa dias.” (Dn 12:11) “Quando, pois, virdes que a abominação da desolação, de que falou o profeta Daniel, está no lugar santo; quem lê, atenda;” (Mt 24:15) “14 E engana os que habitam na terra com sinais que lhe foi permitido que fizesse em presença da besta, dizendo aos que habitam na terra que fizessem uma imagem à besta que recebera a ferida da espada e vivia. 15 E foi-lhe concedido que desse espírito à imagem da besta, para que também a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta.” (Ap 13:14-15) “1 ¶ Eia, pois, agora vós, ricos, chorai e pranteai, · Economicamente: por vossas misérias, que sobre vós hão de vir. 2 As vossas riquezas estão apodrecidas, e as vossas vestes - ter-se-á o caos e o último estágio da estão comidas de traça. 3 O vosso ouro e a vossa prata exploração humana Tia 5:1-6. se enferrujaram; e a sua ferrugem dará testemunho - quem não adorar o Anticristo e sua imagem, contra vós, e comerá como fogo a vossa carne. colocando sua marca na testa ou destra, não
87

Entesourastes para os últimos dias. 4 Eis que o jornal dos trabalhadores que ceifaram as vossas terras, e que por vós foi diminuído, clama; e os clamores dos que ceifaram entraram nos ouvidos do Senhor dos exércitos. 5 Deliciosamente vivestes sobre a terra, e vos deleitastes; cevastes os vossos corações, como poderá nem comprar nem vender, e será num dia de matança. 6 Condenastes e matastes o condenado à decapitação Apoc 13:16-17. justo; ele não vos resistiu.” (Tg 5:1-6) “16 E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos - um grande empório comercial será e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na rapidamente erigido (Babilônia literal [no Iraque]? Ou seu sistema?), mas será destruído em 1 hora, sua mão direita, ou nas suas testas, 17 Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele com os céus regozijando Apoc 18:10,15. que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome.” (Ap 13:16-17) “10 Estando de longe pelo temor do seu tormento, dizendo: Ai! ai daquela grande Babilônia, aquela forte cidade! pois numa hora veio o seu juízo ... 15 Os mercadores destas coisas, que com elas se enriqueceram, estarão de longe, pelo temor do seu tormento, chorando e lamentando,” (Ap 18:10,15) “Suscitem-se os gentios, e subam ao vale de · Ao final: Jeosafá; pois ali me assentarei para julgar todos os gentios em redor.” (Joel 3:12) - Jerusalém é cercada, tomada, saqueada, as “Porque eu ajuntarei todas as nações para a peleja mulheres forçadas, metade da cidade sairá para o contra Jerusalém; e a cidade será tomada, e as casas cativeiro (Joel 3:12; Zac 14:2) e a mais completa serão saqueadas, e as mulheres forçadas; e metade da cidade destruição parece inevitável. da cidade sairá para o cativeiro, mas o restante do - Cristo volta, destrói Seus inimigos na batalha de Armagedom (no vale e elevação de Megido), e povo não será extirpado da cidade.” (Zc 14:2) “15 E outro anjo saiu do templo, clamando com salva Israel Apoc 14:15-20; 16:14,16; 19:9. grande voz ao que estava assentado sobre a nuvem: - isto é: A natureza desmaia, tremendo Lança a tua foice, e sega; a hora de segar te é terremoto move todas as ilhas e montanhas, cai vinda, porque já a seara da terra está madura. ... granizo de pedras de 45 kg misturado com fogo e 18 E saiu do altar outro anjo, que tinha poder sobre o sangue. “É lançada a foice” e espremido o lagar fogo, e clamou com grande voz ao que tinha a foice da ira de Deus. Os exércitos do Diabo e do aguda, dizendo: Lança a tua foice aguda, e vindima Anticristo são mortos e seu sangue cobre 28,8 km os cachos da vinha da terra, porque já as suas uvas (Apoc 14:20, acima) até a altura de uns 1,50m estão maduras. 19 E o anjo lançou a sua foice à (isto seria o sangue de pelo menos 300 milhões de terra e vindimou as uvas da vinha da terra, e atirou-as no grande lagar da ira de Deus. 20 E o soldados?!!!). lagar foi pisado fora da cidade, e saiu sangue do - Israel se converte e lamenta como se fosse lagar até aos freios dos cavalos, pelo espaço de mil e uma só pessoa Zac 12:10-13:2; Rom 11:25-26. seiscentos estádios.” (Ap 14:15-20) “14 Porque são espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis da terra e de todo o mundo, para os congregar para a batalha, naquele grande dia do Deus TodoPoderoso.” ... 16 E os congregaram no lugar que em hebreu se chama Armagedom.” (Ap 16:14,16) “E disse-me: Escreve: Bem-aventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro. E
88

disse-me: Estas são as verdadeiras palavras de Deus.” (Ap 19:9) “10 Mas sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de Jerusalém, derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e olharão para mim, a quem traspassaram; e pranteá-lo-ão sobre ele, como quem pranteia pelo filho unigênito; e chorarão amargamente por ele, como se chora amargamente pelo primogênito. 11 Naquele dia será grande o pranto em Jerusalém, como o pranto de HadadeRimom no vale de Megido. 12 E a terra pranteará, cada família à parte: a família da casa de Davi à parte, e suas mulheres à parte; e a família da casa de Natã à parte, e suas mulheres à parte; 13 A família da casa de Levi à parte, e suas mulheres à parte; a família de Simei à parte, e suas mulheres à parte. 14 Todas as mais famílias remanescentes, cada família à parte, e suas mulheres à parte. 13:1 ¶ Naquele dia haverá uma fonte aberta para a casa de Davi, e para os habitantes de Jerusalém, para purificação do pecado e da imundícia. 2 E acontecerá naquele dia, diz o SENHOR dos Exércitos, que tirarei da terra os nomes dos ídolos, e deles não haverá mais memória; e também farei sair da terra os profetas e o espírito da impureza.” (Zc 12:10-13:2) “25 Porque não quero, irmãos, que ignoreis este segredo (para que não presumais de vós mesmos): que o endurecimento veio em parte sobre Israel, até que a plenitude dos gentios haja entrado. 26 E assim todo o Israel será salvo, como está escrito: De Sião virá o Libertador, E desviará de Jacó as impiedades.” (Rm 11:25-26)

A) “E Jesus disse-lhes: Em verdade vos digo que vós, que me seguistes, quando, na regeneração, o Filho do homem se assentar no trono da sua vos doze tronos, 4. A 2a. ETAPA (REVELAÇÃO) DA glória, tambémdoze assentareis sobre (Mt 19:28) para julgar as tribos de Israel.” “E quando o Filho do homem vier em sua glória, 2a. VINDA DE CRISTO: e todos os santos anjos com ele, então se assentará JULGANDO O MUNDO, NA no trono da sua glória;” (Mt 25:31) “E te restituirei os teus juízes, como foram TERRA dantes; e os teus conselheiros, como antigamente; 4.1. O TEMPO DA SUA VINDA será pré- e então te chamarão cidade de justiça, cidade fiel.” (Is 1:26) milenar. “2 Não sabeis vós que os santos hão de julgar o A. Não estamos no milênio (como dizem os mundo? Ora, se o mundo deve ser julgado por vós, amilenaristas): nele os apóstolos estarão sobre 12 sois porventura indignos de julgar as coisas
89

tronos (Mat 19:28; 25:31; Isa 1:26); os crentes reinarão com Cristo (1Cor 6:2-3; 2Tim 2:12; Apoc 5:10; 20:4,6); e de modo nenhum vemos hoje as tremendas bênçãos mundiais prometidas para o milênio (ver capítulo 5). Cristo “recebeu legalmente” Seu reino, mas não o “inaugurou de fato” Luc 19:12.

mínimas? 3 Não sabeis vós que havemos de julgar os anjos? Quanto mais as coisas pertencentes a esta vida?” (1Co 6:2-3) “Se sofrermos, também com ele reinaremos; se o negarmos, também ele nos negará;” (2Tm 2:12) “E para o nosso Deus os fizeste reis e sacerdotes; e eles reinarão sobre a terra.” (Ap 5:10) “4 E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e B. "Cristo não virá senão após o milênio, quando foi-lhes dado o poder de julgar; e vi as almas o mundo, após progressivo e firme daqueles que foram degolados pelo testemunho de aperfeiçoamento, estiver todo convertido" (como Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a dizem os pós-milenaristas): na Sua Revelação o besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal mundo será “consumido”, não estará “convertido” em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e (Dan 2:34-44); Ele encontrará uma igreja apóstata e reinaram com Cristo durante mil anos. ... 6 Bemum mundo corrompido, não convertido (Luc 17:26- aventurado e santo aquele que tem parte na primeira 37 [Noé, Ló] ; Luc 18:8 [A fé]; 1Tm 4:1-3 [últimos ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda dias]; 2Tim 3:1 [apostasia]; 2Ped 3:3-4 morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele mil anos.” (Ap 20:4,6) [escarnecedores]); somente na Sua vinda e não “Disse pois: Certo homem nobre partiu para antes teremos a conversão de Israel (Zac 12:10uma terra remota, a fim de tomar para si um 13:2; Atos 15:11-16) e das nações (Atos 15:17-18). reino e voltar depois.” (Lc 19:12)
C.· Não gostamos muito de argumentos históricos, B) “34 Estavas vendo isto, quando uma pedra foi no máximo podem ser usados somente para cortada, sem auxílio de mão, a qual feriu a mostrar que uma posição não é algo novo, e isto estátua nos pés de ferro e de barro, e os esmiuçou. usualmente não tem valor decisório. Mas devemos 35 Então foi juntamente esmiuçado o ferro, o observar que: a) Há um bom número de razoáveis barro, o bronze, a prata e o ouro, os quais se evidências (vide, por exemplo, Pentecost e fizeram como pragana das eiras do estio, e o Walwoord) de que muitíssimas das igrejas locais vento os levou, e não se achou lugar algum para primitivas eram iminentistas; b) Embora haja eles; mas a pedra, que feriu a estátua, se tornou algumas frases algo erradas ou não muito claras, de grande monte, e encheu toda a terra. ... 44 Mas, igrejas locais primitivas, sobre a possibilidade de nos dias desses reis, o Deus do céu levantará um sofrimentos e perseguições e de anticristos reino que não será jamais destruído; e este reino não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá (sabemos que foram predecessores do anticristo todos esses reinos, mas ele mesmo subsistirá para final), não há nenhuma prova de que uma igreja sempre,” (Dn 2:34-44) local primitiva fosse realmente não iminentista, “26 E, como aconteceu nos dias de Noé, assim pregando “... O arrebatamento dos crentes da será também nos dias do Filho do homem. 27 igrejas locais NÃO pode ocorrer imediatamente, Comiam, bebiam, casavam, e davam-se em pois ainda faltam se cumprir muitas coisa, tais casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, como ...” ou “... Em nenhum aspecto a 2ª. Vinda e veio o dilúvio, e os consumiu a todos. 28 Como (corporal e literal) de Cristo pode ocorrer também da mesma maneira aconteceu nos dias de brevemente, pois Ele só poderá voltar depois que Ló: Comiam, bebiam, compravam, vendiam, evoluirmos o mundo inteiro de tal modo que plantavam e edificavam; 29 Mas no dia em que experimente 1000 anos de perfeita paz”, ou “... Em Ló saiu de Sodoma choveu do céu fogo e enxofre, nenhum aspecto a 2ª. Vinda (corporal e literal) de e os consumiu a todos. 30 Assim será no dia em Cristo pode ocorrer brevemente, pois Seu reino que o Filho do homem se há de manifestar. ... 34 milenar será alegórico e através da Igreja Universal, Digo-vos que naquela noite estarão dois numa cama; e não literal e corporal.” c) Portanto, é seguro um será tomado, e outro será deixado. 35 Duas deduzir, com as palavras hoje usadas com fins estarão juntas, moendo; uma será tomada, e outra 90

didáticos de concisão e clareza, que há um bom será deixada. 36 Dois estarão no campo; um será número de razoáveis evidências de que muitíssimas tomado, o outro será deixado. ...” (Lc 17:26-37) “Digo-vos que depressa lhes fará justiça. Quando das igrejas locais primitivas eram premilenistas e porém vier o Filho do homem, porventura achará pretribulacionistas.

fé na terra?” (Lc 18:8) D) A ordem dos eventos de Apoc 19:11-20:6 exige “1 ¶ Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando que Cristo volte antes do milênio (Sal 2:3-8). ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios; 2 Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência; 3 Proibindo o casamento, e ordenando a abstinência dos alimentos que Deus criou para os fiéis, e para os que conhecem a verdade, a fim de usarem deles com ações de graças;” (1Tm 4:1-3) “Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos.” (2Tm 3:1) “3 ¶ Sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão escarnecedores, andando segundo as suas próprias concupiscências, 4 E dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação.” (2Pe 3:3-4) “10 Mas sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de Jerusalém, derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e olharão para mim, a quem traspassaram; e pranteá-lo-ão sobre ele, como quem pranteia pelo filho unigênito; e chorarão amargamente por ele, como se chora amargamente pelo primogênito. 11 Naquele dia será grande o pranto em Jerusalém, como o pranto de Hadade-Rimom no vale de Megido. 12 E a terra pranteará, cada família à parte: a família da casa de Davi à parte, e suas mulheres à parte; e a família da casa de Natã à parte, e suas mulheres à parte; 13 A família da casa de Levi à parte, e suas mulheres à parte; a família de Simei à parte, e suas mulheres à parte. 14 Todas as mais famílias remanescentes, cada família à parte, e suas mulheres à parte. ...” (Zc 12:10-13:2) “... 13 E, havendo-se eles calado, tomou Tiago a palavra, dizendo: Homens irmãos, ouvi-me: 14 Simão relatou como primeiramente Deus visitou os gentios, para tomar deles um povo para o seu nome. 15 E com isto concordam as palavras dos profetas; como está escrito: 16 Depois disto voltarei, E reedificarei o tabernáculo de Davi, que está caído, Levantá-lo-ei das suas ruínas, E tornarei a edificá-lo.” (At 15:11-16) “17 Para que o restante dos homens busque ao Senhor, E todos os gentios, sobre os quais o meu nome é invocado, Diz o Senhor, que faz todas estas
91

coisas, 18 Conhecidas são a Deus, desde o princípio do mundo, todas as suas obras.” (At 15:17-18) D) “11 ¶ E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele chamase Fiel e Verdadeiro; e julga e peleja com justiça. 12 E os seus olhos eram como chama de fogo; e sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito, que ninguém sabia senão ele mesmo. 13 E estava vestido de uma veste salpicada de sangue; e o nome pelo qual se chama é a Palavra de Deus. 14 E seguiam-no os exércitos no céu em cavalos brancos, e vestidos de linho fino, branco e puro. 15 E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-Poderoso. 16 E no manto e na sua coxa tem escrito este nome: Rei dos reis, e Senhor dos senhores. 17 E vi um anjo que estava no sol, e clamou com grande voz, dizendo a todas as aves que voavam pelo meio do céu: Vinde, e ajuntai-vos à ceia do grande Deus; 18 Para que comais a carne dos reis, e a carne dos tribunos, e a carne dos fortes, e a carne dos cavalos e dos que sobre eles se assentam; e a carne de todos os homens, livres e servos, pequenos e grandes. 19 E vi a besta, e os reis da terra, e os seus exércitos reunidos, para fazerem guerra àquele que estava assentado sobre o cavalo, e ao seu exército. 20 E a besta foi presa, e com ela o falso profeta, que diante dela fizera os sinais, com que enganou os que receberam o sinal da besta, e adoraram a sua imagem. Estes dois foram lançados vivos no lago de fogo que arde com enxofre. 21 E os demais foram mortos com a espada que saía da boca do que estava assentado sobre o cavalo, e todas as aves se fartaram das suas carnes. 20:1 ¶ E vi descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo, e uma grande cadeia na sua mão. 2 Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos. 3 E lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, para que não mais engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois importa que seja solto por um pouco de tempo. 4 E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e foi-lhes dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas
92

mãos; e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos. 5 Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram. Esta é a primeira ressurreição. 6 Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele mil anos.” (Ap 19:11-20:6) “3 Rompamos as suas ataduras, e sacudamos de nós as suas cordas. 4 Aquele que habita nos céus se rirá; o Senhor zombará deles. 5 Então lhes falará na sua ira, e no seu furor os turbará. 6 Eu, porém, ungi o meu Rei sobre o meu santo monte de Sião. 7 ¶ Proclamarei o decreto: o SENHOR me disse: Tu és meu Filho, eu hoje te gerei. 8 Pede-me, e eu te darei os gentios por herança, e os fins da terra por tua possessão.” (Sl 2:3-8) A) “E quando EU for, e vos preparar lugar, EU virei outra vez, e EU vos levarei para MIM mesmo, 4.2. A FORMA DA SUA REVELAÇÃO (ver para que onde EU estiver estejais vós também.” (Jo 14:3) seção 1.4) será: “20 ¶ E Pedro, voltando-se, viu que o seguia A. Pessoal João 14:3; 21:20-23; Atos 3:19-21; 2Ped aquele discípulo a quem Jesus amava, e que na ceia 3:3-4; Atos 1:11 (abaixo) se recostara também sobre o seu peito, e que dissera: Senhor, quem é que te há de trair? 21 Vendo Pedro a B. Súbita e instantânea Mat 24:25-27,28; este, disse a Jesus: Senhor, e deste que será? 22 Disse-lhe Jesus: Se EU quero que ele fique até que C. Na glória do Seu Pai, com os anjos Mat 16:27; EU venha, que te importa a ti? Segue-me tu. ...” 19:28; 25:31-46; (Jo 21:20-23) “19 Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham D. Triunfante Luc 19:11-27; assim os tempos do refrigério pela presença do Senhor, 20 E envie ele a JESUS CRISTO, que já E. Corporal e visível Atos 1:11. dantes vos foi pregado. 21 o QUAL convém que o céu contenha até aos tempos da restauração de F) Ademais: tudo, dos quais Deus falou pela boca de todos os Todo olho O verá Mat 24:29,30,31; Apoc 1:7. seus santos profetas, desde o princípio.” (At 3:19-21) “3 ¶ Sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão escarnecedores, andando segundo as suas próprias concupiscências, 4 E dizendo: Onde está a promessa da SUA vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação.” (2Pe 3:3-4) B) “25 Eis que eu vo-lo tenho predito. 26 Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto, não saiais. Eis que ele está no interior da casa; não acrediteis. 27 Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do
93

homem. 28 Pois onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão as águias.” (Mt 24:25-28) C) “Porque o Filho do homem virá na glória de seu Pai, com os seus anjos; e então dará a cada um segundo as suas obras.” (Mt 16:27) “E Jesus disse-lhes: Em verdade vos digo que vós, que me seguistes, quando, na regeneração, o Filho do homem se assentar no trono da sua glória, também vos assentareis sobre doze tronos, para julgar as doze tribos de Israel.” (Mt 19:28) “31 ¶ E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória; 32 E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas; 33 E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda. 34 Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; ....” (Mt 25:31-46) D) “11 ¶ E, ouvindo eles estas coisas, ele prosseguiu, e contou uma parábola; porquanto estava perto de Jerusalém, e cuidavam que logo se havia de manifestar o reino de Deus. 12 Disse pois: Certo homem nobre partiu para uma terra remota, a fim de tomar para si um reino e voltar depois. 13 E, chamando dez servos seus, deu-lhes dez minas, e disse-lhes: Negociai até que eu venha. 14 Mas os seus concidadãos odiavam-no, e mandaram após ele embaixadores, dizendo: Não queremos que este reine sobre nós. 15 E aconteceu que, voltando ele, depois de ter tomado o reino, disse que lhe chamassem aqueles servos, a quem tinha dado o dinheiro, para saber o que cada um tinha ganhado, negociando. ... 27 E quanto àqueles meus inimigos que não quiseram que eu reinasse sobre eles, trazei-os aqui, e matai-os diante de mim.” (Lc 19:11-27) E) “Os quais lhes disseram: Homens galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir.” (At 1:11) F) “29 E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas. 30 Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo
94

sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória. 31 E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus.” (Mt 24:29-31) “Eis que vem com as nuvens, e todo o olho o verá, até os mesmos que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém.” (Ap 1:7) “E naquele dia estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente; e o monte das Oliveiras será 4.3. O LOCAL DA SUA VINDA, para fendido pelo meio, para o oriente e para o ocidente, e haverá um vale muito grande; e tocar o solo, será: metade do monte se apartará para o norte, e a o Monte das Oliveiras Zac 14:4. outra metade dele para o sul.” (Zc 14:4)

“E fugireis pelo vale dos meus montes, pois o vale dos montes chegará até Azel; e fugireis assim como 4.4. OS ACOMPANHANTES DA SUA fugistes de diante do terremoto nos dias de Uzias, rei de Judá. Então virá o SENHOR meu Deus, e todos VINDA serão: os santos contigo.” (Zc 14:5) os salvos de todos os tempos, em glória, com os “Quando Cristo, que é a nossa vida, se anjos Zac 14:5; Col 3:4. manifestar, então também vós vos manifestareis com ele em glória.” (Cl 3:4)
Para isso, será necessário:

4.5. A ETAPA “V.T. + MÁRTIRES DA TRIBULAÇÃO”, DA 1a. RESSURREIÇÃO (para a vida):
Isa 26:19; Dan 12:2; Apoc 11:11-12; 20:4.

“Os teus mortos e também o meu cadáver viverão e ressuscitarão; despertai e exultai, os que habitais no pó, porque o teu orvalho será como o orvalho das ervas, e a terra lançará de si os mortos.” (Is 26:19) “E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para vida eterna, e outros para vergonha e desprezo eterno.” (Dn 12:2) “11 E depois daqueles três dias e meio o espírito de vida, vindo de Deus, entrou neles; e puseram-se sobre seus pés, e caiu grande temor sobre os que os viram. 12 E ouviram uma grande voz do céu, que lhes dizia: Subi para aqui. E subiram ao céu em uma nuvem; e os seus inimigos os viram.” (Ap 11:11-12) “E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e foilhes dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos.” (Ap 20:4)
95

4.6. O PROPÓSITO DA SUA VINDA:
A. Julgar o Anticristo, o Falso Profeta e seus exércitos 2Thes 1:7-10; 2:8; Apoc 19:11-16, 19-21; B. Lançar todos os demônios no inferno especial deles, chamado de Tártaro em 2Pe 2:4 (ver outros nomes na seção 6.1.A): Mat 8:29. Nele já estão aqueles demônios de 2Pe 2:4 (que cremos que são os "filhos de Deus" decaídos e referidos em Gn 6:24 (ver seção 5:8), os quais tiveram relações sexuais com mulheres); Acorrentar Satanás no Poço Sem Fundo (= Abismo) durante os 1000 anos do reino antes da última rebelião Rom 16:20; Apoc 20:1-3. (Depois do Milênio, Satanás e seus demônios serão lançado para sempre no Lago de Fogo, ver seção 6.1). C. Salvar Israel Zac 14:3-4; Rom 11:1,5,25-26;

A) “7 E a vós, que sois atribulados, descanso conosco, quando se manifestar o Senhor Jesus desde o céu com os anjos do seu poder, 8 Como labareda de fogo, tomando vingança dos que não conhecem a Deus e dos que não obedecem ao evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo; 9 Os quais, por castigo, padecerão eterna perdição, ante a face do Senhor e a glória do seu poder, ...).” (2Ts 1:7-10) “E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda;” (2Ts 2:8) “... 15 E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-Poderoso. 16 E no manto e na sua coxa tem escrito este nome: Rei dos reis, e Senhor dos senhores.” (Ap 19:11-16) “... 20 E a besta foi presa, e com ela o falso profeta, que diante dela fizera os sinais, com que enganou os que receberam o sinal da besta, e adoraram a sua imagem. Estes dois foram lançados vivos no lago de fogo que arde com enxofre. 21 E os demais foram mortos com a espada que saía da boca do que estava assentado sobre o cavalo, e todas as aves se fartaram das suas carnes.” (Ap 19:19-21) B) “Porque, se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, mas, havendo-os lançado no inferno, os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo;” (2Pe 2:4) “E eis que clamaram, dizendo: Que temos nós contigo, Jesus, Filho de Deus? Vieste aqui atormentar-nos antes do tempo?” (Mt 8:29) “E o Deus de paz esmagará em breve Satanás debaixo dos vossos pés. A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja convosco. Amém.” (Rm 16:20) “1 ¶ E vi descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo, e uma grande cadeia na sua mão. 2 Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos. 3 E lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, para que não mais engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois importa que seja solto por um pouco de tempo.” (Ap 20:1-3) C) “3 E o SENHOR sairá, e pelejará contra estas nações, como pelejou, sim, no dia da batalha. 4 E naquele dia estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém
96

para o oriente; e o monte das Oliveiras será fendido pelo meio, ....” (Zc 14:3-4) “1 Digo, pois: Porventura rejeitou Deus o seu povo? De modo nenhum; porque também eu sou israelita, da descendência de Abraão, da tribo de Benjamim. ... 5 Assim, pois, também agora neste tempo ficou um remanescente, segundo a eleição da graça.” ... 25 Porque não quero, irmãos, que ignoreis este segredo (para que não presumais de vós mesmos): que o endurecimento veio em parte sobre Israel, até que a plenitude dos gentios haja entrado. 26 E assim todo o Israel será salvo, como está escrito: De Sião virá o Libertador, E desviará de Jacó as impiedades.” (Rm 11:1,5 25-26)

D. Julgar os indivíduos das nações gentílicas (Joel 3:11-12-17; Mat 25:31-32-46 [“irmãos”, no verso 40, indica judeus convertidos a Cristo e, por isso, sendo perseguidos]; Atos 17:31; 2Thes 1:7-10). “...12 Suscitem-se os gentios, e subam ao vale de Jeosafá; pois ali me assentarei para julgar todos os gentios em redor. 13 Lançai a foice, porque já está madura a seara; vinde, descei, porque o lagar está cheio, e os vasos dos lagares transbordam, porque a sua malícia é grande. 14 Multidões, multidões no vale da decisão; porque o dia do SENHOR está perto, no vale da decisão. 15 O sol e a lua enegrecerão, e as estrelas retirarão o seu resplendor. 16 E o SENHOR bramará de Sião, e de Jerusalém fará ouvir a sua voz; e os céus e a terra tremerão, mas o SENHOR será o refúgio do seu povo, e a fortaleza dos filhos de Israel. 17 E vós sabereis que eu sou o SENHOR vosso Deus, que habito em Sião, o meu santo monte; e Jerusalém será santa; estranhos não passarão mais por ela.” (Joel 3:11-17) “31 ¶ E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória; 32 E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas; 33 E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda. 34 Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; 35 Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; 36 Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me. 37 Então os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber? 38 E quando te vimos estrangeiro, e te hospedamos? ou nu, e te vestimos? 39 E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te? 40 E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes. 41 Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos; 42 Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber; 43 Sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; e enfermo, e na prisão, não me visitastes. 44 Então eles também lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos? 45 Então lhes responderá, dizendo: Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a mim. 46 E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna.” (Mt 25:31-46) “Porquanto tem determinado um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por meio do homem que destinou; e disso deu certeza a todos, ressuscitando-o dentre os mortos.” (At 17:31) “7 E a vós, que sois atribulados, descanso conosco, quando se manifestar o Senhor Jesus desde o céu com os anjos do seu poder, 8 Como labareda de fogo, tomando vingança dos que não conhecem a Deus e dos que não obedecem ao evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo; 9 Os quais, por castigo, padecerão eterna perdição, ante a face do Senhor e a glória do seu poder, 10 Quando vier para ser glorificado nos seus santos, e para se fazer admirável naquele dia em todos os que crêem (porquanto o nosso testemunho foi crido entre
97

vós).” (2Ts 1:7-10)

O julgamento dos indivíduos das nações gentílicas é diferente do julgamento do grande trono branco:
Julgamento dos indivíduos das nações gentílicas Mt 25:31-46 (acima) Tempo: Local: Trono de Cristo: São julgados: Ressurreição conectada Base para o julgamento: Conseqüências do julgamento: antes do milênio sobre a terra "trono da SUA glória" os indivíduos de todas as NAÇÕES gentílicas nenhuma Julgamento do grande trono branco (ver seção 6.2) Ap 20:11-15 depois do milênio no [3o ?] céu "grande trono branco" apenas os MORTOS a 2a ressurreição, para a condenação eterna

tratamento aos "IRMÃOS" [os judeus obras convertidos e perseguidos] 2 classes, 2 destinos: ovelhas: gozo do reino; bodes: condenação eterna 1 só classe, 1 só destino: todos serão lançados no Lago de Fogo.

E) “E fugireis pelo vale dos meus montes, pois o vale dos montes chegará até Azel; e E. Revelar a Si fugireis assim como fugistes de diante do terremoto nos dias de Uzias, rei de Judá. Então virá o SENHOR meu Deus, e todos os santos contigo.” (Zc 14:5) mesmo e aos Seus “Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se Zac 14:5; Mat 24:30; lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e Apoc 1:7; Col 3:4. grande glória.” (Mt 24:30) “Eis que vem com as nuvens, e todo o olho o verá, até os mesmos que o F. Redimir e traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém.” (Ap 1:7) abençoar a natureza “Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então também vós vos Isa 11:6-9; 35:1-2,5manifestareis com ele em glória.” (Cl 3:4)
7-9; Rom 8:19-22. G. Estabelecer o Seu reino 2Sam 7:16; Sal 89:3-4,37; Jer 33:15; Luc 1:31-33.

