Você está na página 1de 3

História

A ERA VARGAS
Em 1930 acontecem eleições para escolher um novo  Mandato presidencial de 4 anos;
presidente, mas desta vez o acordo café com leite não deu  Direitos trabalhistas;
certo pois os dois estados queriam lançar candidatos. Então o  Limite de jornada de trabalho;
estado de Minas Gerais aliou-se ao Rio Grande do Sul for-  Férias anuais;
mando a Aliança Liberal. A Aliança Liberal queria adotar o vo-  Indenização por demissão sem justa causa;
to secreto e instituir leis trabalhistas o que agradou a  Proteção das riquezas naturais do país.
população urbana e aos trabalhadores em geral.Na apuração O trabalho na Constituição de 1934
dos votos o candidato da Aliança Liberal , Getulio Vargas , foi Art. 121- A lei promoverá o apoio da produção e es-
derrotado pelo candidato apoiado por São Paulo, Julio Pres- tabelecerá as condições de trabalho, na cidade e nos campos,
tes. tendo em vista a proteção social do trabalhador e os interes-
ses econômicos do país.
§1º- A legislação do trabalho observará os seguintes
preceitos, além de outros que visem melhorar as condições do
trabalhador:
a) Proibição de diferença de salário para um mesmo
trabalho, por motivo de idade, sexo, nacionalidade
ou estado civil;
b) Salário mínimo capaz de satisfazer, conforme as
condições de cada região, às necessidades nor-
mais do trabalhador;
c) Trabalho diário não excedente de oito horas (...);
d) Proibição de trabalho a menores de 14 anos; de
trabalho noturno a menores de 16; e em indústria
insalubres a menores de 18 anos e a mulheres;
Derrotado nas urnas e alegando fraude, Getúlio Vargas e) repouso semanal, de preferência aos domingos;
comanda um movimento armado que acbaria derrubando o f) Férias anuais remuneradas;
presidente Washington Luís. Na foto, Getúlio Vargas é g) Indenização ao trabalhador dispensado sem justa
homenageado por populares na estação ferroviária de Ponta causa;
Grossa (PR), a caminho edo Rio de Janeiro, em 17 de outubro h) Assistência médica e sanitária ao trabalhador e à
1930. gestante, assegurando a esta descanso, antes e
depois do parto, sem prejuízo do salário e do em-
 A Revolução de 1930: inconformados com a der- prego (...);
rota, o Rio Grande do Sul , Minas Gerais , Paraíba i) Regulamentação do exercício de todas as profissões.
e Pernambuco iniciam confrontos armados contra Após a sua promulgação foi realizada uma eleição in-
tropas do governo. A situação foi agravada quan- direta pelo Congresso Nacional e Getúlio Vargas foi eleito.
do João Pessoa – candidato a vice de Getúlio Var-
gas – foi assassinado. Em 24 de outubro de 1930 2. O GOVERNO CONSTITUCIONAL (1934-
os militares do Rio de Janeiro depuseram o presi-
1937)
dente Washington Luis colocando Getúlio Vargas
na presidência do Brasil. Nesta fase do governo Vargas, destacam-se a disputa
política entre dois grupos políticos:
1. O GOVERNO PROVISÓRIO (1930-1934) AIB- Ação Integralista Brasileira: seus integrantes eram
Neste período Getulio Vargas tentou apagar todas as conhecidos como integralistas, defendiam um regime político
marcas deixadas pelo coronelismo e pela política do café com autoritário, eram contrários ao comunismo, queriam a censura
leite, para isso nomeou interventores militares para os estados, das atividades artísticas.
suspendeu a constituição e fechou o congresso nacional e as ANL – Aliança Nacional Libertadora: seus integrantes
assembléias legislativas e câmaras municipais, pois todas ha- eram chamados de aliancistas e defendiam o não pagamento
viam sido eleitas ainda na República Velha. da dívida externa, a nacionalização de empresas estrangeiras.
Em 1932 o estado de São Paulo não aceitando o in- Em 1935 acontecem algumas revoltas organizadas pe-
terventor militar acabou revoltando-se contra o governo de los comunistas – Intentona Comunista - que resistiam a perse-
Vargas exigindo que fossem realizadas novas eleições, que guição do governo, elas aconteceram no Rio Grande do
fosse feita uma nova Constituição. A revolta foi dominada pe- Norte, Pernambuco, e Rio de janeiro e foram controladas pelo
lo governo federal mas Getúlio Vargas teve que convocar uma governo federal com certa tranqüilidade.
Assembléia Constituinte para elaborar uma nova Constituição. Em 1937, Getúlio Vargas deveria convocar eleições
A Constituição de 1934: dentre as principais caracte- presidenciais para a escolha de um novo presidente, mas ale-
rísticas desta constituição destacamos: gando um certo perigo comunista, Vargas preparou um golpe
 O voto secreto; para permanecer no poder. Junto com os integralistas prepa-
 Direito de voto para as mulheres; rou um falso plano comunista para tomar o poder presidenci-
 Eleições diretas; al. Este plano foi “descoberto” pelo governo que para conter
o problema fechou o Congresso Nacional, acabou com os

