Você está na página 1de 2

MODELO DE RESUMO DE PROJETO

A- PROJETO

1-Título: Riachos do Sertão de Pernambuco: Ações sócio-educativas em meio ambiente

2-Centro: Centro de Ciências Sociais Aplicadas - CCSA 3- Departamento: Departamento de Serviço Social

4- Nome (Professor Coordenador): Rosineide de Lourdes 5- Fone: 3453-9143 6-Fax:


Meira Cordeiro
7- E-mail:
rocordeiro@uol.com.br

B– EQUIPE DE TRABALHO

8- Professor(es) participante (es) (nome/titulação/e-mail):

9- N° de técnico (s): 10-N° de alunos de graduação: 11-N° de alunos de Pós-Graduação ( especificar nome, curso e função no projeto):

01

12- Área atuação:

[ ] Comunicação [ ] Educação [] Saúde

[ ] Cultura [ ] Economia e Administração [] Trabalho

[ ] Tecnologia e Produção [X] Meio Ambiente [] Direitos Humanos e Justiça

13- Local: 14- Período:


Município de Santa Cruz da Baixa Verde, localizado no Sertão Junho de 2006 a março de 2007
Central de Pernambuco

15-Público Alvo:
Direto: o projeto pretende atingir diretamente 540 alunos das quatro escolas das comunidades Cachoeira, Jatiúca, Cana Brava e Covão,
todas no município de Santa Cruz da Baixa Verde/PE, que são banhadas pelo riacho Olho D’água. Pretende atingir também os professores
de ensino fundamental destas escolas, através das implementação de um trabalho articulado com o Movimento de Mulheres para
realização de atividades sócio-educativas e a discussão conjunta do currículo escolar que contemple a temática ambiental.
Indireto: aproximadamente 270 famílias das quatro comunidades rurais onde as escolas se localizam.

16- Objetivos:
- Geral: fortalecer as ações dos movimentos sociais e dos demais atores locais na preservação dos recursos hídricos e no
desenvolvimento da consciência ambiental das comunidades rurais.
Específicos:
• Estimular a participação de quatro escolas rurais com a luta pela defesa dos riachos da região;
• Promover espaços de discussão e ações sócio-educativas nas escolas envolvendo educadores e estudantes para discutir
a questão ambiental e a degradação dos recursos hídricos.
• Contribuir com a construção de um calendário escolar que contemple o tema da preservação ambiental de forma
sistemática e constante.
• Discutir com os educadores formas de aproximação da escola com a luta dos atores locais na preservação dos
mananciais e riachos da região.

Av. Moraes Rego1235|Cidade Universitária|50670-901|Recife PE Brasil|Tel 21268130 Fax 21268132|e-mail proext@proext.ufpe.br


1
17- Parcerias:
Movimento de Mulheres Trabalhadoras Rurais do Sertão Central de Pernambuco;
Centro de Educação Comunitária Rural - CECOR
Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Santa Cruz da Baixa Verde/PE.
Secretaria de Educação do Município
Secretaria de Agricultura e Meio ambiente do Município
18- Resumo do projeto ( ate 200 palavras):
Esta proposta pretende dar continuidade as atividades desenvolvidas pelo Projeto de Extensão Riachos do Sertão de Pernambuco: ações
socioeducativas em meio ambiente. Na execução do referido Projeto os atores e comunidades locais demandaram uma ação mais
especifica da UFPE com as escolas rurais. Para fins da execução, escolhemos quatro escolas de Ensino Fundamental que são
responsáveis pela educação infantil das crianças que moram em quatro comunidades próximas ao Riacho Olho D’água: Escola Artur Viana
Ribeiro, do povoado de Jatiúca, Escola João Barbosa da Silva, do Sítio Cachoeira, Escola do Sítio Covão e Escola do Sítio Cana Brava. O
objetivo central da ação é fortalecer as ações dos movimentos sociais e dos demais atores locais na preservação dos recursos hídricos e no
desenvolvimento da consciência ambiental das comunidades rurais e de modo mais específicos, nas escolas rurais.
Com vistas ao desenvolvimento das atividades planejamos realizar oficinas de sensibilização relacionadas à temática do meio ambiente
nas escolas e na comunidade e articular as comunidades para se engajarem mais ativamente no processo. Todas estas atividades serão
realizadas junto com representantes do Movimento de Mulheres, do CECOR e do STR de Santa Cruz da Baixa Verde. Pretendemos
estabelecer um diálogo com os professores das escolas para a inclusão da temática ambiental de forma sistemática no currículo escolar e
para promover futuras atividades com os alunos. O que se apresenta como desafio para esta intervenção é tornar a potencialidade do
trabalho educativo e articulado com os movimentos sociais uma ação contínua e estimular o comprometimento das escolas com a questão
da revitalização hídrica nas comunidades.
19- Palavras chaves (5):
movimentos sociais escolas rurais educação ambiental Agricultura familiar Água

20- Referências Bibliográficas:


CORDEIRO, Rosineide. Além das secas e das chuvas: os usos da nomeação mulher trabalhadora rural no Sertão central de Pernambuco.
Tese ( doutorado em Psicologia Social). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2004.

ESCOLA DE FORMAÇÃO QUILOMBO DOS PALMARES. Movimentos sociais e educação popular no Nordeste. Recife, EQUIP, 2004
GOHN, Maria da Glória. História dos Movimentos Sociais e Lutas Sociais Loyola, 1995.
_________________. Teorias dos Movimentos Sociais. São Paulo, Loyola, 1997.

_________________(ORG) Movimentos Sociais no início do século XXI. Petrópolis, Vozes, 2003.


PEREZ, Jose Eduardo Canelon. A gestão da água no Vale de Quibor: uma análise psicossocial de uma forma tradicional de manejo de um
bem comum Tese ( doutorado em Psicologia Social). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005

Av. Moraes Rego1235|Cidade Universitária|50670-901|Recife PE Brasil|Tel 21268130 Fax 21268132|e-mail proext@proext.ufpe.br


2