F) “6 E morará o lobo com o cordeiro, e o leopardo com o cabrito se deitará, e o bezerro, e o filho de leão e o animal cevado andarão juntos, e um menino pequeno os guiará. 7 A vaca e a ursa pastarão juntas, seus filhos se deitarão juntos, e o leão comerá palha como o boi. 8 E brincará a criança de peito sobre a toca da áspide, e a desmamada colocará a sua mão na cova do basilisco. 9 Não se fará mal nem dano algum em todo o meu santo monte, porque a terra se encherá do conhecimento do SENHOR, como as águas cobrem o mar.” (Is 11:6-9) “1 ¶ O deserto e o lugar solitário se alegrarão disto; e o ermo exultará e florescerá como a rosa. 2 Abundantemente florescerá, e também jubilará de alegria e cantará; a glória do Líbano se lhe deu, a excelência do Carmelo e Sarom; eles verão a
98

glória do SENHOR, o esplendor do nosso Deus.” (Is 35:1-2) “5 ¶ Então os olhos dos cegos serão abertos, e os ouvidos dos surdos se abrirão. 6 Então os coxos saltarão como cervos, e a língua dos mudos cantará; porque águas arrebentarão no deserto e ribeiros no ermo. 7 E a terra seca se tornará em lagos, e a terra sedenta em mananciais de águas; e nas habitações em que jaziam os chacais haverá erva com canas e juncos. 8 E ali haverá uma estrada, um caminho, que se chamará o caminho santo; o imundo não passará por ele, mas será para aqueles; os caminhantes, até mesmo os loucos, não errarão. 9 Ali não haverá leão, nem animal feroz subirá a ele, nem se achará nele; porém só os remidos andarão por ele.” (Is 35:5-9) “19 Porque a ardente expectação da criatura espera a manifestação dos filhos de Deus. 20 Porque a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa do que a sujeitou, 21 Na esperança de que também a mesma criatura será libertada da servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus. 22 Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora.” (Rm 8:19-22) G) “Porém a tua casa e o teu reino serão firmados para sempre diante de ti; teu trono será firme para sempre.” (2Sm 7:16) “3 Fiz uma aliança com o meu escolhido, e jurei ao meu servo Davi, dizendo: 4 A tua semente estabelecerei para sempre, e edificarei o teu trono de geração em geração. (Selá.)” (Sl 89:3-4) “Será estabelecido para sempre como a lua e como uma testemunha fiel no céu. (Selá.)” (Sl 89:37) “Naqueles dias e naquele tempo farei brotar a Davi um Renovo de justiça, e ele fará juízo e justiça na terra.” (Jr 33:15) “31 E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e pôr-lhe-ás o nome de Jesus. 32 Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai; 33 E reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim.” (Lc 1:31-33)

“Levá-la-ão ao rei com vestidos bordados; as virgens que a acompanham a trarão a ti.” (Sl 45:14) “2 O reino dos céus é semelhante a um certo rei que celebrou as bodas de seu filho; 3 E enviou os 5. A DISPENSAÇÃO DO REINO seus servos a chamar os convidados para as bodas, e estes não quiseram vir. 4 Depois, enviou outros DOS CÉUS (OU MILÊNIO) servos, dizendo: Dizei aos convidados: Eis que tenho o meu jantar preparado, os meus bois e cevados já mortos, e tudo já pronto; vinde às bodas. 5 Eles, 5.1. A CEIA DAS BODAS DO porém, não fazendo caso, foram, um para o seu CORDEIRO campo, outro para o seu tráfico; 6 E os outros, apoderando-se dos servos, os ultrajaram e mataram. 7 E o rei, tendo notícia disto, encolerizou-se e, enviando Sl 45:14; Mat 22:2-3,9,11-13; Apoc 19:9. os seus exércitos, destruiu aqueles homicidas, e incendiou a sua cidade. 8 Então diz aos servos: As As bodas (a consumação da bendita união) já terão bodas, na verdade, estão preparadas, mas os ocorrido nos céus, paralelamente à 70a. semana de Daniel convidados não eram dignos. 9 Ide, pois, às saídas
99

dos caminhos, e convidai para as bodas a todos os que encontrardes. 10 E os servos, saindo pelos sobre a terra. caminhos, ajuntaram todos quantos encontraram, tanto Mas a ceia (o banquete nupcial), correspondente ao maus como bons; e a festa nupcial foi cheia de milênio, ocorrerá na terra e após a Revelação de Cristo convidados. 11 E o rei, entrando para ver os (após Sua vinda para a terra, tocando-lhe com os pés), convidados, viu ali um homem que não estava trajado porque um perdido poderia tentar participar furtivamente com veste de núpcias. 12 E disse-lhe: Amigo, como da ceia Mat 22:11-13. entraste aqui, não tendo veste nupcial? E ele emudeceu. 13 Disse, então, o rei aos servos: As bodas envolvem só Cristo e a igreja local totalizada Amarrai-o de pés e mãos, levai-o, e lançai-o nas futura, trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes.” (Mt 22:2-13) mas a ceia envolve também os “convidados e amigos” “E disse-me: Escreve: Bem-aventurados aqueles (Israel convertida, os salvos do V.T., os mártires da que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro. E Tribulação, e as ovelhas do julgamento dos indivíduos das disse-me: Estas são as verdadeiras palavras de Deus.” nações gentílicas). (Ap 19:9)

100

“... 16 Porém a tua casa e o teu reino {, Ó Davi, } serão firmados para sempre diante de ti; teu trono será firme para sempre.” (2Sm 7:11-16) “3 Fiz uma aliança com o meu escolhido, e jurei ao meu servo Davi, dizendo: 4 A tua semente estabelecerei para sempre, e edificarei o teu trono de geração em geração. (Selá.) ...” (Sl 89:3-4,20-27) “Mas, nos dias desses reis, o Deus do céu levantará um reino que não será jamais destruído; e este reino não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá todos esses reinos, mas ele mesmo subsistirá para sempre,” (Dn 2:44) “13 Eu estava olhando nas minhas visões da noite, e eis que vinha nas nuvens do céu um como o filho do homem; e dirigiu-se ao ancião de dias, e o fizeram chegar até ele. 14 E foi-lhe dado o domínio, e a honra, e o reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem; o seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino tal, que não será destruído. ... 26 Mas o juízo será estabelecido, e eles tirarão o seu domínio, para o destruir e para o desfazer até ao fim. 27 E o reino, e o domínio, e a majestade dos reinos debaixo de todo o céu serão dados ao povo dos santos do Altíssimo; o seu reino será um reino eterno, e todos os domínios o servirão, e lhe obedecerão.” (Dn 7:13-14,26-27) “31 E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e pôr-lhe-ás o nome de Jesus. 32 Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai; 33 E reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu 5.2. A PROMESSA, O FATO DO reino não terá fim.” (Lc 1:31-33) REINO ETERNO: “... 12 Disse pois: Certo homem nobre partiu para uma terra remota, a fim de tomar para si um 2Sam 7:11-16; Sal 89:3-4,20-27; Dan 2:44; 7:13reino e voltar depois. 13 E, chamando dez servos 14,26-27; Luc 1:31-33; 19:11-27 (parábola das seus, deu-lhes dez minas, e disse-lhes: Negociai até minas); Apoc 11:15; 19:11-21; 20:1-7 (abaixo). que eu venha. ... 17 E ele lhe disse: Bem está, servo bom, porque no mínimo foste fiel, sobre dez cidades terás autoridade. ... 24 E disse aos que estavam com ele: Tirai-lhe a mina, e dai-a ao que tem dez minas. ... 27 E quanto àqueles meus inimigos que não quiseram que eu reinasse sobre eles, trazei-os aqui, e matai-os diante de mim.” (Lc 19:11-27) “E o sétimo anjo tocou a sua trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre.” (Ap 11:15) “... 15 E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-Poderoso. 16 101

“1 ¶ E vi descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo, e uma grande cadeia na sua mão. 2 Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos. 3 E lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, para que não mais engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois importa que seja solto por um pouco de tempo. 4 E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e foi-lhes dado o poder de julgar; e vi as almas 5.3. A DURAÇÃO DA 7a. DISPENSAÇÃO daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a será de 1000 anos besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em (Apoc 20:1-7 o diz 6 vezes) suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos. 5 Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram. Esta é a primeira ressurreição. 6 Bemaventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele mil anos. 7 E, acabando-se os mil anos, Satanás será solto da sua prisão,” (Ap 20:1-7) “E o SENHOR será rei sobre toda a terra; naquele dia um será o SENHOR, e um será o seu nome.” (Zc 14:9) “E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do 5.4. CRISTO: furor e da ira do Deus Todo-Poderoso.” (Ap 19:15) “17 E acontecerá que, se alguma das famílias da a. Reinará sobre toda a terra Zac 14:9. terra não subir a Jerusalém, para adorar o Rei, o b. Reinará com vara de ferro (poder e autoridade) SENHOR dos Exércitos, não virá sobre ela a Apoc 19:15. chuva. 18 E, se a família dos egípcios não subir, nem c. Julgará infalivelmente (e imediatamente) a vier, não virá sobre ela a chuva; virá sobre eles a qualquer pecado Zac 14:17-19. praga com que o SENHOR ferirá os gentios que não subirem a celebrar a festa dos tabernáculos. 19 Este será o castigo do pecado dos egípcios e o castigo do pecado de todas as nações que não subirem a celebrar a festa dos tabernáculos.” (Zc 14:17-19) A) “16 E veio o primeiro, dizendo: Senhor, a tua mina rendeu dez minas. 17 E ele lhe disse: Bem está, 5.5. OS SANTOS RESSURRETOS: servo bom, porque no mínimo foste fiel, sobre dez cidades terás autoridade. 18 E veio o segundo, a. Reinarão com Cristo Luc 19:16-19; 1Cor 6:2; dizendo: Senhor, a tua mina rendeu cinco minas. 19 E 2Tim 2:12; Apoc 20:4,6. b. Assentar-se-ão com Cristo no Seu trono (!) Apoc a este disse também: Sê tu também sobre cinco cidades.” (Lc 19:16-19) 3:21. “Não sabeis vós que os santos hão de julgar o c. Terão responsabilidades individuais e não mundo? Ora, se o mundo deve ser julgado por vós, coletivas Luc 19:16-19 (acima). sois porventura indignos de julgar as coisas mínimas?” (1Co 6:2) “Se sofrermos, também com ele reinaremos; se o
102

negarmos, também ele nos negará;” (2Tm 2:12) “E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e foi-lhes dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos.” (Ap 20:4) “Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele mil anos.” (Ap 20:6) B) “Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono.” (Ap 3:21) A) “E vos tomarei dentre os gentios, e vos congregarei de todas as terras, e vos trarei para a vossa terra.” (Ez 36:24) “... 3 E me disse: Filho do homem, porventura viverão estes ossos? E eu disse: Senhor DEUS, tu o sabes. ... 11 Então me disse: Filho do homem, estes ossos são toda a casa de Israel. Eis que dizem: Os nossos ossos se secaram, e pereceu a nossa esperança; nós mesmos estamos cortados. 12 Portanto profetiza, e dize-lhes: Assim diz o Senhor DEUS: Eis que eu abrirei os vossos sepulcros, e vos farei subir das vossas sepulturas, ó povo meu, e vos trarei à terra de Israel. 13 E sabereis que eu sou o SENHOR, quando eu abrir os vossos sepulcros, e vos fizer subir das vossas sepulturas, ó povo meu.” (Ez 37:1-13) “10 ¶ E acontecerá naquele dia que a raiz de Jessé, a qual estará posta por estandarte dos povos, será buscada pelos gentios; e o lugar do seu repouso será glorioso. 11 E há de ser que naquele dia o Senhor tornará a pôr a sua mão para adquirir outra vez o remanescente do seu povo, que for deixado, da Assíria, e do Egito, e de Patros, e da Etiópia, e de Elã, e de Sinar, e de Hamate, e das ilhas do mar. 12 E levantará um estandarte entre as nações, e ajuntará os desterrados de Israel, e os dispersos de Judá congregará desde os quatro confins da terra. 13 E afastar-se-á a inveja de Efraim, e os adversários de Judá serão desarraigados; Efraim não invejará a Judá, e Judá não oprimirá a Efraim.” (Is 11:10-13) “14 ¶ Portanto, eis que dias vêm, diz o SENHOR, em que nunca mais se dirá: Vive o SENHOR, que fez subir os filhos de Israel da terra do Egito. 15
103

5.6. ISRAEL:
a. Será reajuntada Eze 36:24; 37:1-13; Isa 11:1013; Jer 16:14-15; 23:5-8; 30:6-11; Mat 24:20-33. b. Mas os rebeldes e prevaricadores não entrarão em Israel Eze 20:33-38. c. Toda a nação se arrependerá e converterá Eze 36:24-26-28; Zac 12:10-13:3; Rom 11:25-26. d. Efraim (Israel) será reunida a Judá Eze 37:1622; Oséias 1:11. e. Israel voltará a ter juízes Isa 1:26; Mat 19:28. f. Israel evangelizará os gentios Isa 66:19; Zac 8:13,20-23.

Mas: Vive o SENHOR, que fez subir os filhos de Israel da terra do norte, e de todas as terras para onde os tinha lançado; porque eu os farei voltar à sua terra, a qual dei a seus pais.” (Jr 16:14-15) “5 Eis que vêm dias, diz o SENHOR, em que levantarei a Davi um Renovo justo; e, sendo rei, reinará e agirá sabiamente, e praticará o juízo e a justiça na terra. 6 Nos seus dias Judá será salvo, e Israel habitará seguro; e este será o seu nome, com o qual Deus o chamará: O SENHOR JUSTIÇA NOSSA. 7 Portanto, eis que vêm dias, diz o SENHOR, em que nunca mais dirão: Vive o SENHOR, que fez subir os filhos de Israel da terra do Egito; 8 Mas: Vive o SENHOR, que fez subir, e que trouxe a geração da casa de Israel da terra do norte, e de todas as terras para onde os tinha arrojado; e habitarão na sua terra.” (Jr 23:5-8) “6 Perguntai, pois, e vede, se um homem pode dar à luz. Por que, pois, vejo a cada homem com as mãos sobre os lombos como a que está dando à luz? e por que se tornaram pálidos todos os rostos? 7 Ah! porque aquele dia é tão grande, que não houve outro semelhante; e é tempo de angústia para Jacó; ele, porém, será salvo dela. 8 Porque será naquele dia, diz o SENHOR dos Exércitos, que eu quebrarei o seu jugo de sobre o teu pescoço, e quebrarei os teus grilhões; e nunca mais se servirão dele os estrangeiros. 9 Mas servirão ao SENHOR, seu Deus, como também a Davi, seu rei, que lhes levantarei. 10 ¶ Não temas, pois, tu, ó meu servo Jacó, diz o SENHOR, nem te espantes, ó Israel; porque eis que te livrarei de terras de longe, e à tua descendência da terra do seu cativeiro; e Jacó voltará, e descansará, e ficará em sossego, e não haverá quem o atemorize. 11 Porque eu sou contigo, diz o SENHOR, para te salvar; porquanto darei fim a todas as nações entre as quais te espalhei; a ti, porém, não darei fim, mas castigar-teei com medida, e de todo não te terei por inocente.” (Jr 30:6-11) “... 31 E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus. 32 ¶ Aprendei, pois, esta parábola da figueira: Quando já os seus ramos se tornam tenros e brotam folhas, sabeis que está próximo o verão. 33 Igualmente, quando virdes todas estas coisas, sabei que ele está próximo, às portas.” (Mt 24:20-33) B) “33 ¶ Vivo eu, diz o Senhor DEUS, que com
104

mão forte, e com braço estendido, e com indignação derramada, hei de reinar sobre vós. 34 E vos tirarei dentre os povos, e vos congregarei das terras nas quais andais espalhados, com mão forte, e com braço estendido, e com indignação derramada. 35 E vos levarei ao deserto dos povos; e ali face a face entrarei em juízo convosco; 36 Como entrei em juízo com vossos pais, no deserto da terra do Egito, assim entrarei em juízo convosco, diz o Senhor DEUS. 37 Também vos farei passar debaixo da vara, e vos farei entrar no vínculo da aliança. 38 E separarei dentre vós os rebeldes, e os que transgrediram contra mim; da terra das suas peregrinações os tirarei, mas à terra de Israel não voltarão; e sabereis que eu sou o SENHOR.” (Ez 20:33-38) C) “24 E vos tomarei dentre os gentios, e vos congregarei de todas as terras, e vos trarei para a vossa terra. 25 ¶ Então aspergirei água pura sobre vós, e ficareis purificados; de todas as vossas imundícias e de todos os vossos ídolos vos purificarei. 26 E dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne. 27 E porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis. 28 E habitareis na terra que eu dei a vossos pais e vós sereis o meu povo, e eu serei o vosso Deus.” (Ez 36:24-28) “10 Mas sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de Jerusalém, derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e olharão para mim, a quem traspassaram; e pranteá-lo-ão sobre ele, como quem pranteia pelo filho unigênito; e chorarão amargamente por ele, como se chora amargamente pelo primogênito. 11 Naquele dia será grande o pranto em Jerusalém, como o pranto de HadadeRimom no vale de Megido. 12 E a terra pranteará, cada família à parte: ... 3 E acontecerá que, quando alguém ainda profetizar, seu pai e sua mãe, que o geraram, lhe dirão: Não viverás, porque falaste mentira em nome do SENHOR; e seu pai e sua mãe, que o geraram, o traspassarão quando profetizar.” (Zc 12:10-13:3) “25 Porque não quero, irmãos, que ignoreis este segredo (para que não presumais de vós mesmos): que o endurecimento veio em parte sobre Israel, até que a plenitude dos gentios haja entrado. 26 E assim todo o Israel será salvo, como está escrito: De Sião virá o Libertador, E desviará de Jacó as impiedades.” (Rm 11:25-26)
105

D) “... 19 Tu lhes dirás: Assim diz o Senhor DEUS: Eis que eu tomarei a vara de José que esteve na mão de Efraim, e a das tribos de Israel, suas companheiras, e as ajuntarei à vara de Judá, e farei delas uma só vara, e elas se farão uma só na minha mão. 20 E as varas, sobre que houveres escrito, estarão na tua mão, perante os olhos deles. 21 Dize-lhes pois: Assim diz o Senhor DEUS: Eis que eu tomarei os filhos de Israel dentre os gentios, para onde eles foram, e os congregarei de todas as partes, e os levarei à sua terra. 22 E deles farei uma nação na terra, nos montes de Israel, e um rei será rei de todos eles, e nunca mais serão duas nações; nunca mais para o futuro se dividirão em dois reinos.” (Ez 37:16-22) “E os filhos de Judá e os filhos de Israel juntos se congregarão, e constituirão sobre si uma só cabeça, e subirão da terra; porque grande será o dia de Jizreel.” (Os 1:11) E) “E te restituirei os teus juízes, como foram dantes; e os teus conselheiros, como antigamente; e então te chamarão cidade de justiça, cidade fiel.” (Is 1:26) “E Jesus disse-lhes: Em verdade vos digo que vós, que me seguistes, quando, na regeneração, o Filho do homem se assentar no trono da sua glória, também vos assentareis sobre doze tronos, para julgar as doze tribos de Israel.” (Mt 19:28) F) “E porei entre eles um sinal, e os que deles escaparem enviarei às nações, a Társis, Pul, e Lude, flecheiros, a Tubal e Javã, até às ilhas de mais longe, que não ouviram a minha fama, nem viram a minha glória; e anunciarão a minha glória entre os gentios.” (Is 66:19) “E há de suceder, ó casa de Judá, e casa de Israel, que, assim como fostes uma maldição entre os gentios, assim vos salvarei, e sereis uma bênção; não temais, esforcem-se as vossas mãos.” (Zc 8:13) “20 Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Ainda sucederá que virão os povos e os habitantes de muitas cidades. 21 E os habitantes de uma cidade irão à outra, dizendo: Vamos depressa suplicar o favor do SENHOR, e buscar o SENHOR dos Exércitos; eu também irei. 22 Assim virão muitos povos e poderosas nações, a buscar em Jerusalém ao SENHOR dos Exércitos, e a suplicar o favor do SENHOR. 23 Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Naquele dia sucederá que pegarão dez homens, de
106

todas as línguas das nações, pegarão, sim, na orla das vestes de um judeu, dizendo: Iremos convosco, porque temos ouvido que Deus está convosco.” (Zc 8:20-23) A) “34 Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; 35 Porque tive fome, e destesme de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; 36 Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me. 37 Então os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber? 38 E quando te vimos estrangeiro, e te hospedamos? ou nu, e te vestimos? 39 E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te? 40 E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes. 41 Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de 5.7. AS NAÇÕES: mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para a. Inicialmente serão compostas só de convertidos o diabo e seus anjos; 42 Porque ... 46 E irão estes Mat 25:34-46. para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna:” (Mt 25:34-46)
b. Multidões nascerão Zac 8:4-6. c. Subirão para adorar em Jerusalém Isa 2:2-4.

B) “4 Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Ainda nas praças de Jerusalém habitarão velhos e velhas; levando cada um, na mão, o seu bordão, por causa da sua muita idade. 5 E as ruas da cidade se encherão de meninos e meninas, que nelas brincarão. ...” (Zc 8:4-6)

“2 E acontecerá nos últimos dias que se firmará o monte da casa do SENHOR no cume dos montes, e se elevará por cima dos outeiros; e concorrerão a ele todas as nações. 3 E irão muitos povos, e dirão: Vinde, subamos ao monte do SENHOR, à casa do Deus de Jacó, para que nos ensine os seus caminhos, e andemos nas suas veredas; porque de Sião sairá a lei, e de Jerusalém a palavra do SENHOR. 4 E ele julgará entre as nações, e repreenderá a muitos povos; ....” (Is 2:2-4) “Porque, se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, mas, havendo-os lançado no inferno, os 5.8. SATANÁS E SEUS ANJOS: No entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo;” (2Pe 2:4) Milênio, SATANÁS estará preso “E eis que clamaram, dizendo: Que temos nós no Poço Sem Fundo (ou Abismo), contigo, Jesus, Filho de Deus? Vieste aqui e OS DEMÔNIOS no Tártaro atormentar-nos antes do tempo?” (Mt 8:29)
107

“2 Viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram. 3 ¶ Então disse o SENHOR: Não contenderá o meu Espírito para sempre com o homem; porque ele também é carne; porém os seus dias serão cento e vinte anos. 4 ¶ Havia naqueles dias gigantes na terra; e também depois, quando os filhos de Deus entraram às filhas Por todo o Milênio, todos os demônios terão sido dos homens e delas geraram filhos; estes eram os lançados no inferno especial deles, chamado de valentes que houve na antiguidade, os homens de Tártaro em 2Pe 2:4 (ver outros nomes na seção fama.” (Gn 6:2-4) 6.1) Mat 8:29 (nele já estão aqueles demônios de “6 E aos anjos que não guardaram o seu 2Pe 2:4, que cremos que são os "filhos de Deus" principado, mas deixaram a sua própria habitação, decaídos e referidos em Gn 6:2-4, os quais tiveram reservou na escuridão e em prisões eternas até ao juízo daquele grande dia; 7 Assim como Sodoma e relações sexuais com mulheres. Compare Judas Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo1:6-7) e Satanás estará acorrentado no Poço Sem fundo se entregue à fornicação como aqueles, e ido após outra carne, foram postas por exemplo, sofrendo a (ou Abismo) Rom 16:20; Apoc 20:1-3 (Depois do Milênio, Satanás e seus demônios serão pena do fogo eterno.” (Jd 1:6-7) “E o Deus de paz esmagará em breve Satanás lançado para sempre no Lago de Fogo, ver seção debaixo dos vossos pés. A graça de nosso Senhor 6.1.) Jesus Cristo seja convosco. Amém.” (Rm 16:20) “1 ¶ E vi descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo, e uma grande cadeia na sua mão. 2 Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos. 3 E lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pós selo sobre ele, para que não mais engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois importa que seja solto por um pouco de tempo.” (Ap 20:1-3) A) “19 Porque a ardente expectação da criatura espera a manifestação dos filhos de Deus. 20 Porque 5.9. A NATUREZA: a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, a. Será regenerada, liberta da maldição do pecado mas por causa do que a sujeitou, 21 Na esperança de que também a mesma criatura será libertada da Rom 8:19-22. servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus. 22 Porque sabemos que toda a b. Haverão grandes mudanças na topografia criação geme e está juntamente com dores de parto mundial Zac 14:4,5,8,10. até agora.” (Rm 8:19-22)
c. Leões comerão capim como e com as ovelhas Isa 11:5-9.

B) “4 E naquele dia estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente; e o monte das Oliveiras será fendido d. A chuva e a fertilidade do solo serão perfeitas pelo meio, para o oriente e para o ocidente, e Joel 2:22-27, só falhando para os que não subirem haverá um vale muito grande; e metade do monte a adorar o Rei em Jerusalém Zac 14:17-19. se apartará para o norte, e a outra metade dele para o sul. ... 8 Naquele dia também acontecerá que e. O homem voltará a ser o cabeça da criação Gen sairão de Jerusalém águas vivas, metade delas para o mar oriental, e metade delas para o mar 1:28; 3:17-19. ocidental; no verão e no inverno sucederá isto. ...
108

f. A longevidade e saúde serão multiplicadas Isa 65:20.

10 Toda a terra em redor se tornará em planície, desde Geba até Rimom, ao sul de Jerusalém, e ela será exaltada, e habitada no seu lugar, desde a porta de Benjamim até ao lugar da primeira porta, até à porta da esquina, e desde a torre de Hananeel até aos lagares do rei.” (Zc 14:4-5,8,10) C) “... 6 E morará o lobo com o cordeiro, e o leopardo com o cabrito se deitará, e o bezerro, e o filho de leão e o animal cevado andarão juntos, e um menino pequeno os guiará. 7 A vaca e a ursa pastarão juntas, seus filhos se deitarão juntos, e o leão comerá palha como o boi. 8 E brincará a criança de peito sobre a toca da áspide, e a desmamada colocará a sua mão na cova do basilisco. 9 Não se fará mal nem dano algum em todo o meu santo monte, porque a terra se encherá do conhecimento do SENHOR, como as águas cobrem o mar.” (Is 11:5-9) D) “22 Não temais, animais do campo, porque os pastos do deserto reverdecerão, porque o arvoredo dará o seu fruto, a vide e a figueira darão a sua força. 23 E vós, filhos de Sião, regozijai-vos e alegrai-vos no SENHOR vosso Deus, porque ele vos dará em justa medida a chuva temporã; fará descer a chuva no primeiro mês, a temporã e a serôdia. 24 E as eiras se encherão de trigo, e os lagares transbordarão de mosto e de azeite. 25 E restituir-vos-ei os anos que comeu o gafanhoto, a locusta, e o pulgão e a lagarta, o meu grande exército que enviei contra vós. 26 E comereis abundantemente e vos fartareis, e louvareis o nome do SENHOR vosso Deus, que procedeu para convosco maravilhosamente; e o meu povo nunca mais será envergonhado. ...” (Joel 2:22-27) “17 E acontecerá que, se alguma das famílias da terra não subir a Jerusalém, para adorar o Rei, o SENHOR dos Exércitos, não virá sobre ela a chuva. ... 19 Este será o castigo do pecado dos egípcios e o castigo do pecado de todas as nações que não subirem a celebrar a festa dos tabernáculos.” (Zc 14:17-19) E) “E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra.” (Gn 1:28) “17 ¶ E a Adão disse: Porquanto deste ouvidos à voz de tua mulher, e comeste da árvore de que te
109

ordenei, dizendo: Não comerás dela, maldita é a terra por causa de ti; com dor comerás dela todos os dias da tua vida. 18 Espinhos, e cardos também, te produzirá; e comerás a erva do campo. 19 No suor do teu rosto comerás o teu pão, até que te tornes à terra; porque dela foste tomado; porquanto és pó e em pó te tornarás.” (Gn 3:17-19) F) “Não haverá mais nela criança de poucos dias, nem velho que não cumpra os seus dias; porque o menino morrerá de cem anos; porém o pecador de cem anos será amaldiçoado.” (Is 65:20) A) “13 Eu estava olhando nas minhas visões da noite, e eis que vinha nas nuvens do céu um como o filho do homem; e dirigiu-se ao ancião de dias, e o fizeram chegar até ele. 14 E foi-lhe dado o domínio, e a honra, e o reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem; o seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino tal, que não será destruído.” (Dn 7:13-14) “32 Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai; 33 E reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim.” (Lc 1:32-33)

5.10. O GOVERNO:
a. Será uma teocracia: Dan 7:13-14; Luc 1:32-33. b. Cristo será Seu Rei Miq 4:1-8; Zac 9:10-15; 14:16-17; Luc 1:31-32. c. Davi será o príncipe regente da Palestina Jer 30:9; Eze 37:24-25; Oséias 3:5. d. Nobres e governadores reinarão sob Davi Isa 32:1; Jer 30:21; Eze 45:8-9.