Editora Exato 57
História
partidos políticos, cancelou as eleições e iniciou um governo Com a Revolução de 30, o Estado liderado por Getú-
autoritário. lio Vargas adotou uma nova postura com relação à chamada
"questão social". Abandonada pelo Estado à própria sorte e
3. O GOVERNO DITATORIAL (1937-1945) – cortejada por agremiações políticas de esquerda e de direita,
ESTADO NOVO a grande massa de trabalhadores urbanos constituía uma gra-
ve ameaça para a manutenção da ordem, abalada por greves
As principais características deste período de governos e manifestações que, em conseqüência das perdas salariais e
foi a elaboração de uma Constituição em 1937, a criação da do desemprego determinados pela crise de 1929, pareciam
Companhia Siderúrgica Nacional e da Companhia Vale do crescer sem nenhum controle. Com a criação do Ministério do
Rio Doce, elaboração da CLT –Consolidação das Leis do Tra- Trabalho, em novembro de 1930, Getúlio Vargas procurou
balho, criação do DIP – Departamento de Imprensa e Propa- amenizar esse cenário de grande mobilização social, conferin-
ganda – para fazer uma propaganda positiva de Getúlio do ao Estado um papel de juiz nas disputas entre patrões e
Vargas e da 2ª Guerra Mundial. empregados.
Durante a 2ª Guerra Mundial, Vargas decidiu apoiar O reconhecimento de alguns direitos dos operários pe-
os Aliados e conseguiu em troca um financiamento para a lo Ministério do Trabalho, no entanto, pouco contribuiu para a
construção da usina de Volta Redonda e contratos de forneci- melhoria das condições sociais dos trabalhadores. As dificul-
mento de matéria prima de primeira necessidade durante a dades dessa população que trabalhava duro, sem receber
guerra (borracha e ferro). Em contrapartida sofremos retalia- uma justa remuneração pelo seu trabalho, acabaria se consti-
ções dos alemães, por causa desse apoio, que afundaram al- tuindo em tema de uma série bastante significativa de sambas
guns navios brasileiros no Oceano Atlântico. que procuraram exaltar a figura do malandro: um tipo que
preferia dedicar-se a bicos, pequenos furtos e exploração de
4. ECONOMIA BRASILEIRA NO ESTADO
mulheres, evitando entregar-se ao trabalho pesado, que, via
NOVO de regra, só trazia benefício aos patrões.
Getúlio Vargas promoveu medidas importantes para Wilson Batista destacou-se como um dos sambistas
resolver os problemas do café , que apesar da industrialização mais afeitos ao tema, exaltando a malandragem em sambas
brasileira o café ainda era importante gerador de riquezas , como “Lenço no Pescoço”. Gravada pela primeira vez em
incentivando o cultivo de outros produtos (algodão, cana de 1933, essa canção compara dois tipos da sociedade carioca
açúcar e frutas). Para defender a indústria nacional aumentou do período: o malandro e o trabalhador. Enquanto o primeiro
os impostos sobre produtos importados que tivessem seme- é descrito em detalhes, desafiando a sociedade com suas rou-
lhantes no país e ganhou o apelido de “Pai dos Pobres” pelos pas, seu gingado e sua navalha, o segundo se apresenta com
grandes avanços nos direitos trabalhistas que fez. uma única característica evidente: sua miséria.

