Você está na página 1de 18

| |  

 | 

u    |    | 

u
 |   
à à
   
u
 |      àà

à
 àà
à
u           !" #
  $  % | 
|




|  |

|
u  %  &  '  
& (
u › 
¬    )  % * 
+ %   )  % 
% &    $  &    
   +,   %-
u |  
¬   ! &  )  %! 
%!"   #+   *  
           
   *  &    
%  %.
|   |
     
u  %    
%   %
u àà

à ¬    )     
+ %   %  % )  
   ' % !"  / + 
   ...( )   + *!"  +
u àà

à
¬   ) )   
)    *          
%!"  %  0 1 
| |  
 | 

          !

MACROAMBIENTE
?MICROAMBIENTE
 ?
EXTERNO

MICROAMBIENTE
INTERNO

    "  #$%   


|2| 
 '|&  3(
u & ¯   
      
  
       
  

u #'# #
 2| 

u(  )
: 
 ¯ 

 
 
u'#
u #* '
| 0 
u'    

J| |  !" 4


u#+ ,  u   |   4 %  
J !"
J %  '2% 
u  #      (
u #* -  )  J  & !"  5+6 
u"  J !
J2&  
u. / # #  J7  +$  
u )   |% !"
J)    
u  # u#  J  8 
J/ +  9
MACROAMBIENTE ECONÔMICO
Exemplo de variáveis
Ô Crescimento do PIB e da Renda
Ô Classes de Renda
Ô Níveis de consumo e poupança
Ô Inflação
Ô Política Cambial
Ô Padrão de gastos do consumidor (tipos de bens)

Ô Análise de tendências variáveis econômicas que afetam


fundamentalmente a demanda e oferta de produtos e
serviços nos mercados em que a empresa atua ou
pretende vir a atua.
MACROAMBIENTE POLÍTICO-LEGAL
Exemplo de Variáveis
Ô Regulamento governamental (projetos de lei em
andamento)
Ô Crescimento de grupos de interesse público
(correntes ideológicas emergentes)
Ô Código de defesa do consumidor
Ô Eleições

Ô A análise de tendências relativas as leis, códigos,


instituições governamentais e correntes ideológicas que
possam afetar a empresa.
MACROAMBIENTE TECNOLÓGICO
Exemplo de Variáveis
Ô Velocidade de mudança e da informação;
Ô Informatização / Automatização;
Ô Programabilidade: ³Tudo, de todas as formas, a todo
momento´ Regis Mackena;

Ô Análise de tendências relativas ao conhecimento


humano que possam influenciar na empresa (ou tornar
obsoletos) o uso de determinadas matérias-primas e
insumos ou o emprego de determinados processos
operacionais e gerenciais.
MACROAMBIENTE DEMOGRÁFICO

Exemplo de Variáveis:
Ô Crescimento populacional
Ô Taxa de natalidade e faixas etárias
Ô Número de residências
Ô Migrações e concentrações (capital e interior)
Ô Etnias
Ô Escolaridade

Ô Analise de tendências relativas as características de


populações que possam ter implicações no
direcionamento das atividades futuras da empresa.
MACROAMBIENTE SÓCIO-CULTURAL

Exemplo de Variáveis:
ÔMudança nas crenças, valores e normas sociais
ÔRelação das pessoas consigo mesmas, com os outros,
coma as instituições, com a sociedade, etc.
ÔRelação das pessoas com a natureza , com o universo

Analise de tendências relativas as crenças básicas,


valores, normas e costumes sociais nas sociedades
com as quais a empresa interage, de forma a perceber
situações que possam afetar o desenvolvimento futuro
da empresa.
'
| 0 

' 

ÔMercados Consumidores
ÔClientes X Consumidores ou Fiel X Leal
ÔProspects e Suspects
ÔMercados Organizacionais, Governamentais e Institucionais
ÔMercado Internacional
O poder de barganha dos compradores (clientes ou distribuidores)
se manifesta quando:
ÔForçam os preços para baixo
ÔLutam por uma maior qualidade dos produtos e serviços ou
por mais serviços
ÔForçam maiores prazos para pagamento e menores prazos
para fornecimento, jogando os concorrentes da Industria uns
contra os outros
'
| 0 


'(

ÔMatérias Primas e Insumos
ÔTecnologia
ÔEquipamentos e Maquinas
ÔOperadores de Logística: transporte e armazenagem
ÔServiços
ÔAgentes Financeiros

O poder de barganha dos fornecedores se manifesta quando:


ÔAmeaçam a subir os preços;
ÔProcuram reduzir a qualidade dos bens e serviços;
ÔForçam maiores prazos para o fornecimento e menores prazos
para pagamento.
'
| 0 

'
'
 

ÔO Vetor resultante das forças podem determinar


situações que abalem a estrutura de: Preço, Qualidade,
Constância e Disponibilização e Marca.
ÔConcorrência Alta / Lucro potencial baixo
ÔConcorrência Baixa / Lucro potencial alto
ÔA rivalidade entre os concorrentes existentes
caracteriza pela concorrência de preços, guerras de
propaganda, lançamento de novos produtos e
crescentes serviços e garantias ao cliente;
ÔMotivos: pressão ou visualização de oportuniadade de
melhorar a posição
'
| 0 

101


ÔA ameaça dos Substitutos com produtos de outras


industrias que satisfazem a mesma necessidade ou
desempenham a mesma função que os produtos da
concorrência.
ÔPodem reduzir os retornos potenciais da industria como
um todo (relação preço-desempenho) e são perigosos
quando:
ÔEstão sujeitos a tendências que melhorarão sua
competitividade de preço
ÔSão produzidos por empresas que tenham altos lucros
ÔSurgem inovações tecnológicas;
ÔOcorrem mudanças significativas em custos e qualidade.
'
| 0 

  | 

ÔA ameaça de novos Entrantes, novas empresas, nova


capacidade, desejo de conquistar fatias de mercado e,
frequentemente, recursos substanciais;
ÔPreços: puxados para baixo ± Custos: inflacionados
ÔNível da ameaça: função das barreiras de Entrada
ÔEconomia de escala
ÔDiferenciação do produto
ÔNecessidades de capital
ÔCustos de mudança
ÔAcesso aos canais de distribuição
ÔOutras desvantagens de custos
ÔPolítica Governamental
| |  
 | 

'
| 0 

J   
J $ /  ( " 
J|2 3
J|4"#/  
J' # | $  

J-  #4 #
J ,/  , 

J-    # 
J| 5'#
J|4 - $  
-6
J-  ' )  
| |  
 | 

|'
| 0 ! | 0 
u    u &
u #'# #
75/   u(  )
4   u #*
      u#+ , 
  8 u #* 
-  ) 
J    #)$ u. / #
# 
 $       u  #
#8
J|)# # 
4 9" 
$      $ 
 / : 7  
| |  
 | 

'
| 0  

J| |  !" 4 |   4 %  


J !"
J %  '2%  #      (
J  & !"  5+6 
J !
J2&  
J7  +$   |% !"
J)    
J  8 
J/ +  9