B) “1 ¶ Mas nos últimos dias acontecerá que o monte da casa do SENHOR será estabelecido no e. Os 12 apóstolos reinarão sobre as 12 tribos de cume dos montes, e se elevará sobre os outeiros, e a ele afluirão os povos. 2 E irão muitas nações, e Israel Mat 19:28. dirão: Vinde, e subamos ao monte do SENHOR, e f. Muitos receberão autoridade, como recompensa casa do Deus de Jacó, para que nos ensine os seus caminhos, e andemos pelas suas veredas; porque de Luc 19:12-27. Sião sairá a lei, e de Jerusalém a palavra do SENHOR. 3 E julgará entre muitos povos, e g. Juízes serão constituídos Isa 1:26; Zac 3:7. castigará nações poderosas e longínquas, e ... 7 ... e o SENHOR reinará sobre eles no monte Sião, h. Jerusalém será a capital do reino Salmo 48:1-3; desde agora e para sempre. 8 ¶ E a ti, ó torre do Isa 2:2-4. rebanho, fortaleza da filha de Sião, a ti virá; sim, a ti virá o primeiro domínio, o reino da filha de i. O reino será universal e ETERNO (Dan 7:14,27), Jerusalém.” (Mq 4:1-8) de justiça e equidade inflexíveis (Isa 11:3-5), com “10 ... e ele anunciará paz aos gentios; e o seu plenitude do Espírito (Isa 11:2-3). domínio se estenderá de mar a mar, e desde o rio até às extremidades da terra. ... 14 E o SENHOR será visto sobre eles, e as suas flechas sairão como o relâmpago; e o Senhor DEUS fará soar a trombeta, e irá com os redemoinhos do sul. 15 O SENHOR dos Exércitos os amparará; ....” (Zc 9:10-15) “16 ¶ E acontecerá que, todos os que restarem de todas as nações que vieram contra Jerusalém, subirão de ano em ano para adorar o Rei, o
110

SENHOR dos Exércitos, e para celebrarem a festa dos tabernáculos. 17 E acontecerá que, se alguma das famílias da terra não subir a Jerusalém, para adorar o Rei, o SENHOR dos Exércitos, não virá sobre ela a chuva.” (Zc 14:16-17) “31 E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e pôr-lhe-ás o nome de Jesus. 32 Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai;” (Lc 1:31-32) C) “Mas servirão ao SENHOR, seu Deus, como também a Davi, seu rei, que lhes levantarei.” (Jr 30:9) “24 E meu servo Davi será rei sobre eles, e todos eles terão um só pastor; e andarão nos meus juízos e guardarão os meus estatutos, e os observarão. 25 E habitarão na terra que dei a meu servo Jacó, em que habitaram vossos pais; e habitarão nela, eles e seus filhos, e os filhos de seus filhos, para sempre, e Davi, meu servo, será seu príncipe eternamente.” (Ez 37:24-25) “Depois tornarão os filhos de Israel, e buscarão ao SENHOR seu Deus, e a Davi, seu rei; e temerão ao SENHOR, e à sua bondade, no fim dos dias.” (Os 3:5) D) “Eis que reinará um rei com justiça, e dominarão os príncipes segundo o juízo.” (Is 32:1) “E os seus nobres serão deles; e o seu governador sairá do meio deles, e o farei aproximar, e ele se chegará a mim; pois, quem de si mesmo se empenharia para chegar-se a mim? diz o SENHOR.” (Jr 30:21) “8 E esta terra será a sua possessão em Israel; e os meus príncipes nunca mais oprimirão o meu povo, antes deixarão a terra à casa de Israel, conforme as suas tribos. ...” (Ez 45:8-9) E) “E Jesus disse-lhes: Em verdade vos digo que vós, que me seguistes, quando, na regeneração, o Filho do homem se assentar no trono da sua glória, também vos assentareis sobre doze tronos, para julgar as doze tribos de Israel.” (Mt 19:28) F) “12 Disse pois: Certo homem nobre partiu para uma terra remota, a fim de tomar para si um reino e voltar depois. 13 E, chamando dez servos seus, deulhes dez minas, e disse-lhes: Negociai até que eu venha. 14 Mas os seus concidadãos odiavam-no, e mandaram após ele embaixadores, dizendo: Não
111

queremos que este reine sobre nós. 15 E aconteceu que, voltando ele, depois de ter tomado o reino, disse que lhe chamassem aqueles servos, a quem tinha dado o dinheiro, para saber o que cada um tinha ganhado, negociando. 16 E veio o primeiro, dizendo: Senhor, a tua mina rendeu dez minas. 17 E ele lhe disse: Bem está, servo bom, porque no mínimo foste fiel, sobre dez cidades terás autoridade. 18 E veio o segundo, dizendo: Senhor, a tua mina rendeu cinco minas. 19 E a este disse também: Sê tu também sobre cinco cidades. 20 E veio outro, dizendo: Senhor, aqui está a tua mina, que guardei num lenço; 21 Porque tive medo de ti, que és homem rigoroso, que tomas o que não puseste, e segas o que não semeaste. 22 Porém, ele lhe disse: Mau servo, pela tua boca te julgarei. Sabias que eu sou homem rigoroso, que tomo o que não pus, e sego o que não semeei; 23 Por que não puseste, pois, o meu dinheiro no banco, para que eu, vindo, o exigisse com os juros? 24 E disse aos que estavam com ele: Tirai-lhe a mina, e dai-a ao que tem dez minas. 25 (E disseram-lhe eles: Senhor, ele tem dez minas.) 26 Pois eu vos digo que a qualquer que tiver ser-lhe-á dado, mas ao que não tiver, até o que tem lhe será tirado. ...” (Lc 19:12-27) G) “E te restituirei os teus juízes, como foram dantes; e os teus conselheiros, como antigamente; e então te chamarão cidade de justiça, cidade fiel.” (Is 1:26) “Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Se andares nos meus caminhos, e se observares a minha ordenança, também tu julgarás a minha casa, e também guardarás os meus átrios, e te darei livre acesso entre os que estão aqui.” (Zc 3:7) H) “1 ¶ Cântico e salmo para os filhos de Coré Grande é o SENHOR e mui digno de louvor, na cidade do nosso Deus, no seu monte santo. 2 Formoso de sítio, e alegria de toda a terra é o monte Sião sobre os lados do norte, a cidade do grande Rei. 3 Deus é conhecido nos seus palácios por um alto refúgio.” (Sl 48:1-3) “2 E acontecerá nos últimos dias que se firmará o monte da casa do SENHOR no cume dos montes, e se elevará por cima dos outeiros; e concorrerão a ele todas as nações. 3 E irão muitos povos, e dirão: Vinde, subamos ao monte do SENHOR, à casa do Deus de Jacó, para que nos ensine os seus caminhos, e andemos nas suas veredas; porque de Sião sairá a lei, e de Jerusalém a palavra do SENHOR. 4 E ele julgará entre as nações, e
112

repreenderá a muitos povos; e estes converterão as suas espadas em enxadões e as suas lanças em foices; uma nação não levantará espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerrear.” (Is 2:2-4) I) “E foi-lhe dado o domínio, e a honra, e o reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem; o seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino tal, que não será destruído.” (Dn 7:14) “E o reino, e o domínio, e a majestade dos reinos debaixo de todo o céu serão dados ao povo dos santos do Altíssimo; o seu reino será um reino eterno, e todos os domínios o servirão, e lhe obedecerão.” (Dn 7:27) “3 E deleitar-se-á no temor do SENHOR; e não julgará segundo a vista dos seus olhos, nem repreenderá segundo o ouvir dos seus ouvidos. 4 Mas julgará com justiça aos pobres, e repreenderá com eqüidade aos mansos da terra; e ferirá a terra com a vara de sua boca, e com o sopro dos seus lábios matará ao ímpio, 5 E a justiça será o cinto dos seus lombos, e a fidelidade o cinto dos seus rins.” (Is 11:3-5) “2 E repousará sobre ele o Espírito do SENHOR, o espírito de sabedoria e de entendimento, o espírito de conselho e de fortaleza, o espírito de conhecimento e de temor do SENHOR. 3 E deleitar-se-á no temor do SENHOR; e não julgará segundo a vista dos seus olhos, nem repreenderá segundo o ouvir dos seus ouvidos.” (Is 11:2-3) A) “... 4 ¶ E direis naquele dia: Dai graças ao SENHOR, invocai o seu nome, fazei notório os seus 5.11 A ADORAÇÃO: feitos entre os povos, contai quão excelso é o seu nome. 5 Cantai ao SENHOR, porque fez coisas a. O milênio é marcado pela adoração ao Senhor Jesus Cristo Isa 12:1-6; 25:1-26:19; 56:7; 61:10-11; grandiosas; saiba-se isto em toda a terra. ...” (Is 12:16) 66:23; Jer 33:11,18,21-22; Eze 20:40-41; 40:1“1 ¶ O SENHOR, tu és o meu Deus; exaltar-te-ei, 46:24; Zac 6:12-15; 8:20-23; 14:16-21. e louvarei o teu nome, porque fizeste maravilhas; os teus conselhos antigos são verdade e firmeza. ... 3 Por b. O templo milenial e seus serviços são descritos isso te glorificará um povo poderoso, e a cidade das em Ez 40:1-46:24 (longo demais para transcrever, nações formidáveis te temerá. ... 9 ¶ E naquele dia se leia na Bíblia). dirá: Eis que este é o nosso Deus, a quem aguardávamos, e ele nos salvará; este é o c. [Alguns dos] sacrifícios e festas do V.T. são SENHOR, a quem aguardávamos; na sua salvação reinstituídos, porém modificados e de natureza gozaremos e nos alegraremos. ...” (Is 25:1-26:19) RETROSPECTIVA, não expiativa. “Também os levarei ao meu santo monte, e os alegrarei na minha casa de oração; os seus holocaustos e os seus sacrifícios serão aceitos no
113

meu altar; porque a minha casa será chamada casa de oração para todos os povos.” (Is 56:7) “10 ¶ Regozijar-me-ei muito no SENHOR, a minha alma se alegrará no meu Deus; porque me vestiu de roupas de salvação, cobriu-me com o manto de justiça, como um noivo se adorna com turbante sacerdotal, e como a noiva que se enfeita com as suas jóias. 11 Porque, como a terra produz os seus renovos, e como o jardim faz brotar o que nele se semeia, assim o Senhor DEUS fará brotar a justiça e o louvor para todas as nações.” (Is 61:10-11) “E será que desde uma lua nova até à outra, e desde um sábado até ao outro, virá toda a carne a adorar perante mim, diz o SENHOR.” (Is 66:23) “A voz de gozo, e a voz de alegria, a voz do esposo e a voz da esposa, e a voz dos que dizem: Louvai ao SENHOR dos Exércitos, porque bom é o SENHOR, porque a sua benignidade dura para sempre; dos que trazem ofertas de ação de graças à casa do SENHOR; pois farei voltar os cativos da terra como ao princípio, diz o SENHOR.” (Jr 33:11) “Nem aos sacerdotes levíticos faltará homem diante de mim, que ofereça holocausto, queime oferta de alimentos e faça sacrifício todos os dias.” (Jr 33:18) “21 Também se poderá invalidar a minha aliança com Davi, meu servo, para que não tenha filho que reine no seu trono; como também com os levitas, sacerdotes, meus ministros. 22 Como não se pode contar o exército dos céus, nem medir-se a areia do mar, assim multiplicarei a descendência de Davi, meu servo, e os levitas que ministram diante de mim.” (Jr 33:21-22) “40 Porque no meu santo monte, no monte alto de Israel, diz o Senhor DEUS, ali me servirá toda a casa de Israel, toda ela naquela terra; ali me deleitarei neles, e ali requererei as vossas ofertas alçadas, e as primícias das vossas oblações, com todas as vossas coisas santas; 41 Com cheiro suave me deleita-rei em vós, quando eu vos tirar dentre os povos e vos congregar das terras em que andais espalhados; e serei santificado em vós perante os olhos dos gentios.” (Ez 20:40-41) “12 E fala-lhe, dizendo: Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Eis aqui o homem cujo nome é RENOVO; ele brotará do seu lugar, e edificará o templo do SENHOR. 13 Ele mesmo edificará o templo do SENHOR, e ele levará a glória; assentar-se-á no seu trono e dominará, e será sacerdote no seu trono, e conselho de paz haverá entre ambos os ofícios. ...” (Zc 6:12-15)
114

“20 Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Ainda sucederá que virão os povos e os habitantes de muitas cidades. 21 E os habitantes de uma cidade irão à outra, dizendo: Vamos depressa suplicar o favor do SENHOR, e buscar o SENHOR dos Exércitos; eu também irei. 22 Assim virão muitos povos e poderosas nações, a buscar em Jerusalém ao SENHOR dos Exércitos, e a suplicar o favor do SENHOR. 23 Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Naquele dia sucederá que pegarão dez homens, de todas as línguas das nações, pegarão, sim, na orla das vestes de um judeu, dizendo: Iremos convosco, porque temos ouvido que Deus está convosco.” (Zc 8:20-23) “16 ¶ E acontecerá que, todos os que restarem de todas as nações que vieram contra Jerusalém, subirão de ano em ano para adorar o Rei, o SENHOR dos Exércitos, e para celebrarem a festa dos tabernáculos. ... 20 Naquele dia será gravado sobre as campainhas dos cavalos: SANTIDADE AO SENHOR; e as panelas na casa do SENHOR serão como as bacias diante do altar. 21 E todas as panelas em Jerusalém e Judá serão consagradas ao SENHOR dos Exércitos, e todos os que sacrificarem virão, e delas tomarão, e nelas cozerão. E, naquele dia não haverá mais cananeu na casa do SENHOR dos Exércitos.” (Zc 14:16-21) A) “4 Mas julgará com justiça aos pobres, e repreenderá com eqüidade aos mansos da terra; e 5.12. ESPIRITUALMENTE, o milênio ferirá a terra com a vara de sua boca, e com o sopro dos seus lábios matará ao ímpio, 5 E a será caracterizado por: justiça será o cinto dos seus lombos, e a fidelidade a. Justiça Isa 11:4-5; 61:11; Salmo 72:7; Salmo 2:9; o cinto dos seus rins.” (Is 11:4-5) Ecl 8:11; Apoc 12:5. “Porque, como a terra produz os seus renovos, e como o jardim faz brotar o que nele se semeia, assim b. Santidade Isa 4:3-4; Zac 14:20-21. o Senhor DEUS fará brotar a justiça e o louvor para todas as nações.” (Is 61:11) c. Verdade Salmo 85:10-11. “Nos seus dias florescerá o justo, e abundância de paz haverá enquanto durar a lua.” (Sl 72:7) d. Derramamento do Espírito Joel 2:28-29. “Tu os esmigalharás com uma vara de ferro; tu os despedaçarás como a um vaso de oleiro.” (Sl 2:9) “Porquanto não se executa logo o juízo sobre a má obra, por isso o coração dos filhos dos homens está inteiramente disposto para fazer o mal.” (Ec 8:11) “E deu à luz um filho homem que há de reger todas as nações com vara de ferro; e o seu filho foi arrebatado para Deus e para o seu trono.” (Ap 12:5) B) “3 E será que aquele que for deixado em Sião, e ficar em Jerusalém, será chamado santo; todo
115

aquele que estiver inscrito entre os viventes em Jerusalém; 4 Quando o Senhor lavar a imundícia das filhas de Sião, e limpar o sangue de Jerusalém, do meio dela, com o espírito de justiça, e com o espírito de ardor.” (Is 4:3-4) “20 Naquele dia será gravado sobre as campainhas dos cavalos: SANTIDADE AO SENHOR; e as panelas na casa do SENHOR serão como as bacias diante do altar. 21 E todas as panelas em Jerusalém e Judá serão consagradas ao SENHOR dos Exércitos, e todos os que sacrificarem virão, e delas tomarão, e nelas cozerão. E, naquele dia não haverá mais cananeu na casa do SENHOR dos Exércitos.” (Zc 14:20-21) C) “10 A misericórdia e a verdade se encontraram; a justiça e a paz se beijaram. 11 A verdade brotará da terra, e a justiça olhará desde os céus.” (Sl 85:10-11) D) “28 ¶ E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões. 29 E também sobre os servos e sobre as servas naqueles dias derramarei o meu Espírito.” (Joel 2:28-29)