5. LEITURA COMPLEMENTAR Com meu chapéu de lado, tamanco arrastando


Lenço no pescoço, navalha no bolso
Malandros x trabalhadores Eu passo gingando, provoco e desafio
Durante os 15 anos de governo Vargas, o rádio tor- Eu tenho orgulho em ser tão vadio
nou-se cada vez mais popular.
Um gênero musical em especial se difundiu: o samba. Sei que eles falam desse meu proceder
Manifestação da cultura popular, esse gênero musical foi alvo Eu vejo quem trabalha andar no miserê
de atenções especiais, principalmente por parte do Departa- Eu sou vadio porque tive inclinação
mento de Imprensa e Propaganda, visto ao mesmo tempo Eu me lembro era criança
como ameaça e como instrumento possível para a construção Tirava samba-canção.
da identidade nacional.
No trecho do livro citado abaixo, o autor analisa essa [...] Através de concursos, censura e outras estratégias
questão a partir do conflito entre a imagem do malandro e a de cooptação de músicos coordenadas pelo DIP, as autorida-
imagem do trabalhador. des do Estado Novo procuraram incentivar os sambistas a
Há um bom ponto de partida para analisar a cultura mudar o tema de suas composições. Nem mesmo Wilson Ba-
brasileira no Estado Novo: um projeto de disciplinarização do tista, autor de Lenço no Pescoço, conseguiria resistir ao cerco
brasileiro através do samba que, ensaiado no início dos anos dos burocratas do regime de Vargas. [...] Em “O Bonde São
1930, ganhou um impulso decisivo a partir dos anos 1940, Januário”, parceria com Ataulfo Alves, de 1940, Wilson Batis-
com a organização do Departamento de Imprensa e Propa- ta voltaria a exaltar as virtudes do trabalhador, desta vez numa
ganda (DIP). perspectiva mais otimista.
Produzido entre as camadas mais populares, e negras,
da sociedade carioca, o samba foi visto, desde o seu nasci- Quem trabalha é quem tem razão
mento, com muita desconfiança pelas elites e autoridades bra- Eu digo e não tenho medo de errar
sileiras. Não só o samba, mas também outros ritmos da O bonde São Januário
música popular eram percebidos como manifestações de gru- leva mais um operário
pos avessos às regras da civilização e do trabalho, constituin- Sou eu que vou trabalhar
do-se o ato de tocar violão num atestado de vadiagem.
Com a intensificação do processo de urbanização do Antigamente eu não tinha juízo
Rio de Janeiro, entre o final da década de 1920 e o início dos Mas resolvi garantir meu futuro
anos 1930, as populações recém-chegadas do campo encon- Vejam vocês,
travam imensas dificuldades em se adaptar à cidade. [..] Sou feliz, vivo muito bem

Editora Exato 58
História
A boemia não dá camisa a ninguém

Em O bonde São Januário, Wilson Batista faz uma es-


pécie de mea-culpa sobre a exaltação do malandro de seus
sambas anteriores. O malandro do morro, fã da boemia e a-
vesso ao trabalho, de Lenço no Pescoço, transformava-se nu-
ma espécie de "operário padrão", tomando-se um homem
"feliz", com o futuro garantido através do trabalho.
(Adaptado de: Cláudio Aguiar Almeida. Cultura e so-
ciedade
no Brasil: 1940-1968. São Paulo, Atual, 1996, p. 8-9
e 12.)

EXERCÍCIOS
1 Explique o episodio chamado de Revolução de 1930.

2 Quais as principais mudanças da Constituição de 1934?

3 Faça uma comparação entre as idéias dos Integralistas e


Aliancistas?

4 Qual a posição brasileira durante a segunda Guerra


Mundial?

5 Descreva algumas características da economia durante o


Estado Novo?

Editora Exato 59