Você está na página 1de 14

CIÊNCIAS POLÍTICAS PROF. LAÉRCIO LOUREIRO DOS SANTOS

AULA 18 DE AGOSTO

LER “TEORIA PURA DO DIREITO” – KELSEN, H.

LER “PARA ENTENDER HANS KELSEN” – FÁBIO ULHOAS

1.

O

QUE É CIÊNCIA POLÍTICA?

Também chamada de teoria geral do Estado estuda a origem, a organização, o funcionamento e a finalidade do Estado.

2.

QUAL A ORIGEM DO ESTADO PARA HOBBES? Para Hobbes, em sua obra O Leviatã, o Estado serve para por fim à “guerra de todos contra todos”. Nesse sentido, o mau governo seria melhor do que nenhum governo. E, portanto, o Estado não teria limites.

3.

QUAL A ORIGEM DO ESTADO PARA ROUSSEAU? Para Rousseau o Estado surge de um contrato social firmado no passado distante em que as pessoas transferiram parte de sua liberdade para o Estado. Para Rousseau a função do Estado seria promover a igualdade, minimizando as desigualdades.

4.

O

QUE É ESTADO?

Estado é formado pela soberania, pelo território e pelo seu povo. Território é onde o Estado impõe suas leis. Soberania é poder que se impõe, inconstratável, faz parte do Estado.

5.

O

QUE É ESTADO DE DIREITO?

Estado de direito é aquele organizado segundo critérios objetivos e que necessariamente respeita o princípio de legalidade (a lei é que diz o que deve ser feito).

6.

O QUE É TRIPARTIÇÃO DE PODERES?

A tripartição dos poderes significa a existência de três formas de “governo” num

mesmo Estado de forma que um poder controle o outro. Esse princípio também é chamado de sistema de freios e contra pesos. Cada poder tem funções típicas

(para

inicialmente “prevista”).

que

foi

criado)

e

também

funções

atípicas

(exerce

atividade

não

7.

O

QUE É PRINCÍPIO DA LEGALIDADE?

O

princípio de legalidade significa que o cidadão pode fazer qualquer coisa que

não esteja proibida em lei. Art. 5º, II CF/88.

8.

O QUE É PIRÂMIDE KELSENIANA?

A pirâmide kelseniana estabelece o critério hierárquico das normas jurídicas.

Desta forma, uma lei necessariamente deve estar de acordo com as regras

constitucionais.

9.

O

QUE É CORTE EPISTEMOLÓGICO?

Corte epistemológico é a separação que Kelsen faz entre o Direito e as demais formas de conhecimento humano (demais ciências). Para ele, o Direito deve ser

estudado apenas a partir do Direito, e não com “auxílio” de outras ciências.

10.

O

QUE É NORMA HIPOTÉTICA FUNDAMENTAL?

Norma hipotética fundamental (NHF) para Kelsen é o pressuposto do Direito, está “acima” da Constituição (anterior). Para Kelsen a NHF é o pressuposto lógico para o estudo do Direito. Kelsen aceita o fato de que as normas jurídicas têm influência da religião, da filosofia etc., mas não se propõe a discutir essa origem.

11.

O

QUE É ABSOLUTISMO?

Absolutismo é a forma de governo em que não há respeito aos princípios do

Estado de Direito, sendo o poder concentrado nas mãos de um ou de poucas pessoas. O exemplo clássico são as monarquias absolutistas.

12.

O QUE SÃO “CLÁUSULAS PÉTREAS”? Cláusulas pétreas são as regras constitucionais que não podem ser modificadas nem mesmo pela maioria do Congresso Nacional.

O princípio da isonomia é também chamado de princípio da igualdade e significa tratar igualmente os iguais e desigualmente os desiguais na medida da sua desigualdade.

14. O QUE É DEVIDO PROCESSO LEGAL? Devido processo legal significa que em regra a restrição ao patrimônio ou a liberdade do cidadão deve ser precedida de um processo judicial com direito ao contraditório e a ampla defesa.

15. O QUE É CONSTITUCIONALISMO? Constitucionalismo é o movimento histórico iniciado em 1519 para limitar o poder do Estado absolutista.

AULA 25 DE AGOSTO

Estado de Direito (legalidade) evoluiu para Estado Democrático de Direito: teve que ser acrescentado o princípio da dignidade da pessoa humana, contando com participação popular.

Estado Social de Direito: investe maciçamente em programas sociais (pode não ser democrático).

Plebiscito: consulta popular antes de uma norma jurídica entrar em vigor.

Referendo: há a aprovaçãode uma norma jurídica, e consulta-se a população para entrada em vigor ou não da norma posterior à “aprovação”.

Ação popular: a partir da iniciativa de um cidadão pode desfazer um ato do Executivo, mediante ação na Justiça. Não tem custos.

QUESTÕES

1. O QUE É ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO? Estado Democrático de Direito é aquele em que além do respeito ao princípio da legalidade há também respeito ao princípio da dignidade humana e participação popular efetiva.

2.

O QUE É ESTADO SOCIAL DE DIREITO? Estado Social de Direito é aquele em que as condições sociais de saúde e

educação são idênticas para todas as pessoas e, portanto há respeito ao princípio

da igualdade.

3. O QUE É MANDATO? Mandato é a representação de um político em nome da população. Por exemplo, o mandato do governador, do deputado, do prefeito etc. É diferente de MANDADO (SENTIDO DE ORDEM).

4. O QUE É “RECALL”? Recall é o mecanismo para “cassar” o mandato através de manifestação popular. No Brasil não existe esse mecanismo. É diferente de impeachment (é votado pelo Poder Legislativo).

5. O QUE É DEMOCRACIA REPRESENTATIVA?

A democracia representativa é aquela em que as decisões são tomadas em regra

pelos representantes do povo de forma indireta. No Brasil, por exemplo, as

decisões são tomadas em regra pelo Congresso Nacional.

6. O QUE É SISTEMA MAJORITÁRIO? Sistema majoritário é aquele em que a escolha do representante se dá pela maioria dos votos. Por exemplo, a eleição de senadores, presidente da República, governadores e prefeitos.

7. O QUE É SISTEMA PROPORCIONAL? No sistema proporcional os votos vão para o partido ou coligação que de acordo com a ordem de votação dos candidatos preencherá as cadeiras. Por exemplo, a eleição de deputados e vereadores.

(monarquia

parlamentarismo).

ou

república)

e

regime

de

governo

(presidencialismo

ou

9. O QUE É REFERENDO? Referendo é a forma de participação popular em que a população concorda ou não com a regra jurídica que já está em vigor. Por exemplo, o referendo sobre as armas de 2003.

10. O QUE É INICIATIVA LEGISLATIVA POPULAR? É a participação popular para projetos de lei desde que 1% do eleitorado nacional subscreva esta iniciativa sendo necessário ainda que hajam assinaturas em pelo menos 5 estados. Por exemplo, o projeto de lei da Ficha Limpa.

11. O QUE É SUFRÁGIO UNIVERSAL? Sufrágio universal é o direito de voto que todo brasileiro tem desde que tenha mais de 16 anos.

12. O QUE É AÇÃO POPULAR? Ação popular é ação cabível por qualquer cidadão para anular um ato da administração pública. O Professor José Afonso da Silva diz que é um “instrumento de democracia direta”.

13. O QUE É LEGISLATIVO BICAMERAL? O Legislativo é bicameral porque a aprovação de leis só pode ser feita se houver decisão da Câmara dos Deputados e também do Senado Federal. Uma casa é iniciadora e a outra é revisora.

14. O QUE É SANÇÃO DO CHEFE DO PODER EXECUTIVO? Sanção é a concordância do chefe do Executivo com o projeto de lei aprovado no poder Legislativo. O prazo para sancionar ou vetar o projeto é de 15 dias.

15. O QUE É VETO DO CHEFE DO PODER EXECUTIVO?

Veto é a discordância do chefe do poder Executivo com o projeto de lei aprovado no poder Legislativo. O veto pode ser feito em razão de inconstitucionalidade ou em razão de contrariedade ao interesse público.