116

A) “E ele julgará entre as nações, e repreenderá a muitos povos; e estes converterão as suas espadas em enxadões e as suas lanças em foices; uma nação não levantará espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerrear.” (Is 2:4) “3 E julgará entre muitos povos, e castigará nações poderosas e longínquas, e converterão as suas espadas em pás, e as suas lanças em foices; uma nação levantará a espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerra. 4 Mas assentar-se-á cada um debaixo da sua videira, e da sua figueira, e não haverá quem os espante, porque a boca do SENHOR dos Exércitos o disse.” (Mq 4:3-4) B) “3 Tu multiplicaste a nação, a alegria lhe aumentaste; todos se alegrarão perante ti, como se alegram na ceifa, e como exultam quando se repartem os despojos. 4 Porque tu quebraste o jugo da sua carga, e o bordão do seu ombro, e a vara do seu opressor, como no dia dos midianitas.” (Is 9:3-4) “3 E vós com alegria tirareis águas das fontes da salvação. 4 ¶ E direis naquele dia: Dai graças ao SENHOR, invocai o seu nome, fazei notório os seus feitos entre os povos, contai quão excelso é o seu nome. 5 Cantai ao SENHOR, porque fez coisas grandiosas; saiba-se isto em toda a terra. 6 Exulta e jubila, ó habitante de Sião, porque grande é o Santo de Israel no meio de ti.” (Is 12:3-6) “18 ¶ Assim diz o SENHOR: Eis que farei voltar do cativeiro as tendas de Jacó, e apiedar-me-ei das suas moradas; e a cidade será reedificada sobre o seu montão, e o palácio permanecerá como habitualmente. 19 E sairá deles o louvor e a voz de júbilo; e multiplicá-los-ei, e não serão diminuídos, e glorificá-los-ei, e não serão apoucados.” (Jr 30:18-19) “13 Então a virgem se alegrará na dança, como também os jovens e os velhos juntamente; e tornarei o seu pranto em alegria, e os consolarei, e lhes darei alegria em lugar de tristeza. 14 E saciarei a alma dos sacerdotes com gordura, e o meu povo se fartará dos meus bens, diz o SENHOR.” (Jr 31:13-14) “6 E fortalecerei a casa de Judá, e salvarei a casa de José, e fá-losei voltar, porque me compadeci deles; e serão como se eu não os tivera rejeitado, porque eu sou o SENHOR seu Deus, e os ouvirei. 7 E os de Efraim serão como um poderoso, e o seu coração se alegrará como pelo vinho; e seus filhos o verão, e se alegrarão; o seu coração se regozijará no SENHOR.” (Zc 10:6-7) C) “3 E será que aquele que for deixado em Sião, e ficar em Jerusalém, será chamado santo; todo aquele que estiver inscrito entre os viventes em Jerusalém; 4 Quando o Senhor lavar a imundícia das filhas de Sião, e limpar o sangue de Jerusalém, do meio dela, com o espírito de justiça, e com o espírito de ardor.” (Is 4:3-4) “18 E naquele dia os surdos ouvirão as palavras do livro, e dentre a escuridão e dentre as trevas os olhos dos cegos as verão. 19 E os mansos terão gozo sobre gozo no SENHOR; e os necessitados entre os homens se alegrarão no Santo de Israel. 20 Porque o tirano é reduzido a nada, e se consome o escarnecedor, e todos os que se 117 dão

F) “4 Mas julgará com justiça aos pobres, e repreenderá com f. Justiça Isa 11:4-5; 61:11; 65:21-23. eqüidade aos mansos da terra; e ferirá a terra com a vara de sua boca, e com o sopro dos seus lábios matará ao ímpio, 5 E a justiça será o cinto dos seus lombos, e a fidelidade o cinto dos g. [Completo] conhecimento do seus rins.” (Is 11:4-5) Senhor Isa 11:1,2,9; Hab 2:14. “Porque, como a terra produz os seus renovos, e como o jardim faz brotar o que nele se semeia, assim o Senhor DEUS h. Instrução emanando do Rei Isa fará brotar a justiça e o louvor para todas as nações.” (Is 61:11) 12:3-6; 29:17-24. “21 E edificarão casas, e as habitarão; e plantarão vinhas, e comerão o seu fruto. 22 Não edificarão para que outros habitem; i. Natureza abençoada, livre da não plantarão para que outros comam; porque os dias do meu maldição Isa 11:6-9; 35:9; 65:25. povo serão como os dias da árvore, e os meus eleitos gozarão das obras das suas mãos. 23 Não trabalharão debalde, nem terão j. Doença eliminada (exceto como filhos para a perturbação; porque são a posteridade bendita do punição a pecado aberto) Isa 33:24; SENHOR, e os seus descendentes estarão com eles.” (Is 65:21-23)
Jer 30:17; Eze 34:16.

G) “1 ¶ Porque brotará um rebento do tronco de Jessé, e das suas raízes um renovo frutificará. 2 E repousará sobre ele o Espírito do SENHOR, o espírito de sabedoria e de entendimento, o espírito de conselho e de fortaleza, o espírito de conhecimento e de temor do SENHOR. ...Não se fará mal nem dano algum em todo o meu santo monte, porque a terra se encherá do conhecimento do SENHOR, como as águas cobrem o mar.” (Is 11:1-2,9) “Porque a terra se encherá do conhecimento da glória do SENHOR, como as águas cobrem o mar.” (Hab 2:14) H) “3 E vós com alegria tirareis águas das fontes da salvação. 4 ¶ E direis naquele dia: Dai graças ao SENHOR, invocai o seu nome, fazei notório os seus feitos entre os povos, contai quão excelso é o seu nome. 5 Cantai ao SENHOR, porque fez coisas grandiosas; saiba-se isto em toda a terra. 6 Exulta e jubila, ó habitante de Sião, porque grande é o Santo de Israel no meio de ti.” (Is 12:3-6) “17 ¶ Porventura não se converterá o Líbano, num breve momento, em campo fértil? E o campo fértil não se reputará por um bosque? 18 E naquele dia os surdos ouvirão as palavras do livro, e dentre a escuridão e dentre as trevas os olhos dos cegos as verão. 19 E os mansos terão gozo sobre gozo no SENHOR; e os necessitados entre os homens se alegrarão no Santo de Israel. 20 Porque o tirano é reduzido a nada, e se consome o escarnecedor, e todos os que se dão à iniqüidade são desarraigados; 21 Os que fazem culpado ao homem por uma palavra, e armam laços ao que repreende na porta, e os que sem motivo põem de parte o justo. 22 Portanto assim diz o SENHOR, que remiu a Abraão, acerca da casa de Jacó: Jacó não será agora envergonhado, nem agora se descorará a sua face. 23 Mas quando ele vir seus filhos, obra das minhas mãos no meio dele, santificarão o meu nome; sim, santificarão ao Santo de Jacó, e temerão ao Deus de Israel. 24 E os errados de espírito virão a ter entendimento, e os murmuradores aprenderão doutrina.” (Is 29:17-24) I) “6 E morará o lobo com o cordeiro, e o leopardo com o
118

cabrito se deitará, e o bezerro, e o filho de leão e o animal cevado andarão juntos, e um menino pequeno os guiará. 7 A vaca e a ursa pastarão juntas, seus filhos se deitarão juntos, e o leão comerá palha como o boi. 8 E brincará a criança de peito sobre a toca da áspide, e a desmamada colocará a sua mão na cova do basilisco. 9 Não se fará mal nem dano algum em todo o meu santo monte, porque a terra se encherá do conhecimento do SENHOR, como as águas cobrem o mar.” (Is 11:6-9) “Ali não haverá leão, nem animal feroz subirá a ele, nem se achará nele; porém só os remidos andarão por ele.” (Is 35:9) “O lobo e o cordeiro se apascentarão juntos, e o leão comerá palha como o boi; e pó será a comida da serpente. Não farão mal nem dano algum em todo o meu santo monte, diz o SENHOR.” (Is 65:25) J) “E morador nenhum dirá: Enfermo estou; porque o povo que habitar nela será absolvido da iniqüidade.” (Is 33:24) “Porque te restaurarei a saúde, e te curarei as tuas chagas, diz o SENHOR; porquanto te chamaram a repudiada, dizendo: É Sião, já ninguém pergunta por ela.” (Jr 30:17) “A perdida buscarei, e a desgarrada tornarei a trazer, e a quebrada ligarei, e a enferma fortalecerei; mas a gorda e a forte destruirei; apascentá-las-ei com juízo.” (Ez 34:16)

119

K) “17 ¶ Porventura não se converterá o Líbano, num breve k. Cura dos deformados (no início do momento, em campo fértil? E o campo fértil não se reputará por um bosque? 18 E naquele dia os surdos ouvirão as palavras do livro, e milênio) Isa 29:17-19; 35:3-6. dentre a escuridão e dentre as trevas os olhos dos cegos as verão. 19 E os mansos terão gozo sobre gozo no SENHOR; e os l. Proteção da vida Isa 41:8-14. necessitados entre os homens se alegrarão no Santo de Israel.” (Is m. Ausência de opressão, tirania Isa 29:17-19) “3 Fortalecei as mãos fracas, e firmai os joelhos trementes. 4 14:3-6; 42:6-7; 49:8-9; Zac 9:11-12. Dizei aos turbados de coração: Sede fortes, não temais; eis que o vosso Deus virá com vingança, com recompensa de Deus; ele virá, e n. Longevidade, ausência de falhas de vos salvará. 5 ¶ Então os olhos dos cegos serão abertos, e os desenvolvimento Isa 65:20. ouvidos dos surdos se abrirão. 6 Então os coxos saltarão como cervos, e a língua dos mudos cantará; porque águas arrebentarão o. Muitos nascimentos (só dos no deserto e ribeiros no ermo.” (Is 35:3-6)
homens e mulheres com corpos não glorificados; os seus filhos precisarão L) “... 10 ¶ Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, crer e obedecer, para serem salvos) porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com Jer 30:20; 31:29; Eze 47:22; Zac 10:8. a destra da minha justiça. 11 Eis que, envergonhados e

confundidos serão todos os que se indignaram contra ti; tornarse-ão em nada, e os que contenderem contigo, perecerão. 12 Buscá-los-ás, porém não os acharás; os que pelejarem contigo, tornar-se-ão em nada, e como coisa que não é nada, os que guerrearem contigo. 13 Porque eu, o SENHOR teu Deus, te tomo pela tua mão direita; e te digo: Não temas, eu te ajudo. 14 Não temas, tu verme de Jacó, povozinho de Israel; eu te ajudo, diz o SENHOR, e o teu redentor é o Santo de Israel.” (Is 41:8-14) M) “3 E acontecerá que no dia em que o SENHOR vier a dar-te descanso do teu sofrimento, e do teu pavor, e da dura servidão com que te fizeram servir, 4 ¶ Então proferirás este provérbio contra o rei de Babilônia, e dirás: Como já cessou o opressor, como já cessou a cidade dourada! 5 Já quebrantou o SENHOR o bastão dos ímpios e o cetro dos dominadores. 6 Aquele que feria aos povos com furor, com golpes incessantes, e que com ira dominava sobre as nações agora é perseguido, sem que alguém o possa impedir.” (Is 14:3-6) “6 Eu, o SENHOR, te chamei em justiça, e te tomarei pela mão, e te guardarei, e te darei por aliança do povo, e para luz dos gentios. 7 Para abrir os olhos dos cegos, para tirar da prisão os presos, e do cárcere os que jazem em trevas.” (Is 42:6-7) “8 Assim diz o SENHOR: No tempo aceitável te ouvi e no dia da salvação te ajudei, e te guardarei, e te darei por aliança do povo, para restaurares a terra, e dar-lhes em herança as herdades assoladas; 9 Para dizeres aos presos: Saí; e aos que estão em trevas: Aparecei. Eles pastarão nos caminhos, e em todos os lugares altos haverá o seu pasto.” (Is 49:8-9) “11 Ainda quanto a ti, por causa do sangue da tua aliança, libertei os teus presos da cova em que não havia água. 12 ¶ Voltai à fortaleza, ó presos de esperança; também hoje vos anuncio que vos restaurarei em dobro.” (Zc 9:11-12)
120

N) “Não haverá mais nela criança de poucos dias, nem velho que não cumpra os seus dias; porque o menino morrerá de cem anos; porém o pecador de cem anos será amaldiçoado.” (Is 65:20) O) “E seus filhos serão como na antiguidade, e a sua congregação será confirmada diante de mim; e castigarei todos os seus opressores.” (Jr 30:20) “Naqueles dias nunca mais dirão: Os pais comeram uvas verdes, e os dentes dos filhos se embotaram.” (Jr 31:29) “Será, porém, que a sorteareis para vossa herança, e para a dos estrangeiros que habitam no meio de vós, que gerarão filhos no meio de vós; e vos serão como naturais entre os filhos de Israel; convosco entrarão em herança, no meio das tribos de Israel.” (Ez 47:22) “Eu lhes assobiarei, e os ajuntarei, porque eu os tenho remido; e multiplicar-se-ão como antes se tinham multiplicado.” (Zc 10:8)

121

P) “8 Jurou o SENHOR pela sua mão direita, e pelo braço da sua força: Nunca mais darei o teu trigo por comida aos teus inimigos, nem os estrangeiros beberão o teu mosto, em que trabalhaste. 9 Mas os que o ajuntarem o comerão, e louvarão ao SENHOR; e os que o colherem beberão nos átrios do meu santuário.” (Is 62:8-9) “21 E edificarão casas, e as habitarão; e plantarão vinhas, e comerão o seu fruto. 22 Não edificarão para que outros habitem; não plantarão para que outros comam; porque os dias do meu povo serão como os dias da árvore, e os meus eleitos gozarão das obras das suas mãos. 23 Não trabalharão debalde, nem terão p. Labor produtivo Isa 62:8-9; 65:21- filhos para a perturbação; porque são a posteridade bendita do SENHOR, e os seus descendentes estarão com eles.” (Is 65:21-23) 23.
q. Prosperidade econômica, abundância Isa 30:23-25; 62:8-9 (acima).

r. Aumento da luz solar (meio para produtividade nos campos?) Isa 4:5; 30:26 (mas não haverá calor, nem seca, sem câncer ou queimadura de pele. Talvez só passem as freqüências H) “E criará o SENHOR sobre todo o lugar do monte de Sião, e benéficas da luz solar) sobre as suas assembléias, uma nuvem de dia e uma fumaça, e um A luz de Jerusalém será Deus e não o resplendor de fogo flamejante de noite; porque sobre toda a glória haverá proteção.” (Is 4:5) sol nem a lua Isa 60:19-20 s. Uma só linguagem Sof 3:9.

