Você está na página 1de 8

Direito do Trabalho

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS I – Introdução 1. Origens do Direito do Trabalho no mundo e no Brasil. 2. Conceito. Autonomia. Natureza Jurídica. Relação com outras ciências e outros ramos do Direito. 3. Princípios. 4. Fontes materiais. Fontes formais, autônomas e heterônomas. Hierarquia das Fontes. Interpretação e Integração. 5. Tratados Internacionais. A OIT. Principais convenções ratificadas no Brasil. 6. Eficácia da lei trabalhista no tempo e no espaço. II – Relação de Emprego. Fundamentos 1. Relação de emprego e relação de trabalho. Figuras afins: mandato, parceria, sociedade, prestação autônoma de serviços, representação comercial. Trabalhadores eventuais e servidores públicos. 2. Elementos caracterizadores. 3. Sujeitos da relação de emprego. O empregado. Trabalhadores domésticos e rurais. 4. Sujeitos da relação de emprego. O empregador. Poderes. Grupo econômico. Responsabilidade solidária e subsidiária. Sucessão e alteração da estrutura jurídica. III – Contrato de Trabalho 1. Conceito. Forma. Classificação. Duração. Contrato de experiência. A carteira de trabalho e previdência social. 2. Alteração lícita e ilícita do contrato de trabalho. Jus Variandi. Transferência. Força maior. Fato do príncipe. Renuncia e transação. 3. Suspenção e Interrupção. 4. Nulidade. Efeitos. Trabalho proibido e trabalho ilícito. IV – Remuneração 1. Salário e remuneração. Formas e modos de pagamento. Salário complessivo. 2. Salário mínimo. 3. Equiparação Salarial 4. Proteções legais ao salário. Intangibilidade. Impenhorabilidade. Privilégio em concurso de credores de empregador. Irredutibilidade. Revisão. Periodicidade. Pontualidade. 5. Gratificação Natalina. V – Noções de Direito Coletivo VI – Flexibilização do Direito do Trabalho

Conceito 2. 3. . além daquelas normas positivadas no ordenamento jurídico. tal como acontece nas convenções. a espécie normativa apenas ganha relevância quando há disposição mais benéfica ao trabalhador. Introdução CAPÍTULO 1. 2. 3.1. Natureza Jurídica 2. Teorias a respeito das fontes do direito do trabalho: 1) Monista: tendo como percussor Hans Kelsen. tais como o costume e as convenções coletivas de trabalho. constituição. Origens do Direito do Trabalho no mundo e no Brasil.4.1. Relação com outras ciências e outros ramos do Direito. apenas seriam fontes do direito do trabalho as normas positivadas (positivismo). 2) Pluralista: por essa teoria. Princípios. CAPÍTULO 2.3. são consideradas fontes do direito do trabalho: 1) Heterônomas: quando não há a participação direta dos destinatários finais na elaboração do instrumento normativo (ex. também fazem parte desse grupo aquelas resultantes da sociedade.Título I. decretos etc. Autonomia 2. autônomas e heterônomas Assim. leis. 2) Autônomas: quando há participação dos destinatários finais da elaboração da norma a ser aplicada. Hierarquia das Fontes No plano hierárquico. Fontes formais. Fontes materiais São perspectivas que contribuíram para o estudo das fontes do direito do trabalho: 1) 2) 3) 4) Econômica Social Política Filosófica. CAPÍTULO 3.).2.2.

. A OIT 4. A interpretação da norma trabalhista se dá da seguinte forma: 1) Linhas gerais e básicas da hermenêutica jurídica: 2) Valores e princípios do direito. Tratados Internacionais 4. 3) Valores e princípios sociais.3. É a teoria científica da arte de interpretar. 4. interpretar é um processo mental de pesquisa do conteúdo real da lei. Interpretação e Integração.1.3. Principais convenções ratificadas no Brasil. Eficácia da lei trabalhista no tempo e no espaço.2. CAPÍTULO 4. Já segundo Caio Mario.3.

O empregador 8.1. sociedade. Trabalhadores domésticos e rurais.2. CAPÍTULO 5. Sujeitos da relação de emprego 7.2.1. prestação autônoma de serviços. representação comercial 5. Componentes da subordinação: 1) Clássica: compromisso quanto ao modo de realização do trabalho. Fundamentos Relação de emprego e relação de trabalho 5.4. Responsabilidade solidária e subsidiária 8. Trabalhadores eventuais e servidores públicos. 2) Objetiva: integração prospectiva do empreendimento. CAPÍTULO 6. Figuras afins: mandato. CAPÍTULO 7. . parceria.Título II.1. 3) Estrutural: integração prospectiva e proativa do empreendimento. Sujeitos da relação de emprego 8. CAPÍTULO 8.5. Relação de Emprego.3.2. Sucessão e alteração da estrutura jurídica. Grupo econômico 8. O empregado 7. Poderes 8. Elementos caracterizadores.

Suspenção e Interrupção. Transferência Força maior Fato do príncipe Renuncia e transação. Forma 9. 10.5. Efeitos Trabalho proibido e trabalho ilícito. 12. CAPÍTULO 9. Nulidade CAPÍTULO 11.4.4.2.3. 10.1. Contrato de experiência 9. 10. Contrato de Trabalho Conceito 9.1.2. 12. Jus Variandi. A carteira de trabalho e previdência social. .1. CAPÍTULO 10. CAPÍTULO 12.2. Classificação 9.3. Duração 9.Título III. Alteração lícita e ilícita do contrato de trabalho 10.

CAPÍTULO 17.4. 16. Intangibilidade Impenhorabilidade Privilégio em concurso de credores de empregador Irredutibilidade Revisão Periodicidade Pontualidade.1.Título IV. .3. 16. Salário mínimo. 13. 16. Gratificação Natalina. 16. CAPÍTULO 13. 16.2.2. Formas e modos de pagamento Salário complessivo. CAPÍTULO 16.5. 16.7. Equiparação Salarial Proteções legais ao salário CAPÍTULO 14.6.1. CAPÍTULO 15. Remuneração Salário e remuneração 13. 16.

Título V. Noções de Direito Coletivo .

Título VI. Flexibilização do Direito do Trabalho .