16. O QUE É FORMA DE ESTADO?

A forma de Estado atualmente pode ser uma república ou uma monarquia. No

caso do Brasil é uma república.

17. O QUE É REGIME DE GOVERNO?

O regime de governo pode ser presidencialista ou parlamentarista.

18. O QUE É CHEFIA DE ESTADO? Chefe de Estado tem relação com a representação do país para assuntos diplomáticos.

19. O QUE É CHEFIA DE GOVERNO? Chefia de governo é a efetiva administração do poder público.

20. O QUE É PRESIDENCIALISMO? No presidencialismo a chefia de Estado e a chefia de governo estão concentradas

na pessoa do presidente.

21. O QUE É PARLAMENTARISMO? No parlamentarismo o primeiro-ministro exerce a chefia de governo e a chefia

de Estado ficará com outra pessoa (presidente ou rei/ rainha).

AULA 08 DE SETEMBRO

MONARQUIA:

JURÍDICA.

HEREDITÁRIA,

VITALÍCIA,

IRRESPONSABILIDADE

REPÚBLICA: ELETIVA, TEMPORÁRIA, RESPONSABILIDADE JURÍDICA.

SISTEMA PARTIDÁRIO:

PARTIDO ÚNICO normalmente existe em regimes autoritários.

BIPARTIDÁRIO normalmente há diferenciação ideológica entre esquerda e direita.

PLURIPARTIDÁRIO

QUESTÕES

1. O QUE É VETO POPULAR? Veto popular é a manifestação direta da população para que uma lei não entre em vigor. Este instrumento de democracia direta não existe no Brasil.

2. O QUE É SISTEMA DE PARTIDO ÚNICO? No sistema de partido único só existe um único partido, já que esse seria o suficiente para atender os anseios da população. Os países que adotam esse sistema são, por exemplo, Cuba, China, Coréia do Norte, etc.

3. O QUE É SISTEMA BIPARTIDÁRIO? No sistema bipartidário existem dois partidos políticos, ou mesmo que existam vários, apenas 2 têm força suficiente para participar das eleições. Por exemplo, nos Estados Unidos os dois partidos mais fortes são o Republicano (mais conservador) e o Democrata (mais voltado para o social).

4. O QUE É SISTEMA PLURIPARTIDÁRIO? No pluripartidarismo existem inúmeros partidos que podem participar da eleição, como é o caso do Brasil.

5. O QUE É BRASILEIRO NATO? Brasileiro nato é aquele nascido no Brasil ou ainda nascido no estrangeiro de pais brasileiros.

6. O QUE É BRASILEIRO NATURALIZADO?

Brasileiro naturalizado é aquele que tem residência fixa por mais de 15 anos no Brasil, ou ainda por mais de 1 ano e fala português, ou ainda tem residência fixa e é de Portugal.

7. QUAIS CARGOS SÓ PODEM SER EXERCIDOS POR BRASILEIROS NATOS? Só podem ser exercidos por brasileiros natos os seguintes cargos: presidente, vice, presidente da Câmara, presidente do Senado, ministro do STF, ministro da Defesa, oficiais das Forças Armadas e ainda carreira diplomática.

8. PARA QUEM O VOTO É OBRIGATÓRIO?

O voto é obrigatório para os maiores de 18 anos e menores de 70 anos.

9. PARA QUEM O VOTO É FACULTATIVO?

O voto é facultativo no Brasil para os maiores de 16 anos e menores de 18 anos,

e aos maiores de 70 anos, e aos analfabetos.

10. QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS CONDIÇÕES DE ELEGIBILIDADE? Para se candidatar é necessário ser alfabetizado, e ainda ser filiado a um partido político, além da idade mínima para determinados cargos.

11. QUAIS SÃO AS IDADES MÍNIMAS PARA SER CANDIDATO? As idades mínimas são: 21 anos para prefeito e vice; 21 anos para deputados; 18 anos para vereador; 30 anos para governador e vice; 35 anos para presidente, vice e senador.