Q) “23 Então te dará chuva sobre a tua semente, com que semeares a terra, como também pão da novidade da terra; e esta será fértil e cheia; naquele dia o teu gado pastará em largos pastos. 24 E os bois e os jumentinhos, que lavram a terra, comerão grão puro, que for padejado com a pá, e cirandado com a ciranda. 25 E em todo o monte alto, e em todo o outeiro levantado, haverá ribeiros e correntes de águas, no dia da grande matança, quando caírem as torres.” (Is 30:23-25)

“E a luz da lua será como a luz do sol, e a luz do sol sete vezes maior, como a luz de sete dias, no dia em que o SENHOR ligar a quebradura do seu povo, e curar a chaga da sua ferida.” (Is 30:26) “19 Nunca mais te servirá o sol para luz do dia nem com o seu resplendor a lua te iluminará; mas o SENHOR será a tua luz perpétua, e o teu Deus a tua glória. 20 Nunca mais se porá o teu sol, nem a tua lua minguará; porque o SENHOR será a tua luz perpétua, e os dias do teu luto findarão.” (Is 60:19-20) S) “Porque então darei uma linguagem pura aos povos, para que todos invoquem o nome do SENHOR, para que o sirvam com um mesmo consenso.” (Sf 3:9)

122

T) “Desperta, desperta, veste-te da tua fortaleza, ó Sião; veste-te t. Adoração unificada Isa 52:1,7-10; das tuas roupas formosas, ó Jerusalém, cidade santa, porque nunca mais entrará em ti nem incircunciso nem imundo.” (Is 52:1) 66:17-23; Apoc 5:9-14. “7 ¶ Quão formosos são, sobre os montes, os pés do que anuncia as boas novas, que faz ouvir a paz, do que anuncia o bem, que faz u. Manifesta PRESENÇA de Deus Eze ouvir a salvação, do que diz a Sião: O teu Deus reina! 8 Eis a voz dos 37:27-28; Sof 2:2,10-13; Apoc 21:3. teus atalaias! Eles alçam a voz, juntamente exultam; porque olho a v. Plenitude do Espírito Isa 32:13-15; olho verão, quando o SENHOR fizer Sião voltar. 9 Clamai cantando, exultai juntamente, desertos de Jerusalém; porque o SENHOR Eze 36:26-27; Joel 2:28-29. consolou o seu povo, remiu a Jerusalém. 10 O SENHOR desnudou o seu santo braço perante os olhos de todas as nações; e todos os w. Perpetuidade do estado milenial confins da terra verão a salvação do nosso Deus.” (Is 52:7-10) Dan 9:24; Oséias 2:19-23; Joel 3:20; “17 Os que se santificam e se purificam nos jardins atrás de Amos 9:15. uma (árvore- ídolo) que está no meio; os que comem carne de porco, e a abominação, e o rato, juntamente serão consumidos, diz o SENHOR 18 Porque conheço as suas obras e os seus pensamentos; vem o dia em que ajuntarei todas as nações e línguas; e virão e verão a minha glória. 19 E porei entre eles um sinal, e os que deles escaparem enviarei às nações, a Társis, Pul, e Lude, flecheiros, a Tubal e Javã, até às ilhas de mais longe, que não ouviram a minha fama, nem viram a minha glória; e anunciarão a minha glória entre os gentios. 20 E trarão a todos os vossos irmãos, dentre todas as nações, por oferta ao SENHOR, sobre cavalos, e em carros, e em liteiras, e sobre mulas, e sobre dromedários, trarão ao meu santo monte, a Jerusalém, diz o SENHOR; como quando os filhos de Israel trazem as suas ofertas em vasos limpos à casa do SENHOR. 21 E também deles tomarei a alguns para sacerdotes e para levitas, diz o SENHOR. ... 23 E será que desde uma lua nova até à outra, e desde um sábado até ao outro, virá toda a carne a adorar perante mim, diz o SENHOR.” (Is 66:17-23, tradução literal no verso 17) “9 E cantavam um novo cântico, dizendo: Digno és de tomar o livro, e de abrir os seus selos; porque foste morto, e com o teu sangue compraste para Deus homens de toda a tribo, e língua, e povo, e nação; 10 E para o nosso Deus os fizeste reis e sacerdotes; e eles reinarão sobre a terra. 11 E olhei, e ouvi a voz de muitos anjos ao redor do trono, e dos animais, e dos anciãos; e era o número deles milhões de milhões, e milhares de milhares, 12 Que com grande voz diziam: Digno é o Cordeiro, que foi morto, de receber o poder, e riquezas, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e ações de graças. 13 E ouvi toda a criatura que está no céu, e na terra, e debaixo da terra, e que está no mar, e a todas as coisas que neles há, dizer: Ao que está assentado sobre o trono, e ao Cordeiro, sejam dadas ações de graças, e honra, e glória, e poder para todo o sempre. 14 E os quatro animais diziam: Amém. E os vinte e quatro anciãos prostraram-se, e adoraram ao que vive para todo o sempre.” (Ap 5:9-14) U) “27 E o meu tabernáculo estará com eles, e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. 28 E os gentios saberão que eu sou o SENHOR que santifico a Israel, quando estiver o meu santuário no
123

meio deles para sempre.” (Ez 37:27-28) “... 11 O SENHOR será terrível para eles, porque emagrecerá todos os deuses da terra; e todos virão adorá-lo, cada um desde o seu lugar, de todas as ilhas dos gentios. ...” (Sf 2:2,10-13) “E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus.” (Ap 21:3) V) “... 15 Até que se derrame sobre nós o espírito lá do alto; então o deserto se tornará em campo fértil, e o campo fértil será reputado por um bosque.” (Is 32:13-15) “26 E dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne. 27 E porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis.” (Ez 36:26-27) “28 ¶ E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões. 29 E também sobre os servos e sobre as servas naqueles dias derramarei o meu Espírito.” (Joel 2:28-29) W) “Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo, e sobre a tua santa cidade, para cessar a transgressão, e para dar fim aos pecados, e para expiar a iniqüidade, e trazer a justiça eterna, e selar a visão e a profecia, e para ungir o Santíssimo.” (Dn 9:24) “19 E desposar-te-ei comigo para sempre; desposar-te-ei comigo em justiça, e em juízo, e em benignidade, e em misericórdias. 20 E desposar-te-ei comigo em fidelidade, e conhecerás ao SENHOR. ...” (Os 2:19-23) “Mas Judá será habitada para sempre, e Jerusalém de geração em geração.” (Joel 3:20) “E plantá-los-ei na sua terra, e não serão mais arrancados da sua terra que lhes dei, diz o SENHOR teu Deus.” (Am 9:15)

6. A PREPARAÇÃO PARA O

“E, se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria; mas por causa dos escolhidos serão abreviados aqueles dias.” (Mt 24:22)
124

“E lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, para que não mais engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois importa que seja solto por um pouco de tempo. ... 7 E, acabando-se os mil anos, Satanás será solto da sua “Dias não fossem abreviados”, de Mat 24:22, prisão, 8 E sairá a enganar as nações que estão PARECE-nos ensinar que Deus paralisará o sobre os quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cronômetro de Israel um pouquinho antes do fim cujo número é como a areia do mar, para as ajuntar em batalha. 9 E subiram sobre a largura da da 70a. semana, e a Tribulação durará um pouquinho (indeterminado) menos que 2520 dias terra, e cercaram o arraial dos santos e a cidade amada; e de Deus desceu fogo, do céu, e os devorou. de 24 h. 10 E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de “Importa que [Satanás] seja solto por um pouco fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de de tempo ”, de Apoc 20:3,7-10, PARECE-nos ensinar que, só ao final do Milênio, Deus deixará o dia e de noite serão atormentados para todo o sempre.” (Ap 20:7-10)
cronômetro de Israel chegar ao fim.

ESTADO FINAL (eterno) DE TODAS AS COISAS

6.1. O JULGAMENTO DE SATANÁS E SEUS ANJOS:
Terminado o Milênio, Satanás é solto, engana as nações do mundo e as congrega (Oh, a maldade humana!) em fúria revoltosa contra Cristo. Mas fogo do céu devora os exércitos do Diabo e ele é lançado para sempre no Lago de Fogo Apoc 20:714. Todos os demônios, que já estarão presos no Tártaro (ver seções 4.6.B e 5.8), serão lançados no Lago de Fogo, eternamente Mat 25:41; 8:29; 2Pe 2:4; Jude 1:6. O sofrimento (para homens, demônios, e Satanás) no Lago de Fogo é eterno, inescapável, definitivo, consciente, em chamas literais, terribilíssimo Ap 20:10ss (acima). Não é explicitado o exato tempo quando os demônios serão lançados do Tártaro para o Lago de Fogo. No entanto, mesmo sem certeza absoluta, podemos assumir que, quanto a seus destinos finais, não deverá haver diferença entre o chefe dos demônios e seus subalternos, portanto tudo indica que: A) O Poço Sem Fundo ou Abismo, de Ap 20:1-3 (diferente de Poço do Abismo, de Ap 9:1,2), é o mesmo Tártaro de 2Pe 2:4 (acima); B) Será ao final do Milênio que todos os demônios

“7 E, acabando-se os mil anos, Satanás será solto da sua prisão, 8 E sairá a enganar as nações que estão sobre os quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, para as ajuntar em batalha. 9 E subiram sobre a largura da terra, e cercaram o arraial dos santos e a cidade amada; e de Deus desceu fogo, do céu, e os devorou. 10 E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre. 11 ¶ E vi um grande trono branco, e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu; e não se achou lugar para eles. 12 E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. 13 E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras. 14 E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte.” (Ap 20:7-14) “Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos;” (Mt 25:41) “E eis que clamaram, dizendo: Que temos nós contigo, Jesus, Filho de Deus? Vieste aqui atormentar-nos antes do tempo?” (Mt 8:29) “Porque, se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, mas, havendo-os lançado no inferno, os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo;” (2Pe 2:4)
125

serão lançados do Poço Sem Fundo (= Abismo = Tártaro) para o Lago de Fogo, juntamente com Satanás.

“E aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, reservou na escuridão e em prisões eternas até ao juízo daquele grande dia;” (Jd 1:6) “1 ¶ E vi descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo, e uma grande cadeia na sua mão. 2 Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos. 3 E lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, para que não mais engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois importa que seja solto por um pouco de tempo.” (Ap 20:1-3) “1 ¶ E o quinto anjo tocou a sua trombeta, e vi uma estrela que do céu caiu na terra; e foi-lhe dada a chave do poço do abismo. 2 E abriu o poço do abismo, e subiu fumaça do poço, como a fumaça de uma grande fornalha, e com a fumaça do poço escureceu-se o sol e o ar.” (Ap 9:1-2)

6.2. O JULGAMENTO DOS QUE MORRERAM SEM CRISTO (JULGAMENTO DO GRANDE TRONO BRANCO)
O julgamento do grande trono branco é diferente do julgamento dos indivíduos das nações: Julgamento dos indivíduos das Julgamento. do grande trono branco nações gentílicas (ver seção 4.6) Mt 25:31-46 antes do milênio na terra “trono da SUA glória” os indivíduos de todas as NAÇÕES gentílicas nenhuma Ap 20:11-15 depois do Milênio no [3o.?] Céu “grande trono branco” apenas os PERDIDOS de todos os tempos, todos eles já MORTOS a 2a. ressurreição, para a condenação eterna. Os corpos físicos serão indestrutíveis. eternos, mas não glorificados. - todos não estão no “livro da vida” = “do cordeiro” Lc 10:20; Ap 3:5; 13:8; 17:8; 21:27 - as obras e luz que tiveram Lc 12:47-48 - “os livros” da Bíblia, especialmente as palavras de Cristo Jo 12:48 1 só classe, 1 só destino: todos vão para o Lago de Fogo!

Tempo: Local: Trono de Cristo: Julgados: Ressurreição conectada:

Base para o julgamento: Conseqüências do julgamento:

tratamento dado aos “irmãos” [judeus convertidos e perseguidos] 2 classes, 2 destinos:

- as ovelhas receberão o gozo no - imutavelmente Lc 16:26 reino - eternamente Mt 18:8; 25:41,46; Ap 14:10-11; 19:20 +
126

- os bodes receberão a condenação eterna

20:10 - tormento terrível, literal Mt 26:24; Mc 9:47-48; Ap 14:10-11 (acima) - justos graus de punição, segundo a luz recebida e as obras Mt 11:24; Lc 12:47-48 (acima); Rm 2:5-6; Ap 20:12-13 (acima)

“31 ¶ E quando o Filho do “11 ¶ E vi um grande trono branco, e o que estava assentad homem vier em sua glória, e todos achou lugar para eles. 12 E vi os mortos, grandes e pequen os santos anjos com ele, então se abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram jul assentará no trono da sua glória; 32 segundo as suas obras. 13 E deu o mar os mortos que nele E todas as nações serão reunidas havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras. 14 diante dele, e apartará uns dos Esta é a segunda morte. 15 E aquele que não foi achado es outros, como o pastor aparta dos 20:11-15) bodes as ovelhas; 33 E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes “Mas, não vos alegreis porque se vos sujeitem os espíritos; aleg à esquerda. 34 Então dirá o Rei aos céus.” (Lc 10:20) que estiverem à sua direita: Vinde, “O que vencer será vestido de vestes brancas, e de man benditos de meu Pai, possuí por confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos herança o reino que vos está “E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esse preparado desde a fundação do Cordeiro (que foi morto) desde a fundação do mundo.” (Ap mundo; 35 Porque tive fome, e “A besta que viste foi e já não é, e há de subir do abismo, e irá destes-me de comer; tive sede, e estão escritos no livro da vida, desde a fundação do mundo destes-me de beber; era virá.” (Ap 17:8) estrangeiro, e hospedastes-me; 36 “E não entrará nela coisa alguma que contamine, e cometa abo Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e da vida do Cordeiro.” (Ap 21:27) visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me. 37 Então os justos lhe “47 E o servo que soube a vontade do seu senhor, e não responderão, dizendo: Senhor, castigado com muitos açoites; 48 Mas o que a não soube, e quando te vimos com fome, e te castigado. E, a qualquer que muito for dado, muito se lhe p demos de comer? ou com sede, e te pedirá.” (Lc 12:47-48) demos de beber? 38 E quando te vimos estrangeiro, e te “Quem me rejeitar a mim, e não receber as minhas palavras, já hospedamos? ou nu, e te vestimos? há de julgar no último dia.” (Jo 12:48) 39 E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te? 40 E, “E, além disso, está posto um grande abismo entre nós e v respondendo o Rei, lhes dirá: Em não poderiam, nem tampouco os de lá passar para cá.” (Lc verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus “Portanto, se a tua mão ou o teu pé te escandalizar, corta-o, e a pequeninos irmãos, a mim o aleijado, do que, tendo duas mãos ou dois pés, seres lança fizestes. 41 Então dirá também aos “Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Aparta que estiverem à sua esquerda: para o diabo e seus anjos;” (Mt 25:41) Apartai-vos de mim, malditos, para o “E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para fogo eterno, preparado para o diabo “10 Também este beberá do vinho da ira de Deus, que se e seus anjos; 42 Porque tive fome, e atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e não me destes de comer; tive sede, para todo o sempre; e não têm repouso nem de dia nem de 127

e não me destes de beber; 43 Sendo estrangeiro, não me recolhestes; que receber o sinal do seu nome.” (Ap 14:10-11) estando nu, não me vestistes; e “E a besta foi presa, e com ela o falso profeta, que diante dela f enfermo, e na prisão, não me besta, e adoraram a sua imagem. Estes dois foram lançados v visitastes. 44 Então eles também lhe “E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo responderão, dizendo: Senhor, de noite serão atormentados para todo o sempre.” (Ap 20:1 quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou “Em verdade o Filho do homem vai, como acerca dele está escr enfermo, ou na prisão, e não te traído! Bom seria para esse homem se não houvera nascid servimos? 45 Então lhes responderá, “47 E, se o teu olho te escandalizar, lança-o fora; melhor é pa dizendo: Em verdade vos digo que, tendo dois olhos, seres lançado no fogo do inferno, 48 Ond quando a um destes pequeninos o 9:47-48) não fizestes, não o fizestes a mim. 46 E irão estes para o tormento “Eu vos digo, porém, que haverá menos rigor para os de So eterno, mas os justos para a vida “5 Mas, segundo a tua dureza e teu coração impenitente, eterna.” (Mt 25:31-46) juízo de Deus; 6 O qual recompensará cada um segundo as

“Porque, eis que eu crio novos céus e nova terra; e não haverá mais lembrança das coisas passadas, nem mais se recordarão.” (Is 65:17) “Porque, como os novos céus, e a nova terra, que hei de fazer, estarão diante da minha face, diz o SENHOR, assim também há de estar a vossa posteridade e o vosso nome.” (Is 66:22) “10 Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no 6.3. A CRIAÇÃO DO NOVO qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, CÉU E DA NOVA TERRA ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se (Isa 65:17; 66:22; 2Pe 3:10-13; Apoc queimarão. 11 ¶ Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, 21:1-2): Deus dissolverá em fogo todo o que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade, 12 Aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, universo, como que numa explosão em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, nuclear de toda a matéria existente, enquanto guardará os redimidos com a se fundirão? 13 Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça.” (2Pe 3:10sombra da Sua mão. A seguir, criará 13) novo céu e nova terra. “1 ¶ E vi um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe. 2 E eu, João, vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que de Deus descia do céu, adereçada como uma esposa ataviada para o seu marido.” (Ap 21:1-2)

“Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus
128

anjos;” (Mt 25:41) “E eis que clamaram, dizendo: Que temos nós contigo, Jesus, Filho de Deus? Vieste aqui atormentar-nos antes do tempo?” (Mt 8:29) “Porque, se Deus não perdoou aos anjos que 7. O ESTADO FINAL DE TODAS AS pecaram, mas, havendo-os lançado no inferno, os entregou às cadeias da escuridão, ficando COISAS reservados para o juízo;” (2Pe 2:4) “E aos anjos que não guardaram o seu 7.1. DO DIABO (E DOS SEUS ANJOS): principado, mas deixaram a sua própria habitação, reservou na escuridão e em prisões Tormento literal, terrível e eterno, no Lago de Fogo eternas até ao juízo daquele grande dia;” (Jd Mat 25:41; 8:29; 2Pe 2:4; Jude 1:6; Apoc 20:10. 1:6) “E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre.” (Ap 20:10) “12 E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. 13 E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras. 14 E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte. 15 E aquele que não foi 7.2. DOS NUNCA SALVOS: achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo.” (Ap 20:12-15) Tormento literal, terrível e eterno, no Lago de Fogo “Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e Apoc 20:12-14-15; 21:8. aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte.” (Ap 21:8) “3 E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, 7.3. DOS SALVOS: pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Gozo e felicidade indescritíveis, pelos séculos dos Deus. 4 E Deus limpará de seus olhos toda a séculos Apoc 21:3-4. lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras A vida do crente na Jerusalém Celestial será uma vida coisas são passadas.” (Ap 21:3-4)
de: a. Comunhão com Deus John 14:3; 1Cor 13:12; 1Jo 3:2; Apoc 22:4; b. Descanso Apoc 14:13; c. Pleno conhecimento 1Cor 13:12 (acima); d. Santidade Apoc 21:27; e. Ausência de sofrimento Apoc 21:4;

A) “E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.” (Jo 14:3) “Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço
129

f. Serviço Apoc 22:3; g. Abundância Apoc 21:6; h. Glória 2Cor 4:17; Col 3:4; i. Adoração Apoc 5:12; 7:9-12; 19:1; Os salvos: a. Serão para sempre livres da presença e possibilidade do pecado; b. Terão corpos santos, imortais e glorificados, semelhantes ao de Cristo; c. Serão perfeitos e desenvolvidos à estatura de Cristo; d. Mas estarão ocupados não com suas perfeições, mas sim e somente com a suprema glorificação do Deus tri-uno Apoc 7:12 (acima).

em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.” (1Co 13:12) “Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos.” (1Jo 3:2) “E verão o seu rosto, e nas suas testas estará o seu nome.” (Ap 22:4) B) “E ouvi uma voz do céu, que me dizia: Escreve: Bem-aventurados os mortos que desde agora morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem dos seus trabalhos, e as suas obras os seguem.” (Ap 14:13) D) “E não entrará nela coisa alguma que contamine, e cometa abominação e mentira; mas só os que estão inscritos no livro da vida do Cordeiro.” (Ap 21:27) E) “E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas.” (Ap 21:4) F) “E ali nunca mais haverá maldição contra alguém; e nela estará o trono de Deus e do Cordeiro, e os seus servos o servirão.” (Ap 22:3) G) “E disse-me mais: Está cumprido. Eu sou o Alfa e o Omega, o princípio e o fim. A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida.” (Ap 21:6) H) “Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente;” (2Co 4:17) “Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então também vós vos manifestareis com ele em glória.” (Cl 3:4) I) “Que com grande voz diziam: Digno é o Cordeiro, que foi morto, de receber o poder, e riquezas, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e ações de graças.” (Ap 5:12) “9 Depois destas coisas olhei, e eis aqui uma multidão, a qual ninguém podia contar, de todas as nações, e tribos, e povos, e línguas, que estavam diante do trono, e perante o Cordeiro, trajando vestes brancas e com palmas nas suas mãos; 10 E
130

clamavam com grande voz, dizendo: Salvação ao nosso Deus, que está assentado no trono, e ao Cordeiro. 11 E todos os anjos estavam ao redor do trono, e dos anciãos, e dos quatro animais; e prostraram-se diante do trono sobre seus rostos, e adoraram a Deus, 12 Dizendo: Amém. Louvor, e glória, e sabedoria, e ação de graças, e honra, e poder, e força ao nosso Deus, para todo o sempre. Amém.” (Ap 7:9-12) “E, depois destas coisas ouvi no céu como que uma grande voz de uma grande multidão, que dizia: Aleluia! Salvação, e glória, e honra, e poder pertencem ao Senhor nosso Deus;” (Ap 19:1)
“24 Depois virá o fim, quando tiver entregado o reino a Deus, ao Pai, e quando houver aniquilado todo o império, e toda a potestade e força. 25 Porque convém que reine até que haja posto a todos os inimigos debaixo de seus pés. 26 Ora, o último inimigo que há de ser aniquilado é a morte. 27 Porque todas as coisas sujeitou debaixo de seus pés. Mas, quando diz que todas as coisas lhe estão sujeitas, claro está que se excetua aquele que lhe sujeitou todas as coisas. 28 E, quando todas as coisas lhe estiverem sujeitas, então também o mesmo Filho se sujeitará àquele que todas as coisas lhe sujeitou, para que Deus seja tudo em todos.” (1Co 15:24-28)

7.4. O REINO ETERNO:
Cristo entregará o reino ao Seu Pai, sendo a morte o último inimigo aniquilado; então Cristo se sujeitará Ele mesmo ao Deus-Pai 1Cor 15:24-28.

131

7.5. O NOVO CÉU E A NOVA TERRA:
(ver seção 6.3) Serão absolutamente perfeitos, livres do pecado e sua maldição Isa 51:16; 65:17; 66:22; 2Pe 3:10-13; Apoc 21:1-2.

“E ponho as minhas palavras na tua boca, e te cubro com a sombra da minha mão; para plantar os céus, e para fundar a terra, e para dizer a Sião: Tu és o meu povo.” (Is 51:16) “Porque, eis que eu crio novos céus e nova terra; e não haverá mais lembrança das coisas passadas, nem mais se recordarão.” (Is 65:17) “Porque, como os novos céus, e a nova terra, que hei de fazer, estarão diante da minha face, diz o SENHOR, assim também há de estar a vossa posteridade e o vosso nome.” (Is 66:22) “10 Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão. 11 ¶ Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade, 12 Aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão? 13 Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça.” (2Pe 3:10-13) “1 ¶ E vi um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe. 2 E eu, João, vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que de Deus descia do céu, adereçada como uma esposa ataviada para o seu marido.” (Ap 21:1-2)

132

7.6. A NOVA JERUSALÉM:
Já durante o milênio, a Jerusalém Celestial pairará suspensa nos céus, sobre a Jerusalém Terrestre Eze 40-46. Cristo e Seus remidos reinarão SOBRE a terra, mas terão a sua morada- lar na Jerusalém Celestial. Apoc 21:2-22:5 descreve esta Nova Jerusalém: a. Será uma cidade literal, de ouro puríssimo e pedras preciosas, com 2500 km tanto de comprimento, como de largura, como de altura; b. Não terá nem sol nem lua, sendo iluminada pela glória de Deus; c. Não terá templo: seu templo será a Senhor Deus e o Cordeiro; d. Será a morada eterna do Deus tri-uno e de TODOS

“2 E eu, João, vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que de Deus descia do céu, adereçada como uma esposa ataviada para o seu marido. 3 E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus. 4 E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas. 5 E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve; porque estas palavras são verdadeiras e fiéis. 6 E disse-me mais: Está cumprido. Eu sou o Alfa e o Omega, o princípio e o fim. A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida. 7 Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho. 8 Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte. 9 ¶ E veio a mim um dos sete anjos que tinham as sete taças cheias das últimas sete pragas, e falou comigo, dizendo: Vem, mostrar-te-ei a esposa, a mulher do Cordeiro. 10 E levou-me em espírito a um grande e alto monte, e mostrou-me a grande cidade, a santa Jerusalém, que de Deus descia do céu. 11 E tinha a glória de Deus; e a sua luz era semelhante a uma pedra preciosíssima, como a pedra de jaspe, como o cristal resplandecente. 12 E tinha um grande e alto muro com doze portas, e nas portas doze anjos, e nomes escritos sobre elas, que são os nomes das doze tribos dos filhos de Israel. 13 Do lado do levante tinha três portas, do lado do norte, três portas, do lado do sul, três portas, do lado do poente, três portas. 14 E o muro da cidade tinha doze fundamentos, e neles os nomes dos doze apóstolos do Cordeiro. 15 E aquele que falava comigo tinha uma cana de ouro, para medir a cidade, e as suas portas, e o seu muro. 16 E a cidade estava situada em quadrado; e o seu comprimento era tanto como a sua largura. E mediu a cidade com a cana até doze mil estádios; e o seu comprimento, largura e altura eram iguais. 17 E mediu o seu muro, de cento e quarenta e quatro côvados, conforme a medida de homem, que é a de um anjo. 18 E a construção do seu muro era de jaspe, e a cidade 133

- Aplicação: a. Para o crente: Rom 11:33; Eph 2:3-10. b. Para o descrente: dois futuros eternos devem ser decididos hoje: b.a. vida eterna John 3:16. b.b. condenação eterna Apoc 20:15.

“Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos!” (Rm 11:33) “3 Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também. 4 ¶ Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, 5 Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), 6 E nos ressuscitou juntamente com ele e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus; 7 Para mostrar nos séculos vindouros as abundantes riquezas da sua graça pela sua benignidade para conosco em Cristo Jesus. 8 Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. 9 Não vem das obras, para que ninguém se glorie; 10 Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas.” (Ef 2:3-10) “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (Jo 3:16) “E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo.” (Ap 20:15)

Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (ARC idealmente até 1894, no máximo até a edição IBB1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), fielmente traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).

(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)

(retorne a http://solascriptura-tt.org/

EclesiologiaEBatistas/ retorne a http:// solascriptura-tt.org/ )
134

135

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful