Dinâmica – Objetivo: Suscitar a discussão acerca de ataques a sistemas fragilizados, classificação hierárquica e endereçamento de informações.

Público alvo: estimado em 120 pessoas, 30 grupos (6 grupos por psicólogo, 5 psicólogos) com 04 participantes cada, caso não seja possível um grupo de 4, os integrantes devem ser divididos em grupos de 04 ou 03 membros. Material necessário: - 30 envelopes pardos divididos em 05 grupos e numerados (1 a 6) - 90 papeletes 10x5 cm com letras impressas (ocupando toda a extensão do papelete) - 120 papeletes 10x5 cm com números impressos (ocupando toda a extensão do papelete) - 30 folhas de papel A4 com: gabarito para colagem dos papeletes, informação sobre classificação da informação, e uma seqüência de letras e números impressa - 30 tubos de cola-bastão - 60 vendas - 60 mordaças - rolo de elástico, barbante ou faixas de TNT Preparação - Cada envelope deve ser numerado (1 a 6, nos 5 grupos), dentro do envelope devem estar colocados 3 papeletes com letras, 4 papeletes com números, a folha-gabarito e o bastão de cola - As informações sobre classificação da informação são as seguintes: - comum (7 folhas) - privilegiado (7 folhas) - secreto (8 folhas) - ultra-secreto (8 folhas) Estas informações devem estar impressas nas folhas-gabarito de forma aleatória, não deve seguir uma seqüência. - Os papeletes com letras e números devem ser os mesmos da seqüência impressa na folha-gabarito - Na folha-gabarito deve estar impressa a instrução: “Cole as letras e números nos lugares e na seqüência correta, atenção para que este documento seja entregue à pessoa certa, esse documento é ............................ ” (classificação da informação) - Em quatro crachás da equipe aplicadora deve constar uma das classificações de informação em cada crachá. Execução: Os participantes serão divididos em 5 grupos segundo um critério de cores (preto, laranja, amarelo, azul e vermelho) Devem ser formados 6 subgrupos (em cada grupo–cor) com 4 participantes (A, B C, D), sendo um deles o observador (D) – a escolha do observador e dos membros que sofrerão intervenção será do próprio grupo durante o segundo movimento. Primeiro movimento: Será requisitado que eles se desloquem do ponto inicial até um ponto definido, onde estará o membro da equipe aplicadora referência para aquele grande grupo, para buscar seu envelope e retornar ao ponto inicial, devolvendo o envelope (sem abri-lo) ao psicólogo-referência daquele grupo, a seguir o psicólogo devolve os envelopes ao membro da equipe aplicadora referência. Instrução: “Vocês devem se descolar em grupo até o membro da equipe aplicadora referência, pegar o envelope com o seu número e trazê-lo de volta, atenção, o envelope não deve ser aberto. Vocês têm 03 minutos para completar a tarefa.” O tempo de execução final deve ser anotado. Segundo movimento: Os participantes devem ser instruídos a escolher qual membro do grupo vai ser submetido às restrições. O participante A deve ter suas mãos e os braços amarrados nas costas, os participantes B e C devem ter as mãos e os braços (esquerda de B e direita de C) amarrados, de forma que estes participantes só poderão utilizar: B o braço e a mão direita, e C o braço e a mão esquerda. Além disso, os participantes B e C deverão ser vendados e amordaçados. O participante D, caso exista, deve ser instruído a não interferir no processo em hipótese alguma, mas observar atentamente tudo o que acontecerá. Instrução: “Agora o grupo dos senhores deverá se dirigir até o membro da equipe aplicadora referência, pegar o envelope com seu número novamente, abrir e seguir as instruções impressas. Quando completar a tarefa, retorne ao ponto de origem e entregue o documento. Vocês têm 25 minutos para completar a tarefa.” O tempo de execução final deve ser anotado. Caso algum grupo ainda esteja executando quando terminar o tempo, eles devem interrompidos. 04 psicólogos estarão no centro da praça (cada um representando uma classificação de informação) e receberão os envelopes. Sem direcionar a entrega nem explicar o endereçamento dos envelopes. Discussão: Devemos recuperar somente o caráter emocional da dinâmica, interrompendo o participante que queira expor o processo. Observar o posicionamento de 02 participantes tipo A, 02 participantes tipo B, 02 participantes tipo C, e as elucidações sobre como os participantes tipo D (02 observadores) viram o processo emocional relatado por seus colegas na execução da dinâmica.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful