Você está na página 1de 2

COLÉGIO MILITAR DO RIO DE JANEIRO

6ª SÉRIE - LÍNGUA PORTUGUESA - 2005


A NARRATIVA DE AVENTURA

O protagonista da narrativa de aventura, normalmente, é um valente e audaz herói que vive as mais incríveis e
surpreendentes situações. O aventureiro não se abate diante de desafios sucessivos, pelo contrário, envolve-se em uma seqüência
de peripécias para escapar do perigo. Daí ser a ação um elemento fundamental da narrativa de aventura. O leitor é, assim,
conduzido por sucessivas ações encadeadas a partir do desenvolvimento de temas fascinantes como a viagem.
A viagem, na aventura, é sempre repleta de obstáculos e perigos que desafiam a astúcia e a coragem do aventureiro. Tanto
pode ser uma viagem por terra, quanto por mar ou mesmo pelo ar (exemplos famosos dessas duas últimas viagens são Moby Dick,
de Melville Herman, e Cinco semanas em um balão, de Julio Verne). Viaja-se para e por lugares exóticos, ilhas distantes,
desertos... Enfrentam-se piratas, animais ferozes, estranhas criaturas... São apresentados povos desconhecidos, hostis ou amigáveis,
com hábitos muitas vezes estranhos à cultura do herói. Freqüentemente a viagem é motivada pela busca por um incrível tesouro.
Há sempre, nesses casos, disputa por um mapa que levaria ao grande prêmio. Sem dúvida, a obra emblemática dessa tradição da
narrativa de aventura é precisamente A ilha do tesouro, de Robert Louis Stevenson. Por outro lado, a viagem pode ser tão-somente
necessária à sobrevivência do herói, que pode construir uma nova vida longe de sua terra natal.
O romance de aventura, cujas origens remontam ao século XVII, vai encontrar no cinema, assim como a ficção científica
e a narrativa policial, espaço privilegiado, graças à forma como seu conteúdo é apresentado às massas. Para agradar ao grande
público, esses gêneros ficaram muitas vezes reduzidos a uma “receita”, de modo que um leitor (ou espectador) mais habitual
consiga sem dificuldades antecipar o que irá acontecer ao longo da história. De qualquer maneira, merece destaque, quando se trata
de famosos filmes de aventura, a série Indiana Jones dirigida por Steven Spielberg nos anos de 1980.

EXERCÍCIOS
1. Preencha o quadro a seguir com o tempo, o modo, o número e a pessoa dos verbos destacados.
VERBO TEMPO MODO NÚMERO PESSOA
Eu ajudaria você.
Ela passava ali todos os dias.
A turma ajudou o professor.
Chego sempre cedo.
Nada perturbaria meu sono.
Torço para que tenha razão.
Havia algo errado ali.
Paula aprendera muito.
Paula aprenderá muito.
Prejudicarás o teu amigo?
Cale-se.
Que bom será se nos encontrarmos.
Meus inimigos aprenderam a lição.
Os mais jovens aprenderão logo.
Esqueça tudo o que foi dito.
Não sei dizer por que ele não pôde.
Todos têm amigos.
Pedi para que não falasse alto.
Ninguém tinha interesse naquele

assunto.
2. Destaque os verbos incorretamente empregados nos itens a seguir e reescreva-os de forma correta.

a) Se ele obter ajuda, poderá resolver boa parte dos problemas de sua família.
b) Haviam muitos alunos no pátio, pois as salas ainda estiveram fechadas.

c) Quando o mecânico chegou, não encontrou ninguém, pois ele já abandonou o carro.

d) Se ele vir, eu digo a verdade.

e) Se eu pudesse, assistia ao filme.

f) Ele comprou o jornal na banca do Sr. José todos os dias do mês passado.

g) Talvez a moça tem alguma coisa para nos ajudar.

h) Poderiam haver mais livros na biblioteca.

i) Não paga a conta ao garçom!

j) Várias bolsas contém frascos, mas apenas uma delas mantem a temperatura abaixo de zero.

3. Preencha as lacunas empregando corretamente o verbo entre parênteses.

a) A neve __________________ (cair) sem parar enquanto as crianças seguiam para a escola. A velha professora _____________
(abrir) rapidamente a porta para que todos __________________ (entrar) sem demora. Dentro da sala ___________________
(estar) bem quentinho... Os livros que nós ___________________ (ir) ler haviam sido colocados sobre nossas carteiras.

b) Quando o verão _______________ (chegar), eu e meus amigos ___________________ (viajar). Mas se meus pais não
__________________ (permitir), não ___________________ (haver) outra saída: eu ____________________ (ficar) em casa.

c) Não sei se ____________________ (haver) aulas na próxima semana. Embora não se ________________ (saber) ainda com
certeza, muitos já _______________________ (contar) com esses dias de folga.

d) Não te _________________ (esquecer) de quem sempre esteve ao teu lado, caso contrário te ___________________
(arrepender).

4. Leia atentamente o parágrafo a seguir e indique, dentre os verbos empregados, quais estão no infinitivo ou no futuro do
subjuntivo.
Não sei se a biblioteca irá abrir no sábado. Se isso acontecer, será ótimo, pois tenho de estudar e só consigo
ficar plenamente concentrada no silêncio da sala de estudos. Se tudo der certo, quando chegar o horário de
fechar, já terei lido pelo menos um livro inteiro. Você pode me acompanhar se quiser. Assim, no tempo em
que você pesquisar os arquivos, eu leio e faço anotações.

5. A partir da leitura do trecho abaixo, faça o que se pede nos itens a seguir.
Sempre tive vontade de viver grandes aventuras. Não canso de sonhar. Fico imaginando os lugares incríveis
que poderia conhecer. Mas sempre me sinto triste ao lembrar que tenho passado boa parte da minha vida num
mesmo lugar. Porém, não perdi as esperanças ainda. Quem sabe daqui a um ano já terei viajado meio mundo
e estarei aqui mais uma vez, não mais para me lamentar, mas para contar as mais fantásticas aventuras que
porventura tenha vivido.
a) Retire as locuções verbais empregadas no trecho.
b) Identifique se há formação de tempo composto dentre as locuções destacadas. Em caso afirmativo, indique: tempo, modo,
número e pessoa.

Interesses relacionados