12. O QUE É FIDELIDADE PARTIDÁRIA? Fidelidade partidária é a interpretação dada pela jurisprudência de que o cargo político pertence ao partido, e não à pessoa que foi eleita. Desta forma, se o político mudar de partido, perderá o cargo.

14.

O QUE É CASA REVISORA? Casa revisora é aquela que efetua a segunda votação do projeto de lei.

15. O QUE É SANÇÃO TÁCITA DO PROJETO DE LEI? Sanção tácita ocorre quando o chefe do Executivo não se manifesta no prazo de 15 dias sobre o projeto de lei aprovado pelo Poder Legislativo.

16. O QUE É “DERRUBADA DE VETO”? Derrubada de veto é a discordância do poder Legislativo com o veto feito pelo chefe do poder Executivo.

17. DEPOIS DA DERRUBADA DO VETO, O CHEFE DO EXECUTIVO DEVE SANCIONAR O PROJETO DE LEI? Sim, o projeto de lei volta para o Executivo que terá 48 horas para sancionar o projeto de lei. Caso não o faça, o chefe do poder Legislativo sancionará.

18. O QUE É MEDIDA PROVISÓRIA? Medida provisória é o ato do presidente da república com força de lei que será apreciado posteriormente pelo poder Legislativo.

19. QUAIS SÃO OS REQUISITOS DA MEDIDA PROVISÓRIA?

A medida provisória para que seja editada pelo presidente da republica deverá

ter os requisitos de relevância e urgência.

20. O QUE É “SOBRESTAMENTO DA PAUTA”? Caso a medida provisória não seja votada em 45 dias, haverá sobrestamento da pauta do Congresso Nacional, impedindo a votação de qualquer outra coisa.

21. O QUE É “EMENDA CONSTITUCIONAL”?

A emenda constitucional pode ser apresentada para modificar a Constituição e

deverá ter aprovação de 3/5 de cada Casa em duas votações. Não passa pelo

Executivo, que tem de cumprir.

22. O QUE SÃO “CLÁUSULAS PÉTREAS”? Cláusulas pétreas são aquelas regras constitucionais que não podem ser modificadas nem mesmo por emenda constitucional, já que são imutáveis em nossa Constituição como, por exemplo, o direito ao voto. Todo o art. 5º CF é cláusula pétrea, mas há outros.

23. QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA MONARQUIA? As principais características da monarquia são: vitaliciedade, hereditariedade e irresponsabilidade (o monarca não responde sobre nenhuma ação).

24. QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA REPÚBLICA? A República tem como principais características a temporariedade, eletividade e responsabilidade.

25. O VETO PODE ABRANGER APENAS UMA PALAVRA DO PROJETO DE LEI? Não, o veto necessariamente deverá abranger trechos inteiros, sendo proibido o veto a palavras ou expressões isoladas.

SEGUNDO BIMESTRE

AULA 27 DE OUTUBRO

1. O QUE É ESTADO UNITÁRIO? ESTADO UNITÁRIO é aquele que não tem subdivisões, sendo governado por um único ente federativo. Em geral, o estado unitário só existe em países pequenos. Ex. Mônaco.

2. O QUE É ESTADO COMPOSTO? Estado composto é aquele em que existem subdivisões e outros entes federativos. Por exemplo, no Brasil, em que existe a União e Estados para a administração dos interesses públicos.

3. O QUE É FEDERAÇÃO? Federação é o sistema em que existem vários estados unidos e todos mantém sua autonomia. Ex. Brasil.

4. O QUE É CONFEDERAÇÃO? Confederação é o sistema em que cada estado mantém sua soberania unindo-se de forma mais fraca com outros estados. Ex. Comunidade Europeia.

5. QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA FEDERAÇÃO? As principais características da federação são: autonomia financeira, governo próprio e participação nas decisões da União.

6. EXPLIQUE A REPARTIÇÃO DE COMPETÊNCIA? A repartição de competências significa a divisão de serviços públicos bem como a divisão de matérias que podem ser legisladas.

7. EXPLIQUE A AUTONOMIA. Autonomia política é a liberdade de atuação do ente federativo dentro dos limites estabelecidos pela Constituição. Autonomia é menos do que soberania.

9. Todo estado, para que tenha efetiva autonomia, deve ter impostos próprios e, portanto, renda própria. No Brasil, os estados obtém renda própria com os seguintes impostos: IPVA, ICMS, ITCDM (Imposto sobre Transmissão de Causas Mortis).

10. A confederação é formada através de um acordo ou de um tratado internacional.

11. O instrumento jurídico da federação é a constituição, que tem esse nome porque constitui ou cria a federação.

12. Poder constituinte originário é aquele que cria a constituição federal sem nenhum limite anterior como forma de expressão de um novo governo.

13. Poder constituinte derivado é aquele que surge dentro dos limites da própria constituição. Por exemplo, uma emenda constitucional é considerada expressão do poder constituinte derivado.

14. Cláusulas pétreas são aquelas que não podem ser modificadas pelo poder constituinte derivado. Por exemplo, não é possível abolir o direito de propriedade já que é uma regra considerada cláusula pétrea.

15. DIREITOS INDIVIDUAIS SÃO ILIMITADOS? EXPLIQUE. Não, todo direito deve ser interpretado em relação a outros direitos igualmente previstos na Constituição Federal.

1. O QUE É PODER CONSTITUINTE DECORRENTE? Poder constituinte decorrente é aquele que os estados podem fazer em razão da autorização da Constituição Federal.

2. O QUE É LIBERDADE PROFISSIONAL? Liberdade profissional é a regra do artigo 5º CF/88 que permite o exercício de qualquer profissão salvo se uma lei criar restrições ao exercício desta profissão.

3.

O QUE É LIBERDADE RELIGIOSA? Liberdade religiosa é a regra prevista no artigo 5º CF/88 que autoriza qualquer religião para o cidadão.

4. O QUE É COERÊNCIA DA CONSTITUIÇÃO? Coerência da constituição significa que as regras da CF devem ser interpretadas de forma que sejam compatíveis entre si, por exemplo, o art. 5º, que prevê o direito à vida deve ser interpretado observando a exceção da pena de morte em caso de guerra declarada.

5. O QUE É DIREITO À VIDA? Direito à vida, segundo o STF, está relacionado à formação do sistema neurológico.

6. O QUE É INAFASTABILIDADE DE JURISDIÇÃO? Inafastabilidade de jurisdição é o princípio constitucional do art. 5º CF/88 que significa que nem mesmo uma lei pode excluir da apreciação do Poder Judiciário lesão ou ameaça de lesão a direito.

7. O QUE É DIREITO DE PETIÇÃO AOS ÓRGÃOS PÚBLICOS? O direito de petição significa que os poderes públicos têm o dever constitucional de prestar informações ao cidadão em geral.

8. O QUE SÃO REMÉDIOS CONSTITUCIONAIS? Remédios constitucionais são as ações previstas na própria constituição para fazer valer os direitos previstos na CF.

QUESTIONÁRIO DO PARECER DA LEI DE FUMO SÃO PAULO

1. O QUE É PARECER? Parecer é uma opinião relacionada a conhecimentos técnicos específicos. No trabalho houve um parecer jurídico sobre a constitucionalidade de uma lei.

2. Por definição, para que se configure uma federação os estados desta federação têm que ter autonomia para legislar sobre determinados assuntos.

3.

Além da competência legislativa, é necessário que haja autonomia financeira, governo próprio e participação as decisões da União no caso brasileiro, através do Senado.

4. Segundo o parecer, fere o princípio da livre iniciativa, o princípio da isonomia etc.

5. Segundo o parecer, apenas a União teria competência para legislar sobre este tema.

6. Opinião pessoal.

7. Para o parecer, a lei estadual seria contrária, pois estaria interferindo na competência da União.

8. Competência legislativa concorrente significa que mais de um ente político pode legislar sobre determinado assunto.

9. Competência legislativa suplementar significa que outro ente político poderá legislar desde que sua lei vá no mesmo sentido da outra legislação.

10. Sim, de acordo com o artigo 24, incisos VIII e XII da CF/88, os estados podem legislar sobre saúde e meio ambiente.